VÉU A DENTRO
1º de janeiro de 1956
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Tão feliz por estar no Tabernáculo nesta manhã; e um caloroso bom dia a todos vocês. Confiando que este dia nos tenha encontrado ainda no serviço do Senhor.
2 Quando levantamos nossas mãos há alguns momentos atrás, quantos puderam cantar: “Eu tenho sido maravilhosamente salvo do pecado?” Eu estava muito feliz. Parecia como que 100%. Por toda parte, cada mão que eu podia observar estava levantada no ar. “Eu tenho sido maravilhosamente salvo do pecado. Jesus docilmente habita dentro de mim.” Estou tão feliz com isso hoje por vocês.
3 E agora, creio que a irmã aqui na maca está um pouquinho no sol. Ela gostaria de ser movida, talvez. Eu não sei se a está incomodando ou não; notei que também sua mão estava levantada: “Tão maravilhosamente salvo do pecado. Jesus docilmente habita dentro de mim.”
4 Oh, não é isso maravilhoso — quando Jesus de Nazaré pode vir a nossos corações, abençoar-nos, e fazer de nós o que devíamos ser. Havia um corinho que costumávamos cantar vários anos atrás: “Ele me faz ser o que devo ser. Sua graça pode limpar-me e libertar-me…” (algo assim) Quão maravilhoso é!
5 Agora, antes de começar a escola dominical. Hoje coube a mim vir e ensinar a escola dominical.
6 Senti bem ao entrar na porta de trás e lhes ver colocando as ofertas de aniversário aqui em cima. Isso me faz recordar de um longo tempo atrás quando o tabernáculo primeiro foi… estando em seus primeiros dias, e é exatamente como nos velhos tempos ouvir o pastor abençoando as pessoas pelos anos de suas vidas — e dando graças pelo que Deus tinha graciosamente feito por elas.
7 Agora, eu creio que eu devo a este Tabernáculo o porquê; e por ser o primeiro lugar em que faço este anúncio. Já tem sido mimeógrafado e preparado para ser enviado pelo correio, mas creio que gostaria de citá-lo, sendo o ano novo; não que sejam Anos Novos, mas o novo período de tempo.
8 Creio que estamos vivendo num dia maravilhoso, glorioso de oportunidade, quando as pessoas deste dia vivem para ver a sombra da vinda do Filho de Deus. Eu creio com todo meu coração que o mundo explodirá, agora, no maior reavivamento que haja sido conhecido, ou cairá no caos mais negro que haja sido registrado na história.
9 É um grande momento para que a pessoa decida sobre o que vai fazer. Se por casualidade há aqui hoje alguém que não haja feito a decisão correta, por Cristo, eu confio que isto será esta manhã; em alguma parte no culto você dirá em seu coração: “Sim, Senhor, este é o dia quando eu faço minha decisão para Te servir o resto de minha vida.”
10 É um dia maravilhoso. Estou certo de que sobre nossos olhos tem havido um véu (mesmo nos crentes) que não nos permite ver o que ocorre ao nosso redor. E muitas vezes a pessoa guiada espiritualmente se torna mal entendida… pelas pessoas do mundo, porque é tão estranha e rara a vida do que vive completamente rendido ao Senhor Jesus.
11 Agora, poucas semanas atrás… Eu havia prometido ao Senhor ao redor de dez anos atrás, quando eu deixei em 1946 – quando deixei o Tabernáculo — que eu O serviria com todo meu coração nessas campanhas, conhecendo que haveria uma grande perturbação ali, porque… e muito dinheiro envolvido, e coisas como essa. Então eu sei que geralmente, lendo, que homens a quem o Senhor tem abençoado um pouquinho, há cerca de três coisas principais que geralmente trazem um ministro de volta pelo caminho. E mencionando-as: uma delas foi dinheiro, mulheres, popularidade. E estas três coisas… Tenho visto nas Escrituras que onde estava o dinheiro estava o profeta Balaão, o qual vendeu seus dons para ir… por causa do dinheiro — quando Balaque lhe ofereceu muito dinheiro. (Muitos de vocês estão familiarizados com a história.)
12 Com Sansão foi Dalila, a mulher que o acariciou em seu colo até que lhe arrancou o segredo do Senhor para ela.
13 E Saul, foi popularidade. Ele era um profeta, (A Bíblia diz que ele foi contado entre os profetas) e através da popularidade — ele queria ser grande e acima de alguém mais — ele caiu por isso.
14 E estas são as três causas principais, que vejo na Bíblia, que têm causado a queda do homem; e eu tenho rogado a meu Pai Celestial que por favor me permita lançar a um lado todas as vezes essas coisas especialmente – essas três coisas principais. E manter uma cobertura sobre elas.
15 Eu prometi a Deus que nunca suplicaria por dinheiro nas reuniões. E fiz um pacto com Ele, se Ele chegasse até o ponto de não suprir minhas necessidades nas reuniões, tão somente com o passar da bandeja da oferta, (eu sabia que precisaria dezenas de milhares de dólares para poder pagar uma campanha maciça) então eu disse a Ele que eu abandonaria, e viria para casa, deixaria o campo.
16 Isto Ele miraculosamente fez, sem fazer nenhum esforço em tempo algum por dinheiro, ou pressão. Três ou quatro diretores perderam seu trabalho porque fizeram uma pequena pressão por dinheiro, o que eu não permitiria. Eu não creio nisso.
17 As pessoas dos arredores podem pensar… Bem, o Senhor nos deu uma casinha ali. Aquilo foi recolhido numa noite. Alguém pensa: “Bem, ele é um multimilionário.” Eu desejaria que vocês soubessem tão somente a verdade, vejam; você saberia que isso é muito distante da verdade. Que — eu podia ter sido, isso é certo, porém eu… sem sequer pedir, mas pessoas vêm e dizem: “Eu lhe dou isto irmão Branham;” — porém eu recuso. Eu não o quero. Não quero ter nada a ver com isso. É imundície. Eu quero que minha herança esteja no alto, aqui em cima.
18 Sabendo isto; que dia a dia os cabelos estão se tornando grisalhos em minha cabeça, e já não sou o moço que há vinte e três anos atrás pregava aqui. E eu sei de uma coisa, que não importa quanto você tenha disto… Que aproveitaria um homem se ele ganhasse o mundo todo, e então perdesse sua alma?
19 Assim eu vi essa coisa maldita, e nos últimos poucos dias ministros e pessoas telefonando acerca de coisas e diferentes desastres familiares.
20 Uma senhora me telefonou outra noite. Ela disse: “Eu não lhe direi meu nome. Meu esposo é um dos evangelistas de cura divina mais conhecido no campo.” E ela disse: “Eu o tenho surpreendido no próprio ato de adultério com uma jovenzinha de dezoito anos, e ele me confessou que o tem estado fazendo por dois anos.” Ela disse: “Que devo fazer, irmão Branham?”
21 Eu disse: “Senhora, eu não sei.” Eu disse: “Orarei por meu irmão — por sua alma.”
22 E dessa forma, temos tratado de evitar isso. Ele tem me ajudado milagrosamente até as duas últimas campanhas. Em minha última campanha na Califórnia somente, (e nas duas últimas reuniões) fiquei com um débito de quinze mil dólares.
23 Eles me disseram: “Você tem que pedir. Você tem que dizer às pessoas. Elas gostam que a gente rogue.”
24 Eu disse: “Essa não é minha promessa a Deus.”
25 Certo homem disse: “Eu assumirei as despesas.”
26 Eu disse: “Essa não é minha promessa a Deus.”
27 Assim guardei minha promessa, como o faria com qualquer companheiro, assim fiz com Deus. Eu não queria dizê-lo à minha esposa e a meu filho no caminho de casa… Eu vim para a Califórnia, e tive que parar os cultos evangelísticos. Eu disse: “Regressarei, descansarei alguns dias, e esperarei pelo que o Senhor Jesus disser; e se nada mais, virei e ajudarei o irmão Neville no Tabernáculo.” Eu disse: “Farei algo para pregar o Evangelho e irei trabalhar como costumava fazer — patrulhar as linhas com a companhia de Serviço Público ou alguma coisa e pregar na… e deixar que ele pregue no domingo pela manhã ou à noite, e eu tomarei o outro culto; e ele pregará às quartas e eu terei a terça ou algo parecido.” Eu disse: “Continuaremos com os cultos.” E eu disse: “Buscarei um trabalho e vou trabalhar.”
28 Assim o fiz. Consegui um trabalho com o irmão Wood, lá atrás removendo casas e coisas. E assim fui trabalhar; consegui um trabalho. Isso entristeceu minha esposa e Billy. Eles disseram… Billy me disse: “Papai, estou certo de que você está errado.”
29 Eu disse: “Não, eu estou fazendo o certo. Eu mantenho minha promessa.” Eu lhe disse, eu disse: “Minha promessa…” Não importa o que seja, se um homem não é tão bom quanto a sua palavra, eu não quero… Você não pode confiar nele, porque ele não é bom. E assim, essa é a única coisa que uma pessoa deve sempre ser, ser honesta. Diga as coisas de tal forma que você possa voltar e dizer isto um milhão de vezes e será o mesmo. Seja honesto. Não importa se é ruim ou se é bom, seja honesto. E se isto for contra você, diga-o de todas as formas; ou cale-se e não diga nada.
30 Assim então, eu sinto que essa é a forma que Deus abençoará um coração honesto; e conhecendo a posição em que estou de pé para derrotar a enfermidade e coisas para as pessoas e a oração ao Senhor Jesus de acordo com Sua Divina Palavra e Sua chamada, então eu tenho que ser honesto no coração para fazer isso, porque o diabo conhece se você é ou não é. Ele não prestará nenhuma atenção. Não importa quanto você louve ou grite ou como você se insinua, ele não prestará a você nenhuma atenção. Isso é correto. Mas Deus sim o fará, se você for honesto.
31 Assim eu disse: “Eu direi a eles quando chegarmos a Arizona,” (depois de partir da Califórnia.) Eu não tive coragem. Assim que depois… Eu disse: “Direi a eles quando chegarmos ao Novo México,” e assim continuei, não disse a eles até que chegamos aqui em Indiana; mas eles entenderam isto muito bem.
32 Billy não aceitou isto tão bem. Ele disse: “Papai creio que estás cometendo um erro.”
33 Porém fui cansado para casa, preocupado, desnorteado, chorando; fui para a cama naquela noite, e logo depois que minha esposa dormiu, fui ao quarto e me ajoelhei e disse: “Querido Jesus, não sei o que vou fazer. Aqui estou como no princípio. Eu creio que cometi uma falha.” Por volta de duas horas mais tarde, Ele me apareceu. E me mostrou uma visão panorâmica de gente que nunca antes eu havia visto. Eu falava com minha esposa na visão.
34 Agora, vocês que me conhecem sabem que eu não sou um fanático. Eu não digo estas coisas a menos que elas sejam a verdade. Isso é correto. Eu o vi, e vi ao irmão Arganbrigth parado ali, e me dirigi a ele, e ele me disse: “Irmão Billy… Ele disse: “Temos distribuido os cartões de oração e tudo está preparado para a reunião. Temos uma maneira para que você possa entrar e sair.”
35 Eu disse: “Obrigado, irmão Arganbright.”
36 Eu continuei caminhando para saudar a outros irmãos. E ali estava outro irmão pregando, e eu disse: “Quem é ele?”
37 Eles disseram: “Eles o colocaram lá em cima.”
38 Eu disse: “Quem são eles?” E eles deram meia volta e se foram. E o homem despediu a audiência e os deixou ir; e eu disse: “Oh, você não devia fazer isso, não tem feito a chamada de altar.”
39 “Oh,” eles disseram…Outro sujeito falou lá em cima e disse: “Já temos recolhido a oferta.”
40 Eu disse: “Quando é a oferta mais importante que as almas diante de Cristo?”
41 E nesse ponto, o Anjo do Senhor havia me tirado para fora, e me levou a uma corrente de águas cristalinas. Era uma água de azul precioso, e grandes peixes nadavam ali. E Ele me disse: “Eu farei de ti um pescador.” E Ele disse: “Lança tua isca na água e quando você o fizer, puxe-a devagar a primeira vez, e a próxima vez, dê um pequeno puxão, (não muito forte) e na próxima vez, prepare seu anzol para a pesca.
42 E comecei a lançar a linha na água. Puxei, e todo o mundo começou se alegrar e dizer: “Isso é maravilhoso. Isso é maravilhoso.” Eu me emocionei, e a puxei fortemente na próxima, e eu puxei o peixe e tudo para fora da água. E o que era, era um peixinho pequeníssimo, aproximadamente do tamanho da isca. Embaracei toda a linha e tratava de consertá-la, e o homem que estava falando detrás de mim, parou à minha frente, vestido em roupas palestinas com um turbante sobre a cabeça. Tinha um manto branco. Ele disse: “Irmão Branham, é isso.”
43 Eu disse: “Sei que não o tenho feito bem.” Eu disse: “Puxei como não devia haver feito.”
44 Ele disse: “Não permita que sua linha se enrole nestes tempos.”
45 Eu disse: “Bom, eu a estou endireitando tanto quanto posso. Serei muito cuidadoso.”
46 Ele disse: “Agora, a primeira vez que falei com você, você colocou suas mãos sobre os pessoas e lhes disse o que andava mal com elas. E na segunda puxada, ora, quando você o fez, você conhecia os segredos de seus corações. E eu te fiz um vidente sobre as pessoas, porém você estava sempre tratando de explicar isso. Você não devia ter feito aquilo.” Ele disse: “Você fez uma exibição pública disso.”
47 Eu disse: “Sinto muito.”
48 Logo Ele me tomou dali, e eu vi uma grande tenda. Nunca havia visto tal tenda! E estava abarrotada de gente por todos os lados. E eu caminhei ao… Parecia como se eu estivesse a um nível mais alto que as pessoas, olhando para baixo onde eu acabava de fazer uma chamada de altar; e centenas e centenas de pessoas choravam e se regozijavam, logo depois de haver aceitado ao Senhor Jesus Cristo como seu Salvador.
49 E eu olhei e ouvi quando um homem se levantou e disse: “Chame a fila de oração.” E as pessoas começaram a fazer fila deste lado, à esquerda de onde eu estava olhando para baixo em direção a plataforma, e se alinharam a ambos os lados da rua para a fila de oração. Notei à minha esquerda (que seria a minha direita se eu estivesse na plataforma) um pequeno compartimento de madeira. E eu vi aquela Luz, que eles têm a foto dela, vocês sabem, que sempre está nas reuniões; vi que essa Luz me deixava, e ia para o edifício, e entrava nele; e uma Voz me disse: “Te encontrarei ali; essa será a terceira puxada.”
50 Eu perguntei: “Porque?”
51 Ele respondeu: “Bom, não será uma exibição pública como eles tiveram.” E voltei a mim.
52 Agora, no começo deste novo ano… de novo a meu Tabernáculo onde comecei; retornando ao princípio, onde comecei. Estou muito agradecido a Deus por todas estas coisas.
53 Muitos de vocês sabem que justamente antes de partir na outra cruzada, cerca de oito ou dez anos – eu penso que são dez anos — bem, nove anos tem se passado, isto foi… estas coisas foram ditas exatamente como os cultos do auditório… Vocês recordam; exatamente de como o irmão Laqton viveria exatamente três anos, e logo seria tirado; que o irmão Ward construiria um tabernáculo nesta direção aqui, e tudo isso ocorreu exatamente. Vocês os veteranos o sabem. Ocorreu exatamente dessa maneira, e assim será isto! Pois é Assim diz o Senhor! E vocês o saberão.
54 E agora… eu creio, que as maiores campanhas que jamais tenho tido para o Senhor Jesus, estão no futuro, na minha frente agora.
55 Assim, vocês sabem, me sinto muito feliz nesta manhã por estar diante de vocês, e esta tem sido a primeira vez que a mensagem tem sido dada — está exatamente aqui através deste microfone às pessoas do Tabernáculo. E agora será posta no jornal (os jornais religiosos) A Voz da Cura, Arauto de Sua Vinda, e todos estes, nos próximos dias. Tem sido mimeografado, e está pronto para ser enviado.
56 Orem por mim, e num dia glorioso quando tudo tiver terminado, nos reuniremos ao redor de Seu Trono, e que tempo vamos ter.
57 Recordem, não sou eu ali fora no serviço — minha parte é muito pequena – são vocês aqui também, Vejam. E eu creio que o pequeno tabernáculo se expandirá, e vai ser maravilhoso o que o Senhor fará. Bendito seja o Senhor! Senhor!
58 Agora, direto à Palavra. Antes, temos palavras de agradecimento ao Senhor Jesus.
59 Nosso Pai Celestial, estamos tão agradecidos hoje por Ti aqui nesta era moderna; na era dos automóveis, aviões, jatos, foguetes, e toda classe de ciência: telefone, televisão, e modernas armas atômicas, e assim por diante. Tu ainda és o Deus supremo, poderoso, onipotente, onisciente, que criou os céus e a terra e desenhou o firmamento. Deus, não podemos explicar isto. Não podemos explicar isto. Tão pouco podemos explicar porque o firmamento não tem fim; como pode o mundo dar voltas e tão perfeitamente até ao ponto em que eles podem prever um eclipse do sol vinte anos antes de vir — porque Tua maquinaria trabalha perfeitamente. Nós não podemos fabricar um peça de maquinário que seja precisa. Oh, porém grande Jeová que mantém a esta terra no espaço, és perfeito. Te amamos, e todas as Tuas obras são justas e corretas. Nós nos submetemos a Ti nesta manhã, ao começar este novo ano, e Te pedimos que enchas a todos com o Espírito Santo, Senhor, e nos aproximes mais de Ti; e que Teus eternos braços nos acolham e nos guardem, Senhor, porque o dia é de escuridão e tremor, mas a Estrela da Manhã está dirigindo o caminho. Te seguiremos. Onde Ele me levar, lhe seguirei. Se for através das águas, através de inundações, em grandes provas, que tudo seja através do Sangue.
60 Oh, Deus, guia-nos por Tua mão eterna até que finalmente seja obtida a vitória e Jesus regresse à terra. Pecado, a enfermidade e a angústia não serão mais, e nós viveremos este glorioso Milênio Contigo. Estamos esperando por esse grande dia. Vem, Senhor Jesus, a Tua Palavra hoje. Entra a ela. Circuncida os lábios que falam e os ouvidos que escutam. E que a semente caia no coração onde o Espírito Santo a cultivará e produzirá cem por um. Te pedimos no Nome de Jesus. Amém.
61 Deus lhes abençoe e lhes ajude enquanto nos preparamos para o ensino da Palavra. Tratarei de não prolongar muito, se me for possível, aqui — geralmente na lição da escola dominical, porque temos culto de cura, para orar pelos enfermos, depois disto.
62 Como nosso Senhor Jesus tem sido tão gracioso para conosco. Falando com o irmão Neville… Eu me esqueci, creio que o irmão Cox estava conosco, quando fomos orar por uma mãezinha aqui em Charleston certa vez — morrendo no leito, sem esperança, de câncer que a estava comendo — e Deus, maravilhosa e milagrosamente, curou aquela mulherzinha. Seu irmão é um ministro (Junior Cash), e ele está pregando o Evangelho hoje e também orando pelos enfermos. Acaba de ter um grande avivamento em Henryville, e o irmão Neville estava me contando como o irmão Junior estava indo. Estou tão feliz por isso.
63 Veja, lance seu pão sobre as águas. Algum dia retornará a você. Semeie a semente correta, você terá a colheita correta. Se você semear a semente errada, você colherá coisas erradas. Você não pode ir ao leste e ao oeste ao mesmo tempo. Ou toma um caminho ou outro. Você ou está apontando para Deus nesta manhã, com tudo o que você tem olhando para Ele, ou você está apontando para outro caminho. Algumas vezes você pensa que você está indo no caminho correto, quando em realidade está errado; porém você não pode ir para a direita e à esquerda ao mesmo tempo. Você sairá se você se dirigir para a esquerda; se você se dirige para a esquerda você chegará a esquerda. Se você se dirige para a direita você chegará na direita. Nada poderá evitar que você chegue ao lugar correto. Pode parecer que você está enganado, porém você vai pelo caminho correto.
64 Siga o compasso, e o Compasso é o Espírito Santo. O polo magnético do norte mantém a essa agulha apontando exatamente para o norte. Não é maravilhosa a eletrônica do ar…
65 Eu estava parado perto do Polo Norte, há alguns anos e aqui você vê luzes nórdicas passando e os relâmpagos de luzes amarelas e verdes na escuridão da meia noite que alumiam tanto quanto está iluminado este salão, e eu pensei que ali na América Central, ou de qualquer lugar essa agulha apontará exatamente para esse polo magnético. Guiará para o norte em cada ocasião. E que glorioso é que tenhamos um sistema magnético na Glória; e cada homem que tem sido feito um compasso para guiar através desta vida, o apontará para Jesus Cristo tão certamente como estamos aqui assentados na igreja hoje.
66 Em Sua maravilhosa Palavra agora: no capítulo 19 — não, peço perdão, é no capítulo 10 de Hebreus, versículo 19. Desejo que vocês ouçam com cuidado enquanto lemos.
“Tendo pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, (Quão maravilhoso).
Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,
Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa.”
67 Que o Senhor Jesus conceda resposta à Palavra. Vocês gostam da Palavra? A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.
68 Agora, só para o culto de ensinamento, agora, talvez pelos próximos trinta ou quarenta minutos, vamos direto para a Palavra.
69 Agora, nossa fé não pode descansar sobre nada. Um cristão tem que ter fé — tem que ter um lugar sólido onde descanse. Vocês sabem disto, e o único lugar de descanso que um cristão (um cristão verdadeiramente nascido de novo) pode descansar sua fé (ou suas) é na imutável Palavra de Deus. Não pode descansar sobre as areias movediças da teologia humana, ou de doutrinas, ou sobre alguma filiação com alguma igreja; mas um verdadeiro crente, sua fé repousa solidamente sem variação à medida que ele se aproxima da Palavra de Deus.
70 Eu estava dizendo em algum lugar, talvez aqui, poucas noites atrás, eu desejava pregar tanto, que preguei para minha esposa na cama até às 12:00 horas — dizendo a ela de quão glorioso era Jesus. Um texto veio ao meu coração. Ele ardia de tal forma em mim até o ponto que eu não podia descansar com aquilo. E lhe disse: “Querida, quero pregar para você um pouquinho.” E ela se levantou; por graça ela me escutou.
71 Eu dizia: “A fé cristã está baseada completamente em repouso. Isso é correto. Um cristão não é agitado. Um cristão não corre de lugar em lugar. Um cristão não se irrita nem discute nem se preocupa com as coisas. Um cristão repousa. Tudo tem terminado. Tudo termina para o crente no Calvário. Isso é o correto. Oh, pode vir a enfermidade e ocorrer decepções, mas o cristão está em repouso; conhecendo isto – que Deus é capaz de guardar o que Ele tem feito. Sabendo que não importa o que for ou como pareça, não há enfermidade nem morte; não há fome ou qualquer outra coisa que nos possa separar do amor de Deus que está em Jesus Cristo. Estamos em repouso. Deixe que o velho barco se mova para onde queira; a âncora está firme.
72 Eu visitei um porto uma vez e vi que… Estávamos voando em um avião. Voávamos a pouca altura. Ali havia um grande velho navio. A vela havia caído, você sabe. E, oh, uma tempestade estava sobre o mar. Oh, ela estava sacudindo! eu vi aquele velho barco ali balançando para trás e para a frente, e algumas ondas passavam por baixo e outras caíam dentro do barco, e tudo mais. E eu disse: “Me pergunto porque se mantém aí?” E um companheiro disse: “Tem uma âncora que o fixa. Portanto,” ele disse: “O navio não pode afundar.” Ele disse: “Pode passar as ondas, mas não pode se afundar, porque está ancorado.”
73 Eu disse: “Oh, louvado seja Deus, temos uma âncora.” Algumas ondas passam por debaixo e outras por cima; mas enquanto a âncora sustiver — não é o barco que se sustém, é a âncora a que o mantém seguro. Não é o que eu seja, ou o que serei ou o que tenho sido. É o que Ele é agora e o que Ele fez por nós – por mim e por você.
74 Não é o que eu possa fazer. É o que Ele tem feito. Minha fé não descansa no que serão minhas próximas campanhas. Minha fé não descansa em nenhuma habilidade que eu possua ou na igreja a que me una ou nas pessoas com quem eu me associe. Minha fé está ancorada e descansa inteiramente sobre a obra consumada do Senhor Jesus Cristo; já recebida.
75 Deus o justificou ao levantá-lo dos mortos. “Este é Meu Filho amado em quem tenho prazer,” e Deus o levantou dos mortos para nossa justificação. Não é de se admirar que o poeta dissesse:
“Vivo Ele me amou; morto, Ele me salvou;
Sepultado Ele carregou meus pecados para longe;
Ressuscitado Ele justificou livremente para sempre:
Algum dia Ele virá – oh, glorioso dia.”
76 O cristão repousa naquela esperança sobre o mar tempestuoso. Claro, as tormentas surgem. Todas as classes de problemas; porém estamos ancorados. Isso é suficiente. Nunca se afundará. Não pode afundar.
77 Agora, em minha vida tenho visto a cristãos levantando-se e caindo. Isto sempre me deu o que pensar. E sem pregar este texto nas outras igrejas a que tenho ido, tenho crido ser mais conveniente trazê-lo à minha gente daqui do Tabernáculo: Por que as pessoas são cirandadas?
78 Você encontra a essas pessoas que parecem ser muito religiosas, parecem ter um desejo profundo, e diariamente buscam, e procuram, e aspiram por Deus, e nunca se fixam, de modo algum, onde possam estar estabelecidos ou ancorados em Cristo. E isto eu tenho aprendido, por experiência, que são pessoas de intelecto.
