A Nuvem de Anjos


SENHORES, É ESTE O TEMPO?
William M. Branham
30 de Dezembro de 1962
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

179 – Agora, nesta visão, ou enquanto falava, olhei e vi uma coisa estranha. Agora, pareceu como que se meu filho José estivesse ao meu lado. Estava lhe falando. Agora, se observarem a visão bem detidamente, verão porque José estava aqui parado.

180 – Olhei e havia um grande arbusto. E sobre este arbusto numa — numa constelação de aves, avezinhas pequenas, como que de meia polegada de comprimento, meia polegada de altura, eram pequenas veteranas. Suas peninhas estavam alvoroçadas. Havia como que duas ou três na rama de cima, seis ou oito na próxima rama, e quinze ou vinte na rama seguinte, descendo em forma de pirâmide. Aqueles seres, pequenas mensageiras estavam muito esgotadas. Estavam olhando para o leste e na visão eu estava em Tucson, Arizona. Isto foi feito com muito propositalmente porque Ele não queria que eu falhasse em ver onde me encontrava, eu estava tirando de mim uns carrapichos do deserto. Eu disse: “Agora sei que esta é uma visão e sei que estou em Tucson. E sei que essas avezinhas ali representam algo.” E elas estavam olhando para o leste. De repente tomaram desejo de voar, se distanciando e se foram para o leste.

181 – Tão logo que se foram, veio uma constelação de aves maiores. Pareciam pombas, com asas pontiagudas, de cor cinza, uma cor pouco mais clara do que eram aquelas primeiras mensageiras pequenas. E vinham para o leste velozmente. E assim que se perderam de vista, me voltei de novo para olhar para o oeste, e ali aconteceu. Houve uma explosão que na verdade sacudiu a terra inteira! Agora, não percam isto! E vocês na gravação, estejam certos de obterem isto corretamente.

182 – Primeiro uma explosão! E me pareceu como o rompimento da barreira do som,  ou como queiram que o chamem quando os aviões cruzam o som, e o som regressa a terra. Absolutamente sacudiu como um estrondo à coisa toda. Então pode haver sido um — um grande estrondo de trovão ou semelhante ao relâmpago. Não vi o relâmpago. Só ouvi aquela grande explosão que seguiu, que soou como se fosse do sul desde onde eu estava, para o México.

183 – Porém sacudiu a terra, e quando o fez, eu ainda estava olhando para o oeste. E bem longe na eternidade, vi uma constelação de algo se aproximando. Parecia como se fossem pontinhos. Ali não havia menos de cinco nem mais de sete. Porém estavam em forma de uma pirâmide, como aquelas mensageiras se aproximando.

184 – E quando se aproximaram, o poder do Deus Todo Poderoso me levantou para encontrá-las. Posso ver aquilo… Aquilo nunca me deixou… Oito dias se passaram, e ainda não pude esquecer aquilo. Nunca tem havido algo que me preocupe como isso o tem feito. Minha família lhes contará.

185 – Eu podia ver aqueles anjos, aquelas asas velozes atrás, viajando mais rápido que o som pode viajar. Vinham da Eternidade, como que num piscar de olhos. Nem mesmo o suficiente para pestanejar, somente um abrir de olhos. Ali estavam eles. Não tive tempo para contar; não tive tempo… Somente pude olhar! Anjos fortes e de grande poder, brancos como a neve! Asas na cabeça e eles estavam “uii, uii” [Som de um assobio – Trad.] e quando o fizeram, fui arrebatado àquela constelação em forma de pirâmide. Pensei: “Agora, isto é…” Estava entorpecido dos pés à cabeça e disse: “Oh! Isto significa que haverá uma explosão que me matará. Eu estou ao final de meu caminho. Não devo dizer isso à minha gente quando esta visão se for. Não quero que saibam acerca disto, porém o Pai Celestial me deixou saber que meu tempo tem terminado. Não o direi à minha família porque assim se preocuparão por mim, porquanto Ele está pronto para ir, estes Anjos têm vindo por mim e morrerei muito em breve em alguma espécie de explosão.”

186 – Então veio a mim, enquanto estava naquela constelação: “Não, não é isso. Se isso tivesse te matado, teria matado a José, e eu podia ouvir a José me chamando.” Então, novamente voltei e pensei: “Senhor Deus, que significa esta visão?” Me perguntava, e então veio a mim, não uma voz, apenas veio a mim. Oh! Esses são os Anjos do Senhor vindo a mim para me darem nova comissão! E quando pensei isso, levantei minhas mãos e disse: “Oh, Senhor Jesus! Que terás para que eu faça?” E a visão me deixou.

187 – Estive entorpecido por quase uma hora.

188 – Agora, vocês sabem o que são as bênçãos do Senhor. Mas o poder do Senhor é inteiramente diferente. O poder do Senhor nessas classes de lugares, eu o tenho sentido muitas, muitas vezes antes em visão, mas nunca desse modo. Se sente isto como um temor reverencial. Estava tão assustado até ao ponto em que fiquei paralisado na presença daqueles Seres. Como disse Paulo: “Digo a verdade,  não minto.” Vocês já me apanharam dizendo algo errado acerca de alguma coisa como essa? Algo está se preparando para acontecer!

189 – Então, depois de um momento, disse: “Senhor Jesus, se vou ser morto, deixe-me saber isso para não dizer à minha gente acerca disto; porém se é alguma outra coisa, deixe-me saber.” Não houve resposta.

190 – Depois que o Espírito me deixou, cerca de meia hora ou mais, imagino, eu disse: “Senhor, se então vou morrer e Tu tens terminado comigo na terra e –e  serei levado agora ao lar, se for isto, está bem. Está muito bem.” Então eu disse: “Se é isso, deixe-me saber. Envie Teu poder novamente a mim. Então saberei e não direi à minha gente ou a ninguém sobre isso, porque Tu estás pronto para vir e me arrebatar.” E nada sucedeu. Esperei um momento. Então disse: “Senhor Jesus, se não é isso, antes significa algo que devo fazer, algo que mais tarde me será revelado, então envia Teu poder. E aquilo quase me arrancou do quarto”.

191 – Me encontrei  ali num canto. Podia ouvir a minha esposa em algum lugar tratando de entrar no quarto. A porta estava fechada. Eu tinha minha Bíblia aberta e estava lendo… Não sei, porém creio que era no capítulo 9 de Romanos, o último versículo:

Eis que ponho em Sião pedra de tropeço, pedra angular, preciosa, aquele que Nela crer não será envergonhado.

192 – Eu pensei: “É estranho que esteja lendo isso” (O Espírito ainda estava sobre mim no quarto.)

193 – Fechei a Bíblia e permaneci ali. Me dirigi à janela (era por volta de dez do dia, ou mais), e levantei minhas mãos e disse: “Senhor Deus, não entendo. Para mim este é um dia estranho. E estou quase fora de mim.” Disse: “Senhor, que significa isso? Se és Tu, deixa-me ler isso outra vez.” Agora, isso soa como criancice. Levantei a Bíblia e a abri. Ali estava novamente  no mesmo lugar. Paulo dizendo aos judeus que eles trataram de…dizendo aos romanos que os judeus trataram de aceitar aquilo por obras, mas é pela fé que cremos nisso.


O RAPTO
William M. Branham
04 de Dezembro de 1965
Yuma – Arizona – U.S.A.

97 – Estamos prontos agora mesmo. A única coisa que resta é que a igreja que saíra, tem que permanecer na presença do sol para madurar. Dentro de pouco tempo passará a grande colhedeira debulhadora. A palha será queimada, porém o grão será levado ao celeiro. Vocês não estão cegos, Vocês não estão cegos, são gente sensível. E se eu estivesse dizendo estas coisas com o fim de prejudicar… Porém digo isto porque é Vida, porque sou responsável ante Deus para dizê-lo. E tenho que dizê-lo. E tenho que dizê-lo! E minha Mensagem…Sabendo todo o tempo desde há muitos anos campanha de cura, etc., tudo era para captar a atenção das pessoas, sabendo que a Mensagem viria. E aqui o temos. E logo a abertura dos Sete Selos – os mistérios – mostrando todas aquelas coisas que haviam acontecido. Eu não sabia isso. Porém há homens aqui esta noite que estavam ali no Tabernáculo quando me ouviram pregar o sermão: “Senhores, que horas são?” E naquela manhã (no dia 28 de fevereiro de 1963), exatamente onde o Espírito disse que estaria, estavam parados ali sete anjos diretamente do Céu. E quando eles subiram da terra, os levou um torvelinho, e nós ali contemplando se foram para o noroeste. Os cientistas tomaram fotografias através do oeste dos Estados Unidos e também no México. 


O PROFETA DO SÉCULO XX
A NUVEM DE ANJOS

Por muitos anos o irmão Branham soube por revelação que chegaria a hora quando Deus demandaria dele que ele se mudasse para o Oeste. Sem receber uma revelação direta de Deus ele sentiu que gostaria de ir para Tucson. Ele, portanto, planejou conformemente.

Em 22 de dezembro de 1962, quando se levantava da cama, uma visão irrompeu diante de seus olhos. Ele se viu no Arizona, de pé numa montanha, contemplando Tucson do alto. Ele se inclinou para tirar carrapicho [cardo – Trad.] da calça. Seu filho, José, parecia estar de pé por perto. Ele se levantou, e ao fazê-lo, veio uma explosão do céu desde o sul. Foi tal explosão, que sacudiu as montanhas, fazendo com que as pedras rolassem encostas abaixo. Como um terremoto ela sacudiu os morros. Quando esta explosão de trovão sacudiu a terra, um fulgor de luz, que se transformou num grupo de sete anjos poderosos, arrebatou-o para cima com tremenda velocidade. O impacto desta visão foi tão grande que ele literalmente se sentiu pasmo por vários dias. Ele se perguntou se isto significava a morte. Ele achou que não devia considerar isso, uma vez que José estava perto dele e ileso pelo choque da explosão.

Tendo discutido esta visão peculiar com o autor em 26 de dezembro, nós sentimos, conhecendo este maravilhoso profeta de Deus, que os anjos que vieram com voz de trovão foram enviados de Deus como sinal de que ele saberia o que estava no capítulo dez de Apocalipse com respeito aos sete trovões que João ouviu, mas que não escreveu. Isto era uma suposição. Ninguém sabia com certeza o que significava.

O Rev. Branham mudou para Tucson imediatamente. E não estando em reuniões no momento, ele foi caçar nas montanhas com dois amigos, Gene Norman e Fred Sothmann. Os dois amigos não foram na companhia imediata do Rev. Branham enquanto caçavam, mas estiveram alguma distância à parte. Enquanto o Rev. Branham estava na encosta da montanha, ele se curvou para tirar carrapicho da perna da calça. Enquanto assim fazia, uma poderosa explosão saiu do sul, balançando as montanhas de tal modo que pedras grandes arredondadas pela erosão rolaram encosta abaixo, e pedras pequenas pareciam dançar de um lado para outro. Por um momento ele temeu que algum caçador o tivesse atingido. Ele ficou tão chocado com tudo isto. Então vieram em realidade sete anjos poderosos como uma pirâmide ou a letra “V”, precipitando-se em sua direção na velocidade da luz. Pareceu-lhe ter sido arrebatado neles, e com seu terrível trovão. Então uma voz clamou: “Volte para o Leste.” Ele sabia que era tempo de voltar a Jeffersonville para pregar os sete selos e revelar os mistérios não escritos dos trovões no livro de Apocalipse.

Agora, aqui está a verdade. Os dois homens que estavam com ele correram e tentaram encontrá-lo. Eles tinham visto a luz, mas não tinham visto os anjos na luz ofuscante. Eles ouviram o terrível trovão quando rugiu do sul. Eles viram o homem de Deus abalado pela poderosa visão.

Esta cena aconteceu fora de Flagstaff, Arizona. No exato dia e hora deste tremendo evento, o que pareceu ser uma nuvem, formou-se no céu. Ela tinha trinta milhas de largura [48 km – Trad.] e vinte e seis milhas de altura [42 km – Trad.].  

