CRENDO EM DEUS
24 de fevereiro de 1952
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução: Gravações A Voz de Deus


1 Quando chegará o momento
Quando guardarei minha armadura,
E habitarei em paz no Lar?
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
E então nos reuniremos no Lar!
Não conheço na terra contentamento sereno;
Nem refúgio, com paz e proteção;
Este mundo é uma selva de aflição,
Este mundo não é meu Lar.
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
E nos reuniremos no Lar.
A Jesus Cristo fugi para descansar;
Ele me fez parar de perambular;
E inclinado em Seu seio para socorro
Até Ele me conduzir ao Lar?
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
E nos reuniremos no Lar!
Sem demora procurei a face do meu Salvador,
Meus passos não mais perambularão;
Com Ele desafiarei a corrente deprimente da morte
E alcançarei meu Lar celestial.
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
Trabalharemos até Jesus chegar,
E nos reuniremos no Lar.
2 Número 227 agora: Ajuntando Formosos Feixes. Eu gosto de cantar este, porque é um hino missionário, e é uma espécie de – uma espécie de enlevo para meu espírito. 227 é o número do hino. Correto, agora, o hino de encerramento apenas an-… Agora vamos, todos, nos unir nisto agora. Vocês gostam destes velhos hinos? Digam “amém” se gostam. [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Ótimo! Tudo bem, todos juntos agora.
Aos campos da colheita alegremente vamos hoje,
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes;
Do alvorecer até a noite nós lutaremos com nossa força,
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes.
Ajuntando feixes, formosos feixes,
Ajuntando feixes, formosos feixes,
Oh, louvado seja o Senhor, estamos a caminho da Terra do dia infinito,
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes.
Na montanha, colinas ou planície nós ceifaremos o trigo,
Ajuntando feixes, formosos feixes;
Sim, trabalharemos longe e perto, nunca hesitaremos, nunca temeremos,
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes.
3 Todos agora, vamos!
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes,
Ajuntando feixes, feixes de ouro, formosos feixes de ouro;
Louvado seja o Senhor, estamos a caminho da Terra do dia infinito,
Ajuntando feixes, formosos feixes.
4 Só um momento. Agora quando chegarmos naquela parte novamente: “Louvado seja o Senhor, estamos a caminho da Terra”, vamos apontar para cima, “da Terra do dia infinito, ajuntando feixes”. Vamos tentar cantar o coro agora. Vamos!
Louvado seja o Senhor, estamos a caminho da Terra do dia infinito,
Ajuntando feixes, formosos feixes.
5 Bem, agora vamos cantá-lo novamente. Correto.
Cantaremos e oraremos, e a voz do nosso Mestre obedeceremos,
Ajuntando feixes, oh, formosos feixes;
Enquanto vamos em terras estrangeiras,
Fazendo o que nosso Senhor ordena,
Ajuntando feixes, formosos feixes.
Ajuntando feixes, formosos feixes,
Ajuntando feixes, formosos feixes,
Oh, louvado seja o Senhor, estamos a caminho da Terra do dia infinito,
Ajuntando feixes, formosos feixes.
Vamos nos colocar de pé, por gentileza.
6 Ó Mestre da Vida, nós Te vemos no Livro chamado Bíblia, em um quadro dramático, esta manhã, pois que achamos que fosse uma linda manhã de domingo, quando Tu estavas assentado sobre o monte, reuniste Teus discípulos ao Teu redor e estavas lhes ensinando as bem-aventuranças, exatamente as coisas que eles deveriam fazer. Tu disseste: “Bem aventurados os mansos, pois eles herdarão a terra. Bem aventurados os pobres de espírito, pois deles é o Reino de Deus. Bem aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por causa do Meu Nome. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos Céus”.
7 Deste modo, Tu nos ensinaste a todos que deveríamos orar assim. [O Irmão Branham e a congregação oram juntos de acordo com Mateus 6:9-13 – Ed.]
…Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos das nossas ofensas, assim como nós perdoamos os que praticam ofensas contra nós;
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
8 Agora as classes podem tomar seus lugares. A classe dos adultos se mova para a frente se puder, enquanto os rapazes tocam para nós Nuvem e Fogo. [O pianista e os músicos tocam A Nuvem e o Fogo enquanto as crianças vão para suas classes. Espaço vazio na fita – Ed.]
9 Agora tem alguns lugares vazios na frente, se alguns de vocês que estão bem atrás desejarem. Sei que nosso tabernáculo não é… a acústica aqui não é muito boa, porque temos uma repercussão entre cada uma dessas pilastras aí, e as vigas suspensas. Há repercussão. Se você deseja se aproximar um pouquinho, há alguns lugares. Esteja à vontade, enquanto fazemos isto, se você desejar.
10 Vamos virar agora no capítulo 22 de Gênesis, e também viraremos em Romanos capítulo 4, para apenas uma – uma curta mensagem esta manhã antes do culto de cura, no nosso ensinamento de escola dominical. Gênesis 22.
11 Alguém precisa de uma Bíblia? Você esqueceu a sua? Se esqueceu, apenas levante sua mão se deseja uma para estudar. Temos um punhado delas aqui atrás. Ficaríamos felizes em pedir para um dos porteiros trazê-las para vocês se vocês desejarem uma. Vejo algumas mãos levantadas. Irmão Roy, poderiam vocês, irmãos, virem por um momento, e distribuí-las por ali na parte de trás. Isto é ótimo. [O Irmão Branham faz uma pausa – Ed.]
12 A Sra. Harvey aqui, Sra. G. H. Harvey de Danville, Illinois? A senhora trouxe o seu garoto consigo? Tudo bem. Nós faremos oração daqui a pouco, por ele. Correto, Sra. Harvey. Muito bem.
13 Agora falaremos só um pouco, ou teremos a escola dominical. É costume aqui termos nossa lição de escola dominical. Mas enquanto estou por aqui na minha cidade, ora, geralmente eu… eles me concedem e me deixam ficar com a escola dominical, devido fazer oração pelos enfermos. E então nosso pastor trará a mensagem para a manhã, logo após esta parte do culto. E tentaremos lhe dar a plataforma o mais rápido possível, por volta das onze horas, querendo o bom Senhor.
14 Agora há muitos pedidos. E constantemente eu – eu oro por todos, e em todas as partes, e quero que orem por mim.
15 Eu tenho algo, a razão pela qual estou em casa por tanto tempo desta vez, é que estou buscando o caminho divino de Deus para eu ir nos meus próximos trabalhos, conforme Lhe prometi que faria. Agora, não estou tentando apressar o Senhor, porque Ele conhece todas as coisas, mas estou Lhe pedindo para me mostrar uma visão do que devo fazer, ou onde será o meu próximo passo. E desde que vim da África, houve apenas uma visão que aconteceu, e isso foi a outra manhã, então ela veio duas ou três através do dia. E creio que Ele está perto agora.
16 As visões geralmente chegam em grupos. Se você já observeou na Bíblia, sobre o… nossos irmãos dos dias passados, que geralmente um grupo de visões vinha a Daniel, ou a José, e então havia um – um espaço ali que não havia nenhuma.
17 Eu muitas vezes tenho me perguntado se eu deveria realizar meus cultos, do modo que tenho realizado. Apenas oro, oh, talvez e atenda uma ou duas dúzias por noite, ou algo assim, quando há milhares esperando, e simplesmente continua vindo em meu coração que eu não deveria fazer aquilo; que, Deus me deu a autoridade para – para colocar as enfermidades… para romper o poder Satanás.
18 E não noite de quarta-feira, há uma semana, eu vim aqui no tabernáculo, e havia um grupo de pessoas que haviam se reunido, então eu simplesmente prostrei, como, um velo diante do Senhor. E disse: “Senhor, eu nunca saí…”
19 Eu tenho, muitas vezes, eu sempre questionei as pessoas; primeiro: “Você crê? Quanto você crê? Você crê que sou capaz de fazer isto?” E todas estas coisas diferentes assim. E então – e então eu esperava e os chamava na plataforma, e esperava até ter uma visão, via exatamente o que estava acontecendo, então dizia exatamente o que era. Era tão devagar que, dificilmente conseguia atender ao povo. Mas há poucos dias atrás, eu me perguntava…
20 Muitas vezes, estou de pé na plataforma, onde pode haver cem mil pessoas. E, de repente, algo realmente audaz simplesmente forma-se em mim, e sigo em frente e chamo aquele demônio, e o lanço fora. E eu penso: “Isto é estranho”. E entao aqui eu começo a pensar… Muitos de vocês leram meu livrinho, sem dúvida todos aqui, e sobre muitos incidentes ali.
21 Eu os vi certa noite, em Portland, onde um demônio… E, oh, que coisa! Um homem pesando trezentas libras, mais ou menos, e correu até a plataforma, e ele disse: “Bem, seu hipócrita!” Disse: “Eu lhe mostrarei o quanto és homem de Deus!” Ele era um homem doente mental que tinha saído do instituto. E ele correu até a plataforma e – e ia quebrar meu pescoço. E – e quinhentos pregadores simplesmente se recuaram dele. E ele aprontou seu braço e disse: “Eu vou quebrar cada osso de seu corpo!” E eu pesava cento e vinte e oito libras [58 kg – Trad.] E ele cerca de trezentas [136 kg], com um imenso tórax, e, oh, que – que homem forte era ele, bem capaz de cumprir sua ameaça. E no… Bem no meio disto, ora, havia algo se movendo sobre mim, e eu simplesmente fui até onde ele estava. Ele disse: “Esta noite quebrarei cada osso em seu corpo de aparência frágil!”
22 Eu disse: “No… Porque você desafiou o Espírito de Deus, esta noite você cairá a meus pés, no Nome do Senhor”.
Ali estavam as duas profecias feitas.
23 E ele se apressou em minha direção, disse: “Vou lhe mostrar aos pés de quem eu cairei!” E ele cuspiu em minha face quando ele subiu, e aprontou seu enorme punho.
24 Na mesma hora eu disse: “Satanás, saia do homem”. E ele levantou seus braços e gritou, e caiu a meus pés, até a polícia ter de tirá-lo dali.
25 Agora, ele não tinha nenhuma fé em mim. Ele não cria em mim. E vejo que é necessário coragem para desafiar. Eu tenho orado por todos os que vem.
26 Outra noite haviam pessoas aqui, uma mulher não podia falar. Tão logo aquele poder maligno foi desafiado, ela conversou normalmente.
27 E havia uma senhora aqui que tinha um grande papo em sua garganta. Eu simplesmente me aproximei dela e disse: “Satanás, eu – eu tenho a autoridade para romper seu poder. Você tem que sair dela”.
Eu disse: “Ele saiu”. Eu disse: “A senhora crê nisto?”
E ela disse: “Sim”.
28 Eu disse: “Muito bem, vá para casa e coloque um cordão em volta de seu pescoço, e o meça, veja qual – qual é o tamanho. E a cada três dias, corte o pedaço de cordão dali, veja como começará a encolher”.
29 No primeiro dia foi mais ou menos um tanto assim, no segundo dia foi mais ou menos assim, e no terceiro mais ou menos assim, o tanto que tinha diminuído, vejam. O mesmo cordão; ela o trouxe aqui na plataforma.
