AS SETE ERAS DA IGREJA – A ERA DA IGREJA DE LAODICÉIA
11 de dezembro de 1960
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso e arrepende-te.
Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:14-22.

A CIDADE DE LAODICÉIA
O nome Laodicéia, que significa “direitos do povo” , foi um nome muito comum e foi dado a várias cidades em honra às senhoras reais assim chamadas. Era uma das cidades políticamente mais importante e financeiramente mais florescentes da Ásia Menor. Enormes somas de propriedades eram legadas à cidade por cidadãos proeminentes. Era o local de uma grande escola de medicina. Seus moradores sobressaíam em artes e em ciências. Ela era frequentemente chamada a “Metrópole” como se fora a sede do governo de vinte e cinco outras cidades. O deus pagão adorado ali era Zeus. Com efeito esta cidade foi por certo tempo conhecida por Diópolis (Cidade de Zeus) em honra ao deus deles. No quarto centenário um importante concílio de igreja foi presidido lá. Frequentes terremotos acabaram finalmente por causar seu completo abandono.
2 Quão apropriadas foram estas características a esta última era para representar a era na qual estamos vivendo agora. Por exemplo, eles adoravam um deus, Zeus, que era o chefe e pai dos deuses. Este fato prediz as religiões do “único Deus, pai de nós todos” do século vinte, premissa que estabelece a fraternidade do homem, e agora está mesmo unindo os Protestantes, Católicos, Judeus, Hindus, etc. com a intenção que uma forma comum de adoração aumentará nosso amor, nossa compreensão, e cuidando uns dos outros. Os católicos e protestantes estão presentemente empenhando-se, e realmente ganhando terreno, nesta união com a propalada intenção que todos os outros os sigam. Esta mesma atitude foi notada na Organização das Nações Unidas quando os líderes mundiais recusaram reconhecer qualquer conceito individual de adoração, mas recomendaram deixar de lado todos aqueles conceitos separados com a esperança que todas as religiões tornem-se semelhantes a uma, porque todos anseiam os mesmos alvos, todas têm os mesmos propósitos e todas são basicamente certas.
3 Notem o nome, Laodicéia, “direitos do povo”, ou “justiça do povo”, já houve alguma época de igreja do século vinte que tem visto todas as nações levantando-se e exigindo igualdade social e econômica? Esta é a era dos comunistas, em que todos os homens devem ser iguais, ainda que isto exista somente em teoria. Esta é a era dos partidos políticos, os quais tomam por nomes Democratas Cristãos, Socialistas Cristãos, Federação Política Cristã, etc. Segundo nossos teólogos liberais, Jesus foi um socialista, e a Igreja Primitiva, sob a direção do Espírito Santo, praticava o socialismo e por isso nós devemos fazê-lo hoje.
4 Quando o povo da antiguidade chamava de metrópole a Laodicéia, estava antevendo o único governo mundial que estamos agora estabelecendo. Quando pensamos naquela cidade sendo a localização de um grande concílio da igreja vemos prefigurado o movimento ecumênico que hoje se desenrola, no qual muito em breve veremos reunidos os “assim chamados” cristãos. Verdadeiramente, a igreja e o Estado, a religião e a política, estão se unindo. O joio está sendo atado em feixes. O trigo logo estará pronto para a colheita.
5 Foi uma cidade de terremotos, e tais terremotos por fim a destruíram. Esta era terminará com Deus abalando ao mundo inteiro que tem ido cortejar a grande prostituta. Não somente se desagregarão os sistemas mundiais, mas a própria terra será sacudida e logo renovada para o reino milenial de Cristo.
6 A cidade era rica, tinha muitos habitantes ricos. Foi uma cidade de muita cultura. A ciência abundava. Quão semelhante a hoje! As igrejas são ricas. A adoração é formosa e formal, mas ao mesmo tempo fria e morta. A cultura e a educação têm tomado o lugar da Palavra dada pelo Espírito, e a fé tem sido superada pela ciência. Tudo isto demonstra que o homem é uma vítima do materialismo.
7 Em cada atributo a antiga Laodicéia se encontra renascida na Era de Laodicéia do século vinte. Pela misericórdia de Deus, todo aquele que tem ouvidos para ouvir sairá dela para não ser participante de seus pecados e do consequente julgamento.

A ERA DE LAODICÉIA
8 A era de Laodicéia começou por volta da entrada do século vinte, talvez durante o ano de 1906. Quanto tempo durará? Como um servo de Deus que tem tido multidões de visões, das quais não tem havido nenhuma que haja falhado, deixe-me predizer (não disse profetizar, mas predizer) que esta era terminará por volta de 1977. Por favor perdoem-me esta nota pessoal aqui, esta predição está baseada numa série de sete visões maiores que me sobrevieram num domingo de junho de 1933. O Senhor Jesus me falou e me disse que a vinda do Senhor estava se aproximando, porém antes que Ele viesse, sete eventos principais sucederiam. Eu os anotei a todos e naquela manhã eu proclamei a revelação do Senhor. A primeira visão foi que Mussolini invadiria a Etiópia e aquela nação “cairia à sua passagem.” Aquela visão realmente causou algumas repercussões, e alguns ficaram muito intrigados quando eu o disse, e não creram. Porém assim sucedeu. Ele simplesmente entrou lá com suas armas modernas e tomou conta. Os nativos não tiveram nenhuma chance. Mas a visão dizia também que Mussolini chegaria a um terrível fim, com seu próprio povo revoltando-se contra ele. Isto veio a suceder exatamente como tinha sido dito.
9 A visão seguinte predizia que um austríaco por nome Adolfo Hitler se levantaria como ditador sobre a Alemanha, e que ele arrastaria o mundo a uma guerra. Ela mostrava a linha Siegfried e como nossas tropas teriam um tempo terrível para vencê-la. A seguir ela mostrava que Hitler chegaria a um fim misterioso.
10 A terceira visão foi no domínio do mundo político porque ela mostrou-me que haveria três grandes “ismos”, Facismo, Nazismo, Comunismo, porém que os primeiros dois seriam absorvidos no terceiro. A voz exortava, “Observe a Rússia, observe a Rússia. Mantenha os seus olhos no rei do Norte.”
11 A quarta visão mostrava o grande avanço na ciência que viria logo após a segunda guerra mundial. Ela era encabeçada pela visão de um carro com capota como uma bolha de plástico, que estava percorrendo maravilhosas super estradas sob controle remoto de modo que as pessoas apareciam assentadas nesse carro sem um eixo de direção e eles estavam disputando alguma espécie de jogo para se distraírem.
12 A quinta visão tinha que ver com o problema moral de nossa época, centralizando-se mais em torno das mulheres. Deus mostrou-me que as mulheres começaram a se afastar de seu lugar com o privilégio do voto. Então cortaram seus cabelos, o que significa que elas não estavam mais sob a autoridade do homem, mas insistindo em direitos iguais, ou na maioria dos casos, mais do que iguais. Adotaram roupas masculinas e se enveredaram por uma moda de trajes sumários; até a última figura que vi era uma mulher despida, exceto por uma pequena folha de figo, tipo de avental. Com esta visão eu vi a terrível perversão e estado moral de todo o mundo.
13 A seguir na sexta visão eis que se levantou na América, a mulher mais linda, porém cruel. Ela mantinha o povo sob seu completo controle. Eu acreditei ser este o levantamento da igreja Católica Romana, embora eu saiba que pudesse se tratar possivelmente de alguma mulher levantando-se em grande poder na América devido a uma votação popular pelas mulheres.
14 A última e sétima visão foi aquela na qual ouvi a mais terrível explosão. Quando virei-me para olhar não vi nada mais senão escombros, crateras, e fumaça por sobre toda a terra da América.
15 Baseado nestas sete visões, junto com rápidas mudanças que têm varrido o mundo nestes últimos cinquenta anos, eu predigo (eu não profetizo) que estas visões já se terão cumprido por volta de 1977. E posto que muitos possam sentir que esta seja uma declaração irresponsável, em vista do fato que Jesus disse que “ninguém conhece o dia e nem a hora,” eu ainda mantenho esta predição depois de trinta anos porque Jesus não disse que nenhum homem poderia conhecer o ano, mês ou semana em que sua vinda é para ser completada. Pelo que repito, eu sinceramente creio e sustento como um estudante privado da Palavra, junto com a inspiração divina que 1977 deve terminar os sistemas do mundo e introduzir o milênio.
16 Agora permitam-me dizer o seguinte. Pode alguém provar ser errada uma destas visões? Não foram todas elas cumpridas? Sim. Cada uma tem sido cumprida, ou está se processando nesta hora. Mussolini invadiu a Etiópia vitoriosamente, e a seguir caiu e a perdeu toda. Hitler começou uma guerra que não pôde terminar, e morreu misteriosamente. O comunismo absorveu ambos os outros ismos. O carro bolha de plástico está construído e está esperando somente um melhor sistema de estradas. As mulheres fazem tudo exceto andarem despidas, e agora estão mesmo usando traje de banho de uma só peça. E há poucos dias eu vi em uma revista o mesmo vestido que vira em minha visão, (se é que vocês podem chamar a isto de vestido). Era uma espécie de roupa de plástico transparente com três manchas escuras que cobriam os seios em uma área reduzida, e então havia uma parte escura semelhante a um pequeno avental embaixo. A Igreja Católica está em ascendência. Tivemos um Presidente católico e não há dúvida que teremos outro. O que está faltando? Nada exceto Hebreus 12:26:
A voz do qual moveu então a terra, mas agora anunciou, dizendo: ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu.
17 Uma vez mais Deus sacudirá a terra e desta vez cairá tudo o que pode ser derrubado. Então Ele a renovará. Em março de 1964, aquele terremoto no Alaska na Sexta Feira da Paixão abalou toda a terra, embora não a desequilibrasse. Mas Deus está advertindo de um tremor de terra que Ele logo fará em grande escala. Ele vai explodir e agitar este mundo amaldiçoado pelo pecado, meu irmão, minha irmã, e há somente um lugar que pode resistir este choque, e este é no aprisco do Senhor Jesus. E eu quero suplicar-lhes enquanto a misericórdia de Deus está disponível a você, que vocês dêem toda a sua vida, sem qualquer reserva, a Jesus Cristo, Quem como o fiel Pastor salvá-los-á e cuidará de vocês e apresentá-los-á sem qualquer culpa na glória com muitíssima alegria.

O MENSAGEIRO
18 Eu duvido muito que qualquer era em verdade haja conhecido o mensageiro que Deus lhe havia enviado com exceção da primeira era onde Paulo foi o mensageiro. E mesmo naquela era muitos não o reconheceram como tal.
19 Agora a era em que estamos vivendo vai ser muito curta. Os acontecimentos vão transcorrer mui rapidamente. Por essa razão, o mensageiro à era de Laodicéia tem que estar aqui mesmo, embora talvez não o conheçamos até este momento. Mas deverá haver seguramente um tempo quando ele se tornará conhecido. Ora, eu posso provar isto porque temos a Escritura que descreve seu ministério.
20 Primeiro de tudo este mensageiro será um profeta. Ele terá o ofício de um profeta. Ele terá o ministério profético. O ministério será solidamente baseado na Palavra, porque quando ele profetiza ou tem uma visão, ela será “segundo a Palavra” e sempre chegará a suceder. Ele será vindicado como profeta por causa de sua exatidão. A prova de que ele é profeta a encontramos em Apocalipse 10:7
Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.
21 Agora esta pessoa, que neste verso é chamada “anjo” na versão do rei Tiago não é um ser celestial. O sexto anjo tocando a trombeta, o qual é um ser celestial, está em Apoc. 9:13, e o sétimo segundo esta ordem está em Apocalipse 11:15. Este aqui em Apocalipse 10:7 é o mensageiro da sétima era, e é um homem; e ele tem de trazer uma mensagem de Deus, e Sua mensagem e ministério vão consumar o mistério de Deus como Ele o tem anunciado a seus servos os profetas. Deus vai tratar a este último mensageiro como um profeta, porque ele é um profeta. Isso é o que Paulo foi na primeira era, e a última era tem um também.
Tocar-se-á a buzina na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá qualquer mal à cidade, e o Senhor não o terá feito?
Certamente o Senhor Jeová não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Amós 3:6-7
22 Foi no tempo do fim quando saíram os sete trovões de Jesus.
E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.
E, sendo ouvidas dos sete trovões as suas vozes, eu ia escrevê-las, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.
Apocalipse 10:3-4
23 Ninguém conhece o conteúdo daqueles trovões, porém temos de saber. E necessitará de um profeta para obter a revelação porque Deus não tem outro meio de publicar Suas revelações escriturísticas exceto por meio de um profeta. A palavra sempre veio através de um profeta e sempre virá. Que esta é uma lei de Deus é evidente mesmo por um exame fortuito da Escritura. O Deus imutável com caminhos imutáveis invariavelmente envia Seu profeta em cada época onde o povo tem se desviado da ordem divina. Com ambos, os teólogos e o povo, tendo se apartado da Palavra, Deus sempre envia Seu servo a este povo (mas à parte dos teólogos) a fim de corrigir os falsos ensinos e guiar o povo de volta a Deus.
24 Assim vemos um mensageiro da sétima era, e ele é um profeta.
25 Não somente vemos que vem este mensageiro aqui em Apocalipse 10:7, porém vemos que a Palavra fala de Elias vindo antes do retorno de Jesus.
E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas. Mat. 17:10-11.
26 Antes da vinda de nosso Senhor, Elias tem que regressar para efetuar uma obra de restauração na igreja. Isto é o que diz em Malaquias 4:5-6:
Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor.
E converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição.
27 Não há nenhuma dúvida que Elias tem que voltar antes da vinda de Jesus. Ele tem uma obra a realizar. Essa obra é a parte de Malaquias 4:6, que diz: “ele converterá o coração dos filhos aos pais”. Nós sabemos que esta obra pertence somente a ele àquele tempo porque ele já cumpriu a parte que diz “ele converterá os corações dos pais aos filhos”, quando o ministério de Elias esteve aqui em João Batista.
E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto. Lucas 1:17.
28 No ministério de João, “o coração dos pais” foram convertidos aos filhos. Sabemos disso porque Jesus mesmo o disse. Mas Ele não disse que os corações dos filhos foram convertidos aos pais. Isso ainda está por suceder. Os corações dos filhos dos últimos dias serão convertidos aos pais do Dia de Pentecostes. João preparou aos pais para que Jesus pudesse dar boas vindas aos filhos ao entrar ao redil. Agora este profeta, sobre o qual cairá o Espírito de Elias, preparará aos filhos para darem boas-vindas a Jesus.
29 João Batista foi chamado Elias por Jesus. Mat. 17:12
Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram…
30 A razão pela qual Jesus chamou a João de Elias, foi porque o mesmo Espírito que esteve sobre Elias havia voltado sobre João, da mesma maneira que o Espírito havia estado sobre Eliseu depois do reino de Acabe. Agora, aquele mesmo Espírito voltará outra vez sobre outro homem um pouco antes da vinda de Jesus. Ele será um profeta. Ele será vindicado como tal por Deus mesmo. Sendo que Jesus mesmo, em carne, não estará sobre a terra para vindicá-lo (como Ele fez com João), isto será feito então pelo Espírito Santo, de modo que seu ministério de profeta será acompanhado de grande e maravilhosa manifestação. Como profeta, cada revelação será vindicada, porque cada revelação virá a acontecer. Assombrosos atos de poder serão efetuados à sua ordem em fé. Então será proclamada a mensagem que Deus lhe tem dado na Palavra para voltar o povo à verdade e ao verdadeiro poder de Deus. Alguns escutarão, porém a maioria correrá efetivamente para se organizar e rejeitá-lo.
31 Sendo este mensageiro-profeta de Apocalipse 10:7 o mesmo de Malaquias 4:5-6 será naturalmente igual a Elias e João. Ambos foram homens separados das escolas religiosas de seus dias. Ambos eram homens do deserto. Ambos agiram somente quando eles tinham o “Assim Diz o Senhor,” diretamente de Deus por revelação. Ambos atacaram severamente as ordens e os líderes religiosos de seus dias. Mas não somente isto, mas desta maneira atacaram todos que eram corruptos ou que corromperiam outros. E notem, ambos profetizaram muito contra mulheres imorais e seus costumes. Elias falou contra Jezabel e João repreendeu a Herodias, a esposa de Filipe.
32 Ainda que ele não venha a ser popular, ele será vindicado por Deus. Assim como Jesus autenticou a João, o Espírito Santo autenticou a Jesus, podemos esperar que este homem será primeiramente vindicado pelo Espírito operando em sua vida em atos de poder que serão incontestáveis e jamais encontrados em qualquer outro lugar; e o próprio Jesus retornando, o vindicará, assim como autenticou a João. João testificou que Jesus estava vindo. E este homem também, como João, testificará que Jesus está vindo. E a própria volta de Jesus provará que este homem verdadeiramente era o precursor da segunda vinda. Esta é a evidência final que este é realmente o profeta de Malaquias 4, para o fim do período dos gentios, o próprio Jesus aparecendo. Então será muito tarde para aqueles que O rejeitaram.
33 A fim de mais tarde iluminar mais nossa apresentação deste profeta dos últimos dias, permitam-nos especialmente notar que o profeta de Mateus 11:12 foi João Batista, aquele predito em Malaquias 3:1.
Eis que eu envio o meu anjo, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem buscais, o anjo do concerto, a quem vós desejais; eis que vem, diz o Senhor dos Exércitos. Mal. 3:1.
E, aconteceu que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles.
E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,
A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes:
Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.
E, bem-aventurado é aquele que se não escandalizar em mim.
E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? Uma cana agitada pelo vento?
Sim, que fostes ver? Um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis.
Mas então que fostes ver? Um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;
Porque este é de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho.
E em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele. Mateus 11:1-11
34 Isto já tem sucedido, já tem transcorrido, está finalizado. Porém note agora em Malaquias 4:1-6:
Porque eis que aquele dia vem ardendo como forno: todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo.
Mas para vós, que temeis o meu nome nascerá o sol da justiça, e salvação trará debaixo das suas asas; e saireis e crescereis como os bezerros do cevadouro.
E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés naquele dia que farei, diz o Senhor dos Exércitos.
Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, a qual lhe mandei em Horebe para todo o Israel, e que são os estatutos e juízos.
Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor;
E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição.
35 Agora, imediatamente depois da vinda deste Elias, a terra será purificada com fogo e os perversos se farão cinza. Naturalmente isto não acontecera ao tempo de João (o Elias para o seu dia). O Espírito de Deus que predisse a vinda do Mensageiro em Malaquias 3:1 (João), somente estava reiterando Sua prévia declaração profética de Isaias 40:3, que havia sido feita aproximadamente 300 anos antes.
Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.
36 Agora, João por meio do Espírito Santo, vindicou a Isaias como também a Malaquias em Mateus 3:3:
Porque este é o anunciado pelo profeta Isaias, que disse: Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.
37 Podemos ver claramente nas Escrituras que o profeta de Malaquias 3 que foi João, não era o profeta de Malaquias 4, posto que verdadeiramente, ambos, João e este profeta dos últimos dias, tenham sobre si o mesmo Espírito que estava sobre Elias.
38 Agora, este mensageiro de Malaquias 4 e de Apocalipse 10:7 fará duas coisas. Primeiro: Segundo Malaquias 4, ele converterá os corações dos filhos aos pais. Segundo: Ele revelará os mistérios dos sete trovões de Apocalipse 10, os quais são as revelações contidas nos Sete Selos. Serão estes “mistérios-verdades” revelados divinamente que converterão os corações dos filhos aos pais de Pentecostes. Será exatamente assim.
39 Mas considere isto também. Este profeta-mensageiro será em sua natureza e seus modos como foram Elias e João. O povo do dia deste profeta-mensageiro será igual ao povo dos dias de Acabe e também de João. E sendo somente o coração dos filhos os que serão convertidos, então serão somente os filhos os que escutarão. Nos dias de Acabe houve somente 7.000 israelitas de semente verdadeira. Nos dias de João também houve muito poucos. Em ambas as eras, o povo estava na fornicação e idolatria.
40 Quero fazer mais uma comparação entre o profeta-mensageiro de Laodicéia e João o profeta-mensageiro que anunciou a primeira vinda de Jesus. O povo, em seu tempo, confundiu a João com o Messias.
E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
E confessou, e não negou; confessou. Eu não sou o Cristo. João 1:19-20.
41 Agora este profeta mensageiro do último dia terá tal grau de poder ante o Senhor que haverá aqueles que o confundirão com o Senhor Jesus. (Haverá um espírito no mundo, no tempo do fim, que enganará a muitos e fará com que creiam nisto.
Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora enganariam até os escolhidos.
E eis que vo-lo tenho predito.
Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.) Mat. 24 : 23- 26
42 Mas não vá você crer nisto. Ele não é Jesus Cristo. Ele não é o Filho de Deus. Ele é um dos irmãos, um profeta, um mensageiro, um servo de Deus. Ele não necessita de nenhuma honra maior do que recebeu João Batista quando foi a voz que clamou: “Eu não sou Ele, porém Ele vem depois de mim”.
43 Antes de concluir esta parte que tem que ver com o mensageiro à Era de Laodicéia, devemos considerar seriamente estes dois pensamentos. Em primeiro lugar, esta era terá um só profeta-mensageiro. Apocalipse 10:7 diz: “quando ele (singular) começar a tocar.” Nunca tem havido uma era em que Deus haja mandado a Seu povo dois profetas maiores ao mesmo tempo. Ele mandou a Enoque (só); mandou a Noé (só); mandou a Moisés (só ele tinha a Palavra, ainda que outros também profetizaram); João Batista veio só. Agora, neste último dia deve vir um profeta (não uma profetisa – ainda que nesta era entre todos aqueles que pretendem expor a Palavra, o número de mulheres é maior que o número de homens), e a Palavra infalível diz que ele (o profeta) revelará os mistérios ao povo da última era e converterá o coração dos filhos aos pais. Há aqueles que dizem que o povo de Deus vai se unir por meio de uma revelação coletiva. Eu desafio esta declaração. Esta é uma suposição atrevida e inválida em vista de Apocalipse 10:7. Eu não estou negando que haverá pessoas na última era que profetizarão e que seus ministérios podem ser e ainda serão corretos. Eu não nego que haverá profetas como nos dias de Paulo quando houve um chamado Ágabo, um profeta que profetizou uma fome. Estou de acordo que estas coisas são assim. Porém, eu nego, segundo a evidência infalível da Palavra, que haja mais que um profeta mensageiro maior, que revelará os mistérios contidos na Palavra e que ao mesmo tempo tem o ministério para converter o coração dos filhos aos pais.
44 O “Assim Diz o Senhor” permanece por meio de Sua Palavra que não falha, e permanecerá e será vindicada. Há um profeta mensageiro para esta era. Baseando-me unicamente no comportamento humano, qualquer pessoa sabe que onde há muitas pessoas, há também opiniões divididas acerca de pontos menores de uma doutrina maior na qual todos concordam. Quem pois terá o poder de infalibilidade, o qual há de ser restaurado nesta última era? Porque esta última era voltará a manifestar a noiva da Palavra pura. Isso quer dizer que teremos de novo a Palavra como foi dada e entendida perfeitamente nos dias de Paulo. Vou lhe dizer quem terá este poder. Será um profeta tão cabalmente vindicado que qualquer outro profeta em todas as eras, desde Enoque até hoje; porque este homem de fato terá o ministério profético da pedra de coroa, e Deus o mostrará. Ele não necessitará falar por si mesmo, Deus falará por ele por meio da voz do sinal. Amém.
45 O segundo pensamento que deve ser selado sobre nossos corações é que as sete eras da igreja começaram tanto com o anticristo como com o Espírito Santo, Quem deve ser louvado para sempre.
Amados, não creais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. I João 4:1
46 Vê você isto? O Espírito do anticristo é identificado com os falsos profetas. As eras começaram com falsos profetas, e terminarão com falsos profetas. Agora, naturalmente será um verdadeiro falso profeta no grande sentido daquele homem mencionado em Apocalipse. Porém por agora, antes que ele seja revelado, têm que aparecer falsos profetas.
Então se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
Eis que eu vo-lo tenho predito.
Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Mateus 24: 23-26.
47 Estes falsos profetas são apontados por meio das seguintes Escrituras:
E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. II Pedro 2:1-2.
Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. II Tim. 4:3-4.
Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios. I Tim. 4:1.
48 Agora, em cada caso você notará que o falso profeta é um que está do lado de fora da Palavra. Assim como mostrei que “anticristo” significa “anti-Palavra”, estes falsos profetas vêm pervertendo a Palavra, atribuindo-lhe um significado segundo seus próprios propósitos diabólicos. Tem notado você como é que aqueles que guiam as pessoas à perdição, as atraem a si mesmos por meio do temor? Dizem que se as pessoas não fizerem o que eles dizem, ou se forem, então virá a destruição. Eles são falsos profetas porque um verdadeiro profeta sempre nos guiará à Palavra, e unirá o povo a Jesus Cristo e não dirá às pessoas que têm que temer o que ele diz, mas que temam o que diz a Palavra. Note você como esta gente, tal como Judas, está em busca de dinheiro. Eles induzem você a vender tudo que tem para dar a eles para seus projetos. Tomam mais tempo para as ofertas do que para a Palavra. Aqueles que se atrevem a usar os dons, farão uso de um dom que tem uma margem de erro, e logo pedem dinheiro e se esquecem da Palavra, e dizem que isto é de Deus. Há pessoas que seguem a essa gente, lhe sustenta, sofrem com eles e crêem neles, não sabendo que são caminho de morte. Sim, o mundo está cheio de personificadores carnais. Nos últimos dias se esforçarão para imitar ao profeta mensageiro. Os sete filhos de Ceva trataram de imitar a Paulo. Simão, o mágico, tratou de imitar a Pedro. Suas personificações serão carnais. Não poderão produzir o que produz o verdadeiro profeta. Quando ele diz que o avivamento tem terminado, eles sairão por todas as partes anunciando uma grande revelação e dizendo que o que o povo tem é exatamente correto, e que Deus fará coisas maiores e mais maravilhosas entre o povo. E o povo cairá em tal coisa. Estes mesmos falsos profetas dirão que o mensageiro do último dia não é um teólogo e por isso não deve ser escutado. Eles não poderão produzir o que produz o mensageiro; não serão vindicados por Deus como o será o profeta do último dia, mas com suas eloquentes palavras e com o peso da fama mundial, admoestarão ao povo a não ouvirem a este homem ( o mensageiro ), e dirão que ensina erradamente. Eles são exatamente como seus pais – os fariseus – que eram do diabo, porque eles disseram que João e Jesus ensinaram errado.
49 Por que é que os falsos profetas estão contra o profeta verdadeiro e até desacreditam seus ensinamentos? Porque são exatamente como foram seus antepassados nos dias de Acabe quando se opuseram a Micaías. Houve quatrocentos deles e todos estavam de acordo; e todos disseram a mesma coisa, enganaram ao povo. Porém um só profeta – somente um – tinha a verdade e todos os demais estavam equivocados porque Deus havia dado a revelação a um só.
50 Tenha você muito cuidado com estes falsos profetas, porque eles são lobos vorazes.
51 Se ainda tem você dúvidas acerca disto, rogarei a Deus para que lhe encha de Seu Espírito e lhe guie por Seu Espírito, porque os escolhidos não podem ser enganados. Entendeu você isso? Não há nenhum homem que possa enganar a você. Paulo, se houvesse estado em erro, não haveria podido enganar aos escolhidos. E naquela era de Éfeso os escolhidos não podiam ser enganados porque eles provaram aos falsos apóstolos e falsos profetas e encontraram que eram mentirosos e os lançaram fora. Aleluia! Suas ovelhas ouvem Sua Voz e O seguem. Amém. Eu o creio.