79 Agora falando isto, há dois tipos diferentes de cristãos. Parece estranho, porém não direi dois tipos diferentes; eu diria duas fases diferentes seria uma palavra melhor para se usar – não dois tipos, duas fases; o mesmo cristianismo, porém com duas fases diferentes. Uma delas é uma concepção mental ou intelectual do que Deus tem dito em Sua Palavra e de Jesus Cristo, mediante o conhecimento. E a outra é uma experiência experimentada que Deus tem dado ao coração do homem.
80 A intelectual é faminta. Se deleita em Deus, mas seu deleite não se arraiga. A outra parece ter vitórias contínuas. Nada que lhe incomoda. Estão sólidos e tão ancorados quanto possível. Nem as provas, nem as tormentas lhes alteram. Antes eles parecem ter algo a seu redor que a gente que é cristã e trata de viver para Deus, admira a esse tipo de cristão. E eu tenho me perguntado: “Senhor, que é o que esta gente tem que os outros tratam de obter e parece que falham em conseguir?”
81 E eu sei que essa é a grande pergunta em todos os corações, daqueles que servem a Cristo. E eu nunca vi uma pessoa que alguma vez veio a Ele que não haja… Depois, a vida nunca mais parece correta para eles de modo algum, se eles alguma vez se afastam de Cristo.
82 Eu estava falando ontem com um homem de cor que me contou de um ministro, que se desviou e fez pedaços suas notas de pregar e as lançou ao cesto de lixo e disse: “Já me cansei disto.” E no próximo domingo comprou uma caixa de cerveja, e se assentou num lugar, e a tomou. Um par de semanas mais tarde morreu em sua cama.
83 Se tivesse tempo explicaria isso; como funciona isso na Bíblia, mas isso se afastaria do tema. Mas este é outro assunto — como vem Satanás e agarra a pessoa, e logo Deus tem que tomar a seu filho e levá-lo ao lar. Isso foi o que ocorreu; e ocorre amiúde.
84 Porém, agora, ao ver essa fome… por parte das pessoas, e não são capazes de alcançar isto. E muitos de nossos mestres e estudantes têm trazido muita teologia dizendo às pessoas: “Bem, isto é porque você não grita, porque você não fala em línguas, ou porque você não tem essa classe de dons” eu não tenho nada contra tais coisas; porém logo você pode ver a essas pessoas, quando elas têm gritado, têm falado em línguas, ou que tenham tido qualquer outra emoção e mesmo assim não parecem ser a classe de pessoas que deviam ser. Sabemos que isso é correto. E eu tenho me perguntado, a mim mesmo o que se poderia fazer por uma pessoa nessa condição. Então, encontrando isso tão claro na Palavra de Deus, estamos tratando de explicá-lo. E para fazer isto agora, depois de ver a parte intelectual da mente e da alma, a qual está no coração…
85 Agora, você realmente tem duas faculdades mentais diferentes. Uma delas está em sua cabeça, seu cérebro, e a outra opera em seu coração, que é chamada sua alma — seu espírito e sua alma. Agora, com frequência está em desacordo. Quando a cabeça parece dizer algo, a alma o discute; se não é correto, porém quando entra à alma, a cabeça parece retroceder.
86 Há coisas que lhe ocorrem que você sabia de antemão que iam ocorrer, sem dúvida você não pode explicá-lo; e não há razão e você não pode explicar aquilo, porém você o aceita; e acontece exatamente daquela maneira. Isso é quando algo ocorre aqui embaixo.
87 Nas grandes reuniões de campanhas que tenho tido nos vastos campos, tenho visto a muita gente que tem vindo a mim e me dizem: “Oh, estou transbordando de fé, irmão Branham.” E intelectualmente, elas estão corretas, (aqui na cabeça), porém não está em seu coração. Se estivesse ali, eles não estariam na plataforma pedindo oração, ajuda para sua fé; eles teriam fé.
88 Agora, teremos que voltar e obter um tipo para trazer um quadro para vocês esta manhã como crianças, e eu quero que vocês prestem atenção. Eu creio nos tipos, especialmente para as pessoas. É mais fácil para elas entenderem — para ilustrar. É bom ensinar aos meninos; e todos somos meninos. Somos adolescentes em Deus. Quantos aqui gostariam de dizer: “Sou um adulto, já crescido em Deus”? Não o somos, somos tão somente bebês em Deus. Isso é correto.
89 Agora, vamos tentar levar isto a um lugar onde possamos ver exatamente o que Deus está fazendo. Assim busquemos no Antigo Testamento para obtermos um visão disto, e o tomaremos através dos filhos de Israel.
90 Quando eles estavam cruzando o Mar Vermelho e entrando na Terra Prometida, Deus por graça soberana, todas as noites fazia chover maná do Céu. E o povo ia e comia… tomava este maná, e fazia pão com ele, ou bolo ou alguma coisa, e comiam aquele pão, que sustentava a vida deles na jornada. E encontramos muitas vezes que se deixavam o maná certo tempo na terra, se derretia. Algo assim como a neve, não se mantinha.
91 Agora, vemos que essa mesma coisa ocorre no Cristianismo. Muita gente, antes das nove, tem fome. Vocês têm uma porção de acampamentos — (como eu diria?) — acampamento de estrelas? Muita gente vai ao culto e se regozija, grita e louva ao Senhor enquanto o Espírito de Deus está caindo; toda condenação sai de seus corações. E tão logo como… um dia ou dois depois do reavivamento, se encontram de novo no velho moinho; e sem dúvida estavam comendo Maná.
92 Muitas pessoas vêm a Cristo… as quais nunca têm sido capazes no mundo Pentecostal de fazer as pessoas pentecostais virem esta Verdade fundamental. É muito difícil porque cada igreja tem sua doutrina, e ouvem o pastor delas diariamente e ao evangelista dizer algo. Eles dizem: “Oh, eu o tenho, que diferença faz”; porém eles falham em ver esta Verdade.
93 Agora, eu com frequência tenho falado, e o faço ainda, e creio nesta grande fé ou Verdade fundamental que Jesus Cristo disse: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.”
94 Você vê? “Quem ouve a minha palavra…” Oh, eu gostaria de poder cravar isto dentro de cada coração! São João 5:24: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” Esta é Sua Palavra.
95 Que tem você que fazer? Crer; ouvir. A fé vem pelo ouvir; ouvir a Palavra de Deus, e crer, aplicar e repousar. Vê você? A Palavra diz assim – faça assim; seu coração diz assim – creia; e todo seu ser descansará nisso. Está consumado.
96 A fé vem pelo ouvir. Jesus falou a Palavra. “Aquele que ouve a minha Palavra e crê naquele que me enviou, tem a Vida Eterna — sem fim ou para sempre existente — Vida.” Não é maravilhoso? “Vida sempre existente, e nunca perecerá; mas já tem passado da morte à Vida – tem passado da separação à presença eterna.” Amém!
97 Já… quando você era um estranho para Deus, você deixou de ser um estranho; agora você é um filho — da morte à vida; da escuridão ao dia, de mortal a imortal; de corrupção a incorrupção; da angústia ao gozo; de morte à Vida; e repousando sobre o Assim Diz o Senhor. Não sobre sensações, emoções mentais, teóricas, sobre algo desconhecido que alguém haja dito a você que não tem base alguma; sobre o que alguém haja dito: “Bem, venha e una-se à nossa igreja, e tudo isso estará resolvido;” porém é sobre a Palavra de Deus que descansa a alma humana. Deus o disse. Isso encerra o assunto; o faz real.
98 Agora, vamos rapidamente ao segundo ponto. Que faz com que essa pessoas vão e comam do Maná e logo antes que escureça já estão famintas? e as pessoas vão às campanhas; e muitos sintonizam o rádio e ouvem um bom sermão e se regozijam; muitos assistem à igreja, ouvem um bom sermão, regressam a seus lares felizes. Porém, que coisa é essa que vem e tira esse gozo de você na primeira dificuldade que se apresenta? Seguramente se você está ouvindo a Palavra e sua alma se regozija na Palavra, é do Espírito Santo que você está comendo.
99 Eu creio que vocês crêem na Vida eterna. Eu creio que sua aceitação do Senhor Jesus dá a você Vida eterna, quando você crê nisso. Logo eu creio, por um Espírito, então você é batizado no corpo de crentes.(Disso vamos falar dentro de alguns minutos, se Deus o permitir.) Vocês crêem para a vida.
100 Ele… Paulo disse, passando pela costa de Éfeso e encontrando alguns discípulos, lhes disse: “Haveis recebido o Espírito Santo depois que crestes?”
101 Veja, sua fé ancora você em Cristo. Isso é intelectual. Você crê nisso; o aceita; diz que é correto. Você o reconhece como a Verdade, e que você é um cristão. Então você tem Vida eterna por crer nisso. Assim você tem entrado em Deus; você está no acampamento. O Maná está caindo e você o está comendo.
102 Tem notado você uma coisa estranha; que a multidão que se alimentava do Maná era mista? Gente que é pecadora, que não aceita ao Senhor Jesus, pode regozijar vendo a obra de Deus, curando aos enfermos; se alegram com as pessoas que atuam corretamente; podem abrir seus corações e se alegrarem num sermão que tem sido pregado sob a unção. E esse é o mesmo Maná que o cristão está comendo. O vê você?
103 Então recordem vocês minha doutrina aqui no Tabernáculo: você tem que seguir a Deus em três, porque Ele é perfeito nisto.
104 Agora, nos perguntamos o porquê. Encontramos que o Maná se desvanecia. Caía na terra, logo desaparecia; voltava a cair; e então desaparecia, cada dia. Já às nove da manhã se havia ido.
105 Tenho me encontrado com pessoas que estão na igreja e se regozijam; e as vejo sair da igreja; e talvez na segunda ou terça, vivendo uma vida alheia, voltam ao cristianismo. E o homem ou mulher, seja quem for, volta novamente, estreita sua mão e diz: “Eu não quero fazer estas coisas.” Você lamenta por eles.
106 Você tem visto pessoas aceitarem a cura divina e dizerem: “Oh, sim eu o vejo. Está na Palavra. Oh, graças ao Senhor; eu o creio.” E logo saem por uns dias, e a primeira pequena tormenta que os atinge, eles voltam novamente. Você o tem notado, e é a verdade; e eles não podem evitar. Então, que é que sucede? Qual é a razão pela qual sucede isto?
107 Agora, notem. Agora, notamos que este maná, quando ele caía – Deus o enviava para prover vida aos filhos de Israel em sua jornada… Logo Deus disse a Moisés e a Arão que fizessem uma panela dourada, e que a enchessem de maná e que a pusessem no lugar santo, o mais Santo dos lugares Santos na Arca. Este maná seria posto perto da Arca e nunca se corromperia, nunca envelheceria, nunca perderia sua dulçura; ele era sempre bom ali dentro.
108 Tem encontrado você com alguma pessoa que tenha estado ali, e tem provado, e que está vivendo desse Maná? Você pode encontrá-lo na segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado ou domingo; dia nublado, dia claro, dia triste, se as coisas estiverem certas ou erradas; ele é sempre dócil; sempre cheio de amor; nem faz e nem fala algo incorreto – ele estará vivendo sob a glória de Deus. Nunca estará faminto. Ele não necessita ir à igreja para se restabelecer. Ele está sempre cheio de Deus.
109 As pessoas vão à igreja e ali estreitam sua mão, riem e lhe chamam um irmão. Fora da igreja eles dirigem um negocinho ilegal que não é exatamente correto para uma pessoa ganhar. Eu não diria que estas pessoas estão aqui no Tabernáculo, porém eu digo que há. Há coisas que as pessoas fazem, e elas ficam diferentes. A menor coisa traz à tona o velho temperamento. Aquele egoísmo. Abrem os ouvidos para ouvir mexericos ou fazem algo parecido – essa pessoa nunca entrou nesta panela aqui.
110 Estão fora — estão comendo a mesma classe de Maná. Têm sido trazidos ao acampamento, e é ali onde… no acampamento, no campo, era onde as pessoas obtinham o Maná; e eles estão ali, e esse Maná que eles comem é o mesmo Maná que esse homem aqui come. Ambos têm o mesmo pastor. Lêem a mesma Bíblia. Mas um pemanece constantemente fiel e humilde e o outro tem suas altas e baixas; indo assim, entra e sai. Ambos comendo do mesmo Maná, porém um tem entrado e o outro está ainda fora. Ambos são crentes na vida Eterna, porém um é batizado com o Espírito Santo no reino de Deus, e o outro está fora comendo do mesmo Maná.
111 E as pessoas continuam dizendo-nos: “Você tem que gritar para poder entrar. Você tem que falar em línguas para poder entrar, você tem que fazer todas essas coisa.” Porém encontramos que essas coisas não funcionam.
112 Eu tenho visto pessoas gritarem que não eram… Eu não posso pensar… não tenho forma de julgá-los e não devia julgá-los. Tenho visto muita gente que grita e que vive qualquer classe de vida. Tenho visto gente dançar no Espírito de um lado a outro do corredor e sair e viver uma vida horrível. Eu tenho visto a homens e mulheres fazerem isso. Eu tenho visto homens e mulheres dançarem no Espírito, falarem em línguas, gritarem e com um temperamento do qual é melhor não falar.
113 Há algo incorreto, e mesmo assim se alegram com as bênçãos de Deus. Eles crêem nelas; eles têm fé nisso; porém estão no pátio exterior. Não tem entrado ao pátio interior. Eles nunca passaram daqui para ali.
114 Isso é o que ocorre com as igrejas hoje em dia. Espero que o vejam. Oh, que coisa, quando posso ver uma demonstração prévia disso, isso me faz regozijar. Vendo que nossa âncora resiste dentro do véu.
115 A Bíblia diz: “Ao que vencer lhe darei uma pedrinha branca e na pedrinha um nome novo escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.”
116 Não importa o que digam as pessoas. Você sabe quando você tem sido trazido para dentro do véu interior. Ninguém poderia te dizer algo diferente. Não porque você tenha se unido a uma igreja, ou porque fez isto ou aquilo, mas alguma coisa te diz. Você tem um pedra que está no coração — não uma pedra de granito, mas uma pedra suave. Esta pedra amolece o seu coração em vez de endurecê-lo.
117 Em Ezequiel, nos tempos antigos, quando as Leis foram postas no Tabernáculo; na Arca — As Leis de Deus — Ezequiel falou de outro tempo… Agora a gente… Há duas classes de pessoas hoje em dia (as mesmas de sempre) que estão tratando de fazer algo para salvar a si mesmas. Cada uma diz: “Eu irei à igreja todos os domingos.” Isso é muito bom. “Eu quero ser religioso.” Isso também é bom. Isso é estar ainda sob a Lei, porém quando o outro (por ir à igreja e ser bom) não é algo que você possa fazer por si mesmo, mas é algo em seu interior que o está fazendo por você – é o Espírito Santo em seu coração.
118 Agora, note isto na câmara interior. Estas pessoas que vivem aqui dentro parecem estar bem alimentadas, sempre se sentindo bem. Ezequiel disse: “Eu escreverei minhas novas leis e as porei em seus corações.” Anteriormente a Lei permanecia escrita em tábuas de pedra dentro da Arca, e a Arca representava o coração, então porei minha nova Lei em seus corações, na Arca.
119 O coração é a morada de Deus. No antigo Testamento, Deus morava em Sua glória sobre a Arca, e o coração é a Arca. Deus habita, não na cabeça; no coração. Deus não é conhecido pela teologia; Deus não é conhecido por uma concepção mental; Deus é conhecido pela antiquada, santificada, experiência do novo nascimento, que está no coração humano.
120 Sem dúvida os homens e as mulheres vivem uma boa vida e amam a Deus por uma concepção mental, mas o verdadeiro lugar escondido está no coração. Escondido com Cristo, e quando Cristo, o Espírito Santo, vem a seu coração, Ele está em você com seu temperamento, e Ele está vivendo Sua própria Vida através de Sua própria Vontade através de você. Aleluia!
121 Eu sei que soa muito mal, porém está correto! Cristo… tão rendido está você que Cristo fala a classe de palavra que Ele falaria. Ele pensa através de você a classe de pensamentos que Ele pensaria. Ele faz através de você a classe de obras que Ele faria. Você tem se entregado e repousa.
122 Que quadro tão formoso o de um cristão consagrado: rendido, Cristo operando através dele.
123 Paulo disse: “Para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.” Não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim! Cristo vivendo na alma individual que está rendida. Cristo fala através dos lábios, pensa através da mente, vê através dos olhos, age através do temperamento. Aleluia!
124 Logo as coisas do mundo têm passado. Como pode ser senão algo dócil e agradável o tempo todo? Cristo tomou o controle. Amém. Vê você? Isso é o que é. É Cristo em você. Cristo em Você.
125 Você diz: “Bem, você vê, eu creio que isso é a Verdade, irmão Branham.” Essa Verdade está na mente, porém tem que descer ao coração. Se está aí, então você reflete a Cristo. Suas atitudes, desejos, apetites, tudo em você é Cristo — rendido, repousando, tudo perfeito! Não importa o quanto pareça obscuro e tenebroso, para você tudo segue igual. Cristo está em você.
126 Ele fala ao pecador na Voz que Ele lhe falaria. Ele fala à prostituta na voz que ele lhe falaria. Ele pensa através de sua mente os mesmos pensamentos que Ele fala ao seu coração – da mesma maneira que Ele faria se Ele estivesse aqui na terra. E você já não pertence a si mesmo, mas tem se rendido.
127 Dentro deste Lugar Santo, Arão entrava uma vez ao ano. A congregação lhe observava. Ele estava vestido na forma correta. Tinha que haver sido ungido corretamente. Tinha que caminhar corretamente. Bendito o Senhor! Vestido corretamente; andando corretamente; ungido corretamente. Ele tinha uma campainha e uma romã em sua vestimenta; e enquanto caminhava, eles cantavam: “Santo, Santo, Santo o Senhor.”
128 Ele havia tomado em antecipação uma vasilha com sangue, o sangue do cordeiro, o sangue do pacto; e estava ungido com a Rosa de Saron, e a unção descia pela barba até a orla de seu manto. Ele estava entrando à câmara interior, na presença de Deus; e quando ele entrava ali atrás, o véu caía a suas costas, e ele estava confinado. Estava escondido do mundo exterior. Louvado seja Deus! Há um lugar de refúgio, lugar de recolhimento.
129 Podemos caminhar na presença de Deus e estar escondidos das coisas do mundo. Não lhes ouvimos mais. É à prova de ruídos. Aleluia! À prova de ruídos. O mundo fica fora, arquejando e observando; porém você está dentro na presença do sempre Existente Deus, comendo deste maná que durará por longos anos, centenas de anos. Nunca é contaminado; e tão pouco se esgota.
130 E um homem que uma vez caminhou em Deus, e o véu caiu às suas costas, deixando fora as coisas do mundo, ele está na presença de Deus, comendo o Maná.
131 Não importa — meio dia , nove horas, ou nada, ele está vivendo na presença do Rei. Amém! Não é de se admirar que é bom para ele! Olhe onde se encontra. Ele encontrou o lugar secreto. Tem ido detrás do véu. As portas se têm cerrado atrás dele. Não vê as coisas do mundo. Essas portas são à prova de ruídos por peles de ovelhas, cabras e feitas à prova de ruídos pelo Batismo do Espírito Santo que esconde o homem em Cristo e ali vem a ser uma nova criatura. Ele caminha diariamente ante a presença Dele desta forma.
132 Quão formoso é o quadro do crente na presença de Deus. Todas as coisas são Suas então. Todas as coisas foram entregues a Cristo. Tudo o que era Deus, Ele o derramou em Cristo. Tudo o que era Cristo, Ele o despejou na igreja. “E conhecerão que Eu estou no Pai e o Pai em Mim e Eu em vós.” Oh, o privilégio que o crente tem, se ele tão somente pudesse aceitá-lo.
133 Você diz: “Irmão Branham, você tem aqui um quadro sob considerações, porém como se chega a ele?”
134 Esta é a próxima coisa.
135 “Como se chega ali, irmão Branham?”
136 Aqui está a maneira que eles entram no padrão
137 “Oh, eu sou um cristão, irmão Branham. Tenho sido salvo. Tenho sido batizado. Me alegro com as bênçãos de Deus.”
138 Você ainda está na pátio exterior.
139 Porém diz: “Tenho minhas altas e baixas, meus cansaços, meus abalos, meus problemas. Desejaria viver uma vida vitoriosa”.
140 Bem, você tem que sair desse átrio. Você tem que entrar.
141 Agora, qual era a primeira coisa? O átrio representava justificação. Fora era onde estava o povo — todo Israel. Nem um outro senão um israelita circuncidado podia entrar a estes pátios. Eles o contaminariam. Recordam vocês quando Paulo trouxe a Timóteo ao Templo e disse: “Eles têm contaminado este Lugar Santo ao trazer um gentio para dentro?” Nos átrios só entravam pessoas absolutamente justificadas; homens e mulheres regenerados que haviam aceitado a Deus, e que tinham Vida Eterna habitando neles. Eles devem ser isto para estar nos átrios.
142 Logo eles vinham ao primeiro altar e no primeiro altar é onde eles queimavam o sacrifício, e onde o Senhor os encontrava no perdão dos pecados e os limpava de toda maldade. E o pão ardente e o altar de bronze… queimavam o animal e o sangue do animal. Esse era o segundo átrio.
143 E logo depois de deixar esse segundo átrio (santificação) eles entravam nesta vida consagrada; entravam na presença de Deus e enquanto estavam ali, ali era onde tinham essas grandes coisas. Aqui há um tipo formoso, pois se algo morto entrasse ali, voltava à vida. Havia você pensado nisso? Eles tomaram a vara de Arão e a puseram ante a presença deste Lugar Santo e quando o fizeram, numa noite reverdeceu, floresceu e deu amêndoas — em uma noite. Pense nisso. Na presença de Deus. Esta velha vara de amêndoas posta ante a presença de Deus reverdeceu, floresceu e deu seu fruto de amêndoas numa noite. Que foi que ocorreu? Que classe de vara era? Era uma vara de amendoeira. Isso era o que ele tinha tirado dela; a vara foi tirada de uma amendoeira. E você às vezes é uma vara; e você é um humano tirado da rama da humanidade, a qual foi criada filho de Deus no princípio. Você pode haver caído, morrido, afastado de Deus, porém por isso na criação, você foi criado para ser um filho de Deus. Você pode transbordar pelos arredores e ser respeitado e honrado nos átrios, porém se alguma vez você consegue entrar nesse lugar glorioso e esconder-se com Deus, você produzirá o que está ordenado a produzir.
144 Tome a um pecador morto, distanciado de Deus sem esperança, sem Cristo, e o coloque na presença de Deus, e este glorioso Tabernáculo ali, ele produzirá o fruto do Espírito Santo: amor, gozo, paz, longanimidade.
145 A vara morta reverdeceu. Quando o fez, tinha que ter frescor. Tinha que ser revigorada. Logo depois de haver sido revigorada, tinha que ter… produz odor, perfume – a flor. Então logo produz o fruto.
146 E todo cristão vem da mesma forma quando vem à presença de Deus. Primeiramente tem que ser refrescado. O Espírito Santo tem que tomar o controle do homem, e renová-lo e fazer dele outra pessoa. O Espírito vem com um refrigério..
147 O Espírito Santo vem na hora tranquila. Você sabe, você sai de manhã realmente cedo quando o orvalho está sobre a terra. O orvalho cai antes do amanhecer, geralmente — algum vezes durante a noite; depois que a algazarra e o escândalo do mundo tem ido dormir; depois que tudo tem ido dormir. Tem saído você na madrugada? Você sai e nota que tudo está muito fresco — realmente fresco, cedo de manhã. Por que? A velha terra tem se escondido por um momento e tem se refrescado.
148 Tem estado você alguma vez ante a presença de um homem ou mulher que têm se escondido das coisas do mundo? É realmente refrescante falar com eles. Eles se refrigeram a si mesmos. Têm começado a despertar à vida.
149 Tem estado você num jardim de rosas de manhã cedo, ou tem subido e descido a autopista aqui bem cedo quando o orvalho tem caído sobre o chão, e tem sentido o cheiro das madressilvas e assim por diante — as alfarrobeiras floridas? É igual a um cristão que tem se escondido com Deus na quietitude da noite ou em algum lugar; ele sairá no próximo dia com um frescor. Uma vida perfumada, um lugar agradável para estar. Alguém com quem você gosta de falar, alguém que pode te encorajar, alguém em quem você tem confiança.
150 Sua vizinha ali; como você gosta de falar com ela. Veja, esse é o frescor. Cheiro suave. A próxima coisa é a produção do fruto, e onde quer que venha o Espírito Santo, Ele sempre planta a semente de Deus e produz fruto.
151 Outra grande coisa quando se entra a este lugar, é um lugar onde você pode ter confiança. Você pode crer.
152 Aqui está uma mulher nesta manhã numa maca; seu estado é sério. Bem, se Deus não tocar nela, ela morrerá. Ela é uma anciã; é uma mãe anciã de cabelos grisalhos, usando óculos; uma pessoa de aparência pia [espaço branco na fita – Ed.] Eu coloquei minhas mãos sobre ela e falei com ela algumas palavras há poucos minutos atrás… [espaço branco na fita – Ed.] deitada ali. Talvez seus médicos fizeram por ela tudo o que eles sabiam fazer. Não podem fazer nada mais. E seus tornozelos e costelas e complicações de várias coisas que ela me disse, as quais estão erradas com ela e coisas que não sabia. Porém aí está ela deitada, nesse estado. Estando nessa condição e assim destruída, agora que podemos fazer por ela? Tão somente trazê-la à bendita presença refrescante do Todo suficiente Espírito Santo, Aquele que é Quem pode tirar a inutilidade dela. Como o médico escreveu, bom como possa ser, tratando de dizer para ela que talvez não havia nada que eu pudesse fazer; porém a temos trazido a este lugar.
153 Quando você já é velho e seus dias aqui já são muito escassos – isso nada significou para Abraão quando ele entrou na presença do Senhor. Aos 100 anos de idade, ele agradou a Deus e não considerou seu próprio corpo já morto, porém estava na presença de Jeová. Ele o prometeu.