Estava na parte da atmosfera em que nunca se formam nuvens, tampouco se podem formar. Mediante investigação (muitas fotos foram tiradas) constataram que não tinha havido jatos no ar, e não sabiam de que maneira as nuvens poderiam ter-se formado. Os meteorologistas escreveram num jornal científico sobre esta nuvem peculiar em forma oval, que era tão grande e se deslocava rapidamente em direção leste. Ninguém faz idéia de onde ela veio, como chegou ali, e para onde foi.  

Mas o povo que conhece a verdade sobre essa nuvem – uma nuvem de anjos que Deus permitiu que se manifestassem para confundir os olhos do mundo.  

A revista Life, de 17 de maio de 1963, apresenta quatro fotos da nuvem.  

A revista Science, de 19 de abril de 1963, na capa da frente, também apresenta a foto.

Em março o Rev. Branham voltou para o Leste para pregar sobre os selos. Do dia 17 ao 24 ele ensinou. O que ensinou, ele nunca soube previamente. Na verdade, ele ensinou de tal maneira a corrigir certas coisas que previamente havia ensinado. A razão para a correção foi que cada dia, enquanto esperava em Deus, aquela chama de fogo âmbar aparecia, e da nuvem a voz de Deus falava revelando-lhe a exata verdade do conteúdo dos Selos e o que os sete trovões proferiram.

“Assim diz o Senhor,” na boca de um profeta retornou a esta geração – a última geração – porque todas as coisas estão se cumprindo conforme a Palavra do Senhor.


É SUA VIDA DIGNA DO EVANGELHO?
William M. Branham
30 de Junho de 1963
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

06 – Creio que me disseram que o irmão Hickerson tirou isto de uma revista, e colocou em minha escrivaninha lá atrás. Que é aquela constelação de Anjos que… que está na revista da qual eu falei. Vêem a forma da pirâmide? Veja este aqui deste lado, a asa pontuda vindo de seu tórax assim do lado da minha mão direita, como eu falei deste mesmo púlpito a meses e meses e meses atrás. Vêem? Aí está. E a revista Look… ou, a revista Life tem isto, a… a edição de maio, 17 de maio, creio que é ( está isto certo), a edição de 17 de maio. A Sra. Wood estava me dizendo hoje que muitos telefonaram para ela e perguntaram… Isso está na edição de 17 de maio.

07 – É uma nuvem misteriosa. A nuvem tem vinte e seis milhas de altura e trinta milhas de largura. E era a respeito disto que estávamos falando aqui. E foi lá quando o Anjo do Senhor desceu e estremeceu o lugar, e tudo… Isto soou mais alto… 

08 – Eu sei que há um homem se… Eu penso que é o irmão Sothmann – eu o vi a algum tempo atrás em algum lugar – ele está aqui – ele estava de pé (sim, bem aqui atrás) – ele estava perto quando isto aconteceu. Eu penso que eu não estava muito longe dele; eu somente o vi. Tentei acenar para ele ( eu estava com seus binóculos), que o… os animais os quais estávamos caçando tinham… não estavam naquela colina. Agora, eles foram para outra colina. Eu os havia encontrado um dia antes e lhes disse para onde ir. E eu vim até aqui onde talvez  eles viessem deste lado, eu simplesmente atiraria para cima e os faria correr de volta para aquele lado, para que então eles pudessem obter seus… seu… seu animal. Então… Javali era o que era isto.

09 – E então, eu fui para este lado, e eles não estavam… eles não estavam em nenhum dos lados. Eu vi o irmão Fred sair, e eles não estavam lá. Ele voltou, e o irmão Norman desceu a colina. E eu virei, desci por uma pequena fenda e subi… somente eu… mais ou menos uma milha e meia através de uma região realmente escarpada. E eu estava assentado e estava simplesmente olhando para os lados. O dia estava raiando, eu estava apanhando aqueles, o que chamamos lá de cabeça de bode… algo como um carrapicho… tirando-os da perna de minha calça, exatamente da mesma maneira que vi a mim mesmo fazendo quando eu estava aqui lhes dizendo a respeito da visão, cerca de seis meses, antes que isto acontecesse. E eu disse, “Isto é estranho. E veja como estou perfeitamente ao norte de Tucson, como no nordeste, faz…” Tucson, vocês recordam que eu disse um pouco para o sudoeste. E eu disse, “Isto é estranho”. E eu estava olhando para o… carrapicho assim, tirando-os de minha… muitos deles… das pernas de minha calça. Se você nunca foi lá, aquela é uma região árida. Não é como aqui de maneira alguma. Cerca de vinte vezes mais claro, e não há árvore alguma e coisas como há aqui, somente cactos e areia.

10 – Então eu… eu estava simplesmente olhando para isto desta maneira. Eu somente levantei meus olhos; assim, eu diria que, a meia milha de mim eu vi a cabeça toda de… uma manada de javalis, deitados… vindo do final onde eles estavam comendo algo. E eu pensei, “Agora, se eu pudesse tão somente conseguir o irmão Fred e o irmão Norman para lá, é simplesmente aquele o lugar.”

11 – E numa tarde antes o Espírito Santo estava tão tremendo no campo… que Ele estava me dizendo coisas que haviam acontecido e tomado lugar… eu tive que levantar e me afastar do campo. E então naquela manhã seguinte eu havia subido lá, e eu comecei… eu disse, “Agora, se eu pudesse encontrar o irmão Fred, eu o levaria ao redor desta montanha, a qual era cerca de uma milha para este lado. Eu teria que ir cerca… cerca de duas milhas ou mais para apanhá-lo, talvez três, de volta deste lado, descendo isto que chamamos de atalho, subir desta maneira, até em cima destas escarpadas e recortadas montanhas e descer para este lado, atalhar e atravessar e descer nesta direção e apanhá-lo. E então ele teria que descer até o pé da colina para conseguir o irmão Norman, o qual provavelmente estaria a quatro ou cinco milhas, então voltar. E eu iria colocar um… um pequeno pedaço de um lenço de papel, que eu iria pendurá-lo em um pedaço de.. em um arbusto lá, para que então eu pudesse me orientar a que cordilheira sair quando eu voltasse.

12 – E eu… eu simplesmente atravessei uma pequena cordilheira onde havia várias rochas recortadas, e havia um… rastros de veado vindo mais ou menos do outro lado cerca de, oh, quarenta, cinquenta jardas sob um penhasco. E isto era cerca de… oh, o dia já estava alto. Eu diria que eram umas 8:00 ou 9:00 horas. Não pensa você que era algo assim, irmão Fred? Talvez 9:00 horas ou algo assim. Eu corri para este lado rapidamente para que os javalis não me vissem. Vocês sabem, eles são porcos do mato, selvagens, e são muito assustados. 

13 – Então eu… eu subi a colina deste lado e atalhei… e comecei a correr pela colina, e eu simplesmente corri a pequeno… que chamamos de… de trote brando; e de repente a região toda estava simplesmente abalada. Eu nunca ouvi tão terrível explosão. Tudo estremeceu, e as rochas rolaram. Eu senti como que… parecia que eu havia pulado um metro e meio do chão. Isto somente… simplesmente me assustou. E eu pensei, “ Oh,…” Eu pensei que eu havia sido atirado, que alguém… Eu estava com um chapéu preto. Eu pensei que eles deviam ter pensado que era um javali subindo a montanha, alguém havia atirado em mim. Isto veio tão estrondoso sobre mim desta maneira. Então subitamente algo disse, “Olhe para cima!” Lá estava. Então Ele me disse, “É a abertura daqueles Sete Selos, volte para casa.” Então aqui estou. 

14 – Eu encontrei com o irmão Fred e o irmão Norman cerca de uma hora mais tarde quando eu os achei, e eles estavam agitados e falavam a respeito disto. E aí está! E a ciência diz que é impossível para… para qualquer tipo de… de névoa ou qualquer coisa chegar àquela altura… nevoeiro, neblina. Vêem, isto somente chegaria …eu não sei. 

15 – Eu… eu… nós… quando vamos para o estrangeiro, viajamos a nove mil pés de altura; isto é acima das tempestades. Isto é aproximadamente cerca de quatro milhas. Eu diria, vamos dizer talvez quinze milhas até que você não obtenha mais nenhuma névoa. Mas isto é vinte e seis milhas, e ela esteve pairando lá o dia inteiro. Vêem? Eles não sabem o que é isto. Mas graças ao Senhor, nós o sabemos. Obrigado, irmão Hickerson. Eu guardarei isto na minha escrivaninha lá. Quando eles escreverem o livro, então, poderemos obtê-lo.


PARADO NA BRECHA
William M. Branham
23 de Junho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

79 – Agora… Mas da maneira que você observou, no sonho do irmão Jackson, que lá não havia nenhuma escrita nesta Rocha no lado de dentro. Foi por isto que eu fui para o oeste. Agora, como isto aconteceu… E eu lhes disse, “Que algum dia eu lhes diria o que isto queria dizer”. Eu fui para o oeste por causa disto. E lhes contei a visão onde as pessoas, ambos, na fita e aos que estão presentes aqui nesta manhã, saberão tomando “Senhores, é este o tempo?” E qualquer um de vocês, irmãos que estão ouvindo a fita e que não tem esta mensagem, e desejam seguir isto, veja, “Senhores, que tempo é este?” (A Palavra Falada, Vol 2 n° 11 – Ed.) Antes… Semanas e meses antes que isto acontecesse aqui, eu vi a visão que estava em Tucson, e eu estaria tirando carrapichos da perna de minha calça e um… um estrondo sairia dali e quase que pereceria como… estremeceria a região. Quantos de vocês recordam disto? Um estrondo que estremeceria a região.

80 – Bem, acontece que, pelo menos um homem que estava lá de pé quando isto aconteceu, está aqui presente nesta manhã. Isto arrancou as pedras fora do monte. E agora eles… Nós encontramos que durante aquele tempo eu vi sete Anjos na forma de uma pirâmide que me atirou no chão e me levantou. E eu fui trazido para o leste para abrir os Sete Selos para Deus. E se vocês não tem tido seus… Se Jesus permanecer, e eu… O meu bisneto, os filhos pequenos de Paul… Aquilo permanecerá sendo a verdade Eterna de Deus! Agora, aquilo foi para encontrar… Aquilo foi selado dentro desta montanha. Aquilo não foi escrito. Isto teve que ser interpretado. E quando eu voltei, o primeiro Anjo, na primeira noite, abriu o Selo contrário a qualquer coisa que alguma vez ouvimos em nossa vida. E todos os sete vieram da mesma maneira. Vocês sabem disto. Vocês estavam aqui presentes quando isto aconteceu; muitos de vocês.

81 – E agora, eu não sabia disto naquele tempo, mas o irmão Fred Sothmann, eu sei que ele está aqui. e também tenho certeza de que o irmão Norman está aqui. Nós estávamos lá em cima… Eu tive que ir a Houston a respeito do salvamento daquele mocinho da cadeira elétrica. E então eu voltei e fui caçar lá em cima com os irmãos. E naquela manhã, eu estava lá de pé tirando cardos ou… ou o que eles chamam de “carrapichos” lá; para tirar os carrapichos de perna de minha calça. E o estrondo foi exatamente da maneira que Isto havia dito. Não é isto correto, irmão Fred? E eu… eu… eu devo ter dado um pulo do chão. E logo acima de mim estavam os Anjos do Senhor que trouxeram a Mensagem de volta, para eu vir aqui e romper estes Selos. Por que aqui? Por que no Tabernáculo? Por que eu não fiz isto lá? Porque eu fiz uma promessa a minha igreja e a Deus, que qualquer mensagem nova que fosse gravada sairia daqui deste Tabernáculo. E Ele estava ajudando-me a guardar a minha palavra, para permanecer aqui atrás e fazer isto. E então eu voltei imediatamente outra vez.