30 E então comecei a ouvir isto se aproximar. E eu apenas pergunto a Deus; seria essa a Sua vontade divina? E em outra manhã cerca…
31 Eu tenho uma garotinha, com oito, dez – dez meses de idade, a pequena Sara, e ela é uma coisinha dócil. E não tenho estado muito com ela. E eu a mimei, admito isto, só a seguro em meus braços o tempo todo. Você também faria, se não tivesse a chance de ver esse amorzinho de criatura mais do que eu a vejo, você sabe, só de vez em quando ao estar em casa. Então eu – eu acho que a mimo muito.
32 Ela está com alguns dentes nascendo, e ficou muito doente. Ela deve estar com desinteria também. Está passando de um para outro. Eu acho que algumas famílias de vocês também estão com isto; muito doente, vomitando e desinteria. E então ela estava chorando. A mãe dela estava tão cansada, que nem mesmo acordou; nem eu, também. E eu acordei, e eu estava dormindo atrás, no segundo quarto depois dela; e sua mãe e ela ali, e a garotinha e eu dormíamos no outro quarto, a pequena Rebeca. E, então, e Billy Paul estava com sua avó naquela noite. Então, eu – eu acordei, ouvi… eu disse: “O que me fez acordar assim?”
33 Ouvi Sua Voz dizer: “Vá até seu bebê e dê a ela um gole d’água.”
34 Eu entrei no quarto, e ela estava chorando. Ela tinha chorado por muito tempo. Ela não deve ter acordado sua mãe, em seu bercinho. Eu fui e peguei um copo d’água enquanto entrei. A criaturazinha quase bebeu todo o copo d’água, e ali em sua condição então, com a desinteria que ela teve. Logo, eu pensei: “Não é isso amável, qual dócil é Ele em fazer isso!” Esta é a segunda vez, ou a terceira vez.
35 Certa vez eu estava em Sioux Falls, ela tinha apenas três meses de idade. Ela estava deitada em uma cama. Sua mãe tinha saído, estava conversando com algumas pessoas. E eu estava me barbeando, assim, me aprontando para ir à reunião. E eu estava ali de pé, barbeando, e ouvi o Anjo do Senhor dizer: “Pegue seu bebê, rapidamente”. Coloquei meu barbeador ali; e corri. E se eu demorasse só mais meio minuto ela teria morrido. Ela estava em uma cama alta, mais ou menos desta altura. E estava com os dois braços… Ela simplesmente rolando, e rolou sua cabeça, a cabecinha pendurada, seus braços, simplesmente escorregando. Tive que correr rapidamente para agarrá-la exatamente quando ela estava caindo. Ele é amável, dócil.
36 Pouco depois daquilo, havia uma jovem. Talvez ela esteja assentada aqui esta manhã. Eu não a vejo, mas ela vem de vez em quando. Ela é membro de uma igreja em New Albany, uma igreja muito notável, uma igreja de projeção em New Albany. Eu estive lá. Ela quer… Ela tem um problema mental, um tipo de psiconeurose. E ela não pode, ela nem mesmo sai da cidade ou parte alguma, ela começa a gritar e chorar, e assim por diante. Então eu – eu orei por ela, duas ou três vezes, mas algo não me deixava desafiar aquele demônio, de algum modo. Eu não sei. Eu simplesmente não podia fazer isto. Ela é muito amiga de uma enfermeira que mora na vizinhança ali. Elas vão ali. Ela estava piorando. Ela estava daquele jeito por cerca de oito anos.
37 Então ela chegou outro dia, e disse… eu lhe disse, disse: “Irmã, a única coisa que sei, é que, há uma causa aí em algum lugar. Eu – eu não sei o que é”. Eu disse: “Eu… Se você pudesse se aproximar”.
38 Ela disse: “Eu tenho recebido oração; do meu pastor”. E disse: “Meu pastor me mandou aqui, disse: ‘Vá ver o Irmão Billy e veja o que ele diz’”.
39 Bem, eu disse: “Bem, eu não – eu não sei, irmã”, eu disse, “eu sou exatamente como o seu pastor”. Eu disse: “Você já confessou todos os seus pecados?”
“Tudo”.
40 Professora de escola dominical, tem uma grande classe e estava fazendo um bom trabalho. Mas aquilo pairava sobre ela. Bem, eu – eu não sabia o que fazer. Você pode imaginar como senti. Eu – eu simplesmente não sabia o que fazer.
41 Nós a levamos para a sala. Eu disse: “Certo, suba”. Quando as pessoas chegam, nós simplesmente paramos tudo. Eu a levei para uma sala. Eu me assentei e comecei a falar sobre genealogia e sobre o princípio, a origem do tempo e tudo, e a observava. Foi naquela mesma manhã. Deus sempre está ali naquele momento crucial, você sabe. E após algum tempo, eu olhei, ali veio uma visão. Eu vi um automóvel indo rapidamente.
42 Eu disse: “Sua condição tem algo a ver com um automóvel”.
Ela disse: “Não, nunca estive envolvida num acidente”.
43 Eu disse: “Apenas fiquei assentada humildemente”. Disse: “Eu a vejo em um carro. Você quase foi atingida por um trem”.
Ela, ela pulou. Ela disse: “Oh!”
44 Eu disse: “Sim, e você não está com seu marido. Você está com outro homem. Seu marido está no estrangeiro na guerra, durante esse tempo”. Fui em frente e comecei a trazer aquilo. Eu disse: “As coisas que você fez, as coisas imorais! Você lhe contou um pouco daquilo, mas você não lhe disse tudo”. E ela começou a gritar, segurando sua face assim. Eu disse: “Há não muito tempo atrás você ia ser operada, também, a sua amídala, e você ficou com medo de tomar anestesia, com medo de contar aquilo, sob o efeito”. Ela simplesmente gritou e caiu no chão.
Ela disse: “Esta é a verdade”.
Eu disse: “Como pode você ir para frente na vida com isso?”
Ela disse: “Eu pedi a Deus para me perdoar”.
45 Eu disse: “Você não pecou contra Deus. Você pecou contra seu marido e seus votos”. Eu disse: “Você volte e acerte isso, então venha. Eu poderei controlar esse demônio então, veja”.
46 E eu disse: “Pr falar nisto, seu marido”, eu descrevi como ele se parecia, nunca o vi em minha vida, eu disse: “ele tem a mesma coisa para confessar a você”. Eu disse: “Agora, se você não crê nisto, telefone para ele e diga-lhe para se encontrar com você”. Ela foi e telefonou para ele. Eles se encontraram na estrada.
47 E aqui voltaram eles, lágrimas rolando em suas faces, perdoando um ao outro. Aquele demônio a deixou, então ela ficou livre. Está vendo?
48 Agora, eu poderia ter gritado e berrado com aquele demônio, e expulsado e tudo mais, e ele nunca teria saído até que aquilo fosse corrigido. Está vendo? Veja, tem de se encontrar a causa antes de poder encontrar a cura.
49 Você vai a um médico, você diz: “Estou com dor de cabeça”. Bem, ele pode lhe dar uma aspirina. Bem, ela voltaria. Talvez você tenha problema de estômago que seja a causa da dor de cabeça. Talvez você tenha uma infecção em algum lugar que esteja causando a febre, fazendo você ter dor de cabeça, alguma outra coisa. Você tem que voltar, aquele médico tem que diagnosticar aquele caso até encontrar onde esteja a causa, então você se livra da causa.
50 Justamente como um buraco num balde, se você está despejando água nele, a água simplesmente continua vazando. É melhor tapar o buraco, primeiro, veja. E isto é…
51 Agora aí está onde me encontro. O que devo fazer? Agora a maior coisa em minha reunião, foi isto, você não recebe oração por isto. E eu tinha orado e pedido em oração por todos eles, mas eles dizem: “Bem, se você simplesmente tocasse e fizesse isto”, e eles – eles vêem aquelas coisas acontecerem.
52 E isto é certo, a Bíblia diz: “Põem as mãos sobre os enfermos, e os curam”. Então quando se começa a fazer isso, eu tentei isso, e os fazia passar rapidamente pela fila, colocava as mãos sobre eles. Mas se eles, suas vidas não forem vasculhadas através do Espírito Santo, para descobrir se há algo ali, eles não sentem que receberam oração. Aqui está meu secretário assentado aqui, e coisas que sabe, recebe as cartas. Não está certo? Eles simplesmente acham que não.
53 Agora aí sou contra uma coisa. E eu – eu creio que pudesse, talvez pudesse pregar; e não sou um grande pregador, mas se eu pudesse fazer com que as pessoas vissem que elas tem que chegar absolutamente limpas diante de Deus, então eu creio que teria autoridade, através de Jesus Cristo, rompendo o poder de qualquer demônio que existe.
54 Quando Pedro e João passaram pela porta chamada Formosa, eles de modo algum perguntaram àquele homem se ele era um crente, ou o que ele era, ou qualquer coisa a respeito. Pedro disse: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te darei”. Disse: “No Nome de Jesus Cristo de Nazaré, levanta e anda”. Ele o levantou e o segurou até seus artelhos se firmarem, e ele saiu andando.
55 Agora existe algo ali que estou pesquisando. E quero que você ore por mim. Correto, você fará isto, simplesmente orar? [A congregação diz: “Amém” -Ed.] Correto. Deus o abençoe.
56 Vire, Gênesis 22 agora. Vou ler um pouco, para a lição, antes do culto de oração. Correto, vamos começar mais ou menos no… Vamos só falar sobre isto um pouquinho.
57 Eu lhe direi o que faremos. Eu quero que tome Romanos 4, também. Eu vou ensinar um pouquinho sobre fé. É disto que precisamos muito. Não é? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Fé não é um… não é apenas uma evidência; é a substância. A fé ela mesma é a substância e a evidência das coisas que os sentidos do corpo não declaram. E eu pensei que, talvez ensinando isto, isto – isto estimularia sua fé, veja, a levaria a um nível onde Deus possa entrar em você e abençoá-lo.
58 Agora vamos começar a ler mais ou menos no versículo 8 do capítulo 22. Trata-se de Abraão. E ele primeiro se chamava Abrão; e então recebeu seu nome de sacerdote, ou seu nome de pai, o qual, o qual era Abraão, que significa: “o pai de nação”. Agora ouçam.
E tomou Abraão a lenha do holocausto, e pô-la sobre Isaque, seu filho; e ele tomou o fogo e o cutelo na sua mão, e foram ambos juntos.
59 Que cena dramática aqui, lá atrás, mil oitocentos e setenta e dois anos antes da vinda do Senhor, Deus prenunciando agora, falando, se preparando para fazer uma – uma parábola. E ele, Abraão, era um homem velho, noventa anos de idade, e Sara, ou Abraão tinha cem e Sara tinha noventa. Isso foi quarenta anos depois da menopausa, então a vida nela estava morta. E a vida em Abraão estava morta, um velho naquela idade.
60 E Deus apareceu para ele quando ele tinha noventa e nove, e disse: “Abraão, anda diante de Mim e sê perfeito”. Apenas pense, com cem anos de idade! E Ele lhe disse o que iria acontecer. Disse: “Todas as nações serão abençoadas em ti, porque tu vais… Eu vou te dar um filho, através de Sara”. Agora pense, cem anos de idade! E então a Bíblia diz isso.
61 Abraão, você sabe como ele of-… fez seu sacrifício, e fez com que os pássaros ficassem longe daquilo até o sol se pôr; e como a escuridão chegou, e o Espírito de Deus desceu e falou com ele. E Abraão creu em Deus.
