A TEMPESTADE QUE SE APROXIMA
29 de Fevereiro de 1960
Phoenix – Arizona – E.U.A.
Tradução – GO


1 Permaneçamos de pé por um momento para orar. Inclinemos nossos rostos. Nosso bondoso Pai Celestial, certamente somos um povo privilegiado nesta noite, ao podermos contemplar Teu rosto glorioso e chamar-te nosso Pai. E sabendo que temos passado da morte a vida porquanto o Espírito testifica juntamente conosco que somos filhos e filhas de Deus. E Ele é nossa testemunha que temos passado por essa linha, porquanto as coisas do mundo que antes amávamos e acariciávamos, tudo isso agora está morto e temos sido levantados novamente com Cristo e estamos assentados juntos em lugares celestiais Nele, gozando de Sua presença. Como Te agradecemos por isto! Nesta noite, nesta ocasião, rogamos que nos visite numa forma muito tremenda. Abençoe esta igreja, a qual amamos, vendo o grande companheirismo e amor que temos para com esta igreja e para com seu pastor e para com todos os membros e todos os demais que tem vindo compartilhar deste companheirismo nesta reunião. Rogamos Pai Celestial que esta seja uma noite muito especial; e que por muito tempo nos recordemos de Sua presença nesta noite. Se houver alguns aqui nesta noite que não conhecem ao Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, rogamos que O encontrem nesta noite – Aquele que tem saído ao deserto em busca da ovelha desgarrada, a qual ainda não tem voltado ao redil. Conceda isto Senhor e que possa haver misericórdia no acampamento esta noite. Porque pedimos tudo isto no Nome do Senhor Jesus. Amém. Podem se assentar.
2 É muito grato estar novamente neste tabernáculo ou nesta igreja nesta noite, para compartilhar deste companheirismo tão bom. Hoje tenho estado feliz com os tesouros de ontem à noite. Olhando através da congregação vejo a várias pessoas que tenho conhecido, e me dou conta como passa o tempo. Gostaria de estender a mão a cada um, porém cheguei um pouco tarde e tive que me apressar. Porém quero que vocês saibam que ontem à noite houve muitas pessoas aqui que eu reconheci de outras reuniões. E ontem à noite quando cheguei em casa estava falando com minha esposa, lhe disse: “Me ponho a pensar, como será quando atravessarmos a linha? Estaremos de pé ali olhando e diremos, “olha, ali está o irmão Fulano de Tal”. Oh, isso será um tempo muito glorioso. Estamos esperando aquele dia e logo, sim logo. Eu não sei quando será, porém verdadeiramente será um tempo glorioso. Eu creio que João, depois de haver visto a grandiosa glória de Deus e tudo aquilo que lhe havia sido revelado na revelação, ele disse: “Ora, vem Senhor Jesus”. Ele viu que era maravilhoso.
3 Faz como que quinze dias eu estava em Kingston, Jamaica. Muitas pessoas pensavam e ainda pensam que as visões só aparecem aqui na plataforma. Oh, que coisa, o que ocorre aqui não é nem a décima parte! As visões aparecem todo o tempo, em todo lugar. E jamais tem sido errada uma só visão. Os Homens de Negócios do Evangelho Completo me tinham como visita ali em Jamaica. Haviam passado duas noites e havíamos tido pregação evangélica, e assim me fui familiarizando com a congregação e sentindo o espírito do povo. Então disse: “Creio que será suficiente hoje se distribuirmos alguns cartões de oração e começarmos a orar pelos enfermos”. E o Senhor nos abençoou.
4 No outro dia entramos ao refeitório do Hotel Flamingo, o que aqui chamaríamos um pátio. E tudo ali é padronizado no estilo europeu, quando a gente paga a hospedagem também paga a alimentação, tudo junto. E estávamos tomando o café da manhã com um grande numero dos Homens do Evangelho Completo e muitos outros. E surgiu a pergunta: “Essas visões são maravilhosas, como seria maravilhoso se aparecessem a qualquer hora”.
5 Eu lhes respondi: “Mas assim é, precisamente. Seguro. Agora isso não cura a ninguém. Se vocês se tem dado conta, eu pergunto às pessoas, lhe ajudará isto a sua fé para poder crer em Deus?” As visões não curam, Cristo já tem feito isso. É unicamente para ajudar a sua fé. É algo que Deus tem acrescentado, uma promessa que prometeu enviar – uma vindicação dos últimos dias. Mas adiante entraremos nisso, mais adiante na semana. Porém estávamos naquela mesa e eu disse: “O Espírito Santo está presente agora mesmo”. E o irmão Shakarian, a quem todos vocês conhecem, sim, ao irmão Demas. É um amigo meu, muito íntimo. Também o irmão Arganbright e tantos outros. O irmão Sanmore, o vice-presidente dos Homens do Evangelho Completo. E eu lhes disse: “Este jovem que está vindo para nós está muito enfermo”. Era o moço. E quando se aproximou da mesa o Espírito Santo começou a falar-lhe e lhe disse: “Você está sofrendo com um problema do coração. Tua esposa também é cristã; tu crês, porém tens temor”. Começou assim a dizer-lhe quem era e outras coisas. Por pouco o pobre moço quase deixou cair a manteiga em meu prato.
6 Ele respondeu e disse: “Tudo isso é verdade”. Logo disse, não eu, mas o Espírito Santo, lhe disse que tinha sua esposa ali em sua casa e lhe repetiu a oração que eles haviam tido naquela manhã antes que ele saísse. E sua intenção era de me ver naquele mesmo dia. Oh que coisa, ele quase desmaiou!
7 Ele disse: “Eu não entendo como isso ocorre”.
8 Disse: “Eu tão pouco”. A única coisa que eu sei é como quando chegamos esta tarde e o irmão DuPlessis nos encontrou. Eu e o Mercer vínhamos falando do espírito tão formoso que existe aqui nesta igreja; como amamos isso. Existe um companheirismo tão fino. Irmão pastor, isso é maravilhoso, mantenha-o assim. E o irmão DuPlussis me disse: “Irmão Branham, suponho que você passa por muitas dificuldades”. Lhe disse: “Não, o que em verdade me surpreende é a graça de Deus. Muitas vezes eu tenho esgotado sua misericórdia, porém jamais poderei esgotar Sua graça”. Estou tão agradecido por isso.
9 E enquanto falávamos na mesa naquela manhã, houve uma camareira que ia caminhando pelo corredor e carregava uns lençóis no ombro. E lhes disse: “Ali está a Luz sobre aquela moça. Chamem-na”. A chamaram e o Espírito Santo começou a relatar-lhe todos seus problemas. E ela não era cristã, ou melhor dizendo, não era uma crente no Evangelho Completo. Havia feito uma profissão de fé quando era pequena e sua mãe a havia levado à igreja e como que aos doze anos havia sido batizada porém nunca assistiu à igreja. Por isso disse que não era cristã. Vejam isto, a igreja não te converte num cristão; a igreja simplesmente ajuda a gente a ser cristão, lhe ajuda a permanecer naquilo ao qual tem nascido. A igreja lhe ajuda a manter sua experiência enquanto tem companheirismo com irmãos e irmãs de “fé igualmente preciosa”.
10 E enquanto estava assentado ali, estava olhando assim e de repente o irmão Demas Shakarian me chamou a atenção e nisso perdi o que estava olhando. Me disse: “Que se passa com você?” Ai, simplesmente não o haveria dito naquele momento. Eu disse: “Recordem, Assim Diz o Senhor, alguém que está muito perto de mim está a ponto de morrer. E haverá um jovem que estará vomitando sangue”. Então perguntei: “Onde está Billy?” Muitos de vocês conhecem meu filho, Billy Paul. Sua mãe morreu quando ele era apenas um garotinho. Eu sempre o carregava. Então não tínhamos com que comprar carvão suficiente para manter o fogo durante a noite e para aquecer a mamadeira a tinha que manter assim junto de meu corpo. Então quando ele despertava chorando, buscando a sua mãe, eu lhe dava a mamadeira. Quando ela já estava partindo me disse: “Sempre fique com Billy”. Temos nos mantido juntos, muito amigos. Assim sendo, onde quer que eu vá eu levo Billy, e ele tem permanecido comigo.