82 – E agora, eu não sabia naquela época, que eles estavam tirando fotos daquilo, os cientistas que estavam como os Anjos eles mesmos descendo do Céu para trazer a Mensagem. E vocês recordem, eu disse que um lado direito da constelação tinha… como que atrás no tórax, suas asas… Vocês recordam quando eu disse isto, todos vocês? E como eu O observava? Ele era muito diferente dos outros. E eu não sabia que eles estavam tirando fotos Daquilo, porque imediatamente eu me apressei para o leste. Mas voltando para casa em Tucson, lá estava Aquilo através de todos os jornais que havia sido visto por todo o Estado ou até o México, e em todos os Estados do Oeste. E eu penso que o Courier aqui… Isto estava no Associted Press. E quantos viram uma nuvem misteriosa no Céu? Vêem vocês as mãos. E agora, a Revista Life apanhou isto. E eu tenho o …o artigo aqui, nesta manhã. Na Revista Life lá… sobre o show…Agora, aqui está Ela, no mesmo tempo em que eu estava lá. Vêem a pirâmide da Nuvem? Eu estava de pé bem debaixo disto. E lá… Vêem o Anjo legivelmente do lado direito? Vêem a asa pontuda dele? Exatamente como foi dito. E aqui está numa vista do México e de diferentes lugares onde eles tiraram a foto. Agora, estes cientistas aqui estão tentando a …conseguir todas as informações a respeito da foto que ele pode… sobre as pessoas que possuem a foto. Ele está tentando isto. 

83 – Agora, ele diz aqui que isto seria impossível de ser uma nuvem porque a umidade não vai mais do que… Eu diria que cerca de mais de nove ou uns doze quilômetros de altura, algo assim. Quando nós vamos ao estrangeiro geralmente nós voamos a uma altitude de quase seis mil metros de altura, então estamos acima das tempestades. Mas esta nuvem, de acordo com este artigo aqui deste cientista, está a quase quarenta e dois quilômetros de altura. Isto estaria quilômetros e mais quilômetros além da umidade. E ele disse, pesquisando a área… e agora, vocês sabem que eu… Quantos recordam que eu lhes disse, “Isto soou como o som de um acidente de avião”? Recordam? Mas lá não havia nenhum avião naquela região. Assim diz o livro aqui. Eles pesquisaram isto. Lá não havia nenhum…?…avião lá em cima. E além do mais, isto não poderia… Aquela névoa atrás de um avião não é nada a não ser ar dissolvido, gases. Causa esta força de sucção através desta umidade, como o jato. Enquanto está puxando a si mesmo, isto rompe a umidade do ar. Não se pode ficar livre disto enquanto houver um jato, porque isto tem que… É nisto que ele é impulsionado. E é a umidade fugindo disto.

84 – Porém aqui está, quilômetros acima onde não poderia haver umidade, e nenhum avião na área. E Isto não poderia ser umidade lá em cima, e estar lá pendida naquele dia. São quase quarenta e nove quilômetros de largura e uns quarenta e dois quilômetros de altura. Vê você? Exatamente o mesmo, Isto era aquela foto lá, quando eu lhes disse, “o Anjo do Senhor com a Coluna de Fogo anos atrás”, antes de alguma vez ser tomada. Deus fez com que a ciência reconhecesse que Aquilo é a Verdade. E aqui uma das profecias que foram dadas… Deus fez com que a ciência testificasse que Aquilo é a Verdade. Agora, onde estamos nós parados? Eu quero guardar isto, pois eu posso falar com um amigo meu que está aqui presente nesta manhã para… para escrever estes Sete Selos. Ele pode querer usar este para isto. E então, você que tem uma cópia disto… Porque, se você tem uma, segure-a para referência. Vêem?

85 – Agora, ele está desejando descobrir, mas que bem faria dizer-lhe aquilo? Ele riria disto. Vêem, ele simplesmente riria. Então não vamos lançar nossas pérolas desta maneira. Mas nós sabemos, a Igreja sabe, e Deus sabe que Isto é a Verdade.

86 – E então eu estava orando sobre este assunto, e querendo saber o que aconteceria comigo, e vocês sabem onde eu estava? No norte de Tucson, a leste de Flagstaff; exatamente, no lugar onde eu lhes disse meses antes que isto acontecesse, que eu estaria parado. Exatamente, de acordo com este papel aqui e… o jornal… ou esta revista, e o nosso próprio testemunho; exatamente onde isto tomou lugar. Deus é perfeito e não pode mentir. E isto acontecerá. 


HOJE TEM SE CUMPRIDO ESTA ESCRITURA
William M. Branham
19 de Fevereiro de 1965
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

104 – Na revista “Life”, a edição de 17 de maio de 1963, saiu um artigo acerca desta nuvem sobrenatural no qual disseram: “Círculo misterioso de luz no ar sobre Tucson e Phoenix, Arizona”. E isto sucedeu exatamente da maneira que o disse quase um ano antes de suceder. A nuvem saiu como que na forma de um triângulo. Temos a fotografia da nuvem pendurada na igreja. Disseram que estava a uma altura de 27 milhas e tinha 30 milhas de largura; todavia não entendem o que sucedeu. Apareceu misteriosamente e desapareceu de igual maneira. O irmão Fred Sothmann, o irmão Gene Norman e eu estávamos de pé ali como três testemunhas. Como também nosso Senhor levou a Pedro, Tiago e João ao monte como testemunhas. Vimos quando isto sucedeu. Ali estava nos céus, tão alto onde não há umidade nem nada para causar uma nuvem, como podia então estar ali? Foi formada pelos Anjos de Deus regressando depois de haver dado Sua Mensagem. Hoje tem se cumprido esta profecia em nosso meio! 


SHALOM
William M. Branham
12 de janeiro de 1964
Sierra Vista, Arizona, U.S.A.

64 – Mas observou você que antes dos Sete Selos serem revelados, antes da grande e misteriosa Luz se mostrar nos céus aqui em cima de Tucson, Flagstaff, onde estávamos? O irmão Fred, dois dos homens que estavam… os dois homens estavam comigo naquela manhã. Quando, aquilo foi dito meses e meses antes da época, que aconteceria. Ambos, o irmão Fred Sothman e o irmão Gene Norman sentado aqui nesta manhã, quando isto… estavam lá quando houve o estrondo, e não sabiam que estas coisas aconteceriam. E Ele me enviou de volta, disse que o tempo estava à mão para estes Sete Selos os quais guardavam os sete mistérios de toda a Bíblia, foram selados com estes Sete Selos. E como que estes anjos, indo pelo caminho, mensageiros das Eras da Igreja, abriram certa parte daquilo. Mas na sétima hora, o sétimo mensageiro, todos estes mistérios se terminariam. Vêem? O sétimo mensageiro terrestre, vêem, este anjo do qual Ele fala estava então na terra. Um anjo significa “mensageiro”. E então, depois daquilo, ele viu outro Anjo descendo, não o anjo terrestre ao qual foi dada a Mensagem aqui, mas o (outro) Anjo poderoso veio do Céu com um arco-íris sobre Ele, e colocou Seu pé na terra e no mar, e jurou por Aquele que vive para sempre, “Não haverá mais tempo”. Vêem? Mas antes que Ele soltasse aqueles Sete Selos para revela-los, Ele mostrou milagrosamente, Ele mostrou primeiro nos céus.  

65 – Naquele dia eles tiraram fotos através de todo o sul dos Estados Unidos e do México. Isto está colocado lá na Revista Life, continua um mistério para eles. Mas Ele declara isto nos céus antes de fazê-lo na terra. Ele sempre faz isto. Ele mostra Seus sinais nos céus primeiro.  


CASAMENTO E DIVÓRCIO
William M. Branham
21 de Fevereiro de 1965
Parkview Junior High School
Jefersonville – Indiana – U.S.A

255 – Algo disse a mim, “Vá lá adiante nas montanhas, e lá Eu falarei contigo.” 

256 – E enquanto eu estava lá nas montanhas… Não sabendo que lá embaixo em Tucson eles estavam vendo aquilo, e até os professores chamaram as crianças (minha menina e eles) — das aulas e disseram: “Olhem lá adiante na montanha. Lá está uma nuvem de fogo cor âmbar subindo no céu e descendo, subindo no céu e voltando.” 

257 – Sra. Evans, você está aqui? Ronnie, você está aqui? Depois voltei e fui lá no posto; aquele jovem moço (lá no posto de gasolina, dos Evans lá) – e antes que eu soubesse o que ia falar, ele me pegou de surpresa, ele disse: “Irmão Branham, você estava lá em cima naquela montanha, não estava?” 

258 – Eu disse, “O que você disse, Ronnie? Não.” (Viu? Só para ver o que ele ia dizer). Muitas vezes as coisas acontecem que eu não  a gente não fala para qualquer um. Torna-se… A coisa é assim, a gente vê tanto daquilo acontecendo que torna-se comum para a gente. Vê? Eu não falo estas coisas para o povo. Eu disse: “Ronnie, o que você…?” 

259 – Ele disse: “Eu posso mostrar-lhe exatamente onde você estava.” Disse: “Eu chamei mamãe, e nós ficamos ali e vimos àquela nuvem pairando lá em cima, subindo e descendo. Eu disse: tem que ser o irmão Branham que está assentado lá em cima em algum lugar. Aquilo é Deus falando com ele!”  

260 – E o povo da cidade inteira viu aquilo. Num dia bem claro, o céu limpo, sem nuvem alguma, somente com esta enorme  Nuvem de cor âmbar pairando lá, descendo como um funil e subindo e alargando-se. 

261 – Amigo (e daqui irei encerrar, e então você pode prosseguir daqui), aquilo aconteceu quando isto estava sendo revelado para mim o que eu irei dizer para vocês agora mesmo. Então não perca isto. 


QUEM É ESTE MELQUISEDEQUE?
William M. Branham 
21 de Fevereiro de 1965 
Jeffersonville – Indiana – U.S.A. 

22 – Agora, recordem, aquela Luz que estava naquela nuvem que deu a revelação. . . Eu estava. . . Minha menininha estava me dizendo, Sara aqui, que quando eles. . . Aquela escola ali em Arizona estava olhando para cima ali a um céu sem nuvens e vendo esta nuvem misteriosamente, naquela montanha, subindo e descendo com um Fogo Âmbar ardendo nela. A professora despediu as classes e a escola e os levou fora em frente e disse: “Vocês alguma vez viram qualquer coisa como essa? Vejam a maneira que é.” Recordem, essa é a mesma Luz Âmbar que está sobre a rocha! Então é o mesmo Deus, a mesma revelação. Disse: “Diga-lhes para fazer isso.” É o que lhes disse esta manhã, então ali está.


AO NASCER DO SOL – O PODER VIVIFICADOR
18 de Abril de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

05 – Vendo que nosso tempo aqui é limitado, e em particular por cauda daqueles amigos que estão escutando pelo telefone, desejo chamar sua atenção, nesta manhã, a uma fotografia que foi captada há algum tempo pela câmara, cerca de uma visão que tive aqui mesmo no Tabernáculo a qual se relacionava com minha partida de Indiana para Arizona, onde devia encontrar-me com sete Anjos em forma de pirâmide. Não sabendo o que sucederia, depois que cheguei ali, estava pensando que seria o fim de minha vida; pois ninguém poderia haver sobrevivido a uma explosão tão forte. Estou seguro de que vocês conhecem todos os detalhes disto. Logo, certa manhã como esta, estando em oração ali no Canyon Sabino, foi colocada uma espada em minha mão, e me foi dito: “Esta é a Palavra; a Espada da Palavra”. 

06 – Depois apareceram os Anjos como foi profetizado; e ao mesmo tempo um grande aerólito de Luz ascendeu ao ar desde onde eu estava de pé, e logo se foi a uma altura de trinta milhas (48 quilômetros) e formou quase um círculo, como se fossem as asas dos Anjos, e ali mesmo nos céus desenhou a forma de pirâmide com a mesma constelação de Anjos que apareceram. 