62 Agora quero tratar do assunto: Crendo em Deus, ou tomando-O em Sua Palavra.
63 Agora Abraão não teve nenhuma grande nuvem de testemunhas como temos hoje, pois Abraão ele mesmo era um caldeu, embora pai dos judeus. Porém ele era um caldeu da cidade de Ur. E ele foi chamado do meio de seu povo, para andar em uma terra estranha.
64 Quão bonito aquilo tipifica a conduta cristã hoje, de que temos que sair do nosso companheirismo com o mundo, para andar em uma terra estranha, ou estranha à – à primeira terra que entramos. E a Terra que chamamos hoje, é andar no caminho cristão, andar com Cristo, nos separando das coisas do mundo.
65 E ele fez aquilo pela fé, e ele peregrinou em uma terra estranha, nem mesmo sabendo para onde estava indo. A única coisa foi que, Deus disse: “Sai, Abraão, e vai para uma terra”, e ele estava procurando uma Cidade Cujo Construtor e Artífice era Deus.
66 Agora se aquilo era o que diríamos na vida natural, seria, eu diria instinto, naturalmente se chamaria isso, mas chamamos de “liderança do Espírito Santo”. Deus o chamou para fora de seu povo para fora da terra, sua própria terra natal, de seu povo. E ele habitou em terras estranhas, professando que ele era peregrino e estrangeiro, procurando uma Cidade, a procura de uma Cidade. Oh, que coisa, como aquilo continua vindo através de Seus filhos, aquele esforço em procurar uma Cidade Cujo Construtor e Artífice é Deus! E Deus o abençoou.
67 Então quando ele estava bastante velho, Ele disse: “Agora, Abraão, você andou diante de Mim, sendo perfeito”, e como Ele o abençoaria e o multiplicaria. Agora, se olhássemos para o lado natural, ora, seria impossível para ele, para ele ter este filho através de Sara. Porque, todas as fontes de vida haviam secado, Sara com noventa anos de idade; Abraão cem.
68 Ora, se você dissesse isto a um médico hoje; um – um homem de cem anos de idade, com sua esposa de noventa, que você ia ter um filho. Ora, você sabe o que eles fariam? Eles o trancariam na ala psicopática de um hospital em algum lugar, dizendo: “Ora, o velho companheiro e a velha senhora não estão muito certos aqui do juízo em algum ponto”. Mas não se olha para a circunstância. Olha-se para a promessa. Vêem? Se você olha…
69 Agora foi do mesmo modo, talvez, com a mulher na cadeira de rodas aqui, ou alguns de vocês aí com câncer. O – o médico diz: “Você, você não pode ficar bom”. Agora se você crê nisso, então você não pode ficar bom. Mas você tem que olhar para uma promessa divina.
70 Um homem de idade… chamou para ir à sua casa, ele disse: “Irmão, venha orar pelo meu bebê, ele está com difteria negra e se alojou no coração. E o cardiograma mostra que o coração realmente bate muito devagar, e está desfalecendo”.
71 Bem, eles não nos deixaram entrar para orar pelo bebê. Mas quando ele chegou aqui, ora, oh, o interno, o médico: “Não, senhor! Não, senhor! O senhor não pode fazer isto. Tem seus próprios filhos; o senhor não pode fazer isto”.
72 Todavia, crendo em Deus, persuadindo. O homem era católico. Disse: “Agora, ora, se o paciente estivesse morrendo, e o padre estivesse aqui para fazer a última cerimônia, você o deixaria entrar?”
“Oh, ele não tem filhos”.
73 “E agora isto não – esta não é a pergunta. Isto é simplesmente tão sagrado como a última cerimônia, veja, da igreja”.
“Muito bem”.
74 Finalmente entrando e ajoelhando ao lado do bebê, e simplesmente fiz uma simples, pequena oração; coloquei as mãos sobre o bebê, disse: “Senhor Deus dos Céus e da terra, Quem criou todas as coisas, dá-nos Tu o poder divino para romper o poder de Satanás, sobre esta vida. No Nome de Jesus Cristo, Satanás saia da criança. Ela viverá”. Me virei.
75 O pai: “Obrigado, Senhor! Obrigado!” A mãe e os outros começaram a rir e a agir assim.
76 A pequena enfermeira estava contrariada. Ela disse: “Ora essa, vocês sabem como…” Disse: “Está bem ter fé, mas esse bebê vai morrer”. Disse: “Como podem vocês agirem tão despreocupadamente quanto a isto? Ora”, disse, “vocês entenderam mal o médico”. Disse: “O médico disse que o bebê vai morrer. Está inconsciente agora há mais de um dia”. Disse: “Vocês entenderam mal o médico”.
77 O velho patriarca disse: “Não, eu não enten-… entendi mal o médico”. Disse: “Eu ouvi o que ele disse; disse: ‘O bebê vai morrer’”.
78 Disse: “Ora, mas, veja você, quando este cardiograma mostra aquele coração naquela condição; disse: “Nunca em toda a história, jamais se levantou novamente”. Disse: “Tudo bem ter fé, mas,” disse: “isto – isto não pode. A fé nada pode fazer agora”. Vêem?
79 O velho homem, com o dedo firme, olhou para a enfermeira e disse: “A senhora está olhando para esse gráfico. Eu estou olhando para uma promessa divina”.
80 O menino até mesmo se casou agora. Correto. Ele ficou deitado daquele jeito por cerca de vinte e quatro horas, deitado, e de repente aquele coração começou a bater mais rápido. E aí continuou. [O Irmão Branham estala seus dedos – Ed.] Vêem?
81 Quando uma promessa divina é feita, Deus está exclusivamente sob o juramento e obrigação de cuidar de quaisquer de Suas promessas. E Seu, o… Deus vale não mais do que Sua Palavra. Se aquela Palavra não é eficaz, então Deus não é eficaz. Aquele é Deus. Crê você nisto? [A congregação: “Amém”. – Ed.] É Deus. A Bíblia diz: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”. E não valho mais do que minha palavra, e você não vale mais do que sua palavra.
82 Se eu tivesse um punhado de trigo que estivesse em minha mão, e o colocasse sobre a mesa, ele nunca seria outra coisa a não ser trigo colocado ali. Mas plante aquele trigo no chão, e ele produzirá talvez um alqueire de trigo. Vêem? Mas, o germe da vida, está no trigo. Porém o trigo tem que cair no chão e morrer, Jesus disse, ou Paulo, eu creio, que disse. “Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, permanece só”. Está vendo?
83 Então Isto é Deus, Sua Palavra. E quando aquela Palavra se ancora no – no coração! Oh, se eu apenas pudesse fazer você ver isto! Quando aquela Palavra se ancora ali, isto – isto produzirá exatamente o que Ela disse. Ela fará exatamente… É Deus; tem que ser.
84 Mas se você apenas disser: “Bem, sei que a Palavra está ali; sim, isto é certo”, eles estão somente colocando as mãos sobre você, sim, Ela – Ela estará adormecida. Certo, Ele não moverá, porque… “Oh, eu, eu leio a Bíblia”.
85 Mas até você ancorar Aquilo, e dizer: “Sim, Senhor, isto é para mim”, então algo vai acontecer. Tem que acontecer. Até aquilo, é apenas uma Palavra escrita. Isto é certo. Mas uma vez estando ancorada!
86 Agora, Abraão, ele não olhou para seu corpo. Disse: “Está bem, Senhor, nós teremos o bebê”. Poderíamos seguir horas com isto, mas não queremos tomar muito tempo. Agora ele chega ao ponto que o pequeno Isaque nasce.
87 E aqui ele está saindo, depois de recebê-lo. E provavelmente apenas… Abraão tinha provavelmente cento e vinte anos, talvez, a esta altura, uns cento e quinze, vinte, anos de idade. O pequeno Isaque provavelmente com quinze, dezoito anos. E Deus disse: “Agora, Abraão”, disse: “Eu quero que você leve este rapaz até a montanha lá em cima, e ofereça-o como sacrifício”. Agora após ele tê-lo recebido, lhe prometeu o “pai de nação”, e aqui agora a única semente que ele possuía, Ele disse: “Leva-o lá em cima e o destrói”. Verifique duas vezes. Oh, que coisa! Vêem? “Agora, eu sei que você estava velho, e você creu em Mim, e eu lhe dei este rapaz. E agora você tem uma – você tem uma idéia aqui, agora, a promessa será cumprida porque você tem o rapaz. Mas agora quero que você leve o garoto lá em cima e o mate”.

88 Bem, agora, e se Abraão dissesse: “Então, Senhor, veja agora, eu quero perguntar-Lhe algo. Eu aqui, talvez com cento e vinte anos, e eu recebi este rapaz. E a pobre Sara mal consegue sair por aí, ela está tão velha, e – e ela está toda enrugada e quase totalmente acabada. E aqui estou, um homem idoso, tenho que me apoiar num cajado, e andando assim”, quase não consigo andar, talvez. “E estou tão velho, e – e o rapaz é um – um jovem aqui. Eu vi o que Tu fizeste, mas, o que, queres Tu dizer que tenho que matá-lo? Primeiro, isto – isto dilacerará meu coração. E, então, como serei o pai das nações, e Tu vais matá-lo?”
89 Mas Abraão mão titubeou. Disse: “Sim, Senhor!” Ele leva o rapaz, ali vão eles. Ele não sabia como. Não era seu dever questionar. Ele obedeceu.
90 A senhora aqui pode dizer: “Como vou andar?” Talvez a senhora esteja aleijada por muito tempo; eu não sei. Talvez outra pessoa diria: “Bem, o médico me disse que não conseguiria viver, Irmão Branham. Eu vou morrer”. Não é disse que estamos falando. Esta é a coisa natural, veja. Se você olhar para qualquer coisa dessas, você nunca viverá.
91 Mas você tem que olhar para uma promessa que Deus fez, e Esta é a promessa. Veja, o que está dentro de você!
92 Isto do lado de fora é pecado. Você sabia disto? Você sabe que seu corpo é pecado? Esta é a razão pela qual não tentamos aperfeiçoar esse corpo, ele é pecado. Você sabia disto? Ele foi “nascido em pecado, formado em iniqüidade, veio ao mundo falando mentiras”.
93 E aquela alma é da mesma forma até que a alma morra e então nasça novamente de Deus, então aquela alma não pode morrer. “A alma que pecar morrerá”. “Mas aquele que crer em Mim tem Vida eterna”, então existe uma Vida imortal vivendo naquele corpo. Agora, isso é como uma corrente vindo do Céu, como o âmago do lado de dentro do homem. Agora, esta é a parte que é religiosa, aquilo opera este corpo.
94 Mas antes que este corpo possa alguma vez se tornar perfeito, o Espírito o trará em submissão a Deus, para formar você. Ele lutará todo o tempo, constantemente. Paulo disse! Nunca conseguiremos mais do que ele. Vêem? Paulo disse: “Quando faço o bem, então o mal está perto de mim, vejam”. E há uma guerra constante, a carne contra o Espírito.
95 E aqui vai você, olhando para a carne: “O médico disse, e eu creio…” Veja quão pecaminoso! Então, você não pode servir a Deus.