11 Nessa ocasião Billy estava se preparando para ir a um lugar que chamam “O Jardim da Esperança” para tirar umas fotografias. O chamei rapidamente e lhe disse: “Não vá, algo está para suceder”.
12 Muitas vezes as visões mostram algo porém não sabemos o que é. Os profetas na Bíblia não sabiam sobre o que estavam escrevendo, simplesmente escreviam, mas eram homens vindicados e inspirados.
13 O irmão Shakarian me perguntou: “Irmão Branham, na sua opinião, que vai acontecer?” Lhe disse: “Eu não sei”. Vi a uma pessoa que cuspia sangue da boca, parecia que era um homem e escutei a voz que me disse: “Não pode morrer, não tem se preparado”. Ficamos vigiando aquilo.
14 Eu havia me sentido guiado a ir a Jamaica não a Porto Rico. Então quando chegou a hora para sair para Porto Rico, no mesmo lugar onde caiu aquele avião ali em Jamaica e morreram tantas pessoas – pareciam porcos presos nos cintos, partes de seus corpos todos inchados. Fizeram tudo isso a um lado e ali ainda estava o avião quando nós chegamos. Logo o avião que vinha para nos levar a Porto Rico rebentou um dos pistons naquele mesmo lugar quando aterrissaram para nos apanhar. Billy me disse: “Ouça papai, está seguro que ainda devemos correr esse risco?” Lhe respondi: “Este ramo dos Homens do Evangelho Completo me disseram que tinha que vir. É para o bem do companheirismo desta gente que vou simplesmente para estas duas noites”. Então me perguntou: “Se recorda daquela visão?” Disse: “Sim”.
15 Três dias depois quando estava de pé ali no jardim do hotel, eu jamais tenho visto algo tão formoso como vi ali em Porto Rico. O irmão Fred Sothmann, um amigo canadense, estava tirando fotos. Agora, é muito formoso aqui em Phoenix e também em Los Angeles; é muito formoso em Miami. Porém nenhuma destas cidades nem chega perto em formosura a Porto Rico. É algo extraordinário. Eu jamais havia visto algo semelhante em toda minha vida. Se vê as ondas do mar batendo no coral como que a uma distância de meia milha; os flamengos caminhando pelos parques tropicais. Jamais havia visto algo tão semelhante ao celestial. O irmão Sothmann me disse: “Irmão Branham, seguramente assim deve ser o Céu”. Lhe disse: “Isto nem se compara ao Céu”. Disse: “Porém olhe você esse mar tão tremendo”. Lhe disse: “Porém isso é simplesmente porque a terra está se mexendo”. Mas ali tudo será paz. O vento estará soprando aprazivelmente”.
16 E lhe disse: “E ali não serão flamengos caminhando pelo parque, mas serão Anjos caminhando pelas veredas onde teremos companheirismo”. E nesse instante vi passar frente a mim meu sogro e minha sogra. Meu sogro partiu já há uns 10 anos. E nesse instante minha sogra estava partindo a encontrar com ele. Ela morreu naquele momento. Duas horas depois quando cheguei a Miami, liguei para ver como estava tudo em casa. Minha sogra, a qual não tinha dentaduras, suspirou duas vezes e morreu. Seu filho o qual não estava preparado para morrer, sendo um alcoólatra, sofreu uma hemorragia no estômago e começou a cuspir sangue da boca.
17 O irmão Shakarian me telefonou há uns dois dias e me disse: “Irmão Branham, jamais tenho tido algo que me cause impacto como o saber daquilo”. Foi de Deus que ele me tirasse a atenção daquela visão naquele instante para que eu não conhecesse quem era. Era algo para que ele entendesse. Ele disse: “Eu creio que agora é quando o ministério está chegando a tomar efeito”. Que assim seja. Oxalá aqui mesmo em Phoenix algo aconteça que sirva para inspirar a todos. Oxalá o Espírito Santo venha em nosso meio e opere algo que nos impulsione a apertar a armadura e assim nos prepare para Sua vinda. O Senhor abençoe a cada um.
18 Agora não desejo lhes reter por muitos tempo porque muitos estão de pé. Porém são uma congregação tão fina que parece que poderia falar toda a noite, mas não creio que o farei. Talvez hajam pensado que ontem a noite eu o estava intentando. Há alguns dias preguei sobre um certo tema ali em meu tabernáculo, começamos às 9:30 e terminamos como que as 12:30, porém já lhes havia prevenido. Se tratava do tema: “Ouvindo, Reconhecendo e Pondo em Obra”. Talvez algum domingo pela tarde poderemos falar sobre esse tema. Por quase um ano o Espírito Santo tem estado lidando comigo acerca desse tema e por fim o preguei na igreja.
19 Abramos agora em nossas Bíblias rapidamente o capítulo 7 de São Mateus. Comecemos a leitura no verso 24:
Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelha-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
E aquele que ouve estas minhas palavras, e as não cumpre, compara-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa e caiu, e foi grande a sua queda.
20 Que o Senhor acrescente a bênção à leitura de Sua Palavra. É meu desejo falar por uns momentos sobre o tema “A Tempestade Que Se Aproxima”. E confio em Deus que poderemos todos nos render ao Espírito Santo. Todos sabem que eu não sou pregador. Aqui detrás de mim sim, há uns pregadores. Eu nunca obtive a educação para ser ministro. Mas o Senhor me tem dado outra coisa que fazer. E no meu modo lento ma agrada poder tomar o tempo para explicar o que sei do Senhor e de Sua bondade; e assim me esforço por transmiti-lo a outros.
21 Assim sendo nesta noite estamos falando acerca de “A Tempestade Que se Aproxima” e se eu falho em expressar em palavra o que sinto em meu coração, rogo que o Espírito Santo o revele.
22 Jesus estava falando aqui nesta ocasião acerca de uma tempestade, a qual tem que chegar a todo homem e a toda mulher nascidos na terra. Não há como evitá-la. Essa tempestade vai chegar a você tarde o cedo. E depende de que classe de fundamento você tem, se sua casa suportará a tempestade ou não. Muitas vidas tem se salvado pelo fato de se haverem preparado antes da tempestade. E também se tem perdido muitas vidas por se haverem negado a darem atenção aos avisos das tempestades que se aproximavam.
23 Não faz muito me inteirei de uma história, eu creio que a li num jornal. E isto sucedeu no estado da Flórida. Por ali passam muitas tempestades tremendas. Por ali passam os tufões que procedem do mar e fazem subir a água muito adentro na cidade, várias quadras, e assim varrem tudo. E me dizem que seus profetas meteorológicos sempre estão vigiando tais tempestades. E de alguma maneira, trabalhando com os elementos, tem sua forma de fazer contato com as mudanças atmosféricas e podem prognosticar como e de onde está se formando a tempestade. Com essas pessoas é um estudo de toda a vida e tem instrumentos e coisas que a ciência lhes tem provido. E por meio de chamados de um a outro podem saber que rota está tomando a tempestade e quanto tem de vento, podem saber que rumo tem outras tempestades e assim saber se uma vai combater a outra. Eu aqui poderia me deter e pregar por várias horas sobre esse aspecto: como é que se necessita de um vento mais forte ou de uma tempestade maior para lançar a outra tempestade a um lado. E assim é hoje em dia. E todos sabemos que temos uma tempestade por diante. E o único vento que está conosco e que pode desviar essa tempestade é o vento forte que soprou ali no Dia de Pentecostes.