154 Sim, esta anciã nessa cadeira morrendo de câncer — à beira da morte; nada lhe resta, tão somente morrer. Se tão somente pudéssemos tomá-la.
155 Ninguém fazia Arão entrar. Ele entrava por si mesmo, porque foi convidado a entrar, porque foi dito a ele por Jeová, ele tinha o direito de entrar. Quando Jesus morreu no Calvário, ele rasgou o véu de cima a baixo. Agora não tinha direito de entrar tão somente o sumo sacerdote, mas todo aquele que se aproxima de Deus — tem um direito para entrar no Santo dos Santos. Ela tem um direito. A senhora aqui morrendo tem um direito.
156 Aqui está assentada a Sra. Weaver, assentada um pouco além dela. Faz alguns anos ela também estava morrendo de câncer, já comida, seus braços secos. Ela tinha o direito à Árvore da Vida. Ela tinha o direito de entrar atrás do véu. E eu tive que sustentá-la para evitar que seu frágil corpo se balançasse para os lados quando a batizei aqui mesmo. Ela vive, porque tinha esse direito! Ela o aceitou e creu.
157 E penso que em algum lugar, na parte de trás do edifício, eu vi ao Sr. Morgan; talvez a Sra. Morgan esteja assentada ali, se assentou exatamente aqui nesta cadeira sendo segurada — e morrendo de câncer sem esperança para ela. Mas a fé vem pelo ouvir! Ouvir pela Palavra! E a tiramos dessa condição de inutilidade. Quando seu esposo (que está assentado aqui agora) me disse que a haviam levado ao médico e se comprovou que o câncer havia espalhado ao redor dos intestinos como raizes de uma árvore. Sem esperança, mas o Espírito Santo a trouxe à presença – à refrescante – a trouxe atrás do véu; e desceu a cortina após ela. Não lhe importa o que diga o médico. Não importa o que ninguém diga. O véu caiu e deixou fora todo o incrédulo. Logo ela alcançou a panela dourada de Deus e disse: “Pelas suas pisaduras, estou curada,” e ela começou a comer aquilo. Na manhã seguinte aquilo ainda estava lá para se comer. No próximo dia aquilo ainda estava lá para se comer.
158 Isso é, não esperando que caia de novo, ou o próximo reavivamento, mas é sempre existente, eterno, ali esperando. E ela ainda está comendo da mesma panela de Maná.
159 Que fez? Foi levada ao refrigério. Envolvida no véu de tal forma que ela não ouvia o que o mundo dizia, mas ouvia o que Deus dizia.
160 Entra-se por meio do sangue. Por meio da unção. Ungido; caminhando corretamente; vivendo corretamente, com a cabeça para o alto. Até que você possa entrar a estes átrios… Eu não digo que algum homem faça isto, aquilo outro, ou como está batizado, ou de que forma ou desta maneira ou a que igreja pertença – Deus por soberana graça dá o Espírito Santo àqueles a quem Ele deseja.
161 Por isso é que esta gente espera; eles estavam todos em problemas diante de Deus. Deus por graça lhes deu o Espírito Santo, e essa é a razão pela qual vivem onde vivem. Eles estão consagrados. Eles amam ao Senhor. Eles crêem que estão vivendo todos os dias e em todas as formas em Sua presença. Não importa o que suceda, ou se o rio corre, e se as nuvens estão baixas — não importa o que seja, eles continuam vivendo na presença do Rei. Que é isto?
162 “Oh, você não foi curado. Esse é um crente fabricado!”
163 O véu tem caído; eles nem sequer ouvem. Eles estão ali dentro e estão despertando à vida. Amém. Tão rendidos… fale a eles por um momento e você verá que estão rodeados de um agradável cheiro de santidade. Sua conversação está amadurecida com sal — não falando de seu vizinho ou discutindo de alguma forma isto ou aquilo que tenha sido feito, mas sua conversação gira em torno de Cristo e Sua Glória.
164 Eles permanecem ali; manando refrigérios. Exalando os odores da nova Vida, o florescer, e produzindo o fruto diariamente.
165 Outros dizendo: “Você sabe que ela foi curada; eu sei que ele foi curado; então por que não posso eu ser curado?”
166 Certamente você pode irmão, necessário é obter a unção do Espírito Santo.
167 “Que é isso irmão Branham?”
168 Tomar a Deus em Sua Palavra, porque por fé você é salvo e isso pela graça, não por obras! Sem emoções mentais, sem alvoroços, sem falar em línguas, sem gritarias, nada disso! Por fé caminhe até a presença de Deus e diga: “Senhor Deus, eu venho unicamente no fundamento de Tua Palavra. Agora eu creio em Ti.”
169 Você diz: “Irmão Branham, não crê você em gritar e em falar em línguas?”
170 Sim senhor! Você está colocando o carro na frente dos bois! Venha primeiro a Cristo. Venha a Cristo primeiro! Deixe o Espírito Santo simplesmente te envolver. Comece a comer do Maná. E é bom hoje, e é bom, amanhã, é bom todo tempo, e todo o dia.
171 Agora, quero que notem outra coisa acerca disto. O peculiar da Luz à qual entra o crente quando está em Cristo — a peculiaridade disto. Agora os três átrios. O homem justificado aqui fora, ele caminha mediante a luz do dia. Algumas vezes ele tem dias sombrios. Você compreendeu isto? Oh, eu espero que vocês vejam isto. Deus vos abençoe. Alguns dias são sombrios, alguns dias você não sabe se vale ou não a pena servir a Deus. Você está caminhando no átrio exterior. Claro que você está comendo do Maná; claro que você é um crente; claro que tem Vida Eterna; e com certeza se você chegar a morrer você irá ao Céu. Verdadeiramente, porém que classe de vida está você vivendo? Todo dia você sai aqui, “hum, hoje estou mal humorado! Eu falei para eles sobre isso! Eu os amaldiçoei! Não pude evitá-lo! Deus, perdoa-me.”
172 Claro que Ele perdoará. Certamente Ele perdoará. Você é Seu filho. Mas que tipo de vida está você vivendo?
173 Que coisa, não odeia você viver esse tipo de vida? As altas e baixas e os problemas e o esforço dia e noite. Se desvia; regressa à igreja; desvia; volta à igreja; isto e aquilo. Desculpando-se com isto aqui — este outro sujeito está simplesmente exuberante o tempo todo, sem nada.
174 Veja, em que classe de vida está caminhando você? De acordo com o clima. Isto dá a luz fora — obscuro, cerrado; a metade — então um dia claro, então obscuro, e cerrado, e uma nuvem sobre o sol. Essa é a maneira que qualquer homem regenerado e justificado vive. Isso é correto. Esta é toda a luz em que ele tem que andar, quando ele apenas passar por aquilo.
175 Ele diz: “Eu venho a Cristo, Irmão Branham, me uni à igreja, pus meu nome no livro. Estou tratando de viver do melhor modo que posso.”
176 Bem, abençoado seja o seu coração, irmão. Eu aprecio isso. Deus o aprecia. Se você crê. “Aquele que ouve Minhas Palavras e crê naquele que me enviou, tem vida Eterna.” Você é meu irmão; eu te amo. “Mas, irmão Branham, minhas quedas e meus arrependimentos… oh, sou a pessoa mais miserável. Tenho que lutar todo o dia para poder viver” – porém isso é onde você está caminhando. Isso está bem; então eles dizem: “Eu quero ir mais profundamente.”
177 Bem, ele entra ao átrio. Agora, que há ali? Há sete candeeiros de ouro nesse Lugar Santo e estão dando luz. Os candeeiros estão dando luz. Isso é para o homem que parou de beber, parou de fumar, parou de mentir, parou de roubar, trata corretamente a seu vizinho, bom com sua esposa (ou ela bondosa com seu esposo) do mesmo modo, homem ou mulher; ou crente. Ele tem vindo a um lugar onde tem deixado toda a mesquinharia, o que se consegue mediante o Sangue com santificação. Tem sido chamado a um nova Vida, e ali caminha ele.
178 Ele não tem que caminhar por essa luz sempre; ele tem uma Luz melhor. Ele caminha na Luz dos sete candeeiros de ouro que estão queimando azeite de oliva; e o azeite de oliva representa ao Espírito Santo. O fogo era o batismo que o trouxe ao batismo, ou mesmo sendo batizado para tirá-lo fora com o Espírito Santo. Mas você ainda não está escondido, você não está atrás do véu ainda.
179 Ele está aqui. Ele caminha nestes sete candeeiros de ouro. Há muitas luzes…, muita luz ali. Há dia em que essas luzes se debilitam. Tem dia que as lâmpadas lançam fumaça e a luz não é tão boa. Há ocasiões em que tem que reacender essas luzes e você tem que tomar um pouquinho emprestado do vizinho para acender uma vela na outra. Ainda não é boa a luz. Damos graças por ela, porém ainda não é a luz correta. Oh — oh — oh — irmão! Vê você isto? Ainda não é a luz correta.
180 Você diz: “Irmão eu falei em línguas; eu gritei.” Foi maravilhoso, mas permitam-me dizer-lhes algo diferente. Muito bem, ele está caminhando nesta luz. É uma luz artificial. Não é a luz do sol, a luz da lua, das estrelas. O homem nos átrios de justificação, quando chega a noite, tem uma luz muito fraca – apenas as estrelas, ou uma pálida lua, um montão de nuvens em cima. Ele está numa situação desagradável.
181 Porém o homem que está em expectação… de si mesmo e é consagrado, diz: “Senhor, eu vou viver bem ao Teu lado, sou diácono na igreja ou alguma outra coisa. Vou ser bondoso com o vizinho. Tratarei de viver uma vida melhor, Senhor.” Bem, ele está vivendo uma vida melhor. Raramente sua luz se apaga, mas ficam enfumaçadas, e eles têm que acender uma na outra.
182 Mas o homem que andou além daquilo e entra quando o mundo está fechado, quando o véu cai a seu redor; sob a proteção das asas do Querubin, a grande glória de Shekinah,…?…Sob estas. Isso nunca enfraqueceu. Isso nunca se apagou. E o homem que vive na presença de Deus sob o véu, vive na glória da Shekinah. Não me importa se rugem as tormentas, ou as nuvens, ou a lua não brilhe, e as estrelas não brilhem — quando se apagam os candeeiros, isso não importa! Ele está vivendo na glória da Shekinah de Deus, sob o poder do Espírito Santo.
183 Não se apagou à noite, ela não se apagou… É como uma luz mística. Como uma luz de suave brilho. E o crente em repouso caminha dentro desse véu. A glória da Shekinah onde a panela do Maná estava, onde ele come diariamente, não se acaba. Ele come do Maná.
184 Oh, que coisa, ele não tem nenhuma preocupação no mundo. Tudo tem sido resolvido. Deus estava sobre ele. Ouvindo sua oração e respondendo sua oração! Não somente isso, mas ele está vivendo bem na presença do Rei. Deus na glória da Shekinah.
185 Cada vez que qualquer coisa começa a surgir assim, isto não pode alcançá-lo. Ele não ouviria a isto. Ele não poderia. O lamento do mundo tem ficado fora.
186 Se você alguma vez vem a Cristo, meu amigo; a um lugar onde o mundo esteja morto; se seus filhos são desta forma, sua mãe daquela, seu pai daquela outra forma, ou seu pastor diz aquilo, se o médico diz aquilo outro — você nem sequer ouve isto. Você vive somente na glória da Shekinah — caminhando e vivendo ante a presença do Rei. Na sua alma todo o dia é dócil. Oh, que coisa! Tudo está bem! Tudo está bem! Nada pode lhe fazer mal. Oh, que lugar.
187 Oh, me lembrei daquele corinho: “Tenho cruzado o véu rasgado, Aleluia a Seu Nome; estou vivendo na presença do Rei.” Vivendo… “cruzado o véu rasgado onde as glórias nunca falham; estou vivendo na presença do Rei.”
“Estou caminhando na luz, na formosa luz.
Onde as gotas do orvalho da misericórdia brilham;
Brlhando ao nosso redor dia e noite.
Jesus, a Luz do mundo.”
188 “Deixe-o esconder a si mesmo; e deixe-me perder a mim mesmo e encontrar isto Senhor, em Ti. Que todo o eu seja crucificado…” Deixe meus vizinhos fofocar; que isto ou aquilo ou aquilo outro se vá. Eu vou à igreja para uma coisa, e esta é, permanecer ante Tua presença. Já tenho me movido ali, Senhor, e nunca desejarei sair novamente. Confiarei em Tua Palavra, o que Tu disseres. Aí quero estar. Que caia o véu sobre mim, Senhor. Tão somente posso ver a Jesus Cristo, e viver, e andar e morrer Nele! Aí está você.
189 No Monte da Transfiguração, quando Jesus se transfigurou ante os apóstolos, quando eles olharam para cima eles só viram a Jesus sozinho. Eles disseram que eles viram a Jesus apenas ali de pé. Oh, Deus, esconda-me naquele lugar! Abriga-me naquele lugar!
190 Onde os véus cairão e nada verei exceto a Jesus, Ele mesmo. Não quero ouvir o fantástico do mundo. Não me importa que tenham bombas atômicas; se têm um avião a jato; se os novos Chevrolets parecem melhores que os Buicks; isso não importa! O que realmente importa é que estou caminhando e vivendo em Cristo diariamente fora de mim mesmo, e os véus estão ali ao redor. E eu estou Nele e Ele em mim.
191 Que rujam as tormentas, minha âncora está segura dentro do véu. Não posso dizer-lhe porque há tantas tormentas sobre os mares nestes dias, mas eu dou graças a Deus pela âncora que permanece imutável dentro do véu. Quando o barco parece naufragar e cada movimento o leva até o fundo, mesmo assim minha âncora está ancorada no véu. Eu estou ancorado no véu.
“Estou ancorado em Jesus,
As tormentas da vida enfrentarei;
Estou ancorado em Jesus,
Não temo nem as ondas nem ao vento;
Tenho me ancorado em Jesus
Porque Ele tem poder para salvar.
Estou ancorado na Rocha das Eras.”
192 Deus nos ajude nesta manhã a entrar a essa Vida interior. Saia desse lugar onde você é cirandado por todo vento doutrinário, ou por qualquer baixeza que surja… Não sabe você que a Bíblia diz que nos últimos dias viriam homens e seriam como anjos de luz? E como tomariam vingança e os demônios — os ministros, são anjos de luz. Não se dá conta você que Eva estava buscando nova luz quando o demônio lhe falou e causou toda tumba, toda instituição mental, cada fazenda de presídio penal, causou cada morte, cada angústia, cada criança faminta, cada mãe moribunda? Ela estava buscando por algo novo. Ela estava procurando por algo novo que ela pudesse encontrar.
193 Oh, Deus, leva-me à glória da Shekinah; leva-me contigo ao véu interior. Eu estou satisfeito com Jesus. Senhor, permita-me desaparecer e encontrar isto em Ti. Entre o véu interior onde todos estes alaridos do mundo…
194 A Bíblia diz que nos últimos viria uma grande fome sobre a terra – mas não apenas de pão e água, mas por ouvir a verdadeira Palavra de Deus; e as pessoas irão do leste ao oeste e todas as partes tratando de encontrá-la. Aquela hora está aqui! Aquela hora está aqui! Quando os homens se colocam a si mesmos lá em cima como deuses e querendo ser glorificados! Mas o povo diz: “Oh, Doutor Fulano, e grande Fulano de Tal.”
195 Paulo disse: “Tenho um temor, e este é, que vocês tentem me adorar ao invés das coisas que estou pregando. Nunca vim a vós com grandes palavras de sabedoria humana, mas no poder da ressurreição de Jesus Cristo. Para que vossa esperança esteja somente fundamentada naquilo, naquilo lá.”
196 O dia de hoje é horrível. As pessoas estão espalhadas.
197 Estive há poucas semanas atrás no lugar onde havia sido levantada uma grande tenda (não criticando, Deus me perdoe!), onde um homem dizia que podia expulsar espíritos malignos, (o que eu não duvido) — porém os maus espíritos não são lançados fora por uma vida cruel e indiferente! A arma mais poderosa que existe no mundo é o amor!
198 Outra noite estava com uma senhora cujo esposo estava a ponto de abandoná-la e casar-se com outra mulher — um casal muito conhecido. Eu lhe observei. Ela disse: “Bem, eu irei embora, irmão Branham.”
199 Eu disse: “Não faça isso, irmã.”
200 Ela disse: “Oh, meu esposo, seu ministério será arruinado. Que posso fazer? Vou para Nova York e buscarei um emprego.”
201 Eu disse: “Não faça isso; não faça isso, irmã.”
202 “Que posso fazer, irmão Branham?”
203 Eu disse: “Vá para onde ele está.” Ela disse: “Bem, eu encontrei um de seus retratos e o rasguei, e fiz isto e aquilo.”
204 Permaneci ali: “Compreendo isso,” mas eu disse: “Vá para onde ele está e o abrace, e diga: Querido, não importa o que tens feito, ainda te amo. Isso fará o trabalho.” Eu estava correto.
205 Um jovem veio a mim não faz muito tempo. Ele era um pentecostal. Ele havia assistido muito dessas reuniões. E ele entra… e sua esposa é uma Luterana aferrada. Ela disse: “Bem, suponho que todos vocês foram lá embaixo e gritaram ontem à noite.” Ela disse: “Eu acho que todos vocês estavam falando em línguas e fazendo tudo isto ontem à noite.”
206 Ele se atirou ao piso e disse: “Deus, eu expulso o demônio dela! Eu expulso o demônio dela!” Foi quase um caso de divórcio. Um homem, um bom homem.
207 Ele veio a mim, e disse: “Irmão Branham, nós vamos nos divorciar, eu acho.” Ele disse: “Eu simplesmente não posso expulsar esse demônio dela.”
208 Eu disse, “Irmão, você está indo nisto, no caminho errado.” Eu disse: “Quando ela começar assim, diga, ‘tudo bem, querida, abençoado seja o teu coração, querida.’ Seja bem educado com ela. Apenas veja o que você pode fazer por ela.”
209 Ele disse: “Irmão Branham, que devo fazer para tirar esse demônio dela?”
210 Eu disse: “Faça como eu digo, e apenas continue orando em seu coração.” Veja, eu disse: “Deus se encarregará do resto.”
211 Ele me telefonou duas os três semanas mais tarde e me disse: “Meu lar tem se transformado.” Ele disse: “Minha esposa é uma pessoa diferente.”
212 Eu disse: “O que é mais poderoso? Gritar, sapatear, pisotear ou encher o vosso coração de amor?” Deus é amor. De tal maneira amou Deus ao mundo…
“Desde que por fé vi a torrente
Que fluía de Tua ferida,
O amor da redenção tem sido o meu tema,
E será até eu morrer.”
213 Isso é correto.
214 Um homem clamando. Ele disse: “Esta mulher tem três demônios.” Ele disse: “Um deles se chama Jeff, o outro se chama Seth, e o outro ele não chamou de nada.” E ali havia pessoas inteligentes patrocinando aquela campanha por centenas e centenas e centenas. Ele disse : “Um é verde, o outro é azul e o outro é rosa.”
215 “Oh,” eu pensei, “Deus! Oh Deus! É tão incorreto! Não permitas que isso suceda, Deus! Estas pessoas que tanto se esforçam para tentar alcançar no Reino de Deus, e se agrupam às centenas para ouvir tanta besteira!” Vocês sabem por que? Nunca têm entrado atrás do véu. Isso é certo. Se alguma vez tivessem entrado, saberiam mais que isso.” “Minhas ovelhas conhecem Minha voz. A um estranho elas (não) não reconhecerão.” Sim, senhor.
216 Você pode ter toda classe de emoções, e sensações de todos os tipos, e chamá-lo do nome de uma religião. Os pagãos fazem o mesmo. Mostre-me uma vida consagrada que tenha morrido e tenha se levantado em Cristo Jesus, que vive na glória da Shekinah, com o amor de Deus a seu redor — Essa é a pessoa que eu creio que estará ali.
217 Ponha-se sob o véu, sob o Sangue do Senhor Jesus. Tome todos os dons que você tem na Escritura. O diabo pode personificar a cada um deles, mas ele não pode personificar o amor, porque o amor é genuíno. O diabo não pode amar. Essa é uma das coisas que ele não pode fazer. E quando vocês chegam ao lugar em que amem uns aos outros, e o resto do mundo está morto… Se você ama a Deus…
218 Estava falando com uma mulher outro dia que estava me atacando por todos os lados. E ela ia… Quase me deu uma surra. Eu estava assentado com outro cavalheiro. Ela disse: “Se você der um passo para cá, eu vou chamar o delegado!”
219 Eu disse: “Bem, querida irmã, eu apenas estava…” eu disse, “Nós somos cristãos, nós não faríamos tal coisa.”
220 Ela disse: “Cristãos? – Não existe tal coisa.” (bem malcriada) E ela estava berrando conosco terrivelmente.
221 Eu disse: “Mas senhora, há…” Eu disse: “Não crê você em Jesus Cristo?”
222 Ela disse: “Oh, eu creio Nele, porém não nas pessoas.”
223 Eu disse: “Você não pode crer Nele sem crer em Seu povo. Não pode fazê-lo.” Oh, ela estava fazendo tudo, menos me amaldiçoando. Eu saí do carro… fora do carro com ela. Eu disse: “Irmã, tão somente queremos passar por este lugarzinho aqui.” Eu disse: “Tudo está perfeitamente bem.” Eu disse: “Não o faria por nada.” Eu disse: “Estou trabalhando aqui.”
224 Ela disse: “Isso é o que sucede com vocês. Vocês pensam que podem passar sobre nós, mais velhos.”
225 Eu disse: “Não, não, não.” Eu disse: “Tudo bem. Se você não quer que façamos isto. Eu não sei como vamos tirar o carro daqui. Nós entramos. Seu esposo nos disse podíamos.”
226 “Não me importa o que ele tenha dito. Você não passará.”
227 E eu disse: “Bem, nós entramos aqui.” E eu disse….
228 Ela disse: “Você não pode passar por aquele terreno agora”
229 Eu dissse: “Senhora, está vendo aquela lama? Ora, você nunca chegaria nem a quatro metros de onde estamos agora, aquele capim e rochas ali.” Eu dissse…
230 Ela disse: “Esse é problema seu, mas passe aqui, e eu telefono para o delegado.”
231 Eu disse, “É direito seu fazê-lo; e sinto não ter te procurado ao invés de seu marido.” Eu disse: “Desculpe-me por isso.”
232 E ela… Oh, ela estava ralhando, e ofegando e parecia lançar fumaça, e sacudindo o punho na minha cara e tudo mais. E eu me assentei ali com um velho macacão surrado. E eu disse: “Bem, eu sinto muito por ter lhe perturbado. Eu não haveria feito isto por nada deste mundo, irmã.” Eu disse: “Estou envergonhado de mim mesmo.” Eu disse: “Seu esposo disse que estava tudo bem.”
233 Ela disse: “Vocês jovens acham que podem passar por cima de nós, mais velhos.”
234 Eu disse: “Sem dúvida isto é o que tem acontecido na vizinhança aqui muitas vezes. Mas, irmã, nós somos Cristãos.” Eu disse: “Eu não moro aqui. Estou só trabalhando aqui para ajudar a um irmão.”
235 Ela disse: “Você está trabalhando aqui? O que você está fazendo aqui?”
236 Eu disse: “Sou um ministro, um reverendo.” Me olhou de cima a baixo. Ela disse: “Um reverendo?”
237 Eu disse: “Sim senhora.”
238 Ela disse: “E que está você fazendo aqui?”
239 Eu disse: “Tentando fazer uma boa ação para ajudar a alguém.”
240 “Qual é o seu nome?”
241 Eu disse: “Meu nome é Branham.”
242 Ela disse: “É você o irmão Branham?”
243 Eu disse, “Sim.”
244 Ela disse, “Me perdoe.” E seus lábios começaram a tremer. Ela começou a chorar. Ela disse: “Sou uma metodista desviada.” Ela disse: “Me envergonho de haver agido dessa forma.”
245 Eu disse, “Deus te abençoe, irmã. Volte para a igreja; não vai você? Sirva ao Senhor Jesus.”
246 Veja, se você tivesse pulado ali e começasse a discutir com ela, e lhe dizer que você realmente tinha direito e assim por diante, e você… Veja o que você teria feito? Apenas algumas palavras de amor penetram lá dentro do coração. Irmão, vamos colocar as pessoas véu a dentro. Isso é correto.
247 Querem vocês conhecer um pequeno segredo? É assim que eu conquisto aos animais selvagens. É assim que conquisto as enfermidades, é através do amor. O amor de Deus nos constrange a fazer tal coisa. Entre véu adentro. O fará hoje enquanto inclinamos nossas cabeças para um momento de oração? (poderia você irmã ir até ao piano?)
248 Nosso Pai Celestial, Te damos graças hoje pelo Amor de Deus que foi derramado em todos os nossos corações pelo Espírito Santo. Vendo o tempo passando agora, desejamos que cada pessoa que está na Tua Presença Divina, agora, Pai, entre véu a dentro.
249 Aqui estão moços e moças, homens, e mulheres idosos, jovens — apenas criancinhas, pequenos adolescentes. Oramos, Pai, que Tu coloques cada um deles véu a dentro junto a Ti nesta manhã e os escondas em Ti, em Cristo, até que nasçam de novo; a esperança da glória, a esperança de Deus, descanse neles. E quando as provas do inimigo surgirem, estejam distantes fora do véu, que nem mesmo ouçam isto; que apenas vejam a Jesus, vivendo em Sua glória da Shekinah, vivendo em Suas bênçãos onde este Halo de Luz que está agora no Tabernáculo — que Isto possa habitar em cada coração, Pai. Que Isto deixe de ser algo intelectual, ou porque vimos Isto na foto, ou mesmo por ter visto Isto com seu o olho natural. Que Isto possa vir aos seus corações, Senhor, e que habite neles; e que vivam nessa presença de Deus que produz cada dia uma vida frutífera e abençoada para o Senhor Jesus. Nos concederás, Pai?