07 – Desde o México a ciência tirou a fotografia enquanto a Nuvem se moveu da parte norte de Arizona onde o Espírito Santo disse que eu estaria de pé (quarenta milhas ao noroeste de Tucson). Isto subiu ao ar, e a revista Life publicou as fotografias de algo místico ali na esfera onde não podia haver umidade nem evaporação de classe alguma, a trinta milhas de altura e vinte e sete milhas de largura, subindo do lugar onde aqueles Anjos estavam parados. 

08 – Agora, os cientistas buscaram saber; ali em Tucson um deles queria saber o significado porem eu não lhe disse nada. Vocês o sabiam de antemão; isto não era para eles; era para vocês. 

09 – Ele me falou ali mesmo, e disse: “Os Sete Selos serão abertos. Os sete mistérios; o mistério sétuplo da Bíblia que tem estado oculto desde a fundação do mundo, será revelado”. E nós, sendo um grupo pequeno e humilde em comparação com o resto do mundo, temos nos regozijado com estas bênçãos, havendo escutado estes mistérios: Casamento e Divórcio, A Semente da Serpente, e todas aquelas perguntas nos tem sido completamente reveladas, não pelo homem, mas por Deus mesmo, Quem nos tem aberto estes sete mistérios do que foi a Igreja, como foi em Cristo no princípio, e como seria revelado isto nos últimos dias.

10 – Agora, à medida que isto foi subindo… Temos a fotografia aqui mesmo para ver se vocês notam como a revista Life a publicou. Porém me ponho a pensar se minha congregação aqui visível tem olhado esta fotografia como em verdade deve ser vista. Vocês se recordam que eu estava pregando quando chegou esta visão. Estava pregando sobre o tema do livro de Apocalipse, aonde vimos a Jesus em Apocalipse capitulo um. Quando começamos a abrir as Sete Eras da Igreja, antes da abertura dos Sete Selos, Cristo estava de pé com o cabelo branco como a lã. Então eu lhes falei em detalhe de como faziam os juízes na Inglaterra e os juízes da Antiguidade, quando estes subiam ao tribunal a prestar juramento quando a suprema autoridade lhes era dada; eles punham sobre a cabeça uma peruca branca que demonstrava sua autoridade suprema.

11 – Bem, se você toma a fotografia, e a vira nesta forma, e a observa (a devem ver de toda a audiência), é Cristo. Podem ver Seus olhos olhando tão perfeitamente quanto pode ser, usando a peruca branca de Suprema Deidade e Juiz dos Céus e da terra? Podem ver Seus olhos, Seu nariz e Sua boca? Somente virem a fotografia ao contrário da forma que foi publicada, a esta posição, tal como deve ser. O podem ver? Ele é o Juiz Supremo e fora Dele não há outro. Esta é outra identificação perfeita; é uma vindicação a mais de que esta Mensagem é a Verdade. É a Verdade! E aqui está mostrando, com a peruca branca, que Ele não é a terceira pessoa, mas a única pessoa.

12 – Podem ver claramente o escuro, Sua face, Sua barba e Seus olhos? E notem: Ele está olhando. Dele emana esta Luz resplandecente, no lado direito, para o que Ele está olhando. Também na cruz Ele olhou para direita, onde perdoou ao malfeitor. Ainda marchamos em Seu Nome, na Luz de Sua Ressurreição.


O TERCEIRO ÊXODO
William M. Branham
30 de Junho de 1963
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

311 – Como você sabe a revista Life publicou isto no mês passado ali, onde, … quantos estavam aqui e me ouviram dizer a respeito do que aconteceria antes do acontecimento? Eu acho que cada um aqui na igreja. Aí está. Eles não sabem a respeito disto. Os cientistas estão tentando… “Todos têm uma foto disto, solicitem” – uma nuvem de 26 milhas de altura na forma de uma pirâmide – sete Anjos representados ali e trouxe de volta… e trouxe a Palavra de Deus, sob a inspiração e lhes disse sobre estes momentos a que  vocês estão vindo e vivendo. A mente espiritual apanhará aquilo imediatamente agora e captará. É um êxodo! Nós vamos partir em um destes dias. Graças a Deus. Recordem, agora concluirei apenas em um momento. Eu tenho dez minutos.


ENVERGONHADOS DELE
William M. Branham
11 de Julho de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

154 – Você pensaria que era uma coisa boba quando alguém… quando eu sei que há poucas pessoas no mundo que seguram no que digo ser a Verdade, se colocar aqui e dizer “ASSIM DIZ O SENHOR; Eu vou para o Arizona. Lá eu encontrarei sete Anjos em uma nuvem.” Bem, haverá um grupo de homens ali de pé para ver isto acontecer.


CRISTO É O MISTÉRIO DE DEUS REVELADO
William M. Branham
28 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

207 – A revista Life então reuniu esse Círculo de Nuvem e Luz ali que eles não puderam entender, e não o sabem ainda. Porém aqui dizendo: “Vá ali e espere que estes mistérios sejam revelados”, e aqui meses antes que isto acontecesse, e então aconteceu exatamente da maneira que Ele disse que aconteceria. Vocês notaram nessa fotografia? Até mesmo esse Anjo à direita, quando Ele estava sendo materializado, descendo, com Suas asas para trás e Sua cabeça voltando-se para um lado, ali está bem ali na fotografia, precisamente. Meses antes que isto acontecesse, foi dito aqui que: “Ele vai reunir o Corpo de crentes; para revelar, ligar aquelas extremidades perdidas”.


O SÉTIMO SELO
William M. Branham
24 de Março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

266 – Recordam da constelação, da visão dos Anjos, quando eu saí daqui para ir para o Arizona? [A congregação diz, “Amém”] Você recorda de Senhores, É Este O Tempo? [“Amém” – Ed.] Você recorda disto? Observem, houve apenas uma grande explosão do trovão, e sete Anjos apareceram. Está isto correto? [“Amém”] Uma explosão de trovão, sete Anjos apareceram.

E eu vi o Cordeiro quando Ele havia aberto o primeiro selo, e eu ouvi como se fosse voz de trovão, e uma das quatro bestas disse: Vem e vê.

267 – Observe, um trovão, Sete Mensagens que estavam seladas e não podiam ser reveladas até o último dia, desta era. Vêem o que quero dizer? [A congregação diz, “Amém” – Ed.]

268 – Agora, você observou a parte misteriosa desta semana? É isto que é. É isto que tem sido. Não tem sido um ser humano, um — um homem. Foram os Anjos do Senhor. Observe.

269 – Aqui estão assentadas três testemunhas, que uma semana atrás, um pouco mais de uma semana atrás, eu estava lá atrás em cima das montanhas, próximo ao México, com dois irmãos que estão assentados aqui. Tirando cardo, ou carrapicho, da perna da minha calça; e aconteceu uma explosão, parecia que quase ia sacudir as montanhas abaixo. Agora, isso é correto. Eu nunca disse aos meus irmãos, mas eles notaram uma diferença. 

270 – E Ele me disse: “Agora esteja pronto. Vá para o leste. Aqui está a interpretação daquela visão.” Vêem? Agora, fiquem sabendo, que o irmão Sothmann não conseguiu a caça atrás da qual ele foi. Estávamos tentando consegui-la para ele. E Ele disse: “Agora, nesta noite, como um sinal para você, ele não conseguirá isto. Você deve se consagrar neste momento para a visita destes Anjos.” E eu me senti fora de mim, vocês recordam. 

271 – E eu estava no oeste. Os Anjos estavam vindo para o leste. E enquanto Eles passavam, eu fui levantado com Eles, (vocês recordam disto?) vindo para o leste. [A congregação disse, “Amém.” – Ed.] 

272 – E o irmão Fred, aqui nesta noite, é uma testemunha, e o irmão Norman. Enquanto descíamos, eu quase persuadi aquele homem para ficar e conseguir a sua caça. É isto correto, irmão Sothmann? [O irmão Fred Sothmann, “Amém” – Ed.] Sim, ali, ele está de pé bem ali. Eu o persuadi; mas, mesmo assim, Ele disse: “Ele não conseguirá.” Eu não disse nada; segui em frente.

273 – Alguma coisa, estávamos ao lado da barraca, no dia que… Você se recorda, irmão Sothmann. E eu, tão logo que certas coisas foram ditas, eu coloquei você e o irmão Norman… Onde está o irmão Norman? Lá atrás. Os coloquei sob juramento, que eles não mencionariam o que estava acontecendo. É isto correto? [Os irmãos dizem: “Amém. Isto é a verdade.” – Ed.] Não virei eu e saí da barraca, assim? É isto certo? [“Isto é correto.”]

274 – Porque, foi isto que aconteceu, exatamente o que aconteceu, e sabendo que eu não poderia dizer isto até que isso acontecesse, para ver se as pessoas compreenderiam isto.

275 – E você observou? “Que um Anjo,” eu disse: “ali, estava um Anjo estranho.” Ele pareceu para mim mais do que o restante Deles. Vocês recordam disto? [A congregação, “Amém” – Ed.] Eles estavam em uma constelação; três a cada lado, e um em cima. E o que estava mais próximo de mim aqui, contando da esquerda para a direita, teria sido o sétimo Anjo. Ele brilhava mais, significava mais para mim do que o restante Deles. Vocês recordam? Eu disse: “Ele tinha o seu tórax para fora, assim, e estava voando para o leste” (vocês se lembram, “assim.” Eu disse: “Ele me apanhou; me levantou.” Vocês recordam disto? [“Amém”]


AQUELE QUE ESTÁ EM VÓS
William M. Branham
10 de Novembro de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

23 – Agora, de pé aqui, falei a vocês que os anjos estavam vindo. Irmão Fred, sendo um… (Eu vi irmão Fred um momento atrás. Eu pensei que ele estivesse bem aqui, mas eu o perdi em alguma parte. Oh, aqui atrás, está certo) ele estava a umas – umas duas milhas, ou uma milha e meia, ou duas milhas de onde eu estava; ouviu a explosão, sentiu a rocha e tudo mais, quando aquilo parou. Está certo irmão Fred? E ali estava o anjo que enviou de volta com aquela mensagem. E aqui até mesmo dentro da forma de pirâmide, como eu mostrei a vocês o que poderia ser aqui dentro, disse-lhes como poderiam estar antes que eu saísse. Fotografia após fotografia através do país tiraram, diretamente até o México, sendo trinta milhas de altura e vinte e sete milhas através dela. E é tão alto que até mesmo umidade ou nada pode… umidade não viaja cerca de oito ou nove milhas de altura. Então você está fora em um lugar onde não há nada para produzir umidade. Vêem? E isto estava, eu acho que era ou vinte e sete milhas de altura e trinta milhas de largura, ou era – ela era vinte… trinta milhas de altura e vinte e sete de largura, um ou outro. A revista Life mostrou isto, ou a Look. Qual foi, Look ou Life? Life! A revista Life. Eu penso que é a edição do dia 17 de maio. É isto. 

24 – Agora aí está, cientificamente, provou que é a Verdade. Assim, por esta razão nós – nós não nos preocupamos se é Verdade. Ambos, científica e espiritualmente; e o que foi dito aconteceu. Então a Mensagem dos Sete Selos, no seu final, aquela é a Mensagem da Bíblia inteira. Os Sete Selos encerram o Novo Testamento e os selam, aquilo é verdadeiro. Agora, sabemos que aquilo é pela expressão profética, pela científica, e pela Palavra. Três tem dado o testemunho por ela, de que ela é a Verdade.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – Nº 1
William M. Branham
23 de Agosto de 1964
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

238 – E então, quando fiz isso, então… e fui exatamente igual e um pouquinho depois disso me apareceu o Anjo do Senhor, disse: “Vá a Arizona”. Ouvi acontecer aquela explosão e fui ali e que era? Esse moço teve esse sonho exatamente correto, e o Senhor me deu a correta… Recordem, eu disse: “Há algo pelo que vou ali; era o mistério do Sete Selos, isso estava selado no interior daquele monte do Senhor. Regressei em seguida com a abertura dos Sete Selos. Vêem?