A SAUDAÇÃO
52 Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus. Apocalipse 3:14
Oh, não é essa a mais bela descrição dos atributos de nosso amoroso Senhor e Salvador, Jesus Cristo? Estas palavras me dão desejo de gritar. Trazem a meu coração um espírito de realidade. Somente em lê-las, sem mesmo esperar por uma revelação completa do Espírito sobre elas, faz-me vibrar.
53 Jesus está nos dando esta descrição de Si mesmo em relação à última era. Os dias de graça estão findando. Ele tinha olhado do primeiro século direto ao vigésimo, e disse-nos todas as coisas concernentes a estas eras. Antes que Ele nos revele as características da última era, nos dá uma descrição final de Sua própria Deidade, graciosa e suprema. Esta é a revelação final de Si mesmo.
54 Assim diz o “Amém.” Jesus é o Amém de Deus. Jesus é o “Assim seja” de Deus. Amém significa o final. Significa aprovação. Significa a promessa triunfante. Significa a promessa imutável. Significa o selo de Deus.
55 Quero que você examine isto cuidadosamente para que veja algo realmente muito precioso e formoso. Disse que esta é a revelação do tempo do fim, a revelação de Si mesmo. Quando o dia da graça terminar, então dentro de pouco tempo começará o Milênio, verdade? Bem, leiam comigo Isaias 65:16-19.
De sorte que aquele que se bendisser na terra será bendito no Deus da verdade; e aquele que jurar na terra, jurará pelo Deus da verdade; porque já estão esquecidas as angústias passadas, e estão encobertas diante dos meus olhos.
Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.
Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que crio; porque eis que crio para Jerusalém alegria e para o seu povo gozo.
E folgarei em Jerusalém e exultarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor.
56 Isto é a nova Jerusalém. Isto é o Milênio. Porém ao entrarmos ao Milênio, ouça você o que Ele diz acerca de exercer um certo atributo de Deus, verso 16, aquele que se bendisser na terra, no Deus da verdade será bendito. Sim, isso é correto, porém a tradução correta não é “Deus da verdade.” É “Deus do Amém.” E portanto lemos, “abençoará a si mesmo no Deus do Amém, e aquele que jurar na terra, jurará pelo Deus do Amém; porque já estão esquecidas as angústias passadas e estão encobertas diante dos meus olhos. Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra: e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio, pois, eis, eu crio para Jerusalém alegria, e para o seu povo gozo. E folgarei em Jerusalém, e exultarei no meu povo: e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor”. Aleluia! Aqui está Jeová do Velho Testamento, “o Deus do Amém.” Aqui está Jesus do Novo Testamento, “o Deus do Amém”. Ouça, ó Israel, o Senhor teu Deus é um Deus. Ali está de novo, o Jeová do Antigo Testamento é o Jesus do Novo Testamento. “Ouça, ó Israel, o Senhor teu Deus é um Deus”. O Novo Testamento não revela a outro Deus, é uma revelação de um e o mesmo Deus. Cristo não desceu para revelar a si mesmo. Ele não veio para revelar ao Filho. Ele veio para revelar e para dar a conhecer ao Pai. Ele nunca falou de dois deuses; falou de um Deus. E agora, nesta última era, temos regressado à revelação principal, a revelação mais importante da Deidade na Bíblia inteira, que é, Jesus é Deus, Ele e o Pai são um: há um só Deus, e Seu Nome é: O Senhor Jesus Cristo.
57 Ele é o Deus do Amém. Ele nunca muda. O que Ele faz nunca muda. Ele o diz e o que diz permanece. Ele faz e o que faz fica feito para sempre. Nada pode ser tirado do que Ele diz, ou a ele acrescentado. Assim seja. Amém. Assim seja. Não estão vocês felizes por servirem a um Deus desta espécie? Vocês podem saber exatamente onde estão com Ele a qualquer tempo e em todo o tempo. Ele é o Deus do Amém e jamais mudará.
58 “Estas coisas diz o Amém.” Isso me agrada. Significa que o que quer que Ele diz é final. Significa que o que Ele disse à primeira era e à segunda era e a todas as eras acerca de Sua Igreja verdadeira e acerca da falsa vinha, tudo é exatamente a verdade, não mudará. Significa que o que Ele começou em Gênesis, o completará em Apocalipse. Tem que fazê-lo assim porque ele é o Amém. Assim Seja. Agora podemos ver de novo porque o diabo odeia os livros de Gênesis e Apocalipse. Ele odeia a verdade. Ele sabe que a verdade prevalecerá. Ele conhece como será seu fim. E como luta contra isso. Porém nós estamos do lado vitorioso. Nós (refiro-me aos crentes em Sua Palavra, somente) estamos do lado do Amém.
59 “Isto diz a testemunha fiel e verdadeira.” Agora quero mostrar-lhes o que encontro na idéia de “fiel”. Vocês nos vêem falando frequentemente acerca de um grande Deus imutável cuja Palavra não muda. E quando falamos Dele desta maneira frequentemente criamos uma visão Dele que O faz parecer muito impessoal. É como se Deus criasse todo o Universo e todas as leis que a ele pertencem, e a seguir se retraísse e tornasse um grande Deus impessoal. É como se Deus provesse um meio de salvação para a humanidade perdida, sendo esse meio a cruz, e a seguir quando a morte de Cristo expiasse nossos pecados e Sua ressurreição desse-nos uma porta aberta para Ele, Deus simplesmente cruzasse Seus braços e recuasse. É como se nós puséssemos grande importância em crer Nele como o grande Criador, mas nos tornássemos propensos a vê-lo como um que tendo criado, perdeu o interesse por Sua criação. Agora eu disse o que muitas pessoas estão prontas a pensar. Mas este é um pensamento errado, porque Deus está dirigindo os negócios dos homens agora mesmo. Ele é tanto criador quanto sustentador.
Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. Colossenses 1:16-17.
60 Ele é um Deus soberano. Por meio de Seu próprio conselho Ele determinou o plano da Salvação de Seus próprios escolhidos a quem conheceu antecipadamente. O Filho morreu na cruz para estabelecer o meio de salvação, e o Espírito Santo com diligência executa a Vontade do Pai. Ele está operando todas as coisas neste mesmo momento segundo o propósito de Sua própria Vontade. Ele está em meio de tudo. Ele está em meio de Sua igreja. Este grande Criador, Deus Salvador, está operando fielmente entre os Seus neste momento como o grande Pastor das ovelhas. Sua própria existência é por causa dos Seus. Ele os ama e cuida deles. Seu olho está sempre sobre eles. Quando a Palavra diz que “vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus”, significa exatamente o que diz. Oh, que gozo tenho ao saber que meu Deus permanece fiel. Em Si mesmo é verdadeiro, e não mente. Ele é verdadeiro pela Palavra , Ele sustentará isto. Ele é verdadeiro para conosco, Ele não perderá a nenhum, mas nos ressuscitará no último dia. Estou feliz por estar repousando em Sua fidelidade.
Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo. Filipenses 1:6
61 “Ele é a testemunha verdadeira”. Agora esta palavra “verdadeira” é a mesma palavra que vimos ali em Apocalipse 3:7. Você recordará que não significa “verdadeira” como que em contraste com “falsa”. Tem um significado muito mais profundo e rico. Esta palavra expressa realização perfeita em contraste a realização parcial. Agora de volta à era de Filadélfia, a vinda do Senhor estava próxima. Quão grande amor por Ele manifestou aquela era. Me faz lembrar aquelas belas palavras em I Pedro 1: 8
Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso.
62 Nos regozijamos juntamente com eles. Nós não O temos visto, porém O temos sentido. Nós O conhecemos agora tanto quanto nossos limitados sentidos nos permitem. Porém um dia será face a face. Isto é para esta era. Ele vem ao fim desta era. A realização parcial será feita realização perfeita, realização completa. Aleluia! Temos estado olhando através de um espelho escuro, porém mui logo será face a face. Temos estado caminhando de glória a gloria, porém mui logo será diretamente na glória; e em Sua Glória brilharemos. Seremos semelhantes a Ele, maravilhosamente como Ele — Jesus nosso Divino Salvador! Não é maravilhoso? Somos completos Nele. Isso é correto. Ele não nos mente quanto a isso. Mas um dia seremos mudados nos átomos. Nos vestiremos de imortalidade. Seremos absorvidos em vida. Então experimentaremos realização.
63 “Ele é a fiel e verdadeira testemunha.” Agora, meditemos naquela palavra, “Testemunha”. Bem, esta palavra é aquela da qual nós obtemos a palavra “mártir”. A Bíblia fala de Estêvão e Antipas e outros como mártires. Foram mártires, e também foram testemunhas. Jesus foi um mártir fiel. O Espírito Santo é testemunha disso. O Espírito dá testemunho disto. O mundo odiava a Jesus. Ele O matou. Porém Deus o amou e Ele foi ao Pai. A prova de que Ele foi ao Pai é que o Espírito Santo veio. Se Jesus não tivesse sido recebido do Pai, o Espírito não haveria vindo.
Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas se eu for, enviar-vo-lo-ei.
E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.
Do pecado, porque não crêem em mim
Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;
E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. João 16:7-11
64 A presença do Espírito Santo em lugar de Jesus neste mundo, prova que Jesus foi justo e que foi ao Pai. Porém a Bíblia também diz em João 14:18: Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
65 Ele mandou o Consolador, Ele foi o Consolador. Ele voltou em forma de Espírito sobre a Igreja. Ele é a testemunha fiel e verdadeira em meio da Igreja. Porém algum dia voltará outra vez em forma de carne. Então provará que Ele é o único Poderoso Sábio, – Ele é, Jesus Cristo, o Senhor da Glória.
A Testemunha Fiel e Verdadeira, Criador e Sustentador, Realização Perfeita, o Amém de Deus.
66 Oh, quanto O amo, quanto O adoro, Jesus o Filho de Deus!
67 Quero encerrar meus pensamentos sobre esta parte da saudação com estas palavras de II Coríntios 1:18-22:
Antes, como Deus é fiel, a nossa palavra para convosco não foi sim e não.
Porque o Filho de Deus, Jesus Cristo, que entre vós foi pregado por nós, isto é, por mim, e Silvano, e Timóteo, não foi sim e não; mas nele houve sim.
Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós.
Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus.
O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.
68 “O princípio da criação de Deus”. Isto é o que o Senhor Jesus diz que Ele é. Porém estas palavras não significam exatamente como elas soam para nós. Tomando-as assim como soam têm feito com que algumas pessoas (na realidade, multidões de pessoas) tenham a idéia que Jesus foi a primeira criação de Deus, fazendo-O menor que a Deidade. Logo esta primeira criação criou todo o resto do universo e tudo que este contém. Mas isto não é certo. Vocês sabem que isto não combina com o resto da Bíblia. As palavras são, “Ele é Originador ou Autor da criação de Deus.” Agora, sabemos já por certo que Jesus é Deus, Deus mesmo. Ele é o Criador.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. João 1:3 Ele é o Único de Quem é dito, Gên.1:1
No princípio criou Deus os céus e a terra.
Também é dito em Êxodo 20:11
Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há , e ao sétimo dia descansou.
69 Vê você? Já não há nenhuma dúvida de que Ele é o Criador. Ele foi o Criador de uma criação física completa.
70 Certamente agora podemos entender o significado destas palavras. Ao ter qualquer outra interpretação, significaria que Deus criou a Deus. Como poderia Deus ser criado quando Ele mesmo é o Criador?
71 Porém agora Ele está aqui no meio da Igreja. Enquanto está aqui nesta última era, revelando-nos Sua Gloriosa Pessoa, Ele diz de Si mesmo que é “Autor da criação de Deus”. Esta é outra criação. Isto tem que ver com a Igreja. Esta é uma designação especial de Si mesmo. Ele é o Criador daquela Igreja. O Esposo Celestial criou sua própria Noiva.
72 Como o Espírito de Deus desceu e criou na virgem Maria as células das quais nasceu Seu corpo. Eu quero repetir isto. Ele criou as próprias células para aquele corpo no ventre de Maria. Não era suficiente que o Espírito Santo simplesmente desse vida a uma pequena célula humana suprida por Maria. Isto seria o homem pecaminoso produzindo um corpo. Isso não haveria produzido o “Último Adão.” Dele foi dito: “Mas um corpo tens ( o Pai ) preparado para mim”. Deus ( não Maria ) providenciou aquele corpo. Maria foi a incubadora humana, e ela reteve aquele Menino Santo e o trouxe à luz. Era um Deus-Homem. Ele era o Filho de Deus. Ele era a Nova Criação. Homem e Deus se encontraram e se juntaram; Ele foi o primeiro Ser desta nova criação. Ele encabeça esta nova raça.
E ele é a cabeça do corpo da igreja: é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Colossenses 1:18
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo II Coríntios 5:17. Aqui podemos ver que embora o homem seja a velha ordem ou criação, agora em união com Cristo, tem chegado a ser a nova criação de Deus.
Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. Efésios 2:10.
E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Efésios 4:24.
73 Esta nova criação não é a criação velha reformada; se assim fosse, então não se poderia dizer que é nova criação. É exatamente o que diz ser: “Nova criação”. É outra criação, distinta da velha. Ele não está mais tratando pelos caminhos da carne. Assim como Ele tratou com Israel. Ele separou a Abraão e sua descendência através de Isaque. Agora fora de todo parentesco, tribo e nação Ele tem proposto uma nova criação. Ele é o primeiro desta criação. Ele era Deus criado na forma de homem. Agora, por meio de Seu Espírito está criando muitos filhos para Si mesmo. Deus o Criador, criando para Si mesmo uma parte de Sua criação. Esta é a verdadeira revelação de Deus. Este era Seu propósito. Este propósito tomou forma através da eleição. Por isso é que Ele podia ver até a última era, quando tudo seria terminado, e ver a Si mesmo ainda no meio da igreja, como autor desta nova criação de Deus. Seu poder soberano fez com que isto acontecesse. Pelo Seu próprio decreto Ele elegeu os membros desta Nova Criação. Ele os predestinou para adoção de filhos segundo o beneplácito de Sua Vontade. Pela Sua onisciência e onipotência Ele fez com que viesse acontecer. Como poderia Ele de outro modo saber que estaria firme no meio da igreja recebendo glória de Seus irmãos se Ele não se certificasse? Ele conhece todas as coisas, e todas as coisas Ele executou segundo o que Ele conhecia a fim de que Seu propósito e bom prazer viessem a ser realizados.
Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade. Efésios 1:11 Aleluia! Não está você feliz por pertencer a Ele?

A MENSAGEM PARA A ERA DE LAODICÉIA
74 Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável e pobre e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso e arrepende-te. Apocalipse 3:15-19.
Como temos lido juntos eu estou certo que vocês têm observado que o Espírito não tem dito uma só coisa sobre esta era. Ele faz duas acusações e pronuncia Sua sentença sobre eles.
(1) Apocalipse 3: 15, 16.
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
75 Agora vamos considerar isto com muito cuidado. Diz que este grupo de igrejas da era de Laodicéia é morno. Esta mornidão exige um castigo de Deus. O castigo é que serão vomitadas de Sua boca. Aqui é onde não queremos nos desviar como fazem muitas pessoas. Elas muito insensatamente dizem que Deus pode vomitar a vocês de sua boca e que prova que não há nada de verdadeiro na doutrina da perseverança dos santos. Eu quero corrigir seu pensamento agora mesmo. Este verso não é dado para um indivíduo. É dado para a Igreja. Ele está falando com a Igreja. Além do mais, se vocês tão somente guardaram a Palavra na mente vocês se recordarão que em lugar algum ela diz que nós estamos na boca de Deus. Nós estamos gravados nas palmas de Suas mãos. Somos levados em Seu seio. Ali nas eras não conhecidas antes do tempo, estávamos em Sua mente. Estamos em Seu aprisco, em Seus campos, porém nunca em Sua boca. Mas, o que está na boca do Senhor? A Palavra está em sua boca .
Ele porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Mateus 4:4.
76 A Palavra deve estar em nossas bocas também. Agora sabemos que a Igreja é Seu corpo. Está aqui tomando Seu lugar. Que estará na boca da Igreja? A Palavra.
Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus. I Pedro 4:11.
Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. II Pedro 1.21
77 Então, que se passa com este povo dos últimos dias? Eles desviaram-se da Palavra. Eles não são mais fervorosos acerca dela. Eles são mornos quanto a ela. Vou prová-lo neste instante.
78 Os Batistas têm seus próprios credos e dogmas baseados na Palavra, e você não os pode mover. Eles dizem que os dias apostólicos de milagres têm passado, e que não há batismo com o Espírito Santo depois de crer. Os metodistas dizem (baseados na Palavra) que não há batismo nas águas (aspersão não é batismo) e que a santificação é o batismo com o Espírito Santo. A Igreja de Cristo se baseia na regeneração batismal e na maioria dos casos descem às águas pecadores secos e saem pecadores molhados. No entanto, reclamam que sua doutrina está na Palavra. A gente pode percorrer toda uma linha até chegar aos Pentecostais. Têm eles a Palavra? Dê-lhes a prova da Palavra e verá. Em quase todos os casos eles deixam a Palavra por alguma sensação. Se vocês podem produzir alguma manifestação como azeite e sangue e línguas e outros sinais, se na Palavra ou não, ou se propriamente interpretada da Palavra, a maioria se inclinará para ela. Mas, que aconteceu à Palavra? A Palavra foi posta de lado, por isso Deus diz; “Eu vou contra todos vós. Eu vos vomitarei de minha boca. Isso é o fim. Por sete vezes, em sete eras, Eu não tenho visto nada senão homens considerando suas próprias palavras acima das Minhas. Por isso ao fim desta era Eu os estou vomitando de Minha boca. Tudo está acabado. Vou falar claro. Sim, Eu estou no meio da Igreja. O Amém de Deus, o Fiel e Verdadeiro se revelará e será por meio de Meu profeta.” Oh sim, assim é isso.
Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. Apocalipse 10:7.
79 Ali está. Ele está enviando um profeta vindicado. Ele está enviando um profeta depois de quase dois mil anos. Ele está enviando a alguém que está tão longe da organização, educação, e do mundo religioso que ouvirá somente de Deus como João Batista e como Elias na antiguidade; e terá o Assim Diz o Senhor e falará por Deus. Ele como está declarado em Malaquias 4:6, converterá o coração dos filhos aos pais. Ele resgatará os escolhidos do último dia e eles ouvirão a verdade exata por meio de um profeta vindicado; assim como foi com Paulo. Ele restaurará a verdade assim como a tiveram eles. E aqueles eleitos juntamente com ele naquele dia, serão os que em verdade manifestarão o Senhor e serão Seu corpo e serão Sua Voz e produzirão Suas obras. Aleluia! Compreendem isto?
80 Uma breve consideração da história da igreja provará quão exato é este pensamento. Na Era das Trevas o povo, quase totalmente, havia se separado da Palavra. Porém Deus mandou a Lutero com a Palavra. Os Luteranos falaram por Deus naquele tempo. Porém eles se organizaram, e outra vez a Palavra pura de Deus ficou perdida, porque a organização tende a juntar-se com dogmas e credos em vez da simples Palavra. Já não podiam falar por Deus. Então Deus mandou a Wesley e ele foi a voz com a Palavra em seu dia. O povo que aceitou sua revelação de Deus chegou a ser as cartas vivas, lidas e conhecidas de todos os homens de sua geração. Quando os Metodistas fracassaram, Deus levantou a outros, e assim tem continuado através dos anos, até que neste último dia há outra vez um novo povo na terra, que sob seu mensageiro será a voz final na última era.
81 Sim, senhor. A igreja já não é a boca de Deus. Ela é sua própria boca. Por isso Deus está voltando-se contra ela. Ele a confundirá por meio do profeta e da Noiva, porque a Voz de Deus estará nela. Sim ela está, porque diz no último capítulo de Apocalipse, verso 17: “O Espírito e a Noiva dizem: Vem”. Uma vez mais o mundo ouvirá diretamente de Deus como foi no Pentecostes; mas naturalmente a Noiva Palavra será repudiada como na primeira era.
82 Agora, Ele tem clamado a esta era: “Tu tens a Palavra. Tens Bíblias como nunca tens tido, porém não estás fazendo nada com a Palavra; exceto dividindo-a e espedaçando-a, aproveitando o que queres e suprimindo o que não queres. Tu não estás interessada em vivê-La, mas debatê-la. Gostaria que fosses fria ou quente. Se tu fosses fria e a rejeitasse, Eu poderia tolerar isto. Se tu te aquecesses até ficares vermelha para conhecer sua verdade e vivê-la, Eu te louvaria por isto. Porém quando tu simplesmente tomas Minha Palavra e não a honras, Eu em troca devo recusar a honrar-te. Vomitar-te-ei porque me causas náuseas.”
83 Agora, qualquer um sabe que a água morna provoca distúrbio no estômago. Se se precisar de um emético, água morna talvez seja a melhor coisa para se beber. Uma igreja morna tem causado vômitos em Deus e Ele já declarou que a vomitará. Nos faz recordar como se sentiu Ele antes do dilúvio, não faz?
84 Oxalá a igreja fosse fria ou quente. O mais desejável é que fosse fervente (quente). Mas não é. A sentença tem sido decretada. Ela já não é a voz de Deus para o mundo. Ela seguirá dizendo que é, mas Deus diz que não.
85 Deus ainda tem uma voz para o povo do mundo, assim como tem dado uma voz à Noiva. Essa Voz está na Noiva como já temos dito, e veremos isso mais adiante.
(2) Apocalipse 3:17-18
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável e pobre, e cego e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio para que vejas.
86 Agora, observe bem a primeira frase do primeiro versículo: “Porque dizes…” Vê vocês? Eles estavam falando. Estavam falando como a boca de Deus. Isto prova exatamente o que disse que significavam os versículos 16 e 17. Porém, ainda que o digam, isso não significa que é correto. A igreja Católica diz que ela fala por Deus, assegurando que ela é a voz do Senhor. Porém o que eu não posso compreender é o fato de como uma pessoa possa ser tão corrupta espiritualmente. Porém eles produzem segundo a semente que têm por dentro, e nós já sabemos de onde veio aquela semente, não é verdade?
87 A Igreja de Laodicéia está dizendo: “Rico sou e estou enriquecido e de nada tenho falta”. Essa foi a sua auto-avaliação. Ela olhou para si mesma e foi isso que ela viu. Ela disse: “Rica sou”, significando que ela é muito próspera nos bens deste mundo. Ela está se jactanciando, não obstante o que diz São Tiago:
Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?
Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais?
Porventura não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado? Tiago 2:5-7.
88 Agora, eu não estou dizendo com isto que uma pessoa rica não possa ser espiritual, porém todos sabemos que a Palavra diz que são mui poucos. São os pobres que predominam no corpo da Igreja verdadeira. Agora, se a igreja torna-se cheia de riquezas, então sabemos apenas uma coisa: “Icabode” tem sido escrito sobre seus portais! Você não pode negar isto porque é a Palavra.
89 Fala acerca da riqueza na igreja — porque nunca tem havido um tempo de tanta abundância. Os belos santuários são multiplicados em número como nunca até então. Os diferentes grupos contendem entre si para ver quem pode construir o maior e mais belo edifício. Constroem centros educacionais no valor de incalculáveis milhões e estes edifícios são usados apenas uma ou duas horas por semana. Ora, isto não seria uma coisa tão terrível, mas é que eles esperam que este pequeno tempo gasto pelas crianças no terreno da educação substitua as horas de treinamento que deviam ter sido dadas no lar.
90 O dinheiro tem fluído para dentro da igreja tão abundantemente que diferentes denominações são possuidoras de ações e bônus, fábricas, poços de petróleo, e companhias de seguros. Elas têm canalizado dinheiro para fundos de previdência e aposentadoria. Ora, isto soa bem, mas tem se tornado uma armadilha para os ministros, porque se eles decidem deixar seu grupo por mais luz ou pelo amor de Deus, suas pensões são cortadas. A maioria não pode suportar isto e permanecer com seus grupos opressores.
91 Não se esqueça que esta é a última era. Nós sabemos que esta é a última dispensação porque Israel já voltou para a Palestina. Se cremos que Ele em verdade está vindo, então deve haver qualquer coisa errada com aqueles que estão construindo prédios tão vastos. Faz até alguém pensar que estas pessoas planejam ficar aqui para sempre, ou que a vinda de Jesus está a centenas de anos no futuro.
92 Sabe você que hoje em dia a religião é conhecida como um grande negócio? É um fato concreto que já estão colocando gerentes de negócios nas igrejas para cuidar das finanças. É isto o que Deus deseja? Não nos ensina a Sua Palavra no livro de Atos, que sete homens cheios do Espírito Santo e fé serviram o Senhor nos assuntos de negócios? Vocês podem ver seguramente porque Deus disse, “Tu dizes que és rica; Eu nunca disse assim”.
93 Há programas radiofônicos, programas na televisão e numerosos esforços da igreja que estão custando milhões e milhões de dólares. O dinheiro cai nas mãos da igreja em abundância, e os membros aumentam juntamente com o dinheiro; no entanto a obra não é feita como a que era feita quando não havia dinheiro, mas havia homens apoiados exclusivamente na capacidade dada pelo Espírito Santo.
94 Há pregadores pagos, assistentes pagos, ministros de música e educação pagos, coros pagos, zeladores pagos, programas e entretenimentos — tudo custando grandes somas, não obstante tudo isto, o poder está decrescendo. Sim, a igreja está rica, mas o poder não está nela. Deus age pelo Seu Espírito, não pela quantia de dinheiro ou de talento na igreja.
95 Quero agora mostrar-lhes quão diabólica tem se tornado esta ânsia de dinheiro. As igrejas todas têm se esforçado em grande maneira para obter mais e mais membros, especialmente entre as pessoas mais prósperas. Por toda parte se encontra fervor para fazer a religião tão atrativa e encantadora de modo que os ricos e os educados e todos os que têm prestígios mundanos entrem e sejam ativos na igreja. Não podem entender que se a riqueza é o critério de espiritualidade, então o mundo já tem tudo de Deus, e a Igreja não tem nada?
96 “Tu dizes: Estou rico e abastado”. Isto significa literalmente “Eu tenho riquezas espirituais”. Isto parece ser o Milênio com as ruas de ouro e a presença de Deus. Mas eu duvido que seja assim. É a igreja verdadeiramente rica em coisas espirituais de Deus? Vamos examinar esta jactância deste século vinte (Laodicéia) à luz da Palavra.
97 Se a igreja em verdade fosse rica espiritualmente, sua influência se faria sentir na vida do povo. Mas que classe de vida estão vivendo estes a si mesmos chamados “homens espirituais” e influentes da vida da comunidade? Ali nos subúrbios, nos bairros de melhor classe, ali abundam troca de esposas, as prostituições, e bandos de jovens destruindo festas, exigindo um terrível tributo em prejuízo de propriedade. A imoralidade tem atingido o auge de todos os tempos na promiscuidade de atos sexuais, vício em narcóticos, jogo, e toda classe de males. E a igreja continua afirmando quão boa é esta geração, quão cheias estão as igrejas e quão responsáveis são os nativos pelos campos missionários. A igreja tem conduzido as pessoas para os médicos, especialmente aos psiquiatras. Como ela pode propalar ser rica espiritualmente é mais do que eu posso saber. Não é verdade. Elas estão na bancarrota, e não o sabem.
98 Dêem uma boa olhada em torno de si. Examinem as pessoas enquanto elas estão passando. Nas multidões que vocês vêem podem vocês distinguirem aqueles que têm a aparência de cristãos? Observem como se vestem, observem como agem, ouçam o que dizem, vejam para onde vão. Certamente deveria haver alguma porcentagem de evidência verdadeira do novo nascimento entre todos aqueles que vemos passar, porém são mui poucos. Contudo muitas igrejas fundamentais estão nos dizendo que elas têm milhões de salvos e até mesmo cheios do Espírito. Cheios do Espírito? Podem vocês chamar cheias do Espírito a mulheres que andam por aí com cabelos cortados e frizados, com shorts e calças compridas e coletes curtos, pintadas como Jezabel? Se estas estão ataviadas em trajes modestos como convém às mulheres crentes, eu sentiria aversão só em pensar o que seria ter que presenciar uma exibição de imodéstia.
99 Agora eu sei que as mulheres não estabelecem as modas. Hollywood faz isso. Porém escutem-me senhoras, ainda se vendem tecidos e máquinas de costura. Vocês não estão obrigadas a comprar os vestidos que vendem nas lojas e logo usar isso como pretexto. Estamos entrando a um assunto grave e sério. Não tem você lido nas Escrituras que quando um homem olha a uma mulher para cobiçá-la já adulterou com ela em seu coração, ele já tem cometido adultério com ela em seu coração? E que tal se você se veste dessa maneira para causar isso? Então você é a companheira dele no pecado, ainda que você esteja absolutamente ignorante do assunto, sendo uma virgem completamente livre de tais desejos. No entanto, Deus a fará responsável, e você será julgada.
100 Agora, eu sei que vocês, as senhoras, não gostam de tal espécie de pregação, mas irmãs, vocês estão completamente erradas no que estão fazendo. A Bíblia lhes proíbe cortar o cabelo. Deus deu o cabelo por véu. Ele deu um mandamento para as irmãs usarem o cabelo comprido. É sua glória. Quando vocês cortam o cabelo, significa que vocês desprezaram a autoridade de seus maridos. Semelhantes a Eva vocês saem e continuam por sua própria conta. Vocês conseguem o direito do voto. Vocês exercem empregos de homens. Vocês deixam de ser mulheres. Vocês devem se arrepender e voltar para Deus. E como se isso tudo não fora suficientemente mal, uma porção de vocês tomaram a idéia que as irmãs podem invadir os púlpitos e os ofícios da igreja que Deus reservou para os homens e somente para os homens. Oh, agora eu toquei num ponto muito delicado, não é verdade? Bem, mostrem-me uma só Escritura na Bíblia, onde Deus ordenou que a mulher pregasse ou que tomasse autoridade sobre um homem, e eu me retratarei do que disse. Porém, vocês não podem apontar erro no que tenho dito.
101 Eu estou correto, porque me mantenho com a Palavra e na Palavra. Se você fosse rico espiritualmente, saberia que isso é correto. Não há nada verdadeiro, senão a Palavra. Paulo disse:
Não permito porém que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido. I Tim. 2:12.
102 Não lhe é possível tomar parte no quintuplo de Efésios 4 e deixar de exercer autoridade sobre os homens. Irmã, você faria melhor dando ouvidos à Palavra. Não foi o Espírito de Deus manifestando numa vida cheia com o Espírito quem lhe disse para pregar porque o Espírito e a Palavra são Um. Eles dizem a mesma coisa. Alguém cometeu um engano. Alguém foi insensato. Acordem antes que seja tarde demais. Satanás enganou a Eva, sua mãe; e ele está enganando agora as filhas. Que Deus lhe ajude.
103 “De nada tenho falta”. Ora, quando alguém diz, “De nada tenho falta”, ele pode mui propriamente dizer, “Eu tenho todas as coisas”, ou pode dizer, “Eu não quero mais nada pois agora estou farto”. Vocês podem expressar isto de qualquer maneira que desejar, e tudo isso acrescenta o fato ao fato de que a igreja é complacente. Ela está satisfeita com o que tem. Ela faz idéia que tem tudo ou que tem suficiente. E isso é exatamente o que encontramos hoje em dia. Qual a denominação que não está clamando que ela tem a revelação e o poder e a verdade? Escutem aos Batistas, e eles têm tudo. Escutem aos Metodistas, e eles têm tudo; escutem à Igreja de Cristo, e todos são errados, menos eles. Ouçam o que dizem os Pentecostais, e eles têm a plenitude da plenitude. Agora eles sabem que eu estou dizendo a verdade acerca deles, porque nenhum de seus manuais diz o contrário. Escreveram tudo eloquentemente, e assinaram seus nomes e o concluíram. Segundo eles, Deus simplesmente não tem mais nada. E há os que meramente não querem mais nada. Eles não crêem em cura e não a querem, embora esteja na Palavra. Há os que não receberiam o Espírito Santo ainda que Deus abrisse os céus e lhes mostrasse um sinal.
104 Ora, todos estes estão dizendo, e tentando provar, que eles têm tudo ou que eles têm o suficiente. Porém, é isso verdade? Compare esta igreja do século vinte com aquela do primeiro século. Sigam em frente. Façam-no. Onde está o poder? Onde está o amor? Onde está a igreja purificada que resistiu ao pecado e que caminhou com fé para Jesus? Onde está a unidade? Vocês não podem encontrá-la. Se esta igreja tem tudo que necessita, então por que estavam clamando e rogando por mais de Deus no livro de Atos como se eles não tivessem nada disso, e mesmo assim tinham muito mais do que têm hoje?