250 Enquanto permanecemos com nossas cabeças inclinadas; nossa irmã entoa isto no piano (ou melhor toca isto).
“Há uma fonte cheia de sangue.”
Essa é a forma de entrar. Venha ao altar, o caminho para à glória de Shekinah.
“Que flui das veias de Emanuel;
E os pecadores, submergidos naquele fluxo,
Perdem toda sua mancha de culpa;”
251 Haveria alguém aqui, neste momento, que em seu coração faria uma decisão para Cristo nesta manhã; que diga: “Deus, eu tenho me decidido. Não vou continuar vivendo esta vida de altos e baixos mais. Me aproximo de Ti neste instante. Bem no… sobre o fundamento do Sangue derramado, sobre Tua Palavra, estou chegando neste momento e estou aceitando isto. Levantarei minha mão a Ti, Senhor Deus, e o faço de hoje em diante.”
252 Deus lhe abençoe, irmã. Isso é bom. Deus te abençoe. Te abençoe. Deus te abençoe, irmão. Isto é bom. Agora, Deus te abençoe, irmão. Estou te vendo aqui. Deus te abençoe, irmã. Ora, Ele te vê. Deus te abençoe, meu irmão.
253 “Eu venho hoje. Senhor, estou cansado de viver sob a luz de velas. Cansado de viver à luz das estrelas, à luz da lua, à luz do sol. Eu quero a glória da Shekinah, Senhor, a qual não se debilita quando vem a escuridão” — Deus te abençoe, irmã – “De hoje em diante” – Deus te abençoe senhorita; Deus te abençoe, irmã; Deus te abençoe, mamãe; Deus te abençoe garotinho; isso é bom — “De hoje em diante, Senhor Deus, eu farei tudo. Venho a Ti. Tu não me rejeitaste. Não podes fazê-lo porque prometeste que não o farias, e eu venho agora e aceito isto neste momento, e vou crer nisto” – Deus te abençoe, irmã — “na glória da Shekinah, na qual vou viver. Quando as velhas mágoas, e coisa, e os problemas aparecem, e tudo tenta me abalar. E forçando-me a fazer isto, e pensar mal a respeito disto, e fazer isto errado, e dizer isto, eu apenas vou ficar ancorado no véu e olhar a glória da Shekinah; e dali em diante eu apenas viverei contigo.”
254 Há alguém mais antes de orarmos? Deus te abençoe, senhorita; você e você e você. Deus te abençoe. Sim, mais ou menos uma dezena ou duas de mãos se levantaram então. Tudo bem.
Agora, lhes direi o que quero que façam. Sabemos que há um costume de vir todos ao altar e orar; isso é bom. Isso foi estabelecido pela igreja metodista ao redor do século 17. Na Bíblia, nunca o fizeram. Na Bíblia o que eles tinham — tantos quantos creram foram salvos.
255 Agora, quero que vocês fiquem assentados exatamente onde vocês estão. Quero que inclinem suas cabeças comigo. Quero que orem comigo e digam ao Senhor: “Senhor…” Agora, deixemos de lado todos os cuidados do mundo e quem está assentado a seu lado. Esta pode ser a última vez que você terá a oportunidade de entrar no Reino de Deus. E oro a Deus para que abra as portas de misericórdia para você hoje e este seja o tempo. Agora, oremos enquanto mantemos nossas cabeças inclinadas.
256 Nosso Pai Celestial, trago a Ti… Enquanto a semente tem saído, Senhor, através da plataforma, o Espírito Santo deixando-a cair em cinquenta ou sessenta corações ou mais, que levantaram suas mãos aqui e disseram: “Assim vimos a Ti”. Conceda, Pai, que as portas de seus corações possam se abrir totalmente. Eles têm estado… muitos deles, Pai, já têm Vida Eterna. Viverão para sempre. Assim há de ser, porque Tu assim o disseste. Essa é a razão pela qual nossos pensamentos estão tão solidamente positivos. O terão. Assim Tu disseste.
257 Agora, Pai, oramos para que, no Nome de Jesus, que Tu os leve a um companheirismo mais íntimo. Eles têm sido cirandados. Satanás os tem açoitado. Eles podem ouvir os grunidos e gemidos do demônio, sempre lhes tentando fazer coisas incorretas, e dizer coisas erradas, e a ouvir qualquer coisa. Pai, oramos para que o véu caia entre eles e o mundo hoje, que estejam escondidos em Cristo. Que já não sigam errantes; que permaneçam aí em Sua glória todos os dias, lendo a Bíblia, louvando O — manso, humilde, quieto, cristãos cheios do Espírito. Conceda isto, Senhor. Os entregamos a Ti, agora, enquanto os encomendamos também. No Nome do Senhor Jesus Cristo, e para sua Glória. Amém.
Há uma fonte cheia de sangue,
Extraída das veias de Emanuel;
E os pecadores, se submergem naquele fluxo,
Perdendo toda sua mancha de culpa.
258 Agora teremos o culto de cura daqui a pouco. Quero todo coração centralizado agora. Quantos sentem que hoje, de hoje em diante, pela graça de Deus (se você ainda não o fez) você creia deste dia em diante, você andará na presença de Deus – andará corretamente, com a unção correta?
259 Qual seria a unção correta? De acordo com a Palavra: amor, paz, alegria — essa é a unção. Caminhe dessa forma até que Deus simplesmente levante a cortina, me faça entrar e me envolva e me separe de todo o mundo que me rodeia.
260 Fará você isso? Levante sua mão. O fará pela graça de Deus? Obrigado, e Deus o abençoe. Façam isso, amigos. Lhes direi. Será superior a qualquer emoção, ou qualquer dom, ou qualquer coisa que você pudesse procurar, se você tão somente encontrar a Cristo dessa forma em seu coração. Isso é o que me tem ajudado.
261 Deitei meu pai em meu braço, vi seu cabelo caído, e ele olhou para mim — ele foi ao encontro de Deus. Vi meu irmão ao longe lutando, as veias cortadas, seu pescoço quebrado, e o sangue correndo de sua boca. E olhei para minha esposa e ela disse: “Te encontrarei do outro lado da fronteira, Billy.”
262 No outro dia pus minha mão sobre meu bebê vendo suas perninhas tremer. Eu disse: “Bendito teu coração, Sharon; papai se reunirá contigo do outro lado. Minha âncora me susteve. Vêem. Não está baseada em emoções. Nada que senti ou… É o que Deus tem dito a respeito disto. Eu creio.
263 São estes vinte e três anos de meu ministério agora — hoje me sustém tão forte, ou mais. Ela gradualmente abraça a cruz, porque isto me aproxima mais dela o tempo todo. Conceda Deus que cada um de vocês tenha a experiência de viver uma vida perfeita, consagrada.
264 Vejam, ouçam atentamente agora antes de concluir isto. Não é uma bênção que você recebe, e grita e glorifica a Deus. Essas coisas são boas. Você está comendo o Maná. Aquilo não é isto. Não é disto que estou falando nesta manhã. Não que você tenha se levantado e falado em línguas, ou que haja gritado, e corrido de um lado para o outro no edifício. Aquilo não é isto. Não é disto que estou falando. Eu estou falando de uma vida escondida em Cristo, onde todo o tempo, dia e noite, você simplesmente vive Nele. É disso que estou falando.
265 Agora, Ele está aqui. Desejaria ser um curador nesta manhã. Se eu fosse, curaria as pessoas doentes. Eu não posso curar pessoas doentes; eu sou tão somente um homem. Mas o Curador, Ele próprio, está aqui – O Senhor Jesus. Agora, se eu… A Bíblia diz: “A oração do justo pode muito em seus efeitos.” A oração de um justo pode muito em seus efeitos.
266 Observe, Elias foi um homem sujeito às mesmas paixões que nós. Ele orou fervorosamente para que não chovesse, e não choveu por três anos e seis meses. Então ele foi e orou fervorosamente outra vez, e os céus deram a chuva. A oração muda as coisas. Eu não as posso mudar. Você não pode mudá-las. É a oração a que o faz.
267 Deus disse certa vez a um homem que ele ia morrer; que colocasse sua casa em ordem. Enviou o profeta a dizê-lo. E o homem virou o seu rosto para a parede, e começou a clamar, e pedir a Deus quinze anos adicionais para viver. E Deus mudou o curso, e lhe deu mais quinze anos. O que foi isto? A oração.
268 Agora, mudaremos o assunto. Só por alguns minutos. Se acontecer de eu não estar com vocês. Eu espero estar aqui no próximo domingo de novo, se o Senhor o permitir, contudo me perguntava esta manhã… quando vinha minha esposa me disse: “Você irá? Você está rouco e tudo mais.”
269 Eu disse: “Eu prometi; irei de qualquer modo.”
270 Observem, quero dizer-lhes algo. Agora, eu sei que a oração… Esta será minha primeira ocasião em orar desde que algo me foi ministrado. Como vocês compreendem, Deus sabe que é a verdade, vêem — para alguma vez orar pelas pessoas doentes. Não voltará a ser publicamente como costumava ser. Bem, naturalmente nestas reuniões da igreja, será assim, mas quero dizer em outra categoria que entramos agora. Porém isto realmente sei; tenho confiança. Tenho observado todo o tempo.
271 Agora, se… eu quisera hoje mudar de lugar com algum homem que pregasse o Evangelho, se for a vontade de Deus que eu seja um pregador. Não sou grande coisa como pregador, porque não tenho instrução, e não conheço muito da Palavra e coisas. Assim sendo não posso pregar, mas meu trabalho é orar pelos enfermos. E tenho observado nos cultos, em lugares diferentes, exatamente o que a oração faz. O efeito que tem.
272 Quantos recebem Vida Cristã? (a revista Vida Cristã) Notaram vocês esse importante artigo por esse doutor em medicina em Chicago, ou creio que foi em Wheaton, Illinois. Lhe perguntaram, eles disseram, “Você crê na cura divina? Existe tal coisa?”
273 Ele disse: “Agora você me fez uma pergunta. Cura Divina; o que você quer dizer, milagres ou curas?” Ele disse: “Curas, certamente. Você ora pelos enfermos, e os enfermos são curados. Então ocorre um milagre enquanto se desvanece ante você.” Ele disse: “Qualquer desses. Eu certamente creio nisso.” “Mas,” ele disse, “Agora esses cultos sem sangue, como os Unitarianos, e a Ciência, e coisas como essas, eu não lhes presto atenção; mas o sangue de Jesus Cristo curará em qualquer ocasião.”
274 Agora, aquele era um médico, Doutor. Vêem? E eles sabem disto.
275 Então Deus colocou na Igreja alguns para orarem pelos enfermos. Deus colocou alguns na Igreja para que ensinassem. Outros para outras coisas diferentes. Isso é correto? Ele faz isto. E por meio disso Ele dá dons diferentes às pessoas. Aquilo não tem nada a ver com isto — nada com a salvação de sua alma. Porém nisto sabendo que Ele me chamou para orar pelas pessoas enfermas, eu quero apenas… para sua confiança… e Deus conhece em meu coração que não estou falando de mim mesmo, agora deixe-me apenas lhes mostrar algo. Vejam o que tem ocorrido ao redor do país. Apenas faça um quadro mental em sua mente por alguns minutos.
276 Apenas veja o que aconteceu aqui em cima outro dia. Todos vocês ouviram acerca da velha gambá lá embaixo na selva, lá embaixo; saiu dali, mordida pelos cães ou por alguma outra coisa; toda machucada. E por que o Deus Jeová (a algo que nem mesmo tem um alma; a uma gambá ignorante) traz aquela gambá, e a coloca à minha porta, e eu tão estúpido não sabia disto. Ela esteve ali por vinte e quatro horas. E eu estava assentado em meu quarto e Ele disse: “Como uma dama, ela está deitada ali por vinte e quatro horas para que ore por ela, esperando sua vez; e você não o fez ainda.” E a pequena Rebeca estava no quarto. Eu saí e disse: “Pai Celestial, perdoe-me. Eu não sabia disto. Então oro para que cures esta gambá.”
277 Isso foi tudo que eu disse. E a velha gambá se levantou e me observou, reuniu suas crias como que dizendo-me: “Obrigada senhor,” sem sequer mancar, saiu pelo portão e seguiu pela estrada, Vêem. Uma gambá ignorante. Certamente. Deus a guiou ali. O crê você?
278 Como Ele guiou a Bosworth? Oh, veja através do país por centenas, por meio de sonhos e visões e como tem sido tudo. Então isso me faz conhecer isto – que Ele me encontrou ali e esteve parado ao meu lado. Ele disse: “Tu nasceste neste mundo para orar pelos enfermos.” Ele disse, “Seu ministério, está começando, ele varrerá o mundo inteiro.” E assim tem sido! Observem as campanhas de cura – milhões ao redor do mundo têm sido curados agora. Eu não poderia me encarregar dele. Certamente não. Mas eu comecei, pela graça de Deus, e ele fluiu ao redor do mundo – este grande reavivamento.
279 Eu estava assentado outra noite… (Paul terminou) Outra noite, há poucos meses atrás com um grupo de ministros reunidos numa campanha de cura. Cada um deles ia contar uma experiência pessoal. Eles não sabiam que eu estava pelos arredores. Eu estava assentado na parte de trás deste grande estádio, com meu casaco puxado assim, com minha peruca na minha cabeça, e com uns óculos escuros; assentado ali escutando. Um deles caminhou para a plataforma e disse: “Bom, meu ministério está acabado. (Eu nao sabia o que fazer). Ele disse: “Um sujeitinho humilde apareceu — irmão Branham. Aquilo me fez começar.”
280 O outro chegou e disse: “Assim como tem testificado o irmão, ocorreu comigo.” Ele disse: Eu pastoreava uma velha igrejinha, e fui para casa uma noite.” Ele disse: “Ali começou.”
281 Eu estava ali assentado chorando, chorando. Me levantei e saí do edifício. Não podia resistir mais. (Ele até mesmo disse isto). Eu pensei, “Deus, Isto tem ocorrido exatamente como Tu disseste que aconteceria, exatamente.”
282 Bem, aqui estou nesta manhã, amigos. Sou um pobre servo do Senhor. Tenho falhado com Ele de várias maneiras que me envergonho de mim mesmo. Me sinto indigno de até mesmo ministrar às Suas queridas crianças enfermas. Mas eu não olho para o meu mérito, porque não tenho nenhum. Eu olho para o que a Sua graça é. Veja. É o que Ele é para mim, e o que eu sou para Ele. Eu sou Seu filho. Ele é meu Senhor. Se minhas mãos não estão limpas, mas as Dele estão, e eu não ministro com as minhas. Eu apenas tento me render a Ele de tal forma que Ele possa ministrar através de mim. Me alegro de haver vivido dentro deste véu onde as coisas do mundo… Quando ele disse: “Você não pode fazer isto. Ora, você está louco. Algo saiu errado com o pregador Branham ali em cima. Olhe para ele. Ora, ele ficou louco.”
283 Quando tive aquela reunião ministerial no Hospital Judeu, e aquele grupo de homens ali assentados tratando de dizer-me. Eles disseram: “Por que você está perdendo sua mente. Você não pode fazer isso. E você orar por reis?”
284 Eu disse: “Isto é o que Ele disse.”
285 Não fez nenhuma diferença o que eles disseram. O fiz de todas as formas. Deus o fez. Ele não tomou em conta minha ignorância. Minha ignorância nunca haveria podido produzi-lo, mas não foi a minha ignorância. Foi Sua graça. Foi Ele quem fez isto.
286 E somente naquela graça confio nesta manhã enquanto oro por esta mulher moribunda, e por outros. Não somente… Vocês são servos de Deus também. A oração — a oração fervorosa — a congregação em oração.
287 Aqui está uma mulher deitada na maca, nesta manhã. Há outros assentados aqui quase morrendo.
288 Há uma qualidade, um dom, certamente. Isto não é nem mesmo questionado no mundo mais, depois de dez anos. Você pode vir a esta plataforma, e você não poderia esconder sua vida, se você tivesse que fazê-lo, na presença de Deus. Ele lhe diria exatamente o que você foi, e o que você fez. Eu digo que vocês sabem que é a Verdade, porém isso não é cura. Essa não é a cura. É a oração da fé que salva o enfermo. É a oração que salva o enfermo, com certeza. Agora, isso é o que queremos fazer, é orar pelos enfermos. Agora, eu quero vê-los bem. Eu acho, e se fosse a minha mãe deitada aqui? E se fosse…? Talvez seja a mãe de alguém. E se fosse a minha esposa assentada ali atrás, ou alguém que estivesse enfermo? Eu serei sincero. Orarei.
289 Tem uma mulher que entrou ali agora, Sra. Roof, que foi trazida numa maca, como esta mulher foi trazida. Morrendo de câncer. Bem aqui embaixo em Jeffersonville, quando as reuniões eram lá embaixo no ginásio, morrendo com um câncer. Aí está ela, desde então nada mais sentiu. Foi para casa e ficou boa. Não é isto maravilhoso?
290 Agora quero que você toque, irmã, “O Grande Curador está próximo, o simpatizante Jesus.”
291 Agora, eu quero que todos aqueles que ficarão para a reunião, que fiquem quietos agora só por um minuto. Oremos. Daqui a pouco chamarei a fila de oração.
292 Primeiramente, acho que descerei e orarei por esta mulher na maca, para que possamos ter mais espaço. Quero todos com suas cabeças inclinadas. Quero que todos orem com sinceridade, agora.
293 Agora, irmã, na maca aqui, a mamãe, estou falando contigo agora. Quero que você tenha fé agora, e creia. Quero que você creia com todo seu coração. Estejamos todos reverentemente em oração, por gentileza. Eu chamarei… volte para a plataforma, depois de orarmos pela mulher, e então deixaremos as pessoas levá-la para fora, ou colocá-la de um lado, mas eu quero orar por ela primeiro, para que então ela possa sair daquele lado. Podemos fazer nossa oração agora?
294 Nosso Pai Celestial, sim, há um grande Médico. Há um Bálsamo em Gileade. E deitada aqui na maca nesta manhã, assentada aqui nos lugares estão o Teu povo, que estão assentados aqui sofrendo. Este mundo nublado e escuro em que estamos vivendo. Oh, Deus Eterno, bendito do Pai, Te rogamos que Tua misericórdia se estenda a este povo hoje, e que cada um deles possa ser curado. Que eles possam entrar agora no Maná. Tu tens a porta aberta nesta manhã para o que desejares, permita-lhe entrar.
295 O muro do meio que servia como divisão tem sido lançado abaixo onde os judeus, gentios, gregos, servos e livres, podem entrar pela mesma porta — a porta do aprisco. Tu és a Porta e entramos por meio de Jesus, Deus, para receber estas bênçãos. Jesus, o Cristo, o Filho de Deus. Agora, vim para orar pelos enfermos. Os curará hoje, Senhor?
296 Damos-Te graças por nosso querido irmão Neville; por sua corajosa obra como pastor desta igreja; por tudo que tem feito, e como tem estado firme em seu posto de dever como um verdadeiro e fiel servo. Deus abençoe a sua esposa, a seus filhinhos. Senhor, que seus meninos cresçam e cheguem a ser homens como seu pai. Conceda isto, Pai.
297 Oh Deus, esteja perto de nós agora, enquanto vou ministrar aos enfermos com todo meu coração. Te rogo que estejas comigo, Pai, e dá-me fé, e tire toda dúvida de minha mente; que quando cada pessoa vier, minha mente não se torne incrédula, mas que em meu coração se achegue a fé. Conceda isto, Senhor, que a fé no meu coração possa mover os arrazoamentos. Lancem fora o arrazoamento e tenham fé. Que todos sejam curados. Conceda isto, Pai.
298 Agora com nossas cabeças inclinadas, orarei pela irmã. Todos vocês estejam em oração agora.[O irmão Branham deixa o microfone para orar pela senhora enferma – Ed.]
299 …mas Deus tem tocado em seu corpo e a curou completamente. Aqui está ela caminhando e glorificando a Deus.
300 Você que quer receber oração, suba por este lado agora enquanto oramos.
301 Eu perguntei a Ele quando aquela senhora estava deitada ali… Ela me disse como havia caído, me disse do seu tornozelo e suas costelas e tudo à respeito, eu disse: “Deus, se Tu me confirmares isto nesta manhã, eu farei a mesma coisa que Tu me disseste que fizesse quando Isso esteve aqui e permitiste que aquela mulher se levantasse e caminhasse por todo o edifício.” E imediatamente logo depois de haver orado por ela, ela levantou, e eles colocaram a maca para fora, e aqui está a mulher caminhando.
302 O Senhor Jesus está aqui, meus queridos irmãos e irmãs. Eu não posso te curar, mas você está preparado para ver, creio eu, um dos maiores avivamentos que temos tido — isso é correto – na nação. Eu só sei que agora mesmo algo está por acontecer.
303 Agora, enquanto vocês passam para receber a oração, que todos possam estar em oração no edifício enquanto nossa irmã continua tocando; e o irmão Neville e eu estaremos impondo as mãos sobre os enfermos enquanto passam por este lado, voltando a seus assentos.
304 Algumas pessoas têm uma impressão errada do que é a unção. Tem pensado você alguma vez nisso? Quando foi dada a maior unção a alguém e que fizeram quando lhes foi dada essa unção? A maior unção já dada a alguém foi a Jesus Cristo. Nós temos o Espírito por medida. Ele O tinha sem medida.
305 E um dia Ele entrou ao Templo, e tomou o Pergaminho e leu. Ele disse: “O Espírito de Deus está sobre mim, porque Ele me tem ungido para pregar o ano aceitável… para unir os corações partidos, curar aos enfermos, dar vista aos cegos.”
306 Agora pensaríamos, se tal unção estava sobre Ele, profetizada 800 anos antes que Isto viesse, e aqui estava Ele com aquele tipo de unção, a plena bênção e a unção do Senhor sobre Ele — correríamos por todo o edifício, gritaríamos e faríamos um alvoroço; mas a Bíblia diz: “Havendo Ele enrolado o Pergaminho, se assentou, e preciosas palavras sairam de Sua boca.” Foi isso que fez sob a unção.
307 A unção não é emoção. A unção é o poder supremo em controle. Conhecendo exatamente que e como, e isso é o que está aqui.
308 Agora, talvez você não seja capaz de compreender isto quando você entrou aqui. Talvez você não seja capaz de entender isto, mas eu desafio a sua fé para isto: Venha e creia no que eu lhe tenho dito, e veja o que ocorre. Creia tão somente no que tem sido dito e veja o que acontece. A unção do Senhor está no Templo — no Tabernáculo nesta ocasião. Amém. Vamos orar enquanto partimos. [O irmão Branham ora pelos necessitados – Ed.].
309 Amam vocês ao Senhor? Não é Ele maravilhoso? Tivemos um tempo glorioso aqui neste companheirismo nesta manhã. Tem sentido você Sua presença? Há algo ao seu redor dizendo: “Bem, Eu estou contigo; não temas. O pequeno barco não pode afundar nem se danificar.”
310 Mãe, como você está se sentindo? Bem. Isso é ótimo. A senhora que estava na maca disse que está se sentindo bem agora. Não estamos agradecidos por isto? Nosso Senhor Jesus. Ela voltará, esteja conosco, e assente-se na igreja, regozije e louve a Deus. É isso correto?
311 Eu creio que no próximo domingo teremos todos os tipos de pessoas que desejam testificar acerca do que tem acontecido hoje. Não o crêem assim?
312 Agora, que temos? Permaneça na glória. Caminhe na luz. Caminhe passo a passo com Ele. Sempre segurando em Sua mão eterna; bênçãos eternas de Deus repousem com você. Sabendo com essa segurança, que Deus não prometera nada que não possa fazer.
313 Abraão, quando ele estava já velho… ele não importava com sua idade; ele sabia que Deus era capaz de fazer o que Ele disse que faria. Não é isso maravilhoso? Bem, Deus não morre. Deus é de eternidade em eternidade.
314 Tem pensado você que quando seu espírito lhe abandona… Se você estivesse na câmara de gás, se estivesse no fundo do poço, ou do mar, onde fosse, quando o espírito lhe deixa, a água, o fogo, nada pode deter-lhe. Ele se move através dos edifícios, e é como um vapor. Está pairando ali. Está vivo; isto não pode morrer. Isto tem vida Eterna. Não pode perecer.
315 Então quando você morre, e seus parentes choram e pensam que você está morto, mas você não está. Você ainda está vivendo aqui em cima. O velho corpo tem se desvanecido, porém é posto sob a terra. Todos os átomos e coisa que uma vez era você se romperam e voltaram a ser luz cósmica, petróleo, ou o que haja sido — de volta ao pó, e algum dia o grande Rei destes espíritos virá — Jesus, vindo da Glória em Seu Corpo. Amém!
316 E Ele libertará o poder de Deus e toda pessoa que esteja Nele, seus corpos, e os átomos voltarão a se ajuntarem; a luz cósmica começará a se formar; e numa fração de tempo toda pessoa em Cristo será mudada e feita um homem ou mulher jovem de novo, de pé sobre a terra.
317 Pense nisto. Nunca envelhecer; nunca adoecer; nunca ter um mágoa, ou uma preocupação. Com o que teremos que nos preocupar? Apenas caminhe na Luz de Deus. O faremos? Não é Ele maravilhoso? Oh, que coisa.
318 Vejamos se podemos cantar o antigo hino. Podes dar o tom? “Minha fé olha para Ti.” Quantos o conhecem? Costumávamos cantá-lo aqui o tempo todo.
“Minha fé olha para Ti
Cordeiro no Calvário,
Salvador Divino
Agora ouça-me enquanto oro,
Tire fora toda a minha culpa,
E permita que desde hoje,
Seja inteiramente Teu.”