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

A Nuvem de Anjos


SENHORES, É ESTE O TEMPO?
William M. Branham
30 de Dezembro de 1962
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

179 – Agora, nesta visão, ou enquanto falava, olhei e vi uma coisa estranha. Agora, pareceu como que se meu filho José estivesse ao meu lado. Estava lhe falando. Agora, se observarem a visão bem detidamente, verão porque José estava aqui parado.

180 – Olhei e havia um grande arbusto. E sobre este arbusto numa — numa constelação de aves, avezinhas pequenas, como que de meia polegada de comprimento, meia polegada de altura, eram pequenas veteranas. Suas peninhas estavam alvoroçadas. Havia como que duas ou três na rama de cima, seis ou oito na próxima rama, e quinze ou vinte na rama seguinte, descendo em forma de pirâmide. Aqueles seres, pequenas mensageiras estavam muito esgotadas. Estavam olhando para o leste e na visão eu estava em Tucson, Arizona. Isto foi feito com muito propositalmente porque Ele não queria que eu falhasse em ver onde me encontrava, eu estava tirando de mim uns carrapichos do deserto. Eu disse: “Agora sei que esta é uma visão e sei que estou em Tucson. E sei que essas avezinhas ali representam algo.” E elas estavam olhando para o leste. De repente tomaram desejo de voar, se distanciando e se foram para o leste.

181 – Tão logo que se foram, veio uma constelação de aves maiores. Pareciam pombas, com asas pontiagudas, de cor cinza, uma cor pouco mais clara do que eram aquelas primeiras mensageiras pequenas. E vinham para o leste velozmente. E assim que se perderam de vista, me voltei de novo para olhar para o oeste, e ali aconteceu. Houve uma explosão que na verdade sacudiu a terra inteira! Agora, não percam isto! E vocês na gravação, estejam certos de obterem isto corretamente.

182 – Primeiro uma explosão! E me pareceu como o rompimento da barreira do som,  ou como queiram que o chamem quando os aviões cruzam o som, e o som regressa a terra. Absolutamente sacudiu como um estrondo à coisa toda. Então pode haver sido um — um grande estrondo de trovão ou semelhante ao relâmpago. Não vi o relâmpago. Só ouvi aquela grande explosão que seguiu, que soou como se fosse do sul desde onde eu estava, para o México.

183 – Porém sacudiu a terra, e quando o fez, eu ainda estava olhando para o oeste. E bem longe na eternidade, vi uma constelação de algo se aproximando. Parecia como se fossem pontinhos. Ali não havia menos de cinco nem mais de sete. Porém estavam em forma de uma pirâmide, como aquelas mensageiras se aproximando.

184 – E quando se aproximaram, o poder do Deus Todo Poderoso me levantou para encontrá-las. Posso ver aquilo… Aquilo nunca me deixou… Oito dias se passaram, e ainda não pude esquecer aquilo. Nunca tem havido algo que me preocupe como isso o tem feito. Minha família lhes contará.

185 – Eu podia ver aqueles anjos, aquelas asas velozes atrás, viajando mais rápido que o som pode viajar. Vinham da Eternidade, como que num piscar de olhos. Nem mesmo o suficiente para pestanejar, somente um abrir de olhos. Ali estavam eles. Não tive tempo para contar; não tive tempo… Somente pude olhar! Anjos fortes e de grande poder, brancos como a neve! Asas na cabeça e eles estavam “uii, uii” [Som de um assobio – Trad.] e quando o fizeram, fui arrebatado àquela constelação em forma de pirâmide. Pensei: “Agora, isto é…” Estava entorpecido dos pés à cabeça e disse: “Oh! Isto significa que haverá uma explosão que me matará. Eu estou ao final de meu caminho. Não devo dizer isso à minha gente quando esta visão se for. Não quero que saibam acerca disto, porém o Pai Celestial me deixou saber que meu tempo tem terminado. Não o direi à minha família porque assim se preocuparão por mim, porquanto Ele está pronto para ir, estes Anjos têm vindo por mim e morrerei muito em breve em alguma espécie de explosão.”

186 – Então veio a mim, enquanto estava naquela constelação: “Não, não é isso. Se isso tivesse te matado, teria matado a José, e eu podia ouvir a José me chamando.” Então, novamente voltei e pensei: “Senhor Deus, que significa esta visão?” Me perguntava, e então veio a mim, não uma voz, apenas veio a mim. Oh! Esses são os Anjos do Senhor vindo a mim para me darem nova comissão! E quando pensei isso, levantei minhas mãos e disse: “Oh, Senhor Jesus! Que terás para que eu faça?” E a visão me deixou.

187 – Estive entorpecido por quase uma hora.

188 – Agora, vocês sabem o que são as bênçãos do Senhor. Mas o poder do Senhor é inteiramente diferente. O poder do Senhor nessas classes de lugares, eu o tenho sentido muitas, muitas vezes antes em visão, mas nunca desse modo. Se sente isto como um temor reverencial. Estava tão assustado até ao ponto em que fiquei paralisado na presença daqueles Seres. Como disse Paulo: “Digo a verdade,  não minto.” Vocês já me apanharam dizendo algo errado acerca de alguma coisa como essa? Algo está se preparando para acontecer!

189 – Então, depois de um momento, disse: “Senhor Jesus, se vou ser morto, deixe-me saber isso para não dizer à minha gente acerca disto; porém se é alguma outra coisa, deixe-me saber.” Não houve resposta.

190 – Depois que o Espírito me deixou, cerca de meia hora ou mais, imagino, eu disse: “Senhor, se então vou morrer e Tu tens terminado comigo na terra e –e  serei levado agora ao lar, se for isto, está bem. Está muito bem.” Então eu disse: “Se é isso, deixe-me saber. Envie Teu poder novamente a mim. Então saberei e não direi à minha gente ou a ninguém sobre isso, porque Tu estás pronto para vir e me arrebatar.” E nada sucedeu. Esperei um momento. Então disse: “Senhor Jesus, se não é isso, antes significa algo que devo fazer, algo que mais tarde me será revelado, então envia Teu poder. E aquilo quase me arrancou do quarto”.

191 – Me encontrei  ali num canto. Podia ouvir a minha esposa em algum lugar tratando de entrar no quarto. A porta estava fechada. Eu tinha minha Bíblia aberta e estava lendo… Não sei, porém creio que era no capítulo 9 de Romanos, o último versículo:

Eis que ponho em Sião pedra de tropeço, pedra angular, preciosa, aquele que Nela crer não será envergonhado.

192 – Eu pensei: “É estranho que esteja lendo isso” (O Espírito ainda estava sobre mim no quarto.)

193 – Fechei a Bíblia e permaneci ali. Me dirigi à janela (era por volta de dez do dia, ou mais), e levantei minhas mãos e disse: “Senhor Deus, não entendo. Para mim este é um dia estranho. E estou quase fora de mim.” Disse: “Senhor, que significa isso? Se és Tu, deixa-me ler isso outra vez.” Agora, isso soa como criancice. Levantei a Bíblia e a abri. Ali estava novamente  no mesmo lugar. Paulo dizendo aos judeus que eles trataram de…dizendo aos romanos que os judeus trataram de aceitar aquilo por obras, mas é pela fé que cremos nisso.


O RAPTO
William M. Branham
04 de Dezembro de 1965
Yuma – Arizona – U.S.A.

97 – Estamos prontos agora mesmo. A única coisa que resta é que a igreja que saíra, tem que permanecer na presença do sol para madurar. Dentro de pouco tempo passará a grande colhedeira debulhadora. A palha será queimada, porém o grão será levado ao celeiro. Vocês não estão cegos, Vocês não estão cegos, são gente sensível. E se eu estivesse dizendo estas coisas com o fim de prejudicar… Porém digo isto porque é Vida, porque sou responsável ante Deus para dizê-lo. E tenho que dizê-lo. E tenho que dizê-lo! E minha Mensagem…Sabendo todo o tempo desde há muitos anos campanha de cura, etc., tudo era para captar a atenção das pessoas, sabendo que a Mensagem viria. E aqui o temos. E logo a abertura dos Sete Selos – os mistérios – mostrando todas aquelas coisas que haviam acontecido. Eu não sabia isso. Porém há homens aqui esta noite que estavam ali no Tabernáculo quando me ouviram pregar o sermão: “Senhores, que horas são?” E naquela manhã (no dia 28 de fevereiro de 1963), exatamente onde o Espírito disse que estaria, estavam parados ali sete anjos diretamente do Céu. E quando eles subiram da terra, os levou um torvelinho, e nós ali contemplando se foram para o noroeste. Os cientistas tomaram fotografias através do oeste dos Estados Unidos e também no México. 


O PROFETA DO SÉCULO XX
A NUVEM DE ANJOS

Por muitos anos o irmão Branham soube por revelação que chegaria a hora quando Deus demandaria dele que ele se mudasse para o Oeste. Sem receber uma revelação direta de Deus ele sentiu que gostaria de ir para Tucson. Ele, portanto, planejou conformemente.

Em 22 de dezembro de 1962, quando se levantava da cama, uma visão irrompeu diante de seus olhos. Ele se viu no Arizona, de pé numa montanha, contemplando Tucson do alto. Ele se inclinou para tirar carrapicho [cardo – Trad.] da calça. Seu filho, José, parecia estar de pé por perto. Ele se levantou, e ao fazê-lo, veio uma explosão do céu desde o sul. Foi tal explosão, que sacudiu as montanhas, fazendo com que as pedras rolassem encostas abaixo. Como um terremoto ela sacudiu os morros. Quando esta explosão de trovão sacudiu a terra, um fulgor de luz, que se transformou num grupo de sete anjos poderosos, arrebatou-o para cima com tremenda velocidade. O impacto desta visão foi tão grande que ele literalmente se sentiu pasmo por vários dias. Ele se perguntou se isto significava a morte. Ele achou que não devia considerar isso, uma vez que José estava perto dele e ileso pelo choque da explosão.

Tendo discutido esta visão peculiar com o autor em 26 de dezembro, nós sentimos, conhecendo este maravilhoso profeta de Deus, que os anjos que vieram com voz de trovão foram enviados de Deus como sinal de que ele saberia o que estava no capítulo dez de Apocalipse com respeito aos sete trovões que João ouviu, mas que não escreveu. Isto era uma suposição. Ninguém sabia com certeza o que significava.

O Rev. Branham mudou para Tucson imediatamente. E não estando em reuniões no momento, ele foi caçar nas montanhas com dois amigos, Gene Norman e Fred Sothmann. Os dois amigos não foram na companhia imediata do Rev. Branham enquanto caçavam, mas estiveram alguma distância à parte. Enquanto o Rev. Branham estava na encosta da montanha, ele se curvou para tirar carrapicho da perna da calça. Enquanto assim fazia, uma poderosa explosão saiu do sul, balançando as montanhas de tal modo que pedras grandes arredondadas pela erosão rolaram encosta abaixo, e pedras pequenas pareciam dançar de um lado para outro. Por um momento ele temeu que algum caçador o tivesse atingido. Ele ficou tão chocado com tudo isto. Então vieram em realidade sete anjos poderosos como uma pirâmide ou a letra “V”, precipitando-se em sua direção na velocidade da luz. Pareceu-lhe ter sido arrebatado neles, e com seu terrível trovão. Então uma voz clamou: “Volte para o Leste.” Ele sabia que era tempo de voltar a Jeffersonville para pregar os sete selos e revelar os mistérios não escritos dos trovões no livro de Apocalipse.

Agora, aqui está a verdade. Os dois homens que estavam com ele correram e tentaram encontrá-lo. Eles tinham visto a luz, mas não tinham visto os anjos na luz ofuscante. Eles ouviram o terrível trovão quando rugiu do sul. Eles viram o homem de Deus abalado pela poderosa visão.

Esta cena aconteceu fora de Flagstaff, Arizona. No exato dia e hora deste tremendo evento, o que pareceu ser uma nuvem, formou-se no céu. Ela tinha trinta milhas de largura [48 km – Trad.] e vinte e seis milhas de altura [42 km – Trad.].  