24 Tem me dito que mesmo nesta hora há homens aqui na cidade falando contra o comunismo. E assim devem fazer. Porém simplesmente falar contra não é suficiente. Temos que encontrar a maneira de desviar esse mal. E existe uma só coisa que pode desviar essa tempestade e essa é uma tempestade maior, a qual pode confrontá-la e mudar sua rota.
25 E estes profetas meteorológicos ali na Flórida são muito exatos em suas profecias. E é que tem um propósito singular, para avisar ao povo. Parece que foi no jornal onde eu estava lendo acerca de uma tempestade que passou, há alguns anos, por toda a parte central da Flórida. E em toda a região ali pelo lago Okochobee foi avisado. Faz como que umas cinco semanas eu estive naquela região.
26 Um certo habitante se mantinha em contato com o rádio para saber das tempestades e ele era um cristão muito bem conhecido. Ele ouviu que estava se aproximando o grande tufão; que vinha destroçando árvores e avisava a todos que fugissem a um lugar seguro. Então este homem pensou em seu vizinho, o qual era um avicultor, tinha sua granja de galinhas. Tinha vários galinheiros (edifícios muito frágeis) e as incubadoras e demais coisas, e enfim tudo o que esta família tinha, tinha investido nessa granja. Então o cristão correu rapidamente em seu carro e parou frente ao portão da granja. Desceu e gritou ao vizinho: “Olha, toma todos os pintainhos e coloque-os em seu sótão, logo venha tu e tua família aqui conosco porque se aproxima uma tormenta que vai acabar com tudo isto aqui”.
27 O outro ficou olhando e riu, e disse: “São puras tonterias. Eu os tenho ouvido fazer esses prognósticos desde muito e jamais tem sucedido”.
28 Então o vizinho cristão estava tão alarmado que lhe perguntou: “Porém, que tal se chegar agora?” E todos nós temos ouvido essa classe de comentário com freqüência. “Sim, eu tenho ouvido que isto e aquilo vai suceder…” Porém num destes dias assim mesmo vai suceder, e nos convém pôr atenção a todo aviso.
29 Porém este homem disse: “Eu não tenho tempo para tais tonterias. Eu tenho trabalho aqui com as galinhas e não tenho tempo para isso”.
30 Então o vizinho lhe disse: “Olhe, no Nome de Deus, deixe essas galinhas e venha comigo logo tu e tua família. E se não crês, pelo menos permita que venha tua família”.
31 E o outro lhe respondeu: “Não vou permitir que minha família se agite por causa de uns quantos avisos radiofônicos. Eu tenho decidido que meus filhos viverão como eu vivo. Minha esposa vai ouvir a mim porque sou eu quem manda nesta casa. Ela vai dar atenção a mim. Assim sendo eu não vou permitir que meus filhos sejam molestados por esta classe de tonteria”.
32 Então o vizinho se encontrava sem palavras, entrou em seu carro e se foi para sua casa. Desceu ao porão e então, de repente a nuvem estava por cima. Assim mesmo é como chega o juízo; vem de repente e a gente fica assombrado de como pode chegar tão rápido. Eu tenho visto a homens cruéis que antes haviam amaldiçoado a Deus caírem de joelhos e clamarem: “Como podes me tratar desta forma?” E num momento ficou desfeito todo seu fundamento. Convém dar atenção ao aviso.
33 Você talvez se porá a rir do mensageiro; e talvez poderá até mesmo matá-lo, porém não pode matar a mensagem, isso seguirá como se nada houvesse acontecido. A Mensagem de Deus é eterna. Suas Palavras jamais falharão.
34 Saulo de Tarso conseguiu que apedrejassem a Estevão, porém através de toda sua vida até quando se entregou a Cristo, desde então não pôde apartar-se daquela Mensagem: “Eu vejo ao Céu aberto e Jesus à destra de Deus”. Ali mesmo algo se apoderou dele. Não foi o mensageiro mas a mensagem que trazia.
35 Quando a tempestade varreu toda aquela região, levou o avicultor e toda sua granja. Jamais puderam encontrar seu cadáver. Sua esposa estava tão temerosa. Moravam ali perto do lago Okochobee e o nível da água começou a subir sendo que o tufão levantava a água desde o profundo do lago. Por isso esses lugares são tão perigosos porque não são profundos e logo os barcos se agitam e as ondas se levantam e afundam os barcos. Chegam as tempestades e chupam a água e as levam a longas distâncias. E a mãe, vendo que não havia mais esperança, fez subir a seus filhos ao teto. Conseguiu subi-los ao teto, agarrando-se à chaminé da casa. Logo também os animais quiseram subir ao lugar seco e entre eles vinha a víbora da água, eu creio que esse animal é ainda mais perigoso que a víbora cascavel daqui. Estas serpentes vinham buscando segurança e também subiram ao teto. Essa mulher por haver dado ouvidos a seu esposo e não haver dado atenção aos avisos, teve que golpear e pisotear muitas serpentes, mas por fim ficou atônita, olhando, indefesa enquanto aquelas serpentes malignas picaram a seus filhos até que todos morreram ali sobre o teto. E a própria mãe foi tão picada que também morreu. Assim foi como se deu toda a história. Depois que passou a tempestade e saíram a investigar, buscando sobreviventes, a encontraram ali sobre o teto com seus filhos a seu lado. Convém dar atenção aos avisos.
36 Em primeiro lugar, antes de haver um aviso, tem que haver uma preparação feita para a segurança; doutra forma não há razão para se avisar. E o aviso não é mais do que a voz de alguém anunciando-lhe que se prepare para o perigo que vem. Assim sendo, primeiro tem que existir preparação. Logo pode sair o aviso instigando-lhe a fazer sua decisão, se você quer ou não quer dar atenção. Se você não deseja ouvir, isso é com você. Porém se der atenção então encontrará segurança.
37 Deus tem a mesma tática. Nós operamos conforme ao plano de Deus nesse aspecto. Ali nos dias primitivos, no mundo antediluviano, as pessoas haviam chegado a serem tão malvadas e pecaminosas até ao ponto em que Deus já não as podia olhar e ser justo. Deus é um Deus justo e Ele tem leis. Agora qualquer lei que se possa quebrar e que não há castigo essa já não é lei. Você não pode quebrar as leis de Deus sem ter que pagar a pena, tarde ou cedo.
38 Você tem que pagar. A Bíblia diz: “Teus pecados te encontrarão”. E que é o pecado? Desejo fazer uma pausa aqui. Muita gente pensa que fumar cigarros é um pecado, mas não é. Muita gente pensa que mentir é um pecado, mas não é. Cometer adultério, isso não é pecado. Tudo isso é atributo da incredulidade. A razão pela qual você anda fazendo essas coisas é porque você é um incrédulo.
39 Só há dois partidos, ou você é crente ou é incrédulo. Se você é um crente, você não faz essas coisas. Se você faz tais coisas, eu não sei que classe de profissão você tem, porém a verdade é que o que comete tais coisas o amor de Deus não está nele. Assim nos diz a Bíblia. É que temos muita profissão sem possessão. Muita gente que anda falando e não o está vivendo.
40 Eu ainda creio que temos muita ênfase no ensaio de sermões em lugar de vivermos os sermões. Seria muito melhor se vivêssemos nossos sermões, assim cada um de nós seria um ministro. É muito melhor você viver um sermão em lugar de pregar um sermão. A Bíblia diz: “Sois cartas escritas, conhecidas e lidas por todos os homens”. Então é muito melhor viver um sermão. O pecado é porquanto você não crê.
41 Quando Jesus esteve aqui na terra nos dias de Sua carne, não chamou Ele aqueles que não mentiriam e que não roubariam, os quais não cometeriam adultério, ou seja, homens justos, pregadores, não lhes disse: “Sois de vosso pai o diabo?” Isso foi porque não criam no Filho de Deus. “Aquele que não crer já está condenado”.