O DIAGNÓSTICO DE DEUS
105 O que Deus viu foi completamente diferente do que eles disseram que viram. Eles disseram que estavam enriquecidos em bens e ricos espiritualmente. Haviam chegado à meta. Não tinham necessidade de coisa alguma. Porém Deus os viu de outra maneira. Ele disse: “E nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu”. Ora, quando um povo se encontra nessa condição, especialmente nu e não o sabe, tem que haver algo radicalmente errado. Seguramente algo deve estar sucedendo. Não será que Deus tem cegado seus olhos como fez com os judeus? Estará voltando o Evangelho aos judeus? Estará se repetindo a história? Eu digo que sim.
106 Deus diz que esta igreja da era de Laodicéia é “miserável”. Esta palavra vem de duas palavras gregas que significam “sofrimento” e “julgamento”. E isto não tem nada a ver com as provas que chegam a um verdadeiro cristão, porque Deus falando de um cristão em tempo de prova, diz que é “bem-aventurado”, e sua disposição é gozo, enquanto que esta definição é expressada como “desgraçado e miserável”. Quão estranho. Nesta era de abundância, nesta era de progresso, nesta era de fartura, como pode haver provação? Bem, assim sendo, é estranho. Mas era de fartura e oportunidade, quando todos têm tanto e há muito mais para ser possuído, porque com todas as invenções para fazer nosso serviço e muitas coisas para dar-nos prazer, repentinamente, deparamos com as enfermidades mentais apoderando-se de tanta gente ao ponto de alarmar a nação. Quando todo mundo devia ser feliz, sem nada que concorra realmente para ser infeliz, milhões estão tomando sedativos à noite, pílulas para estímulo pela manhã, correndo aos médicos, dando entrada nas instituições, e tentando afugentar por meio do álcool temores desconhecidos. Sim, esta era se gaba de enormes lojas repletas de bens terrenos, mas o povo é menos feliz do que nunca. Esta era se vangloria de seus conhecimentos espirituais, mas o povo é menos seguro de si mesmo do que nunca. Esta era se gaba de melhores valores morais e é a época mais corrupta do que qualquer outra desde o dilúvio. Ela fala acerca de seu conhecimento e de sua ciência, mas ela está travando uma batalha perdida em todos os campos, porque a mente e a alma e o espírito humano não podem compreender nem manter-se a altura das mudanças que têm vindo sobre a terra. Em uma geração nós temos passado da era do cavalo e da carroça à era do espaço, e somos orgulhosos e jactanciosos quanto a isto; porém dentro há uma caverna escura e vazia que está clamando em tormento, e sem uma razão conhecida os corações dos homens estão desfalecendo de medo e o mundo está de tal maneira sombrio que esta era podia muito propriamente ser chamada a era dos neuróticos. Ela se jactancia, mas ela não pode retroceder. Ela clama por paz, porém não há paz. Ela proclama ter uma grande abundância de todos as coisas, mas continua ardendo de desejo como um fogo insatisfeito! “Não há paz”, disse o meu Deus ao perverso.
107 “São miseráveis”. Isto quer dizer que são dígnos de compaixão. Compaixão? Eles desprezam a compaixão. Eles são cheios de orgulho. Se gabam do que não têm. Mas o que possuem não resistirá ao teste do tempo. Têm edificado sobre a areia movediça em vez de edificar sobre a rocha da revelação da Palavra de Deus. O terremoto vem logo. Dentro de pouco tempo virão as tempestades da ira de Deus em juízo. Então vem repentina destruição, e a despeito de toda a sua preparação carnal, eles ainda não estarão preparados para enfrentar aquilo que vem sobre a terra. Eles são aqueles que a despeito de todos os seus esforços mundanos estão realmente opondo a si mesmos e não o sabem. Sem dúvida alguma eles são objetos de compaixão. Compadeçamos deste pobre povo que está no movimento ecumênico do último dia, porque eles o chamam de movimento de Deus, quando na verdade é de Satanás. Tenhamos compaixão daqueles que não conhecem a maldição da organização. Tenhamos compaixão daqueles que têm tantas igrejas belas, personagens tão amáveis, coros tão esplendidamente ensaiados, uma demonstração tal de riqueza e uma forma tão tranquila e reverente de adoração. Tenhamos compaixão, não inveja deles. Voltem para os velhos edifícios de armazéns, voltem para os quartos mal iluminados, voltem para os celeiros, voltem para menos do mundo e mais de Deus. Tenhamos compaixão daqueles que fazem suas grandes reivindicações; e falam acerca de seus dons. Sinta pena deles como objeto de compaixão, porque logo serão objetos de ira.
108 “São pobres”. Ora, isto naturalmente significa pobres espiritualmente. O sinal desta era como ela se encerra, é maior e melhores igrejas com mais e mais pessoas, com mais e mais manifestação do que é suposto ser demonstrações do Espírito Santo. Porém os altares repletos, os dons do Espírito em operação, a notável assistência não é a resposta de Deus, porque aqueles que vêm aos altares muito raramente permanecem para continuar com Deus, e depois que as grandes campanhas se encerram, onde estão aqueles que vieram à frente? Eles ouviram um homem, eles atenderam um apelo, eles caíram na rede, mas eles não eram peixes, e semelhantes a tartaruga eles se arrastam de volta para suas próprias águas.
109 Acerca de tudo isto que se tem dito sobre línguas, que se supõe ser a evidência do batismo do Espírito Santo, e o povo crê que estamos num grande avivamento. O avivamento tem terminado. A América teve sua última oportunidade em 1957. Agora, as línguas são o sinal de Deus de um iminente desastre, assim como foram quando apareceram sobre a parede na festa de Belsazar. Vocês sabem que muitos vão chegar no último dia e dizer, “Senhor, Senhor, não temos feito muitas obras maravilhosas em Teu nome, e até mesmo expulsado demônios?” E Ele dirá: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, os que praticais iniquidade”. Mateus 7:22-23. Jesus disse que eram praticantes de iniquidades. Todavia, vocês conseguem um homem que pode vir e orar pelo enfermo, conseguindo a impressão de óleo e sangue na congregação, surgindo profecia e toda espécie do sobrenatural, e o povo reúne-se em volta dele, e jura que ele é do Senhor, muito embora esteja verdadeiramente fazendo da religião um meio ilícito de ganhar dinheiro, e vivendo em pecado. A única resposta que eles têm é absolutamente fora da Bíblia “bem, ele consegue resultados, portanto ele deve ser de Deus”. Quão terrível. Quão profundamente pobre no Espírito de Deus é esta época, e os pobres necessitados não o sabem.
110 “Tu és cego e nu”. Ora isto é realmente desesperador. Como pode uma pessoa ser cega e nua e não saber? No entanto é dito que são cegos e nus e não podem percebê-lo. A explicação é que estão cegos e nus espiritualmente. Se recordam vocês daquela ocasião quando Eliseu e Geazí foram cercados pelo exército da Síria? Vocês se recordam que Eliseu feriu-os de cegueira pelo poder de Deus? No entanto seus olhos estavam inteiramente abertos e eles puderam ver para onde estavam indo. A cegueira foi peculiar em que eles podiam ver certas coisas, mas outras, como Eliseu e o servo e o campo de Israel eles não podiam ver. O que este exército podia ver não lhe foi de nenhum proveito. Aquilo que eles não viam, os fez cair em cativeiro. Agora, qual vem a ser o significado disso para nós? Significa exatamente o que significou lá atrás no ministério terreno de Jesus. Ele tentou ensinar-lhes a verdade, porém não deram ouvidos. João 9:40-41.
Aqueles dos fariseus, que estavam com ele, ouvindo isto, disseram-lhe: Também nós somos cegos?
Disse-lhes Jesus: Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Vemos; por isso o vosso pecado permanece.
111 A atitude desta era é exatamente a mesma de então. O povo tem tudo. Sabe tudo. Eles não podem ser ensinados. Se surge um ponto de verdade da Palavra e um homem tenta explanar seu ponto de vista a alguém que tem um ponto de vista oposto, o ouvinte não escuta para aprender, mas escuta para contradizer o que o outro diz. Agora, eu quero fazer uma pergunta oportuna. Pode a Escritura combater a Escritura? A Bíblia contradiz a Bíblia? Pode haver duas doutrinas de verdade na Palavra que digam o oposto ou que se oponham uma a outra? Não. Não pode ser assim. Não obstante, quantos do povo de Deus têm os olhos abertos para esta verdade? Nem ao menos um por cento, até onde sabemos, tem aprendido que toda Escritura é dada por Deus e toda ela é útil para ensino, para repreensão, para correção, etc. Se toda Escritura é dada desta maneira, então todo o verso se encaixará se for concedida oportunidade. Porém quantos crêem na predestinação para eleição e reprovação para destruição? Aqueles que não crêem assim, escutarão? Não, eles não ouvirão. No entanto, ambas estão na Palavra, e nada os demoverá. Porém para aprender acerca destas coisas e reconciliar a verdade destas doutrinas com outras verdades que parece que estão opostas, elas não tomarão tempo. Mas tapam seus ouvidos e rangem seus dentes, e se perdem. Ao fim dessa era virá um profeta, porém eles estarão cegos a tudo que ele estiver fazendo ou dizendo. Eles estão seguros que estão certos, e na sua cegueira perderão tudo.
112 Agora Deus diz que estão nus como também cegos. Eu não posso imaginar nada tão trágico como um homem que seja cego e nu e não o sabe. Há somente uma resposta – ele está fora de si. Já está profundamente em um estado de demência. Suas faculdades mentais se foram, uma amnésia espiritual tomou lugar. Que mais pode significar? Pode significar que o Espírito Santo já tenha se retirado da igreja deste última dia? Pode significar que os homens tenham deixado Deus fora de suas mentes em uma extensão tal que esteja acontecendo como declarado em Romanos 1:28
E como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso para fazerem coisas que não convêm.
113 Seguramente parece que algo como isto tem sucedido. Aqui está um povo que diz ser de Deus e conhecer a Deus e ter seu Espírito Santo, e contudo este povo está nu e cego e não o sabe. Eles já estão enganados. Eles têm o Espírito errado; os eleitos não podem ser enganados, mas é evidente que estes outros o são. Estes são aqueles que se tornaram cegos porque recusaram a Palavra de Deus. Estes são os que se despiram a si mesmos por abandonar o cuidado e a proteção de Deus e procuraram construir seu próprio caminho de salvação, sua própria torre de Babel pela organização. Oh, quão linda e encantadoramente parecem vestidos aos seus próprios olhos, quando promovem suas assembléias gerais e seus concílios, etc. Porém agora Deus está despindo-os completamente e eles estão despidos, porque estas organizações não têm senão conduzindo-os ao campo do anticristo, ao campo do joio, direto para serem ajuntados e queimados. Objeto de compaixão é o que verdadeiramente são. Sim, compadecer-se deles, advertí-los, suplicar-lhes, e ainda assim seguem seus caminhos apressadamente para a destruição, rejeitando furiosamente todo esforço de salvação para eles como tições da fogueira. Em verdade são miseráveis e não o sabem. Empedernidos e sem esperança, eles se gloriam no que é realmente sua vergonha. Hostis à Palavra, no entanto um dia serão julgados por ela e pagarão o preço de suas terríveis acusações.

