A Evidência do Espírito Santo


A ERA DA IGREJA DE SMIRNA
William M. Branham
06 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

56 – Esta pobre era de Smirna estava morrendo. Quando morre, ela nunca mais volta. Nenhuma era jamais volta. Nenhum reavivamento jamais volta. Ele não pode ter a vida de Deus nele pela procriação natural. Ele exige uma regeneração de cima. Esta última era começou com os fogos de um reavivamento Pentecostal e eles organizaram-no imediatamente. Ao invés de se apropriarem da Palavra eles tomaram suas próprias idéias e fizeram exatamente o que cada era fez – colocou um manual em lugar da Palavra. Dê um passo fora do manual e veja o que acontece. Você fica fora, irmão. E Eles o perseguirão e acusarão no nome de Deus. E como amam a sua organização. Não é de estranhar. Eles são a segunda geração Pentecostal e desde que Deus não tem netos eles são simplesmente filhos de seus pais, conhecidos pelos seus credos e forma de adoração. Eles podem falar sobre o que estão acostumados, mas não podem produzi-lo. Um dia tiveram o raio mas de tudo o que restara ficou somente o trovão. Deixe-os, porém, falarem-lhe sobre as glórias de seu movimento. Eles dirão,  “Sim senhor, eu quero que você saiba que este é um movimento que não foi começado por nenhum homem. Ele veio espontaneamente. O Espírito caiu sobre todo o mundo. Sim senhor, nós conseguimos o que tinham no Pentecostes. Isto não é de homem, mas de Deus “. Então por que eles não o conservam da mesma maneira ? Se Deus o começou por que Deus não podia continuá-lo e conclui-lo ? Se Deus não escreveu um manual de credos e fórmulas e dogmas para começá-lo, então porque eles tiveram de fazê-lo imediatamente ? Deus derramou Seu Espírito sobre os Batistas, Metodistas, Nazarenos, Adventistas, Presbiterianos, Irmãos, Igreja de Deus (várias assim chamadas) etc. Todos estes irmãos foram criados em doutrinas diferentes, leis, manuais de igreja, etc. Deus varreu-os todos para um lado. Ele destruiu suas teorias dispensacionais e restaurou os dons do Espírito, provando que Ele é o  mesmo ontem hoje e para sempre. Porém aqueles Pentecostais aprenderam sua lição sobre organização? Não senhor. Eles se organizaram imediatamente e escreveram seus próprios livros de textos, regras e manual de igreja, livro de fraternidade, etc com uma só idéia em mente, provar que eles agora têm toda a verdade, conhecem todas as  respostas, e são por conseguinte, a elite de Deus que  conhece o caminho e pode mostrá-lo aos outros como Deus apontava os guias. Mas não conseguiram isto. Eles têm tornado a si mesmos em híbridos como os mesmos grupos de onde saíram. Se desejam estar na noiva eles têm de sair exatamente como fizeram seus antigos pais.

57 – Eles são como todos os demais. O reavivamento passou. Eles estão tentando viver um nome e estão mortos. Eles formaram a organização, falando durante todo o tempo sobre o Espírito de Deus. Eles falam sobre a evidência do Espírito Santo. No entanto eles se esquecem de que o diabo pode falar em línguas, também. A extrema confusão de Babel está em seu meio e eles chamam a isto de Espírito de Deus. Uma vez mais vemos o homem falando com Deus ao invés de Deus falar com o homem.

58 – Ora, você podia desejar repreender-me nesta altura pelo que eu disse. Muito bem. Eles chamam a si mesmos Pentecostais e Plenitude do Evangelho. Deixem-nos prová-lo. No Pentecostes o fogo veio em uma nuvem e separou-se sobre cada um deles como uma língua. E caiu sobre cada um deles. Onde está o fogo?  Eles falaram em línguas no Pentecoste e o povo que ouvia compreendeu. Onde está isto? Toda a multidão de crentes agiu como uma família . Os Pentecostais são tão divididos quanto qualquer outro grupo na história. Nenhum homem ousou ajuntar-se à igreja primitiva, mas somente Deus acrescentou à igreja. Eles têm tantos bodes entre eles como qualquer outro. Eles clamam estarem cheios do Evangelho mas não o podem provar. Suas igrejas estão tão vazias do poder como qualquer uma delas. Se estão  cheias do Evangelho então seria melhor admitirmos que a Bíblia cometeu um engano quando descreveu os homens cheios do Evangelho no Pentecostes. Eles  cantam, “Há uma grande transformação em mim “. Eles estão certos. Porém a mudança não foi para melhor. É tempo de voltar para Deus. Eles têm um  nome de que vivem mas estão mortos. Línguas não são sinal ou evidência de reavivamento. É a evidência de morte. As línguas proclamam a evidência que a religião cerimonial dos judeus tinha se acabado, que tinha começado uma nova era. As línguas hoje estão descendo o pano sobre as eras da igreja gentia e o Evangelho está voltando aos judeus. O povo está falando sobre línguas anunciando um grande movimento Espiritual. Eles perderam o barco. A verdade é que se está escrevendo o fim para todas as idéias dos homens, programas e reinos, e o reino de Deus está sendo introduzido. Desperte ó povo de Deus. Desperte.

104 – Para salientar mais o que temos dito, e também para usar uma Escritura que deveria ser retida na mente enquanto falamos acerca de quem é que é batizado com o Espírito Santo, veja o que Jesus Cristo diz em João 6 : 45. “Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus”. Volte porém a Isaias 54: 13 de onde foi citado isto, e leia, “E todos os teus filhos serão discípulos do Senhor”. Os Todos de Deus são os Filhos de Deus. Assim é que a evidência de ser um verdadeiro filho de Deus, (aquele sobre quem vem o Espírito Santo e nele habita) é novamente salientada como um a quem é ensinada a Palavra pelo Espírito Santo.

105 – Agora você pode começar a ver porque línguas não é uma evidência de ser batizado pelo Espírito Santo. Não se diz em nenhuma era que “aquele que tem uma língua  diga o que o Espírito está dizendo”. Isto deixa de lado as línguas, interpretação destas, e profecias, etc. como evidência. A evidência é ouvir o que o Espírito diz. O Espírito está falando. Sim, o Espírito está ensinando. Isto é exatamente o que Jesus disse que Ele faria quando viesse. João 14: 26, “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”. E foi isto exatamente o que aconteceu. É assim que se encontra escrito nos evangelhos. O Espírito Santo recordou a estes homens todas as Palavras que Jesus falara. É por isso que o Evangelho é exato. Eles são perfeitos. Mas o Espírito não somente trouxe todas as coisas às suas mentes, mas Ele ensinou-lhes mais ainda a verdade que eles já tinham. Foi assim que Paulo recebeu suas revelações. Ele disse concernente a isto, “Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo .” Gal. 1: 11 – 12. Ele foi  ensinado pelo Espírito Santo.

108 – Ora, isto deve fazê-lo regozijar. Existe uma doutrina muito peculiar propalada por aí que tem causado muito mal entendido e muito rancor. Porque quando os Pentecostais dizem que você tem de falar em línguas ou você não é batizado com o Espírito Santo, eles estão  negando que grandes homens como Knox, Moody, Taylor, Goforth e  outros não receberam o Espírito Santo ou dizendo que todos eles falavam secretamente línguas e não estavam conscientes do que se passava. Ora, isto não  é verdade. Não senhor. Isto  é um erro grosseiro. Línguas não são a evidência de ser cheio do Espírito Santo. É simplesmente uma das muitas manifestações mencionadas em I Corintios 12. Não há nenhuma Escritura que diz que você recebe o Espírito Santo falando em línguas ou que você recebe o Espírito Santo por falar línguas. Porém diz que “Depois que estavam cheios do Espírito Santo eles falaram em línguas”, e mais tarde diz que eles profetizaram.

