Como Vencer a Tentação


POSSUINDO AS PORTAS DO INIMIGO
William M. Branham
08 de Novembro de 1959
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

47 – Ele disse, “Eu quero. Seja curado!”. Ele conquistou e tomou a porta da lepra. Ele tomou a porta da febre. Ele fez com que cada natureza O obedecesse. Ele era a Semente de Abraão, a Semente Real, Aquele para o Qual foi dada a promessa, através Dele Abraão e toda a semente que o seguiu até a Semente Real e toda semente após Ele. A promessa de Deus é verdadeira. Ele conquistou a enfermidade. Ele conquistou a tentação. Quando o inimigo cuspiu em Sua face, bateu em seu rosto, Ele virou o outro lado. Quando eles arrancaram barba da Sua face e cuspiram Nele, Ele na Se irritou. Ele conquistou a porta da tentação e tomou isto.

48 – Então você diz, “O meu temperamento não me deixa fazer isto”. E você semente de Abraão, sim, senhor, Ele conquistou isto para você.

49 – E quando Ele estava sendo irritado, Ele não devolveu aquilo. Quando ele foi criticado, Ele ficou quieto. Quando Ele foi chamado de Diabo, Ele Se conteve. Ele tinha um negócio e este era o negócio do Pai, e Ele foi fazer aquilo. E então finalmente eles O levaram para uma cruz. A morte teria que enfrentá-lo. Todo o restante deles havia conquistado os mares, e havia conquistado a natureza a natureza, e havia conquistado os leões, eles haviam conquistado o fogo, eles haviam conquistado tudo, exceto a morte. Mas aqui estava uma pulsação do Seu cérebro, Suas veias, e tinha o Poder conquistador da morte. Então eles tomaram Suas mãos e O esticaram e O pregaram na cruz. Eles bateram Nele e O despiram até que Seus ossos apareceram. Mas quando ele conquistou, eles haviam feito tudo que eles podiam fazer, a morte O apanhou, disse, “Agora, eu Te levarei como eu fiz com Josué. Eu Te levarei como eu fiz com Daniel. E eu farei tudo isto porque eu vou Te matar”.

142 – “Bem, irmão Branham, eu sou tão tentado”, Ele era também. Mas Ele te salvou da tentação.

143 – “Não nos deixe cair em tentação, mas livre-nos do mal”. Vêem, Ele fez isto! Isto tudo é seu. Tudo é seu, através de Jesus Cristo. Ele te dá tudo, gratuitamente. Não há nenhum pagamento a isto, nada. É simplesmente o seu direito agora. Não está você alegre por isto? Não está você contente por Ele? Graças a Deus.


A DEIDADE DE JESUS CRISTO
William M. Branham
25 de Dezembro de 1949
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

60 – Como isto foi o Sangue de Deus? Deus não tem sangue. Como poderia sê-lo? Porque foi o Sangue criativo de Deus que Ele criou, para nos redimir, e veio e morou naquele mesmo corpo que Ele criou. Portanto Ele não podia…Deus tinha que sofrer tentação; Ele não podia sofrer tentação. Ele tinha que sofrer a tentação sexual. Ele tinha que sofrer todo o tipo de tentação, ser tentado pelo diabo, em riquezas e poderes e – e domínios, e assim por diante. Ele tinha que sofrer tudo isso. E para fazê-lo, Ele não podia estar como Deus em Espírito, Ele tinha que ser Deus em carne.

98 – Porém isso é o Deus, o Criador, morando em você, e dando a você todos os Poderes. E você tem possessão de qualquer coisa que Ele teve. Portando Isto será em você para abster-se da maldade, para fazer o bem, para evitar o mal e fugir à retidão, para afastar-se da tentação. Toda malícia, ódio, contenda, inveja, e assim por diante, afastar-se disso, porque isso O tirará do seu coração. Se você recebê-Lo, abrace-O e ame-O, e segure-O em seu coração e ame-O. Eu posso lhe dizer que, a igreja conjuntamente nessa classe de Poder, tem Poder para atar os céus, curar os doentes, abrir os olhos dos cegos, aleluia; os surdos falam…os mudos falam, e os surdos ouvem, os aleijados andam, os cegos vêem. Por quê? Isto é reconhecer o Poder do Deus Todo-Poderoso dentro do seu coração. Aí está Ele, a Deidade.


COMO PODEREI VENCER?
William M. Branham
25 de agosto de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

104 – Vejam. A tentação era para Ele. Vocês sabem disto? A Bíblia diz que Ele foi tentado em todos os aspectos, como nós somos, ainda sem pecado, Ele foi tentado em..em bebida; Ele foi tentado por mulheres; Ele foi tentado por tudo que pudesse ser tentado. Ele foi tentado por tudo que somos; Ele era um homem. E mesmo assim você não podia encostar o dedo Nele. Sim, senhor!

105 – Vencer significa “reconhecer o diabo em cada uma de suas armadilhas”. Muitas pessoas dizem que o diabo não existe; é simplesmente um pensamento. Não creia você assim. Há um diabo verdadeiro. Ele é simplesmente tão real o quanto você é, qualquer pessoa é, um verdadeiro demônio. E você deve conhecê-lo como sendo real! Você deve saber que ele é um diabo! E então, ao mesmo tempo que você…você o reconhece e sabe que ele é um diabo, e ele está contra você, então, para vencer você deve reconhecer que Deus em você é maior e mais poderoso do que ele é, que Aquele que está em você já o venceu, e por Sua graça você é mais que um parceiro para ele. Amém! Aí está quando verdadeiramente vence.

106 – Quando você reconhece…Você olha para trás e diz, “Eu estou fazendo isto, eu estou fazendo aquilo”. Então oh, oh, você…você…você está derrotado. Mas não há nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus e que não andam de acordo com a carne, mas de acordo com o Espírito. Então você verá que você tem vencido, e você saberá que ele é um diabo. Você não pode dizer, “Eu tenho uma doença e eu…eu…eu…eu não creio que é uma enfermidade”. Oh, sim, é uma enfermidade. Você tem câncer; você não crê que é um câncer; é um câncer. Mas recordem, maior é o que está em você do que o que está no mundo. Você deve compreender que o Espírito Santo que está em você já venceu estas coisas. E Ele está em você, e você pode vencer através Dele. Isto é exatamente sensato. Isto é exatamente como está escrito nas Escrituras. Vencendo.

104 – Vejam. A tentação era para Ele. Vocês sabem disto? A Bíblia diz que Ele foi tentado em todos os aspectos, como nós somos, ainda sem pecado, Ele foi tentado em..em bebida; Ele foi tentado por mulheres; Ele foi tentado por tudo que pudesse ser tentado. Ele foi tentado por tudo que somos; Ele era um homem. E mesmo assim você não podia encostar o dedo Nele. Sim, senhor!

105 – Vencer significa “reconhecer o diabo em cada uma de suas armadilhas”. Muitas pessoas dizem que o diabo não existe; é simplesmente um pensamento. Não creia você assim. Há um diabo verdadeiro. Ele é simplesmente tão real o quanto você é, qualquer pessoa é, um verdadeiro demônio. E você deve conhecê-lo como sendo real! Você deve saber que ele é um diabo! E então, ao mesmo tempo que você…você o reconhece e sabe que ele é um diabo, e ele está contra você, então, para vencer você deve reconhecer que Deus em você é maior e mais poderoso do que ele é, que Aquele que está em você já o venceu, e por Sua graça você é mais que um parceiro para ele. Amém! Aí está quando verdadeiramente vence.

106 – Quando você reconhece…Você olha para trás e diz, “Eu estou fazendo isto, eu estou fazendo aquilo”. Então oh, oh, você…você…você está derrotado. Mas não há nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus e que não andam de acordo com a carne mas de acordo com o Espírito. Então você verá que você tem vencido, e você saberá que ele é um diabo. Você não pode dizer, “Eu tenho uma doença e eu…eu…eu…eu não creio que é uma enfermidade”. Oh, sim, é uma enfermidade. Você tem câncer; você não crê que é um câncer; é um câncer. Mas recordem, maior é o que está em você do que o que está no mundo. Você deve compreender que o Espírito Santo que está em você já venceu estas coisas. E Ele está em você, e você pode vencer através Dele. Isto é exatamente sensato. Isto é exatamente como está escrito nas Escrituras. Vencendo.


O PATRIARCA ABRAÃO
William M. Branham
07 de Fevereiro de 1964
Centro de Exposições – Sexta-Feira – Noite
Bakersfield – Califórnia – U.S.A.

 

63 – Também, tentação, Ele foi tentado de todas as maneiras como nós. O que Ele fez? Ele conquistou isso. E o que Ele disse para nós? “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Ele conquistou a enfermidade para nós. Ele conquistou a tentação para nós, rebentou as portas; tomou a chave do tentador, e a entregou ao crente, da Semente de Abraão, e disse: “Se ele vos tentar, resisti a ele, e ele fugirá de vós”. Oh, que coisa! Resisti a ele!


HEBREUS CAPÍTULO DOIS – II PARTE
William M. Branham
25 de Agosto de 1957 – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

 

79 – Os homens sempre temeram a morte. Cristo se tornou pecado, feito inferior, para tomar a morte sobre Si Mesmo. E Ele não se envergonhou de ser chamado de nosso irmão, pois Ele foi tentado exatamente como somos tentados.  E Ele pode fazer o — ser o tipo correto de Intercessor, porque Ele suportou o mesmo tipo de tentação que você suporta.  E Ele tomou o seu lugar, sabendo que você mesmo não poderia tomar.

86 – E esta é a razão que Cristo, Deus, teve que se tornar nosso parente. E Ele desceu e era um homem. E Ele sofreu tentação. E Ele foi zombado, e criticado, e perseguido, e ignorado, e chamado de Belzebu, e — e escarnecido, e sofreu a morte como pena capital. Vejam, Ele teve que ser o nosso parente. Ele teve que ser falsamente acusado, porque você é falsamente acusado. Ele teve que carregar enfermidades, porque você está doente. Ele teve que carregar pecados porque eram os seus pecados. E Ele teve que se tornar parente. A única maneira pela qual Ele podia nos redimir era ser o nosso parente. E como Ele se torna parente, é tomando a forma  de carne pecaminosa e se tornando um de nós. E nela Ele pagou o preço e nos redimiu de volta ao companheirismo do Pai. Oh, que Salvador! Palavras não poderiam expressar isto.

Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados. (socorrer significa “compadecer”)

87 – Esta é a razão pela qual Ele se tornou isto, para que Ele pudesse compadecer de você que está — tem as suas altas e baixas e suas pequenas entradas e saídas, e suas tentações ficam tão grandes que dificilmente você pode suportá-las. Ele sabe como compadecer de você. Ele está assentado ali para fazer intercessões. Ele Se assenta ali para te amar. E embora você desvie, Ele não te abandona. Ele continua indo atrás de você batendo no seu coração. Não há nenhum desviado neste edifício que não saiba que Deus bate em seu coração todos os dias. E Ele fará isto enquanto você for um mortal nesta terra, pois Ele te amou. Ele te redimiu.

288 – Deus não poderia sofrer em Espírito. Ele tinha que se tornar carne, para sentirá dor da enfermidade e, para sentir a tentação da cobiça, para sentir a tentação do desejo, para sentir a tentação da fome, para sentir o poder da morte. Para que Ele pudesse tomar isto sobre se mesmo para se colocar na presença do Grande Espírito – Jeová (O Espírito, não o homem, o Espírito), o para fazer intercessão homens nesta vida. E Jesus tomou aquilo em ordem para fazer intercessões por nós, pois Ele sabe como se sente. Quando você fica doente, Ele sabe como você se sente. Quando você atentado, Ele sabe como você sente.


UM SUPER SINAL
William M. Branham
27 de Dezembro de 1959
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

73 – Vê você, nas leis de Deus de redenção, como foi com Boaz e Noemi, tinha que ser um parente próximo. E a única maneira que o homem poderia ser redimido, Deus teria que Se tornar um parente próximo. Eu quero que vocês vejam isto. Ele nunca teve parentesco de modo geral com os ricos e os poderosos, mas Ele nasceu em um estábulo, enrolado em faixas; não adulto, mas criança. Ele era Deus sobre a criação. Ele escolheu fazer isto. Não Se tornar um homem totalmente maduro; Ele veio para que Ele pudesse sofrer os sentimentos dos nenenzinhos. Ele veio para que Ele pudesse sofrer os sentimentos dos nenenzinhos. Ele veio para que Ele pudesse passar pelas tentações dos adolescentes. Pudesse ir, para que Ele pudesse lutar contra os laços e as ciladas do Diabo, como um homem, e fazer um caminho para pessoas de todas as idades, de todas as idades e classes: o pobre, o rico, e todos. Ele Se tornou pobre, para que, através de Sua pobreza, nós pudéssemos nos tornar ricos e herdeiros com Ele no Reino. Um sinal seria dado, através Dele mesmo, fazendo a Si mesmo algo diferente do que Ele era; agora um super sinal, chorando como um bebê, brincando como um menino, trabalhando como um homem, mas isto era Deus vivendo em todos os estágios da vida como nós vivemos.

80 – E no Mar Vermelho, Ele mostrou que Ele abriria um caminho para aqueles que estavam tentando fazer o certo e seguir os Seus Mandamentos. Não importa o que o interrompesse, Deus provou no Mar Vermelho, e deu um sinal, de que Ele podia abrir o mar. Em cada tentação, Ele fará uma via de escape. Diz: “A mamãe não crê Nisto. O papai não crê Nisto. A igreja não crê Nisto”. Não me importa quem não creia Nisto. Se você crê Nisto, Deus fará uma via de escape! Ele deu um sinal de que Ele o faria. Eles estavam em seu caminho, diretamente para a terra prometida, onde Deus lhes prometeu; e o Mar Vermelho os barrou, e eles estavam em apuros, eles não sabiam o que fazer. Deus mostrou que Ele faria uma via de escape em cada tentação, cada prova. Se você não pode parar de fumar, tome Deus uma vez! Se você não pode parar de mentir, não pode parar de roubar, não pode acabar com este temperamento; tome Deus com você uma vez! Se você não sente vontade de ir à igreja, e você não pode chegar à parte alguma; tome Deus com você uma vez, tome Sua promessa! Ele provou, no Mar Vermelho, que Ele fará uma via de escape. Deus deu muitos sinais.

127 – Irmão, quando eu vejo Deus, o Deus do Céu, negligenciar Seu trono, Sua beleza, e tudo que Ele era; para nascer em cima de um monte de esterco, ser enrolado em faixas, para ser criticado através de Seus sinais e Suas maravilhas, para ser chamado de diabo; deveria eu ter vergonha Dele? Não, senhor. Deixe o mundo clássico fazer o que eles querem fazer. Para mim, Ele é o super sinal. O Espírito Santo em mim clama! Isto pode me fazer agir de uma forma engraçada e ser um louco, para este mundo, mas eu não posso negar a Quem tanto fez por mim. Ele tomou o meu lugar na morte. Ele tomou o meu lugar no Calvário. Ele fez todas estas coisas. Ele condescendeu do Céu, do trono branco de pérola, para Se tornar um homem; para provar o meu sofrimento, para ir através de minha tentação, para saber como ser o tipo correto de mediador em mim, para me guiar e me dirigir para a Vida Eterna. E através de Sua pobreza, me fez rico. Através de Sua morte, me foi dado Vida, Vida Eterna.


A FÉ PERFEITA
William M. Branham
25 de Agosto de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

06 – Agora, muitos estarão passando a noite para sair cedo e estar no trabalho nas primeiras horas da manhã. Eu sei que alguns têm muitos quilômetros por diante, e vocês não sabem como me satisfaz ver vosso esforço. Eu sei que é duro, e al vê-lo sinto também melancolia e tristeza. Às vezes chego a tal ponto onde trabalho muito, e logo Satanás chega e me diz: “Olha, ninguém te quer. Na verdade tu não tens  nenhum amigo em todo o mundo”. Recordem, eu não estou isento de tentação, e tenho que vencer isso; porém quando olho algo como este esforço que vocês fazem, eu o mostro para ele lhe digo: “E isto?” Isso me ajuda a vencer.

88 – Há pouco houve o caso de uma senhora aqui em Louisville que havia sido cristã por muitos anos, porém se enamorou de um homem que tinha apenas uns dois anos de cristão. Estavam enamorados e se casaram, porque tinham essa confiança um no outro. Então a mulher disse a seu esposo: “Olha querido, deve ser muito difícil para você, sendo um cristão novo, uma vez que tens tido que passar por lugares tão maus (antes ele bebia muito), suponho que possivelmente terás tentações muito grandes; porém quero que saibas isto: se chegares a cair em alguma tentação, não fiques fora de casa, volte aqui, porque estarei te esperando para te  ajudar em oração até que obtenhas a vitória. Ficarei contigo, porque quando me casei contigo, o fiz porque te amo, e não me importa o que hajas sido, nem o que sejas; de todas as maneiras te amo.”

89 – Uns dias depois, ele estava comendo ao meio-dia com uns amigos em seu trabalho e lhes disse: “Como pode a gente fazer algo mal contra alguém que te ama de tal maneira?” Ali o tem você. E como poderia a gente traspassar tal confiança?


PARADO NA BRECHA
William M. Branham
23 de Junho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

45 – Agora, aqui em Louisville, Kentucky, não muito tempo atrás, um ministro estava falando que lá havia uma jovem. Ela esperou um pouquinho mais na vida para se casar, em algum lugar em seus… vinte e cinco, trinta anos de idade. Ela era uma ótima e leal moça cristã. E lá havia um certo homem em Louisville que não era… Ele não havia tido uma vida muito boa. Ele havia frequentado bailes, boites e assim por diante, mas certo dia ele encontrou perdão pelos seus pecados e ele… ele se tornou um verdadeiro cristão, um verdadeiro e leal cristão. Cerca de um ano mais tarde, ele ficou apaixonado por esta jovem, e a jovem ficou loucamente apaixonada por ele. E eles se casaram.

46 – E após viverem juntos por dois anos, eles dizem que esta jovem disse a seu marido certo dia… Ela disse, “Querido, eu suponho que seja um pouco difícil para você, sendo um novo convertido”. Disse, “Eu sou cristã desde que eu era garotinha”. Porém disse, “Para você, para… um novo cristão, ter que suportar todo o …as…as astúcias e tentações que te acompanham depois que você… você ter pecado por tanto tempo”.

E ele disse, “Bem, isto realmente tem se tornado uma batalha”.

47 – Ela disse, “Eu quero que você se lembre de uma coisa, que se o inimigo te perturbar em algum lugar, e se você cair e voltar ao pecado, não te afastes de casa. Eu quero que você venha para casa”. Disse, “Você vai encontrar em casa a mesma esposa com quem você se casou”. E disse, “Eu te ajudarei a orar para voltar, e orar para que voltes a Deus outra vez”. Disse, “Eu… eu… eu… eu… eu… não quero que permaneças fora”. Disse, “Veja, eu casei com você porque eu te amo”. E ela disse, “Não importa o que você faça, eu continuo te amando. Eu me casei com você porque eu te amo”.

48 – E o homem naquele dia foi trabalhar e estava ouvindo isto ser repetido no lugar… no lugar onde ele estava trabalhando. Ele disse, “Agora, como poderia um homem fazer qualquer coisa errada contra algo assim?” Quando uma mulher, que o ama de tal maneira que não lhe importa o que ele fez, está desejando que volte para toma-lo outra vez, e tentar isto outra vez… Vêem? Isto mostra… Agora, você multiplique isto por bilhões e então você terá alguma ideia do que é o amor de Deus.


ATOS DO ESPÍRITO SANTO
William M. Branham
19 de Dezembro de 1954
Jefersonville – Indiana – U.S.A

 

40 – E nós não somos salvos por obras, pelo que fazemos. Não é o que eu fiz que me salva. É o que Cristo fez que me salvou. Vêem? Não o que…eu não tenho nenhuma santidade.

41 – Se eu tentasse dizer: “Bem, eu parei de beber. Eu parei de fumar. Eu parei de roubar, mentir e assim por diante.” Isto foi o que fiz, vêem. Aquilo seria eu mesmo. Eu teria algo com que me jactanciar.

42 – Mas eu não — eu não parei com nada. Ele simplesmente veio a mim e tirou aquilo de mim. Vêem? É isto. Então não é o que fiz. É o que Ele fez.

43 – E, então, o Espírito Santo habita dentro, e cresce diariamente ; cresce, Se fazendo maior e maior; tirando fora as coisas, as ansiedades, a tentação. À medida que você as vence, o Espírito Santo toma o Seu lugar. Você sabe de uma coisa? Se você tiver uma má tentação de algo que não está certo; vença aquela coisa algumas vezes, e observe se o seu testemunho não floresce quanto àquilo.

155 – Os tempos podem estar difíceis. Deus não prometeu um mar de rosas de tranqüilidade, mas Ele prometeu graça suficiente para cada prova que te atingir. Correto. Sim, de fato, a graça é suficiente. Não que Ele esteja em um mar de rosas de tranqüilidade, porém Ele prometeu graça para vencer cada tentação. Quando a cruz ficar pesada, Cristo prometeu estar contigo. Sim, senhor.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 14
William M. Branham
15 de Outubro de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

16 – E falando com – ontem no local onde havia alguns jovens cristãos, eu disse, “Se você estivesse ali de pé na rodovia e um carro estivesse descendo ali na rodovia a noventa milhas por hora fora de controle, você sairia daquela auto-estrada o mais rápido que você pudesse. Você pularia, escorregaria, faria qualquer coisa, para sair da frente daquele carro”. E esta é a maneira que o pecado devia ser para um cristão, porque o pecado está associado com a morte. E logo que você vir o pecado em qualquer forma, pule dali, se afaste dali. Não me importa o que você tenha que fazer, se afaste da aparência do mal. Porque recorde, se associar como o pecado é morte. É o mesmo que ficar ali de pé e deixar que aquele carro te atinja.

17 – Não espere para ver o que ele fará; saia da frente dele. A própria aparência do mal, afaste-se disso rapidamente. Quando você vir uma tentação se aproximando, e o pecado… Você sabe, se é algo errado, aquilo é a morte que está te espreitando. Vê? Então se afaste disto tão rápido o quanto você se afastaria de um – de um automóvel se aproximando a noventa milhas por hora. Vêem? Você – você desejaria se afastar dele imediatamente, para fora do caminho. Pule, escorregue, corra para qualquer lado, simplesmente se afaste disso.

18 – E como é que nós sabemos que temos Vida, é porque nós odiamos o pecado. E nós odiamos tanto o pecado, que nós sabemos que a morte está associada ali, e nos afastamos da própria aparência disso. De qualquer forma que podemos nós nos afastamos disso, pulamos, corremos, tudo que podemos fazer para ficarmos longe do pecado, porque no pecado existe morte. E com certeza não queremos nos associar em nada com a morte. Queremos nos afastar daquilo.


HEBREUS, CAPÍTULO SEIS – II PARTE
William M. Branham
08 de Setembro de 1957
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

263 – Agora, nós vimos isto nesta manhã, como somos aperfeiçoados. Perfeitos! Absolutamente sem mancha e culpa! Nenhum pecado em nós! Está você acima da tentação? Nunca! Você peca todo dia? Sim, senhor! Mas, mesmo assim somos perfeitos porque estamos Nele. E Deus não nos poderia julgar mais (Ele não poderia ser justo), Ele já nos julgou Nele. Quando ele julgou Cristo: Ele me julgou, Ele te julgou. E Ele não me pode julgar outra vez, porque ele tomou o meu juízo se eu fui redimido.


HEBREUS CAPÍTULO SEIS – III PARTE
William M. Branham
15 de Setembro de 1957 – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

 

168 – Dê fé ao povo, e que os pequenos hábitos e coisas que estão pairando sobre as pessoas, que elas possam sacudir isso delas, nesta manhã, com esta Palavra de Deus que é uma âncora da alma, segura e firme. Que elas possam se libertar de seus hábitos, seu mau humor, e coisas que … Como Paulo disse, lá adiante na mensagem nuns  poucos dias:  “Deixemos de lado todo o peso, e o pecado que tão facilmente nos rodeia, para que possamos correr com paciência a carreira que foi colocada diante de nós; olhando para o autor e consumador de nossa fé, Jesus Cristo, que foi tentado de todos os modos como nós somos, ainda que sem pecado.” Ele se permitiu ser tentado, mas Ele não caiu em tentação. E somos tentados a pecar, mas não para cair. Porque a Vida que está dentro de nós é a âncora para o nosso destino Eterno, e mantemos isto consagrado em nosso coração.


HEBREUS, CAPÍTULO QUATRO
William M. Branham
01 de Setembro de 1957
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 

68 – Agora, não já teve você muitas tentações? Não reclame delas. Regozije! Deus está com você. Ele está tentando provar sua fé. Veja Jó no Velho Testamento, quando Ele disse, “Já pensaste no Meu servo Jó? Um homem justo, um homem perfeito, não há ninguém como ele na terra”.

69 – “Oh”, ele disse, “claro, Tu o tens protegido: Não tem nenhum problema, não tem nenhuma preocupação. Ele não tem nenhuma enfermidade, nenhuma dor. Deixe-o comigo! Eu farei com que ele Te amaldiçoe, na Tua frente”.

70 – Ele disse, “Ele está na sua mão, mas não tire a sua vida”.

71 – Oh! Ele fez tudo exceto tirar a sua vida, mas ele não pôde mover a Jó. Jó sabia que ele estava firme na Palavra. Isto é correto. E todos os demônios do inferno não puderam move-lo, pois ele sabia que ele havia oferecido aquele sacrifício. Ele era justo. E eles o acusavam, dizendo, “Você pecou, Jó, e Deus está te punindo”. Ele sabia que Deus não… que ele não havia pecado diante de Deus. Ele sabia que Ele era justo. Não porque ele era um bom homem, mas porque Ele estava aceitando aquela oferta queimada em seu lugar.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...