O CONSELHO FINAL DAS ERAS
114 Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Apocalipse 3:18-19.
O conselho de Deus é conciso. Ele vai direto ao alvo. Ele dirige esta igreja do último dia a uma só esperança. Essa esperança é Ele mesmo. Ele diz, “Vem a mim e compres”. É evidente por esta frase, “compre de mim”, que a igreja de Laodicéia não está de modo algum tratando com Jesus pelos produtos espirituais do Reino de Deus. Suas transações não podem ser espirituais. Eles podem pensar que são espirituais, mas como podem elas ser? As obras manifestadas entre eles de maneira alguma são como diz Paulo:
Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Fil. 2:13
Consequentemente o que há quanto a estas igrejas, escolas, hospitais, aventuras missionárias, etc.? Deus não está neles enquanto forem de semente e espírito denominacional, e não da semente e Espírito de Deus.
115 “Compres de mim, ouro refinado pelo fogo, para que te enriqueças”. Ora, este povo tinha abundância de ouro, mas não de boa qualidade. Foi o ouro que corrompeu e disvirtuou o caráter do homem, porque o amor ao ouro foi a raiz de todos os males.
E depois destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória.
E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo o espírito imundo, e coito de toda a ave imunda e aborrecível.
Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participantes dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniquidades dela.
Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.
Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve, foi-lhe outro tanto de tormento e pranto; porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto.
Portanto, num dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo; porque é forte o Senhor Deus que a julga.
E os reis da terra, que se prostituíram com ela, e viveram em delícias, a chorarão, e sobre ela prantearão, quando virem o fumo do seu incêndio;
Estando de longe pelo temor de seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo.
E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém mais compra as suas mercadorias.
Mercadorias de ouro, e de prata, e de pedras preciosas, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlata; e toda a madeira odorífera, e todo vaso de marfim, e todo o vaso de madeira preciosíssima, de bronze e de ferro e de mármore.
E cinamomo, e amomo, perfume, e mirra, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e cavalgaduras, e ovelhas; e mercadorias de cavalos, e de carros, e de corpos e de almas de homens.
E o fruto do desejo da tua alma foi-se de ti; e todas as coisas gostosas e excelentes se foram de ti, e não mais as acharás. Apocalipse 18 : 1 – 14
116 Isto é exatamente as igrejas organizadas do último dia, porque diz no versículo quatro: “Sai dela, povo meu”. O arrebatamento não terá ainda tido lugar. A Noiva não terá ido ainda quando estas condições terríveis nesta rica e falsa igreja existirem.
117 Há porém, um ouro de Deus.
Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece. I Pedro 1 : 7
118 O ouro de Deus é um caráter semelhante ao de Cristo, o qual é produzido no forno ardente da aflição. Este é o ouro de boa qualidade.
119 Porém, que classe de ouro tem a igreja hoje em dia? Ela não tem senão o ouro mundano que perecerá. Ela é mais rica. Ela é complacente. Ela tem feito da abastança o principal critério de espiritualidade. A evidência das bênçãos de Deus e a pureza de doutrina, etc. são agora baseadas sobre quantas pessoas estejam envolvidas nela.
120 “Tu farias melhor vindo antes que seja tarde demais”, diz o Senhor, “e compres de Mim ouro provado pelo fogo e assim tu serás verdadeiramente rica”. Estamos vendo o significado? Ouçam-me: “Chegamos ao mundo nus, porém nus não o deixaremos”. Não senhor, nós vamos levar algo. Essa coisa será tudo que poderemos levar conosco, nada mais, nada menos. Portanto seria muito melhor sermos cuidadosos agora para ver se levamos algo que nos faça retos diante de Deus. Assim sendo, então, que levaremos conosco? Nós levaremos nosso caráter, irmãos, isto é o que levaremos conosco. Ora, que espécie de caráter vocês levarão consigo? Será semelhante ao Dele cujo caráter foi moldado em sofrimento na fornalha de aflição, ou será a fraqueza deste povo Laodiceiano sem caráter? Isto é com cada um de nós, porque naquele dia cada homem dará conta de si mesmo.
121 Agora, eu disse que a cidade de Laodicéia era uma cidade muito próspera. Aí fabricavam moedas de ouro com inscrições pelos dois lados. Moedas de ouro caracterizavam a era — e consequentemente existia um comércio muito próspero. Hoje a moeda de ouro de duas faces está conosco. Nós compramos a entrada e a saída. Na igreja tentamos fazer a mesma coisa. Nós compramos lá fora ao pecado e nos compramos a nós mesmos para entrarmos nos céus – ou melhor, assim dizemos nós. Porém Deus não diz isto.
122 A igreja possui uma riqueza tão fenomenal que a qualquer tempo ela pode tomar posse de todo sistema mundial de comércio, e com efeito um líder no Concílio Mundial de Igrejas profetizou abertamente que a igreja em um futuro previsível deveria, poderia, e fará realmente isto. Porém sua torre de ouro de Babel ruirá. Somente o ouro refinado pelo fogo durará.
123 E através das eras, assim tem feito a igreja. Ela tem deixado a Palavra de Deus e tem tomado seus próprios credos e dogmas; tem se organizado e tem se unido ao mundo. Consequentemente ela está nua e Deus está julgando sua lascívia. A única maneira pela qual ela pode escapar desta situação tão horrorosa, é obedecendo ao Senhor e regressando a Sua Palavra.
Sai dela povo meu. Apocalipse 18:4.
Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei;
E eu serei para vós Pai e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo Poderoso. II Coríntios 6:14-18.
124 Há um preço a ser pago por aquelas vestes, e este preço é o preço da separação.
125 “E colírio para ungires os teus olhos, a fim de que vejas”. Não disse Ele que você tem que comprar esse colírio. Oh não. Não há etiqueta de preço no Espírito Santo. Recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé? Gálatas 3: 2
126 Sem o Batismo do Espírito Santo, você nunca poderá ter seus olhos abertos a uma verdadeira revelação espiritual da Palavra. Um homem sem o Espírito é cego para Deus e Sua verdade.
127 Quando eu penso neste colírio abrindo os olhos do povo, eu não posso deixar de recordar quando eu era um menino em Kentucky. Meu irmão e eu dormíamos no sótão em um colchão de palha. As fendas na casa deixavam passar rajadas de vento. Alguma vezes no inverno ficava tão frio que nós acordávamos de manhã com tanto frio em nossos olhos que eles ficavam completamente fechados de inflamação. Nós chamávamos mamãe e logo ela subia com uma pomada quente e esfregava em nossos olhos até que a matéria endurecida se dissolvia, e então nós podíamos ver. Vocês sabem que tem havido terríveis rajadas de vento frio soprando na igreja nesta geração, e eu temo que seus olhos tenham de tal maneira se enregelado que se fecharam e ela está cega para o que Deus tem para ela. Ela necessita de algum óleo quente do Espírito de Deus para abrir seus olhos. A menos que ela receba o Espírito de Deus ela continuará substituindo poder por programa e a Palavra por credos. Ela considera números como sucesso, ao invés de olhar para os frutos. Os doutores em teologia têm fechado a porta da fé e impedido a todos de entrarem. Eles não entram, nem permitem a outros entrarem. Sua teologia origina-se de um compêndio de psicologia escrito por algum incrédulo. Há um manual de psicologia, um que todos necessitam, é a Bíblia. Ela é escrita por Deus, e contém a psicologia de Deus. Vocês não carecem de algum doutor para explaná-la para vocês. Recebam o Espírito Santo e deixem-No fazer a explanação. Ele escreveu o Livro e Ele pode dizer-lhes o que está escrito nele e o que ele significa.
Mas como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.
Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.
As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.
Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discernem bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. I Coríntios 2:9-16
128 Agora, se todas as coisas que o Espírito está condenando estão nesta era, então necessitamos de alguém aparecer em cena como fez João Batista e desafiar a igreja como nunca antes. E isto é exatamente o que está acontecendo a nossa era. Outro João Batista está vindo e ele clamará exatamente como o fez o primeiro precursor. E sabemos que isso é assim porque o verso seguinte diz:
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Apocalipse 3:19
129 Esta é a mesma Mensagem que João tinha quando ele clamava naquele deserto religioso de fariseus, saduceus, e gentios. “Arrependei-vos”. Não havia outro curso, não há agora outro curso. Naquele dia não havia outra maneira para voltar a Deus, e tão pouco há outra maneira hoje. É, arrependei-vos! Mudai o vosso pensamento. Voltai-vos. Arrependei-vos, por que morrereis?
130 Examinemos a primeira frase, “A quantos eu amo”. No grego a ênfase é colocada sobre o pronome pessoal “Eu”. Ele não disse, como muitos pensam que Ele teria dito, “a quantos Me amam”. Não senhor. Não devemos nunca tentar fazer de Jesus o objeto do amor humano neste verso. Não! São os “muitos” que são amados de Deus. É Seu amor, em questão, não o nosso. Desta maneira mais uma vez nos encontramos a nós mesmos glorificando-nos em Sua salvação, Seu propósito e Seu plano, e somos confirmados ainda mais fortemente na verdade da doutrina da Soberania de Deus; como Ele disse em Romanos 9:13: “Amei a Jacó”. Agora, é estabelecido, desde que Ele ama somente os muitos, que Ele está consequentemente em um estado de complacência, esperando o amor daqueles que não têm se aproximado Dele? De modo nenhum é isto assim, porque Ele declarou também em Romanos 9:13, “mas me aborreci de Esaú”. E no verso 11 o Espírito ousadamente proclama, “Porque não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama”. Romanos 9:11
131 Este amor é “Amor eletivo”. É amor por Seus eleitos. E seu amor para com eles é à parte do mérito humano, porque é dito que o propósito de Deus prevalece na eleição a qual é completamente oposto às obras ou qualquer coisa que o homem tenha em si mesmo. Porque antes que houvessem nascido os meninos, Ele já havia dito: “Amei a Jacó e aborreci a Esaú”.
132 Agora, Ele diz aos Seus: “Eu repreendo e castigo a todos os que amo”. Repreender é reprovar. “Reprovar é expor com o fim de corregir”. Disciplinar não significa punir. Significa, “disciplinar porque a correção do súdito está na mente”. Isto é exatamente o que encontramos em Hebreus 12:5-11:
E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, e não desmaies quando por ele fores repreendido;
Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.
Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?
Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.
Além do que tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos?
Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes de sua santidade.
E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Hebreus 12:5-11.
133 Aqui vemos o amor de Deus. Em amor, Ele desejava uma família de filhos; filhos que se parecessem a Si mesmo. Eis perante Ele todo gênero humano como uma massa de barro. Fora desta mesma massa Ele fará agora vasos para honra e para desonra. A escolha será Sua própria escolha. Então aqueles escolhidos, nascidos de Seu Espírito serão treinados para serem conforme Sua imagem em seu modo de viver. Ele repreende com toda tolerância, benignidade e misericórdia. Ele disciplina com as mãos com as cicatrizes dos pregos. Algumas vezes este oleiro deve tomar o vaso que está fazendo e quebrá-lo completamente a fim de que Ele possa reconstruí-lo exatamente como Ele o deseja. Mas é amor. Este é seu amor. Outro caminho para seu amor não há. Não pode haver.
134 Oh, pequeno rebanho, não temas. Esta era está se encerrando rapidamente. Enquanto ela passa aqueles joios serão amarrados juntos, e como uma corda tríplice não é facilmente arrebentada, eles terão uma tremenda força tríplice, política, física e espiritual (satânica) e eles procurarão destruir a Noiva de Cristo. Ela sofrerá, porém prevalecerá. Não tenha você temor daquelas coisas que virão sobre a terra, porque Ele “tendo amado os Seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim”. João 13:1
135 “Sê pois zeloso e arrepende-te”. Agora, esta falsa igreja tem zelo; não se enganem acerca disto. Seu zelo tem sido literalmente o mesmo dos judeus, João 2:17, “O zelo de tua casa me consumirá”. Porém este é um zelo errado. É para a casa de sua própria edificação. É para seus próprios credos, seus dogmas, organizações e sua própria justiça. Eles têm lançado fora a Palavra de Deus para dar lugar a suas próprias idéias. Eles depuseram o Espírito Santo e colocaram homens como líderes. Eles têm posto de lado a Vida Eterna como a uma Pessoa e a substituído por boas obras, ou mesmo conformidade com a igreja ao invés de boas obras.
136 Mas Deus está pedindo outro zelo. É o zelo para clamar, “Eu estou errado”. Ora, quem é que vai dizer que está errado? Sobre o que estão baseadas todas estas denominações? – O clamor pela originalidade, e isso de Deus, – sobre a pretenção que elas são certas. Ora, todas elas não podem ser certas. De fato nenhuma delas é certa. Elas são sepulcros brancos, cheios de ossos de homens mortos. Elas não têm vida. Elas não têm vindicação. Deus nunca Se fez conhecido a qualquer organização. Elas dizem que estão certas, porque são elas que o estão dizendo, mas dizer não significa fazer-se tal. Elas necessitam do “Assim Diz o Senhor” de Deus e elas não o têm.
137 Agora deixem-me dizer aqui. Eu não creio que Deus esteja chamando somente a falsa igreja ao arrependimento. Neste versículo Ele está falando aos Seus eleitos. Eles também têm algumas coisas das quais necessitam se arrepender. Muitos de Seus filhos ainda estão nas falsas igrejas. Eles são aqueles de quem é falado em Efésios 5:14.
Pelo que diz: Desperta tu que dormes, e levanta dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá. Efésios 5:14.
138 Estar adormecido não significa estar morto. Estes estão dormindo entre os mortos. Eles estão deslocados ali nas denominações mortas. Eles estão flutuando com elas. Deus clama “Despertai-vos! Arrependei-vos de vossa insensatez!” Aqui eles estão emprestando sua influência, dando seu tempo e seu dinheiro, realmente suas próprias vidas a estas organizações do anticristo, e todo este tempo pensando que estão certos. Eles necessitam de arrepender-se. Eles devem se arrepender. Eles carecem de uma mudança de mente e voltar para a Verdade.
139 Sim, esta é a era que mais necessita de se arrepender. Porém ela o fará? Ela trará de volta a Palavra? Ela entronizará novamente o Espírito Santo na vida dos homens? Ela reverenciará a Jesus novamente como o único Salvador? Ela não o pode, porque o verso seguinte revela a alarmante e chocante verdade quanto a conclusão desta era.

CRISTO FORA DA IGREJA
140 Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:20-22.
Agora, há muita confusão quanto a este versículo porque muitos evangelistas usam-no em um trabalho pessoal, como se Jesus estivesse às portas do coração de cada pecador batendo pedindo admissão. Por conseguinte dizem que se o pecador abrir a porta, o Senhor entrará. Mas este verso não está falando aos pecadores individuais. Esta mensagem inteira tem um todo assim como cada mensagem em cada era. No verso 22 ela diz, “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas”. Portanto esta é a mensagem à igreja da última era. Esta é a condição da igreja de Laodicéia quando se aproxima seu fim. Esta não é uma mensagem pessoal a uma pessoa; é o Espírito dizendo-nos onde está Jesus. Cristo tem deixado a Igreja; não é este o resultado ou o fim lógico se a Palavra é posta de lado por credos, o Espírito Santo é deposto por papas, bispos, presidentes, conselheiros, etc., e o Salvador anulado por um programa de obras, ou reunião de igreja ou algum tipo de conformidade com o sistema de igreja? Que mais pode ser feito contra Ele? Esta é a apostasia! Esta é a decadência! Esta é a porta aberta ao anticristo, porque um veio em Nome do Pai (Jesus) e não foi recebido, mas rejeitado, então virá outro em seu próprio nome (mentiroso, pretencioso) e a ele receberão. João 5:43. O homem do pecado, este filho da perdição tomará posse.
141 Mateus 24 menciona sinais nos céus referentes a este último dia exatamente antes de Jesus vir. Eu gostaria de saber se vocês notaram recentemente tal sinal cumprido como que para retratar justamente esta verdade sobre a qual temos discutido. Esta verdade é que Jesus tem sido firmemente empurrado para um lado até que nesta última era Ele é expulso para fora da igreja. Recordem que na primeira época era uma igreja com um círculo quase completo de verdade. Contudo havia um pequeno erro chamado as obras dos Nicolaítas que impediu que o círculo fosse completo. Então na era seguinte mais trevas se arrastaram mais para dentro do círculo até que a bola de luz brilhou menos, e as trevas cobriram mais o círculo. Na terceira era foi coberta ainda mais, e na quarta era que foi a Idade das Trevas, a luz tinha quase se extinguido. Agora pense nisto. A igreja brilha com a luz refletida de Cristo. Ele é o Sol e a Igreja é a Lua. Assim, este círculo de luz é a lua. Ela tem decrescido de uma lua cheia na primeira era a apenas um fragmento na quarta era. Porém na quinta era ela começou a crescer. Na sexta ela deu um grande passo no crescimento, numa parte da sétima era, ela estava ainda crescendo, quando repentinamente ela parou, e se diminuiu a quase nada; de modo que ao invés da luz ela era e escuridão da apostasia, e ao fim da era tem cessado de brilhar porque as trevas têm dominado. Cristo está agora do lado de fora da igreja. Aqui está o sinal no céu. O último eclipse da lua foi um eclipse total. Ela mingou até as trevas totais no sétimo estágio. No sétimo estágio, as trevas totais vieram enquanto o Papa de Roma ( Paulo VI ) ia para a Palestina fazer uma viagem santa a Jerusalém. Ele foi o primeiro papa em todos os tempos a ir a Jerusalém. O papa é chamado Paulo Sexto. Paulo foi o primeiro mensageiro e este homem leva esse nome. Notem que é o sexto, ou o número do homem. Isto é mais do que uma coincidência. E quando ele foi a Jerusalém, a lua ou a igreja entrou nas trevas totais. Este é ele. Este é o fim. Esta geração não passará até que tudo tenha sido cumprido. Ora vem Senhor Jesus, venha depressa!
142 Agora podemos ver porque houve duas vinhas, uma verdadeira e uma falsa. Também podemos ver porque Abraão teve dois filhos, um segundo a carne, (o qual perseguiu Isaque) e um segundo a promessa. Agora podemos ver como dos mesmos pais nasceram dois filhos gêmeos, um conhecendo e amando as coisas de Deus, e o outro conhecendo muito das mesmas verdades porém não do mesmo Espírito; e por conseguinte, perseguindo ao filho eleito. Deus não reprovou simplesmente pelo fato de reprovar. Ele reprovou por causa do eleito. Um eleito não pode perseguir a outro eleito. Um eleito não pode causar dano a outro eleito. São os reprovados que perseguem e destroem aos eleitos. Oh, aqueles reprovados são religiosos. Eles são espertos. Eles são da descendência de Caim, a semente da serpente. Eles edificam suas Babéis, suas cidades, e seus domínios, e todo o tempo invocando a Deus. Odeiam a semente verdadeira e farão todo o possível (mesmo no Nome do Senhor) para destruir aos eleitos de Deus. Mas eles são necessitados. “Que tem a ver a palha com o trigo?” Se não há palha, então não há trigo. Porém no fim, que sucede com a palha? É queimada com um fogo inextinguível. E o trigo? Onde está o trigo? O trigo é juntado em Seu celeiro. É onde Ele está.
143 Oh, eleito de Deus, guarde-se. Estude bem. Seja cuidadoso. Opere sua salvação com temor e tremor. Confie em Deus e seja forte em Seu poder. Seu adversário, o diabo, está neste instante a seu derredor bramando como um leão buscando a quem possa devorar. Vigie em oração e esteja firme. Este é o tempo final. Ambas, a verdadeira e falsa vinha estão amadurecendo. Mas antes que o trigo amadureça, aqueles joios maduros serão atados em feixe para o fogo. Vejam, eles estão todos se unindo ao Concílio Mundial de Igrejas. Esta é amarradura. Logo virá o armazenamento do trigo. Mas neste instante os dois espíritos estão trabalhando nas duas vinhas. Saiam do meio do joio. Comecem a vencer aquilo que você possa ter considerado como agradável ao seu Senhor, e qualifique-se para reinar e governar com Ele.

O TRONO DO VENCEDOR
Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Apocalipse 3:21.
144 Agora o que é que devemos vencer? Esta é a pergunta normal para se fazer aqui. Mas este não é o verdadeiro pensamento deste verso porque não é tanto o que devemos vencer, mas como devemos vencer. Ora, isto é lógico, porque não é muito importante o que devemos vencer a menos que saibamos como podemos vencer.
145 Um rápido estudo nas Escrituras que envolve ao Senhor Jesus Cristo vencendo, revelará a verdade desta afirmação. Em Mateus 4, onde Jesus é tentado pelo Diabo, Ele venceu as tentações pessoais de Satanás pela Palavra, e tão somente pela Palavra. Em cada uma destas três principais tentações que correspondem exatamente às tentações do Éden, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, e a soberba da vida, Jesus venceu pela Palavra. Eva caiu na tentação pessoal de Satanás por falhar em usar a Palavra. Adão caiu em desobediência direta à Palavra. Mas Jesus venceu pela Palavra. E agora mesmo, deixem-me dizê-lo, este é o único meio de se tornar vencedor, e este é o único pelo qual você pode saber se está vencendo, porque esta Palavra não pode falhar.
146 Notem agora novamente como Jesus venceu o sistema mundial de religião. Quando Ele era repetidamente perseguido pelos teólogos de Seus dias, Ele constantemente aplicava a Palavra. Ele falou somente aquilo que o pai lhe dava para falar. Não há nenhuma só vez em que o mundo deixou de ser completamente confundido pela Sua sabedoria, porque ela era a sabedoria de Deus.
147 Em sua própria vida pessoal contendendo Consigo Mesmo, Ele venceu pela obediência à Palavra de Deus. Em Hebreu 5:7-9 lemos:
O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia.
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.
E sendo ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem.
A que foi Ele obediente? À Palavra de Deus.
148 Agora, não haverá nenhuma só pessoa assentada no trono do Senhor Jesus Cristo que não haja vivido a Palavra. Suas orações, seus jejuns, seus arrependimentos (não importa o que você apresente a Deus), nenhuma dessas coisas dará a você o privilégio de se assentar naquele Trono. Isso será concedido somente à Noiva Palavra. Como o trono do rei é compartilhado com a rainha, por estar ela unida a ele, assim também aqueles que são a Palavra, como Ele é a Palavra, compartilharão daquele Trono.
149 Temos mostrado claramente que através das eras, como Adão e Eva caiu porque negligenciaram a Palavra, assim a era de Éfeso caiu por desprezar a Palavra até com cada era continuando a desprezar, nós temos um repúdio final da Palavra pelo sistema Mundial de Igrejas. Esta Era Laodiceiana termina em um escurecimento da Palavra, em consequência disso causando o afastamento do Senhor do centro. Ele permanece do lado de fora chamando os Seus, que O seguem pela obediência à Palavra. Depois de uma breve e poderosa demonstração do Espírito este pequeno grupo ferido e perseguido estará com Jesus.

A CONSUMAÇÃO DAS ERAS GENTIAS
150 Esta era é a última das sete eras da igreja. Aquilo que começou na primeira era de Éfeso deve e virá à completa realização e colheita nesta última era ou Era de Laodicéia. As duas vinhas produzirão seus frutos finais. Os dois espíritos terminarão suas manifestações em cada um de seus destinos finais. A semeadura, a irrigação, o crescimento já é tudo passado. O verão está findado. A foice é posta à ceifa.
151 Nos versos quinze e dezoito os quais acabamos de estudar está o verdadeiro quadro do amadurecimento da falsa vinha, falso espírito, falsa igreja.
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morto, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre e cego e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Apoc .3:15-18.
152 Nenhuma palavra jamais descreveu uma denúncia tão terrível, e nenhum povo religioso cheio de tanto orgulho e arrogância já a mereceu tanto. Ainda no verso vinte e um, “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”. Nós encontramos a verdadeira vinha, verdadeiro Espírito, verdadeira Igreja exaltados ao próprio trono de Deus como o mais alto cumprimento jamais dado a um grupo humilde, firme e espiritual.
153 As palavras de João Batista que tão corretamente estabeleceram o Cristo em relação à verdadeira e falsa igreja agora vieram a se cumprir.
E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.
Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará. Mateus 3:11-12.
154 Cristo, o grande ceifeiro, está agora colhendo os frutos da terra. Ele ajunta o trigo no celeiro vindo aos Seus e recebendo-os para Si mesmo. A seguir Ele volta para destruir os ímpios com fogo inextinguível.
155 O mistério do joio e do trigo de Mateus 13:24-30, está agora cumprido.
Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia boa semente no seu campo;
Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.
E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu no teu campo boa semente? Por que tem então joio?
E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Porém ele lhes disse: Não; para que ao colher o joio não arranqueis também o trigo com ele.
Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar, mas o trigo ajuntai-o no meu celeiro. Mateus 13:24-30.
156 O trigo e o Joio que desde a primeira era até agora têm crescido juntos, são ceifados. O que Nicéia se determinou cumprir, por fim tem chegado a suceder. Com todo poder da organização, a falsa igreja desviou-se de qualquer vestígio de verdade e com o poder político fortifica a si mesma com o Estado apoiando e empreendendo erradicar para sempre o verdadeiro crente. Mas exatamente quando ela está quase consumando sua covarde conspiração o trigo é ajuntado no celeiro. Jamais crescerão juntos o trigo e o joio e jamais receberá o joio as bênção de Deus por causa da presença do trigo, porque o trigo estará no celeiro e a ira de Deus será derramada no sexto selo, terminando na completa destruição dos ímpios.
157 Agora, um pouco atrás eu disse que a falsa vinha vem a uma frutificação completa nesta era. Seu fruto amadurecerá. Isto é certo. Esta igreja de espírito tão malvado, cheia de iniquidade, será manifestada como a semente de mostarda que cresceu até se tornar uma grande árvore na qual se abrigaram os pássaros do céu. Sua cabeça será o anticristo, o mistério da iniquidade. Tudo isto é verdade. E se isto é verdade, então também tem que ser verdade que a Igreja verdadeira, a Noiva, amadurecerá; e seu amadurecimento será uma identificação com seu Senhor através da Palavra, e sua Cabeça, Aquele que virá a ela, será o mistério da piedade, que na verdade é Cristo. E assim como a falsa igreja com toda astúcia e poder diabólico criada de força política, força física e demônios das trevas vem contra a verdadeira vinha, a verdadeira vinha com a plenitude do Espírito e a Palavra fará os mesmos atos de poder que Jesus fez. Assim enquanto ela se aproxima de sua Pedra Angular, tornando-se igual a Ele através da Palavra, Jesus virá para que a Noiva e o Noivo possam estar unidos como um só.
158 As manifestações visíveis de que lhes temos falado já estão em torno de nós. O movimento ecumênico do joio já é fato concreto. Mas também é um fato que o profeta para a última era está anunciando a mensagem de Deus que precederá a segunda vinda do Senhor, porque por esta mensagem os corações dos filhos se converterão aos pais Pentecostais, e com a restauração da Palavra virá a restauração do poder.
159 Que tempos cruciantes são estes em que vivemos. Quão cuidadosos devemos ser para que permaneçamos fiéis a esta Palavra e não tirar e nem acrescentar a ela porque aquele que falar onde Deus não falou, O fará mentiroso. O que eu tenho particularmente no pensamento, é o seguinte: Ao começar o século, a fome pelas coisas de Deus que havia sido despertada na Era de Filadélfia, trouxe um clamor pelo Espírito de Deus. E quando o clamor foi respondido por Deus enviando uma manifestação em línguas, interpretação e profecia, um grupo imediatamente, e o mais contrário à Palavra, traçaram uma doutrina que línguas era uma evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Línguas estavam longe de ser uma evidência. Elas foram manifestações, mas não a evidência. A falsidade da doutrina se pode ver não somente pela falta de Escritura para sustentá-la, mas também pelo fato de que todos aqueles que subscreveram a doutrina imediatamente se organizaram na base da doutrina provando que eles não estavam na verdade como queriam que todos cressem. Oh, parecia bom. Parecia como que o retorno do Pentecostes. Mas provou-se que não o era. Não podia ser, porque se organizou. Isto é a morte, não a vida. Parecia tão perto do verdadeiro que multidões foram enganadas. Ora, se não era o genuíno, o que era então? Era a Palha, a casca. Na verdura, no tenro cacho parece que é a verdadeira. Mas quando alguém pode ir ao campo e ver aquilo que parece exatamente com o trigo e no entanto é somente a casca (porque o grão do trigo não formou ainda) por conseguinte não era senão a tenra espiga que assemelhava-se ao verdadeiro grão. A semente original do trigo de Pentecostes era para surgir novamente na última era. Ela foi enterrada em Nicéia. Ela soltou um broto em Sardes. Ela cresceu bastante em Filadélfia, e ela era para amadurecer em Laodicéia. Mas ela não podia voltar ao natural até que a Palavra fosse restaurada. O profeta não entrou ainda em cena. Mas agora de acordo com o tempo em que estamos na era de Laodicéia, o “Profeta Mensageiro” de Apocalipse 10:7 já deve estar na terra. Uma vez mais o “Assim Diz o Senhor”, deve estar aqui, pronto para ser manifesto com infalível vindicação. Assim a verdadeira semente já está amadurecendo, e a seguir a ceifa.
160 Tempo da colheita, sim tempo da colheita. As duas vinhas que cresceram juntas e entrelaçadas, seus ramos são agora separados. Os frutos destas vinhas que foram tão diferentes serão ajuntados em celeiros separado. Os dois espíritos irão aos seus destinos separados. Agora é tempo de atentar para a chamada final – chamada que vem somente para a Noiva Trigo. “Sai dela povo meu, para que não sejais participantes de seus pecados, e para que (vós trigo) não incorras nas suas (joio) pragas (a grande tribulação do sexto selo e de Mateus 24).

A ÚLTIMA ADVERTÊNCIA DO ESPÍRITO
161 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:22.
Esta é a última advertência. Não haverá outra. O trono já foi estabelecido. Os doze fundamentos já foram postos. As estradas de ouro já foram pavimentadas. Os portões de gigantescas pérolas foram levantados. Igual a uma pirâmide e ela permanece imponente e gloriosa. Os seres celestiais que a tem preparado agora a observam extasiados, porque ela refulge e brilha com uma glória extra terrena. Cada face de sua beleza conta uma história da graça maravilhosa e do amor de Jesus. Ela é uma cidade preparada para um povo preparado. Ela espera somente seus habitantes, e logo eles invadirão suas avenidas com alegria. Sim, esta é a última chamada. O Espírito não falará em outra era. As eras passaram.
162 Mas graças a Deus, neste momento, esta era não passou ainda. Ele ainda está clamando. E Seu clamor não é somente aos ouvidos espirituais dos homens pelo Seu Espírito, mas uma vez um profeta está na terra. Uma vez mais Deus revelará a verdade como fez a Paulo. Nestes dias do sétimo mensageiro, nos dias da Era Laodiceiana, seu mensageiro revelará os mistérios de Deus como revelou a Paulo. Ele falará claro, e aqueles que receberem este profeta em seu próprio nome receberá o efeito benéfico do ministério deste profeta. E aqueles que ouvirem-no serão abençoados e se tornarão parte desta Noiva do último dia que está mencionada em Apocalipse 22:17, “O Espírito e a Noiva dizem vem”. O grão de trigo (a Noiva) que caiu na terra em Nicéia voltou ao seu original grão da Palavra novamente. Louvado seja Deus para todo sempre. Sim, atentem para o profeta autenticado de Deus que aparece nesta última era. O que ele diz da parte de Deus, a Noiva dirá. O Espírito e o Profeta e a Noiva estarão dizendo a mesma coisa. E aquilo que eles disserem já terá sido dito pela Palavra. Eles estão dizendo agora, “Retirai-vos do meio dela agora e permanecei separados”. O clamor tem sido anunciado. O clamor está sendo anunciado. Por quanto tempo clamará a voz? Não o sabemos, mas de uma coisa sabemos, não clamará por muito tempo, porque esta é a última era.
163 O que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. O Espírito tem falado. O pôr do sol está quase terminando na eternidade para as eras da igreja. Então tudo estará passado. Então será tarde demais para vir. Mas se em algum lugar desta série Deus lhe tocou pelo Seu Espírito, que possa você mesmo agora voltar para Ele em arrependimento e dar-lhe sua vida para que Ele possa por Seu Espírito dar-lhe a Vida Eterna.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

AS SETE ERAS DA IGREJA – A ERA DA IGREJA DE LAODICÉIA
11 de dezembro de 1960
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso e arrepende-te.
Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:14-22.

A CIDADE DE LAODICÉIA
O nome Laodicéia, que significa “direitos do povo” , foi um nome muito comum e foi dado a várias cidades em honra às senhoras reais assim chamadas. Era uma das cidades políticamente mais importante e financeiramente mais florescentes da Ásia Menor. Enormes somas de propriedades eram legadas à cidade por cidadãos proeminentes. Era o local de uma grande escola de medicina. Seus moradores sobressaíam em artes e em ciências. Ela era frequentemente chamada a “Metrópole” como se fora a sede do governo de vinte e cinco outras cidades. O deus pagão adorado ali era Zeus. Com efeito esta cidade foi por certo tempo conhecida por Diópolis (Cidade de Zeus) em honra ao deus deles. No quarto centenário um importante concílio de igreja foi presidido lá. Frequentes terremotos acabaram finalmente por causar seu completo abandono.
2 Quão apropriadas foram estas características a esta última era para representar a era na qual estamos vivendo agora. Por exemplo, eles adoravam um deus, Zeus, que era o chefe e pai dos deuses. Este fato prediz as religiões do “único Deus, pai de nós todos” do século vinte, premissa que estabelece a fraternidade do homem, e agora está mesmo unindo os Protestantes, Católicos, Judeus, Hindus, etc. com a intenção que uma forma comum de adoração aumentará nosso amor, nossa compreensão, e cuidando uns dos outros. Os católicos e protestantes estão presentemente empenhando-se, e realmente ganhando terreno, nesta união com a propalada intenção que todos os outros os sigam. Esta mesma atitude foi notada na Organização das Nações Unidas quando os líderes mundiais recusaram reconhecer qualquer conceito individual de adoração, mas recomendaram deixar de lado todos aqueles conceitos separados com a esperança que todas as religiões tornem-se semelhantes a uma, porque todos anseiam os mesmos alvos, todas têm os mesmos propósitos e todas são basicamente certas.
3 Notem o nome, Laodicéia, “direitos do povo”, ou “justiça do povo”, já houve alguma época de igreja do século vinte que tem visto todas as nações levantando-se e exigindo igualdade social e econômica? Esta é a era dos comunistas, em que todos os homens devem ser iguais, ainda que isto exista somente em teoria. Esta é a era dos partidos políticos, os quais tomam por nomes Democratas Cristãos, Socialistas Cristãos, Federação Política Cristã, etc. Segundo nossos teólogos liberais, Jesus foi um socialista, e a Igreja Primitiva, sob a direção do Espírito Santo, praticava o socialismo e por isso nós devemos fazê-lo hoje.
4 Quando o povo da antiguidade chamava de metrópole a Laodicéia, estava antevendo o único governo mundial que estamos agora estabelecendo. Quando pensamos naquela cidade sendo a localização de um grande concílio da igreja vemos prefigurado o movimento ecumênico que hoje se desenrola, no qual muito em breve veremos reunidos os “assim chamados” cristãos. Verdadeiramente, a igreja e o Estado, a religião e a política, estão se unindo. O joio está sendo atado em feixes. O trigo logo estará pronto para a colheita.
5 Foi uma cidade de terremotos, e tais terremotos por fim a destruíram. Esta era terminará com Deus abalando ao mundo inteiro que tem ido cortejar a grande prostituta. Não somente se desagregarão os sistemas mundiais, mas a própria terra será sacudida e logo renovada para o reino milenial de Cristo.
6 A cidade era rica, tinha muitos habitantes ricos. Foi uma cidade de muita cultura. A ciência abundava. Quão semelhante a hoje! As igrejas são ricas. A adoração é formosa e formal, mas ao mesmo tempo fria e morta. A cultura e a educação têm tomado o lugar da Palavra dada pelo Espírito, e a fé tem sido superada pela ciência. Tudo isto demonstra que o homem é uma vítima do materialismo.
7 Em cada atributo a antiga Laodicéia se encontra renascida na Era de Laodicéia do século vinte. Pela misericórdia de Deus, todo aquele que tem ouvidos para ouvir sairá dela para não ser participante de seus pecados e do consequente julgamento.

A ERA DE LAODICÉIA
8 A era de Laodicéia começou por volta da entrada do século vinte, talvez durante o ano de 1906. Quanto tempo durará? Como um servo de Deus que tem tido multidões de visões, das quais não tem havido nenhuma que haja falhado, deixe-me predizer (não disse profetizar, mas predizer) que esta era terminará por volta de 1977. Por favor perdoem-me esta nota pessoal aqui, esta predição está baseada numa série de sete visões maiores que me sobrevieram num domingo de junho de 1933. O Senhor Jesus me falou e me disse que a vinda do Senhor estava se aproximando, porém antes que Ele viesse, sete eventos principais sucederiam. Eu os anotei a todos e naquela manhã eu proclamei a revelação do Senhor. A primeira visão foi que Mussolini invadiria a Etiópia e aquela nação “cairia à sua passagem.” Aquela visão realmente causou algumas repercussões, e alguns ficaram muito intrigados quando eu o disse, e não creram. Porém assim sucedeu. Ele simplesmente entrou lá com suas armas modernas e tomou conta. Os nativos não tiveram nenhuma chance. Mas a visão dizia também que Mussolini chegaria a um terrível fim, com seu próprio povo revoltando-se contra ele. Isto veio a suceder exatamente como tinha sido dito.
9 A visão seguinte predizia que um austríaco por nome Adolfo Hitler se levantaria como ditador sobre a Alemanha, e que ele arrastaria o mundo a uma guerra. Ela mostrava a linha Siegfried e como nossas tropas teriam um tempo terrível para vencê-la. A seguir ela mostrava que Hitler chegaria a um fim misterioso.
10 A terceira visão foi no domínio do mundo político porque ela mostrou-me que haveria três grandes “ismos”, Facismo, Nazismo, Comunismo, porém que os primeiros dois seriam absorvidos no terceiro. A voz exortava, “Observe a Rússia, observe a Rússia. Mantenha os seus olhos no rei do Norte.”
11 A quarta visão mostrava o grande avanço na ciência que viria logo após a segunda guerra mundial. Ela era encabeçada pela visão de um carro com capota como uma bolha de plástico, que estava percorrendo maravilhosas super estradas sob controle remoto de modo que as pessoas apareciam assentadas nesse carro sem um eixo de direção e eles estavam disputando alguma espécie de jogo para se distraírem.
12 A quinta visão tinha que ver com o problema moral de nossa época, centralizando-se mais em torno das mulheres. Deus mostrou-me que as mulheres começaram a se afastar de seu lugar com o privilégio do voto. Então cortaram seus cabelos, o que significa que elas não estavam mais sob a autoridade do homem, mas insistindo em direitos iguais, ou na maioria dos casos, mais do que iguais. Adotaram roupas masculinas e se enveredaram por uma moda de trajes sumários; até a última figura que vi era uma mulher despida, exceto por uma pequena folha de figo, tipo de avental. Com esta visão eu vi a terrível perversão e estado moral de todo o mundo.
13 A seguir na sexta visão eis que se levantou na América, a mulher mais linda, porém cruel. Ela mantinha o povo sob seu completo controle. Eu acreditei ser este o levantamento da igreja Católica Romana, embora eu saiba que pudesse se tratar possivelmente de alguma mulher levantando-se em grande poder na América devido a uma votação popular pelas mulheres.
14 A última e sétima visão foi aquela na qual ouvi a mais terrível explosão. Quando virei-me para olhar não vi nada mais senão escombros, crateras, e fumaça por sobre toda a terra da América.
15 Baseado nestas sete visões, junto com rápidas mudanças que têm varrido o mundo nestes últimos cinquenta anos, eu predigo (eu não profetizo) que estas visões já se terão cumprido por volta de 1977. E posto que muitos possam sentir que esta seja uma declaração irresponsável, em vista do fato que Jesus disse que “ninguém conhece o dia e nem a hora,” eu ainda mantenho esta predição depois de trinta anos porque Jesus não disse que nenhum homem poderia conhecer o ano, mês ou semana em que sua vinda é para ser completada. Pelo que repito, eu sinceramente creio e sustento como um estudante privado da Palavra, junto com a inspiração divina que 1977 deve terminar os sistemas do mundo e introduzir o milênio.
16 Agora permitam-me dizer o seguinte. Pode alguém provar ser errada uma destas visões? Não foram todas elas cumpridas? Sim. Cada uma tem sido cumprida, ou está se processando nesta hora. Mussolini invadiu a Etiópia vitoriosamente, e a seguir caiu e a perdeu toda. Hitler começou uma guerra que não pôde terminar, e morreu misteriosamente. O comunismo absorveu ambos os outros ismos. O carro bolha de plástico está construído e está esperando somente um melhor sistema de estradas. As mulheres fazem tudo exceto andarem despidas, e agora estão mesmo usando traje de banho de uma só peça. E há poucos dias eu vi em uma revista o mesmo vestido que vira em minha visão, (se é que vocês podem chamar a isto de vestido). Era uma espécie de roupa de plástico transparente com três manchas escuras que cobriam os seios em uma área reduzida, e então havia uma parte escura semelhante a um pequeno avental embaixo. A Igreja Católica está em ascendência. Tivemos um Presidente católico e não há dúvida que teremos outro. O que está faltando? Nada exceto Hebreus 12:26:
A voz do qual moveu então a terra, mas agora anunciou, dizendo: ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu.
17 Uma vez mais Deus sacudirá a terra e desta vez cairá tudo o que pode ser derrubado. Então Ele a renovará. Em março de 1964, aquele terremoto no Alaska na Sexta Feira da Paixão abalou toda a terra, embora não a desequilibrasse. Mas Deus está advertindo de um tremor de terra que Ele logo fará em grande escala. Ele vai explodir e agitar este mundo amaldiçoado pelo pecado, meu irmão, minha irmã, e há somente um lugar que pode resistir este choque, e este é no aprisco do Senhor Jesus. E eu quero suplicar-lhes enquanto a misericórdia de Deus está disponível a você, que vocês dêem toda a sua vida, sem qualquer reserva, a Jesus Cristo, Quem como o fiel Pastor salvá-los-á e cuidará de vocês e apresentá-los-á sem qualquer culpa na glória com muitíssima alegria.

O MENSAGEIRO
18 Eu duvido muito que qualquer era em verdade haja conhecido o mensageiro que Deus lhe havia enviado com exceção da primeira era onde Paulo foi o mensageiro. E mesmo naquela era muitos não o reconheceram como tal.
19 Agora a era em que estamos vivendo vai ser muito curta. Os acontecimentos vão transcorrer mui rapidamente. Por essa razão, o mensageiro à era de Laodicéia tem que estar aqui mesmo, embora talvez não o conheçamos até este momento. Mas deverá haver seguramente um tempo quando ele se tornará conhecido. Ora, eu posso provar isto porque temos a Escritura que descreve seu ministério.
20 Primeiro de tudo este mensageiro será um profeta. Ele terá o ofício de um profeta. Ele terá o ministério profético. O ministério será solidamente baseado na Palavra, porque quando ele profetiza ou tem uma visão, ela será “segundo a Palavra” e sempre chegará a suceder. Ele será vindicado como profeta por causa de sua exatidão. A prova de que ele é profeta a encontramos em Apocalipse 10:7
Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.
21 Agora esta pessoa, que neste verso é chamada “anjo” na versão do rei Tiago não é um ser celestial. O sexto anjo tocando a trombeta, o qual é um ser celestial, está em Apoc. 9:13, e o sétimo segundo esta ordem está em Apocalipse 11:15. Este aqui em Apocalipse 10:7 é o mensageiro da sétima era, e é um homem; e ele tem de trazer uma mensagem de Deus, e Sua mensagem e ministério vão consumar o mistério de Deus como Ele o tem anunciado a seus servos os profetas. Deus vai tratar a este último mensageiro como um profeta, porque ele é um profeta. Isso é o que Paulo foi na primeira era, e a última era tem um também.
Tocar-se-á a buzina na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá qualquer mal à cidade, e o Senhor não o terá feito?
Certamente o Senhor Jeová não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Amós 3:6-7
22 Foi no tempo do fim quando saíram os sete trovões de Jesus.
E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.
E, sendo ouvidas dos sete trovões as suas vozes, eu ia escrevê-las, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.
Apocalipse 10:3-4
23 Ninguém conhece o conteúdo daqueles trovões, porém temos de saber. E necessitará de um profeta para obter a revelação porque Deus não tem outro meio de publicar Suas revelações escriturísticas exceto por meio de um profeta. A palavra sempre veio através de um profeta e sempre virá. Que esta é uma lei de Deus é evidente mesmo por um exame fortuito da Escritura. O Deus imutável com caminhos imutáveis invariavelmente envia Seu profeta em cada época onde o povo tem se desviado da ordem divina. Com ambos, os teólogos e o povo, tendo se apartado da Palavra, Deus sempre envia Seu servo a este povo (mas à parte dos teólogos) a fim de corrigir os falsos ensinos e guiar o povo de volta a Deus.
24 Assim vemos um mensageiro da sétima era, e ele é um profeta.
25 Não somente vemos que vem este mensageiro aqui em Apocalipse 10:7, porém vemos que a Palavra fala de Elias vindo antes do retorno de Jesus.
E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas. Mat. 17:10-11.
26 Antes da vinda de nosso Senhor, Elias tem que regressar para efetuar uma obra de restauração na igreja. Isto é o que diz em Malaquias 4:5-6:
Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor.
E converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição.
27 Não há nenhuma dúvida que Elias tem que voltar antes da vinda de Jesus. Ele tem uma obra a realizar. Essa obra é a parte de Malaquias 4:6, que diz: “ele converterá o coração dos filhos aos pais”. Nós sabemos que esta obra pertence somente a ele àquele tempo porque ele já cumpriu a parte que diz “ele converterá os corações dos pais aos filhos”, quando o ministério de Elias esteve aqui em João Batista.
E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto. Lucas 1:17.
28 No ministério de João, “o coração dos pais” foram convertidos aos filhos. Sabemos disso porque Jesus mesmo o disse. Mas Ele não disse que os corações dos filhos foram convertidos aos pais. Isso ainda está por suceder. Os corações dos filhos dos últimos dias serão convertidos aos pais do Dia de Pentecostes. João preparou aos pais para que Jesus pudesse dar boas vindas aos filhos ao entrar ao redil. Agora este profeta, sobre o qual cairá o Espírito de Elias, preparará aos filhos para darem boas-vindas a Jesus.
29 João Batista foi chamado Elias por Jesus. Mat. 17:12
Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram…
30 A razão pela qual Jesus chamou a João de Elias, foi porque o mesmo Espírito que esteve sobre Elias havia voltado sobre João, da mesma maneira que o Espírito havia estado sobre Eliseu depois do reino de Acabe. Agora, aquele mesmo Espírito voltará outra vez sobre outro homem um pouco antes da vinda de Jesus. Ele será um profeta. Ele será vindicado como tal por Deus mesmo. Sendo que Jesus mesmo, em carne, não estará sobre a terra para vindicá-lo (como Ele fez com João), isto será feito então pelo Espírito Santo, de modo que seu ministério de profeta será acompanhado de grande e maravilhosa manifestação. Como profeta, cada revelação será vindicada, porque cada revelação virá a acontecer. Assombrosos atos de poder serão efetuados à sua ordem em fé. Então será proclamada a mensagem que Deus lhe tem dado na Palavra para voltar o povo à verdade e ao verdadeiro poder de Deus. Alguns escutarão, porém a maioria correrá efetivamente para se organizar e rejeitá-lo.
31 Sendo este mensageiro-profeta de Apocalipse 10:7 o mesmo de Malaquias 4:5-6 será naturalmente igual a Elias e João. Ambos foram homens separados das escolas religiosas de seus dias. Ambos eram homens do deserto. Ambos agiram somente quando eles tinham o “Assim Diz o Senhor,” diretamente de Deus por revelação. Ambos atacaram severamente as ordens e os líderes religiosos de seus dias. Mas não somente isto, mas desta maneira atacaram todos que eram corruptos ou que corromperiam outros. E notem, ambos profetizaram muito contra mulheres imorais e seus costumes. Elias falou contra Jezabel e João repreendeu a Herodias, a esposa de Filipe.
32 Ainda que ele não venha a ser popular, ele será vindicado por Deus. Assim como Jesus autenticou a João, o Espírito Santo autenticou a Jesus, podemos esperar que este homem será primeiramente vindicado pelo Espírito operando em sua vida em atos de poder que serão incontestáveis e jamais encontrados em qualquer outro lugar; e o próprio Jesus retornando, o vindicará, assim como autenticou a João. João testificou que Jesus estava vindo. E este homem também, como João, testificará que Jesus está vindo. E a própria volta de Jesus provará que este homem verdadeiramente era o precursor da segunda vinda. Esta é a evidência final que este é realmente o profeta de Malaquias 4, para o fim do período dos gentios, o próprio Jesus aparecendo. Então será muito tarde para aqueles que O rejeitaram.
33 A fim de mais tarde iluminar mais nossa apresentação deste profeta dos últimos dias, permitam-nos especialmente notar que o profeta de Mateus 11:12 foi João Batista, aquele predito em Malaquias 3:1.
Eis que eu envio o meu anjo, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem buscais, o anjo do concerto, a quem vós desejais; eis que vem, diz o Senhor dos Exércitos. Mal. 3:1.
E, aconteceu que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles.
E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,
A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes:
Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.
E, bem-aventurado é aquele que se não escandalizar em mim.
E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? Uma cana agitada pelo vento?
Sim, que fostes ver? Um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis.
Mas então que fostes ver? Um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;
Porque este é de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho.
E em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele. Mateus 11:1-11
34 Isto já tem sucedido, já tem transcorrido, está finalizado. Porém note agora em Malaquias 4:1-6:
Porque eis que aquele dia vem ardendo como forno: todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo.
Mas para vós, que temeis o meu nome nascerá o sol da justiça, e salvação trará debaixo das suas asas; e saireis e crescereis como os bezerros do cevadouro.
E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés naquele dia que farei, diz o Senhor dos Exércitos.
Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, a qual lhe mandei em Horebe para todo o Israel, e que são os estatutos e juízos.
Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor;
E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição.
35 Agora, imediatamente depois da vinda deste Elias, a terra será purificada com fogo e os perversos se farão cinza. Naturalmente isto não acontecera ao tempo de João (o Elias para o seu dia). O Espírito de Deus que predisse a vinda do Mensageiro em Malaquias 3:1 (João), somente estava reiterando Sua prévia declaração profética de Isaias 40:3, que havia sido feita aproximadamente 300 anos antes.
Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.
36 Agora, João por meio do Espírito Santo, vindicou a Isaias como também a Malaquias em Mateus 3:3:
Porque este é o anunciado pelo profeta Isaias, que disse: Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.
37 Podemos ver claramente nas Escrituras que o profeta de Malaquias 3 que foi João, não era o profeta de Malaquias 4, posto que verdadeiramente, ambos, João e este profeta dos últimos dias, tenham sobre si o mesmo Espírito que estava sobre Elias.
38 Agora, este mensageiro de Malaquias 4 e de Apocalipse 10:7 fará duas coisas. Primeiro: Segundo Malaquias 4, ele converterá os corações dos filhos aos pais. Segundo: Ele revelará os mistérios dos sete trovões de Apocalipse 10, os quais são as revelações contidas nos Sete Selos. Serão estes “mistérios-verdades” revelados divinamente que converterão os corações dos filhos aos pais de Pentecostes. Será exatamente assim.
39 Mas considere isto também. Este profeta-mensageiro será em sua natureza e seus modos como foram Elias e João. O povo do dia deste profeta-mensageiro será igual ao povo dos dias de Acabe e também de João. E sendo somente o coração dos filhos os que serão convertidos, então serão somente os filhos os que escutarão. Nos dias de Acabe houve somente 7.000 israelitas de semente verdadeira. Nos dias de João também houve muito poucos. Em ambas as eras, o povo estava na fornicação e idolatria.
40 Quero fazer mais uma comparação entre o profeta-mensageiro de Laodicéia e João o profeta-mensageiro que anunciou a primeira vinda de Jesus. O povo, em seu tempo, confundiu a João com o Messias.
E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
E confessou, e não negou; confessou. Eu não sou o Cristo. João 1:19-20.
41 Agora este profeta mensageiro do último dia terá tal grau de poder ante o Senhor que haverá aqueles que o confundirão com o Senhor Jesus. (Haverá um espírito no mundo, no tempo do fim, que enganará a muitos e fará com que creiam nisto.
Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora enganariam até os escolhidos.
E eis que vo-lo tenho predito.
Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.) Mat. 24 : 23- 26
42 Mas não vá você crer nisto. Ele não é Jesus Cristo. Ele não é o Filho de Deus. Ele é um dos irmãos, um profeta, um mensageiro, um servo de Deus. Ele não necessita de nenhuma honra maior do que recebeu João Batista quando foi a voz que clamou: “Eu não sou Ele, porém Ele vem depois de mim”.
43 Antes de concluir esta parte que tem que ver com o mensageiro à Era de Laodicéia, devemos considerar seriamente estes dois pensamentos. Em primeiro lugar, esta era terá um só profeta-mensageiro. Apocalipse 10:7 diz: “quando ele (singular) começar a tocar.” Nunca tem havido uma era em que Deus haja mandado a Seu povo dois profetas maiores ao mesmo tempo. Ele mandou a Enoque (só); mandou a Noé (só); mandou a Moisés (só ele tinha a Palavra, ainda que outros também profetizaram); João Batista veio só. Agora, neste último dia deve vir um profeta (não uma profetisa – ainda que nesta era entre todos aqueles que pretendem expor a Palavra, o número de mulheres é maior que o número de homens), e a Palavra infalível diz que ele (o profeta) revelará os mistérios ao povo da última era e converterá o coração dos filhos aos pais. Há aqueles que dizem que o povo de Deus vai se unir por meio de uma revelação coletiva. Eu desafio esta declaração. Esta é uma suposição atrevida e inválida em vista de Apocalipse 10:7. Eu não estou negando que haverá pessoas na última era que profetizarão e que seus ministérios podem ser e ainda serão corretos. Eu não nego que haverá profetas como nos dias de Paulo quando houve um chamado Ágabo, um profeta que profetizou uma fome. Estou de acordo que estas coisas são assim. Porém, eu nego, segundo a evidência infalível da Palavra, que haja mais que um profeta mensageiro maior, que revelará os mistérios contidos na Palavra e que ao mesmo tempo tem o ministério para converter o coração dos filhos aos pais.
44 O “Assim Diz o Senhor” permanece por meio de Sua Palavra que não falha, e permanecerá e será vindicada. Há um profeta mensageiro para esta era. Baseando-me unicamente no comportamento humano, qualquer pessoa sabe que onde há muitas pessoas, há também opiniões divididas acerca de pontos menores de uma doutrina maior na qual todos concordam. Quem pois terá o poder de infalibilidade, o qual há de ser restaurado nesta última era? Porque esta última era voltará a manifestar a noiva da Palavra pura. Isso quer dizer que teremos de novo a Palavra como foi dada e entendida perfeitamente nos dias de Paulo. Vou lhe dizer quem terá este poder. Será um profeta tão cabalmente vindicado que qualquer outro profeta em todas as eras, desde Enoque até hoje; porque este homem de fato terá o ministério profético da pedra de coroa, e Deus o mostrará. Ele não necessitará falar por si mesmo, Deus falará por ele por meio da voz do sinal. Amém.
45 O segundo pensamento que deve ser selado sobre nossos corações é que as sete eras da igreja começaram tanto com o anticristo como com o Espírito Santo, Quem deve ser louvado para sempre.
Amados, não creais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. I João 4:1
46 Vê você isto? O Espírito do anticristo é identificado com os falsos profetas. As eras começaram com falsos profetas, e terminarão com falsos profetas. Agora, naturalmente será um verdadeiro falso profeta no grande sentido daquele homem mencionado em Apocalipse. Porém por agora, antes que ele seja revelado, têm que aparecer falsos profetas.
Então se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
Eis que eu vo-lo tenho predito.
Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Mateus 24: 23-26.
47 Estes falsos profetas são apontados por meio das seguintes Escrituras:
E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. II Pedro 2:1-2.
Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. II Tim. 4:3-4.
Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios. I Tim. 4:1.
48 Agora, em cada caso você notará que o falso profeta é um que está do lado de fora da Palavra. Assim como mostrei que “anticristo” significa “anti-Palavra”, estes falsos profetas vêm pervertendo a Palavra, atribuindo-lhe um significado segundo seus próprios propósitos diabólicos. Tem notado você como é que aqueles que guiam as pessoas à perdição, as atraem a si mesmos por meio do temor? Dizem que se as pessoas não fizerem o que eles dizem, ou se forem, então virá a destruição. Eles são falsos profetas porque um verdadeiro profeta sempre nos guiará à Palavra, e unirá o povo a Jesus Cristo e não dirá às pessoas que têm que temer o que ele diz, mas que temam o que diz a Palavra. Note você como esta gente, tal como Judas, está em busca de dinheiro. Eles induzem você a vender tudo que tem para dar a eles para seus projetos. Tomam mais tempo para as ofertas do que para a Palavra. Aqueles que se atrevem a usar os dons, farão uso de um dom que tem uma margem de erro, e logo pedem dinheiro e se esquecem da Palavra, e dizem que isto é de Deus. Há pessoas que seguem a essa gente, lhe sustenta, sofrem com eles e crêem neles, não sabendo que são caminho de morte. Sim, o mundo está cheio de personificadores carnais. Nos últimos dias se esforçarão para imitar ao profeta mensageiro. Os sete filhos de Ceva trataram de imitar a Paulo. Simão, o mágico, tratou de imitar a Pedro. Suas personificações serão carnais. Não poderão produzir o que produz o verdadeiro profeta. Quando ele diz que o avivamento tem terminado, eles sairão por todas as partes anunciando uma grande revelação e dizendo que o que o povo tem é exatamente correto, e que Deus fará coisas maiores e mais maravilhosas entre o povo. E o povo cairá em tal coisa. Estes mesmos falsos profetas dirão que o mensageiro do último dia não é um teólogo e por isso não deve ser escutado. Eles não poderão produzir o que produz o mensageiro; não serão vindicados por Deus como o será o profeta do último dia, mas com suas eloquentes palavras e com o peso da fama mundial, admoestarão ao povo a não ouvirem a este homem ( o mensageiro ), e dirão que ensina erradamente. Eles são exatamente como seus pais – os fariseus – que eram do diabo, porque eles disseram que João e Jesus ensinaram errado.
49 Por que é que os falsos profetas estão contra o profeta verdadeiro e até desacreditam seus ensinamentos? Porque são exatamente como foram seus antepassados nos dias de Acabe quando se opuseram a Micaías. Houve quatrocentos deles e todos estavam de acordo; e todos disseram a mesma coisa, enganaram ao povo. Porém um só profeta – somente um – tinha a verdade e todos os demais estavam equivocados porque Deus havia dado a revelação a um só.
50 Tenha você muito cuidado com estes falsos profetas, porque eles são lobos vorazes.
51 Se ainda tem você dúvidas acerca disto, rogarei a Deus para que lhe encha de Seu Espírito e lhe guie por Seu Espírito, porque os escolhidos não podem ser enganados. Entendeu você isso? Não há nenhum homem que possa enganar a você. Paulo, se houvesse estado em erro, não haveria podido enganar aos escolhidos. E naquela era de Éfeso os escolhidos não podiam ser enganados porque eles provaram aos falsos apóstolos e falsos profetas e encontraram que eram mentirosos e os lançaram fora. Aleluia! Suas ovelhas ouvem Sua Voz e O seguem. Amém. Eu o creio.

A SAUDAÇÃO
52 Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus. Apocalipse 3:14
Oh, não é essa a mais bela descrição dos atributos de nosso amoroso Senhor e Salvador, Jesus Cristo? Estas palavras me dão desejo de gritar. Trazem a meu coração um espírito de realidade. Somente em lê-las, sem mesmo esperar por uma revelação completa do Espírito sobre elas, faz-me vibrar.
53 Jesus está nos dando esta descrição de Si mesmo em relação à última era. Os dias de graça estão findando. Ele tinha olhado do primeiro século direto ao vigésimo, e disse-nos todas as coisas concernentes a estas eras. Antes que Ele nos revele as características da última era, nos dá uma descrição final de Sua própria Deidade, graciosa e suprema. Esta é a revelação final de Si mesmo.
54 Assim diz o “Amém.” Jesus é o Amém de Deus. Jesus é o “Assim seja” de Deus. Amém significa o final. Significa aprovação. Significa a promessa triunfante. Significa a promessa imutável. Significa o selo de Deus.
55 Quero que você examine isto cuidadosamente para que veja algo realmente muito precioso e formoso. Disse que esta é a revelação do tempo do fim, a revelação de Si mesmo. Quando o dia da graça terminar, então dentro de pouco tempo começará o Milênio, verdade? Bem, leiam comigo Isaias 65:16-19.
De sorte que aquele que se bendisser na terra será bendito no Deus da verdade; e aquele que jurar na terra, jurará pelo Deus da verdade; porque já estão esquecidas as angústias passadas, e estão encobertas diante dos meus olhos.
Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.
Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que crio; porque eis que crio para Jerusalém alegria e para o seu povo gozo.
E folgarei em Jerusalém e exultarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor.
56 Isto é a nova Jerusalém. Isto é o Milênio. Porém ao entrarmos ao Milênio, ouça você o que Ele diz acerca de exercer um certo atributo de Deus, verso 16, aquele que se bendisser na terra, no Deus da verdade será bendito. Sim, isso é correto, porém a tradução correta não é “Deus da verdade.” É “Deus do Amém.” E portanto lemos, “abençoará a si mesmo no Deus do Amém, e aquele que jurar na terra, jurará pelo Deus do Amém; porque já estão esquecidas as angústias passadas e estão encobertas diante dos meus olhos. Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra: e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio, pois, eis, eu crio para Jerusalém alegria, e para o seu povo gozo. E folgarei em Jerusalém, e exultarei no meu povo: e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor”. Aleluia! Aqui está Jeová do Velho Testamento, “o Deus do Amém.” Aqui está Jesus do Novo Testamento, “o Deus do Amém”. Ouça, ó Israel, o Senhor teu Deus é um Deus. Ali está de novo, o Jeová do Antigo Testamento é o Jesus do Novo Testamento. “Ouça, ó Israel, o Senhor teu Deus é um Deus”. O Novo Testamento não revela a outro Deus, é uma revelação de um e o mesmo Deus. Cristo não desceu para revelar a si mesmo. Ele não veio para revelar ao Filho. Ele veio para revelar e para dar a conhecer ao Pai. Ele nunca falou de dois deuses; falou de um Deus. E agora, nesta última era, temos regressado à revelação principal, a revelação mais importante da Deidade na Bíblia inteira, que é, Jesus é Deus, Ele e o Pai são um: há um só Deus, e Seu Nome é: O Senhor Jesus Cristo.
57 Ele é o Deus do Amém. Ele nunca muda. O que Ele faz nunca muda. Ele o diz e o que diz permanece. Ele faz e o que faz fica feito para sempre. Nada pode ser tirado do que Ele diz, ou a ele acrescentado. Assim seja. Amém. Assim seja. Não estão vocês felizes por servirem a um Deus desta espécie? Vocês podem saber exatamente onde estão com Ele a qualquer tempo e em todo o tempo. Ele é o Deus do Amém e jamais mudará.
58 “Estas coisas diz o Amém.” Isso me agrada. Significa que o que quer que Ele diz é final. Significa que o que Ele disse à primeira era e à segunda era e a todas as eras acerca de Sua Igreja verdadeira e acerca da falsa vinha, tudo é exatamente a verdade, não mudará. Significa que o que Ele começou em Gênesis, o completará em Apocalipse. Tem que fazê-lo assim porque ele é o Amém. Assim Seja. Agora podemos ver de novo porque o diabo odeia os livros de Gênesis e Apocalipse. Ele odeia a verdade. Ele sabe que a verdade prevalecerá. Ele conhece como será seu fim. E como luta contra isso. Porém nós estamos do lado vitorioso. Nós (refiro-me aos crentes em Sua Palavra, somente) estamos do lado do Amém.
59 “Isto diz a testemunha fiel e verdadeira.” Agora quero mostrar-lhes o que encontro na idéia de “fiel”. Vocês nos vêem falando frequentemente acerca de um grande Deus imutável cuja Palavra não muda. E quando falamos Dele desta maneira frequentemente criamos uma visão Dele que O faz parecer muito impessoal. É como se Deus criasse todo o Universo e todas as leis que a ele pertencem, e a seguir se retraísse e tornasse um grande Deus impessoal. É como se Deus provesse um meio de salvação para a humanidade perdida, sendo esse meio a cruz, e a seguir quando a morte de Cristo expiasse nossos pecados e Sua ressurreição desse-nos uma porta aberta para Ele, Deus simplesmente cruzasse Seus braços e recuasse. É como se nós puséssemos grande importância em crer Nele como o grande Criador, mas nos tornássemos propensos a vê-lo como um que tendo criado, perdeu o interesse por Sua criação. Agora eu disse o que muitas pessoas estão prontas a pensar. Mas este é um pensamento errado, porque Deus está dirigindo os negócios dos homens agora mesmo. Ele é tanto criador quanto sustentador.
Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. Colossenses 1:16-17.
60 Ele é um Deus soberano. Por meio de Seu próprio conselho Ele determinou o plano da Salvação de Seus próprios escolhidos a quem conheceu antecipadamente. O Filho morreu na cruz para estabelecer o meio de salvação, e o Espírito Santo com diligência executa a Vontade do Pai. Ele está operando todas as coisas neste mesmo momento segundo o propósito de Sua própria Vontade. Ele está em meio de tudo. Ele está em meio de Sua igreja. Este grande Criador, Deus Salvador, está operando fielmente entre os Seus neste momento como o grande Pastor das ovelhas. Sua própria existência é por causa dos Seus. Ele os ama e cuida deles. Seu olho está sempre sobre eles. Quando a Palavra diz que “vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus”, significa exatamente o que diz. Oh, que gozo tenho ao saber que meu Deus permanece fiel. Em Si mesmo é verdadeiro, e não mente. Ele é verdadeiro pela Palavra , Ele sustentará isto. Ele é verdadeiro para conosco, Ele não perderá a nenhum, mas nos ressuscitará no último dia. Estou feliz por estar repousando em Sua fidelidade.
Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo. Filipenses 1:6
61 “Ele é a testemunha verdadeira”. Agora esta palavra “verdadeira” é a mesma palavra que vimos ali em Apocalipse 3:7. Você recordará que não significa “verdadeira” como que em contraste com “falsa”. Tem um significado muito mais profundo e rico. Esta palavra expressa realização perfeita em contraste a realização parcial. Agora de volta à era de Filadélfia, a vinda do Senhor estava próxima. Quão grande amor por Ele manifestou aquela era. Me faz lembrar aquelas belas palavras em I Pedro 1: 8
Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso.
62 Nos regozijamos juntamente com eles. Nós não O temos visto, porém O temos sentido. Nós O conhecemos agora tanto quanto nossos limitados sentidos nos permitem. Porém um dia será face a face. Isto é para esta era. Ele vem ao fim desta era. A realização parcial será feita realização perfeita, realização completa. Aleluia! Temos estado olhando através de um espelho escuro, porém mui logo será face a face. Temos estado caminhando de glória a gloria, porém mui logo será diretamente na glória; e em Sua Glória brilharemos. Seremos semelhantes a Ele, maravilhosamente como Ele — Jesus nosso Divino Salvador! Não é maravilhoso? Somos completos Nele. Isso é correto. Ele não nos mente quanto a isso. Mas um dia seremos mudados nos átomos. Nos vestiremos de imortalidade. Seremos absorvidos em vida. Então experimentaremos realização.
63 “Ele é a fiel e verdadeira testemunha.” Agora, meditemos naquela palavra, “Testemunha”. Bem, esta palavra é aquela da qual nós obtemos a palavra “mártir”. A Bíblia fala de Estêvão e Antipas e outros como mártires. Foram mártires, e também foram testemunhas. Jesus foi um mártir fiel. O Espírito Santo é testemunha disso. O Espírito dá testemunho disto. O mundo odiava a Jesus. Ele O matou. Porém Deus o amou e Ele foi ao Pai. A prova de que Ele foi ao Pai é que o Espírito Santo veio. Se Jesus não tivesse sido recebido do Pai, o Espírito não haveria vindo.
Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas se eu for, enviar-vo-lo-ei.
E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.
Do pecado, porque não crêem em mim
Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;
E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. João 16:7-11
64 A presença do Espírito Santo em lugar de Jesus neste mundo, prova que Jesus foi justo e que foi ao Pai. Porém a Bíblia também diz em João 14:18: Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
65 Ele mandou o Consolador, Ele foi o Consolador. Ele voltou em forma de Espírito sobre a Igreja. Ele é a testemunha fiel e verdadeira em meio da Igreja. Porém algum dia voltará outra vez em forma de carne. Então provará que Ele é o único Poderoso Sábio, – Ele é, Jesus Cristo, o Senhor da Glória.
A Testemunha Fiel e Verdadeira, Criador e Sustentador, Realização Perfeita, o Amém de Deus.
66 Oh, quanto O amo, quanto O adoro, Jesus o Filho de Deus!
67 Quero encerrar meus pensamentos sobre esta parte da saudação com estas palavras de II Coríntios 1:18-22:
Antes, como Deus é fiel, a nossa palavra para convosco não foi sim e não.
Porque o Filho de Deus, Jesus Cristo, que entre vós foi pregado por nós, isto é, por mim, e Silvano, e Timóteo, não foi sim e não; mas nele houve sim.
Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós.
Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus.
O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.
68 “O princípio da criação de Deus”. Isto é o que o Senhor Jesus diz que Ele é. Porém estas palavras não significam exatamente como elas soam para nós. Tomando-as assim como soam têm feito com que algumas pessoas (na realidade, multidões de pessoas) tenham a idéia que Jesus foi a primeira criação de Deus, fazendo-O menor que a Deidade. Logo esta primeira criação criou todo o resto do universo e tudo que este contém. Mas isto não é certo. Vocês sabem que isto não combina com o resto da Bíblia. As palavras são, “Ele é Originador ou Autor da criação de Deus.” Agora, sabemos já por certo que Jesus é Deus, Deus mesmo. Ele é o Criador.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. João 1:3 Ele é o Único de Quem é dito, Gên.1:1
No princípio criou Deus os céus e a terra.
Também é dito em Êxodo 20:11
Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há , e ao sétimo dia descansou.
69 Vê você? Já não há nenhuma dúvida de que Ele é o Criador. Ele foi o Criador de uma criação física completa.
70 Certamente agora podemos entender o significado destas palavras. Ao ter qualquer outra interpretação, significaria que Deus criou a Deus. Como poderia Deus ser criado quando Ele mesmo é o Criador?
71 Porém agora Ele está aqui no meio da Igreja. Enquanto está aqui nesta última era, revelando-nos Sua Gloriosa Pessoa, Ele diz de Si mesmo que é “Autor da criação de Deus”. Esta é outra criação. Isto tem que ver com a Igreja. Esta é uma designação especial de Si mesmo. Ele é o Criador daquela Igreja. O Esposo Celestial criou sua própria Noiva.
72 Como o Espírito de Deus desceu e criou na virgem Maria as células das quais nasceu Seu corpo. Eu quero repetir isto. Ele criou as próprias células para aquele corpo no ventre de Maria. Não era suficiente que o Espírito Santo simplesmente desse vida a uma pequena célula humana suprida por Maria. Isto seria o homem pecaminoso produzindo um corpo. Isso não haveria produzido o “Último Adão.” Dele foi dito: “Mas um corpo tens ( o Pai ) preparado para mim”. Deus ( não Maria ) providenciou aquele corpo. Maria foi a incubadora humana, e ela reteve aquele Menino Santo e o trouxe à luz. Era um Deus-Homem. Ele era o Filho de Deus. Ele era a Nova Criação. Homem e Deus se encontraram e se juntaram; Ele foi o primeiro Ser desta nova criação. Ele encabeça esta nova raça.
E ele é a cabeça do corpo da igreja: é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Colossenses 1:18
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo II Coríntios 5:17. Aqui podemos ver que embora o homem seja a velha ordem ou criação, agora em união com Cristo, tem chegado a ser a nova criação de Deus.
Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. Efésios 2:10.
E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Efésios 4:24.
73 Esta nova criação não é a criação velha reformada; se assim fosse, então não se poderia dizer que é nova criação. É exatamente o que diz ser: “Nova criação”. É outra criação, distinta da velha. Ele não está mais tratando pelos caminhos da carne. Assim como Ele tratou com Israel. Ele separou a Abraão e sua descendência através de Isaque. Agora fora de todo parentesco, tribo e nação Ele tem proposto uma nova criação. Ele é o primeiro desta criação. Ele era Deus criado na forma de homem. Agora, por meio de Seu Espírito está criando muitos filhos para Si mesmo. Deus o Criador, criando para Si mesmo uma parte de Sua criação. Esta é a verdadeira revelação de Deus. Este era Seu propósito. Este propósito tomou forma através da eleição. Por isso é que Ele podia ver até a última era, quando tudo seria terminado, e ver a Si mesmo ainda no meio da igreja, como autor desta nova criação de Deus. Seu poder soberano fez com que isto acontecesse. Pelo Seu próprio decreto Ele elegeu os membros desta Nova Criação. Ele os predestinou para adoção de filhos segundo o beneplácito de Sua Vontade. Pela Sua onisciência e onipotência Ele fez com que viesse acontecer. Como poderia Ele de outro modo saber que estaria firme no meio da igreja recebendo glória de Seus irmãos se Ele não se certificasse? Ele conhece todas as coisas, e todas as coisas Ele executou segundo o que Ele conhecia a fim de que Seu propósito e bom prazer viessem a ser realizados.
Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade. Efésios 1:11 Aleluia! Não está você feliz por pertencer a Ele?

A MENSAGEM PARA A ERA DE LAODICÉIA
74 Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável e pobre e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso e arrepende-te. Apocalipse 3:15-19.
Como temos lido juntos eu estou certo que vocês têm observado que o Espírito não tem dito uma só coisa sobre esta era. Ele faz duas acusações e pronuncia Sua sentença sobre eles.
(1) Apocalipse 3: 15, 16.
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
75 Agora vamos considerar isto com muito cuidado. Diz que este grupo de igrejas da era de Laodicéia é morno. Esta mornidão exige um castigo de Deus. O castigo é que serão vomitadas de Sua boca. Aqui é onde não queremos nos desviar como fazem muitas pessoas. Elas muito insensatamente dizem que Deus pode vomitar a vocês de sua boca e que prova que não há nada de verdadeiro na doutrina da perseverança dos santos. Eu quero corrigir seu pensamento agora mesmo. Este verso não é dado para um indivíduo. É dado para a Igreja. Ele está falando com a Igreja. Além do mais, se vocês tão somente guardaram a Palavra na mente vocês se recordarão que em lugar algum ela diz que nós estamos na boca de Deus. Nós estamos gravados nas palmas de Suas mãos. Somos levados em Seu seio. Ali nas eras não conhecidas antes do tempo, estávamos em Sua mente. Estamos em Seu aprisco, em Seus campos, porém nunca em Sua boca. Mas, o que está na boca do Senhor? A Palavra está em sua boca .
Ele porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Mateus 4:4.
76 A Palavra deve estar em nossas bocas também. Agora sabemos que a Igreja é Seu corpo. Está aqui tomando Seu lugar. Que estará na boca da Igreja? A Palavra.
Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus. I Pedro 4:11.
Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. II Pedro 1.21
77 Então, que se passa com este povo dos últimos dias? Eles desviaram-se da Palavra. Eles não são mais fervorosos acerca dela. Eles são mornos quanto a ela. Vou prová-lo neste instante.
78 Os Batistas têm seus próprios credos e dogmas baseados na Palavra, e você não os pode mover. Eles dizem que os dias apostólicos de milagres têm passado, e que não há batismo com o Espírito Santo depois de crer. Os metodistas dizem (baseados na Palavra) que não há batismo nas águas (aspersão não é batismo) e que a santificação é o batismo com o Espírito Santo. A Igreja de Cristo se baseia na regeneração batismal e na maioria dos casos descem às águas pecadores secos e saem pecadores molhados. No entanto, reclamam que sua doutrina está na Palavra. A gente pode percorrer toda uma linha até chegar aos Pentecostais. Têm eles a Palavra? Dê-lhes a prova da Palavra e verá. Em quase todos os casos eles deixam a Palavra por alguma sensação. Se vocês podem produzir alguma manifestação como azeite e sangue e línguas e outros sinais, se na Palavra ou não, ou se propriamente interpretada da Palavra, a maioria se inclinará para ela. Mas, que aconteceu à Palavra? A Palavra foi posta de lado, por isso Deus diz; “Eu vou contra todos vós. Eu vos vomitarei de minha boca. Isso é o fim. Por sete vezes, em sete eras, Eu não tenho visto nada senão homens considerando suas próprias palavras acima das Minhas. Por isso ao fim desta era Eu os estou vomitando de Minha boca. Tudo está acabado. Vou falar claro. Sim, Eu estou no meio da Igreja. O Amém de Deus, o Fiel e Verdadeiro se revelará e será por meio de Meu profeta.” Oh sim, assim é isso.
Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. Apocalipse 10:7.
79 Ali está. Ele está enviando um profeta vindicado. Ele está enviando um profeta depois de quase dois mil anos. Ele está enviando a alguém que está tão longe da organização, educação, e do mundo religioso que ouvirá somente de Deus como João Batista e como Elias na antiguidade; e terá o Assim Diz o Senhor e falará por Deus. Ele como está declarado em Malaquias 4:6, converterá o coração dos filhos aos pais. Ele resgatará os escolhidos do último dia e eles ouvirão a verdade exata por meio de um profeta vindicado; assim como foi com Paulo. Ele restaurará a verdade assim como a tiveram eles. E aqueles eleitos juntamente com ele naquele dia, serão os que em verdade manifestarão o Senhor e serão Seu corpo e serão Sua Voz e produzirão Suas obras. Aleluia! Compreendem isto?
80 Uma breve consideração da história da igreja provará quão exato é este pensamento. Na Era das Trevas o povo, quase totalmente, havia se separado da Palavra. Porém Deus mandou a Lutero com a Palavra. Os Luteranos falaram por Deus naquele tempo. Porém eles se organizaram, e outra vez a Palavra pura de Deus ficou perdida, porque a organização tende a juntar-se com dogmas e credos em vez da simples Palavra. Já não podiam falar por Deus. Então Deus mandou a Wesley e ele foi a voz com a Palavra em seu dia. O povo que aceitou sua revelação de Deus chegou a ser as cartas vivas, lidas e conhecidas de todos os homens de sua geração. Quando os Metodistas fracassaram, Deus levantou a outros, e assim tem continuado através dos anos, até que neste último dia há outra vez um novo povo na terra, que sob seu mensageiro será a voz final na última era.
81 Sim, senhor. A igreja já não é a boca de Deus. Ela é sua própria boca. Por isso Deus está voltando-se contra ela. Ele a confundirá por meio do profeta e da Noiva, porque a Voz de Deus estará nela. Sim ela está, porque diz no último capítulo de Apocalipse, verso 17: “O Espírito e a Noiva dizem: Vem”. Uma vez mais o mundo ouvirá diretamente de Deus como foi no Pentecostes; mas naturalmente a Noiva Palavra será repudiada como na primeira era.
82 Agora, Ele tem clamado a esta era: “Tu tens a Palavra. Tens Bíblias como nunca tens tido, porém não estás fazendo nada com a Palavra; exceto dividindo-a e espedaçando-a, aproveitando o que queres e suprimindo o que não queres. Tu não estás interessada em vivê-La, mas debatê-la. Gostaria que fosses fria ou quente. Se tu fosses fria e a rejeitasse, Eu poderia tolerar isto. Se tu te aquecesses até ficares vermelha para conhecer sua verdade e vivê-la, Eu te louvaria por isto. Porém quando tu simplesmente tomas Minha Palavra e não a honras, Eu em troca devo recusar a honrar-te. Vomitar-te-ei porque me causas náuseas.”
83 Agora, qualquer um sabe que a água morna provoca distúrbio no estômago. Se se precisar de um emético, água morna talvez seja a melhor coisa para se beber. Uma igreja morna tem causado vômitos em Deus e Ele já declarou que a vomitará. Nos faz recordar como se sentiu Ele antes do dilúvio, não faz?
84 Oxalá a igreja fosse fria ou quente. O mais desejável é que fosse fervente (quente). Mas não é. A sentença tem sido decretada. Ela já não é a voz de Deus para o mundo. Ela seguirá dizendo que é, mas Deus diz que não.
85 Deus ainda tem uma voz para o povo do mundo, assim como tem dado uma voz à Noiva. Essa Voz está na Noiva como já temos dito, e veremos isso mais adiante.
(2) Apocalipse 3:17-18
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável e pobre, e cego e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio para que vejas.
86 Agora, observe bem a primeira frase do primeiro versículo: “Porque dizes…” Vê vocês? Eles estavam falando. Estavam falando como a boca de Deus. Isto prova exatamente o que disse que significavam os versículos 16 e 17. Porém, ainda que o digam, isso não significa que é correto. A igreja Católica diz que ela fala por Deus, assegurando que ela é a voz do Senhor. Porém o que eu não posso compreender é o fato de como uma pessoa possa ser tão corrupta espiritualmente. Porém eles produzem segundo a semente que têm por dentro, e nós já sabemos de onde veio aquela semente, não é verdade?
87 A Igreja de Laodicéia está dizendo: “Rico sou e estou enriquecido e de nada tenho falta”. Essa foi a sua auto-avaliação. Ela olhou para si mesma e foi isso que ela viu. Ela disse: “Rica sou”, significando que ela é muito próspera nos bens deste mundo. Ela está se jactanciando, não obstante o que diz São Tiago:
Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?
Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais?
Porventura não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado? Tiago 2:5-7.
88 Agora, eu não estou dizendo com isto que uma pessoa rica não possa ser espiritual, porém todos sabemos que a Palavra diz que são mui poucos. São os pobres que predominam no corpo da Igreja verdadeira. Agora, se a igreja torna-se cheia de riquezas, então sabemos apenas uma coisa: “Icabode” tem sido escrito sobre seus portais! Você não pode negar isto porque é a Palavra.
89 Fala acerca da riqueza na igreja — porque nunca tem havido um tempo de tanta abundância. Os belos santuários são multiplicados em número como nunca até então. Os diferentes grupos contendem entre si para ver quem pode construir o maior e mais belo edifício. Constroem centros educacionais no valor de incalculáveis milhões e estes edifícios são usados apenas uma ou duas horas por semana. Ora, isto não seria uma coisa tão terrível, mas é que eles esperam que este pequeno tempo gasto pelas crianças no terreno da educação substitua as horas de treinamento que deviam ter sido dadas no lar.
90 O dinheiro tem fluído para dentro da igreja tão abundantemente que diferentes denominações são possuidoras de ações e bônus, fábricas, poços de petróleo, e companhias de seguros. Elas têm canalizado dinheiro para fundos de previdência e aposentadoria. Ora, isto soa bem, mas tem se tornado uma armadilha para os ministros, porque se eles decidem deixar seu grupo por mais luz ou pelo amor de Deus, suas pensões são cortadas. A maioria não pode suportar isto e permanecer com seus grupos opressores.
91 Não se esqueça que esta é a última era. Nós sabemos que esta é a última dispensação porque Israel já voltou para a Palestina. Se cremos que Ele em verdade está vindo, então deve haver qualquer coisa errada com aqueles que estão construindo prédios tão vastos. Faz até alguém pensar que estas pessoas planejam ficar aqui para sempre, ou que a vinda de Jesus está a centenas de anos no futuro.
92 Sabe você que hoje em dia a religião é conhecida como um grande negócio? É um fato concreto que já estão colocando gerentes de negócios nas igrejas para cuidar das finanças. É isto o que Deus deseja? Não nos ensina a Sua Palavra no livro de Atos, que sete homens cheios do Espírito Santo e fé serviram o Senhor nos assuntos de negócios? Vocês podem ver seguramente porque Deus disse, “Tu dizes que és rica; Eu nunca disse assim”.
93 Há programas radiofônicos, programas na televisão e numerosos esforços da igreja que estão custando milhões e milhões de dólares. O dinheiro cai nas mãos da igreja em abundância, e os membros aumentam juntamente com o dinheiro; no entanto a obra não é feita como a que era feita quando não havia dinheiro, mas havia homens apoiados exclusivamente na capacidade dada pelo Espírito Santo.
94 Há pregadores pagos, assistentes pagos, ministros de música e educação pagos, coros pagos, zeladores pagos, programas e entretenimentos — tudo custando grandes somas, não obstante tudo isto, o poder está decrescendo. Sim, a igreja está rica, mas o poder não está nela. Deus age pelo Seu Espírito, não pela quantia de dinheiro ou de talento na igreja.
95 Quero agora mostrar-lhes quão diabólica tem se tornado esta ânsia de dinheiro. As igrejas todas têm se esforçado em grande maneira para obter mais e mais membros, especialmente entre as pessoas mais prósperas. Por toda parte se encontra fervor para fazer a religião tão atrativa e encantadora de modo que os ricos e os educados e todos os que têm prestígios mundanos entrem e sejam ativos na igreja. Não podem entender que se a riqueza é o critério de espiritualidade, então o mundo já tem tudo de Deus, e a Igreja não tem nada?
96 “Tu dizes: Estou rico e abastado”. Isto significa literalmente “Eu tenho riquezas espirituais”. Isto parece ser o Milênio com as ruas de ouro e a presença de Deus. Mas eu duvido que seja assim. É a igreja verdadeiramente rica em coisas espirituais de Deus? Vamos examinar esta jactância deste século vinte (Laodicéia) à luz da Palavra.
97 Se a igreja em verdade fosse rica espiritualmente, sua influência se faria sentir na vida do povo. Mas que classe de vida estão vivendo estes a si mesmos chamados “homens espirituais” e influentes da vida da comunidade? Ali nos subúrbios, nos bairros de melhor classe, ali abundam troca de esposas, as prostituições, e bandos de jovens destruindo festas, exigindo um terrível tributo em prejuízo de propriedade. A imoralidade tem atingido o auge de todos os tempos na promiscuidade de atos sexuais, vício em narcóticos, jogo, e toda classe de males. E a igreja continua afirmando quão boa é esta geração, quão cheias estão as igrejas e quão responsáveis são os nativos pelos campos missionários. A igreja tem conduzido as pessoas para os médicos, especialmente aos psiquiatras. Como ela pode propalar ser rica espiritualmente é mais do que eu posso saber. Não é verdade. Elas estão na bancarrota, e não o sabem.
98 Dêem uma boa olhada em torno de si. Examinem as pessoas enquanto elas estão passando. Nas multidões que vocês vêem podem vocês distinguirem aqueles que têm a aparência de cristãos? Observem como se vestem, observem como agem, ouçam o que dizem, vejam para onde vão. Certamente deveria haver alguma porcentagem de evidência verdadeira do novo nascimento entre todos aqueles que vemos passar, porém são mui poucos. Contudo muitas igrejas fundamentais estão nos dizendo que elas têm milhões de salvos e até mesmo cheios do Espírito. Cheios do Espírito? Podem vocês chamar cheias do Espírito a mulheres que andam por aí com cabelos cortados e frizados, com shorts e calças compridas e coletes curtos, pintadas como Jezabel? Se estas estão ataviadas em trajes modestos como convém às mulheres crentes, eu sentiria aversão só em pensar o que seria ter que presenciar uma exibição de imodéstia.
99 Agora eu sei que as mulheres não estabelecem as modas. Hollywood faz isso. Porém escutem-me senhoras, ainda se vendem tecidos e máquinas de costura. Vocês não estão obrigadas a comprar os vestidos que vendem nas lojas e logo usar isso como pretexto. Estamos entrando a um assunto grave e sério. Não tem você lido nas Escrituras que quando um homem olha a uma mulher para cobiçá-la já adulterou com ela em seu coração, ele já tem cometido adultério com ela em seu coração? E que tal se você se veste dessa maneira para causar isso? Então você é a companheira dele no pecado, ainda que você esteja absolutamente ignorante do assunto, sendo uma virgem completamente livre de tais desejos. No entanto, Deus a fará responsável, e você será julgada.
100 Agora, eu sei que vocês, as senhoras, não gostam de tal espécie de pregação, mas irmãs, vocês estão completamente erradas no que estão fazendo. A Bíblia lhes proíbe cortar o cabelo. Deus deu o cabelo por véu. Ele deu um mandamento para as irmãs usarem o cabelo comprido. É sua glória. Quando vocês cortam o cabelo, significa que vocês desprezaram a autoridade de seus maridos. Semelhantes a Eva vocês saem e continuam por sua própria conta. Vocês conseguem o direito do voto. Vocês exercem empregos de homens. Vocês deixam de ser mulheres. Vocês devem se arrepender e voltar para Deus. E como se isso tudo não fora suficientemente mal, uma porção de vocês tomaram a idéia que as irmãs podem invadir os púlpitos e os ofícios da igreja que Deus reservou para os homens e somente para os homens. Oh, agora eu toquei num ponto muito delicado, não é verdade? Bem, mostrem-me uma só Escritura na Bíblia, onde Deus ordenou que a mulher pregasse ou que tomasse autoridade sobre um homem, e eu me retratarei do que disse. Porém, vocês não podem apontar erro no que tenho dito.
101 Eu estou correto, porque me mantenho com a Palavra e na Palavra. Se você fosse rico espiritualmente, saberia que isso é correto. Não há nada verdadeiro, senão a Palavra. Paulo disse:
Não permito porém que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido. I Tim. 2:12.
102 Não lhe é possível tomar parte no quintuplo de Efésios 4 e deixar de exercer autoridade sobre os homens. Irmã, você faria melhor dando ouvidos à Palavra. Não foi o Espírito de Deus manifestando numa vida cheia com o Espírito quem lhe disse para pregar porque o Espírito e a Palavra são Um. Eles dizem a mesma coisa. Alguém cometeu um engano. Alguém foi insensato. Acordem antes que seja tarde demais. Satanás enganou a Eva, sua mãe; e ele está enganando agora as filhas. Que Deus lhe ajude.
103 “De nada tenho falta”. Ora, quando alguém diz, “De nada tenho falta”, ele pode mui propriamente dizer, “Eu tenho todas as coisas”, ou pode dizer, “Eu não quero mais nada pois agora estou farto”. Vocês podem expressar isto de qualquer maneira que desejar, e tudo isso acrescenta o fato ao fato de que a igreja é complacente. Ela está satisfeita com o que tem. Ela faz idéia que tem tudo ou que tem suficiente. E isso é exatamente o que encontramos hoje em dia. Qual a denominação que não está clamando que ela tem a revelação e o poder e a verdade? Escutem aos Batistas, e eles têm tudo. Escutem aos Metodistas, e eles têm tudo; escutem à Igreja de Cristo, e todos são errados, menos eles. Ouçam o que dizem os Pentecostais, e eles têm a plenitude da plenitude. Agora eles sabem que eu estou dizendo a verdade acerca deles, porque nenhum de seus manuais diz o contrário. Escreveram tudo eloquentemente, e assinaram seus nomes e o concluíram. Segundo eles, Deus simplesmente não tem mais nada. E há os que meramente não querem mais nada. Eles não crêem em cura e não a querem, embora esteja na Palavra. Há os que não receberiam o Espírito Santo ainda que Deus abrisse os céus e lhes mostrasse um sinal.
104 Ora, todos estes estão dizendo, e tentando provar, que eles têm tudo ou que eles têm o suficiente. Porém, é isso verdade? Compare esta igreja do século vinte com aquela do primeiro século. Sigam em frente. Façam-no. Onde está o poder? Onde está o amor? Onde está a igreja purificada que resistiu ao pecado e que caminhou com fé para Jesus? Onde está a unidade? Vocês não podem encontrá-la. Se esta igreja tem tudo que necessita, então por que estavam clamando e rogando por mais de Deus no livro de Atos como se eles não tivessem nada disso, e mesmo assim tinham muito mais do que têm hoje?

O DIAGNÓSTICO DE DEUS
105 O que Deus viu foi completamente diferente do que eles disseram que viram. Eles disseram que estavam enriquecidos em bens e ricos espiritualmente. Haviam chegado à meta. Não tinham necessidade de coisa alguma. Porém Deus os viu de outra maneira. Ele disse: “E nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu”. Ora, quando um povo se encontra nessa condição, especialmente nu e não o sabe, tem que haver algo radicalmente errado. Seguramente algo deve estar sucedendo. Não será que Deus tem cegado seus olhos como fez com os judeus? Estará voltando o Evangelho aos judeus? Estará se repetindo a história? Eu digo que sim.
106 Deus diz que esta igreja da era de Laodicéia é “miserável”. Esta palavra vem de duas palavras gregas que significam “sofrimento” e “julgamento”. E isto não tem nada a ver com as provas que chegam a um verdadeiro cristão, porque Deus falando de um cristão em tempo de prova, diz que é “bem-aventurado”, e sua disposição é gozo, enquanto que esta definição é expressada como “desgraçado e miserável”. Quão estranho. Nesta era de abundância, nesta era de progresso, nesta era de fartura, como pode haver provação? Bem, assim sendo, é estranho. Mas era de fartura e oportunidade, quando todos têm tanto e há muito mais para ser possuído, porque com todas as invenções para fazer nosso serviço e muitas coisas para dar-nos prazer, repentinamente, deparamos com as enfermidades mentais apoderando-se de tanta gente ao ponto de alarmar a nação. Quando todo mundo devia ser feliz, sem nada que concorra realmente para ser infeliz, milhões estão tomando sedativos à noite, pílulas para estímulo pela manhã, correndo aos médicos, dando entrada nas instituições, e tentando afugentar por meio do álcool temores desconhecidos. Sim, esta era se gaba de enormes lojas repletas de bens terrenos, mas o povo é menos feliz do que nunca. Esta era se vangloria de seus conhecimentos espirituais, mas o povo é menos seguro de si mesmo do que nunca. Esta era se gaba de melhores valores morais e é a época mais corrupta do que qualquer outra desde o dilúvio. Ela fala acerca de seu conhecimento e de sua ciência, mas ela está travando uma batalha perdida em todos os campos, porque a mente e a alma e o espírito humano não podem compreender nem manter-se a altura das mudanças que têm vindo sobre a terra. Em uma geração nós temos passado da era do cavalo e da carroça à era do espaço, e somos orgulhosos e jactanciosos quanto a isto; porém dentro há uma caverna escura e vazia que está clamando em tormento, e sem uma razão conhecida os corações dos homens estão desfalecendo de medo e o mundo está de tal maneira sombrio que esta era podia muito propriamente ser chamada a era dos neuróticos. Ela se jactancia, mas ela não pode retroceder. Ela clama por paz, porém não há paz. Ela proclama ter uma grande abundância de todos as coisas, mas continua ardendo de desejo como um fogo insatisfeito! “Não há paz”, disse o meu Deus ao perverso.
107 “São miseráveis”. Isto quer dizer que são dígnos de compaixão. Compaixão? Eles desprezam a compaixão. Eles são cheios de orgulho. Se gabam do que não têm. Mas o que possuem não resistirá ao teste do tempo. Têm edificado sobre a areia movediça em vez de edificar sobre a rocha da revelação da Palavra de Deus. O terremoto vem logo. Dentro de pouco tempo virão as tempestades da ira de Deus em juízo. Então vem repentina destruição, e a despeito de toda a sua preparação carnal, eles ainda não estarão preparados para enfrentar aquilo que vem sobre a terra. Eles são aqueles que a despeito de todos os seus esforços mundanos estão realmente opondo a si mesmos e não o sabem. Sem dúvida alguma eles são objetos de compaixão. Compadeçamos deste pobre povo que está no movimento ecumênico do último dia, porque eles o chamam de movimento de Deus, quando na verdade é de Satanás. Tenhamos compaixão daqueles que não conhecem a maldição da organização. Tenhamos compaixão daqueles que têm tantas igrejas belas, personagens tão amáveis, coros tão esplendidamente ensaiados, uma demonstração tal de riqueza e uma forma tão tranquila e reverente de adoração. Tenhamos compaixão, não inveja deles. Voltem para os velhos edifícios de armazéns, voltem para os quartos mal iluminados, voltem para os celeiros, voltem para menos do mundo e mais de Deus. Tenhamos compaixão daqueles que fazem suas grandes reivindicações; e falam acerca de seus dons. Sinta pena deles como objeto de compaixão, porque logo serão objetos de ira.
108 “São pobres”. Ora, isto naturalmente significa pobres espiritualmente. O sinal desta era como ela se encerra, é maior e melhores igrejas com mais e mais pessoas, com mais e mais manifestação do que é suposto ser demonstrações do Espírito Santo. Porém os altares repletos, os dons do Espírito em operação, a notável assistência não é a resposta de Deus, porque aqueles que vêm aos altares muito raramente permanecem para continuar com Deus, e depois que as grandes campanhas se encerram, onde estão aqueles que vieram à frente? Eles ouviram um homem, eles atenderam um apelo, eles caíram na rede, mas eles não eram peixes, e semelhantes a tartaruga eles se arrastam de volta para suas próprias águas.
109 Acerca de tudo isto que se tem dito sobre línguas, que se supõe ser a evidência do batismo do Espírito Santo, e o povo crê que estamos num grande avivamento. O avivamento tem terminado. A América teve sua última oportunidade em 1957. Agora, as línguas são o sinal de Deus de um iminente desastre, assim como foram quando apareceram sobre a parede na festa de Belsazar. Vocês sabem que muitos vão chegar no último dia e dizer, “Senhor, Senhor, não temos feito muitas obras maravilhosas em Teu nome, e até mesmo expulsado demônios?” E Ele dirá: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, os que praticais iniquidade”. Mateus 7:22-23. Jesus disse que eram praticantes de iniquidades. Todavia, vocês conseguem um homem que pode vir e orar pelo enfermo, conseguindo a impressão de óleo e sangue na congregação, surgindo profecia e toda espécie do sobrenatural, e o povo reúne-se em volta dele, e jura que ele é do Senhor, muito embora esteja verdadeiramente fazendo da religião um meio ilícito de ganhar dinheiro, e vivendo em pecado. A única resposta que eles têm é absolutamente fora da Bíblia “bem, ele consegue resultados, portanto ele deve ser de Deus”. Quão terrível. Quão profundamente pobre no Espírito de Deus é esta época, e os pobres necessitados não o sabem.
110 “Tu és cego e nu”. Ora isto é realmente desesperador. Como pode uma pessoa ser cega e nua e não saber? No entanto é dito que são cegos e nus e não podem percebê-lo. A explicação é que estão cegos e nus espiritualmente. Se recordam vocês daquela ocasião quando Eliseu e Geazí foram cercados pelo exército da Síria? Vocês se recordam que Eliseu feriu-os de cegueira pelo poder de Deus? No entanto seus olhos estavam inteiramente abertos e eles puderam ver para onde estavam indo. A cegueira foi peculiar em que eles podiam ver certas coisas, mas outras, como Eliseu e o servo e o campo de Israel eles não podiam ver. O que este exército podia ver não lhe foi de nenhum proveito. Aquilo que eles não viam, os fez cair em cativeiro. Agora, qual vem a ser o significado disso para nós? Significa exatamente o que significou lá atrás no ministério terreno de Jesus. Ele tentou ensinar-lhes a verdade, porém não deram ouvidos. João 9:40-41.
Aqueles dos fariseus, que estavam com ele, ouvindo isto, disseram-lhe: Também nós somos cegos?
Disse-lhes Jesus: Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Vemos; por isso o vosso pecado permanece.
111 A atitude desta era é exatamente a mesma de então. O povo tem tudo. Sabe tudo. Eles não podem ser ensinados. Se surge um ponto de verdade da Palavra e um homem tenta explanar seu ponto de vista a alguém que tem um ponto de vista oposto, o ouvinte não escuta para aprender, mas escuta para contradizer o que o outro diz. Agora, eu quero fazer uma pergunta oportuna. Pode a Escritura combater a Escritura? A Bíblia contradiz a Bíblia? Pode haver duas doutrinas de verdade na Palavra que digam o oposto ou que se oponham uma a outra? Não. Não pode ser assim. Não obstante, quantos do povo de Deus têm os olhos abertos para esta verdade? Nem ao menos um por cento, até onde sabemos, tem aprendido que toda Escritura é dada por Deus e toda ela é útil para ensino, para repreensão, para correção, etc. Se toda Escritura é dada desta maneira, então todo o verso se encaixará se for concedida oportunidade. Porém quantos crêem na predestinação para eleição e reprovação para destruição? Aqueles que não crêem assim, escutarão? Não, eles não ouvirão. No entanto, ambas estão na Palavra, e nada os demoverá. Porém para aprender acerca destas coisas e reconciliar a verdade destas doutrinas com outras verdades que parece que estão opostas, elas não tomarão tempo. Mas tapam seus ouvidos e rangem seus dentes, e se perdem. Ao fim dessa era virá um profeta, porém eles estarão cegos a tudo que ele estiver fazendo ou dizendo. Eles estão seguros que estão certos, e na sua cegueira perderão tudo.
112 Agora Deus diz que estão nus como também cegos. Eu não posso imaginar nada tão trágico como um homem que seja cego e nu e não o sabe. Há somente uma resposta – ele está fora de si. Já está profundamente em um estado de demência. Suas faculdades mentais se foram, uma amnésia espiritual tomou lugar. Que mais pode significar? Pode significar que o Espírito Santo já tenha se retirado da igreja deste última dia? Pode significar que os homens tenham deixado Deus fora de suas mentes em uma extensão tal que esteja acontecendo como declarado em Romanos 1:28
E como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso para fazerem coisas que não convêm.
113 Seguramente parece que algo como isto tem sucedido. Aqui está um povo que diz ser de Deus e conhecer a Deus e ter seu Espírito Santo, e contudo este povo está nu e cego e não o sabe. Eles já estão enganados. Eles têm o Espírito errado; os eleitos não podem ser enganados, mas é evidente que estes outros o são. Estes são aqueles que se tornaram cegos porque recusaram a Palavra de Deus. Estes são os que se despiram a si mesmos por abandonar o cuidado e a proteção de Deus e procuraram construir seu próprio caminho de salvação, sua própria torre de Babel pela organização. Oh, quão linda e encantadoramente parecem vestidos aos seus próprios olhos, quando promovem suas assembléias gerais e seus concílios, etc. Porém agora Deus está despindo-os completamente e eles estão despidos, porque estas organizações não têm senão conduzindo-os ao campo do anticristo, ao campo do joio, direto para serem ajuntados e queimados. Objeto de compaixão é o que verdadeiramente são. Sim, compadecer-se deles, advertí-los, suplicar-lhes, e ainda assim seguem seus caminhos apressadamente para a destruição, rejeitando furiosamente todo esforço de salvação para eles como tições da fogueira. Em verdade são miseráveis e não o sabem. Empedernidos e sem esperança, eles se gloriam no que é realmente sua vergonha. Hostis à Palavra, no entanto um dia serão julgados por ela e pagarão o preço de suas terríveis acusações.