109 – Hoje entre muitos grupos supõe-se que todos que dizem ter recebido o Espírito Santo ao falar em línguas falam em uma língua genuinamente espiritual. Porém isto não é assim pois muitas pessoas falam em uma língua conhecida sob a influência de um espírito errado. Ora, consideremos que estamos em uma reunião e todas as pessoas estão falando em línguas. Como pode você saber qual língua é do Espírito  e qual é do diabo? Eu tenho estado entre ímpios onde seus feiticeiros bebem sangue de dentro de um crânio, falam em línguas e interpretam e profetizam. Eles podem até escrever em línguas. Ora se línguas é a evidência de receber o Espírito Santo, então toda língua teria que ser de Deus. Mas tem sido admitido pela evidência das línguas que há verdadeiras e falsas línguas pois Deus tem a genuína e Satanás tem a falsa. Por isso minha pergunta é, “Quem sabe qual é a real? Quem entendeu a linguagem para saber o que foi falado? Quem tem o dom do discernimento para saber? “Ora, enquanto obtemos estas respostas teremos algo para verificarmos, mas antes disto, temos de saber sobre a fonte das línguas. Você pode ver neste instante que se estribar na evidência das línguas e não souber o que está sendo dito, você terá finalmente de chegar ao ponto onde todas as línguas sejam de Deus. Isto nos conduziria então a crermos que o diabo não pode falar em línguas. Isto porém não é assim; não, nem por um minuto. Qualquer missionário em um campo  estrangeiro sabe que os demônios falam em outras línguas, isto mesmo eu o sei por experiência.

110 – Os teólogos pentecostais admitem que eles não têm Escritura estabelecendo que as pessoas falam em línguas quando batizadas pelo Espírito Santo. Eles admitem inferir isto das experiências expostas no Livro de Atos onde três das cinco vezes as pessoas falaram em línguas. E dizem eles também sem qualquer Escritura que há duas espécies de línguas. Uma é a língua na qual você fala enquanto está recebendo o Espírito Santo e essa é a “Evidência “, enquanto que mais tarde, se você crer, você pode receber o dom de línguas pelo qual você pode falar frequentemente. Porém, dizem eles, uma vez falando em línguas como a evidência de receber, você talvez nunca mais fale de novo. Uma vez mais estamos ansiosos por saber onde isto é encontrado na Palavra. Se não está lá, então Deus não o falou e pobre daquele que acrescentou isto à Palavra. Porém existe algo na Palavra sobre este mesmo assunto que eles  ignoram completamente. I Corintios 13, menciona línguas de homens e de anjos. Estas seriam línguas conhecidas e  desconhecidas. Os Pentecostais Modernos dizem que podem  receber o Espírito Santo falando em línguas desconhecidas ou angelicais. Eles têm o carro adiante dos cavalos, porque em Atos 2 as pessoas falaram em um dialeto perfeito que até os incrédulos ouviram e entenderam.

111 – Ora, quando Deus se silencia o melhor que temos a fazer é ficarmos em silêncio. Mas onde Ele tem falado o melhor que fazemos é falar também, e dizer o que Ele já disse. Ele nos fala da evidência, ou o que aconteceria depois de sermos batizados com o Espírito Santo, e era que teríamos o Mestre vindo e nos ensinando toda a verdade. Mas este Mestre era um mestre interior não um mestre exterior. Se o Espírito não estivesse dentro, você não teria ouvido a verdade e a recebido pela revelação ainda que você a ouvisse cada momento do dia. Este era o sinal do Espírito habitando nos dias de Paulo. Aqueles que foram cheios com o Espírito Santo ouviram a Palavra, receberam-na e viveram por ela. Os que não tinham o Espírito ouviram-na como homens carnais, deram-lhe uma interpretação errada e continuaram no pecado.

112 – Em cada era, (e cada era é a era do Espírito Santo para o crente verdadeiro) – Eu digo, em cada era a evidência foi a mesma. Os que tinham o Espírito, o Mestre, ouviram a Palavra, e o Espírito neles tomou a Palavra ensinou-a  (revelou-a) para eles; e eles foram do grupo que ouviu o mensageiro e sua mensagem e a recebeu e a viveu.

113 – Eu sei que é uma grande tentação reportar-se ao dia do Pentecoste e também ao dia quando o Espírito Santo desceu na casa de Cornélio e então estabelecer aquelas duas experiências idênticas como a evidência do Batismo com o Espírito Santo. Porém em cada experiência as línguas foram entendidas pelos ouvintes. Este é o longínquo clamor da moderna babel de confusão das reuniões Pentecostais. E se isto não fora suficiente para persuadir-nos a interromper tal raciocínio, o que faremos quando confrontarmos com o fato que pessoas que nunca têm falado em línguas têm algumas das outras oito manifestações em suas vidas, tais como uma palavra de sabedoria, o discernimento de espíritos uma palavra de conhecimento, fé, cura e até mesmo milagres? E esta observação é ainda mais interessante à luz que as línguas vêm ao fim dos nove dons, assim quando virmos pessoas que não falam, e nunca têm falado em línguas, mas têm maiores dons que aqueles que falam em línguas, mais do que nunca temos que não levar em conta tal doutrina.

114 – Assim você pode ver agora, que não estamos em condições de dizer o que  a Bíblia não tem dito. Quando a Escritura nos ensina que a obra do Espírito Santo, e a manifestação desta abençoada Pessoa é levar a verdade de cada era à verdadeira semente desta era, então sabemos que o Espírito tem habitado na pessoa ou de modo contrário ela não pode receber a verdade para aquela era. Amém. Isto é inteiramente correto. E se estas eras produziram alguma coisa, eles certamente produziram esta verdade.

140 – Pois bem, temos dito constantemente que a verdadeira evidência de ser batizado com o Espírito é que o crente recebe a Palavra para a época que ele vive. Deixe-me expor-lhes mais claramente. 


A ERA DA IGREJA DE PÉRGAMO
William M. Branham
07 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

25 – Lembre-se agora, João Batista era tanto profeta quanto mensageiro para o seu dia. Ele estava cheio com o Espírito Santo desde o ventre de sua mãe. Quando ele estava batizando no Jordão a Palavra de Deus (Jesus) veio a ele. A Palavra sempre vem aos verdadeiramente cheios do Espírito Santo. Esta é a evidência de se estar cheio do Espírito Santo. Isto é o que Jesus disse que seria a evidência. Ele disse:

“Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade que o mundo não pode receber”.

26 – Agora, sabemos o que é a Verdade. “A tua Palavra é a verdade”. João 17:17. Novamente em João 8:43:

Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.

27 – Você notou que Jesus disse que o mundo não podia receber o Espírito Santo? Bem, neste verso que acabamos de ler, nem também podem receber a Palavra. Por que? Porque o Espírito e a Palavra são um, e se você tem o Espírito Santo como os profetas, a Palavra virá a você. Você a receberá. Em João 14:26:

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenha dito”.

Aqui novamente encontramos a Palavra vindo por causa do Espírito de Deus. De novo em João 16:13:

“Mas quando vier aquele Espírito de Verdade (A Palavra), ele vos guiará a toda a Verdade (Tua Palavra é a Verdade) porque não falará de si  mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido (A Palavra de Deus) e vos anunciará o que há de vir” (O Espírito trazendo a Palavra da Profecia).

28 – Quero que note muito cuidadosamente que Jesus não disse que a evidência de ser batizado com o Espírito Santo era falar em línguas, interpretação, profetizar, ou gritar e dançar. Ele disse que a evidência seria que você estaria na Verdade; você estaria na Palavra de Deus para a sua era. A evidência tem a ver com o receber esta Palavra.

“Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor”. I Cor.14:37

29 – Agora veja isto. A prova de se ter o Espírito habitando era reconhecer e seguir o que o profeta de Deus dava para a sua era enquanto põe em ordem a igreja. Aos que reclamavam outra revelação, Paulo tinha a dizer (Verso 36) “Porventura saiu dentre vós a Palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?” A evidência do cristão cheio do Espírito não é produzir a verdade (a Palavra), mas receber a verdade (a Palavra) e crer e obedecê-la.

30 – Você já notou em Apocalipse 22:17 “E o Espírito e a noiva dizem, Vem – e quem ouve, diz: Vem”. Veja, a Noiva fala a mesma Palavra do Espírito, Ela é uma noiva Palavra provando que tem o Espírito. Em cada era da igreja ouvimos estas palavras:  “Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”. O Espírito dá a Palavra. Se você tem o Espírito, você ouvirá a Palavra para sua era, assim como aqueles verdadeiros cristãos receberam a Palavra  para sua era.