Estava na parte da atmosfera em que nunca se formam nuvens, tampouco se podem formar. Mediante investigação (muitas fotos foram tiradas) constataram que não tinha havido jatos no ar, e não sabiam de que maneira as nuvens poderiam ter-se formado. Os meteorologistas escreveram num jornal científico sobre esta nuvem peculiar em forma oval, que era tão grande e se deslocava rapidamente em direção leste. Ninguém faz idéia de onde ela veio, como chegou ali, e para onde foi.  

Mas o povo que conhece a verdade sobre essa nuvem – uma nuvem de anjos que Deus permitiu que se manifestassem para confundir os olhos do mundo.  

A revista Life, de 17 de maio de 1963, apresenta quatro fotos da nuvem.  

A revista Science, de 19 de abril de 1963, na capa da frente, também apresenta a foto.

Em março o Rev. Branham voltou para o Leste para pregar sobre os selos. Do dia 17 ao 24 ele ensinou. O que ensinou, ele nunca soube previamente. Na verdade, ele ensinou de tal maneira a corrigir certas coisas que previamente havia ensinado. A razão para a correção foi que cada dia, enquanto esperava em Deus, aquela chama de fogo âmbar aparecia, e da nuvem a voz de Deus falava revelando-lhe a exata verdade do conteúdo dos Selos e o que os sete trovões proferiram.

“Assim diz o Senhor,” na boca de um profeta retornou a esta geração – a última geração – porque todas as coisas estão se cumprindo conforme a Palavra do Senhor.


É SUA VIDA DIGNA DO EVANGELHO?
William M. Branham
30 de Junho de 1963
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

06 – Creio que me disseram que o irmão Hickerson tirou isto de uma revista, e colocou em minha escrivaninha lá atrás. Que é aquela constelação de Anjos que… que está na revista da qual eu falei. Vêem a forma da pirâmide? Veja este aqui deste lado, a asa pontuda vindo de seu tórax assim do lado da minha mão direita, como eu falei deste mesmo púlpito a meses e meses e meses atrás. Vêem? Aí está. E a revista Look… ou, a revista Life tem isto, a… a edição de maio, 17 de maio, creio que é ( está isto certo), a edição de 17 de maio. A Sra. Wood estava me dizendo hoje que muitos telefonaram para ela e perguntaram… Isso está na edição de 17 de maio.

07 – É uma nuvem misteriosa. A nuvem tem vinte e seis milhas de altura e trinta milhas de largura. E era a respeito disto que estávamos falando aqui. E foi lá quando o Anjo do Senhor desceu e estremeceu o lugar, e tudo… Isto soou mais alto… 

08 – Eu sei que há um homem se… Eu penso que é o irmão Sothmann – eu o vi a algum tempo atrás em algum lugar – ele está aqui – ele estava de pé (sim, bem aqui atrás) – ele estava perto quando isto aconteceu. Eu penso que eu não estava muito longe dele; eu somente o vi. Tentei acenar para ele ( eu estava com seus binóculos), que o… os animais os quais estávamos caçando tinham… não estavam naquela colina. Agora, eles foram para outra colina. Eu os havia encontrado um dia antes e lhes disse para onde ir. E eu vim até aqui onde talvez  eles viessem deste lado, eu simplesmente atiraria para cima e os faria correr de volta para aquele lado, para que então eles pudessem obter seus… seu… seu animal. Então… Javali era o que era isto.

09 – E então, eu fui para este lado, e eles não estavam… eles não estavam em nenhum dos lados. Eu vi o irmão Fred sair, e eles não estavam lá. Ele voltou, e o irmão Norman desceu a colina. E eu virei, desci por uma pequena fenda e subi… somente eu… mais ou menos uma milha e meia através de uma região realmente escarpada. E eu estava assentado e estava simplesmente olhando para os lados. O dia estava raiando, eu estava apanhando aqueles, o que chamamos lá de cabeça de bode… algo como um carrapicho… tirando-os da perna de minha calça, exatamente da mesma maneira que vi a mim mesmo fazendo quando eu estava aqui lhes dizendo a respeito da visão, cerca de seis meses, antes que isto acontecesse. E eu disse, “Isto é estranho. E veja como estou perfeitamente ao norte de Tucson, como no nordeste, faz…” Tucson, vocês recordam que eu disse um pouco para o sudoeste. E eu disse, “Isto é estranho”. E eu estava olhando para o… carrapicho assim, tirando-os de minha… muitos deles… das pernas de minha calça. Se você nunca foi lá, aquela é uma região árida. Não é como aqui de maneira alguma. Cerca de vinte vezes mais claro, e não há árvore alguma e coisas como há aqui, somente cactos e areia.

10 – Então eu… eu estava simplesmente olhando para isto desta maneira. Eu somente levantei meus olhos; assim, eu diria que, a meia milha de mim eu vi a cabeça toda de… uma manada de javalis, deitados… vindo do final onde eles estavam comendo algo. E eu pensei, “Agora, se eu pudesse tão somente conseguir o irmão Fred e o irmão Norman para lá, é simplesmente aquele o lugar.”

11 – E numa tarde antes o Espírito Santo estava tão tremendo no campo… que Ele estava me dizendo coisas que haviam acontecido e tomado lugar… eu tive que levantar e me afastar do campo. E então naquela manhã seguinte eu havia subido lá, e eu comecei… eu disse, “Agora, se eu pudesse encontrar o irmão Fred, eu o levaria ao redor desta montanha, a qual era cerca de uma milha para este lado. Eu teria que ir cerca… cerca de duas milhas ou mais para apanhá-lo, talvez três, de volta deste lado, descendo isto que chamamos de atalho, subir desta maneira, até em cima destas escarpadas e recortadas montanhas e descer para este lado, atalhar e atravessar e descer nesta direção e apanhá-lo. E então ele teria que descer até o pé da colina para conseguir o irmão Norman, o qual provavelmente estaria a quatro ou cinco milhas, então voltar. E eu iria colocar um… um pequeno pedaço de um lenço de papel, que eu iria pendurá-lo em um pedaço de.. em um arbusto lá, para que então eu pudesse me orientar a que cordilheira sair quando eu voltasse.

12 – E eu… eu simplesmente atravessei uma pequena cordilheira onde havia várias rochas recortadas, e havia um… rastros de veado vindo mais ou menos do outro lado cerca de, oh, quarenta, cinquenta jardas sob um penhasco. E isto era cerca de… oh, o dia já estava alto. Eu diria que eram umas 8:00 ou 9:00 horas. Não pensa você que era algo assim, irmão Fred? Talvez 9:00 horas ou algo assim. Eu corri para este lado rapidamente para que os javalis não me vissem. Vocês sabem, eles são porcos do mato, selvagens, e são muito assustados. 

13 – Então eu… eu subi a colina deste lado e atalhei… e comecei a correr pela colina, e eu simplesmente corri a pequeno… que chamamos de… de trote brando; e de repente a região toda estava simplesmente abalada. Eu nunca ouvi tão terrível explosão. Tudo estremeceu, e as rochas rolaram. Eu senti como que… parecia que eu havia pulado um metro e meio do chão. Isto somente… simplesmente me assustou. E eu pensei, “ Oh,…” Eu pensei que eu havia sido atirado, que alguém… Eu estava com um chapéu preto. Eu pensei que eles deviam ter pensado que era um javali subindo a montanha, alguém havia atirado em mim. Isto veio tão estrondoso sobre mim desta maneira. Então subitamente algo disse, “Olhe para cima!” Lá estava. Então Ele me disse, “É a abertura daqueles Sete Selos, volte para casa.” Então aqui estou. 

14 – Eu encontrei com o irmão Fred e o irmão Norman cerca de uma hora mais tarde quando eu os achei, e eles estavam agitados e falavam a respeito disto. E aí está! E a ciência diz que é impossível para… para qualquer tipo de… de névoa ou qualquer coisa chegar àquela altura… nevoeiro, neblina. Vêem, isto somente chegaria …eu não sei. 

15 – Eu… eu… nós… quando vamos para o estrangeiro, viajamos a nove mil pés de altura; isto é acima das tempestades. Isto é aproximadamente cerca de quatro milhas. Eu diria, vamos dizer talvez quinze milhas até que você não obtenha mais nenhuma névoa. Mas isto é vinte e seis milhas, e ela esteve pairando lá o dia inteiro. Vêem? Eles não sabem o que é isto. Mas graças ao Senhor, nós o sabemos. Obrigado, irmão Hickerson. Eu guardarei isto na minha escrivaninha lá. Quando eles escreverem o livro, então, poderemos obtê-lo.


PARADO NA BRECHA
William M. Branham
23 de Junho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

79 – Agora… Mas da maneira que você observou, no sonho do irmão Jackson, que lá não havia nenhuma escrita nesta Rocha no lado de dentro. Foi por isto que eu fui para o oeste. Agora, como isto aconteceu… E eu lhes disse, “Que algum dia eu lhes diria o que isto queria dizer”. Eu fui para o oeste por causa disto. E lhes contei a visão onde as pessoas, ambos, na fita e aos que estão presentes aqui nesta manhã, saberão tomando “Senhores, é este o tempo?” E qualquer um de vocês, irmãos que estão ouvindo a fita e que não tem esta mensagem, e desejam seguir isto, veja, “Senhores, que tempo é este?” (A Palavra Falada, Vol 2 n° 11 – Ed.) Antes… Semanas e meses antes que isto acontecesse aqui, eu vi a visão que estava em Tucson, e eu estaria tirando carrapichos da perna de minha calça e um… um estrondo sairia dali e quase que pereceria como… estremeceria a região. Quantos de vocês recordam disto? Um estrondo que estremeceria a região.

80 – Bem, acontece que, pelo menos um homem que estava lá de pé quando isto aconteceu, está aqui presente nesta manhã. Isto arrancou as pedras fora do monte. E agora eles… Nós encontramos que durante aquele tempo eu vi sete Anjos na forma de uma pirâmide que me atirou no chão e me levantou. E eu fui trazido para o leste para abrir os Sete Selos para Deus. E se vocês não tem tido seus… Se Jesus permanecer, e eu… O meu bisneto, os filhos pequenos de Paul… Aquilo permanecerá sendo a verdade Eterna de Deus! Agora, aquilo foi para encontrar… Aquilo foi selado dentro desta montanha. Aquilo não foi escrito. Isto teve que ser interpretado. E quando eu voltei, o primeiro Anjo, na primeira noite, abriu o Selo contrário a qualquer coisa que alguma vez ouvimos em nossa vida. E todos os sete vieram da mesma maneira. Vocês sabem disto. Vocês estavam aqui presentes quando isto aconteceu; muitos de vocês.

81 – E agora, eu não sabia disto naquele tempo, mas o irmão Fred Sothmann, eu sei que ele está aqui. e também tenho certeza de que o irmão Norman está aqui. Nós estávamos lá em cima… Eu tive que ir a Houston a respeito do salvamento daquele mocinho da cadeira elétrica. E então eu voltei e fui caçar lá em cima com os irmãos. E naquela manhã, eu estava lá de pé tirando cardos ou… ou o que eles chamam de “carrapichos” lá; para tirar os carrapichos de perna de minha calça. E o estrondo foi exatamente da maneira que Isto havia dito. Não é isto correto, irmão Fred? E eu… eu… eu devo ter dado um pulo do chão. E logo acima de mim estavam os Anjos do Senhor que trouxeram a Mensagem de volta, para eu vir aqui e romper estes Selos. Por que aqui? Por que no Tabernáculo? Por que eu não fiz isto lá? Porque eu fiz uma promessa a minha igreja e a Deus, que qualquer mensagem nova que fosse gravada sairia daqui deste Tabernáculo. E Ele estava ajudando-me a guardar a minha palavra, para permanecer aqui atrás e fazer isto. E então eu voltei imediatamente outra vez.