319 Eu sei que estamos atrasados, mas vamos cantar isto. Agora, vamos todos.

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

VÉU A DENTRO
1º de janeiro de 1956
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Tão feliz por estar no Tabernáculo nesta manhã; e um caloroso bom dia a todos vocês. Confiando que este dia nos tenha encontrado ainda no serviço do Senhor.
2 Quando levantamos nossas mãos há alguns momentos atrás, quantos puderam cantar: “Eu tenho sido maravilhosamente salvo do pecado?” Eu estava muito feliz. Parecia como que 100%. Por toda parte, cada mão que eu podia observar estava levantada no ar. “Eu tenho sido maravilhosamente salvo do pecado. Jesus docilmente habita dentro de mim.” Estou tão feliz com isso hoje por vocês.
3 E agora, creio que a irmã aqui na maca está um pouquinho no sol. Ela gostaria de ser movida, talvez. Eu não sei se a está incomodando ou não; notei que também sua mão estava levantada: “Tão maravilhosamente salvo do pecado. Jesus docilmente habita dentro de mim.”
4 Oh, não é isso maravilhoso — quando Jesus de Nazaré pode vir a nossos corações, abençoar-nos, e fazer de nós o que devíamos ser. Havia um corinho que costumávamos cantar vários anos atrás: “Ele me faz ser o que devo ser. Sua graça pode limpar-me e libertar-me…” (algo assim) Quão maravilhoso é!
5 Agora, antes de começar a escola dominical. Hoje coube a mim vir e ensinar a escola dominical.
6 Senti bem ao entrar na porta de trás e lhes ver colocando as ofertas de aniversário aqui em cima. Isso me faz recordar de um longo tempo atrás quando o tabernáculo primeiro foi… estando em seus primeiros dias, e é exatamente como nos velhos tempos ouvir o pastor abençoando as pessoas pelos anos de suas vidas — e dando graças pelo que Deus tinha graciosamente feito por elas.
7 Agora, eu creio que eu devo a este Tabernáculo o porquê; e por ser o primeiro lugar em que faço este anúncio. Já tem sido mimeógrafado e preparado para ser enviado pelo correio, mas creio que gostaria de citá-lo, sendo o ano novo; não que sejam Anos Novos, mas o novo período de tempo.
8 Creio que estamos vivendo num dia maravilhoso, glorioso de oportunidade, quando as pessoas deste dia vivem para ver a sombra da vinda do Filho de Deus. Eu creio com todo meu coração que o mundo explodirá, agora, no maior reavivamento que haja sido conhecido, ou cairá no caos mais negro que haja sido registrado na história.
9 É um grande momento para que a pessoa decida sobre o que vai fazer. Se por casualidade há aqui hoje alguém que não haja feito a decisão correta, por Cristo, eu confio que isto será esta manhã; em alguma parte no culto você dirá em seu coração: “Sim, Senhor, este é o dia quando eu faço minha decisão para Te servir o resto de minha vida.”
10 É um dia maravilhoso. Estou certo de que sobre nossos olhos tem havido um véu (mesmo nos crentes) que não nos permite ver o que ocorre ao nosso redor. E muitas vezes a pessoa guiada espiritualmente se torna mal entendida… pelas pessoas do mundo, porque é tão estranha e rara a vida do que vive completamente rendido ao Senhor Jesus.
11 Agora, poucas semanas atrás… Eu havia prometido ao Senhor ao redor de dez anos atrás, quando eu deixei em 1946 – quando deixei o Tabernáculo — que eu O serviria com todo meu coração nessas campanhas, conhecendo que haveria uma grande perturbação ali, porque… e muito dinheiro envolvido, e coisas como essa. Então eu sei que geralmente, lendo, que homens a quem o Senhor tem abençoado um pouquinho, há cerca de três coisas principais que geralmente trazem um ministro de volta pelo caminho. E mencionando-as: uma delas foi dinheiro, mulheres, popularidade. E estas três coisas… Tenho visto nas Escrituras que onde estava o dinheiro estava o profeta Balaão, o qual vendeu seus dons para ir… por causa do dinheiro — quando Balaque lhe ofereceu muito dinheiro. (Muitos de vocês estão familiarizados com a história.)
12 Com Sansão foi Dalila, a mulher que o acariciou em seu colo até que lhe arrancou o segredo do Senhor para ela.
13 E Saul, foi popularidade. Ele era um profeta, (A Bíblia diz que ele foi contado entre os profetas) e através da popularidade — ele queria ser grande e acima de alguém mais — ele caiu por isso.
14 E estas são as três causas principais, que vejo na Bíblia, que têm causado a queda do homem; e eu tenho rogado a meu Pai Celestial que por favor me permita lançar a um lado todas as vezes essas coisas especialmente – essas três coisas principais. E manter uma cobertura sobre elas.
15 Eu prometi a Deus que nunca suplicaria por dinheiro nas reuniões. E fiz um pacto com Ele, se Ele chegasse até o ponto de não suprir minhas necessidades nas reuniões, tão somente com o passar da bandeja da oferta, (eu sabia que precisaria dezenas de milhares de dólares para poder pagar uma campanha maciça) então eu disse a Ele que eu abandonaria, e viria para casa, deixaria o campo.
16 Isto Ele miraculosamente fez, sem fazer nenhum esforço em tempo algum por dinheiro, ou pressão. Três ou quatro diretores perderam seu trabalho porque fizeram uma pequena pressão por dinheiro, o que eu não permitiria. Eu não creio nisso.
17 As pessoas dos arredores podem pensar… Bem, o Senhor nos deu uma casinha ali. Aquilo foi recolhido numa noite. Alguém pensa: “Bem, ele é um multimilionário.” Eu desejaria que vocês soubessem tão somente a verdade, vejam; você saberia que isso é muito distante da verdade. Que — eu podia ter sido, isso é certo, porém eu… sem sequer pedir, mas pessoas vêm e dizem: “Eu lhe dou isto irmão Branham;” — porém eu recuso. Eu não o quero. Não quero ter nada a ver com isso. É imundície. Eu quero que minha herança esteja no alto, aqui em cima.
18 Sabendo isto; que dia a dia os cabelos estão se tornando grisalhos em minha cabeça, e já não sou o moço que há vinte e três anos atrás pregava aqui. E eu sei de uma coisa, que não importa quanto você tenha disto… Que aproveitaria um homem se ele ganhasse o mundo todo, e então perdesse sua alma?
19 Assim eu vi essa coisa maldita, e nos últimos poucos dias ministros e pessoas telefonando acerca de coisas e diferentes desastres familiares.
20 Uma senhora me telefonou outra noite. Ela disse: “Eu não lhe direi meu nome. Meu esposo é um dos evangelistas de cura divina mais conhecido no campo.” E ela disse: “Eu o tenho surpreendido no próprio ato de adultério com uma jovenzinha de dezoito anos, e ele me confessou que o tem estado fazendo por dois anos.” Ela disse: “Que devo fazer, irmão Branham?”
21 Eu disse: “Senhora, eu não sei.” Eu disse: “Orarei por meu irmão — por sua alma.”
22 E dessa forma, temos tratado de evitar isso. Ele tem me ajudado milagrosamente até as duas últimas campanhas. Em minha última campanha na Califórnia somente, (e nas duas últimas reuniões) fiquei com um débito de quinze mil dólares.
23 Eles me disseram: “Você tem que pedir. Você tem que dizer às pessoas. Elas gostam que a gente rogue.”
24 Eu disse: “Essa não é minha promessa a Deus.”
25 Certo homem disse: “Eu assumirei as despesas.”
26 Eu disse: “Essa não é minha promessa a Deus.”
27 Assim guardei minha promessa, como o faria com qualquer companheiro, assim fiz com Deus. Eu não queria dizê-lo à minha esposa e a meu filho no caminho de casa… Eu vim para a Califórnia, e tive que parar os cultos evangelísticos. Eu disse: “Regressarei, descansarei alguns dias, e esperarei pelo que o Senhor Jesus disser; e se nada mais, virei e ajudarei o irmão Neville no Tabernáculo.” Eu disse: “Farei algo para pregar o Evangelho e irei trabalhar como costumava fazer — patrulhar as linhas com a companhia de Serviço Público ou alguma coisa e pregar na… e deixar que ele pregue no domingo pela manhã ou à noite, e eu tomarei o outro culto; e ele pregará às quartas e eu terei a terça ou algo parecido.” Eu disse: “Continuaremos com os cultos.” E eu disse: “Buscarei um trabalho e vou trabalhar.”
28 Assim o fiz. Consegui um trabalho com o irmão Wood, lá atrás removendo casas e coisas. E assim fui trabalhar; consegui um trabalho. Isso entristeceu minha esposa e Billy. Eles disseram… Billy me disse: “Papai, estou certo de que você está errado.”
29 Eu disse: “Não, eu estou fazendo o certo. Eu mantenho minha promessa.” Eu lhe disse, eu disse: “Minha promessa…” Não importa o que seja, se um homem não é tão bom quanto a sua palavra, eu não quero… Você não pode confiar nele, porque ele não é bom. E assim, essa é a única coisa que uma pessoa deve sempre ser, ser honesta. Diga as coisas de tal forma que você possa voltar e dizer isto um milhão de vezes e será o mesmo. Seja honesto. Não importa se é ruim ou se é bom, seja honesto. E se isto for contra você, diga-o de todas as formas; ou cale-se e não diga nada.
30 Assim então, eu sinto que essa é a forma que Deus abençoará um coração honesto; e conhecendo a posição em que estou de pé para derrotar a enfermidade e coisas para as pessoas e a oração ao Senhor Jesus de acordo com Sua Divina Palavra e Sua chamada, então eu tenho que ser honesto no coração para fazer isso, porque o diabo conhece se você é ou não é. Ele não prestará nenhuma atenção. Não importa quanto você louve ou grite ou como você se insinua, ele não prestará a você nenhuma atenção. Isso é correto. Mas Deus sim o fará, se você for honesto.
31 Assim eu disse: “Eu direi a eles quando chegarmos a Arizona,” (depois de partir da Califórnia.) Eu não tive coragem. Assim que depois… Eu disse: “Direi a eles quando chegarmos ao Novo México,” e assim continuei, não disse a eles até que chegamos aqui em Indiana; mas eles entenderam isto muito bem.
32 Billy não aceitou isto tão bem. Ele disse: “Papai creio que estás cometendo um erro.”
33 Porém fui cansado para casa, preocupado, desnorteado, chorando; fui para a cama naquela noite, e logo depois que minha esposa dormiu, fui ao quarto e me ajoelhei e disse: “Querido Jesus, não sei o que vou fazer. Aqui estou como no princípio. Eu creio que cometi uma falha.” Por volta de duas horas mais tarde, Ele me apareceu. E me mostrou uma visão panorâmica de gente que nunca antes eu havia visto. Eu falava com minha esposa na visão.
34 Agora, vocês que me conhecem sabem que eu não sou um fanático. Eu não digo estas coisas a menos que elas sejam a verdade. Isso é correto. Eu o vi, e vi ao irmão Arganbrigth parado ali, e me dirigi a ele, e ele me disse: “Irmão Billy… Ele disse: “Temos distribuido os cartões de oração e tudo está preparado para a reunião. Temos uma maneira para que você possa entrar e sair.”
35 Eu disse: “Obrigado, irmão Arganbright.”
36 Eu continuei caminhando para saudar a outros irmãos. E ali estava outro irmão pregando, e eu disse: “Quem é ele?”
37 Eles disseram: “Eles o colocaram lá em cima.”
38 Eu disse: “Quem são eles?” E eles deram meia volta e se foram. E o homem despediu a audiência e os deixou ir; e eu disse: “Oh, você não devia fazer isso, não tem feito a chamada de altar.”
39 “Oh,” eles disseram…Outro sujeito falou lá em cima e disse: “Já temos recolhido a oferta.”
40 Eu disse: “Quando é a oferta mais importante que as almas diante de Cristo?”
41 E nesse ponto, o Anjo do Senhor havia me tirado para fora, e me levou a uma corrente de águas cristalinas. Era uma água de azul precioso, e grandes peixes nadavam ali. E Ele me disse: “Eu farei de ti um pescador.” E Ele disse: “Lança tua isca na água e quando você o fizer, puxe-a devagar a primeira vez, e a próxima vez, dê um pequeno puxão, (não muito forte) e na próxima vez, prepare seu anzol para a pesca.
42 E comecei a lançar a linha na água. Puxei, e todo o mundo começou se alegrar e dizer: “Isso é maravilhoso. Isso é maravilhoso.” Eu me emocionei, e a puxei fortemente na próxima, e eu puxei o peixe e tudo para fora da água. E o que era, era um peixinho pequeníssimo, aproximadamente do tamanho da isca. Embaracei toda a linha e tratava de consertá-la, e o homem que estava falando detrás de mim, parou à minha frente, vestido em roupas palestinas com um turbante sobre a cabeça. Tinha um manto branco. Ele disse: “Irmão Branham, é isso.”
43 Eu disse: “Sei que não o tenho feito bem.” Eu disse: “Puxei como não devia haver feito.”
44 Ele disse: “Não permita que sua linha se enrole nestes tempos.”
45 Eu disse: “Bom, eu a estou endireitando tanto quanto posso. Serei muito cuidadoso.”
46 Ele disse: “Agora, a primeira vez que falei com você, você colocou suas mãos sobre os pessoas e lhes disse o que andava mal com elas. E na segunda puxada, ora, quando você o fez, você conhecia os segredos de seus corações. E eu te fiz um vidente sobre as pessoas, porém você estava sempre tratando de explicar isso. Você não devia ter feito aquilo.” Ele disse: “Você fez uma exibição pública disso.”
47 Eu disse: “Sinto muito.”
48 Logo Ele me tomou dali, e eu vi uma grande tenda. Nunca havia visto tal tenda! E estava abarrotada de gente por todos os lados. E eu caminhei ao… Parecia como se eu estivesse a um nível mais alto que as pessoas, olhando para baixo onde eu acabava de fazer uma chamada de altar; e centenas e centenas de pessoas choravam e se regozijavam, logo depois de haver aceitado ao Senhor Jesus Cristo como seu Salvador.
49 E eu olhei e ouvi quando um homem se levantou e disse: “Chame a fila de oração.” E as pessoas começaram a fazer fila deste lado, à esquerda de onde eu estava olhando para baixo em direção a plataforma, e se alinharam a ambos os lados da rua para a fila de oração. Notei à minha esquerda (que seria a minha direita se eu estivesse na plataforma) um pequeno compartimento de madeira. E eu vi aquela Luz, que eles têm a foto dela, vocês sabem, que sempre está nas reuniões; vi que essa Luz me deixava, e ia para o edifício, e entrava nele; e uma Voz me disse: “Te encontrarei ali; essa será a terceira puxada.”
50 Eu perguntei: “Porque?”
51 Ele respondeu: “Bom, não será uma exibição pública como eles tiveram.” E voltei a mim.
52 Agora, no começo deste novo ano… de novo a meu Tabernáculo onde comecei; retornando ao princípio, onde comecei. Estou muito agradecido a Deus por todas estas coisas.
53 Muitos de vocês sabem que justamente antes de partir na outra cruzada, cerca de oito ou dez anos – eu penso que são dez anos — bem, nove anos tem se passado, isto foi… estas coisas foram ditas exatamente como os cultos do auditório… Vocês recordam; exatamente de como o irmão Laqton viveria exatamente três anos, e logo seria tirado; que o irmão Ward construiria um tabernáculo nesta direção aqui, e tudo isso ocorreu exatamente. Vocês os veteranos o sabem. Ocorreu exatamente dessa maneira, e assim será isto! Pois é Assim diz o Senhor! E vocês o saberão.
54 E agora… eu creio, que as maiores campanhas que jamais tenho tido para o Senhor Jesus, estão no futuro, na minha frente agora.
55 Assim, vocês sabem, me sinto muito feliz nesta manhã por estar diante de vocês, e esta tem sido a primeira vez que a mensagem tem sido dada — está exatamente aqui através deste microfone às pessoas do Tabernáculo. E agora será posta no jornal (os jornais religiosos) A Voz da Cura, Arauto de Sua Vinda, e todos estes, nos próximos dias. Tem sido mimeografado, e está pronto para ser enviado.
56 Orem por mim, e num dia glorioso quando tudo tiver terminado, nos reuniremos ao redor de Seu Trono, e que tempo vamos ter.
57 Recordem, não sou eu ali fora no serviço — minha parte é muito pequena – são vocês aqui também, Vejam. E eu creio que o pequeno tabernáculo se expandirá, e vai ser maravilhoso o que o Senhor fará. Bendito seja o Senhor! Senhor!
58 Agora, direto à Palavra. Antes, temos palavras de agradecimento ao Senhor Jesus.
59 Nosso Pai Celestial, estamos tão agradecidos hoje por Ti aqui nesta era moderna; na era dos automóveis, aviões, jatos, foguetes, e toda classe de ciência: telefone, televisão, e modernas armas atômicas, e assim por diante. Tu ainda és o Deus supremo, poderoso, onipotente, onisciente, que criou os céus e a terra e desenhou o firmamento. Deus, não podemos explicar isto. Não podemos explicar isto. Tão pouco podemos explicar porque o firmamento não tem fim; como pode o mundo dar voltas e tão perfeitamente até ao ponto em que eles podem prever um eclipse do sol vinte anos antes de vir — porque Tua maquinaria trabalha perfeitamente. Nós não podemos fabricar um peça de maquinário que seja precisa. Oh, porém grande Jeová que mantém a esta terra no espaço, és perfeito. Te amamos, e todas as Tuas obras são justas e corretas. Nós nos submetemos a Ti nesta manhã, ao começar este novo ano, e Te pedimos que enchas a todos com o Espírito Santo, Senhor, e nos aproximes mais de Ti; e que Teus eternos braços nos acolham e nos guardem, Senhor, porque o dia é de escuridão e tremor, mas a Estrela da Manhã está dirigindo o caminho. Te seguiremos. Onde Ele me levar, lhe seguirei. Se for através das águas, através de inundações, em grandes provas, que tudo seja através do Sangue.
60 Oh, Deus, guia-nos por Tua mão eterna até que finalmente seja obtida a vitória e Jesus regresse à terra. Pecado, a enfermidade e a angústia não serão mais, e nós viveremos este glorioso Milênio Contigo. Estamos esperando por esse grande dia. Vem, Senhor Jesus, a Tua Palavra hoje. Entra a ela. Circuncida os lábios que falam e os ouvidos que escutam. E que a semente caia no coração onde o Espírito Santo a cultivará e produzirá cem por um. Te pedimos no Nome de Jesus. Amém.
61 Deus lhes abençoe e lhes ajude enquanto nos preparamos para o ensino da Palavra. Tratarei de não prolongar muito, se me for possível, aqui — geralmente na lição da escola dominical, porque temos culto de cura, para orar pelos enfermos, depois disto.
62 Como nosso Senhor Jesus tem sido tão gracioso para conosco. Falando com o irmão Neville… Eu me esqueci, creio que o irmão Cox estava conosco, quando fomos orar por uma mãezinha aqui em Charleston certa vez — morrendo no leito, sem esperança, de câncer que a estava comendo — e Deus, maravilhosa e milagrosamente, curou aquela mulherzinha. Seu irmão é um ministro (Junior Cash), e ele está pregando o Evangelho hoje e também orando pelos enfermos. Acaba de ter um grande avivamento em Henryville, e o irmão Neville estava me contando como o irmão Junior estava indo. Estou tão feliz por isso.
63 Veja, lance seu pão sobre as águas. Algum dia retornará a você. Semeie a semente correta, você terá a colheita correta. Se você semear a semente errada, você colherá coisas erradas. Você não pode ir ao leste e ao oeste ao mesmo tempo. Ou toma um caminho ou outro. Você ou está apontando para Deus nesta manhã, com tudo o que você tem olhando para Ele, ou você está apontando para outro caminho. Algumas vezes você pensa que você está indo no caminho correto, quando em realidade está errado; porém você não pode ir para a direita e à esquerda ao mesmo tempo. Você sairá se você se dirigir para a esquerda; se você se dirige para a esquerda você chegará a esquerda. Se você se dirige para a direita você chegará na direita. Nada poderá evitar que você chegue ao lugar correto. Pode parecer que você está enganado, porém você vai pelo caminho correto.
64 Siga o compasso, e o Compasso é o Espírito Santo. O polo magnético do norte mantém a essa agulha apontando exatamente para o norte. Não é maravilhosa a eletrônica do ar…
65 Eu estava parado perto do Polo Norte, há alguns anos e aqui você vê luzes nórdicas passando e os relâmpagos de luzes amarelas e verdes na escuridão da meia noite que alumiam tanto quanto está iluminado este salão, e eu pensei que ali na América Central, ou de qualquer lugar essa agulha apontará exatamente para esse polo magnético. Guiará para o norte em cada ocasião. E que glorioso é que tenhamos um sistema magnético na Glória; e cada homem que tem sido feito um compasso para guiar através desta vida, o apontará para Jesus Cristo tão certamente como estamos aqui assentados na igreja hoje.
66 Em Sua maravilhosa Palavra agora: no capítulo 19 — não, peço perdão, é no capítulo 10 de Hebreus, versículo 19. Desejo que vocês ouçam com cuidado enquanto lemos.
“Tendo pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, (Quão maravilhoso).
Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,
Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa.”
67 Que o Senhor Jesus conceda resposta à Palavra. Vocês gostam da Palavra? A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.
68 Agora, só para o culto de ensinamento, agora, talvez pelos próximos trinta ou quarenta minutos, vamos direto para a Palavra.
69 Agora, nossa fé não pode descansar sobre nada. Um cristão tem que ter fé — tem que ter um lugar sólido onde descanse. Vocês sabem disto, e o único lugar de descanso que um cristão (um cristão verdadeiramente nascido de novo) pode descansar sua fé (ou suas) é na imutável Palavra de Deus. Não pode descansar sobre as areias movediças da teologia humana, ou de doutrinas, ou sobre alguma filiação com alguma igreja; mas um verdadeiro crente, sua fé repousa solidamente sem variação à medida que ele se aproxima da Palavra de Deus.
70 Eu estava dizendo em algum lugar, talvez aqui, poucas noites atrás, eu desejava pregar tanto, que preguei para minha esposa na cama até às 12:00 horas — dizendo a ela de quão glorioso era Jesus. Um texto veio ao meu coração. Ele ardia de tal forma em mim até o ponto que eu não podia descansar com aquilo. E lhe disse: “Querida, quero pregar para você um pouquinho.” E ela se levantou; por graça ela me escutou.
71 Eu dizia: “A fé cristã está baseada completamente em repouso. Isso é correto. Um cristão não é agitado. Um cristão não corre de lugar em lugar. Um cristão não se irrita nem discute nem se preocupa com as coisas. Um cristão repousa. Tudo tem terminado. Tudo termina para o crente no Calvário. Isso é o correto. Oh, pode vir a enfermidade e ocorrer decepções, mas o cristão está em repouso; conhecendo isto – que Deus é capaz de guardar o que Ele tem feito. Sabendo que não importa o que for ou como pareça, não há enfermidade nem morte; não há fome ou qualquer outra coisa que nos possa separar do amor de Deus que está em Jesus Cristo. Estamos em repouso. Deixe que o velho barco se mova para onde queira; a âncora está firme.
72 Eu visitei um porto uma vez e vi que… Estávamos voando em um avião. Voávamos a pouca altura. Ali havia um grande velho navio. A vela havia caído, você sabe. E, oh, uma tempestade estava sobre o mar. Oh, ela estava sacudindo! eu vi aquele velho barco ali balançando para trás e para a frente, e algumas ondas passavam por baixo e outras caíam dentro do barco, e tudo mais. E eu disse: “Me pergunto porque se mantém aí?” E um companheiro disse: “Tem uma âncora que o fixa. Portanto,” ele disse: “O navio não pode afundar.” Ele disse: “Pode passar as ondas, mas não pode se afundar, porque está ancorado.”
73 Eu disse: “Oh, louvado seja Deus, temos uma âncora.” Algumas ondas passam por debaixo e outras por cima; mas enquanto a âncora sustiver — não é o barco que se sustém, é a âncora a que o mantém seguro. Não é o que eu seja, ou o que serei ou o que tenho sido. É o que Ele é agora e o que Ele fez por nós – por mim e por você.
74 Não é o que eu possa fazer. É o que Ele tem feito. Minha fé não descansa no que serão minhas próximas campanhas. Minha fé não descansa em nenhuma habilidade que eu possua ou na igreja a que me una ou nas pessoas com quem eu me associe. Minha fé está ancorada e descansa inteiramente sobre a obra consumada do Senhor Jesus Cristo; já recebida.
75 Deus o justificou ao levantá-lo dos mortos. “Este é Meu Filho amado em quem tenho prazer,” e Deus o levantou dos mortos para nossa justificação. Não é de se admirar que o poeta dissesse:
“Vivo Ele me amou; morto, Ele me salvou;
Sepultado Ele carregou meus pecados para longe;
Ressuscitado Ele justificou livremente para sempre:
Algum dia Ele virá – oh, glorioso dia.”
76 O cristão repousa naquela esperança sobre o mar tempestuoso. Claro, as tormentas surgem. Todas as classes de problemas; porém estamos ancorados. Isso é suficiente. Nunca se afundará. Não pode afundar.
77 Agora, em minha vida tenho visto a cristãos levantando-se e caindo. Isto sempre me deu o que pensar. E sem pregar este texto nas outras igrejas a que tenho ido, tenho crido ser mais conveniente trazê-lo à minha gente daqui do Tabernáculo: Por que as pessoas são cirandadas?
78 Você encontra a essas pessoas que parecem ser muito religiosas, parecem ter um desejo profundo, e diariamente buscam, e procuram, e aspiram por Deus, e nunca se fixam, de modo algum, onde possam estar estabelecidos ou ancorados em Cristo. E isto eu tenho aprendido, por experiência, que são pessoas de intelecto.
79 Agora falando isto, há dois tipos diferentes de cristãos. Parece estranho, porém não direi dois tipos diferentes; eu diria duas fases diferentes seria uma palavra melhor para se usar – não dois tipos, duas fases; o mesmo cristianismo, porém com duas fases diferentes. Uma delas é uma concepção mental ou intelectual do que Deus tem dito em Sua Palavra e de Jesus Cristo, mediante o conhecimento. E a outra é uma experiência experimentada que Deus tem dado ao coração do homem.
80 A intelectual é faminta. Se deleita em Deus, mas seu deleite não se arraiga. A outra parece ter vitórias contínuas. Nada que lhe incomoda. Estão sólidos e tão ancorados quanto possível. Nem as provas, nem as tormentas lhes alteram. Antes eles parecem ter algo a seu redor que a gente que é cristã e trata de viver para Deus, admira a esse tipo de cristão. E eu tenho me perguntado: “Senhor, que é o que esta gente tem que os outros tratam de obter e parece que falham em conseguir?”
81 E eu sei que essa é a grande pergunta em todos os corações, daqueles que servem a Cristo. E eu nunca vi uma pessoa que alguma vez veio a Ele que não haja… Depois, a vida nunca mais parece correta para eles de modo algum, se eles alguma vez se afastam de Cristo.
82 Eu estava falando ontem com um homem de cor que me contou de um ministro, que se desviou e fez pedaços suas notas de pregar e as lançou ao cesto de lixo e disse: “Já me cansei disto.” E no próximo domingo comprou uma caixa de cerveja, e se assentou num lugar, e a tomou. Um par de semanas mais tarde morreu em sua cama.
83 Se tivesse tempo explicaria isso; como funciona isso na Bíblia, mas isso se afastaria do tema. Mas este é outro assunto — como vem Satanás e agarra a pessoa, e logo Deus tem que tomar a seu filho e levá-lo ao lar. Isso foi o que ocorreu; e ocorre amiúde.
84 Porém, agora, ao ver essa fome… por parte das pessoas, e não são capazes de alcançar isto. E muitos de nossos mestres e estudantes têm trazido muita teologia dizendo às pessoas: “Bem, isto é porque você não grita, porque você não fala em línguas, ou porque você não tem essa classe de dons” eu não tenho nada contra tais coisas; porém logo você pode ver a essas pessoas, quando elas têm gritado, têm falado em línguas, ou que tenham tido qualquer outra emoção e mesmo assim não parecem ser a classe de pessoas que deviam ser. Sabemos que isso é correto. E eu tenho me perguntado, a mim mesmo o que se poderia fazer por uma pessoa nessa condição. Então, encontrando isso tão claro na Palavra de Deus, estamos tratando de explicá-lo. E para fazer isto agora, depois de ver a parte intelectual da mente e da alma, a qual está no coração…
85 Agora, você realmente tem duas faculdades mentais diferentes. Uma delas está em sua cabeça, seu cérebro, e a outra opera em seu coração, que é chamada sua alma — seu espírito e sua alma. Agora, com frequência está em desacordo. Quando a cabeça parece dizer algo, a alma o discute; se não é correto, porém quando entra à alma, a cabeça parece retroceder.
86 Há coisas que lhe ocorrem que você sabia de antemão que iam ocorrer, sem dúvida você não pode explicá-lo; e não há razão e você não pode explicar aquilo, porém você o aceita; e acontece exatamente daquela maneira. Isso é quando algo ocorre aqui embaixo.
87 Nas grandes reuniões de campanhas que tenho tido nos vastos campos, tenho visto a muita gente que tem vindo a mim e me dizem: “Oh, estou transbordando de fé, irmão Branham.” E intelectualmente, elas estão corretas, (aqui na cabeça), porém não está em seu coração. Se estivesse ali, eles não estariam na plataforma pedindo oração, ajuda para sua fé; eles teriam fé.
88 Agora, teremos que voltar e obter um tipo para trazer um quadro para vocês esta manhã como crianças, e eu quero que vocês prestem atenção. Eu creio nos tipos, especialmente para as pessoas. É mais fácil para elas entenderem — para ilustrar. É bom ensinar aos meninos; e todos somos meninos. Somos adolescentes em Deus. Quantos aqui gostariam de dizer: “Sou um adulto, já crescido em Deus”? Não o somos, somos tão somente bebês em Deus. Isso é correto.
89 Agora, vamos tentar levar isto a um lugar onde possamos ver exatamente o que Deus está fazendo. Assim busquemos no Antigo Testamento para obtermos um visão disto, e o tomaremos através dos filhos de Israel.
90 Quando eles estavam cruzando o Mar Vermelho e entrando na Terra Prometida, Deus por graça soberana, todas as noites fazia chover maná do Céu. E o povo ia e comia… tomava este maná, e fazia pão com ele, ou bolo ou alguma coisa, e comiam aquele pão, que sustentava a vida deles na jornada. E encontramos muitas vezes que se deixavam o maná certo tempo na terra, se derretia. Algo assim como a neve, não se mantinha.
91 Agora, vemos que essa mesma coisa ocorre no Cristianismo. Muita gente, antes das nove, tem fome. Vocês têm uma porção de acampamentos — (como eu diria?) — acampamento de estrelas? Muita gente vai ao culto e se regozija, grita e louva ao Senhor enquanto o Espírito de Deus está caindo; toda condenação sai de seus corações. E tão logo como… um dia ou dois depois do reavivamento, se encontram de novo no velho moinho; e sem dúvida estavam comendo Maná.
92 Muitas pessoas vêm a Cristo… as quais nunca têm sido capazes no mundo Pentecostal de fazer as pessoas pentecostais virem esta Verdade fundamental. É muito difícil porque cada igreja tem sua doutrina, e ouvem o pastor delas diariamente e ao evangelista dizer algo. Eles dizem: “Oh, eu o tenho, que diferença faz”; porém eles falham em ver esta Verdade.
93 Agora, eu com frequência tenho falado, e o faço ainda, e creio nesta grande fé ou Verdade fundamental que Jesus Cristo disse: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.”
94 Você vê? “Quem ouve a minha palavra…” Oh, eu gostaria de poder cravar isto dentro de cada coração! São João 5:24: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” Esta é Sua Palavra.
95 Que tem você que fazer? Crer; ouvir. A fé vem pelo ouvir; ouvir a Palavra de Deus, e crer, aplicar e repousar. Vê você? A Palavra diz assim – faça assim; seu coração diz assim – creia; e todo seu ser descansará nisso. Está consumado.
96 A fé vem pelo ouvir. Jesus falou a Palavra. “Aquele que ouve a minha Palavra e crê naquele que me enviou, tem a Vida Eterna — sem fim ou para sempre existente — Vida.” Não é maravilhoso? “Vida sempre existente, e nunca perecerá; mas já tem passado da morte à Vida – tem passado da separação à presença eterna.” Amém!
97 Já… quando você era um estranho para Deus, você deixou de ser um estranho; agora você é um filho — da morte à vida; da escuridão ao dia, de mortal a imortal; de corrupção a incorrupção; da angústia ao gozo; de morte à Vida; e repousando sobre o Assim Diz o Senhor. Não sobre sensações, emoções mentais, teóricas, sobre algo desconhecido que alguém haja dito a você que não tem base alguma; sobre o que alguém haja dito: “Bem, venha e una-se à nossa igreja, e tudo isso estará resolvido;” porém é sobre a Palavra de Deus que descansa a alma humana. Deus o disse. Isso encerra o assunto; o faz real.
98 Agora, vamos rapidamente ao segundo ponto. Que faz com que essa pessoas vão e comam do Maná e logo antes que escureça já estão famintas? e as pessoas vão às campanhas; e muitos sintonizam o rádio e ouvem um bom sermão e se regozijam; muitos assistem à igreja, ouvem um bom sermão, regressam a seus lares felizes. Porém, que coisa é essa que vem e tira esse gozo de você na primeira dificuldade que se apresenta? Seguramente se você está ouvindo a Palavra e sua alma se regozija na Palavra, é do Espírito Santo que você está comendo.
99 Eu creio que vocês crêem na Vida eterna. Eu creio que sua aceitação do Senhor Jesus dá a você Vida eterna, quando você crê nisso. Logo eu creio, por um Espírito, então você é batizado no corpo de crentes.(Disso vamos falar dentro de alguns minutos, se Deus o permitir.) Vocês crêem para a vida.
100 Ele… Paulo disse, passando pela costa de Éfeso e encontrando alguns discípulos, lhes disse: “Haveis recebido o Espírito Santo depois que crestes?”
101 Veja, sua fé ancora você em Cristo. Isso é intelectual. Você crê nisso; o aceita; diz que é correto. Você o reconhece como a Verdade, e que você é um cristão. Então você tem Vida eterna por crer nisso. Assim você tem entrado em Deus; você está no acampamento. O Maná está caindo e você o está comendo.
102 Tem notado você uma coisa estranha; que a multidão que se alimentava do Maná era mista? Gente que é pecadora, que não aceita ao Senhor Jesus, pode regozijar vendo a obra de Deus, curando aos enfermos; se alegram com as pessoas que atuam corretamente; podem abrir seus corações e se alegrarem num sermão que tem sido pregado sob a unção. E esse é o mesmo Maná que o cristão está comendo. O vê você?
103 Então recordem vocês minha doutrina aqui no Tabernáculo: você tem que seguir a Deus em três, porque Ele é perfeito nisto.
104 Agora, nos perguntamos o porquê. Encontramos que o Maná se desvanecia. Caía na terra, logo desaparecia; voltava a cair; e então desaparecia, cada dia. Já às nove da manhã se havia ido.
105 Tenho me encontrado com pessoas que estão na igreja e se regozijam; e as vejo sair da igreja; e talvez na segunda ou terça, vivendo uma vida alheia, voltam ao cristianismo. E o homem ou mulher, seja quem for, volta novamente, estreita sua mão e diz: “Eu não quero fazer estas coisas.” Você lamenta por eles.
106 Você tem visto pessoas aceitarem a cura divina e dizerem: “Oh, sim eu o vejo. Está na Palavra. Oh, graças ao Senhor; eu o creio.” E logo saem por uns dias, e a primeira pequena tormenta que os atinge, eles voltam novamente. Você o tem notado, e é a verdade; e eles não podem evitar. Então, que é que sucede? Qual é a razão pela qual sucede isto?
107 Agora, notem. Agora, notamos que este maná, quando ele caía – Deus o enviava para prover vida aos filhos de Israel em sua jornada… Logo Deus disse a Moisés e a Arão que fizessem uma panela dourada, e que a enchessem de maná e que a pusessem no lugar santo, o mais Santo dos lugares Santos na Arca. Este maná seria posto perto da Arca e nunca se corromperia, nunca envelheceria, nunca perderia sua dulçura; ele era sempre bom ali dentro.
108 Tem encontrado você com alguma pessoa que tenha estado ali, e tem provado, e que está vivendo desse Maná? Você pode encontrá-lo na segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado ou domingo; dia nublado, dia claro, dia triste, se as coisas estiverem certas ou erradas; ele é sempre dócil; sempre cheio de amor; nem faz e nem fala algo incorreto – ele estará vivendo sob a glória de Deus. Nunca estará faminto. Ele não necessita ir à igreja para se restabelecer. Ele está sempre cheio de Deus.
109 As pessoas vão à igreja e ali estreitam sua mão, riem e lhe chamam um irmão. Fora da igreja eles dirigem um negocinho ilegal que não é exatamente correto para uma pessoa ganhar. Eu não diria que estas pessoas estão aqui no Tabernáculo, porém eu digo que há. Há coisas que as pessoas fazem, e elas ficam diferentes. A menor coisa traz à tona o velho temperamento. Aquele egoísmo. Abrem os ouvidos para ouvir mexericos ou fazem algo parecido – essa pessoa nunca entrou nesta panela aqui.
110 Estão fora — estão comendo a mesma classe de Maná. Têm sido trazidos ao acampamento, e é ali onde… no acampamento, no campo, era onde as pessoas obtinham o Maná; e eles estão ali, e esse Maná que eles comem é o mesmo Maná que esse homem aqui come. Ambos têm o mesmo pastor. Lêem a mesma Bíblia. Mas um pemanece constantemente fiel e humilde e o outro tem suas altas e baixas; indo assim, entra e sai. Ambos comendo do mesmo Maná, porém um tem entrado e o outro está ainda fora. Ambos são crentes na vida Eterna, porém um é batizado com o Espírito Santo no reino de Deus, e o outro está fora comendo do mesmo Maná.
111 E as pessoas continuam dizendo-nos: “Você tem que gritar para poder entrar. Você tem que falar em línguas para poder entrar, você tem que fazer todas essas coisa.” Porém encontramos que essas coisas não funcionam.
112 Eu tenho visto pessoas gritarem que não eram… Eu não posso pensar… não tenho forma de julgá-los e não devia julgá-los. Tenho visto muita gente que grita e que vive qualquer classe de vida. Tenho visto gente dançar no Espírito de um lado a outro do corredor e sair e viver uma vida horrível. Eu tenho visto a homens e mulheres fazerem isso. Eu tenho visto homens e mulheres dançarem no Espírito, falarem em línguas, gritarem e com um temperamento do qual é melhor não falar.
113 Há algo incorreto, e mesmo assim se alegram com as bênçãos de Deus. Eles crêem nelas; eles têm fé nisso; porém estão no pátio exterior. Não tem entrado ao pátio interior. Eles nunca passaram daqui para ali.
114 Isso é o que ocorre com as igrejas hoje em dia. Espero que o vejam. Oh, que coisa, quando posso ver uma demonstração prévia disso, isso me faz regozijar. Vendo que nossa âncora resiste dentro do véu.
115 A Bíblia diz: “Ao que vencer lhe darei uma pedrinha branca e na pedrinha um nome novo escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.”
116 Não importa o que digam as pessoas. Você sabe quando você tem sido trazido para dentro do véu interior. Ninguém poderia te dizer algo diferente. Não porque você tenha se unido a uma igreja, ou porque fez isto ou aquilo, mas alguma coisa te diz. Você tem um pedra que está no coração — não uma pedra de granito, mas uma pedra suave. Esta pedra amolece o seu coração em vez de endurecê-lo.
117 Em Ezequiel, nos tempos antigos, quando as Leis foram postas no Tabernáculo; na Arca — As Leis de Deus — Ezequiel falou de outro tempo… Agora a gente… Há duas classes de pessoas hoje em dia (as mesmas de sempre) que estão tratando de fazer algo para salvar a si mesmas. Cada uma diz: “Eu irei à igreja todos os domingos.” Isso é muito bom. “Eu quero ser religioso.” Isso também é bom. Isso é estar ainda sob a Lei, porém quando o outro (por ir à igreja e ser bom) não é algo que você possa fazer por si mesmo, mas é algo em seu interior que o está fazendo por você – é o Espírito Santo em seu coração.
118 Agora, note isto na câmara interior. Estas pessoas que vivem aqui dentro parecem estar bem alimentadas, sempre se sentindo bem. Ezequiel disse: “Eu escreverei minhas novas leis e as porei em seus corações.” Anteriormente a Lei permanecia escrita em tábuas de pedra dentro da Arca, e a Arca representava o coração, então porei minha nova Lei em seus corações, na Arca.
119 O coração é a morada de Deus. No antigo Testamento, Deus morava em Sua glória sobre a Arca, e o coração é a Arca. Deus habita, não na cabeça; no coração. Deus não é conhecido pela teologia; Deus não é conhecido por uma concepção mental; Deus é conhecido pela antiquada, santificada, experiência do novo nascimento, que está no coração humano.
120 Sem dúvida os homens e as mulheres vivem uma boa vida e amam a Deus por uma concepção mental, mas o verdadeiro lugar escondido está no coração. Escondido com Cristo, e quando Cristo, o Espírito Santo, vem a seu coração, Ele está em você com seu temperamento, e Ele está vivendo Sua própria Vida através de Sua própria Vontade através de você. Aleluia!
121 Eu sei que soa muito mal, porém está correto! Cristo… tão rendido está você que Cristo fala a classe de palavra que Ele falaria. Ele pensa através de você a classe de pensamentos que Ele pensaria. Ele faz através de você a classe de obras que Ele faria. Você tem se entregado e repousa.
122 Que quadro tão formoso o de um cristão consagrado: rendido, Cristo operando através dele.
123 Paulo disse: “Para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.” Não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim! Cristo vivendo na alma individual que está rendida. Cristo fala através dos lábios, pensa através da mente, vê através dos olhos, age através do temperamento. Aleluia!
124 Logo as coisas do mundo têm passado. Como pode ser senão algo dócil e agradável o tempo todo? Cristo tomou o controle. Amém. Vê você? Isso é o que é. É Cristo em você. Cristo em Você.
125 Você diz: “Bem, você vê, eu creio que isso é a Verdade, irmão Branham.” Essa Verdade está na mente, porém tem que descer ao coração. Se está aí, então você reflete a Cristo. Suas atitudes, desejos, apetites, tudo em você é Cristo — rendido, repousando, tudo perfeito! Não importa o quanto pareça obscuro e tenebroso, para você tudo segue igual. Cristo está em você.
126 Ele fala ao pecador na Voz que Ele lhe falaria. Ele fala à prostituta na voz que ele lhe falaria. Ele pensa através de sua mente os mesmos pensamentos que Ele fala ao seu coração – da mesma maneira que Ele faria se Ele estivesse aqui na terra. E você já não pertence a si mesmo, mas tem se rendido.
127 Dentro deste Lugar Santo, Arão entrava uma vez ao ano. A congregação lhe observava. Ele estava vestido na forma correta. Tinha que haver sido ungido corretamente. Tinha que caminhar corretamente. Bendito o Senhor! Vestido corretamente; andando corretamente; ungido corretamente. Ele tinha uma campainha e uma romã em sua vestimenta; e enquanto caminhava, eles cantavam: “Santo, Santo, Santo o Senhor.”
128 Ele havia tomado em antecipação uma vasilha com sangue, o sangue do cordeiro, o sangue do pacto; e estava ungido com a Rosa de Saron, e a unção descia pela barba até a orla de seu manto. Ele estava entrando à câmara interior, na presença de Deus; e quando ele entrava ali atrás, o véu caía a suas costas, e ele estava confinado. Estava escondido do mundo exterior. Louvado seja Deus! Há um lugar de refúgio, lugar de recolhimento.
129 Podemos caminhar na presença de Deus e estar escondidos das coisas do mundo. Não lhes ouvimos mais. É à prova de ruídos. Aleluia! À prova de ruídos. O mundo fica fora, arquejando e observando; porém você está dentro na presença do sempre Existente Deus, comendo deste maná que durará por longos anos, centenas de anos. Nunca é contaminado; e tão pouco se esgota.
130 E um homem que uma vez caminhou em Deus, e o véu caiu às suas costas, deixando fora as coisas do mundo, ele está na presença de Deus, comendo o Maná.
131 Não importa — meio dia , nove horas, ou nada, ele está vivendo na presença do Rei. Amém! Não é de se admirar que é bom para ele! Olhe onde se encontra. Ele encontrou o lugar secreto. Tem ido detrás do véu. As portas se têm cerrado atrás dele. Não vê as coisas do mundo. Essas portas são à prova de ruídos por peles de ovelhas, cabras e feitas à prova de ruídos pelo Batismo do Espírito Santo que esconde o homem em Cristo e ali vem a ser uma nova criatura. Ele caminha diariamente ante a presença Dele desta forma.
132 Quão formoso é o quadro do crente na presença de Deus. Todas as coisas são Suas então. Todas as coisas foram entregues a Cristo. Tudo o que era Deus, Ele o derramou em Cristo. Tudo o que era Cristo, Ele o despejou na igreja. “E conhecerão que Eu estou no Pai e o Pai em Mim e Eu em vós.” Oh, o privilégio que o crente tem, se ele tão somente pudesse aceitá-lo.
133 Você diz: “Irmão Branham, você tem aqui um quadro sob considerações, porém como se chega a ele?”
134 Esta é a próxima coisa.
135 “Como se chega ali, irmão Branham?”
136 Aqui está a maneira que eles entram no padrão
137 “Oh, eu sou um cristão, irmão Branham. Tenho sido salvo. Tenho sido batizado. Me alegro com as bênçãos de Deus.”
138 Você ainda está na pátio exterior.
139 Porém diz: “Tenho minhas altas e baixas, meus cansaços, meus abalos, meus problemas. Desejaria viver uma vida vitoriosa”.
140 Bem, você tem que sair desse átrio. Você tem que entrar.
141 Agora, qual era a primeira coisa? O átrio representava justificação. Fora era onde estava o povo — todo Israel. Nem um outro senão um israelita circuncidado podia entrar a estes pátios. Eles o contaminariam. Recordam vocês quando Paulo trouxe a Timóteo ao Templo e disse: “Eles têm contaminado este Lugar Santo ao trazer um gentio para dentro?” Nos átrios só entravam pessoas absolutamente justificadas; homens e mulheres regenerados que haviam aceitado a Deus, e que tinham Vida Eterna habitando neles. Eles devem ser isto para estar nos átrios.
142 Logo eles vinham ao primeiro altar e no primeiro altar é onde eles queimavam o sacrifício, e onde o Senhor os encontrava no perdão dos pecados e os limpava de toda maldade. E o pão ardente e o altar de bronze… queimavam o animal e o sangue do animal. Esse era o segundo átrio.
143 E logo depois de deixar esse segundo átrio (santificação) eles entravam nesta vida consagrada; entravam na presença de Deus e enquanto estavam ali, ali era onde tinham essas grandes coisas. Aqui há um tipo formoso, pois se algo morto entrasse ali, voltava à vida. Havia você pensado nisso? Eles tomaram a vara de Arão e a puseram ante a presença deste Lugar Santo e quando o fizeram, numa noite reverdeceu, floresceu e deu amêndoas — em uma noite. Pense nisso. Na presença de Deus. Esta velha vara de amêndoas posta ante a presença de Deus reverdeceu, floresceu e deu seu fruto de amêndoas numa noite. Que foi que ocorreu? Que classe de vara era? Era uma vara de amendoeira. Isso era o que ele tinha tirado dela; a vara foi tirada de uma amendoeira. E você às vezes é uma vara; e você é um humano tirado da rama da humanidade, a qual foi criada filho de Deus no princípio. Você pode haver caído, morrido, afastado de Deus, porém por isso na criação, você foi criado para ser um filho de Deus. Você pode transbordar pelos arredores e ser respeitado e honrado nos átrios, porém se alguma vez você consegue entrar nesse lugar glorioso e esconder-se com Deus, você produzirá o que está ordenado a produzir.
144 Tome a um pecador morto, distanciado de Deus sem esperança, sem Cristo, e o coloque na presença de Deus, e este glorioso Tabernáculo ali, ele produzirá o fruto do Espírito Santo: amor, gozo, paz, longanimidade.
145 A vara morta reverdeceu. Quando o fez, tinha que ter frescor. Tinha que ser revigorada. Logo depois de haver sido revigorada, tinha que ter… produz odor, perfume – a flor. Então logo produz o fruto.
146 E todo cristão vem da mesma forma quando vem à presença de Deus. Primeiramente tem que ser refrescado. O Espírito Santo tem que tomar o controle do homem, e renová-lo e fazer dele outra pessoa. O Espírito vem com um refrigério..
147 O Espírito Santo vem na hora tranquila. Você sabe, você sai de manhã realmente cedo quando o orvalho está sobre a terra. O orvalho cai antes do amanhecer, geralmente — algum vezes durante a noite; depois que a algazarra e o escândalo do mundo tem ido dormir; depois que tudo tem ido dormir. Tem saído você na madrugada? Você sai e nota que tudo está muito fresco — realmente fresco, cedo de manhã. Por que? A velha terra tem se escondido por um momento e tem se refrescado.
148 Tem estado você alguma vez ante a presença de um homem ou mulher que têm se escondido das coisas do mundo? É realmente refrescante falar com eles. Eles se refrigeram a si mesmos. Têm começado a despertar à vida.
149 Tem estado você num jardim de rosas de manhã cedo, ou tem subido e descido a autopista aqui bem cedo quando o orvalho tem caído sobre o chão, e tem sentido o cheiro das madressilvas e assim por diante — as alfarrobeiras floridas? É igual a um cristão que tem se escondido com Deus na quietitude da noite ou em algum lugar; ele sairá no próximo dia com um frescor. Uma vida perfumada, um lugar agradável para estar. Alguém com quem você gosta de falar, alguém que pode te encorajar, alguém em quem você tem confiança.
150 Sua vizinha ali; como você gosta de falar com ela. Veja, esse é o frescor. Cheiro suave. A próxima coisa é a produção do fruto, e onde quer que venha o Espírito Santo, Ele sempre planta a semente de Deus e produz fruto.
151 Outra grande coisa quando se entra a este lugar, é um lugar onde você pode ter confiança. Você pode crer.
152 Aqui está uma mulher nesta manhã numa maca; seu estado é sério. Bem, se Deus não tocar nela, ela morrerá. Ela é uma anciã; é uma mãe anciã de cabelos grisalhos, usando óculos; uma pessoa de aparência pia [espaço branco na fita – Ed.] Eu coloquei minhas mãos sobre ela e falei com ela algumas palavras há poucos minutos atrás… [espaço branco na fita – Ed.] deitada ali. Talvez seus médicos fizeram por ela tudo o que eles sabiam fazer. Não podem fazer nada mais. E seus tornozelos e costelas e complicações de várias coisas que ela me disse, as quais estão erradas com ela e coisas que não sabia. Porém aí está ela deitada, nesse estado. Estando nessa condição e assim destruída, agora que podemos fazer por ela? Tão somente trazê-la à bendita presença refrescante do Todo suficiente Espírito Santo, Aquele que é Quem pode tirar a inutilidade dela. Como o médico escreveu, bom como possa ser, tratando de dizer para ela que talvez não havia nada que eu pudesse fazer; porém a temos trazido a este lugar.
153 Quando você já é velho e seus dias aqui já são muito escassos – isso nada significou para Abraão quando ele entrou na presença do Senhor. Aos 100 anos de idade, ele agradou a Deus e não considerou seu próprio corpo já morto, porém estava na presença de Jeová. Ele o prometeu.
