CONFERÊNCIAS
08 de Junho de 1963
Tucson – Arizona – E.U.A.
Tradução – EUA


1 Então ao ouvir os seus testemunhos, e vir depois de ter estado no campo, e ouvir alguém testificar. Estou sem dúvida alegre em ver o irmão Jeffries. Eu o chamo Creechy, ali. Não sabia que ele estava na reunião. E sei que isto significa muito para vocês, também, ao virem do campo de batalha, de onde as luzes estão fracas; e virem sob esta bela atmosfera de cristãos e pessoas, todas juntas, livres no Espírito. Eu—eu gosto disto, onde as pessoas estão livres, têm um sentimento livre. E trata-se disto. Simplesmente não tentamos agir com formalidade. Eles estão só—só…Costumavam dizer para tirar seu colarinho e se sentir em casa. Eu gosto disso. Tenho certeza que todos gostamos. Não gostamos? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Só…

2 Estava pensando, quando olhei aqui para minha filha, Rebeca. Lembro-me de certa vez, estar numa reunião. E ela era pequena então, ela. E ela tem uma irmãzinha, quatro anos mais nova. De modo que Becky tem olhos azuis e é um tanto alta, e Sara tem olhos castanhos e era um tanto baixa. Assim, ambas eram meninas do papai. E eu realmente amo as crianças, e o Senhor me deu umas ótimas crianças.

3 Assim sendo, elas estavam esperando para me ver. Quando cheguei, elas queriam brincar um pouquinho comigo. Assim o joão-pestana [Personagem imaginário que supostamente faz dormir as crianças—Trad.] lhes chegou aos olhos e elas tiveram de ir dormir, por volta da meia-noite ou uma hora. E o avião não chegou até por volta, talvez, das duas ou três da madrugada. E fui me deitar, não consegui dormir. Saí, fui para a sala, sentei-me na cadeira. É de certo modo um pequeno gracejo, que eu conto sobre elas. E era uma…

4 Depois de algum tempo, o dia raiou, e Rebeca, aqui, despertou, e ela sabia que eu devia estar em casa. E—e ela olhou e viu Sara ainda dormindo. Então ela olhou e me viu sentado na sala, e aqui veio ela, tão rápido quanto podia, e pulou no meu colo, os dois braços. E mais ou menos naquele momento, Sara, sua irmãzinha, despertou. Bem, ela olhou, mas Becky já tinha ganhado dela, vindo me ver.

5 Assim, de certo modo, comparando isto com a igreja que já chegou há muito tempo.

6 E Becky era um tanto magra, de pernas compridas, e podia se sentar no meu colo muito bem e ambos os pés alcançarem o chão. Ela estava bem equilibrada, vocês sabem.

7 Digo isto, de certo modo, para nosso irmão metodista aqui, que tem estado por um bom tempo por aqui, vocês sabem, e cresceu um pouco.

8 Bem, Sara era um pouco baixa. E não sei se seus filhos fazem isto ou não; os meus fazem. Uma ganha, a mais velha ganha alguma coisa nova, e então passa para a próxima, e então para o próximo. E—e Sara estava com o pijama de Becky. E era destes pijamas com pés de coelho que costumavam ter, vocês sabem, um tanto grande, e seus pezinhos não conseguiam se mover muito bem. Assim ela saiu andando pela casa.

9 E Rebeca me abraçou, e virou, olhou para Sara atrás, e disse: “Sara, minha irmã, quero que saiba que cheguei aqui primeiro.” Ela disse: “E tenho todo o papai e não sobrou nada para você.” Bem, Sara sentiu-se um pouco ofendida, vocês sabem, de modo que seus pequenos lábios viraram para baixo.

10 E de certo modo me lembra, talvez, das igrejas que estão no caminho faz bastante tempo, vocês sabem. Elas conhecem todas as manhas, e podem se sentar com toda a teologia e explicar, e falar em grego, e assim por diante. Eu comparo isso a Rebeca.

11 Deste modo, Sara olhou em volta, seus pequenos lábios caídos, e ela se virou e começou a voltar para o quarto. Eu pisquei o olho para ela e acenei assim, e pus a outra perna no jeito. Era exatamente isso o que ela estava esperando. Aqui veio ela, pulou nesta perna. E ela era…as perninhas eram curtas, vocês sabem, e ela não conseguia alcançar o chão. Ela estava, por assim dizer, desequilibrada. Assim eu coloquei os braços à sua volta, para evitar que ela caísse, abracei-a perto de mim. Ela encostou a cabeça em meu peito e ficou ali um pouquinho. Ela olhou para Rebeca. Disse: “E Rebeca, minha irmã,” veja, disse, “quero que entenda uma coisa, também. Pode ser que você tenha estado aí primeiro, e pode ser que tenha todo o papai. Mas, quero que saiba, o papai me tem toda.”

12 De modo que é mais ou menos assim. Vocês sabem, eu posso não conhecer todas as manhas. Mas contanto que Ele me tenha todo, isso é tudo com que nos importamos. Só deixá-Lo nos tomar e nos usar da maneira que queira.

13 Eu sem dúvida fico grato por esta estadia aqui, e este ótimo companheirismo entre estes ótimos irmãos, ministros, toda a cooperação dos obreiros pessoais, e tudo que se tem feito; pelo Ramada [Hotel—Trad.], e por sua ótima cooperação. E só é pena que sejam só—só quatro dias. Vejam, você começa a conhecer as pessoas, e as pessoas começam a conhecê-lo, e então—então tem de ir embora, exatamente quando algo de fato poderia ser feito para—para realmente engrandecer a Deus.

14 E as coisas que acontecem podem ser novas para muitos de vocês, e não as entendem. Não se consegue explicar a coisa em apenas uma ou duas noites. E então, depois de se situar, naturalmente que consegue. Muitas coisas aconteceram.

15 Vocês, pastores, recordem que, em suas igrejas, semanas por vir, haverá mulheres vindo a vocês, dizendo: “Sabe, eu tinha um problema feminino. Acabou.” Um: “Eu tinha problema de estômago. Acabou.” Eu não poderia lembrar de tudo. Estava simplesmente por toda parte, a fé estava saltando por toda parte.

16 Por exemplo, faz alguns momentos, houve um—um homem que veio aqui e—e pôs a mão no meu ombro. E disse…Eu olhei para o homem. Pensei: “Eu devo—devo conhecer esse homem.” Eu o vi em algum lugar.

E ele disse: “Lembra-se de mim?”

E: “Acho que não.”

17 Deste modo ele disse: “Estive em sua reunião em Saskatoon, em Saskatchewan, em 40, por volta de 42, ou algo assim. Faz muito tempo, muitos anos atrás.”

18 E eu disse: “Sim.” Pensei: “Eu vi esse homem em algum lugar, mas não consigo me lembrar.” E assim nós fomos, ele prosseguiu, dizendo.

19 Dentro de uns instantes comecei a reconhecer, que, algumas noites atrás, na reunião, houve uma—uma senhora, creio que era uma mulher meio grisalha de pé na plataforma.

20 E se eu estivesse de frente para o Leste, que é realmente uma tradição que eu simplesmente gosto de ficar de frente para o Leste, porque Ele virá do Leste. Quando batizo, normalmente os batizo nessa direção. E parece que…Sempre à minha direita, porque toda vez que esta Luz entra, Ela vem da direita. E assim sempre tento manter as pessoas se aproximando de mim da direita. Eu ficaria de pé, mais ou menos nesta direção, eu suponho, posicionalmente agora, da maneira que o edifício está localizado aí.

21 E embaixo, à minha esquerda, eu notei que de pé perto de mim, uma mulher bem mais jovem do que a mulher que se encontrava diante de mim. E ela usava roupa cor-de-rosa. Era diferente da mulher ali de pé. Continuei notando, e desci. E eu…

22 Não há como explicar. Só se tem de crer. Simplesmente isso.

23 Eu olhei para baixo. Ali estava uma senhora sentada aqui embaixo, exatamente à minha esquerda, e ela estava um tanto…Algo estava errado com ela. E olhei para trás, e então aqui se encontrava um homem junto a ela. Pensei: “Há algo estranho.” E eu estava tentando manter minha mente na mulher com quem eu estava conversando.

24 Porque, veja, talvez, se você observar algo acontecer, veja, isso pode estar dizendo a esta mulher o que esta mulher teve. Está vendo? Assim, você, é muito…E Satanás se encontra bem ali, atrás de toda oportunidade que ele puder. É só a graça de Deus, veja, que Ele permite que isto aconteça.

25 E então eu—eu olhei. Eu vi esta mulher um tanto…Uma era muito mais jovem do que a outra. E uma mulher estava um tanto…Ela estava muito aflita, mentalmente perturbada. E a outra mulher tinha algum tipo de aflição muito ruim. E então este homem…

26 E acabei descobrindo, esta manhã, quando me pus de pé aqui, que esse era o homem. E eu disse: “O irmão não tem uma esposa que está—que está doente, que está como que mentalmente perturbada, oprimida?”

E ele disse: “Sim.”

27 E eu disse: “Ela estava na reunião, antes de ontem à noite, e se sentou à minha esquerda, usando algum tipo de vestido cor-de-rosa ou algo assim?”

Disse: “Sim.”

28 E aquela era ela. E foi assim que reconheci o homem. Creio que…Creio que anotei seu nome. Estou ficando, não consigo me lembrar muito bem. Certo pastor M-a-c-k, ele se sentou em algum lugar bem aqui embaixo. E foi isso mesmo, não foi? E ele me contou, disse: “Minha esposa, muitos anos atrás, esteve em sua reunião, e foi instantaneamente curada por um milagre sobre o qual o irmão estava lhe contando, e lhe contando sobre seus problemas. E ela foi instantaneamente curada; e muitas, várias vezes, uma doença rara do sangue, e úlceras, e coisas assim.”

29 Agora, veja, o que aconteceu, se eu pudesse tentar levá-los a ver o que quero dizer. Essa senhora tinha fé. Estão vendo? E sua fé, ela estava crendo, mesmo provavelmente sem cartão de oração nem nada. Mas ela estava crendo, e talvez mais forte do que a senhora estivesse, que se encontrava diante de mim.

30 E agora, creio que ele disse que sua esposa veio. E se não me engano, aquela é ela sentada bem ali ao lado do homem. E essa é a mulher. Essa é a mulher. Ao olhar para ela, essa é—essa é a senhora, com certeza.

31 Agora, estão vendo como foi a—a graça de Deus, quanto a isso? A senhora, de fato, realmente cria de todo o coração. E sua fé era tão maior do que a da mulher aqui de pé, que isso foi a ela. Naturalmente, agora, e então o homem me perguntou, ele disse: “Irmão Branham, há algo seriamente errado com minha esposa? Ela será curada, ou algo assim?”

Eu disse: “Senhor, não sei.”

32 Veja, vocês são os que produzem essa visão. Sua própria fé faz isso. Estão vendo? Sua fé faz isso, não a minha. É vocês. Estão vendo?

33 Jesus, ali de pé diante daquelas pessoas, e certa mulher tocou Sua veste. Ele nem mesmo sabia quem O tocou. Disse: “Quem Me tocou?” Agora, Jesus não diria nada só por dizer. Ele, realmente, Ele não sabia quem o fez. E olhou em volta para a audiência até que encontrou aquela mulher. Estão vendo? E então Ele lhe contou sobre a fé que ela tinha.

34 Agora, eu, eu não saberia. E então às vezes…Vejam, isto não foi explicado, eu suponho. Mas agora, vejam, o que vocês, o que vocês são, o que há de errado com vocês; é o Espírito Santo revelando isso. E às vezes eu observo, fica escuro, sombreado. Eu não digo nada, porque talvez seja morte. E então só digo: “Vá, o Senhor o abençoe.”

35 E talvez, se ficam o suficiente, só espero ali, vejo o que o Senhor diz. E então é isso o que Ele está dizendo. Agora, isso é o que, o que a visão mostrou que há de errado com vocês, ou o que vocês fizeram. Mas então fico quieto e espero. Noto que as pessoas simplesmente se afastam. Estão vendo? Eu fico quieto. Só fico ali e espero, e vejo o que Ele diz, e então vocês ficam sabendo.

36 Se isso volta, e eu tenho uma visão do que acontecerá com você. Isso mostra o que aconteceu com você. Então, se posso ver o que acontecerá com você, você notará, é sempre ASSIM DIZ O SENHOR. E então, então anote isso, e veja se não acontece exatamente assim. Nunca falhará, se for uma visão.

37 Aqui está o que é. Eu tenho confiança. Se essa visão viesse, me dissesse, esta manhã, que George Washington iria se levantar do cemitério presidencial, para eu ir lá e chamá-lo, eu convidaria o mundo a vir ver isto ser feito. Certo. Não falharia. Não pode falhar. Nunca falhou, e nunca falhará, contanto que você não tente usar sua impressão. E agora muitas vezes…

38 Acho que todos somos pentecostais aqui, esta manhã. Não somos? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Muitas vezes, é aí onde eu acho que as pessoas ficam entusiasmadas, veja, tem-se a impressão que o Senhor disse tal e tal. E você diz isso, quando na realidade não é. E seria errado dizê-lo. Está vendo? Espere até saber que Deus falou com certeza, e será perfeito toda vez. Mas se você só está com a impressão que deve dizer isso, você pode dizer, mas…E quando o faz, isso causa uma coisa como personificação carnal. E você, realmente, irmão, irmã, isso não ajuda Deus; isso estorva Deus. Está vendo? E talvez Deus o chame para ser uma—uma testemunha ou alguma outra coisa. Então permaneça fiel ao que Deus lhe disser para fazer. Seja uma testemunha verdadeira.

39 Agora, esta tem sido uma grande reunião, uma das mais excelentes concentrações de fé em apoio a mim, desses ministros, com quem já me sentei. E o povo na audiência tem sido maravilhoso. E só sinto que tenha de encerrar tão rápido assim. Mas espero, algum dia, se for da vontade do Senhor, estar de volta.

40 Suponho que o administrador aqui, irmão Borders, tenha sido apresentado ao povo, e gostaria que ele se levantasse. O irmão Roy Borders tem estado comigo em muitas grandes pelejas. Poderia se levantar, irmão Borders? Ele é muito humilde. O irmão Borders não sabe disto, mas me veio novamente. Vou lhe contar agora. E o irmão Borders é um homem enfermo. Eu tenho de me encontrar com ele e ir—ir com ele, após este culto esta manhã. Irmão Borders, espero que isto não o deixe chocado. Mas o Senhor tem de tocar no irmão Borders, sem demora. Ele tem uma válvula se fechando no coração. É exatamente isso. Nunca lhe contei, tão certo quanto vocês me veem na plataforma, mas é verdade.

41 Eu vou dizer a esta mulher enquanto o Espírito Santo está sobre mim, e tenho de parar então, veja, porque começou a se mover. Esta senhora sentada aqui agora, olhando nesta direção, esse homem pediu. Não é nada sério. É uma mudança de vida, só menopausa, uma sensação de melancolia, de cansaço, e toda confusa. A irmã ficará bem. Não tema. Está vendo? É exatamente o que é. Agora, o grande Espírito Santo, em Sua Presença!

42 Tenho uma garotinha aqui de que este homem acabou de falar, tenho algumas coisas escritas aqui. Uma—uma garotinha foi operada, em Phoenix, ontem, um rim removido, ou algo assim, da igreja do irmão Outlaw, um homem que está onde quer que eu vá. Se for num raio de cem ou duzentas milhas [161 e 322 km respectivamente], o homem comparece a toda reunião. E um dos membros de sua congregação está aqui esta manhã. E uma garotinha operada, por causa de um tumor no rim, e é maligno. Só Deus pode salvar a vida dessa criança.

43 Uma garotinha surda de que o irmão Jenkins falou! Oh, há simplesmente tantos que estão enfermos e necessitados.

44 E agora, antes de passarmos à parte de pregação do culto, gostaria que orássemos por um momento. Inclinemos a cabeça. E se há outros pedidos, só erga a mão.

45 Nosso Pai Celestial, somos ensinados, nas grandes e divinas Escrituras, Palavras inspiradas de Deus, na forma impressa, que “estaríamos assentados juntamente nos lugares celestiais em Cristo Jesus.” E sentimos isso esta manhã, ao ver um—um grupo de pessoas destinadas ao Céu, constituído de todas as diferentes denominações, sentadas juntas. Ao contemplá-los e ver alguns dos homens que são mais velhos do que eu, alguns se tornando jovens; e do mesmo modo que as folhas e as flores, e toda a natureza funciona, o velho se retira e o novo se introduz. Pai Celestial, nós Te agradecemos pelo Espírito Santo, que nos dá esta grande segurança, de que algum grande Dia nos encontraremos novamente.

46 Agradecemos-Te pelo Seu grande poder. Ele nos ajuda nas nossas fraquezas. E rogamos por esta garotinha que está—que teve este tumor removido do rim, e que é canceroso. Senhor Deus, sê misericordioso para com esta garotinha. Eu penso, e se fosse a minha filha? É querida de alguém. Rogo que Tu a cures. Que o poder de Satanás seja tirado dela. Que essa criança viva para a glória de Deus.

47 Abençoa, eu rogo, esta manhã, a garotinha surda que foi mencionada. Rogo que Tu dês a audição de volta a essa garotinha, a garotinha Jenkins.

48 Rogo, Pai Celestial, pelo irmão Borders, meu precioso irmão, quando vemos Satanás tentando tirá-lo do campo. Deus, nós o requeremos por amor do Reino.

49 E rogamos por todos estes pedidos especiais. E por esta senhora que a outra noite se encontrava ali, aquela fé se elevando, agora Tu o explicaste a ela, Senhor, e agora tudo estará bem. Nós Te agradecemos por isso. Rogamos que Tu continues a estar conosco.

50 Abençoa estes ministros. Abençoa todos que ajudaram; os músicos, este pequeno quarteto que cantou, e o quarteto da igreja ali, esses ótimos jovens, pela senhora que nos deu os especiais. E todas estas coisas, Senhor, são—são demais para delas nos lembrarmos, em nossa mente, mas Tu as conheces todas.

51 Por este Ramada Inn, por esse homem distinto que esteve aqui faz alguns momentos, e dizendo: “Deus os abençoe.” Deus, rogamos que isto volte para ele, e que seja, Senhor, cheio do Espírito Santo, torne-se uma grande testemunha no mundo, de Jesus Cristo, a maior coisa que poderia acontecer, Pai.

52 Agora rogamos que Tu abençoes o irmão Tony e estes distintos homens aqui, mesmo sendo dos membros leigos da igreja. E, no entanto, eles estão tentando, os Homens de Negócios, se organizar juntamente, para produzir outro testemunho. Deus concede seus esforços, que sejam cheios do Espírito e discernimento para saber o que fazer e como fazer para agir para o Senhor Jesus.

53 Abençoa a Mensagem esta manhã, Senhor, enquanto falo. E Te rogo para A ungires com as Tuas bênçãos. E quando formos embora, que possamos dizer como aqueles que vieram de Emaús: “Nosso coração ardia ao longo do caminho.”

54 Então, Pai, se houver uma pessoa não salva aqui, uma que não Te conheça, ou só membro de igreja, que o grande poder do Espírito Santo revele a elas sua necessidade, hoje, de salvação através do caminho apropriado de Deus, o único caminho, Jesus Cristo, porque o pedimos em Seu Nome. Amém.

55 Eu lhes agradeço novamente. Uma coisa esqueci de mencionar, faz pouco. Eles…O irmão Tony, quando saía do carro ontem à noite, ele disse…Eu disse: “Nunca olho para…” Estou no ministério agora há cerca de trinta e três anos. Pastoreei o tabernáculo em Jeffersonville por dezessete anos, nunca tive um centavo de salário. E nunca levantei uma oferta, todos os dias da minha vida. Nunca levantei, nunca pretendo levantar uma. E ontem à noite o irmão Tony disse que eles estavam…Eu disse: “Vocês cobriram as despesas?”

56 O entendimento, quando conheci este ótimo irmão, Brock. E eu pronunciei certo, “Brock”? E o irmão Gilmore, e alguns dos outros irmãos ali, a outra noite. Eu disse: “Agora, perguntaram-me sobre a situação financeira.” Eu disse: “Só quais sejam as despesas, é o que basta.”

“Bem,” ele disse, “queremos levantar uma oferta para o irmão.”

57 Eu disse: “Não, não. Não façam isso. Eu—eu recebo—eu recebo cem dólares por semana da minha igreja e isso basta,” eu disse: “Eu, tudo de que necessito. Eu, eu não necessito de nada, vejam.” Eu, estou pensando sobre o outro lado, Lá, algo Lá. E sei que—que tentei manter o meu ministério…

58 Tantos têm vindo, e o administrador, dizendo: “Irmão Branham, isso deveria ser salientado.”

59 E a presidente da Four Rose Whiskey esteve em nossa casa, aqui algum tempo atrás, e trouxe a filha. E disse, oh, a garotinha queria ser curada. E ela disse que tinha ouvido sobre isto, e ia operar. E assim disseram…Oh, ela queria vir. Ela não queria ser operada.

60 Bem, ela entrou rapidamente enquanto eu estava falando, queria receber oração naquela hora, tinha de ser imediatamente. Bem, agora, ela não podia ficar. Sua mãe estava atrás dela. Assim a mãe entrou pela parte de trás da sala, sentou-se com aquele olhar arrogante. Deste modo nós nos aproximamos, oramos pela mocinha e ela voltou.

61 Bem, alguns dias depois daquilo, o médico tinha dito, disse: “Muito bem. É um monte de tolice.” Disse…

62 Mas ela disse: “Não, eu me sinto ótima. Não estou com nada de apendicite. Estou ótima.”

63 Assim então continuaram, por quatro ou cinco dias. Após algum tempo…Veja, exatamente como expliquei, depois de cerca de setenta e duas horas, aquele sintoma volta a ocorrer se você realmente foi curado, veja, cura. Não estou falando sobre milagres. E voltou a ocorrer porque o apêndice começou a inchar. E o médico disse: “Agora, está vendo? Pois é melhor ir chamar aquele pregador santo rolador novamente.”

64 Deste modo, ele não queria operar. Mas, claro, quando havia cerca de mil e quinhentos dólares envolvidos, ele—ele—ele podia fazê-lo. Ele disse que não o faria, mas fez. Aconteceu de estar um amigo meu naquela equipe, que, quando eles removeram, abriram a moça, para extrair o apêndice, não havia nada errado. Está vendo? Eles operaram por nada. Simplesmente deixaram o apêndice lá, porque ele nem mesmo estava afetado, de modo algum. E o médico veio, me contou sobre isso, um amigo meu naquela equipe, que ajudou a operar.

65 Agora veja o que foi. Ela estava toda empolgada e não sabia exatamente como se agarrar àquela fé. Está vendo? E aí não temos oportunidade de explicar isso. Então isso fez o… Meu amigo médico contou para a mãe, e disse: “O apêndice ainda está lá.” Disseram: “Ela precisava desse apêndice, e ele não estava infeccionado. Não havia nada nele, de modo algum, perfeitamente normal, cor-de-rosa; exatamente, oh, como devia estar.”

66 E a mãe se tornou crente. Então ela me disse: “O que precisa ser feito, é, seu ministério, é não ficar sentado no canto com um bando de—de apenas pessoas comuns. Deveria ser divulgado por todo o país, por toda parte, deveria estar nos cartazes de propaganda.” Agora isso é exatamente o que o diabo quer. Isso mesmo. Está vendo? Mas, não, eu não quero assim.

67 Eu—eu quero de modo que eu possa visitar qualquer lugar, visitar qualquer. Aonde quer que o Senhor chame, é para lá que quero ir. Exatamente de modo que Ele mantenha isto humilde; e deixar o Senhor nos mover para onde quer que Ele deseje nos mover.

68 E agora, para vocês, se vocês…que receberam oração, se vocês…Após cerca de setenta e duas horas, a decomposição se inicia. Nós sabemos disso. A mortificação se inicia após setenta e duas horas. Se algo volta a ocorrer…Se você realmente crê nisso, de todo o coração, não há nada que vá impedir. Você crê, mesmo assim. Permaneça firme. Tudo estará bem. Não…

69 Mas você não pode blefar isto agora. Você realmente tem de saber que foi feito. Está vendo? Há muita diferença entre esperança e fé. Uma esperança só espera. A fé sabe que foi feito. Assim, essa é a diferença.

70 Agora, esta manhã, não quero segurá-los. Já são dez horas, e, vejam, mais uns seis minutos, por este relógio que Billy me deu.

71 E agora quero ler um versículo do livro de Isaías, capítulo 1, só para fazer uns comentários. E tenho algumas Escrituras anotadas aqui, às quais pode ser que me refira. E só segurá-los por cerca de trinta minutos, então estaremos prontos para ir, querendo o Senhor. Isaías, capítulo 1 e versículo 18.

Vinde, então, e argui-me, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão brancos como a lã.

72 Agora, que o Senhor acrescente Suas bênçãos à leitura da Sua Palavra. E quero falar sobre o tema de: Conferências. Realizando uma conferência!

73 Senhor, abençoa a Palavra agora, e que as sementes caiam em nosso coração, onde temos necessidade. E, Senhor, que o meu esteja aberto, com todos aqui, de modo que possamos entender a hora em que estamos vivendo e o que devemos fazer. Em Nome de Jesus nós pedimos. Amém.

74 Falando de conferências, nós—nós ouvimos tanto falar disso, hoje em dia. Tudo é uma conferência. E, francamente, é nisso que estamos aqui esta manhã, é uma conferência. E ouvimos tanto falar delas, e tantos lugares diferentes em que elas são realizadas, tantas coisas que são realizadas por conferências. Eu penso que é uma coisa que devíamos fazer, é ter uma conferência. E normalmente, quando elas são realizadas, são nas ocasiões de emergências. Comumente quando está havendo uma—uma emergência, então se realiza uma conferência. Convoca-se uma rápida conferência. E nós pensamos nisto nesses termos.

75 Agora, aqui, muitos de vocês podem se lembrar da…por exemplo, da conferência que tivemos na crise mundial, quando a Alemanha e o resto do mundo estavam em guerra, quando o presidente Roosevelt era presidente dos Estados Unidos. E—e havia as outras quatro grandes potências, as chamavam. Eles realizaram o que chamaram “A Conferência das Quatro Potências,” de Churchill. E se reuniram, e tiveram de ter o que chamaram a Conferência das Quatro Potências do mundo livre, porque tiveram de se reunir e conciliar suas idéias, e elaborar uma estratégia de algum lugar, porque o inimigo estava avançando, e ele—ele tinha de ser detido.

76 E então era para eles—eles se reunirem de modo que pudessem, sempre os mais sábios dos grupos. E então um tomaria a ideia de um, e a ideia de outro, e então as conciliariam, e veriam como se sairiam. Essa foi a Conferência das Quatro Potências. E onde deveriam contra-atacar, onde deveriam pôr seus exércitos, os determinados, como o Quinto Exército, e o Quarto Exército, e o Décimo Exército, e assim por diante, e como poderiam trabalhar juntos, e onde o inimigo tinha suas fortalezas.

77 E se você notar, eles sempre tentam atingir aquela medula espinhal. Essa é a linha vital. E é sempre, atingir o inimigo! Se você quiser matá-lo, tem de atingi-lo num ponto vital. Senão, você não o matará. E portanto, há só uma coisa a ser feita.

78 Do mesmo modo que marcar uma reunião. Se pudéssemos tomar o—o Reino de Deus, como homens já disseram muitas vezes, quanto ao ministério, e como…tornando a citar a mulher, que disse: “Se vocês tomassem e reunissem as pessoas importantes, as grandes mentes, e as reunissem, e então, vocês se empanhariam a partir daí.” Mas, veja, vocês estão batendo no ponto errado. Estão vendo?

79 Se eu conseguir reunir os ministros, se conseguir reunir um grupo de homens salvos por Deus, e deixá-los ver o poder que está em Cristo Jesus, que—que Ele realmente vive em nosso coração, e pode conhecer os pensamentos da mente, e predizer, e declarar, e—e fazer isso ser perfeito, então esses ministros serão inspirados e o levarão ao seu povo. E estão vendo o que quero dizer? É aí que se deve atingir, onde as armas estão posicionadas agora.

80 E as Quatro Potências, elas tiveram aquela grande conferência. Então tivemos outra conferência que foi chamada a Conferência de Genebra. Tenho certeza que muitos de vocês se lembram de quando eles tiveram de ter a—a Conferência de Genebra. E houve outra chamada a Conferência de Paris, quando se encontraram em Paris. É constantemente, o tempo todo, conferência após conferência, após conferência, reunindo-se, porque a necessidade é grande na vida nacional. O—o cérebro do mundo parece estar tão emaranhado que simplesmente não se sabe onde, o que fazer. E o mundo inteiro está morrendo de medo agora mesmo.

81 Faz-me lembrar de um garotinho indo para casa numa noite escura, passando pelo cemitério, assobiando. Ele assobia tão alto quanto pode, porque está meramente disfarçando seu próprio medo. Ele—ele—ele não quer pensar que está assustado, mas está assobiando para tentar relaxar. Mas no fundo, ele está assustado: “Atrás de cada lápide há um gnomo.” Ou, veja, ele está assustado, e está assobiando para de certo modo se aquietar.

82 E é por isso que temos tanta bobagem hoje no rádio e na televisão, de homens, como homens que têm talentos, cantores como Ernie Ford e Elvis Presley, aqueles rapazes que estão vendendo seu direito de primogenitura por um prato de guisado. Saem por aí, e tudo que se tem de ser é um comediante, ou contar umas, ou—ou algo assim, para fazer o público americano rir. Quando, você sabe que está só tentando tranquilizá-los; e você sabe, atrás disto tudo, nós sabemos que o juízo está próximo. Isso mesmo. Melhor encarar. Estamos no fim da estrada, irmãos. E todos os gracejos de Ernie Ford, e os rock-and-rolls de Elvis Presley, e toda esta bobagem, é outra festa de Nabucodonozor. Não servirá de nada. O juízo vai cair.