31 – Você captou este último pensamento? Eu repito, cada era da igreja termina com a mesma admoestação. “Aquele que tem ouvidos, ouça(individualmente) o que o Espírito diz às igrejas”. O Espírito dá a Palavra. Ele tem a verdade para cada era. Cada era tem tido seus próprios eleitos, e este grupo de eleitos sempre “ouve a palavra”, e a recebe, provando que têm a Semente neles. João 8:47.

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus: por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.

32 – Eles recusam a Palavra (Jesus) e Suas Palavras para seus dias, mas a verdadeira semente recebe a Palavra porque é de Deus. “E todos os teus filhos serão ensinados por Deus”. (Espírito Santo). Isaías 54:13. Jesus disse a mesma coisa em João 6:45. Sendo um com a Palavra prova se você é de Deus e cheio do Espírito. Não há outro critério.

33 – Mas o que são línguas e interpretações e os outros dons? Eles são manifestações. Isto é o que ensina a Palavra. Leia em I Coríntios 12:7: “Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil”. Depois Paulo cita aquelas manifestações.

34 – Agora surge esta pergunta  muito boa que eu sei que todos estão ansiosos por formular. Por que a manifestação não é uma evidência de se estar batizado com o Espírito Santo, porque você certamente não poderia manifestar o Espírito Santo a menos que você estivesse cheio do Espírito?  Pois bem, eu gostaria de poder dizer que isto é certo, porque eu não gosto de ferir as pessoas nem pisotear em suas doutrinas; mas eu não seria um fiel servo de Deus se eu não lhes dissesse o inteiro conselho de Deus. Isto é certo, não é ? Permitam-nos simplesmente um pequeno retrospecto sobre Balaão. Ele era religioso, ele adorava a Deus. Ele compreendia o próprio método de sacrificar e aproximar-se de Deus, mas ele não era um profeta de Verdadeira Semente porque ele recebeu o salário da injustiça, e pior de tudo, ele conduziu o povo de Deus aos  pecados de fornicação e idolatria. No entanto, quem ousaria negar que o Espírito de Deus manifestou-Se  através dele em uma das mais belas e exatas profecias que o mundo já tem visto? Mas ele nunca teve o Espírito Santo. Pois bem, o que é que vocês acham de Caifás, o sumo sacerdote? A Bíblia diz que ele profetizou a espécie de morte que o Senhor deveria ter. Todos nós sabemos que não há nenhum registro de ser ele cheio do Espírito e guiado pelo Espírito como o querido Simeão ou aquela doce santa chamada Ana. Porém ele teve uma genuína manifestação do Espírito Santo. Não podemos negar isto. Então onde se encontra a manifestação como uma evidência? Aí não se encontra. Se você é verdadeiramente cheio com o Espírito de Deus você terá a evidência da Palavra em sua vida.

43 – E eis aí. Você não pode reclamar que a manifestação seja evidência de ser nascido de novo, cheio do Espírito. Não senhor. Eu admitirei que a verdadeira manifestação é a evidência do Espírito Santo fazendo poderosos atos, mas não a evidência de se estar cheio do Espírito Santo, mesmo que este indivíduo tenha abundância destas manifestações.

44 – A evidência de receber o Espírito Santo hoje é exatamente a mesma como nos dias do Senhor Jesus. É receber a Palavra da Verdade para o dia no qual vocês vivem. Jesus nunca acentuou a importância das obras como fizera com a Palavra. Ele sabia que se o povo recebesse a Palavra as obras seguiriam. Isto é bíblico.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 2
William M. Branham
23 de agosto de 1964
Tabernáculo Branham – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

3 – Querido Irmão Branham, tendo sido batizado no nome de Jesus. Diz a palavra que recebereis o dom do Espírito Santo. Isto significa o batismo, o Espírito Santo ou significa que deveria receber o dom – definitivo – eu deveria receber uma experiência definitiva com o batismo? Estou desejoso de ser – de ser cheio com o – com o Espírito: Por favor, perdoem-me a nota longa, por longo tempo tenho estado desejando fazer-lhe esta pergunta. Obrigado a você. E a pessoa tem assinado seu nome. São gente de fora do povo.

40 – Agora, aí há boa pergunta. Agora, o batismo com o Espírito Santo é uma experiência definitiva que uma pessoa deve receber. Agora, muita gente tem a – a idéia… Creio que está… E talvez aqui mesmo na igreja, e a igreja que está escutando; pode que haja uma pergunta. Agora, quando falo de não crer que a evidência inicial do Espírito Santo seja falar em línguas (eu – eu não aceito isso), com a ajuda de Deus creio que posso prová-lo na Bíblia que isso está errado, vêem? Porque o falar em línguas é um dom do Espírito Santo. Quantos sabem disso? A cura divina é um dom do Espírito Santo e aqui os Beatles o estão fazendo. Vêem?

41 – Satanás pode personificar qualquer desses dons. As bruxas, feiticeiras, podem falar em línguas e interpretá-las. Nas terras da floresta, muitas vezes um feiticeiro fala em línguas, bebe sangue de um crânio e interpreta línguas desconhecidas.

42 – Ali no Arizona, quando eles tem a velha dança do festival da dança do trigo, os índios se enrolam com essas serpentes “bull” ao redor deles quando estão tratando de orar a Deus para que lhes envie a chuva para seu trigo. Eles o chamam dança do trigo. Toma a inflorescência do trigo, colocam ao redor e fazem uma nuvenzinha e dançam. E o médico bruxo sai com chifres em sua cabeça, chifres de búfalo. E dançam com essas serpentes “bull” enroscadas, e os feiticeiros e muitos dos fumadores de cachimbo e coisas ao redor do lugar… Não permitirão a um homem branco nos arredores nesse tempo, porém os tenho observado por meio de binóculos, e tenho amigos índios que iam em suas danças, esses são os que não são cristãos por certo. E dançam esta dança do trigo sustentando essas serpentes. E sai o feiticeiro e se corta com facas e todas as coisas, e finalmente entram no espírito e fala em línguas e as interpretam.

43 – Tenho – poderia levar-lhes entre umas três ou quatro horas desde agora, onde um médium porá um lápis na mesa e entra em transe e todas as classes de coisas e agita suas mãos e esse lápis se levanta e escreve em línguas desconhecidas, e o feiticeiro se levanta e te diz o que diz.

44 – Agora, essa não é evidência do Espírito Santo. Vêem? Não podes confiar no fruto do Espírito, porque o primeiro fruto do Espírito é amor. E a Ciência Cristã exerce mais amor que qualquer outro que eu saiba, e eles negam mesmo que Jesus Cristo seja Divino. Vêem? Só há uma evidência do Espírito Santo que eu saiba, e essa é uma fé genuína na prometida Palavra da hora.

50 – Se repete a mesma coisa. Essa é a evidência do Espírito Santo, quando Deus te revela e o vês; Assim Diz o Senhor, e o aceitas. Não o que tu és, ou o que eras ou nada disso; é o que Deus tem feito por ti agora. Aí está a evidência.


O QUE FAREMOS COM ESTE JESUS CHAMADO CRISTO?
William M. Branham
26 de Janeiro de 1964
Domingo – Tarde
Phoenix – Arizona – U.S.A.

109 – A evidência, como eu disse o outro dia, nós tentamos colocar evidência. Lutero disse: “Creia, e saia caminhando”. O diabo também crê. Wesley disse: “Grite, e você O recebe”, mas descobriu que não. Os pentecostais disseram: “Fale em línguas e você O recebe”. Eles não receberam. A ciência cristã disse: “Ame, você tem o fruto do Espírito”, mas não tinham. Eles negam a Divindade de Jesus Cristo.