42 Faz algum tempo eu estava fazendo uma chamada de altar e gosto tanto da Escritura de João 5:24: “Aquele que ouvir a minha palavra e crer naquele que me enviou, tem vida eterna; e não virá a condenação, mas tem passado da morte à vida”. Ali diz: “Aquele que crer”. Você dirá: “Ora, isso é muito fácil”. Não senhor, isso é muito profundo. Porque quando você crê então, “nenhum homem pode chamar a Jesus Cristo a não ser pelo Espírito Santo. Quando você tem ao Espírito Santo então você tem crido para a vida eterna e tem vida eterna. “Aquele que ouve minha palavra e crê naquele que me enviou, tem vida eterna; e não virá à condenação, mas tem passado da morte à vida”. Isso indica uma separação, fazendo preparativo.
43 Deus então viu a maldade do mundo e se deu contra daquela geração malvada e adúltera e nisso Sua Santidade já não agüentou mais. Oh, que mundo mais pecaminoso!
44 Outro dia ia no carro com minha esposa à loja para fazer as compras e íamos falando de certa jovem de nossa cidade. Era um tempo de muito frio e aquela jovem tinha colocado seu casaco curto e ia vestida muito imoralmente em seus shorts que costumam usar no tempo do verão. Havia um pouquinho de neve sobre a terra. Minha esposa disse: “Tu bem sabes que essa mulher não pode estar a gosto”. Lhe disse: “Não, simplesmente é que não está em sua mente correta”. Então ela me disse, “Porém tu sabes que ela assiste à escola secundária”. Lhe respondi: “É possível que esteja no secundário, porém isto não indica que está tudo bem. Ela não pode estar bem da mente”.
45 Há algum tempo eu estive na Alemanha numa grande campanha onde o Senhor nos estava dando como que dez mil almas cada noite. E fiquei tão assombrado numa certa noite quando saí do culto e fomos a um lugar onde fomos convidados a jantar. Havíamos completado a campanha e encontrei a todos os cristãos assentados ali tomando cerveja. Aqui na América, Canadá e Inglaterra são os únicos países que eu conheço onde se proíbe a cerveja ao cristão. Eles ali não se embriagam porém você sabe como somos os Americanos.
46 Logo quando viram que eu não bebia, surgiu a pergunta e chegou a mim, por que eu não estava bebendo minha cerveja, seria porque era de qualidade inferior? E o Dr. Guckenbuhl estava a meu lado e me serviu de intérprete, lhe perguntei: “Por que estão falando assim de mim?” E me respondeu: “É que não entendem porque você não bebe”.
47 Agora eu sei que está escrito: “Quando estás em Roma, faça como os romanos”. Porém lhe disse: “Diga-lhes você isto: Eu não os censuro, porém eu tive um nascimento nazareno. Eu não devo beber”. Não queria ferir-lhes. Eles entenderam e continuaram bebendo.
48 Logo na Itália encontramos quase o mesmo. E em muitas partes do mundo quando você entra à diferentes nações, você encontrará que cada uma tem seu espírito em particular. Me recordo como foi que o Espírito Santo me avisou que não entrasse no YMCA na Finlândia (um certo lugar como um hotel). Eu não sabia de que se tratava, porém encontramos que ali tinha mulheres dando banhos. Eu me apartei e não quis entrar com o Dr. Múnion e os demais para nadar. E descobri que essas mulheres lavam aos homens. E lhe disse: “Isso não é correto”. Então me respondeu: “Ora irmão Branham, é tão correto quando vocês ali na América com suas enfermeiras. Estas mulheres tem sido treinadas para isto”. Lhe disse: “Não me importa quanto treinamento tenham, nunca foi a intenção de Deus que fossem assim. Deus as cobriu e as fez diferentes. Correto. Porém eles não deram atenção a isso, eram finlandeses, gente maravilhosa. Mas aquele era o espírito da nação. Onde quer que você vá encontrará o espírito dessa nação. E se você vem a América, aqui encontrará algo tremendo. E se você vem a América, aqui encontrará algo tremendo. Esse é o pior de todos.
49 Então minha esposa me disse: “Ora, essa gente assiste à igreja, e eu sempre tenho me perguntado como é que isso não lhes condenava a consciência.
50 Lhe disse: “Querida esposa minha, deixa-me dizer-te: eles são americanos”. E disse: “E nós, não somos americanos?”
51 Lhe disse: “Não, só estamos vivendo aqui. Porém temos nascido de cima, o espírito Santo de Deus nos tem feito sombra, portanto somos peregrinos e estrangeiros nesta terra. Isto aqui não é nosso lar, mas estamos buscando um que está por vir, cujo artífice e construtor é Deus”.
52 Portanto, quando você é nascido de cima, então tem o Espírito Santo, o qual vem de Deus e isso então muda sua natureza. Não importa se fosse sua mãe, sua irmã, ou sua melhor amiga que estivesse vestida dessa maneira; porém o cristão, o qual é nascido do Espírito de Deus, ele é nascido de cima e seu espírito já é de outro reino, nascido de Deus e a simplicidade do Espírito Santo vem para segui-lo e vigiar como é que atua e ainda faz com que você se porte bem.
53 Assim foi nos dias de Noé. E Deus se enfadou de tal grau com tudo aquilo… porém antes que enviasse aquela tempestade para destruir ao mundo completo – primeiro Deus fez a preparação para todos aqueles que desejavam escapar a essa tempestade. Eu ainda posso ver a Noé de pé na porta da arca, pregando a justiça. Porém não havia muitos que lhe escutavam. Eram como os de hoje, desejavam mais entretimento e diversão, do que Evangelho. Ai, ai, ai, como será para estes evangelistas estilo de Hollywood os quais temem chamar ao pecado por seu nome! Necessitamos mais daqueles pregadores antigos da serra que sentiam o Espírito Santo e não temiam pregar o Evangelho sem luvas; não como os de hoje que cobrem o Evangelho com luvas, mas uns que preguem a vinda do Senhor Jesus: juízo para maus e o Céu para os justos.
54 Muito logo estamos chegando a um tempo que eu não conheço e ninguém mais conhece tão pouco, mas eu tenho avisado aos de minha geração. Se a tormenta chegar agora eu quero que eles estejam prevenidos.
55 Posso ver a Noé de pé ali na porta da arca. Só gostaria de crer que não foi dessa maneira. Porém Noé, de pé ali nessa porta, era a única via à segurança.
56 Posso ver a Moisés anos depois, de pé ali na porta com o sangue no portal, pregando juízo: “Coloquem o sangue sobre o umbral”.
57 Hoje em dia Jesus é a porta do redil das ovelhas. Ministros do Evangelho estão de pé nessa porta, rogando à congregação que entre ao lugar seguro. Sem dúvida houve muitos que riram e criticaram de Noé. A Bíblia ainda diz que houve zombadores. E eu posso ouvir que diziam algo assim: “Noé, se tu não tens melhor entendimento que isto, então é melhor ficarmos em casa”.
58 América, e o mundo de hoje em dia não tem desejos do Evangelho, desejam mais diversão. Tem que ter algo para entretê-los, muita música extraordinária ou algo assim. Tem que ter alguma classe de festa, ou um assado de carne. Todas essas coisas estão bem, porém fora da igreja. Mas a igreja é onde deve ser pregado o juízo e o poder da ressurreição do Senhor Jesus, e o aviso que o juízo começa na casa do Senhor, não as festas, mas o juízo.
59 Ló recebeu seu aviso. E quando chegaram os Anjos (ainda que ele não soubesse que eram Anjos), quando eles chegaram a esse lugar sua mensagem para Sodoma era: Saiam deste lugar pecaminoso. Deus tem provido uma via de escape para vocês saírem deste lugar pecaminoso.
60 Jesus disse: “Assim como foi nos dias de Sodoma!” Notem que classe de vida estavam vivendo. E Jesus comparou aquele dia com o nosso, assim pecaminoso. Notem como foi quando Ló foi para avisar a seu povo. Riram dele; zombaram dele. E diz que os pecados da cidade afligiram sua alma justa. A Mensagem daqueles anjos não teve nenhum efeito nessa gente. Porém rogaram que saíssem porquanto o juízo estava para cair sobre a cidade. Deus ia deixar cair uma tempestade de fogo, sobre aquela cidade. Porém eles rejeitaram caminhar; rejeitaram sair. Estavam muito satisfeitos com seus pecados. A gente de hoje em dia parece que está tão acomodada no pecado. Desde que tenhamos um carro novo; desde que possamos comer três vezes ao dia; ou possamos dormir numa cama limpa. Tudo isso é maravilhoso e estaria muito em ordem. Porém nos esquecemos de Deus quando nos vem a prosperidade dessa maneira. Nós, os pregadores e todos os cristãos temos tomado tanto interesse no programa de levantar nossa igreja e talvez obtendo um local melhor ou talvez maior, ou andamos buscando melhores bancos, vocês sabem o que digo. E ao fazer essas coisas temos deixado a um lado as coisas principais: o juízo, a justiça, o poder do Espírito Santo, a ressurreição, o juízo eterno.
61 O Anjo nunca falhou em pregar a Mensagem. Embora fizessem esforço para barrá-lo, a Mensagem continuou. Notou você isto?
62 É como um homem que diz: “Eu não vou crer que o sol está brilhando. Jamais terei que lidar com o sol”. Ele fecha os olhos e desce ao sótão da casa e ali continua dizendo: “Eu recuso a crer que o sol esteja brilhando”.
63 Você dirá: “Ora irmão Branham, esse homem tem algo mal com a mente”.
64 Bom, e os que rejeitam a Jesus Cristo estão no mesmo terreno. O Espírito Santo é mais real e genuíno que a luz do sol. O sol algum dia falhará porém o Espírito Santo não pode falhar. Não é somente luz para o sentido da vista, mas também é luz para a alma. É uma luz radiante a qual nos conduz a Deus e projeta o Calvário para nós juntamente com os sofrimentos do Senhor Jesus, os juízos que se aproximam e também o escape para todos os que o desejam.
65 Eu preferiria estar totalmente sem vista natural e ter vista espiritual em vez de estar totalmente sem vista espiritual e ter minha vista natural. Eu quero ter a vista espiritual.
66 Notem bem. Que estaria faltando com aquele homem no sótão? Suponhamos que chegassem seus amigos e lhe dissessem: “Jaime, (João, ou seja qual fosse seu nome), tu estás muito errado, saia pois deste sótão, tão sujo e úmido”.
67 Ele lhes faria frente e lhes diria: “Eu estou satisfeito aqui onde estou”. É que ele não deseja o calor do sol; ele não deseja sentir seus raios saudáveis; ele não deseja sua beleza e seu calor para sua vida. Algo estaria muito fora de ordem com esse homem.
68 E assim também é o homem ou a mulher que deseja permanecer no mundo sujo, encerrado com o pecado úmido e fedorento de incredulidade, dizendo que os dias dos milagres tem passado; dizendo. “Não existe isso de cura divina; não existe o Espírito Santo”. Isso é simplesmente porque você rejeita sair do sumidouro e das cavernas do diabo, do inferno e do pecado e do orgulho.
69 Caminhe você na Luz do Evangelho, o qual lhe trará calor. Oh quão cômodo se sente a gente ao ver os juízos que se aproximam e sentir esse calor tão cômodo do Espírito Santo. Se ouve que falam da bomba atômica e ao mesmo tempo se pode pensar no que tem sucedido: essa paz que excede a todo entendimento. A bomba apenas haverá saído do canhão quando nós já estaremos na presença de Jesus com Vida Eterna. Nós os anciãos seremos novamente jovens. Os pequenos crescerão a uma certa idade e jamais terão que experimentar a morte ou a dor. Oh, que coisa mais maravilhosa! E você me diz que um homem rejeitaria sair de onde está para caminhar nisso? É que não está bem.
70 Por fim, se ele não aproveita o sol, se torna pálido. Se torna muito pálido e a enfermidade começa nele. Isso é o que acontece com o mundo hoje em dia. E isso é o que acontece com a maioria de nossas igrejas hoje em dia. Estamos chegando a um estado de anemia. O que necessitamos é de uma transfusão de sangue! Estamos nos tornando pálidos porquanto nossa saúde espiritual está falhando. Já não temos o zelo de antes para sair em busca das almas e para admoestar às pessoas. Já não temos interesse de falar ao vizinho, aos amigos, ao leiteiro, ao jovem que nos vende jornal, ou a quem quer que seja, porém a coisa é atrair alguém ao Senhor Jesus. É que estamos muito pálidos, rejeitando caminhar na luz, o que é privilégio nosso. Estamos rejeitando crer na ajuda de Deus por meio da Cura Divina.
71 Entendo por meio da Bíblia que chegará o tempo quando aqueles que não estão morando nesta maravilhosa Luz do sol, diz que as aves dos céus se alimentarão com a carne deles; diz que as enfermidades virão as quais os médicos não poderão fazer oposição. São as pragas de Deus. Os médicos egípcios, os quais foram muito mais sábios que os nossos, eles não puderam impedir as pragas de Deus; nem tão pouco lhes serviram seus advinhos nem seus personificadores. Se necessitou de Gosen e do poder de Deus para guardar a seu povo sob o sangue de um cordeiro. Hoje em dia essa porta é o Espírito Santo. O Espírito Santo é o refúgio hoje em dia.
72 Não faz muito eu estava numa certa reunião e nesta noite tenho estado olhando este irmão negro assentado aqui com sua esposa. Desde que comecei a pregar o tenho estado observando e tenho visto como meneia a cabeça, e como tem estado se regozijando na reunião e me fez pensar naquela outra reunião. Naquele tempo um jovem entrou a reunião e tão logo que terminou o culto ele correu à reunião e tão logo que terminou o culto ele correu para mim e me disse: “Reverendo, eu quero encontrar ao Senhor Jesus Cristo nesta noite”. E eu estava em meio de um culto de cura divina. E lhe disse: “Seguro meu irmão. Estarei muito feliz em poder guiar-te a Ele”.
73 Depois que ele havia entregado seu coração ao Senhor, ele disse: “Suponho que você estará perguntando por que eu corri assim dessa maneira. Eu soube que você estava aqui na cidade e vim ver-lhe. Minha história é esta: Eu tenho sido um vagabundo. Porém minha mãe foi uma verdadeira cristã; minhas irmãs também são cristãs e tenho só um irmão que é cristão. Eu fui o menor de todos os filhos e para começar fui um menino muito mimado porque todos me tratavam com muito carinho e amor. Porém eu não dei atenção a minha mãe, nem a ninguém de meus parentes tão piedosos. Eu queria ser um vagabundo, queria viver a vida de um verdadeiro homem. Eu sempre pensava que ser cristão era mais para as mulheres e para os fracos. Então eu cheguei a ser um cozinheiro e cheguei a ser muito esperto em meu ofício. E me entrou um grande desejo de viajar para o norte. Então um certo dia cheguei muito ao norte e me encontrei num acampamento de lenhadores onde estavam cortando madeira para polpa para converte-la em papel. Eu não tinha nem um centavo. Disse ao capataz: “Não necessitam de um cozinheiro?”
74 Ele contou acerca de todas as recomendações que trazia de todos os lugares onde ele havia sido um tremendo cozinheiro. E o capataz lhe disse: “Por agora temos uma cozinheira, no entanto, para que possas viajar podemos te dar um pouco de dinheiro. Temos uma velha anciã de cor, a qual é uma cozinheira muito boa. Vá e fale com ela, talvez possa te empregar como ajudante e se assim for, então podemos te dar um pouco de dinheiro até que possas viajar”.
75 E o jovem disse que com isso estava satisfeito. Disse que foi à cozinha e se entrevistou com a velha e a ajudou por uns dois ou três dias. Logo uma noite estava deitado e assim em seguida viu que algo brilhava sobre a parede. Logo pensou que talvez fosse alguém fora com uma lanterna, mas em pouco tempo ouviu um rugido muito profundo e era um trovão distante. Fora ouviu vozes de pessoas que estavam falando e diziam: “Convém que regressamos aos cavalos para cuidar deles porque é muito provável que não estejamos aqui muito tempo”. Diz que tirou a coberta de cima da cabeça e colocou o ouvido na parede e nisso houve um tremendo relâmpago e ele pôde ver a seu chefe e aos lenhadores. Ele entendeu pela conversa deles que uma grande tormenta estava se aproximando, atravessando as montanhas, ali nas terras do norte chamamos a isto de nortenho”. É uma tormenta que chega de repente, sem aviso. A gente não tem tempo para fazer nada. As montanhas são tão altas que essas tormentas atravessam e de repente ali estão.
76 Então essas luzes que ele havia visto eram os relâmpagos. E o chefe disse: “Moços, é possível que dentro de pouco tempo não estejamos vivos. Isso parece com um tornado muito terrível”. Então o jovem pensou: “Oxalá não chegue aqui porque eu não estou preparado para morrer”. As vezes a gente fica esperando até quando já seja muito tarde.
77 Então diz o jovem que em poucos momentos o vento começou a dar forte contra a cabana e as árvores começaram a se mexer. Diz que havia uma lona estendida entre ele e o lugar onde dormia a velhinha. Ela estava batendo na lona e o estava chamando: “Meu filho”.
78 Ele respondeu: “Sim senhora”. Ela disse: “Desejas vir aqui do meu lado? Eu tenho uma lanterna alumiando aqui”.
79 Disse ele: “Eu fui porque estava espantado como que para morrer”. E ela ali tinha uma lanterna velha colocada sobre um caixotinho e ela disse: “Quero fazer-te esta pergunta: Estás pronto para encontrar-te com o Senhor?” Disse ele: “Então me assustei mais ainda”. Lhe respondeu: “Não senhora, não estou pronto”. Ela disse: “Querido, quero dizer-te algo: convém que te prepares agora mesmo porque possivelmente tenhas que encontrar-te com Ele nuns instantes e nem estás preparado. Podes ficar comigo aqui mesmo?”
80 Ali nos ajoelhamos juntos àquele caixotinho. Me disse: “Reverendo, lhe digo a pura verdade. Eu tinha muito medo para estar orando. As árvores estavam batendo contra a cabana e os relâmpagos estavam brilhando forte e já não agüentava os trovões. Eu estava muito atemorizado para poder orar. Começava a dizer: “Senhor, tenha misericórdia… E de repente caía um relâmpago. Logo, quando via onde estava, “Senhor, tenha misericórdia…” E de repente outro relâmpago. Disse: “Porém ali aprendi algo importante. Essa velhinha tão piedosa estava tão tranqüila e contente como se nada estivesse sucedendo. Ela falou com o Senhor como se o houvesse conhecido desde pequena, lhe falava como se fosse seu pai e sua mãe. Ela não estava nada assustada. Porém eu estava assustado como que para morrer. Ao fim pude falar estas palavras, disse: “Senhor, se permitires que eu viva, eu buscarei um lugar onde não esteja fazendo tanto barulho e ali me entregarei a Ti”.
81 A ele foi concedido outra oportunidade porém a você talvez não seja assim. Quando os juízos de Deus começarem a ser derramados sobre a terra, então não haverá mais oportunidade. Você está experimentando sua oportunidade agora mesmo. Esta agora é sua oportunidade.
82 A tormenta estava em cima dele. Ele disse: “Reverendo, será possível que um homem como eu nunca possa ser escondido nesse refúgio? Quando a morte vier sobre mim eu quero poder falar com Ele como o fazia aquela velhinha piedosa”.
83 Lhe disse: “Filho, o sangue de Jesus Cristo, o qual a fez dessa maneira, também pode te fazer dessa mesma maneira neste momento”. Eu estava de pé junto a meu automóvel e ele era um jovem muito bem vestido com cultura e educação. Ele caiu de joelhos ali mesmo no lodo e naquele momento ele encontrou seu esconderijo, o refúgio em tempo de tormenta, o grande penhasco em terra quente. Você não tem que estar abatido se está na Rocha. A Rocha é um lugar onde não há cansaço, nem problemas. A rocha é um lugar onde há satisfação. Ali a gente pode descansar e regozijar-se; ali há segurança.
84 A hora vem e agora é, e o tempo de selamento quase tem terminado. E nessa hora todo homem e toda mulher em toda a face da terra ou estarão no refúgio como ali nos dias de Noé, ou estarão fora. Porém você mesmo tem que decidir.
85 O refúgio é Jesus Cristo. Ele é o único lugar, o único lugar que tem vida eterna. Nenhum homem pode chegar ao Pai senão por meio Dele. Ele é a Arca de nossa segurança. E Espírito Santo testifica junto conosco agora mesmo que em realidade temos passado da morte à vida. E quando olhamos ao cemitério sabemos que cada um de nós vai nesse rumo. Lemos os jornais e vemos que as tormentas estão se aproximando.
86 Quando você chegar em casa nesta noite, faça-me este favor: Não vá sem ler Apocalipse capítulo 8. Ali poderá ver as pragas e as tempestades que vem e sacudirão esta terra e os trovões e os relâmpagos sacudirão os céus.
87 Os pesares por todas as nações. A carne do homem apodrecerá estando ainda em vida; haverá enfermidade que os médicos não poderão fazer oposição. Porém recordem, antes que isso suceda há uma saída que ocorre. Os anjos da morte e as pragas foram comissionados por Deus: “Não se aproximem daqueles que tem o selo em sua fronte”. E o Selo de Deus é o Batismo com Espírito Santo. Efésios 4:30 nos diz: “Não entristeçais ao Espírito Santo de Deus, com o qual fostes selados até o dia da redenção”. Não importava qual duro se movia a arca; não importava quantas vezes os relâmpagos brilhavam perto, “dez mil cairão à tua direita e mil a tua esquerda, mas tu não serás atingido”. Eu leio do cavaleiro do cavalo amarelo, o qual é chamado “morte” e o inferno lhe seguia. Também saiu um cavaleiro sobre um cavalo preto e em sua mão tinha uma balança; e uma voz disse: “Duas libras de trigo por um dinheiro, e seis libras de cevada por um dinheiro, porém não danifiques o azeite nem o vinho”.
88 Eu posso ouvir por meio da Bíblia que os juízos de Deus estão chegando. Então as pragas de enfermidade, os problemas e desastres cairão sobre as nações e todas as nações ficarão em ruína.
89 Em uma certa viagem à Índia estive pregando a uma congregação de milhares e milhares e me trouxeram um ceguinho que não via nada. Porém num instante o Senhor Jesus Cristo lhe fez desvanecer todas as trevas dos olhos e de repente o homem agarrou ao presidente municipal e gritou: “Posso ver, posso ver”. Ali estavam presentes milhares de maometanos e demais e então eu lhes perguntei: “Agora, qual é a arca de segurança? Li em seu jornal aqui há alguns dias que todos os pássaros que antes tinham os seus ninhos nas pedras das paredes e nas esquinas das torres, agora tem voado”.
90 Como vocês sabem, a Índia é um país sumamente pobre e ali recolhem as pedras do campo e com elas edificam as cercas. E ali os passarinhos constróem seus ninhos nas gretas das pedras para escaparem da chuva. E o gado, no tempo da tarde quando as sombras se alongam, o gado para na sombra destas cercas e edifícios para se protegerem. Porém pelo espaço de dois dias ocorreu a coisa mais rara. Todos os passarinhos tomaram seus pequeninos e voaram para longe das paredes e não voltaram nem à noite. Se foram ao campo aberto e ali pousaram. O gado não se aproximava às cercas na tarde. Se mantiveram distante e se juntaram entre si para formarem sombra entre si mesmos.
91 Oh irmão, isso é o que deveria fazer a igreja. Não nos faz falta a sombra destas torres de Babel de modernismo de hoje em dia. Necessitamos é das bênçãos um do outro: nosso testemunho e nosso amor é da irmandade cristã, derramada em nossos corações pelo Espírito Santo. Isso então nos faz gritar. Então posso tomar a meu irmão ou minha irmã pela mão e saber que ambos somos cidadãos do reino de Deus. Nos amamos mutuamente e nos pomos de pé juntos, ombro a ombro nesta grande causa de Cristo Jesus. Seja você Metodista, Batista, Presbiteriano, da Unidade, os que crêem em dois, três, ou o que for; isso não importa se o sangue de Jesus Cristo nos tem limpado de todo pecado e temos companheirismo um com o outro. Isso é o que desejamos: a irmandade e o companheirismo.
92 Aqueles animais ficaram ali no campo recusavam chegar à sombra das paredes. A essa gente ali aquilo parecia estranho. E em realidade é algo muito estranho. Que passou? De repente a terra começou a tremer e caíram as paredes até o solo. Se os passarinhos houvessem estado em seus ninhos seus filhotinhos seriam vitimados como aquele homem e sua mulher e seus pequenos ali em Okochobee, na Flórida. Haveria morrido com a queda dos muros. Se o gado houvesse ficado para agüentar esse peso dos muros, eles também haveria perecido com a queda de tanta pedra. Isso ocorreu há três anos. Por ali tenho o recorte do jornal. As manchetes do jornal dizem: “Os pássaros estão voltando a seus ninhos, o gado está regressando do campo”.
93 Se Deus, ali nos dias de Moisés ou melhor, nos dias de Noé podia avisar ao gado e aos passarinhos que entrassem ao lugar seguro, na arca, porquanto vinha a destruição, a tormenta – Ele segue sendo o Mesmo Deus nessa noite – Ele ainda ama as vacas e os passarinhos. E se Ele preparou um caminho para que o gado e os pássaros escapassem da ira do juízo, quanto mais não haverá preparado um caminho de escape para você e para você e para mim os quais somos os sub-produtos de Sua criação? Quão melhor caminho de escape não haverá preparado para nós?
94 Nós sentimos ao Espírito Santo falando a nosso coração, a hora está chegando; vemos as sombras da era hidrogênia; vemos as nações caindo em pedaços e Israel despertando…
As nações estão se quebrando
Israel está despertando
Os sinais que os profetas predisseram;
Os dias dos gentios estão numerados,
E com horrores acumulados;
Oh, dispersos, voltem a seu lugar.
95 Esse é o caminho hoje em dia. Vocês todos seguramente conhecem aquele hino escrito por Haywood:
O dia da redenção se aproxima
O coração do homem está falhando pelo temor;
Sede cheios do Espírito,
Tende vossas lamparinas preparadas
Olhai para cima
Vossa redenção se aproxima
96 As tormentas estão já muito próximas. Porém existe um esconderijo, um refúgio tão formoso – isso é em Cristo. Inclinemos nossas cabeças por um momento. Eu quero que você se ponha sinceramente e solenemente por este momento que segue. Tem encontrado você esse bendito refúgio da ira? Recorde isto: Não existem dois refúgios, existe um só. Você bem pode ser um bom membro de alguma igreja, contra o que eu não tenho nada a dizer. Porém se isso é a única coisa que você tem em sua vida, agora se enquadra com o livro dos Atos; se o Espírito Santo que você diz que tem não lhe faz viver assim como viveram no Livro dos Atos, e a raiz disso se poderia escrever outro livro igual, se não é assim então é melhor que dê atenção ao aviso. Se a primeira vinha produziu uma igreja Pentecostal, a segunda rama que tem saído da vinha também produzirá outra igreja pentecostal junto com a experiência pentecostal, produzindo os mesmos frutos como teve a primeira igreja.
97 Está você habitando naquela presença bendita e sagrada do Senhor? Tem passado você da morte a vida? Está você confiando em alguma emoção, ou algum efeito psicológico, ou em algum tremendo discurso intelectual? Ou está você morando continuamente em Sua presença com os frutos do Espírito em sua vida? Os frutos são: longanimidade, bondade, mansidão e longanimidade. Pode agüentar, quando alguém está falando mal de você e pode você ao mesmo tempo amá-los tanto que em seu coração esteja orando por eles? Ou será uma oração um tanto egoísta? “Oh Senhor, eu sei que devo orar por ele, porém…”. Oh não, meu irmão, onde está a doçura e o amor de Deus? Inunde minha alma é o Espírito Santo, inunde minha alma.
98 Meu irmão, se você ainda não tem encontrado esse lugar de refúgio e segurança, algum dia eu virei a Phoenix pela última vez. Talvez esta seja a ocasião, eu não sei. Pela última vez se pregará o Evangelho por este púlpito, talvez seja hoje. Eu não sei. Estamos vendo que estamos já muito próximos do tempo do fim. Israel já tem voltado a sua pátria e esse foi o último sinal que nos foi dado. Outro dia estava eu vendo o filme onde se via que estavam chegando com seus anciãos em barcos e aviões. E lhes fizeram a pergunta: “Tem regressado a vossa pátria para morrer?” E lhes responderam: “Não, nós temos regressado para ver ao Messias”.
99 Não se preocupem, a figueira está reverdecendo e esse é o último sinal. A insígnia, a bandeira mais antiga do mundo está no alto sobre a cidade de Jerusalém. Agora já é uma nação com seu próprio exército. Estava cega por um tempinho, porém agora está se reunindo, Deus assim o havia prometido. Então será o fim dos gentios. Eles ali estão buscando um Messias.
100 Numa ocasião se fez a pergunta a Deus: “Podes esquecer-te de Israel?” Ele respondeu: “Qual é altura do céu e qual a profundidade da terra? Meça-o”. O profeta respondeu: “Não posso”. E logo Deus disse: “Tão pouco posso eu esquecer-me de Israel. É a menina de meus olhos”. Esse é o último sinal. Jesus disse: Quando vires a figueira reverdecendo, então sabeis que hora está mui próxima, à porta”. Israel tem começado a ser restaurado. Apenas faz como que um mês que tem a sua própria moeda. Em todo aspecto é cabalmente uma nação. Que estamos esperando? O cumprimento do tempo dos gentios. E o último sinal que foi profetizado que será dado aos gentios já tem sido mostrado nesta nação e por todo o mundo. É igual aos dias de Sodoma quando disse: “Onde está Sara tua mulher?” E Ele era um desconhecido. Como sabia Ele que seu nome era Sara e que era mulher de Abraão?
101 Abraão lhe respondeu: “Está ali na tenda detrás de ti”. E nisso Sara riu consigo mesma, ali na tenda. Então o homem lhe perguntou: “Por que Sara riu?”
102 Jesus disse que quando isto se repetisse então o tempo estaria à mão. Vocês já o tem visto e tem passado. O que segue agora é o juízo. Amigo, está você seguro no bendito refúgio? Deus tenha misericórdia se não é assim. E desejaria você ser recordado nesta noite nesta oração, poderá levantar a mão e com isso dizer: “Irmão Branham, ore por mim?” Onde quer que queira que esteja no edifício, levante sua mão. Deus lhes abençoe, sim a você e a você. Deus lhes abençoe. Haverá alguém mais, dizendo: “Irmão Branham, recorde de mim?” Deus lhe abençoe irmão, e a você irmã. Deus abençoe a você ali atras, sim a você ali na ultima fila também. Deus abençoe a esta jovem aqui, sim, Deus te abençoe. Deus lhe abençoe Sr. Muito bem. Alguém mais, levante sua mão? Você me fará a pergunta: “Irmão Branham, que significa isso?” Deus lhe abençoe irmã e você ali atras Sr., Deus te abençoe Billy. Muito bem. “Irmão Branham, que significa quando levanto assim minha mão?” Segundo a ciência, você não pode levantar sua mão. Se você não tivesse vide em si, não poderia fazer isso. A ciência não sabe o que é a vida. Sabem que é vida porém não sabem de que consiste, não a podem fabricar. Que é? A ciência nos diz que a força da gravidade que mantém seus braços para baixo é a mesma gravidade que mantém seus pés sobre o solo. Porém dentro de você está um espírito, e esse espírito é algo que tem estado perto de você.
103 Jesus disse: “Ninguém pode vir a mim sem que meu Pai primeiro o traga. E todo aquele que o Pai me tem dado virá a mim”. Não está você contente nesta noite ao saber que Deus ainda pode operar com seu coração? E que existe uma voz que diz: “Venha ao refúgio”. Veja bem o que diz a Bíblia: “Todo aquele que vier a mim de maneira alguma o lançarei fora”.
104 Que teve que acontecer? Você teve que ter algo ali ao lado, o qual diz: “Estás errado”. Você talvez pertença a alguma igreja porém está errado porquanto ainda não tem recebido o Espírito Santo. Você ainda não está na arca. E como é que entramos na arca? Não é questão de entrar na arca, dando um passo após outro. Como entramos? “Por meio de um espírito somos todos batizados num só corpo”. Todo crente é batizado naquele Corpo. Como? Por meio do Espírito Santo. “E estes sinais seguirão aos que crêem”. Então nos encontramos seguros no Corpo. Se não é assim com você por favor não permita que Satanás o desanime tanto nesta noite como que para proibir-lhe de levantar a mão.
105 “E o que isso fará, ao levantar a mão?” Nesse ato se rompe toda lei científica. Isso mostra que algo dentro de você fez uma decisão – Algo maior que a ciência. Algo que desafia as leis da ciência. Isso mostra que em você está um espírito que diz: “Eu estou errado. E há Um assento aqui perto que diz: “Aceita-me”. Eu então tenho levantado minha mão ao lugar de onde veio essa voz: para o céu. Oh Deus, tenha misericórdia de mim. Eu necessito de ti e eu desejo ter o Espirito Santo. Eu quero estar em refúgio e quero que meus pecados estejam sob o Sangue e quero estar selado no Corpo de Cristo para então sentir-me bem. Então poderei gozar dos raios da Cura, e também poderei desfrutar da Cura Divina em minha alma e da cura física em meu corpo. Poderei caminhar com o Cordeiro cada dia. Estarei seguro sem importar o que diz o jornal porquanto já tenho ouvido daquele grande jornal chamado “A Bíblia”. Eu tenho chegado ao refúgio. Não importa o que digam os jornais, eu estou seguro.
Porque ainda que a morte me leve, “os que estão em Cristo, Deus trará consigo em Sua vinda”. Nem a morte pode me importunar.
106 Deus abençoe a você Sr. Deus lhe abençoe aqui. Haverá alguém mais antes de orar? “Irmão Branham, eu desejo conhecer esse lugar seguro onde posso morar”. Haverão outros que não tem levantado a mão? Deus lhe abençoe Sra. Muito bem. Deus lhe abençoe ali atras. Maravilhoso. Agora, o mesmo Deus que lhe tem convencido que você andava errado, o mesmo Deus está presente para corrigir tudo. Inclinemos nossos rostos agora mesmo enquanto oramos. Fale você mesmo em sua própria maneira. Se você não pode fazer mais que expressar-se como aquele publicano que bateu no peito, dizendo: “Deus tenha misericórdia de mim, um pecador”. Não disse mais do que isso, Deus conhecia tudo mais. E ele regressou para sua casa justificado, que você possa voltar a sua casa igualmente nesta noite, seguro e refugiado da tormenta.
107 Nosso Pai Celestial, toma estas poucas palavras enredadas e divididas. Tem saído assim como senti de falá-las. Eu rogo que de alguma maneira, como os garotinhos repetindo o alfabeto, isso era tudo que sabiam fazer. Tu conheces todas as palavras e podes acomodar bem cada letra; Tu viste a simplicidade de seu coração. Deus, olhe em meu pobre coração nesta noite e considera a simplicidade de meu coração. Senhor, a mensagem foi intentada com amor e doçura, para o povo, que eles possam encontrar este descanso e refúgio que me tens dado e a outros quantos milhares e assim estes também possam conhecer a Jesus, o único Salvador de sua alma; e que Ele os guie a nosso Pai, Deus, e ali estarão seguros e acomodados em Seu seio por meio de seu lado ferido. Ali poderão ser livres do juízo, Senhor, muitos nesta noite tem levantado sua mão, Senhor, que mais posso dizer-lhes além do que crêem? E se eles tem crido e foram sinceros nisto, é impossível que não obtenham a Vida Eterna nesta mesma hora porque Tu tens dito: “Aquele que ouvir a minha Palavra” (foram Tuas palavras embora não foram bem acomodadas, porém Tu sim as podes acomodar). E talvez assim mesmo tens feito com aqueles que tem levantado a mão, porque Tu tens dito: “Nenhum homem pode vir a mim se eu não o trago. E todo aquele que vem a mim, não o lanço fora, mas lhe darei Vida Eterna e o ressuscitarei no último dia”.
108 Senhor e Deus, sabemos que Tu és fiel. Eles tem levantado suas mãos e Te desejam de todo coração. Pai, encha seus corações, encha-os de bondade e misericórdia e com o Espírito Santo. Que esta seja uma noite que jamais esquecerão porquanto esta foi a noite quando receberam a Jesus Cristo como seu Salvador e foram cheios do Espírito Santo.
109 Enquanto temos nossas cabeças inclinadas, se você crê que Deus ouve minha oração e você deseja que eu ponha minhas mãos sobre você e ore por você (agora cada um com sua cabeça inclinada e a música tocando muito lentamente por favor). Quero que tantos quantos desejam venham aqui a frente para que desejem aceitar esta grande mensagem de salvação e o Espírito Santo e nisso dizer: “Irmão Branham, eu desejo passar na frente agora mesmo para confessar que eu tenho estado errado porém agora desejo que o Espírito Santo me perdoe e me trate com doçura e me dê a paz enquanto vejo que está chegando o tempo de tremor”. Você sabe que tudo aquilo que pode ser sacudido será sacudido agora mesmo. Porém nós recebemos um reino que não pode ser abalado e esse é Cristo. Virá você se por de pé na plataforma comigo e permita-me tomar-lhe pela mão e orar por você? Se assim desejam, venham agora mesmo enquanto cantamos suavemente. Vocês que levantaram a mão, venham agora mesmo e se ponham aqui no altar por um momento, se o desejam, enquanto cantamos.
110 Que tal se esta é a ultima vez que você visita a uma igreja? Que tal se é a ultima ocasião? Que tal se num momento se ouvir o ruído da ambulância e virem recolherem a você e logo se ouvir o diagnóstico do médico: “ataque cardíaco?” Oh amigo, venha agora e entre na arca do refúgio. Porque estamos vivendo nos últimos dias.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...