83 Esta nação chegou ao mesmo ponto que Sodoma e Gomorra. E se o justo Deus deixasse este país passar impune com o que está fazendo agora, como um Deus justo Ele estaria moralmente obrigado a levantar Sodoma e Gomorra e Se desculpar por queimá-las, isso mesmo, se passarmos impunes sem o juízo. Mas, somente lembre-se, está chegando a nós.

84 Fuja para a Rocha tão rápido quanto possa. Não adie. Não note o que todos estes…só unindo-se à igreja e credo e assim por diante. Faça como estes irmãos metodistas aqui: Fuja para a Rocha até que algo ecoe, que você veja Cristo Se refletindo. Pode ter de bater em você um pouco. Nos tempos antigos da Bíblia, quando eles, os…

85 Hoje em dia, aqui neste estado do ouro, do Arizona, no antigo, têm fundidores agora para retirar o ferro e a pirita, que é chamada ouro dos tolos, e retirá-los do verdadeiro ouro, por meio de um fundidor.

86 Nos dias antigos, a única maneira que eles tinham para separá-los era por um batedor, bater o ouro com um martelo, como os índios o batiam. E a única maneira que o batedor tinha para saber se o ouro estava pronto, era quando, de tanto bater, toda a escória tinha saído dele. E ele o batia, e o virava, e o batia, e o batia, até que toda a escória saía. Quando ele via seu próprio ser refletir-se no—no ouro, ele sabia então que toda a sujeira, e o ferro, e os materiais estranhos estavam fora do ouro.

87 E é assim que Deus está tentando fazer com Sua igreja, é batê-la até que todos os credos, e contrassenso, e todo o mundo, saiam dela, até que ela reflita a Vida de Jesus Cristo. Lembre-se, a igreja! Acabei de vir do grande encontro, em minha cidade, onde os seis Selos, e aquele sexto Selo…ou, sete Selos. E aquele sexto foi a purificação da igreja. A igreja, naturalmente, passa pelo período da Tribulação para sua purificação. Mas, a Noiva é arrebatada, é a diferença entre a Noiva e a igreja.

88 Espero que não fale de doutrina aqui agora. Se disser algo em que você não crê, ora, faça justamente como eu faço quando estou comendo torta de cereja. Eu—eu adoro torta de cereja. Mas quando encontro uma semente, nunca jogo fora a torta; só jogo a semente. Assim você faça a mesma coisa. Comendo frango, quando encontra o osso, você não joga fora o frango, só joga o osso. Se eu disser algo em que você não crê, só jogue o osso, veja.

89 Agora, mas há emergências, e há crise, e constantemente chama-se o presidente à decisão final, a conferências, e têm de se reunir por causa disto ou daquilo. E Cuba vai disparar, então eles têm de convocar uma conferência. E algo mais vai disparar, eles têm de convocar uma conferência. Tudo sobre o que ouvimos falar, praticamente, é conferência.

O que fazem numa conferência? Como é constituída?

90 A primeira coisa, eles fazem uma convocação para se reunirem, e então selecionam certo lugar. Em Genebra, eu estive lá. É um—um lugar grande e bonito. E eles comumente tentam ir a um lugar bem inspirador, de modo que possam chegar lá, e então selecionam este lugar, chamam todos os homens importantes a este lugar. E fazem um…Não o tenho anotado aqui. Onde foi aquele lugar na Suíça a que fomos lá, Billy? Onde eles…Foi em Genebra, não foi? E achei que era um belo país. Não anotei o—o nome daquela conferência, mas lembro-me de ter estado lá. E eles se reúnem e têm estes lugares, e selecionam o melhor que podem, e trabalham nisso.

91 Agora, isso é do mundo. E tudo o que está errado, tudo o que está no mundo, que está errado, é um tipo do certo.

92 Agora, o próprio pecado é só a justiça pervertida. Agora, há só um Criador, que é Deus. E Satanás não é criador. Ele é só um pervertedor da criação original. Uma mentira é a Verdade deturpada. O adultério é o ato certo praticado de forma errada. Tudo é sempre uma perversão do que é certo. Satanás pode perverter, mas não pode criar. Está vendo? E—e nos lembramos disso, que o erro, uma mentira, ou qualquer coisa que seja pecado, é a justiça pervertida. E assim nós verificamos que Satanás sempre usa um tipo, para o que ele vai fazer, do que Deus fez.

93 Por exemplo, como muitas pessoas vendo a reunião, dizem: “É telepatia. Ou, é uma…O homem é, foi chamado o quê? Simão, o encantador, e—e algo assim.” Está vendo? Por quê? Quando você vê um espírita ou um demônio agir, é só uma perversão da coisa verdadeira e genuína que Deus tem. Isso mesmo. Está vendo?

94 E os homens deveriam ser, deveriam saber o bastante, e ser espirituais o bastante, para poderem discernir entre o que está certo e errado. Vocês já ouviram falar de um espírita expulsar demônios, e—e curar os enfermos, e pregar o Evangelho? “E por seus frutos eles são conhecidos.” Estão vendo? Eles têm uma banca numa esquina em algum lugar, e leem a palma da sua mão, e tentam adivinhar quatro ou cinco coisas, e uma dúzia delas está errada. E aí está, veja. Isso é só uma perversão, tentando afastar a mente das pessoas, que estão inquietas, do verdadeiro e genuíno Espírito Santo, onde podemos nos assentar juntamente em lugares celestiais, e Cristo nos revelar o que devemos fazer.

95 As igrejas deviam estar assim. O povo que fala em línguas…Eu—eu só quero falar isto, porque sou seu pai, por assim dizer. Vou agir assim esta manhã. Estão vendo? Nós temos uma grande coisa. Mas está—está…Creio que não está representada adequadamente. Estão vendo? E se venderá por si mesma se estiver perfeitamente representada. Agora, penso que há muitos destes metodistas, destes batistas, e presbiterianos, que gostariam de ter Isto. Mas é a maneira como O apresentamos a eles. Estão vendo?

96 Agora, se você vir um indivíduo construindo uma casa, e ele tiver um martelo e estiver colocando pregos na casa. Você se aproxima. E você tem uma máquina em que pode pôr meio barril de pregos: “Rrroot.” Prega bem rápido, duas vezes mais rápido, e um serviço mais bem feito. Se você se aproxima dele, lhe diz: “Ah, o que está fazendo? Você é antiquado. Você não vai querer fazer isso. Essa é a maneira errada. Aqui, eu tenho uma máquina que fará isto.” Rapidamente você arruinou sua venda. Vocês, homens de negócios, sabem disso. Você arruinou sua venda. A coisa a fazer é chegar e lisonjeá-lo, quão—quão bem ele pode construir, e só então apresentar o produto. Se for bom, ele se venderá por si mesmo. Vocês, vendedores, sabem disso.

97 E vocês sabem que não há nada melhor que o batismo do Espírito Santo. Não há nada melhor que tenha sido dado ao homem, do Céu, fora o Espírito Santo. Mas, veja, nós—nós tentamos derrubar o outro indivíduo. Procuremos levantá-lo um pouquinho, e pôr o braço em volta dele, e deixá-lo saber que o que vale para um, vale para o outro. Estão vendo? E realizar esse tipo de conferência, vejam. Dar-lhe um pouco de espaço, também, mas afinal de contas, ele tem—ele tem pelejado.

98 Agora, mas, veja, muitas vezes em nossas igrejas, permitimos que as pessoas se levantem mesmo quando se está pregando, e falem em línguas, e fazendo um apelo ao altar, alguém fala em línguas, e alguém…e dá interpretações. Meramente, um deles, eu creio, eu creio que a pessoa está genuinamente falando em línguas. Mas creio que o outro está, mais ou menos, profetizando, porque alguns falam em línguas, talvez por cinco minutos, e o outro dá quatro palavras de interpretação. Está vendo? Tem de ser ao mesmo som, a mesma elevação e queda da voz.

99 E então, novamente, se dizem e não se cumpre, então afaste esse espírito maligno de vocês. Vocês não vão querer isso. No meu tabernáculo, quando um fala assim, melhor que ele o tenha. Está anotado. Se não se cumpre, eles tiram aquele espírito maligno dele. Tem de ser exato, não alguma repetição. Jesus disse: “Não useis de vãs repetições como os pagãos usam.” Tem de ser algo diretamente a alguém, ou para ajudar a igreja, ou para ajudar a causa. Isso é escrito imediatamente. E se não…E o povo que fala em línguas, e aqueles grandes dons para ajudar o corpo de Cristo, eles se reúnem horas antes de chegarmos lá, e o Espírito Santo opera através deles. Então é posto no púlpito, e tornamos público o que eles disseram aqui. E se não acontece exatamente como disse que aconteceria, então eles não podem fazer mais isso até que aquele espírito maligno esteja fora deles.

Você diz: “Bem, irmão Branham, isso?”

100 Bem, veja. E eu tenho de me pôr aqui de pé. Eu não temeria, porque é Deus. Tem de estar certo, toda vez, aqui. E tem de estar certo, aí, toda vez. Então quando o povo vir essas coisas se cumprirem, então eles crerão.

101 O que a igreja pentecostal necessita, esta manhã, é de uma boa conferência. Exatamente isso. Todas as denominações, a—a unidade, dualidade, trindade, unidade quádrupla, e todo o resto de nós, e a igreja de Deus, assembléias de Deus, todos nós nos reunirmos e arrazoarmos estas coisas, isso mesmo, e levar a igreja a se mover.

102 Contanto que Satanás possa mantê-los atirando uns nos outros, ele só se senta relaxado e diz: “Ora, nem mesmo tenho de lutar.”

103 Mas se somente pudéssemos nos reunir, e erguer os olhos para Deus, como irmãos, então dar um passo, armando-nos, unidos. Vocês não têm de mudar, e um ir a uma igreja. E façam da—da maneira que quiserem. Essas pequenas diferenças que vocês criam não são diferenças de qualquer maneira. Deus dá a cada um de vocês o Espírito Santo. Assim a Bíblia disse: “Deus dá o Espírito Santo àqueles que O obedecem.” Portanto, sem dúvida, alguém obedeceu a Deus.

104 Mas o negócio é que, contanto que Satanás possa manter as pequenas divergências, é isso que faz a igreja estar na comoção que está hoje. Esqueçamos essa coisa e nos unamos.

105 Lembre-se, o outro irmão está em Cristo exatamente tanto quanto nós estamos. Não há homens grandes, nem homens pequenos, nem superiores. Somos filhos. Nós somos um em Cristo. E nossas pequenas divergências não fazem nenhuma diferença. Quer Becky queira um vestido azul, e Sara queira um vermelho, ambas estão ganhando vestidos. Isso, estão vendo o que quero dizer? Portanto, elas não devem discutir sobre isso. Assim eu acho que é assim que nós—nós realmente devíamos fazer.

106 Agora, falando sobre conferências mundiais, em crises mundiais. Você sabe, Deus tem tido algumas conferências, também. Nós pensamos sobre a de Paris, e a de Genebra, e a das Quatro Potências, e muitas outras conferências. Pensemos sobre algumas conferências agora que Deus teve, das quais estas foram tipos, do que Deus teve.

107 Eu—eu acho que a primeira conferência, de que posso me lembrar agora, escrituristicamente falando, eu vou chamá-la a conferência do Éden de Deus. “Deus fez o homem à Sua Própria imagem, à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.” Eles eram Seus amados filhos. E eles foram postos sobre a base do livre arbítrio.

108 O velho descrente disse, muitas vezes: “Por que um Deus justo faria uma coisa dessas, e os faria passar pelo sofrimento que têm no decorrer do tempo?”

109 Deus não fez isso. O homem fez isso, ele próprio. Deus não desejava que ele passasse por isso.

110 “Bem, então, se Deus era onipotente, por que Ele até mesmo deixou isto acontecer? Por que Ele não fez o homem perfeito?”

111 Porque, no princípio não havia nada, exceto Deus. E em Deus estavam atributos, Seu atributo para ser Salvador. Nós sabemos que é assim. Ele é Salvador, e isso estava Nele. E não havia nada perdido, para ser salvo. Nele estavam atributos de ser Pai, e não havia nada de que Ele pudesse ser pai. Nele estavam atributos de ser curador. Não havia nada perdido, nada enfermo. Assim a única coisa que Ele podia fazer era fazer o homem sobre a base do livre arbítrio, sabendo que ele iria fazê-lo. Deus não fez, Ele Próprio. O homem fez, ele próprio.

112 E você está da mesma maneira esta manhã. Você pode aceitar a Vida ou rejeitar a Vida. Mas Deus fez o homem assim, de modo que ele…sabendo que ele faria isso, não querendo que ele o fizesse, mas sabendo que faria, de modo que isso mostrasse Seus atributos. Assim, não há nada fora de tempo. Tudo está tiquetaqueando exatamente conforme o grande relógio de Deus. Está vendo? E isto só mostra Seus atributos, para selecionar Seus filhos que realmente O amam e creem Nele. E todo homem tem direito igual.

113 Deus sendo infinito, soube desde o princípio o que seria e o que não seria. De modo que Ele não estava querendo que ninguém…Mas sendo infinito Ele teria de saber. Deste modo Ele pôde dizer que teria uma Igreja sem mácula nem ruga, porque sabia que a teria. Ele é Deus.

114 Agora, e este amável lugar no jardim do Éden, oh, onde homens e mulheres viviam juntos. Deus é um grande empreiteiro.

115 Agora, vocês têm muito disto aqui em Tucson, sendo que está crescendo. Faz poucos anos, quando estive aqui, era só uma cidadezinha pequena. E agora, lá onde estou morando, ora, os coiotes e os pápagos [Indígenas do sul do Arizona—Trad.] passavam por lá quando estive aqui faz alguns anos. E agora há…Ora, são grandes projetos, e casas, e vão expandindo cada vez mais. Bem, que está acontecendo? Vejam, empreiteiros vão e compram um pedaço de terra, e o subdividem, e constroem casas.

116 Agora, Deus fez isso. Está vendo? Ele—Ele arrumou todo o material, para fazer o nosso corpo, enquanto este mundo estava sendo formado. Agora, nós somos feitos de dezesseis elementos, que são potássio, e cálcio, e petróleo, e luz cósmica, e assim por diante. E tudo isto se combina para fazer o homem. Mas isso estava aqui antes que houvesse um homem sobre a terra. Está vendo? Deus fez o nosso corpo e arrumou o material aqui antes que houvesse uma terra.

117 Agora, você foi trazido a ela e veio aqui por Deus. E agora você tem a oportunidade de viver eternamente se assim escolher. Isso foi exatamente o que Adão e Eva tiveram. Todo…Deus não pode mudar. Ele tem de permanecer o mesmo, dar a cada homem a mesma oportunidade.

118 Agora nós verificamos, Deus, agradou-Lhe quando Ele fez o homem. Ele olhou para Sua—Sua filha e Seu filho, e quão satisfeito Ele estava com eles. E então nós verificamos que tão logo Adão e Eva tinham pecado, e o recado chegou perante Deus, nosso Pai: “Teu filho caiu da graça. Ele se afastou de Ti.” Que coisa, como isso deve ter assustado o Seu coração!

119 E agora note a natureza. Quando Adão se deu conta de que estava perdido, quando ele soube que tinha errado e isso se manifestou diante dele, que ele estava errado, ao invés de clamar: “Ó Pai, vem a mim; estou perdido; errei; fui enganado; vem a mim,” ele se escondeu.

120 E foi Deus, indo de um lado para outro do jardim, gritando: “Adão, onde estás?”

121 Não é a mesma coisa hoje? Pode-se mostrar aos homens, pela Palavra de Deus, quando ele falhou. Exatamente. Adão soube que tinha falhado. Ele tinha falhado para com a Palavra de Deus.

122 E lembre-se, não se requer muito. Sabe o que causou toda esta enfermidade, e todo este problema, e morte, e tristeza, de seis mil anos? Porque uma mulher só falhou em crer numa pequena esfera, pequeno aspecto da Palavra de Deus, só um pequeno jota. Ela creu na maior parte Dela. Satanás lhe contou a Verdade sobre a maior parte Dela. “Estas coisas tu farás, e isto.” E então disse: “Certamente não morrerás.”

123 Mas só o descrer de um pequeno jota, causou todo este problema. Está certo? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Vocês acham que descrer de um jota os levará de volta, depois que causou tudo isto? [“Não.”] Não, senhor.

124 Temos de vir à Palavra. Essa é a única, e Essa é Deus. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”

125 E, veja, quando Deus fez o homem, quando Ele começou a pairar sobre a terra, surgiram, como flores da Páscoa, surgiu a grama, surgiram espécies, ascendendo cada vez mais. O grande Espírito Santo, pairando! Ou, pairar significa “cuidar como mãe, falando suave.” “Coo, coo.” As flores surgiram. O Pai disse: “Isso é maravilhoso. Continue.” E Ele pairou. E depois de um tempo, saíram pássaros. E a seguir, saíram animais. Ele continuou ficando maior, maior, maior, maior.

126 E, finalmente, a terra refletiu o reflexo Daquele que estava pairando: Deus. E ele era à imagem de Deus. Nunca veio nada mais elevado que um homem, até mesmo quanto a nossas amadas irmãs, a mulher. Ela não está na criação original. Ela é o subproduto do homem, uma parte dele; e são um, em Cristo. Oh, que grande lição temos aqui bem diante de nós agora, em que poderíamos gastar horas, para lançar luz sobre ela! Note.

127 Agora verificamos que, então, quando este homem refletiu Deus, então Deus desceu em Seu próprio reflexo, na forma de Homem, Jesus Cristo. E Deus estava em Cristo. O Deus, em Cristo, refletindo-Se para a terra, o que Ele era: um Salvador, um Deus, um Curador. Deus, mostrando Seus verdadeiros atributos, através de um Homem, que foi Seu reflexo. E Deus, para realizar isto, não podia vir através do sexo, que no princípio fez a bola começar a rolar, mas Ele trouxe isto através de um nascimento virginal.

128 Não conseguem ver isso, esse primeiro pecado, o que foi? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Muitos não concordam com isso, e vocês reclamam da “semente da serpente,” mas aí está. Estão vendo?

129 Agora, o reflexo, Deus refletindo-Se em Cristo. Mas então quando este homem estava perdido…

130 Hoje, quando ao homem é mostrado, pela Palavra, que ele não deveria fazer estas coisas, às vezes ele é leal a uma igreja.

131 Se houver qualquer dos meus amigos católicos aqui esta manhã, perdoe isto só por um momento. Minha parentela é toda católica também, vocês sabem, católica romana.

132 Agora note. Quando este sacerdote veio a mim, acerca de muitas grandes curas, e disse: “Seus antepassados são católicos. Por que é que o senhor não é católico?”

Eu disse: “Eu sou católico.”

E ele disse: “Oh, não posso crer nisso.”

133 Eu disse: “Sua igreja não ensina que esta Bíblia, que Jesus Cristo estabeleceu a primeira igreja católica, e que esses apóstolos eram católicos?”

“Sim.”

Eu disse: “Então eu creio exatamente no que eles escreveram.”

134 Ele disse: “Mas, Sr. Branham,” disse, “a igreja continua mudando. Ele deu a Pedro a autoridade para—para ter as chaves, e ele pode ligar, e a sucessão apostólica dos papas, e assim por diante.”

135 Eu disse: “Eu tenho todos os seus escritos, ou a maioria deles, ali, Fatos da Nossa Fé, e assim por diante. Mas,” eu disse, “veja. Se aqueles homens que escreveram essa Bíblia, caminharam lado a lado com Jesus, dizem que eles eram católicos e que escreveram essa Bíblia, o senhor não acha que eles saberiam mais sobre a vontade de Deus, e os mandamentos de Deus, do que este grupo moderno saberia hoje?” E eu disse: “Note, se é a Igreja, então quando eles obedeceram o que Deus disse, originalmente, e é a Palavra de Deus, veja os milagres e sinais, e assim por diante, que eles fizeram. E vocês não os têm de modo algum, hoje. É uma evidência de que Deus não está com vocês.”

Ele disse: “Sr. Branham, não devemos discutir.”

136 Eu disse: “Senhor, eu não discutiria com ninguém. Só estou lhe perguntando uma coisa.” Então eu citei o Concílio de Nicéia e assim por diante.

137 Ele disse: “Não devemos discutir.” Ele disse: “O senhor está tentando falar de uma Bíblia, de uma Palavra.” Disse: “Deus está em Sua igreja. É isso o que a igreja foi. É isso o que ela é hoje. Devemos ouvir a igreja hoje.”

Eu disse: “Deus está em Sua Palavra.”

Ele disse: “Deus está em Sua igreja.”

138 Eu disse: “Ele está em Sua Palavra. E se a Palavra não está na igreja, então Deus não está na igreja, porque a Palavra é Deus.” E eu disse: “Além disso, o senhor crê no Apocalipse?” Que significa “Revelações.” É o grego. “O senhor crê que o Apocalipse é inspirado?”

Disse: “Certamente.”

139 Eu disse: “Então Jesus Cristo disse, Ele Próprio, no Apocalipse, que ‘Qualquer que tirar uma Palavra Dela, ou acrescentar uma palavra a Ela, sua parte será tirada do Livro da Vida.’ Então como o senhor pode dizer que tem autoridade de tirar, pôr, ou fazer o que quiser, quando está proibido de fazê-lo pelo fundador da Igreja Cristã, Jesus Cristo? O senhor não pode fazer isto.” Está vendo?

140 Oh, a hora, o tremendo tempo em que estamos vivendo! E quando aos homens se fala do seu erro, ao invés de tentar voltar e dizer: “Pai, estou errado; perdoa-me,” eles ainda se escondem atrás de folhas de figueira. Folhas de figueira foram o que eles coseram, eles mesmos. E tentaram…A palavra religião significa “uma cobertura.” E tentaram fazer para si uma cobertura feita à mão. E o homem ainda não mudou, hoje.

141 Assim, Deus teve de convocar uma conferência. E teve de Se encontrar com Sua pessoa, Seu filho.

142 E lembre-se, Seus mandamentos eram: “No dia em que dela comeres, nesse dia morrerás.” E Deus não pode desprezar Suas próprias leis e ser justo. Assim Ele fez um grande abismo entre Ele e o homem. Então quando eles…

143 Ele queria redimir Seu filho. Ele não queria que eles seguissem daquele jeito, de modo que teve de redimi-lo. Deste modo eles convocaram uma conferência, e foi a primeira conferência em que Deus Se encontrou com o homem, foi a conferência do Éden.

144 Como Ele vai salvar esse homem? O que Ele pode fazer, para trazer Seus filhos perdidos de volta a Si? E lembre-se, Sua primeira decisão é perfeita, sempre.

145 Se tivessem sido os credos, as folhas de figueira, Ele teria dito: “Adão, você agiu justamente. Saia de trás das árvores. Eu acho que você é um homem sábio. Você está Me refletindo, porque é sábio. Suas folhas de figueira estão bem adequadas.” O homem ainda está tentando usar essa folha de figueira.

146 Mas Deus tomou uma decisão. E a decisão foi que algo tinha de morrer, porque isso falava Dele, de Sua santidade e justiça, para com Sua Própria Lei. “No dia em que dela comeres, morrerás.” E teve de haver um substituto com sentimento. A vida botânica não tem sentimento. Assim, Ele teve de matar algo para obter peles, para cobri-los. E essa foi a decisão de Deus, de como salvar o homem, para trazer o homem de volta à comunhão com Ele, no Éden, e para sempre permaneceu assim. Ninguém…

147 Não sei quantas vezes tentaram instruir o homem. Tentaram dizer-lhe que um programa educacional fará isso. Quantas vezes as igrejas tentaram isso? Falhou todas as vezes, e falhará. Tentamos organizar, cada indivíduo tem…Agora, não sou contra instrução, nem sou contra organização. Mas a organização e os programas educacionais, e todos os outros que temos feito, pelo homem, são folhas de figueira.

148 É, de volta à decisão original de Deus naquela primeira conferência, Éden, de volta ao sangue! Os judeus, nos dias antigos…

Agora estou chegando ao assunto quanto ao Pentecostes, só por alguns minutos.

149 Nos dias antigos, quando Deus aceitou este substituto, como o judeu costumava vir estrada abaixo com seu novilho jeitoso. E ele dizia: “Vocês sabem, sou um pecador. Jeová requer que eu ofereça sangue.” Assim ele vai e apanha seu cordeiro ou seu novilho. Ele o leva ao sumo sacerdote, ao templo, e impõe as mãos sobre seu sacrifício. O que isso faz? Isso identifica o adorador com seu sacrifício. E o sacerdote vem e mata o novilho, e apanha o sangue e o asperge por cima. E este adorador sinceramente sabendo, este judeu, é isso que Jeová requeria dele.

150 O homem ia para casa com um bom sentimento, sentindo o estremecer e o sacudir daquele cordeiro, o sangue borrifando por suas mãos todas, e assim por diante, e vendo aquele animalzinho esperneando e morrendo, ao cortar sua garganta. Sabia que esse devia ser ele. Ele olhava seu sacrifício. Ele se identificava ao impor as mãos sobre ele: “Esse devia ser eu.” E então quando cortavam sua garganta, ele morrendo e balindo, e fazendo assim, e o animalzinho estremecendo e se aquietando, e o adorador permanecia ali e dizia: “Ó Jeová, Tu aceitaste isso ao invés de mim. Estou envergonhado de mim mesmo.” E o homem ia para casa justificado, porque tinha feito exatamente o que Jeová requeria. Aquilo estava ótimo.

151 Mas, com o tempo, tornou-se uma tradição de família. Agora ele toma o seu sacrifício, diz: “Bem, vejamos, agora. Oh, sim, está chegando a lua nova, a festa. Suponho que seja melhor. É uma purificação, no tabernáculo. É uma festa de pentecostes. Suponho que seja melhor ir, oferecer um cordeiro por mim.” Vai lá e o mata, sem nada de sentimentos; mas volta com a mesma ideia que tinha, ao ir ali.

152 E então o que Ele fez? Jeová disse, aqui em Isaías, falando um pouco mais adiante, Ele disse: “Vossas solenidades tornaram-se fedor no Meu nariz.” [Espaço em branco na fita—Ed.]

153 Devemos vir, não como um bando de mundanos e mundanas. Devemos vir, não como um bando de formais, ou assim por diante, que têm hoje, destas religiões tradicionais. Nós somos pentecostais. Venhamos com profunda sinceridade, impor as mãos sobre nosso Sacrifício lá no Calvário, e sentir o sangramento e o sofrimento de Jesus Cristo, ao nos identificarmos que estamos mortos para as coisas do mundo e estas idéias modernas do dia.

154 Somos como Sodoma e Gomorra, e estamos vivendo nisso. Deixamos que o espírito justo em nós…Estes pecados afligem nossa alma diariamente; deixamos os pecados do mundo, e as modas de Hollywood, e todo este evangelismo de Hollywood e bobagem, toda esta maquiagem, e ritmar a música, e dar pulos. A música para, você desanima.

155 Quando um homem é lavado no Sangue do Cordeiro, ele não necessita de música nem de mais nada. O poder de Deus simplesmente opera sobre ele, e ele pode gritar, berrar, louvar a Deus, ou fazer qualquer outra coisa, quer haja ou não música. O Espírito Santo está nele, e ele está identificado com Jesus Cristo.

156 Mas, hoje, nós simplesmente queremos. Temos de pular um pouquinho, como pentecostais, porque nossos antepassados pulavam. Eles tinham por que pular, este Espírito Santo fazendo-os saltar. E então, quando voltavam, sempre viviam conforme à altura do pulo. Se você não vive, não salte de modo algum. Nós chegamos hoje e vivemos todo tipo de vida. Nós causamos um reflexo sobre a própria Coisa que estamos representando.

157 E nossas organizações estão ficando mundanas. Estão chegando lá e deixando nossos irmãos pentecostais entrarem nestas grandes escolas. Tudo bem com elas, nada contra elas, mas só estou tentando mostrar um ponto. Elas os instruem, e lhes ensinam psicologia, e lhes dão o Bacharelado em Letras e exatamente como as demais fazem, e os enviam lá. E o que eles são, são absolutamente…Eles não são pentecostais.

158 Deus não tem netos. Deus tem filhos. Procuramos achar que por que nossa mãe foi pentecostal, e nosso papai foi pentecostal, e todos nós fomos criados na escola dominical, e automaticamente somos pentecostais. Isso são netos. Deus não tem netos.

159 Ele tem filhos de Deus e filhas de Deus, e todo homem tem de pagar o mesmo preço que o primeiro homem pagou. Ele tem de vir sob o Sangue derramado de Jesus Cristo. É isso o que devemos fazer. Agora verificamos, agora, que é isso que, no princípio, a sinceridade.

160 Agora tentamos achar que por termos um jovem aqui que quer instrução, vai para as escolas e assim por diante, que ele sai instruído. Ele pode falar muito bonito. Ele pode se pôr de pé na plataforma. Ele é um homem de magnetismo. Bem, isso é Hollywood. Eles querem algo que brilhe. Vocês querem um homem com cultura, com fina instrução. Vocês querem um homem, não importa o que aconteça, que seja liberal, que se possa ver que ele não se importa que as mulheres cortem o cabelo. A Bíblia disse para ela não fazer isso. Não se importam que…Se um diácono entra na igreja, se ele é um bom homem e pode pagar bem, eles não se importam se ele se casou algumas vezes. “Tudo bem. Ele é um bom sujeito.” Mas a Bíblia rejeita isso. Exatamente.

161 Não entramos na igreja por teologia. Entramos por joelhologia. Isso mesmo. Entramos em Cristo.

162 Mas, veja, hoje temos—temos esta ideia de que queremos agir como os demais. Foi isso que meteu Israel em dificuldades, querer agir como os demais. Nossa solenidade de pentecostes tornou-se apenas uma adoração formal. Todos sabemos disso. E vemos isso ficando…Não devemos fazer isso.

163 A coisa que devemos fazer é voltar e nos identificar com Jesus Cristo. Tomar o caminho Dele e deixá-Lo operar através de nós, então os homens alegremente seguirão Aquele que uma vez ensinou: “Todos atrairei a Mim.”

164 Como gostaríamos de prosseguir um pouco, e expressar algo mais sobre essa conferência do Éden, mas tenho mais umas conferências a que quero ir.