82 – E agora, eu não sabia naquela época, que eles estavam tirando fotos daquilo, os cientistas que estavam como os Anjos eles mesmos descendo do Céu para trazer a Mensagem. E vocês recordem, eu disse que um lado direito da constelação tinha… como que atrás no tórax, suas asas… Vocês recordam quando eu disse isto, todos vocês? E como eu O observava? Ele era muito diferente dos outros. E eu não sabia que eles estavam tirando fotos Daquilo, porque imediatamente eu me apressei para o leste. Mas voltando para casa em Tucson, lá estava Aquilo através de todos os jornais que havia sido visto por todo o Estado ou até o México, e em todos os Estados do Oeste. E eu penso que o Courier aqui… Isto estava no Associted Press. E quantos viram uma nuvem misteriosa no Céu? Vêem vocês as mãos. E agora, a Revista Life apanhou isto. E eu tenho o …o artigo aqui, nesta manhã. Na Revista Life lá… sobre o show…Agora, aqui está Ela, no mesmo tempo em que eu estava lá. Vêem a pirâmide da Nuvem? Eu estava de pé bem debaixo disto. E lá… Vêem o Anjo legivelmente do lado direito? Vêem a asa pontuda dele? Exatamente como foi dito. E aqui está numa vista do México e de diferentes lugares onde eles tiraram a foto. Agora, estes cientistas aqui estão tentando a …conseguir todas as informações a respeito da foto que ele pode… sobre as pessoas que possuem a foto. Ele está tentando isto. 

83 – Agora, ele diz aqui que isto seria impossível de ser uma nuvem porque a umidade não vai mais do que… Eu diria que cerca de mais de nove ou uns doze quilômetros de altura, algo assim. Quando nós vamos ao estrangeiro geralmente nós voamos a uma altitude de quase seis mil metros de altura, então estamos acima das tempestades. Mas esta nuvem, de acordo com este artigo aqui deste cientista, está a quase quarenta e dois quilômetros de altura. Isto estaria quilômetros e mais quilômetros além da umidade. E ele disse, pesquisando a área… e agora, vocês sabem que eu… Quantos recordam que eu lhes disse, “Isto soou como o som de um acidente de avião”? Recordam? Mas lá não havia nenhum avião naquela região. Assim diz o livro aqui. Eles pesquisaram isto. Lá não havia nenhum…?…avião lá em cima. E além do mais, isto não poderia… Aquela névoa atrás de um avião não é nada a não ser ar dissolvido, gases. Causa esta força de sucção através desta umidade, como o jato. Enquanto está puxando a si mesmo, isto rompe a umidade do ar. Não se pode ficar livre disto enquanto houver um jato, porque isto tem que… É nisto que ele é impulsionado. E é a umidade fugindo disto.

84 – Porém aqui está, quilômetros acima onde não poderia haver umidade, e nenhum avião na área. E Isto não poderia ser umidade lá em cima, e estar lá pendida naquele dia. São quase quarenta e nove quilômetros de largura e uns quarenta e dois quilômetros de altura. Vê você? Exatamente o mesmo, Isto era aquela foto lá, quando eu lhes disse, “o Anjo do Senhor com a Coluna de Fogo anos atrás”, antes de alguma vez ser tomada. Deus fez com que a ciência reconhecesse que Aquilo é a Verdade. E aqui uma das profecias que foram dadas… Deus fez com que a ciência testificasse que Aquilo é a Verdade. Agora, onde estamos nós parados? Eu quero guardar isto, pois eu posso falar com um amigo meu que está aqui presente nesta manhã para… para escrever estes Sete Selos. Ele pode querer usar este para isto. E então, você que tem uma cópia disto… Porque, se você tem uma, segure-a para referência. Vêem?

85 – Agora, ele está desejando descobrir, mas que bem faria dizer-lhe aquilo? Ele riria disto. Vêem, ele simplesmente riria. Então não vamos lançar nossas pérolas desta maneira. Mas nós sabemos, a Igreja sabe, e Deus sabe que Isto é a Verdade.

86 – E então eu estava orando sobre este assunto, e querendo saber o que aconteceria comigo, e vocês sabem onde eu estava? No norte de Tucson, a leste de Flagstaff; exatamente, no lugar onde eu lhes disse meses antes que isto acontecesse, que eu estaria parado. Exatamente, de acordo com este papel aqui e… o jornal… ou esta revista, e o nosso próprio testemunho; exatamente onde isto tomou lugar. Deus é perfeito e não pode mentir. E isto acontecerá. 


HOJE TEM SE CUMPRIDO ESTA ESCRITURA
William M. Branham
19 de Fevereiro de 1965
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

104 – Na revista “Life”, a edição de 17 de maio de 1963, saiu um artigo acerca desta nuvem sobrenatural no qual disseram: “Círculo misterioso de luz no ar sobre Tucson e Phoenix, Arizona”. E isto sucedeu exatamente da maneira que o disse quase um ano antes de suceder. A nuvem saiu como que na forma de um triângulo. Temos a fotografia da nuvem pendurada na igreja. Disseram que estava a uma altura de 27 milhas e tinha 30 milhas de largura; todavia não entendem o que sucedeu. Apareceu misteriosamente e desapareceu de igual maneira. O irmão Fred Sothmann, o irmão Gene Norman e eu estávamos de pé ali como três testemunhas. Como também nosso Senhor levou a Pedro, Tiago e João ao monte como testemunhas. Vimos quando isto sucedeu. Ali estava nos céus, tão alto onde não há umidade nem nada para causar uma nuvem, como podia então estar ali? Foi formada pelos Anjos de Deus regressando depois de haver dado Sua Mensagem. Hoje tem se cumprido esta profecia em nosso meio! 


SHALOM
William M. Branham
12 de janeiro de 1964
Sierra Vista, Arizona, U.S.A.

64 – Mas observou você que antes dos Sete Selos serem revelados, antes da grande e misteriosa Luz se mostrar nos céus aqui em cima de Tucson, Flagstaff, onde estávamos? O irmão Fred, dois dos homens que estavam… os dois homens estavam comigo naquela manhã. Quando, aquilo foi dito meses e meses antes da época, que aconteceria. Ambos, o irmão Fred Sothman e o irmão Gene Norman sentado aqui nesta manhã, quando isto… estavam lá quando houve o estrondo, e não sabiam que estas coisas aconteceriam. E Ele me enviou de volta, disse que o tempo estava à mão para estes Sete Selos os quais guardavam os sete mistérios de toda a Bíblia, foram selados com estes Sete Selos. E como que estes anjos, indo pelo caminho, mensageiros das Eras da Igreja, abriram certa parte daquilo. Mas na sétima hora, o sétimo mensageiro, todos estes mistérios se terminariam. Vêem? O sétimo mensageiro terrestre, vêem, este anjo do qual Ele fala estava então na terra. Um anjo significa “mensageiro”. E então, depois daquilo, ele viu outro Anjo descendo, não o anjo terrestre ao qual foi dada a Mensagem aqui, mas o (outro) Anjo poderoso veio do Céu com um arco-íris sobre Ele, e colocou Seu pé na terra e no mar, e jurou por Aquele que vive para sempre, “Não haverá mais tempo”. Vêem? Mas antes que Ele soltasse aqueles Sete Selos para revela-los, Ele mostrou milagrosamente, Ele mostrou primeiro nos céus.  

65 – Naquele dia eles tiraram fotos através de todo o sul dos Estados Unidos e do México. Isto está colocado lá na Revista Life, continua um mistério para eles. Mas Ele declara isto nos céus antes de fazê-lo na terra. Ele sempre faz isto. Ele mostra Seus sinais nos céus primeiro.  


CASAMENTO E DIVÓRCIO
William M. Branham
21 de Fevereiro de 1965
Parkview Junior High School
Jefersonville – Indiana – U.S.A

255 – Algo disse a mim, “Vá lá adiante nas montanhas, e lá Eu falarei contigo.” 

256 – E enquanto eu estava lá nas montanhas… Não sabendo que lá embaixo em Tucson eles estavam vendo aquilo, e até os professores chamaram as crianças (minha menina e eles) — das aulas e disseram: “Olhem lá adiante na montanha. Lá está uma nuvem de fogo cor âmbar subindo no céu e descendo, subindo no céu e voltando.” 

257 – Sra. Evans, você está aqui? Ronnie, você está aqui? Depois voltei e fui lá no posto; aquele jovem moço (lá no posto de gasolina, dos Evans lá) – e antes que eu soubesse o que ia falar, ele me pegou de surpresa, ele disse: “Irmão Branham, você estava lá em cima naquela montanha, não estava?” 

258 – Eu disse, “O que você disse, Ronnie? Não.” (Viu? Só para ver o que ele ia dizer). Muitas vezes as coisas acontecem que eu não  a gente não fala para qualquer um. Torna-se… A coisa é assim, a gente vê tanto daquilo acontecendo que torna-se comum para a gente. Vê? Eu não falo estas coisas para o povo. Eu disse: “Ronnie, o que você…?” 

259 – Ele disse: “Eu posso mostrar-lhe exatamente onde você estava.” Disse: “Eu chamei mamãe, e nós ficamos ali e vimos àquela nuvem pairando lá em cima, subindo e descendo. Eu disse: tem que ser o irmão Branham que está assentado lá em cima em algum lugar. Aquilo é Deus falando com ele!”  

260 – E o povo da cidade inteira viu aquilo. Num dia bem claro, o céu limpo, sem nuvem alguma, somente com esta enorme  Nuvem de cor âmbar pairando lá, descendo como um funil e subindo e alargando-se. 

261 – Amigo (e daqui irei encerrar, e então você pode prosseguir daqui), aquilo aconteceu quando isto estava sendo revelado para mim o que eu irei dizer para vocês agora mesmo. Então não perca isto. 


QUEM É ESTE MELQUISEDEQUE?
William M. Branham 
21 de Fevereiro de 1965 
Jeffersonville – Indiana – U.S.A. 

22 – Agora, recordem, aquela Luz que estava naquela nuvem que deu a revelação. . . Eu estava. . . Minha menininha estava me dizendo, Sara aqui, que quando eles. . . Aquela escola ali em Arizona estava olhando para cima ali a um céu sem nuvens e vendo esta nuvem misteriosamente, naquela montanha, subindo e descendo com um Fogo Âmbar ardendo nela. A professora despediu as classes e a escola e os levou fora em frente e disse: “Vocês alguma vez viram qualquer coisa como essa? Vejam a maneira que é.” Recordem, essa é a mesma Luz Âmbar que está sobre a rocha! Então é o mesmo Deus, a mesma revelação. Disse: “Diga-lhes para fazer isso.” É o que lhes disse esta manhã, então ali está.


AO NASCER DO SOL – O PODER VIVIFICADOR
18 de Abril de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

05 – Vendo que nosso tempo aqui é limitado, e em particular por cauda daqueles amigos que estão escutando pelo telefone, desejo chamar sua atenção, nesta manhã, a uma fotografia que foi captada há algum tempo pela câmara, cerca de uma visão que tive aqui mesmo no Tabernáculo a qual se relacionava com minha partida de Indiana para Arizona, onde devia encontrar-me com sete Anjos em forma de pirâmide. Não sabendo o que sucederia, depois que cheguei ali, estava pensando que seria o fim de minha vida; pois ninguém poderia haver sobrevivido a uma explosão tão forte. Estou seguro de que vocês conhecem todos os detalhes disto. Logo, certa manhã como esta, estando em oração ali no Canyon Sabino, foi colocada uma espada em minha mão, e me foi dito: “Esta é a Palavra; a Espada da Palavra”. 

06 – Depois apareceram os Anjos como foi profetizado; e ao mesmo tempo um grande aerólito de Luz ascendeu ao ar desde onde eu estava de pé, e logo se foi a uma altura de trinta milhas (48 quilômetros) e formou quase um círculo, como se fossem as asas dos Anjos, e ali mesmo nos céus desenhou a forma de pirâmide com a mesma constelação de Anjos que apareceram. 