96 Você tem que colocar de lado seus sentidos. Deus nunca lhe deu aqueles sentidos para confiar Nele com eles. Deus lhe dá Seu Espírito para confiar em você… confiar Nele. Seus sentidos são apenas para entrar em contato; visão, paladar, tato, olfato, e audição. Mas para você, você mesmo, é aquele espírito que vive em você. E quando esse foi restaurado e o velho homem morreu, e o novo homem nasceu novamente, esse é uma parte de Deus; então você se torna um filho de Deus, um rebento do Criador. Então você pode crer nas coisas impossíveis, porque você é formado do Deus que obra milagres. Você é parte Dele.
97 Teria sido natural para mim – beber; meu pai bebia. Seria natural para mim usar tabaco; meu pai usava, minha geração antes de mim usou. Alguém disse: “Por que você nunca fumou nem bebeu?”
98 Bem, quando eu era apenas um garoto, antes de eu entrar nisto, o Espírito Santo desceu, disse: “Não faça isso!” Aí está a conversão, veja você, no princípio.
99 E mesmo lá atrás antes daquilo, na manhã que nasci, quando o Anjo de Deus se colocou onde eu estava, aquela semente enquanto estava no chão foi mudada de carrapicho.
100 Não vê você o que quero dizer? Você compreende o que quero dizer? Então ali há um espírito, e dali está sua Vida imortal. Então: “Um homem que nasce do Espírito de Deus não comete pecado”. Toma-se a Escritura corretamente então. Se ele, se… “O adorador uma vez purgado não tem mais desejo de pecar, ou mais nenhuma consciência dele”. No Velho Testamento, o adorador chegava e oferecia seu sacrifício, voltava com o mesmo desejo de pecar. Mas aqui, aqui está, entenda isto, Hebreus diz: “Quando o adorador, neste caso, quem colocar suas mãos na cabeça do Filho de Deus, e seus pecados são purgados através do Poder da santificação de Deus, não há mais desejo ali de pecar”. Oh, é ali onde a Vida está! Então, aquilo faz você um rebento de Jeová.
101 E Satanás não pode me ferir então sem ferir meu Pai. Você não pode ferir aquela garotinha ali sem me ferir, eu lhe direi isso; não pode ferir seus filhos sem feri-lo. E, então: “Ele não deseja que ninguém se perca ou sofra”.
102 Mas, agora, antes que esta carne aqui, antes que a carne possa ser aperfeiçoada, ela tem que morrer como a alma morreu.
103 Nunca foi a vontade perfeita de Deus que as mulheres e os homens trouxessem filhos na terra. Você sabia disto? Deus fez o homem, Ele mesmo, tirado do pó da terra. Após a queda… Agora eu não discutirei sobre isto, porque vocês sabem que tenho várias opiniões estranhas acerca disto. Mas, após a queda, então a mulher trouxe filhos ao mundo. Deus lhe disse: “Porque tiraste a Vida do mundo, terás que trazê-la ao mundo”. Veja que tipo de vida era; segundo o sexo, o desejo, carnalmente.
104 Mas então quando aquele corpo morre e volta à terra, ao pó da terra; então Deus tira o espírito imortal dele, para o Reino de Deus, ou para Seu Trono, paraíso. E então na Segunda Vinda de Jesus, minha mãe assentada ali e meu pai que partiu, nunca terão que ceder este outro corpo, mas Deus moldará um que é perfeito e imortal, e não pode morrer.
105 Agora Abraão toma Isaque, e seguem em direção à montanha. Agora o versículo 9.
E vieram ao lugar que Deus lhe dissera, e edificou Abraão ali um altar, e pôs em ordem a lenha, e amarrou a Isaque seu filho, e deitou-o sobre o altar em cima da lenha.
106 Agora antes de irem, posso vê-los partindo; não disseram a Sara para onde estavam indo, porque ela teria gritado. Eu creio que foi a fé de Abraão que realizou o milagre no ventre de Sara; porque ela duvidou daquilo, até mesmo riu quando – quando Ele disse. Foi a fé de Abraão.
107 Portanto esta é a razão, diz: “A oração da fé salvará o doente”, a oração de um indivíduo. “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos”. Oh, se você apenas soubesse que, em sua mão, Cristo nos deu a autoridade, com Seu Nome, ao sermos cristãos, a arma mais poderosa que o mundo já conheceu. Oração, ela até mesmo muda tudo. Ela muda a mente de Deus. Ela realmente o fez. Após morte ser decretada a um homem, ele orou; Deus disse ao profeta: “Volte e lhe diga que Eu o ouvi”. Veja aí, a oração, fique firme!
108 Perguntaram a Billy Graham, recentemente. Mattsson-Boze está lá hoje levando meu livro para Billy Graham, em uma entrevista. Mas, e eles querem que eu os iga, ali em Washington agora, naquele grande auditório. Podemos ir. Mas agora, será esta a vontade do Pai?
109 Eles acabaram de enviar ontem à noite, para ir a Wa-… ou na noite de anteontem, para ir a Seattle, há uma grande reunião se realizando ali, e o capitão Al Ferrar e todos eles querem ir lá agora, que eu vá. Eles tem uma reunião evangélica, querem uma. Mas é esta a vontade do Pai? Esta é a coisa seguinte.
110 Chamaram-me, para um auditório, de graça, em Baltimore, com capacidade para dez mil pessoas, não tenho que pagar nem um centavo por ele. Quinhentos ministros colocaram seus nomes em um papel, lá em cima em casa agora: “Nós patrocinaremos, cem por cento. Estamos todos em oração, em todos os lugares”.
111 Agora, Pai, onde Tu queres que eu vá?” Esse lugar será o seguinte. “Dize-me agora, e irei”. Estão vendo? É isto.
Billy disse: “Você sabe a que eu devo meu êxito?”
Disse: “Não tenho nenhuma idéia”.
112 Disse: “Eu faço pequenas reuniões”. Ele soube destas reuniões. Ele saiu com uma pequena tenda, foi ali em Los Angeles, apenas fazendo uma pequena reunião. E todos da Faculdade Northwestern começaram a jejuar e orar. E Deus enviou cerca de quinze repórteres de jornais, e anunciaram sua reunião, e isso se espalhou pela nação.
113 Quando a princípio comecei com estas declarações aqui, eu disse à minha igreja: “Permaneçam de rosto inclinado e orem”. Deus começou a mover. De repente, soube de chamadas que vinham da África, ao redor de todo o mundo. Como isto chegou lá? Eu não sei. A oração subiu.
Ore! Cria quando você ora. É isto. Creia!
114 Abraão, quando ele era velho, ele creu. E Deus lhe disse para ir, e ele obedeceu. E ao sair a caminho, posso vê-lo tomar os servos e as pequenas mulas,, e eles seguirem para alcançar o monte de Deus. Oh, eu simplesmente gosto demais disto. Ouçam isto. Ele disse ao servo, ele disse: “Fique aqui enquanto vamos além, e o rapaz e eu voltaremos”. Oh, oh, que coisa! Desculpe-me, as vezes minhas emoções escapam de mim. “O rapaz e eu voltaremos”. (“Como? Eu não sei. Eu vou subir ali para matá-lo”.) Agora quando ele… ele sabia, de algum modo, que voltaria, e aqui ele tinha uma faca enfiada em seu cinto.
115 E ele colocou a lenha nos ombros de Isaque. E Isaque subiu a colina, guiado por Abraão. Belo tipo! Seu único filho, levando-o para a colina. É o próprio altar no qual ele colocou seu filho, ele o levou colina acima em suas costas. Um tipo de Deus enviando Seu Filho Gólgota acima, com uma cruz de madeira em Suas costas, a própria cruz na qual Ele foi pregado, e onde “Deus não poupou Seu Próprio Filho”.
116 Ali o pequeno Isaque olhou por ali, disse: “Pai”, ele disse, “aqui está o altar e o – o fogo, mas”, disse, “onde está o sacrifício?”
Ele disse: “Deus proverá para Si mesmo um sacrifício”.
117 Amarrou seu pequeno filho único, o colocou em cima do altar, puxou o cutelo e começou a fim de tirar a vida dele. “Deus, Tu o deste”.
118 E quando ele começou, a abaixar o cutelo, um Anjo segurou sua mão, disse: “Abraão, Abraão, pára a tua mão!”
119 Bem então um cordeirinho, carneiro, baliu no deserto, ficou com seus chifres presos em algumas vinhas. Abraão correu rapidamente, agarrou o carneiro, soltou seu filho; e o substituto, vejam, e matou o carneiro. Então um…
120 Deus falou com Abraão, disse: “Abraão, sei agora que Me amas. Tu nunca escondeste nada de Mim”.
121 Agora veja, para o texto eu quero, vamos ler isto no versículo 13 e 14.
Então levantou Abraão os seus olhos, e olhou; e eis um carneiro detrás dele, travado pelas suas pontas no mato; e foi Abraão, e tomou o carneiro, e ofereceu-o… holocausto, em lugar de seu filho.
122 Você sabe Quem era aquele cordeiro? Ele era Cristo; O ofereceu em seu lugar.
E chamou Abraão o nome do lugar, o Senhor proverá; donde se diz até ao dia de hoje: No monte do Senhor se proverá.
123 Jeová-Liré, o qual foi o primeiro Nome redentor de Deus. Jeová-Jiré significa “o Senhor proverá um sacrifício”.
124 Agora, Ele era Jeová-Jiré, Ele era Jeová-Rafa, Nissi, e assim sucessivamente. Ele tinha sete Nomes compostos redentores. E para substituir a vida humana, tomou um cordeiro e o ofereceu como o sacrifício provido, pois em Isaque todas as nações seriam abençoadas, e através de Isaque veio Cristo. “E estando nós mortos em Cristo, tomando a Semente de Abraão, e somos herdeiros de acordo com a promessa”. Aí está você. E aquilo traz, não em nossos corpos; somos gentios em nossos corpos, somos pecadores em nossos corpos. Mas em nossas almas, nascendo novamente com o mesmo Espírito que estava sobre o fiel Abraão, aquela força lá dentro nos faz desejar confiar em Deus, embora o corpo fique assustado. Oh, se somos filhos de Abraão, vamos ser como o pai Abraão foi.
125 Agora Jeová-Jiré, “o Senhor proverá o sacrifício”. Ele realmente proveu o sacrifício.
126 Agora em Romanos, capítulo 4, vamos começar com o versículo 17.
(Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí)…parênteses…perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem.
127 Agora você vê? Então nós, como cristãos, não olhamos, sentimos, vemos, provamos, cheiramos, ouvimos, quando estamos falando com Deus. Nós simplesmente cremos em Deus; e isto foi imputado a Abraão por justiça.
128 Agora, os sentidos são instrumentos mundanos. Você crê nisto? [A congregação diz: “Amém”. – Ed.] Agora, Deus pode controlá-los, eu admitirei isto. Mas eles não nos foram dados para entrarmos em contato com nosso Pai Celestial, porque Ele não está na carne humana. Deus é um Espírito. E nós entramos em contato com Ele por espírito, através da fé, crendo. Agora se dissermos que eu – eu tenho um…
129 Quando eu tinha cabelo, eu tinha os cabelos ondulados exatamente como meu pai. Meu pai tinha os – os olhos bem juntos, profundos, azuis. Muitas pessoas dizem: “Você se parece com seu pai”, ou: “Se parece com sua mãe”. Bem, eu tenho muitas coisas que são – que são como meu povo. Meu velho avô construiu o tabernáculo aqui. Alguns dizem: “Oh, você é exatamente como seu avô. Você se parece com seu avô. Você fala como ele. Você tem a natureza como a dele. O que é isto? É alguma força que foi passada através daquela geração, que tenho aqui.
130 Você se parece com seus parentes, ou algo no tocante a eles. Você vê uma garotinha, diz: “Ela não se parece com a mãe dela? Ela age exatamente com sua mãe”. Vocês já viram pessoas fazerem isto.
131 Agora se nascemos de nosso Pai Celestial, Deus, “O Qual chama as coisas que não são como se fossem”, tem que haver algo em nós Daquele jeito. Estão vendo? Esta é a razão que um verdadeiro consagrado cristão, que deseja ardentemente a Deus, olha para o que Deus disse em vez do que você vê ou sente. Este é o homem terrestre, ainda. Se andamos na carne, não podemos agradar a Deus. Andamos segundo o Espírito. Estão vendo?
132 Agora Deus tem feito tudo, mais do que era Seu dever de fazer. Ele enviou profetas e sacerdotes. Ele enviou – Ele enviou Seu Filho. Ele enviou o Espírito Santo. Ele fez tudo, e fez até mesmo um juramento por Si mesmo de que Ele faria estas coisas.
133 Agora quando Deus desce abundante e profundamente aqui! Veja, quanto mais você obtém de Deus aqui, mais você crerá em Deus, porque há mais abundancia Dele. E quanto mais você cultiva isto aqui embaixo, mais você pode crer em Deus. Exatamente como uma criança, quando ela é pequenina, talvez ela não saiba muito sobre Isto, mas, enquanto ela vai crescendo, ela começa o conhecer mais de Deus. E é aí quando este espírito aqui toma a natureza de nosso Pai Celestial, o Qual é Deus, como eu tomo a natureza de meu pai terrestre de meu antepassado terrestre.
134 Agora veja. Oh, eu simplesmente gosto demais Disto! Ouçam agora.
…Deus, o qual vivificou os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem.
135 Sabe de uma coisa? Como Deus fez a terra, esta terra na qual você se encontra esta manhã? As pessoas não querem crer em fé. Como Deus fez a terra? Ele falou. Amém. Vê você isto? Ele falou, e o mundo veio à existência. E este mundo, esta manhã, é a Palavra falada de Deus, e Ele creu em Sua Própria Palavra.
136 Aqui está! Observe isto! E se Deus, e você é descendência Dele, e Deus está em você, Ele crerá na Própria Palavra Dele. Embora não possa ser vista, sentida, provada ou qualquer coisa, você crerá Nela. Vêem o que quero dizer? Pois Deus, em você, crerá em Sua Própria Palavra. Isto está certo? [A congregação diz: “Amém”. – Ed.] Então você não olha nas coisas que você vê. Você olha nas coisas que Deus disse.
137 O homem não tem muita vitória quando ele decai. Eu sei disto, exatamente. Deus realiza milagres através de um cirurgião hábil, através de drogas medicinais. Deus faz isto. O homem não faz isto. Deus faz. Em Salmos 103:3, diz: “Eu sou o Senhor que cura todas as tuas enfermidades”. Nenhuma cura pode vir, a não ser através de Deus.
138 Alguém disse: “O diabo pode curar”. O diabo não pode curar; ele pode fazer alegações.
139 Como alguém tentando pegar o administrador, disse: “Ora, Irmão Branham”, disse, “bem, oh, Jesus disse: ‘Haverá muitos que virão a Mim naquele dia, e dirão: “Senhor, expulsei eu demônios no Teu Nome?” E tudo mais assim’. Bem”, disse, “aquilo não significa que você é cristão. Ele estava falando sobre: ‘Estes sinais seguirão aos que crerem’”.
140 O irmão disse: “Mas só um minuto, esta é a maneira, vocês, bando de eclesiásticos”. Disse: “Vocês falharam em ver o verdadeiro significado da Escritura. Vocês sempre cometem erros em seu coração: ‘Ensinando como Doutrina as tradições do homem’”.
141 Eles falharam em ver que aquele era o Filho de Deus. Eles disseram: “Ele é Belzebu”. Eles falharam em ver as Escrituras que claramente apontam para Jesus como sendo aquilo.
142 Ele disse: “Oh, hipócritas”, disse, “sabeis diferençar a face dos céus, e não conheceis os sinais do tempo. Pois se conhecêsseis, conheceríeis a Mim e a Meu dia, e as coisas que estão por vir.
143 E vemos hoje que Deus prometeu, nestes últimos dias, que estas coisas aconteceriam. Qual o problema com as pessoas? Elas estão cegas.
144 Aquele poder do demônio, mesmo no estado eclesiástico! “Tu disseste: ‘Jesus nunca disse nada’”.
Eles disseram: “Nós expulsamos demônios”.
145 Jesus disse: “Nada sei sobre isto”. Eles estavam dizendo coisas que eles não fizeram. Oh, nós…
146 Alguém disse, uma – uma determinada igreja denominacional, ele disse: “Deixe o pregador Branham curar um, e eu curarei uma dúzia”.
Eu disse: “Se eu curasse um, você poderia curar uma dúzia”.
147 Ele disse: “Se você tivesse um dom como você diz que tem assim”, disse, “por que você não vai ao hospital e diz: “Todos vocês, doentes, levantem e vão embora’?” Disse: “Todos eles teriam que obedece-lo”.
Eu disse: “É você um pregador do Evangelho?”
Ele disse: “Sim, senhor”.
148 Eu disse: “Desça aqui embaixo no bar e diga: ‘Todos vocês estão salvos, vão embora’”.
Ele disse: “Eu poderia se eles cressem em mim”.
Eu disse: “Eu também poderia”.
149 Aí está você, fé na Palavra! Vê? Você não poderia salvar a ninguém. E pregar o Evangelho da salvação não faz de você um salvador divino, tanto quanto pregar a cura divina não me faz um curador divino, mas é a fé na Palavra falada de Deus.
150 E eu sei disto, que alguns de nós temos mais fé do que outros, e aqueles que tem fé em abundância devem orar por eles. Mas se você não vive o tipo correto de vida, é melhor você se afastar disto; o diabo rirá de sua oração. Mas quando você vive certo e faz o que é certo e faz o que é certo, e age certo e tem fé em Deus, Satanás tremerá quando você falar, porque Deus jurou que Ele cuidaria daquela oração. Isto é verdade.
151 Agora ouçam. Abraão agora, um homem velho. Oh! Vou me apressar. Um velho agora, com idade bem avançada, cem anos de idade, Deus já lhe tinha dado este filho, cerca de dezesseis ou dezoito anos depois; ou talvez – talvez cento e dezoito, vinte, anos de idade. Ele disse: “Agora leve-o para cima, destrua-o”.
152 E Abraão não titubeou na promessa. Ouçam isto. Ele era como Deus, ele tinha uma parte de Deus em si, pois ele creu. Ouçam, versículo 18.
E o qual, em esperança, creu contra a esperança; não tinha nem mesmo esperança para isto, entretanto ele creu contra a esperança que seria feito pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência.
153 Agora ouçam, versículo 19. Vista a couraça; segure a taça. Observe.
E não enfraqueceu na fé, nem atentou para o seu próprio corpo já amortecido,…
154 Agora, se seu pai, Abraão, do qual você é filho, através de Cristo, não atentou para seu próprio corpo quando estava morto, e que tal o seu que está vivo esta manhã? Vêem o que quero dizer? E aquilo foi antes de Cristo vir, aquilo foi antes de qualquer Pacto ser feito, aquilo foi antes da grande nuvem de testemunhas ter seguido, antes do Espírito Santo vir, e Abraão creu em Deus! “Não enfraqueceu na fé, nem atentou para o seu próprio corpo”. Não atente para sua enfermidade. Atente para o que Deus disse sobre ela.
155 Se eu tivesse atentado para a minha, quando os Irmãos Mayo me disseram: “Você está acabado”, eu estaria acabado. Mas eu não atentei para o meu corpo. Eu não atentei para a minha enfermidade. Eu não atentei para o que eles disseram. Eu atentei para o que Deus disse.
156 Mas quando eu estava cego, saía por aí de óculos, não conseguia nem mesmo ir cortar o cabelo; tirava os meus óculos na barbearia, e minha cabeça agitava até eu ter que me assentar, deixava que ele cortasse o cabelo de outra pessoa, então voltava para a cadeira de barbeiro e tentava cortar o meu. O que seria se eu tivesse atentado para isto? Porém eu não atentei para a cegueira de meus olhos, quando aprendi de Deus.
157 Quando o médico me disse: “Um bocado de comida sólida tirará sua vida”. Quando eu puxei… Minha mãe está assentada ali como testemunha. Eles estavam me dando bebida à base de cevada e suco de ameixa seca coado; eu vivi por meio disto um ano, aproximadamente. Eles disseram: “Bem, um bocado de comida sólida o matará”.
158 Eu comecei a ler a Bíblia, e encontrei Deus, em minha alma. Eu li ali onde diz: “Qualquer coisa que desejardes, quando orardes, crede e recebereis”.
159 Nunca tinha sido feita uma oração em nossa mesa. Eu me lembro de papai assentado ali na ponta. Eu disse: “Podemos orar?” Mamãe olhou e começou a chorar. E papai não sabia o que fazer.
160 Eu disse: “Deus!” Estava com a Bíblia em cima da mesa. Eu disse: “Se eu morrer, vou para Casa, confiando em Ti. Tua Palavra diz isto. Eu tenho que atentar ou para o que o médico disse, ou atentar para o que Tu disseste. Eu aceitei a palavra dele por um ano e não estou melhor; estou piorando. Eu não atentarei mais para o que ele disse. Atentarei para o que Tu disseste”. E pedi a bênção.
161 Comemos feijão, pão de milho, e cebola. Eu enchi um prato daquilo e comecei a comer. A primeira mordida que foi para o meu estômago, parecia que ia me matar. Tive que colocar minha mão em minha boca, para evitar que voltasse. E aquilo continuou voltando, e eu engolia; voltava, eu engolia. Porém eu não atentei para o meu estômago. Eu atentei para o que Deus disse a respeito daquilo, não o que eu sentia; aquilo estava me queimando.
162 Eu saí para a rua, e estava andando assim pela rua, água escorria pela minha boca. Disse: “Como você se sente, Billy?”
Eu disse: “Muito bem!”
163 Dias passaram, semanas passaram; ainda andando, encontrava-me em uma vala, com meu estômago assim, colocava minha mão assim. socando com o soquete assim; cantando: “Oh, como amo a Jesus!” Eu o punha no chão, então jogava mais terra; gritava: “Oh, como amo a Jesus”. Simplesmente arrotando aquela comida, voltava, a cabeça girava tanto que eu mal conseguia trabalhar.
Diziam: “Como está se sentindo esta manhã? Billy, você está doente?”
Eu dizia: “Não. Sinto-me muito bem”.
164 Então, mais tarde quando eu testifiquei, alguém disse: “Você mentiu então”.
165 Eu disse: “Não, nunca. Eu não estava falando sobre estes sentidos aqui do corpo; eles estão mortos. Eu considerava que Cristo flui de dentro de mim”. Eu disse: “Eu estava tomando o que Ele disse, e me sentia muito bem a respeito disto”.
166 Aí está você. Não atente para seu próprio corpo. Não atente para as enfermidades, pois elas são do diabo. Certo. Atente para a promessa de Deus.
167 Alguém há não muito tempo atrás disse: “Agora, veja, você não pode pregar a cura divina no Pacto”. Um esperto pregador batista, que foi…?…
168 Eu disse: “Agora não quero discutir com você sobre o Pacto, o que sei que você não tem base para se firmar; bastante fundamental”. Eu disse: “Eu sei que você não tem base… Aqui está uma Escritura, das quarenta, tirará toda a coisa. ‘Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades, o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, pelas suas pisaduras fomos sarados’”. Eu disse: “Onde você aplica isso, ao Calvário?”
169 Eu disse: “Você crê que os sete nomes redentores, nomes compostos, pertencem a Jesus? Se Ele não fosse, e não cumprisse, e Nele estivessem aqueles sete nomes compostos, Ele não seria Jeová-Jiré. Aí está Jeová-Jiré, ‘o sacrifício provido por Deus’, e você terá que admitir isso ou dizer que Ele não era o Filho de Deus. Então se Ele é Jeová-Jiré, Ele é Jeová-Rafa, ‘o curador’, também. Pois, todos os sete nomes compostos, ‘nossa vitória’, ‘nossa bandeira’, e ‘nosso escudo’, e ‘nosso broquel’, e ‘nossa cura’, e ‘nossa salvação’, ‘nosso sacrifício provido’, tudo colocado Nele! E quando Ele morreu no Calvário, Ele destruiu os principados; ressucitou, estendeu Suas mãos, disse: ‘Está consumado!’ Aleluia! Demônios tremeram; o inferno estremeceu; é um tipo para cada caminho. E Ele ressuscitou na manhã de Páscoa, ‘Eu sou Aquele que estava morto e vivo novamente’. Aí está Ele, Jeová-Rafa, Jeová-Manassés. Jeová-Jiré, ‘o sacrifício provido por Deus’”. Não conseguiria ter uma palavra para dizer.
170 Então lá atrás, como Jesus disse: “Como Moisés levantou a serpente de bronze no deserto, da mesma forma deve o Filho do homem ser levantado”. E se o brilho daquela luz de Deus lá atrás, em um tipo, olhando para uma serpente de bronze que era um símbolo…
171 [Espaço vazio na fita – Ed] Ele disse: “Tenho que cumprir minha palavra. Você tem que morrer”. O pobre sujeito estava tremendo. Ele disse: “O que posso dar-lhe antes de mata-lo?”
Disse: “Um copo d’água”.
172 Então ele foi e apanhou o copo d’água. E ele o segurava em sua mão, e tremia assim, ele não conseguia segura-lo. E disse: “Agora, espere um minuto, endireite-se”. Ele disse: “Eu não vou mata-lo ou tirar sua vida até você beber esta água”. E o escravo a jogou no chão. O que ele fará? Se ele é um homem justo, ele manterá sua palavra. Se ele não cumprir sua palavra ele não é um homem justo. Ele tem que liberta-lo, não importa o que as leis da terra digam.
173 E se Jesus disse: “Qualquer coisa que desejares, quando orares, crê e receberás”, Ele tem que manter isto. Ele é justo. Com Pacto, ou sem Pacto, esta é Sua Palavra.
174 Um rapaz saiu há não muito tempo atrás para um determinado seminário, para aprender um punhado de tolices que ele não deveria ter aprendido. Então sua velha mãe ficou doente. Um de seus vizinhos pertencia à uma igreja do Evangelho Completo, eles trouxeram o pastor em casa. Disse: “Deixe-me trazer o pastor aqui para orar por você”. Disse: “Ele é um bom homem justo, e ele crê em Deus”, disse, “deixe-o vir para orar por você”.
Então ela disse: “Tudo bem”.
175 O médico nada podia fazer por ela, então o jovem foi ali, o pastor, e orou pela mulher idosa, e colocou suas mãos sobre ela de acordo com Tiago, ou de acordo com Marcos 16. “Porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão”. Ele foi e colocou as mãos sobre a mulher. Em poucos dias, ela tinha levantado e fazia o seu trabalho, estava boa.
176 Quando seu filho regressou para casa da faculdade, ora, ele estava tão feliz, você sabe, e ele viu sua mãe tão feliz, disse: “Como tem estado, mamãe?”
177 Disse: “Muito bem”. Disse: “Oh, filho, eu esqueci de lhe contar uma coisa”. Disse: “Enquanto você estava fora por estes quatro anos”, disse, “eu fiquei doente. E, você sabe, a Sra. Fulana de tal aqui pertence Àquela igreja do Evangelho Completo”. Disse: “Seu pastor veio e colocou as mãos sobre mim de acordo com Marcos 16, e eu fiquei boa”. Disse: “Os médicos nada puderam fazer por mim naquele período de enfermidade”. Disse: “Foi assim que fiquei boa”.
178 Ele disse: “Bem, mamãe, eu quero lhe informar algo”. Disse: “Naturalmente, lá na faculdade, nós aprendemos isto”. Disse: “Os últimos nove versículos de Marcos 16 não são inspirados”. Disse: “Eles foram colocados ali pelo Vaticano”. Disse: “Não existe história que afirme que aquela Palavra ali é inspirada”.
E a pequena mulher disse: “Louvado seja Deus! Louvado seja Deus!”
Ele disse: “O que há com a senhora, mamãe?”
179 Ela disse: “Se Deus pôde me curar com Palavras que ‘não são inspiradas’, o que poderia Ele fazer com Aquelas que são inspiradas?” Aí está você. “Se Ele pôde fazer aquilo com Palavras ‘não inspiradas’, o que Ele faria com Aquelas que são inspiradas?”
180 Quando existem seiscentas e tantas promessas dirigidas à Igreja nos últimos dias, de que estas coisas acontecerão, e Seu Poder ainda é o mesmo! “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Seja o que desejardes quando orardes, crede pois que as receberás. Se estiverdes em Mim e Minha Palavra em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito. As coisas que Eu faço também as fareis; maiores do que estas, quando Eu for para Meu Pai. Eis que estou sempre convosco, até o fim do mundo. Onde houver dois ou três reunidos em Meu Nome, e concordarem em qualquer coisa que pedirem, eles receberão”.
181 Esqueça sobre isto, irmão. É a vontade de Deus fazer isto. Sim, é simplesmente Satanás assaltando-o. Creia Nele.
E o qual, em esperança, creu contra a esperança que seria feito pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência.
E não enfraqueceu na fé, nem atentou para o seu próprio corpo já amortecido…
182 Não circunstâncias, não o que outra pessoa disse: “E se alguém já morreu, sendo que, você tem a mesma coisa?” Não atente para isto, veja.
…pois era já de quase cem anos, nem… para o amortecido do ventre de Sara.
183 Ela foi incluída nisto. Deus nunca deu a promessa a Sara; Ele deu a promessa a Abraão, porém Sara foi incluída. Ele fez a promessa em Cristo Jesus, e eu fui incluído Nele, você foi também. Estão vendo?
E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus,
E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido era poderoso também para o fazer.
…que isso lhe foi também imputado como justiça.
Ora não só por causa dele está escrito…lhe não fosse tomado em conta.
Mas também por nós, a quem será tomado em conta; os que cremos naquele que dentre os mortos ressuscitou… a Jesus nosso Senhor;
O qual por nosso pecado foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação.
184 Oh, irmão, isso apenas… Eu posso simplesmente acertar na cara do diabo com isso, por trezentos e sessenta e cinco dias ao ano, veja. “Você é um mentiroso. Aí está a Palavra; estou curado”.
185 Se alguém se aproxima e coloca isto em você, se alguém sai aqui e faz alguma coisa com você, e o deixa ficar bom, isto não inspira você. Mas aqui está o que é, aquele que crer, “estou curado agora”.
186 Se Deus descesse e me curasse positiva e imediatamente, com um milagre, isto não seria tão grande como se eu pudesse ver a promessa de Deus e toma-la em meu coração. De pé ali, eu posso dizer: “Jesus está agora me curando, pois eu aceitei Sua Palavra. Está em meu coração. Ele está agora intercedendo por mim diante do Pai. Eu ficarei bom”. Aí está o que Deus ama. Coloque-se ali em Sua Palavra e diga: “Está certo! Ele está me curando agora, a cada dia”.
187 Aquela era a mulher com o papo: “Eu posso ver”. Eu simplesmente lhe dei algo para fazer. Então…?… [Espaço vazio na fita – Ed.] …não queria nenhum de forma alguma. Mas ela estava feliz, disse: “Oh, veja, veja!” E no dia seguinte foi um tanto assim. Então no outro dia, cerca de um tanto assim. Ela ajuntou tudo aquilo, disse: “Isso, isso não pode estar errado”. Veja, aí está você.
188 Quando Elias fechou os céus, para que não chovesse por um período de três anos, Elias fez aquilo: “que não chova por três anos e seis meses”, e quando ele inclinou sua cabeça entre seus pequenos joelhos magros. Provavelmente, se ele chegasse à sua porta esta manhã, você o colocaria para correr. Com pele em volta de toda sua cabeça como não sei o que, uma pequena pele de ovelha enrolada ao seu redor assim, e uma botija de azeite e um cajado, e aqui vem ele. Isto é tudo. E todas as vezes que se assentava ali, abaixava seus joelhos, a cabeça entre seus joelhos, e orava: “Deus, o problema não está mais na frente agora. Israel tem se arrependido. Vem, Senhor, e lhes envia chuva”.
189 Como aquela mulher outro dia, quando o pecado saiu, eu disse: “Satanás, você não pode segura-la”. Não, senhor. É isto.
190 “Vem, Senhor. Correto, o problema acabou”. Ele orou seis vezes, voltou. Aquilo não o reteve, ele continuou orando. Correto. Então após algum tempo, Geazi subiu, seu servo, olhou. E ele voltou, e disse: “Oh, vejo uma nuvenzinha mais ou menos do tamanho da mão de um homem”.
191 Ora, os céus, não chovia por três anos e seis meses. Bronze! O bronze fala do julgamento divino, o altar de bronze, julgamento sobre a nação que tinha se esquecido de Deus, céus de bronze. Gostaria que tivéssemos tempo para entrar nisto. Mas, então, a incredulidade teria pego e jogado aqui fora: “Bem, se isso é tudo que Tu podes me enviar!” Sim.
192 Mas o que Elias viu quando ele notou a primeira roda girar? Oh, que coisa! Ele disse: “Ouço o som de chuva em abundância”. Nenhuma nuvem maior do que aquela, o que ele faria para regar a nação? Ora, se a nuvem é tão… Aqueles céus estavam tão quentes que ela teria, “zum”, vaporizado, o vapor teria sumido assim. Mas tão logo Elias viu o primeiro sinal, o primeiro movimentozinho, ele disse: “Ouço o som de chuva em abundância”, quando era apenas uma nuvem daquele tamanho.
193 Irmão, eu creio, o… agora nesse instante, que o poder do Espírito Santo, que está neste lugar, para dar refrigério a cada pessoa enferma que há, para que você possa sentir a nuvem do tamanho da mão de um homem, gritar e berrar: “Eu ouço o barulho da cura perfeita”. Deus tem que faze-lo.
194 Você rejeita e diz: “Bem, eu não recebi nada”, então ela desaparecerá, as ondas quentes do inferno e a dúvida farão com que isto desapareça de sua alma.
195 Mas quando você tem aquele pequeno grão da Semente, firme-se Nele. Não é como o rochedo de Gibraltar. É como a Rocha Eterna. Fique firme ali e você sentirá o som de abundante chuva. Você é filho de Deus. Satanás colocou essa aflição sobre você. E você sabe de uma coisa? Cristo já curou cada um de vocês.
196 Um pecador chega até o altar e diz: “Irmão Branham, eu, sim, eu quero que o senhor ore por mim. Eu – eu quero ser bom, mas eu simplesmente… Ore por mim”, e volta para o seu lugar.
197 Na noite seguinte, se diz: “Quantos desejam ser salvos?” Aqui ele se levanta. “Você deseja ser salvo, jovem?”
“Sim, senhor”.
“Bem, por que você não se salva?”
“Eu não sei”.
198 Diz: “Você apenas…” O Diabo está segurando aquele rapaz. Isto é tudo. Ele deseja fazer o que é certo, mas há um espírito, um poder que não o deixa estar certo.
199 Agora, aleluia, aí está! Não é de se admirar… Deus nunca deixaria um verdadeiro homem de Deus alguma vez dizer que pode curar alguém. Cristo fez isso quando Ele morreu. Eu não poderia salvar a ninguém, ou nenhuma outra pessoa pode salvar alguém, exceto Deus.
200 E Deus não pode salva-lo, porque Ele já o fez. A única coisa que você tem que fazer é aceita-Lo. Já foi feito. Eu não fui salvo há vinte anos atrás; eu fui salvo há mil e novecentos anos atrás, mas há vinte anos atrás eu recebi e aceitei. Se não fosse, o primeiro pecado que eu cometesse, Deus teria me apagado da face da terra; porque Ele disse que faria, e Ele tem que manter Sua promessa. Eu fui curado há mil e novecentos anos atrás, mas eu tenho que aceitar isto.
201 E a única coisa que me impediu de ser salvo quando eu tinha doze anos de idade, foi porque um espírito pairava sobre mim, um demônio, dizendo: “Espere um pouco mais”. Esta é a razão pela qual você não foi salvo quando você entrou na idade da responsabilidade. Um espírito, você o pegou em uma turma, e aquilo pairou sobre você e continuou sobre você. Você queria fazer o correto. Não existe um homem que tenha sua mente sã que não deseje fazer o que é certo, mas tem algum que não deixa você fazer o que é certo.é isto certo? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] É o Diabo, Aleluia! Cristo pagou sua cura e sua salvação.
202 Agora aqui está. Você fique pronto. Ele ordenou à Sua Igreja expulsar aqueles demônios. Aí está você. “Em Meu Nome expulsarão demônios. Você não vai curar ninguém, mas você vai expulsar o demônio para longe deles para que então possam aceitar a cura que Eu já fiz”. Isso está certo.
203 Pregadores sobem na plataforma e pregam o Evangelho, os demônios se espalham. O homem chega ao altar, sob convicção, diz: “Eu quero ser salvo”. Ele nunca salvou aquele homem; ele expulsou o demônio, isto é certo, e o homem foi salvo. Ele chega, aceita sua salvação.
204 A mesma coisa com a cura divina. Vocês, pessoas enfermas aqui esta manhã, creiam nisso, e que nasceram novamente, e são filhos e filhas de Deus, Cristo já curou você. A única coisa que o impede de ser curado esta manhã é um espírito pairando sobre você, que não o deixa ir além para crer na promessa de Deus, que Ele fez. Isso é certo.
205 Agora, esta é a minha comissão. Isto é o que Deus me deu, é o que Ele dá a cada pregador do Evangelho que crê, o poder e autoridade para romper aquele espírito. Creio de todo o meu coração que cada poder do demônio que está aqui neste momento já foi rompido. Eu creio. Creio que cada pessoa enferma que está aqui agora se sente muito diferente. Se isto é certo, levante sua mão, você que estava doente. Vejam aí. Você, qual o problema? Aquele demônio se afastou de você. Ele tem que se afastar. “A fé vem pelo ouvir, ouvir a Palavra”. Jesus cristo morreu por você.
206 Você pode ser curado neste instante, para cumprir aquela comissão. Vocês, pessoas que estão enfermas aqui esta manhã, ou estavam, ou entraram aqui desse jeito; enquanto o Espírito está sobre você, enquanto você sente o Espírito de Deus… Está chegando, oh, sinto muito, já passou. Todos vocês que estão doentes, estavam doentes quando entraram aqui, eu quero que você venha aqui para que eu possa cumprir minha comissão. É minha obrigação para com meu Senhor.
207 E minhas declarações, de como que um Anjo divino apareceu para mim em meu nascimento, e me comissionou aos doze anos de idade, e me enviou por aí há poucos anos atrás, e disse estas coisas, e são incontestáveis ao redor do mundo. Demônios e – e infiéis, e cépticos e agnósticos, e – e modernistas e comunistas, e tudo mais, tem atacado sobre as maneiras de dizer que isto foi. Alguns dizem: “Espiritismo”. Outros dizem: “É obra de demônios”. E o outro diz: “É uma – uma telepatia mental”. E todas as vezes que eles se levantaram, o Deus Todo-Poderoso Se colocou diante de mim e conquistou isso. Isso é certo. Leve-o para qualquer parte que você desejar, em qualquer nação que você desejar. Cada nação que eu entrei, quase cada cidade, eu tive que lugar com essa coisa; dizem: “É telepatia mental”.
208 Eu dizia: “Tirem todos daqui que pensam que é telepatia mental. Tirem todos os que sabem qualquer coisa a meu respeito. Tragam-me o paciente”.
Diziam: “É espiritismo”.
209 Eu digo: “Então se eu, através do espiritismo, estou ganhando almas para Jesus Cristo e conquistando os demônios, o que você está fazendo com o que você tem? “Julgue pelos seus frutos’, Jesus disse, ‘os conhecereis’. Você já viu um espírita expulsando demônios? Você nunca verá. Correto”. Eu disse: “Jesus disse: ‘Por seus frutos os conhecereis’”. Eu disse: “Nos poucos anos passados, pela graça de Deus, eu ganhei trezentas e cinqüenta mil almas para Cristo. O que você fez?”
210 Um homem se encontrou comigo aqui e disse que uma certa mulher lhe disse que eu era um – eu era um diabo, e todo o meu trabalho era feito no diabo. Eles saíram da igreja aqui, e tem um grupo que foi com eles, e desta maneira.
211 Eu disse: “O que você tem feito? Mostre-me o fruto. Ela começou lá embaixo, e Deus desarraigou. Ele disse: ‘Cada galho que seu… nosso Pai Celestial não plantou será arrancado’”.
212 Quando coloquei esse tabernáculo na esquina, e ajoelhado aqui em um monte de erva daninha do gesso e ervas de cavalo aqui, e bem aqui onde está este púlpito esta manhã, quando era uma lagoa, Deus disse: “Eu abençoarei isso”.
Aqui os falsos profetas se levantaram, disseram: “Eu vi automóveis entrando e saindo. Eu vi as pedras passando de um para outro”. Aquilo foi há vinte anos atrás, e hoje ele continua velejando, e velejará, porque foi construído aqui sob suor e lágrimas de oração e a promessa de Deus. Ele prevalecerá.
“Sobre esta pedra edificarei Minha Igreja, as portas do inferno não prevalecerão contra Ela”. Aí está você. Sim, senhor. Não dê atenção ao que eles dizem. Aprendi minha lição de ouvir o povo que não sabe o que está falando. Eu ouço a uma Pessoa, e esta é o Deus Todo-Poderoso. Jesus disse: “De agora em diante peçam em Meu Nome, peçam ao Pai em Meu Nome, e vocês obterão”. Eu creio.
213 Certa vez em Harlingen, Texas. Eu …isto – era disto que eu estava tentando me afastar; estava ardendo em meu coração. Eles chegaram ali, e tenho isto em meu, não, está em meu pequeno manual, de uma coisa. Disseram que eu era um… o FBI estava ali para me desmascarar, que eu era um – um – um demônio. E os ministros, um grupo deles lá em cima por volta de algum lugar acima de Houston ali, eu lembrarei o nome do lugar em um instante; publicaram um punhado de panfletos e os distribuíram por ali, a respeito disso, assim, no auditório, e disseram que eu era Simão, o mágico, expulsando demônios como Simão, o mágico, feitiçaria.
214 Então naquela noite aqui, haviam duas moças que tinham sido curadas ali, e elas foram, chorando e tudo mais, disseram: “Bem, você deve… Eu disse… Elas disseram que iriam para casa, elas estavam com medo. Disseram: ‘O FBI o apanhará, Irmão Branham’. E esta garota ficou consciente quando foi vista aquela visão sobre ela”. E eu… Ele disse: “Eu – eu errei. Talvez eu causei o problema”.
215 Eu disse: “Oh, você está com medo”. Eu disse: “Você viu Deus, o Curador, não viu?” Eu disse: “Observe-O como Guerreiro. Observe-O n a batalha, veja quão grande é Ele. Veja quão grande é Deus como Guerreiro na batalha!”
216 Naquela noite eu cheguei, disse: “Todos nesta, aqui em minha campanha, Sr. Baxter, meu irmão, e as duas jovens que foram curadas, e aqueles que ministram disseram hoje que você estava incluído neles, eu quero que saiam do edifício”. Eles saíram do edifício. Eu disse: “Agora, estou com um pedaço de papel aqui que o zelador do auditório saiu e tirou milhares deles dos carros, contratou umas crianças mexicanas para retira-los”. Eu disse: “Eu tenho uma pequena nota aqui esta noite que diz que sou Simão, o mágico, e que serei desmascarado pelo FBI aqui esta noite”.
217 Eu disse: “Muito bem, FBI, estou na plataforma no Nome do Senhor Jesus Cristo; subam até a plataforma agora e me desmascarem”. Eu disse: “Se estou fazendo qualquer coisa fora da Bíblia do Deus Todo-Poderoso, venham aqui para me desmascarar”. Eu disse: “Onde estão vocês?” Milhares assentados ali e todos estavam chorando. Eu disse: “Estou esperando pelo FBI. De acordo com seu panfleto aqui, vocês iriam me desmascarar esta noite”. Bem naquela hora esperei alguns minutos, e eu senti aquele espírito saindo. Eu disse: “Não foi o FBI. Eu não sou criminoso”. Eu disse: “Todas as vezes que um agente do FBI vem à minha reunião, ele – eles se salvam. O chefe deles foi salvo em minha reunião, capitão Al Ferrar”. Eu disse, e, oh, eu disse: “O FBI não faz nada assim”.
218 Eu disse: “Isto é que, são dois pregadores apóstatas”. Eu olhei, pairando ali, e ali havia uma grande coisa negra pairando sobre a audiência. Eu a vi se mover assim na segunda galeria. Eu disse: “Bem ali, assentados, um vestido de terno branco, um de terno cinza”. E eles se abaixaram assim.
219 Eu disse: “Não abaixem! Eu pensei que vocês fossem me desmascarar. Parece que é outra pessoa”. Eu disse: “Vocês são dois pregadores apóstatas. Vocês não tem nada a ver com isto”. E eu disse: “Agora, se eu sou Simão, o mágico, e expulso demônios com feitiçaria, como vocês dizem que sou, e vocês são santos e fiéis em Deus, venham até à plataforma. Se eu sou Simão, o mágico, eu cairei morto. Se vocês são Simão, se vocês são os que estão errados, vocês cairão mortos. Desçam agora, nós veremos quem está certo”. Isto é certo, os coloquei em um desafio. Eles ficaram com suas cabeças abaixadas. Eu disse: “Não inclinem suas cabeças assim”.
220 Eu disse: “Agora, povo, vocês verão quem está correto e quem está errado. Eles estão com medo”. E ali eles saíram por cima, o mais rápido que podiam. Eu disse: “Oh, vejo que estão saindo. Talvez seja que eles venham até aqui”. Eles saíram do edifício o mais rápido que podiam, descendo as escadas. Eu fiquei ali e esperei. Eu disse: “Agora veremos. Deixe-os vir à plataforma. Deixe Deus mostrar quem é quem”. Correto. Eu disse: “Se sou falso, então Deus mostrará que isto é falso. Se estou correto, Deus sempre testificará pelo certo”.
221 Como foi em Houston quando aquele pregador batista disse que eu era um demônio, e outras coisas, e vocês viram o que aconteceu quando o Anjo do Senhor desceu.
222 Agora, sabem o que aconteceu? Nunca mais os vimos. Naquela noite o Senhor lançou uma vitória ali que continua a ser comentada em Harlingen. Vêem? “Eu, o Senhor, A plantei. E a regarei dia e noite, para que não a arranquem de Minha mão”.
Venham agora, rapazes; podem vir até o piano rapidamente?
223 Que as pessoas enfermas, ou os que estiverem doentes, venham ao redor do altar bem depressa agora. Só temos mais ou menos dez minutos aqui, e vamos liberta-lo de cada poder do demônio que está pairando ao seu redor, no Nome do Senhor Jesus. “Eu lhes do Meu Nome e autoridade”.
224 Tentando isto porque eu creio que Deus está me ordenando para faze-lo. Eu creio. Se eu tão-somente puder fazer com que as pessoas creiam! Então se não tiver resultado, então creio que o Senhor… eu tenho um velo diante Dele, eu voltarei, diretamente com a visão, apenas uma ou duas ou três, ou seja a quantos que eu conseguir atender em uma noite.
225 Vocês tem estado em minhas reuniões, cada um de vocês, vocês nunca viram uma dessas vezes que não fosse perfeita. Isto lhe dirá onde está seu pecado. Esta é a única coisa que pode fazer. A cura já é sua. A única coisa que é, então, é o pecado; talvez algo que você esteja fazendo na vida, que não esteja correto, ou mesmo algum – algum demônio que o esteja segurando, que não o deixa crer. Agora, você sabe, se não é, Jesus disse algo errado. “Todas as coisas são possíveis aos que crêem”. É isto certo? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Então vai de você por dentro; não de Deus.
226 Se eu dissesse aqui, se eu dissesse: “Aqui está, se você deseja, precisa de uma nota de um dólar”. Eu acho que tenho uma. Correto. Se existe uma nota de um dólar, já está provida para um homem necessitado. Se for, é seu se você vier busca-la. Eu não tenho nada mais a ver com isto, eu a coloco ali. Está certo? [A congregação: “Amém” – Ed.]
227 Bem, Jesus, quando Ele morreu, Ele curou você. “Ele foi ferido pelas vossas transgressões, pelas Suas pisaduras fostes sarados”, no pretérito. Depende de você agora. Venha e obtenha, é seu. Eu creio. “Em Meu Nome expulsarão demônios”. Eu creio nisto. Ele me deixou faze-lo antes, e eu creio que Ele me deixará faze-lo esta manhã. Você crê nisso? [A congregação: “Amém” – Ed.]
228 Certo, deixe o fim aqui se mover para trás este lado, todos vocês aí embaixo, para que eu possa orar. E enquanto oro e expulso o espírito maligno, para que então as pessoas possam voltar ao seus lugares ao redor daquela parede. Queiram, irmãos, vir por este lado.
229 Agora veja aqui. Qual a necessidade de brincar, e crer pela metade em qualquer coisa?
230 Onde está aquela senhora que estava na cadeira de rodas? A senhora mesma. Qual, qual é a finalidade de estar assentada aí? Jesus Cristo a curou. Com certeza, Ele curou.
231 Eu o vi guiar certa – certa mulher há algum tempo atrás. Eu creio que é homem aqui de pé que está guiando, talvez seja sua esposa ali, ela é aleijada ou algo assim. Senhora, não há necessidade de estar nessa condição.
232 Uma senhora disse que ela tinha uma garotinha aqui, uma criancinha, havia algo de errado com ela, e todos os tipos de enfermidades e coisas, surda, muda, e cega, seja o que for. Não há necessidade disto.
Vamos inclinar nossas cabeças. Eu quero que você creia.
233 Ó Deus, nosso Pai Celestial, venho a Ti esta manhã como Teu servo. Senhor, eu preguei a Palavra. É Tua Palavra, Ela não é minha. E sei que Tu estás aqui para curar as pessoas e deixa-las bem. Creio que Tu o farás, Querido Deus. E rogo que Tu tenhas misericórdia. Senhor, sabendo que estas visões, a única coisa que elas podem fazer é revelar os pecados das pessoas. Mas, Senhor Deus, que o Espírito Santo faça isto neste momento. Que Ele possa revelar, em cada coração, o impecílio. Se houver algum pecado em suas vidas, então que possam ser perdoados agora mesmo, Senhor, eu oro no Nome de Jesus Cristo. E que estes, o grupo aqui hoje, seja como aquele da outra noite, que possa haver uma libertação perfeita com cada um deles. Possam eles ser curados esta manhã, e voltarem quarta-feira À noite, alegres, gritando e regozijando. Concede-o, Pai.
234 Agora na autoridade de Tua Palavra, eu vou adiante para expulsar os demônios, para cumprir Tua Palavra, no Nome de Jesus Cristo.
235 Agora, Satanás, eu sei que você está segurando estas pessoas, uma coisa escura, triste, horrenda as segura, dizendo: “Bem, eu tentarei”. Mas eu quero falar com você! Eu me coloco no lugar delas, entre elas e Deus, esta manhã. Eu me coloco como servo do – do Deus Todo-Poderoso. Meus pecados se foram, através do Sangue de Jesus Cristo, através da fé divina que tenho Nele como Filho de Deus. E eu declaro, e a Bíblia declara primeiro, e eu falo como a Bíblia, que Ele destruiu cada poder que você já teve, no Calvário. E a Bíblia declara que Seus discípulos tem que levar esta comissão que Ele teve aqui na terra, até o fim da era. E eu sou Seu discípulo, portanto esta manhã eu venho como representante, representante de Jesus Cristo, em Seus atos. Fui enviado em Seu lugar. E seja quando for que eu chamar a pessoa, seu poder romperá, e a pessoa estará livre e sairá daqui e ficará boa. Eu o desafio no Nome de Jesus Cristo, através de Seu Sangue, eu me firmo. E deixe cada pessoa na qual eu colocar minhas mãos. Não em minha santidade, não em meu nome, pois meu nome não é nada para você; minha santidade não é nada, não tenho nenhuma. Mas você não reconhecerá meu nome, porém você reconhecerá “Jesus”, e você vai sair. E eu estou falando com você. Eu agora entro num desafio. E se você tentar segurar alguma destas pessoas, que a maldição de Deus venha sobre você. Que você saia, tire sua mão destes cristãos. Sua mão suja e doente, afligindo e aleijando e adoentando estas pessoas, e lhes dando enfermidades, tire sua mão, no Nome de Jesus Cristo.
236 [Espaço vazio na fita – Ed] …Nome de Jesus Cristo o Filho de Deus, lhe peço para levantar no… Seu Nome, vá para casa perfeitamente curada, para glorificar a Deus. Levante. E as pessoas podem levantar suas cabeças. [O Irmão Branham e a congregação grandemente louvam a Deus. Espaço vazio na fita].
237 Deus Todo-Poderoso, Autor da Vida Eterna, doador de toda boa dádiva, envia Tuas bênçãos sobre este homem que está aqui de pé, sabendo que esta é a única chance de sua vida de alguma vez ser normal novamente. Com seus quadris e membros em toda esta condição, sobre estas muletas ele tem andando. Ele deseja voltar para sua casa, para testificar da glória de Deus; dirigiu muitas milhas para estar aqui. E, Pai, eu oro para que esta seja a hora em que ele dirá em seu coração: “Se os outros podem, eu também posso. E Tu morreste por mim, para libertar, do mesmo modo que Tu fizeste pelos outros”. Concede-o, Pai.
238 Portanto, você demônio que aleijou o corpo dele, eu venho no desafio da fé contra você, para desafia-lo neste duelo. Eu o conjuro através de Jesus, o Filho de Deus, saia do homem.
239 Fiquem reverentes, em todos os lugares. Isto firma o irmão. Agora só um momento, não é sua… Apenas não fiquem inquietos, amigos. A Presença do Senhor está próxima. Apenas fiquem o mais reverente possível, dentro e fora. O pobre homem veio aqui, ele nunca mais andará sem muletas se Deus não o ajudar agora. Isto será… Ele vem aqui, ele ficará pior do que antes se ele não for curado. Eles provavelmente terão que carrega-lo se ele não for curado. Pois, Satanás, se ele puder encontrar poder suficiente para derruba-lo, ele o derrubará se ele puder. Então agora ou ele o derrubará, ou Deus o libertará e o deixará perfeitamente curado. Agora, todos, quantos aqui crêem que Deus me enviou para liberar este homem esta noite através de Seu Filho, Cristo Jesus? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Tudo bem. Agora fiquem bem reverentes, mantenham suas cabeças inclinadas.
240 Você crê nisto com todo o seu coração, senhor. Crê que vai pegar estas velhas muletas e joga-las no carro e ir para casa, e as carregará em seu ombro amanhã e andará de um lado para outro pelas ruas de sua cidade, testificando para Deus. O senhor não… O restante de sua vida, irmão, entregue para a glória de Deus. O senhor O servirá? O senhor O servirá? O senhor estava pensando nisto recentemente, de qualquer modo, (não foi?) pensando em uma aproximação. Outro dia, o senhor disse: “Se eu… Deus somente me curasse, eu andaria mais perto Dele”. Isto é certo. O senhor disse isto.
241 Então, outra coisa, quando o senhor estava… vejo que estava em um automóvel recentemente, e o senhor falava com alguém a respeito destas coisas. Havia um homem assentado no banco dianteiro, quando o senhor estava assentado atrás. Isto é verdade? Vocês estavam descendo a estrada, passaram por uma pequena saliência, virando à direita, quando vocês estavam falando sobre isto. Isto é verdade? Eu não estou lendo sua mente, senhor. É Deus agora. E agora o senhor começou a sentir do que estou falando. Agora é a hora de sua libertação.
242 Deus Todo-Poderoso, agora enquanto o poder de Tua Presença está aqui, aqui de pé para libertar este homem, ó Deus Eterno, Autor da Vida, envia Tuas bênçãos sobre ele, enquanto eu o abençôo no Nome de Teu Filho. Concede-o, Senhor, através de Jesus Cristo.
243 Você, demônio que aleijou este homem, meu irmão, ele fez sua confissão. Seus segredos foram ditos. Ele está aqui agora para andar. Você não pode segura-lo mais. Ele deseja glorificar a Deus. Eu venho em desafio contra você. No Nome de Jesus Cristo, através do dom de cura que me foi ministrado por um Anjo, eu o conjuro através de Jesus Cristo, o Filho de Deus, saia dele.
Aí, ele sai. Mantenham suas cabeças inclinadas, em todos os lugares.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...