154 Sim, esta anciã nessa cadeira morrendo de câncer — à beira da morte; nada lhe resta, tão somente morrer. Se tão somente pudéssemos tomá-la.
155 Ninguém fazia Arão entrar. Ele entrava por si mesmo, porque foi convidado a entrar, porque foi dito a ele por Jeová, ele tinha o direito de entrar. Quando Jesus morreu no Calvário, ele rasgou o véu de cima a baixo. Agora não tinha direito de entrar tão somente o sumo sacerdote, mas todo aquele que se aproxima de Deus — tem um direito para entrar no Santo dos Santos. Ela tem um direito. A senhora aqui morrendo tem um direito.
156 Aqui está assentada a Sra. Weaver, assentada um pouco além dela. Faz alguns anos ela também estava morrendo de câncer, já comida, seus braços secos. Ela tinha o direito à Árvore da Vida. Ela tinha o direito de entrar atrás do véu. E eu tive que sustentá-la para evitar que seu frágil corpo se balançasse para os lados quando a batizei aqui mesmo. Ela vive, porque tinha esse direito! Ela o aceitou e creu.
157 E penso que em algum lugar, na parte de trás do edifício, eu vi ao Sr. Morgan; talvez a Sra. Morgan esteja assentada ali, se assentou exatamente aqui nesta cadeira sendo segurada — e morrendo de câncer sem esperança para ela. Mas a fé vem pelo ouvir! Ouvir pela Palavra! E a tiramos dessa condição de inutilidade. Quando seu esposo (que está assentado aqui agora) me disse que a haviam levado ao médico e se comprovou que o câncer havia espalhado ao redor dos intestinos como raizes de uma árvore. Sem esperança, mas o Espírito Santo a trouxe à presença – à refrescante – a trouxe atrás do véu; e desceu a cortina após ela. Não lhe importa o que diga o médico. Não importa o que ninguém diga. O véu caiu e deixou fora todo o incrédulo. Logo ela alcançou a panela dourada de Deus e disse: “Pelas suas pisaduras, estou curada,” e ela começou a comer aquilo. Na manhã seguinte aquilo ainda estava lá para se comer. No próximo dia aquilo ainda estava lá para se comer.
158 Isso é, não esperando que caia de novo, ou o próximo reavivamento, mas é sempre existente, eterno, ali esperando. E ela ainda está comendo da mesma panela de Maná.
159 Que fez? Foi levada ao refrigério. Envolvida no véu de tal forma que ela não ouvia o que o mundo dizia, mas ouvia o que Deus dizia.
160 Entra-se por meio do sangue. Por meio da unção. Ungido; caminhando corretamente; vivendo corretamente, com a cabeça para o alto. Até que você possa entrar a estes átrios… Eu não digo que algum homem faça isto, aquilo outro, ou como está batizado, ou de que forma ou desta maneira ou a que igreja pertença – Deus por soberana graça dá o Espírito Santo àqueles a quem Ele deseja.
161 Por isso é que esta gente espera; eles estavam todos em problemas diante de Deus. Deus por graça lhes deu o Espírito Santo, e essa é a razão pela qual vivem onde vivem. Eles estão consagrados. Eles amam ao Senhor. Eles crêem que estão vivendo todos os dias e em todas as formas em Sua presença. Não importa o que suceda, ou se o rio corre, e se as nuvens estão baixas — não importa o que seja, eles continuam vivendo na presença do Rei. Que é isto?
162 “Oh, você não foi curado. Esse é um crente fabricado!”
163 O véu tem caído; eles nem sequer ouvem. Eles estão ali dentro e estão despertando à vida. Amém. Tão rendidos… fale a eles por um momento e você verá que estão rodeados de um agradável cheiro de santidade. Sua conversação está amadurecida com sal — não falando de seu vizinho ou discutindo de alguma forma isto ou aquilo que tenha sido feito, mas sua conversação gira em torno de Cristo e Sua Glória.
164 Eles permanecem ali; manando refrigérios. Exalando os odores da nova Vida, o florescer, e produzindo o fruto diariamente.
165 Outros dizendo: “Você sabe que ela foi curada; eu sei que ele foi curado; então por que não posso eu ser curado?”
166 Certamente você pode irmão, necessário é obter a unção do Espírito Santo.
167 “Que é isso irmão Branham?”
168 Tomar a Deus em Sua Palavra, porque por fé você é salvo e isso pela graça, não por obras! Sem emoções mentais, sem alvoroços, sem falar em línguas, sem gritarias, nada disso! Por fé caminhe até a presença de Deus e diga: “Senhor Deus, eu venho unicamente no fundamento de Tua Palavra. Agora eu creio em Ti.”
169 Você diz: “Irmão Branham, não crê você em gritar e em falar em línguas?”
170 Sim senhor! Você está colocando o carro na frente dos bois! Venha primeiro a Cristo. Venha a Cristo primeiro! Deixe o Espírito Santo simplesmente te envolver. Comece a comer do Maná. E é bom hoje, e é bom, amanhã, é bom todo tempo, e todo o dia.
171 Agora, quero que notem outra coisa acerca disto. O peculiar da Luz à qual entra o crente quando está em Cristo — a peculiaridade disto. Agora os três átrios. O homem justificado aqui fora, ele caminha mediante a luz do dia. Algumas vezes ele tem dias sombrios. Você compreendeu isto? Oh, eu espero que vocês vejam isto. Deus vos abençoe. Alguns dias são sombrios, alguns dias você não sabe se vale ou não a pena servir a Deus. Você está caminhando no átrio exterior. Claro que você está comendo do Maná; claro que você é um crente; claro que tem Vida Eterna; e com certeza se você chegar a morrer você irá ao Céu. Verdadeiramente, porém que classe de vida está você vivendo? Todo dia você sai aqui, “hum, hoje estou mal humorado! Eu falei para eles sobre isso! Eu os amaldiçoei! Não pude evitá-lo! Deus, perdoa-me.”
172 Claro que Ele perdoará. Certamente Ele perdoará. Você é Seu filho. Mas que tipo de vida está você vivendo?
173 Que coisa, não odeia você viver esse tipo de vida? As altas e baixas e os problemas e o esforço dia e noite. Se desvia; regressa à igreja; desvia; volta à igreja; isto e aquilo. Desculpando-se com isto aqui — este outro sujeito está simplesmente exuberante o tempo todo, sem nada.
174 Veja, em que classe de vida está caminhando você? De acordo com o clima. Isto dá a luz fora — obscuro, cerrado; a metade — então um dia claro, então obscuro, e cerrado, e uma nuvem sobre o sol. Essa é a maneira que qualquer homem regenerado e justificado vive. Isso é correto. Esta é toda a luz em que ele tem que andar, quando ele apenas passar por aquilo.
175 Ele diz: “Eu venho a Cristo, Irmão Branham, me uni à igreja, pus meu nome no livro. Estou tratando de viver do melhor modo que posso.”
176 Bem, abençoado seja o seu coração, irmão. Eu aprecio isso. Deus o aprecia. Se você crê. “Aquele que ouve Minhas Palavras e crê naquele que me enviou, tem vida Eterna.” Você é meu irmão; eu te amo. “Mas, irmão Branham, minhas quedas e meus arrependimentos… oh, sou a pessoa mais miserável. Tenho que lutar todo o dia para poder viver” – porém isso é onde você está caminhando. Isso está bem; então eles dizem: “Eu quero ir mais profundamente.”
177 Bem, ele entra ao átrio. Agora, que há ali? Há sete candeeiros de ouro nesse Lugar Santo e estão dando luz. Os candeeiros estão dando luz. Isso é para o homem que parou de beber, parou de fumar, parou de mentir, parou de roubar, trata corretamente a seu vizinho, bom com sua esposa (ou ela bondosa com seu esposo) do mesmo modo, homem ou mulher; ou crente. Ele tem vindo a um lugar onde tem deixado toda a mesquinharia, o que se consegue mediante o Sangue com santificação. Tem sido chamado a um nova Vida, e ali caminha ele.
178 Ele não tem que caminhar por essa luz sempre; ele tem uma Luz melhor. Ele caminha na Luz dos sete candeeiros de ouro que estão queimando azeite de oliva; e o azeite de oliva representa ao Espírito Santo. O fogo era o batismo que o trouxe ao batismo, ou mesmo sendo batizado para tirá-lo fora com o Espírito Santo. Mas você ainda não está escondido, você não está atrás do véu ainda.
179 Ele está aqui. Ele caminha nestes sete candeeiros de ouro. Há muitas luzes…, muita luz ali. Há dia em que essas luzes se debilitam. Tem dia que as lâmpadas lançam fumaça e a luz não é tão boa. Há ocasiões em que tem que reacender essas luzes e você tem que tomar um pouquinho emprestado do vizinho para acender uma vela na outra. Ainda não é boa a luz. Damos graças por ela, porém ainda não é a luz correta. Oh — oh — oh — irmão! Vê você isto? Ainda não é a luz correta.
180 Você diz: “Irmão eu falei em línguas; eu gritei.” Foi maravilhoso, mas permitam-me dizer-lhes algo diferente. Muito bem, ele está caminhando nesta luz. É uma luz artificial. Não é a luz do sol, a luz da lua, das estrelas. O homem nos átrios de justificação, quando chega a noite, tem uma luz muito fraca – apenas as estrelas, ou uma pálida lua, um montão de nuvens em cima. Ele está numa situação desagradável.
181 Porém o homem que está em expectação… de si mesmo e é consagrado, diz: “Senhor, eu vou viver bem ao Teu lado, sou diácono na igreja ou alguma outra coisa. Vou ser bondoso com o vizinho. Tratarei de viver uma vida melhor, Senhor.” Bem, ele está vivendo uma vida melhor. Raramente sua luz se apaga, mas ficam enfumaçadas, e eles têm que acender uma na outra.
182 Mas o homem que andou além daquilo e entra quando o mundo está fechado, quando o véu cai a seu redor; sob a proteção das asas do Querubin, a grande glória de Shekinah,…?…Sob estas. Isso nunca enfraqueceu. Isso nunca se apagou. E o homem que vive na presença de Deus sob o véu, vive na glória da Shekinah. Não me importa se rugem as tormentas, ou as nuvens, ou a lua não brilhe, e as estrelas não brilhem — quando se apagam os candeeiros, isso não importa! Ele está vivendo na glória da Shekinah de Deus, sob o poder do Espírito Santo.
183 Não se apagou à noite, ela não se apagou… É como uma luz mística. Como uma luz de suave brilho. E o crente em repouso caminha dentro desse véu. A glória da Shekinah onde a panela do Maná estava, onde ele come diariamente, não se acaba. Ele come do Maná.
184 Oh, que coisa, ele não tem nenhuma preocupação no mundo. Tudo tem sido resolvido. Deus estava sobre ele. Ouvindo sua oração e respondendo sua oração! Não somente isso, mas ele está vivendo bem na presença do Rei. Deus na glória da Shekinah.
185 Cada vez que qualquer coisa começa a surgir assim, isto não pode alcançá-lo. Ele não ouviria a isto. Ele não poderia. O lamento do mundo tem ficado fora.
186 Se você alguma vez vem a Cristo, meu amigo; a um lugar onde o mundo esteja morto; se seus filhos são desta forma, sua mãe daquela, seu pai daquela outra forma, ou seu pastor diz aquilo, se o médico diz aquilo outro — você nem sequer ouve isto. Você vive somente na glória da Shekinah — caminhando e vivendo ante a presença do Rei. Na sua alma todo o dia é dócil. Oh, que coisa! Tudo está bem! Tudo está bem! Nada pode lhe fazer mal. Oh, que lugar.
187 Oh, me lembrei daquele corinho: “Tenho cruzado o véu rasgado, Aleluia a Seu Nome; estou vivendo na presença do Rei.” Vivendo… “cruzado o véu rasgado onde as glórias nunca falham; estou vivendo na presença do Rei.”
“Estou caminhando na luz, na formosa luz.
Onde as gotas do orvalho da misericórdia brilham;
Brlhando ao nosso redor dia e noite.
Jesus, a Luz do mundo.”
188 “Deixe-o esconder a si mesmo; e deixe-me perder a mim mesmo e encontrar isto Senhor, em Ti. Que todo o eu seja crucificado…” Deixe meus vizinhos fofocar; que isto ou aquilo ou aquilo outro se vá. Eu vou à igreja para uma coisa, e esta é, permanecer ante Tua presença. Já tenho me movido ali, Senhor, e nunca desejarei sair novamente. Confiarei em Tua Palavra, o que Tu disseres. Aí quero estar. Que caia o véu sobre mim, Senhor. Tão somente posso ver a Jesus Cristo, e viver, e andar e morrer Nele! Aí está você.
189 No Monte da Transfiguração, quando Jesus se transfigurou ante os apóstolos, quando eles olharam para cima eles só viram a Jesus sozinho. Eles disseram que eles viram a Jesus apenas ali de pé. Oh, Deus, esconda-me naquele lugar! Abriga-me naquele lugar!
190 Onde os véus cairão e nada verei exceto a Jesus, Ele mesmo. Não quero ouvir o fantástico do mundo. Não me importa que tenham bombas atômicas; se têm um avião a jato; se os novos Chevrolets parecem melhores que os Buicks; isso não importa! O que realmente importa é que estou caminhando e vivendo em Cristo diariamente fora de mim mesmo, e os véus estão ali ao redor. E eu estou Nele e Ele em mim.
191 Que rujam as tormentas, minha âncora está segura dentro do véu. Não posso dizer-lhe porque há tantas tormentas sobre os mares nestes dias, mas eu dou graças a Deus pela âncora que permanece imutável dentro do véu. Quando o barco parece naufragar e cada movimento o leva até o fundo, mesmo assim minha âncora está ancorada no véu. Eu estou ancorado no véu.
“Estou ancorado em Jesus,
As tormentas da vida enfrentarei;
Estou ancorado em Jesus,
Não temo nem as ondas nem ao vento;
Tenho me ancorado em Jesus
Porque Ele tem poder para salvar.
Estou ancorado na Rocha das Eras.”
192 Deus nos ajude nesta manhã a entrar a essa Vida interior. Saia desse lugar onde você é cirandado por todo vento doutrinário, ou por qualquer baixeza que surja… Não sabe você que a Bíblia diz que nos últimos dias viriam homens e seriam como anjos de luz? E como tomariam vingança e os demônios — os ministros, são anjos de luz. Não se dá conta você que Eva estava buscando nova luz quando o demônio lhe falou e causou toda tumba, toda instituição mental, cada fazenda de presídio penal, causou cada morte, cada angústia, cada criança faminta, cada mãe moribunda? Ela estava buscando por algo novo. Ela estava procurando por algo novo que ela pudesse encontrar.
193 Oh, Deus, leva-me à glória da Shekinah; leva-me contigo ao véu interior. Eu estou satisfeito com Jesus. Senhor, permita-me desaparecer e encontrar isto em Ti. Entre o véu interior onde todos estes alaridos do mundo…
194 A Bíblia diz que nos últimos viria uma grande fome sobre a terra – mas não apenas de pão e água, mas por ouvir a verdadeira Palavra de Deus; e as pessoas irão do leste ao oeste e todas as partes tratando de encontrá-la. Aquela hora está aqui! Aquela hora está aqui! Quando os homens se colocam a si mesmos lá em cima como deuses e querendo ser glorificados! Mas o povo diz: “Oh, Doutor Fulano, e grande Fulano de Tal.”
195 Paulo disse: “Tenho um temor, e este é, que vocês tentem me adorar ao invés das coisas que estou pregando. Nunca vim a vós com grandes palavras de sabedoria humana, mas no poder da ressurreição de Jesus Cristo. Para que vossa esperança esteja somente fundamentada naquilo, naquilo lá.”
196 O dia de hoje é horrível. As pessoas estão espalhadas.
197 Estive há poucas semanas atrás no lugar onde havia sido levantada uma grande tenda (não criticando, Deus me perdoe!), onde um homem dizia que podia expulsar espíritos malignos, (o que eu não duvido) — porém os maus espíritos não são lançados fora por uma vida cruel e indiferente! A arma mais poderosa que existe no mundo é o amor!
198 Outra noite estava com uma senhora cujo esposo estava a ponto de abandoná-la e casar-se com outra mulher — um casal muito conhecido. Eu lhe observei. Ela disse: “Bem, eu irei embora, irmão Branham.”
199 Eu disse: “Não faça isso, irmã.”
200 Ela disse: “Oh, meu esposo, seu ministério será arruinado. Que posso fazer? Vou para Nova York e buscarei um emprego.”
201 Eu disse: “Não faça isso; não faça isso, irmã.”
202 “Que posso fazer, irmão Branham?”
203 Eu disse: “Vá para onde ele está.” Ela disse: “Bem, eu encontrei um de seus retratos e o rasguei, e fiz isto e aquilo.”
204 Permaneci ali: “Compreendo isso,” mas eu disse: “Vá para onde ele está e o abrace, e diga: Querido, não importa o que tens feito, ainda te amo. Isso fará o trabalho.” Eu estava correto.
205 Um jovem veio a mim não faz muito tempo. Ele era um pentecostal. Ele havia assistido muito dessas reuniões. E ele entra… e sua esposa é uma Luterana aferrada. Ela disse: “Bem, suponho que todos vocês foram lá embaixo e gritaram ontem à noite.” Ela disse: “Eu acho que todos vocês estavam falando em línguas e fazendo tudo isto ontem à noite.”
206 Ele se atirou ao piso e disse: “Deus, eu expulso o demônio dela! Eu expulso o demônio dela!” Foi quase um caso de divórcio. Um homem, um bom homem.
207 Ele veio a mim, e disse: “Irmão Branham, nós vamos nos divorciar, eu acho.” Ele disse: “Eu simplesmente não posso expulsar esse demônio dela.”
208 Eu disse, “Irmão, você está indo nisto, no caminho errado.” Eu disse: “Quando ela começar assim, diga, ‘tudo bem, querida, abençoado seja o teu coração, querida.’ Seja bem educado com ela. Apenas veja o que você pode fazer por ela.”
209 Ele disse: “Irmão Branham, que devo fazer para tirar esse demônio dela?”
210 Eu disse: “Faça como eu digo, e apenas continue orando em seu coração.” Veja, eu disse: “Deus se encarregará do resto.”
211 Ele me telefonou duas os três semanas mais tarde e me disse: “Meu lar tem se transformado.” Ele disse: “Minha esposa é uma pessoa diferente.”
212 Eu disse: “O que é mais poderoso? Gritar, sapatear, pisotear ou encher o vosso coração de amor?” Deus é amor. De tal maneira amou Deus ao mundo…
“Desde que por fé vi a torrente
Que fluía de Tua ferida,
O amor da redenção tem sido o meu tema,
E será até eu morrer.”
213 Isso é correto.
214 Um homem clamando. Ele disse: “Esta mulher tem três demônios.” Ele disse: “Um deles se chama Jeff, o outro se chama Seth, e o outro ele não chamou de nada.” E ali havia pessoas inteligentes patrocinando aquela campanha por centenas e centenas e centenas. Ele disse : “Um é verde, o outro é azul e o outro é rosa.”
215 “Oh,” eu pensei, “Deus! Oh Deus! É tão incorreto! Não permitas que isso suceda, Deus! Estas pessoas que tanto se esforçam para tentar alcançar no Reino de Deus, e se agrupam às centenas para ouvir tanta besteira!” Vocês sabem por que? Nunca têm entrado atrás do véu. Isso é certo. Se alguma vez tivessem entrado, saberiam mais que isso.” “Minhas ovelhas conhecem Minha voz. A um estranho elas (não) não reconhecerão.” Sim, senhor.
216 Você pode ter toda classe de emoções, e sensações de todos os tipos, e chamá-lo do nome de uma religião. Os pagãos fazem o mesmo. Mostre-me uma vida consagrada que tenha morrido e tenha se levantado em Cristo Jesus, que vive na glória da Shekinah, com o amor de Deus a seu redor — Essa é a pessoa que eu creio que estará ali.
217 Ponha-se sob o véu, sob o Sangue do Senhor Jesus. Tome todos os dons que você tem na Escritura. O diabo pode personificar a cada um deles, mas ele não pode personificar o amor, porque o amor é genuíno. O diabo não pode amar. Essa é uma das coisas que ele não pode fazer. E quando vocês chegam ao lugar em que amem uns aos outros, e o resto do mundo está morto… Se você ama a Deus…
218 Estava falando com uma mulher outro dia que estava me atacando por todos os lados. E ela ia… Quase me deu uma surra. Eu estava assentado com outro cavalheiro. Ela disse: “Se você der um passo para cá, eu vou chamar o delegado!”
219 Eu disse: “Bem, querida irmã, eu apenas estava…” eu disse, “Nós somos cristãos, nós não faríamos tal coisa.”
220 Ela disse: “Cristãos? – Não existe tal coisa.” (bem malcriada) E ela estava berrando conosco terrivelmente.
221 Eu disse: “Mas senhora, há…” Eu disse: “Não crê você em Jesus Cristo?”
222 Ela disse: “Oh, eu creio Nele, porém não nas pessoas.”
223 Eu disse: “Você não pode crer Nele sem crer em Seu povo. Não pode fazê-lo.” Oh, ela estava fazendo tudo, menos me amaldiçoando. Eu saí do carro… fora do carro com ela. Eu disse: “Irmã, tão somente queremos passar por este lugarzinho aqui.” Eu disse: “Tudo está perfeitamente bem.” Eu disse: “Não o faria por nada.” Eu disse: “Estou trabalhando aqui.”
224 Ela disse: “Isso é o que sucede com vocês. Vocês pensam que podem passar sobre nós, mais velhos.”
225 Eu disse: “Não, não, não.” Eu disse: “Tudo bem. Se você não quer que façamos isto. Eu não sei como vamos tirar o carro daqui. Nós entramos. Seu esposo nos disse podíamos.”
226 “Não me importa o que ele tenha dito. Você não passará.”
227 E eu disse: “Bem, nós entramos aqui.” E eu disse….
228 Ela disse: “Você não pode passar por aquele terreno agora”
229 Eu dissse: “Senhora, está vendo aquela lama? Ora, você nunca chegaria nem a quatro metros de onde estamos agora, aquele capim e rochas ali.” Eu dissse…
230 Ela disse: “Esse é problema seu, mas passe aqui, e eu telefono para o delegado.”
231 Eu disse, “É direito seu fazê-lo; e sinto não ter te procurado ao invés de seu marido.” Eu disse: “Desculpe-me por isso.”
232 E ela… Oh, ela estava ralhando, e ofegando e parecia lançar fumaça, e sacudindo o punho na minha cara e tudo mais. E eu me assentei ali com um velho macacão surrado. E eu disse: “Bem, eu sinto muito por ter lhe perturbado. Eu não haveria feito isto por nada deste mundo, irmã.” Eu disse: “Estou envergonhado de mim mesmo.” Eu disse: “Seu esposo disse que estava tudo bem.”
233 Ela disse: “Vocês jovens acham que podem passar por cima de nós, mais velhos.”
234 Eu disse: “Sem dúvida isto é o que tem acontecido na vizinhança aqui muitas vezes. Mas, irmã, nós somos Cristãos.” Eu disse: “Eu não moro aqui. Estou só trabalhando aqui para ajudar a um irmão.”
235 Ela disse: “Você está trabalhando aqui? O que você está fazendo aqui?”
236 Eu disse: “Sou um ministro, um reverendo.” Me olhou de cima a baixo. Ela disse: “Um reverendo?”
237 Eu disse: “Sim senhora.”
238 Ela disse: “E que está você fazendo aqui?”
239 Eu disse: “Tentando fazer uma boa ação para ajudar a alguém.”
240 “Qual é o seu nome?”
241 Eu disse: “Meu nome é Branham.”
242 Ela disse: “É você o irmão Branham?”
243 Eu disse, “Sim.”
244 Ela disse, “Me perdoe.” E seus lábios começaram a tremer. Ela começou a chorar. Ela disse: “Sou uma metodista desviada.” Ela disse: “Me envergonho de haver agido dessa forma.”
245 Eu disse, “Deus te abençoe, irmã. Volte para a igreja; não vai você? Sirva ao Senhor Jesus.”
246 Veja, se você tivesse pulado ali e começasse a discutir com ela, e lhe dizer que você realmente tinha direito e assim por diante, e você… Veja o que você teria feito? Apenas algumas palavras de amor penetram lá dentro do coração. Irmão, vamos colocar as pessoas véu a dentro. Isso é correto.
247 Querem vocês conhecer um pequeno segredo? É assim que eu conquisto aos animais selvagens. É assim que conquisto as enfermidades, é através do amor. O amor de Deus nos constrange a fazer tal coisa. Entre véu adentro. O fará hoje enquanto inclinamos nossas cabeças para um momento de oração? (poderia você irmã ir até ao piano?)
248 Nosso Pai Celestial, Te damos graças hoje pelo Amor de Deus que foi derramado em todos os nossos corações pelo Espírito Santo. Vendo o tempo passando agora, desejamos que cada pessoa que está na Tua Presença Divina, agora, Pai, entre véu a dentro.
249 Aqui estão moços e moças, homens, e mulheres idosos, jovens — apenas criancinhas, pequenos adolescentes. Oramos, Pai, que Tu coloques cada um deles véu a dentro junto a Ti nesta manhã e os escondas em Ti, em Cristo, até que nasçam de novo; a esperança da glória, a esperança de Deus, descanse neles. E quando as provas do inimigo surgirem, estejam distantes fora do véu, que nem mesmo ouçam isto; que apenas vejam a Jesus, vivendo em Sua glória da Shekinah, vivendo em Suas bênçãos onde este Halo de Luz que está agora no Tabernáculo — que Isto possa habitar em cada coração, Pai. Que Isto deixe de ser algo intelectual, ou porque vimos Isto na foto, ou mesmo por ter visto Isto com seu o olho natural. Que Isto possa vir aos seus corações, Senhor, e que habite neles; e que vivam nessa presença de Deus que produz cada dia uma vida frutífera e abençoada para o Senhor Jesus. Nos concederás, Pai?
250 Enquanto permanecemos com nossas cabeças inclinadas; nossa irmã entoa isto no piano (ou melhor toca isto).
“Há uma fonte cheia de sangue.”
Essa é a forma de entrar. Venha ao altar, o caminho para à glória de Shekinah.
“Que flui das veias de Emanuel;
E os pecadores, submergidos naquele fluxo,
Perdem toda sua mancha de culpa;”
251 Haveria alguém aqui, neste momento, que em seu coração faria uma decisão para Cristo nesta manhã; que diga: “Deus, eu tenho me decidido. Não vou continuar vivendo esta vida de altos e baixos mais. Me aproximo de Ti neste instante. Bem no… sobre o fundamento do Sangue derramado, sobre Tua Palavra, estou chegando neste momento e estou aceitando isto. Levantarei minha mão a Ti, Senhor Deus, e o faço de hoje em diante.”
252 Deus lhe abençoe, irmã. Isso é bom. Deus te abençoe. Te abençoe. Deus te abençoe, irmão. Isto é bom. Agora, Deus te abençoe, irmão. Estou te vendo aqui. Deus te abençoe, irmã. Ora, Ele te vê. Deus te abençoe, meu irmão.
253 “Eu venho hoje. Senhor, estou cansado de viver sob a luz de velas. Cansado de viver à luz das estrelas, à luz da lua, à luz do sol. Eu quero a glória da Shekinah, Senhor, a qual não se debilita quando vem a escuridão” — Deus te abençoe, irmã – “De hoje em diante” – Deus te abençoe senhorita; Deus te abençoe, irmã; Deus te abençoe, mamãe; Deus te abençoe garotinho; isso é bom — “De hoje em diante, Senhor Deus, eu farei tudo. Venho a Ti. Tu não me rejeitaste. Não podes fazê-lo porque prometeste que não o farias, e eu venho agora e aceito isto neste momento, e vou crer nisto” – Deus te abençoe, irmã — “na glória da Shekinah, na qual vou viver. Quando as velhas mágoas, e coisa, e os problemas aparecem, e tudo tenta me abalar. E forçando-me a fazer isto, e pensar mal a respeito disto, e fazer isto errado, e dizer isto, eu apenas vou ficar ancorado no véu e olhar a glória da Shekinah; e dali em diante eu apenas viverei contigo.”
254 Há alguém mais antes de orarmos? Deus te abençoe, senhorita; você e você e você. Deus te abençoe. Sim, mais ou menos uma dezena ou duas de mãos se levantaram então. Tudo bem.
Agora, lhes direi o que quero que façam. Sabemos que há um costume de vir todos ao altar e orar; isso é bom. Isso foi estabelecido pela igreja metodista ao redor do século 17. Na Bíblia, nunca o fizeram. Na Bíblia o que eles tinham — tantos quantos creram foram salvos.
255 Agora, quero que vocês fiquem assentados exatamente onde vocês estão. Quero que inclinem suas cabeças comigo. Quero que orem comigo e digam ao Senhor: “Senhor…” Agora, deixemos de lado todos os cuidados do mundo e quem está assentado a seu lado. Esta pode ser a última vez que você terá a oportunidade de entrar no Reino de Deus. E oro a Deus para que abra as portas de misericórdia para você hoje e este seja o tempo. Agora, oremos enquanto mantemos nossas cabeças inclinadas.
256 Nosso Pai Celestial, trago a Ti… Enquanto a semente tem saído, Senhor, através da plataforma, o Espírito Santo deixando-a cair em cinquenta ou sessenta corações ou mais, que levantaram suas mãos aqui e disseram: “Assim vimos a Ti”. Conceda, Pai, que as portas de seus corações possam se abrir totalmente. Eles têm estado… muitos deles, Pai, já têm Vida Eterna. Viverão para sempre. Assim há de ser, porque Tu assim o disseste. Essa é a razão pela qual nossos pensamentos estão tão solidamente positivos. O terão. Assim Tu disseste.
257 Agora, Pai, oramos para que, no Nome de Jesus, que Tu os leve a um companheirismo mais íntimo. Eles têm sido cirandados. Satanás os tem açoitado. Eles podem ouvir os grunidos e gemidos do demônio, sempre lhes tentando fazer coisas incorretas, e dizer coisas erradas, e a ouvir qualquer coisa. Pai, oramos para que o véu caia entre eles e o mundo hoje, que estejam escondidos em Cristo. Que já não sigam errantes; que permaneçam aí em Sua glória todos os dias, lendo a Bíblia, louvando O — manso, humilde, quieto, cristãos cheios do Espírito. Conceda isto, Senhor. Os entregamos a Ti, agora, enquanto os encomendamos também. No Nome do Senhor Jesus Cristo, e para sua Glória. Amém.
Há uma fonte cheia de sangue,
Extraída das veias de Emanuel;
E os pecadores, se submergem naquele fluxo,
Perdendo toda sua mancha de culpa.
258 Agora teremos o culto de cura daqui a pouco. Quero todo coração centralizado agora. Quantos sentem que hoje, de hoje em diante, pela graça de Deus (se você ainda não o fez) você creia deste dia em diante, você andará na presença de Deus – andará corretamente, com a unção correta?
259 Qual seria a unção correta? De acordo com a Palavra: amor, paz, alegria — essa é a unção. Caminhe dessa forma até que Deus simplesmente levante a cortina, me faça entrar e me envolva e me separe de todo o mundo que me rodeia.
260 Fará você isso? Levante sua mão. O fará pela graça de Deus? Obrigado, e Deus o abençoe. Façam isso, amigos. Lhes direi. Será superior a qualquer emoção, ou qualquer dom, ou qualquer coisa que você pudesse procurar, se você tão somente encontrar a Cristo dessa forma em seu coração. Isso é o que me tem ajudado.
261 Deitei meu pai em meu braço, vi seu cabelo caído, e ele olhou para mim — ele foi ao encontro de Deus. Vi meu irmão ao longe lutando, as veias cortadas, seu pescoço quebrado, e o sangue correndo de sua boca. E olhei para minha esposa e ela disse: “Te encontrarei do outro lado da fronteira, Billy.”
262 No outro dia pus minha mão sobre meu bebê vendo suas perninhas tremer. Eu disse: “Bendito teu coração, Sharon; papai se reunirá contigo do outro lado. Minha âncora me susteve. Vêem. Não está baseada em emoções. Nada que senti ou… É o que Deus tem dito a respeito disto. Eu creio.
263 São estes vinte e três anos de meu ministério agora — hoje me sustém tão forte, ou mais. Ela gradualmente abraça a cruz, porque isto me aproxima mais dela o tempo todo. Conceda Deus que cada um de vocês tenha a experiência de viver uma vida perfeita, consagrada.
264 Vejam, ouçam atentamente agora antes de concluir isto. Não é uma bênção que você recebe, e grita e glorifica a Deus. Essas coisas são boas. Você está comendo o Maná. Aquilo não é isto. Não é disto que estou falando nesta manhã. Não que você tenha se levantado e falado em línguas, ou que haja gritado, e corrido de um lado para o outro no edifício. Aquilo não é isto. Não é disto que estou falando. Eu estou falando de uma vida escondida em Cristo, onde todo o tempo, dia e noite, você simplesmente vive Nele. É disso que estou falando.
265 Agora, Ele está aqui. Desejaria ser um curador nesta manhã. Se eu fosse, curaria as pessoas doentes. Eu não posso curar pessoas doentes; eu sou tão somente um homem. Mas o Curador, Ele próprio, está aqui – O Senhor Jesus. Agora, se eu… A Bíblia diz: “A oração do justo pode muito em seus efeitos.” A oração de um justo pode muito em seus efeitos.
266 Observe, Elias foi um homem sujeito às mesmas paixões que nós. Ele orou fervorosamente para que não chovesse, e não choveu por três anos e seis meses. Então ele foi e orou fervorosamente outra vez, e os céus deram a chuva. A oração muda as coisas. Eu não as posso mudar. Você não pode mudá-las. É a oração a que o faz.
267 Deus disse certa vez a um homem que ele ia morrer; que colocasse sua casa em ordem. Enviou o profeta a dizê-lo. E o homem virou o seu rosto para a parede, e começou a clamar, e pedir a Deus quinze anos adicionais para viver. E Deus mudou o curso, e lhe deu mais quinze anos. O que foi isto? A oração.
268 Agora, mudaremos o assunto. Só por alguns minutos. Se acontecer de eu não estar com vocês. Eu espero estar aqui no próximo domingo de novo, se o Senhor o permitir, contudo me perguntava esta manhã… quando vinha minha esposa me disse: “Você irá? Você está rouco e tudo mais.”
269 Eu disse: “Eu prometi; irei de qualquer modo.”
270 Observem, quero dizer-lhes algo. Agora, eu sei que a oração… Esta será minha primeira ocasião em orar desde que algo me foi ministrado. Como vocês compreendem, Deus sabe que é a verdade, vêem — para alguma vez orar pelas pessoas doentes. Não voltará a ser publicamente como costumava ser. Bem, naturalmente nestas reuniões da igreja, será assim, mas quero dizer em outra categoria que entramos agora. Porém isto realmente sei; tenho confiança. Tenho observado todo o tempo.
271 Agora, se… eu quisera hoje mudar de lugar com algum homem que pregasse o Evangelho, se for a vontade de Deus que eu seja um pregador. Não sou grande coisa como pregador, porque não tenho instrução, e não conheço muito da Palavra e coisas. Assim sendo não posso pregar, mas meu trabalho é orar pelos enfermos. E tenho observado nos cultos, em lugares diferentes, exatamente o que a oração faz. O efeito que tem.
272 Quantos recebem Vida Cristã? (a revista Vida Cristã) Notaram vocês esse importante artigo por esse doutor em medicina em Chicago, ou creio que foi em Wheaton, Illinois. Lhe perguntaram, eles disseram, “Você crê na cura divina? Existe tal coisa?”
273 Ele disse: “Agora você me fez uma pergunta. Cura Divina; o que você quer dizer, milagres ou curas?” Ele disse: “Curas, certamente. Você ora pelos enfermos, e os enfermos são curados. Então ocorre um milagre enquanto se desvanece ante você.” Ele disse: “Qualquer desses. Eu certamente creio nisso.” “Mas,” ele disse, “Agora esses cultos sem sangue, como os Unitarianos, e a Ciência, e coisas como essas, eu não lhes presto atenção; mas o sangue de Jesus Cristo curará em qualquer ocasião.”
274 Agora, aquele era um médico, Doutor. Vêem? E eles sabem disto.
275 Então Deus colocou na Igreja alguns para orarem pelos enfermos. Deus colocou alguns na Igreja para que ensinassem. Outros para outras coisas diferentes. Isso é correto? Ele faz isto. E por meio disso Ele dá dons diferentes às pessoas. Aquilo não tem nada a ver com isto — nada com a salvação de sua alma. Porém nisto sabendo que Ele me chamou para orar pelas pessoas enfermas, eu quero apenas… para sua confiança… e Deus conhece em meu coração que não estou falando de mim mesmo, agora deixe-me apenas lhes mostrar algo. Vejam o que tem ocorrido ao redor do país. Apenas faça um quadro mental em sua mente por alguns minutos.
276 Apenas veja o que aconteceu aqui em cima outro dia. Todos vocês ouviram acerca da velha gambá lá embaixo na selva, lá embaixo; saiu dali, mordida pelos cães ou por alguma outra coisa; toda machucada. E por que o Deus Jeová (a algo que nem mesmo tem um alma; a uma gambá ignorante) traz aquela gambá, e a coloca à minha porta, e eu tão estúpido não sabia disto. Ela esteve ali por vinte e quatro horas. E eu estava assentado em meu quarto e Ele disse: “Como uma dama, ela está deitada ali por vinte e quatro horas para que ore por ela, esperando sua vez; e você não o fez ainda.” E a pequena Rebeca estava no quarto. Eu saí e disse: “Pai Celestial, perdoe-me. Eu não sabia disto. Então oro para que cures esta gambá.”
277 Isso foi tudo que eu disse. E a velha gambá se levantou e me observou, reuniu suas crias como que dizendo-me: “Obrigada senhor,” sem sequer mancar, saiu pelo portão e seguiu pela estrada, Vêem. Uma gambá ignorante. Certamente. Deus a guiou ali. O crê você?
278 Como Ele guiou a Bosworth? Oh, veja através do país por centenas, por meio de sonhos e visões e como tem sido tudo. Então isso me faz conhecer isto – que Ele me encontrou ali e esteve parado ao meu lado. Ele disse: “Tu nasceste neste mundo para orar pelos enfermos.” Ele disse, “Seu ministério, está começando, ele varrerá o mundo inteiro.” E assim tem sido! Observem as campanhas de cura – milhões ao redor do mundo têm sido curados agora. Eu não poderia me encarregar dele. Certamente não. Mas eu comecei, pela graça de Deus, e ele fluiu ao redor do mundo – este grande reavivamento.
279 Eu estava assentado outra noite… (Paul terminou) Outra noite, há poucos meses atrás com um grupo de ministros reunidos numa campanha de cura. Cada um deles ia contar uma experiência pessoal. Eles não sabiam que eu estava pelos arredores. Eu estava assentado na parte de trás deste grande estádio, com meu casaco puxado assim, com minha peruca na minha cabeça, e com uns óculos escuros; assentado ali escutando. Um deles caminhou para a plataforma e disse: “Bom, meu ministério está acabado. (Eu nao sabia o que fazer). Ele disse: “Um sujeitinho humilde apareceu — irmão Branham. Aquilo me fez começar.”
280 O outro chegou e disse: “Assim como tem testificado o irmão, ocorreu comigo.” Ele disse: Eu pastoreava uma velha igrejinha, e fui para casa uma noite.” Ele disse: “Ali começou.”
281 Eu estava ali assentado chorando, chorando. Me levantei e saí do edifício. Não podia resistir mais. (Ele até mesmo disse isto). Eu pensei, “Deus, Isto tem ocorrido exatamente como Tu disseste que aconteceria, exatamente.”
282 Bem, aqui estou nesta manhã, amigos. Sou um pobre servo do Senhor. Tenho falhado com Ele de várias maneiras que me envergonho de mim mesmo. Me sinto indigno de até mesmo ministrar às Suas queridas crianças enfermas. Mas eu não olho para o meu mérito, porque não tenho nenhum. Eu olho para o que a Sua graça é. Veja. É o que Ele é para mim, e o que eu sou para Ele. Eu sou Seu filho. Ele é meu Senhor. Se minhas mãos não estão limpas, mas as Dele estão, e eu não ministro com as minhas. Eu apenas tento me render a Ele de tal forma que Ele possa ministrar através de mim. Me alegro de haver vivido dentro deste véu onde as coisas do mundo… Quando ele disse: “Você não pode fazer isto. Ora, você está louco. Algo saiu errado com o pregador Branham ali em cima. Olhe para ele. Ora, ele ficou louco.”
283 Quando tive aquela reunião ministerial no Hospital Judeu, e aquele grupo de homens ali assentados tratando de dizer-me. Eles disseram: “Por que você está perdendo sua mente. Você não pode fazer isso. E você orar por reis?”
284 Eu disse: “Isto é o que Ele disse.”
285 Não fez nenhuma diferença o que eles disseram. O fiz de todas as formas. Deus o fez. Ele não tomou em conta minha ignorância. Minha ignorância nunca haveria podido produzi-lo, mas não foi a minha ignorância. Foi Sua graça. Foi Ele quem fez isto.
286 E somente naquela graça confio nesta manhã enquanto oro por esta mulher moribunda, e por outros. Não somente… Vocês são servos de Deus também. A oração — a oração fervorosa — a congregação em oração.
287 Aqui está uma mulher deitada na maca, nesta manhã. Há outros assentados aqui quase morrendo.
288 Há uma qualidade, um dom, certamente. Isto não é nem mesmo questionado no mundo mais, depois de dez anos. Você pode vir a esta plataforma, e você não poderia esconder sua vida, se você tivesse que fazê-lo, na presença de Deus. Ele lhe diria exatamente o que você foi, e o que você fez. Eu digo que vocês sabem que é a Verdade, porém isso não é cura. Essa não é a cura. É a oração da fé que salva o enfermo. É a oração que salva o enfermo, com certeza. Agora, isso é o que queremos fazer, é orar pelos enfermos. Agora, eu quero vê-los bem. Eu acho, e se fosse a minha mãe deitada aqui? E se fosse…? Talvez seja a mãe de alguém. E se fosse a minha esposa assentada ali atrás, ou alguém que estivesse enfermo? Eu serei sincero. Orarei.
289 Tem uma mulher que entrou ali agora, Sra. Roof, que foi trazida numa maca, como esta mulher foi trazida. Morrendo de câncer. Bem aqui embaixo em Jeffersonville, quando as reuniões eram lá embaixo no ginásio, morrendo com um câncer. Aí está ela, desde então nada mais sentiu. Foi para casa e ficou boa. Não é isto maravilhoso?
290 Agora quero que você toque, irmã, “O Grande Curador está próximo, o simpatizante Jesus.”
291 Agora, eu quero que todos aqueles que ficarão para a reunião, que fiquem quietos agora só por um minuto. Oremos. Daqui a pouco chamarei a fila de oração.
292 Primeiramente, acho que descerei e orarei por esta mulher na maca, para que possamos ter mais espaço. Quero todos com suas cabeças inclinadas. Quero que todos orem com sinceridade, agora.
293 Agora, irmã, na maca aqui, a mamãe, estou falando contigo agora. Quero que você tenha fé agora, e creia. Quero que você creia com todo seu coração. Estejamos todos reverentemente em oração, por gentileza. Eu chamarei… volte para a plataforma, depois de orarmos pela mulher, e então deixaremos as pessoas levá-la para fora, ou colocá-la de um lado, mas eu quero orar por ela primeiro, para que então ela possa sair daquele lado. Podemos fazer nossa oração agora?
294 Nosso Pai Celestial, sim, há um grande Médico. Há um Bálsamo em Gileade. E deitada aqui na maca nesta manhã, assentada aqui nos lugares estão o Teu povo, que estão assentados aqui sofrendo. Este mundo nublado e escuro em que estamos vivendo. Oh, Deus Eterno, bendito do Pai, Te rogamos que Tua misericórdia se estenda a este povo hoje, e que cada um deles possa ser curado. Que eles possam entrar agora no Maná. Tu tens a porta aberta nesta manhã para o que desejares, permita-lhe entrar.
295 O muro do meio que servia como divisão tem sido lançado abaixo onde os judeus, gentios, gregos, servos e livres, podem entrar pela mesma porta — a porta do aprisco. Tu és a Porta e entramos por meio de Jesus, Deus, para receber estas bênçãos. Jesus, o Cristo, o Filho de Deus. Agora, vim para orar pelos enfermos. Os curará hoje, Senhor?
296 Damos-Te graças por nosso querido irmão Neville; por sua corajosa obra como pastor desta igreja; por tudo que tem feito, e como tem estado firme em seu posto de dever como um verdadeiro e fiel servo. Deus abençoe a sua esposa, a seus filhinhos. Senhor, que seus meninos cresçam e cheguem a ser homens como seu pai. Conceda isto, Pai.
297 Oh Deus, esteja perto de nós agora, enquanto vou ministrar aos enfermos com todo meu coração. Te rogo que estejas comigo, Pai, e dá-me fé, e tire toda dúvida de minha mente; que quando cada pessoa vier, minha mente não se torne incrédula, mas que em meu coração se achegue a fé. Conceda isto, Senhor, que a fé no meu coração possa mover os arrazoamentos. Lancem fora o arrazoamento e tenham fé. Que todos sejam curados. Conceda isto, Pai.
298 Agora com nossas cabeças inclinadas, orarei pela irmã. Todos vocês estejam em oração agora.[O irmão Branham deixa o microfone para orar pela senhora enferma – Ed.]
299 …mas Deus tem tocado em seu corpo e a curou completamente. Aqui está ela caminhando e glorificando a Deus.
300 Você que quer receber oração, suba por este lado agora enquanto oramos.
301 Eu perguntei a Ele quando aquela senhora estava deitada ali… Ela me disse como havia caído, me disse do seu tornozelo e suas costelas e tudo à respeito, eu disse: “Deus, se Tu me confirmares isto nesta manhã, eu farei a mesma coisa que Tu me disseste que fizesse quando Isso esteve aqui e permitiste que aquela mulher se levantasse e caminhasse por todo o edifício.” E imediatamente logo depois de haver orado por ela, ela levantou, e eles colocaram a maca para fora, e aqui está a mulher caminhando.
302 O Senhor Jesus está aqui, meus queridos irmãos e irmãs. Eu não posso te curar, mas você está preparado para ver, creio eu, um dos maiores avivamentos que temos tido — isso é correto – na nação. Eu só sei que agora mesmo algo está por acontecer.
303 Agora, enquanto vocês passam para receber a oração, que todos possam estar em oração no edifício enquanto nossa irmã continua tocando; e o irmão Neville e eu estaremos impondo as mãos sobre os enfermos enquanto passam por este lado, voltando a seus assentos.
304 Algumas pessoas têm uma impressão errada do que é a unção. Tem pensado você alguma vez nisso? Quando foi dada a maior unção a alguém e que fizeram quando lhes foi dada essa unção? A maior unção já dada a alguém foi a Jesus Cristo. Nós temos o Espírito por medida. Ele O tinha sem medida.
305 E um dia Ele entrou ao Templo, e tomou o Pergaminho e leu. Ele disse: “O Espírito de Deus está sobre mim, porque Ele me tem ungido para pregar o ano aceitável… para unir os corações partidos, curar aos enfermos, dar vista aos cegos.”
306 Agora pensaríamos, se tal unção estava sobre Ele, profetizada 800 anos antes que Isto viesse, e aqui estava Ele com aquele tipo de unção, a plena bênção e a unção do Senhor sobre Ele — correríamos por todo o edifício, gritaríamos e faríamos um alvoroço; mas a Bíblia diz: “Havendo Ele enrolado o Pergaminho, se assentou, e preciosas palavras sairam de Sua boca.” Foi isso que fez sob a unção.
307 A unção não é emoção. A unção é o poder supremo em controle. Conhecendo exatamente que e como, e isso é o que está aqui.
308 Agora, talvez você não seja capaz de compreender isto quando você entrou aqui. Talvez você não seja capaz de entender isto, mas eu desafio a sua fé para isto: Venha e creia no que eu lhe tenho dito, e veja o que ocorre. Creia tão somente no que tem sido dito e veja o que acontece. A unção do Senhor está no Templo — no Tabernáculo nesta ocasião. Amém. Vamos orar enquanto partimos. [O irmão Branham ora pelos necessitados – Ed.].
309 Amam vocês ao Senhor? Não é Ele maravilhoso? Tivemos um tempo glorioso aqui neste companheirismo nesta manhã. Tem sentido você Sua presença? Há algo ao seu redor dizendo: “Bem, Eu estou contigo; não temas. O pequeno barco não pode afundar nem se danificar.”
310 Mãe, como você está se sentindo? Bem. Isso é ótimo. A senhora que estava na maca disse que está se sentindo bem agora. Não estamos agradecidos por isto? Nosso Senhor Jesus. Ela voltará, esteja conosco, e assente-se na igreja, regozije e louve a Deus. É isso correto?
311 Eu creio que no próximo domingo teremos todos os tipos de pessoas que desejam testificar acerca do que tem acontecido hoje. Não o crêem assim?
312 Agora, que temos? Permaneça na glória. Caminhe na luz. Caminhe passo a passo com Ele. Sempre segurando em Sua mão eterna; bênçãos eternas de Deus repousem com você. Sabendo com essa segurança, que Deus não prometera nada que não possa fazer.
313 Abraão, quando ele estava já velho… ele não importava com sua idade; ele sabia que Deus era capaz de fazer o que Ele disse que faria. Não é isso maravilhoso? Bem, Deus não morre. Deus é de eternidade em eternidade.
314 Tem pensado você que quando seu espírito lhe abandona… Se você estivesse na câmara de gás, se estivesse no fundo do poço, ou do mar, onde fosse, quando o espírito lhe deixa, a água, o fogo, nada pode deter-lhe. Ele se move através dos edifícios, e é como um vapor. Está pairando ali. Está vivo; isto não pode morrer. Isto tem vida Eterna. Não pode perecer.
315 Então quando você morre, e seus parentes choram e pensam que você está morto, mas você não está. Você ainda está vivendo aqui em cima. O velho corpo tem se desvanecido, porém é posto sob a terra. Todos os átomos e coisa que uma vez era você se romperam e voltaram a ser luz cósmica, petróleo, ou o que haja sido — de volta ao pó, e algum dia o grande Rei destes espíritos virá — Jesus, vindo da Glória em Seu Corpo. Amém!
316 E Ele libertará o poder de Deus e toda pessoa que esteja Nele, seus corpos, e os átomos voltarão a se ajuntarem; a luz cósmica começará a se formar; e numa fração de tempo toda pessoa em Cristo será mudada e feita um homem ou mulher jovem de novo, de pé sobre a terra.
317 Pense nisto. Nunca envelhecer; nunca adoecer; nunca ter um mágoa, ou uma preocupação. Com o que teremos que nos preocupar? Apenas caminhe na Luz de Deus. O faremos? Não é Ele maravilhoso? Oh, que coisa.
318 Vejamos se podemos cantar o antigo hino. Podes dar o tom? “Minha fé olha para Ti.” Quantos o conhecem? Costumávamos cantá-lo aqui o tempo todo.
“Minha fé olha para Ti
Cordeiro no Calvário,
Salvador Divino
Agora ouça-me enquanto oro,
Tire fora toda a minha culpa,
E permita que desde hoje,
Seja inteiramente Teu.”
319 Eu sei que estamos atrasados, mas vamos cantar isto. Agora, vamos todos.

Deixe seu comentário