O CONSELHO FINAL DAS ERAS
114 Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Apocalipse 3:18-19.
O conselho de Deus é conciso. Ele vai direto ao alvo. Ele dirige esta igreja do último dia a uma só esperança. Essa esperança é Ele mesmo. Ele diz, “Vem a mim e compres”. É evidente por esta frase, “compre de mim”, que a igreja de Laodicéia não está de modo algum tratando com Jesus pelos produtos espirituais do Reino de Deus. Suas transações não podem ser espirituais. Eles podem pensar que são espirituais, mas como podem elas ser? As obras manifestadas entre eles de maneira alguma são como diz Paulo:
Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Fil. 2:13
Consequentemente o que há quanto a estas igrejas, escolas, hospitais, aventuras missionárias, etc.? Deus não está neles enquanto forem de semente e espírito denominacional, e não da semente e Espírito de Deus.
115 “Compres de mim, ouro refinado pelo fogo, para que te enriqueças”. Ora, este povo tinha abundância de ouro, mas não de boa qualidade. Foi o ouro que corrompeu e disvirtuou o caráter do homem, porque o amor ao ouro foi a raiz de todos os males.
E depois destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória.
E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo o espírito imundo, e coito de toda a ave imunda e aborrecível.
Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participantes dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniquidades dela.
Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.
Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve, foi-lhe outro tanto de tormento e pranto; porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto.
Portanto, num dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo; porque é forte o Senhor Deus que a julga.
E os reis da terra, que se prostituíram com ela, e viveram em delícias, a chorarão, e sobre ela prantearão, quando virem o fumo do seu incêndio;
Estando de longe pelo temor de seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo.
E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém mais compra as suas mercadorias.
Mercadorias de ouro, e de prata, e de pedras preciosas, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlata; e toda a madeira odorífera, e todo vaso de marfim, e todo o vaso de madeira preciosíssima, de bronze e de ferro e de mármore.
E cinamomo, e amomo, perfume, e mirra, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e cavalgaduras, e ovelhas; e mercadorias de cavalos, e de carros, e de corpos e de almas de homens.
E o fruto do desejo da tua alma foi-se de ti; e todas as coisas gostosas e excelentes se foram de ti, e não mais as acharás. Apocalipse 18 : 1 – 14
116 Isto é exatamente as igrejas organizadas do último dia, porque diz no versículo quatro: “Sai dela, povo meu”. O arrebatamento não terá ainda tido lugar. A Noiva não terá ido ainda quando estas condições terríveis nesta rica e falsa igreja existirem.
117 Há porém, um ouro de Deus.
Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece. I Pedro 1 : 7
118 O ouro de Deus é um caráter semelhante ao de Cristo, o qual é produzido no forno ardente da aflição. Este é o ouro de boa qualidade.
119 Porém, que classe de ouro tem a igreja hoje em dia? Ela não tem senão o ouro mundano que perecerá. Ela é mais rica. Ela é complacente. Ela tem feito da abastança o principal critério de espiritualidade. A evidência das bênçãos de Deus e a pureza de doutrina, etc. são agora baseadas sobre quantas pessoas estejam envolvidas nela.
120 “Tu farias melhor vindo antes que seja tarde demais”, diz o Senhor, “e compres de Mim ouro provado pelo fogo e assim tu serás verdadeiramente rica”. Estamos vendo o significado? Ouçam-me: “Chegamos ao mundo nus, porém nus não o deixaremos”. Não senhor, nós vamos levar algo. Essa coisa será tudo que poderemos levar conosco, nada mais, nada menos. Portanto seria muito melhor sermos cuidadosos agora para ver se levamos algo que nos faça retos diante de Deus. Assim sendo, então, que levaremos conosco? Nós levaremos nosso caráter, irmãos, isto é o que levaremos conosco. Ora, que espécie de caráter vocês levarão consigo? Será semelhante ao Dele cujo caráter foi moldado em sofrimento na fornalha de aflição, ou será a fraqueza deste povo Laodiceiano sem caráter? Isto é com cada um de nós, porque naquele dia cada homem dará conta de si mesmo.
121 Agora, eu disse que a cidade de Laodicéia era uma cidade muito próspera. Aí fabricavam moedas de ouro com inscrições pelos dois lados. Moedas de ouro caracterizavam a era — e consequentemente existia um comércio muito próspero. Hoje a moeda de ouro de duas faces está conosco. Nós compramos a entrada e a saída. Na igreja tentamos fazer a mesma coisa. Nós compramos lá fora ao pecado e nos compramos a nós mesmos para entrarmos nos céus – ou melhor, assim dizemos nós. Porém Deus não diz isto.
122 A igreja possui uma riqueza tão fenomenal que a qualquer tempo ela pode tomar posse de todo sistema mundial de comércio, e com efeito um líder no Concílio Mundial de Igrejas profetizou abertamente que a igreja em um futuro previsível deveria, poderia, e fará realmente isto. Porém sua torre de ouro de Babel ruirá. Somente o ouro refinado pelo fogo durará.
123 E através das eras, assim tem feito a igreja. Ela tem deixado a Palavra de Deus e tem tomado seus próprios credos e dogmas; tem se organizado e tem se unido ao mundo. Consequentemente ela está nua e Deus está julgando sua lascívia. A única maneira pela qual ela pode escapar desta situação tão horrorosa, é obedecendo ao Senhor e regressando a Sua Palavra.
Sai dela povo meu. Apocalipse 18:4.
Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei;
E eu serei para vós Pai e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo Poderoso. II Coríntios 6:14-18.
124 Há um preço a ser pago por aquelas vestes, e este preço é o preço da separação.
125 “E colírio para ungires os teus olhos, a fim de que vejas”. Não disse Ele que você tem que comprar esse colírio. Oh não. Não há etiqueta de preço no Espírito Santo. Recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé? Gálatas 3: 2
126 Sem o Batismo do Espírito Santo, você nunca poderá ter seus olhos abertos a uma verdadeira revelação espiritual da Palavra. Um homem sem o Espírito é cego para Deus e Sua verdade.
127 Quando eu penso neste colírio abrindo os olhos do povo, eu não posso deixar de recordar quando eu era um menino em Kentucky. Meu irmão e eu dormíamos no sótão em um colchão de palha. As fendas na casa deixavam passar rajadas de vento. Alguma vezes no inverno ficava tão frio que nós acordávamos de manhã com tanto frio em nossos olhos que eles ficavam completamente fechados de inflamação. Nós chamávamos mamãe e logo ela subia com uma pomada quente e esfregava em nossos olhos até que a matéria endurecida se dissolvia, e então nós podíamos ver. Vocês sabem que tem havido terríveis rajadas de vento frio soprando na igreja nesta geração, e eu temo que seus olhos tenham de tal maneira se enregelado que se fecharam e ela está cega para o que Deus tem para ela. Ela necessita de algum óleo quente do Espírito de Deus para abrir seus olhos. A menos que ela receba o Espírito de Deus ela continuará substituindo poder por programa e a Palavra por credos. Ela considera números como sucesso, ao invés de olhar para os frutos. Os doutores em teologia têm fechado a porta da fé e impedido a todos de entrarem. Eles não entram, nem permitem a outros entrarem. Sua teologia origina-se de um compêndio de psicologia escrito por algum incrédulo. Há um manual de psicologia, um que todos necessitam, é a Bíblia. Ela é escrita por Deus, e contém a psicologia de Deus. Vocês não carecem de algum doutor para explaná-la para vocês. Recebam o Espírito Santo e deixem-No fazer a explanação. Ele escreveu o Livro e Ele pode dizer-lhes o que está escrito nele e o que ele significa.
Mas como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.
Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.
As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.
Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discernem bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. I Coríntios 2:9-16
128 Agora, se todas as coisas que o Espírito está condenando estão nesta era, então necessitamos de alguém aparecer em cena como fez João Batista e desafiar a igreja como nunca antes. E isto é exatamente o que está acontecendo a nossa era. Outro João Batista está vindo e ele clamará exatamente como o fez o primeiro precursor. E sabemos que isso é assim porque o verso seguinte diz:
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Apocalipse 3:19
129 Esta é a mesma Mensagem que João tinha quando ele clamava naquele deserto religioso de fariseus, saduceus, e gentios. “Arrependei-vos”. Não havia outro curso, não há agora outro curso. Naquele dia não havia outra maneira para voltar a Deus, e tão pouco há outra maneira hoje. É, arrependei-vos! Mudai o vosso pensamento. Voltai-vos. Arrependei-vos, por que morrereis?
130 Examinemos a primeira frase, “A quantos eu amo”. No grego a ênfase é colocada sobre o pronome pessoal “Eu”. Ele não disse, como muitos pensam que Ele teria dito, “a quantos Me amam”. Não senhor. Não devemos nunca tentar fazer de Jesus o objeto do amor humano neste verso. Não! São os “muitos” que são amados de Deus. É Seu amor, em questão, não o nosso. Desta maneira mais uma vez nos encontramos a nós mesmos glorificando-nos em Sua salvação, Seu propósito e Seu plano, e somos confirmados ainda mais fortemente na verdade da doutrina da Soberania de Deus; como Ele disse em Romanos 9:13: “Amei a Jacó”. Agora, é estabelecido, desde que Ele ama somente os muitos, que Ele está consequentemente em um estado de complacência, esperando o amor daqueles que não têm se aproximado Dele? De modo nenhum é isto assim, porque Ele declarou também em Romanos 9:13, “mas me aborreci de Esaú”. E no verso 11 o Espírito ousadamente proclama, “Porque não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama”. Romanos 9:11
131 Este amor é “Amor eletivo”. É amor por Seus eleitos. E seu amor para com eles é à parte do mérito humano, porque é dito que o propósito de Deus prevalece na eleição a qual é completamente oposto às obras ou qualquer coisa que o homem tenha em si mesmo. Porque antes que houvessem nascido os meninos, Ele já havia dito: “Amei a Jacó e aborreci a Esaú”.
132 Agora, Ele diz aos Seus: “Eu repreendo e castigo a todos os que amo”. Repreender é reprovar. “Reprovar é expor com o fim de corregir”. Disciplinar não significa punir. Significa, “disciplinar porque a correção do súdito está na mente”. Isto é exatamente o que encontramos em Hebreus 12:5-11:
E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, e não desmaies quando por ele fores repreendido;
Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.
Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?
Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.
Além do que tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos?
Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes de sua santidade.
E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Hebreus 12:5-11.
133 Aqui vemos o amor de Deus. Em amor, Ele desejava uma família de filhos; filhos que se parecessem a Si mesmo. Eis perante Ele todo gênero humano como uma massa de barro. Fora desta mesma massa Ele fará agora vasos para honra e para desonra. A escolha será Sua própria escolha. Então aqueles escolhidos, nascidos de Seu Espírito serão treinados para serem conforme Sua imagem em seu modo de viver. Ele repreende com toda tolerância, benignidade e misericórdia. Ele disciplina com as mãos com as cicatrizes dos pregos. Algumas vezes este oleiro deve tomar o vaso que está fazendo e quebrá-lo completamente a fim de que Ele possa reconstruí-lo exatamente como Ele o deseja. Mas é amor. Este é seu amor. Outro caminho para seu amor não há. Não pode haver.
134 Oh, pequeno rebanho, não temas. Esta era está se encerrando rapidamente. Enquanto ela passa aqueles joios serão amarrados juntos, e como uma corda tríplice não é facilmente arrebentada, eles terão uma tremenda força tríplice, política, física e espiritual (satânica) e eles procurarão destruir a Noiva de Cristo. Ela sofrerá, porém prevalecerá. Não tenha você temor daquelas coisas que virão sobre a terra, porque Ele “tendo amado os Seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim”. João 13:1
135 “Sê pois zeloso e arrepende-te”. Agora, esta falsa igreja tem zelo; não se enganem acerca disto. Seu zelo tem sido literalmente o mesmo dos judeus, João 2:17, “O zelo de tua casa me consumirá”. Porém este é um zelo errado. É para a casa de sua própria edificação. É para seus próprios credos, seus dogmas, organizações e sua própria justiça. Eles têm lançado fora a Palavra de Deus para dar lugar a suas próprias idéias. Eles depuseram o Espírito Santo e colocaram homens como líderes. Eles têm posto de lado a Vida Eterna como a uma Pessoa e a substituído por boas obras, ou mesmo conformidade com a igreja ao invés de boas obras.
136 Mas Deus está pedindo outro zelo. É o zelo para clamar, “Eu estou errado”. Ora, quem é que vai dizer que está errado? Sobre o que estão baseadas todas estas denominações? – O clamor pela originalidade, e isso de Deus, – sobre a pretenção que elas são certas. Ora, todas elas não podem ser certas. De fato nenhuma delas é certa. Elas são sepulcros brancos, cheios de ossos de homens mortos. Elas não têm vida. Elas não têm vindicação. Deus nunca Se fez conhecido a qualquer organização. Elas dizem que estão certas, porque são elas que o estão dizendo, mas dizer não significa fazer-se tal. Elas necessitam do “Assim Diz o Senhor” de Deus e elas não o têm.
137 Agora deixem-me dizer aqui. Eu não creio que Deus esteja chamando somente a falsa igreja ao arrependimento. Neste versículo Ele está falando aos Seus eleitos. Eles também têm algumas coisas das quais necessitam se arrepender. Muitos de Seus filhos ainda estão nas falsas igrejas. Eles são aqueles de quem é falado em Efésios 5:14.
Pelo que diz: Desperta tu que dormes, e levanta dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá. Efésios 5:14.
138 Estar adormecido não significa estar morto. Estes estão dormindo entre os mortos. Eles estão deslocados ali nas denominações mortas. Eles estão flutuando com elas. Deus clama “Despertai-vos! Arrependei-vos de vossa insensatez!” Aqui eles estão emprestando sua influência, dando seu tempo e seu dinheiro, realmente suas próprias vidas a estas organizações do anticristo, e todo este tempo pensando que estão certos. Eles necessitam de arrepender-se. Eles devem se arrepender. Eles carecem de uma mudança de mente e voltar para a Verdade.
139 Sim, esta é a era que mais necessita de se arrepender. Porém ela o fará? Ela trará de volta a Palavra? Ela entronizará novamente o Espírito Santo na vida dos homens? Ela reverenciará a Jesus novamente como o único Salvador? Ela não o pode, porque o verso seguinte revela a alarmante e chocante verdade quanto a conclusão desta era.

CRISTO FORA DA IGREJA
140 Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:20-22.
Agora, há muita confusão quanto a este versículo porque muitos evangelistas usam-no em um trabalho pessoal, como se Jesus estivesse às portas do coração de cada pecador batendo pedindo admissão. Por conseguinte dizem que se o pecador abrir a porta, o Senhor entrará. Mas este verso não está falando aos pecadores individuais. Esta mensagem inteira tem um todo assim como cada mensagem em cada era. No verso 22 ela diz, “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas”. Portanto esta é a mensagem à igreja da última era. Esta é a condição da igreja de Laodicéia quando se aproxima seu fim. Esta não é uma mensagem pessoal a uma pessoa; é o Espírito dizendo-nos onde está Jesus. Cristo tem deixado a Igreja; não é este o resultado ou o fim lógico se a Palavra é posta de lado por credos, o Espírito Santo é deposto por papas, bispos, presidentes, conselheiros, etc., e o Salvador anulado por um programa de obras, ou reunião de igreja ou algum tipo de conformidade com o sistema de igreja? Que mais pode ser feito contra Ele? Esta é a apostasia! Esta é a decadência! Esta é a porta aberta ao anticristo, porque um veio em Nome do Pai (Jesus) e não foi recebido, mas rejeitado, então virá outro em seu próprio nome (mentiroso, pretencioso) e a ele receberão. João 5:43. O homem do pecado, este filho da perdição tomará posse.
141 Mateus 24 menciona sinais nos céus referentes a este último dia exatamente antes de Jesus vir. Eu gostaria de saber se vocês notaram recentemente tal sinal cumprido como que para retratar justamente esta verdade sobre a qual temos discutido. Esta verdade é que Jesus tem sido firmemente empurrado para um lado até que nesta última era Ele é expulso para fora da igreja. Recordem que na primeira época era uma igreja com um círculo quase completo de verdade. Contudo havia um pequeno erro chamado as obras dos Nicolaítas que impediu que o círculo fosse completo. Então na era seguinte mais trevas se arrastaram mais para dentro do círculo até que a bola de luz brilhou menos, e as trevas cobriram mais o círculo. Na terceira era foi coberta ainda mais, e na quarta era que foi a Idade das Trevas, a luz tinha quase se extinguido. Agora pense nisto. A igreja brilha com a luz refletida de Cristo. Ele é o Sol e a Igreja é a Lua. Assim, este círculo de luz é a lua. Ela tem decrescido de uma lua cheia na primeira era a apenas um fragmento na quarta era. Porém na quinta era ela começou a crescer. Na sexta ela deu um grande passo no crescimento, numa parte da sétima era, ela estava ainda crescendo, quando repentinamente ela parou, e se diminuiu a quase nada; de modo que ao invés da luz ela era e escuridão da apostasia, e ao fim da era tem cessado de brilhar porque as trevas têm dominado. Cristo está agora do lado de fora da igreja. Aqui está o sinal no céu. O último eclipse da lua foi um eclipse total. Ela mingou até as trevas totais no sétimo estágio. No sétimo estágio, as trevas totais vieram enquanto o Papa de Roma ( Paulo VI ) ia para a Palestina fazer uma viagem santa a Jerusalém. Ele foi o primeiro papa em todos os tempos a ir a Jerusalém. O papa é chamado Paulo Sexto. Paulo foi o primeiro mensageiro e este homem leva esse nome. Notem que é o sexto, ou o número do homem. Isto é mais do que uma coincidência. E quando ele foi a Jerusalém, a lua ou a igreja entrou nas trevas totais. Este é ele. Este é o fim. Esta geração não passará até que tudo tenha sido cumprido. Ora vem Senhor Jesus, venha depressa!
142 Agora podemos ver porque houve duas vinhas, uma verdadeira e uma falsa. Também podemos ver porque Abraão teve dois filhos, um segundo a carne, (o qual perseguiu Isaque) e um segundo a promessa. Agora podemos ver como dos mesmos pais nasceram dois filhos gêmeos, um conhecendo e amando as coisas de Deus, e o outro conhecendo muito das mesmas verdades porém não do mesmo Espírito; e por conseguinte, perseguindo ao filho eleito. Deus não reprovou simplesmente pelo fato de reprovar. Ele reprovou por causa do eleito. Um eleito não pode perseguir a outro eleito. Um eleito não pode causar dano a outro eleito. São os reprovados que perseguem e destroem aos eleitos. Oh, aqueles reprovados são religiosos. Eles são espertos. Eles são da descendência de Caim, a semente da serpente. Eles edificam suas Babéis, suas cidades, e seus domínios, e todo o tempo invocando a Deus. Odeiam a semente verdadeira e farão todo o possível (mesmo no Nome do Senhor) para destruir aos eleitos de Deus. Mas eles são necessitados. “Que tem a ver a palha com o trigo?” Se não há palha, então não há trigo. Porém no fim, que sucede com a palha? É queimada com um fogo inextinguível. E o trigo? Onde está o trigo? O trigo é juntado em Seu celeiro. É onde Ele está.
143 Oh, eleito de Deus, guarde-se. Estude bem. Seja cuidadoso. Opere sua salvação com temor e tremor. Confie em Deus e seja forte em Seu poder. Seu adversário, o diabo, está neste instante a seu derredor bramando como um leão buscando a quem possa devorar. Vigie em oração e esteja firme. Este é o tempo final. Ambas, a verdadeira e falsa vinha estão amadurecendo. Mas antes que o trigo amadureça, aqueles joios maduros serão atados em feixe para o fogo. Vejam, eles estão todos se unindo ao Concílio Mundial de Igrejas. Esta é amarradura. Logo virá o armazenamento do trigo. Mas neste instante os dois espíritos estão trabalhando nas duas vinhas. Saiam do meio do joio. Comecem a vencer aquilo que você possa ter considerado como agradável ao seu Senhor, e qualifique-se para reinar e governar com Ele.

O TRONO DO VENCEDOR
Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Apocalipse 3:21.
144 Agora o que é que devemos vencer? Esta é a pergunta normal para se fazer aqui. Mas este não é o verdadeiro pensamento deste verso porque não é tanto o que devemos vencer, mas como devemos vencer. Ora, isto é lógico, porque não é muito importante o que devemos vencer a menos que saibamos como podemos vencer.
145 Um rápido estudo nas Escrituras que envolve ao Senhor Jesus Cristo vencendo, revelará a verdade desta afirmação. Em Mateus 4, onde Jesus é tentado pelo Diabo, Ele venceu as tentações pessoais de Satanás pela Palavra, e tão somente pela Palavra. Em cada uma destas três principais tentações que correspondem exatamente às tentações do Éden, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, e a soberba da vida, Jesus venceu pela Palavra. Eva caiu na tentação pessoal de Satanás por falhar em usar a Palavra. Adão caiu em desobediência direta à Palavra. Mas Jesus venceu pela Palavra. E agora mesmo, deixem-me dizê-lo, este é o único meio de se tornar vencedor, e este é o único pelo qual você pode saber se está vencendo, porque esta Palavra não pode falhar.
146 Notem agora novamente como Jesus venceu o sistema mundial de religião. Quando Ele era repetidamente perseguido pelos teólogos de Seus dias, Ele constantemente aplicava a Palavra. Ele falou somente aquilo que o pai lhe dava para falar. Não há nenhuma só vez em que o mundo deixou de ser completamente confundido pela Sua sabedoria, porque ela era a sabedoria de Deus.
147 Em sua própria vida pessoal contendendo Consigo Mesmo, Ele venceu pela obediência à Palavra de Deus. Em Hebreu 5:7-9 lemos:
O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia.
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.
E sendo ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem.
A que foi Ele obediente? À Palavra de Deus.
148 Agora, não haverá nenhuma só pessoa assentada no trono do Senhor Jesus Cristo que não haja vivido a Palavra. Suas orações, seus jejuns, seus arrependimentos (não importa o que você apresente a Deus), nenhuma dessas coisas dará a você o privilégio de se assentar naquele Trono. Isso será concedido somente à Noiva Palavra. Como o trono do rei é compartilhado com a rainha, por estar ela unida a ele, assim também aqueles que são a Palavra, como Ele é a Palavra, compartilharão daquele Trono.
149 Temos mostrado claramente que através das eras, como Adão e Eva caiu porque negligenciaram a Palavra, assim a era de Éfeso caiu por desprezar a Palavra até com cada era continuando a desprezar, nós temos um repúdio final da Palavra pelo sistema Mundial de Igrejas. Esta Era Laodiceiana termina em um escurecimento da Palavra, em consequência disso causando o afastamento do Senhor do centro. Ele permanece do lado de fora chamando os Seus, que O seguem pela obediência à Palavra. Depois de uma breve e poderosa demonstração do Espírito este pequeno grupo ferido e perseguido estará com Jesus.

A CONSUMAÇÃO DAS ERAS GENTIAS
150 Esta era é a última das sete eras da igreja. Aquilo que começou na primeira era de Éfeso deve e virá à completa realização e colheita nesta última era ou Era de Laodicéia. As duas vinhas produzirão seus frutos finais. Os dois espíritos terminarão suas manifestações em cada um de seus destinos finais. A semeadura, a irrigação, o crescimento já é tudo passado. O verão está findado. A foice é posta à ceifa.
151 Nos versos quinze e dezoito os quais acabamos de estudar está o verdadeiro quadro do amadurecimento da falsa vinha, falso espírito, falsa igreja.
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morto, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre e cego e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Apoc .3:15-18.
152 Nenhuma palavra jamais descreveu uma denúncia tão terrível, e nenhum povo religioso cheio de tanto orgulho e arrogância já a mereceu tanto. Ainda no verso vinte e um, “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”. Nós encontramos a verdadeira vinha, verdadeiro Espírito, verdadeira Igreja exaltados ao próprio trono de Deus como o mais alto cumprimento jamais dado a um grupo humilde, firme e espiritual.
153 As palavras de João Batista que tão corretamente estabeleceram o Cristo em relação à verdadeira e falsa igreja agora vieram a se cumprir.
E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.
Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará. Mateus 3:11-12.
154 Cristo, o grande ceifeiro, está agora colhendo os frutos da terra. Ele ajunta o trigo no celeiro vindo aos Seus e recebendo-os para Si mesmo. A seguir Ele volta para destruir os ímpios com fogo inextinguível.
155 O mistério do joio e do trigo de Mateus 13:24-30, está agora cumprido.
Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia boa semente no seu campo;
Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.
E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu no teu campo boa semente? Por que tem então joio?
E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Porém ele lhes disse: Não; para que ao colher o joio não arranqueis também o trigo com ele.
Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar, mas o trigo ajuntai-o no meu celeiro. Mateus 13:24-30.
156 O trigo e o Joio que desde a primeira era até agora têm crescido juntos, são ceifados. O que Nicéia se determinou cumprir, por fim tem chegado a suceder. Com todo poder da organização, a falsa igreja desviou-se de qualquer vestígio de verdade e com o poder político fortifica a si mesma com o Estado apoiando e empreendendo erradicar para sempre o verdadeiro crente. Mas exatamente quando ela está quase consumando sua covarde conspiração o trigo é ajuntado no celeiro. Jamais crescerão juntos o trigo e o joio e jamais receberá o joio as bênção de Deus por causa da presença do trigo, porque o trigo estará no celeiro e a ira de Deus será derramada no sexto selo, terminando na completa destruição dos ímpios.
157 Agora, um pouco atrás eu disse que a falsa vinha vem a uma frutificação completa nesta era. Seu fruto amadurecerá. Isto é certo. Esta igreja de espírito tão malvado, cheia de iniquidade, será manifestada como a semente de mostarda que cresceu até se tornar uma grande árvore na qual se abrigaram os pássaros do céu. Sua cabeça será o anticristo, o mistério da iniquidade. Tudo isto é verdade. E se isto é verdade, então também tem que ser verdade que a Igreja verdadeira, a Noiva, amadurecerá; e seu amadurecimento será uma identificação com seu Senhor através da Palavra, e sua Cabeça, Aquele que virá a ela, será o mistério da piedade, que na verdade é Cristo. E assim como a falsa igreja com toda astúcia e poder diabólico criada de força política, força física e demônios das trevas vem contra a verdadeira vinha, a verdadeira vinha com a plenitude do Espírito e a Palavra fará os mesmos atos de poder que Jesus fez. Assim enquanto ela se aproxima de sua Pedra Angular, tornando-se igual a Ele através da Palavra, Jesus virá para que a Noiva e o Noivo possam estar unidos como um só.
158 As manifestações visíveis de que lhes temos falado já estão em torno de nós. O movimento ecumênico do joio já é fato concreto. Mas também é um fato que o profeta para a última era está anunciando a mensagem de Deus que precederá a segunda vinda do Senhor, porque por esta mensagem os corações dos filhos se converterão aos pais Pentecostais, e com a restauração da Palavra virá a restauração do poder.
159 Que tempos cruciantes são estes em que vivemos. Quão cuidadosos devemos ser para que permaneçamos fiéis a esta Palavra e não tirar e nem acrescentar a ela porque aquele que falar onde Deus não falou, O fará mentiroso. O que eu tenho particularmente no pensamento, é o seguinte: Ao começar o século, a fome pelas coisas de Deus que havia sido despertada na Era de Filadélfia, trouxe um clamor pelo Espírito de Deus. E quando o clamor foi respondido por Deus enviando uma manifestação em línguas, interpretação e profecia, um grupo imediatamente, e o mais contrário à Palavra, traçaram uma doutrina que línguas era uma evidência de ser batizado com o Espírito Santo. Línguas estavam longe de ser uma evidência. Elas foram manifestações, mas não a evidência. A falsidade da doutrina se pode ver não somente pela falta de Escritura para sustentá-la, mas também pelo fato de que todos aqueles que subscreveram a doutrina imediatamente se organizaram na base da doutrina provando que eles não estavam na verdade como queriam que todos cressem. Oh, parecia bom. Parecia como que o retorno do Pentecostes. Mas provou-se que não o era. Não podia ser, porque se organizou. Isto é a morte, não a vida. Parecia tão perto do verdadeiro que multidões foram enganadas. Ora, se não era o genuíno, o que era então? Era a Palha, a casca. Na verdura, no tenro cacho parece que é a verdadeira. Mas quando alguém pode ir ao campo e ver aquilo que parece exatamente com o trigo e no entanto é somente a casca (porque o grão do trigo não formou ainda) por conseguinte não era senão a tenra espiga que assemelhava-se ao verdadeiro grão. A semente original do trigo de Pentecostes era para surgir novamente na última era. Ela foi enterrada em Nicéia. Ela soltou um broto em Sardes. Ela cresceu bastante em Filadélfia, e ela era para amadurecer em Laodicéia. Mas ela não podia voltar ao natural até que a Palavra fosse restaurada. O profeta não entrou ainda em cena. Mas agora de acordo com o tempo em que estamos na era de Laodicéia, o “Profeta Mensageiro” de Apocalipse 10:7 já deve estar na terra. Uma vez mais o “Assim Diz o Senhor”, deve estar aqui, pronto para ser manifesto com infalível vindicação. Assim a verdadeira semente já está amadurecendo, e a seguir a ceifa.
160 Tempo da colheita, sim tempo da colheita. As duas vinhas que cresceram juntas e entrelaçadas, seus ramos são agora separados. Os frutos destas vinhas que foram tão diferentes serão ajuntados em celeiros separado. Os dois espíritos irão aos seus destinos separados. Agora é tempo de atentar para a chamada final – chamada que vem somente para a Noiva Trigo. “Sai dela povo meu, para que não sejais participantes de seus pecados, e para que (vós trigo) não incorras nas suas (joio) pragas (a grande tribulação do sexto selo e de Mateus 24).

A ÚLTIMA ADVERTÊNCIA DO ESPÍRITO
161 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:22.
Esta é a última advertência. Não haverá outra. O trono já foi estabelecido. Os doze fundamentos já foram postos. As estradas de ouro já foram pavimentadas. Os portões de gigantescas pérolas foram levantados. Igual a uma pirâmide e ela permanece imponente e gloriosa. Os seres celestiais que a tem preparado agora a observam extasiados, porque ela refulge e brilha com uma glória extra terrena. Cada face de sua beleza conta uma história da graça maravilhosa e do amor de Jesus. Ela é uma cidade preparada para um povo preparado. Ela espera somente seus habitantes, e logo eles invadirão suas avenidas com alegria. Sim, esta é a última chamada. O Espírito não falará em outra era. As eras passaram.
162 Mas graças a Deus, neste momento, esta era não passou ainda. Ele ainda está clamando. E Seu clamor não é somente aos ouvidos espirituais dos homens pelo Seu Espírito, mas uma vez um profeta está na terra. Uma vez mais Deus revelará a verdade como fez a Paulo. Nestes dias do sétimo mensageiro, nos dias da Era Laodiceiana, seu mensageiro revelará os mistérios de Deus como revelou a Paulo. Ele falará claro, e aqueles que receberem este profeta em seu próprio nome receberá o efeito benéfico do ministério deste profeta. E aqueles que ouvirem-no serão abençoados e se tornarão parte desta Noiva do último dia que está mencionada em Apocalipse 22:17, “O Espírito e a Noiva dizem vem”. O grão de trigo (a Noiva) que caiu na terra em Nicéia voltou ao seu original grão da Palavra novamente. Louvado seja Deus para todo sempre. Sim, atentem para o profeta autenticado de Deus que aparece nesta última era. O que ele diz da parte de Deus, a Noiva dirá. O Espírito e o Profeta e a Noiva estarão dizendo a mesma coisa. E aquilo que eles disserem já terá sido dito pela Palavra. Eles estão dizendo agora, “Retirai-vos do meio dela agora e permanecei separados”. O clamor tem sido anunciado. O clamor está sendo anunciado. Por quanto tempo clamará a voz? Não o sabemos, mas de uma coisa sabemos, não clamará por muito tempo, porque esta é a última era.
163 O que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. O Espírito tem falado. O pôr do sol está quase terminando na eternidade para as eras da igreja. Então tudo estará passado. Então será tarde demais para vir. Mas se em algum lugar desta série Deus lhe tocou pelo Seu Espírito, que possa você mesmo agora voltar para Ele em arrependimento e dar-lhe sua vida para que Ele possa por Seu Espírito dar-lhe a Vida Eterna.

Deixe seu comentário