Dã e Efraim


A ERA DA IGREJA DE SARDES
William M. Branham
09 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

80 – Ora, antes de continuarmos este assunto sobre Judas, voltemos ao Velho Testamento e vejamos Deus fazendo a mesma coisa. Em Gênesis 35: 23 – 26 os filhos de Jacó eram doze em número e seus nomes eram os seguintes: Ruben, Simeão, Leví, Judá, Issacar, Zebulon, José Benjamin, Dã e Naftali, Gade e Aser. Estes doze filhos se tornaram as doze tribos de Israel com a exceção de José que não teve uma tribo com o seu nome, porque na providência de Deus havia de ser treze tribos, e os dois filhos de José receberam a honra de formarem a décima segunda e a décima terceira tribos. Vocês sabem, naturalmente que isto era necessário pois Leví foi separado por Deus para o sacerdócio. Assim quando Israel deixou o Egito e Deus lhes deu o Tabernáculo no deserto, encontramos a tribo de Leví ministrando as doze tribos de Ruben, Simeão, Issacar, Judá, Zebulon, Benjamin, Dã, Naftali, Gade, Aser, Efraim e Manassés. A ordem dos nomes dos exércitos é esta em Números 10: 11- 28. Não há menção de José e Leví. Mas quando olhamos em Apocalipse 7: 4 – 8, onde diz “e eram cento e quarenta mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel”, e nomeia-os assim: Judá, Ruben, Gade, Aser, Naftali, Manassés, Simeão, Leví, Issacar, Zebulon, José, Benjamin. Estamos de volta às doze tribos com Leví e José nomeados entre elas, mas com Dã e Efraim faltando.

81 – Agora levanta-se a pergunta, por que são omitidas estas duas tribos? A resposta está em Deuteronômio 29: 16 – 20, “Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos pelo meio das nações, pelas quais passastes; e vistes as suas abominações e os seus ídolos, o pau e a pedra, a prata e o ouro que havia entre eles. Para que entre vós não haja homem, nem mulher, nem família, nem tribo, cujo coração hoje se desvie do Senhor nosso Deus, e vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê fel e absinto, e aconteça que ouvindo as palavras desta maldição, se abençoe no seu coração dizendo: Terei paz, ainda que ande conforme ao bom parecer do meu coração, para acrescentar a sede à bebedice; o Senhor não lhe quererá perdoar, mas então fumegará a ira do Senhor e do seu zelo sobre o tal homem toda a maldição escrita neste livro jazerá sobre ele, e o Senhor apagará o seu nome de  debaixo do céu”. Aqui se encontra pronunciada a maldição contra a idolatria, ou fornicação espiritual. A tribo que se voltava à idolatria seu nome era tirado. E a história das duas tribos cujos nomes foram tirados por causa da idolatria, se encontra em I Reis 12: 25 – 30: “E Jeroboão edificou a Siquem, no monte de Efraim, e habitou alí; e saiu dali, e edificou a Penuel. E disse Jeroboão no seu coração: Agora tornará o reino à casa de Davi. Se este povo subir para fazer sacrifícios na casa do Senhor, em Jerusalém, o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Reoboão, rei de Judá; e me matarão, e tornarão a Reoboão, rei de Judá. Pelo que o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus  deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito. E pôs um em Betel, e colocou outro em Dã. E este feito se tornou em pecado; pois que o povo ia até Dã cada um a adorar”. Oséias 4: 17: “Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o”.

82 – Note particularmente que o castigo tocante à idolatria consistiu em que o nome daquela tribo haveria de ser apagado de “debaixo do céu”. Deuteronômio 29: 20. Não diz que seria apagado “no céu ” mas debaixo do céu. E assim é exatamente, porque Israel agora está na Palestina e dentro de pouco tempo o Senhor selará a 144.000 deles. Porém observem que Dã e Efraim não estão nesse número.

83 – Apocalípse 7: 4 – 8, “E ouvi o número dos assinalados e eram 144.000 assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Ruben, doze mil; da tribo de Gade, doze mil; da tribo de Aser, doze mil, da tribo de Naftali, doze mil; da tribo de Manassés, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Leví, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zebulom, doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de Benjamim, doze mil”. (Notem a ausência da Dã e Efraim). Agora em conexão vejam Daniel 12: 1 que se refere a estes l44.000 sendo selados durante o sexto selo e o tempo da Grande Tribulação ou a tribulação de Jacó. “E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no Livro”.

84 – Portanto, depois deste período de tribulação (durante o milênio), como visto por Ezequiel 48: 1 – 8 e 22 – 29 vemos as tribos de volta uma vez mais na ordem Divina. Mas, desde o tempo que Efraim e Dã se ajuntaram aos ídolos, eles morreram e estas tribos não foram mais reconhecidas. Ora, eu imagino que desde a destruição de Jerusalém, todos os registros de todas as tribos têm sido perdidos, de modo que ninguém pode dizer com certeza de qual tribo é, mas Deus sabe. Este grande Deus que está levando Israel de volta à Palestina sabe exatamente de qual tribo cada israelita verdadeiro é, e de toda congregação de 144.000 estarão ausentes Dã e  Efraim.

85 – Eis aqui as tribos de Israel, Ezequiel 48: 1 – 8 e 22 – 29:

E estes são os nomes das tribos: desde a parte extrema do norte, da banda do caminho de Hetlom, vindo para Hamate, Hazar-Enon, no termo de Damasco, para o norte, ao pé de Hamate, e terão a banda do oriente e do ocidente; Dã, uma porção.

E junto ao termo de Dã, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Aser, uma porção.

E junto ao termo de Aser, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Naftali, uma porção.

E junto ao termo de Naftali, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Manassés, uma porção.

E junto ao termo de Manassés, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Efraim, uma porção.

E junto ao termo de Efraim, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Ruben, uma porção.

E junto ao termo de Ruben desde a banda do oriente até à banda ocidente, Judá, uma porção.

E junto ao termo de Judá, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, será a oferta, que haveis de fazer, de vinte e cinco mil canas de largura, e de cumprimento como uma das porções, desde a  banda do oriente até à banda  do ocidente; e o santuário estará no meio dela.