165 Por exemplo, tenhamos outra conferência: a Conferência da Sarça Ardente. Eu a chamaria a Sarça Ardente.

166 Agora, Deus tinha um profeta fugitivo. Quando Deus chama um homem para fazer alguma coisa, melhor que ele venha a ela, ou será miserável o resto de seus dias. Moisés começou. Ele foi chamado por Deus. Foi ordenado para o trabalho. E então quando ele começou, o povo não creu nele, assim ele simplesmente deixou o povo ir. Ele fugiu e se casou com uma bela moça etíope, e recebeu herança, herdou um bando de ovelhas. E lá estava ele, lá, e ele perdeu toda a visão do povo, da igreja do Deus vivo. E Deus o tinha ordenado a fazer isto. Ele o levantou; “nascido desde o ventre da mãe, um menino formoso,” e Ele o levantou com este propósito. Não adianta tentar sair disso, você vai fazê-lo, de qualquer maneira.

167 E vocês, apenas membros de igreja, e vocês sentem que há algo mais profundo em seu coração, vocês serão infelizes até que aceitem esse Cristo, assim. Vocês viram o verdadeiro e genuíno Espírito Santo operando em pessoas. Vocês serão infelizes até que isto venha a vocês. É Deus chamando-os. Rendam-se. Saiam, de trás dos arbustos. É assunto encerrado. Deus preparou o Seu caminho. É através do Sangue.

168 Você diz: “Bem, eu pertenço à igreja.” Isso não significa nada mais do que se você pertencer ao rodeio, nada mesmo. Nada contra a organização; mas eu não estou contra o povo na organização, mas é o sistema.

169 Agora note isto. Agora encontramos esta sarça ardente. Deus sabia que aquele profeta estava com a vida fácil, assim Ele decidiu que teria de falar com este profeta. Então, Ele selecionou um lugar. Havia uma emergência: “Ouvi os clamores do Meu povo. E há um homem que Eu enviei para libertá-los, e ele está fraco e frouxo.”

170 Ó Deus, espero que Ele chame um aqui esta manhã, os ministros, para se avivarem. Olhe a visão. Estamos morrendo. O mundo está acabado. A igreja está apostatada. Deus está tentando chamar uma Noiva a sair.

171 Por isso, Ele selecionou um lugar, lugar muito estranho para nós; foi uma sarça no topo da montanha. Mas aquilo atraiu a atenção do profeta. E Ele o chamou ali para uma conferência.

172 Observe. Ele teve de obedecer isto, palavra por palavra. “Tira os teus sapatos, Moisés. A terra sobre a qual estás é santa.”

173 E se Moisés dissesse: “Bem, agora, Senhor, acabei de receber instrução escolar. Honra é ‘tira o teu chapéu,’ assim eu tirarei o meu chapéu”? Isso nunca teria funcionado.

Quando Deus disse: “Sapatos,” Ele quis dizer sapatos.

174 Quando Deus disse: “Nascer de novo,” Ele quis dizer nascer de novo. Ele não quer dizer um aperto de mão ou a repetição de credos. Todos têm medo desse novo Nascimento.

175 O diabo substituiu Isto por um aperto de mão, ou algum tipo de questão psíquica, que o levaria a admitir: “Sim, eu nasci de novo.” Mas sua vida diz o que você é, a vida que está em você.

176 Se você diz que nasceu do Espírito de Deus, e nega uma Palavra dessa Bíblia, isto mostra que você não nasceu. Você tenta ligar Isso a alguma coisa no passado, isso mostra que não foi o Espírito Santo, porque Ele nunca negaria Sua Própria Palavra. Você diz: “Bem, minha igreja ensina isso.” Aí, isto mostra que você não nasceu. Você nasceu da igreja, não de Deus. Isto é Deus, a Sua Palavra.

177 Aqui está ele, Moisés, o ungido. “Tira os teus sapatos. Tu estás em terra santa.”

178 “Bem, o meu chapéu não serviria da mesma forma?” Ele disse sapatos. E foi isso o que Ele quis dizer, foi sapatos.

Deus diz: “Nascei de novo.” Isto quer dizer nascer de novo.

179 Agora escute. Oh, estou numa multidão mista, e jovenzinhos. Mas você ouviria o seu médico. Ouça. Espero que me ouça e entenda.

180 Qualquer nascimento é uma sujeira. Não me importa se é no chiqueiro, ou—ou se é numa sala cor-de-rosa decorada de hospital. Qualquer sujeira…nascimento é uma sujeira. E assim é o novo Nascimento. É uma sujeira. Ele o fará fazer coisas que você não achava que faria. Mas dessa morte e corrupção procede Vida.

181 E nenhuma semente pode trazer sua vida até que esteja morta e podre. E daquela imundície, quando não resta mais nada para apodrecer, é só a vida que vive. Quando um filho vem a Deus, são-lhe dados testes.

182 Eu estive lá aquele dia, eu me lembro, quando recebi meu teste. Quando eu tinha estado dia após dia, mês após mês, e anos, quatro ou cinco anos nas ruas, esquinas, pregando o Evangelho, e tentando fazer o que era certo à vista de Deus. E Ele deixou minha esposa partir bem na minha frente. Meu bebê deitado lá, morrendo. E fui até o bebê, disse: “Senhor Deus, não deixes meu bebê morrer,” oito, nove meses de idade, bebezinho.

183 Eu olhei para cima, e parecia um lençol preto descendo. Ele Se recusou até mesmo a me ouvir. Ele nem mesmo olhou para mim. Eu me levantei, com cerca de vinte e três anos. Lá estava a esposa no necrotério. Ele Se recusou a me ouvir, por ela, apesar de tudo o que eu tinha feito. Eu disse: “Deus, dize-me o que eu fiz. Se errei, pune-me, não elas.” Eu disse: “O que eu fiz? Trabalho o dia todo, e prego a noite toda, e me ponho nas esquinas das ruas. E todo…O que eu fiz? Dize-me, o que eu fiz?” Ele nem mesmo me dizia.

184 Então Satanás chegou-se ao meu lado. Disse: “Então você O servirá, quando uma palavra mudaria toda a situação? Uma palavra salvaria seu bebê, mas Ele Se recusa a fazê-lo. Ele não vai fazer, mesmo sendo uma palavra. Então você continuará a servi-Lo?”

185 Todo o arrazoamento humano, isso mesmo. “Por que devo servi-Lo se Ele nem mesmo Se dá ao trabalho de olhar para meu bebê, que é tudo que se requereria? E o tanto que eu achei que tinha feito por Ele, então Ele nem quer ouvir a favor de meu próprio bebê.” Essa foi a tentação mais dura. Todos os arrazoamentos humanos tinham-se dissolvido. “Por que devo servi-Lo se Ele não pode fazer esse tanto por mim? E eu trabalho dia e noite, por Ele, e Ele até mesmo Se recusa a me dizer o que eu fiz.” Bem, os arrazoamentos humanos se acabaram.

186 Mas, oh, quando um homem nasce de novo, há algo ali que fica firme. Chegou a esse ponto, quando pensei: “Onde eu a obtive? De onde ela veio? Que sou eu, de qualquer maneira? De onde eu vim?” Está vendo? Toda a parte humana tinha desmoronado, então aquele verdadeiro e genuíno Espírito de Deus encontrava-Se ali.

187 Eu me aproximei dela e pus as mãos sobre sua cabeça. Ela estava sofrendo tanto que seus olhinhos estavam cruzados. Eu disse: “Querida, daqui a pouco eu a levarei e a deitarei nos braços da mamãe, lá no—no necrotério. Eu a enterrarei aqui sob os pinheiros. E algum dia papai a verá novamente.”

188 Olhei para cima. Disse: “Deus, ainda que Tu me mates, confiarei em Ti. Tu a deste. Tu a tiraste. Bendito seja o Nome do Senhor.”

189 Porque, então, todos os meus arrazoamentos humanos tinham-se desvanecido. Eu estava no final da minha caminhada. Mas quando você chega ao final da sua caminhada, então ali está aquele verdadeiro Espírito de Deus ali para assumir, nesse tempo, e levantá-lo.

190 Você tem de nascer de novo. Tudo tem de morrer. Toda a sua teologia, todo o seu pensamento, tudo o que você já foi ou espera ser, sua vida e tudo mais, morre. E então o Espírito Santo entra. É aí quando você tira chapéus, sapatos, se encontra diante de Deus. “Nada em meus braços trago. Simplesmente à Tua cruz me apego.”

191 Foi a esse ponto que Moisés teve de chegar, onde ele pôde obedecer o que Deus disse para fazer; a Conferência da Sarça Ardente. Então Deus disse: “Mostrar-te-ei a Minha glória agora,” depois que ele estava disposto a ir. E ele foi para o Egito.

192 Aí está a conferência do Éden. Aí está a Conferência da Sarça Ardente.

193 Tomemos outra, rapidamente. Tomemos a conferência do Mar Vermelho. Você sabe, exatamente na linha do dever, às vezes, Satanás cruza o nosso caminho. Irmãos ministros, todos vocês sabem disso. Cristãos, vocês sabem disso. Correto.

194 Aqui está Moisés, indo ali, e mostrou os sinais a Israel; aquele a quem ele mostrou o primeiro, e eles não quiseram dar ouvidos. Ele volta em cumprimento do dever, sob a unção de Deus, com a própria voz de Deus até mesmo para dar ordem para que coisas fossem criadas. Ele pôde chamar moscas. Ele usou a voz de Deus. Disse: “Venham moscas.” E não havia nem mesmo uma mosca no país. Ele voltou. Ele sabia que aconteceria porque tinha falado a Palavra de Deus. Ele voltou. E logo uma velha mosca verde começou a circular, e então eram duas libras por jarda quadrada [Aproximadamente 1 kg por metro quadrado].

195 Obra criativa, que tem lugar na igreja de Jesus Cristo hoje, sob o Sangue de Jesus Cristo, pela Sua Palavra, que nós estamos em contato com Ele. Nenhuma diferença. A Palavra que ouvimos está aqui, e é Deus. Nós O vemos aí de pé. Sabemos que é Ele nos falando, a mesma coisa. Já vi isso acontecer, e sei que está certo. Está com a Bíblia.

196 Lá, a Moisés foi dada a autoridade. Ele foi e mostrou os sinais a Israel, e Israel saiu com ele. E aqui estão eles, cumprindo bem o seu dever, e ali está o Mar Vermelho barrando-os. Moisés convocou uma conferência. Deus deve ter selecionado um lugar atrás da Rocha. Moisés foi lá, e disse: “Senhor!”

197 Se você está caminhando em cumprimento do dever, tem direito de convocar uma conferência. É para isso que viemos orar. É para isso que somos enviados ao hospital. É por isso que vamos à cama do enfermo. Convocar uma conferência. Oh, que coisa! Sinto-me religioso neste momento. Convocar uma conferência. É disso que o povo pentecostal necessita hoje, é convocar uma conferência. O que houve? Estamos indo mais devagar. Há um estorvo no arraial em algum lugar. Convoque uma conferência.

198 Moisés convocou uma conferência, disse: “Senhor, fiz exatamente como Tu me disseste, e aqui estamos numa armadilha. A morte está chegando, movendo-se sobre nós.” Como um paciente com câncer: “A morte está movendo-se sobre nós.” E Moisés ficou ali até que tiveram uma audiência com Deus. Ele ficou ali até Deus falar. Ele conhecia Sua voz. Ele era o profeta.

199 Disse: “Por que estás clamando a Mim, Moisés? Eu te dei autoridade para levar esse povo até lá, e te disse que o farias. Fala ao povo e marcha.” Amém. O Mar Vermelho começou a se mover, e tudo mais, quando Deus falou a Palavra. Quando a decisão veio quanto ao que fazer.

“Estou aqui. Estou em apuros. Que devo fazer?”

“Fala e marcha.” E o Mar Morto se moveu.

200 Nosso tempo está se esgotando. E eu—eu tenho tanto, diferentes lugares, a que gostaria de me referir. Apressemo-nos. Tenho vários mais, Davi, e assim por diante.

201 Mas aqui, lembre-se, houve uma conferência do Getsêmani que veio certa vez, quando Deus e Seu Filho tiveram de Se reunir. Afinal, não havia mais ninguém que pudesse morrer pelos pecados do mundo. Não havia ninguém digno de morrer, nenhum homem.

202 Todo homem neste mundo nasceu por desejo sexual, e foi isso que causou o tumulto no princípio. Foi isso o que causou, nos fez uma criatura híbrida. Nós nascemos do sexo, desejo humano. É híbrido. Algo foi…É por isso que tem morte nisto, como falei a noite passada. Mas quando Deus fez Seu primeiro homem, Ele nunca pediu para a mulher e o homem se unirem. Ele o criou da terra. Ele era uma planta genuína. Seu pecado é o que o tornou híbrido.

203 Esse é o problema hoje, a razão porque estamos arranjando tantos pentecostais híbridos. Vocês estão escutando ao arrazoamento ao invés da Palavra. Volte, povo. Volte.

204 Note, lá nas multidões misturadas, eu não disse isto. É entre vocês, vocês, pentecostais, sentados aqui, e nós. Não vimos aqui para ser ouvidos. Eu venho aqui para tentar ajudar. Eu venho. Se eu—se só estou aqui, para dizer que eu—eu falei sobre certo assunto esta manhã, isso me torna um hipócrita. Eu venho aqui com a Verdade, e uma verdade que quero que vocês saibam, algo que creio que Deus põe no meu coração, para ajudá-los, de modo que possamos ver a hora em que estamos vivendo. Estão vendo?

205 Houve uma conferência no Getsêmani, quando o Único que podia morrer chegou à hora. Então quando aquela grande hora chegou, ali Ele teve de tomar Sua decisão final. Sem dúvida que o Pai disse: “Ainda estás pronto a passar por isto, Filho?”

206 Ele disse: “É possível, Pai, há algum outro homem que Tu possas encontrar em algum lugar? Eu amo o Meu povo. Eu amo os irmãos que Tu Me deste. É possível que algum outro homem possa?”

207 “Não. Tu és o Único que pode fazê-lo. Tu és o Único que nasceu de virgem. Tu és o Único que nasceu sem sexo.” Nenhum outro homem, nenhum bispo, nenhum papa, nenhum cardeal, absolutamente nada pode ajudá-lo. É Esse. “Tu és o Único que pode fazê-lo.” Então houve a conferência.

208 Satanás se encontrava lá, pronto a requerer a raça humana. Ele disse que tinha direitos porque eles tinham pecado.

209 Como vocês que estão aqui, que têm as fitas sobre os Sete Selos. Quando o Cordeiro saiu para requerer Sua redenção, o que Ele tinha redimido, o tempo tinha terminado então. Ele está no trabalho agora, fazendo a obra da redenção. Mas um dia Ele sai do santuário, para tomar o Livro da redenção que Ele comprou com Seu Próprio Sangue, então a hora termina. Ele vem então para requerer o que redimiu.

210 Aqui estava Ele, de pé no Getsêmani, aquele grande sofrimento. O pecado de cada homem estava sobre Ele. Tudo o que um dia morreu, a morte disso foi posta sobre Ele. E Ele era inocente, mas teve de Se tornar pecado.

211 “Podes Tu, o santo Filho de Deus, tomar o pecado de adultério? Podes Tu tomar o pecado, a punição de adultério? Podes Tu tomar o pecado, a punição de uma mentira? Podes Tu tomar o pecado de todas estas coisas? E podes Tu levá-los sobre Ti, ainda que inocente?” Ele era o Único. A conferência foi satisfatória.

O que Ele disse? “Não a Minha vontade; a Tua seja feita.”

212 Ó Deus, podemos todos chegar a uma conferência no Getsêmani, aquele exame final?

213 Então houve outra conferência, certa vez. Alguns dias depois disso, cerca de quarenta dias, houve uma conferência, depois de Sua morte, sepultamento, e ascensão. A Igreja cristã ia ser organizada.

214 Metodistas, batistas, presbiterianos, luteranos, todos nós, escutemos agora só por um minuto, encerrando.

215 Houve um tempo quando Deus não só ia tomar um povo…

216 Como, Israel é o Seu povo. “Israel vai ser salvo como nação,” a Bíblia disse que sim, “nascer em um dia.” Deus trata com Israel como um p-…nação, como um—como um povo.

217 Mas Ele trata, a Igreja, com um indivíduo. “Ele chamou, dos gentios, um povo para o Seu Nome.”

218 Agora, verificamos que a hora vem agora. Como esta Igreja deve ser dirigida? Eles foram proibidos, apesar de terem pregado, apesar de terem curado…Escutem-me. Apesar de ele, eles terem pregado, apesar de terem curado, apesar de terem visto grandes sinais e prodígios, e apesar de serem testemunhas de que Ele era o Filho de Deus, ainda assim Ele lhes proibiu pregar até que tivessem esta conferência. “Esperai lá na cidade de Jerusalém. Eu vos enviarei palavra de como a igreja cristã deve ser operada. Eu vos farei saber se vou ter um bispo, ou um cardeal, ou um papa, ou o que quer que Eu vá ter. Eu vos enviarei. Vou para o Céu, ter uma conferência. Esperai lá até ouvirdes os resultados.” Amém. Amém.

219 Lembro-me de quando estavam realizando aquela conferência de Genebra, um velho ministro amigo meu, Dr. Pettigrew, em Louisville, disse que estava escutando rádio, escutando. A nação estava em risco. Ele queria ver qual seria a decisão, o que iam fazer. E certo beatnik [Jovem de fins da década de 50 que se vestia de modo estranho e tinha crenças pouco convencionais—Trad.] chegou à porta, com o cabelo caído no rosto, e disse: “Dr. Pettigrew, pelo que entendo o senhor é um…que é um homem de influência.” Disse: “Eu, eu tenho algumas músicas de rock-and-roll. As—as pessoas não querem me ouvir. Se o senhor apenas me der um pequeno impulso!”

220 Ele disse: “Filho, fique aí fora só um pouquinho.” Disse: “Estou—estou escutando para ver quais serão os resultados.”

221 Ele disse: “Mas, Dr. Pettigrew,” disse, “esta é uma grande coisa.” Ele disse: “Isto significa muito para mim.” Como se significasse mais do que escutar os resultados da Conferência das Quatro Potências!

222 É assim que as pessoas são hoje. Algum pequeno beatnik, alguma outra coisa, em nome de—de religião vem e tenta atrair sua atenção para deixar de ouvir os verdadeiros Resultados. Hum! Algum pequeno efeminado, mimado, religiosificado (se há tal palavra para se usar), obtendo mais membros e melhores pessoas, obtendo uma igreja maior e um maior número de seguidores, tentando atrair a atenção de vocês, irmãos. Não lhes deem ouvidos. Nós temos os Resultados escritos Aqui.

223 Aquela foi a conferência pentecostal. Disse: “Não canteis outro cântico, não pregueis outra palavra, mas subi lá e esperai até que esta conferência termine. Eu vos enviarei as Notícias. Eu vos direi quem é o maior entre vós. Eu vos direi exatamente o que deveis fazer; se é para terdes uma organização, se é para terdes um papa, ou um bispo, ou o que deveis ter. Eu vos direi sobre isso. Mas esperai até que ouçais os Resultados. Nós vamos para o Céu, decidir a coisa.”

224 “E Ele subindo ao Alto, levou cativo o cativeiro, sentou-Se à destra de Deus, e enviou dons aos homens.” Então cumprindo-se o Dia de Pentecostes, eles estavam esperando.

225 Oh, e se tivesse sido, e se—se André tivesse dito, depois de uns seis dias: “Sabem, irmãos, creio que não temos de esperar mais. Creio que pela fé recebemos o nosso ministério. Devíamos ir adiante, começar imediatamente e iniciar nosso ministério, agora mesmo.”

226 Esse é o problema com muitos ministros. Ele não fica lá o bastante, até que ouça o Resultado, até que ouça sua comissão.

227 Bem, sabe, talvez houvesse outro nome, Filipe, que se levantasse, dissesse: “Sabem, tenho me sentido muito bem. Afinal de contas, nós temos conhecimento disto, o que Ele quer fazer.”

228 Pode ser que sim, irmãos. Vocês podem ter Bacharelado em Letras, Doutorado em Divindades, L.L., Q.U.S.T., e não significará nada. Seu conhecimento não significa nada. Todos os seus seminários simplesmente não significam nada. Vocês têm de esperar pelos Resultados, para ver o que Deus disse. E ninguém tem direito de pregar o Evangelho sem se encontrar, primeiro se encontrar com Jesus Cristo como Pessoa, não como alguma teologia, teologia. Bem, vocês sabem o que quero dizer, algum diploma teológico. Diploma teológico, ele não tem direito de fazê-lo com base nisso, não importa o quanto possa explicá-La. Não é assim.

229 Exatamente como Moisés. Ele podia ensinar sabedoria aos egípcios. Ele era o homem mais inteligente do país, mas teve de ir à conferência com Deus. E nenhum homem tem direito de afirmar ser cristão, nenhuma mulher, nenhuma criança, nenhum pregador, principalmente, até que ele próprio tenha chegado sobre essas areias sagradas onde ele se encontrou com Deus. Todos os teólogos do mundo, todos os descrentes do mundo, não podem dar explicações que o afastem disso. Ele estava lá. Aconteceu. Aconteceu com ele. Ele sabe onde se encontra.

Lá foram eles ao Dia de Pentecostes.

230 E nós não vimos uma—uma…Agora, não estou…Só estou fazendo uma expressão. Não vemos isso lá, onde o bispo veio pela estrada com sua maleta na mão, e disse: “Agora, fui enviado do Senhor. Quero impor as mãos sobre vocês, irmãos, e enviá-los.” Essa é a versão de 1963 disso, o bispo e seu cajado.

231 Bem, nós pensamos neles. Tomemos isto com o devido respeito pelos nossos amigos católicos. Digamos que venha um sacerdote pela estrada, com a extrema-unção, assim chamada. “Ponha a língua para fora e tome a hóstia, e eu beberei o vinho. E então você será um membro.” Se tivesse sido isso, teria sido no início.

232 Deus é infinito. Sua decisão é exatamente como foi no jardim do Éden. Ele, sua primeira decisão, encerra o assunto.

233 Bem, o que eles fizeram? Esperaram, e esperaram, e não ficaram satisfeitos. Esperaram, até que “Veio do Céu um som, como um vento veemente e impetuoso. Ele encheu toda a casa onde estavam assentados. Línguas repartidas pousaram sobre eles, como Fogo. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.”

234 Um bando de covardes que estava com medo do evangelismo, um bando de covardes que estava com medo de enfrentar os nobres e os famosos da cidade e os críticos religiosos, estava na rua, testificando: “Isto é Aquilo.” Essa foi a decisão de Deus.

235 Alguns dias depois disso, os samaritanos. Filipe tinha ido e lhes pregado e batizado em Nome de Jesus Cristo, apesar do Espírito Santo ainda não ter caído sobre nenhum deles. Assim, mandaram buscar a Pedro e o trouxeram. Eles sabiam que tinham grande alegria. Estavam alegres e se regozijando, e tinham tido ótimos momentos. E tinham tido grandes curas e tudo mais.

236 Agora, irmãos nazarenos, peregrinos da santidade, metodistas, escutem. Cura não é a questão. Alegria não é a questão. É a experiência. É o Espírito Santo, o Próprio Cristo, entrando em você, como uma Pessoa.

237 Mandaram buscar e trouxeram Pedro e João, os quais vieram e lhes impuseram as mãos, e o Espírito Santo veio sobre eles. Em Atos 10:49 encontramos que Pedro, enquanto estava falando aos gentios: “E dizendo Pedro ainda estas Palavras, caiu o Espírito Santo sobre aqueles que ouviam Isto. Porque os ouviam falar em línguas, e magnificar a Deus. E Pedro disse: ‘Poderemos recusar a água, vendo que estes receberam—receberam o Espírito Santo como nós, no princípio?’”

238 Paulo, falando a um grupo de batistas, em Atos 19, passou por todas as regiões superiores de Éfeso. Ele encontrou alguns discípulos. Eles estavam alegres. Eles tinham um grande pregador batista lá, chamado Apolo. E ele era um advogado convertido. E ele disse: “Ele estava provando pela Bíblia, que Jesus era o Cristo.”

239 E Áquila e Priscila, que faziam tendas com Paulo, disseram: “Nosso irmão, Paulo, está lá na prisão.” Não é esse um lugar e tanto para um pregador estar? Ele estava na prisão porque expulsou o demônio de uma adivinha. E ele disse: “Ele, ele está na prisão, mas nos visitará em breve, e lhe explicará a Palavra de Deus, mais perfeitamente.”

240 E estavam tendo bons momentos, como todos os bons batistas têm, clamando, louvando a Deus, tendo curas, e sinais, e assim por diante.

241 Mas quando Paulo chegou e os ouviu, um apóstolo, ele disse: “Recebestes o Espírito Santo desde que crestes?” Eles pensavam que O tinham. Está vendo? “Desde que crestes?” Achamos que quando cremos nós O recebemos. Está errado. Ele disse: “Recebestes o Espírito Santo desde que crestes?”

Disseram: “Não sabemos o que é, nem se existe Um.”

Ele disse: “Em que sois batizados?”

Disseram: “Conforme João.”

Ele disse: “Isso não funciona mais. Tendes de ser batizados novamente.”

242 Assim, ele os batizou em Nome de Jesus Cristo. Impôs as mãos sobre eles, e o Espírito Santo veio sobre eles, e falaram em línguas e engrandeceram a Deus. Como? Do mesmo modo que fizeram no princípio. A mesma fórmula foi observada.

243 Quando o médico passa uma receita, não deixe nenhum destes farmacêuticos charlatões tentar mexer nela. Se lhe derem antídoto demais, não o ajudará. E se puserem veneno demais, o matará.

244 Não brinque com a fórmula de Deus. Observe-a da maneira que foi na conferência. Essas foram as Ordens. Amém. Eu O amo.

245 Lembra-me os pais de Jesus. Eles subiram à festa pentecostal. A caminho de volta descobriram. Fazia três ou quatro dias, e não O encontraram entre eles. Começaram a querer saber.

246 É mais ou menos da maneira que é agora. As igrejas estão começando a constatar: “Por onde anda Jesus? Que aconteceu? Somos pentecostais, mas que aconteceu? Somos metodistas, mas que aconteceu? Por onde anda Jesus?”

Começaram a procurar entre seus parentes.

247 É isso o que nós começamos a pensar. “O que Moody disse? O que Sankey disse? O que Finney disse?” Aquele foi o dia deles. Estamos estrada acima. Se voltarmos para procurar, como eles fizeram!

248 Eles foram aos seus parentes e não puderam encontrá-Lo. Foram a todos os seus parentes, os bispos, e assim por diante. Não puderam encontrá-Lo. Finalmente, eles O encontraram exatamente onde O deixaram. Onde O deixaram? Na festa do pentecostes. Tiveram de retornar o caminho todo até onde O deixaram, antes de O encontrarem.

249 E, igreja, é isso o que temos de fazer, voltar até onde O deixamos. Livrar-nos de algumas de nossas tradições. Voltar até onde O deixamos. Você quer saber onde O deixou? Tenha uma pequena conferência bíblica e não use de meias palavras, só diga a Verdade.

250 Vamos esperar agora até vermos como foi. Nenhum bispo, absolutamente nada, só o Espírito Santo era para guiar a Igreja. Esse é o único Líder que temos, é o Espírito Santo, e Ele guia conforme a Palavra.

251 Se você diz: “Bem, eu tenho o Espírito Santo,” e nega a Palavra; não é o Espírito Santo então, porque o Espírito Santo escreveu a Bíblia. Certo. Assim, não é o Espírito Santo.

252 Escutem. Encerrando. Em conferências mundiais, o que eles fazem? Eles comem juntos. Eles conversam juntos. Eles contendem juntos. Eles mentem uns para os outros, numa conferência mundial, uma conferência do mundo, das nações.

253 Mas o que, quando Deus convoca uma conferência, que acontece? Eles se reúnem. Não festejam, mas jejuam. Não contendem, mas oram. Eles esperam até obter ordens, e marcham.

254 É disso que a igreja precisa hoje, é de uma marcha, receber as Ordens. E você diz: “Como posso encontrar as Ordens?” Aqui estão elas. Estas são as Ordens. “Como sabe, irmão Branham?” A maneira que Deus planejou primeiro a redenção foi pelo sangue, e Ele nunca mudará isto, quando Deus toma uma decisão. É por isso que você pode confiar com sua alma nessa Bíblia, em qualquer aspecto que Ela diga, porque é a Palavra de Deus.

255 E Deus, sendo infinito, Ele não pode dizer: “Bem, eu Me enganei, dois mil anos atrás.” Deus é Eterno. Ele nunca começou. Ele nunca terminará.

256 E a única maneira de você chegar a ser como Ele, é ser parte Dele. No Dia de Pentecostes…

257 Aquela grande Coluna de Fogo que tinha seguido Israel, ou que Israel tinha seguido através do deserto, veja, aquela grande Coluna de Fogo era Deus, o Anjo do concerto, Jesus Cristo. “Moisés teve por maiores tesouros o vitupério de Cristo do que os do Egito, de modo que abandonou o Egito e seguiu a Cristo.”

258 Note, no Dia de Pentecostes, o que Deus fez? Ele tomou aquela grande Coluna de Fogo e A dividiu. Aquilo era Ele mesmo. Línguas de Fogo, línguas bifurcadas, línguas repartidas, desceram, línguas bifurcadas, e repousaram sobre cada um.

259 Oh, deveríamos estar envergonhados em deixar nossas organizações nos dividir! Quando, Deus Se dividiu entre nós, para que fôssemos um. “Nisto todos os homens saberão que sois Meus discípulos.” Está ouvindo isto, irmão e irmã? Deus Se dividiu. Nós nunca estamos divididos, uns dos outros, porque somos parte de Deus.

260 É só deixar este Fogo vir a este Fogo, e, após algum tempo, você descobrirá que moverá isso. Ele veio através de Lutero, Wesley, Pentecostes. E verificamos, a pirâmide será coroada, um destes dias.

261 Você sabe, ela nunca foi coroada, a pirâmide na parte de trás do seu dólar. “O grande selo,” diz. E nós nos Estados Unidos, aqui está o selo americano deste lado. Mas por que diz: “O grande selo,” aquele que Enoque fez? Não doutrinas de pirâmide agora, porque não creio nesse tipo de bobagem. Mas nunca coroaram a pirâmide. Por quê? A—a Pedra de Coroa foi rejeitada. Mas Ela virá novamente, algum dia. Louvado seja o Senhor!

262 E, veja, naquela pirâmide, já estive lá. É tão bem trabalhada que você nem mesmo consegue inserir uma lâmina de barbear. Não há argamassa entre elas. Ajustam-se perfeitamente como a mesma pedra.

263 E quando essa Igreja tiver sido trabalhada à perfeita imagem de Jesus Cristo, Ele virá, ressuscitará todos os santos quando vier, e os levará Consigo. A Igreja do Deus vivo será arrebatada.

264 Mas, irmãos, não seremos como Eva, um tem isto e um tem aquilo, um corpo desfigurado. Será palavra por palavra, o que Deus disse.

265 Diz: “Irmão Branham, o que Ele disse então? O irmão não nos disse.”

266 Muito bem. Pedro falou isto. Quando quiseram saber: “Como entramos nisto? Que aconteceu?” Ele nos deu a fórmula.

267 Agora, se ele dissesse: “Apertem as mãos e se unam à igreja,” é isso o que teria sido. Se dissesse: “Fique de cabeça para baixo,” é isso o que teria sido. Se dissesse: “Organizaremos um grande homem, e faremos um grande corpo, e um grande papa, e um grande isto, aquilo,” é assim que teria sido.

268 Mas o que ele disse? “Arrependei-vos, cada um de vós, e seja batizado em Nome de Jesus Cristo para perdão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e àqueles que estão longe, a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar.”

269 E enquanto Deus estiver chamando, tem de ser a mesma fórmula. Não apertar mãos, repetir um credo; mas ser batizado pelo Espírito Santo, no Corpo de Jesus Cristo. É assim que a Igreja cristã deve ser dirigida. Não por credos, não por denominação, não por instrução, não por teologia; mas pelo batismo do Espírito Santo, para conduzir homens e mulheres. E Ele nunca o conduzirá para longe da Palavra de Deus. Ele o conduzirá à Palavra de Deus, porque “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus.”

270 Vocês têm mais uns dois ou três minutos, quatro? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Eu tenho outra conferência que gostaria de citar para vocês. Eu a tenho anotada aqui. Diz apenas “Atos 4.” Eu sei o que isso significa.

271 Atos 4, depois que os discípulos começaram a pregar, as igrejas começaram a criticar. Elas começaram a lhes fazer… As igrejas diziam: “Agora esperem um minuto. Vocês podem seguir adiante e realizar seus milagres. Podem fazer toda esta coisa, mas não preguem mais em Nome de Jesus Cristo.” Açoitaram-nos, e com chicotadas, e tudo mais. Assim o que eles fizeram? Algo teve de ser feito. Eles foram proibidos. As leis diziam que eles não podiam pregar mais assim.

272 Oh, irmão! Queria ter só mais um pouquinho de tempo. Chegará o tempo em que, ou vocês porão sua organização no Concílio Mundial de Igrejas, vocês…Se fizerem isso, receberão a imagem da besta, porque tem um poder exatamente como o que estava em Roma. E se não o fizerem, serão uma igreja independente, individual e quando acontecer, a imagem da besta fechará suas portas, e serão proibidos. E então vocês vão precisar de uma conferência. Está vendo?

273 “Dizem-nos que não podemos mais. Não podemos pregar em Nome de Jesus. Vamos consultar Deus e verificar se podemos, ou não.” Assim eles foram e tiveram uma conferência. Oh, oh, oh, oh! Desculpem-me. Precisamos de uma assim, esta manhã. “É bom que obedeçamos ao homem, ou a Deus?” disse o apóstolo. Eles tiveram uma conferência, mais ou menos como a que estamos tendo esta manhã. E se puseram de pé e notificaram: “A—a—a igreja está nos dizendo que não podemos pregar, a não ser que entremos no grupo deles, e assim por diante. E que não podemos receber este ministro, a não ser que a organização assim o diga. E não importa quão ungido isto seja, temos de fazer isto, aquilo.” E você sabe como é, cada grupo, e assim por diante. “O que vamos fazer?”

274 E tiveram uma conferência, e se ajoelharam e começaram a orar. Essa é a conferência de Atos 4. “E quando o fizeram, todos unânimes: ‘Senhor, por que os povos imaginaram coisas vãs; ou se amotinaram as nações, e os povos imaginaram coisas vãs? Estende a mão do Teu Santo Filho Jesus, para curar os enfermos. Estamos proibidos de fazer isto.’ E todos eles orando unânimes.”

275 Vocês falam, algumas pessoas nos criticam por todos orarmos ao mesmo tempo. Que tal vocês terem estado naquele grupo: “Todos unânimes”? Alguém disse: “Como Deus pode chegar a ouvir isso?” Quantas orações você acha que Ele está escutando de uma só vez, de qualquer maneira? Você se esquece. Ele não é finito. Ele é infinito. Está vendo?

276 “E tendo todos eles orado unânimes,” a Bíblia disse, “moveu-se o edifício onde eles estavam sentados juntos.” Amém. O Resultado voltou. “E saíram pregando Jesus Cristo, por toda parte, Deus operando com eles, confirmando a Palavra.” A conferência de Atos 4.

277 Oh, irmão, só um minuto, há outra conferência. Pode ser que você não tenha estado presente em nenhuma destas conferências. Pode ser que você não tenha estado presente nestas conferências mundiais. Lembre-se, pode ser que você não tenha estado. Mas, lembre-se, há uma conferência, da qual vou falar agora, à qual você vai estar presente. Não me importa quem você seja, você vai estar presente nela. Você pode ter escapado, até este momento, mas de agora em diante não escapará. É a conferência do Juízo. Isso mesmo. Todos vocês vão estar lá, cada um de nós. E vamos ter de prestar contas pelo que fizemos e dissemos nesta terra. Essa é uma conferência na qual você vai estar presente.

278 Toda vez que você ouve uma sirene passar pela rua, lembre-se, isto o marca. Você não vai estar aqui por muito tempo. Ao você vir alguém de cabelo grisalho se aproximando, corcunda, vê um hospital, um cemitério, que é isso? Testemunho, você não está aqui por todo o tempo, e você está se aproximando daquela conferência. E todos estaremos lá.

279 Vamos ter de prestar contas pelo que fizemos com Jesus Cristo. Está certo? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] E Quem é Jesus Cristo? A Palavra. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo Se fez carne e habitou entre nós.” “Jesus Cristo, o mesmo ontem, hoje, e eternamente.”

280 Deus, operando em três dispensações, é por isso que Ele falou acerca de chamá-Lo “Pai, Filho, e Espírito Santo.” Está vendo? Não três Deuses diferentes. É aí onde vocês se confundem. Não são três Deuses diferentes. É um Deus em três manifestações, vejam, do—do único Deus. Nós só temos um Deus. Não somos pagãos. Estão vendo? Mas nós—nós temos um Deus, mas três manifestações. É por isso que Mateus disse: “Batizai-os em Nome do Pai, Filho, Espírito Santo,” porque, veja, era Um. Esse mesmo Deus que estava no Antigo Testamento foi o mesmo Deus que Se manifestou; e o mesmo Deus que está aqui hoje. Jesus Cristo, o mesmo, que Moisés deixou o—o mundo no Egito; o mesmo então esteve aqui hoje; e o Mesmo estará eternamente, Jesus Cristo. E Ele é a Palavra. Amém.

281 Deus tem de julgar a igreja por meio de alguma coisa. Deus tem de julgar o mundo por algum padrão. Vocês creem nisso? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Bem, se Ele vai julgá-lo pela igreja, qual igreja? Se Ele o julgar pela católica romana, a grega está perdida. Se o julgar pela grega, a romana está perdida. Se o julgar pela metodista, a batista está perdida. Se o julgar pela batista, a metodista está perdida; vice-versa. Se o julgar pela unidade, a dualidade está perdida. Se o julgar pela dualidade, a trindade está perdida. Se o julgar pela trindade, ambas estão perdidas. Aí está. Que é isto? Que é isto, irmãos? É um monte de bobagem.

282 Deus tem de ter algum padrão. Se eu tivesse de me unir a uma igreja, a qual deveria me unir? Há só Uma, e você não se une a Essa.

283 Já estou na família Branham há cinquenta e quatro anos, e nunca me uni à família. Eu nasci Branham. Sou Branham porque meu pai é Branham.

284 E sou cristão porque meu Pai é—é Deus. Amém. É com base nisso que somos cristãos. Nós somos cristãos. Nós nascemos do Seu Espírito. E com o Espírito de meu Pai, em mim, tenho os atributos de Deus em mim, e eles se mostram como se mostraram em Seu Filho, Jesus Cristo. Aí está.

285 “Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja. Não por… Não foi carne e sangue quem to revelou, mas Meu Pai que está no Céu to revelou. Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja.”

286 Se Deus julgar o mundo pela igreja católica, a protestante está perdida. Se Ele tomar parte pelos—pelos protestantes, qual deles? Se Ele julgar pela igreja católica, há muitos diferentes receios quanto às esferas da igreja católica, assim, qual vai ser? Veja, a pessoa ficaria confusa. Não se conseguiria saber o que fazer.

287 Mas aqui está pelo que Deus os julgará, a Palavra. Esse é o padrão. “Os céus e a terra passarão, mas a Minha Palavra nunca falhará.” Baseado Nisto tomo minha posição. Qualquer outro terreno é areia movediça. Qualquer outro terreno é areia movediça.

Em Cristo, a Rocha sólida, estou firmado;

Qualquer outro terreno é areia movediça.

288 Estou dependendo Disto. Não estou confiando no que sou. Estou confiando no que Ele é. Eu não posso, eu não posso ir para o Céu; Jesus disse que eu tinha de ser perfeito para chegar Lá. “Sede vós, pois, perfeitos, como é o vosso Pai, que está nos Céus.” Como você pode ser? Mas quando você tem…Não olhe para você, mas para o seu Sacrifício.

289 Bem, se um pequeno mulo nascesse na época do Antigo Testamento. Se tivesse orelhas caídas, e com os joelhos para dentro, e vesgo. Ora, ele sabia que ia ser golpeado na cabeça. Ele não servia. Mas a mãe podia lhe dizer: “Filho, você nasceu com direito de primogenitura. Porque você nasceu deste modo, assim, você viverá. Mas aquele que morrer por você terá de ser um cordeiro perfeito, terá de ser oferecido de modo que você possa viver.” Eles quebravam o pescoço do—do—do cavalo se não servisse, e ele não serve. Mas, veja, mas um cordeiro perfeito tem de morrer de modo que ele possa viver.

290 Se você diz que não serve: “Não sou digno de ser curado, irmão Branham. Não sou digno de vir a Cristo.” Não olhe para si. Olhe para o seu Sacrifício. Não sirvo. Não há nada de bom em mim, nem mesmo um pensamento. Não há nada de bom, nada de bom em você. Não há nenhum de nós que mereça algo além do inferno. Exatamente.

291 Mas, oh, olhe o que Se encontra para nos representar. Olhe o que Se encontra para nos representar. E Aqui está Sua Vida, em forma de letras, tenta Se manifestar através de nós. E então, através de algum pequeno credo, A rejeitamos. Oh, nós precisamos de uma conferência. Sim.

292 É por isso que posso chegar até a plataforma, não tendo medo de que algo vá surgir, e vá acontecer desta maneira, ou daquela maneira, ou falhará, ou de que algo dê errado. Não. Eu olho para o meu Sacrifício.

“Billy, o que você fez esta semana?”

293 Fiz o suficiente para morrer, disse, em uma hora. Para começar, sou pecador. Mas estou olhando para Aquele que me dá a promessa. Estou olhando para Aquele que disse assim: “Não tema. Permaneça aí. Por esta causa você nasceu. Eu o levantei com este propósito.” Então todos os demônios no inferno não podem me fazer mover. Eu me encontro aí, em Cristo, essa Rocha sólida.

294 Algum de vocês se lembra de Paul Rader? Um grande guerreiro de Deus. Eu era garotinho, sentado a seus pés. Ele morreu, aqui na Califórnia, não faz muito tempo. Quando estava morrendo…Ele e seu irmão Lucas se mantiveram unidos, como eu e meu filho aqui. Eles andavam juntos, de mãos dadas, como irmão e irmão, exatamente como pai e filho. E Paul chegou ao fim da estrada.

295 O Instituto Bíblico Moody enviou um pequeno quarteto lá, para cantar. E tinham fechado todas as cortinas, e abaixado as venezianas, o hospital. E Lucas tinha, por assim dizer um… quero dizer, Paul tinha senso de humor, vocês sabem. E ele olhou ali para aquele pequeno quarteto. E estavam cantando Mais Perto Meu Deus de Ti. Ele disse: “Quem está morrendo, eu ou vocês?” Ele disse: “Ergam essas cortinas aí e cantem uns bons cânticos animados do Evangelho para mim.” E eles se puseram a cantar.

Foi ali na cruz onde meu Salvador morreu,

Ali, pela purificação do pecado clamei;

Ali o Sangue foi aplicado ao meu coração;

Glória ao Seu Nome.

296 Ele disse: “Assim está melhor.” Disse: “Onde está Lucas, aquele que se manteve ao meu lado em todas as dificuldades.”

297 Ele não conseguia ver seu irmão morrer. Ele estava na sala ao lado. Foram e o trouxeram. Paul ergueu sua grande mão a Lucas, e Lucas segurou sua mão. As lágrimas correram em sua face.

298 Disse: “Lucas, pense nisto. Nós estivemos por tanto tempo juntos. Já passamos por muitos espinheiros e muitas valas. Mas, pense nisto, daqui a cinco minutos eu me encontrarei na Presença de Jesus Cristo, vestido da Sua justiça.” É isso.

299 Paul me disse. Disse que ele…quando era jovem. Ele veio de Oregon. Era um—um lenhador, e cortava árvores. E disse que quando estava em uma das ilhas…Esqueço-me de onde foi. América do Sul, é onde foi. E ele estava como missionário lá. E contraiu esta febre negra, febre de água negra. E, oh, vocês sabem o que é isso. É morte, imediata. Lá distante na selva, a milhas de um médico.

300 Paul era um grande crente em cura divina, como vocês sabem. E deste modo ele—ele disse à esposa, disse…Eles iam procurar um médico. Ele disse: “Não fará diferença alguma. Eu não poderia viver todo esse tempo.” Assim sua esposa… Disse: “Querida, ajoelhe-se aqui, ao lado da cama, e fale ao nosso Médico. Vamos chamá-Lo à cena.”

301 Assim sua esposa começou a orar: “Deus, não permitas que meu amado esposo morra. Ele está aqui nos campos missionários por Ti. Não permitas que ele morra.”

302 A febre assolando, quase fora do seu juízo normal, só indo e voltando. Ele disse: “Querida, está ficando cada vez mais escuro. Só consigo aguentar mais um pouquinho.” Disse: “Continue orando, querida.”

303 E ele entrou em coma. Disse que teve um sonho. Disse que sonhou que estava de volta a Oregon, um jovem. E disse que tinha um chefe no acampamento madeireiro. Ele disse: “Paul, suba lá ao topo do monte e derrube uma árvore para mim de certo tamanho e traga-a a mim.”

Ele disse: “Muito bem, chefe.”

304 E ele subiu ao topo do monte, e disse que mal conseguia ver aquele machado. Vocês sabem, quanto mais se vai para o norte, ora, mais macia a madeira se torna; mais para o sul, mais dura a mesma madeira. Assim ele subiu lá. E disse que começou a ver o machado penetrar profundamente, a lâmina, na árvore, quando derrubou a árvore. Ele a desbastou, e a ajeitou. Cravou o machado no tronco, no tronco da árvore, a parte grande; e estava, vocês sabem, erguendo, para juntar seus joelhos, para erguer. Disse que era um homem forte. Vocês sabem como Paul era, um homem baixo e forte.

305 Assim ele começou a erguer a árvore, e simplesmente não conseguia erguê-la. Disse: “Eu me esforcei e tentei. E me senti tão…Eu tinha de levar aquela tora lá para baixo para o chefe.” Ele disse: “Eu simplesmente não conseguia erguê-la.” Disse: “Eu puxei, puxei e arrastei, e puxei e arrastei,” ele disse, “até minha força ter quase se acabado.” E disse: “Eu me sentei encostado na árvore, e pensei: ‘Estou tão exausto! Nem mesmo consigo me mover mais.’”

306 Disse: “Imediatamente ouvi a voz mais doce que já ouvira. Era o meu chefe. E ele disse: ‘Paul, para que você está se debatendo com isto?’”

307 Ele disse: “Chefe, eu—eu—eu simplesmente não consigo erguê-la. É grande demais. A carga é grande demais para eu carregar. Não consigo ir mais com ela.”

308 Ele disse: “Paul, há um riacho, passando bem ao seu lado. Por que não a joga no riacho, e salta em cima dela e flutua corredeiras abaixo? E ele passa bem ao lado do acampamento.”

Ele disse: “Não tinha pensado nisso.”

309 E quando ele a jogou na corredeira, olhou para trás. E seu Chefe era Jesus. E disse que ele saltou em cima da tora, e lá se foi corredeiras abaixo, batendo na água com as mãos, clamando: “Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela!” E disse que voltou a si, e estava em pé bem no meio do quarto, com ambas as mãos levantadas, dizendo: “Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela!”

“Nada trago em meus braços. Simplesmente à Tua Palavra me apego!”

310 Irmão, irmã, não há coisa boa em homem algum. Não há coisa boa em nada, exceto em Jesus Cristo. E estou flutuando sobre cada promessa aqui esta manhã. E algum dia espero chegar à Sua Presença flutuando sobre o Sangue derramado do Senhor Jesus Cristo.

Inclinemos a cabeça.

311 Estou flutuando Nisso. Estou flutuando Nisso. Não na minha afiliação, na minha denominação, na minha própria justiça, mas estou flutuando na Palavra de Deus. Creio que através do justo Sangue de Jesus Cristo, algum dia O verei. Serei transformado e feito semelhante ao Seu próprio corpo glorioso. Estarei à Sua imagem. Eu O verei como Ele é.

312 Ao ver a idade chegando a mim de mansinho, o pouco de cabelo que tenho, ficando grisalho, ficando corcunda, não tenho muito tempo mais. Por trinta e tantos anos estive atrás do púlpito. Só queria ter mil vidas para que pudesse entregá-las a Ele. Só queria ter. Eu amo o Seu povo.

313 Em que você está confiando esta manhã? Em alguma boa obra que tenha feito? Em alguma igreja a que pertença? Você está realmente firmado na Palavra de Deus? Você é realmente experiente? Você já ouviu que…Você já teve uma conferência particular com Deus, e os Resultados vieram como no dia de Pentecostes? Não algum substituto, não algum aperto de mão, alguma confissão mental, mas sobre o Fogo do Espírito Santo entrando em sua vida, que muda tudo o que você faz e diz? Se não teve isso, gostaria de erguer as mãos e dizer: “Ore por mim, irmão Branham. Eu não sou…”? Deus o abençoe. Deus o abençoe. Que coisa, as mãos!

314 E quanto a vocês, pentecostais? Alguns de vocês, que sabem, que apenas—apenas tradicionalmente vão à igreja, e gostam da música, e vocês—vocês podem agir como pentecostais, mas, realmente, bem no fundo de si, sabem que está faltando alguma coisa. Vocês sabem que está faltando alguma coisa. Se querem realmente, esta manhã, nesta mesa de café da manhã.

315 Sabe, pode ser que eu nunca mais o veja em outro café da manhã, mas quero vê-lo numa Ceia quando tudo tiver terminado. Se nunca teve essa experiência, gostaria de erguer a mão, dizer: “Ore por mim, irmão Branham. Eu agora quero me tornar…”? Deus o abençoe. Isso mesmo.

316 Você diz: “Erguer a minha mão faz alguma coisa?” Se ergue de coração, faz. Ele o verá.

317 Agora, vocês creem que eu sou servo Dele. Muitas pessoas têm me chamado de profeta. Eu não afirmo ser profeta. Não. Mas se você crê que Deus fala comigo, escute-me agora. Sinceramente, quando erguerem a mão, creiam nisso, e observem o que lhes acontece. Agora, se Ele me permitir saber o que está no coração de vocês, se Ele puder me contar sobre o que vocês oraram antes de sair de casa, e o que fizeram, as palavras que disseram, o que fizeram na vida, e quem vocês foram, e de onde vêm, e o que vai lhes acontecer daqui em diante, e acontecer, então sem dúvida Ele está falando comigo agora.

318 Façamos disto uma conferência esta manhã. Que me dizem disto, metodistas, batistas, presbiterianos, pentecostais, unidade, dualidade, oh, uma igreja de Deus, assembléias de Deus, o que quer que vocês sejam? Tenhamos uma conferência. Vejamos se não precisamos de um pouco de amor, uns pelos outros. Vejamos se isso de certa maneira não curaria a coisa, se apenas tivéssemos um pouco mais de amor e respeito, uns pelos outros. Vocês farão isto? Muito bem.

319 Tenhamos uma como Atos 4, e confessem tudo o que têm feito que está errado. E exatamente à mesa onde vocês estão, esse altar onde pedimos a bênção à mesa, no altar familiar, a mesa onde vocês agradecem a Deus pelo pão diário.

320 E, lembre-se, quando você come. Porque quando come, algo tem de morrer, para que você possa viver, fisicamente. Sabia disso? Se você come carne, o animal morreu. Se come pão, o trigo morreu. Se come verdura, a verdura morre. É uma forma de vida. E a única maneira de você poder viver, fisicamente: algo tem de morrer de modo que você possa viver fisicamente.

321 Não é exatamente isso, amigos, para lhes mostrar que folhas de figueira e idéias feitas pelo homem não funcionarão? Algo teve de morrer, de modo que você possa viver eternamente. Algo teve de morrer; não uma igreja, não você. Foi, foi Cristo que morreu por você. Gostaria de aceitar isso agora?

322 Enquanto inclinamos a cabeça, cada um mantendo no coração aquilo de que tem necessidade. Até nos encontrarmos, que Deus os abençoe.

323 Pai Celestial, eu segurei esta amável audiência de pessoas. Porque, não sei. Tu sabes, esta pode ser a última vez. Uma coisa, Tu podes voltar antes de anoitecer. Tu podes voltar antes que eu possa voltar. Uma coisa é certa: Tu voltas. Eu posso morrer. Eu posso ter de deixar a terra. Há muitos aqui. Se eu viesse daqui a um ano, desde este dia, não há dúvida que pessoas aqui não estariam aqui; elas teriam partido. Esta é a nossa última vez, Senhor, que vamos nos encontrar. Alguns de nós aqui, nós sabemos, este será nosso último encontro aqui na terra. A próxima vez que me encontrarei com eles será lá no Juízo, e terei de responder pelo que lhes disse, como ministro hoje de manhã. Eu os coloquei diante dessa Palavra, Pai. Isso é tudo o que sei fazer.

324 Agora há muitas pessoas que disseram, nesta conferência esta manhã, que querem conversar sobre o assunto Contigo. Elas o estão fazendo agora, Senhor. Elas ergueram as mãos. Elas são testemunhas de que, elas—elas—elas, elas estão cansadas, Senhor. Estão exaustas. E sabem que as conferências mundiais terminaram.

325 Não há mais esperanças. Não podemos edificar nada. Todas as nações têm bombas atômicas, de hidrogênio, e venenosas, e astronautas, e tudo mais, Senhor. O mundo inteiro está tremendo e abalado. Vai ser purificado muito em breve, e se aprontar para o grande Milênio. Ela vai se abalar, como, em pedaços. Ela está cambaleando agora como um bêbado indo cambaleando para casa à meia-noite, nas trevas. Ela não sabe para onde está indo.

326 Ó Pai, mas há um fundamento. Há segurança: “Porque recebemos um Reino que não pode ser abalado.” Eu rogo, Pai, que cada um se apresse a esse Reino esta manhã, em Cristo Jesus. Abençoa-os, Pai, enquanto estão de cabeça inclinada, de coração inclinado. Estão esperando agora pela resposta. Nós estamos numa conferência. Envia a resposta agora mesmo, Pai, a cada um.

327 Alguns deles necessitam de salvação. Alguns, sua primeira vez. Alguns que estão…E eles estão—eles vão simplesmente esquecer seus credos. Eles, eles querem encontrar Isso, da maneira que desceu a primeira vez. Eles querem a Tua decisão. Não a decisão da igreja, não a decisão de algum credo; mas a decisão da Bíblia, a decisão que Deus tomou em Atos 2, quando enviou o Espírito Santo e Fogo sobre a Igreja. Essa foi Sua decisão, como a igreja deve viver, e o que deve fazer. Deixando de lado tudo mais, Pai, nós esperamos por essa decisão. Ó Senhor, manda já o Teu poder e batiza cada um.

Enquanto estamos de cabeça inclinada:

Eles estavam num cenáculo,

Estavam todos unânimes,

Quando o Espírito Santo desceu

Que foi prometido por nosso Senhor.

Essa é a Sua Palavra, promessa.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Orem agora.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda…o Teu poder.

328 Vejo ministros fazendo pessoas se voltarem à mesa, para orarem com elas. Isso mesmo. “O poder…”

329 Não pense que só estamos aqui de pé falando. Ele está aqui. “Ó Senhor…” Se você está…Não olhe para o outro. Feche os olhos e olhe para Ele, pela fé. “Batiza cada um.” Lembre-se.

Eles estavam num cenáculo,

Estavam todos unânimes,

Quando o Espírito Santo desceu

Que foi prometido por nosso Senhor.

330 Aqui estamos, todos os diferentes credos. “Ó Senhor…” Nós estamos em—estamos em unidade agora, agora. Creia agora.

Ó Senhor, manda o Teu poder.

331 Veja como Ele tem vindo a nós esta semana. Aqui está Ele, bem aqui agora, bem ao seu lado, se você só crer nisto.

Agora, e batiza cada um.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda o Teu…

332 “Eu Te dou o meu coração, Senhor. Eu Te dou tudo. Aqui está a minha mão. Eu—eu me consagro a Ti agora mesmo. Manda já o Teu poder sobre mim.”

E batiza cada um.

333 Novamente: “Ó Senhor…” Cante até que se torne realidade para você. Está vendo? Agora feche os olhos, feche o coração para toda tolice e tudo de fora.

…já,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

334 Oh, ore agora. Peça-Lhe Isto. “Poder já.” Oh, confesse suas faltas.

Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

335 Agora, Pai, rogo que Tu limpes cada coração. Confessamos nossos pecados. Confessamos nossos erros. Nós estivemos errados, Senhor, todos nós, juntos. Todos somos culpados. Destituídos estamos da glória de Deus. Ó Deus, não vais olhar em misericórdia e piedade para nós, Senhor? Somos um povo necessitado.

E vemos a visão da Vinda do Senhor;

Ele está pisando a vindima onde as uvas da ira estão armazenadas;

Ele desfechou o fatídico relâmpago com Sua terrível e veloz espada;

Sua Verdade, a Bíblia, continua avançando, continua avançando.

336 Ela marcha sobre credos. Ela marcha sobre denominações. Ela marcha sobre tudo. Tua Verdade continua avançando.

Manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda esse poder…

Eu creio, Senhor. Eu creio.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

337 Enquanto a música continua, e você está orando. Agora, se você esvaziar completamente o seu coração, tudo estiver confessado, você realmente o tiver depositado sobre o altar agora, agora Ele é o Sumo Sacerdote da sua confissão. Ele só pode, só pode ajudá-lo à medida que você crer nisto. Se você confessou seus pecados, se confessou seus erros, se fez tudo, confessou que tem demorado demais, o que quer que você tenha confessado, agora está depositado sobre o altar de sacrifício. Agora ponha as mãos sobre Jesus e se identifique. Identifique-se. Pela fé, ponha as mãos sobre Jesus. E então quando o fizer, erga os olhos para Ele e diga: “Eu recebo, Senhor. Eu creio em Ti agora.”

Eu posso, eu quero, eu realmente creio;

Eu posso, eu quero, eu realmente…

Creia de todo o coração agora.

Eu posso, eu quero, eu realmente creio

Que Jesus me salva agora.

338 Oh, você crê agora, com seu sacrifício sobre o altar, sobre o altar? O que você colocou, todas as suas divergências, você colocou sobre o altar. Agora, pela fé, ponha as mãos sobre seu Sacrifício, Jesus, o Qual está assentado à destra de Deus, para fazer intercessões por você, sobre a sua confissão, de que você crê de todo o coração que Ele aceitou o que você Lhe ofereceu. Se você crê que Jesus Cristo aceitou o que você Lhe ofereceu esta manhã! “Eu Te dou a minha vida, Senhor. Eu tenho sido frio. Tenho sido indiferente. Eu, eu tenho feito coisas que não devia ter feito. Mas, a partir desta hora, quero me aproximar mais de Ti. E creio que recebo isto. Ponho as mãos sobre Ti agora, enquanto faço minha confissão.”

339 Vocês creem nisso? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Vocês creem que Deus ouviu sua oração? [“Amém.”] Se creem, ergam as mãos a Deus, digam: “Eu creio que Tu ouviste a minha oração. Faço a minha confissão. Creio que Tu ouves a minha oração. Agora vou ficar de pé e louvar-Te por isso. Vou Te agradecer.”

340 Ponham-se de pé agora, e digam: “Obrigado, Senhor. Obrigado, Senhor. Creio em Ti. Agora dou-Te louvor por me dares a segurança em meu coração.”

341 Agora apenas ergam as mãos e louvem a Deus, à maneira antiga, a maneira que Deus gostaria que vocês fizessem.


CONFERÊNCIAS POR63-0608

(Conferences)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham, no dia 8 de junho de 1963, sábado, ao café da manhã do Companheirismo Internacional dos Homens de Negócios do Evangelho Pleno no hotel Ramada Inn, em Tucson, Arizona, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na íntegra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída por Gravações “A Voz de Deus.”

PORTUGUESE

©2014 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

GRAVAÇÕES “A VOZ DE DEUS”

P.O. BOX 950, JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 E.U.A.

www.branham.org

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

CONFERÊNCIAS
08 de Junho de 1963
Tucson – Arizona – E.U.A.
Tradução – EUA


1 Então ao ouvir os seus testemunhos, e vir depois de ter estado no campo, e ouvir alguém testificar. Estou sem dúvida alegre em ver o irmão Jeffries. Eu o chamo Creechy, ali. Não sabia que ele estava na reunião. E sei que isto significa muito para vocês, também, ao virem do campo de batalha, de onde as luzes estão fracas; e virem sob esta bela atmosfera de cristãos e pessoas, todas juntas, livres no Espírito. Eu—eu gosto disto, onde as pessoas estão livres, têm um sentimento livre. E trata-se disto. Simplesmente não tentamos agir com formalidade. Eles estão só—só…Costumavam dizer para tirar seu colarinho e se sentir em casa. Eu gosto disso. Tenho certeza que todos gostamos. Não gostamos? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Só…

2 Estava pensando, quando olhei aqui para minha filha, Rebeca. Lembro-me de certa vez, estar numa reunião. E ela era pequena então, ela. E ela tem uma irmãzinha, quatro anos mais nova. De modo que Becky tem olhos azuis e é um tanto alta, e Sara tem olhos castanhos e era um tanto baixa. Assim, ambas eram meninas do papai. E eu realmente amo as crianças, e o Senhor me deu umas ótimas crianças.

3 Assim sendo, elas estavam esperando para me ver. Quando cheguei, elas queriam brincar um pouquinho comigo. Assim o joão-pestana [Personagem imaginário que supostamente faz dormir as crianças—Trad.] lhes chegou aos olhos e elas tiveram de ir dormir, por volta da meia-noite ou uma hora. E o avião não chegou até por volta, talvez, das duas ou três da madrugada. E fui me deitar, não consegui dormir. Saí, fui para a sala, sentei-me na cadeira. É de certo modo um pequeno gracejo, que eu conto sobre elas. E era uma…

4 Depois de algum tempo, o dia raiou, e Rebeca, aqui, despertou, e ela sabia que eu devia estar em casa. E—e ela olhou e viu Sara ainda dormindo. Então ela olhou e me viu sentado na sala, e aqui veio ela, tão rápido quanto podia, e pulou no meu colo, os dois braços. E mais ou menos naquele momento, Sara, sua irmãzinha, despertou. Bem, ela olhou, mas Becky já tinha ganhado dela, vindo me ver.

5 Assim, de certo modo, comparando isto com a igreja que já chegou há muito tempo.

6 E Becky era um tanto magra, de pernas compridas, e podia se sentar no meu colo muito bem e ambos os pés alcançarem o chão. Ela estava bem equilibrada, vocês sabem.

7 Digo isto, de certo modo, para nosso irmão metodista aqui, que tem estado por um bom tempo por aqui, vocês sabem, e cresceu um pouco.

8 Bem, Sara era um pouco baixa. E não sei se seus filhos fazem isto ou não; os meus fazem. Uma ganha, a mais velha ganha alguma coisa nova, e então passa para a próxima, e então para o próximo. E—e Sara estava com o pijama de Becky. E era destes pijamas com pés de coelho que costumavam ter, vocês sabem, um tanto grande, e seus pezinhos não conseguiam se mover muito bem. Assim ela saiu andando pela casa.

9 E Rebeca me abraçou, e virou, olhou para Sara atrás, e disse: “Sara, minha irmã, quero que saiba que cheguei aqui primeiro.” Ela disse: “E tenho todo o papai e não sobrou nada para você.” Bem, Sara sentiu-se um pouco ofendida, vocês sabem, de modo que seus pequenos lábios viraram para baixo.

10 E de certo modo me lembra, talvez, das igrejas que estão no caminho faz bastante tempo, vocês sabem. Elas conhecem todas as manhas, e podem se sentar com toda a teologia e explicar, e falar em grego, e assim por diante. Eu comparo isso a Rebeca.

11 Deste modo, Sara olhou em volta, seus pequenos lábios caídos, e ela se virou e começou a voltar para o quarto. Eu pisquei o olho para ela e acenei assim, e pus a outra perna no jeito. Era exatamente isso o que ela estava esperando. Aqui veio ela, pulou nesta perna. E ela era…as perninhas eram curtas, vocês sabem, e ela não conseguia alcançar o chão. Ela estava, por assim dizer, desequilibrada. Assim eu coloquei os braços à sua volta, para evitar que ela caísse, abracei-a perto de mim. Ela encostou a cabeça em meu peito e ficou ali um pouquinho. Ela olhou para Rebeca. Disse: “E Rebeca, minha irmã,” veja, disse, “quero que entenda uma coisa, também. Pode ser que você tenha estado aí primeiro, e pode ser que tenha todo o papai. Mas, quero que saiba, o papai me tem toda.”

12 De modo que é mais ou menos assim. Vocês sabem, eu posso não conhecer todas as manhas. Mas contanto que Ele me tenha todo, isso é tudo com que nos importamos. Só deixá-Lo nos tomar e nos usar da maneira que queira.

13 Eu sem dúvida fico grato por esta estadia aqui, e este ótimo companheirismo entre estes ótimos irmãos, ministros, toda a cooperação dos obreiros pessoais, e tudo que se tem feito; pelo Ramada [Hotel—Trad.], e por sua ótima cooperação. E só é pena que sejam só—só quatro dias. Vejam, você começa a conhecer as pessoas, e as pessoas começam a conhecê-lo, e então—então tem de ir embora, exatamente quando algo de fato poderia ser feito para—para realmente engrandecer a Deus.

14 E as coisas que acontecem podem ser novas para muitos de vocês, e não as entendem. Não se consegue explicar a coisa em apenas uma ou duas noites. E então, depois de se situar, naturalmente que consegue. Muitas coisas aconteceram.

15 Vocês, pastores, recordem que, em suas igrejas, semanas por vir, haverá mulheres vindo a vocês, dizendo: “Sabe, eu tinha um problema feminino. Acabou.” Um: “Eu tinha problema de estômago. Acabou.” Eu não poderia lembrar de tudo. Estava simplesmente por toda parte, a fé estava saltando por toda parte.

16 Por exemplo, faz alguns momentos, houve um—um homem que veio aqui e—e pôs a mão no meu ombro. E disse…Eu olhei para o homem. Pensei: “Eu devo—devo conhecer esse homem.” Eu o vi em algum lugar.

E ele disse: “Lembra-se de mim?”

E: “Acho que não.”

17 Deste modo ele disse: “Estive em sua reunião em Saskatoon, em Saskatchewan, em 40, por volta de 42, ou algo assim. Faz muito tempo, muitos anos atrás.”

18 E eu disse: “Sim.” Pensei: “Eu vi esse homem em algum lugar, mas não consigo me lembrar.” E assim nós fomos, ele prosseguiu, dizendo.

19 Dentro de uns instantes comecei a reconhecer, que, algumas noites atrás, na reunião, houve uma—uma senhora, creio que era uma mulher meio grisalha de pé na plataforma.

20 E se eu estivesse de frente para o Leste, que é realmente uma tradição que eu simplesmente gosto de ficar de frente para o Leste, porque Ele virá do Leste. Quando batizo, normalmente os batizo nessa direção. E parece que…Sempre à minha direita, porque toda vez que esta Luz entra, Ela vem da direita. E assim sempre tento manter as pessoas se aproximando de mim da direita. Eu ficaria de pé, mais ou menos nesta direção, eu suponho, posicionalmente agora, da maneira que o edifício está localizado aí.

21 E embaixo, à minha esquerda, eu notei que de pé perto de mim, uma mulher bem mais jovem do que a mulher que se encontrava diante de mim. E ela usava roupa cor-de-rosa. Era diferente da mulher ali de pé. Continuei notando, e desci. E eu…

22 Não há como explicar. Só se tem de crer. Simplesmente isso.

23 Eu olhei para baixo. Ali estava uma senhora sentada aqui embaixo, exatamente à minha esquerda, e ela estava um tanto…Algo estava errado com ela. E olhei para trás, e então aqui se encontrava um homem junto a ela. Pensei: “Há algo estranho.” E eu estava tentando manter minha mente na mulher com quem eu estava conversando.

24 Porque, veja, talvez, se você observar algo acontecer, veja, isso pode estar dizendo a esta mulher o que esta mulher teve. Está vendo? Assim, você, é muito…E Satanás se encontra bem ali, atrás de toda oportunidade que ele puder. É só a graça de Deus, veja, que Ele permite que isto aconteça.

25 E então eu—eu olhei. Eu vi esta mulher um tanto…Uma era muito mais jovem do que a outra. E uma mulher estava um tanto…Ela estava muito aflita, mentalmente perturbada. E a outra mulher tinha algum tipo de aflição muito ruim. E então este homem…

26 E acabei descobrindo, esta manhã, quando me pus de pé aqui, que esse era o homem. E eu disse: “O irmão não tem uma esposa que está—que está doente, que está como que mentalmente perturbada, oprimida?”

E ele disse: “Sim.”

27 E eu disse: “Ela estava na reunião, antes de ontem à noite, e se sentou à minha esquerda, usando algum tipo de vestido cor-de-rosa ou algo assim?”

Disse: “Sim.”

28 E aquela era ela. E foi assim que reconheci o homem. Creio que…Creio que anotei seu nome. Estou ficando, não consigo me lembrar muito bem. Certo pastor M-a-c-k, ele se sentou em algum lugar bem aqui embaixo. E foi isso mesmo, não foi? E ele me contou, disse: “Minha esposa, muitos anos atrás, esteve em sua reunião, e foi instantaneamente curada por um milagre sobre o qual o irmão estava lhe contando, e lhe contando sobre seus problemas. E ela foi instantaneamente curada; e muitas, várias vezes, uma doença rara do sangue, e úlceras, e coisas assim.”

29 Agora, veja, o que aconteceu, se eu pudesse tentar levá-los a ver o que quero dizer. Essa senhora tinha fé. Estão vendo? E sua fé, ela estava crendo, mesmo provavelmente sem cartão de oração nem nada. Mas ela estava crendo, e talvez mais forte do que a senhora estivesse, que se encontrava diante de mim.

30 E agora, creio que ele disse que sua esposa veio. E se não me engano, aquela é ela sentada bem ali ao lado do homem. E essa é a mulher. Essa é a mulher. Ao olhar para ela, essa é—essa é a senhora, com certeza.

31 Agora, estão vendo como foi a—a graça de Deus, quanto a isso? A senhora, de fato, realmente cria de todo o coração. E sua fé era tão maior do que a da mulher aqui de pé, que isso foi a ela. Naturalmente, agora, e então o homem me perguntou, ele disse: “Irmão Branham, há algo seriamente errado com minha esposa? Ela será curada, ou algo assim?”

Eu disse: “Senhor, não sei.”

32 Veja, vocês são os que produzem essa visão. Sua própria fé faz isso. Estão vendo? Sua fé faz isso, não a minha. É vocês. Estão vendo?

33 Jesus, ali de pé diante daquelas pessoas, e certa mulher tocou Sua veste. Ele nem mesmo sabia quem O tocou. Disse: “Quem Me tocou?” Agora, Jesus não diria nada só por dizer. Ele, realmente, Ele não sabia quem o fez. E olhou em volta para a audiência até que encontrou aquela mulher. Estão vendo? E então Ele lhe contou sobre a fé que ela tinha.

34 Agora, eu, eu não saberia. E então às vezes…Vejam, isto não foi explicado, eu suponho. Mas agora, vejam, o que vocês, o que vocês são, o que há de errado com vocês; é o Espírito Santo revelando isso. E às vezes eu observo, fica escuro, sombreado. Eu não digo nada, porque talvez seja morte. E então só digo: “Vá, o Senhor o abençoe.”

35 E talvez, se ficam o suficiente, só espero ali, vejo o que o Senhor diz. E então é isso o que Ele está dizendo. Agora, isso é o que, o que a visão mostrou que há de errado com vocês, ou o que vocês fizeram. Mas então fico quieto e espero. Noto que as pessoas simplesmente se afastam. Estão vendo? Eu fico quieto. Só fico ali e espero, e vejo o que Ele diz, e então vocês ficam sabendo.

36 Se isso volta, e eu tenho uma visão do que acontecerá com você. Isso mostra o que aconteceu com você. Então, se posso ver o que acontecerá com você, você notará, é sempre ASSIM DIZ O SENHOR. E então, então anote isso, e veja se não acontece exatamente assim. Nunca falhará, se for uma visão.

37 Aqui está o que é. Eu tenho confiança. Se essa visão viesse, me dissesse, esta manhã, que George Washington iria se levantar do cemitério presidencial, para eu ir lá e chamá-lo, eu convidaria o mundo a vir ver isto ser feito. Certo. Não falharia. Não pode falhar. Nunca falhou, e nunca falhará, contanto que você não tente usar sua impressão. E agora muitas vezes…

38 Acho que todos somos pentecostais aqui, esta manhã. Não somos? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Muitas vezes, é aí onde eu acho que as pessoas ficam entusiasmadas, veja, tem-se a impressão que o Senhor disse tal e tal. E você diz isso, quando na realidade não é. E seria errado dizê-lo. Está vendo? Espere até saber que Deus falou com certeza, e será perfeito toda vez. Mas se você só está com a impressão que deve dizer isso, você pode dizer, mas…E quando o faz, isso causa uma coisa como personificação carnal. E você, realmente, irmão, irmã, isso não ajuda Deus; isso estorva Deus. Está vendo? E talvez Deus o chame para ser uma—uma testemunha ou alguma outra coisa. Então permaneça fiel ao que Deus lhe disser para fazer. Seja uma testemunha verdadeira.

39 Agora, esta tem sido uma grande reunião, uma das mais excelentes concentrações de fé em apoio a mim, desses ministros, com quem já me sentei. E o povo na audiência tem sido maravilhoso. E só sinto que tenha de encerrar tão rápido assim. Mas espero, algum dia, se for da vontade do Senhor, estar de volta.

40 Suponho que o administrador aqui, irmão Borders, tenha sido apresentado ao povo, e gostaria que ele se levantasse. O irmão Roy Borders tem estado comigo em muitas grandes pelejas. Poderia se levantar, irmão Borders? Ele é muito humilde. O irmão Borders não sabe disto, mas me veio novamente. Vou lhe contar agora. E o irmão Borders é um homem enfermo. Eu tenho de me encontrar com ele e ir—ir com ele, após este culto esta manhã. Irmão Borders, espero que isto não o deixe chocado. Mas o Senhor tem de tocar no irmão Borders, sem demora. Ele tem uma válvula se fechando no coração. É exatamente isso. Nunca lhe contei, tão certo quanto vocês me veem na plataforma, mas é verdade.

41 Eu vou dizer a esta mulher enquanto o Espírito Santo está sobre mim, e tenho de parar então, veja, porque começou a se mover. Esta senhora sentada aqui agora, olhando nesta direção, esse homem pediu. Não é nada sério. É uma mudança de vida, só menopausa, uma sensação de melancolia, de cansaço, e toda confusa. A irmã ficará bem. Não tema. Está vendo? É exatamente o que é. Agora, o grande Espírito Santo, em Sua Presença!

42 Tenho uma garotinha aqui de que este homem acabou de falar, tenho algumas coisas escritas aqui. Uma—uma garotinha foi operada, em Phoenix, ontem, um rim removido, ou algo assim, da igreja do irmão Outlaw, um homem que está onde quer que eu vá. Se for num raio de cem ou duzentas milhas [161 e 322 km respectivamente], o homem comparece a toda reunião. E um dos membros de sua congregação está aqui esta manhã. E uma garotinha operada, por causa de um tumor no rim, e é maligno. Só Deus pode salvar a vida dessa criança.

43 Uma garotinha surda de que o irmão Jenkins falou! Oh, há simplesmente tantos que estão enfermos e necessitados.

44 E agora, antes de passarmos à parte de pregação do culto, gostaria que orássemos por um momento. Inclinemos a cabeça. E se há outros pedidos, só erga a mão.

45 Nosso Pai Celestial, somos ensinados, nas grandes e divinas Escrituras, Palavras inspiradas de Deus, na forma impressa, que “estaríamos assentados juntamente nos lugares celestiais em Cristo Jesus.” E sentimos isso esta manhã, ao ver um—um grupo de pessoas destinadas ao Céu, constituído de todas as diferentes denominações, sentadas juntas. Ao contemplá-los e ver alguns dos homens que são mais velhos do que eu, alguns se tornando jovens; e do mesmo modo que as folhas e as flores, e toda a natureza funciona, o velho se retira e o novo se introduz. Pai Celestial, nós Te agradecemos pelo Espírito Santo, que nos dá esta grande segurança, de que algum grande Dia nos encontraremos novamente.

46 Agradecemos-Te pelo Seu grande poder. Ele nos ajuda nas nossas fraquezas. E rogamos por esta garotinha que está—que teve este tumor removido do rim, e que é canceroso. Senhor Deus, sê misericordioso para com esta garotinha. Eu penso, e se fosse a minha filha? É querida de alguém. Rogo que Tu a cures. Que o poder de Satanás seja tirado dela. Que essa criança viva para a glória de Deus.

47 Abençoa, eu rogo, esta manhã, a garotinha surda que foi mencionada. Rogo que Tu dês a audição de volta a essa garotinha, a garotinha Jenkins.

48 Rogo, Pai Celestial, pelo irmão Borders, meu precioso irmão, quando vemos Satanás tentando tirá-lo do campo. Deus, nós o requeremos por amor do Reino.

49 E rogamos por todos estes pedidos especiais. E por esta senhora que a outra noite se encontrava ali, aquela fé se elevando, agora Tu o explicaste a ela, Senhor, e agora tudo estará bem. Nós Te agradecemos por isso. Rogamos que Tu continues a estar conosco.

50 Abençoa estes ministros. Abençoa todos que ajudaram; os músicos, este pequeno quarteto que cantou, e o quarteto da igreja ali, esses ótimos jovens, pela senhora que nos deu os especiais. E todas estas coisas, Senhor, são—são demais para delas nos lembrarmos, em nossa mente, mas Tu as conheces todas.

51 Por este Ramada Inn, por esse homem distinto que esteve aqui faz alguns momentos, e dizendo: “Deus os abençoe.” Deus, rogamos que isto volte para ele, e que seja, Senhor, cheio do Espírito Santo, torne-se uma grande testemunha no mundo, de Jesus Cristo, a maior coisa que poderia acontecer, Pai.

52 Agora rogamos que Tu abençoes o irmão Tony e estes distintos homens aqui, mesmo sendo dos membros leigos da igreja. E, no entanto, eles estão tentando, os Homens de Negócios, se organizar juntamente, para produzir outro testemunho. Deus concede seus esforços, que sejam cheios do Espírito e discernimento para saber o que fazer e como fazer para agir para o Senhor Jesus.

53 Abençoa a Mensagem esta manhã, Senhor, enquanto falo. E Te rogo para A ungires com as Tuas bênçãos. E quando formos embora, que possamos dizer como aqueles que vieram de Emaús: “Nosso coração ardia ao longo do caminho.”

54 Então, Pai, se houver uma pessoa não salva aqui, uma que não Te conheça, ou só membro de igreja, que o grande poder do Espírito Santo revele a elas sua necessidade, hoje, de salvação através do caminho apropriado de Deus, o único caminho, Jesus Cristo, porque o pedimos em Seu Nome. Amém.

55 Eu lhes agradeço novamente. Uma coisa esqueci de mencionar, faz pouco. Eles…O irmão Tony, quando saía do carro ontem à noite, ele disse…Eu disse: “Nunca olho para…” Estou no ministério agora há cerca de trinta e três anos. Pastoreei o tabernáculo em Jeffersonville por dezessete anos, nunca tive um centavo de salário. E nunca levantei uma oferta, todos os dias da minha vida. Nunca levantei, nunca pretendo levantar uma. E ontem à noite o irmão Tony disse que eles estavam…Eu disse: “Vocês cobriram as despesas?”

56 O entendimento, quando conheci este ótimo irmão, Brock. E eu pronunciei certo, “Brock”? E o irmão Gilmore, e alguns dos outros irmãos ali, a outra noite. Eu disse: “Agora, perguntaram-me sobre a situação financeira.” Eu disse: “Só quais sejam as despesas, é o que basta.”

“Bem,” ele disse, “queremos levantar uma oferta para o irmão.”

57 Eu disse: “Não, não. Não façam isso. Eu—eu recebo—eu recebo cem dólares por semana da minha igreja e isso basta,” eu disse: “Eu, tudo de que necessito. Eu, eu não necessito de nada, vejam.” Eu, estou pensando sobre o outro lado, Lá, algo Lá. E sei que—que tentei manter o meu ministério…

58 Tantos têm vindo, e o administrador, dizendo: “Irmão Branham, isso deveria ser salientado.”

59 E a presidente da Four Rose Whiskey esteve em nossa casa, aqui algum tempo atrás, e trouxe a filha. E disse, oh, a garotinha queria ser curada. E ela disse que tinha ouvido sobre isto, e ia operar. E assim disseram…Oh, ela queria vir. Ela não queria ser operada.

60 Bem, ela entrou rapidamente enquanto eu estava falando, queria receber oração naquela hora, tinha de ser imediatamente. Bem, agora, ela não podia ficar. Sua mãe estava atrás dela. Assim a mãe entrou pela parte de trás da sala, sentou-se com aquele olhar arrogante. Deste modo nós nos aproximamos, oramos pela mocinha e ela voltou.

61 Bem, alguns dias depois daquilo, o médico tinha dito, disse: “Muito bem. É um monte de tolice.” Disse…

62 Mas ela disse: “Não, eu me sinto ótima. Não estou com nada de apendicite. Estou ótima.”

63 Assim então continuaram, por quatro ou cinco dias. Após algum tempo…Veja, exatamente como expliquei, depois de cerca de setenta e duas horas, aquele sintoma volta a ocorrer se você realmente foi curado, veja, cura. Não estou falando sobre milagres. E voltou a ocorrer porque o apêndice começou a inchar. E o médico disse: “Agora, está vendo? Pois é melhor ir chamar aquele pregador santo rolador novamente.”

64 Deste modo, ele não queria operar. Mas, claro, quando havia cerca de mil e quinhentos dólares envolvidos, ele—ele—ele podia fazê-lo. Ele disse que não o faria, mas fez. Aconteceu de estar um amigo meu naquela equipe, que, quando eles removeram, abriram a moça, para extrair o apêndice, não havia nada errado. Está vendo? Eles operaram por nada. Simplesmente deixaram o apêndice lá, porque ele nem mesmo estava afetado, de modo algum. E o médico veio, me contou sobre isso, um amigo meu naquela equipe, que ajudou a operar.

65 Agora veja o que foi. Ela estava toda empolgada e não sabia exatamente como se agarrar àquela fé. Está vendo? E aí não temos oportunidade de explicar isso. Então isso fez o… Meu amigo médico contou para a mãe, e disse: “O apêndice ainda está lá.” Disseram: “Ela precisava desse apêndice, e ele não estava infeccionado. Não havia nada nele, de modo algum, perfeitamente normal, cor-de-rosa; exatamente, oh, como devia estar.”

66 E a mãe se tornou crente. Então ela me disse: “O que precisa ser feito, é, seu ministério, é não ficar sentado no canto com um bando de—de apenas pessoas comuns. Deveria ser divulgado por todo o país, por toda parte, deveria estar nos cartazes de propaganda.” Agora isso é exatamente o que o diabo quer. Isso mesmo. Está vendo? Mas, não, eu não quero assim.

67 Eu—eu quero de modo que eu possa visitar qualquer lugar, visitar qualquer. Aonde quer que o Senhor chame, é para lá que quero ir. Exatamente de modo que Ele mantenha isto humilde; e deixar o Senhor nos mover para onde quer que Ele deseje nos mover.

68 E agora, para vocês, se vocês…que receberam oração, se vocês…Após cerca de setenta e duas horas, a decomposição se inicia. Nós sabemos disso. A mortificação se inicia após setenta e duas horas. Se algo volta a ocorrer…Se você realmente crê nisso, de todo o coração, não há nada que vá impedir. Você crê, mesmo assim. Permaneça firme. Tudo estará bem. Não…

69 Mas você não pode blefar isto agora. Você realmente tem de saber que foi feito. Está vendo? Há muita diferença entre esperança e fé. Uma esperança só espera. A fé sabe que foi feito. Assim, essa é a diferença.

70 Agora, esta manhã, não quero segurá-los. Já são dez horas, e, vejam, mais uns seis minutos, por este relógio que Billy me deu.

71 E agora quero ler um versículo do livro de Isaías, capítulo 1, só para fazer uns comentários. E tenho algumas Escrituras anotadas aqui, às quais pode ser que me refira. E só segurá-los por cerca de trinta minutos, então estaremos prontos para ir, querendo o Senhor. Isaías, capítulo 1 e versículo 18.

Vinde, então, e argui-me, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão brancos como a lã.

72 Agora, que o Senhor acrescente Suas bênçãos à leitura da Sua Palavra. E quero falar sobre o tema de: Conferências. Realizando uma conferência!

73 Senhor, abençoa a Palavra agora, e que as sementes caiam em nosso coração, onde temos necessidade. E, Senhor, que o meu esteja aberto, com todos aqui, de modo que possamos entender a hora em que estamos vivendo e o que devemos fazer. Em Nome de Jesus nós pedimos. Amém.

74 Falando de conferências, nós—nós ouvimos tanto falar disso, hoje em dia. Tudo é uma conferência. E, francamente, é nisso que estamos aqui esta manhã, é uma conferência. E ouvimos tanto falar delas, e tantos lugares diferentes em que elas são realizadas, tantas coisas que são realizadas por conferências. Eu penso que é uma coisa que devíamos fazer, é ter uma conferência. E normalmente, quando elas são realizadas, são nas ocasiões de emergências. Comumente quando está havendo uma—uma emergência, então se realiza uma conferência. Convoca-se uma rápida conferência. E nós pensamos nisto nesses termos.

75 Agora, aqui, muitos de vocês podem se lembrar da…por exemplo, da conferência que tivemos na crise mundial, quando a Alemanha e o resto do mundo estavam em guerra, quando o presidente Roosevelt era presidente dos Estados Unidos. E—e havia as outras quatro grandes potências, as chamavam. Eles realizaram o que chamaram “A Conferência das Quatro Potências,” de Churchill. E se reuniram, e tiveram de ter o que chamaram a Conferência das Quatro Potências do mundo livre, porque tiveram de se reunir e conciliar suas idéias, e elaborar uma estratégia de algum lugar, porque o inimigo estava avançando, e ele—ele tinha de ser detido.

76 E então era para eles—eles se reunirem de modo que pudessem, sempre os mais sábios dos grupos. E então um tomaria a ideia de um, e a ideia de outro, e então as conciliariam, e veriam como se sairiam. Essa foi a Conferência das Quatro Potências. E onde deveriam contra-atacar, onde deveriam pôr seus exércitos, os determinados, como o Quinto Exército, e o Quarto Exército, e o Décimo Exército, e assim por diante, e como poderiam trabalhar juntos, e onde o inimigo tinha suas fortalezas.

77 E se você notar, eles sempre tentam atingir aquela medula espinhal. Essa é a linha vital. E é sempre, atingir o inimigo! Se você quiser matá-lo, tem de atingi-lo num ponto vital. Senão, você não o matará. E portanto, há só uma coisa a ser feita.

78 Do mesmo modo que marcar uma reunião. Se pudéssemos tomar o—o Reino de Deus, como homens já disseram muitas vezes, quanto ao ministério, e como…tornando a citar a mulher, que disse: “Se vocês tomassem e reunissem as pessoas importantes, as grandes mentes, e as reunissem, e então, vocês se empanhariam a partir daí.” Mas, veja, vocês estão batendo no ponto errado. Estão vendo?

79 Se eu conseguir reunir os ministros, se conseguir reunir um grupo de homens salvos por Deus, e deixá-los ver o poder que está em Cristo Jesus, que—que Ele realmente vive em nosso coração, e pode conhecer os pensamentos da mente, e predizer, e declarar, e—e fazer isso ser perfeito, então esses ministros serão inspirados e o levarão ao seu povo. E estão vendo o que quero dizer? É aí que se deve atingir, onde as armas estão posicionadas agora.

80 E as Quatro Potências, elas tiveram aquela grande conferência. Então tivemos outra conferência que foi chamada a Conferência de Genebra. Tenho certeza que muitos de vocês se lembram de quando eles tiveram de ter a—a Conferência de Genebra. E houve outra chamada a Conferência de Paris, quando se encontraram em Paris. É constantemente, o tempo todo, conferência após conferência, após conferência, reunindo-se, porque a necessidade é grande na vida nacional. O—o cérebro do mundo parece estar tão emaranhado que simplesmente não se sabe onde, o que fazer. E o mundo inteiro está morrendo de medo agora mesmo.

81 Faz-me lembrar de um garotinho indo para casa numa noite escura, passando pelo cemitério, assobiando. Ele assobia tão alto quanto pode, porque está meramente disfarçando seu próprio medo. Ele—ele—ele não quer pensar que está assustado, mas está assobiando para tentar relaxar. Mas no fundo, ele está assustado: “Atrás de cada lápide há um gnomo.” Ou, veja, ele está assustado, e está assobiando para de certo modo se aquietar.

82 E é por isso que temos tanta bobagem hoje no rádio e na televisão, de homens, como homens que têm talentos, cantores como Ernie Ford e Elvis Presley, aqueles rapazes que estão vendendo seu direito de primogenitura por um prato de guisado. Saem por aí, e tudo que se tem de ser é um comediante, ou contar umas, ou—ou algo assim, para fazer o público americano rir. Quando, você sabe que está só tentando tranquilizá-los; e você sabe, atrás disto tudo, nós sabemos que o juízo está próximo. Isso mesmo. Melhor encarar. Estamos no fim da estrada, irmãos. E todos os gracejos de Ernie Ford, e os rock-and-rolls de Elvis Presley, e toda esta bobagem, é outra festa de Nabucodonozor. Não servirá de nada. O juízo vai cair.

83 Esta nação chegou ao mesmo ponto que Sodoma e Gomorra. E se o justo Deus deixasse este país passar impune com o que está fazendo agora, como um Deus justo Ele estaria moralmente obrigado a levantar Sodoma e Gomorra e Se desculpar por queimá-las, isso mesmo, se passarmos impunes sem o juízo. Mas, somente lembre-se, está chegando a nós.

84 Fuja para a Rocha tão rápido quanto possa. Não adie. Não note o que todos estes…só unindo-se à igreja e credo e assim por diante. Faça como estes irmãos metodistas aqui: Fuja para a Rocha até que algo ecoe, que você veja Cristo Se refletindo. Pode ter de bater em você um pouco. Nos tempos antigos da Bíblia, quando eles, os…

85 Hoje em dia, aqui neste estado do ouro, do Arizona, no antigo, têm fundidores agora para retirar o ferro e a pirita, que é chamada ouro dos tolos, e retirá-los do verdadeiro ouro, por meio de um fundidor.

86 Nos dias antigos, a única maneira que eles tinham para separá-los era por um batedor, bater o ouro com um martelo, como os índios o batiam. E a única maneira que o batedor tinha para saber se o ouro estava pronto, era quando, de tanto bater, toda a escória tinha saído dele. E ele o batia, e o virava, e o batia, e o batia, até que toda a escória saía. Quando ele via seu próprio ser refletir-se no—no ouro, ele sabia então que toda a sujeira, e o ferro, e os materiais estranhos estavam fora do ouro.

87 E é assim que Deus está tentando fazer com Sua igreja, é batê-la até que todos os credos, e contrassenso, e todo o mundo, saiam dela, até que ela reflita a Vida de Jesus Cristo. Lembre-se, a igreja! Acabei de vir do grande encontro, em minha cidade, onde os seis Selos, e aquele sexto Selo…ou, sete Selos. E aquele sexto foi a purificação da igreja. A igreja, naturalmente, passa pelo período da Tribulação para sua purificação. Mas, a Noiva é arrebatada, é a diferença entre a Noiva e a igreja.

88 Espero que não fale de doutrina aqui agora. Se disser algo em que você não crê, ora, faça justamente como eu faço quando estou comendo torta de cereja. Eu—eu adoro torta de cereja. Mas quando encontro uma semente, nunca jogo fora a torta; só jogo a semente. Assim você faça a mesma coisa. Comendo frango, quando encontra o osso, você não joga fora o frango, só joga o osso. Se eu disser algo em que você não crê, só jogue o osso, veja.

89 Agora, mas há emergências, e há crise, e constantemente chama-se o presidente à decisão final, a conferências, e têm de se reunir por causa disto ou daquilo. E Cuba vai disparar, então eles têm de convocar uma conferência. E algo mais vai disparar, eles têm de convocar uma conferência. Tudo sobre o que ouvimos falar, praticamente, é conferência.

O que fazem numa conferência? Como é constituída?

90 A primeira coisa, eles fazem uma convocação para se reunirem, e então selecionam certo lugar. Em Genebra, eu estive lá. É um—um lugar grande e bonito. E eles comumente tentam ir a um lugar bem inspirador, de modo que possam chegar lá, e então selecionam este lugar, chamam todos os homens importantes a este lugar. E fazem um…Não o tenho anotado aqui. Onde foi aquele lugar na Suíça a que fomos lá, Billy? Onde eles…Foi em Genebra, não foi? E achei que era um belo país. Não anotei o—o nome daquela conferência, mas lembro-me de ter estado lá. E eles se reúnem e têm estes lugares, e selecionam o melhor que podem, e trabalham nisso.

91 Agora, isso é do mundo. E tudo o que está errado, tudo o que está no mundo, que está errado, é um tipo do certo.

92 Agora, o próprio pecado é só a justiça pervertida. Agora, há só um Criador, que é Deus. E Satanás não é criador. Ele é só um pervertedor da criação original. Uma mentira é a Verdade deturpada. O adultério é o ato certo praticado de forma errada. Tudo é sempre uma perversão do que é certo. Satanás pode perverter, mas não pode criar. Está vendo? E—e nos lembramos disso, que o erro, uma mentira, ou qualquer coisa que seja pecado, é a justiça pervertida. E assim nós verificamos que Satanás sempre usa um tipo, para o que ele vai fazer, do que Deus fez.

93 Por exemplo, como muitas pessoas vendo a reunião, dizem: “É telepatia. Ou, é uma…O homem é, foi chamado o quê? Simão, o encantador, e—e algo assim.” Está vendo? Por quê? Quando você vê um espírita ou um demônio agir, é só uma perversão da coisa verdadeira e genuína que Deus tem. Isso mesmo. Está vendo?

94 E os homens deveriam ser, deveriam saber o bastante, e ser espirituais o bastante, para poderem discernir entre o que está certo e errado. Vocês já ouviram falar de um espírita expulsar demônios, e—e curar os enfermos, e pregar o Evangelho? “E por seus frutos eles são conhecidos.” Estão vendo? Eles têm uma banca numa esquina em algum lugar, e leem a palma da sua mão, e tentam adivinhar quatro ou cinco coisas, e uma dúzia delas está errada. E aí está, veja. Isso é só uma perversão, tentando afastar a mente das pessoas, que estão inquietas, do verdadeiro e genuíno Espírito Santo, onde podemos nos assentar juntamente em lugares celestiais, e Cristo nos revelar o que devemos fazer.

95 As igrejas deviam estar assim. O povo que fala em línguas…Eu—eu só quero falar isto, porque sou seu pai, por assim dizer. Vou agir assim esta manhã. Estão vendo? Nós temos uma grande coisa. Mas está—está…Creio que não está representada adequadamente. Estão vendo? E se venderá por si mesma se estiver perfeitamente representada. Agora, penso que há muitos destes metodistas, destes batistas, e presbiterianos, que gostariam de ter Isto. Mas é a maneira como O apresentamos a eles. Estão vendo?

96 Agora, se você vir um indivíduo construindo uma casa, e ele tiver um martelo e estiver colocando pregos na casa. Você se aproxima. E você tem uma máquina em que pode pôr meio barril de pregos: “Rrroot.” Prega bem rápido, duas vezes mais rápido, e um serviço mais bem feito. Se você se aproxima dele, lhe diz: “Ah, o que está fazendo? Você é antiquado. Você não vai querer fazer isso. Essa é a maneira errada. Aqui, eu tenho uma máquina que fará isto.” Rapidamente você arruinou sua venda. Vocês, homens de negócios, sabem disso. Você arruinou sua venda. A coisa a fazer é chegar e lisonjeá-lo, quão—quão bem ele pode construir, e só então apresentar o produto. Se for bom, ele se venderá por si mesmo. Vocês, vendedores, sabem disso.

97 E vocês sabem que não há nada melhor que o batismo do Espírito Santo. Não há nada melhor que tenha sido dado ao homem, do Céu, fora o Espírito Santo. Mas, veja, nós—nós tentamos derrubar o outro indivíduo. Procuremos levantá-lo um pouquinho, e pôr o braço em volta dele, e deixá-lo saber que o que vale para um, vale para o outro. Estão vendo? E realizar esse tipo de conferência, vejam. Dar-lhe um pouco de espaço, também, mas afinal de contas, ele tem—ele tem pelejado.

98 Agora, mas, veja, muitas vezes em nossas igrejas, permitimos que as pessoas se levantem mesmo quando se está pregando, e falem em línguas, e fazendo um apelo ao altar, alguém fala em línguas, e alguém…e dá interpretações. Meramente, um deles, eu creio, eu creio que a pessoa está genuinamente falando em línguas. Mas creio que o outro está, mais ou menos, profetizando, porque alguns falam em línguas, talvez por cinco minutos, e o outro dá quatro palavras de interpretação. Está vendo? Tem de ser ao mesmo som, a mesma elevação e queda da voz.

99 E então, novamente, se dizem e não se cumpre, então afaste esse espírito maligno de vocês. Vocês não vão querer isso. No meu tabernáculo, quando um fala assim, melhor que ele o tenha. Está anotado. Se não se cumpre, eles tiram aquele espírito maligno dele. Tem de ser exato, não alguma repetição. Jesus disse: “Não useis de vãs repetições como os pagãos usam.” Tem de ser algo diretamente a alguém, ou para ajudar a igreja, ou para ajudar a causa. Isso é escrito imediatamente. E se não…E o povo que fala em línguas, e aqueles grandes dons para ajudar o corpo de Cristo, eles se reúnem horas antes de chegarmos lá, e o Espírito Santo opera através deles. Então é posto no púlpito, e tornamos público o que eles disseram aqui. E se não acontece exatamente como disse que aconteceria, então eles não podem fazer mais isso até que aquele espírito maligno esteja fora deles.

Você diz: “Bem, irmão Branham, isso?”

100 Bem, veja. E eu tenho de me pôr aqui de pé. Eu não temeria, porque é Deus. Tem de estar certo, toda vez, aqui. E tem de estar certo, aí, toda vez. Então quando o povo vir essas coisas se cumprirem, então eles crerão.

101 O que a igreja pentecostal necessita, esta manhã, é de uma boa conferência. Exatamente isso. Todas as denominações, a—a unidade, dualidade, trindade, unidade quádrupla, e todo o resto de nós, e a igreja de Deus, assembléias de Deus, todos nós nos reunirmos e arrazoarmos estas coisas, isso mesmo, e levar a igreja a se mover.

102 Contanto que Satanás possa mantê-los atirando uns nos outros, ele só se senta relaxado e diz: “Ora, nem mesmo tenho de lutar.”

103 Mas se somente pudéssemos nos reunir, e erguer os olhos para Deus, como irmãos, então dar um passo, armando-nos, unidos. Vocês não têm de mudar, e um ir a uma igreja. E façam da—da maneira que quiserem. Essas pequenas diferenças que vocês criam não são diferenças de qualquer maneira. Deus dá a cada um de vocês o Espírito Santo. Assim a Bíblia disse: “Deus dá o Espírito Santo àqueles que O obedecem.” Portanto, sem dúvida, alguém obedeceu a Deus.

104 Mas o negócio é que, contanto que Satanás possa manter as pequenas divergências, é isso que faz a igreja estar na comoção que está hoje. Esqueçamos essa coisa e nos unamos.

105 Lembre-se, o outro irmão está em Cristo exatamente tanto quanto nós estamos. Não há homens grandes, nem homens pequenos, nem superiores. Somos filhos. Nós somos um em Cristo. E nossas pequenas divergências não fazem nenhuma diferença. Quer Becky queira um vestido azul, e Sara queira um vermelho, ambas estão ganhando vestidos. Isso, estão vendo o que quero dizer? Portanto, elas não devem discutir sobre isso. Assim eu acho que é assim que nós—nós realmente devíamos fazer.

106 Agora, falando sobre conferências mundiais, em crises mundiais. Você sabe, Deus tem tido algumas conferências, também. Nós pensamos sobre a de Paris, e a de Genebra, e a das Quatro Potências, e muitas outras conferências. Pensemos sobre algumas conferências agora que Deus teve, das quais estas foram tipos, do que Deus teve.

107 Eu—eu acho que a primeira conferência, de que posso me lembrar agora, escrituristicamente falando, eu vou chamá-la a conferência do Éden de Deus. “Deus fez o homem à Sua Própria imagem, à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.” Eles eram Seus amados filhos. E eles foram postos sobre a base do livre arbítrio.

108 O velho descrente disse, muitas vezes: “Por que um Deus justo faria uma coisa dessas, e os faria passar pelo sofrimento que têm no decorrer do tempo?”

109 Deus não fez isso. O homem fez isso, ele próprio. Deus não desejava que ele passasse por isso.

110 “Bem, então, se Deus era onipotente, por que Ele até mesmo deixou isto acontecer? Por que Ele não fez o homem perfeito?”

111 Porque, no princípio não havia nada, exceto Deus. E em Deus estavam atributos, Seu atributo para ser Salvador. Nós sabemos que é assim. Ele é Salvador, e isso estava Nele. E não havia nada perdido, para ser salvo. Nele estavam atributos de ser Pai, e não havia nada de que Ele pudesse ser pai. Nele estavam atributos de ser curador. Não havia nada perdido, nada enfermo. Assim a única coisa que Ele podia fazer era fazer o homem sobre a base do livre arbítrio, sabendo que ele iria fazê-lo. Deus não fez, Ele Próprio. O homem fez, ele próprio.

112 E você está da mesma maneira esta manhã. Você pode aceitar a Vida ou rejeitar a Vida. Mas Deus fez o homem assim, de modo que ele…sabendo que ele faria isso, não querendo que ele o fizesse, mas sabendo que faria, de modo que isso mostrasse Seus atributos. Assim, não há nada fora de tempo. Tudo está tiquetaqueando exatamente conforme o grande relógio de Deus. Está vendo? E isto só mostra Seus atributos, para selecionar Seus filhos que realmente O amam e creem Nele. E todo homem tem direito igual.

113 Deus sendo infinito, soube desde o princípio o que seria e o que não seria. De modo que Ele não estava querendo que ninguém…Mas sendo infinito Ele teria de saber. Deste modo Ele pôde dizer que teria uma Igreja sem mácula nem ruga, porque sabia que a teria. Ele é Deus.

114 Agora, e este amável lugar no jardim do Éden, oh, onde homens e mulheres viviam juntos. Deus é um grande empreiteiro.

115 Agora, vocês têm muito disto aqui em Tucson, sendo que está crescendo. Faz poucos anos, quando estive aqui, era só uma cidadezinha pequena. E agora, lá onde estou morando, ora, os coiotes e os pápagos [Indígenas do sul do Arizona—Trad.] passavam por lá quando estive aqui faz alguns anos. E agora há…Ora, são grandes projetos, e casas, e vão expandindo cada vez mais. Bem, que está acontecendo? Vejam, empreiteiros vão e compram um pedaço de terra, e o subdividem, e constroem casas.

116 Agora, Deus fez isso. Está vendo? Ele—Ele arrumou todo o material, para fazer o nosso corpo, enquanto este mundo estava sendo formado. Agora, nós somos feitos de dezesseis elementos, que são potássio, e cálcio, e petróleo, e luz cósmica, e assim por diante. E tudo isto se combina para fazer o homem. Mas isso estava aqui antes que houvesse um homem sobre a terra. Está vendo? Deus fez o nosso corpo e arrumou o material aqui antes que houvesse uma terra.

117 Agora, você foi trazido a ela e veio aqui por Deus. E agora você tem a oportunidade de viver eternamente se assim escolher. Isso foi exatamente o que Adão e Eva tiveram. Todo…Deus não pode mudar. Ele tem de permanecer o mesmo, dar a cada homem a mesma oportunidade.

118 Agora nós verificamos, Deus, agradou-Lhe quando Ele fez o homem. Ele olhou para Sua—Sua filha e Seu filho, e quão satisfeito Ele estava com eles. E então nós verificamos que tão logo Adão e Eva tinham pecado, e o recado chegou perante Deus, nosso Pai: “Teu filho caiu da graça. Ele se afastou de Ti.” Que coisa, como isso deve ter assustado o Seu coração!

119 E agora note a natureza. Quando Adão se deu conta de que estava perdido, quando ele soube que tinha errado e isso se manifestou diante dele, que ele estava errado, ao invés de clamar: “Ó Pai, vem a mim; estou perdido; errei; fui enganado; vem a mim,” ele se escondeu.

120 E foi Deus, indo de um lado para outro do jardim, gritando: “Adão, onde estás?”

121 Não é a mesma coisa hoje? Pode-se mostrar aos homens, pela Palavra de Deus, quando ele falhou. Exatamente. Adão soube que tinha falhado. Ele tinha falhado para com a Palavra de Deus.

122 E lembre-se, não se requer muito. Sabe o que causou toda esta enfermidade, e todo este problema, e morte, e tristeza, de seis mil anos? Porque uma mulher só falhou em crer numa pequena esfera, pequeno aspecto da Palavra de Deus, só um pequeno jota. Ela creu na maior parte Dela. Satanás lhe contou a Verdade sobre a maior parte Dela. “Estas coisas tu farás, e isto.” E então disse: “Certamente não morrerás.”

123 Mas só o descrer de um pequeno jota, causou todo este problema. Está certo? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Vocês acham que descrer de um jota os levará de volta, depois que causou tudo isto? [“Não.”] Não, senhor.

124 Temos de vir à Palavra. Essa é a única, e Essa é Deus. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”

125 E, veja, quando Deus fez o homem, quando Ele começou a pairar sobre a terra, surgiram, como flores da Páscoa, surgiu a grama, surgiram espécies, ascendendo cada vez mais. O grande Espírito Santo, pairando! Ou, pairar significa “cuidar como mãe, falando suave.” “Coo, coo.” As flores surgiram. O Pai disse: “Isso é maravilhoso. Continue.” E Ele pairou. E depois de um tempo, saíram pássaros. E a seguir, saíram animais. Ele continuou ficando maior, maior, maior, maior.

126 E, finalmente, a terra refletiu o reflexo Daquele que estava pairando: Deus. E ele era à imagem de Deus. Nunca veio nada mais elevado que um homem, até mesmo quanto a nossas amadas irmãs, a mulher. Ela não está na criação original. Ela é o subproduto do homem, uma parte dele; e são um, em Cristo. Oh, que grande lição temos aqui bem diante de nós agora, em que poderíamos gastar horas, para lançar luz sobre ela! Note.

127 Agora verificamos que, então, quando este homem refletiu Deus, então Deus desceu em Seu próprio reflexo, na forma de Homem, Jesus Cristo. E Deus estava em Cristo. O Deus, em Cristo, refletindo-Se para a terra, o que Ele era: um Salvador, um Deus, um Curador. Deus, mostrando Seus verdadeiros atributos, através de um Homem, que foi Seu reflexo. E Deus, para realizar isto, não podia vir através do sexo, que no princípio fez a bola começar a rolar, mas Ele trouxe isto através de um nascimento virginal.

128 Não conseguem ver isso, esse primeiro pecado, o que foi? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Muitos não concordam com isso, e vocês reclamam da “semente da serpente,” mas aí está. Estão vendo?

129 Agora, o reflexo, Deus refletindo-Se em Cristo. Mas então quando este homem estava perdido…

130 Hoje, quando ao homem é mostrado, pela Palavra, que ele não deveria fazer estas coisas, às vezes ele é leal a uma igreja.

131 Se houver qualquer dos meus amigos católicos aqui esta manhã, perdoe isto só por um momento. Minha parentela é toda católica também, vocês sabem, católica romana.

132 Agora note. Quando este sacerdote veio a mim, acerca de muitas grandes curas, e disse: “Seus antepassados são católicos. Por que é que o senhor não é católico?”

Eu disse: “Eu sou católico.”

E ele disse: “Oh, não posso crer nisso.”

133 Eu disse: “Sua igreja não ensina que esta Bíblia, que Jesus Cristo estabeleceu a primeira igreja católica, e que esses apóstolos eram católicos?”

“Sim.”

Eu disse: “Então eu creio exatamente no que eles escreveram.”

134 Ele disse: “Mas, Sr. Branham,” disse, “a igreja continua mudando. Ele deu a Pedro a autoridade para—para ter as chaves, e ele pode ligar, e a sucessão apostólica dos papas, e assim por diante.”

135 Eu disse: “Eu tenho todos os seus escritos, ou a maioria deles, ali, Fatos da Nossa Fé, e assim por diante. Mas,” eu disse, “veja. Se aqueles homens que escreveram essa Bíblia, caminharam lado a lado com Jesus, dizem que eles eram católicos e que escreveram essa Bíblia, o senhor não acha que eles saberiam mais sobre a vontade de Deus, e os mandamentos de Deus, do que este grupo moderno saberia hoje?” E eu disse: “Note, se é a Igreja, então quando eles obedeceram o que Deus disse, originalmente, e é a Palavra de Deus, veja os milagres e sinais, e assim por diante, que eles fizeram. E vocês não os têm de modo algum, hoje. É uma evidência de que Deus não está com vocês.”

Ele disse: “Sr. Branham, não devemos discutir.”

136 Eu disse: “Senhor, eu não discutiria com ninguém. Só estou lhe perguntando uma coisa.” Então eu citei o Concílio de Nicéia e assim por diante.

137 Ele disse: “Não devemos discutir.” Ele disse: “O senhor está tentando falar de uma Bíblia, de uma Palavra.” Disse: “Deus está em Sua igreja. É isso o que a igreja foi. É isso o que ela é hoje. Devemos ouvir a igreja hoje.”

Eu disse: “Deus está em Sua Palavra.”

Ele disse: “Deus está em Sua igreja.”

138 Eu disse: “Ele está em Sua Palavra. E se a Palavra não está na igreja, então Deus não está na igreja, porque a Palavra é Deus.” E eu disse: “Além disso, o senhor crê no Apocalipse?” Que significa “Revelações.” É o grego. “O senhor crê que o Apocalipse é inspirado?”

Disse: “Certamente.”

139 Eu disse: “Então Jesus Cristo disse, Ele Próprio, no Apocalipse, que ‘Qualquer que tirar uma Palavra Dela, ou acrescentar uma palavra a Ela, sua parte será tirada do Livro da Vida.’ Então como o senhor pode dizer que tem autoridade de tirar, pôr, ou fazer o que quiser, quando está proibido de fazê-lo pelo fundador da Igreja Cristã, Jesus Cristo? O senhor não pode fazer isto.” Está vendo?

140 Oh, a hora, o tremendo tempo em que estamos vivendo! E quando aos homens se fala do seu erro, ao invés de tentar voltar e dizer: “Pai, estou errado; perdoa-me,” eles ainda se escondem atrás de folhas de figueira. Folhas de figueira foram o que eles coseram, eles mesmos. E tentaram…A palavra religião significa “uma cobertura.” E tentaram fazer para si uma cobertura feita à mão. E o homem ainda não mudou, hoje.

141 Assim, Deus teve de convocar uma conferência. E teve de Se encontrar com Sua pessoa, Seu filho.

142 E lembre-se, Seus mandamentos eram: “No dia em que dela comeres, nesse dia morrerás.” E Deus não pode desprezar Suas próprias leis e ser justo. Assim Ele fez um grande abismo entre Ele e o homem. Então quando eles…

143 Ele queria redimir Seu filho. Ele não queria que eles seguissem daquele jeito, de modo que teve de redimi-lo. Deste modo eles convocaram uma conferência, e foi a primeira conferência em que Deus Se encontrou com o homem, foi a conferência do Éden.

144 Como Ele vai salvar esse homem? O que Ele pode fazer, para trazer Seus filhos perdidos de volta a Si? E lembre-se, Sua primeira decisão é perfeita, sempre.

145 Se tivessem sido os credos, as folhas de figueira, Ele teria dito: “Adão, você agiu justamente. Saia de trás das árvores. Eu acho que você é um homem sábio. Você está Me refletindo, porque é sábio. Suas folhas de figueira estão bem adequadas.” O homem ainda está tentando usar essa folha de figueira.

146 Mas Deus tomou uma decisão. E a decisão foi que algo tinha de morrer, porque isso falava Dele, de Sua santidade e justiça, para com Sua Própria Lei. “No dia em que dela comeres, morrerás.” E teve de haver um substituto com sentimento. A vida botânica não tem sentimento. Assim, Ele teve de matar algo para obter peles, para cobri-los. E essa foi a decisão de Deus, de como salvar o homem, para trazer o homem de volta à comunhão com Ele, no Éden, e para sempre permaneceu assim. Ninguém…

147 Não sei quantas vezes tentaram instruir o homem. Tentaram dizer-lhe que um programa educacional fará isso. Quantas vezes as igrejas tentaram isso? Falhou todas as vezes, e falhará. Tentamos organizar, cada indivíduo tem…Agora, não sou contra instrução, nem sou contra organização. Mas a organização e os programas educacionais, e todos os outros que temos feito, pelo homem, são folhas de figueira.

148 É, de volta à decisão original de Deus naquela primeira conferência, Éden, de volta ao sangue! Os judeus, nos dias antigos…

Agora estou chegando ao assunto quanto ao Pentecostes, só por alguns minutos.

149 Nos dias antigos, quando Deus aceitou este substituto, como o judeu costumava vir estrada abaixo com seu novilho jeitoso. E ele dizia: “Vocês sabem, sou um pecador. Jeová requer que eu ofereça sangue.” Assim ele vai e apanha seu cordeiro ou seu novilho. Ele o leva ao sumo sacerdote, ao templo, e impõe as mãos sobre seu sacrifício. O que isso faz? Isso identifica o adorador com seu sacrifício. E o sacerdote vem e mata o novilho, e apanha o sangue e o asperge por cima. E este adorador sinceramente sabendo, este judeu, é isso que Jeová requeria dele.

150 O homem ia para casa com um bom sentimento, sentindo o estremecer e o sacudir daquele cordeiro, o sangue borrifando por suas mãos todas, e assim por diante, e vendo aquele animalzinho esperneando e morrendo, ao cortar sua garganta. Sabia que esse devia ser ele. Ele olhava seu sacrifício. Ele se identificava ao impor as mãos sobre ele: “Esse devia ser eu.” E então quando cortavam sua garganta, ele morrendo e balindo, e fazendo assim, e o animalzinho estremecendo e se aquietando, e o adorador permanecia ali e dizia: “Ó Jeová, Tu aceitaste isso ao invés de mim. Estou envergonhado de mim mesmo.” E o homem ia para casa justificado, porque tinha feito exatamente o que Jeová requeria. Aquilo estava ótimo.

151 Mas, com o tempo, tornou-se uma tradição de família. Agora ele toma o seu sacrifício, diz: “Bem, vejamos, agora. Oh, sim, está chegando a lua nova, a festa. Suponho que seja melhor. É uma purificação, no tabernáculo. É uma festa de pentecostes. Suponho que seja melhor ir, oferecer um cordeiro por mim.” Vai lá e o mata, sem nada de sentimentos; mas volta com a mesma ideia que tinha, ao ir ali.

152 E então o que Ele fez? Jeová disse, aqui em Isaías, falando um pouco mais adiante, Ele disse: “Vossas solenidades tornaram-se fedor no Meu nariz.” [Espaço em branco na fita—Ed.]

153 Devemos vir, não como um bando de mundanos e mundanas. Devemos vir, não como um bando de formais, ou assim por diante, que têm hoje, destas religiões tradicionais. Nós somos pentecostais. Venhamos com profunda sinceridade, impor as mãos sobre nosso Sacrifício lá no Calvário, e sentir o sangramento e o sofrimento de Jesus Cristo, ao nos identificarmos que estamos mortos para as coisas do mundo e estas idéias modernas do dia.

154 Somos como Sodoma e Gomorra, e estamos vivendo nisso. Deixamos que o espírito justo em nós…Estes pecados afligem nossa alma diariamente; deixamos os pecados do mundo, e as modas de Hollywood, e todo este evangelismo de Hollywood e bobagem, toda esta maquiagem, e ritmar a música, e dar pulos. A música para, você desanima.

155 Quando um homem é lavado no Sangue do Cordeiro, ele não necessita de música nem de mais nada. O poder de Deus simplesmente opera sobre ele, e ele pode gritar, berrar, louvar a Deus, ou fazer qualquer outra coisa, quer haja ou não música. O Espírito Santo está nele, e ele está identificado com Jesus Cristo.

156 Mas, hoje, nós simplesmente queremos. Temos de pular um pouquinho, como pentecostais, porque nossos antepassados pulavam. Eles tinham por que pular, este Espírito Santo fazendo-os saltar. E então, quando voltavam, sempre viviam conforme à altura do pulo. Se você não vive, não salte de modo algum. Nós chegamos hoje e vivemos todo tipo de vida. Nós causamos um reflexo sobre a própria Coisa que estamos representando.

157 E nossas organizações estão ficando mundanas. Estão chegando lá e deixando nossos irmãos pentecostais entrarem nestas grandes escolas. Tudo bem com elas, nada contra elas, mas só estou tentando mostrar um ponto. Elas os instruem, e lhes ensinam psicologia, e lhes dão o Bacharelado em Letras e exatamente como as demais fazem, e os enviam lá. E o que eles são, são absolutamente…Eles não são pentecostais.

158 Deus não tem netos. Deus tem filhos. Procuramos achar que por que nossa mãe foi pentecostal, e nosso papai foi pentecostal, e todos nós fomos criados na escola dominical, e automaticamente somos pentecostais. Isso são netos. Deus não tem netos.

159 Ele tem filhos de Deus e filhas de Deus, e todo homem tem de pagar o mesmo preço que o primeiro homem pagou. Ele tem de vir sob o Sangue derramado de Jesus Cristo. É isso o que devemos fazer. Agora verificamos, agora, que é isso que, no princípio, a sinceridade.

160 Agora tentamos achar que por termos um jovem aqui que quer instrução, vai para as escolas e assim por diante, que ele sai instruído. Ele pode falar muito bonito. Ele pode se pôr de pé na plataforma. Ele é um homem de magnetismo. Bem, isso é Hollywood. Eles querem algo que brilhe. Vocês querem um homem com cultura, com fina instrução. Vocês querem um homem, não importa o que aconteça, que seja liberal, que se possa ver que ele não se importa que as mulheres cortem o cabelo. A Bíblia disse para ela não fazer isso. Não se importam que…Se um diácono entra na igreja, se ele é um bom homem e pode pagar bem, eles não se importam se ele se casou algumas vezes. “Tudo bem. Ele é um bom sujeito.” Mas a Bíblia rejeita isso. Exatamente.

161 Não entramos na igreja por teologia. Entramos por joelhologia. Isso mesmo. Entramos em Cristo.

162 Mas, veja, hoje temos—temos esta ideia de que queremos agir como os demais. Foi isso que meteu Israel em dificuldades, querer agir como os demais. Nossa solenidade de pentecostes tornou-se apenas uma adoração formal. Todos sabemos disso. E vemos isso ficando…Não devemos fazer isso.

163 A coisa que devemos fazer é voltar e nos identificar com Jesus Cristo. Tomar o caminho Dele e deixá-Lo operar através de nós, então os homens alegremente seguirão Aquele que uma vez ensinou: “Todos atrairei a Mim.”

164 Como gostaríamos de prosseguir um pouco, e expressar algo mais sobre essa conferência do Éden, mas tenho mais umas conferências a que quero ir.

165 Por exemplo, tenhamos outra conferência: a Conferência da Sarça Ardente. Eu a chamaria a Sarça Ardente.

166 Agora, Deus tinha um profeta fugitivo. Quando Deus chama um homem para fazer alguma coisa, melhor que ele venha a ela, ou será miserável o resto de seus dias. Moisés começou. Ele foi chamado por Deus. Foi ordenado para o trabalho. E então quando ele começou, o povo não creu nele, assim ele simplesmente deixou o povo ir. Ele fugiu e se casou com uma bela moça etíope, e recebeu herança, herdou um bando de ovelhas. E lá estava ele, lá, e ele perdeu toda a visão do povo, da igreja do Deus vivo. E Deus o tinha ordenado a fazer isto. Ele o levantou; “nascido desde o ventre da mãe, um menino formoso,” e Ele o levantou com este propósito. Não adianta tentar sair disso, você vai fazê-lo, de qualquer maneira.

167 E vocês, apenas membros de igreja, e vocês sentem que há algo mais profundo em seu coração, vocês serão infelizes até que aceitem esse Cristo, assim. Vocês viram o verdadeiro e genuíno Espírito Santo operando em pessoas. Vocês serão infelizes até que isto venha a vocês. É Deus chamando-os. Rendam-se. Saiam, de trás dos arbustos. É assunto encerrado. Deus preparou o Seu caminho. É através do Sangue.

168 Você diz: “Bem, eu pertenço à igreja.” Isso não significa nada mais do que se você pertencer ao rodeio, nada mesmo. Nada contra a organização; mas eu não estou contra o povo na organização, mas é o sistema.

169 Agora note isto. Agora encontramos esta sarça ardente. Deus sabia que aquele profeta estava com a vida fácil, assim Ele decidiu que teria de falar com este profeta. Então, Ele selecionou um lugar. Havia uma emergência: “Ouvi os clamores do Meu povo. E há um homem que Eu enviei para libertá-los, e ele está fraco e frouxo.”

170 Ó Deus, espero que Ele chame um aqui esta manhã, os ministros, para se avivarem. Olhe a visão. Estamos morrendo. O mundo está acabado. A igreja está apostatada. Deus está tentando chamar uma Noiva a sair.

171 Por isso, Ele selecionou um lugar, lugar muito estranho para nós; foi uma sarça no topo da montanha. Mas aquilo atraiu a atenção do profeta. E Ele o chamou ali para uma conferência.

172 Observe. Ele teve de obedecer isto, palavra por palavra. “Tira os teus sapatos, Moisés. A terra sobre a qual estás é santa.”

173 E se Moisés dissesse: “Bem, agora, Senhor, acabei de receber instrução escolar. Honra é ‘tira o teu chapéu,’ assim eu tirarei o meu chapéu”? Isso nunca teria funcionado.

Quando Deus disse: “Sapatos,” Ele quis dizer sapatos.

174 Quando Deus disse: “Nascer de novo,” Ele quis dizer nascer de novo. Ele não quer dizer um aperto de mão ou a repetição de credos. Todos têm medo desse novo Nascimento.

175 O diabo substituiu Isto por um aperto de mão, ou algum tipo de questão psíquica, que o levaria a admitir: “Sim, eu nasci de novo.” Mas sua vida diz o que você é, a vida que está em você.

176 Se você diz que nasceu do Espírito de Deus, e nega uma Palavra dessa Bíblia, isto mostra que você não nasceu. Você tenta ligar Isso a alguma coisa no passado, isso mostra que não foi o Espírito Santo, porque Ele nunca negaria Sua Própria Palavra. Você diz: “Bem, minha igreja ensina isso.” Aí, isto mostra que você não nasceu. Você nasceu da igreja, não de Deus. Isto é Deus, a Sua Palavra.

177 Aqui está ele, Moisés, o ungido. “Tira os teus sapatos. Tu estás em terra santa.”

178 “Bem, o meu chapéu não serviria da mesma forma?” Ele disse sapatos. E foi isso o que Ele quis dizer, foi sapatos.

Deus diz: “Nascei de novo.” Isto quer dizer nascer de novo.

179 Agora escute. Oh, estou numa multidão mista, e jovenzinhos. Mas você ouviria o seu médico. Ouça. Espero que me ouça e entenda.

180 Qualquer nascimento é uma sujeira. Não me importa se é no chiqueiro, ou—ou se é numa sala cor-de-rosa decorada de hospital. Qualquer sujeira…nascimento é uma sujeira. E assim é o novo Nascimento. É uma sujeira. Ele o fará fazer coisas que você não achava que faria. Mas dessa morte e corrupção procede Vida.

181 E nenhuma semente pode trazer sua vida até que esteja morta e podre. E daquela imundície, quando não resta mais nada para apodrecer, é só a vida que vive. Quando um filho vem a Deus, são-lhe dados testes.

182 Eu estive lá aquele dia, eu me lembro, quando recebi meu teste. Quando eu tinha estado dia após dia, mês após mês, e anos, quatro ou cinco anos nas ruas, esquinas, pregando o Evangelho, e tentando fazer o que era certo à vista de Deus. E Ele deixou minha esposa partir bem na minha frente. Meu bebê deitado lá, morrendo. E fui até o bebê, disse: “Senhor Deus, não deixes meu bebê morrer,” oito, nove meses de idade, bebezinho.

183 Eu olhei para cima, e parecia um lençol preto descendo. Ele Se recusou até mesmo a me ouvir. Ele nem mesmo olhou para mim. Eu me levantei, com cerca de vinte e três anos. Lá estava a esposa no necrotério. Ele Se recusou a me ouvir, por ela, apesar de tudo o que eu tinha feito. Eu disse: “Deus, dize-me o que eu fiz. Se errei, pune-me, não elas.” Eu disse: “O que eu fiz? Trabalho o dia todo, e prego a noite toda, e me ponho nas esquinas das ruas. E todo…O que eu fiz? Dize-me, o que eu fiz?” Ele nem mesmo me dizia.

184 Então Satanás chegou-se ao meu lado. Disse: “Então você O servirá, quando uma palavra mudaria toda a situação? Uma palavra salvaria seu bebê, mas Ele Se recusa a fazê-lo. Ele não vai fazer, mesmo sendo uma palavra. Então você continuará a servi-Lo?”

185 Todo o arrazoamento humano, isso mesmo. “Por que devo servi-Lo se Ele nem mesmo Se dá ao trabalho de olhar para meu bebê, que é tudo que se requereria? E o tanto que eu achei que tinha feito por Ele, então Ele nem quer ouvir a favor de meu próprio bebê.” Essa foi a tentação mais dura. Todos os arrazoamentos humanos tinham-se dissolvido. “Por que devo servi-Lo se Ele não pode fazer esse tanto por mim? E eu trabalho dia e noite, por Ele, e Ele até mesmo Se recusa a me dizer o que eu fiz.” Bem, os arrazoamentos humanos se acabaram.

186 Mas, oh, quando um homem nasce de novo, há algo ali que fica firme. Chegou a esse ponto, quando pensei: “Onde eu a obtive? De onde ela veio? Que sou eu, de qualquer maneira? De onde eu vim?” Está vendo? Toda a parte humana tinha desmoronado, então aquele verdadeiro e genuíno Espírito de Deus encontrava-Se ali.

187 Eu me aproximei dela e pus as mãos sobre sua cabeça. Ela estava sofrendo tanto que seus olhinhos estavam cruzados. Eu disse: “Querida, daqui a pouco eu a levarei e a deitarei nos braços da mamãe, lá no—no necrotério. Eu a enterrarei aqui sob os pinheiros. E algum dia papai a verá novamente.”

188 Olhei para cima. Disse: “Deus, ainda que Tu me mates, confiarei em Ti. Tu a deste. Tu a tiraste. Bendito seja o Nome do Senhor.”

189 Porque, então, todos os meus arrazoamentos humanos tinham-se desvanecido. Eu estava no final da minha caminhada. Mas quando você chega ao final da sua caminhada, então ali está aquele verdadeiro Espírito de Deus ali para assumir, nesse tempo, e levantá-lo.

190 Você tem de nascer de novo. Tudo tem de morrer. Toda a sua teologia, todo o seu pensamento, tudo o que você já foi ou espera ser, sua vida e tudo mais, morre. E então o Espírito Santo entra. É aí quando você tira chapéus, sapatos, se encontra diante de Deus. “Nada em meus braços trago. Simplesmente à Tua cruz me apego.”

191 Foi a esse ponto que Moisés teve de chegar, onde ele pôde obedecer o que Deus disse para fazer; a Conferência da Sarça Ardente. Então Deus disse: “Mostrar-te-ei a Minha glória agora,” depois que ele estava disposto a ir. E ele foi para o Egito.

192 Aí está a conferência do Éden. Aí está a Conferência da Sarça Ardente.

193 Tomemos outra, rapidamente. Tomemos a conferência do Mar Vermelho. Você sabe, exatamente na linha do dever, às vezes, Satanás cruza o nosso caminho. Irmãos ministros, todos vocês sabem disso. Cristãos, vocês sabem disso. Correto.

194 Aqui está Moisés, indo ali, e mostrou os sinais a Israel; aquele a quem ele mostrou o primeiro, e eles não quiseram dar ouvidos. Ele volta em cumprimento do dever, sob a unção de Deus, com a própria voz de Deus até mesmo para dar ordem para que coisas fossem criadas. Ele pôde chamar moscas. Ele usou a voz de Deus. Disse: “Venham moscas.” E não havia nem mesmo uma mosca no país. Ele voltou. Ele sabia que aconteceria porque tinha falado a Palavra de Deus. Ele voltou. E logo uma velha mosca verde começou a circular, e então eram duas libras por jarda quadrada [Aproximadamente 1 kg por metro quadrado].

195 Obra criativa, que tem lugar na igreja de Jesus Cristo hoje, sob o Sangue de Jesus Cristo, pela Sua Palavra, que nós estamos em contato com Ele. Nenhuma diferença. A Palavra que ouvimos está aqui, e é Deus. Nós O vemos aí de pé. Sabemos que é Ele nos falando, a mesma coisa. Já vi isso acontecer, e sei que está certo. Está com a Bíblia.

196 Lá, a Moisés foi dada a autoridade. Ele foi e mostrou os sinais a Israel, e Israel saiu com ele. E aqui estão eles, cumprindo bem o seu dever, e ali está o Mar Vermelho barrando-os. Moisés convocou uma conferência. Deus deve ter selecionado um lugar atrás da Rocha. Moisés foi lá, e disse: “Senhor!”

197 Se você está caminhando em cumprimento do dever, tem direito de convocar uma conferência. É para isso que viemos orar. É para isso que somos enviados ao hospital. É por isso que vamos à cama do enfermo. Convocar uma conferência. Oh, que coisa! Sinto-me religioso neste momento. Convocar uma conferência. É disso que o povo pentecostal necessita hoje, é convocar uma conferência. O que houve? Estamos indo mais devagar. Há um estorvo no arraial em algum lugar. Convoque uma conferência.

198 Moisés convocou uma conferência, disse: “Senhor, fiz exatamente como Tu me disseste, e aqui estamos numa armadilha. A morte está chegando, movendo-se sobre nós.” Como um paciente com câncer: “A morte está movendo-se sobre nós.” E Moisés ficou ali até que tiveram uma audiência com Deus. Ele ficou ali até Deus falar. Ele conhecia Sua voz. Ele era o profeta.

199 Disse: “Por que estás clamando a Mim, Moisés? Eu te dei autoridade para levar esse povo até lá, e te disse que o farias. Fala ao povo e marcha.” Amém. O Mar Vermelho começou a se mover, e tudo mais, quando Deus falou a Palavra. Quando a decisão veio quanto ao que fazer.

“Estou aqui. Estou em apuros. Que devo fazer?”

“Fala e marcha.” E o Mar Morto se moveu.

200 Nosso tempo está se esgotando. E eu—eu tenho tanto, diferentes lugares, a que gostaria de me referir. Apressemo-nos. Tenho vários mais, Davi, e assim por diante.

201 Mas aqui, lembre-se, houve uma conferência do Getsêmani que veio certa vez, quando Deus e Seu Filho tiveram de Se reunir. Afinal, não havia mais ninguém que pudesse morrer pelos pecados do mundo. Não havia ninguém digno de morrer, nenhum homem.

202 Todo homem neste mundo nasceu por desejo sexual, e foi isso que causou o tumulto no princípio. Foi isso o que causou, nos fez uma criatura híbrida. Nós nascemos do sexo, desejo humano. É híbrido. Algo foi…É por isso que tem morte nisto, como falei a noite passada. Mas quando Deus fez Seu primeiro homem, Ele nunca pediu para a mulher e o homem se unirem. Ele o criou da terra. Ele era uma planta genuína. Seu pecado é o que o tornou híbrido.

203 Esse é o problema hoje, a razão porque estamos arranjando tantos pentecostais híbridos. Vocês estão escutando ao arrazoamento ao invés da Palavra. Volte, povo. Volte.

204 Note, lá nas multidões misturadas, eu não disse isto. É entre vocês, vocês, pentecostais, sentados aqui, e nós. Não vimos aqui para ser ouvidos. Eu venho aqui para tentar ajudar. Eu venho. Se eu—se só estou aqui, para dizer que eu—eu falei sobre certo assunto esta manhã, isso me torna um hipócrita. Eu venho aqui com a Verdade, e uma verdade que quero que vocês saibam, algo que creio que Deus põe no meu coração, para ajudá-los, de modo que possamos ver a hora em que estamos vivendo. Estão vendo?

205 Houve uma conferência no Getsêmani, quando o Único que podia morrer chegou à hora. Então quando aquela grande hora chegou, ali Ele teve de tomar Sua decisão final. Sem dúvida que o Pai disse: “Ainda estás pronto a passar por isto, Filho?”

206 Ele disse: “É possível, Pai, há algum outro homem que Tu possas encontrar em algum lugar? Eu amo o Meu povo. Eu amo os irmãos que Tu Me deste. É possível que algum outro homem possa?”

207 “Não. Tu és o Único que pode fazê-lo. Tu és o Único que nasceu de virgem. Tu és o Único que nasceu sem sexo.” Nenhum outro homem, nenhum bispo, nenhum papa, nenhum cardeal, absolutamente nada pode ajudá-lo. É Esse. “Tu és o Único que pode fazê-lo.” Então houve a conferência.

208 Satanás se encontrava lá, pronto a requerer a raça humana. Ele disse que tinha direitos porque eles tinham pecado.

209 Como vocês que estão aqui, que têm as fitas sobre os Sete Selos. Quando o Cordeiro saiu para requerer Sua redenção, o que Ele tinha redimido, o tempo tinha terminado então. Ele está no trabalho agora, fazendo a obra da redenção. Mas um dia Ele sai do santuário, para tomar o Livro da redenção que Ele comprou com Seu Próprio Sangue, então a hora termina. Ele vem então para requerer o que redimiu.

210 Aqui estava Ele, de pé no Getsêmani, aquele grande sofrimento. O pecado de cada homem estava sobre Ele. Tudo o que um dia morreu, a morte disso foi posta sobre Ele. E Ele era inocente, mas teve de Se tornar pecado.

211 “Podes Tu, o santo Filho de Deus, tomar o pecado de adultério? Podes Tu tomar o pecado, a punição de adultério? Podes Tu tomar o pecado, a punição de uma mentira? Podes Tu tomar o pecado de todas estas coisas? E podes Tu levá-los sobre Ti, ainda que inocente?” Ele era o Único. A conferência foi satisfatória.

O que Ele disse? “Não a Minha vontade; a Tua seja feita.”

212 Ó Deus, podemos todos chegar a uma conferência no Getsêmani, aquele exame final?

213 Então houve outra conferência, certa vez. Alguns dias depois disso, cerca de quarenta dias, houve uma conferência, depois de Sua morte, sepultamento, e ascensão. A Igreja cristã ia ser organizada.

214 Metodistas, batistas, presbiterianos, luteranos, todos nós, escutemos agora só por um minuto, encerrando.

215 Houve um tempo quando Deus não só ia tomar um povo…

216 Como, Israel é o Seu povo. “Israel vai ser salvo como nação,” a Bíblia disse que sim, “nascer em um dia.” Deus trata com Israel como um p-…nação, como um—como um povo.

217 Mas Ele trata, a Igreja, com um indivíduo. “Ele chamou, dos gentios, um povo para o Seu Nome.”

218 Agora, verificamos que a hora vem agora. Como esta Igreja deve ser dirigida? Eles foram proibidos, apesar de terem pregado, apesar de terem curado…Escutem-me. Apesar de ele, eles terem pregado, apesar de terem curado, apesar de terem visto grandes sinais e prodígios, e apesar de serem testemunhas de que Ele era o Filho de Deus, ainda assim Ele lhes proibiu pregar até que tivessem esta conferência. “Esperai lá na cidade de Jerusalém. Eu vos enviarei palavra de como a igreja cristã deve ser operada. Eu vos farei saber se vou ter um bispo, ou um cardeal, ou um papa, ou o que quer que Eu vá ter. Eu vos enviarei. Vou para o Céu, ter uma conferência. Esperai lá até ouvirdes os resultados.” Amém. Amém.

219 Lembro-me de quando estavam realizando aquela conferência de Genebra, um velho ministro amigo meu, Dr. Pettigrew, em Louisville, disse que estava escutando rádio, escutando. A nação estava em risco. Ele queria ver qual seria a decisão, o que iam fazer. E certo beatnik [Jovem de fins da década de 50 que se vestia de modo estranho e tinha crenças pouco convencionais—Trad.] chegou à porta, com o cabelo caído no rosto, e disse: “Dr. Pettigrew, pelo que entendo o senhor é um…que é um homem de influência.” Disse: “Eu, eu tenho algumas músicas de rock-and-roll. As—as pessoas não querem me ouvir. Se o senhor apenas me der um pequeno impulso!”

220 Ele disse: “Filho, fique aí fora só um pouquinho.” Disse: “Estou—estou escutando para ver quais serão os resultados.”

221 Ele disse: “Mas, Dr. Pettigrew,” disse, “esta é uma grande coisa.” Ele disse: “Isto significa muito para mim.” Como se significasse mais do que escutar os resultados da Conferência das Quatro Potências!

222 É assim que as pessoas são hoje. Algum pequeno beatnik, alguma outra coisa, em nome de—de religião vem e tenta atrair sua atenção para deixar de ouvir os verdadeiros Resultados. Hum! Algum pequeno efeminado, mimado, religiosificado (se há tal palavra para se usar), obtendo mais membros e melhores pessoas, obtendo uma igreja maior e um maior número de seguidores, tentando atrair a atenção de vocês, irmãos. Não lhes deem ouvidos. Nós temos os Resultados escritos Aqui.

223 Aquela foi a conferência pentecostal. Disse: “Não canteis outro cântico, não pregueis outra palavra, mas subi lá e esperai até que esta conferência termine. Eu vos enviarei as Notícias. Eu vos direi quem é o maior entre vós. Eu vos direi exatamente o que deveis fazer; se é para terdes uma organização, se é para terdes um papa, ou um bispo, ou o que deveis ter. Eu vos direi sobre isso. Mas esperai até que ouçais os Resultados. Nós vamos para o Céu, decidir a coisa.”

224 “E Ele subindo ao Alto, levou cativo o cativeiro, sentou-Se à destra de Deus, e enviou dons aos homens.” Então cumprindo-se o Dia de Pentecostes, eles estavam esperando.

225 Oh, e se tivesse sido, e se—se André tivesse dito, depois de uns seis dias: “Sabem, irmãos, creio que não temos de esperar mais. Creio que pela fé recebemos o nosso ministério. Devíamos ir adiante, começar imediatamente e iniciar nosso ministério, agora mesmo.”

226 Esse é o problema com muitos ministros. Ele não fica lá o bastante, até que ouça o Resultado, até que ouça sua comissão.

227 Bem, sabe, talvez houvesse outro nome, Filipe, que se levantasse, dissesse: “Sabem, tenho me sentido muito bem. Afinal de contas, nós temos conhecimento disto, o que Ele quer fazer.”

228 Pode ser que sim, irmãos. Vocês podem ter Bacharelado em Letras, Doutorado em Divindades, L.L., Q.U.S.T., e não significará nada. Seu conhecimento não significa nada. Todos os seus seminários simplesmente não significam nada. Vocês têm de esperar pelos Resultados, para ver o que Deus disse. E ninguém tem direito de pregar o Evangelho sem se encontrar, primeiro se encontrar com Jesus Cristo como Pessoa, não como alguma teologia, teologia. Bem, vocês sabem o que quero dizer, algum diploma teológico. Diploma teológico, ele não tem direito de fazê-lo com base nisso, não importa o quanto possa explicá-La. Não é assim.

229 Exatamente como Moisés. Ele podia ensinar sabedoria aos egípcios. Ele era o homem mais inteligente do país, mas teve de ir à conferência com Deus. E nenhum homem tem direito de afirmar ser cristão, nenhuma mulher, nenhuma criança, nenhum pregador, principalmente, até que ele próprio tenha chegado sobre essas areias sagradas onde ele se encontrou com Deus. Todos os teólogos do mundo, todos os descrentes do mundo, não podem dar explicações que o afastem disso. Ele estava lá. Aconteceu. Aconteceu com ele. Ele sabe onde se encontra.

Lá foram eles ao Dia de Pentecostes.

230 E nós não vimos uma—uma…Agora, não estou…Só estou fazendo uma expressão. Não vemos isso lá, onde o bispo veio pela estrada com sua maleta na mão, e disse: “Agora, fui enviado do Senhor. Quero impor as mãos sobre vocês, irmãos, e enviá-los.” Essa é a versão de 1963 disso, o bispo e seu cajado.

231 Bem, nós pensamos neles. Tomemos isto com o devido respeito pelos nossos amigos católicos. Digamos que venha um sacerdote pela estrada, com a extrema-unção, assim chamada. “Ponha a língua para fora e tome a hóstia, e eu beberei o vinho. E então você será um membro.” Se tivesse sido isso, teria sido no início.

232 Deus é infinito. Sua decisão é exatamente como foi no jardim do Éden. Ele, sua primeira decisão, encerra o assunto.

233 Bem, o que eles fizeram? Esperaram, e esperaram, e não ficaram satisfeitos. Esperaram, até que “Veio do Céu um som, como um vento veemente e impetuoso. Ele encheu toda a casa onde estavam assentados. Línguas repartidas pousaram sobre eles, como Fogo. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.”

234 Um bando de covardes que estava com medo do evangelismo, um bando de covardes que estava com medo de enfrentar os nobres e os famosos da cidade e os críticos religiosos, estava na rua, testificando: “Isto é Aquilo.” Essa foi a decisão de Deus.

235 Alguns dias depois disso, os samaritanos. Filipe tinha ido e lhes pregado e batizado em Nome de Jesus Cristo, apesar do Espírito Santo ainda não ter caído sobre nenhum deles. Assim, mandaram buscar a Pedro e o trouxeram. Eles sabiam que tinham grande alegria. Estavam alegres e se regozijando, e tinham tido ótimos momentos. E tinham tido grandes curas e tudo mais.

236 Agora, irmãos nazarenos, peregrinos da santidade, metodistas, escutem. Cura não é a questão. Alegria não é a questão. É a experiência. É o Espírito Santo, o Próprio Cristo, entrando em você, como uma Pessoa.

237 Mandaram buscar e trouxeram Pedro e João, os quais vieram e lhes impuseram as mãos, e o Espírito Santo veio sobre eles. Em Atos 10:49 encontramos que Pedro, enquanto estava falando aos gentios: “E dizendo Pedro ainda estas Palavras, caiu o Espírito Santo sobre aqueles que ouviam Isto. Porque os ouviam falar em línguas, e magnificar a Deus. E Pedro disse: ‘Poderemos recusar a água, vendo que estes receberam—receberam o Espírito Santo como nós, no princípio?’”

238 Paulo, falando a um grupo de batistas, em Atos 19, passou por todas as regiões superiores de Éfeso. Ele encontrou alguns discípulos. Eles estavam alegres. Eles tinham um grande pregador batista lá, chamado Apolo. E ele era um advogado convertido. E ele disse: “Ele estava provando pela Bíblia, que Jesus era o Cristo.”

239 E Áquila e Priscila, que faziam tendas com Paulo, disseram: “Nosso irmão, Paulo, está lá na prisão.” Não é esse um lugar e tanto para um pregador estar? Ele estava na prisão porque expulsou o demônio de uma adivinha. E ele disse: “Ele, ele está na prisão, mas nos visitará em breve, e lhe explicará a Palavra de Deus, mais perfeitamente.”

240 E estavam tendo bons momentos, como todos os bons batistas têm, clamando, louvando a Deus, tendo curas, e sinais, e assim por diante.

241 Mas quando Paulo chegou e os ouviu, um apóstolo, ele disse: “Recebestes o Espírito Santo desde que crestes?” Eles pensavam que O tinham. Está vendo? “Desde que crestes?” Achamos que quando cremos nós O recebemos. Está errado. Ele disse: “Recebestes o Espírito Santo desde que crestes?”

Disseram: “Não sabemos o que é, nem se existe Um.”

Ele disse: “Em que sois batizados?”

Disseram: “Conforme João.”

Ele disse: “Isso não funciona mais. Tendes de ser batizados novamente.”

242 Assim, ele os batizou em Nome de Jesus Cristo. Impôs as mãos sobre eles, e o Espírito Santo veio sobre eles, e falaram em línguas e engrandeceram a Deus. Como? Do mesmo modo que fizeram no princípio. A mesma fórmula foi observada.

243 Quando o médico passa uma receita, não deixe nenhum destes farmacêuticos charlatões tentar mexer nela. Se lhe derem antídoto demais, não o ajudará. E se puserem veneno demais, o matará.

244 Não brinque com a fórmula de Deus. Observe-a da maneira que foi na conferência. Essas foram as Ordens. Amém. Eu O amo.

245 Lembra-me os pais de Jesus. Eles subiram à festa pentecostal. A caminho de volta descobriram. Fazia três ou quatro dias, e não O encontraram entre eles. Começaram a querer saber.

246 É mais ou menos da maneira que é agora. As igrejas estão começando a constatar: “Por onde anda Jesus? Que aconteceu? Somos pentecostais, mas que aconteceu? Somos metodistas, mas que aconteceu? Por onde anda Jesus?”

Começaram a procurar entre seus parentes.

247 É isso o que nós começamos a pensar. “O que Moody disse? O que Sankey disse? O que Finney disse?” Aquele foi o dia deles. Estamos estrada acima. Se voltarmos para procurar, como eles fizeram!

248 Eles foram aos seus parentes e não puderam encontrá-Lo. Foram a todos os seus parentes, os bispos, e assim por diante. Não puderam encontrá-Lo. Finalmente, eles O encontraram exatamente onde O deixaram. Onde O deixaram? Na festa do pentecostes. Tiveram de retornar o caminho todo até onde O deixaram, antes de O encontrarem.

249 E, igreja, é isso o que temos de fazer, voltar até onde O deixamos. Livrar-nos de algumas de nossas tradições. Voltar até onde O deixamos. Você quer saber onde O deixou? Tenha uma pequena conferência bíblica e não use de meias palavras, só diga a Verdade.

250 Vamos esperar agora até vermos como foi. Nenhum bispo, absolutamente nada, só o Espírito Santo era para guiar a Igreja. Esse é o único Líder que temos, é o Espírito Santo, e Ele guia conforme a Palavra.

251 Se você diz: “Bem, eu tenho o Espírito Santo,” e nega a Palavra; não é o Espírito Santo então, porque o Espírito Santo escreveu a Bíblia. Certo. Assim, não é o Espírito Santo.

252 Escutem. Encerrando. Em conferências mundiais, o que eles fazem? Eles comem juntos. Eles conversam juntos. Eles contendem juntos. Eles mentem uns para os outros, numa conferência mundial, uma conferência do mundo, das nações.

253 Mas o que, quando Deus convoca uma conferência, que acontece? Eles se reúnem. Não festejam, mas jejuam. Não contendem, mas oram. Eles esperam até obter ordens, e marcham.

254 É disso que a igreja precisa hoje, é de uma marcha, receber as Ordens. E você diz: “Como posso encontrar as Ordens?” Aqui estão elas. Estas são as Ordens. “Como sabe, irmão Branham?” A maneira que Deus planejou primeiro a redenção foi pelo sangue, e Ele nunca mudará isto, quando Deus toma uma decisão. É por isso que você pode confiar com sua alma nessa Bíblia, em qualquer aspecto que Ela diga, porque é a Palavra de Deus.

255 E Deus, sendo infinito, Ele não pode dizer: “Bem, eu Me enganei, dois mil anos atrás.” Deus é Eterno. Ele nunca começou. Ele nunca terminará.

256 E a única maneira de você chegar a ser como Ele, é ser parte Dele. No Dia de Pentecostes…

257 Aquela grande Coluna de Fogo que tinha seguido Israel, ou que Israel tinha seguido através do deserto, veja, aquela grande Coluna de Fogo era Deus, o Anjo do concerto, Jesus Cristo. “Moisés teve por maiores tesouros o vitupério de Cristo do que os do Egito, de modo que abandonou o Egito e seguiu a Cristo.”

258 Note, no Dia de Pentecostes, o que Deus fez? Ele tomou aquela grande Coluna de Fogo e A dividiu. Aquilo era Ele mesmo. Línguas de Fogo, línguas bifurcadas, línguas repartidas, desceram, línguas bifurcadas, e repousaram sobre cada um.

259 Oh, deveríamos estar envergonhados em deixar nossas organizações nos dividir! Quando, Deus Se dividiu entre nós, para que fôssemos um. “Nisto todos os homens saberão que sois Meus discípulos.” Está ouvindo isto, irmão e irmã? Deus Se dividiu. Nós nunca estamos divididos, uns dos outros, porque somos parte de Deus.

260 É só deixar este Fogo vir a este Fogo, e, após algum tempo, você descobrirá que moverá isso. Ele veio através de Lutero, Wesley, Pentecostes. E verificamos, a pirâmide será coroada, um destes dias.

261 Você sabe, ela nunca foi coroada, a pirâmide na parte de trás do seu dólar. “O grande selo,” diz. E nós nos Estados Unidos, aqui está o selo americano deste lado. Mas por que diz: “O grande selo,” aquele que Enoque fez? Não doutrinas de pirâmide agora, porque não creio nesse tipo de bobagem. Mas nunca coroaram a pirâmide. Por quê? A—a Pedra de Coroa foi rejeitada. Mas Ela virá novamente, algum dia. Louvado seja o Senhor!

262 E, veja, naquela pirâmide, já estive lá. É tão bem trabalhada que você nem mesmo consegue inserir uma lâmina de barbear. Não há argamassa entre elas. Ajustam-se perfeitamente como a mesma pedra.

263 E quando essa Igreja tiver sido trabalhada à perfeita imagem de Jesus Cristo, Ele virá, ressuscitará todos os santos quando vier, e os levará Consigo. A Igreja do Deus vivo será arrebatada.

264 Mas, irmãos, não seremos como Eva, um tem isto e um tem aquilo, um corpo desfigurado. Será palavra por palavra, o que Deus disse.

265 Diz: “Irmão Branham, o que Ele disse então? O irmão não nos disse.”

266 Muito bem. Pedro falou isto. Quando quiseram saber: “Como entramos nisto? Que aconteceu?” Ele nos deu a fórmula.

267 Agora, se ele dissesse: “Apertem as mãos e se unam à igreja,” é isso o que teria sido. Se dissesse: “Fique de cabeça para baixo,” é isso o que teria sido. Se dissesse: “Organizaremos um grande homem, e faremos um grande corpo, e um grande papa, e um grande isto, aquilo,” é assim que teria sido.

268 Mas o que ele disse? “Arrependei-vos, cada um de vós, e seja batizado em Nome de Jesus Cristo para perdão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e àqueles que estão longe, a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar.”

269 E enquanto Deus estiver chamando, tem de ser a mesma fórmula. Não apertar mãos, repetir um credo; mas ser batizado pelo Espírito Santo, no Corpo de Jesus Cristo. É assim que a Igreja cristã deve ser dirigida. Não por credos, não por denominação, não por instrução, não por teologia; mas pelo batismo do Espírito Santo, para conduzir homens e mulheres. E Ele nunca o conduzirá para longe da Palavra de Deus. Ele o conduzirá à Palavra de Deus, porque “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus.”

270 Vocês têm mais uns dois ou três minutos, quatro? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Eu tenho outra conferência que gostaria de citar para vocês. Eu a tenho anotada aqui. Diz apenas “Atos 4.” Eu sei o que isso significa.

271 Atos 4, depois que os discípulos começaram a pregar, as igrejas começaram a criticar. Elas começaram a lhes fazer… As igrejas diziam: “Agora esperem um minuto. Vocês podem seguir adiante e realizar seus milagres. Podem fazer toda esta coisa, mas não preguem mais em Nome de Jesus Cristo.” Açoitaram-nos, e com chicotadas, e tudo mais. Assim o que eles fizeram? Algo teve de ser feito. Eles foram proibidos. As leis diziam que eles não podiam pregar mais assim.

272 Oh, irmão! Queria ter só mais um pouquinho de tempo. Chegará o tempo em que, ou vocês porão sua organização no Concílio Mundial de Igrejas, vocês…Se fizerem isso, receberão a imagem da besta, porque tem um poder exatamente como o que estava em Roma. E se não o fizerem, serão uma igreja independente, individual e quando acontecer, a imagem da besta fechará suas portas, e serão proibidos. E então vocês vão precisar de uma conferência. Está vendo?

273 “Dizem-nos que não podemos mais. Não podemos pregar em Nome de Jesus. Vamos consultar Deus e verificar se podemos, ou não.” Assim eles foram e tiveram uma conferência. Oh, oh, oh, oh! Desculpem-me. Precisamos de uma assim, esta manhã. “É bom que obedeçamos ao homem, ou a Deus?” disse o apóstolo. Eles tiveram uma conferência, mais ou menos como a que estamos tendo esta manhã. E se puseram de pé e notificaram: “A—a—a igreja está nos dizendo que não podemos pregar, a não ser que entremos no grupo deles, e assim por diante. E que não podemos receber este ministro, a não ser que a organização assim o diga. E não importa quão ungido isto seja, temos de fazer isto, aquilo.” E você sabe como é, cada grupo, e assim por diante. “O que vamos fazer?”

274 E tiveram uma conferência, e se ajoelharam e começaram a orar. Essa é a conferência de Atos 4. “E quando o fizeram, todos unânimes: ‘Senhor, por que os povos imaginaram coisas vãs; ou se amotinaram as nações, e os povos imaginaram coisas vãs? Estende a mão do Teu Santo Filho Jesus, para curar os enfermos. Estamos proibidos de fazer isto.’ E todos eles orando unânimes.”

275 Vocês falam, algumas pessoas nos criticam por todos orarmos ao mesmo tempo. Que tal vocês terem estado naquele grupo: “Todos unânimes”? Alguém disse: “Como Deus pode chegar a ouvir isso?” Quantas orações você acha que Ele está escutando de uma só vez, de qualquer maneira? Você se esquece. Ele não é finito. Ele é infinito. Está vendo?

276 “E tendo todos eles orado unânimes,” a Bíblia disse, “moveu-se o edifício onde eles estavam sentados juntos.” Amém. O Resultado voltou. “E saíram pregando Jesus Cristo, por toda parte, Deus operando com eles, confirmando a Palavra.” A conferência de Atos 4.

277 Oh, irmão, só um minuto, há outra conferência. Pode ser que você não tenha estado presente em nenhuma destas conferências. Pode ser que você não tenha estado presente nestas conferências mundiais. Lembre-se, pode ser que você não tenha estado. Mas, lembre-se, há uma conferência, da qual vou falar agora, à qual você vai estar presente. Não me importa quem você seja, você vai estar presente nela. Você pode ter escapado, até este momento, mas de agora em diante não escapará. É a conferência do Juízo. Isso mesmo. Todos vocês vão estar lá, cada um de nós. E vamos ter de prestar contas pelo que fizemos e dissemos nesta terra. Essa é uma conferência na qual você vai estar presente.

278 Toda vez que você ouve uma sirene passar pela rua, lembre-se, isto o marca. Você não vai estar aqui por muito tempo. Ao você vir alguém de cabelo grisalho se aproximando, corcunda, vê um hospital, um cemitério, que é isso? Testemunho, você não está aqui por todo o tempo, e você está se aproximando daquela conferência. E todos estaremos lá.

279 Vamos ter de prestar contas pelo que fizemos com Jesus Cristo. Está certo? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] E Quem é Jesus Cristo? A Palavra. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo Se fez carne e habitou entre nós.” “Jesus Cristo, o mesmo ontem, hoje, e eternamente.”

280 Deus, operando em três dispensações, é por isso que Ele falou acerca de chamá-Lo “Pai, Filho, e Espírito Santo.” Está vendo? Não três Deuses diferentes. É aí onde vocês se confundem. Não são três Deuses diferentes. É um Deus em três manifestações, vejam, do—do único Deus. Nós só temos um Deus. Não somos pagãos. Estão vendo? Mas nós—nós temos um Deus, mas três manifestações. É por isso que Mateus disse: “Batizai-os em Nome do Pai, Filho, Espírito Santo,” porque, veja, era Um. Esse mesmo Deus que estava no Antigo Testamento foi o mesmo Deus que Se manifestou; e o mesmo Deus que está aqui hoje. Jesus Cristo, o mesmo, que Moisés deixou o—o mundo no Egito; o mesmo então esteve aqui hoje; e o Mesmo estará eternamente, Jesus Cristo. E Ele é a Palavra. Amém.

281 Deus tem de julgar a igreja por meio de alguma coisa. Deus tem de julgar o mundo por algum padrão. Vocês creem nisso? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Bem, se Ele vai julgá-lo pela igreja, qual igreja? Se Ele o julgar pela católica romana, a grega está perdida. Se o julgar pela grega, a romana está perdida. Se o julgar pela metodista, a batista está perdida. Se o julgar pela batista, a metodista está perdida; vice-versa. Se o julgar pela unidade, a dualidade está perdida. Se o julgar pela dualidade, a trindade está perdida. Se o julgar pela trindade, ambas estão perdidas. Aí está. Que é isto? Que é isto, irmãos? É um monte de bobagem.

282 Deus tem de ter algum padrão. Se eu tivesse de me unir a uma igreja, a qual deveria me unir? Há só Uma, e você não se une a Essa.

283 Já estou na família Branham há cinquenta e quatro anos, e nunca me uni à família. Eu nasci Branham. Sou Branham porque meu pai é Branham.

284 E sou cristão porque meu Pai é—é Deus. Amém. É com base nisso que somos cristãos. Nós somos cristãos. Nós nascemos do Seu Espírito. E com o Espírito de meu Pai, em mim, tenho os atributos de Deus em mim, e eles se mostram como se mostraram em Seu Filho, Jesus Cristo. Aí está.

285 “Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja. Não por… Não foi carne e sangue quem to revelou, mas Meu Pai que está no Céu to revelou. Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja.”

286 Se Deus julgar o mundo pela igreja católica, a protestante está perdida. Se Ele tomar parte pelos—pelos protestantes, qual deles? Se Ele julgar pela igreja católica, há muitos diferentes receios quanto às esferas da igreja católica, assim, qual vai ser? Veja, a pessoa ficaria confusa. Não se conseguiria saber o que fazer.

287 Mas aqui está pelo que Deus os julgará, a Palavra. Esse é o padrão. “Os céus e a terra passarão, mas a Minha Palavra nunca falhará.” Baseado Nisto tomo minha posição. Qualquer outro terreno é areia movediça. Qualquer outro terreno é areia movediça.

Em Cristo, a Rocha sólida, estou firmado;

Qualquer outro terreno é areia movediça.

288 Estou dependendo Disto. Não estou confiando no que sou. Estou confiando no que Ele é. Eu não posso, eu não posso ir para o Céu; Jesus disse que eu tinha de ser perfeito para chegar Lá. “Sede vós, pois, perfeitos, como é o vosso Pai, que está nos Céus.” Como você pode ser? Mas quando você tem…Não olhe para você, mas para o seu Sacrifício.

289 Bem, se um pequeno mulo nascesse na época do Antigo Testamento. Se tivesse orelhas caídas, e com os joelhos para dentro, e vesgo. Ora, ele sabia que ia ser golpeado na cabeça. Ele não servia. Mas a mãe podia lhe dizer: “Filho, você nasceu com direito de primogenitura. Porque você nasceu deste modo, assim, você viverá. Mas aquele que morrer por você terá de ser um cordeiro perfeito, terá de ser oferecido de modo que você possa viver.” Eles quebravam o pescoço do—do—do cavalo se não servisse, e ele não serve. Mas, veja, mas um cordeiro perfeito tem de morrer de modo que ele possa viver.

290 Se você diz que não serve: “Não sou digno de ser curado, irmão Branham. Não sou digno de vir a Cristo.” Não olhe para si. Olhe para o seu Sacrifício. Não sirvo. Não há nada de bom em mim, nem mesmo um pensamento. Não há nada de bom, nada de bom em você. Não há nenhum de nós que mereça algo além do inferno. Exatamente.

291 Mas, oh, olhe o que Se encontra para nos representar. Olhe o que Se encontra para nos representar. E Aqui está Sua Vida, em forma de letras, tenta Se manifestar através de nós. E então, através de algum pequeno credo, A rejeitamos. Oh, nós precisamos de uma conferência. Sim.

292 É por isso que posso chegar até a plataforma, não tendo medo de que algo vá surgir, e vá acontecer desta maneira, ou daquela maneira, ou falhará, ou de que algo dê errado. Não. Eu olho para o meu Sacrifício.

“Billy, o que você fez esta semana?”

293 Fiz o suficiente para morrer, disse, em uma hora. Para começar, sou pecador. Mas estou olhando para Aquele que me dá a promessa. Estou olhando para Aquele que disse assim: “Não tema. Permaneça aí. Por esta causa você nasceu. Eu o levantei com este propósito.” Então todos os demônios no inferno não podem me fazer mover. Eu me encontro aí, em Cristo, essa Rocha sólida.

294 Algum de vocês se lembra de Paul Rader? Um grande guerreiro de Deus. Eu era garotinho, sentado a seus pés. Ele morreu, aqui na Califórnia, não faz muito tempo. Quando estava morrendo…Ele e seu irmão Lucas se mantiveram unidos, como eu e meu filho aqui. Eles andavam juntos, de mãos dadas, como irmão e irmão, exatamente como pai e filho. E Paul chegou ao fim da estrada.

295 O Instituto Bíblico Moody enviou um pequeno quarteto lá, para cantar. E tinham fechado todas as cortinas, e abaixado as venezianas, o hospital. E Lucas tinha, por assim dizer um… quero dizer, Paul tinha senso de humor, vocês sabem. E ele olhou ali para aquele pequeno quarteto. E estavam cantando Mais Perto Meu Deus de Ti. Ele disse: “Quem está morrendo, eu ou vocês?” Ele disse: “Ergam essas cortinas aí e cantem uns bons cânticos animados do Evangelho para mim.” E eles se puseram a cantar.

Foi ali na cruz onde meu Salvador morreu,

Ali, pela purificação do pecado clamei;

Ali o Sangue foi aplicado ao meu coração;

Glória ao Seu Nome.

296 Ele disse: “Assim está melhor.” Disse: “Onde está Lucas, aquele que se manteve ao meu lado em todas as dificuldades.”

297 Ele não conseguia ver seu irmão morrer. Ele estava na sala ao lado. Foram e o trouxeram. Paul ergueu sua grande mão a Lucas, e Lucas segurou sua mão. As lágrimas correram em sua face.

298 Disse: “Lucas, pense nisto. Nós estivemos por tanto tempo juntos. Já passamos por muitos espinheiros e muitas valas. Mas, pense nisto, daqui a cinco minutos eu me encontrarei na Presença de Jesus Cristo, vestido da Sua justiça.” É isso.

299 Paul me disse. Disse que ele…quando era jovem. Ele veio de Oregon. Era um—um lenhador, e cortava árvores. E disse que quando estava em uma das ilhas…Esqueço-me de onde foi. América do Sul, é onde foi. E ele estava como missionário lá. E contraiu esta febre negra, febre de água negra. E, oh, vocês sabem o que é isso. É morte, imediata. Lá distante na selva, a milhas de um médico.

300 Paul era um grande crente em cura divina, como vocês sabem. E deste modo ele—ele disse à esposa, disse…Eles iam procurar um médico. Ele disse: “Não fará diferença alguma. Eu não poderia viver todo esse tempo.” Assim sua esposa… Disse: “Querida, ajoelhe-se aqui, ao lado da cama, e fale ao nosso Médico. Vamos chamá-Lo à cena.”

301 Assim sua esposa começou a orar: “Deus, não permitas que meu amado esposo morra. Ele está aqui nos campos missionários por Ti. Não permitas que ele morra.”

302 A febre assolando, quase fora do seu juízo normal, só indo e voltando. Ele disse: “Querida, está ficando cada vez mais escuro. Só consigo aguentar mais um pouquinho.” Disse: “Continue orando, querida.”

303 E ele entrou em coma. Disse que teve um sonho. Disse que sonhou que estava de volta a Oregon, um jovem. E disse que tinha um chefe no acampamento madeireiro. Ele disse: “Paul, suba lá ao topo do monte e derrube uma árvore para mim de certo tamanho e traga-a a mim.”

Ele disse: “Muito bem, chefe.”

304 E ele subiu ao topo do monte, e disse que mal conseguia ver aquele machado. Vocês sabem, quanto mais se vai para o norte, ora, mais macia a madeira se torna; mais para o sul, mais dura a mesma madeira. Assim ele subiu lá. E disse que começou a ver o machado penetrar profundamente, a lâmina, na árvore, quando derrubou a árvore. Ele a desbastou, e a ajeitou. Cravou o machado no tronco, no tronco da árvore, a parte grande; e estava, vocês sabem, erguendo, para juntar seus joelhos, para erguer. Disse que era um homem forte. Vocês sabem como Paul era, um homem baixo e forte.

305 Assim ele começou a erguer a árvore, e simplesmente não conseguia erguê-la. Disse: “Eu me esforcei e tentei. E me senti tão…Eu tinha de levar aquela tora lá para baixo para o chefe.” Ele disse: “Eu simplesmente não conseguia erguê-la.” Disse: “Eu puxei, puxei e arrastei, e puxei e arrastei,” ele disse, “até minha força ter quase se acabado.” E disse: “Eu me sentei encostado na árvore, e pensei: ‘Estou tão exausto! Nem mesmo consigo me mover mais.’”

306 Disse: “Imediatamente ouvi a voz mais doce que já ouvira. Era o meu chefe. E ele disse: ‘Paul, para que você está se debatendo com isto?’”

307 Ele disse: “Chefe, eu—eu—eu simplesmente não consigo erguê-la. É grande demais. A carga é grande demais para eu carregar. Não consigo ir mais com ela.”

308 Ele disse: “Paul, há um riacho, passando bem ao seu lado. Por que não a joga no riacho, e salta em cima dela e flutua corredeiras abaixo? E ele passa bem ao lado do acampamento.”

Ele disse: “Não tinha pensado nisso.”

309 E quando ele a jogou na corredeira, olhou para trás. E seu Chefe era Jesus. E disse que ele saltou em cima da tora, e lá se foi corredeiras abaixo, batendo na água com as mãos, clamando: “Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela!” E disse que voltou a si, e estava em pé bem no meio do quarto, com ambas as mãos levantadas, dizendo: “Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela! Estou flutuando Nela!”

“Nada trago em meus braços. Simplesmente à Tua Palavra me apego!”

310 Irmão, irmã, não há coisa boa em homem algum. Não há coisa boa em nada, exceto em Jesus Cristo. E estou flutuando sobre cada promessa aqui esta manhã. E algum dia espero chegar à Sua Presença flutuando sobre o Sangue derramado do Senhor Jesus Cristo.

Inclinemos a cabeça.

311 Estou flutuando Nisso. Estou flutuando Nisso. Não na minha afiliação, na minha denominação, na minha própria justiça, mas estou flutuando na Palavra de Deus. Creio que através do justo Sangue de Jesus Cristo, algum dia O verei. Serei transformado e feito semelhante ao Seu próprio corpo glorioso. Estarei à Sua imagem. Eu O verei como Ele é.

312 Ao ver a idade chegando a mim de mansinho, o pouco de cabelo que tenho, ficando grisalho, ficando corcunda, não tenho muito tempo mais. Por trinta e tantos anos estive atrás do púlpito. Só queria ter mil vidas para que pudesse entregá-las a Ele. Só queria ter. Eu amo o Seu povo.

313 Em que você está confiando esta manhã? Em alguma boa obra que tenha feito? Em alguma igreja a que pertença? Você está realmente firmado na Palavra de Deus? Você é realmente experiente? Você já ouviu que…Você já teve uma conferência particular com Deus, e os Resultados vieram como no dia de Pentecostes? Não algum substituto, não algum aperto de mão, alguma confissão mental, mas sobre o Fogo do Espírito Santo entrando em sua vida, que muda tudo o que você faz e diz? Se não teve isso, gostaria de erguer as mãos e dizer: “Ore por mim, irmão Branham. Eu não sou…”? Deus o abençoe. Deus o abençoe. Que coisa, as mãos!

314 E quanto a vocês, pentecostais? Alguns de vocês, que sabem, que apenas—apenas tradicionalmente vão à igreja, e gostam da música, e vocês—vocês podem agir como pentecostais, mas, realmente, bem no fundo de si, sabem que está faltando alguma coisa. Vocês sabem que está faltando alguma coisa. Se querem realmente, esta manhã, nesta mesa de café da manhã.

315 Sabe, pode ser que eu nunca mais o veja em outro café da manhã, mas quero vê-lo numa Ceia quando tudo tiver terminado. Se nunca teve essa experiência, gostaria de erguer a mão, dizer: “Ore por mim, irmão Branham. Eu agora quero me tornar…”? Deus o abençoe. Isso mesmo.

316 Você diz: “Erguer a minha mão faz alguma coisa?” Se ergue de coração, faz. Ele o verá.

317 Agora, vocês creem que eu sou servo Dele. Muitas pessoas têm me chamado de profeta. Eu não afirmo ser profeta. Não. Mas se você crê que Deus fala comigo, escute-me agora. Sinceramente, quando erguerem a mão, creiam nisso, e observem o que lhes acontece. Agora, se Ele me permitir saber o que está no coração de vocês, se Ele puder me contar sobre o que vocês oraram antes de sair de casa, e o que fizeram, as palavras que disseram, o que fizeram na vida, e quem vocês foram, e de onde vêm, e o que vai lhes acontecer daqui em diante, e acontecer, então sem dúvida Ele está falando comigo agora.

318 Façamos disto uma conferência esta manhã. Que me dizem disto, metodistas, batistas, presbiterianos, pentecostais, unidade, dualidade, oh, uma igreja de Deus, assembléias de Deus, o que quer que vocês sejam? Tenhamos uma conferência. Vejamos se não precisamos de um pouco de amor, uns pelos outros. Vejamos se isso de certa maneira não curaria a coisa, se apenas tivéssemos um pouco mais de amor e respeito, uns pelos outros. Vocês farão isto? Muito bem.

319 Tenhamos uma como Atos 4, e confessem tudo o que têm feito que está errado. E exatamente à mesa onde vocês estão, esse altar onde pedimos a bênção à mesa, no altar familiar, a mesa onde vocês agradecem a Deus pelo pão diário.

320 E, lembre-se, quando você come. Porque quando come, algo tem de morrer, para que você possa viver, fisicamente. Sabia disso? Se você come carne, o animal morreu. Se come pão, o trigo morreu. Se come verdura, a verdura morre. É uma forma de vida. E a única maneira de você poder viver, fisicamente: algo tem de morrer de modo que você possa viver fisicamente.

321 Não é exatamente isso, amigos, para lhes mostrar que folhas de figueira e idéias feitas pelo homem não funcionarão? Algo teve de morrer, de modo que você possa viver eternamente. Algo teve de morrer; não uma igreja, não você. Foi, foi Cristo que morreu por você. Gostaria de aceitar isso agora?

322 Enquanto inclinamos a cabeça, cada um mantendo no coração aquilo de que tem necessidade. Até nos encontrarmos, que Deus os abençoe.

323 Pai Celestial, eu segurei esta amável audiência de pessoas. Porque, não sei. Tu sabes, esta pode ser a última vez. Uma coisa, Tu podes voltar antes de anoitecer. Tu podes voltar antes que eu possa voltar. Uma coisa é certa: Tu voltas. Eu posso morrer. Eu posso ter de deixar a terra. Há muitos aqui. Se eu viesse daqui a um ano, desde este dia, não há dúvida que pessoas aqui não estariam aqui; elas teriam partido. Esta é a nossa última vez, Senhor, que vamos nos encontrar. Alguns de nós aqui, nós sabemos, este será nosso último encontro aqui na terra. A próxima vez que me encontrarei com eles será lá no Juízo, e terei de responder pelo que lhes disse, como ministro hoje de manhã. Eu os coloquei diante dessa Palavra, Pai. Isso é tudo o que sei fazer.

324 Agora há muitas pessoas que disseram, nesta conferência esta manhã, que querem conversar sobre o assunto Contigo. Elas o estão fazendo agora, Senhor. Elas ergueram as mãos. Elas são testemunhas de que, elas—elas—elas, elas estão cansadas, Senhor. Estão exaustas. E sabem que as conferências mundiais terminaram.

325 Não há mais esperanças. Não podemos edificar nada. Todas as nações têm bombas atômicas, de hidrogênio, e venenosas, e astronautas, e tudo mais, Senhor. O mundo inteiro está tremendo e abalado. Vai ser purificado muito em breve, e se aprontar para o grande Milênio. Ela vai se abalar, como, em pedaços. Ela está cambaleando agora como um bêbado indo cambaleando para casa à meia-noite, nas trevas. Ela não sabe para onde está indo.

326 Ó Pai, mas há um fundamento. Há segurança: “Porque recebemos um Reino que não pode ser abalado.” Eu rogo, Pai, que cada um se apresse a esse Reino esta manhã, em Cristo Jesus. Abençoa-os, Pai, enquanto estão de cabeça inclinada, de coração inclinado. Estão esperando agora pela resposta. Nós estamos numa conferência. Envia a resposta agora mesmo, Pai, a cada um.

327 Alguns deles necessitam de salvação. Alguns, sua primeira vez. Alguns que estão…E eles estão—eles vão simplesmente esquecer seus credos. Eles, eles querem encontrar Isso, da maneira que desceu a primeira vez. Eles querem a Tua decisão. Não a decisão da igreja, não a decisão de algum credo; mas a decisão da Bíblia, a decisão que Deus tomou em Atos 2, quando enviou o Espírito Santo e Fogo sobre a Igreja. Essa foi Sua decisão, como a igreja deve viver, e o que deve fazer. Deixando de lado tudo mais, Pai, nós esperamos por essa decisão. Ó Senhor, manda já o Teu poder e batiza cada um.

Enquanto estamos de cabeça inclinada:

Eles estavam num cenáculo,

Estavam todos unânimes,

Quando o Espírito Santo desceu

Que foi prometido por nosso Senhor.

Essa é a Sua Palavra, promessa.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Orem agora.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda…o Teu poder.

328 Vejo ministros fazendo pessoas se voltarem à mesa, para orarem com elas. Isso mesmo. “O poder…”

329 Não pense que só estamos aqui de pé falando. Ele está aqui. “Ó Senhor…” Se você está…Não olhe para o outro. Feche os olhos e olhe para Ele, pela fé. “Batiza cada um.” Lembre-se.

Eles estavam num cenáculo,

Estavam todos unânimes,

Quando o Espírito Santo desceu

Que foi prometido por nosso Senhor.

330 Aqui estamos, todos os diferentes credos. “Ó Senhor…” Nós estamos em—estamos em unidade agora, agora. Creia agora.

Ó Senhor, manda o Teu poder.

331 Veja como Ele tem vindo a nós esta semana. Aqui está Ele, bem aqui agora, bem ao seu lado, se você só crer nisto.

Agora, e batiza cada um.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda o Teu…

332 “Eu Te dou o meu coração, Senhor. Eu Te dou tudo. Aqui está a minha mão. Eu—eu me consagro a Ti agora mesmo. Manda já o Teu poder sobre mim.”

E batiza cada um.

333 Novamente: “Ó Senhor…” Cante até que se torne realidade para você. Está vendo? Agora feche os olhos, feche o coração para toda tolice e tudo de fora.

…já,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

334 Oh, ore agora. Peça-Lhe Isto. “Poder já.” Oh, confesse suas faltas.

Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

335 Agora, Pai, rogo que Tu limpes cada coração. Confessamos nossos pecados. Confessamos nossos erros. Nós estivemos errados, Senhor, todos nós, juntos. Todos somos culpados. Destituídos estamos da glória de Deus. Ó Deus, não vais olhar em misericórdia e piedade para nós, Senhor? Somos um povo necessitado.

E vemos a visão da Vinda do Senhor;

Ele está pisando a vindima onde as uvas da ira estão armazenadas;

Ele desfechou o fatídico relâmpago com Sua terrível e veloz espada;

Sua Verdade, a Bíblia, continua avançando, continua avançando.

336 Ela marcha sobre credos. Ela marcha sobre denominações. Ela marcha sobre tudo. Tua Verdade continua avançando.

Manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

Ó Senhor, manda esse poder…

Eu creio, Senhor. Eu creio.

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

Ó Senhor, manda já o Teu poder,

E batiza cada um.

337 Enquanto a música continua, e você está orando. Agora, se você esvaziar completamente o seu coração, tudo estiver confessado, você realmente o tiver depositado sobre o altar agora, agora Ele é o Sumo Sacerdote da sua confissão. Ele só pode, só pode ajudá-lo à medida que você crer nisto. Se você confessou seus pecados, se confessou seus erros, se fez tudo, confessou que tem demorado demais, o que quer que você tenha confessado, agora está depositado sobre o altar de sacrifício. Agora ponha as mãos sobre Jesus e se identifique. Identifique-se. Pela fé, ponha as mãos sobre Jesus. E então quando o fizer, erga os olhos para Ele e diga: “Eu recebo, Senhor. Eu creio em Ti agora.”

Eu posso, eu quero, eu realmente creio;

Eu posso, eu quero, eu realmente…

Creia de todo o coração agora.

Eu posso, eu quero, eu realmente creio

Que Jesus me salva agora.

338 Oh, você crê agora, com seu sacrifício sobre o altar, sobre o altar? O que você colocou, todas as suas divergências, você colocou sobre o altar. Agora, pela fé, ponha as mãos sobre seu Sacrifício, Jesus, o Qual está assentado à destra de Deus, para fazer intercessões por você, sobre a sua confissão, de que você crê de todo o coração que Ele aceitou o que você Lhe ofereceu. Se você crê que Jesus Cristo aceitou o que você Lhe ofereceu esta manhã! “Eu Te dou a minha vida, Senhor. Eu tenho sido frio. Tenho sido indiferente. Eu, eu tenho feito coisas que não devia ter feito. Mas, a partir desta hora, quero me aproximar mais de Ti. E creio que recebo isto. Ponho as mãos sobre Ti agora, enquanto faço minha confissão.”

339 Vocês creem nisso? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Vocês creem que Deus ouviu sua oração? [“Amém.”] Se creem, ergam as mãos a Deus, digam: “Eu creio que Tu ouviste a minha oração. Faço a minha confissão. Creio que Tu ouves a minha oração. Agora vou ficar de pé e louvar-Te por isso. Vou Te agradecer.”

340 Ponham-se de pé agora, e digam: “Obrigado, Senhor. Obrigado, Senhor. Creio em Ti. Agora dou-Te louvor por me dares a segurança em meu coração.”

341 Agora apenas ergam as mãos e louvem a Deus, à maneira antiga, a maneira que Deus gostaria que vocês fizessem.


CONFERÊNCIAS POR63-0608

(Conferences)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham, no dia 8 de junho de 1963, sábado, ao café da manhã do Companheirismo Internacional dos Homens de Negócios do Evangelho Pleno no hotel Ramada Inn, em Tucson, Arizona, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na íntegra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída por Gravações “A Voz de Deus.”

PORTUGUESE

©2014 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

GRAVAÇÕES “A VOZ DE DEUS”

P.O. BOX 950, JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 E.U.A.

www.branham.org

Deixe seu comentário