07 – Desde o México a ciência tirou a fotografia enquanto a Nuvem se moveu da parte norte de Arizona onde o Espírito Santo disse que eu estaria de pé (quarenta milhas ao noroeste de Tucson). Isto subiu ao ar, e a revista Life publicou as fotografias de algo místico ali na esfera onde não podia haver umidade nem evaporação de classe alguma, a trinta milhas de altura e vinte e sete milhas de largura, subindo do lugar onde aqueles Anjos estavam parados. 

08 – Agora, os cientistas buscaram saber; ali em Tucson um deles queria saber o significado porem eu não lhe disse nada. Vocês o sabiam de antemão; isto não era para eles; era para vocês. 

09 – Ele me falou ali mesmo, e disse: “Os Sete Selos serão abertos. Os sete mistérios; o mistério sétuplo da Bíblia que tem estado oculto desde a fundação do mundo, será revelado”. E nós, sendo um grupo pequeno e humilde em comparação com o resto do mundo, temos nos regozijado com estas bênçãos, havendo escutado estes mistérios: Casamento e Divórcio, A Semente da Serpente, e todas aquelas perguntas nos tem sido completamente reveladas, não pelo homem, mas por Deus mesmo, Quem nos tem aberto estes sete mistérios do que foi a Igreja, como foi em Cristo no princípio, e como seria revelado isto nos últimos dias.

10 – Agora, à medida que isto foi subindo… Temos a fotografia aqui mesmo para ver se vocês notam como a revista Life a publicou. Porém me ponho a pensar se minha congregação aqui visível tem olhado esta fotografia como em verdade deve ser vista. Vocês se recordam que eu estava pregando quando chegou esta visão. Estava pregando sobre o tema do livro de Apocalipse, aonde vimos a Jesus em Apocalipse capitulo um. Quando começamos a abrir as Sete Eras da Igreja, antes da abertura dos Sete Selos, Cristo estava de pé com o cabelo branco como a lã. Então eu lhes falei em detalhe de como faziam os juízes na Inglaterra e os juízes da Antiguidade, quando estes subiam ao tribunal a prestar juramento quando a suprema autoridade lhes era dada; eles punham sobre a cabeça uma peruca branca que demonstrava sua autoridade suprema.

11 – Bem, se você toma a fotografia, e a vira nesta forma, e a observa (a devem ver de toda a audiência), é Cristo. Podem ver Seus olhos olhando tão perfeitamente quanto pode ser, usando a peruca branca de Suprema Deidade e Juiz dos Céus e da terra? Podem ver Seus olhos, Seu nariz e Sua boca? Somente virem a fotografia ao contrário da forma que foi publicada, a esta posição, tal como deve ser. O podem ver? Ele é o Juiz Supremo e fora Dele não há outro. Esta é outra identificação perfeita; é uma vindicação a mais de que esta Mensagem é a Verdade. É a Verdade! E aqui está mostrando, com a peruca branca, que Ele não é a terceira pessoa, mas a única pessoa.

12 – Podem ver claramente o escuro, Sua face, Sua barba e Seus olhos? E notem: Ele está olhando. Dele emana esta Luz resplandecente, no lado direito, para o que Ele está olhando. Também na cruz Ele olhou para direita, onde perdoou ao malfeitor. Ainda marchamos em Seu Nome, na Luz de Sua Ressurreição.


O TERCEIRO ÊXODO
William M. Branham
30 de Junho de 1963
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

311 – Como você sabe a revista Life publicou isto no mês passado ali, onde, … quantos estavam aqui e me ouviram dizer a respeito do que aconteceria antes do acontecimento? Eu acho que cada um aqui na igreja. Aí está. Eles não sabem a respeito disto. Os cientistas estão tentando… “Todos têm uma foto disto, solicitem” – uma nuvem de 26 milhas de altura na forma de uma pirâmide – sete Anjos representados ali e trouxe de volta… e trouxe a Palavra de Deus, sob a inspiração e lhes disse sobre estes momentos a que  vocês estão vindo e vivendo. A mente espiritual apanhará aquilo imediatamente agora e captará. É um êxodo! Nós vamos partir em um destes dias. Graças a Deus. Recordem, agora concluirei apenas em um momento. Eu tenho dez minutos.


ENVERGONHADOS DELE
William M. Branham
11 de Julho de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

154 – Você pensaria que era uma coisa boba quando alguém… quando eu sei que há poucas pessoas no mundo que seguram no que digo ser a Verdade, se colocar aqui e dizer “ASSIM DIZ O SENHOR; Eu vou para o Arizona. Lá eu encontrarei sete Anjos em uma nuvem.” Bem, haverá um grupo de homens ali de pé para ver isto acontecer.


CRISTO É O MISTÉRIO DE DEUS REVELADO
William M. Branham
28 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

207 – A revista Life então reuniu esse Círculo de Nuvem e Luz ali que eles não puderam entender, e não o sabem ainda. Porém aqui dizendo: “Vá ali e espere que estes mistérios sejam revelados”, e aqui meses antes que isto acontecesse, e então aconteceu exatamente da maneira que Ele disse que aconteceria. Vocês notaram nessa fotografia? Até mesmo esse Anjo à direita, quando Ele estava sendo materializado, descendo, com Suas asas para trás e Sua cabeça voltando-se para um lado, ali está bem ali na fotografia, precisamente. Meses antes que isto acontecesse, foi dito aqui que: “Ele vai reunir o Corpo de crentes; para revelar, ligar aquelas extremidades perdidas”.


O SÉTIMO SELO
William M. Branham
24 de Março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

266 – Recordam da constelação, da visão dos Anjos, quando eu saí daqui para ir para o Arizona? [A congregação diz, “Amém”] Você recorda de Senhores, É Este O Tempo? [“Amém” – Ed.] Você recorda disto? Observem, houve apenas uma grande explosão do trovão, e sete Anjos apareceram. Está isto correto? [“Amém”] Uma explosão de trovão, sete Anjos apareceram.

E eu vi o Cordeiro quando Ele havia aberto o primeiro selo, e eu ouvi como se fosse voz de trovão, e uma das quatro bestas disse: Vem e vê.

267 – Observe, um trovão, Sete Mensagens que estavam seladas e não podiam ser reveladas até o último dia, desta era. Vêem o que quero dizer? [A congregação diz, “Amém” – Ed.]

268 – Agora, você observou a parte misteriosa desta semana? É isto que é. É isto que tem sido. Não tem sido um ser humano, um — um homem. Foram os Anjos do Senhor. Observe.

269 – Aqui estão assentadas três testemunhas, que uma semana atrás, um pouco mais de uma semana atrás, eu estava lá atrás em cima das montanhas, próximo ao México, com dois irmãos que estão assentados aqui. Tirando cardo, ou carrapicho, da perna da minha calça; e aconteceu uma explosão, parecia que quase ia sacudir as montanhas abaixo. Agora, isso é correto. Eu nunca disse aos meus irmãos, mas eles notaram uma diferença. 

270 – E Ele me disse: “Agora esteja pronto. Vá para o leste. Aqui está a interpretação daquela visão.” Vêem? Agora, fiquem sabendo, que o irmão Sothmann não conseguiu a caça atrás da qual ele foi. Estávamos tentando consegui-la para ele. E Ele disse: “Agora, nesta noite, como um sinal para você, ele não conseguirá isto. Você deve se consagrar neste momento para a visita destes Anjos.” E eu me senti fora de mim, vocês recordam. 

271 – E eu estava no oeste. Os Anjos estavam vindo para o leste. E enquanto Eles passavam, eu fui levantado com Eles, (vocês recordam disto?) vindo para o leste. [A congregação disse, “Amém.” – Ed.] 

272 – E o irmão Fred, aqui nesta noite, é uma testemunha, e o irmão Norman. Enquanto descíamos, eu quase persuadi aquele homem para ficar e conseguir a sua caça. É isto correto, irmão Sothmann? [O irmão Fred Sothmann, “Amém” – Ed.] Sim, ali, ele está de pé bem ali. Eu o persuadi; mas, mesmo assim, Ele disse: “Ele não conseguirá.” Eu não disse nada; segui em frente.

273 – Alguma coisa, estávamos ao lado da barraca, no dia que… Você se recorda, irmão Sothmann. E eu, tão logo que certas coisas foram ditas, eu coloquei você e o irmão Norman… Onde está o irmão Norman? Lá atrás. Os coloquei sob juramento, que eles não mencionariam o que estava acontecendo. É isto correto? [Os irmãos dizem: “Amém. Isto é a verdade.” – Ed.] Não virei eu e saí da barraca, assim? É isto certo? [“Isto é correto.”]

274 – Porque, foi isto que aconteceu, exatamente o que aconteceu, e sabendo que eu não poderia dizer isto até que isso acontecesse, para ver se as pessoas compreenderiam isto.

275 – E você observou? “Que um Anjo,” eu disse: “ali, estava um Anjo estranho.” Ele pareceu para mim mais do que o restante Deles. Vocês recordam disto? [A congregação, “Amém” – Ed.] Eles estavam em uma constelação; três a cada lado, e um em cima. E o que estava mais próximo de mim aqui, contando da esquerda para a direita, teria sido o sétimo Anjo. Ele brilhava mais, significava mais para mim do que o restante Deles. Vocês recordam? Eu disse: “Ele tinha o seu tórax para fora, assim, e estava voando para o leste” (vocês se lembram, “assim.” Eu disse: “Ele me apanhou; me levantou.” Vocês recordam disto? [“Amém”]


AQUELE QUE ESTÁ EM VÓS
William M. Branham
10 de Novembro de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

23 – Agora, de pé aqui, falei a vocês que os anjos estavam vindo. Irmão Fred, sendo um… (Eu vi irmão Fred um momento atrás. Eu pensei que ele estivesse bem aqui, mas eu o perdi em alguma parte. Oh, aqui atrás, está certo) ele estava a umas – umas duas milhas, ou uma milha e meia, ou duas milhas de onde eu estava; ouviu a explosão, sentiu a rocha e tudo mais, quando aquilo parou. Está certo irmão Fred? E ali estava o anjo que enviou de volta com aquela mensagem. E aqui até mesmo dentro da forma de pirâmide, como eu mostrei a vocês o que poderia ser aqui dentro, disse-lhes como poderiam estar antes que eu saísse. Fotografia após fotografia através do país tiraram, diretamente até o México, sendo trinta milhas de altura e vinte e sete milhas através dela. E é tão alto que até mesmo umidade ou nada pode… umidade não viaja cerca de oito ou nove milhas de altura. Então você está fora em um lugar onde não há nada para produzir umidade. Vêem? E isto estava, eu acho que era ou vinte e sete milhas de altura e trinta milhas de largura, ou era – ela era vinte… trinta milhas de altura e vinte e sete de largura, um ou outro. A revista Life mostrou isto, ou a Look. Qual foi, Look ou Life? Life! A revista Life. Eu penso que é a edição do dia 17 de maio. É isto. 

24 – Agora aí está, cientificamente, provou que é a Verdade. Assim, por esta razão nós – nós não nos preocupamos se é Verdade. Ambos, científica e espiritualmente; e o que foi dito aconteceu. Então a Mensagem dos Sete Selos, no seu final, aquela é a Mensagem da Bíblia inteira. Os Sete Selos encerram o Novo Testamento e os selam, aquilo é verdadeiro. Agora, sabemos que aquilo é pela expressão profética, pela científica, e pela Palavra. Três tem dado o testemunho por ela, de que ela é a Verdade.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – Nº 1
William M. Branham
23 de Agosto de 1964
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

238 – E então, quando fiz isso, então… e fui exatamente igual e um pouquinho depois disso me apareceu o Anjo do Senhor, disse: “Vá a Arizona”. Ouvi acontecer aquela explosão e fui ali e que era? Esse moço teve esse sonho exatamente correto, e o Senhor me deu a correta… Recordem, eu disse: “Há algo pelo que vou ali; era o mistério do Sete Selos, isso estava selado no interior daquele monte do Senhor. Regressei em seguida com a abertura dos Sete Selos. Vêem?

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário