ENTÃO JESUS CHEGOU E CHAMOU – 17/04/1964
17 de abril de 1964
Tampa – Flórida – E.U.A.
Tradução – EUA


01 …crer.

Fiquemos de pé só por um momento agora enquanto lemos a Palavra do Senhor. Em São João, capítulo 11, e começando com o versículo 18.

(Ora, Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.)

E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.

E Maria, tão logo…ou, Ouvindo, pois, Marta… Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.

Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não…morrido.

Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia.

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e…vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

…todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?

Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

E, dito isso, partiu e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está aqui e chama-te.

2 Inclinemos a cabeça agora para oração.

3 Nosso Pai Celestial, enquanto nos congregamos aqui novamente esta noite com o propósito de servir-Te, lendo a Tua Palavra, tomando um texto, e crendo que Tu nos trarás e revelarás o contexto do texto. Nós rogamos, Senhor, por cada necessidade que temos aqui esta noite.

4 Pode haver alguns que não Te conheçam. Que eles Te encontrem, esta noite, como seu Salvador, e aceitem isto dessa maneira. Que possam, esta noite, por algo que seja feito, ou dito, que traga Cristo como uma verdadeira realidade para eles. De tal maneira, que a vida inteira deles seja dedicada a Ele e ao Seu serviço. Agradecemos-Te pelas coisas que O vimos fazer, e pela esperança que temos de vida além desta sombra em que vivemos agora. Sabendo disto, que quando Ele vier nós seremos arrebatados a encontrá-Lo nos ares. E com isto, Senhor, rogamos que Tu instiles esta esperança, esta bendita esperança, no coração de todos, esta noite. Aqueles que há muito estão no caminho e suportaram muitas coisas difíceis, que, esta noite, sua fé seja levantada. Concede, Senhor, que eles recebam nova visão, esta noite, e renovem seus votos e recomecem renovados.

5 Pai, nós rogamos por aqueles que estão enfermos e aflitos. Que esta seja a noite da sua libertação. Muitos, Senhor, pondo lenços aqui em cima na plataforma. E rogamos, Pai Celestial, enquanto imponho as mãos sobre estes na caixa. Agora, a Bíblia nos ensina que “levavam do corpo de São Paulo lenços e aventais, e espíritos imundos saíam das pessoas, e enfermidades eram curadas.” Agora, nós compreendemos que não somos São Paulo, mas Tu ainda permaneces Jesus. E rogamos, Senhor, que Tu cures cada um que estes lenços representam. Que cada um seja curado para a Tua Glória.

Parte para nós agora o Pão da Vida, da Palavra, enquanto esperamos, em Nome de Jesus Cristo. Amém.

Podem sentar-se.

6 É bom estar de volta aqui novamente esta noite, e estar servindo ao Senhor. É agradável ver este pavimento de baixo quase lotado, esta noite, de modo que estamos muito agradecidos pelo seu comparecimento. E sendo a primeira vez que estou aqui, eu acho que isso é muito bom.

7 Agora, não importa a quantos falemos, nós falamos a mesma coisa. Eu já falei em grupos de só três ou quatro, também já falei a quinhentas mil de uma vez. Duzentas e cinqüenta mil, outra vez. E não importa o que seja, o que Cristo envie a mim, para ouvir. Eu falo o…Eu não mudaria o meu tema nem um pouquinho, se houvesse um milhão de pessoas sentadas aqui, esta noite, de igual maneira. Porque, só estou semeando semente, e Ela tem de cair na terra em algum lugar. E quando essa última semente tiver sido trazida para dentro, não haverá mais. Sabemos que pode haver…

8 Nós nos perguntamos por que o reavivamento não está se dando agora mesmo, por que não vemos o entusiasmo com as pessoas. Não sei por quê. Mas somente pensemos, e se for assim? Talvez haja um garotinho aqui, esta noite, ou uma garotinha que nasceu em Seattle, Washington. Agora, aquele Livro contém o nome dela. Ele veio redimir aquele cujo nome estava no Livro. Redimir significa “trazer de volta de onde caiu.” E na raça humana, ela estava caída. E ela não pode aceitar Isto agora; ela é nova demais. Assim a igreja andará lentamente, apenas brincando, terá reuniões, e assim por diante, até que essa última pessoa seja trazida, então aquele Livro é fechado, não haverá mais acréscimo. Então tudo termina.

9 Até, quando será aquele tempo, nenhum de nós sabe. Mas continuemos a fazer tudo que pudermos, para a Sua glória, até que esse tempo termine. Nós não sabemos quem é essa pessoa. Pode já estar dentro, nós só estamos esperando pela Sua Vinda. Nós não sabemos. E nunca será revelado ao homem, o tempo da Sua Vinda, porque nem mesmo os Anjos do Céu sabem quando será. Mas só estamos esperando por isto a qualquer hora, e esperando, velando pela Sua Vinda.

10 Agora, você tem de ter fé em alguma coisa. Independente do que seja, você tem de pôr sua fé em algum lugar. Sua fé, sua fé pode estar no…num livro de preceitos. Pode estar no seu credo. Se essa é a sua—se essa é a sua fé, se estiver no seu credo, então aí é—aí é onde sua fé descansa.

11 Digamos, por exemplo, uma—uma certa denominação, diz: “Nós temos um livro de preceitos.” Você crê nisso. “Bem, qualquer coisa fora disso, você não pode crer, veja, porque é nisso que você crê, é nesse livro de preceitos dessa denominação. E pode ser que você creia em certa coisa, você pode fazer sua escolha. Isso é o que você é, nós somos americanos livres.

12 Mas, para mim, minha fé está na Palavra de Deus, no que Deus disse ser a Verdade. Todas as outras coisas que são contrárias a Isso, são como se não fossem. Está vendo? Eu não digo que não são, mas, para mim, se é contrário a Isto, não são assim. E nós encontramos hoje que tantas pessoas baseiam sua fé em algo, e em algum ismo, ou algum acontecimento, ou alguma coisa. Mas, para mim, tem de ser a Palavra de Deus, e a Palavra que Ele prometeu para este dia.

13 Não a lei. A lei foi para os judeus, anos atrás. Hoje estamos nos domínios da graça, e estamos—estamos vivendo acima da lei. Um homem que esteja—que esteja vivendo na graça não tem lei. Não há lei para a graça.

14 Como você pode me condenar por ultrapassar um sinal vermelho aqui, sendo que a cidade me deu direito de ultrapassar qualquer sinal vermelho que eu queira? Está vendo? Você não poderia. Não há lei para me condenar.

15 Assim, contanto que eu esteja em Cristo, estou livre da lei. Está vendo? Estou acima da lei porque estou em Sua graça. Ele pôs essa confiança em mim, de que não farei nada errado, ou Ele não teria me dado essa graça. É isso o que Ele faz para você de igual maneira. Estamos em Sua graça.

Agora, meu tema, esta noite.

16 Não esqueçam amanhã à noite, agora. Vamos tentar ficar talvez só um pouquinho mais. Quero chegar aqui um pouco mais cedo amanhã à noite, porque quero…Amanhã à noite é, por assim dizer, uma noite que dedicamos à salvação, só para dar ênfase a um apelo ao altar, ênfase àqueles a receberem o batismo do Espírito Santo. E uma noite, ou um dia, antes de eu partir, gostaria de falar sobre o…um tema do Sangue, O Sinal, o Sangue que deve estar sobre a porta, e, querendo o Senhor.

17 Agora, esta noite. Cada noite, eu tenho atrasado, cada noite. Tentarei o melhor que puder, esta noite, sair no horário. Compreendo que não nos resta muito tempo, e estou tentando redimir o tempo que temos, assim, sejam pacientes comigo. O…Orarei para que Deus receba toda alma que esteja aqui, que possa ser salva, que Ele a salve. Não sei como Ele o faz. E cabe a nós enviar a Palavra, ou pregar a Palavra. E deixar a…É uma semente. E quando essa semente começar a crescer, ela produzirá exatamente o que é a promessa.

18 Agora, de São João 11, esta noite, nós extraímos este texto: “Então Jesus Chegou e Chamou. Jesus veio.

19 Agora tomamos um segundo plano a partir deste quadro esta noite. Foi Jesus, quando Ele era ainda um—um jovem, Ele veio morar com uma família em Betânia; e eram Maria e Marta e Lázaro. E eles tinham deixado sua—sua igreja, ou seu credo dos fariseus e saduceus, e tinham ficado do lado de Jesus, e convidado-O ao seu lar. E Lázaro era um—um amigo íntimo Dele. E dizem-nos, e, que Lázaro também foi um grande ouvinte de João Batista, o qual falava de um Messias vindouro. E assim, quando Jesus entrou em cena, e vinha a Betânia, eles sempre O hospedavam neste lar.

20 Agora, fomos ensinados que Marta e Maria faziam pequenas tapeçarias para o templo, e assim por diante, onde Lázaro estava estudando para ser escriba, para escrever as letras da lei. Em…Escrevia-se em peles naquela época, como pele de animais, pergaminhos, e enrolados num pequeno rolo e postos num pequeno recipiente. E Lázaro era um ótimo ajudante. E ele conseguia escrever estes rolos.

21 E Jesus estava Se hospedando com eles. E eles O tinham observado fazer tantas coisas, tinham tal confiança Nele, que, sim, tinham dado toda sua vida a Ele. Ainda que Ele fosse…

22 Veja, Jesus, em Seu dia, era mais ridicularizado e zombado que a seita mais vil que há na terra hoje. Não podia haver nada mais vil e desprezado que Jesus. Está vendo? As igrejas O detestavam. E simplesmente não precisavam Dele, de modo algum, porque Ele constantemente as repreendia, e chamavaas de todos os tipos de nomes, e dispersava suas congregações. Ele simplesmente virou o mundo de cabeça para baixo, por assim dizer. Estavam tentando encontrar alguma falha, para acusá-Lo, e não conseguiam encontrar. E ainda assim Ele era…Para eles, “Ele era um ilegítimo. Ele nasceu fora do santo matrimônio. Ele era um sujeito estranho. Ele não tinha instrução mundana, por assim dizer, e ainda assim chamava a Si Mesmo de profeta. E, oh, que coisa, Ele era um sujeito tão horrível!” E cada um deles O desaprovava, por toda parte.

23 Não mudou muito. Está vendo? Como disse a outra noite: “O Diabo leva seu homem, mas não seu espírito.” O espírito das pessoas, que está nas pessoas, já viveu antes. Se fôssemos ficar aqui por uns meses, quando tivéssemos um verdadeiro estudo nas Escrituras, gostaria de lhes provar que não há uma seita na face da terra, hoje, que eu não lhes possa provar que começou em Gênesis, e mostrar-lhes seu começo. É uma semente, do mesmo modo que uma videira crescendo, todas elas. E crescem até o tempo da floração agora, e retornando à—à semente novamente. Assim, todas estas coisas que vocês vêem acontecendo na terra, elas começaram em Gênesis, porque Gênesis é o capítulo semente da Bíblia, o—o princípio.

24 Assim, veja, aqueles espíritos que estavam sobre aqueles homens lá naqueles dias, ainda vivem em homens hoje. Está vendo? Satanás leva o homem, mas o espírito segue vivendo.

25 Deus leva o Seu homem, mas o Espírito segue vivendo. Isso torna Jesus Cristo o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Ele levou Cristo Jesus, mas o Espírito, Espírito Santo voltou, tem estado sobre o povo na Igreja por todo o decorrer das eras. Está vendo? Porque Deus leva o Seu homem, mas não o Seu Espírito.

26 Satanás leva o seu homem, e você encontra esses mesmos espíritos. Observe sua natureza.

27 Identifique-se, esta noite, em seu presente estado agora onde você se encontra, com algum personagem bíblico. Onde você teria estado se tivesse vivido no tempo de Noé? Onde você teria estado? Onde você teria estado nos dias do Senhor Jesus, quando Ele esteve aqui na terra, em Sua carne? Com que grupo você estaria identificado esta noite. Somente pense nisto. Está vendo? Com que grupo você estaria identificado, quando Paulo os estava corrigindo lá em Coríntios pelas coisas que estavam fazendo? Com que grupo você estaria identificado? Está vendo? Apenas olhe para trás. É um espelho. Podemos ver onde nós, o que…O que quer que fôssemos, somos agora, é isso o que teríamos sido lá atrás. Porque o espírito que está em nós agora, identificou lá atrás, que esse era o mesmo espírito que estava sobre eles lá atrás. Que coisa!

28 Isso devia nos sacudir e nos fazer sair da nossa—nossa 28 soneca em que estamos, mornos. Mas você sabe que a Bíblia diz que temos de ficar dessa maneira, de modo que Ele possa vomitar a coisa toda da Sua boca. Ele prometeu isto? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Todos sabemos que Ele prometeu isto. E Ele o fará. A igreja toda há de ser vomitada da Sua boca.

Então, da igreja sai a Noiva, que é a Eleita.

29 Agora, Jesus tinha partido de Sua casa e estava Se 29 hospedando com Marta e Maria e Lázaro. E certo dia, você sabe…

30 Ele disse, na Bíblia, que não fazia nada até que o Pai Lhe mostrasse o que fazer. São João 5:19, Jesus disse: “Na verdade, na verdade vos digo que o Filho em Si Mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazendo ao Pai; isso o Filho o faz igualmente.” E se você tomar o padrão dessa Escritura, se tivéssemos tempo de esmiuçá-La, de modo que fosse, lhe parecesse certo. Você simplesmente segue direto…Ele simplesmente Se entrelaça pela Bíblia inteira. E todo versículo na Bíblia o tem em si.

31 A Bíblia está em continuidade. Cada Palavra Se harmoniza. Não há contradição Nela. Ela toda anda de mãos dadas. Se você conseguir uma contradição, você conseguiu fora da Bíblia, porque a Bíblia não Se contradiz. Está em continuidade, continuidade, completamente. Note.

32 Agora isto, Jesus, quando…Ele foi o maior dom que Deus já deu à terra, ao mundo. “Deus amou o mundo de tal maneira,” João 3:16. Agora, as pessoas tinham fé Nisto.

33 Sempre, os dons de Deus são vistos com desprezo, pelos movimentos religiosos modernos. Veja no passado, em qualquer época, nos dias de Elias, nos dias de Moisés, em qualquer dia e lugar que você queira. Onde quer que seja, são sempre vistos com desprezo, sempre. Nunca muda.

34 E então nós vemos ali, também, que, naquele dia, quando Deus usando Jesus…

35 Agora, houve um tempo em que uma mulher usou o dom de Deus, através de Jesus. Ela tocou Sua veste, e Jesus admitiu que não sabia quem o fizera. Agora, não creio que Ele só estivesse…Ele tenha brincado ou se comportado assim. Eu creio que toda Palavra que Ele disse tinha sentido, tinha significado. E Ele disse: “Quem Me tocou?” Ele não sabia. E Ele olhou à volta toda, de um lado a outro da audiência, até que encontrou a mulher com essa fé, e lhe contou acerca do seu fluxo de sangue que tinha sido curado por causa da sua fé. Agora, essa foi a mulher usando o dom de Deus. Agora, veja, essa única mulher usando Seu dom, Ele ficou fraco por isto.

36 Mas olhe para este caso aqui, quando Ele ressuscitou Lázaro dos mortos. Nada foi dito acerca Dele ficar fraco ali. Quanto mais foi chamar um homem, cuja alma estava a uma jornada de quatro dias, e a corrupção já havia se estabelecido no corpo do homem! Seu nariz, talvez, em quatro dias, já tinha afundado. E ali estava Ele, chamou-o de volta à vida, e ele viveu, e comeu, e bebeu, como qualquer outro homem. Quanto maior foi isso do que foi a mulher tocando Sua veste! Mas isso foi Deus usando Seu dom. Está vendo?

37 Agora, essa é a diferença aqui na plataforma. Agora, se você seguisse o—seguisse o culto e estivesse fora, algumas vezes, como Ele diz coisas que acontecerão, bem, anos antes, semanas antes, meses antes, aonde ir, o que fazer. Isso é Deus usando-O.

38 Aqui, é você usando-O. Não sou eu. Isto simplesmente flui porque é apenas um dom para—para relaxar a pessoa, tirar Isto da engrenagem humana, para que Deus possa Se engrenar com Isto, e dizer coisas. Agora, sua própria fé, você não percebe isso, que está fazendo isso, você mesmo. Sua própria fé está fazendo isso.

39 Agora, se Deus quer fazer qualquer coisa, Ele simplesmente o levanta, diz: “Agora, acontecerá, vá a certo lugar. Enquanto você estiver dirigindo pela rua, haverá certa coisa que acontecerá aqui. Haverá um homem de—de terno marrom. Ele tem cabelo grisalho. Ele se encontrará com você ali. Vá até ele, porque sua esposa está muito enferma. Ela está neste outro lugar. Eis a aparência que ela terá. E vá impor as mãos nela. Diga-lhe para devolver aquela coisa, que ela apanhou aqui há alguns anos, e fazer alguma outra coisa, fazer penitência, e ela ficará boa.” Então eu digo isso ao povo. Nós vamos. Eis o homem ali. Foi exatamente isso que aconteceu. Acerca de diferentes coisas na nação.

40 Acerca desta Marilyn Monroe, quando ela morreu, eles nunca crerão que essa moça não cometeu suicídio. Mas ela não cometeu suicídio. Ela morreu de ataque do coração. Eu vi isso, dias antes de acontecer, e lhes contei acerca. Mas não me deram ouvidos.

41 Quando aqueles lutadores, um matou o outro. Seis meses antes que isto…Lá em Nova Iorque, um matou o outro. Eu os vi em—em suas tavernas, discutindo. E vi um matar o outro, seis meses antes de acontecer.

42 Todas estas coisas o…que o Senhor mostra, isso é Ele usando Seu dom. Não há…Não se fica fraco, depois disso. Mas quando…É isso que me deixa fraco, é quando você usa o dom de Deus, como o Espírito Santo. Eu não sou Seu dom. O Espírito Santo é Seu dom. Esse é o dom de Deus à Igreja, é o Espírito Santo, e você O usa. E Ele simplesmente usa sempre que conseguir se soltar da engrenagem. Está vendo o que quero dizer? E deixa o Espírito Santo usar você.

43 Agora, neste caso, o Pai havia dito a Jesus, para deixar o lar e partir.

44 Se você notar como isto aconteceu, eles, depois que Lázaro adoeceu. E sem dúvida, muitos deles disseram: “Hã-hã! Agora vejamos onde esse pregador santo rolador está agora, que vai orar pelos enfermos. Ele não está presente.”

45 Assim, Ele partiu. E eles, finalmente, mandaram buscá-Lo. Quando o médico o desenganou, eles mandaram avisá-lo para que viesse. E ao invés de vir, Ele simplesmente se distanciou mais. Mandaram novamente. Ao invés de vir, Ele simplesmente continuou indo na outra direção. Está vendo? E então, de repente, Ele parou, olhou para os discípulos atrás; depois de tantos dias, a visão cumpriu o que o Pai Lhe tinha mostrado. Ele disse: “Lázaro dorme.”

Os discípulos disseram: “Bem, ele está salvo.” Está vendo?

46 “Ele dorme,” não morto. Não há tal coisa como um crente morrer. Está vendo? E Ele lhes disse na língua deles: “Ele está morto, e por amor de vós, folgo de que Eu lá não estivesse. Mas, vou despertá-lo. Vou despertá-lo.” Veja!

47 Agora, Ele sabia que isso ia ser feito. Porque, se não soubesse, então Ele disse algo errado quando disse: “Nada faço até que o Pai Me mostre primeiro.” Está vendo? Ele sabia disto.

48 E então olhe para Ele no sepulcro: “Pai, graças Te dou, por já Me haveres ouvido. Mas digo isto por aqueles que estão por perto.” Está vendo?

“Lázaro, vem para fora.” E ele veio. Ele saiu do sepulcro.

49 Agora, quando Jesus Se foi do lar, ora, foi quando aquela morte e a dificuldade se situaram. E lembre-se, quando Ele Se vai do seu lar, a dificuldade vem chegando. Agora, Ele não foi posto para fora, aqui. Ou, Ele somente tinha partido, porque o Pai O tinha afastado. Todas as esperanças tinham acabado. Agora, que pequeno lar triste! Muitos de nós, esta noite, sabemos nos simpatizar com aquele lar, quando a morte atinge nosso lar. E você nunca sabe o que é isso até que tenha de passar por tal coisa uma vez. Mas, sabe, quando eles estavam…

50 A morte chegou ao pequeno lar. Tinham mandado chamá-Lo. Que lar esfacelado era aquele! O Homem em quem eles tinham confiança, o Homem que eles amavam, o Homem que eles tinham visto curar os enfermos, e fazer os cegos enxergarem, e profetizar, e conhecer os pensamentos do coração, e dizer às pessoas o que aconteceria, toda vez! E Ele Se enquadrava na Escritura, à risca, exatamente, de tal modo que aquelas pessoas que amavam a Escritura criam Nele. Está vendo? E ali estavam alguns dos Seus amigos mais leais, e Ele deixou isso acontecer. Está vendo? Ele deixou isso acontecer só para ver o que eles fariam. Sem dúvida, era isso o que estava na mente do Pai a esse respeito. Todas as esperanças esgotadas. O Homem em que eles confiavam, acabou sendo que Ele não era o que pensavam que fosse, ou que—que seria. E eles estavam desesperados. Lázaro, seu irmão, estava morto.

51 Eles não podiam voltar para a igreja, porque já tinham aceitado a Jesus, “o fanático,” e tinham sido excomungados, e tinham sua carta, como se diria hoje, de sua igreja, que eles não mais podiam voltar. E foram deixados sem igreja. Foram deixados sem um amigo, parecia. O povo da cidade os tinha desprezado. Seus bons amigos, com quem tinham amizade na igreja, não tinham mais nada a ver com eles, porque aceitaram a Jesus, “este fanático radical.”

52 Deste modo, o Homem em Quem eles tinham confiança, os tinha desprezado redondamente e se recusou a lhes prestar um favor. Mandaram chamar a segunda vez. E ainda assim Ele os desprezou; e deixou aquele homem morrer, e ser embalsamado, e posto no sepulcro, e sepultado. Agora, isso é que é hora sombria; essa foi a hora mais sombria que aquele pequeno lar já tinha visto.

53 E então Jesus chegou. Assim é Ele, naquela hora sombria. Ele deixa acontecer, às vezes. Na hora mais sombria, então Jesus vem. Sua Presença sempre traz novas esperanças.

54 Esta pode ser a hora mais sombria para alguns de vocês. Pode ser que o médico o tenha desenganado, com câncer. E o homem fez tudo o que pôde para salvar sua vida, mas está além do seu—seu conhecimento. Ele não tem mais nada com que trabalhar. Ele fez tudo o que pôde fazer, e você vai morrer. Pode ser a hora mais sombria que você já viu. Mas, apenas lembre-se, é nessa hora sombria que Ele vem. Ele vem. Então, quando vem, isso traz nova esperança. Traz novas esperanças quando Ele vem. Sua Presença traz esperança.

55 Marta, ela saiu. Ela sempre tinha mostrado quem na realidade era, que ela não tinha sido considerada tão leal quanto Maria, porque Maria estava escutando a Palavra, mas, Marta, quando ela estava fazendo o jantar para Ele, e coisas tais. Ela mostrou o que era naquela mesma hora.

56 Porque, quando Jesus voltou à cidade, sem dúvida que muitos deles disseram: “Agora, depois que o rapaz está morto e sepultado, agora este pregador santo rolador volta a entrar despercebidamente na cidade.” Sem dúvida que quando Marta começou a sair, alguns deles disseram: “Olhem, lá vai ela agora. Se estivesse em seu lugar, eu Lhe diria umas verdades. Eu Lhe diria acerca disso quando chegasse lá. Oh, sem dúvida que ela o fará. Iremos observá-la fazê-lo.” Se assim ela tivesse feito, este relato não estaria sendo contado da maneira que está, esta noite.

57 Agora observe-a. Aqui vai ela. Ela pode ter passado pelo—o—o pastor da sua—da sua primeira igreja. E ele disse: “Agora, vejamos o que acontece agora. Está vendo? Ele saiu de mansinho. Quando a hora, a hora crucial veio, Ele saiu de mansinho.”

58 Agora, Marta, sem dúvida, era uma leitora da Bíblia, ou ela nunca teria aceitado a Jesus, para começar. Ela não podia aceitar isto com base na psicologia do povo, ou com base na religião daquele dia. Ela não podia aceitar isto com base na igreja, porque a igreja O detestava. E os beatos O detestavam. E todos eles O detestavam. Assim, ela deve ter sido uma leitora da Escritura, e tinha lido na Bíblia.

59 Nos dias de Elias, houve uma mulher cha-…uma sunamita. E ela era estéril. E ela teve fé num homem, um profeta, que era daquele dia, em Elias. E tinha construído para ele um pequeno aposento ao lado de sua casa. Ou, ela e o esposo tinham uma boa casa. Eles construíram um aposento e puseram um—um jarro d’água ali, e um aposento para ele se lavar e se arrumar, e fizeram um lugar bem agradável, confortável. E quando ele chegou, ele e Geazi, seu servo, e disse: “Veja que gentileza esta mulher sunamita nos mostrou.” Disse: “Vá e lhe pergunte se devo falar ao capitão chefe com o qual eu—eu tenho conhecimento. Eu o conheço muito bem. Ou, deveria falar com o rei? Também já fui requisitado algumas vezes para falar com ele e ser consultado por ele.” Disse: “Agora, gostaria de saber se eu poderia falar quando comparecer perante ele novamente, ou quando for chamado a uma destas pessoas?”

60 Assim Geazi foi e lhe perguntou. E ela disse: “Não.” Ela disse: “Eu habito com meu próprio povo. Não tenho motivo algum para pedir coisas assim. Isso foi de coração, apenas porque sei que Ele é um homem de Deus. E quero lhe prestar favor. Só isso.” Ele disse…

61 Bem, voltou, e Geazi disse: “Mas seu marido é velho e eles não têm filhos.”

62 Assim, Elias deve ter tido uma visão. E disse: “Vai, dize-lhe: ‘Ao tempo da vida, daqui a cerca de um ano, ela abraçará um filho.’” E ela abraçou. Ela teve um garotinho.

63 O garotinho tinha cerca de doze anos de idade. Ele estava no campo com seu pai, por volta das onze horas do dia, de modo que deve ter sido uma insolação. Ele gritou: “Minha cabeça! Minha cabeça!” E o pai o mandou para casa, e—e assim eles o deitaram no colo da mãe. E por volta do meio-dia, o garotinho morreu, ele adoeceu de tal modo; provavelmente uma insolação. Não havia fôlego nele. Ele tinha morrido.

64 Assim ela o apanhou e o deitou na cama de Elias. Que lugar para deitá-lo! Oh, que coisa! Exatamente certo. Deitou-o na cama de Elias.

65 E ela disse ao servo: “Albarda uma mula agora, e vai. E não pares até que eu te diga, porque queremos ir ao homem de Deus.” Ela sabia que se pudesse chegar àquele homem, ela descobriria o motivo. Se Deus pôde dizer a ele que aquele bebê viria, e que a abençoasse com a bênção de Deus, para que seu—para que seu ventre estéril pudesse ter um filho, certamente Deus poderia dizer àquele homem por que o levou. Ela disse: “Não pares até que eu te diga. Vai àquele homem de Deus.”

66 Agora, quando o—o cavaleiro se aproximou do homem de Deus, ele não sabia. Deus não diz aos Seus profetas tudo que vai acontecer. Ele não sabia o que fazer. Assim ele disse: “Aqui vem aquela sunamita,” ele disse a Geazi. Disse: “E—e ela está triste, e Deus ocultou isto de mim. Não sei o que ela quer.”

67 Assim, quando ela se aproximou…Eu gosto disto. Quando ela chegou perto de Elias, Elias clamou, disse: “Vai tudo bem contigo? Vai tudo bem com teu marido? Vai tudo bem com teu filho?”

68 Note, o marido caminhando de um lado para outro, gritando. Está vendo? Ele não tinha a fé que ela tinha. E ele, simplesmente gritando e se comportando assim; todos os vizinhos, se comportando assim. E o garotinho, horas antes disso, estava deitado frio, na cama.

69 Observe, quando ela chegou a este homem de Deus. Ela disse: “Tudo vai bem.” Amém. Eu gosto disso. “Tudo está bem agora. Estou na presença do Seu representante.” Amém. Aí está. “Tudo vai bem.” E então ela caiu a seus pés e começou a lhe revelar; não ele a lhe contar. Ela lhe contou.

70 E então ele disse a Geazi: “Cinge os teus lombos, e toma este bordão e vai e põe-no sobre a criança.” Ele não sabia o que fazer.

71 Por isso, acho que é aí onde…Paulo, outro homem da Escritura, nunca, nunca teria tomado lenços de seu corpo, se não tivesse tido Escrituras para isto. Elias sabia que tudo o que tocava era abençoado; mas se ele pudesse fazer a mulher crer nisso! Assim eu acho que foi isso que Paulo fez. Agora, nós ungimos lenços com azeite. Agora, isso não é escriturístico, mas está bem. Isso está perfeitamente bem. “Mas levavam do corpo de Paulo,” a Bíblia disse, “lenços e aventais.” Note. Mas…

72 E Elias, ele disse: “Toma este bordão, vai e põe-no sobre o garotinho. E se alguém te falar, não respondas. Somente segue em frente, põe o bordão sobre o garotinho.”

73 Agora, a fé da mulher não estava no bordão. Estava no profeta. Ela disse: “Como o—o Senhor Deus vive, e tua alma nunca morre, eu não te hei de deixar.” E ela ficou bem ali, persistente, até que obteve a resposta do que queria saber.

74 Bem, Elias não tinha a resposta, de modo que havia só uma coisa a fazer, ir com ela. Assim, ele cingiu os lombos, e foi.

75 Ele encontrou Geazi voltando. Disse: “Cumpriste as minhas ordens?”

76 Ele disse: “Cumpri. Eu pus o bordão sobre o garotinho. Não havia vida, nem nada, ainda.” Fazia horas e horas que o garotinho tinha morrido.

77 Bem, Elias entrou. Ele não sabia o que fazer. Assim, lembre-se, ele caminhou de um lado para outro do quarto, simplesmente de uma parte a outra, de uma parte a outra, até que o Espírito veio sobre ele. E quando o Espírito veio sobre ele, ele deitou o próprio corpo sobre o corpo daquele garotinho, e ele espirrou sete vezes e veio à vida, por causa daquela determinação e daquela fé daquela mãe.

78 Agora, Marta, sabendo que esta mulher sunamita teve fé neste profeta, sendo o representante de Deus na terra para aquele dia. Elias era o…era o representante de Deus do seu dia. Ela sabia que tinha visto o suficiente de Jesus, que Ele era o representante de Deus daquele dia. Aí está. Está vendo? Faz a Escritura fluir com precisão.

79 Então, quando ela correu até Ele, e parecia que ela tinha direito de censurá-Lo, e dizer: “Por que não vieste? Por que não vieste? Nós mandamos buscar-Te. Nós deixamos a igreja. Nós fizemos tudo isto.” Não. Essa é a versão de 1964 disto. Não nessa ocasião, veja. “Nós fizemos tudo isto. Nós fizemos aquilo. Eu dei isto. Eu dei aquilo.” Você deu o quê? Deus deu um Filho por você e por mim, os indignos.

80 Ela deve ter saído ali. E ela sabia que Deus Se tinha manifestado. E observe quando ela se aproximou. Eles a seguiram, para ver o que ela diria. Agora, ela foi ali, e caiu diante Dele, primeiro, e disse: “Senhor.” Isso é o que Ele era. “Se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido.” Está vendo? “Teu irmão não teria morrido.” E ela…

Ele disse: “Teu irmão há de ressuscitar.” E Ele…

81 “Sim, Senhor. Ele há de ressuscitar no último dia, na ressurreição geral. Ele foi um bom rapaz. Ele há de ressuscitar no último dia.” Veja, eles criam na ressurreição geral.

Jesus disse: “Mas Eu sou essa ressurreição e Vida.”

82 Oh, que coisa, depois de havê-la desprezado! Como poderia um Homem, que era a Vida da ressurreição, chegar a tratar um amigo assim? Às vezes Ele o está testando, para ver o que você fará. Está vendo? Põe a coisa diante de você, e vê o que você faz com ela. Ele pode fazer isso, esta noite. Ele tem feito isto, de modo a ver o que você fará quanto a isso.

83 Então verificamos que quando isto aconteceu, ela disse: “Eu creio que Tu és o Filho de Deus que havia de vir ao mundo.” Foi exatamente isso que Ele confessou ser. “E mesmo agora, ainda que meu irmão esteja morto, ainda que esteja embalsamado, ainda que esteja sepultado, ainda que feda no sepulcro, mas também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Aí está. Aí está. Esse é o ponto fundamental. Ela cria no que Ele pedia. Se Ele pedisse a Deus por ela, Deus ouviria a Sua oração. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

84 Agora, você poderia ter esse tipo de fé, esta noite, na Palavra de Deus? Bem, Jesus é a Sua Palavra. Poderia você ter esse tanto de fé na Palavra de Deus? Quando Ela está tão—tão claramente identificada para este dia quanto estava identificada naquele dia. Poderia você crer nisso? “Tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Está vendo?

85 Você diz: “Mas o médico me desenganou, irmão Branham, disse que não pode fazer mais nada por mim.”

86 “Mas também agora, Senhor!” Diz: “Não tenho caminhado por anos. Mas também agora, Senhor, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Ele está sentado à destra da Majestade, nas Alturas, esperando que você peça. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

87 A Bíblia não diz que “Ele está sentado à destra da Majestade”? O que é a destra? Não uma mão como de homem, a minha. É o poder, a destra de poder. Ele é Deus conosco, Deus em nós. Deus aqui agora. A destra, o sempre vivo Presente, bem aqui. Quando precisar de Deus, você não tem de ir ao Céu. Ele está bem aqui com você. A destra do poder da Sua Majestade, sentado aqui, pronto para fazer intercessões baseado na sua confissão, esperando ser invocado.

88 “Também agora, Senhor!” Ainda que o médico me tenha dito que eu não poderia viver mais que uma semana: “Também agora, Senhor, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

89 Não admira que Ele tenha dito: “Teu irmão ressuscitará.” Ele disse: “Eu sou essa ressurreição e Vida. Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em Mim nunca morrerá. Crês tu isso?”

Ela disse: “Sim, Senhor, eu creio nisto.” É isto.

90 Agora, quando você tem fé verdadeira, quando esses dentes das engrenagens começam a se engrenar assim, a roda vai girar. Algo vai acontecer, porque há poder de ambos os lados. Poder, em fé! E poder…A roda pequena girou pela fé. A grande girou pelo poder de Deus. Quando essas coisas se põem a girar, algo tem de acontecer.

91 Para produzir essa luz ali, requer-se duas peças de material, e um dínamo, girando juntos. É exatamente como você. Isto produzirá luz. Produzirá fé. Produzirá—produzirá poder. Produzirá cura. Quando o crente e Deus começam a girar juntos, isso gera o poder da Sua ressurreição. Quando o crente toma a Palavra Dele no coração e começa a gerar isto. Isto produz fé, porque Ele prometeu. Tudo está em linha. A única coisa que você tem a fazer para obter eletricidade é apertar o botão. Agora, isso é tudo que você tem a fazer quando esta Escritura está para Se cumprir agora. Aperte o botão. Não tenha medo.

92 Esse é o problema com as pessoas. Eu freqüentemente tenho dito…É um pouco ridículo dizê-lo. Eu encontro duas classes de pessoas quando viajo, os fundamentalistas e os pentecostais. Fora disso, eu não sei. E os fundamentalistas são pessoas que posicionalmente sabem onde se encontram, mas não têm fé no que estão fazendo. E os pentecostais são as pessoas que têm… têm essa fé mas não sabem quem são.

93 É exatamente como um homem que tem dinheiro no banco e não sabe preencher um cheque e o outro sabe preencher um cheque, e não tem dinheiro no banco. Se você pudesse chegar a juntar isto. Se conseguir que os pentecostais despertem, que o Espírito Santo que vocês afirmam ter, esse é Ele identificando o Seu Nome e a Sua Palavra. Então assine o seu nome no cheque e o entregue. Observe-o ser—ser reconhecido pelos bancos do Céu.

94 “Pedi ao meu Pai em Meu Nome, qualquer coisa.” Está vendo? Não tenha medo de pedir. Ele prometeu que o faria. Ora, ali, isso é…Você não tem de se preocupar com isto. Ele o prometeu.

95 Note isto agora. E ela estava certa, quando soube que Deus estava em Elias. Ele estava. Ele estava. Ele era Cristo, também. Você crê nisso? Jesus disse que ele era, disse que ele era um deus, porque a Palavra de Deus vinha a ele. Se Deus estava em Elias, quanto mais estava Ele em Seu Filho! E se Deus, por aquela pequena porção, pôde ressuscitar um bebê morto, quanto mais Deus em Sua plenitude!

96 Bem, quanto mais agora, Deus Se identificando conosco e em nós! A expiação está feita. Não estava feita então. Eles ainda estavam sob a expiação do—do carneiro sacrificado. E agora nós estamos sob a expiação do Sangue de Deus; não sangue judeu, não sangue gentio. Ele não foi nenhum dos dois. Ele foi o Sangue de Deus

97 O sangue vem do sexo masculino. Uma galinha pode botar um ovo, mas se ela não esteve com o pássaro macho, não chocará. Não é fértil. A fertilidade vem da hemoglobina, que é sangue que está no sexo masculino, sempre. A mulher é só o óvulo.

98 E neste caso, Jesus foi o Sangue de Deus, uma célula de Sangue criada. Ele não foi nem judeu nem gentio. Ele foi Deus. A Bíblia disse: “Nós somos salvos pelo Sangue de Deus,” não judeu ou gentio, o Sangue criado. É aí onde, se Ele foi judeu, minha fé está liquidada. Se foi gentio, minha fé está liquidada. Ele foi um Deus. Ele foi o Deus imortal manifestado em carne, pois que Ele criou uma célula de Sangue e fez Seu Próprio corpo. Amém. Isso faz os demônios tremerem e fugirem. Isso o põe em fuga. Quando você vê a coisa genuína e verdadeira. Louvado seja o Senhor. [A congregação aplaude—Ed.] Deus manifestado na carne. Ele é o Sangue de Deus. Portanto, a Vida vem desse germe. E agora por esse Sangue…

99 No velho sacrifício, um adorador punha as mãos sobre um carneiro, e eles cortavam a garganta. Os sacerdotes apanhavam o sangue e o queimavam. E o adorador, sentindo as dores da morte sobre o—o carneiro, suas mãos todas ensangüentadas do carneirinho moribundo, morrendo, ou ovelhinha, enquanto morria, mas ele saía com a mesma consciência que tinha ao entrar. Porque, quando aquela célula de sangue era rompida, era o sangue de algum outro, um carneiro macho, veja, e o óvulo da fêmea. E a vida que estava naquilo não podia voltar sobre a sua vida, porque era vida animal. Vida animal não tem alma, de modo que não sabe a diferença entre o certo e o errado. Assim não podia voltar.

100 Mas Nisto, quando realmente colocamos as mãos sobre nosso Sacrifício, Jesus, e sentimos no coração que somos culpados, e sabemos o que estamos fazendo. O Sangue desse Sacrifício, a Vida que estava nesse Sangue era o Próprio Deus, de modo que Ele volta sobre você, o Espírito Santo. Você se torna um filho de Deus, então, não mais consciente de pecado. Aquele que nasce de Deus não comete pecado. Ele não pode pecar. A Semente de Deus está nele. Ele não pode pecar. Ele não tem mais desejo de pecar, de modo algum. Portanto, enquanto você está desejoso de pecar, você é culpado disto. Mas quando não tem mais desejo, se faz algo errado, então você não o faz voluntariamente.

101 Hebreus 6 disse: “Se pecarmos voluntariamente, depois de receber o conhecimento da Verdade, já não resta mais sacrifício pelo pecado.” Pecar voluntariamente. Assim, se você continuamente quer pecar, voluntariamente, há algo errado com sua experiência.

102 Agora, quando ela O ouviu. Ela estava certa…Quando Ele disse: “Eu sou a ressurreição e a Vida. EU SOU.” Oh! Que segurança da Palavra prometida, porque Ele era aquele EU SOU que esteve no deserto com Moisés, lá na sarça ardente! Mesmo quando todas as esperanças tinham desvanecido, ainda assim ela estava satisfeita. Se ela pudesse somente levá-Lo a pedir, aconteceria. Agora, como necessitamos de fé como essa hoje!

103 Agora, ela teve de crer para conseguir as coisas impossíveis, conforme a mente moderna, a maneira moderna de pensar. Ela teve de crer para conseguir o impossível. Mas coisas impossíveis se tornam reais quando Deus é tomado em Sua Palavra. As coisas impossíveis se tornam realidades quando Deus é tomado em Sua Palavra.

104 Note, que belo: “Mas também agora, Senhor, também agora,” não importa qual seja a—a situação. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus o fará,” naquela hora sombria.

105 Vamos só rever umas duas pessoas aqui, ou mais ou menos isso, na Bíblia, só por um minuto, só para considerar essa hora sombria antes de chamarmos a fila de oração.

106 Pensemos em Jó. Ele era o homem mais justo da terra, e Satanás veio sobre ele. E veio a Deus, primeiro, e acusou Jó de ser apenas o predileto de Deus. Disse: “Certamente, o tens todo protegido. Quebra a cerca. Eu o farei amaldiçoar-Te na Tua face.”

Deus disse: “Não consegues fazer isso.” Está vendo?

107 E agora, Jó se viu em todos os tipos de dificuldades. Lembre-se, ele perdeu toda a sua riqueza. Ele perdeu toda a sua popularidade.

108 Ele era um príncipe, você sabe, no Oriente, e todos os jovens príncipes vinham se inclinar diante dele porque era um homem de sabedoria. Ele era profeta. E todos queriam vê-lo e conversar com ele, só por um momento. Só um momento do seu tempo significava tanto. E como ele caminhava rua abaixo, honra no coração por Deus, porque Deus o tinha constituído profeta.

109 E os sábios se aproximavam e diziam: “Jó, senhor, sabemos que o grande Deus do Céu está contigo. Só queríamos que nos desse um conselho. Nós fizemos certa coisa. O que devíamos ter?” E Deus revelava a Jó. E eles iam fazer isso daquela maneira, e era exatamente a maneira que seria. Era ótimo.

110 Mas, subitamente, todas as pessoas ficaram contra ele. Sim. Todos o desprezaram. Então os ciclones vieram, mataram seus filhos e mataram todos os seus animais. Tudo o que tinha ele perdeu. Então vieram alguns dos seus melhores…talvez os diáconos da sua igreja, veja, vieram lhe dar consolo. E eles o estavam acusando: “Agora, Jó, tu sabes, um homem que era favorecido por Deus, como tu, e tudo isto te sucedeu, tem de haver algo errado. Tu fizeste algo errado.”

111 Jó dizia: “Estou convencido de que não fiz. Meu coração está limpo diante de Deus, e fiz o meu sacrifício.” Amém.

112 Aí está, então firme-se nisso. Se você preencheu os requisitos de Deus, permaneça aí mesmo. Não se mova. Abraão chamou, tudo contrário a essa promessa, de não existente. Ele não duvidou da promessa por incredulidade, mas foi fortificado, dando louvor a Deus.

113 Jó permaneceu firme. Após algum tempo, sua própria esposa de certo modo se virou contra ele. Saíram furúnculos em Jó, sua própria saúde se deteriorou. Ele saiu e se sentou num monte de cinza, e se raspou com um caco ou algo assim, um fragmento. Imagine só em que condição miserável esse homem estava!

114 Eu me lembro de estudar isso certa vez, no meu tabernáculo, anos atrás. E fiquei nisso por um ano, só no Livro de Jó. Assim se faz. Nós entramos em detalhes, simplesmente ligamos a Palavra inteira. E então eu fiquei com ele naquele monte de cinzas ali por cerca de cinco domingos consecutivos. E eu nunca…Após algum tempo, uma irmãzinha me escreveu uma carta. Ela disse: “Irmão Branham, quando o irmão irá tirar Jó desse monte de cinzas?” Mas eu—eu estava tentando mostrar algo. Está vendo? Eu—eu estava. Eu estava tentando deixar isto claro, que, por que ele estava ali.

115 E sua esposa saiu e disse: “Jó, você está péssimo. Por que não amaldiçoa a Deus e sofre a morte?”

116 Agora veja. Ele não a chamou de mulher doida. Ele disse: “Como uma doida assim falas tu.” Em outras palavras: “Tu— tu—tu falas doidamente.” Ele disse: “O Senhor o deu, e o Senhor o tomou. Bendito seja o Nome do Senhor.”

117 Então, ele sabia que ia morrer. E disse: “Senhor…” No capítulo 14 de Jó, ele disse: “Há esperança para uma árvore, se ela cair.” Ele sabia que tinha sido…Isto influenciou pessoas. Sua vida tinha sido útil. Deus nunca nos dá a vida apenas para ficarmos à toa nisto, naquilo. Ele a dá para ser útil a Ele. Faça alguma coisa. Diga a alguém. Você não pode falar? Assobie um hino, ou algo assim. Transmita alguma impressão, em algum lugar. E Jó era o tipo de homem que era útil.

118 Ele disse: “Se uma árvore cai no sepulcro; um—um cheiro de chuva, as raízes brotam novamente. Se uma flor morre, a sementinha fica ali e se rompe, a polpa escorre dela. Não há maneira de você poder encontrar a vida nela. Mas quando a primavera se aproxima, aquela florzinha surge novamente. “Agora, há esperança, se uma flor morrer, se uma árvore morrer. Mas um homem,” disse, “ele se deita, ele rende o espírito. Seus filhos vêm honrá-lo, e ele não o percebe.” Jó queria saber. “Quando plantam uma semente na terra, e ela brota. Mas plantam um homem na terra, e ele não brota.” Agora ele disse: “E a respeito de tudo isto?”

119 E ele não conseguia entender isto. “Como um homem, com muito mais glória do que uma flor; um homem, com muito mais glória do que uma árvore, à imagem de Deus; e ainda assim ele o plantou na terra, e isso—isso encerrou o assunto. Seus filhos vêm prantear, e ele não o percebe. Oxalá me escondesses na sepultura, me ocultasses até que a Tua ira se desviasse. Tu me designaste um tempo e um lugar; não posso ultrapassar.”

120 Note agora, quando toda esta angústia veio. E seus amigos lhe viraram as costas, e o acusaram de ser um pecador oculto. A esposa o tinha desprezado. Todos o tinham desprezado. Disse: “Seu hálito se fez estranho para sua mulher.” E todas as coisas que lhe aconteceram! E parecia que Deus o tinha desprezado. E que ele ia morrer e ir para a terra.

121 Deus lhe falou como em outras palavras dizendo: “Jó, agora cinge os teus lombos. Eu falarei contigo.” E então quando Ele disse: “Veja, a árvore nunca pecou. A—a flor nunca pecou. Ela serviu ao Meu propósito. Portanto germinou, uma da outra, e não pecou, assim ela ressuscita. Mas o homem pecou, portanto ele é cortado.”

122 Deste modo, Jó começou a se perguntar, e então ele ficou angustiado exatamente como Marta. Na hora mais sombria, quando, toda a sua influência, tinha ele vivido em vão? Como Ele falaria a Jó? Ele era profeta. Como Ele lhe falará? Numa visão.

123 Então ele olhou para cima, e os trovões rugiram, os relâmpagos lampejaram, e Jesus veio. Então ele O viu nos últimos dias. Ele disse: “Eu sei que o meu Redentor vive, e que nos últimos dias Se levantará sobre esta terra. Consumida a minha pele, ainda em minha carne verei a Deus, o qual verei.” Na hora mais sombria, então Jesus vem.

124 Agora, esse é o Livro mais antigo da Bíblia. Jó, foi escrito antes de Gênesis ser escrito, afirmam.

125 Note agora Moisés, em sua hora sombria. Ele sabia. Sua mãe lhe tinha contado como Jeová o tinha levantado, como ele ia ser o libertador do povo. E ele tinha tentado fazer isto do ponto de vista militar, porque era militar, criado com Faraó, tornou-se um—um líder. Ele estava para ser o próximo Faraó. E saiu para tentar libertá-los com a própria mão.

Mas Deus não liberta dessa maneira. Deus liberta pela Sua mão.

126 Assim ele se tornou inteligente, instruído, aprendeu toda a…conseguiu seu doutorado em Filosofia, e doutorado em Direito e todos os graus em Direito e doutorados em Divindade que acompanhavam, suponho. Assim ele pensou: “Eu realmente a tenho agora. Sou recém-formado do seminário.” Assim ele saiu, e falhou.

127 Então Deus o levou lá fora por quarenta anos e tirou toda aquela instrução dele, veja, quarenta anos. Agora ele é um velho, a barba até a cintura, uma vara na mão, todas as esperanças de libertar o povo se haviam ido. Aqueles pobres hebreus lá, sofrendo com aqueles capatazes, e as costas açoitadas, e—e amassadores de barro naquela lama. Todas as esperanças de libertar haviam acabado. E então certo dia, numa parte remota do deserto, Jesus veio, uma Coluna de Fogo. Ele disse: “EU SOU.”

Esse era Quem Ele era. Certo dia Ele estava conversando…

128 Ele disse: “Bem, Tu dizes que ‘viste Abraão’? Ora,” ele disse, “ora, Tu não tens mais de cinquenta anos. E dizes… Sabemos que Tu estás louco. Tu tens—Tu tens demônio.”

Ele disse: “Antes que Abraão existisse, EU SOU.”

129 Portanto, foi Jesus que veio, numa Coluna de Fogo, em sua hora mais sombria. E ele foi, então.

130 Você sabe, quando Jesus lança mão de você, isto o faz fazer coisas que parecem loucas, para o mundo. Você poderia imaginar aquele velho indo lá para tomar posse daquela cidade, ou daquele país? E ele o fez, com uma vara torta na mão, mas ele próprio estava na mão de Deus. Foi isso que fez a diferença.

131 Bem, falemos de outro personagem só por um momento. Falemos acerca de Jairo, na Bíblia, nos dias de Jesus. Ele, ele era um bom companheiro, pequeno. Ele era um—um crente, um crente secreto. Eu o chamaria como que um crente fronteiriço, como os espias que atravessaram e provaram as boas coisas e voltaram e disseram que não se podia fazer aquilo. Mas Jairo era um crente secreto. Ele cria no Senhor Jesus, porque era um ótimo companheiro. Ele provavelmente estudou os rolos, e viu que Jesus preenchia todos estes requisitos, e Ele era aquele profeta que havia de ser despertado, conforme Moisés. Mas ele não podia fazer sua confissão, porque, qualquer um que fizesse confissão que tinha estado com Je-…Saído e estado com Jesus, bem, na mesma hora eles eram excomungados. E ele era sacerdote.

132 Mas, você sabe, Deus tem uma maneira de forçar a questão, às vezes, para levá-lo a fazer alguma coisa. Assim, você sabe, ele tinha uma garotinha, sua filha única. E ela ficou muito enferma, e chamaram o médico. E o médico fez tudo que podia fazer, e a criancinha adoeceu cada vez mais. Agora o médico o chamou, disse: “Jairo, detesto lhe dizer isto, Dr. ou Rev. Jairo. Mas sabe de uma coisa? Essa menininha vai morrer. Ela só tem cerca de mais uma hora para viver.” Eu posso imaginar, todos histéricos, e as pessoas de pé em volta, chorando. E puseram-na numa caminha, como um pequeno sofá ali. E então Je-…

133 Posso ver o pequeno Jairo dar a volta, apanhar seu pequeno chapéu ministerial e vestir a capa. Sua esposa disse: “Aonde vai?” “Você sabe, suponho que sou forçado a fazer isto.” 134 Então ele saiu pela porta. E disse: “Onde…” Seu pastor se encontrava ali, disse: “Jairo, aonde vai?”

“Hã, bem, pensei em dar uma volta.”

135 Você sabe, era sua hora mais sombria. Eis que alguém veio pela estrada, disse: “Ei, Jairo! Sabe Quem está lá no cais? Jesus de Nazaré, aquele profeta, acabou de chegar.” Era sua hora mais sombria, então Jesus veio justamente na hora sombria. Posso vê-lo puxar aquele chapeuzinho para baixo sobre o rosto, e descer a estrada tão rápido quanto podia.

136 Ele disse: “Senhor, vem impor Tuas mãos em minha filha, e ela viverá.” Quando ele estava voltando pelo caminho, subitamente, alguém disse: “Não O enfades. Ele…Ela já morreu. Ela morreu ontem, e está pronta para sepultamento agora.” Oh, e ele estava…Seu aflito coração estava a ponto de partir-se.

137 Posso ver Jesus olhar para ele, dizer: “Não te hei dito: ‘Não temas e verás a glória de Deus’?” Imagino que seu coração voltou a bater normal. Foi pela estrada, observando cada movimento. Ele chegou em casa, disseram: “Oh, ela está morta.”

Ele disse: “Ela não está morta. Ela dorme.”

138 “Bem,” disseram, “agora nós…Ouvimos que Tu estavas louco; agora sabemos que estás.”

139 Ele disse: “Saiam, todos vocês, incrédulos. Não posso fazer nada enquanto vocês, incrédulos, estiverem sentados aqui.” Ele pôs todos eles para fora. Então foi até a criança, disse: “Levanta-te, menina,” e ela se levantou. A hora mais sombria, a morte tinha chegado àquele lar, então Jesus veio.

140 Agora notamos que, quando esta garotinha estava enferma, ele não esperou, como Nicodemos, por uma entrevista particular à noite. A necessidade era naquela mesma hora. Ele tinha de entrar em ação no mesmo instante. A mesma coisa neste instante. Se já houve uma hora em que você vai querer ser curado, a hora é agora. Não espere por alguma outra hora. Esta é a hora de entrar em ação. Sim, senhor. Ele ficou desesperado, então Jesus chegou e a chamou dentre os mortos.

141 O cego Bartimeu, mais um personagem do qual falaremos, só por um minuto. Gostaria de lhes contar a história da vida dele, como ele—ele era, como ele ganhava a vida com pombinhos que davam cambalhotas. E assim, naqueles dias, tinham um cordeiro que guiava o cego, do mesmo modo que hoje têm um cão que guia o cego.

142 E assim certo dia, a história contada sobre o cego Bartimeu, que, Jesus, antes que Ele tivesse entrado em cena, e que ele tinha uma garotinha que estava enferma. E ele disse…saiu e clamou e rogou ao Senhor, disse: “Senhor, se Tu…Se Tu somente me deres esta vida, da minha garotinha! Nunca pude vê-la. Mas se Tu somente permitires que ela viva, eu Te prometo, amanhã, que Te darei meus dois pombinhos.” Era isso que ele tinha para entreter o povo. Tantos mendigos, ele tinha de ter algo incomum. Assim, dois pombinhos davam cambalhotas, um sobre o outro. Assim ele disse, bem, que iria…Ele ofereceu, deu a oferta, porque a criança ficou boa.

143 Algumas noites depois disso, a esposa ficou doente. E ele deu a volta, ao lado da casa, disse: “Senhor, nada mais tenho exceto meu cordeirinho que me guia.” Ele disse: “Se Tu permitires que ela fique boa,” disse, “eu—eu—eu Te darei este cordeiro.” E assim, no dia seguinte, sua esposa ficou boa.

144 De modo que, aqui estava ele, indo. E disse, o sacerdote disse: “Aonde vais, cego Bartimeu?”

145 Ele disse: “Vou oferecer este cordeiro.” Disse: “Minha esposa; Jeová curou minha esposa.” E disse: “Vou oferecer este cordeiro.”

146 Disse: “Tu não podes oferecer esse cordeiro, Bartimeu.” Disse: “Esse cordeiro são teus olhos.”

147 Ele disse: “Mas se Bartimeu cumprir sua promessa a Deus, Deus proverá um cordeiro para o olho de Bartimeu.”

148 Certo dia, ele ouviu um barulho vindo da cidade, alguns gritando: “Ei, Tu, profeta da Galiléia, dizem-me que Tu ressuscitas os mortos.” Era o sacerdote. “Temos um cemitério cheio aqui em cima. Vai e ressuscita alguns. Dizem-me que Tu ressuscitas os mortos. Vejamos-Te ir, ressuscitar um deles. Bons homens jazem ali. Vejamos-Te ressuscitá-los.” Outros diziam: “Se és profeta, dize o que eu fiz ontem.”

149 Alguns deles diziam: “Glória a Deus nas alturas! Abri caminho para o Rei de Israel.”

150 Todos os tipos de rebuliços, e centenas deles. Agora, se você for, alguma vez for a Jericó, e notar onde ele estava sentado, ele estava a quase duzentas jardas [183 m—Trad.] de onde eles saíam pelo portão. Agora, sem dúvida, pessoas tropeçando nele. E o pobre e velho companheiro sentado ali ao vento, com calafrios, e os trapos ao redor dele. E sem cordeiro para guiá-lo, e sem—e sem pombos. E ele estava provavelmente sem combustível para o inverno, e é…deve ter sido por volta de outubro, e estava frio. E ali estava ele sentado, nessa condição. E ele…Alguma dama amável deve ter-lhe dito, quando…

151 Ele disse: “Quem? De que se trata todo o barulho?” Você sabe, há algo estranho. Onde Jesus está, há sempre um bocado de barulho. Sim. Certo. Ele disse: “De que se trata todo o barulho?” Bem, eles disseram…

152 Esta amável dama, ela deve ter sido seguidora de Jesus. Ela disse: “Tu sabes, é Jesus de Nazaré.”

“Bem, quem é Jesus de Nazaré?”

153 “Bem, tu sabes, a Escritura diz que o Senhor Deus despertará um profeta.”

“Oh, sim! Queres dizer o Filho de Davi? Ele está na terra?”

“Eu O tenho visto fazer exatamente. Ele é a Palavra. Exatamente.”

154 Ele gritou: “Oh, Jesus, tem…Oh, Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Agora, ele sabia. Ele já tinha passado. Ele sabia que seu grito físico não poderia ser ouvido. Mas ele sabia que se Ele era a Palavra, e era aquele Messias, Ele teria de ser profeta, porque o Messias era profeta. E ele sabia que poderia…sua fé em Deus. Sem dúvida que ele soltou um grito: “Jeová, tem misericórdia de mim! Tem misericórdia! Agora permite que eu seja capaz de pará-Lo.” E ele gritou: “Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Provavelmente, todos os gritos, Ele não poderia ouvir isto. Mas sua fé O parou. Jesus disse assim.

155 “E Jesus parou.” Eu quero pregar sobre isso, talvez, uma vez, um dia. “E então Jesus parou.”

156 E Ele parou. Ele olhou em volta. E disse: “A tua fé te salvou.” Na hora mais sombria, então Jesus veio.

157 Na manhã anterior a essa, houve um…quando Ele…a manhã antes Dele chegar, saindo pelo portão aquela tarde. Ele tinha entrado na cidade, havia um homem ali chamado Zaqueu. E ele era o homem de negócios da cidade. E sua esposa, Rebeca, era uma—uma boa mulher, uma crente no Senhor Jesus.

158 Mas ele próprio não cria, porque o rabino lhe tinha dito: “Não há profetas. Não temos tido profetas. Isso é um monte de bobagem. Não creias em coisa como essa. Tu és um homem finamente culto; teu negócio aqui. Ora, nunca faças isso. Vê a tua posição na igreja.”

159 E assim ele tinha dito a Rebeca, disse: “Oh, isso é bobagem. Não há essa coisa como profeta.”

160 Mas, você sabe, Rebeca tinha orado; até que o aflito coração dele não estava aguentando mais. Ele mesmo queria ver. Assim, ele sabia que Ele havia de estar na cidade aquele dia. Assim, sabe o que ele fez? Ele era pequeno em estatura, de modo que poderia não ser capaz de—de vê-Lo quando passasse, por causa da multidão. Por isso ele disse: “Vou descobrir se Ele é profeta ou não. Se olhar para Ele no rosto, eu lhe direi se ele parece diferente de qualquer outro homem.” Assim ele subiu numa árvore, e puxou todas as folhas ao seu redor, e coisas tais, e se sentou ali. E disse: “Agora, você sabe, quando Ele passar, eu O verei.”

161 Assim quando Ele dobrou a esquina, caminhando assim, descendo a rua, chegou exatamente sob a árvore. E Ele parou, olhou para cima, disse: “Zaqueu, desce. Vou para casa contigo.” Oh, sua hora mais sombria. Ele era profeta ou não era profeta? Na hora mais sombria, Jesus veio. Ele soube quem ele era. “Zaqueu, desce.”

162 Zaqueu disse: “Se cometi alguma injustiça, eu restituirei. Farei qualquer coisa.” Ele ficou convencido. Jesus veio.

163 A mulher com o fluxo de sangue tinha ido. A Bíblia disse: “Ela gastou todo o seu dinheiro com os médicos. Nenhum deles pôde ajudá-la.” Sem dúvida, os médicos tentaram com afinco, mas falharam. Não puderam ajudá-la. Ela tinha tido este fluxo de sangue por anos e anos, provavelmente desde a menopausa. Agora, e ela era uma mulher idosa, e simplesmente continuava. Não podiam fazê-lo. Oh, ela tinha…Ela estava em desespero. Porque, sem dúvida, aquela manhã quando o pequeno—pequeno barco encostou entre os salgueiros lá embaixo, alguém…Ela morava no morro, acima. Provavelmente seu marido tinha vendido os cavalos, e—e a fazenda tinha sido hipotecada, e tudo mais, tentando conseguir que sua pobre esposinha sarasse. E não…Ela tinha ouvido acerca Dele. Ela disse: “Quem é aquele lá embaixo?”

Disse: “Esse é aquele profeta da Galiléia.”

164 Ela disse em seu coração, nenhuma Escritura para isto: “Eu creio Nele. E se somente puder tocar na veste daquele Homem justo, eu serei curada.” Hum! Se ela pôde fazer isso sem uma promessa da Escritura, o que devemos fazer nós com a promessa da Escritura? Ela abriu caminho.

165 Ali estava o pastor, todos eles ali de pé para criticá-la, zombando Dele e tentando fazer com que Ele deixasse a terra. Eles não queriam sua gente toda perturbada de mente. Eles não podiam cooperar na reunião. Não havia nada que pudessem fazer.

166 Mas Ele veio ter uma reunião, de qualquer modo. Está vendo? E assim Ele ia tê-la de qualquer modo. Deste modo nós verificamos que havia dois ou três ali que O ajudariam, a assim levá-Lo para o outro lado do rio, de qualquer modo. Assim, nós verificamos que em…quando Ele começou a subir.

167 Esta pequena mulher, ela disse: “Bem, tal Homem como esse, tão importante, eu sou insignificante demais para Ele.”

168 E muitos, alguns deles começaram a dizer: “Hã, apresente-me a Ele, porque eu—eu quero verificar se Ele é profeta ou não.” Hã, assim, bem, apresente-me Simão,” Fulano de tal. Todos, “Olá, Rabino! Ora, dizem que Tu és profeta.”

169 “Sim. Sim. Obrigado, senhor. O Senhor o abençoe.” Seguia adiante, adiante assim, enquanto prosseguia.

170 Sem se esperar, esta pequena mulher foi abrindo caminho por entre aqueles homens, e em volta, até que então tocou Sua veste exterior. A veste palestina pende livre; tem uma—veste interior, também, para impedir que o pó chegue às pernas. E Ele nunca teria sentido isso fisicamente. Então, ela O tocou. Isso era exatamente o que ela queria fazer. Ela voltou a sair e se sentou.

171 Aquela foi sua hora mais sombria, todo o dinheiro tinha acabado, tudo mais, e Jesus veio. Jesus Se virou e disse: “Quem Me tocou?” Ele olhou por ali, e ali estava ela. Ele disse: “A tua fé te salvou.”

172 A pequena mulher junto ao poço, moralmente ela não podia ter estado pior. Ela tinha…Ela tinha arranjado seu sexto marido há pouco, assim, moralmente, ela não podia ter estado pior. Sua hora mais sombria, sem dúvida, indo ali e dizendo: “Que miserável sou eu! Sou uma mulher jovem e bonita, mas estou começando a envelhecer um pouquinho. Estou entrando na casa dos vinte agora, de modo que meu…não posso ir…”

173 Agora somente recorde, irmã, quando você passa desses vinte, quando passa dos vinte e dois anos de idade, você já está declinando, não importa se acha que está ou não. Você está. Sim. Está declinando. Todo homem está, também. Você, quando chega a mais ou menos…você está…

174 Foi isso que eu perguntei numa reunião do Kiwanis certa vez. Eu disse: “Diga-me como é que, quando me alimento, isto produz células de sangue e eu fico maior e mais forte. Quando tinha dezesseis anos, eu comia a mesma coisa que como agora. Eu ficava maior e mais forte o tempo todo. Agora, desde que passei dos vinte e dois, não importa o quanto coma, o quanto cuide de mim mesmo, estou ficando mais fraco e mais velho. Por que é, se renovo minha vida agora, por que será…? Toda vez que como, eu renovo minha vida, porque acrescento células de sangue. Por que isso não me faz desenvolver agora como fazia então?” Você não conseguiria provar isto cientificamente, se tivesse de provar.

175 É um encontro que Deus marcou. E você vai chegar a isso, também. Só recorde isso. Você está se aproximando disso. Despeja água de um jarro, num copo, ele fica pela metade, e então despeja mais rápido e ele esvazia; diga-me para onde vai e o que acontece. Está vendo? É porque Deus marcou o encontro.

176 E esta pequena mulher, ela sabia que seus dias estavam quase terminados então. Seu trabalho estaria arruinado. Assim ela estava pensando a respeito: “O que farei? Mas,” ela disse, “sabe, sempre achei que algum dia podia ser que o Messias viesse.” Ela caminhou até ali, ao poço. Geralmente é quando você está pensando Nele que Ele vem. Está vendo? E assim ela caminhou até ali; escuridão. Todas as mulheres tinham ido embora. E ela era imoral, não podia falar com elas, nem nada. Tinha os ganchos, e ela baixou a corda do poço. E começou…

Ela ouviu um Homem dizer: “Vai, apanha o teu marido e vem cá.”

Ela disse: “Não tenho marido.”

177 Ele disse: “Isso mesmo. Tiveste cinco, e aquele com quem vives agora não é teu.”

178 Então ela ficou desesperada. Ela disse: “Senhor, vejo que és profeta. Sei que quando o Messias vier, é isso que Ele fará.”

Ele disse: “Eu O sou.”

179 Oh, os discípulos estavam no mar, certa noite, e todas as esperanças tinham terminado. Talvez você esteja sentado aqui, esta noite, desta mesma maneira, todas as esperanças terminadas. O barquinho deles estava inundado e tudo mais. E, Jesus, eles partiram sem Ele.

180 E então quando estavam gritando e clamando, e imaginando o que ia acontecer, o que ocorreu a seguir? Eles O viram chegando sobre o mar. Sabe de uma coisa? Eles ficaram com medo Dele. Parecia fantasmagórico, parecia como algum tipo de espiritismo ou algo assim. Está vendo? Ali vinha um Homem caminhando por ali, como uma sombra sobre a água, e eles começaram a gritar. A única coisa que poderia ajudá-los, mas então estavam com medo Disso.

181 Como é exatamente dessa mesma maneira hoje! Estão com medo Disso, com medo Disso.

182 Mas o que aconteceu? Justamente na hora do seu medo, surgiu uma Voz; disse: “Não temais. Sou Eu.” Então, Jesus veio. Oh, que coisa! Jesus veio. “Não temais. Sou Eu.”

183 Agora, Jesus é o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Eu gostaria de saber, esta noite…Tenho de omitir parte do meu texto aqui. Mas gostaria de saber, esta noite, se nós, nesta hora…O Mestre veio como prometeu, e está chamando Seus filhos crentes a reconhecê-Lo em Sua Palavra, tornando-A manifesta. Eu me pergunto se Jesus veio a nós. Esta é—esta é a hora mais sombria que a igreja já viu.

184 Agora, sabem de uma coisa? Toda igreja, em breve, vai ter de pertencer a esse—esse Concílio Mundial de Igrejas. E quando o fizerem, vocês abrirão mão de seus direitos evangélicos quando fizerem isso. E, caso contrário, então não poderão mais ser uma denominação. Porque, toda denominação tem de entrar nisso. Vocês leram a respeito, como eu também. É a hora mais sombria que a pequena igreja já teve. Todos foram atrás disso. Pentecostais, oh, despertem!

185 E justo nesta hora mais sombria, então eis que chega Jesus para vindicar que Ele está com você. Ele está aqui, veja, a hora mais sombria.

186 Ouvi uma pequena história, só vai levar um minuto para contá-la. Uma mulher foi—foi chamada, a prefeitura veio visitá-la, porque ela estava muito empobrecida. Ela tinha um filho, e ele tinha ido para a Índia fazia algum tempo. E ele, um amigo muito amável, e excelente rapaz. E assim a mulher simplesmente ficou assim, sem alimento e tudo mais, até que a a prefeitura teve de vir investigar, para doação de alimento da parte da prefeitura, para ela. E quando estavam ali, o homem disse: “Bem, a senhora não tem nenhum ente querido para ajudá-la?”

Ela disse: “Oh, eu tenho um filho.”

Disse: “O que ele faz?”

Disse: “Oh, ele é um—um—um engenheiro elétrico na Índia.”

“Bem, para quem ele está trabalhando?”

Disse: “Para o Governo dos Estados Unidos.”

“Ora,” disse, “ele não a ajuda?”

Disse: “Bem,” disse, “ele—ele não me ajuda. Mas…”

187 Disse: “Bem, então por que a senhora não pede a ele ao invés de chamar a prefeitura?”

188 Ela disse: “Ele é um moço tão amável. Ele me escreve cartas tão amáveis.” E disse: “Você sabe, eu o amo, assim não posso lhe dizer que eu—que estou passando esta necessidade.”

189 Disseram: “Ele—ele lhe escreve cartas, e a senhora recebe notícias dele, e tudo mais?”

“Sim.”

“E ainda assim ele não a ajuda?”

190 Disse: “Não,” disse, “mas ele me manda gravuras das mais lindas que já vi na vida.” E ela disse…

Assim, o homem disse: “Deixe-me ver algumas gravuras.”

191 Ela disse: “Muito bem, senhor. Eu as tenho bem aqui na Bíblia.” E ela as abriu, e começou a mostrá-las. Sabe o que eram? Ordens de pagamento da Índia, com gravuras. Todas elas têm gravuras, veja, ordens de pagamento. Ela tinha milhares de dólares, mas simplesmente não sabia o quanto possuía. Estava tudo escondido na Bíblia.

192 Queria saber, esta noite, se Jesus não nos revelaria o que está escondido nesta Bíblia, para nós. Somos ricos em Sua graça e em Sua misericórdia. Gostaria de saber se Ele viria nos chamar. Olhemos através da Bíblia e vejamos o que temos Nele, enquanto inclinamos a cabeça só por um momento.

193 Pai Celestial, permite que a Tua misericórdia…Tu estás aqui, Pai. Ora, estou tão consciente disso. Ora, Tu disseste: “Onde quer que estiverem dois ou três reunidos em Meu Nome, aí estou Eu no meio deles.” Agora, que: “Os céus e a terra passarão, mas Isso nunca passará.” Ajuda-nos, esta noite, agora, enquanto oramos por estas pessoas enfermas, por alguns minutos. Dá-Te a conhecer, Senhor. Jesus, vem e chama os enfermos, (o farás?) de modo que eles saibam que Tu és—Tu és Deus onipresente. Tu estás aqui, o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Através do Nome de Jesus, eu rogo. Amém.

194 Amigos, só mais alguns instantes até que seja realmente hora de nos despedir, mas chamemos uma pequena fila de oração. Vocês gostariam de tê-la? Ergam a mão, se estão—se estão dispostos a permanecer mais dez, quinze minutos. Muito bem. Deus os abençoe. Só—só…Está bem com o zelador ali, está bem que façamos isso? Muito obrigado.

195 Agora, onde está Billy? Quantos cartões você distribuiu? A, B, C. Qual distribuímos primeiro, cartões A? Nós chamamos todos os cartões A, a primeira noite aqui? [Alguém disse: “Sim.”—Ed.] Chamemos dentre os cartões A novamente. Vejamos, de onde começamos, Billy? Lembra-se? Um, não foi? Sim. [“Um.”] Um até mais ou menos…Chamemos de algum outro lugar. Vejamos, a partir de qual chamaremos? Digamos setenta e cinco.

196 Quem tem cartão de oração A setenta e cinco? Erga a mão. Assim isso é bom, ótimo. Temos esse. Venha direto para cá, então, setenta e cinco.

197 Setenta e seis, erga a mão. Setenta e seis, rapidamente. Muito bem. Quem? Não pode se levantar? Ou, não, está bem lá atrás. Desculpe-me. Setenta e seis.

198 Setenta e sete, setenta e sete, por favor erga a mão. Quem tiver o cartão de oração…Oh, alguém aqui. Muito bem. Bem aqui, senhor, setenta e sete.

199 Setenta e oito. Rapidamente, agora, erga a mão, setenta e oito. Setenta e oito.

200 Setenta e nove, oitenta, oitenta e um, e dois, e três, e quatro, e cinco. Deixem que…Só se levante aí, rapidamente. Só tem um…

201 Agora, os demais queiram ficar sentados bem quietos, 201 reverentes. Não fiquem se movendo agora. Deixem aqueles, só os que foram chamados.

202 Setenta e nove, oitenta. Oitenta a oitenta e cinco. Parece que não estão…Talvez alguns desses sejam cartões distribuídos quatro ou cinco noites atrás. Eles podem estar agora…Oitenta e cinco a noventa, venham cá, venham a partir disso. Nos cartões A agora, A, um cartão de oração A, de setenta e cinco, oitenta, oitenta e cinco, noventa. Serão quinze pessoas. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez…Ali estão elas. Ótimo. Isso é bom. Assim está ótimo, só por um minuto agora.

203 Agora quantos, os demais aí, que são…que crêem que— que podem fazer como aquela pequena mulher fez, tocar a orla da Sua veste? Erga a mão, diga: “Eu—eu—eu—eu creio. Eu realmente creio que posso tocar a orla da Sua veste.”

204 Agora o Mestre está aqui. Agora Ele irá…Ele está pronto a chamá-lo, se você somente crer Nele. Agora não duvide Dele. Creia Nele. Somente tenha fé agora. Seja realmente reverente. Creia de todo o coração agora que o Mestre está aqui e o está chamando.

205 Agora, enquanto a fila de oração está se formando aqui, acho que alguns dos irmãos estão ajudando a formar a fila de oração da—da maneira que estão em seus números. Agora todos que tenham um cartão. É…Mais quantos cartões há aqui? Vejamos suas mãos. Deixem levantadas. Nós vamos orar por cada um deles. Não me importa quem sejam, vamos…Se o Senhor me permitir viver, vou orar por cada um antes de ir embora no domingo.

206 Agora lembre-se, amanhã tem café-da-manhã ministerial. E o irmão anunciou onde é? Foi anunciado. Muito bem. O que, se vocês puderem, venham. Seria…Suponho que deverei falar, bem cedo lá? [Alguém diz: “Sim, café da manhã.”—Ed.] Muito bem. Certo. Ótimo. Muito bem.

207 O que disse: “Não o ouvi”? Chamei por volta, eu acho, de quinze. Setenta e cinco, oitenta, oitenta e cinco, noventa, algo assim. Isso…Isso estará bem. Do mesmo modo que…Muito bem. Comece a mandá-los para cá. Se vocês estão olhando, agora isso é…Estão vendo?

208 Agora, todos bem reverentes. Agora, agora escutem. Sei que vocês têm de ir trabalhar de manhã. Seu trabalho é importante. Eu sei disso. Seus filhos estão esperando por você. Babás; disse que iria embora às nove e meia. Mas esperemos. O que é mais importante, saber se isto é a Verdade ou não? O que é mais importante do que a sua alma? Agora, se esta Bíblia prometeu isto, se Deus o fizer, essa é a coisa mais importante de que consigo me lembrar. Estão vendo?

Tem uma cadeira ali, com o sistema de som, e era isso que estava fazendo esse ruído.

209 Agora, vejam. Agora, lembrem-se, que todos descansem confiantes agora. Espero que não os tenha impressionado de modo a fazê-los pensar que eu seja algum tipo de seita ou algo assim, que eu seria essa Pessoa, o Senhor Jesus. Vocês não crêem nisso, crêem? Certamente que não. Eu sou servo Dele. Sou um pecador que foi salvo pela graça. Mas, nisto, a hora chegou quando Ele deu um dom.

210 Acabei de passar por um exame recentemente, quando um grupo de médicos me pôs sob observação, para me fazer passar por um teste, por um teste de ondas. E sabe o que eles vieram me contar?

211 Disse: “Nunca vi tal coisa na vida.” Ele disse: “Sabe, o senhor é…” Disse: “Uma pessoa, que, quando seus cinco sentidos que se…pelos quais o corpo é controlado.” Disse: “Agora, agora, seu…” Disse: “Isso é o que lhe sucede primeiro, consciência. O senhor vive nela. Mas quando seus cinco sentidos se tornam in—inativos, então o senhor está no subconsciente. Esse está bem distante do senhor. O senhor tem de estar morto para estes sentidos ou qualquer coisa aqui, quando volta aqui a este subconsciente e sonha.” Disse: “Há alguma parte sua que vai a algum lugar. E, quando desperta, de volta a este consciente, o senhor é sacudido de volta aqui, lembra-se do que sonhou.”

212 Quantos já tiveram um sonho? Claro, anos atrás, todos vocês. Bem, há alguma parte de você em algum lugar, porque você ainda se lembra disto em sua mente. Está certo? Assim, isso foi seu subconsciente.

213 Ele disse: “Esse é o normal. Mas,” disse, “Rev. Branham,” disse, “dentre os milhares e milhares de pessoas que já examinamos, nunca encontramos uma pessoa como o senhor.”

Eu disse: “Eu sou louco?”

214 Ele disse: “Não creio que pessoas venham do mundo todo para conversar com um louco.”

E eu disse: “Bem, eu sou? Eu sei que sou nervoso.”

215 Ele disse: “Não mais do que qualquer outro ministro ou médico, qualquer um que lida com o público.”

Eu disse: “O que é tão estranho?”

216 Ele disse: “Sabe de uma coisa? Seus dois conscientes se encontram exatamente juntos.” Disse: “O senhor poderia ter um sonho com os olhos abertos.” Está vendo?

Ele não sabia o que ele era, acerca daquilo. Eu disse: “É isso mesmo?”

217 Ele disse: “Sim. O senhor não teria de ir dormir para ter um sonho.”

218 Eu disse: “Doutor, o senhor já leu na…acerca de uma visão? O senhor sabe o que é uma visão?”

Ele disse: “Esse é um termo bíblico, Sr. Branham?”

Eu disse: “Sim.”

219 Ele disse: “Bem, eu não sei nada acerca da Bíblia.” Ele disse: “Eu não saberia acerca do que o senhor está falando.”

Eu disse: “O senhor já leu a Bíblia?”

Ele disse: “Sim.”

“Já leu no início da Bíblia a respeito dos antigos profetas da antiguidade.”

“Oh,” ele disse, “isso! O quê? Eles previam coisas?”

“Sim.” Eu disse: “Isso acontece comigo, senhor.”

220 Ele disse: “Isso, estou contente de que o senhor…Isso encerra o assunto. Bem, é isto, veja.” Ele disse: “Sabe de uma coisa? O senhor devia—o senhor devia vir e nos deixar examinar isto.” Disse: “Esta seria uma grande pesquisa científica.”

Eu disse: “Espere um minuto, doutor. O senhor já teve um sonho?”

Ele disse: “Sim.”

221 Eu disse: “Então tenha um sonho para mim. Diga-me o que vai acontecer amanhã. O senhor não conseguiria fazer isto se tivesse de fazer. Está vendo? Seja quem for que o permite ter esse sonho é quem tem de fazer isso.”

222 Tampouco eu posso ter uma visão. Tem de ser Aquele que nos permite as visões. Eu não posso tê-las até que Ele me diga. Eu não sei o que dizer até que Ele me diga para dizer. Mas é um dom, veja, com o qual eu nasci. A primeira coisa de que me lembro na vida foi de ter uma visão. E nem uma vez isto esteve errado.” Está vendo? É sua—sua…É por isso que se vê pessoas…

223 Nós temos muita personificação. É exatamente certo. Mas sempre teremos isso. Certamente.

224 Eu li a história de Martinho Lutero, para vocês, luteranos. A história de Martinho Lutero disse: “Não foi tão estranho que Martinho Lutero pudesse protestar a igreja católica e passar impune com isto; mas ele ter podido conservar a cabeça acima de todo o fanatismo que seguiu seu reavivamento, e ainda permanecer correto com a Escritura.” É isto. Sim.

225 Isso não tem nada a ver com eles. Você é responsável diante de Deus…Porque, veja, é só um dom. Está vendo? Você desce para cá, e então o Senhor fala.

226 Agora, aqui. Aqui, esta é a mulher? Agora, aqui, isto devia provar, agora para todos. Seja realmente reverente, só por alguns minutos. Pode haver um recém-chegado aqui. Agora aqui está uma—uma jovem, eu—eu nunca a vi na vida. Ela é desconhecida para mim. Eu não a conheço.

227 Mas aqui nos encontramos, exatamente como São João 11…Eu estive ali, esta noite, veja, quando…São João 4, quero dizer, onde Jesus conheceu a mulher junto ao poço. Eu estava falando acerca dela. Ela era provavelmente bem mais jovem que Ele. E Ele lhe contou onde estava o seu problema. E por isso, ela disse: “Agora, Senhor, Tu, vejo que és profeta.”

228 Agora, veja, um profeta é uma pessoa a quem a Palavra de Deus vem. A profecia para esse dia, a Palavra que é para Se cumprir nesse dia, vem a esse homem, e Ele é a Palavra viva para esse dia.

229 Ela disse: “Vejo que és profeta. Agora, estamos esperando por esse profeta.” Se você verificar essa referência, ela leva direto a—a esse profeta. Disse: “Sabemos que quando o Messias vier, é isso que Ele fará. Ele nos anunciará essas coisas.”

Ele disse: “Eu O sou, Eu que falo contigo.”

230 E ela foi e disse: “Vinde e vede um Homem que me disse as coisas que eu tenho feito. Não é este o Messias?” E todo o povo creu nisto.

231 Agora, Ele prometeu que “os crentes também fariam as obras que Ele fez.” E agora, neste último dia, vindicou Sua Vinda próxima por meio disto, quando Ele Se revela da mesma maneira que fez em Sodoma.

232 A irmã tem ouvido as Mensagens esta semana? A irmã crê que isso é a Verdade? [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] Agora, nós, sendo desconhecidos um do outro, isso está certo, está? [“Sim.”] Apenas para que as pessoas vejam, erga a mão, para que as pessoas vejam.

233 Eu nunca vi a mulher, na vida. Não sei absolutamente nada a respeito dela. Está vendo? Ela é apenas uma jovem, muito mais jovem que eu. Nascidos anos à parte, milhas à parte, e aqui nos encontramos pela primeira vez. Aqui, ambos nos encontramos aqui, pessoas à volta toda, luzes, tudo mais. Nós nos encontramos aqui na Presença de Deus. E estou conversando com a irmã, para verificar, primeiro, se essa unção virá sobre mim. E se vier, então eu poderei fazê- lo. Sem Isso, eu não posso fazê-lo. Agora, a única coisa que faço é só orar e impor as mãos sobre a irmã, como seu pastor faria, ou quem quer que fosse, e prosseguiria. Está vendo? É um dom. Eu procuro me relaxar, tanto quanto saiba, para Ele. Mas, então, não posso fazê-Lo vir. Ele tem de vir. Ele Mesmo tem de vir.

234 Agora apenas sejam reverentes. Está aqui. Agora, em Nome de Jesus Cristo, tomo todo espírito aqui sob o meu controle, para a glória de Deus. Agora fiquem sentados quietos. Se algo acontecer, eu poderei controlar, se vocês simplesmente não se levantarem de repente e começarem a se alvoroçar. Fiquem sentados quietos. Epilepsia e coisas tais algumas vezes surgem na reunião e simplesmente pegam uma dúzia deles, assim. Quantos viram tal coisa como essa acontecer na minha reunião? Certamente. Estão vendo? Certamente. Mas somente fiquem sentados quietos. Eu sou responsável por isso. Mas se forem arrogantes, eu não sou responsável, porque é uma punição.

235 Agora, não faço a mínima ideia para que esta mulher está aqui. Agora, ela sabe disto agora, neste momento, que algo está acontecendo. Está vendo? Porque, exatamente entre ela e mim, ela simplesmente começa a se desvanecer. É essa Luz entrando.

236 Agora, a mulher está realmente, sua coisa principal, pelo que ela está aqui, ela está representando outra pessoa. Ela tem alguém que ela—por quem está orando. E essa é uma—uma— uma—uma pessoa que está realmente em má situação, com um colapso nervoso. É uma irmã. Isso mesmo. Se está certo, erga as mãos. Com um colapso nervoso. Agora veja.

237 Então as pessoas dizem: “Acho que ele só supôs isso.” Não, não. Está vendo? Não supus.

238 Agora observe. Ela é uma excelente pessoa, um bom espírito. Agora, só um momento. Agora, olhe para mim. E foi isso que Pedro e João disseram, junto à porta: “Agora olha para mim.” Está vendo? Parecia haver algo mais no seu coração. Sim. A irmã própria sofre de algum tipo de acessos de vertigem, como a irmã fica. A irmã tem isso. Isso mesmo.

239 A irmã tem algo mais no coração, sobre o qual quer saber, e isso é em prol daquele irmão. Ele está no hospital aqui. [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] A irmã quer que eu lhe diga como ele foi estar ali? Ele teve um acidente automobilístico. Isso mesmo. Hum! A irmã crê que recebe o que pediu? Então siga o seu caminho. Está tudo terminado, então. Está vendo?

“Se tu podes crer, tudo é possível.”

240 Como vai, senhora? Agora, a irmã crê que Jesus Cristo é o Filho de Deus, o mesmo ontem, hoje, e eternamente? [A irmã diz: “Creio.”—Ed.] Se Ele me revelar qual é o seu problema, a irmã crê que Ele pode fazer isso? [“Sem dúvida creio.”] Muito bem. Agora, que Ele conceda isto.

241 Uma coisa de que a irmã sofre, sim, hã-hã, primeiro, a irmã teve algum tipo de cirurgia. E a irmã teve um seio removido, amputado. Então, a irmã feriu seu seio, seu outro seio, e esse é o seu problema. A irmã não é daqui. [A irmã diz: “Não.”— Ed.] A irmã é de perto de um rio de algum…A irmã é de Louisville, Kentucky. [“E perto do irmão.”] E seu nome é Sra. Lumpkins. Deus a abençoe. Isso, isso mesmo. A irmã esteve no tabernáculo. Não a reconheci. Mas é exatamente isso. Siga seu caminho, crendo agora. Deus a abençoe. Isso é ótimo. Muito bem.

242 Venha agora. O senhor crê de todo o coração? O senhor crê que sou servo Dele? [O irmão diz: “Creio.”—Ed.] O senhor crê que—que o senhor, ao vir, o senhor está chegando exatamente como Simão Pedro veio aquela vez? Está vendo? O senhor não está vindo a mim. O senhor está vindo a Ele. E sou só representante Dele. Está vendo? Ele…Eu…Nós somos as— as—as varas; Ele é a Videira. Agora, se o Senhor Jesus…Nós, sendo total desconhecidos um do outro, suponho que sejamos. E eu—e se somos total desconhecidos, e o Senhor Jesus puder me revelar algo como revelou a Simão Pedro, a alguns dos demais, quando eles vieram, isto o fará crer, de todo o coração? O senhor crerá nisto? [“Sim.”] Agora, muito bem, senhor. Agora, olhe para mim só por um momento.

243 Agora, seu problema, eu o vejo. É algo com relação ao estômago. É em…É um tumor no estômago. [O irmão diz: “Isso mesmo.”—Ed.] Isso mesmo, um tumor no seu estômago. Olhe, a propósito, o senhor é ministro, também. [“Sim.”] Sim, senhor. O senhor crê que Deus pode me dizer quem o senhor é? O senhor crê que Deus o conhece? [“Creio, de todo o coração.”] Todo, de todo o coração. Muito bem. Rev. Brown, siga em frente, seja curado, Jesus Cristo…

244 Creia. A irmã Crê que Deus pode curar sua artrite e curá-la? Vá, crendo nisto então. Diga: “Obrigado, Senhor Jesus.”

245 Venha, senhora. A senhora sofre de um distúrbio nervoso. A senhora crê que Deus pode curá-la disso? [A irmã diz: “Amém.”—Ed.] Muito bem. Apenas vá, dizendo: “Louvado seja o Senhor!” Veja, uma pequena roda girando bem aqui embaixo. Costumava girar aqui em cima. A irmã era uma pessoa alegre quando era jovem, cheia de alegria e animação. E subitamente, algo aconteceu. Agora, simplesmente suba ali, e creia nisso novamente. Apenas comece, feliz, regozijando-se, Jesus Cristo a trará a isso. Deus a abençoe. Vá, creia nisto agora, de todo o coração. Muito bem.

246 A irmã crê? A irmã está ficando aleijada, também. A irmã crê que Deus pode curar isto e torná-la sã? [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] Muito bem. Apenas vá, diga: “Obrigada, Senhor Jesus,” e de todo o coração.

247 O irmão crê que Deus pode curar essa asma e torná-lo são, filho? Siga o seu caminho, regozijando-se, sendo saudável e feliz. Também, fraqueza, prostrado, e artrite. O irmão crê que Deus pode curar isso, curá-lo? [O irmão diz: “Sim.”—Ed.] Se crê nisto de todo o coração, siga o seu caminho, regozijando-se, dizendo: “Obrigado, Senhor.” Só um momento agora.

248 Só um momento. Algo aconteceu. Uma pessoa diferente desta. Somente creiam agora, de todo o coração.

249 É esta senhora sentada bem aqui, sofrendo de problema nas costas. A senhora crê que Jesus Cristo a cura, de todo o coração? Muito bem. A senhora pode ter o que pede, então. Está vendo? O Senhor Jesus a cura e a torna sã.

250 “Se tu podes crer, tudo é possível aos que crêem.” Vocês crêem nisso de todo o coração? [A congregação diz: “Amém.”— Ed.] O que acha disto, sentado aí, sofrendo dessa hérnia? O senhor crê que Deus o curará dessa hérnia e o tornará são? Sim. O senhor crê que Ele o fará? Muito bem. O senhor pode ter o que pede. O Senhor o abençoe.

251 Veja, Ele está aí do mesmo modo que está aqui. Isso devia simplesmente nos fazer em pedaços, não devia? Você acha que Deus curará essa diabete e o tornará são, e que você irá para casa, o problema no sangue estará…Vá ao Calvário, para uma transfusão de sangue, tudo estará terminado. Vá, creia nisto de todo o coração. Não duvide. Somente creia, de todo o coração, que Deus o curará.

252 Venha cá. Você tem a doença mais perigosa que há no mundo, que é problema de coração. Mas Jesus vive no coração. Você crê que Ele o curará desse problema do coração? Muito bem. Siga o seu caminho, dizendo: “Obrigado, Senhor Jesus,” e o cura.

253 Vá jantar. Jesus Cristo o curou desse problema de estômago, o torna são. Muito bem.

254 Você crê? Crê que se eu não disser uma palavra, apenas impor-lhe as mãos, você ficará bom, de qualquer maneira? O Senhor o abençoe. Somente creia de todo o coração.

255 A irmã crê que se eu impuser-lhe as mãos, ficará boa, também? Venha. Em Nome de Jesus Cristo, que ela seja curada.

256 Venha. Agora, a irmã sabe que eu sei o que está errado com a irmã. Mas, aí, se eu nem mesmo lhe disser, a irmã crê que não terá de mandar extrair esse tumor, e tudo estará bem a partir de agora? [A irmã diz: “Não vou mandar extraí-lo.”—Ed.] Muito bem. Muito bem. Siga em frente então, creia em Deus, a irmã ficará boa e estará bem. [“O irmão acha que algo está errado comigo?”] Se—se a irmã somente crer nisso, Ele o tirará. A irmã nem terá de tê-lo, se apenas crer de todo o coração. [“Nunca vou mandar extraí-lo.”] Louvado seja o Senhor.

257 Agora, o irmão crê que Deus cura câncer, e cura pessoas com câncer? [O irmão diz: “Sim, senhor.”—Ed.] Muito bem, senhor. Siga o seu caminho, e diga: “Obrigado Senhor, vou ficar bom.” E o irmão ficará bom.

Agora, Jesus está aqui e os chama. Vocês crêem nisso?

258 A senhora crê nisto, sentada aí, senhora, um pouco corpulenta, com essa sinusite? A senhora crê que Deus a curará? Muito bem. Está vendo? Somente olhando aqui, apenas continue olhando, e crendo. E isso…

259 A senhora sentada ali, sacudiu a cabeça, bem ao seu lado. Ela não sabia o que pensar acerca disto. Se a senhora crer, sua artrite se irá, também. Muito bem.

Vocês crêem de todo o coração?

260 Este idoso sentado aqui, de Okeechobee, naquela direção, o senhor crê que Jesus Cristo curará os seus olhos que estão ficando cegos? O senhor pode ter o que pede, se pedir.

261 O Mestre está aqui e os está chamando. Vocês crêem Nele? 261 [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Então, somente ponham-se de pé e O aceitem, e digam: “Creio em Ti, Senhor Jesus, agora mesmo. Ergo as mãos, e creio que Tu agora me curas.”

Senhor Jesus, esta audiência é Tua. Estamos atrasados, Senhor.

Mas não me ignores, ó gentil Salvador

Ouve meu humilde clamor;

Enquanto a outros estás visitando,

Visita a mim também.

Tu, a Corrente de todo o meu conforto,

Mais do que a vida para mim;

A Quem tenho na terra além de Ti?

Ou a Quem no Céu senão a Ti?

A cega Fanny Crosby fez essa afirmação.

262 Senhor Jesus, não ignores a nenhum deles, mas dá a cada um a sua cura, esta noite. Eu os encomendo a Ti, em Nome de Jesus Cristo.

263 Ergam as mãos agora e cantem os louvores. Eu orarei por eles. Muito bem. Todos, vocês crêem Nele?

264 Agora, o senhor do órgão: Eu O louvarei. Eu O louvarei. Dê-nos o acorde. Muito bem.

Todos, de mãos erguidas agora.

Eu O louvarei, eu O louvarei,

Louvai o Cordeiro morto pelos pecadores;

Dai-Lhe glória todos vós,

Pois Seu Sangue lavou toda mancha.

265 Agora, aperte a mão de alguém ao seu lado, diga: “Deus o abençoe, amigo. Eu—eu estou contente em saber que você aceitou a Jesus como seu curador.” Agora, isso é bom. Isso mesmo. Aperte a mão e diga: “Graças ao Senhor.”

266 Agora, ergamos as mãos para Ele, e cantemos novamente de todo o coração; a cabeça inclinada, os olhos fechados, de todo o coração agora.

Eu O louvarei, eu O louvarei,

Louvai o Cordeiro morto pelos pecadores;

Dai-Lhe glória todos vós,

Pois Seu Sangue lavou toda…

267 Ele está identificado entre vocês o suficiente para que possam aceitá-Lo? Vocês crêem que Ele está aqui? Vocês crêem que esse é Ele? Amigos, se eu pudesse descer aí nessa audiência e curar qualquer um de vocês, eu sem dúvida o faria. Eu alegremente o faria. De todo o coração, eu o faria. Mas eu— eu não posso fazer isso. Eu—eu não tenho nenhuma—nenhuma maneira de fazê-lo. Mas a única coisa que tenho, é este pequeno dom que eu estava lhes mostrando, e que identifica a promessa da Escritura de que Jesus Cristo está bem aqui conosco, cumprindo a Sua promessa. Oh, isso devia incendiar o nosso coração. Ora, somente pense em Jesus, esse Nome maravilhoso!

268 Quando, quando esse Nome foi primeiro falado, quando Maria veio a Judá. E Isabel tinha concebido, e o pequeno João estava com seis meses de idade, no ventre de sua mãe, e ainda não tinha se mexido. Agora, qualquer um sabe, com cerca de três meses, ou quatro, quando muito, o bebê está se mexendo. E Isabel estava estranha, ela…Ele não tinha se mexido. Ela tinha se ocultado. E quando viu Maria vindo, seu rostinho todo iluminado, com a glória de Deus. E ela disse: “Você sabe…” E ela viu que ela estava para ser mãe, e disse: “Suponho que você e José se casaram.”

“Não. Não nos casamos.”

“Bem, hã, e você vai ter um bebê?”

269 “Sim. O Espírito Santo fez sombra sobre mim, e disse que esse Ser que nasceria em mim seria chamado ‘o Filho de Deus.’ E eu Lhe daria o Nome de ‘Jesus.’”

270 E tão logo ela disse “Jesus,” a primeira vez que o Nome de Jesus Cristo foi falado através de lábios humanos, o bebezinho morto no ventre da mãe recebeu o Espírito Santo e começou a saltar de alegria, no ventre da mãe.

271 O que o Nome de Jesus devia fazer a uma igreja nascida de novo? Não entendo isto. Glória a Deus! Ele é Jesus Cristo, o Filho de Deus, o doador da Vida. Amém. Demos-Lhe louvor. Só ergam as mãos. E eu O louvarei. Aleluia!


ENTÃO JESUS CHEGOU E CHAMOU POR64-0417

(Then Jesus Came And Called)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham, no dia 17 de abril de 1964, sexta-feira à noite, no Auditório McKay em Tampa, Flórida, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na íntegra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída por Gravações “A Voz de Deus.”

PORTUGUESE

©2012 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

GRAVAÇÕES “A VOZ DE DEUS”

P.O. BOX 950, JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 E.U.A.

www.branham.org

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

ENTÃO JESUS CHEGOU E CHAMOU – 17/04/1964
17 de abril de 1964
Tampa – Flórida – E.U.A.
Tradução – EUA


01 …crer.

Fiquemos de pé só por um momento agora enquanto lemos a Palavra do Senhor. Em São João, capítulo 11, e começando com o versículo 18.

(Ora, Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.)

E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.

E Maria, tão logo…ou, Ouvindo, pois, Marta… Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.

Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não…morrido.

Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia.

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e…vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

…todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?

Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

E, dito isso, partiu e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está aqui e chama-te.

2 Inclinemos a cabeça agora para oração.

3 Nosso Pai Celestial, enquanto nos congregamos aqui novamente esta noite com o propósito de servir-Te, lendo a Tua Palavra, tomando um texto, e crendo que Tu nos trarás e revelarás o contexto do texto. Nós rogamos, Senhor, por cada necessidade que temos aqui esta noite.

4 Pode haver alguns que não Te conheçam. Que eles Te encontrem, esta noite, como seu Salvador, e aceitem isto dessa maneira. Que possam, esta noite, por algo que seja feito, ou dito, que traga Cristo como uma verdadeira realidade para eles. De tal maneira, que a vida inteira deles seja dedicada a Ele e ao Seu serviço. Agradecemos-Te pelas coisas que O vimos fazer, e pela esperança que temos de vida além desta sombra em que vivemos agora. Sabendo disto, que quando Ele vier nós seremos arrebatados a encontrá-Lo nos ares. E com isto, Senhor, rogamos que Tu instiles esta esperança, esta bendita esperança, no coração de todos, esta noite. Aqueles que há muito estão no caminho e suportaram muitas coisas difíceis, que, esta noite, sua fé seja levantada. Concede, Senhor, que eles recebam nova visão, esta noite, e renovem seus votos e recomecem renovados.

5 Pai, nós rogamos por aqueles que estão enfermos e aflitos. Que esta seja a noite da sua libertação. Muitos, Senhor, pondo lenços aqui em cima na plataforma. E rogamos, Pai Celestial, enquanto imponho as mãos sobre estes na caixa. Agora, a Bíblia nos ensina que “levavam do corpo de São Paulo lenços e aventais, e espíritos imundos saíam das pessoas, e enfermidades eram curadas.” Agora, nós compreendemos que não somos São Paulo, mas Tu ainda permaneces Jesus. E rogamos, Senhor, que Tu cures cada um que estes lenços representam. Que cada um seja curado para a Tua Glória.

Parte para nós agora o Pão da Vida, da Palavra, enquanto esperamos, em Nome de Jesus Cristo. Amém.

Podem sentar-se.

6 É bom estar de volta aqui novamente esta noite, e estar servindo ao Senhor. É agradável ver este pavimento de baixo quase lotado, esta noite, de modo que estamos muito agradecidos pelo seu comparecimento. E sendo a primeira vez que estou aqui, eu acho que isso é muito bom.

7 Agora, não importa a quantos falemos, nós falamos a mesma coisa. Eu já falei em grupos de só três ou quatro, também já falei a quinhentas mil de uma vez. Duzentas e cinqüenta mil, outra vez. E não importa o que seja, o que Cristo envie a mim, para ouvir. Eu falo o…Eu não mudaria o meu tema nem um pouquinho, se houvesse um milhão de pessoas sentadas aqui, esta noite, de igual maneira. Porque, só estou semeando semente, e Ela tem de cair na terra em algum lugar. E quando essa última semente tiver sido trazida para dentro, não haverá mais. Sabemos que pode haver…

8 Nós nos perguntamos por que o reavivamento não está se dando agora mesmo, por que não vemos o entusiasmo com as pessoas. Não sei por quê. Mas somente pensemos, e se for assim? Talvez haja um garotinho aqui, esta noite, ou uma garotinha que nasceu em Seattle, Washington. Agora, aquele Livro contém o nome dela. Ele veio redimir aquele cujo nome estava no Livro. Redimir significa “trazer de volta de onde caiu.” E na raça humana, ela estava caída. E ela não pode aceitar Isto agora; ela é nova demais. Assim a igreja andará lentamente, apenas brincando, terá reuniões, e assim por diante, até que essa última pessoa seja trazida, então aquele Livro é fechado, não haverá mais acréscimo. Então tudo termina.

9 Até, quando será aquele tempo, nenhum de nós sabe. Mas continuemos a fazer tudo que pudermos, para a Sua glória, até que esse tempo termine. Nós não sabemos quem é essa pessoa. Pode já estar dentro, nós só estamos esperando pela Sua Vinda. Nós não sabemos. E nunca será revelado ao homem, o tempo da Sua Vinda, porque nem mesmo os Anjos do Céu sabem quando será. Mas só estamos esperando por isto a qualquer hora, e esperando, velando pela Sua Vinda.

10 Agora, você tem de ter fé em alguma coisa. Independente do que seja, você tem de pôr sua fé em algum lugar. Sua fé, sua fé pode estar no…num livro de preceitos. Pode estar no seu credo. Se essa é a sua—se essa é a sua fé, se estiver no seu credo, então aí é—aí é onde sua fé descansa.

11 Digamos, por exemplo, uma—uma certa denominação, diz: “Nós temos um livro de preceitos.” Você crê nisso. “Bem, qualquer coisa fora disso, você não pode crer, veja, porque é nisso que você crê, é nesse livro de preceitos dessa denominação. E pode ser que você creia em certa coisa, você pode fazer sua escolha. Isso é o que você é, nós somos americanos livres.

12 Mas, para mim, minha fé está na Palavra de Deus, no que Deus disse ser a Verdade. Todas as outras coisas que são contrárias a Isso, são como se não fossem. Está vendo? Eu não digo que não são, mas, para mim, se é contrário a Isto, não são assim. E nós encontramos hoje que tantas pessoas baseiam sua fé em algo, e em algum ismo, ou algum acontecimento, ou alguma coisa. Mas, para mim, tem de ser a Palavra de Deus, e a Palavra que Ele prometeu para este dia.

13 Não a lei. A lei foi para os judeus, anos atrás. Hoje estamos nos domínios da graça, e estamos—estamos vivendo acima da lei. Um homem que esteja—que esteja vivendo na graça não tem lei. Não há lei para a graça.

14 Como você pode me condenar por ultrapassar um sinal vermelho aqui, sendo que a cidade me deu direito de ultrapassar qualquer sinal vermelho que eu queira? Está vendo? Você não poderia. Não há lei para me condenar.

15 Assim, contanto que eu esteja em Cristo, estou livre da lei. Está vendo? Estou acima da lei porque estou em Sua graça. Ele pôs essa confiança em mim, de que não farei nada errado, ou Ele não teria me dado essa graça. É isso o que Ele faz para você de igual maneira. Estamos em Sua graça.

Agora, meu tema, esta noite.

16 Não esqueçam amanhã à noite, agora. Vamos tentar ficar talvez só um pouquinho mais. Quero chegar aqui um pouco mais cedo amanhã à noite, porque quero…Amanhã à noite é, por assim dizer, uma noite que dedicamos à salvação, só para dar ênfase a um apelo ao altar, ênfase àqueles a receberem o batismo do Espírito Santo. E uma noite, ou um dia, antes de eu partir, gostaria de falar sobre o…um tema do Sangue, O Sinal, o Sangue que deve estar sobre a porta, e, querendo o Senhor.

17 Agora, esta noite. Cada noite, eu tenho atrasado, cada noite. Tentarei o melhor que puder, esta noite, sair no horário. Compreendo que não nos resta muito tempo, e estou tentando redimir o tempo que temos, assim, sejam pacientes comigo. O…Orarei para que Deus receba toda alma que esteja aqui, que possa ser salva, que Ele a salve. Não sei como Ele o faz. E cabe a nós enviar a Palavra, ou pregar a Palavra. E deixar a…É uma semente. E quando essa semente começar a crescer, ela produzirá exatamente o que é a promessa.

18 Agora, de São João 11, esta noite, nós extraímos este texto: “Então Jesus Chegou e Chamou. Jesus veio.

19 Agora tomamos um segundo plano a partir deste quadro esta noite. Foi Jesus, quando Ele era ainda um—um jovem, Ele veio morar com uma família em Betânia; e eram Maria e Marta e Lázaro. E eles tinham deixado sua—sua igreja, ou seu credo dos fariseus e saduceus, e tinham ficado do lado de Jesus, e convidado-O ao seu lar. E Lázaro era um—um amigo íntimo Dele. E dizem-nos, e, que Lázaro também foi um grande ouvinte de João Batista, o qual falava de um Messias vindouro. E assim, quando Jesus entrou em cena, e vinha a Betânia, eles sempre O hospedavam neste lar.

20 Agora, fomos ensinados que Marta e Maria faziam pequenas tapeçarias para o templo, e assim por diante, onde Lázaro estava estudando para ser escriba, para escrever as letras da lei. Em…Escrevia-se em peles naquela época, como pele de animais, pergaminhos, e enrolados num pequeno rolo e postos num pequeno recipiente. E Lázaro era um ótimo ajudante. E ele conseguia escrever estes rolos.

21 E Jesus estava Se hospedando com eles. E eles O tinham observado fazer tantas coisas, tinham tal confiança Nele, que, sim, tinham dado toda sua vida a Ele. Ainda que Ele fosse…

22 Veja, Jesus, em Seu dia, era mais ridicularizado e zombado que a seita mais vil que há na terra hoje. Não podia haver nada mais vil e desprezado que Jesus. Está vendo? As igrejas O detestavam. E simplesmente não precisavam Dele, de modo algum, porque Ele constantemente as repreendia, e chamavaas de todos os tipos de nomes, e dispersava suas congregações. Ele simplesmente virou o mundo de cabeça para baixo, por assim dizer. Estavam tentando encontrar alguma falha, para acusá-Lo, e não conseguiam encontrar. E ainda assim Ele era…Para eles, “Ele era um ilegítimo. Ele nasceu fora do santo matrimônio. Ele era um sujeito estranho. Ele não tinha instrução mundana, por assim dizer, e ainda assim chamava a Si Mesmo de profeta. E, oh, que coisa, Ele era um sujeito tão horrível!” E cada um deles O desaprovava, por toda parte.

23 Não mudou muito. Está vendo? Como disse a outra noite: “O Diabo leva seu homem, mas não seu espírito.” O espírito das pessoas, que está nas pessoas, já viveu antes. Se fôssemos ficar aqui por uns meses, quando tivéssemos um verdadeiro estudo nas Escrituras, gostaria de lhes provar que não há uma seita na face da terra, hoje, que eu não lhes possa provar que começou em Gênesis, e mostrar-lhes seu começo. É uma semente, do mesmo modo que uma videira crescendo, todas elas. E crescem até o tempo da floração agora, e retornando à—à semente novamente. Assim, todas estas coisas que vocês vêem acontecendo na terra, elas começaram em Gênesis, porque Gênesis é o capítulo semente da Bíblia, o—o princípio.

24 Assim, veja, aqueles espíritos que estavam sobre aqueles homens lá naqueles dias, ainda vivem em homens hoje. Está vendo? Satanás leva o homem, mas o espírito segue vivendo.

25 Deus leva o Seu homem, mas o Espírito segue vivendo. Isso torna Jesus Cristo o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Ele levou Cristo Jesus, mas o Espírito, Espírito Santo voltou, tem estado sobre o povo na Igreja por todo o decorrer das eras. Está vendo? Porque Deus leva o Seu homem, mas não o Seu Espírito.

26 Satanás leva o seu homem, e você encontra esses mesmos espíritos. Observe sua natureza.

27 Identifique-se, esta noite, em seu presente estado agora onde você se encontra, com algum personagem bíblico. Onde você teria estado se tivesse vivido no tempo de Noé? Onde você teria estado? Onde você teria estado nos dias do Senhor Jesus, quando Ele esteve aqui na terra, em Sua carne? Com que grupo você estaria identificado esta noite. Somente pense nisto. Está vendo? Com que grupo você estaria identificado, quando Paulo os estava corrigindo lá em Coríntios pelas coisas que estavam fazendo? Com que grupo você estaria identificado? Está vendo? Apenas olhe para trás. É um espelho. Podemos ver onde nós, o que…O que quer que fôssemos, somos agora, é isso o que teríamos sido lá atrás. Porque o espírito que está em nós agora, identificou lá atrás, que esse era o mesmo espírito que estava sobre eles lá atrás. Que coisa!

28 Isso devia nos sacudir e nos fazer sair da nossa—nossa 28 soneca em que estamos, mornos. Mas você sabe que a Bíblia diz que temos de ficar dessa maneira, de modo que Ele possa vomitar a coisa toda da Sua boca. Ele prometeu isto? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Todos sabemos que Ele prometeu isto. E Ele o fará. A igreja toda há de ser vomitada da Sua boca.

Então, da igreja sai a Noiva, que é a Eleita.

29 Agora, Jesus tinha partido de Sua casa e estava Se 29 hospedando com Marta e Maria e Lázaro. E certo dia, você sabe…

30 Ele disse, na Bíblia, que não fazia nada até que o Pai Lhe mostrasse o que fazer. São João 5:19, Jesus disse: “Na verdade, na verdade vos digo que o Filho em Si Mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazendo ao Pai; isso o Filho o faz igualmente.” E se você tomar o padrão dessa Escritura, se tivéssemos tempo de esmiuçá-La, de modo que fosse, lhe parecesse certo. Você simplesmente segue direto…Ele simplesmente Se entrelaça pela Bíblia inteira. E todo versículo na Bíblia o tem em si.

31 A Bíblia está em continuidade. Cada Palavra Se harmoniza. Não há contradição Nela. Ela toda anda de mãos dadas. Se você conseguir uma contradição, você conseguiu fora da Bíblia, porque a Bíblia não Se contradiz. Está em continuidade, continuidade, completamente. Note.

32 Agora isto, Jesus, quando…Ele foi o maior dom que Deus já deu à terra, ao mundo. “Deus amou o mundo de tal maneira,” João 3:16. Agora, as pessoas tinham fé Nisto.

33 Sempre, os dons de Deus são vistos com desprezo, pelos movimentos religiosos modernos. Veja no passado, em qualquer época, nos dias de Elias, nos dias de Moisés, em qualquer dia e lugar que você queira. Onde quer que seja, são sempre vistos com desprezo, sempre. Nunca muda.

34 E então nós vemos ali, também, que, naquele dia, quando Deus usando Jesus…

35 Agora, houve um tempo em que uma mulher usou o dom de Deus, através de Jesus. Ela tocou Sua veste, e Jesus admitiu que não sabia quem o fizera. Agora, não creio que Ele só estivesse…Ele tenha brincado ou se comportado assim. Eu creio que toda Palavra que Ele disse tinha sentido, tinha significado. E Ele disse: “Quem Me tocou?” Ele não sabia. E Ele olhou à volta toda, de um lado a outro da audiência, até que encontrou a mulher com essa fé, e lhe contou acerca do seu fluxo de sangue que tinha sido curado por causa da sua fé. Agora, essa foi a mulher usando o dom de Deus. Agora, veja, essa única mulher usando Seu dom, Ele ficou fraco por isto.

36 Mas olhe para este caso aqui, quando Ele ressuscitou Lázaro dos mortos. Nada foi dito acerca Dele ficar fraco ali. Quanto mais foi chamar um homem, cuja alma estava a uma jornada de quatro dias, e a corrupção já havia se estabelecido no corpo do homem! Seu nariz, talvez, em quatro dias, já tinha afundado. E ali estava Ele, chamou-o de volta à vida, e ele viveu, e comeu, e bebeu, como qualquer outro homem. Quanto maior foi isso do que foi a mulher tocando Sua veste! Mas isso foi Deus usando Seu dom. Está vendo?

37 Agora, essa é a diferença aqui na plataforma. Agora, se você seguisse o—seguisse o culto e estivesse fora, algumas vezes, como Ele diz coisas que acontecerão, bem, anos antes, semanas antes, meses antes, aonde ir, o que fazer. Isso é Deus usando-O.

38 Aqui, é você usando-O. Não sou eu. Isto simplesmente flui porque é apenas um dom para—para relaxar a pessoa, tirar Isto da engrenagem humana, para que Deus possa Se engrenar com Isto, e dizer coisas. Agora, sua própria fé, você não percebe isso, que está fazendo isso, você mesmo. Sua própria fé está fazendo isso.

39 Agora, se Deus quer fazer qualquer coisa, Ele simplesmente o levanta, diz: “Agora, acontecerá, vá a certo lugar. Enquanto você estiver dirigindo pela rua, haverá certa coisa que acontecerá aqui. Haverá um homem de—de terno marrom. Ele tem cabelo grisalho. Ele se encontrará com você ali. Vá até ele, porque sua esposa está muito enferma. Ela está neste outro lugar. Eis a aparência que ela terá. E vá impor as mãos nela. Diga-lhe para devolver aquela coisa, que ela apanhou aqui há alguns anos, e fazer alguma outra coisa, fazer penitência, e ela ficará boa.” Então eu digo isso ao povo. Nós vamos. Eis o homem ali. Foi exatamente isso que aconteceu. Acerca de diferentes coisas na nação.

40 Acerca desta Marilyn Monroe, quando ela morreu, eles nunca crerão que essa moça não cometeu suicídio. Mas ela não cometeu suicídio. Ela morreu de ataque do coração. Eu vi isso, dias antes de acontecer, e lhes contei acerca. Mas não me deram ouvidos.

41 Quando aqueles lutadores, um matou o outro. Seis meses antes que isto…Lá em Nova Iorque, um matou o outro. Eu os vi em—em suas tavernas, discutindo. E vi um matar o outro, seis meses antes de acontecer.

42 Todas estas coisas o…que o Senhor mostra, isso é Ele usando Seu dom. Não há…Não se fica fraco, depois disso. Mas quando…É isso que me deixa fraco, é quando você usa o dom de Deus, como o Espírito Santo. Eu não sou Seu dom. O Espírito Santo é Seu dom. Esse é o dom de Deus à Igreja, é o Espírito Santo, e você O usa. E Ele simplesmente usa sempre que conseguir se soltar da engrenagem. Está vendo o que quero dizer? E deixa o Espírito Santo usar você.

43 Agora, neste caso, o Pai havia dito a Jesus, para deixar o lar e partir.

44 Se você notar como isto aconteceu, eles, depois que Lázaro adoeceu. E sem dúvida, muitos deles disseram: “Hã-hã! Agora vejamos onde esse pregador santo rolador está agora, que vai orar pelos enfermos. Ele não está presente.”

45 Assim, Ele partiu. E eles, finalmente, mandaram buscá-Lo. Quando o médico o desenganou, eles mandaram avisá-lo para que viesse. E ao invés de vir, Ele simplesmente se distanciou mais. Mandaram novamente. Ao invés de vir, Ele simplesmente continuou indo na outra direção. Está vendo? E então, de repente, Ele parou, olhou para os discípulos atrás; depois de tantos dias, a visão cumpriu o que o Pai Lhe tinha mostrado. Ele disse: “Lázaro dorme.”

Os discípulos disseram: “Bem, ele está salvo.” Está vendo?

46 “Ele dorme,” não morto. Não há tal coisa como um crente morrer. Está vendo? E Ele lhes disse na língua deles: “Ele está morto, e por amor de vós, folgo de que Eu lá não estivesse. Mas, vou despertá-lo. Vou despertá-lo.” Veja!

47 Agora, Ele sabia que isso ia ser feito. Porque, se não soubesse, então Ele disse algo errado quando disse: “Nada faço até que o Pai Me mostre primeiro.” Está vendo? Ele sabia disto.

48 E então olhe para Ele no sepulcro: “Pai, graças Te dou, por já Me haveres ouvido. Mas digo isto por aqueles que estão por perto.” Está vendo?

“Lázaro, vem para fora.” E ele veio. Ele saiu do sepulcro.

49 Agora, quando Jesus Se foi do lar, ora, foi quando aquela morte e a dificuldade se situaram. E lembre-se, quando Ele Se vai do seu lar, a dificuldade vem chegando. Agora, Ele não foi posto para fora, aqui. Ou, Ele somente tinha partido, porque o Pai O tinha afastado. Todas as esperanças tinham acabado. Agora, que pequeno lar triste! Muitos de nós, esta noite, sabemos nos simpatizar com aquele lar, quando a morte atinge nosso lar. E você nunca sabe o que é isso até que tenha de passar por tal coisa uma vez. Mas, sabe, quando eles estavam…

50 A morte chegou ao pequeno lar. Tinham mandado chamá-Lo. Que lar esfacelado era aquele! O Homem em quem eles tinham confiança, o Homem que eles amavam, o Homem que eles tinham visto curar os enfermos, e fazer os cegos enxergarem, e profetizar, e conhecer os pensamentos do coração, e dizer às pessoas o que aconteceria, toda vez! E Ele Se enquadrava na Escritura, à risca, exatamente, de tal modo que aquelas pessoas que amavam a Escritura criam Nele. Está vendo? E ali estavam alguns dos Seus amigos mais leais, e Ele deixou isso acontecer. Está vendo? Ele deixou isso acontecer só para ver o que eles fariam. Sem dúvida, era isso o que estava na mente do Pai a esse respeito. Todas as esperanças esgotadas. O Homem em que eles confiavam, acabou sendo que Ele não era o que pensavam que fosse, ou que—que seria. E eles estavam desesperados. Lázaro, seu irmão, estava morto.

51 Eles não podiam voltar para a igreja, porque já tinham aceitado a Jesus, “o fanático,” e tinham sido excomungados, e tinham sua carta, como se diria hoje, de sua igreja, que eles não mais podiam voltar. E foram deixados sem igreja. Foram deixados sem um amigo, parecia. O povo da cidade os tinha desprezado. Seus bons amigos, com quem tinham amizade na igreja, não tinham mais nada a ver com eles, porque aceitaram a Jesus, “este fanático radical.”

52 Deste modo, o Homem em Quem eles tinham confiança, os tinha desprezado redondamente e se recusou a lhes prestar um favor. Mandaram chamar a segunda vez. E ainda assim Ele os desprezou; e deixou aquele homem morrer, e ser embalsamado, e posto no sepulcro, e sepultado. Agora, isso é que é hora sombria; essa foi a hora mais sombria que aquele pequeno lar já tinha visto.

53 E então Jesus chegou. Assim é Ele, naquela hora sombria. Ele deixa acontecer, às vezes. Na hora mais sombria, então Jesus vem. Sua Presença sempre traz novas esperanças.

54 Esta pode ser a hora mais sombria para alguns de vocês. Pode ser que o médico o tenha desenganado, com câncer. E o homem fez tudo o que pôde para salvar sua vida, mas está além do seu—seu conhecimento. Ele não tem mais nada com que trabalhar. Ele fez tudo o que pôde fazer, e você vai morrer. Pode ser a hora mais sombria que você já viu. Mas, apenas lembre-se, é nessa hora sombria que Ele vem. Ele vem. Então, quando vem, isso traz nova esperança. Traz novas esperanças quando Ele vem. Sua Presença traz esperança.

55 Marta, ela saiu. Ela sempre tinha mostrado quem na realidade era, que ela não tinha sido considerada tão leal quanto Maria, porque Maria estava escutando a Palavra, mas, Marta, quando ela estava fazendo o jantar para Ele, e coisas tais. Ela mostrou o que era naquela mesma hora.

56 Porque, quando Jesus voltou à cidade, sem dúvida que muitos deles disseram: “Agora, depois que o rapaz está morto e sepultado, agora este pregador santo rolador volta a entrar despercebidamente na cidade.” Sem dúvida que quando Marta começou a sair, alguns deles disseram: “Olhem, lá vai ela agora. Se estivesse em seu lugar, eu Lhe diria umas verdades. Eu Lhe diria acerca disso quando chegasse lá. Oh, sem dúvida que ela o fará. Iremos observá-la fazê-lo.” Se assim ela tivesse feito, este relato não estaria sendo contado da maneira que está, esta noite.

57 Agora observe-a. Aqui vai ela. Ela pode ter passado pelo—o—o pastor da sua—da sua primeira igreja. E ele disse: “Agora, vejamos o que acontece agora. Está vendo? Ele saiu de mansinho. Quando a hora, a hora crucial veio, Ele saiu de mansinho.”

58 Agora, Marta, sem dúvida, era uma leitora da Bíblia, ou ela nunca teria aceitado a Jesus, para começar. Ela não podia aceitar isto com base na psicologia do povo, ou com base na religião daquele dia. Ela não podia aceitar isto com base na igreja, porque a igreja O detestava. E os beatos O detestavam. E todos eles O detestavam. Assim, ela deve ter sido uma leitora da Escritura, e tinha lido na Bíblia.

59 Nos dias de Elias, houve uma mulher cha-…uma sunamita. E ela era estéril. E ela teve fé num homem, um profeta, que era daquele dia, em Elias. E tinha construído para ele um pequeno aposento ao lado de sua casa. Ou, ela e o esposo tinham uma boa casa. Eles construíram um aposento e puseram um—um jarro d’água ali, e um aposento para ele se lavar e se arrumar, e fizeram um lugar bem agradável, confortável. E quando ele chegou, ele e Geazi, seu servo, e disse: “Veja que gentileza esta mulher sunamita nos mostrou.” Disse: “Vá e lhe pergunte se devo falar ao capitão chefe com o qual eu—eu tenho conhecimento. Eu o conheço muito bem. Ou, deveria falar com o rei? Também já fui requisitado algumas vezes para falar com ele e ser consultado por ele.” Disse: “Agora, gostaria de saber se eu poderia falar quando comparecer perante ele novamente, ou quando for chamado a uma destas pessoas?”

60 Assim Geazi foi e lhe perguntou. E ela disse: “Não.” Ela disse: “Eu habito com meu próprio povo. Não tenho motivo algum para pedir coisas assim. Isso foi de coração, apenas porque sei que Ele é um homem de Deus. E quero lhe prestar favor. Só isso.” Ele disse…

61 Bem, voltou, e Geazi disse: “Mas seu marido é velho e eles não têm filhos.”

62 Assim, Elias deve ter tido uma visão. E disse: “Vai, dize-lhe: ‘Ao tempo da vida, daqui a cerca de um ano, ela abraçará um filho.’” E ela abraçou. Ela teve um garotinho.

63 O garotinho tinha cerca de doze anos de idade. Ele estava no campo com seu pai, por volta das onze horas do dia, de modo que deve ter sido uma insolação. Ele gritou: “Minha cabeça! Minha cabeça!” E o pai o mandou para casa, e—e assim eles o deitaram no colo da mãe. E por volta do meio-dia, o garotinho morreu, ele adoeceu de tal modo; provavelmente uma insolação. Não havia fôlego nele. Ele tinha morrido.

64 Assim ela o apanhou e o deitou na cama de Elias. Que lugar para deitá-lo! Oh, que coisa! Exatamente certo. Deitou-o na cama de Elias.

65 E ela disse ao servo: “Albarda uma mula agora, e vai. E não pares até que eu te diga, porque queremos ir ao homem de Deus.” Ela sabia que se pudesse chegar àquele homem, ela descobriria o motivo. Se Deus pôde dizer a ele que aquele bebê viria, e que a abençoasse com a bênção de Deus, para que seu—para que seu ventre estéril pudesse ter um filho, certamente Deus poderia dizer àquele homem por que o levou. Ela disse: “Não pares até que eu te diga. Vai àquele homem de Deus.”

66 Agora, quando o—o cavaleiro se aproximou do homem de Deus, ele não sabia. Deus não diz aos Seus profetas tudo que vai acontecer. Ele não sabia o que fazer. Assim ele disse: “Aqui vem aquela sunamita,” ele disse a Geazi. Disse: “E—e ela está triste, e Deus ocultou isto de mim. Não sei o que ela quer.”

67 Assim, quando ela se aproximou…Eu gosto disto. Quando ela chegou perto de Elias, Elias clamou, disse: “Vai tudo bem contigo? Vai tudo bem com teu marido? Vai tudo bem com teu filho?”

68 Note, o marido caminhando de um lado para outro, gritando. Está vendo? Ele não tinha a fé que ela tinha. E ele, simplesmente gritando e se comportando assim; todos os vizinhos, se comportando assim. E o garotinho, horas antes disso, estava deitado frio, na cama.

69 Observe, quando ela chegou a este homem de Deus. Ela disse: “Tudo vai bem.” Amém. Eu gosto disso. “Tudo está bem agora. Estou na presença do Seu representante.” Amém. Aí está. “Tudo vai bem.” E então ela caiu a seus pés e começou a lhe revelar; não ele a lhe contar. Ela lhe contou.

70 E então ele disse a Geazi: “Cinge os teus lombos, e toma este bordão e vai e põe-no sobre a criança.” Ele não sabia o que fazer.

71 Por isso, acho que é aí onde…Paulo, outro homem da Escritura, nunca, nunca teria tomado lenços de seu corpo, se não tivesse tido Escrituras para isto. Elias sabia que tudo o que tocava era abençoado; mas se ele pudesse fazer a mulher crer nisso! Assim eu acho que foi isso que Paulo fez. Agora, nós ungimos lenços com azeite. Agora, isso não é escriturístico, mas está bem. Isso está perfeitamente bem. “Mas levavam do corpo de Paulo,” a Bíblia disse, “lenços e aventais.” Note. Mas…

72 E Elias, ele disse: “Toma este bordão, vai e põe-no sobre o garotinho. E se alguém te falar, não respondas. Somente segue em frente, põe o bordão sobre o garotinho.”

73 Agora, a fé da mulher não estava no bordão. Estava no profeta. Ela disse: “Como o—o Senhor Deus vive, e tua alma nunca morre, eu não te hei de deixar.” E ela ficou bem ali, persistente, até que obteve a resposta do que queria saber.

74 Bem, Elias não tinha a resposta, de modo que havia só uma coisa a fazer, ir com ela. Assim, ele cingiu os lombos, e foi.

75 Ele encontrou Geazi voltando. Disse: “Cumpriste as minhas ordens?”

76 Ele disse: “Cumpri. Eu pus o bordão sobre o garotinho. Não havia vida, nem nada, ainda.” Fazia horas e horas que o garotinho tinha morrido.

77 Bem, Elias entrou. Ele não sabia o que fazer. Assim, lembre-se, ele caminhou de um lado para outro do quarto, simplesmente de uma parte a outra, de uma parte a outra, até que o Espírito veio sobre ele. E quando o Espírito veio sobre ele, ele deitou o próprio corpo sobre o corpo daquele garotinho, e ele espirrou sete vezes e veio à vida, por causa daquela determinação e daquela fé daquela mãe.

78 Agora, Marta, sabendo que esta mulher sunamita teve fé neste profeta, sendo o representante de Deus na terra para aquele dia. Elias era o…era o representante de Deus do seu dia. Ela sabia que tinha visto o suficiente de Jesus, que Ele era o representante de Deus daquele dia. Aí está. Está vendo? Faz a Escritura fluir com precisão.

79 Então, quando ela correu até Ele, e parecia que ela tinha direito de censurá-Lo, e dizer: “Por que não vieste? Por que não vieste? Nós mandamos buscar-Te. Nós deixamos a igreja. Nós fizemos tudo isto.” Não. Essa é a versão de 1964 disto. Não nessa ocasião, veja. “Nós fizemos tudo isto. Nós fizemos aquilo. Eu dei isto. Eu dei aquilo.” Você deu o quê? Deus deu um Filho por você e por mim, os indignos.

80 Ela deve ter saído ali. E ela sabia que Deus Se tinha manifestado. E observe quando ela se aproximou. Eles a seguiram, para ver o que ela diria. Agora, ela foi ali, e caiu diante Dele, primeiro, e disse: “Senhor.” Isso é o que Ele era. “Se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido.” Está vendo? “Teu irmão não teria morrido.” E ela…

Ele disse: “Teu irmão há de ressuscitar.” E Ele…

81 “Sim, Senhor. Ele há de ressuscitar no último dia, na ressurreição geral. Ele foi um bom rapaz. Ele há de ressuscitar no último dia.” Veja, eles criam na ressurreição geral.

Jesus disse: “Mas Eu sou essa ressurreição e Vida.”

82 Oh, que coisa, depois de havê-la desprezado! Como poderia um Homem, que era a Vida da ressurreição, chegar a tratar um amigo assim? Às vezes Ele o está testando, para ver o que você fará. Está vendo? Põe a coisa diante de você, e vê o que você faz com ela. Ele pode fazer isso, esta noite. Ele tem feito isto, de modo a ver o que você fará quanto a isso.

83 Então verificamos que quando isto aconteceu, ela disse: “Eu creio que Tu és o Filho de Deus que havia de vir ao mundo.” Foi exatamente isso que Ele confessou ser. “E mesmo agora, ainda que meu irmão esteja morto, ainda que esteja embalsamado, ainda que esteja sepultado, ainda que feda no sepulcro, mas também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Aí está. Aí está. Esse é o ponto fundamental. Ela cria no que Ele pedia. Se Ele pedisse a Deus por ela, Deus ouviria a Sua oração. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

84 Agora, você poderia ter esse tipo de fé, esta noite, na Palavra de Deus? Bem, Jesus é a Sua Palavra. Poderia você ter esse tanto de fé na Palavra de Deus? Quando Ela está tão—tão claramente identificada para este dia quanto estava identificada naquele dia. Poderia você crer nisso? “Tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Está vendo?

85 Você diz: “Mas o médico me desenganou, irmão Branham, disse que não pode fazer mais nada por mim.”

86 “Mas também agora, Senhor!” Diz: “Não tenho caminhado por anos. Mas também agora, Senhor, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.” Ele está sentado à destra da Majestade, nas Alturas, esperando que você peça. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

87 A Bíblia não diz que “Ele está sentado à destra da Majestade”? O que é a destra? Não uma mão como de homem, a minha. É o poder, a destra de poder. Ele é Deus conosco, Deus em nós. Deus aqui agora. A destra, o sempre vivo Presente, bem aqui. Quando precisar de Deus, você não tem de ir ao Céu. Ele está bem aqui com você. A destra do poder da Sua Majestade, sentado aqui, pronto para fazer intercessões baseado na sua confissão, esperando ser invocado.

88 “Também agora, Senhor!” Ainda que o médico me tenha dito que eu não poderia viver mais que uma semana: “Também agora, Senhor, tudo quanto pedires a Deus, Deus To concederá.”

89 Não admira que Ele tenha dito: “Teu irmão ressuscitará.” Ele disse: “Eu sou essa ressurreição e Vida. Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em Mim nunca morrerá. Crês tu isso?”

Ela disse: “Sim, Senhor, eu creio nisto.” É isto.

90 Agora, quando você tem fé verdadeira, quando esses dentes das engrenagens começam a se engrenar assim, a roda vai girar. Algo vai acontecer, porque há poder de ambos os lados. Poder, em fé! E poder…A roda pequena girou pela fé. A grande girou pelo poder de Deus. Quando essas coisas se põem a girar, algo tem de acontecer.

91 Para produzir essa luz ali, requer-se duas peças de material, e um dínamo, girando juntos. É exatamente como você. Isto produzirá luz. Produzirá fé. Produzirá—produzirá poder. Produzirá cura. Quando o crente e Deus começam a girar juntos, isso gera o poder da Sua ressurreição. Quando o crente toma a Palavra Dele no coração e começa a gerar isto. Isto produz fé, porque Ele prometeu. Tudo está em linha. A única coisa que você tem a fazer para obter eletricidade é apertar o botão. Agora, isso é tudo que você tem a fazer quando esta Escritura está para Se cumprir agora. Aperte o botão. Não tenha medo.

92 Esse é o problema com as pessoas. Eu freqüentemente tenho dito…É um pouco ridículo dizê-lo. Eu encontro duas classes de pessoas quando viajo, os fundamentalistas e os pentecostais. Fora disso, eu não sei. E os fundamentalistas são pessoas que posicionalmente sabem onde se encontram, mas não têm fé no que estão fazendo. E os pentecostais são as pessoas que têm… têm essa fé mas não sabem quem são.

93 É exatamente como um homem que tem dinheiro no banco e não sabe preencher um cheque e o outro sabe preencher um cheque, e não tem dinheiro no banco. Se você pudesse chegar a juntar isto. Se conseguir que os pentecostais despertem, que o Espírito Santo que vocês afirmam ter, esse é Ele identificando o Seu Nome e a Sua Palavra. Então assine o seu nome no cheque e o entregue. Observe-o ser—ser reconhecido pelos bancos do Céu.

94 “Pedi ao meu Pai em Meu Nome, qualquer coisa.” Está vendo? Não tenha medo de pedir. Ele prometeu que o faria. Ora, ali, isso é…Você não tem de se preocupar com isto. Ele o prometeu.

95 Note isto agora. E ela estava certa, quando soube que Deus estava em Elias. Ele estava. Ele estava. Ele era Cristo, também. Você crê nisso? Jesus disse que ele era, disse que ele era um deus, porque a Palavra de Deus vinha a ele. Se Deus estava em Elias, quanto mais estava Ele em Seu Filho! E se Deus, por aquela pequena porção, pôde ressuscitar um bebê morto, quanto mais Deus em Sua plenitude!

96 Bem, quanto mais agora, Deus Se identificando conosco e em nós! A expiação está feita. Não estava feita então. Eles ainda estavam sob a expiação do—do carneiro sacrificado. E agora nós estamos sob a expiação do Sangue de Deus; não sangue judeu, não sangue gentio. Ele não foi nenhum dos dois. Ele foi o Sangue de Deus

97 O sangue vem do sexo masculino. Uma galinha pode botar um ovo, mas se ela não esteve com o pássaro macho, não chocará. Não é fértil. A fertilidade vem da hemoglobina, que é sangue que está no sexo masculino, sempre. A mulher é só o óvulo.

98 E neste caso, Jesus foi o Sangue de Deus, uma célula de Sangue criada. Ele não foi nem judeu nem gentio. Ele foi Deus. A Bíblia disse: “Nós somos salvos pelo Sangue de Deus,” não judeu ou gentio, o Sangue criado. É aí onde, se Ele foi judeu, minha fé está liquidada. Se foi gentio, minha fé está liquidada. Ele foi um Deus. Ele foi o Deus imortal manifestado em carne, pois que Ele criou uma célula de Sangue e fez Seu Próprio corpo. Amém. Isso faz os demônios tremerem e fugirem. Isso o põe em fuga. Quando você vê a coisa genuína e verdadeira. Louvado seja o Senhor. [A congregação aplaude—Ed.] Deus manifestado na carne. Ele é o Sangue de Deus. Portanto, a Vida vem desse germe. E agora por esse Sangue…

99 No velho sacrifício, um adorador punha as mãos sobre um carneiro, e eles cortavam a garganta. Os sacerdotes apanhavam o sangue e o queimavam. E o adorador, sentindo as dores da morte sobre o—o carneiro, suas mãos todas ensangüentadas do carneirinho moribundo, morrendo, ou ovelhinha, enquanto morria, mas ele saía com a mesma consciência que tinha ao entrar. Porque, quando aquela célula de sangue era rompida, era o sangue de algum outro, um carneiro macho, veja, e o óvulo da fêmea. E a vida que estava naquilo não podia voltar sobre a sua vida, porque era vida animal. Vida animal não tem alma, de modo que não sabe a diferença entre o certo e o errado. Assim não podia voltar.

100 Mas Nisto, quando realmente colocamos as mãos sobre nosso Sacrifício, Jesus, e sentimos no coração que somos culpados, e sabemos o que estamos fazendo. O Sangue desse Sacrifício, a Vida que estava nesse Sangue era o Próprio Deus, de modo que Ele volta sobre você, o Espírito Santo. Você se torna um filho de Deus, então, não mais consciente de pecado. Aquele que nasce de Deus não comete pecado. Ele não pode pecar. A Semente de Deus está nele. Ele não pode pecar. Ele não tem mais desejo de pecar, de modo algum. Portanto, enquanto você está desejoso de pecar, você é culpado disto. Mas quando não tem mais desejo, se faz algo errado, então você não o faz voluntariamente.

101 Hebreus 6 disse: “Se pecarmos voluntariamente, depois de receber o conhecimento da Verdade, já não resta mais sacrifício pelo pecado.” Pecar voluntariamente. Assim, se você continuamente quer pecar, voluntariamente, há algo errado com sua experiência.

102 Agora, quando ela O ouviu. Ela estava certa…Quando Ele disse: “Eu sou a ressurreição e a Vida. EU SOU.” Oh! Que segurança da Palavra prometida, porque Ele era aquele EU SOU que esteve no deserto com Moisés, lá na sarça ardente! Mesmo quando todas as esperanças tinham desvanecido, ainda assim ela estava satisfeita. Se ela pudesse somente levá-Lo a pedir, aconteceria. Agora, como necessitamos de fé como essa hoje!

103 Agora, ela teve de crer para conseguir as coisas impossíveis, conforme a mente moderna, a maneira moderna de pensar. Ela teve de crer para conseguir o impossível. Mas coisas impossíveis se tornam reais quando Deus é tomado em Sua Palavra. As coisas impossíveis se tornam realidades quando Deus é tomado em Sua Palavra.

104 Note, que belo: “Mas também agora, Senhor, também agora,” não importa qual seja a—a situação. “Também agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus o fará,” naquela hora sombria.

105 Vamos só rever umas duas pessoas aqui, ou mais ou menos isso, na Bíblia, só por um minuto, só para considerar essa hora sombria antes de chamarmos a fila de oração.

106 Pensemos em Jó. Ele era o homem mais justo da terra, e Satanás veio sobre ele. E veio a Deus, primeiro, e acusou Jó de ser apenas o predileto de Deus. Disse: “Certamente, o tens todo protegido. Quebra a cerca. Eu o farei amaldiçoar-Te na Tua face.”

Deus disse: “Não consegues fazer isso.” Está vendo?

107 E agora, Jó se viu em todos os tipos de dificuldades. Lembre-se, ele perdeu toda a sua riqueza. Ele perdeu toda a sua popularidade.

108 Ele era um príncipe, você sabe, no Oriente, e todos os jovens príncipes vinham se inclinar diante dele porque era um homem de sabedoria. Ele era profeta. E todos queriam vê-lo e conversar com ele, só por um momento. Só um momento do seu tempo significava tanto. E como ele caminhava rua abaixo, honra no coração por Deus, porque Deus o tinha constituído profeta.

109 E os sábios se aproximavam e diziam: “Jó, senhor, sabemos que o grande Deus do Céu está contigo. Só queríamos que nos desse um conselho. Nós fizemos certa coisa. O que devíamos ter?” E Deus revelava a Jó. E eles iam fazer isso daquela maneira, e era exatamente a maneira que seria. Era ótimo.

110 Mas, subitamente, todas as pessoas ficaram contra ele. Sim. Todos o desprezaram. Então os ciclones vieram, mataram seus filhos e mataram todos os seus animais. Tudo o que tinha ele perdeu. Então vieram alguns dos seus melhores…talvez os diáconos da sua igreja, veja, vieram lhe dar consolo. E eles o estavam acusando: “Agora, Jó, tu sabes, um homem que era favorecido por Deus, como tu, e tudo isto te sucedeu, tem de haver algo errado. Tu fizeste algo errado.”

111 Jó dizia: “Estou convencido de que não fiz. Meu coração está limpo diante de Deus, e fiz o meu sacrifício.” Amém.

112 Aí está, então firme-se nisso. Se você preencheu os requisitos de Deus, permaneça aí mesmo. Não se mova. Abraão chamou, tudo contrário a essa promessa, de não existente. Ele não duvidou da promessa por incredulidade, mas foi fortificado, dando louvor a Deus.

113 Jó permaneceu firme. Após algum tempo, sua própria esposa de certo modo se virou contra ele. Saíram furúnculos em Jó, sua própria saúde se deteriorou. Ele saiu e se sentou num monte de cinza, e se raspou com um caco ou algo assim, um fragmento. Imagine só em que condição miserável esse homem estava!

114 Eu me lembro de estudar isso certa vez, no meu tabernáculo, anos atrás. E fiquei nisso por um ano, só no Livro de Jó. Assim se faz. Nós entramos em detalhes, simplesmente ligamos a Palavra inteira. E então eu fiquei com ele naquele monte de cinzas ali por cerca de cinco domingos consecutivos. E eu nunca…Após algum tempo, uma irmãzinha me escreveu uma carta. Ela disse: “Irmão Branham, quando o irmão irá tirar Jó desse monte de cinzas?” Mas eu—eu estava tentando mostrar algo. Está vendo? Eu—eu estava. Eu estava tentando deixar isto claro, que, por que ele estava ali.

115 E sua esposa saiu e disse: “Jó, você está péssimo. Por que não amaldiçoa a Deus e sofre a morte?”

116 Agora veja. Ele não a chamou de mulher doida. Ele disse: “Como uma doida assim falas tu.” Em outras palavras: “Tu— tu—tu falas doidamente.” Ele disse: “O Senhor o deu, e o Senhor o tomou. Bendito seja o Nome do Senhor.”

117 Então, ele sabia que ia morrer. E disse: “Senhor…” No capítulo 14 de Jó, ele disse: “Há esperança para uma árvore, se ela cair.” Ele sabia que tinha sido…Isto influenciou pessoas. Sua vida tinha sido útil. Deus nunca nos dá a vida apenas para ficarmos à toa nisto, naquilo. Ele a dá para ser útil a Ele. Faça alguma coisa. Diga a alguém. Você não pode falar? Assobie um hino, ou algo assim. Transmita alguma impressão, em algum lugar. E Jó era o tipo de homem que era útil.

118 Ele disse: “Se uma árvore cai no sepulcro; um—um cheiro de chuva, as raízes brotam novamente. Se uma flor morre, a sementinha fica ali e se rompe, a polpa escorre dela. Não há maneira de você poder encontrar a vida nela. Mas quando a primavera se aproxima, aquela florzinha surge novamente. “Agora, há esperança, se uma flor morrer, se uma árvore morrer. Mas um homem,” disse, “ele se deita, ele rende o espírito. Seus filhos vêm honrá-lo, e ele não o percebe.” Jó queria saber. “Quando plantam uma semente na terra, e ela brota. Mas plantam um homem na terra, e ele não brota.” Agora ele disse: “E a respeito de tudo isto?”

119 E ele não conseguia entender isto. “Como um homem, com muito mais glória do que uma flor; um homem, com muito mais glória do que uma árvore, à imagem de Deus; e ainda assim ele o plantou na terra, e isso—isso encerrou o assunto. Seus filhos vêm prantear, e ele não o percebe. Oxalá me escondesses na sepultura, me ocultasses até que a Tua ira se desviasse. Tu me designaste um tempo e um lugar; não posso ultrapassar.”

120 Note agora, quando toda esta angústia veio. E seus amigos lhe viraram as costas, e o acusaram de ser um pecador oculto. A esposa o tinha desprezado. Todos o tinham desprezado. Disse: “Seu hálito se fez estranho para sua mulher.” E todas as coisas que lhe aconteceram! E parecia que Deus o tinha desprezado. E que ele ia morrer e ir para a terra.

121 Deus lhe falou como em outras palavras dizendo: “Jó, agora cinge os teus lombos. Eu falarei contigo.” E então quando Ele disse: “Veja, a árvore nunca pecou. A—a flor nunca pecou. Ela serviu ao Meu propósito. Portanto germinou, uma da outra, e não pecou, assim ela ressuscita. Mas o homem pecou, portanto ele é cortado.”

122 Deste modo, Jó começou a se perguntar, e então ele ficou angustiado exatamente como Marta. Na hora mais sombria, quando, toda a sua influência, tinha ele vivido em vão? Como Ele falaria a Jó? Ele era profeta. Como Ele lhe falará? Numa visão.

123 Então ele olhou para cima, e os trovões rugiram, os relâmpagos lampejaram, e Jesus veio. Então ele O viu nos últimos dias. Ele disse: “Eu sei que o meu Redentor vive, e que nos últimos dias Se levantará sobre esta terra. Consumida a minha pele, ainda em minha carne verei a Deus, o qual verei.” Na hora mais sombria, então Jesus vem.

124 Agora, esse é o Livro mais antigo da Bíblia. Jó, foi escrito antes de Gênesis ser escrito, afirmam.

125 Note agora Moisés, em sua hora sombria. Ele sabia. Sua mãe lhe tinha contado como Jeová o tinha levantado, como ele ia ser o libertador do povo. E ele tinha tentado fazer isto do ponto de vista militar, porque era militar, criado com Faraó, tornou-se um—um líder. Ele estava para ser o próximo Faraó. E saiu para tentar libertá-los com a própria mão.

Mas Deus não liberta dessa maneira. Deus liberta pela Sua mão.

126 Assim ele se tornou inteligente, instruído, aprendeu toda a…conseguiu seu doutorado em Filosofia, e doutorado em Direito e todos os graus em Direito e doutorados em Divindade que acompanhavam, suponho. Assim ele pensou: “Eu realmente a tenho agora. Sou recém-formado do seminário.” Assim ele saiu, e falhou.

127 Então Deus o levou lá fora por quarenta anos e tirou toda aquela instrução dele, veja, quarenta anos. Agora ele é um velho, a barba até a cintura, uma vara na mão, todas as esperanças de libertar o povo se haviam ido. Aqueles pobres hebreus lá, sofrendo com aqueles capatazes, e as costas açoitadas, e—e amassadores de barro naquela lama. Todas as esperanças de libertar haviam acabado. E então certo dia, numa parte remota do deserto, Jesus veio, uma Coluna de Fogo. Ele disse: “EU SOU.”

Esse era Quem Ele era. Certo dia Ele estava conversando…

128 Ele disse: “Bem, Tu dizes que ‘viste Abraão’? Ora,” ele disse, “ora, Tu não tens mais de cinquenta anos. E dizes… Sabemos que Tu estás louco. Tu tens—Tu tens demônio.”

Ele disse: “Antes que Abraão existisse, EU SOU.”

129 Portanto, foi Jesus que veio, numa Coluna de Fogo, em sua hora mais sombria. E ele foi, então.

130 Você sabe, quando Jesus lança mão de você, isto o faz fazer coisas que parecem loucas, para o mundo. Você poderia imaginar aquele velho indo lá para tomar posse daquela cidade, ou daquele país? E ele o fez, com uma vara torta na mão, mas ele próprio estava na mão de Deus. Foi isso que fez a diferença.

131 Bem, falemos de outro personagem só por um momento. Falemos acerca de Jairo, na Bíblia, nos dias de Jesus. Ele, ele era um bom companheiro, pequeno. Ele era um—um crente, um crente secreto. Eu o chamaria como que um crente fronteiriço, como os espias que atravessaram e provaram as boas coisas e voltaram e disseram que não se podia fazer aquilo. Mas Jairo era um crente secreto. Ele cria no Senhor Jesus, porque era um ótimo companheiro. Ele provavelmente estudou os rolos, e viu que Jesus preenchia todos estes requisitos, e Ele era aquele profeta que havia de ser despertado, conforme Moisés. Mas ele não podia fazer sua confissão, porque, qualquer um que fizesse confissão que tinha estado com Je-…Saído e estado com Jesus, bem, na mesma hora eles eram excomungados. E ele era sacerdote.

132 Mas, você sabe, Deus tem uma maneira de forçar a questão, às vezes, para levá-lo a fazer alguma coisa. Assim, você sabe, ele tinha uma garotinha, sua filha única. E ela ficou muito enferma, e chamaram o médico. E o médico fez tudo que podia fazer, e a criancinha adoeceu cada vez mais. Agora o médico o chamou, disse: “Jairo, detesto lhe dizer isto, Dr. ou Rev. Jairo. Mas sabe de uma coisa? Essa menininha vai morrer. Ela só tem cerca de mais uma hora para viver.” Eu posso imaginar, todos histéricos, e as pessoas de pé em volta, chorando. E puseram-na numa caminha, como um pequeno sofá ali. E então Je-…

133 Posso ver o pequeno Jairo dar a volta, apanhar seu pequeno chapéu ministerial e vestir a capa. Sua esposa disse: “Aonde vai?” “Você sabe, suponho que sou forçado a fazer isto.” 134 Então ele saiu pela porta. E disse: “Onde…” Seu pastor se encontrava ali, disse: “Jairo, aonde vai?”

“Hã, bem, pensei em dar uma volta.”

135 Você sabe, era sua hora mais sombria. Eis que alguém veio pela estrada, disse: “Ei, Jairo! Sabe Quem está lá no cais? Jesus de Nazaré, aquele profeta, acabou de chegar.” Era sua hora mais sombria, então Jesus veio justamente na hora sombria. Posso vê-lo puxar aquele chapeuzinho para baixo sobre o rosto, e descer a estrada tão rápido quanto podia.

136 Ele disse: “Senhor, vem impor Tuas mãos em minha filha, e ela viverá.” Quando ele estava voltando pelo caminho, subitamente, alguém disse: “Não O enfades. Ele…Ela já morreu. Ela morreu ontem, e está pronta para sepultamento agora.” Oh, e ele estava…Seu aflito coração estava a ponto de partir-se.

137 Posso ver Jesus olhar para ele, dizer: “Não te hei dito: ‘Não temas e verás a glória de Deus’?” Imagino que seu coração voltou a bater normal. Foi pela estrada, observando cada movimento. Ele chegou em casa, disseram: “Oh, ela está morta.”

Ele disse: “Ela não está morta. Ela dorme.”

138 “Bem,” disseram, “agora nós…Ouvimos que Tu estavas louco; agora sabemos que estás.”

139 Ele disse: “Saiam, todos vocês, incrédulos. Não posso fazer nada enquanto vocês, incrédulos, estiverem sentados aqui.” Ele pôs todos eles para fora. Então foi até a criança, disse: “Levanta-te, menina,” e ela se levantou. A hora mais sombria, a morte tinha chegado àquele lar, então Jesus veio.

140 Agora notamos que, quando esta garotinha estava enferma, ele não esperou, como Nicodemos, por uma entrevista particular à noite. A necessidade era naquela mesma hora. Ele tinha de entrar em ação no mesmo instante. A mesma coisa neste instante. Se já houve uma hora em que você vai querer ser curado, a hora é agora. Não espere por alguma outra hora. Esta é a hora de entrar em ação. Sim, senhor. Ele ficou desesperado, então Jesus chegou e a chamou dentre os mortos.

141 O cego Bartimeu, mais um personagem do qual falaremos, só por um minuto. Gostaria de lhes contar a história da vida dele, como ele—ele era, como ele ganhava a vida com pombinhos que davam cambalhotas. E assim, naqueles dias, tinham um cordeiro que guiava o cego, do mesmo modo que hoje têm um cão que guia o cego.

142 E assim certo dia, a história contada sobre o cego Bartimeu, que, Jesus, antes que Ele tivesse entrado em cena, e que ele tinha uma garotinha que estava enferma. E ele disse…saiu e clamou e rogou ao Senhor, disse: “Senhor, se Tu…Se Tu somente me deres esta vida, da minha garotinha! Nunca pude vê-la. Mas se Tu somente permitires que ela viva, eu Te prometo, amanhã, que Te darei meus dois pombinhos.” Era isso que ele tinha para entreter o povo. Tantos mendigos, ele tinha de ter algo incomum. Assim, dois pombinhos davam cambalhotas, um sobre o outro. Assim ele disse, bem, que iria…Ele ofereceu, deu a oferta, porque a criança ficou boa.

143 Algumas noites depois disso, a esposa ficou doente. E ele deu a volta, ao lado da casa, disse: “Senhor, nada mais tenho exceto meu cordeirinho que me guia.” Ele disse: “Se Tu permitires que ela fique boa,” disse, “eu—eu—eu Te darei este cordeiro.” E assim, no dia seguinte, sua esposa ficou boa.

144 De modo que, aqui estava ele, indo. E disse, o sacerdote disse: “Aonde vais, cego Bartimeu?”

145 Ele disse: “Vou oferecer este cordeiro.” Disse: “Minha esposa; Jeová curou minha esposa.” E disse: “Vou oferecer este cordeiro.”

146 Disse: “Tu não podes oferecer esse cordeiro, Bartimeu.” Disse: “Esse cordeiro são teus olhos.”

147 Ele disse: “Mas se Bartimeu cumprir sua promessa a Deus, Deus proverá um cordeiro para o olho de Bartimeu.”

148 Certo dia, ele ouviu um barulho vindo da cidade, alguns gritando: “Ei, Tu, profeta da Galiléia, dizem-me que Tu ressuscitas os mortos.” Era o sacerdote. “Temos um cemitério cheio aqui em cima. Vai e ressuscita alguns. Dizem-me que Tu ressuscitas os mortos. Vejamos-Te ir, ressuscitar um deles. Bons homens jazem ali. Vejamos-Te ressuscitá-los.” Outros diziam: “Se és profeta, dize o que eu fiz ontem.”

149 Alguns deles diziam: “Glória a Deus nas alturas! Abri caminho para o Rei de Israel.”

150 Todos os tipos de rebuliços, e centenas deles. Agora, se você for, alguma vez for a Jericó, e notar onde ele estava sentado, ele estava a quase duzentas jardas [183 m—Trad.] de onde eles saíam pelo portão. Agora, sem dúvida, pessoas tropeçando nele. E o pobre e velho companheiro sentado ali ao vento, com calafrios, e os trapos ao redor dele. E sem cordeiro para guiá-lo, e sem—e sem pombos. E ele estava provavelmente sem combustível para o inverno, e é…deve ter sido por volta de outubro, e estava frio. E ali estava ele sentado, nessa condição. E ele…Alguma dama amável deve ter-lhe dito, quando…

151 Ele disse: “Quem? De que se trata todo o barulho?” Você sabe, há algo estranho. Onde Jesus está, há sempre um bocado de barulho. Sim. Certo. Ele disse: “De que se trata todo o barulho?” Bem, eles disseram…

152 Esta amável dama, ela deve ter sido seguidora de Jesus. Ela disse: “Tu sabes, é Jesus de Nazaré.”

“Bem, quem é Jesus de Nazaré?”

153 “Bem, tu sabes, a Escritura diz que o Senhor Deus despertará um profeta.”

“Oh, sim! Queres dizer o Filho de Davi? Ele está na terra?”

“Eu O tenho visto fazer exatamente. Ele é a Palavra. Exatamente.”

154 Ele gritou: “Oh, Jesus, tem…Oh, Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Agora, ele sabia. Ele já tinha passado. Ele sabia que seu grito físico não poderia ser ouvido. Mas ele sabia que se Ele era a Palavra, e era aquele Messias, Ele teria de ser profeta, porque o Messias era profeta. E ele sabia que poderia…sua fé em Deus. Sem dúvida que ele soltou um grito: “Jeová, tem misericórdia de mim! Tem misericórdia! Agora permite que eu seja capaz de pará-Lo.” E ele gritou: “Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Provavelmente, todos os gritos, Ele não poderia ouvir isto. Mas sua fé O parou. Jesus disse assim.

155 “E Jesus parou.” Eu quero pregar sobre isso, talvez, uma vez, um dia. “E então Jesus parou.”

156 E Ele parou. Ele olhou em volta. E disse: “A tua fé te salvou.” Na hora mais sombria, então Jesus veio.

157 Na manhã anterior a essa, houve um…quando Ele…a manhã antes Dele chegar, saindo pelo portão aquela tarde. Ele tinha entrado na cidade, havia um homem ali chamado Zaqueu. E ele era o homem de negócios da cidade. E sua esposa, Rebeca, era uma—uma boa mulher, uma crente no Senhor Jesus.

158 Mas ele próprio não cria, porque o rabino lhe tinha dito: “Não há profetas. Não temos tido profetas. Isso é um monte de bobagem. Não creias em coisa como essa. Tu és um homem finamente culto; teu negócio aqui. Ora, nunca faças isso. Vê a tua posição na igreja.”

159 E assim ele tinha dito a Rebeca, disse: “Oh, isso é bobagem. Não há essa coisa como profeta.”

160 Mas, você sabe, Rebeca tinha orado; até que o aflito coração dele não estava aguentando mais. Ele mesmo queria ver. Assim, ele sabia que Ele havia de estar na cidade aquele dia. Assim, sabe o que ele fez? Ele era pequeno em estatura, de modo que poderia não ser capaz de—de vê-Lo quando passasse, por causa da multidão. Por isso ele disse: “Vou descobrir se Ele é profeta ou não. Se olhar para Ele no rosto, eu lhe direi se ele parece diferente de qualquer outro homem.” Assim ele subiu numa árvore, e puxou todas as folhas ao seu redor, e coisas tais, e se sentou ali. E disse: “Agora, você sabe, quando Ele passar, eu O verei.”

161 Assim quando Ele dobrou a esquina, caminhando assim, descendo a rua, chegou exatamente sob a árvore. E Ele parou, olhou para cima, disse: “Zaqueu, desce. Vou para casa contigo.” Oh, sua hora mais sombria. Ele era profeta ou não era profeta? Na hora mais sombria, Jesus veio. Ele soube quem ele era. “Zaqueu, desce.”

162 Zaqueu disse: “Se cometi alguma injustiça, eu restituirei. Farei qualquer coisa.” Ele ficou convencido. Jesus veio.

163 A mulher com o fluxo de sangue tinha ido. A Bíblia disse: “Ela gastou todo o seu dinheiro com os médicos. Nenhum deles pôde ajudá-la.” Sem dúvida, os médicos tentaram com afinco, mas falharam. Não puderam ajudá-la. Ela tinha tido este fluxo de sangue por anos e anos, provavelmente desde a menopausa. Agora, e ela era uma mulher idosa, e simplesmente continuava. Não podiam fazê-lo. Oh, ela tinha…Ela estava em desespero. Porque, sem dúvida, aquela manhã quando o pequeno—pequeno barco encostou entre os salgueiros lá embaixo, alguém…Ela morava no morro, acima. Provavelmente seu marido tinha vendido os cavalos, e—e a fazenda tinha sido hipotecada, e tudo mais, tentando conseguir que sua pobre esposinha sarasse. E não…Ela tinha ouvido acerca Dele. Ela disse: “Quem é aquele lá embaixo?”

Disse: “Esse é aquele profeta da Galiléia.”

164 Ela disse em seu coração, nenhuma Escritura para isto: “Eu creio Nele. E se somente puder tocar na veste daquele Homem justo, eu serei curada.” Hum! Se ela pôde fazer isso sem uma promessa da Escritura, o que devemos fazer nós com a promessa da Escritura? Ela abriu caminho.

165 Ali estava o pastor, todos eles ali de pé para criticá-la, zombando Dele e tentando fazer com que Ele deixasse a terra. Eles não queriam sua gente toda perturbada de mente. Eles não podiam cooperar na reunião. Não havia nada que pudessem fazer.

166 Mas Ele veio ter uma reunião, de qualquer modo. Está vendo? E assim Ele ia tê-la de qualquer modo. Deste modo nós verificamos que havia dois ou três ali que O ajudariam, a assim levá-Lo para o outro lado do rio, de qualquer modo. Assim, nós verificamos que em…quando Ele começou a subir.

167 Esta pequena mulher, ela disse: “Bem, tal Homem como esse, tão importante, eu sou insignificante demais para Ele.”

168 E muitos, alguns deles começaram a dizer: “Hã, apresente-me a Ele, porque eu—eu quero verificar se Ele é profeta ou não.” Hã, assim, bem, apresente-me Simão,” Fulano de tal. Todos, “Olá, Rabino! Ora, dizem que Tu és profeta.”

169 “Sim. Sim. Obrigado, senhor. O Senhor o abençoe.” Seguia adiante, adiante assim, enquanto prosseguia.

170 Sem se esperar, esta pequena mulher foi abrindo caminho por entre aqueles homens, e em volta, até que então tocou Sua veste exterior. A veste palestina pende livre; tem uma—veste interior, também, para impedir que o pó chegue às pernas. E Ele nunca teria sentido isso fisicamente. Então, ela O tocou. Isso era exatamente o que ela queria fazer. Ela voltou a sair e se sentou.

171 Aquela foi sua hora mais sombria, todo o dinheiro tinha acabado, tudo mais, e Jesus veio. Jesus Se virou e disse: “Quem Me tocou?” Ele olhou por ali, e ali estava ela. Ele disse: “A tua fé te salvou.”

172 A pequena mulher junto ao poço, moralmente ela não podia ter estado pior. Ela tinha…Ela tinha arranjado seu sexto marido há pouco, assim, moralmente, ela não podia ter estado pior. Sua hora mais sombria, sem dúvida, indo ali e dizendo: “Que miserável sou eu! Sou uma mulher jovem e bonita, mas estou começando a envelhecer um pouquinho. Estou entrando na casa dos vinte agora, de modo que meu…não posso ir…”

173 Agora somente recorde, irmã, quando você passa desses vinte, quando passa dos vinte e dois anos de idade, você já está declinando, não importa se acha que está ou não. Você está. Sim. Está declinando. Todo homem está, também. Você, quando chega a mais ou menos…você está…

174 Foi isso que eu perguntei numa reunião do Kiwanis certa vez. Eu disse: “Diga-me como é que, quando me alimento, isto produz células de sangue e eu fico maior e mais forte. Quando tinha dezesseis anos, eu comia a mesma coisa que como agora. Eu ficava maior e mais forte o tempo todo. Agora, desde que passei dos vinte e dois, não importa o quanto coma, o quanto cuide de mim mesmo, estou ficando mais fraco e mais velho. Por que é, se renovo minha vida agora, por que será…? Toda vez que como, eu renovo minha vida, porque acrescento células de sangue. Por que isso não me faz desenvolver agora como fazia então?” Você não conseguiria provar isto cientificamente, se tivesse de provar.

175 É um encontro que Deus marcou. E você vai chegar a isso, também. Só recorde isso. Você está se aproximando disso. Despeja água de um jarro, num copo, ele fica pela metade, e então despeja mais rápido e ele esvazia; diga-me para onde vai e o que acontece. Está vendo? É porque Deus marcou o encontro.

176 E esta pequena mulher, ela sabia que seus dias estavam quase terminados então. Seu trabalho estaria arruinado. Assim ela estava pensando a respeito: “O que farei? Mas,” ela disse, “sabe, sempre achei que algum dia podia ser que o Messias viesse.” Ela caminhou até ali, ao poço. Geralmente é quando você está pensando Nele que Ele vem. Está vendo? E assim ela caminhou até ali; escuridão. Todas as mulheres tinham ido embora. E ela era imoral, não podia falar com elas, nem nada. Tinha os ganchos, e ela baixou a corda do poço. E começou…

Ela ouviu um Homem dizer: “Vai, apanha o teu marido e vem cá.”

Ela disse: “Não tenho marido.”

177 Ele disse: “Isso mesmo. Tiveste cinco, e aquele com quem vives agora não é teu.”

178 Então ela ficou desesperada. Ela disse: “Senhor, vejo que és profeta. Sei que quando o Messias vier, é isso que Ele fará.”

Ele disse: “Eu O sou.”

179 Oh, os discípulos estavam no mar, certa noite, e todas as esperanças tinham terminado. Talvez você esteja sentado aqui, esta noite, desta mesma maneira, todas as esperanças terminadas. O barquinho deles estava inundado e tudo mais. E, Jesus, eles partiram sem Ele.

180 E então quando estavam gritando e clamando, e imaginando o que ia acontecer, o que ocorreu a seguir? Eles O viram chegando sobre o mar. Sabe de uma coisa? Eles ficaram com medo Dele. Parecia fantasmagórico, parecia como algum tipo de espiritismo ou algo assim. Está vendo? Ali vinha um Homem caminhando por ali, como uma sombra sobre a água, e eles começaram a gritar. A única coisa que poderia ajudá-los, mas então estavam com medo Disso.

181 Como é exatamente dessa mesma maneira hoje! Estão com medo Disso, com medo Disso.

182 Mas o que aconteceu? Justamente na hora do seu medo, surgiu uma Voz; disse: “Não temais. Sou Eu.” Então, Jesus veio. Oh, que coisa! Jesus veio. “Não temais. Sou Eu.”

183 Agora, Jesus é o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Eu gostaria de saber, esta noite…Tenho de omitir parte do meu texto aqui. Mas gostaria de saber, esta noite, se nós, nesta hora…O Mestre veio como prometeu, e está chamando Seus filhos crentes a reconhecê-Lo em Sua Palavra, tornando-A manifesta. Eu me pergunto se Jesus veio a nós. Esta é—esta é a hora mais sombria que a igreja já viu.

184 Agora, sabem de uma coisa? Toda igreja, em breve, vai ter de pertencer a esse—esse Concílio Mundial de Igrejas. E quando o fizerem, vocês abrirão mão de seus direitos evangélicos quando fizerem isso. E, caso contrário, então não poderão mais ser uma denominação. Porque, toda denominação tem de entrar nisso. Vocês leram a respeito, como eu também. É a hora mais sombria que a pequena igreja já teve. Todos foram atrás disso. Pentecostais, oh, despertem!

185 E justo nesta hora mais sombria, então eis que chega Jesus para vindicar que Ele está com você. Ele está aqui, veja, a hora mais sombria.

186 Ouvi uma pequena história, só vai levar um minuto para contá-la. Uma mulher foi—foi chamada, a prefeitura veio visitá-la, porque ela estava muito empobrecida. Ela tinha um filho, e ele tinha ido para a Índia fazia algum tempo. E ele, um amigo muito amável, e excelente rapaz. E assim a mulher simplesmente ficou assim, sem alimento e tudo mais, até que a a prefeitura teve de vir investigar, para doação de alimento da parte da prefeitura, para ela. E quando estavam ali, o homem disse: “Bem, a senhora não tem nenhum ente querido para ajudá-la?”

Ela disse: “Oh, eu tenho um filho.”

Disse: “O que ele faz?”

Disse: “Oh, ele é um—um—um engenheiro elétrico na Índia.”

“Bem, para quem ele está trabalhando?”

Disse: “Para o Governo dos Estados Unidos.”

“Ora,” disse, “ele não a ajuda?”

Disse: “Bem,” disse, “ele—ele não me ajuda. Mas…”

187 Disse: “Bem, então por que a senhora não pede a ele ao invés de chamar a prefeitura?”

188 Ela disse: “Ele é um moço tão amável. Ele me escreve cartas tão amáveis.” E disse: “Você sabe, eu o amo, assim não posso lhe dizer que eu—que estou passando esta necessidade.”

189 Disseram: “Ele—ele lhe escreve cartas, e a senhora recebe notícias dele, e tudo mais?”

“Sim.”

“E ainda assim ele não a ajuda?”

190 Disse: “Não,” disse, “mas ele me manda gravuras das mais lindas que já vi na vida.” E ela disse…

Assim, o homem disse: “Deixe-me ver algumas gravuras.”

191 Ela disse: “Muito bem, senhor. Eu as tenho bem aqui na Bíblia.” E ela as abriu, e começou a mostrá-las. Sabe o que eram? Ordens de pagamento da Índia, com gravuras. Todas elas têm gravuras, veja, ordens de pagamento. Ela tinha milhares de dólares, mas simplesmente não sabia o quanto possuía. Estava tudo escondido na Bíblia.

192 Queria saber, esta noite, se Jesus não nos revelaria o que está escondido nesta Bíblia, para nós. Somos ricos em Sua graça e em Sua misericórdia. Gostaria de saber se Ele viria nos chamar. Olhemos através da Bíblia e vejamos o que temos Nele, enquanto inclinamos a cabeça só por um momento.

193 Pai Celestial, permite que a Tua misericórdia…Tu estás aqui, Pai. Ora, estou tão consciente disso. Ora, Tu disseste: “Onde quer que estiverem dois ou três reunidos em Meu Nome, aí estou Eu no meio deles.” Agora, que: “Os céus e a terra passarão, mas Isso nunca passará.” Ajuda-nos, esta noite, agora, enquanto oramos por estas pessoas enfermas, por alguns minutos. Dá-Te a conhecer, Senhor. Jesus, vem e chama os enfermos, (o farás?) de modo que eles saibam que Tu és—Tu és Deus onipresente. Tu estás aqui, o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Através do Nome de Jesus, eu rogo. Amém.

194 Amigos, só mais alguns instantes até que seja realmente hora de nos despedir, mas chamemos uma pequena fila de oração. Vocês gostariam de tê-la? Ergam a mão, se estão—se estão dispostos a permanecer mais dez, quinze minutos. Muito bem. Deus os abençoe. Só—só…Está bem com o zelador ali, está bem que façamos isso? Muito obrigado.

195 Agora, onde está Billy? Quantos cartões você distribuiu? A, B, C. Qual distribuímos primeiro, cartões A? Nós chamamos todos os cartões A, a primeira noite aqui? [Alguém disse: “Sim.”—Ed.] Chamemos dentre os cartões A novamente. Vejamos, de onde começamos, Billy? Lembra-se? Um, não foi? Sim. [“Um.”] Um até mais ou menos…Chamemos de algum outro lugar. Vejamos, a partir de qual chamaremos? Digamos setenta e cinco.

196 Quem tem cartão de oração A setenta e cinco? Erga a mão. Assim isso é bom, ótimo. Temos esse. Venha direto para cá, então, setenta e cinco.

197 Setenta e seis, erga a mão. Setenta e seis, rapidamente. Muito bem. Quem? Não pode se levantar? Ou, não, está bem lá atrás. Desculpe-me. Setenta e seis.

198 Setenta e sete, setenta e sete, por favor erga a mão. Quem tiver o cartão de oração…Oh, alguém aqui. Muito bem. Bem aqui, senhor, setenta e sete.

199 Setenta e oito. Rapidamente, agora, erga a mão, setenta e oito. Setenta e oito.

200 Setenta e nove, oitenta, oitenta e um, e dois, e três, e quatro, e cinco. Deixem que…Só se levante aí, rapidamente. Só tem um…

201 Agora, os demais queiram ficar sentados bem quietos, 201 reverentes. Não fiquem se movendo agora. Deixem aqueles, só os que foram chamados.

202 Setenta e nove, oitenta. Oitenta a oitenta e cinco. Parece que não estão…Talvez alguns desses sejam cartões distribuídos quatro ou cinco noites atrás. Eles podem estar agora…Oitenta e cinco a noventa, venham cá, venham a partir disso. Nos cartões A agora, A, um cartão de oração A, de setenta e cinco, oitenta, oitenta e cinco, noventa. Serão quinze pessoas. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez…Ali estão elas. Ótimo. Isso é bom. Assim está ótimo, só por um minuto agora.

203 Agora quantos, os demais aí, que são…que crêem que— que podem fazer como aquela pequena mulher fez, tocar a orla da Sua veste? Erga a mão, diga: “Eu—eu—eu—eu creio. Eu realmente creio que posso tocar a orla da Sua veste.”

204 Agora o Mestre está aqui. Agora Ele irá…Ele está pronto a chamá-lo, se você somente crer Nele. Agora não duvide Dele. Creia Nele. Somente tenha fé agora. Seja realmente reverente. Creia de todo o coração agora que o Mestre está aqui e o está chamando.

205 Agora, enquanto a fila de oração está se formando aqui, acho que alguns dos irmãos estão ajudando a formar a fila de oração da—da maneira que estão em seus números. Agora todos que tenham um cartão. É…Mais quantos cartões há aqui? Vejamos suas mãos. Deixem levantadas. Nós vamos orar por cada um deles. Não me importa quem sejam, vamos…Se o Senhor me permitir viver, vou orar por cada um antes de ir embora no domingo.

206 Agora lembre-se, amanhã tem café-da-manhã ministerial. E o irmão anunciou onde é? Foi anunciado. Muito bem. O que, se vocês puderem, venham. Seria…Suponho que deverei falar, bem cedo lá? [Alguém diz: “Sim, café da manhã.”—Ed.] Muito bem. Certo. Ótimo. Muito bem.

207 O que disse: “Não o ouvi”? Chamei por volta, eu acho, de quinze. Setenta e cinco, oitenta, oitenta e cinco, noventa, algo assim. Isso…Isso estará bem. Do mesmo modo que…Muito bem. Comece a mandá-los para cá. Se vocês estão olhando, agora isso é…Estão vendo?

208 Agora, todos bem reverentes. Agora, agora escutem. Sei que vocês têm de ir trabalhar de manhã. Seu trabalho é importante. Eu sei disso. Seus filhos estão esperando por você. Babás; disse que iria embora às nove e meia. Mas esperemos. O que é mais importante, saber se isto é a Verdade ou não? O que é mais importante do que a sua alma? Agora, se esta Bíblia prometeu isto, se Deus o fizer, essa é a coisa mais importante de que consigo me lembrar. Estão vendo?

Tem uma cadeira ali, com o sistema de som, e era isso que estava fazendo esse ruído.

209 Agora, vejam. Agora, lembrem-se, que todos descansem confiantes agora. Espero que não os tenha impressionado de modo a fazê-los pensar que eu seja algum tipo de seita ou algo assim, que eu seria essa Pessoa, o Senhor Jesus. Vocês não crêem nisso, crêem? Certamente que não. Eu sou servo Dele. Sou um pecador que foi salvo pela graça. Mas, nisto, a hora chegou quando Ele deu um dom.

210 Acabei de passar por um exame recentemente, quando um grupo de médicos me pôs sob observação, para me fazer passar por um teste, por um teste de ondas. E sabe o que eles vieram me contar?

211 Disse: “Nunca vi tal coisa na vida.” Ele disse: “Sabe, o senhor é…” Disse: “Uma pessoa, que, quando seus cinco sentidos que se…pelos quais o corpo é controlado.” Disse: “Agora, agora, seu…” Disse: “Isso é o que lhe sucede primeiro, consciência. O senhor vive nela. Mas quando seus cinco sentidos se tornam in—inativos, então o senhor está no subconsciente. Esse está bem distante do senhor. O senhor tem de estar morto para estes sentidos ou qualquer coisa aqui, quando volta aqui a este subconsciente e sonha.” Disse: “Há alguma parte sua que vai a algum lugar. E, quando desperta, de volta a este consciente, o senhor é sacudido de volta aqui, lembra-se do que sonhou.”

212 Quantos já tiveram um sonho? Claro, anos atrás, todos vocês. Bem, há alguma parte de você em algum lugar, porque você ainda se lembra disto em sua mente. Está certo? Assim, isso foi seu subconsciente.

213 Ele disse: “Esse é o normal. Mas,” disse, “Rev. Branham,” disse, “dentre os milhares e milhares de pessoas que já examinamos, nunca encontramos uma pessoa como o senhor.”

Eu disse: “Eu sou louco?”

214 Ele disse: “Não creio que pessoas venham do mundo todo para conversar com um louco.”

E eu disse: “Bem, eu sou? Eu sei que sou nervoso.”

215 Ele disse: “Não mais do que qualquer outro ministro ou médico, qualquer um que lida com o público.”

Eu disse: “O que é tão estranho?”

216 Ele disse: “Sabe de uma coisa? Seus dois conscientes se encontram exatamente juntos.” Disse: “O senhor poderia ter um sonho com os olhos abertos.” Está vendo?

Ele não sabia o que ele era, acerca daquilo. Eu disse: “É isso mesmo?”

217 Ele disse: “Sim. O senhor não teria de ir dormir para ter um sonho.”

218 Eu disse: “Doutor, o senhor já leu na…acerca de uma visão? O senhor sabe o que é uma visão?”

Ele disse: “Esse é um termo bíblico, Sr. Branham?”

Eu disse: “Sim.”

219 Ele disse: “Bem, eu não sei nada acerca da Bíblia.” Ele disse: “Eu não saberia acerca do que o senhor está falando.”

Eu disse: “O senhor já leu a Bíblia?”

Ele disse: “Sim.”

“Já leu no início da Bíblia a respeito dos antigos profetas da antiguidade.”

“Oh,” ele disse, “isso! O quê? Eles previam coisas?”

“Sim.” Eu disse: “Isso acontece comigo, senhor.”

220 Ele disse: “Isso, estou contente de que o senhor…Isso encerra o assunto. Bem, é isto, veja.” Ele disse: “Sabe de uma coisa? O senhor devia—o senhor devia vir e nos deixar examinar isto.” Disse: “Esta seria uma grande pesquisa científica.”

Eu disse: “Espere um minuto, doutor. O senhor já teve um sonho?”

Ele disse: “Sim.”

221 Eu disse: “Então tenha um sonho para mim. Diga-me o que vai acontecer amanhã. O senhor não conseguiria fazer isto se tivesse de fazer. Está vendo? Seja quem for que o permite ter esse sonho é quem tem de fazer isso.”

222 Tampouco eu posso ter uma visão. Tem de ser Aquele que nos permite as visões. Eu não posso tê-las até que Ele me diga. Eu não sei o que dizer até que Ele me diga para dizer. Mas é um dom, veja, com o qual eu nasci. A primeira coisa de que me lembro na vida foi de ter uma visão. E nem uma vez isto esteve errado.” Está vendo? É sua—sua…É por isso que se vê pessoas…

223 Nós temos muita personificação. É exatamente certo. Mas sempre teremos isso. Certamente.

224 Eu li a história de Martinho Lutero, para vocês, luteranos. A história de Martinho Lutero disse: “Não foi tão estranho que Martinho Lutero pudesse protestar a igreja católica e passar impune com isto; mas ele ter podido conservar a cabeça acima de todo o fanatismo que seguiu seu reavivamento, e ainda permanecer correto com a Escritura.” É isto. Sim.

225 Isso não tem nada a ver com eles. Você é responsável diante de Deus…Porque, veja, é só um dom. Está vendo? Você desce para cá, e então o Senhor fala.

226 Agora, aqui. Aqui, esta é a mulher? Agora, aqui, isto devia provar, agora para todos. Seja realmente reverente, só por alguns minutos. Pode haver um recém-chegado aqui. Agora aqui está uma—uma jovem, eu—eu nunca a vi na vida. Ela é desconhecida para mim. Eu não a conheço.

227 Mas aqui nos encontramos, exatamente como São João 11…Eu estive ali, esta noite, veja, quando…São João 4, quero dizer, onde Jesus conheceu a mulher junto ao poço. Eu estava falando acerca dela. Ela era provavelmente bem mais jovem que Ele. E Ele lhe contou onde estava o seu problema. E por isso, ela disse: “Agora, Senhor, Tu, vejo que és profeta.”

228 Agora, veja, um profeta é uma pessoa a quem a Palavra de Deus vem. A profecia para esse dia, a Palavra que é para Se cumprir nesse dia, vem a esse homem, e Ele é a Palavra viva para esse dia.

229 Ela disse: “Vejo que és profeta. Agora, estamos esperando por esse profeta.” Se você verificar essa referência, ela leva direto a—a esse profeta. Disse: “Sabemos que quando o Messias vier, é isso que Ele fará. Ele nos anunciará essas coisas.”

Ele disse: “Eu O sou, Eu que falo contigo.”

230 E ela foi e disse: “Vinde e vede um Homem que me disse as coisas que eu tenho feito. Não é este o Messias?” E todo o povo creu nisto.

231 Agora, Ele prometeu que “os crentes também fariam as obras que Ele fez.” E agora, neste último dia, vindicou Sua Vinda próxima por meio disto, quando Ele Se revela da mesma maneira que fez em Sodoma.

232 A irmã tem ouvido as Mensagens esta semana? A irmã crê que isso é a Verdade? [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] Agora, nós, sendo desconhecidos um do outro, isso está certo, está? [“Sim.”] Apenas para que as pessoas vejam, erga a mão, para que as pessoas vejam.

233 Eu nunca vi a mulher, na vida. Não sei absolutamente nada a respeito dela. Está vendo? Ela é apenas uma jovem, muito mais jovem que eu. Nascidos anos à parte, milhas à parte, e aqui nos encontramos pela primeira vez. Aqui, ambos nos encontramos aqui, pessoas à volta toda, luzes, tudo mais. Nós nos encontramos aqui na Presença de Deus. E estou conversando com a irmã, para verificar, primeiro, se essa unção virá sobre mim. E se vier, então eu poderei fazê- lo. Sem Isso, eu não posso fazê-lo. Agora, a única coisa que faço é só orar e impor as mãos sobre a irmã, como seu pastor faria, ou quem quer que fosse, e prosseguiria. Está vendo? É um dom. Eu procuro me relaxar, tanto quanto saiba, para Ele. Mas, então, não posso fazê-Lo vir. Ele tem de vir. Ele Mesmo tem de vir.

234 Agora apenas sejam reverentes. Está aqui. Agora, em Nome de Jesus Cristo, tomo todo espírito aqui sob o meu controle, para a glória de Deus. Agora fiquem sentados quietos. Se algo acontecer, eu poderei controlar, se vocês simplesmente não se levantarem de repente e começarem a se alvoroçar. Fiquem sentados quietos. Epilepsia e coisas tais algumas vezes surgem na reunião e simplesmente pegam uma dúzia deles, assim. Quantos viram tal coisa como essa acontecer na minha reunião? Certamente. Estão vendo? Certamente. Mas somente fiquem sentados quietos. Eu sou responsável por isso. Mas se forem arrogantes, eu não sou responsável, porque é uma punição.

235 Agora, não faço a mínima ideia para que esta mulher está aqui. Agora, ela sabe disto agora, neste momento, que algo está acontecendo. Está vendo? Porque, exatamente entre ela e mim, ela simplesmente começa a se desvanecer. É essa Luz entrando.

236 Agora, a mulher está realmente, sua coisa principal, pelo que ela está aqui, ela está representando outra pessoa. Ela tem alguém que ela—por quem está orando. E essa é uma—uma— uma—uma pessoa que está realmente em má situação, com um colapso nervoso. É uma irmã. Isso mesmo. Se está certo, erga as mãos. Com um colapso nervoso. Agora veja.

237 Então as pessoas dizem: “Acho que ele só supôs isso.” Não, não. Está vendo? Não supus.

238 Agora observe. Ela é uma excelente pessoa, um bom espírito. Agora, só um momento. Agora, olhe para mim. E foi isso que Pedro e João disseram, junto à porta: “Agora olha para mim.” Está vendo? Parecia haver algo mais no seu coração. Sim. A irmã própria sofre de algum tipo de acessos de vertigem, como a irmã fica. A irmã tem isso. Isso mesmo.

239 A irmã tem algo mais no coração, sobre o qual quer saber, e isso é em prol daquele irmão. Ele está no hospital aqui. [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] A irmã quer que eu lhe diga como ele foi estar ali? Ele teve um acidente automobilístico. Isso mesmo. Hum! A irmã crê que recebe o que pediu? Então siga o seu caminho. Está tudo terminado, então. Está vendo?

“Se tu podes crer, tudo é possível.”

240 Como vai, senhora? Agora, a irmã crê que Jesus Cristo é o Filho de Deus, o mesmo ontem, hoje, e eternamente? [A irmã diz: “Creio.”—Ed.] Se Ele me revelar qual é o seu problema, a irmã crê que Ele pode fazer isso? [“Sem dúvida creio.”] Muito bem. Agora, que Ele conceda isto.

241 Uma coisa de que a irmã sofre, sim, hã-hã, primeiro, a irmã teve algum tipo de cirurgia. E a irmã teve um seio removido, amputado. Então, a irmã feriu seu seio, seu outro seio, e esse é o seu problema. A irmã não é daqui. [A irmã diz: “Não.”— Ed.] A irmã é de perto de um rio de algum…A irmã é de Louisville, Kentucky. [“E perto do irmão.”] E seu nome é Sra. Lumpkins. Deus a abençoe. Isso, isso mesmo. A irmã esteve no tabernáculo. Não a reconheci. Mas é exatamente isso. Siga seu caminho, crendo agora. Deus a abençoe. Isso é ótimo. Muito bem.

242 Venha agora. O senhor crê de todo o coração? O senhor crê que sou servo Dele? [O irmão diz: “Creio.”—Ed.] O senhor crê que—que o senhor, ao vir, o senhor está chegando exatamente como Simão Pedro veio aquela vez? Está vendo? O senhor não está vindo a mim. O senhor está vindo a Ele. E sou só representante Dele. Está vendo? Ele…Eu…Nós somos as— as—as varas; Ele é a Videira. Agora, se o Senhor Jesus…Nós, sendo total desconhecidos um do outro, suponho que sejamos. E eu—e se somos total desconhecidos, e o Senhor Jesus puder me revelar algo como revelou a Simão Pedro, a alguns dos demais, quando eles vieram, isto o fará crer, de todo o coração? O senhor crerá nisto? [“Sim.”] Agora, muito bem, senhor. Agora, olhe para mim só por um momento.

243 Agora, seu problema, eu o vejo. É algo com relação ao estômago. É em…É um tumor no estômago. [O irmão diz: “Isso mesmo.”—Ed.] Isso mesmo, um tumor no seu estômago. Olhe, a propósito, o senhor é ministro, também. [“Sim.”] Sim, senhor. O senhor crê que Deus pode me dizer quem o senhor é? O senhor crê que Deus o conhece? [“Creio, de todo o coração.”] Todo, de todo o coração. Muito bem. Rev. Brown, siga em frente, seja curado, Jesus Cristo…

244 Creia. A irmã Crê que Deus pode curar sua artrite e curá-la? Vá, crendo nisto então. Diga: “Obrigado, Senhor Jesus.”

245 Venha, senhora. A senhora sofre de um distúrbio nervoso. A senhora crê que Deus pode curá-la disso? [A irmã diz: “Amém.”—Ed.] Muito bem. Apenas vá, dizendo: “Louvado seja o Senhor!” Veja, uma pequena roda girando bem aqui embaixo. Costumava girar aqui em cima. A irmã era uma pessoa alegre quando era jovem, cheia de alegria e animação. E subitamente, algo aconteceu. Agora, simplesmente suba ali, e creia nisso novamente. Apenas comece, feliz, regozijando-se, Jesus Cristo a trará a isso. Deus a abençoe. Vá, creia nisto agora, de todo o coração. Muito bem.

246 A irmã crê? A irmã está ficando aleijada, também. A irmã crê que Deus pode curar isto e torná-la sã? [A irmã diz: “Sim.”—Ed.] Muito bem. Apenas vá, diga: “Obrigada, Senhor Jesus,” e de todo o coração.

247 O irmão crê que Deus pode curar essa asma e torná-lo são, filho? Siga o seu caminho, regozijando-se, sendo saudável e feliz. Também, fraqueza, prostrado, e artrite. O irmão crê que Deus pode curar isso, curá-lo? [O irmão diz: “Sim.”—Ed.] Se crê nisto de todo o coração, siga o seu caminho, regozijando-se, dizendo: “Obrigado, Senhor.” Só um momento agora.

248 Só um momento. Algo aconteceu. Uma pessoa diferente desta. Somente creiam agora, de todo o coração.

249 É esta senhora sentada bem aqui, sofrendo de problema nas costas. A senhora crê que Jesus Cristo a cura, de todo o coração? Muito bem. A senhora pode ter o que pede, então. Está vendo? O Senhor Jesus a cura e a torna sã.

250 “Se tu podes crer, tudo é possível aos que crêem.” Vocês crêem nisso de todo o coração? [A congregação diz: “Amém.”— Ed.] O que acha disto, sentado aí, sofrendo dessa hérnia? O senhor crê que Deus o curará dessa hérnia e o tornará são? Sim. O senhor crê que Ele o fará? Muito bem. O senhor pode ter o que pede. O Senhor o abençoe.

251 Veja, Ele está aí do mesmo modo que está aqui. Isso devia simplesmente nos fazer em pedaços, não devia? Você acha que Deus curará essa diabete e o tornará são, e que você irá para casa, o problema no sangue estará…Vá ao Calvário, para uma transfusão de sangue, tudo estará terminado. Vá, creia nisto de todo o coração. Não duvide. Somente creia, de todo o coração, que Deus o curará.

252 Venha cá. Você tem a doença mais perigosa que há no mundo, que é problema de coração. Mas Jesus vive no coração. Você crê que Ele o curará desse problema do coração? Muito bem. Siga o seu caminho, dizendo: “Obrigado, Senhor Jesus,” e o cura.

253 Vá jantar. Jesus Cristo o curou desse problema de estômago, o torna são. Muito bem.

254 Você crê? Crê que se eu não disser uma palavra, apenas impor-lhe as mãos, você ficará bom, de qualquer maneira? O Senhor o abençoe. Somente creia de todo o coração.

255 A irmã crê que se eu impuser-lhe as mãos, ficará boa, também? Venha. Em Nome de Jesus Cristo, que ela seja curada.

256 Venha. Agora, a irmã sabe que eu sei o que está errado com a irmã. Mas, aí, se eu nem mesmo lhe disser, a irmã crê que não terá de mandar extrair esse tumor, e tudo estará bem a partir de agora? [A irmã diz: “Não vou mandar extraí-lo.”—Ed.] Muito bem. Muito bem. Siga em frente então, creia em Deus, a irmã ficará boa e estará bem. [“O irmão acha que algo está errado comigo?”] Se—se a irmã somente crer nisso, Ele o tirará. A irmã nem terá de tê-lo, se apenas crer de todo o coração. [“Nunca vou mandar extraí-lo.”] Louvado seja o Senhor.

257 Agora, o irmão crê que Deus cura câncer, e cura pessoas com câncer? [O irmão diz: “Sim, senhor.”—Ed.] Muito bem, senhor. Siga o seu caminho, e diga: “Obrigado Senhor, vou ficar bom.” E o irmão ficará bom.

Agora, Jesus está aqui e os chama. Vocês crêem nisso?

258 A senhora crê nisto, sentada aí, senhora, um pouco corpulenta, com essa sinusite? A senhora crê que Deus a curará? Muito bem. Está vendo? Somente olhando aqui, apenas continue olhando, e crendo. E isso…

259 A senhora sentada ali, sacudiu a cabeça, bem ao seu lado. Ela não sabia o que pensar acerca disto. Se a senhora crer, sua artrite se irá, também. Muito bem.

Vocês crêem de todo o coração?

260 Este idoso sentado aqui, de Okeechobee, naquela direção, o senhor crê que Jesus Cristo curará os seus olhos que estão ficando cegos? O senhor pode ter o que pede, se pedir.

261 O Mestre está aqui e os está chamando. Vocês crêem Nele? 261 [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Então, somente ponham-se de pé e O aceitem, e digam: “Creio em Ti, Senhor Jesus, agora mesmo. Ergo as mãos, e creio que Tu agora me curas.”

Senhor Jesus, esta audiência é Tua. Estamos atrasados, Senhor.

Mas não me ignores, ó gentil Salvador

Ouve meu humilde clamor;

Enquanto a outros estás visitando,

Visita a mim também.

Tu, a Corrente de todo o meu conforto,

Mais do que a vida para mim;

A Quem tenho na terra além de Ti?

Ou a Quem no Céu senão a Ti?

A cega Fanny Crosby fez essa afirmação.

262 Senhor Jesus, não ignores a nenhum deles, mas dá a cada um a sua cura, esta noite. Eu os encomendo a Ti, em Nome de Jesus Cristo.

263 Ergam as mãos agora e cantem os louvores. Eu orarei por eles. Muito bem. Todos, vocês crêem Nele?

264 Agora, o senhor do órgão: Eu O louvarei. Eu O louvarei. Dê-nos o acorde. Muito bem.

Todos, de mãos erguidas agora.

Eu O louvarei, eu O louvarei,

Louvai o Cordeiro morto pelos pecadores;

Dai-Lhe glória todos vós,

Pois Seu Sangue lavou toda mancha.

265 Agora, aperte a mão de alguém ao seu lado, diga: “Deus o abençoe, amigo. Eu—eu estou contente em saber que você aceitou a Jesus como seu curador.” Agora, isso é bom. Isso mesmo. Aperte a mão e diga: “Graças ao Senhor.”

266 Agora, ergamos as mãos para Ele, e cantemos novamente de todo o coração; a cabeça inclinada, os olhos fechados, de todo o coração agora.

Eu O louvarei, eu O louvarei,

Louvai o Cordeiro morto pelos pecadores;

Dai-Lhe glória todos vós,

Pois Seu Sangue lavou toda…

267 Ele está identificado entre vocês o suficiente para que possam aceitá-Lo? Vocês crêem que Ele está aqui? Vocês crêem que esse é Ele? Amigos, se eu pudesse descer aí nessa audiência e curar qualquer um de vocês, eu sem dúvida o faria. Eu alegremente o faria. De todo o coração, eu o faria. Mas eu— eu não posso fazer isso. Eu—eu não tenho nenhuma—nenhuma maneira de fazê-lo. Mas a única coisa que tenho, é este pequeno dom que eu estava lhes mostrando, e que identifica a promessa da Escritura de que Jesus Cristo está bem aqui conosco, cumprindo a Sua promessa. Oh, isso devia incendiar o nosso coração. Ora, somente pense em Jesus, esse Nome maravilhoso!

268 Quando, quando esse Nome foi primeiro falado, quando Maria veio a Judá. E Isabel tinha concebido, e o pequeno João estava com seis meses de idade, no ventre de sua mãe, e ainda não tinha se mexido. Agora, qualquer um sabe, com cerca de três meses, ou quatro, quando muito, o bebê está se mexendo. E Isabel estava estranha, ela…Ele não tinha se mexido. Ela tinha se ocultado. E quando viu Maria vindo, seu rostinho todo iluminado, com a glória de Deus. E ela disse: “Você sabe…” E ela viu que ela estava para ser mãe, e disse: “Suponho que você e José se casaram.”

“Não. Não nos casamos.”

“Bem, hã, e você vai ter um bebê?”

269 “Sim. O Espírito Santo fez sombra sobre mim, e disse que esse Ser que nasceria em mim seria chamado ‘o Filho de Deus.’ E eu Lhe daria o Nome de ‘Jesus.’”

270 E tão logo ela disse “Jesus,” a primeira vez que o Nome de Jesus Cristo foi falado através de lábios humanos, o bebezinho morto no ventre da mãe recebeu o Espírito Santo e começou a saltar de alegria, no ventre da mãe.

271 O que o Nome de Jesus devia fazer a uma igreja nascida de novo? Não entendo isto. Glória a Deus! Ele é Jesus Cristo, o Filho de Deus, o doador da Vida. Amém. Demos-Lhe louvor. Só ergam as mãos. E eu O louvarei. Aleluia!


ENTÃO JESUS CHEGOU E CHAMOU POR64-0417

(Then Jesus Came And Called)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham, no dia 17 de abril de 1964, sexta-feira à noite, no Auditório McKay em Tampa, Flórida, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na íntegra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída por Gravações “A Voz de Deus.”

PORTUGUESE

©2012 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

GRAVAÇÕES “A VOZ DE DEUS”

P.O. BOX 950, JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 E.U.A.

www.branham.org

Deixe seu comentário