E desde a possessão dos levitas, e desde a possessão da cidade, no meio do que pertencer ao príncipe, entre  o termo de Judá e o termo de Benjamin, será isso para o príncipe.

E quanto ao resto das tribos: desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Benjamin, uma porção.

E junto ao termo de Benjamin, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Simeão uma porção.

E junto ao termo de Simeão, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Issacar, uma porção.

E junto ao termo de Issacar desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Zebulom, uma porção.

E junto ao termo de Zebulom, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Gade, uma porção.

E junto ao termo de Gade, ao sul, da banda do sul, etc.

86 – Outra ilustração que podemos tirar é a história de Israel deixando o Egito para a terra de Canaã. O propósito de Deus nesta era foi levar Israel de fora para dentro com a finalidade de que pudessem servi-Lo. Assim quando eles deixaram o Egito todos eles saíram sob o sangue do cordeiro sacrificado; todos  eles passaram pelas águas do batismo no Mar Vermelho; todos eles desfrutaram dos grandes milagres; todos comeram o maná; todos beberam da rocha; e até onde as bençãos externas e manifestações dizem respeito a eles, todos participaram em uma maneira semelhante e igual. Mas, quando eles chegaram a Moabe aqueles que se associaram na festa de Baal-Peor, todos eles, morreram. Suas carcaças caíram no deserto, porque houve aqueles que recusaram a Palavra de Deus e se desviaram dela. Ora, é disto que fala Hebreus 6: 1 – 9, o que veio a ser produzido na Era de Pérgamo. Você não pode prosseguir somente com uma parte da Palavra, você tem de tomar toda a Palavra. Há pessoas  que parecem envolvidas nas coisas de Deus quase cem por cento. Elas são como Judas. Ninguém senão Jesus conhecia exatamente que espécie de pessoa era Judas. Assim chegou o  dia quando Judas fez exatamente o que Israel fez em Baal Peor. Ele decidiu que devia se associar com as forças da falsa vinha – entrar na organização financeira e política da religião do anti-Palavra, anticristo, e ele o fez. Ele era néscio! Os outros onze não o eram. Eles não poderiam ser porque eram dos eleitos. Assim quando Judas saiu e traiu o Senhor, seu nome foi removido do Livro da Vida (Apocalípse 22: 19.)

87 – Agora estou certo que vocês têm notado que aqueles cujos nomes estão no Livro da Vida foram uma parte da ordem religiosa daquele dia que centralizava em torno do verdadeiro Deus e da adoração a Ele, embora não adorassem de acordo com a Verdade (Palavra). Como Judas eles não percorreram todo o caminho. Vejam como Judas foi escolhido de Deus. Ele foi instruído na verdade. Ele compartilhou do conhecimento dos mistérios. Ele teve um ministério de poder conferido a ele e ele curou os doentes e expulsou demônios em Nome de Jesus. Mas quando chegou o acerto de contas, ele se vendeu pelo ouro e poder político. Ele não subiu ao Pentecoste para receber o Espírito de Deus. Ele estava desprovido do Espírito. Não se engane quanto a isto, uma pessoa que é verdadeiramente batizada pelo Espírito Santo no corpo de Cristo recebendo a plenitude do Espírito estará na Palavra todo o tempo. Esta é a evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Judas falhou. Multidões falham exatamente aí. E quando falham em continuar na Palavra, seus nomes são retirados do Livro da Vida.

88 – Para classificar mais ainda esta remoção de um nome do Livro da Vida devemos estender nossos pensamentos a Israel nos dias de Moisés. Êxodo 32: 30 – 34, “E aconteceu que no outro dia Moisés disse ao povo: Vós pecastes grande pecado; agora porém subirei ao Senhor; porventura farei propiciação por vosso pecado. Assim tornou Moisés ao Senhor,  e disse: Ora, este povo pecou pecado grande, fazendo para si deuses de ouro. Agora, pois perdoa o seu pecado, se não,  risca-me, peço-te do teu livro, que tens escrito. Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro. Vai pois agora, conduze este povo para onde te tenho dito; eis que o meu anjo irá adiante de ti; porém no dia de minha visitação visitarei neles o seu pecado”. É mais do que evidente que nomes têm sido, e serão removidos do Livro da Vida até que chegue o tempo que não serão mais. Neste lugar específico foi por causa da idolatria, assim como quando Dã e Efraim perderam seus direitos como tribos por adorarem o bezerro de ouro. Todos que adorarem ídolos têm seus nomes removidos do Livro da Vida.

89 – Quando Israel rejeitou a liderança de Deus na Coluna de Fogo, e se converteu à adoração de bezerros de ouro seus nomes foram removidos do Livro da Vida. Êxodo 32: 33 (Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro). Se tal conversão de ídolos exige a penalidade da remoção dos nomes do Livro da Vida, então mais seguramente a rejeição de Israel a Cristo como Messias exigiria uma penalidade igualmente tão severa. Isto é exatamente o que acontece. No Salmo 69 que anuncia a humilhação de Jesus diz nos versos 21 – 28, “Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre. Torne-se a sua mesa diante deles em laço e para sua inteira recompensa em ruína. Escureçam-se-lhes os olhos, para que não vejam, e faze com que os seus lombos tremam constantemente. Derrama sobre eles a tua indignação, e prenda-os o ardor da tua ira. Fique desolado o seu palácio e não haja quem habite nas suas tendas. Pois perseguem a quem afligiste, e conversam sobre a dor daqueles a quem feriste. Acrescenta iniquidade à iniquidade deles, e não entrem na tua justiça. Sejam riscados do livro da vida, e não sejam inscritos com os justos.” Quando os Judeus rejeitaram a Jesus – Deus literalmente passou dos Judeus para os gentios. Atos 13: 46 – 48 “Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era mister que a vós se vos pregasse primeiro a palavra de Deus; mas, visto que a rejeitais, e vos não julgais, dignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os gentios; porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te pus para luz dos gentios, para que sejas de salvação até aos confins da terra. E os gentios, ouvindo isto alegraram-se, e glorificaram a Palavra do Senhor, e creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna.”

90 – Isto não é para sugerir que não haverá mais nenhum nome das tribos de Israel permanecendo no Livro da Vida, porque muitos destes (mas não multidões) através do princípio da eleição estarão na era da igreja Gentia e entrarão no corpo de Jesus Cristo, mostrando que seus nomes verdadeiramente permanecem no Livro da Vida. Também como demonstraremos, segundo o quinto selo, multidões de Judeus martirizados receberão veste brancas e a vida eterna pelo Senhor. Também os cento e quarenta e quatro mil serão selados na Sua vinda, provando que seus nomes não foram omitidos também. Mas é ainda muito corretamente anunciado no Salmo 69 que são os ímpios ou injustos rejeitadores de Cristo e os destruidores de Seu povo cujos nomes são removidos.


O SÉTIMO SELO
William M. Branham
24 de Março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

197 – Agora observe, em Apocalipse 7, nós lemos isto. “Doze mil” de cada tribo, dos eleitos, tirados de tudo isso. Existem doze mil tirados de cada tribo, que são eleitos, e são colocados bem aqui em ordem. Oh, que coisa! O que são eles? Eles estão na ordem tribal. Embora, ainda não estejam agora, mas eles estarão. Eles estão na ordem tribal. O que estará na ordem tribal? Não o Judeu comum, não. Mas aqueles que são eleitos, os cento e quarenta e quatro mil serão colocados na ordem tribal. Oh, que coisa!

198 – Como eu gostaria de lhes mostrar! Nós não entraremos nisto. Mas é exatamente assim que a Igreja tem que estar, uh — huh, bem em ordem.

199 – Agora, eu quero que você observe atentamente e leia comigo, por um minuto. Agora aqui está algo que talvez você nunca tenha observado na — na chamada tribal. Eu lhes disse, há algum tempo atrás, para lerem Apocalipse 7. Leiam comigo, e observem estas tribos. Em Apocalipse 7, Dã e Efraim estão faltando e não são contados com eles. Você observou isto? José e Levi foram postos em seus lugares. Você tinha observado isto? Dã e Efraim não estão ali. Não, senhor. Mas, José e Levi foram postos no lugar de — de — de Dã e Efraim.

200 – Por que? Eles…O Deus que sempre lembra, se recorda de cada promessa da Sua Palavra. Oh, eu gostaria de pregar sobre isto. Vêem? Deus não Se esquece de nada, embora pareça.

201 – Como Ele disse a Moisés. Israel esteve ali embaixo, por “quatrocentos anos.” Eles tinham que subir naquele tempo. Ele disse a Abraão: “E sua semente estaria peregrinando em uma terra estranha por quatrocentos anos, então Ele os tiraria para fora com uma mão poderosa.” Mas então Ele disse a Moisés: “Tenho lembrado de Minha promessa, e desci para cumprir o que Eu disse.”

202 – Deus não esquece. Ele não esquece as Suas maldições, nem mesmo esquece Ele as Suas bênçãos. Mas cada promessa que Ele fez, Ele permanece com ela.

203 – Aqui está porque eles estão faltando, agora, se você for observar. Agora leia. Eu quero que vocês leiam comigo agora. Vá até Deuteronômio, o… versículo 29 aqui, ou melhor, capítulo 29. Existe uma razão para aquelas tribos não estarem ali. Tudo tem uma razão. Deuteronômio, queremos tomar o — o capítulo 29 de Deuteronômio. Agora, que o Senhor possa nos ajudar, compreender agora. Agora queremos começar em Deuteronômio, capitulo 29, no versículo 16. Agora ouçam. Moisés falando.

(Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos pelo meio das nações, pelas quais passastes;

E vistes as suas abominações e os seus ídolos, o pau… e a pedra, a prata… e o ouro, que havia entre eles:)

204 – Cada um carregou uma coisinha ou outra, uma pequena estátua de Santa Cecília. Você sabe, alguma coisa assim, veja. “Para que …” Ouçam.

Para que entre vós não haja homem,… nem mulher, nem família, nem tribo cujo coração hoje se desvie do Senhor nosso Deus, e vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê fel e absinto,

E aconteça que, ouvindo as palavras desta maldição, se — se abençoe no seu coração, dizendo: Terei… paz, ainda que ande conforme ao bom parecer do meu coração, …

205 – Veja, as pessoas dizem: “Oh, ele abençoa a si mesmo.” Você sabe, fazem o sinalzinho da cruz ou algo, como eles fazem agora, veja você; a mesma coisa, veja. E veja você que é uma característica pagã, vejam, o — o pagão.

ele abençoa a si mesmo no seu próprio coração, … na sua própria imaginação, na sua própria mente, para acrescentar à sede a bebedice.

206 – “Apenas beba, aquilo não faz nenhuma diferença; contanto que você vá à igreja, você está bem.”

Então o Senhor não lhe quererá perdoar, mas então fumegará a ira do Senhor … e o seu zelo sobre o tal homem, e toda maldição escrita neste livro (“Não tire nenhuma Palavra Dele, nem acrescente nenhuma Nele,” veja.)  jazerá sobre ele, e o  Senhor apagará seu… apagará o seu nome de debaixo do céu.

207 – Isto é enquanto Ele está aqui na terra, veja, “sob o céu.”

E o Senhor o separará, para mal, de todas as tribos de Israel, conforme a todas as maldições do concerto escrito no livro desta lei.

208 – Portanto, “Se qualquer homem servir a um ídolo, ou manter um ídolo consigo, ou abençoar a si mesmo na sua própria imaginação da sua mente, e servir a ídolos,” Deus disse: “homem, mulher, família, ou tribo, seu nome será completamente apagado do meio do povo.” Agora, está isto correto? [A congregação diz, “Amém.”- Ed.] Quão verdadeiro!

209 – A idolatria fez a mesma coisa na igreja, anos atrás, e faz hoje. E eu notei… Observe como o anticristo tentou fazer um anti-movimento. Quantos sabem que o diabo tipifica e imita os — os santos de Deus?

210 – O que é — o que é pecado? É a coisa correta pervertida. O que é uma mentira? É a verdade mal apresentada. O que é adultério? É o ato correto, o ato legal, feito de forma errada. Vêem?

211 – Agora, tentando fazer isto, “apagar um nome,” você observou na era da igreja, a mesma besta que serve à imagem dos mortos, e assim por diante, tentou apagar o Nome do Senhor Jesus Cristo, e deu títulos como Pai, Filho, e Espírito Santo. A mesma coisa, com aquela maldição atrás daquilo, daquela forma.

212 – Dã e Efraim fizeram exatamente isto, sob a hipocrisia de um rei em Israel, um impostor, Jeroboão. Agora, observe, em I Reis capítulo 12. Eu sei que estamos … Isto, para mim, forma uma base da qual podemos depender, o que vemos. I Reis, eu quero que vocês abram no capítulo 12, do versículo 25 ao 30.

E Jeroboão… edificou a Siquém, no monte de Efraim, e habitou ali, e saiu dali,… e edificou a Penuel.

E disse Jeroboão… no — no seu coração: (veja, a imaginação do seu coração), Agora tornará o reino à casa de Davi.

213 – Ele estava ficando com medo, veja você, porque as pessoas poderiam sair.

Se este povo subir para… fazer sacrifícios na Casa do Senhor, em Jerusalém, o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Reoboão, rei de Judá; e me matarão e tornarão… a Reoboão — Reoborão, rei de Judá.

Pelo que o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir… da terra do Egito.

E pôs um em Betel e colocou o outro em Dã.

E este feito se tornou em pecado, pois que o povo ia até Dã cada um a adorar.

214 – Vejam, Efraim em Betel, e Dan, e eles fizeram ídolos. E eles foram adorá-los.

215 – E aqui estamos, entrando na era do Milênio, quase, e Deus ainda Se lembra daquele pecado. Eles não são nem mesmo contados ali. Amém! Glória! [O irmão Branham bate palmas – Ed.] Tão certo quanto Ele lembra de cada boa promessa, Ele lembra do mal de cada um, também. Apenas recorde,            quando…

216 – Esta é a razão que creio, amigos, eu sempre tenho procurado permanecer com aquela Palavra, não importa quão estranho possa parecer.

217 – Veja, agora, eles não pensaram a respeito daquilo ali então. Eles não pensaram sobre isto então. Eles pensaram: “Bem, eles passaram com isto.” Tudo bem.

218 – Mas aqui estão eles aqui nesta era do Milênio se estabelecendo, seus nomes e tribos estão “apagados” deles, porque eles serviram à idolatria, que Deus amaldiçoou.

219 – Não disse Ele que “odiava” os Nicolaítas e aquela Jezabel? Fique longe disto. Não disse Ele que mataria as filhas de Jezabel com “morte,” que é Eterna separação da Sua Presença? Não confie nisto, de modo algum. Se afaste disto. Pois, Deus se lembra. Observem.

220 – Mas você notou ali, isto teria que ser “apagado”? Por que? Sob o Céu ali não havia nenhum Sacrifício imediato que poderia dar-lhe o Espírito Santo, para que ele visse estas coisas. Mas ele o fez, de qualquer modo, com sua própria mente egoísta.

221 – Mas Ezequiel, na sua visão, no Milênio, ele os vê novamente em perfeita ordem. Ezequiel, se você deseja ler isto. Apenas anote isto, e você poderá ler isto, para ganhar tempo. Ezequiel 48: 1 ao 7, leia também do 23 ao 29. Ezequiel viu cada tribo exatamente em ordem. Correto.

222 – E também, em Apocalipse 14, João os viu novamente na ordem tribal, isto é correto, cada tribo em seu lugar. O que aconteceu?

223 – Você recorda, Ele disse: “Sob os céus, que o seu nome seria apagado da ordem da tribo.” Enquanto ele estivesse sob os céus, não haveria mais. E estes cento e quarenta e quatro mil estão aqui sob a parte tribal, ainda. Certo. Mas, veja você, eles haviam sido cegados. Eles tinham apenas os sacrifícios de touros e bodes. Vêem? Agora observe, Ele os apagou, “sob o céu.”

224 – Mas os Gentios, nos dias do Espírito Santo, contra Aquilo; o seu nome seria completamente tirado do Livro da Vida, “e nunca poderia ter perdão, neste mundo ou no mundo por vir.” É isto correto? Então aí está onde nos firmamos.

225 – Israel, sob sangue de bodes, ovelhas, eles — eles tinham um lugar. Desde que estivessem na terra aqui. As tribos deles estavam faltando. Eles nunca poderiam ser incluídos. Agora, todos… Quando Ele os chama, ali, os cento e quarenta e quatro mil, eles estão faltando. Isto é correto. Eles não são nem mesmo contados ali. E José e Levi são colocados no lugar de Dã e Efraim. Agora você pode olhar para isto. Isto está bem aí, na sua frente, veja. E aqui está a promessa de Deus, desde lá de trás, centenas e centenas de anos antes daquilo. [O irmão Branham bate no púlpito várias vezes. – Ed.]

226 – Agora, o que aconteceu? Eles foram purgados durante o tempo daquele terrível período de Tribulação.

227 – Agora, se Deus vai purgar aquela — aquela virgem, que era uma boa mulher, mas ela simplesmente falhou em colocar azeite em sua candeia, e Ele vai purgá-la através da perseguição ali. Ele coloca aquelas tribos bem ali, para a mesma coisa, e as purga durante o tempo do período da  Tribulação. Porque, é uma — uma purgação. É o julgamento. Mas, veja você, que eles, após… E veja aqui, aqui aparece os cento e quarenta e quatro mil, após a purgação de Israel. E aqui também aparece a virgem néscia, aparece, purgada, e estão vestidas com vestes brancas. Vêem? Quão perfeito! Quão lindo é isto!

228 – Exatamente como Jacó, nos tempos de dificuldades, veja. Eles… Jacó, nos tempos difíceis.  Ele havia  feito errado. Mas ele passou pelo período da purgação porque ele havia enganado o seu irmão, Esaú. Vêem? Ele enganou, para obter a sua primogenitura. Mas ele passou por uma purgação antes que ele pudesse ter o seu nome mudado de Jacó para Israel, o qual é um tipo da ordem de Deus, tipificado hoje.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Dã e Efraim


A ERA DA IGREJA DE SARDES
William M. Branham
09 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

80 – Ora, antes de continuarmos este assunto sobre Judas, voltemos ao Velho Testamento e vejamos Deus fazendo a mesma coisa. Em Gênesis 35: 23 – 26 os filhos de Jacó eram doze em número e seus nomes eram os seguintes: Ruben, Simeão, Leví, Judá, Issacar, Zebulon, José Benjamin, Dã e Naftali, Gade e Aser. Estes doze filhos se tornaram as doze tribos de Israel com a exceção de José que não teve uma tribo com o seu nome, porque na providência de Deus havia de ser treze tribos, e os dois filhos de José receberam a honra de formarem a décima segunda e a décima terceira tribos. Vocês sabem, naturalmente que isto era necessário pois Leví foi separado por Deus para o sacerdócio. Assim quando Israel deixou o Egito e Deus lhes deu o Tabernáculo no deserto, encontramos a tribo de Leví ministrando as doze tribos de Ruben, Simeão, Issacar, Judá, Zebulon, Benjamin, Dã, Naftali, Gade, Aser, Efraim e Manassés. A ordem dos nomes dos exércitos é esta em Números 10: 11- 28. Não há menção de José e Leví. Mas quando olhamos em Apocalipse 7: 4 – 8, onde diz “e eram cento e quarenta mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel”, e nomeia-os assim: Judá, Ruben, Gade, Aser, Naftali, Manassés, Simeão, Leví, Issacar, Zebulon, José, Benjamin. Estamos de volta às doze tribos com Leví e José nomeados entre elas, mas com Dã e Efraim faltando.

81 – Agora levanta-se a pergunta, por que são omitidas estas duas tribos? A resposta está em Deuteronômio 29: 16 – 20, “Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos pelo meio das nações, pelas quais passastes; e vistes as suas abominações e os seus ídolos, o pau e a pedra, a prata e o ouro que havia entre eles. Para que entre vós não haja homem, nem mulher, nem família, nem tribo, cujo coração hoje se desvie do Senhor nosso Deus, e vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê fel e absinto, e aconteça que ouvindo as palavras desta maldição, se abençoe no seu coração dizendo: Terei paz, ainda que ande conforme ao bom parecer do meu coração, para acrescentar a sede à bebedice; o Senhor não lhe quererá perdoar, mas então fumegará a ira do Senhor e do seu zelo sobre o tal homem toda a maldição escrita neste livro jazerá sobre ele, e o Senhor apagará o seu nome de  debaixo do céu”. Aqui se encontra pronunciada a maldição contra a idolatria, ou fornicação espiritual. A tribo que se voltava à idolatria seu nome era tirado. E a história das duas tribos cujos nomes foram tirados por causa da idolatria, se encontra em I Reis 12: 25 – 30: “E Jeroboão edificou a Siquem, no monte de Efraim, e habitou alí; e saiu dali, e edificou a Penuel. E disse Jeroboão no seu coração: Agora tornará o reino à casa de Davi. Se este povo subir para fazer sacrifícios na casa do Senhor, em Jerusalém, o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Reoboão, rei de Judá; e me matarão, e tornarão a Reoboão, rei de Judá. Pelo que o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus  deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito. E pôs um em Betel, e colocou outro em Dã. E este feito se tornou em pecado; pois que o povo ia até Dã cada um a adorar”. Oséias 4: 17: “Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o”.

82 – Note particularmente que o castigo tocante à idolatria consistiu em que o nome daquela tribo haveria de ser apagado de “debaixo do céu”. Deuteronômio 29: 20. Não diz que seria apagado “no céu ” mas debaixo do céu. E assim é exatamente, porque Israel agora está na Palestina e dentro de pouco tempo o Senhor selará a 144.000 deles. Porém observem que Dã e Efraim não estão nesse número.

83 – Apocalípse 7: 4 – 8, “E ouvi o número dos assinalados e eram 144.000 assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Ruben, doze mil; da tribo de Gade, doze mil; da tribo de Aser, doze mil, da tribo de Naftali, doze mil; da tribo de Manassés, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Leví, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zebulom, doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de Benjamim, doze mil”. (Notem a ausência da Dã e Efraim). Agora em conexão vejam Daniel 12: 1 que se refere a estes l44.000 sendo selados durante o sexto selo e o tempo da Grande Tribulação ou a tribulação de Jacó. “E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no Livro”.

84 – Portanto, depois deste período de tribulação (durante o milênio), como visto por Ezequiel 48: 1 – 8 e 22 – 29 vemos as tribos de volta uma vez mais na ordem Divina. Mas, desde o tempo que Efraim e Dã se ajuntaram aos ídolos, eles morreram e estas tribos não foram mais reconhecidas. Ora, eu imagino que desde a destruição de Jerusalém, todos os registros de todas as tribos têm sido perdidos, de modo que ninguém pode dizer com certeza de qual tribo é, mas Deus sabe. Este grande Deus que está levando Israel de volta à Palestina sabe exatamente de qual tribo cada israelita verdadeiro é, e de toda congregação de 144.000 estarão ausentes Dã e  Efraim.

85 – Eis aqui as tribos de Israel, Ezequiel 48: 1 – 8 e 22 – 29:

E estes são os nomes das tribos: desde a parte extrema do norte, da banda do caminho de Hetlom, vindo para Hamate, Hazar-Enon, no termo de Damasco, para o norte, ao pé de Hamate, e terão a banda do oriente e do ocidente; Dã, uma porção.

E junto ao termo de Dã, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Aser, uma porção.

E junto ao termo de Aser, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Naftali, uma porção.

E junto ao termo de Naftali, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Manassés, uma porção.

E junto ao termo de Manassés, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Efraim, uma porção.

E junto ao termo de Efraim, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Ruben, uma porção.

E junto ao termo de Ruben desde a banda do oriente até à banda ocidente, Judá, uma porção.

E junto ao termo de Judá, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, será a oferta, que haveis de fazer, de vinte e cinco mil canas de largura, e de cumprimento como uma das porções, desde a  banda do oriente até à banda  do ocidente; e o santuário estará no meio dela.

E desde a possessão dos levitas, e desde a possessão da cidade, no meio do que pertencer ao príncipe, entre  o termo de Judá e o termo de Benjamin, será isso para o príncipe.

E quanto ao resto das tribos: desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Benjamin, uma porção.

E junto ao termo de Benjamin, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Simeão uma porção.

E junto ao termo de Simeão, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Issacar, uma porção.

E junto ao termo de Issacar desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Zebulom, uma porção.

E junto ao termo de Zebulom, desde a banda do oriente até à banda do ocidente, Gade, uma porção.

E junto ao termo de Gade, ao sul, da banda do sul, etc.

86 – Outra ilustração que podemos tirar é a história de Israel deixando o Egito para a terra de Canaã. O propósito de Deus nesta era foi levar Israel de fora para dentro com a finalidade de que pudessem servi-Lo. Assim quando eles deixaram o Egito todos eles saíram sob o sangue do cordeiro sacrificado; todos  eles passaram pelas águas do batismo no Mar Vermelho; todos eles desfrutaram dos grandes milagres; todos comeram o maná; todos beberam da rocha; e até onde as bençãos externas e manifestações dizem respeito a eles, todos participaram em uma maneira semelhante e igual. Mas, quando eles chegaram a Moabe aqueles que se associaram na festa de Baal-Peor, todos eles, morreram. Suas carcaças caíram no deserto, porque houve aqueles que recusaram a Palavra de Deus e se desviaram dela. Ora, é disto que fala Hebreus 6: 1 – 9, o que veio a ser produzido na Era de Pérgamo. Você não pode prosseguir somente com uma parte da Palavra, você tem de tomar toda a Palavra. Há pessoas  que parecem envolvidas nas coisas de Deus quase cem por cento. Elas são como Judas. Ninguém senão Jesus conhecia exatamente que espécie de pessoa era Judas. Assim chegou o  dia quando Judas fez exatamente o que Israel fez em Baal Peor. Ele decidiu que devia se associar com as forças da falsa vinha – entrar na organização financeira e política da religião do anti-Palavra, anticristo, e ele o fez. Ele era néscio! Os outros onze não o eram. Eles não poderiam ser porque eram dos eleitos. Assim quando Judas saiu e traiu o Senhor, seu nome foi removido do Livro da Vida (Apocalípse 22: 19.)

87 – Agora estou certo que vocês têm notado que aqueles cujos nomes estão no Livro da Vida foram uma parte da ordem religiosa daquele dia que centralizava em torno do verdadeiro Deus e da adoração a Ele, embora não adorassem de acordo com a Verdade (Palavra). Como Judas eles não percorreram todo o caminho. Vejam como Judas foi escolhido de Deus. Ele foi instruído na verdade. Ele compartilhou do conhecimento dos mistérios. Ele teve um ministério de poder conferido a ele e ele curou os doentes e expulsou demônios em Nome de Jesus. Mas quando chegou o acerto de contas, ele se vendeu pelo ouro e poder político. Ele não subiu ao Pentecoste para receber o Espírito de Deus. Ele estava desprovido do Espírito. Não se engane quanto a isto, uma pessoa que é verdadeiramente batizada pelo Espírito Santo no corpo de Cristo recebendo a plenitude do Espírito estará na Palavra todo o tempo. Esta é a evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Judas falhou. Multidões falham exatamente aí. E quando falham em continuar na Palavra, seus nomes são retirados do Livro da Vida.

88 – Para classificar mais ainda esta remoção de um nome do Livro da Vida devemos estender nossos pensamentos a Israel nos dias de Moisés. Êxodo 32: 30 – 34, “E aconteceu que no outro dia Moisés disse ao povo: Vós pecastes grande pecado; agora porém subirei ao Senhor; porventura farei propiciação por vosso pecado. Assim tornou Moisés ao Senhor,  e disse: Ora, este povo pecou pecado grande, fazendo para si deuses de ouro. Agora, pois perdoa o seu pecado, se não,  risca-me, peço-te do teu livro, que tens escrito. Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro. Vai pois agora, conduze este povo para onde te tenho dito; eis que o meu anjo irá adiante de ti; porém no dia de minha visitação visitarei neles o seu pecado”. É mais do que evidente que nomes têm sido, e serão removidos do Livro da Vida até que chegue o tempo que não serão mais. Neste lugar específico foi por causa da idolatria, assim como quando Dã e Efraim perderam seus direitos como tribos por adorarem o bezerro de ouro. Todos que adorarem ídolos têm seus nomes removidos do Livro da Vida.

89 – Quando Israel rejeitou a liderança de Deus na Coluna de Fogo, e se converteu à adoração de bezerros de ouro seus nomes foram removidos do Livro da Vida. Êxodo 32: 33 (Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro). Se tal conversão de ídolos exige a penalidade da remoção dos nomes do Livro da Vida, então mais seguramente a rejeição de Israel a Cristo como Messias exigiria uma penalidade igualmente tão severa. Isto é exatamente o que acontece. No Salmo 69 que anuncia a humilhação de Jesus diz nos versos 21 – 28, “Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre. Torne-se a sua mesa diante deles em laço e para sua inteira recompensa em ruína. Escureçam-se-lhes os olhos, para que não vejam, e faze com que os seus lombos tremam constantemente. Derrama sobre eles a tua indignação, e prenda-os o ardor da tua ira. Fique desolado o seu palácio e não haja quem habite nas suas tendas. Pois perseguem a quem afligiste, e conversam sobre a dor daqueles a quem feriste. Acrescenta iniquidade à iniquidade deles, e não entrem na tua justiça. Sejam riscados do livro da vida, e não sejam inscritos com os justos.” Quando os Judeus rejeitaram a Jesus – Deus literalmente passou dos Judeus para os gentios. Atos 13: 46 – 48 “Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era mister que a vós se vos pregasse primeiro a palavra de Deus; mas, visto que a rejeitais, e vos não julgais, dignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os gentios; porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te pus para luz dos gentios, para que sejas de salvação até aos confins da terra. E os gentios, ouvindo isto alegraram-se, e glorificaram a Palavra do Senhor, e creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna.”

90 – Isto não é para sugerir que não haverá mais nenhum nome das tribos de Israel permanecendo no Livro da Vida, porque muitos destes (mas não multidões) através do princípio da eleição estarão na era da igreja Gentia e entrarão no corpo de Jesus Cristo, mostrando que seus nomes verdadeiramente permanecem no Livro da Vida. Também como demonstraremos, segundo o quinto selo, multidões de Judeus martirizados receberão veste brancas e a vida eterna pelo Senhor. Também os cento e quarenta e quatro mil serão selados na Sua vinda, provando que seus nomes não foram omitidos também. Mas é ainda muito corretamente anunciado no Salmo 69 que são os ímpios ou injustos rejeitadores de Cristo e os destruidores de Seu povo cujos nomes são removidos.


O SÉTIMO SELO
William M. Branham
24 de Março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

197 – Agora observe, em Apocalipse 7, nós lemos isto. “Doze mil” de cada tribo, dos eleitos, tirados de tudo isso. Existem doze mil tirados de cada tribo, que são eleitos, e são colocados bem aqui em ordem. Oh, que coisa! O que são eles? Eles estão na ordem tribal. Embora, ainda não estejam agora, mas eles estarão. Eles estão na ordem tribal. O que estará na ordem tribal? Não o Judeu comum, não. Mas aqueles que são eleitos, os cento e quarenta e quatro mil serão colocados na ordem tribal. Oh, que coisa!

198 – Como eu gostaria de lhes mostrar! Nós não entraremos nisto. Mas é exatamente assim que a Igreja tem que estar, uh — huh, bem em ordem.

199 – Agora, eu quero que você observe atentamente e leia comigo, por um minuto. Agora aqui está algo que talvez você nunca tenha observado na — na chamada tribal. Eu lhes disse, há algum tempo atrás, para lerem Apocalipse 7. Leiam comigo, e observem estas tribos. Em Apocalipse 7, Dã e Efraim estão faltando e não são contados com eles. Você observou isto? José e Levi foram postos em seus lugares. Você tinha observado isto? Dã e Efraim não estão ali. Não, senhor. Mas, José e Levi foram postos no lugar de — de — de Dã e Efraim.

200 – Por que? Eles…O Deus que sempre lembra, se recorda de cada promessa da Sua Palavra. Oh, eu gostaria de pregar sobre isto. Vêem? Deus não Se esquece de nada, embora pareça.

201 – Como Ele disse a Moisés. Israel esteve ali embaixo, por “quatrocentos anos.” Eles tinham que subir naquele tempo. Ele disse a Abraão: “E sua semente estaria peregrinando em uma terra estranha por quatrocentos anos, então Ele os tiraria para fora com uma mão poderosa.” Mas então Ele disse a Moisés: “Tenho lembrado de Minha promessa, e desci para cumprir o que Eu disse.”

202 – Deus não esquece. Ele não esquece as Suas maldições, nem mesmo esquece Ele as Suas bênçãos. Mas cada promessa que Ele fez, Ele permanece com ela.

203 – Aqui está porque eles estão faltando, agora, se você for observar. Agora leia. Eu quero que vocês leiam comigo agora. Vá até Deuteronômio, o… versículo 29 aqui, ou melhor, capítulo 29. Existe uma razão para aquelas tribos não estarem ali. Tudo tem uma razão. Deuteronômio, queremos tomar o — o capítulo 29 de Deuteronômio. Agora, que o Senhor possa nos ajudar, compreender agora. Agora queremos começar em Deuteronômio, capitulo 29, no versículo 16. Agora ouçam. Moisés falando.

(Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos pelo meio das nações, pelas quais passastes;

E vistes as suas abominações e os seus ídolos, o pau… e a pedra, a prata… e o ouro, que havia entre eles:)

204 – Cada um carregou uma coisinha ou outra, uma pequena estátua de Santa Cecília. Você sabe, alguma coisa assim, veja. “Para que …” Ouçam.

Para que entre vós não haja homem,… nem mulher, nem família, nem tribo cujo coração hoje se desvie do Senhor nosso Deus, e vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê fel e absinto,

E aconteça que, ouvindo as palavras desta maldição, se — se abençoe no seu coração, dizendo: Terei… paz, ainda que ande conforme ao bom parecer do meu coração, …

205 – Veja, as pessoas dizem: “Oh, ele abençoa a si mesmo.” Você sabe, fazem o sinalzinho da cruz ou algo, como eles fazem agora, veja você; a mesma coisa, veja. E veja você que é uma característica pagã, vejam, o — o pagão.

ele abençoa a si mesmo no seu próprio coração, … na sua própria imaginação, na sua própria mente, para acrescentar à sede a bebedice.

206 – “Apenas beba, aquilo não faz nenhuma diferença; contanto que você vá à igreja, você está bem.”

Então o Senhor não lhe quererá perdoar, mas então fumegará a ira do Senhor … e o seu zelo sobre o tal homem, e toda maldição escrita neste livro (“Não tire nenhuma Palavra Dele, nem acrescente nenhuma Nele,” veja.)  jazerá sobre ele, e o  Senhor apagará seu… apagará o seu nome de debaixo do céu.

207 – Isto é enquanto Ele está aqui na terra, veja, “sob o céu.”

E o Senhor o separará, para mal, de todas as tribos de Israel, conforme a todas as maldições do concerto escrito no livro desta lei.

208 – Portanto, “Se qualquer homem servir a um ídolo, ou manter um ídolo consigo, ou abençoar a si mesmo na sua própria imaginação da sua mente, e servir a ídolos,” Deus disse: “homem, mulher, família, ou tribo, seu nome será completamente apagado do meio do povo.” Agora, está isto correto? [A congregação diz, “Amém.”- Ed.] Quão verdadeiro!

209 – A idolatria fez a mesma coisa na igreja, anos atrás, e faz hoje. E eu notei… Observe como o anticristo tentou fazer um anti-movimento. Quantos sabem que o diabo tipifica e imita os — os santos de Deus?

210 – O que é — o que é pecado? É a coisa correta pervertida. O que é uma mentira? É a verdade mal apresentada. O que é adultério? É o ato correto, o ato legal, feito de forma errada. Vêem?

211 – Agora, tentando fazer isto, “apagar um nome,” você observou na era da igreja, a mesma besta que serve à imagem dos mortos, e assim por diante, tentou apagar o Nome do Senhor Jesus Cristo, e deu títulos como Pai, Filho, e Espírito Santo. A mesma coisa, com aquela maldição atrás daquilo, daquela forma.

212 – Dã e Efraim fizeram exatamente isto, sob a hipocrisia de um rei em Israel, um impostor, Jeroboão. Agora, observe, em I Reis capítulo 12. Eu sei que estamos … Isto, para mim, forma uma base da qual podemos depender, o que vemos. I Reis, eu quero que vocês abram no capítulo 12, do versículo 25 ao 30.

E Jeroboão… edificou a Siquém, no monte de Efraim, e habitou ali, e saiu dali,… e edificou a Penuel.

E disse Jeroboão… no — no seu coração: (veja, a imaginação do seu coração), Agora tornará o reino à casa de Davi.

213 – Ele estava ficando com medo, veja você, porque as pessoas poderiam sair.

Se este povo subir para… fazer sacrifícios na Casa do Senhor, em Jerusalém, o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Reoboão, rei de Judá; e me matarão e tornarão… a Reoboão — Reoborão, rei de Judá.

Pelo que o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro; e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir… da terra do Egito.

E pôs um em Betel e colocou o outro em Dã.

E este feito se tornou em pecado, pois que o povo ia até Dã cada um a adorar.

214 – Vejam, Efraim em Betel, e Dan, e eles fizeram ídolos. E eles foram adorá-los.

215 – E aqui estamos, entrando na era do Milênio, quase, e Deus ainda Se lembra daquele pecado. Eles não são nem mesmo contados ali. Amém! Glória! [O irmão Branham bate palmas – Ed.] Tão certo quanto Ele lembra de cada boa promessa, Ele lembra do mal de cada um, também. Apenas recorde,            quando…

216 – Esta é a razão que creio, amigos, eu sempre tenho procurado permanecer com aquela Palavra, não importa quão estranho possa parecer.

217 – Veja, agora, eles não pensaram a respeito daquilo ali então. Eles não pensaram sobre isto então. Eles pensaram: “Bem, eles passaram com isto.” Tudo bem.

218 – Mas aqui estão eles aqui nesta era do Milênio se estabelecendo, seus nomes e tribos estão “apagados” deles, porque eles serviram à idolatria, que Deus amaldiçoou.

219 – Não disse Ele que “odiava” os Nicolaítas e aquela Jezabel? Fique longe disto. Não disse Ele que mataria as filhas de Jezabel com “morte,” que é Eterna separação da Sua Presença? Não confie nisto, de modo algum. Se afaste disto. Pois, Deus se lembra. Observem.

220 – Mas você notou ali, isto teria que ser “apagado”? Por que? Sob o Céu ali não havia nenhum Sacrifício imediato que poderia dar-lhe o Espírito Santo, para que ele visse estas coisas. Mas ele o fez, de qualquer modo, com sua própria mente egoísta.

221 – Mas Ezequiel, na sua visão, no Milênio, ele os vê novamente em perfeita ordem. Ezequiel, se você deseja ler isto. Apenas anote isto, e você poderá ler isto, para ganhar tempo. Ezequiel 48: 1 ao 7, leia também do 23 ao 29. Ezequiel viu cada tribo exatamente em ordem. Correto.

222 – E também, em Apocalipse 14, João os viu novamente na ordem tribal, isto é correto, cada tribo em seu lugar. O que aconteceu?

223 – Você recorda, Ele disse: “Sob os céus, que o seu nome seria apagado da ordem da tribo.” Enquanto ele estivesse sob os céus, não haveria mais. E estes cento e quarenta e quatro mil estão aqui sob a parte tribal, ainda. Certo. Mas, veja você, eles haviam sido cegados. Eles tinham apenas os sacrifícios de touros e bodes. Vêem? Agora observe, Ele os apagou, “sob o céu.”

224 – Mas os Gentios, nos dias do Espírito Santo, contra Aquilo; o seu nome seria completamente tirado do Livro da Vida, “e nunca poderia ter perdão, neste mundo ou no mundo por vir.” É isto correto? Então aí está onde nos firmamos.

225 – Israel, sob sangue de bodes, ovelhas, eles — eles tinham um lugar. Desde que estivessem na terra aqui. As tribos deles estavam faltando. Eles nunca poderiam ser incluídos. Agora, todos… Quando Ele os chama, ali, os cento e quarenta e quatro mil, eles estão faltando. Isto é correto. Eles não são nem mesmo contados ali. E José e Levi são colocados no lugar de Dã e Efraim. Agora você pode olhar para isto. Isto está bem aí, na sua frente, veja. E aqui está a promessa de Deus, desde lá de trás, centenas e centenas de anos antes daquilo. [O irmão Branham bate no púlpito várias vezes. – Ed.]

226 – Agora, o que aconteceu? Eles foram purgados durante o tempo daquele terrível período de Tribulação.

227 – Agora, se Deus vai purgar aquela — aquela virgem, que era uma boa mulher, mas ela simplesmente falhou em colocar azeite em sua candeia, e Ele vai purgá-la através da perseguição ali. Ele coloca aquelas tribos bem ali, para a mesma coisa, e as purga durante o tempo do período da  Tribulação. Porque, é uma — uma purgação. É o julgamento. Mas, veja você, que eles, após… E veja aqui, aqui aparece os cento e quarenta e quatro mil, após a purgação de Israel. E aqui também aparece a virgem néscia, aparece, purgada, e estão vestidas com vestes brancas. Vêem? Quão perfeito! Quão lindo é isto!

228 – Exatamente como Jacó, nos tempos de dificuldades, veja. Eles… Jacó, nos tempos difíceis.  Ele havia  feito errado. Mas ele passou pelo período da purgação porque ele havia enganado o seu irmão, Esaú. Vêem? Ele enganou, para obter a sua primogenitura. Mas ele passou por uma purgação antes que ele pudesse ter o seu nome mudado de Jacó para Israel, o qual é um tipo da ordem de Deus, tipificado hoje.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Sem categoria.

Deixe seu comentário