110 – Qual é a vidência Dele? Quando esse espírito, que está em você, puder pontuar toda promessa com um amém, e Deus confirmará isso. É exatamente assim que foi com Jesus Cristo. Oh, sim. Eles tinham, eles tinham mais frutos do espírito, eles tinham todo tipo de evidências. Não se pode fixar nenhuma evidência em alguma coisa a não ser o Próprio Deus manifestando Sua Palavra. Essa é a única verdadeira evidência que há de que você é cristão. Como pode você ser um cristão quando…

111 – “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus. E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. O mesmo ontem, hoje, e eternamente!” Ele era o mesmo Deus que estava em Davi. Ele era o Mesmo que estava em Moisés. Ele era o Mesmo que estava em todos os apóstolos. E Ele era o Mesmo que estava em Jesus Cristo, para manifestar-Se ali por aquela Palavra prometida. E Ele é o mesmo Deus hoje, a mesma Palavra, emitindo Luz sobre a Palavra da hora. Deus seja misericordioso conosco! Sim, senhor. Crendo em Deus a interpretar a Si mesmo, toda Palavra a ser vindicada! Sim, Ele é Seu Próprio intérprete.


SHALOM
William M. Branham
19 de Janeiro de 1964
Domingo – Tarde
Phoenix – Arizona – U.S.A.

134 – Oh, você tenta pôr sua evidência do Espírito Santo em várias ações. Eu creio nas manifestações do Espírito Santo. O que faz isso?  O pentecostal diz: “Falar em línguas é a evidência inicial do Espírito Santo”. Eu já vi feiticeiras e feiticeiros falarem em línguas. Já vi eles falarem em línguas e beberem sangue numa caveira humana, e profetizar e negar que existe coisa tal como Deus. Já estive em acampamentos de feiticeiras onde colocavam lápis na mesa e o faziam pular, e escreviam em línguas desconhecidas e interpretavam. Isso mesmo. Isso não tem nada a… No entanto, eu creio que Deus fala em línguas desconhecias através de Seu povo. Mas vocês enfatizam tanto isso: “Por que deveria ter um intérprete? Por que deveria ser uma mensagem para a igreja?”

135 – Então vocês outros, vocês dizem: “Os frutos do Espírito, é assim que sabemos. Amor, gozo, é assim que recebemos a evidência”. É? Então a ciência cristã derrotou todos vocês. Eles exercitam isso mais que todos vocês pentecostais, metodistas, e batistas, juntos.

143 – Como se saberia o que está certo? A manifestação da Palavra falada de Deus sendo manifestada, Luz da hora. Certamente que sim. Aí está o que a evidência do Espírito Santo é: crer na Palavra de Deus quando Ela é manifestada. Ele era a Palavra, manifestada. E alguns A negaram, A ridicularizaram, caçoaram Dele e O chamaram de – de adivinho, algum espírito maligno; existe evidência, falar em línguas, existe evidência dos frutos. A única evidência que existe, é quando o homem crê na Palavra escrita. Quando Ela é vindicada, ande na Luz Dela. Jesus foi a Luz da hora porque Ele foi a prometida Palavra da hora, e tentou contar-lhes isso, mas estavam demais – demais em escuridão para entendê-La. Assim é, hoje, agora.


CISTERNAS ROTAS
William M. Branham
26 de Julho de 1964
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

66 – Hoje, eu estava conversando com meu bom amigo Dr. Lee Vayle, o qual está presente agora. E ele é um — um teólogo e tanto. E então nós geralmente temos algumas — temos algumas boas discussões na Escritura. Muito inteligente, e ele me perguntou certa vez o que eu pensava da evidência inicial do Espírito Santo; era falar em línguas? (Isso foi há muitos anos atrás.) Eu disse: “Não, não posso ver isto.” Ele disse: “Nem eu creio.” Disse: “Embora eu tenha sido ensinado assim.” Ele disse: “O que você acha que seria uma evidência?”

67 – Eu disse: “A evidência mais perfeita que posso pensar é o amor.” E então continuamos a falar sobre isto. E eu pensei: “Aquilo soou muito bem.” Então eu apenas me mantive naquilo: Se um homem tiver amor. Mas um dia o Senhor, em uma visão, me corrigiu, e Ele disse que a evidência do Espírito era aqueles que podiam receber a Palavra, nem amor nem falar em línguas, mas era o receber a Palavra.

68 – E então o Dr. Vayle estava me dizendo que isso é escriturístico. Ele disse: “Porque em João 14 Jesus disse: ‘Quando Ele, o Espírito Santo vier sobre vós, Ele vos revelará estas coisas que vos tenho ensinado, e lhes mostrará as coisas que hão de vir.’” Então aí está a genuína evidência do Espírito Santo. E ele nunca me disse nada errado ainda. É isto; a evidência do Espírito Santo é poder crer na Palavra; poder recebê-La. Porque Jesus nunca disse: “Quando o Espírito Santo vier, você falará em línguas.” Ele nunca disse: “Quando o Espírito Santo vier vocês farão qualquer uma destas coisas,” mas Ele disse: “Ele tomará estas minhas coisas e as mostrará a vocês, e lhes mostrará coisas que hão de vir.” Então aí está a genuína evidência do Espírito Santo, de acordo com Jesus, Ele mesmo.

69 – Então todas estas sensações e coisas que as pessoas têm e na qual continuam vivendo, você pode ver porque elas o fazem. Veja, isto se torna uma denominação ou um tanque estagnado, e nunca haverá uma denominação formada sobre a — a perfeita Palavra de Deus. Isto não pode ser feito, porque você não pode nominar — ou denominar Deus. Não, senhor.

70 – A razão é, você apanha um grupo de homens que pode crer na Palavra, deixe-o começar uma organização; a primeira coisa você sabe, no prazo de um ano haverá um punhado de Rickys ali que  você não poderia fazer nada com eles. Eles têm um domínio, e você nada pode fazer a respeito disto. Não é o sistema de Deus. Não é. Então sabemos que aquela coisa morreu e se tornou uma cisterna e se tornou um lugar onde cada um se comprometerá com isto, aquilo ou aquilo outro, para conseguir membros ali ou deixar as pessoas entrarem.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 12
William M. Branham
12 de Janeiro de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

84 – E eu creio nisto agora: Eu não creio que falar em línguas é alguma evidência do Espírito Santo! Não é! Porque tenho visto bruxas, magos, os seguradores de cobras, demônios, tudo mais falar em línguas, e não é um ato infalível de Deus ( quando você fala em línguas ) que você tem o Espírito Santo. Mas, recordem, o Espírito Santo realmente fala em línguas e o diabo pode personificar isto.

85 – A – a evidência que você tem o Espírito Santo é a vida que você vive, vêem, “Pelos seus frutos os conhecereis”. E o fruto do Espírito não é ( não é encontrado em parte alguma das Escrituras ) falar em línguas. O fruto do Espírito é o amor, gozo, fé, benignidade, bondade, humildade, mansidão, paciência. Vêem, agora, aí estão os frutos. É isto que você encontra na árvore para dizer que tipo de árvore é. Vêem? é isto…

86 – As pessoas ficariam olhando para vocês pregadores, e vocês diáconos, e vocês administradores e os evangelistas. Vocês poderiam falar em línguas aqui fora nesta rua o dia inteiro, elas nunca creriam em vocês. Mas se vocês vivem aquilo que vocês falam, vocês mostram  vida vivida, e todas as raízes de amargura estarão fora de vocês, então o homem saberá que existe algo.


