ADOÇÃO ESPIRITUAL
23 de Setembro de 1956
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Obrigado, irmão Neville. Bom dia amigos. Estou tão feliz por estar aqui nesta manhã e por ter essa apresentação do pastor. Isso foi muito bom. Ah, vocês sabem, falando dos cavalos, ao colocar o freio neles, eles sabiam que o trabalho estava chegando. Bem, estou feliz pelo Senhor nos tornar um cavalo de trabalho, para que possamos trabalhar agora. Portanto, nunca estamos, nunca estamos cansados demais para fazer algo pelo Senhor, se é nosso dever fazê-lo. Embora esteja muito cansado hoje. Eu simplesmente tive um tempo medonho nos últimos dias.

2 Indo para a Califórnia, tive que ir de carro de cadeiras ajustáveis. E, eu lhes digo, falar sobre ploc, ploc! O caminho todo até lá, cinquenta e três horas para chegar lá, e cheguei lá às duas horas da manhã. Às cinco, tive que me levantar e ir pregar num culto pelo rádio. Então, os Homens de Negócios Cristãos, tive que pregar novamente em sua reunião internacional. E naquela tarde, eu preguei em um grande tabernáculo batista, e depois na… Naquela noite. E então continuamos falando a cada poucas horas, até finalmente terminarmos na noite de segunda-feira no Templo Angelus. E depois peguei um trem às onze e estive nele sessenta e quatro horas até chegar em casa. Então você pode imaginar, entrando, anteontem e apenas…

3 E, ontem, minha esposa registrou cinquenta e alguns telefonemas de estranhos, para orar pelas pessoas. Ontem de manhã, sozinho, veja, cinquenta e alguns telefonemas de estranhos. Claro, não eram todos eles locais. Elas eram – eram chamadas nacionais, mas apenas: “Você poderia vir para a Flórida? Você poderia vir aqui? Aqui é Louisville. Eles… Como você vai selecionar, dentre cinquenta e três, apenas numa manhã? Então, você pode imaginar.

4 Então, ontem à tarde, pude ver, entre alguns de nossos queridos amigos, exatamente o que é uma doença do diabo. Um jovem que eu conheci anos atrás, era um retrato da saúde, jovem de aparência atlética. E ele agora tem a minha idade e passaria por noventa. E ele está deitado, morrendo em Henryville. Um amigo do meu bom irmão aqui, o irmão Neville, era Kermit Spurgeon; seu pai, um pregador do evangelho, um professor da escola e um homem poderoso e excelente.

5 Entrei na casa depois que o irmão Neville me disse que o moço estava morrendo e tivemos o grande privilégio de levá-lo ao Senhor Jesus, ontem, para a salvação de sua alma. E sua esposa e eu concordamos juntos e oramos sinceramente por ele, depois que um câncer o devorou; de cento e alguns quilos, até, duvido que ele pesa sessenta. Então, estamos crendo e nos segurando, que Deus o curará. Não sabemos o que acontecerá. Mas, uma coisa sabemos, que ele passou da morte para a Vida. E imagino o que seu pobre pai cego pensou quando a mensagem chegou a ele, depois de todos os anos de oração por ele e depois de tudo. “Crie uma criança da maneira que deveria”, veja. E eu sei que ele tinha o exemplo certo diante de si.

6 Saindo dali, para New Albany, para uma Sra. Slaughter que mora ali, e os médicos deram a ela umas seis horas para viver. Então, foi muito, muito comovente, a espera. E lugar diferente.

7 Um jovem rapaz morava ao meu lado lá, apenas andando por aí, garoto normal, trabalhando para a Companhia Telefônica Bell, com cerca de vinte e poucos anos de idade. Tem… Um pai de três ou quatro filhinhos. A menininha dele caiu outro dia e quebrou o braço. Ele começou a sentir uma sensação de dormência na mão; isso o paralisou. Eles nem sabem o que há de errado com ele. Ele está deitado ali, e lá está ele.

8 Simplesmente uma coisa após a outra, e doenças por todos os lados. Estou tão feliz por haver uma saída. Estou tão feliz que não tenhamos que ficar aqui para sempre também. Vocês não estão? [A congregação diz: “Amém.” – Ed.] O que faríamos se tivéssemos que viver nesta casa de pestilências para sempre? Estou tão feliz que haja uma porta aberta. E isso é tudo o que a terra é, é apenas uma casa de pestilentos. É… Quando você pensa que estamos correndo bem, aí vem outra coisa e, depois, vem outra coisa. Mas estou tão feliz por haver uma saída; tão feliz que o Senhor Jesus tenha vindo e aberto um caminho para nós, um caminho de fuga.

9 Então, nesta manhã, minha querida irmã Cox me disse que alguém estava vindo, quando pedimos às pessoas locais que fossem orar e talvez não pudessem ficar apenas alguns minutos. E então talvez eu orasse por elas antes de ter o culto e, então, se eles tivessem que voltar.

10 E pensei, então, para o resto dos que queriam ficar, tornaria minha mensagem um pouco curta, esta manhã, estando rouco e – e tendo que ir imediatamente agora para outra reunião. E então eu… E a reunião de Chicago começa no próximo sábado.

11 E, então, acho que chegou a hora para que esta parte do país receba uma grande visitação, na vinda de nosso nobre irmão Billy Graham, a Louisville, na próxima semana. Ele começa ao mesmo tempo em Louisville, que eu começo em Chicago. Então, voltarei, e quero conhecê-lo pessoalmente, enquanto ele estiver aqui. E alguns amigos vão me apresentar a ele. E eu já estive na mesma cidade, no exterior e em muitos diferentes lugares, mas simplesmente, não conseguimos nos conhecer.

12 E eu – sinceramente peço a esta igreja, e a este grupo de pessoas reunidas aqui nesta manhã, que carreguem esta reunião em seu coração, lá em Louisville.

13 Eu quero dizer isso, apenas de passagem. Você sabia que oitenta e sete por cento de todas as bebidas alcoólicas que são consumidas nos Estados Unidos vêm de Louisville, Kentucky? Oitenta e sete. Você sabe, cerca de noventa por cento de todo o tabaco e outras coisas saem de Louisville, Kentucky? Você sabia que esse é o lugar de Satanás? Certamente é. Certamente é.

14 Um dos lugares mais difíceis que existe no mundo, é esta localidade por aqui, para ceder ao Senhor Jesus Cristo. Quantos caíram em lágrimas, tentando penetrar nesta região, essas Cidades das Quedas, para o Senhor Jesus! Veja, Erickson, todos aqueles que saíram, até chorando, de como tentaram e tentaram e tentaram. John Sproul chegou, no Glory Barn de lá, tentando ao máximo penetrar a coisa para o Senhor Jesus. Como os outros estiveram na plataforma, através dessas Cidades das Quedas, e tentaram, e não conseguiram penetrá-las para o Senhor Jesus.

15 Agora, acho que Billy Graham é um dos homens mais conhecidos que existem no mundo hoje, em termos religiosos, na minha opinião. Claro, temos bispos e arcebispos. Mas, na minha opinião, ele é um pregador do Evangelho, um homem de Deus. E assim – e então eu acho que ele… Como guerreiros cristãos, juntos, vamos nos posicionar e com nossos corações juntos, orar por essa reunião, como nunca antes. E peça que Deus, de uma maneira ou de outra, nos dê almas, e destrua o trono de Satanás, que feche todas as destilarias e queime as fábricas de tabaco, e encha as igrejas e que tenhamos uma verdadeira moda antiga fluindo do Espírito Santo. O Senhor abençoe!

16 Agora, eu tenho algo um pouco diferente, um pouco incomum para começo. Meu irmão tem um pequenino aqui que eles querem dedicar ao Senhor. E acho que faremos isso antes de orar pelos enfermos, se Deus quiser. E se a irmã Gertie for ao piano… E todos aqueles que têm bebês…

17 Agora, na Bíblia, somos ensinados aqui que… Agora, muitas pessoas chamam de batizá-las, borrifar um pouco de água sobre elas, chamam de batismo “infantil”. Bem, agora, está tudo bem. Sim. Não machuca o bebê, e eu tenho certeza que tudo ficará bem. E, outros, eles têm outras maneiras de fazê-lo. E, porém, sempre gostamos, o mais próximo possível, de permanecermos no modo bíblico de fazê-lo. E, a maneira bíblica de fazer isso, não há nenhum lugar na Bíblia onde eles já fizeram, com bebês. E nós… Bem, agora, quando no Antigo Testamento, eles circuncidavam.

18 Gostaria de saber se alguns anciãos moverão a irmã um pouco para um lado aqui, se quiserem, até que tenhamos a dedicação; a irmã que está aqui na maca. E, então, você não se importa, irmã querida? É só um momento. E nós…

19 E então, no Antigo Testamento, eles – eles circuncidavam o bebê. E no… Eles circuncidavam o bebê.

20 E no Novo Testamento, a única maneira que eles fizeram isso, eles trouxeram os pequeninos ao Senhor Jesus, e Ele os levantou em suas mãos e os abençoou. E disse: “Deixai vir a Mim as criancinhas, e não as impeçais, porque delas é o Reino.”

21 Agora, se houver outra mãe aqui, que tenha seu bebê pequeno, que eles gostariam de dedicar ao Senhor, teremos prazer em fazê-lo neste momento. E agora podemos… atentamente.

22 Agora, qual é o nome do garoto? [O pai diz: “Robert Lynn.” – Ed.] Um menino, Robert Lynn. Agora, tudo bem. Agora, isso é… Eu acredito em você – você adotou o bebê…?…

23 Isso mostra o coração de uma mãe para com uma criança. E pensando nisso, eles não tendo filhos, ainda assim queriam criar um, adotaram este pequeno. Você percebe que todos somos filhos adotivos? Deus nos amou tanto que nos adotou por Seu Filho, Cristo Jesus. E todos somos filhos adotivos. E, lembre-se, quando esse pai e mãe pensam nesse pequenino que não tinha casa para ir, eles deram um lar, para criá-lo e alimentá-lo. Não tínhamos casa para onde ir, e Deus nos deu uma.

24 É filho adotivo. Seu nome é Robert Lynn Branham; um bebê muito lindo. Agora devemos inclinar a cabeça.

25 Nosso precioso Pai Celestial, como nos dias passados, quantos pais e mães levaram seus pequenos às Tuas mãos! E Tu disseste: “Deixai que os pequeninos venham a Mim, e não os impeçais, porque dos tais é o Reino dos Céus.” E a este pequeno sem casa foi dado uma casa, e Tu colocaste em seu coração o amor por esse bebê.

26 E, Pai, oramos para que Tu abençoes esta mãe e pai, à medida que eles criam o filho. E que seja criado em um lar de oração e que seja ensinado a ir à igreja e a viver pelo Senhor Jesus. Abençoe, querido Pai Celestial.

27 E agora, se Tu estivesses aqui na terra, corporalmente como estamos hoje de manhã, eles entregariam o bebê em Teus braços. Mas Tu foste ao céu e nos ordenaste que continuássemos o ministério até que voltasses. E, Pai, como meu próprio irmão de sangue coloca o bebê em minhas mãos, eu o entrego em Nome de Cristo. Abençoe esta criança e viva e seja saudável e forte, e cresça para ser um servo Teu. Abençoe o pai e a mãe, no lar. Nós o entregamos a Ti, em Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

28 Abençoada sejas, Agness, uma mãe de verdade; e você, Jesse, um verdadeiro pai para esse bebê. E que Deus te abençoe em seus esforços. E que Deus esteja convosco.

29 Como vai você? Qual o nome do bebê? [Uma irmã diz: “Robert Darrel.” – Ed.] Outro Robert. Bem, tudo bem. Um Robert Darrel.

30 E qual o seu nome? [A irmã diz: “Robertson.” – Ed.] Você é Júnior. [“Sim”.] E seu sobrenome? [“McCloud.”] McCloud. [Espaço em branco na fita. O irmão Branham oferece orações pela dedicação dos bebês.]

Trazendo os feixes, trazendo os feixes,
Oh, vamos nos alegrar, trazendo os feixes.
Semeando de manhã, semeando à noite,
Semeando ao meio-dia e às véspera do orvalho;
Pouco a pouco, na época da colheita,
Vamos nos alegrar, trazendo os feixes.

31 Bem, está bem. Trazendo os feixes, é o que os pais e as mães estão fazendo: trazendo-os ao Senhor Jesus.

32 A irmã deitada na maca parece ser a pior de todas, até onde podemos ver. Ela está em uma maca. E nós… Se houver alguém… Ela deseja esperar apenas alguns minutos, para ouvir a Mensagem, antes de receber oração. E acho que está muito, muito bem. Se houver alguém aqui que não pode esperar, e quer sair, e se você deseja receber oração por agora, teremos prazer em fazê-lo, se você apenas levantar a mão. Caso contrário, teremos o culto de cura imediatamente após a… uma mensagem curta; tente passar o tempo com os ensinos da escola dominical. Correto. Depois, leremos a Escritura e teremos a Mensagem e, rapidamente, e então tomaremos nosso tempo com a fila de oração.

33 E agora, antes de começarmos, quero que vocês, todos que estão bem nesta manhã, se lembrem daqueles que estão doentes, porque devemos orar um pelo outro.

34 E fiquei muito feliz quando cheguei à Califórnia outro dia, e entrei naqueles tabernáculos onde eles estavam tentando sair. E no Clifton eles estavam em pé por um quarteirão da cidade, lá fora na rua, apenas querendo testemunhar. E dizendo: “Irmão Branham, uma vez tive câncer. Você orou por mim. Eu – eu era cego. Eu era isso.

35 E como descer a rua, com tais sentimentos! Eu pensei: “Deus, o que será quando atravessarmos e chegarmos ao outro lado? Lá estarão eles, reunidos às dezenas de milhares, de pé ali.” E que coisa maravilhosa será naquele momento! Então, nossos esforços cansativos não significarão muito. Agora vamos até ao ponto de parecer que não podemos ir mais longe, e quase esgotarmos e cairmos.

36 E então Satanás aparece, diz: “Qual é a utilidade disso? Por que você está fazendo isso?” Oh!

37 Mas então você pensa em coisas assim, isso muda completamente. Isso faz… Torna as coisas diferentes.

38 Agora, antes de nos aproximarmos da Palavra, devemos orar novamente apenas um momento.

39 Nosso Pai Celestial, é com corações agradecidos que chegamos a Ti. De fato, Senhor, tu conheces todas as composições de um homem. E quão fraco e frágil ele é, e quão impotente ele é. E uma desculpa como a – um servo Teu, um homem é, mas, Senhor, por Tua graça nos chamaste para sermos Teus servos. E estamos conscientes, nesta manhã, de nossa indignidade, e pedimos que Tu nos aceites hoje, Pai, e unjas com o Espírito Santo, e fale conosco as palavras consoladoras que Tu falaste aqui em Tua Santa Palavra. E oramos para que o Espírito Santo leve toda Palavra diretamente ao coração, exatamente onde ela precisa estar, e aí possa ancorar e crescer em grande alegria, árvores de salvação. Conceda-o, Pai.

40 Cure os enfermos e os necessitados. Nós sabemos que eles estão assentados aqui. E muitos vieram de muitos quilômetros, e hospedados nos hotéis e coisas, esperando a oportunidade de receberem oração. Estamos muito felizes por esse grande privilégio, Senhor, por sabermos que Tu estás aqui para curar os enfermos.

41 Deus, um dos mais enfermos que conhecemos, é o homem e a mulher que estão doentes de pecado. Rogo, Pai Celestial, neste dia, que unjas, hoje, de uma maneira especial, e salves os perdidos. Todos os homens e mulheres perdidos, possam docemente chegar ao trono da graça e que possam ser salvos, pois pedimos isso em nome de Cristo. Amém.

42 Agora, que o Senhor acrescente Suas bênçãos à leitura de Sua Palavra, à medida que entrarmos a Ela. Eu sempre acreditei muito na Palavra. Pois, aqui e algumas noites atrás, eu estava falando em algum lugar sobre os profetas que subiram para profetizar. Mas, Micaías… Depois de quatrocentos profetas formarem uma muralha. No entanto, Jeosafá disse: “Não há pelo menos mais um?” Mais um, depois que quatrocentos deram a Palavra? Mas Micaías ficou com a Palavra de Deus. Ele sabia que havia algo errado.

43 E quando ouvimos algo fora da Palavra de Deus, sabemos que há algo errado. Não parece certo. Jesus disse: “Minhas ovelhas conhecem a minha voz, e a um estranho não seguirão”.

44 E obrigado, pelas orações lá fora, pelo reavivamento do Templo Angelus. A primeira noite lá… Comporta apenas mil e quinhentos; cinco mil e quinhentos. Eles deixaram seis mil entrar, e o mestre de cerimônia fechou as portas, uma hora e meia antes de eu chegar lá, no Templo Angelus. E como nosso querido Senhor Jesus salvou os perdidos e curou os enfermos! Foi maravilhoso. E no dia seguinte…

45 E nossa irmãzinha Hicks, que costumava ser professora de escola dominical aqui, a conheci, seus filhos e marido. E conheci o irmão Ben Bryant e todos aqueles que foram deste tabernáculo, lá fora, para o oeste, para – para comungar lá. Que reunião maravilhosa foi, poder vê-los todos de novo!

46 No capítulo 17 de São Mateus, simplesmente para uma leitura, nesta manhã. Quero ler apenas uma parte aqui para um texto. E que o Senhor nos dê o contexto na Palavra Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias. E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o.

47 Que o Senhor adicione Suas bênçãos à leitura de Sua Palavra.

48 Às vezes Deus se encontra em diferentes conselhos do homem. Deus sempre amou aconselhar-se com o homem. E muitas vezes, no Antigo Testamento, como poderíamos voltar para descobrir como Deus se encontrou com o homem. E, independentemente do número deles, Deus se encontra com o homem. Ele se encontrou uma vez com quinhentos. E ele se encontrou, novamente, com setenta. Ele se encontrou, novamente, com os doze. Ele se encontrou uma vez com três. E então Ele se encontrou, novamente, apenas com um. E, independentemente do número do conselho, Deus sempre gosta de se encontrar com o homem.

49 Portanto, mesmo que a igreja desta manhã possa não ser tão grande como congregação ou em tamanho, como muitas grandes catedrais hoje em dia, mas Deus tem o prazer de se encontrar conosco. Pois Ele disse: “Onde quer que dois ou três estiverem reunidos em Meu Nome, eu estarei no meio deles. Dois ou três se reunirem em Meu Nome, eu estarei entre esses dois ou três.

50 E o quadro que poderíamos colocar aqui hoje, pelo Espírito Santo, poderíamos levar horas para trabalhar esse texto, sim, eu diria por semanas. E foi trabalhado por anos e, ainda assim, a metade nunca foi descoberta a partir desse texto maravilhoso, e talvez nunca o seja.

51 Porque, a Palavra de Deus não é como a palavra de um homem. A palavra de um homem tem um certo significado, ou uma expressão no tempo em que foi dada, mas a Palavra de Deus tem um significado eterno através dos tempos, à medida que flui. Toda geração pode pegar a mesma Palavra, porque é uma declaração de Deus inspirada, eterna, eterna e eterna. Não importa se… Se os apóstolos a leram na era deles, isso significou algo para eles; se Wesley a leu em sua era, e Lutero em sua era, e Calvino em sua era. No entanto, hoje, é tão brilhante e brilhante, e tem tanto efeito quanto teve para com eles no mesmo dia em que foi falada, porque é a Palavra de Deus.

52 Nossas palavras apenas dizem: “João, você vem à minha casa, ficarei feliz em vê-lo.” Essa é a nossa palavra e significa apenas: “João, venha à nossa casa”.

53 Mas quando Deus fala, é eterna. Ele respira do próprio sopro da imortalidade, eterno Criador. Portanto, não há como encontrar o significado completo de qualquer expressão de Deus. É para todas as eras e todas as gerações.

54 Agora, neste caso, no… O que temos diante de nós nesta manhã, Deus estava falando com três indivíduos.

55 Agora, três, primeiro, é o número selecionado de Deus para “perfeição”. Deus escolheu três e três é o número de perfeição de Deus. Sete é o número de “adoração”. Cinquenta é o número de “jubileu”. Quarenta é o número de “tentação”. E três é o número que Ele escolheu para elevação, neste dia.

56 Agora, três é o número da perfeição, isto é, que Deus é aperfeiçoado; o único e verdadeiro Deus eterno é aperfeiçoado nas três dispensações da manifestação da Sua divindade: Pai, Filho, Espírito Santo. Não significa que existem três diferentes deuses individuais. Mas, há um Deus representado nos três. Deus não é três. Deus é um. Porém, três manifestações de Sua Divindade, ou seja, três dispensações de tempo na Terra, aperfeiçoam o Deus único e verdadeiro.

57 Ele apareceu a Abraão na sarça ardente e liderou os filhos de Israel, em nome de Deus, o Pai, que era uma Luz que pairava sobre o tabernáculo, que os conduziu em sua jornada. Deus Pai. E então o Pai, a fim de trazer reconciliação entre Deus e o homem…

58 Como eu estava falando aqui há algum tempo, creio que a última vez que estive no tabernáculo, sobre a pomba e o cordeiro. Como esse Deus, sozinho,… Ninguém mais poderia fazer isso. Deus teve que vir à terra e fazer o trabalho por Si mesmo. E quando Ele representou Seu Filho na forma de um cordeiro, a mais mansa de todas as criaturas, e Ele Se representou na forma de uma pomba, o mais manso de todos os pássaros que voam no céu. E a razão pela qual Ele o fez, foi para mostrar-nos que somente a mansidão habita com mansidão, a humildade habita com humildade. Tem que coincidir.

59 Um carpinteiro, ou um marceneiro, que sabe o que significa encaixar, como chamamos, para fazer os sulcos, ou melhor, a lingueta e o encaixe. Para completar o quadro, é colocar a lingueta e o encaixe. E quando eles se reúnem, eles se encaixam bem juntos. Com água neles, eles inchariam até que o ar não conseguisse avançar.

60 E quando o crente e Deus… Deus é tão perfeito, que, através do corte e modelagem do crente,quando eles se reúnem. Pedro disse: “Arrependei-vos, então, e sejam batizados no Nome de Jesus Cristo para perdão dos seus pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” Estão vendo? Torna-os plenamente completos!

61 Então, quando Deus desceu na forma de uma pomba, e brilhou sobre o Cordeiro e permaneceu no Cordeiro, e nunca deixou o Cordeiro, pois eles eram um. Esse foi um dos maiores avanços que o mundo já teve. Vamos ver isso por apenas alguns momentos, fora do meu texto, mas como os céus e a terra se abraçaram. Como Deus e homem se reconciliam! Como até as criaturas que voam nos céus, e os animais que perambulam pelos campos, se tornaram um, quando o homem e Deus foram reconciliados, pelo Homem, o Senhor Jesus Cristo. Que coisa maravilhosa!

62 Para ficar com Deus, permaneça amável. Deus é amável. Para ficar com Deus, fique com amor. Deus é amor. Permaneça manso. Fique… Nunca seja auto suficiente. Sempre confie Nele. Nunca use sua própria mente; tome os pensamentos dele. Deixe que os pensamentos dele sejam seus. E leve-os à sua mente carnal e repita-os. E diga: “Ó Deus, tire todas as minhas dúvidas e deixe meus pensamentos serem Teus pensamentos.” E vocês, doentes, façam isso enquanto estamos falando. Apenas tirem, joguem fora o pensamento de doença. Pegue os pensamentos curativos de Deus, deixe-os se tornar seu pensamento.

63 “Pense nessas coisas”, diz a Bíblia, “se houver algum louvor, se houver alguma virtude.”

64 Os três, Deus falando com eles. Agora, três é uma confirmação. Ele levou consigo, Pedro, fé; Tiago, esperança; João, caridade. “Fé, esperança e caridade, esses três.” Se você puder ter fé, esperança e amor, está perto do Reino dos Céus; as três grandes coisas. Deus tomou isso como confirmação, porque: “Na boca de duas ou três testemunhas, que toda palavra seja confirmada”.

65 Então, novamente, representava a colocação de um filho. No Antigo Testamento, quando um filho nascia em uma família, ele recebia um tutor para criá-lo e cuidar dele. O pai era um homem muito ocupado, sobre seu reino. E cada pequeno reino era chamado de casa.

66 É assim que, na tradução do Rei Tiago, João 14, diz: “Na casa de meu pai há muitas mansões.” Agora, não parece exatamente certo para nós, ocidentais, diferenciarmos o termo uma mansão de uma casa. Mas nos dias da escrita da Bíblia, a mansão era uma casa, pois a casa significava o reino.

67 E esse pai tinha muitos arrendatários em sua fazenda, em todos os lugares, dezenas deles. E quando um filho nascia, ele tinha uma pessoa selecionada, educada e humilde, uma pessoa selecionada que era um dos que estavam em seus seios, parte de seu reino, um tutor. Somente esse tipo o pai colocaria sobre o filho.

68 E como o Pai hoje tem colocado o tipo certo de Tutor sobre Seus filhos, você e eu. Um escolhido, ninguém menos que o próprio coração e alma do Senhor Jesus, para suscitar a admiração de Deus.

69 Como esse tutor deve ser selecionado! Ele deve ser um homem brilhante, um homem selecionado, um amado do pai, que ensinará à criança apenas os princípios corretos.

70 E como o Espírito Santo, hoje, quando Ele veio, todas as outras coisas pareceram ser tão secundárias quando o Espírito Santo veio. As pessoas podem dizer: “Os dias de milagres se passaram”, mas deixe um homem que é nascido de novo, do Espírito Santo, uma vez, vir ante isso. Ora, Ele só ensina o que é real. Ele só fala do Pai.

71 Prefiro ter um homem que não conheça o ABC, para ensinar meu filho, que tenha o Espírito Santo, do que todos os professores do mundo que não têm o Espírito Santo. Pois, ele fala do Pai. Veem? E o Espírito Santo fala do Pai. E então ensinará à criança: “Não se deixa abalar com todo vento de doutrina”, mas aceita e crê nos princípios que o Pai estabeleceu.

72 Essa é a razão pela qual a cura divina se torna tão simples, para o verdadeiro crente, porque ele foi ensinado, pelo Espírito Santo, a crer em todas as coisas. Como poderíamos duvidar da Palavra do Criador?

73 Como o mundo surgiu? Onde Deus conseguiu o material para fazê-lo? Você já parou para pensar nisso? Ele simplesmente falou. E, afinal, a própria criação que está aqui agora nada mais é do que a Palavra de Deus manifestada. Pense nisso. As árvores que crescem são a Palavra de Deus. As montanhas que alcançam o céu e nos motivam. Se queremos ver a beleza, olhem para as montanhas. E quanto mais você sobe a montanha, mais pura e limpa ela se torna.

74 Parado ali nos campos de geleiras do norte da Colúmbia Britânica! Como você olha aqui, no pântano; um pouco mais alto, a água fica mais limpa, fica mais azulada e mais pura, as árvores desaparecem. Toda a natureza parece dizer: “Olhe para cima.” E bem acima do grande gelo glacial que é tão brilhante que até brilha como o sol, você está olhando para cima. Se você quiser ver coisas saudáveis e reais, e coisas puras, sempre olhe para cima. A montanha aponta. Davi disse: “Olharei para os montes de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do Senhor.”

75 O tutor sempre apontava à criança o pai e tinha que crer no pai. E, então, o tutor era um treinador.

76 Hoje de manhã, enquanto olhava para meu querido companheirinho, vi meu filhinho, quando ele deu sua pequena birra na mesa, com seu pequeno prato com ovos e outras coisas, aquela mãe havia trabalhado tão fielmente para preparar o café da manhã dele. E ela estava tentando lhe ensinar a comer com a colher. E ele queria pegar com a mão errada.

77 Bem, para mim, eu disse: “Que ele use essa mão.” Mas a mãe sabia diferente. Ela sabia que, se deixasse que ele continuasse daquele jeito, ele seria ambidestro ou seria canhoto, e isso não é normal. Então, como treinadora de verdade, ela o fez mudar de mão, embora ele não gostasse. Mas, a mãe sabia o que era melhor.

78 E muitas vezes, nosso instrutor, o Espírito Santo; tentamos fazer da maneira errada. Mas, às vezes, nos machuca. Às vezes, podemos deitar em uma cama de aflição. Às vezes, o médico pode dizer que todas as esperanças se foram. Mas, é o Espírito Santo nos ensinando a usar a mão direita. Ele sabe o que é melhor. Ele sabe como o Pai quer que isso seja feito. Ele é o treinador. E eu pensei…
79 Pequeno José, ele não queria usar aquela mão, então a mãe pegava sua varinha, por algum tempo, e ela a batia no lado. Ele olhava para mim. Mas, apesar de amá-lo de todo o coração, morreria livremente por ele, mas sabia que a mãe sabia melhor. Eu disse: “Ela está treinando a criança.”

80 Não podemos buscar simpatia e simpatizar demais. Devemos ouvir a educação infantil de nosso Pai. Ele sabe o que é melhor. Às vezes dizemos, quando o Evangelho está sendo pregado: “Oh, eu irei à minha igreja, eles não… Sim, eu irei simplesmente crer desta maneira.” Está vendo? Mas lembre-se, o Espírito Santo sabe melhor. Ele sabe como treiná-lo. Às vezes, ele bate com o bastão, te corrige. [O irmão Branham bate no púlpito sete vezes – Ed.] Você deve se lembrar, Deus o faz o – o treinador de crianças da Igreja. E Ele ama o Pai, e sempre apontará para o Pai.

81 E agora, quando a criança era treinada, isso não significava que a criança… A criança é certamente um filho do pai. Mas se fosse uma criança desobediente, o treinador sempre teria problemas com ela. Sempre, entrava e saía, para cima e para baixo. Bem, então, essa mensagem tinha que ser levada ao pai, quando o pai exigia. “Como meu filho está progredindo?”

82 Então teria que dizer: “Não está indo tão bem.” Bem, é claro, isso entristecia o coração do pai.

83 E acontece hoje, quando o Espírito Santo precisa apresentar nosso registro diante de Deus. Quando nos tornamos filhos de Deus, devemos andar de forma digna da vocação. Devemos andar de forma digna de tudo o que Deus estabeleceu para nós fazermos. Pois o Espírito Santo está nos treinando, treinando filhos. Você já foi…

84 Quando eu era menino, meu pai era diferente do que alguns dos pais modernos são hoje. Meu pai acreditava em dar chicotadas, e ele realmente as dava. Nós nos lembramos delas. E eu, ainda hoje, de quarenta e sete anos, lembro-me delas. Mas isso me fez bem. Isso me treinou. Se eu pudesse ir ao túmulo hoje e levantá-lo, a primeira coisa que faria seria apertar as suas mãos e abraçá-lo pelo que ele fez.

85 Se me sinto assim em relação a meu pai terreno, como será no dia em que estivermos em Sua Presença? Quando virmos as coisas que aconteceram conosco para o nosso bem, que Ele teve que nos cortar um pouco aqui, treinar filhos, tirar as coisas do mundo e andar como filhos humildes diante Dele. Pode parecer difícil no começo, mas Deus sabe o que está fazendo. Certo. Ele sabe o que está fazendo. E Ele, então, quando o Espírito Santo começa a trazer a Palavra…

86 Então, se o filho não foi obediente quando se tornou maduro, a idade da maturidade, então… O filho é sempre um filho, certamente, mas perde alguma coisa.

87 E aqui é o ponto que eu quero dirigir para casa. Que o Espírito Santo leve isso a todos os seus corações, crentes. Simplesmente por ser você um crente, certamente você tem a vida eterna; Deus disse isso. Mas você gostaria de entrar, como Jó disse: “Só com a pele dos seus dentes”? Você gostaria simplesmente de apresentar-se diante do Pai, e o talento que Ele deu a cada um, sendo negligente, você simplesmente não o usou, ou deixou que algo mais estivesse no seu caminho? Você deixa pequenas coisas mesquinhas que nada significam para você, afinal, pequenos problemas, ensopados, discussões e diferenças de igreja, tirarem a mansidão e a gentileza de sua vida. Você gostaria de estar diante do Pai assim? Eu não creio que você gostaria. Eu não creio que você faria isso. Nem eu.

88 Como quero que Ele diga: “Bem feito.” Não pela pele dos meus dentes; mas: “Foi muito bem, meu bom e fiel servo. Entre no gozo do Senhor, pois você fez bem feito o que tinha que fazer.”

89 Talvez você seja uma dona de casa. Se você é, Deus fez de você uma professora de seus filhos. Faça um bom trabalho com isso. Independentemente do que você precisa fazer, faça-o bem.

90 Observe, então, se o filho provou ser realmente digno das coisas que o pai tinha sobre o seu reino e se foi um filho fiel e verdadeiro, então o tutor trazia uma mensagem ao pai: “Oh, seu filho…”

91 Oh, agora, essa é a mensagem que eu quero que Ele traga para você e para mim. “Oh, seu filho, todos os seus pensamentos estão em você. Tudo o que ele está tentando fazer é te agradar. Ele está tão interessado no seu caso, até ao ponto em que é difícil segurá-lo.

92 Eu preferiria ser um pouco zeloso em relação ao Reino do Pai do que não ter zelo nenhum por isso. Eu prefiro trabalhar muito. E como o pregador da igreja de Cristo me disse, há algum tempo, “Sr. Branham, prefiro – prefiro me desgastar do que me enferrujar.” E isso é muita verdade. Prefiro me desgastar “e morrer no arreio”, como disse o irmão Neville, do que me recusar a usá-lo. Você não pode fazer nada pior do que deixar de tentar. Vamos fazer tudo o que pudermos com o que você tem a ver. E o Espírito Santo, nosso Tutor, o trará ao Pai.

93 E agora, observe, se o filho se tornasse um filho corajoso, isso era dito ao pai. E no… Oh, eu simplesmente amo a Palavra! Em um tempo determinado, estabelecido apenas pelo pai, o filho era… Sua glória e honra eram manifestadas perante o público. O pai levava seu próprio filho, em comemoração, e o levava a lugares públicos. Depois de… Sendo seu próprio filho, nascido em sua própria casa, o filho era colocado posicionalmente na família, para herdar todas as coisas que o pai tinha. Você vê?

94 Agora, se formos bem comportados, algum dia glorioso seremos herdeiros de todas as coisas. Deus, em Seu dia designado, Ele julgará todos os homens por Cristo Jesus. Chegará o tempo em que Deus dará as recompensas para aqueles que foram fiéis e rejeitará aqueles que deixarem de ser fiéis.

95 Pouco antes da partida do Senhor Jesus… Deus estando Nele; a Pomba liderando o Cordeiro. “Ele não veio para fazer a Sua vontade, mas para fazer a vontade do Pai que O enviou.” Ele foi guiado pelo Espírito, a levar Pedro, Tiago e João, àquele monte alto. Eu amo isso!

96 E, outro ponto, se vocês me derem licença por algum tempo, mas eu gostaria de colocar diante desta audiência nesta manhã, se isso tivesse outro significado. Depois de deixar a montanha e descer, a pergunta foi feita: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? Quem? O que as pessoas dizem sobre mim? Uma vez que estou convosco, e fui manifestado a vós, agora o que os homens dizem sobre Mim, o Filho do Homem?”

97 Observe. Que bela imagem de hoje! Depois de ter recebido a Cristo, depois de ter sido cheio do Espírito, o que os homens dizem sobre você? O que os homens dizem quando eles veem suas emoções tão agitadas até ao ponto em que você não consegue conter sua paz, as lágrimas de alegria correm pelo seu rosto, quando você não consegue manter as mãos abaixadas quando estão cantando os hinos de Sião; quando você não consegue conter a paz, quando vê o pecado e precisa falar em paz e em silêncio com eles? O que os homens dizem sobre isso? O que os homens dizem quando você está deitado, morrendo, miserável, desventurado, em condição de morte, e pede a algum filho de Deus que se junte a você em oração pela sua cura; e você confessa suas falhas e coloca a coisa diante do Pai, diz: “Pai, perdoa-me, e agora eu aceito a Cristo como meu curador”, e você fica bem? “O que dizem os homens ser o Filho do Homem?”

98 Estou olhando para um público de pessoas, e alguns de vocês eu conheço; miseravelmente, anos atrás, morrendo de câncer, no último estágio. Alguns de vocês em todos os tipos e feições, imagens, cegos. E Deus, por Sua graça, te curou. E ao dar seu valoroso testemunho diante das pessoas… “O que dizem os homens ser o Filho do Homem…”?

99 O que eles dizem sobre isso? Como a imagem mudou desde aquele dia, completamente, tão negra quanto era! Alguns dizem: “É fanatismo”. Alguns o chamam de “Belzebu”. Alguns dizem: “É telepatia mental.” Alguns dizem: “É entusiasmo”. Alguns dizem: “É fanatismo.” Alguns dizem: “É emocional”.

100 “Mas o que você diz sobre isso? O que você diz sobre essa coisa?”

101 O impetuoso Pedro geralmente falava fora de hora, mas desta vez não falou. Ele disse: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Eu não ligo para o que os outros dizem. É o que eu sei. Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.”

102 Escute. Poderíamos passar muito tempo aí. Mas vamos continuar. Jesus disse: “Bem-aventurado…” Embora os homens possam amaldiçoar, embora os homens possam caçoar. Os homens podem dizer que você é um santo rolador. Os homens podem te chamar de qualquer nome sob o sol. Mas Ele disse: “Bendito és tu, Simão Barjonas. Seu pai…”

103 Aqui está agora. Você está pronto? “Pois carne e sangue não to revelaram isso. Você nunca aprendeu isso através de algum seminário dogmático. Você também não aprendeu isso com alguma declaração de teologia de um homem. Carne e sangue não to revelaram isso, mas Meu Pai, que está no céu, revelou isso a você.” Vê de onde vem? Por meio do Tutor, o Espírito Santo, mostrou isso pela revelação.

104 “E eu te digo que tu és Pedro, pedrinha. Eu sou a grande Rocha. Eu sou a Pedra Angular, mas você é a pedrinha que está sobre Mim. Os Construtores de Deus, uma noite, trabalhando na pedreira, te chamaram e você se submeteu a Mim. E eu te talhei da minha maneira. Eu fiz você do jeito que eu queria que você fosse. Eu operei a serra; você apenas ficou quieto. E eu coloquei você agora como uma pedrinha, para encaixar com outra pedra, para guiar outra; e esta pedra guiar àquela pedra, e àquela outra pedra. E o cimento do amor as unir, fazendo com que a Fundação, que eu sou, se encaixe com todas as pedras que professam o Meu Nome e recebem esta revelação.”

105 “E sobre esta rocha, a revelação de Deus, que ficará quieta e será cortada (a pedra, pela revelação), edificarei Minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela.” Mostrando que, certamente, todos os portões do inferno estarão contra, mas nunca prevalecerão.

106 E aproveito esse momento para dizer isso, meu amigo, que toda a Igreja do Deus vivo é edificada solenemente sobre a revelação espiritual do Senhor Jesus Cristo. Não importa o quão educado você seja, o quão inteligente você possa ser, o quão bem você pense que conhece a Bíblia, Satanás A conhece muito melhor do que você. Mas somente através da revelação, Deus através do Espírito Santo, Seu Tutor, revelou a você que Ele te salva pela Sua graça.

107 Se Ele te mostrar nesta manhã, pela revelação, que este é o fim do seu sofrimento, este é o fim da sua doença. [O irmão Branham bate no púlpito cinco vezes – Ed.] Todos os demônios, atormentadores nunca abalarão essa base, embora todo médico diga que está errado. “Pois sobre esta rocha edificarei Minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela.”

108 Embora seja contra, ainda assim não pode prevalecer. “Pois vindo o inimigo como uma torrente, o Espírito de Deus arvorará contra ele a sua bandeira”, todas as vezes. Você vê? Você entendeu? Agora, Jesus, sendo revelado aos discípulos.

109 Olhe no jardim do Éden, quando Caim trouxe uma oferta em adoração, o mesmo que Abel. Ele adorou. Ele pagou à igreja. Ele se sacrificou. Ele fez todos os atos religiosos, mais brilhantes, melhores e mais adequados do que o que Abel fez. Ele construiu um altar melhor. Ele o fez mais bonito. Ele colocou deslumbramento em sua adoração. Você vê esse esforço ainda operando entre os filhos de Adão? Ele colocou beleza nisso, com os frutos do campo e o grande lírio. E ele, não apenas isso, mas ele adorou. “Existe um caminho que parece certo ao homem.” Mas, o que ele fez, ele adorou através do conhecimento. Ele não adorou por revelação.

110 E é possível. Obtenha isso agora. Ouça. Você pode adorar através do conhecimento. Você pode ir à igreja, sabendo que deve fazê-lo. Mas ir à igreja, dessa maneira, é adorar em vão. Mas quando algo acontece em seu coração, que faz você amar a Deus, de tal maneira que você não pode ficar longe da igreja, essa é a revelação, que Deus revela.

111 Eles não tinham Bíblia então. Eles nem tinham papel ou lousa para trabalhar. Eles não tinham escolas de educação. Assim sendo, Abel, por revelação, lhe foi revelado por Deus, que: “Não eram as belezas, nem os frutos do campo, nem as maçãs, que os expulsou do jardim do Éden, mas foi o sangue.” E foi revelado a ele, e ele foi e pegou um cordeiro. Por revelação, ele previu a vinda do justo cordeiro. E foi revelado a ele, então ele conseguiu um cordeiro. E por uma revelação, ofereceu a Deus e foi aceito. Toda a Igreja é construída sobre revelação espiritual. Que bonito!

112 Agora, chegando ao fim. Eles estavam na montanha. E depois que Jesus foi um Filho obediente; a carne, o Cordeiro, foi guiado pelo Espírito Santo, Deus Se movendo Nele. “Não vim para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que Me enviou. E Aquele que me enviou, o Pai que me enviou, está comigo. E como o Pai me enviou e foi comigo, também eu vos envio.” Ele não apenas enviou, mas foi com ele.

113 E Deus não apenas educa o homem e o envia com uma declaração de alguma experiência no seminário. Mas, se ele estiver equipado, Deus vai com ele. “Eu estarei convosco, mesmo em vós, até o fim dos tempos.”

114 Observe, lindamente, oh, como a Palavra faz isso ir junto! Como o Espírito Santo a cimenta no coração do povo, pela revelação e amor do Senhor Jesus. Observe atentamente.

115 Lá, depois da obediência, “na boca de duas ou três testemunhas”, as melhores testemunhas que estavam na terra. Amor… Pedro, Tiago e João; esperança, fé, caridade. Sob as testemunhas da esperança, sob as testemunhas da fé, sob o testemunho do amor; Deus colocou Seu Filho, posicionalmente, em público, de todas as três maiores manifestações (esperança, fé e amor) que o mundo jamais conhecerá.

116 E, lá, como o pai nos velhos tempos tirava o filho, vestia uma túnica e fazia uma cerimônia, e depois disso o nome do filho era tão bom quanto o do pai. O filho era herdeiro de todas as coisas.

117 E Deus tomou Cristo no monte da transfiguração, no testemunho da esperança, da fé e do amor, e O ofuscou com uma Nuvem. E a Bíblia diz: “Suas vestes brilhavam como o sol. E uma voz do céu, dizendo: ‘Este é o meu Filho amado.’”

118 Agora, Pedro ficou todo empolgado, como sempre. Ele era um homem muito zeloso. E eu gostaria que todos fôssemos zelosos; muitas vezes você pode falar coisas boas em suas obras zelosas. Mas Pedro ficou entusiasmado quando realmente viu o que aconteceu. Deus permitiu que ele tivesse um testemunho em pouco tempo, depois que eles descessem. Mas quando ele viu, de pé… Havia três naquele lugar: esperança, fé e amor. E havia três ali na montanha: Pedro, Tiago e João, aqui. Moisés, Elias e Cristo, ali de pé, em uma confirmação desses três aqui. Agora eles olharam. Lá estava Moisés, primeiro; em seguida estava Elias, o profeta.

119 E algumas pessoas nos perguntam: “Nós nos conheceremos quando chegarmos lá?” Embora, Elias e Moisés tivessem se ido há muitas centenas de anos. Não apenas nos conheceremos, como também os que nunca vimos. Pedro, Tiago e João, nunca haviam visto Moisés, e ainda assim os reconheceram num piscar de olhos, quando estavam de pé sob a Sombra do Todo-Poderoso. O que será quando estivermos lá? Vou conhecer Sankey, quando o vir. Eu conhecerei a voz dele, embora nunca o tenha ouvido. Eu conhecerei Wesley. Vou conhecer Moody, Calvin, Knox. Conheceremos todos quando chegarmos lá. Vamos assumir um aspecto diferente do que somos agora. Estaremos em um estado temporário… Ou – ou melhor, em um estado glorificado. Pedro, Tiago e João estavam. Assim, naquela prefiguração, se eles puderam reconhecer homens, sem uma falha, dos quais nunca haviam visto ou visto uma foto, estavam desaparecidos por centenas de anos; mas, numa prefiguração, puderam, em um momento, reconhecê-los, sem dúvida; o que será quando formos glorificados, estando em Sua Presença? Vamos nos conhecer? Certamente. Nós conheceremos todo mundo. Um pouco do infinito se estabelecerá sobre nós, como Deus é infinito. Observem. Eu devo encerrar. Enquanto eles olhavam, e Pedro…

120 Como um bom aluno do seminário diria: “Sabe, creio que todas as igrejas estão certas. Se você é ortodoxo em sua crença, isso não importa, então teremos apenas os maometanos e os budistas, e os teremos todos juntos.”

121 Pedro disse: “Bom é estarmos aqui, e agora vamos construir três tabernáculos. Aqui vamos construir um seminário para Moisés. Vamos construir um seminário para Elias. E todos os que quiserem adorar de acordo com a lei, e assim por diante, que adorem.” E agora observamos. Eles olharam, e Pedro e eles, observando Moisés. Moisés representava a lei.

122 Deus deu aos filhos de Israel a lei porque eles quiseram a lei. Deus não queria que eles a tivessem. Essa é a escolha do homem. Em Êxodo 19, eles disseram: “Tu nos dás algo para fazer, para merecermos a nossa salvação. Manteremos uma lei, se Tu nos deres”, em outras palavras. Mas, nunca foi o plano de Deus.

123 É melhor parar de planejar você mesmo e apenas usar o plano Dele. Acho muito mais fácil seguir o Seu plano.

124 Ali estava Moisés, a lei. Pedro disse: “Bem, alguns de nós mantêm a lei.” Agora, não há carne justificada pela lei.

125 Então, a seguir, depois que a lei de Deus permaneceu ali; o próximo, de pé, era Elias. É assim que eles vêm, em ordem numérica. O próximo, de pé, era Elias, que veio depois de Moisés. E Elias representava a justiça de Deus, os profetas. E Elias representava Sua justiça, de modo que Elias atraiu fogo do céu e matou os cinquenta. E ele estava representando a justiça de Deus. Então, Pedro queria a lei de Deus e a justiça de Deus.

126 Ninguém pode ser salvo pela lei. E se você falhar, ao transgredir a lei, resta apenas uma coisa: a morte. Isso é justiça de Deus. Deus – Deus exige isso. Sua lei justa deve ser… ter justiça.

127 Então, enquanto Pedro falava, querendo construir seu tabernáculo, e perguntou a Deus se podia fazê-lo, então eles olharam de volta e viram apenas Jesus.

128 A lei falhou. Vamos, nesta manhã, desviar nossos olhos da justiça própria, ou de algo que fizemos. Eu não imploro por lei. Não posso ser julgado pela lei, porque sou sem lei. Ninguém guardou a lei. Eles não podiam cumprir a lei.

129 E você também não pode se salvar. Nem você pode se curar. E se a lei, por sua própria vontade, você desejou projetar isso no plano, então há apenas uma coisa exigida pela lei, se você fracassar, é a justiça. E, justiça, deve ser condenado e morrer para sempre. Requer uma aniquilação total. Porque aquele que quebra um ponto da lei é culpado de toda a lei. Então, você deve morrer, mas Deus… Quando olhamos para a lei de Deus, e olhamos para a justiça de Deus.

130 Vamos olhar para o outro lado. Olhe aqui. Lá estava Jesus, representa o amor de Deus. Não a lei, não a justiça, mas Nele foi encontrado o cumprimento da lei e da justiça. “Este é o meu Filho amado.” Não há mais coisas feitas por você mesmo. Ouça o seu tutor. Essa é a razão pela qual Pedro pôde dizer: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.” Lei e justiça foram cumpridas em Cristo, e é o amor de Deus à raça humana. Amor de Deus! “Deus amou o mundo de tal maneira!”

131 Deus misericordioso, nesta manhã, ao implorar por esta audiência, não imploramos por lei, não pedimos nenhuma lei. Não queremos ser julgados por seu próprio mérito. Eu não quero a sua justiça, Senhor. Não, não para que o seu julgamento venha sobre mim; nunca, Senhor. Mas imploro por Tua misericórdia.

132 Ele disse: “A Ele ouvi” Por que eu deveria ouvi-Lo? Ele é o único que tem salvação. Maria, José e todos os outros santos eram grandes pessoas, mas somente Ele. “A Ele ouvi.” Ele é o único intercessor. Ele é o único mediador entre Deus e o homem, é Cristo Jesus.

133 Por que eu o ouço? A lei não poderia me dar paz; Ele pode. A justiça não poderia me trazer nada, apenas condenação. Ele me dá paz e reconciliação. A lei poderia me condenar, porque, se eu ficar doente, a lei exige que eu tenha ambas, as leis da natureza e a justiça de Deus, sejam executadas sobre mim, então devo pagar a penalidade. Mas hoje volto minhas afeições e meus olhos da lei e da justiça e olho para o amor de Deus que me reconciliou de volta a Ele, pela graça, e não pela lei e pela justiça. Mas, através da reconciliação, Ele pagou o preço para reunir o homem e Deus, para torná-los um.

134 Lá na Suíça, não faz muito tempo… Ao encerrar essa observação. Muitos de vocês, filhos da escola, suponho que ainda o tenham, de uma história antiga que nunca deveria morrer. Embora esteja desaparecendo hoje, em nosso país, mas nunca desaparecerá na Suíça, onde aconteceu. Você se lembra em sua escola, em sua leitura, de Arnold von Winkelried, o grande herói da Suíça? Você pode mencionar o nome dele, hoje, nos Alpes suíços, e seus rostos ficarão rosados e as lágrimas correrão por suas faces. Há muitos anos…

135 Os suíços são um povo que ama a paz. São alemães que, no início dos séculos, desceram as montanhas onde não há minério nem nada. Mas eles compraram… Eles têm a inteligência dos alemães. Os alemães pensam que eles são uma raça dominadora, é verdade, mas estão tentando inventar uma arma ou uma bomba que conquistará o mundo inteiro com sua inteligência. Mas o suíço é uma gente que ama a paz. Ele desce e faz dele um… Pega algum material, faz um relógio para seu vizinho e vive em paz.

136 Então, nas altas montanhas suíças, há muitos anos, quando eles estabeleceram seu – seu reino, ou eu diria, seu governo, eles não eram uma nação militar. Eles eram uma nação que amava a paz.

137 E um dia, quando os invasores chegaram à sua terra e pisotearam tudo o que tinham; nada, nada, não importava o que eles tinham construído. Eles rolaram pedras pelas montanhas, e isso nunca os incomodou. E eles fizeram o exército suíço recuar em um campo no pé da montanha.

138 E é tão bonita na Suíça, como eu os tenho observado, como eles cultivam; e nas terras baixas; e o próximo é o gado; depois, mais acima da montanha, estão as ovelhas, e todo o caminho no topo é onde eles criam suas cabras.

139 E como eles têm o canto tirolês que esses chamados tiroleses americanos de Hollywood ridicularizam, nunca se compara a ele. Como eles tocavam a buzina quando perturbados, isso e todos os vizinhos corriam juntos para ajudar quando havia alguma necessidade. E agora nós a usamos como uma banda de jazz, rock and roll. Oh, é tão… Como a poluição!

140 Escute, amigos. Farei a observação do meu administrador: “Se Deus não enviar um julgamento a esta geração adúltera de pessoas, Ele terá que levantar Sodoma e Gomorra e pedir desculpas por queimá-los”. Isso mesmo. Certamente. Ele é justo, e não podia haver mais nada a ser feito, senão Deus teria feito. E enquanto a misericórdia mantém os braços abertos, fuja para ela.

141 E ali, na montanha, onde este pequeno exército estava armado com o que eles podiam encontrar como proteção, paus e lâminas de serra, e o que mais eles tivessem, e forquilhas. Apoiado, o grande exército estrangeiro vinha como uma sólida parede de tijolos. Eles eram todos os homens treinados, e grandes lanças, e marchavam, fechando, fazendo retroceder este pequeno exército suíço contra a montanha. Eles estavam sem esperança. Tudo o que eles tentavam estava tudo negro e escuro, e nada poderia salvá-los.

142 Depois de um tempo, a partir do meio deles, veio um grito de um, Arnold von Winkelried. E ele saiu e disse: “Irmãos, hoje eu morro pela Suíça e por sua liberdade.” Ele disse: “Amamos nossa pátria pela qual nossos pais lutaram, e a qual nossos pais pretendiam que tivéssemos. E hoje nossa grande economia está em jogo. Agora dou livremente minha vida pela Suíça.” Ele disse: “Lá atrás, atrás da montanha, está minha adorável casa, minha doce e amorosa esposa e meus filhinhos, esperando que eu volte. Mas”, disse, “nunca mais os verei nesta terra.” Ele disse: “Hoje vou morrer pela Suíça.” Ele… Eles disseram: “O que você fará, Arnold von Winkelried?”

143 Ele disse: “Sigam-me. Eu vou quebrar as fileiras do exército. Eu vou quebrar a guarnição deles. E então vocês peguem o que tiverem e lutem da melhor maneira possível. Como homens de guerra, lutem com o que vocês têm, da melhor maneira possível.

144 E ele levantou os braços, e olhou em volta para onde as mais pesadas das lanças estava vindo, enquanto avançava. E ele levantou os braços e gritou: “Abram caminho para a liberdade!” E ele correu em direção àqueles que se aproximavam como uma parede de tijolos. “Abram caminho para a liberdade!”, Ele gritou. E ele correu para as mais grossas lanças, e abraçou as lanças, juntou-as no peito e morreu. E os homens suíços, o seguiram, com o que tinham. Aquilo provocou tanta comoção, até ao ponto de romper a fila deles. Todo homem estava fora de lugar; eles não sabiam o que fazer. E os suíços correram e conquistaram uma vitória, e a Suíça nunca mais teve uma guerra desde então. Por muito tempo será lembrado na Suíça, enquanto houver uma Suíça, Arnold von Winkelried será lembrado.

145 Mas, isso é um maravilhoso gesto heroico, em nenhum lugar foi comparado, mas é uma coisa menor, apenas uma coisa menor, um dia em que os filhos de Adão…

146 Quando a lei falhou, e quando a justiça dos profetas falhou; onde a lei se tornou fraca e não podia salvar, através do sacrifício de cordeiro. O sangue animal e o espírito animal não podiam retornar. Falhou. Satanás sabia melhor que isso. E quando a justiça de Deus, todavia, chamando o fogo e queimando os cinquenta, e os julgamentos que os profetas davam à terra, o homem constantemente ia para a perdição. Toda esperança se foi. Deus enviou a lei, Deus enviou os profetas; e todos eles falharam. Todas as esperanças se foram, para a humanidade.

147 Um dia, no meio dos reinos da Glória, o Filho de Deus surgiu. Ele disse: “Hoje irei libertar os filhos de Adão.” E quando Ele esteve lá, quando todas as esperanças…

148 O diabo colocava doença sobre nós, ele colocava pecado sobre nós, e nós tínhamos que assumi-lo; a justiça da lei exigia. E se falhássemos em receber a lei, todos seríamos condenados pela lei, somente a justiça seria exercida. Não havia saída; nada que pudéssemos fazer.

149 Mas Ele deu um passo à frente. O anjo disse: “O que você fará?” Ele foi à terra.

150 E Ele disse: “Agora vocês, todos vocês, filhos de Adão, aceitem o que eu lhes dou para lutar, e lutem como puderem, da melhor maneira possível.”

151 E Ele nunca se lançou nas bases de um ponto fraco, através da teologia, nem na construção de seminários, nem na construção de igrejas; mas foi aonde as lanças eram as mais pesadas, através do vale da sombra da morte. E Ele reuniu a morte e a doença, com Seus braços, em Seu próprio seio. E enviou de volta o Espírito Santo no dia de Pentecostes, para colocar em nossas mãos, e exigindo que cada filho de Adão lutasse como pudesse. Embora você seja ridicularizado, seja perseguido, seja chamado de “santo rolador”, tudo mais; lute da melhor maneira possível, pois a vitória é certa. E graças a Deus! [O irmão Branham bate palmas duas vezes – Ed.] O inimigo é derrotado. Suas guarnições estão destroçadas. E o grande capitão da nossa salvação está liderando hoje o batismo do Espírito Santo.

152 Oh, filhos e filhas de Adão, por que se sentarem aqui até morrer? Vamos nos levantar e fazer alguma coisa. Vamos pegar o que temos, se não for mais do que um balbuciar mortal que ainda possa se mover. Vamos louvar a Deus. Vamos agradecer a Ele por nossa salvação.

153 Se você é um pecador, nunca pôde ser chamado fora da pedreira desta terra, porque Deus os destruiu com o Evangelho. Mas fique quieto e deixe Deus te ver, para te colocar no edifício.

154 Se você está doente, lembre-se, Jesus venceu a morte, o inferno, a doença, a sepultura e tudo, quando Ele morreu por você no Calvário. Vamos pegar o que temos nesta manhã e lutar com o melhor de nosso conhecimento.

155 Enquanto inclinamos a cabeça em uma palavra de oração; e eu pediria à irmã que venha tocar piano, um bom hino. Enquanto todos nós…

156 Pessoas sensatas e sãs, vocês apreciam, nesta manhã, a morte de nosso Senhor Jesus? Suas igrejas não funcionarão, por melhor que sejam. Suas escolas falharão miseravelmente, por melhores que sejam. Seu médico falhará miseravelmente, por melhor que seja. Mas, nesta manhã, vamos mudar nossa aparência, vamos desviar nossos olhos das leis das igrejas, das denominações e do consultório médico, e por melhores que sejam todos, e ouvirmos aquela voz vinda da Sombra que nos cobre nessa manhã: “Este é o meu Filho amado; a Ele ouvi.”

157 Querido Pai Celestial, tão humildemente quanto os cristãos possam se aproximar, chegamos a favor dos perdidos e necessitados. Tome estas palavras hoje e, oh, Espírito Santo que está liderando a Igreja, conduza Teus filhos a Deus hoje. Muitos podem ter caído no caminho, e não conhecem mais o caminho de Deus. Eles foram sombreados e enegrecidos, suas esperanças fracassaram, mas que eles possam ver novamente o Calvário, onde Tu tomaste os dardos inflamados do inimigo da morte, o inimigo da doença, o inimigo da tristeza, o inimigo de toda a humanidade. E os cravastes no Teu seio, e abristes o caminho. E através daquela sombra escura, nesta manhã, vejamos nosso Lar na Glória.

158 Como von Winkelried disse: “Atrás da montanha há uma casa, eles aguardam a minha vinda, mas não me verão mais”.

159 Mas Jesus, Tu nunca disseste: “Eles não me verão mais”. Tu disseste: “Na casa de meu pai há muitas moradas. Vou vos preparar uma, e voltarei para buscá-los e recebê-los para Mim.” Como respeitamos a corajosa morte de Winkelried; mas, ele era um mortal, ele só podia morrer e ser deixado para trás. Mas Tu vieste para morrer e redimir, e nos trazer, não dos nossos entes queridos, mas para os nossos entes queridos; não de nossas casas, mas para nosso Lar. E cortaste uma linha através das trevas da morte, para que pudéssemos ver além do vale, onde jazem as bênçãos de Deus.

160 E agora, hoje, querido Pai, se houver algum de Seus filhos que Tu golpeaste com o Evangelho, da pedreira da vida, e desejas fazê-lo, e os talhaste esta manhã e os cortaste, serrando fora de seus hábitos, e seus maus pensamentos, e seus retrocessos e recaídas. E agora Tu desejas colocá-los novamente e encaixá-los no edifício. Tu falarás com o coração deles, agora?

161 E enquanto temos nossas cabeças inclinadas, haveria algum filho aqui, hoje, que se desviou do caminho, ou talvez nunca o tenha encontrado? Mas hoje você sente que gostaria de ser incluído; você gostaria de ser uma pedra encaixada no edifício de Deus? Você levantaria sua mão a Cristo e diria: “Cristo, extermine com o meu mundanismo.”

162 Deus te abençoe lá atrás, jovem companheiro. Deus te abençoe, senhora. Deus te abençoe, senhor. Deus te abençoe, minha irmã. Deus te abençoe. Alguém mais?

163 Agora, com suas cabeças inclinadas, enquanto esperamos no Espírito Santo, e você sabe se você falha em relação a Deus ou não. Você falhou quando seu grande Conquistador disse: “Venha, siga-me. Tome sua cruz, negue-se a si mesmo, venha após Mim. Eu vou romper com as fileiras do inimigo. Eu vou quebrar as fileiras do pecado. Vou quebrar as fileiras da doença. E você me siga e lute da melhor maneira possível, pois farei um buraco e nossas casas serão preservadas para a Vida Eterna.”

164 Você é um estrangeiro distanciado de Deus? Apenas levante as mãos, um… Deus te abençoe, amiguinho. Alguém que nunca levantou as mãos, mas agora tem levantado a mão. Diga: “Lembre-se de mim, irmão Branham, hoje. Eu quero agora vir a Cristo. Eu… Deus te abençoe, irmã.

165 “Quero agora vir a Cristo, ser talhado por Sua máquina. Algo nesta manhã tocou meu coração. Fui abalado por dentro. Fui colocado aqui de volta com hábitos mundanos, a imundície e a sujeira da terra tem descoberto… ou melhor, coberto. Mas o Evangelho, hoje, me descobriu, e sou culpado diante de Deus, e sei disso. E quero que Deus me tome hoje como uma pedra, me corte e me dê uma confissão do Senhor Jesus e do Espírito Santo, e me coloque no Seu Reino. Eu quero ser descoberto hoje. Quando eu for descoberto, quero ser talhado e colocado no Seu Reino.” Você levantaria suas mãos para Ele, antes de orarmos pelo pecador? Tudo bem.

166 Há quatro ou cinco mãos levantadas. Eu orarei por vocês. Agora não temos, talvez, a maneira de fazer uma chamada ao altar, talvez simplesmente se você esperar apenas alguns momentos. Eu vou… Depois de orar pelos enfermos, também quero você aqui em cima. Mas vou orar por você agora, para que Deus conceda algo especial a você neste momento.

167 Nosso Pai Celestial, está escrito em Tua Santa Palavra, de acordo com os escritos de Teu escriba, São Mateus, capítulo 5, versículo 24, “Aquele que ouvir minhas palavras e crer naquele que me enviou, tem a vida eterna; não entrará em julgamento, mas passou da morte para a vida.”

168 Ouve o apelo humilde e fraco de Teu servo, por cada um que levantou a mão. Tu disseste: “Ninguém pode vir, a menos que Meu Pai o traga.” E Tu tens estado extraindo, nesta manhã, e eles ouviram e levantaram as mãos. “A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra.” E eu Te agradeço por eles hoje. E eu oro para que Tu santifiques cada crente. E preencha com o Espírito Santo aqueles que têm corações famintos, que se esvaziaram do mundo nesta manhã e desejam ser talhados como uma pedra no Edifício do Mestre. Pedimos isso em nome de Cristo. Amém.

169 Você não se sente diferente? O Espírito Santo simplesmente não toma a Palavra de Deus como uma escova e limpa as coisas do mundo? Então você se sente novo. Vamos cantar este velho hino glorioso, apenas mais uma vez, para a glória de Deus, agora. “Há uma fonte cheia de sangue, extraído das veias de Emanuel.” Todos juntos agora. Correto. Há uma fonte cheia de sangue, Extraído das veias de Emanuel, E os pecadores mergulham sob a corrente, Perdem… todas as suas manchas de culpa. Perdem todas as suas manchas de culpa, Perdem todas as suas manchas de culpa; E os pecadores mergulham sob aquela corrente, Perdem todas as suas manchas de culpa.

170 Vou lhes perguntar uma coisa agora. Quantos sentem que seus pecados estão todos sob o sangue? Vocês apenas levantem suas mãos. “Agora eu creio que Deus me perdoa e eu – eu sou filho Dele.” Oh, que coisa!

Agora, o ladrão moribundo, ele se alegrou ao ver
Aquela fonte em seus dias. Ele estava morrendo.
Ele se alegrou ao ver a fonte em seus dias.
Posso, embora vil como ele,
Lavar todos os meus pecados.

171 Enquanto cantamos este verso e depois o refrão, eu quero que você aperte a mão de alguém assentado perto de você. Diga: “Deus te abençoe, irmão cristão, irmã”, quem quer que seja. Agora, vamos cantar para o Senhor agora. Primeiro, vamos – vamos levantar as mãos, se pudermos, e cantar: “O ladrão moribundo…” Agora, no refrão, depois aperte as mãos. O ladrão moribundo se alegrou ao ver… Pai, estamos adorando a Ti agora. …em seu dia;

E lá posso, embora vil como ele,
Lavar todos os meus pecados.
Lavar todos os meus pecados,
Lavar todos os meus pecados;
Agora, pegue um ao outro pela mão.
E ali
…Lavar todos os meus pecados.

172 Quão felizes estamos hoje, como crentes cristãos, como concidadãos do Reino, por Deus ter lavado todos os nossos pecados e nos ter criado novas criaturas em Cristo Jesus. Agora, você está feliz pelo Senhor? [A congregação diz: “Amém.” – Ed.] Maravilhoso!

173 Agora lembrem-se, amigos, os cultos voltarão aqui novamente esta noite. Deus te abençoe.

174 Levei um pouco mais de tempo, nesta manhã, do que pretendia. Eu tenho um compromisso imediatamente, após o culto. E devo encontrar alguns de vocês, queridos amigos. Gostaria de saber se seria possível adiar isso até esta noite, quando volto para os cultos hoje à noite. Porque, eu apenas… Eu pensei que terminaria às onze, e agora nós temos uma… Quantas pessoas devem receber oração? Vamos ver suas mãos se levantarem por toda parte. Temos uma grande audiência pela qual orar.

175 E eu lhe disse como aquele luterano, lá em cima, me escreveu uma carta e me condenou, e disse: “Um homem que pregou ao povo”, eu preguei “e disse que o diabo não pode curar, “ e assim por diante. E eu respondi tão gentilmente quanto sei.

176 Ele escreveu de volta uma carta e disse: “Gostaria de conhecê-lo na Convenção dos Homens de Negócios”.

177 E eu – e perguntei ao irmão Moore se ele daria a ele um lugar. Ele disse sim.”

178 E eles me levaram para o seminário luterano e fizeram um jantar lá, onde estavam todos os alunos e os professores. E este era o reitor; ele assentou ao meu lado. E jantamos juntos. E eles eram alemães. E eles tiveram um – um – um ótimo jantar. E as… Todas as mulheres esperavam por nós, e assim por diante. Depois que o jantar terminou, este reitor luterano, do colégio luterano, levantou-se e disse: “Irmão Branham, te trouxe aqui para um propósito.” Ele disse: “Isto é, queremos encontrar Deus no batismo do Espírito Santo.” Eu olhei para ele; olhei para o irmão Moore. E o irmão Moore olhou para mim. Ele disse: “Eu te critiquei e sinto muito”. Disse: “Irmão Branham, você está certo, e peço que me perdoe. E agora queremos o batismo do Espírito Santo.” Disse:” Vimos muitos chutando cadeiras e rasgando coisas, mas,” disse, “queremos o verdadeiro Espírito Santo”.

179 Eu disse: “Você crê?” Ele disse… Eu disse: “O que é o seminário luterano… Qual é a denominação luterana?”

180 Disse: “Não nos importamos com a denominação luterana. Nós queremos a Cristo.

181 E Bob Schuler e eles, o editor do Christian Herald, e eles, tinham acabado de receber o Espírito Santo, um amigo íntimo de Billy e de todos eles. Esses irmãos estavam famintos pelo Espírito Santo. E então eu disse… Ele disse: “É para luteranos?” Eu disse: “É para quem quiser, deixe-os vir’”. Ele disse: “Como podemos recebê-Lo?” Eu disse: “Você é realmente sincero?”

182 Ele disse: “Sim, irmão Branham, do profundo do nosso coração.” Eu disse: “E vocês, estudantes?”

183 Todas as mãos se levantaram e lágrimas correram por suas faces. “Nós queremos a Jesus.”

184 Eu disse: “Afaste seus pratos. Pegue seus bancos, coloque-os junto à parede. Cada homem o fez, por todo redor. Eu disse: “Agora, ajoelhem-se, virem o rosto para a parede e comecem a pedir a Deus pelo Espírito Santo.” E eu tinha o irmão Moore para levantar e orar. Fui, impondo as mãos em cada um, e todos os setenta e dois alunos e o reitor receberam o batismo do Espírito Santo. E eles estão tremendo naquele país lá em cima, com os milagres e a obra de Deus. Eles estão tendo cultos de cura e tudo, o seminário luterano.

185 Oh, eu poderia cantar com todo volume do meu coração! Por quê? Quando você está com fome e sede!

186 Esta pobre mulherzinha deitada aqui, morrendo de câncer, certamente está com fome e sede, nesta manhã, de Deus para curá-la. E há muitos de vocês assentados aí com problemas no coração. Certamente. Você vai morrer imediatamente, se Deus não te curar. Há muitos que têm outras doenças, o que é muito ruim. Mas, amigo, não olhe para a justiça; você não pode pagar a justiça. Não olhe para a lei, porque a lei não pode ser mantida. Mas, olhe apenas para Jesus, pois Ele é quem te redimiu. E, pela fé em Seu Nome, você pode ser curado esta manhã.

187 E se Deus enviasse setenta ministros luteranos – luteranos, para pregar o Evangelho, com o batismo do… pela imposição de mãos. Jesus disse que, quando Ele nos deu nossas guerras… Como von Winkelried, ele disse: “Lute com o que vocês têm.” Aqui está o que Ele disse: “Estes sinais seguirão aos que crerem. Em Meu Nome expulsarão espíritos malignos ou demônios. Eles falarão em novas línguas. E se uma cobra os picar, isso não lhes fará dano. Porão as mãos sobre os enfermos e os curarão”.

188 E olhe para o grande corte, agora em todo o mundo, o Evangelho está acontecendo. E os filhos de Adão, que assumiram a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, estão abrindo caminho e cortando uma linha através do inimigo agora. E estamos tomando da maneira que podemos.

189 E como vocês também, nesta manhã, que apreciam a boa saúde, lembrem-se deles enquanto oramos por eles.

190 E pedirei que os doentes fiquem alinhados neste lado, aqui à minha direita. E os anciãos venham ajudá-los, se vocês quiserem. E pergunto aos ministros do Evangelho, se eles estarão aqui, por perto e orarão.

191 Então não saia se você puder ajudar. Queremos fazer outra chamada ao altar, em um momento, assim que pudermos. O culto não sera concluído, com este culto de cura.

192 Agora alinhe-se deste lado. E perguntaremos ao irmão Neville, nosso querido irmão amado, se ele fará o que fazemos regularmente. Se eles puderem… Deus te abençoe, irmã. O que foi isso? [Espaço em branco na fita – ed.]

Somente crer, somente crer,
Tudo é possível, somente crer;
somente…

193 Olhar para que lado? Para Jesus. Os médicos falharam. Tudo mais falhou. Mas, “Este é o meu Filho amado, a Ele ouvi.” O que Ele disse? Ele disse: “A Ele ouvi”. O que Ele disse? O que Ele disse? “Somente crer.” Por quê? “Tudo é possível.” Não temas, pequeno rebanho, da cruz ao trono, Ele entrou … na vida, Ele foi sozinho; …? Ele… poder na terra, todo poder acima, Foi dado a Ele pelo rebanho de Seu amor.

194 Todo poder, para a doença, tudo, dado a Ele. O-… “A Ele ouvi: ‘Somente crer!

…mente crer.
Todas as coisas…

195 Quando tudo falha; quando o médico falha, quando todas as coisas falham, o que Ele disse? Somente crer. [Espaço em branco na fita – ed.]

196 Algumas centenas, eu acho. Alguns deles estão vindo em cadeiras de rodas. Um aqui em uma maca, a ponto de morrer.

197 Seus médicos amados, como homens que separam o corpo, a anatomia, olham e veem tudo o que podem, em seu conhecimento, tentam salvar a vida, mas muitas vezes fracassam.

198 Estamos tão felizes que esta brilhante nuvem de glória que pairou sobre Ele disse: “Mas este é o meu Filho amado.” Quando a lei havia falhado e a justiça havia falhado em ser cumprida, então Deus disse: “A Ele ouvi.” E o que Ele disse? “Todas as coisas são possíveis se puderes crer.” Ajuda a nossa incredulidade.

199 E como ministros do Evangelho, vamos agora ungir os enfermos e impor as mãos sobre eles, enquanto as pessoas consagradas deste tabernáculo estão se unindo em oração. Deus abençoe nossos esforços e cure os enfermos, pedimos no Nome de Jesus.

200 Com nossas cabeças inclinadas agora em oração, e com a congregação cantando suavemente “Somente crer”. O irmão Neville ungirá. Colocarei as mãos sobre os doentes.

201 Querido Pai Celestial, vindo recentemente de trás da plataforma, onde estou entre a vida e a morte, entre o pecador e o julgamento…?…, apontando para eles o caminho da fuga. Eu conjuro para trás deles agora e ponho as mãos nessa mulher doente. E como os entes queridos estão de pé, olhando por ela. Agora nada pode ajudar senão o Senhor. Ponho as mãos sobre ela, como Tu ordenaste…

**************