A ERA DA IGREJA DE SARDES
William M. Branham
09 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

87 – Agora estou certo que vocês têm notado que aqueles cujos nomes estão no Livro da Vida foram uma parte da ordem religiosa daquele dia que centralizava em torno do verdadeiro Deus e da adoração a Ele, embora não adorassem de acordo com a Verdade (Palavra). Como Judas eles não percorreram todo o caminho. Vejam como Judas foi escolhido de Deus. Ele foi instruído na verdade. Ele compartilhou do conhecimento dos mistérios. Ele teve um ministério de poder conferido a ele e ele curou os doentes e expulsou demônios em Nome de Jesus. Mas quando chegou o acerto de contas, ele se vendeu pelo ouro e poder político. Ele não subiu ao Pentecoste para receber o Espírito de Deus. Ele estava desprovido do Espírito. Não se engane quanto a isto, uma pessoa que é verdadeiramente batizada pelo Espírito Santo no corpo de Cristo recebendo a plenitude do Espírito estará na Palavra todo o tempo. Esta é a evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Judas falhou. Multidões falham exatamente aí. E quando falham em continuar na Palavra, seus nomes são retirados do Livro da Vida.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

A Evidência do Espírito Santo


A ERA DA IGREJA DE SMIRNA
William M. Branham
06 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

56 – Esta pobre era de Smirna estava morrendo. Quando morre, ela nunca mais volta. Nenhuma era jamais volta. Nenhum reavivamento jamais volta. Ele não pode ter a vida de Deus nele pela procriação natural. Ele exige uma regeneração de cima. Esta última era começou com os fogos de um reavivamento Pentecostal e eles organizaram-no imediatamente. Ao invés de se apropriarem da Palavra eles tomaram suas próprias idéias e fizeram exatamente o que cada era fez – colocou um manual em lugar da Palavra. Dê um passo fora do manual e veja o que acontece. Você fica fora, irmão. E Eles o perseguirão e acusarão no nome de Deus. E como amam a sua organização. Não é de estranhar. Eles são a segunda geração Pentecostal e desde que Deus não tem netos eles são simplesmente filhos de seus pais, conhecidos pelos seus credos e forma de adoração. Eles podem falar sobre o que estão acostumados, mas não podem produzi-lo. Um dia tiveram o raio mas de tudo o que restara ficou somente o trovão. Deixe-os, porém, falarem-lhe sobre as glórias de seu movimento. Eles dirão,  “Sim senhor, eu quero que você saiba que este é um movimento que não foi começado por nenhum homem. Ele veio espontaneamente. O Espírito caiu sobre todo o mundo. Sim senhor, nós conseguimos o que tinham no Pentecostes. Isto não é de homem, mas de Deus “. Então por que eles não o conservam da mesma maneira ? Se Deus o começou por que Deus não podia continuá-lo e conclui-lo ? Se Deus não escreveu um manual de credos e fórmulas e dogmas para começá-lo, então porque eles tiveram de fazê-lo imediatamente ? Deus derramou Seu Espírito sobre os Batistas, Metodistas, Nazarenos, Adventistas, Presbiterianos, Irmãos, Igreja de Deus (várias assim chamadas) etc. Todos estes irmãos foram criados em doutrinas diferentes, leis, manuais de igreja, etc. Deus varreu-os todos para um lado. Ele destruiu suas teorias dispensacionais e restaurou os dons do Espírito, provando que Ele é o  mesmo ontem hoje e para sempre. Porém aqueles Pentecostais aprenderam sua lição sobre organização? Não senhor. Eles se organizaram imediatamente e escreveram seus próprios livros de textos, regras e manual de igreja, livro de fraternidade, etc com uma só idéia em mente, provar que eles agora têm toda a verdade, conhecem todas as  respostas, e são por conseguinte, a elite de Deus que  conhece o caminho e pode mostrá-lo aos outros como Deus apontava os guias. Mas não conseguiram isto. Eles têm tornado a si mesmos em híbridos como os mesmos grupos de onde saíram. Se desejam estar na noiva eles têm de sair exatamente como fizeram seus antigos pais.

57 – Eles são como todos os demais. O reavivamento passou. Eles estão tentando viver um nome e estão mortos. Eles formaram a organização, falando durante todo o tempo sobre o Espírito de Deus. Eles falam sobre a evidência do Espírito Santo. No entanto eles se esquecem de que o diabo pode falar em línguas, também. A extrema confusão de Babel está em seu meio e eles chamam a isto de Espírito de Deus. Uma vez mais vemos o homem falando com Deus ao invés de Deus falar com o homem.

58 – Ora, você podia desejar repreender-me nesta altura pelo que eu disse. Muito bem. Eles chamam a si mesmos Pentecostais e Plenitude do Evangelho. Deixem-nos prová-lo. No Pentecostes o fogo veio em uma nuvem e separou-se sobre cada um deles como uma língua. E caiu sobre cada um deles. Onde está o fogo?  Eles falaram em línguas no Pentecoste e o povo que ouvia compreendeu. Onde está isto? Toda a multidão de crentes agiu como uma família . Os Pentecostais são tão divididos quanto qualquer outro grupo na história. Nenhum homem ousou ajuntar-se à igreja primitiva, mas somente Deus acrescentou à igreja. Eles têm tantos bodes entre eles como qualquer outro. Eles clamam estarem cheios do Evangelho mas não o podem provar. Suas igrejas estão tão vazias do poder como qualquer uma delas. Se estão  cheias do Evangelho então seria melhor admitirmos que a Bíblia cometeu um engano quando descreveu os homens cheios do Evangelho no Pentecostes. Eles  cantam, “Há uma grande transformação em mim “. Eles estão certos. Porém a mudança não foi para melhor. É tempo de voltar para Deus. Eles têm um  nome de que vivem mas estão mortos. Línguas não são sinal ou evidência de reavivamento. É a evidência de morte. As línguas proclamam a evidência que a religião cerimonial dos judeus tinha se acabado, que tinha começado uma nova era. As línguas hoje estão descendo o pano sobre as eras da igreja gentia e o Evangelho está voltando aos judeus. O povo está falando sobre línguas anunciando um grande movimento Espiritual. Eles perderam o barco. A verdade é que se está escrevendo o fim para todas as idéias dos homens, programas e reinos, e o reino de Deus está sendo introduzido. Desperte ó povo de Deus. Desperte.

104 – Para salientar mais o que temos dito, e também para usar uma Escritura que deveria ser retida na mente enquanto falamos acerca de quem é que é batizado com o Espírito Santo, veja o que Jesus Cristo diz em João 6 : 45. “Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus”. Volte porém a Isaias 54: 13 de onde foi citado isto, e leia, “E todos os teus filhos serão discípulos do Senhor”. Os Todos de Deus são os Filhos de Deus. Assim é que a evidência de ser um verdadeiro filho de Deus, (aquele sobre quem vem o Espírito Santo e nele habita) é novamente salientada como um a quem é ensinada a Palavra pelo Espírito Santo.

105 – Agora você pode começar a ver porque línguas não é uma evidência de ser batizado pelo Espírito Santo. Não se diz em nenhuma era que “aquele que tem uma língua  diga o que o Espírito está dizendo”. Isto deixa de lado as línguas, interpretação destas, e profecias, etc. como evidência. A evidência é ouvir o que o Espírito diz. O Espírito está falando. Sim, o Espírito está ensinando. Isto é exatamente o que Jesus disse que Ele faria quando viesse. João 14: 26, “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”. E foi isto exatamente o que aconteceu. É assim que se encontra escrito nos evangelhos. O Espírito Santo recordou a estes homens todas as Palavras que Jesus falara. É por isso que o Evangelho é exato. Eles são perfeitos. Mas o Espírito não somente trouxe todas as coisas às suas mentes, mas Ele ensinou-lhes mais ainda a verdade que eles já tinham. Foi assim que Paulo recebeu suas revelações. Ele disse concernente a isto, “Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo .” Gal. 1: 11 – 12. Ele foi  ensinado pelo Espírito Santo.

108 – Ora, isto deve fazê-lo regozijar. Existe uma doutrina muito peculiar propalada por aí que tem causado muito mal entendido e muito rancor. Porque quando os Pentecostais dizem que você tem de falar em línguas ou você não é batizado com o Espírito Santo, eles estão  negando que grandes homens como Knox, Moody, Taylor, Goforth e  outros não receberam o Espírito Santo ou dizendo que todos eles falavam secretamente línguas e não estavam conscientes do que se passava. Ora, isto não  é verdade. Não senhor. Isto  é um erro grosseiro. Línguas não são a evidência de ser cheio do Espírito Santo. É simplesmente uma das muitas manifestações mencionadas em I Corintios 12. Não há nenhuma Escritura que diz que você recebe o Espírito Santo falando em línguas ou que você recebe o Espírito Santo por falar línguas. Porém diz que “Depois que estavam cheios do Espírito Santo eles falaram em línguas”, e mais tarde diz que eles profetizaram.

109 – Hoje entre muitos grupos supõe-se que todos que dizem ter recebido o Espírito Santo ao falar em línguas falam em uma língua genuinamente espiritual. Porém isto não é assim pois muitas pessoas falam em uma língua conhecida sob a influência de um espírito errado. Ora, consideremos que estamos em uma reunião e todas as pessoas estão falando em línguas. Como pode você saber qual língua é do Espírito  e qual é do diabo? Eu tenho estado entre ímpios onde seus feiticeiros bebem sangue de dentro de um crânio, falam em línguas e interpretam e profetizam. Eles podem até escrever em línguas. Ora se línguas é a evidência de receber o Espírito Santo, então toda língua teria que ser de Deus. Mas tem sido admitido pela evidência das línguas que há verdadeiras e falsas línguas pois Deus tem a genuína e Satanás tem a falsa. Por isso minha pergunta é, “Quem sabe qual é a real? Quem entendeu a linguagem para saber o que foi falado? Quem tem o dom do discernimento para saber? “Ora, enquanto obtemos estas respostas teremos algo para verificarmos, mas antes disto, temos de saber sobre a fonte das línguas. Você pode ver neste instante que se estribar na evidência das línguas e não souber o que está sendo dito, você terá finalmente de chegar ao ponto onde todas as línguas sejam de Deus. Isto nos conduziria então a crermos que o diabo não pode falar em línguas. Isto porém não é assim; não, nem por um minuto. Qualquer missionário em um campo  estrangeiro sabe que os demônios falam em outras línguas, isto mesmo eu o sei por experiência.

110 – Os teólogos pentecostais admitem que eles não têm Escritura estabelecendo que as pessoas falam em línguas quando batizadas pelo Espírito Santo. Eles admitem inferir isto das experiências expostas no Livro de Atos onde três das cinco vezes as pessoas falaram em línguas. E dizem eles também sem qualquer Escritura que há duas espécies de línguas. Uma é a língua na qual você fala enquanto está recebendo o Espírito Santo e essa é a “Evidência “, enquanto que mais tarde, se você crer, você pode receber o dom de línguas pelo qual você pode falar frequentemente. Porém, dizem eles, uma vez falando em línguas como a evidência de receber, você talvez nunca mais fale de novo. Uma vez mais estamos ansiosos por saber onde isto é encontrado na Palavra. Se não está lá, então Deus não o falou e pobre daquele que acrescentou isto à Palavra. Porém existe algo na Palavra sobre este mesmo assunto que eles  ignoram completamente. I Corintios 13, menciona línguas de homens e de anjos. Estas seriam línguas conhecidas e  desconhecidas. Os Pentecostais Modernos dizem que podem  receber o Espírito Santo falando em línguas desconhecidas ou angelicais. Eles têm o carro adiante dos cavalos, porque em Atos 2 as pessoas falaram em um dialeto perfeito que até os incrédulos ouviram e entenderam.

111 – Ora, quando Deus se silencia o melhor que temos a fazer é ficarmos em silêncio. Mas onde Ele tem falado o melhor que fazemos é falar também, e dizer o que Ele já disse. Ele nos fala da evidência, ou o que aconteceria depois de sermos batizados com o Espírito Santo, e era que teríamos o Mestre vindo e nos ensinando toda a verdade. Mas este Mestre era um mestre interior não um mestre exterior. Se o Espírito não estivesse dentro, você não teria ouvido a verdade e a recebido pela revelação ainda que você a ouvisse cada momento do dia. Este era o sinal do Espírito habitando nos dias de Paulo. Aqueles que foram cheios com o Espírito Santo ouviram a Palavra, receberam-na e viveram por ela. Os que não tinham o Espírito ouviram-na como homens carnais, deram-lhe uma interpretação errada e continuaram no pecado.

112 – Em cada era, (e cada era é a era do Espírito Santo para o crente verdadeiro) – Eu digo, em cada era a evidência foi a mesma. Os que tinham o Espírito, o Mestre, ouviram a Palavra, e o Espírito neles tomou a Palavra ensinou-a  (revelou-a) para eles; e eles foram do grupo que ouviu o mensageiro e sua mensagem e a recebeu e a viveu.

113 – Eu sei que é uma grande tentação reportar-se ao dia do Pentecoste e também ao dia quando o Espírito Santo desceu na casa de Cornélio e então estabelecer aquelas duas experiências idênticas como a evidência do Batismo com o Espírito Santo. Porém em cada experiência as línguas foram entendidas pelos ouvintes. Este é o longínquo clamor da moderna babel de confusão das reuniões Pentecostais. E se isto não fora suficiente para persuadir-nos a interromper tal raciocínio, o que faremos quando confrontarmos com o fato que pessoas que nunca têm falado em línguas têm algumas das outras oito manifestações em suas vidas, tais como uma palavra de sabedoria, o discernimento de espíritos uma palavra de conhecimento, fé, cura e até mesmo milagres? E esta observação é ainda mais interessante à luz que as línguas vêm ao fim dos nove dons, assim quando virmos pessoas que não falam, e nunca têm falado em línguas, mas têm maiores dons que aqueles que falam em línguas, mais do que nunca temos que não levar em conta tal doutrina.

114 – Assim você pode ver agora, que não estamos em condições de dizer o que  a Bíblia não tem dito. Quando a Escritura nos ensina que a obra do Espírito Santo, e a manifestação desta abençoada Pessoa é levar a verdade de cada era à verdadeira semente desta era, então sabemos que o Espírito tem habitado na pessoa ou de modo contrário ela não pode receber a verdade para aquela era. Amém. Isto é inteiramente correto. E se estas eras produziram alguma coisa, eles certamente produziram esta verdade.

140 – Pois bem, temos dito constantemente que a verdadeira evidência de ser batizado com o Espírito é que o crente recebe a Palavra para a época que ele vive. Deixe-me expor-lhes mais claramente. 


A ERA DA IGREJA DE PÉRGAMO
William M. Branham
07 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

25 – Lembre-se agora, João Batista era tanto profeta quanto mensageiro para o seu dia. Ele estava cheio com o Espírito Santo desde o ventre de sua mãe. Quando ele estava batizando no Jordão a Palavra de Deus (Jesus) veio a ele. A Palavra sempre vem aos verdadeiramente cheios do Espírito Santo. Esta é a evidência de se estar cheio do Espírito Santo. Isto é o que Jesus disse que seria a evidência. Ele disse:

“Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade que o mundo não pode receber”.

26 – Agora, sabemos o que é a Verdade. “A tua Palavra é a verdade”. João 17:17. Novamente em João 8:43:

Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.

27 – Você notou que Jesus disse que o mundo não podia receber o Espírito Santo? Bem, neste verso que acabamos de ler, nem também podem receber a Palavra. Por que? Porque o Espírito e a Palavra são um, e se você tem o Espírito Santo como os profetas, a Palavra virá a você. Você a receberá. Em João 14:26:

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenha dito”.

Aqui novamente encontramos a Palavra vindo por causa do Espírito de Deus. De novo em João 16:13:

“Mas quando vier aquele Espírito de Verdade (A Palavra), ele vos guiará a toda a Verdade (Tua Palavra é a Verdade) porque não falará de si  mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido (A Palavra de Deus) e vos anunciará o que há de vir” (O Espírito trazendo a Palavra da Profecia).

28 – Quero que note muito cuidadosamente que Jesus não disse que a evidência de ser batizado com o Espírito Santo era falar em línguas, interpretação, profetizar, ou gritar e dançar. Ele disse que a evidência seria que você estaria na Verdade; você estaria na Palavra de Deus para a sua era. A evidência tem a ver com o receber esta Palavra.

“Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor”. I Cor.14:37

29 – Agora veja isto. A prova de se ter o Espírito habitando era reconhecer e seguir o que o profeta de Deus dava para a sua era enquanto põe em ordem a igreja. Aos que reclamavam outra revelação, Paulo tinha a dizer (Verso 36) “Porventura saiu dentre vós a Palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?” A evidência do cristão cheio do Espírito não é produzir a verdade (a Palavra), mas receber a verdade (a Palavra) e crer e obedecê-la.

30 – Você já notou em Apocalipse 22:17 “E o Espírito e a noiva dizem, Vem – e quem ouve, diz: Vem”. Veja, a Noiva fala a mesma Palavra do Espírito, Ela é uma noiva Palavra provando que tem o Espírito. Em cada era da igreja ouvimos estas palavras:  “Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”. O Espírito dá a Palavra. Se você tem o Espírito, você ouvirá a Palavra para sua era, assim como aqueles verdadeiros cristãos receberam a Palavra  para sua era.

31 – Você captou este último pensamento? Eu repito, cada era da igreja termina com a mesma admoestação. “Aquele que tem ouvidos, ouça(individualmente) o que o Espírito diz às igrejas”. O Espírito dá a Palavra. Ele tem a verdade para cada era. Cada era tem tido seus próprios eleitos, e este grupo de eleitos sempre “ouve a palavra”, e a recebe, provando que têm a Semente neles. João 8:47.

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus: por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.

32 – Eles recusam a Palavra (Jesus) e Suas Palavras para seus dias, mas a verdadeira semente recebe a Palavra porque é de Deus. “E todos os teus filhos serão ensinados por Deus”. (Espírito Santo). Isaías 54:13. Jesus disse a mesma coisa em João 6:45. Sendo um com a Palavra prova se você é de Deus e cheio do Espírito. Não há outro critério.

33 – Mas o que são línguas e interpretações e os outros dons? Eles são manifestações. Isto é o que ensina a Palavra. Leia em I Coríntios 12:7: “Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil”. Depois Paulo cita aquelas manifestações.

34 – Agora surge esta pergunta  muito boa que eu sei que todos estão ansiosos por formular. Por que a manifestação não é uma evidência de se estar batizado com o Espírito Santo, porque você certamente não poderia manifestar o Espírito Santo a menos que você estivesse cheio do Espírito?  Pois bem, eu gostaria de poder dizer que isto é certo, porque eu não gosto de ferir as pessoas nem pisotear em suas doutrinas; mas eu não seria um fiel servo de Deus se eu não lhes dissesse o inteiro conselho de Deus. Isto é certo, não é ? Permitam-nos simplesmente um pequeno retrospecto sobre Balaão. Ele era religioso, ele adorava a Deus. Ele compreendia o próprio método de sacrificar e aproximar-se de Deus, mas ele não era um profeta de Verdadeira Semente porque ele recebeu o salário da injustiça, e pior de tudo, ele conduziu o povo de Deus aos  pecados de fornicação e idolatria. No entanto, quem ousaria negar que o Espírito de Deus manifestou-Se  através dele em uma das mais belas e exatas profecias que o mundo já tem visto? Mas ele nunca teve o Espírito Santo. Pois bem, o que é que vocês acham de Caifás, o sumo sacerdote? A Bíblia diz que ele profetizou a espécie de morte que o Senhor deveria ter. Todos nós sabemos que não há nenhum registro de ser ele cheio do Espírito e guiado pelo Espírito como o querido Simeão ou aquela doce santa chamada Ana. Porém ele teve uma genuína manifestação do Espírito Santo. Não podemos negar isto. Então onde se encontra a manifestação como uma evidência? Aí não se encontra. Se você é verdadeiramente cheio com o Espírito de Deus você terá a evidência da Palavra em sua vida.

43 – E eis aí. Você não pode reclamar que a manifestação seja evidência de ser nascido de novo, cheio do Espírito. Não senhor. Eu admitirei que a verdadeira manifestação é a evidência do Espírito Santo fazendo poderosos atos, mas não a evidência de se estar cheio do Espírito Santo, mesmo que este indivíduo tenha abundância destas manifestações.

44 – A evidência de receber o Espírito Santo hoje é exatamente a mesma como nos dias do Senhor Jesus. É receber a Palavra da Verdade para o dia no qual vocês vivem. Jesus nunca acentuou a importância das obras como fizera com a Palavra. Ele sabia que se o povo recebesse a Palavra as obras seguiriam. Isto é bíblico.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 2
William M. Branham
23 de agosto de 1964
Tabernáculo Branham – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

3 – Querido Irmão Branham, tendo sido batizado no nome de Jesus. Diz a palavra que recebereis o dom do Espírito Santo. Isto significa o batismo, o Espírito Santo ou significa que deveria receber o dom – definitivo – eu deveria receber uma experiência definitiva com o batismo? Estou desejoso de ser – de ser cheio com o – com o Espírito: Por favor, perdoem-me a nota longa, por longo tempo tenho estado desejando fazer-lhe esta pergunta. Obrigado a você. E a pessoa tem assinado seu nome. São gente de fora do povo.

40 – Agora, aí há boa pergunta. Agora, o batismo com o Espírito Santo é uma experiência definitiva que uma pessoa deve receber. Agora, muita gente tem a – a idéia… Creio que está… E talvez aqui mesmo na igreja, e a igreja que está escutando; pode que haja uma pergunta. Agora, quando falo de não crer que a evidência inicial do Espírito Santo seja falar em línguas (eu – eu não aceito isso), com a ajuda de Deus creio que posso prová-lo na Bíblia que isso está errado, vêem? Porque o falar em línguas é um dom do Espírito Santo. Quantos sabem disso? A cura divina é um dom do Espírito Santo e aqui os Beatles o estão fazendo. Vêem?

41 – Satanás pode personificar qualquer desses dons. As bruxas, feiticeiras, podem falar em línguas e interpretá-las. Nas terras da floresta, muitas vezes um feiticeiro fala em línguas, bebe sangue de um crânio e interpreta línguas desconhecidas.

42 – Ali no Arizona, quando eles tem a velha dança do festival da dança do trigo, os índios se enrolam com essas serpentes “bull” ao redor deles quando estão tratando de orar a Deus para que lhes envie a chuva para seu trigo. Eles o chamam dança do trigo. Toma a inflorescência do trigo, colocam ao redor e fazem uma nuvenzinha e dançam. E o médico bruxo sai com chifres em sua cabeça, chifres de búfalo. E dançam com essas serpentes “bull” enroscadas, e os feiticeiros e muitos dos fumadores de cachimbo e coisas ao redor do lugar… Não permitirão a um homem branco nos arredores nesse tempo, porém os tenho observado por meio de binóculos, e tenho amigos índios que iam em suas danças, esses são os que não são cristãos por certo. E dançam esta dança do trigo sustentando essas serpentes. E sai o feiticeiro e se corta com facas e todas as coisas, e finalmente entram no espírito e fala em línguas e as interpretam.

43 – Tenho – poderia levar-lhes entre umas três ou quatro horas desde agora, onde um médium porá um lápis na mesa e entra em transe e todas as classes de coisas e agita suas mãos e esse lápis se levanta e escreve em línguas desconhecidas, e o feiticeiro se levanta e te diz o que diz.

44 – Agora, essa não é evidência do Espírito Santo. Vêem? Não podes confiar no fruto do Espírito, porque o primeiro fruto do Espírito é amor. E a Ciência Cristã exerce mais amor que qualquer outro que eu saiba, e eles negam mesmo que Jesus Cristo seja Divino. Vêem? Só há uma evidência do Espírito Santo que eu saiba, e essa é uma fé genuína na prometida Palavra da hora.

50 – Se repete a mesma coisa. Essa é a evidência do Espírito Santo, quando Deus te revela e o vês; Assim Diz o Senhor, e o aceitas. Não o que tu és, ou o que eras ou nada disso; é o que Deus tem feito por ti agora. Aí está a evidência.


O QUE FAREMOS COM ESTE JESUS CHAMADO CRISTO?
William M. Branham
26 de Janeiro de 1964
Domingo – Tarde
Phoenix – Arizona – U.S.A.

109 – A evidência, como eu disse o outro dia, nós tentamos colocar evidência. Lutero disse: “Creia, e saia caminhando”. O diabo também crê. Wesley disse: “Grite, e você O recebe”, mas descobriu que não. Os pentecostais disseram: “Fale em línguas e você O recebe”. Eles não receberam. A ciência cristã disse: “Ame, você tem o fruto do Espírito”, mas não tinham. Eles negam a Divindade de Jesus Cristo.

110 – Qual é a vidência Dele? Quando esse espírito, que está em você, puder pontuar toda promessa com um amém, e Deus confirmará isso. É exatamente assim que foi com Jesus Cristo. Oh, sim. Eles tinham, eles tinham mais frutos do espírito, eles tinham todo tipo de evidências. Não se pode fixar nenhuma evidência em alguma coisa a não ser o Próprio Deus manifestando Sua Palavra. Essa é a única verdadeira evidência que há de que você é cristão. Como pode você ser um cristão quando…

111 – “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus. E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. O mesmo ontem, hoje, e eternamente!” Ele era o mesmo Deus que estava em Davi. Ele era o Mesmo que estava em Moisés. Ele era o Mesmo que estava em todos os apóstolos. E Ele era o Mesmo que estava em Jesus Cristo, para manifestar-Se ali por aquela Palavra prometida. E Ele é o mesmo Deus hoje, a mesma Palavra, emitindo Luz sobre a Palavra da hora. Deus seja misericordioso conosco! Sim, senhor. Crendo em Deus a interpretar a Si mesmo, toda Palavra a ser vindicada! Sim, Ele é Seu Próprio intérprete.


SHALOM
William M. Branham
19 de Janeiro de 1964
Domingo – Tarde
Phoenix – Arizona – U.S.A.

134 – Oh, você tenta pôr sua evidência do Espírito Santo em várias ações. Eu creio nas manifestações do Espírito Santo. O que faz isso?  O pentecostal diz: “Falar em línguas é a evidência inicial do Espírito Santo”. Eu já vi feiticeiras e feiticeiros falarem em línguas. Já vi eles falarem em línguas e beberem sangue numa caveira humana, e profetizar e negar que existe coisa tal como Deus. Já estive em acampamentos de feiticeiras onde colocavam lápis na mesa e o faziam pular, e escreviam em línguas desconhecidas e interpretavam. Isso mesmo. Isso não tem nada a… No entanto, eu creio que Deus fala em línguas desconhecias através de Seu povo. Mas vocês enfatizam tanto isso: “Por que deveria ter um intérprete? Por que deveria ser uma mensagem para a igreja?”

135 – Então vocês outros, vocês dizem: “Os frutos do Espírito, é assim que sabemos. Amor, gozo, é assim que recebemos a evidência”. É? Então a ciência cristã derrotou todos vocês. Eles exercitam isso mais que todos vocês pentecostais, metodistas, e batistas, juntos.

143 – Como se saberia o que está certo? A manifestação da Palavra falada de Deus sendo manifestada, Luz da hora. Certamente que sim. Aí está o que a evidência do Espírito Santo é: crer na Palavra de Deus quando Ela é manifestada. Ele era a Palavra, manifestada. E alguns A negaram, A ridicularizaram, caçoaram Dele e O chamaram de – de adivinho, algum espírito maligno; existe evidência, falar em línguas, existe evidência dos frutos. A única evidência que existe, é quando o homem crê na Palavra escrita. Quando Ela é vindicada, ande na Luz Dela. Jesus foi a Luz da hora porque Ele foi a prometida Palavra da hora, e tentou contar-lhes isso, mas estavam demais – demais em escuridão para entendê-La. Assim é, hoje, agora.


CISTERNAS ROTAS
William M. Branham
26 de Julho de 1964
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

66 – Hoje, eu estava conversando com meu bom amigo Dr. Lee Vayle, o qual está presente agora. E ele é um — um teólogo e tanto. E então nós geralmente temos algumas — temos algumas boas discussões na Escritura. Muito inteligente, e ele me perguntou certa vez o que eu pensava da evidência inicial do Espírito Santo; era falar em línguas? (Isso foi há muitos anos atrás.) Eu disse: “Não, não posso ver isto.” Ele disse: “Nem eu creio.” Disse: “Embora eu tenha sido ensinado assim.” Ele disse: “O que você acha que seria uma evidência?”

67 – Eu disse: “A evidência mais perfeita que posso pensar é o amor.” E então continuamos a falar sobre isto. E eu pensei: “Aquilo soou muito bem.” Então eu apenas me mantive naquilo: Se um homem tiver amor. Mas um dia o Senhor, em uma visão, me corrigiu, e Ele disse que a evidência do Espírito era aqueles que podiam receber a Palavra, nem amor nem falar em línguas, mas era o receber a Palavra.

68 – E então o Dr. Vayle estava me dizendo que isso é escriturístico. Ele disse: “Porque em João 14 Jesus disse: ‘Quando Ele, o Espírito Santo vier sobre vós, Ele vos revelará estas coisas que vos tenho ensinado, e lhes mostrará as coisas que hão de vir.’” Então aí está a genuína evidência do Espírito Santo. E ele nunca me disse nada errado ainda. É isto; a evidência do Espírito Santo é poder crer na Palavra; poder recebê-La. Porque Jesus nunca disse: “Quando o Espírito Santo vier, você falará em línguas.” Ele nunca disse: “Quando o Espírito Santo vier vocês farão qualquer uma destas coisas,” mas Ele disse: “Ele tomará estas minhas coisas e as mostrará a vocês, e lhes mostrará coisas que hão de vir.” Então aí está a genuína evidência do Espírito Santo, de acordo com Jesus, Ele mesmo.

69 – Então todas estas sensações e coisas que as pessoas têm e na qual continuam vivendo, você pode ver porque elas o fazem. Veja, isto se torna uma denominação ou um tanque estagnado, e nunca haverá uma denominação formada sobre a — a perfeita Palavra de Deus. Isto não pode ser feito, porque você não pode nominar — ou denominar Deus. Não, senhor.

70 – A razão é, você apanha um grupo de homens que pode crer na Palavra, deixe-o começar uma organização; a primeira coisa você sabe, no prazo de um ano haverá um punhado de Rickys ali que  você não poderia fazer nada com eles. Eles têm um domínio, e você nada pode fazer a respeito disto. Não é o sistema de Deus. Não é. Então sabemos que aquela coisa morreu e se tornou uma cisterna e se tornou um lugar onde cada um se comprometerá com isto, aquilo ou aquilo outro, para conseguir membros ali ou deixar as pessoas entrarem.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 12
William M. Branham
12 de Janeiro de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

84 – E eu creio nisto agora: Eu não creio que falar em línguas é alguma evidência do Espírito Santo! Não é! Porque tenho visto bruxas, magos, os seguradores de cobras, demônios, tudo mais falar em línguas, e não é um ato infalível de Deus ( quando você fala em línguas ) que você tem o Espírito Santo. Mas, recordem, o Espírito Santo realmente fala em línguas e o diabo pode personificar isto.

85 – A – a evidência que você tem o Espírito Santo é a vida que você vive, vêem, “Pelos seus frutos os conhecereis”. E o fruto do Espírito não é ( não é encontrado em parte alguma das Escrituras ) falar em línguas. O fruto do Espírito é o amor, gozo, fé, benignidade, bondade, humildade, mansidão, paciência. Vêem, agora, aí estão os frutos. É isto que você encontra na árvore para dizer que tipo de árvore é. Vêem? é isto…

86 – As pessoas ficariam olhando para vocês pregadores, e vocês diáconos, e vocês administradores e os evangelistas. Vocês poderiam falar em línguas aqui fora nesta rua o dia inteiro, elas nunca creriam em vocês. Mas se vocês vivem aquilo que vocês falam, vocês mostram  vida vivida, e todas as raízes de amargura estarão fora de vocês, então o homem saberá que existe algo.


A ERA DA IGREJA DE SARDES
William M. Branham
09 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

87 – Agora estou certo que vocês têm notado que aqueles cujos nomes estão no Livro da Vida foram uma parte da ordem religiosa daquele dia que centralizava em torno do verdadeiro Deus e da adoração a Ele, embora não adorassem de acordo com a Verdade (Palavra). Como Judas eles não percorreram todo o caminho. Vejam como Judas foi escolhido de Deus. Ele foi instruído na verdade. Ele compartilhou do conhecimento dos mistérios. Ele teve um ministério de poder conferido a ele e ele curou os doentes e expulsou demônios em Nome de Jesus. Mas quando chegou o acerto de contas, ele se vendeu pelo ouro e poder político. Ele não subiu ao Pentecoste para receber o Espírito de Deus. Ele estava desprovido do Espírito. Não se engane quanto a isto, uma pessoa que é verdadeiramente batizada pelo Espírito Santo no corpo de Cristo recebendo a plenitude do Espírito estará na Palavra todo o tempo. Esta é a evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Judas falhou. Multidões falham exatamente aí. E quando falham em continuar na Palavra, seus nomes são retirados do Livro da Vida.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário