CRÊS TU ISTO?
02 de Abril de 1960
Tulsa – Oklahoma – E.U.A.
Tradução – EUA


1 E antes de orarmos, gostaria de dizer isto, que ontem à noite, creio que foi, eu disse a uma senhora: “Se a senhora fizer como somos ensinados a fazer, isso seria… o bebê com hidrocefalia, isso diminuiria.” E a cabeça do bebê encolheu, a noite passada, meia polegada na medida de um cordão. Então a senhora trouxe o cordão aqui agora.

2 Agora, a razão pela qual fiz isso, irmã, foi com um propósito. Está vendo? Se você pode ver algo tangível acontecer, isso fará aumentar sua fé para continuar crendo. Às vezes faço isso somente para, talvez, como pedir à pessoa para se levantar, dar um ou dois passos, mover sua mão, mexer seu dedo, simplesmente algo que pode fazer diferente, apenas para que veja que tudo está bem. Eles simplesmente ficam nervosos e acham que não vai acontecer, mas está acontecendo o tempo todo. Está vendo? Tem que acontecer.

3 Quantos querem ser lembrados em oração, agora? Gostariam de levantar as mãos e dizer: “Senhor, concede-o”? Inclinemos a cabeça.

4 Senhor, enquanto ouvimos este sublime hino antigo da igreja, escrito por meu precioso amigo, Paul Rader, “Somente Crer,” nós pensamos agora em um rapaz, que foi trazido por seus pais aos discípulos, não mais do que dez dias depois que Jesus tinha dado a eles poder para expulsar os demônios e curar os enfermos, e aqui estavam eles completamente derrotados com um caso de epilepsia. E viram nosso Senhor vindo. E o pai correu e disse: “Senhor, tem misericórdia de nós. Meu filho está muito atormentado com um demônio. Eu o levei aos Teus discípulos e não puderam curá-lo.”

5 Jesus disse: “Eu posso, se tu creres. Crê somente.” Ó Deus, Tu não mudaste nem um pouquinho desde então: Tu és o mesmo amoroso, doce e compadecido Deus. Como Tu eras então, assim és hoje. E Senhor, como aquele pai, todos nós clamamos: “Senhor, ajuda a nossa incredulidade.” É tão simples, nós simplesmente tropeçamos nisso, Pai.

6 Queremos Te agradecer e louvar por tocar aquele bebezinho a noite passada, por ver que aquele crânio, que estava inchado, que está, que o osso empurrou, e voltou mais ou menos meia polegada a noite passada. Estamos agradecidos por isso, Pai. Quando sabemos que nossos médicos não têm nada para isso em suas pesquisas, não há nada que possam fazer a respeito, mas Tu ainda és Deus, o Mestre de todas as situações. Nós Te agradecemos, Pai. Nós Te agradecemos pela lealdade desta mãe, e doçura, e obediência ao trazer o cordão e fixá-lo neste pedaço de papel, aqui, para mostrar ao público seu testemunho para a glória de Deus. Que seu pequenino possa viver e ser uma criança normal, para Tua glória.

7 Olha para todas essas mãos que foram levantadas, Pai. Cada uma delas tem uma necessidade. A minha está levantada, também, Pai, tenho necessidade. E aqui estão muitas aqui, em forma de cartas ou nesta caixa, que estão necessitadas, pessoas que estão realmente necessitadas. Permite que aconteça, Senhor, que cada um receba seu pedido esta noite. Que possam tomar o testemunho desta mãe e servir como exemplo para mostrar que quando Tu dizes qualquer coisa, está consumado. Está… Tu… Tudo o que devemos fazer é receber e agir baseado nisso. É uma obra consumada.

8 Concede, Senhor, que cada uma destas cartas e destes lenços, as pessoas sobre as quais eles forem colocados, que sejam curadas. Cada um dos que levantaram a mão, Pai, que possa receber o desejo de seu coração. Nós pedimos em Nome de Jesus. Amém. Podem sentar.

9 Eu queria apenas mostrar o cordão aqui, que a senhora (Aí está. Um-hum.)… que a cabeça do bebezinho de fato encolheu como o Senhor nos prometeu através do Espírito Santo a noite passada. Ele não é maravilhoso? Assim, nos dá muita coragem para ter fé e crer.

10 Agora, quando Jesus disse àquela árvore, em Marcos 11:23: “Nunca mais coma alguém fruto de ti,” Ele pode não ter gritado. Pois que, francamente, Ele o fez tão calmamente, a ponto de seus discípulos mal… penso que um deles O ouviu. E isso… Quando aquele epiléptico, quando veio diante do Senhor Jesus, o rapaz teve a crise mais forte que já tinha tido; talvez, caiu no chão como morto, mas ele se deu conta de que tinha encontrado Alguém que tinha fé muito acima daqueles apóstolos.

11 Agora, gostaria que alguém que não cresse em cura divina observasse isto. Jesus deu a eles poder para expulsar os espíritos, e eles falharam. Não o poder falhou, mas eles falharam. Jesus disse a eles.

“Por que não o pudemos expulsar?”

Ele disse: “Por causa da vossa incredulidade.”

12 A igreja ainda tem poder. Deus nunca tirou Seu poder igreja, mas a igreja não tem fé suficiente para agir baseada nela. Só isso. É simples assim. Nós tentamos tornar isso tão complicado, às vezes, mas quanto mais simples você tornar o Evangelho, mais realidade você terá, quando o tornar bem simples: Deus disse que sim; assunto encerrado; e só isso. E somente creia, continue.

13 Quando Jesus disse: “Nunca mais coma alguém de ti,” ora, as folhas estavam simplesmente tão belas e brilhantes como sempre foram. A casca parecia igual, mas lá embaixo, debaixo do solo, naquelas raízes, a vida começou a se desvanecer.

14 Assim é com o câncer, com qualquer tipo de doença que—que você queira imaginar. Quando você pode aceitar a Palavra de Deus, bem lá embaixo nas raízes, o câncer pode estar lá; sua mão pode estar simplesmente tão enrijecida. Isso não tem nada a ver com cura divina. É: “Se tu podes crer.” Está vendo? Bem lá embaixo em algum lugar, já começou a funcionar.

15 Jesus disse: “Se disser a este monte, ‘move-te,’ e não duvidar em seu coração, mas crer que o que disse acontecerá, o que disser será feito.” Isso não é belo? De quem viria isso? O Filho de Deus, cujas Palavras… Céus e terra passarão, mas agora… mas Suas Palavras não passarão.

16 Agora, a única maneira pela qual você pode fazer isso, você tem que ter o objetivo correto e o motivo correto. Agora, se eu saísse aqui e dissesse: “Vou lhe mostrar que posso mover este monte: ‘Move-te, monte.’” Jamais se moveria. Certamente que não. Não importa o que eu tivesse. Tem que ser… Primeiro você tem que encontrar a vontade de Deus.

17 Essa é a razão, geralmente nas filas de oração, que eu—eu pego o mais difícil; é porque é algo que já passou por filas e assim por diante, e é aí que volta. Mas veja, se você tem pecado não confessado… Já notou em certos casos, antes de eu ordenar ao espírito maligno para sair? Eu observo aquele caso bem de perto para me certificar de que não há nada naquela vida que impediria qualquer coisa, veja, porque lembre-se, quanto a esses dons, você poderia meter-se em apuros com eles.

18 Deus, vocês se lembram certa vez, deu a um profeta… fez de um homem um profeta, Moisés, e disse a ele para descer, falar com a rocha. E o profeta estava todo impaciente, e saiu, e feriu a rocha, falando da fraqueza de Cristo, que Ele teria que morrer a segunda vez ou ser ferido a segunda vez. Ele tinha poder para trazê-la, mas não era a vontade de Deus.

19 Eu nunca pude crer que era a vontade de Deus que Elias voltasse, porque as crianças o estavam importunando pelo fato de ser calvo, não acho que ele deveria ter feito aquilo. Mas ele era um profeta, e ele estava irado, e ele pôs uma maldição sobre aquelas crianças e duas ursas mataram quarenta e duas criancinhas inocentes. Está vendo? Mas eu não creio que ele deveria ter feito aquilo. E isso somente—somente… nós…

20 Deus, eu creio que hoje, antes que Ele coloque Sua igreja no poder, Ele prova Sua igreja para ver o que ela fará.

21 Nós… a próxima vez, talvez, se o Senhor permitir quando eu regressar, teremos tempo para aprofundar em algo assim, em algo que está para acontecer, e então saberemos mais sobre isso, então.

22 Mas se você simplesmente falar a palavra, disser: “Senhor, eu creio,” não duvide, diga-o de coração…

23 Agora, digamos por exemplo que eu estivesse em um vale, e eu não… Estivesse pregando a um milhão de pessoas, mas logo depois da montanha ali, houvesse um grupo de cem pessoas, e elas estão morrendo sem conhecer a Cristo. Bem, eu tenho aqui um milhão para quem pregar, no entanto, Algo em meu coração está me dizendo: “Alcance aquelas pessoas. Vá até elas. Elas estão perecendo.” Eu mesmo não quero ir, mas ainda assim há Algo em mim. Está vendo, isso é Deus então, movendo-se. Veja qual é o objetivo, veja qual é o motivo de ir, não para auto… Agora, se eu disser: “Bem…” Se meu objetivo está correto de ir até lá, mas então me levanto e surge uma grande montanha, digo: “Sabe, se eu passar essa montanha e salvar todas aquelas cem pessoas, algum dia eles porão uma estátua ali: Irmão Branham, o grande missionário.” Ora, meu motivo não está certo. A montanha não cairá. Não, senhor.

24 Mas quando meu motivo e objetivo estão corretos, e Deus em meu coração está me guiando, e não consigo atravessar a montanha, dar a volta na montanha, passar por baixo da montanha, eu diria: “Montanha, move-te.” Talvez… Quando eu dissesse isso, e logo que dissesse com esse tipo de espírito correto, guiado pelo Espírito Santo, na vontade de Deus, poderia ser que não houvesse uma colherzinha daquela montanha que caísse, mas estaria para acontecer. No próximo dia pode ser que caísse cerca de duas libras [1 kg]. No próximo dia um quarto de uma tonelada. E talvez em um mês, cinco toneladas caíssem. E daí? Talvez ainda não visse, mas está se movendo, para cair. Eu ficarei no mesmo lugar e assistirei isso ser feito, porque Deus o disse e isso encerra o assunto.

25 Pode você pensar assim da sua mãe lá esta noite? Muito bem, se você o fizer, ela ficará bem. Isso mesmo. Isso é se você crer, somente fale a Palavra e fique com isso. Está vendo? Somente creia, agarre-se a isso. Isso é Vida Eterna.

26 Agora, amanhã à tarde… Eu disse a Billy, esta noite, para deixar de fora os cartões de oração, e eu pretendia falar. Estou confessando a verdade, tenho viajado desde janeiro, para o exterior, e de volta, em Phoenix, para casa, e de volta, e tudo completamente (esse discernimento) até estar tão fraco que mal sei onde estou às vezes. Deixou-me praticamente esgotado.

27 E então, eu tenho que partir, e eles… vocês—vocês, irmãos, me convidaram para ficar por mais alguns dias. Como agradeço por isso. Eu certamente penso que este é um maravilhoso grupo de ministros aqui. Queria que pudéssemos ter tido um pouquinho mais de tempo para o companheirismo. Se o Senhor permitir, eu voltarei algum dia. Nada mais, simplesmente ir de uma igreja a outra, e percorrer a cidade e visitá-los a todos. Será um prazer fazer isso, qualquer coisa que eu possa fazer para ajudar o Reino de Deus, isto é, se vocês quiserem que eu o faça. E voltar algum dia e nos ajuntarmos e termos uma agradável, boa reunião em algum lugar.

28 E lembrem-se, irmãos, estarei orando por vocês. Isto é certo. E quero que todos vocês orem por mim, todos vocês.

29 E agora eu—estou… Amanhã de manhã há cultos em todas estas diferentes, excelentes igrejas por toda a cidade.

30 Agora, alguns dos grupos de Jeffersonville estão aqui. Alguns de meus amigos, um de meus administradores da igreja, está aqui, o irmão Fred Sothmann. Ainda não pude vê-lo na reunião. E o irmão… Oh, muitos outros de meus amigos de lá de Jeffersonville, meu… meu secretário lá e—e todos estão aqui, em algum lugar na reunião. Ainda não os vi.

31 E irmãos, há algumas excelentes igrejas aqui nesta cidade. E todo o restante de vocês, visitantes, encontre uma delas e vá a estas igrejas amanhã. Elas lhes farão bem, tenho certeza. Eles são irmãos que creem neste tipo de ministério. Essa é a razão pela qual eles estão sentados na plataforma aqui e embaixo nos lugares aqui, porque eles creem nisto. E fico grato a esses homens.

32 O Senhor abençoe esta subdivisão dos Homens de Negócio do Evangelho Completo aqui que—que patrocinou esta reunião. Há… creio que é isso, que patrocinou a reunião. Eu—eu vou a bastante de seus patrocinadores, porque ali… Não deveríamos ser desta maneira, mas muitas vezes, irmãos deixam pequeninas diferenças, como um homem que creia um pouquinho em algo, um outro um pouquinho de algo, de certo modo, cria um pouco de atrito e velhas feridas de tempos passados; deveria estar cicatrizado a esta altura, mas isto—isto… E se você, ou, se eu participo com os Homens de Negócio do Evangelho Completo, então isso de certo modo ajuda a unir, e nos reunimos, e temos verdadeiro companheirismo, de fato aproveitamos muito. E apreciamos isso. Deus abençoe esta subdivisão. Creio que o Senhor a levantou com um propósito.

33 Agora… e então tive o grande privilégio de ver a igreja do irmão Oral Roberts o outro dia. E que coisa, é um lugar tão enorme, uma coisa tão linda. É um—é um memorial ao Pentecostes.

34 E então fui à igreja do irmão Tommy Osborn, outro lugar maravilhoso, um maravilhoso homem de Deus, que… o irmão Tommy e eu somos bem próximos, e o irmão Oral, também, irmãos bem chegados, e amamos uns aos outros, e procuramos fazer o melhor para empregar tudo que podemos para o bem das pessoas no Reino de Deus.

35 Deste modo eu certamente fico agradecido por estes homens estarem aqui nesta cidade entre o restante destes excelentes homens que vocês têm. Vocês, ovelhas, têm pastores maravilhosos. Eu só, eu direi assim. Que o Senhor continue com todos vocês é minha oração. E agora amanhã à tarde, eu… Que horas começa o culto, irmãos? Duas e meia. Digamos que uma—uma ou uma e meia vocês devem estar aqui de modo que eles não interrompam o restante dos cultos.

36 Agora, se os rapazes ainda não disseram a vocês, esta noite eles têm alguns livros, fotos e coisas assim, e fitas, e discos, e… das reuniões, e eles os vendem. Mas não permitiremos que eles os vendam no Sábado, amanhã. Nenhum livro ou coisa alguma será vendida amanhã. Assim nós não… nós jamais permitimos isso. Embora muitos digam: “Você está completamente enganado…”

37 E o velho pai Bosworth costumava me dizer: “Oh, irmão Branham, você está errado nisso,” mas é assim que me sinto (Está vendo?) e eu—eu sinto. Se você quer um, eles lhe darão um, mas se você… Mas não podemos vender no—no Sábado. Não. Só isso. Se eu creio nisso, tenho que viver isso, somente… tenho que viver para mim mesmo. Está vendo? E eu—eu tenho que viver de acordo com minhas convicções e assim… Ou você pode enviar para casa, e, até em casa, lá em cima e retirá-lo.

38 Agora esta noite, oh, vamos todos simplesmente esquecer isso, oh, que há qualquer trabalho a fazer, ou qualquer outra coisa, ou as labutas do dia. Vamos simplesmente pôr tudo de lado, e olhar para a Palavra por alguns minutos, e ver o que Deus nos fala através de Sua Palavra. E é minha oração que Deus somente nos dê uma excelente e maravilhosa bênção esta noite.

39 Gene, você poderia sequestrá-la para mim? Você poderia sequestrar essa garotinha para mim? Ela não é uma coisinha linda? Você gostaria de ir para casa comigo e brincar com minha pequena Sara, mais ou menos desta altura? Ah, gostaria? Eu—eu gostaria que você fosse. Ela é mais ou menos do seu tamanho, e ela é a filhinha do papai. Um-hum. Hum. E garanto que você—você ama seu papai também, não ama? A mamãe? Oh, certamente que sim. A garotinha mais linda, que estou vendo daqui. Pequenos olhinhos que se parecem com dois furos queimados em um cobertor e—e cabelinho castanho.

40 Eu adoro criancinhas. Eu tenho duas garotinhas em casa. Uma delas é Rebeca e a outra é Sara.

41 Aqui algum tempo atrás, eu estava fora. Ambas são as filhinhas do papai, você sabe, e eu as amo. E assim que elas chegam eu tenho que carregá-las nas costas, e… só que Rebeca já está ficando muito grande para isso, ela está quase do meu tamanho. Ela quebraria minhas costas agora, ela está… mas ela ainda é filhinha do papai, de qualquer modo. E agora, mais ou menos daqui a um ano, queremos colocá-la em uma escola evangélica em algum lugar, fora da escola pública.

42 E então, elas estavam esperando pelo papai, vocês sabem, voltar para casa. Eu tinha estado nas reuniões. E amanhã à noite elas estarão esperando até meia noite eu tentar chegar. E assim, eu cheguei bem de madrugada bem cedo, por volta das três ou quatro da madrugada. E sua mãe veio abrir a porta para eu entrar, e eu estava tão cansado e esgotado, eu… Aqui na plataforma, eu… quando o… ungido está bem, mas uma vez que isso deixa você, é aí quando pode ter problemas. Quantos sabem disso? Ora, certamente é.

43 Veja. Elias subiu a montanha e chamou fogo dos céus, chamou chuva dos céus, e então quando o Espírito o deixou, ele vagou pelo deserto quarenta dias e Deus o encontrou, escondido em uma caverna em algum lugar.

44 Jonas, ele desceu e permaneceu vivo no ventre de uma baleia por três dias e noites, foi lançado fora na margem e saiu pregando por toda parte. A cidade inteira se arrependeu e veio para Deus.
E quando a unção o deixou, ele subiu no alto do monte e pediu para Deus tirar sua vida. Está vendo?

45 Eu estive ao lado do túmulo de William Cowper, não muito tempo atrás, que escreveu aquele famoso hino que usamos em nosso culto de comunhão:

Há uma Fonte cheia de Sangue,
Vertido das veias de Emanuel,
Onde os pecadores mergulharam sob o fluxo…

46 Você ouviu o que ele… aconteceu com ele? Depois que a inspiração o deixou depois disso, ele tentou encontrar um rio para cometer suicídio.

47 Eu moro bem de frente à Velha Casa Kentucky. E Stephen Foster deu à América suas mais famosas músicas populares. E quando ele escrevia, obtinha inspiração, aquela inspiração, escrevia uma canção, então quando ele saía disso, ele ia embebedar-se. Finalmente, chamou um criado e pegou uma navalha e cometeu suicídio.

48 As pessoas não sabem pelo que passam aqueles que vivem no estado espiritual. Agora aqui, você se sente como se pudesse mover uma montanha. Mas somente deixe que a unção saia de você, e comece a ir através daquela porta (se alguém não estiver ali para pegá-lo, está vendo) e então, talvez por algumas horas você mal, se pergunta onde está. E então noite após noite, isso faz você chegar ao limite.

49 E a pequena… Quero lhes contar sobre as pequenas Sara e Rebeca. Assim na manhã seguinte, eu não conseguia dormir, e me levantei, estava sentado numa cadeira, e depois de algum tempo Rebeca, sendo a mais velha, ela era—tinha pernas mais compridas do que Sara, e então Rebeca veio correndo… ela acordou, pulou da cama sem acordar sua irmãzinha, e aqui veio ela pela casa, correndo o mais que podia. Ela dizia: “Papai, papai…” Eu ajeitei uma das minhas pernas, e ela pulou por cima, muito bem equilibrada. De certo modo como a—a igreja moderna, você sabe, tem estado no jogo há muito tempo, você sabe, por várias centenas de anos. Ela podia equilibrar-se muito bem, e ela me abraçou e disse: “Oh, meu paizinho, meu paizinho…”

50 E a pequena Sara tinha, na agitação, acordado. Bem, não sei se com seus filhos acontece isso ou não, com os meus sim: os mais novos ficam com as roupas dos mais velhos. E assim Sara estava usando o pijama da Rebeca, com os pés bem maiores um tanto assim, você sabe. E aqui veio ela, bem pequenina, caindo, tropeçando. E ela chegou ali um pouquinho tarde. Assim Rebeca se virou e disse: “Sara, minha irmã, quero lhe dizer uma coisa.” Ela disse: “Eu cheguei aqui primeiro. E eu tenho o monopólio. Por isso, eu tenho o papai só para mim e não sobrou nada para você.”

51 É assim que algumas pessoas tentam pensar sobre religião, não é? Hã—hã. Isso mesmo.

52 E a coitadinha da pequena Sara, fez um beicinho, e seus olhinhos pretos olharam para mim, e começou a chorar. E Becky estava com o seu rosto junto ao meu, me abraçando. Eu a amo. E Sara começou a voltar porque Becky tinha o papai só para ela. Eu ajeitei o outro joelho assim e acenei para ela assim. Oh, ela se animou bem depressa e correu, pulou no meu joelho assim… Ela era bem novinha e suas pernas nem mesmo alcançavam o chão. Ela andava um pouquinho cambaleante (talvez, como eu, apenas um pouquinho cambaleante, você sabe) e ela não… não conseguia alcançar o chão. Ela não era uma grande denominação, você sabe, e assim ela não conseguia se apoiar no chão firme. Ela ainda era novinha.

53 E assim, ela não estava muito firme, e pus meus braços em volta dela assim e a abracei bem perto de mim, e seus olhinhos pretos brilharam, e olhou para Rebeca. Ela disse: “Rebeca, minha irmã,” ela—ela disse, “pode ser verdade que você tenha o papai todo, mas quero que saiba de uma coisa: o papai me tem toda.” Assim…

54 Isso é… Contanto que Ele tenha eu todo. Posso não ter a instrução para conseguir grandes coisas, mas contanto que eu saiba que Ele me tem todo, em meu caminhar não muito firme, deixe que Ele me abrace com os dois braços, isso me fará sentir bem.

55 Bem, vamos oferecer outra pequena palavra de oração a Ele antes de abrirmos a Palavra.

56 Agora, Pai Celestial, sabemos que somos tal e qual crianças também. E—e Tu amas estar conosco, e adorar conosco. E enquanto Te adoramos, e Tu nos amas, e nos segura em Teus braços, e envia o Teu Espírito Santo, e faz-nos saber que estás vivo e que és nosso Pai, nós Te agradecemos tanto. Agora, deixa o Espírito Santo vir a nós esta noite. Ama cada coração, Senhor. Dá-nos uma nova bênção. Derrama sobre nós as gotas do orvalho da misericórdia, Pai. Não olhes para nossos pecados. Eles são muitos. Senhor, perdoa-os. Esquece-os, Pai, e somente toma-nos em Teus braços, e—e cura nossas doenças, e—e limpa nossa alma, e liberta nosso espírito, Senhor, que possamos adorar e louvar a Ti, e ser como criancinhas correndo em volta da casa, sabendo que Papai está cuidando de nós. Concede, Senhor.

57 Agora, nenhum homem está apto a—a interpretar a Palavra. Nós compreendemos isso. João viu o Livro na destra Daquele que estava assentado sobre o trono, e não havia homem algum nos céus, ou na terra, ou embaixo da terra que fosse digno de tomar aquele Livro para abri-lo, ou de desatar os seus selos. E veio um Cordeiro, que havia sido morto desde a fundação do mundo. E Ele era digno. E Ele tomou o Livro, e desatou os selos, e abriu o Livro. Ó Cordeiro, vem esta noite. Abre o Livro para nós, Pai, enquanto esperamos em Ti, pois o pedimos em Nome de Jesus, o Cordeiro de Deus. Amém.

58 Escolhi, esta noite, um pequeno versículo da Escritura aqui de três palavras. Mas primeiro quero ler um ou dois versículos em São João, capítulo 11, começando com o versículo 23.

Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.
Disse-lhe Marta: Eu sei… há de ressuscitar na ressurreição do último dia.
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e… vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; 
todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?
Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

59 E como tema eu gostaria de usar estas três palavras: Crês Tu Isto?

60 Eu li uma história algum tempo atrás. Creio que era uma história de ficção. E a maioria dos ministros, suponho, leram o livro do Dr. Ingraham de—de O Príncipe da Casa de Davi. É um ótimo livro. Está, acho que está esgotado. Eu gostaria de tê-lo impresso, para que pudesse colocá-lo entre as pessoas.

61 E ali, eu estava lendo um pequeno artigo sobre este Lázaro, e sobre Jesus, e Maria, e Marta, que… as irmãs de Lázaro. E eu estava lendo ali que onde Jesus morou, eu creio, com Marta e Maria. Elas eram ambas encantadoras moças hebreias. E Lázaro estava aprendendo ou estudando para ser escriba no templo, fazendo cartas da lei para os sacerdotes.

62 E Jesus tinha um ótimo companheirismo, especialmente com Lázaro. Quando lemos no livro que quando Ele veio à casa deles, e Marta estava se demorando um pouquinho para ouvir Suas palavras, mas ela tinha que preparar o jantar e pôr a mesa, mas Maria sentou-se aos Seus pés. E Jesus disse que Maria escolheu as melhores coisas.

63 E então, nos foi dito que Lázaro foi quem trouxe Jesus a João, na história do livro do Dr. Ingraham, e… em O Príncipe da Casa de Davi. Porém, isso pode não ter sido verdade, eu não sei, mas somente para o contexto, mas Ele devia estar morando com eles.

64 Agora, nós aprendemos esta próxima, esta última semana, melhor dizendo, que Jesus disse em São João 5:19: “Eu… O Filho por Si mesmo não pode fazer coisa alguma, se O não vir fazer o Pai; porque tudo quanto Ele faz, o Filho o faz igualmente. O Pai trabalha e o Filho trabalha até agora.” Está vendo? “O que Ele vê o Pai fazer.”

65 Deste modo, para contar esta história como foi mesmo, o Deus Pai, deve ter falado com Seu Filho, Jesus, e dito: “Teu amigo, Lázaro, vai morrer, mas vai ser para o bem, então sai da casa. Vai embora, porque vão pedir que ores por ele, ou, para que o cures, e não quero que Tu faças isso.” Se você observar a história à medida que vamos contando, você verá que culmina exatamente na verdade disso. Assim, Jesus, simplesmente sem qualquer aviso ou algo assim, foi-se embora da casa e foi a outro lugar, e não retornou aquela noite. E Ele foi a algumas outras cidades. E tão logo Jesus foi embora da casa, então os problemas chegaram.

66 E quando Jesus vai embora da sua casa, os problemas vão chegando. Somente lembre-se, quando Ele deixa sua casa, os problemas estão a caminho. Quando você tem eventos sociais e tudo operando em sua igreja tão perfeitamente, como algum grande Rickenbacker de dezesseis cilindros, e você deixa Jesus fora disso, quando Jesus sai da sua igreja, os problemas estão a caminho. Sim, senhor, quando Jesus deixa uma denominação, que eles O põem de lado e dizem: “Bem, agora, simplesmente não cremos que estas coisas possam ser tão exatamente corretas,” e adota-se outra coisa, os problemas estão a caminho. Apenas lembre-se disto.

67 Isso me faz lembrar de uma história do Senhor Jesus, encontrada no Livro de Lucas. Você sabe que quando Ele ainda era menino de aproximadamente doze anos, Sua família O tinha levado, como era o costume a cada ano, para a festa do Pentecostes. E enquanto eles estavam na cidade de Jerusalém na festa e entretendo-se, encontramos na Bíblia, que passaram três dias sem Ele. E que pensaram, talvez, simplesmente presumiram que Jesus deveria estar entre alguns de seus familiares. Agora, nós não podemos fazer isso. Quando foram ver com seus parentes, procurando, Ele não estava lá.

68 E não podemos presumir, só porque somos metodistas, batistas, presbiterianos, pentecostais, e nossos antecedentes e nossos antepassados foram grandes crentes, nós simplesmente, bem, presumimos que Jesus está conosco. Não podemos fazer isso. Temos de estar em contato com Ele todos os dias e a cada minuto. Oh, gosto demais disso.

69 Eu quero o que Deus é agora. O que meus pais tiveram, o que meus antepassados tiveram, é maravilhoso, mas (o que eles tiveram foi bom) acho que estamos bem mais adiante no caminho.

70 Vejamos o que Ele é hoje. Não quero olhar para trás e ver o que Sr. Moody fez, porque estamos bem mais adiante no caminho do que o Sr. Moody. O problema das nossas igrejas é que olhamos para trás e dizemos: “Bem, vamos ver o que o Sr. João Wesley disse, o que alguns dos outros disseram.” Essa é a razão pela qual a ciência está tão mais avançada em seu campo do que a religião no seu.

71 Aqui trezentos anos atrás, um cientista francês provou que se você fosse à incrível velocidade de trinta e cinco milhas por hora, a gravidade faria você sair do chão. Você acha que a ciência faz referência a isso hoje? Eles estão indo a mil e novecentas milhas por hora e ainda aumentando. Eles estão avançando, olhando para frente. Mas nós queremos olhar para trás e ver o que Moody disse, Sankey disse, Finney disse, Knox, Calvino, e alguns daqueles. O que eles disseram foi bom. Aquilo foi para a era deles, mas nós estamos continuando.

72 Meu avô andou de carro de boi. Eu dirijo um Ford V8. Meu filho vai andar de avião a jato. Isto é, estamos indo em frente. Assim é como a religião deveria estar. A Vinda do Senhor está próxima. A igreja deveria continuar entrando em seu poder. A ciência só pode subir até certo ponto e então tem que cair, mas nós temos fontes inexploradas, que jamais foram tocadas, do poder ilimitado de Deus, nas quais deveríamos estar entrando. Nós estamos vivendo em um milhão de milhas abaixo de nossos privilégios esta noite, nossos privilégios de cristãos para estarmos desfrutando. Eu sinto vergonha de mim mesmo quando olho aqui fora e vejo as organizações, e as doenças, e os problemas que estão acontecendo neste momento. Nossa igreja deveria estar andando pelas ruas, curando os doentes, ressuscitando os mortos, expulsando os demônios, fazendo sinais e maravilhas, fazendo o mundo inteiro perceber que Jesus Cristo vive. Isso é o que necessitamos estar fazendo.

73 Ora, você diz: “O Sr. Moody nunca…” O Sr. Moody não viveu neste dia. Isso mesmo. Nós estamos vivendo na Vinda do Senhor. E simplesmente presumimos que Ele está com nossos familiares. Mas outro dia quando um desafiante desafiou o Sr. Graham, descobrimos que Ele não estava entre nossos familiares.

74 Onde O encontram? Onde—onde encontraram Jesus? Exatamente onde O deixaram. Onde O deixaram? Na festa do Pentecostes. Onde deixamos Jesus, onde a igreja O deixou? Na festa do Pentecostes. Quando saímos daquele poder pentecostal dos velhos tempos e da festa do Pentecostes, nós nos afastamos de Jesus. É exatamente isso, amigo. Nós estamos vivendo aquém de nossos privilégios. Sim, senhor.

75 Eles O deixaram na festa do Pentecostes, e esse é o único lugar onde os metodistas, batistas, presbiterianos, e pentecostais chegarão a encontrá-Lo, é voltar aonde vocês O deixaram. Onde está o gozo do Senhor? Onde está o poder do Senhor? A igreja pergunta hoje: “O que—o que aconteceu com o Deus da história?” Ele está esperando Seu povo chamá-Lo em cena. Mas a…

76 Não podemos fazê-lo através das denominações. Não podemos fazê-lo pela psicologia. Não podemos fazê-lo pela aritmética, ou não podemos fazê-lo pela instrução. Nós nos separamos, nos dividimos. Nós não estamos divididos. Nós com certeza somos uma pessoa em Cristo Jesus. Somos todos um em Cristo, e nossas denominações nunca servirão. Tão boas o quanto são, elas não servirão. Nossa instrução é o maior obstáculo que o Evangelho já teve, é a instrução.

77 O que necessitamos não é de instrução. Necessitamos do poder e demonstração do Espírito Santo de volta na igreja para demonstrar o poder. Jesus nunca disse: “Ide por todo o mundo e—e ensinai.” Ele jamais disse: “Ide por todo o mundo e façais…” Ele disse: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho.” E o Evangelho é para demonstrar o poder do Espírito Santo, a ressurreição. Nós ainda estamos um milhão de milhas aquém de onde deveríamos estar. Vamos seguir em frente. Vamos voltar aonde O deixamos na festa do Pentecostes.

78 Jesus disse, em João, creio que, no capítulo 15, Ele disse: “Eu sou a videira, vós as varas.” Bem agora, se aquela Videira produziu a primeira vara, e dessa vara escreveu um Livro de Atos, a segunda vara fará outro Livro de Atos. A terceira vara fará outro Livro de Atos. E toda vara que sair daquela Videira será igual à primeira vara.

79 Agora, pode-se enxertar, nós sabemos disso. Já vi uma árvore cítrica com uns oito tipos diferentes de frutas nela. Já vi um pé de laranja produzindo toranjas, e limões, e tudo o mais nele, mas eram enxertados.

80 Isso é o que importa hoje. Nós temos enxertado nossas ideias, enxertado nossas denominações, mas se aquela árvore alguma vez produzir outra videira, ela mesma, será como as originais que estavam nela. Aleluia! Oh, as igrejas se misturarão, mas precisamos do poder da original. Precisamos do Espírito Santo, o poder da ressurreição de Jesus Cristo. Foi isso o que Ele nos disse para fazermos.

81 “Eu sou a videira, vós as varas.” Se uma videira produz um broto, e ele vem com lindas uvas azuis, a próxima videira que a produzir terá lindas uvas azuis. Se a primeira Videira veio, e caíram sob o impacto do Espírito Santo, e fizeram grandes milagres, e sinais, e selaram seu testemunho para um mundo… Muitos deles até mesmo com seu próprio testemunho, eles, com seu sangue, selaram seu testemunho. Passaram todos os tipos de perigos e tudo mais para trazer o Evangelho. Sofreram, foram açoitados, foram castigados. “Devemos nós ser levados ao Céu num mar de rosas, enquanto outros lutaram para ganhar o prêmio, e enfrentaram mares sangrentos?” O que esperamos fazer? “Devo lutar se for para reinar. Aumenta a minha coragem, Senhor.” Certamente. Nós precisamos de um…

82 Nós não precisamos de uma nova denominação. Não precisamos de um novo prédio para a igreja. O que precisamos hoje é de um reavivamento pentecostal que mata o pecado, azul celeste, que nasceu no Pentecostes e está de volta na igreja novamente, o poder do Espírito Santo outra vez, para trazer Jesus em cena.

83 O Deus da história sempre aparece em cena em um momento crucial. Nós precisamos disso. Esse é o problema da nossa igreja hoje. Nós estamos ficando muito para trás. Estamos caindo nos costumes do mundo. E gradualmente, ano após ano, começa a morrer um pouquinho e a murchar.

84 Será o tempo da poda muito em breve. Deus vai podá-la tão certo quanto estou de pé neste púlpito. Deus vai podá-la para fazê-la dar frutos. Ele cortará fora dela as obras do mundo um dia destes. É uma desonra, o modo como a igreja tem procedido sob o nome da religião.

85 E verificamos que, quando Jesus foi embora, a morte chegou. Quando Jesus deixa a igreja, o poder do Espírito Santo deixa a igreja, ela começa a minguar e—e morre. E após um tempo não tem mais conteúdo. Agora, quando Jesus foi embora, a morte chegou. Oh, que tempo triste foi aquele.

86 E observe, eles andaram se perguntando, e mandaram chamar Jesus, mas Ele não veio. Mandaram chamá-Lo novamente, e Ele não veio, mas Ele sabia o que ia fazer. Ele sabe nesta noite, o que Ele vai fazer. Não há nada perdido com Ele, Ele sabe exatamente o que está para fazer. Ele vai levantar um povo, tão certo quanto estou de pé neste púlpito. Ele levantará um povo por amor de Seu Nome dentre a geração gentia. Ele fará isso.

87 É o tempo dos judeus se aproximando agora, e o dos gentios está terminando, porque eles simplesmente saíram. Eles estão rejeitando a Cristo, estão rejeitando seus sinais, estão rejeitando tudo o que é chamado divino, e consideram isso como algum tipo de telepatia ou poder maligno e fazem… Eles estão blasfemando do Espírito Santo e selando-se para longe de Deus. E Deus tomará aquela minoria, após um tempo, e a levantará como uma poderosa Igreja, e então voltará o Espírito aos judeus, e levará a Igreja Gentia para casa. Exatamente correto. Ela está sendo formada agora. Bem, estamos quase no fim do tempo.

88 Jesus, Ele sabia. E após um tempo Ele disse: “Nosso amigo, Lázaro, dorme.”

89 Ora, os discípulos pensaram que ele estava descansando um pouco. Ele disse: “Bem, se ele está dormindo, ele está muito bem.”

90 Bem, Ele disse em Seu… nas palavras deles, de modo que eles entendessem, disse: “Ele está morto, e para o vosso bem estou contente que Eu não estava lá.” Está vendo? “Por vossa causa Me alegro de que Eu não estivesse lá.” Porque eles teriam pedido a Ele para—para curar—para curá-lo, mas Ele sabia que não poderia fazer isso, porque a visão ainda… depois daqueles quatro dias Ele sabia que aquele era o tempo que o Pai havia dito a Ele. Que belo, Ele disse diante do túmulo: “Pai, Eu Te agradeço, Tu já ouviste, mas o digo somente por estes que estão ao redor.” Está vendo? Ele já sabia o que ia fazer. Ele disse: “Irei acordá-lo.”

91 Agora, posso imaginar que aquele pequeno lar estava realmente arrasado. O provedor da casa tinha se ido, tristeza. Oh, é maravilhoso quando você tem um lar triste ou um coração triste, e então Jesus aparece de repente, não é mesmo? Posso imaginar, ver Marta, uma bela mulher com um véu preto sobre seu rosto, e a pequena Maria, e elas se abraçando, dizendo: “O que faremos? Papai e mamãe se foram, e nosso precioso irmão… Agora, saímos da igreja, e fomos excomungadas do meio deles, e saímos para seguir a Jesus de Nazaré. E Ele Se afastou e nos deixou, em alguma parte.”

92 Posso ouvir um crítico chegar e dizer: “Ei, onde está aquele Curador divino, aquele Profeta da Galileia? Onde está Ele agora? Vejam, quando realmente chega a hora de Ele fazer alguma coisa, Ele Se vai.” Aí está. Vejam, Deus gosta muito de fazer isso, simplesmente para deixar que as pessoas, somente, deixar as pessoas mostrarem o que são, sim, simplesmente testando-as para ver o que elas realmente são. Ele dá a elas uma bênção. Ele aparece, mostra-Se, apresenta-Se ao povo, somente para ver que tipo de reação terão, somente para ver o que farão a respeito disso.

93 Agora, encontramos então, depois de uns—uns dias, quatro dias, que o pobre Lázaro estava morto. Eles o sepultaram. Segundo dia, terceiro dia, quarto dia… Agora, qualquer um sabe que a decomposição começa depois de três dias, o nariz afunda no rosto, primeiro. E então a decomposição começa, os vermes da pele começam a comer o corpo. Eles o colocaram no chão, puseram uma grande pedra em cima da caverna onde o colocaram. E de vez em quando, as jovens saíam e se ajoelhavam em frente ao túmulo e choravam.

94 E após um tempo, a notícia se espalhou: “Jesus chegou. Nós O vimos entrando na cidade.” Oh, Marta, que tinha estado tão, aparentemente, lenta para agir, ela provou então do que ela era feita. Aqui vem ela. Ela vem a caminho então, correndo, procurando. Posso ouvir alguns deles ao longo do caminho dizerem: “Bem, acho que você está convencida agora, que sua religião é falsa.” Ela simplesmente os ignorou e prosseguiu, passou por todos os críticos. Ela continuou até que ela O viu, talvez sentado na esquina da rua.

95 Agora, aparentemente, ela deve… ela podia ter tido o direito de repreendê-Lo e—e falar duro com Ele. Ora, ela não correu e disse: “Olha aqui, olha aqui, Tu. Tu deverias ser um profeta, um homem de Deus. Por que não vieste quando Te chamamos? Ora, somos motivo de chacota na cidade agora. Saímos da nossa igreja para Te seguir.” Parece que ela tinha o direito. Mas você sabe, exatamente como preguei sobre, O Cordeiro e a Pomba, se somos cordeiros, um cordeiro renuncia a todo direito que ele tem. É exatamente isso. Ele não tem nada a não ser lã, mesmo assim ele tem que abrir mão disso. E você abre mão de todo direito que tem para servir a Deus. É exatamente isso.

96 Eu estava repreendendo as mulheres por causa de como estavam usando essas roupinhas, você sabe, e elas disseram: “Bem, somos—somos americanas. Podemos fazer o que quisermos.”

97 Eu disse: “É exatamente isso, mas se você é um cordeiro, você abrirá mão de seus direitos.” Fumar e proceder mal, essa é a pior coisa que uma mulher pode fazer. É exatamente isso.

98 Uma senhora me disse, não muito tempo atrás, falando comigo, disse: “Mas, irmão Branham, não fazem outro tipo de roupas.”

99 Eu disse: “Mas ainda fazem máquinas de costura e vendem tecidos. Não há desculpa para isso.” É exatamente isso.

100 Lembre-se, algum dia, você pode ser pura para seu marido, mas você responderá por adultério por isso, certamente. “Qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.”

101 Qual é o problema das mulheres pentecostais hoje, é o que me pergunto. Como vocês têm se afastado do antigo padrão. Como vocês, mães, usavam cabelo longo, e hoje as mulheres pentecostais se pintam como carnavalescas, e cortam o cabelo, e usam roupinha curta dessa maneira, simplesmente como o restante do modo… saem e cortam a grama à tarde, quando os homens estão passando; você entende, mulher, que terá que responder por cometer adultério com esses homens? Você se apresenta a eles com esse propósito. É um espírito maligno na igreja e nas pessoas, e não sabem. Cegas e não sabem. É a verdade.

102 Talvez você diga que eu não tenho direito de dizer isso como evangelista. Bem, eu—eu tenho que seguir a direção do Espírito Santo, isso é tudo que posso dizer. Você… Se eu a encontrar no julgamento, então não terei que ter seu sangue em minhas mãos. Saia de qualquer coisinha que se pareça com Satanás. Fique longe disso. Afaste-se disso. Não me importa quantas estrelas de televisão… Você não está aqui como estrela de televisão, você é filha de Deus.

103 Eu preguei na igreja de um pastor outro dia de manhã, sobre um velho escravo, quando vendia-se escravos muito tempo atrás. E costumava-se vir e comprá-los em leilão. E as pessoas estavam, estavam soluçando, chorando, por sua pátria, elas nunca mais voltariam. E tinham que açoitá-las. E as compravam exatamente como se comprava um automóvel, apenas por qualquer coisa, os preços, e vendiam seres humanos.

104 E um dia, um comprador veio, um revendedor, a uma grande funda-… uma grande fazenda, quero dizer. E disse: “Quantos escravos você tem à venda?”

105 Disse: “Bem, tenho alguns para troca.” Eles procuravam adquirir os maiores. Tomavam suas mães, pais… Se a mulher com quem ele tinha se casado fosse pequena e franzina, tomavam estes homens grandes, saudáveis e os colocavam para procriar para… como cavalos e animais. Isso jamais foi certo. Deus fez o homem. O homem fez escravos. Para começar, não está certo, jamais. A intenção de Deus não é que homem algum seja escravo. Não, senhor. E nenhum… Vejam o que aconteceu.

106 Então em meio a tudo aquilo, este homem disse: “Bem, eu gostaria de comprar alguns deles…” Ele percebeu um jovem companheiro lá. Eles não tinham que açoitá-lo. Seu queixo estava erguido, cabeça erguida, tal qual um verdadeiro cavalheiro, caminhando por ali. E o agente disse: “Gostaria de comprá-lo.”

107 Ele disse: “Mas ele não está à venda.”

108 Ele disse: “Bem, por quê?” Disse: “Ele é o capataz?”

109 Ele disse: “Não, é escravo.”

110 “Bem,” disse, “por quê? Você o alimenta melhor do que o restante deles?”

111 Ele disse: “Não. Ele come lá na cozinha com o restante. Ele é um escravo.”

112 Disse: “O que o torna tão diferente do restante?”

113 E o patrão disse: “Eu mesmo quis saber por muito tempo, mas um dia descobri. Lá em sua pátria, seu pai é o rei da tribo. E embora ele seja um estrangeiro fora de casa, ele ainda sabe que é filho de um rei e se conduz como tal.” Se isso… Se um nativo africano podia perceber que seu pai era rei, e aqui um estrangeiro em uma terra estranha ainda podia saber que além-mar ele é filho do rei, como deveriam mulheres e homens se conduzirem quando são filhos e filhas de Deus? Ajam de tal maneira. Certamente. Conduzam-se, limpem-se e ajam como filhos e filhas de Deus. Não é de se admirar, que condição.

114 Aqui estamos. Oh, a pequena Marta, veio correndo. Parece que ela tinha—tinha razão de ter dito algo contra Ele. “Por quê Tu não vieste ao encontro de meu irmão? Veja o que fizemos por Ti, e Tu nos abandonaste.” Bem, se ela tivesse dito isso, a história jamais teria terminado como terminou. Não, senhor. É o modo como você aborda um dom divino de Deus. Se Deus envia um dom, você tem que abordá-lo da maneira correta. Se você espera alguma vez conseguir algo disso, você tem que abordá-lo da maneira correta. E Marta sabia disso. Provavelmente ela tinha lido sobre a sunamita e seu bebê. E ela… Se aquela sunamita sabia que Deus estava em Elias, quanto mais estava Ele em Jesus? Sem dúvida.

115 Assim, ela chegou com a abordagem correta. Ela correu e caiu aos Seus pés. Eu gosto disso! Caiu aos Seus pés e disse: “Senhor…” Esse é Seu título correto. Isso é o que Ele era. Ele era o Senhor dela. “Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.”

116 Oh, que coisa. Oh, eu posso imaginar ver Seu grande coração enquanto Ele olhava para aquela bela mulher, as lágrimas correndo pela face. Disse: “Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.” Vejam o que ela disse. “Mas mesmo agora, Senhor, embora ele esteja morto, embora os vermes da pele estejam rastejando por seu corpo, mesmo agora, Senhor, o que quer que Tu pedires a Deus, Deus o dará a Ti.”

117 Oh, esse é o segredo. Você poderia dizer: “Eu passei por cada hospital. O médico diz que vou morrer, mas mesmo agora, Senhor… Estou todo incapacitado pela artrite, não posso me mover, mas mesmo agora, Senhor…”

118 Aquele pequeno bebê estava com hidrocefalia, desse tamanho, a noite passada. Não há nada que se possa fazer. Isso iria aumentando e rebentar sua cabecinha e morreria, “Mas mesmo agora, Senhor…” Ele ainda é o mesmo Deus. Ele ainda é o mesmo Senhor. “Mesmo agora, Senhor…” E Ele está assentado à destra do Deus Todo Poderoso, fazendo intercessão baseado nas coisas que reivindicamos que Ele fez por nós.

119 Agora, realmente me sinto religioso. Certamente que sim. Vocês me chamarão de santo rolador de qualquer modo, então melhor começar já, e acabar logo com isso.

120 Desse modo, sim, senhor: “Mesmo agora, Senhor, seja o que pedires a Deus, Deus o fará.”

121 “Se pedirdes ao Pai qualquer coisa em Meu Nome, Eu o farei,” disse Jesus.

122 “Mesmo agora, Senhor, o que quer que pedires, Deus o dará a Ti.” Oh, isso deve ter sensibilizado Seu grande coração.

123 Ele disse: “Teu irmão viverá outra vez.”

124 Ela disse: “Sim, Senhor. Ele viverá. Ele era um bom rapaz. Ele virá na ressurreição geral no último dia.” Os judeus criam na ressurreição geral. “Ele virá na ressurreição dos últimos dias.”

125 Olhe para Ele. Ele Se recompôs. Ele disse: “Eu sou a Ressurreição e a Vida.” Oh, que coisa. Jamais houve um homem que pudesse dizer isso antes. E jamais haverá outro depois que possa dizer. Ele é o Único que pode dizer. “Eu sou a Ressurreição e a Vida,” diz o Senhor. “Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive, e crê em Mim, nunca morrerá. Crês tu isto?”

126 Ela disse: “Sim, Senhor.” Oh, ela sabia que algo estava para acontecer. Tem que estar.

127 Quando a fé de um coração honesto se encontra com Deus, as engrenagens simplesmente se ajuntam desse modo. Algo tem que acontecer. Eu desafio esta audiência esta noite, em Nome de Jesus Cristo, deixe sua fé conectar-se com Deus dessa maneira, em alguns minutos nós teremos outro Pentecostes. Haverá um reavivamento de tal modo nesta cidade, que não teria policiais o suficiente no país para mantê-los quietos. Isso é certo. Haverá um verdadeiro reavivamento. “Mesmo agora, Senhor…”

128 “Bem, Senhor, nos desviamos disto, fizemos isto e aquilo.” Não me importa o que você fez; “Mesmo agora, Senhor…” Ele está esperando que você chame por Ele. Ele… “Crês tu isto?” Seguramente. Sim, senhor. Mesmo agora, seja o que pedires a Ele…

129 “Onde vocês o colocaram?” Agora, Ele desce até o túmulo. Ele era homem o suficiente para chorar, Ele era Deus o bastante para ressuscitar os mortos.

130 Aqui algum tempo atrás, uma mulher que pertence a certo grupo de pessoas… eu nunca fiz disso um hábito, o falar das denominações. Mas esta mulher… Eles não creem que Jesus era divino. Eles diziam que Ele foi apenas um profeta. Agora, Ele era… Se Ele era apenas um profeta, nós estamos todos em pecado. Ou Ele era Deus, nada menos que Deus, ou o maior enganador que o mundo já teve. Isso é certo. Ele foi mais do que um homem. Ela disse: “Ele não era divino.”

131 Há tanto disso nesse evangelho social de hoje, tentando fazer de Jesus Cristo um profeta. Ora, Ele era o Deus dos profetas. Certamente Ele era.

132 Ela disse: “Eu provarei a você em sua Bíblia que ‘Ele era apenas um homem.’”

133 Eu disse: “Prove.”

134 E ela disse: “Quando Ele foi ao túmulo de Lázaro, a Bíblia diz: ‘Ele chorou.’ Ele tinha de ser mortal ou Ele não poderia chorar.”

135 Eu disse: “Senhora, essa é a sua Escritura?” Não tenho a intenção de cometer sacrilégio ao dizer isto, mas eu lhes direi o que eu disse a ela.

136 Ela disse: “É essa.”

137 Eu disse: “Essa afirmação é mais fraca do que a sopa feita da sombra de uma galinha que morreu de fome.” E disse: “Bem, você—você não tem coisa alguma em que se firmar.”

138 Ela disse: “Ora, Ele chorou. Isso mostrou que Ele era mortal.”

139 Eu disse: “Ele era tanto mortal como imortal. Ele era Deus em carne.”

140 Ela disse: “Oh, absurdo.”

141 Eu disse: “Ele foi ao túmulo chorando. Isso é verdade, mas quando Ele endireitou Seu pequeno corpo…” A Bíblia diz: “Não havia muito o que ver Nele, nenhuma beleza para que O desejássemos.” Mas quando Ele endireitou as costas e disse: “Lázaro, sai para fora,” um homem que tinha estado morto por quatro dias e apodrecido no túmulo, ele saiu para fora. Aquele era mais do que um homem. Mostre-me qual homem pode fazer isso. O que foi isso? A decomposição conhecia seu Mestre. A vida conhecia seu Criador. Algo tinha que acontecer. Ele falou e um homem que estava morto e no túmulo por quatro dias, ressuscitou, e se colocou de pé, e viveu. Aleluia! Aquilo era Deus em Seu Filho. Sim, senhor. Aquele era Deus dando-Se a conhecer através Dele, Seu Filho. Aquele era Deus falando, não um homem.

142 Ele foi um homem quando olhou em volta daquela árvore aquele dia procurando algo para comer. Aquele foi um homem. Mas quando tomou cinco pães e dois peixes e alimentou cinco mil, aquilo foi mais do que um homem. Aquele foi Deus os alimentando ali. Ele foi mais do que um profeta, mais do que um homem, ele foi um Deus-Homem. Seguramente.

143 Ele deitou-Se atrás daquele pequeno barco aquela noite, e o mar rugindo e batendo como uma rolha de garrafa em meio aquele poderoso mar, quando dez mil demônios do mar juraram que O afogariam naquela noite. Ele foi um homem, fraco e cansado de tanto orar pelos doentes, deitado ali atrás, e o vento nem mesmo O incomodava. Ele foi um homem quando estava dormindo, mas quando acordou, pôs Seu pé sobre a corda do barco, olhou para cima e disse: “Paz, aquieta-te,” e os ventos e as ondas O obedeceram, aquele foi mais do que um homem. Aquele era Deus no homem, dando-Se a conhecer. Isso mesmo.

144 Foi o homem ali na cruz quando clamou por misericórdia. Quando clamou e disse: “Tenho sede”, aquele foi o homem. Quando Ele morreu, foi o homem, mas na manhã da Páscoa quando quebrou os selos da morte, do inferno e da sepultura, e ressuscitou, foi mais do que o homem: foi Deus manifestado. Não é de se admirar que o poeta disse:

Vivendo, Ele me amou; morrendo, me salvou,
Sepultado, carregou para longe os meus pecados,
Ressuscitado, justificou-me de graça para sempre:
Algum dia Ele virá—Oh, que dia glorioso!

145 Ele disse: “Porque Eu vivo, vós também vivereis. Crês tu isto?” Ele é o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Crês tu isto? Eu creio que o Espírito Santo está bem aqui agora. Crês tu isto? Eu creio que Ele vai nos encher com Sua Presença. Crês tu isto? Eu creio que o Espírito Santo quer derramar Sua Presença, curar todos os doentes, fazer com que todas as pessoas que não receberam o Espírito Santo sejam cheias Dele. Crês tu isto? Você crê de todo o coração? Vamos ficar de pé e dar louvor a Ele. Eu creio que Ele cairá agora mesmo sobre nós.

146 Ó Senhor Deus, Criador dos céus e da terra, Autor da Vida Eterna, Doador de toda boa dádiva, nós “cremos nisto,” Senhor. Cremos que és Tu aqui na reunião. Cremos que és Tu que estás abençoando nossas almas. Cremos que estás derramando Teu Espírito sobre nós. Cremos que és o mesmo ontem, hoje, e eternamente. Cremos que estás vivo para todo o sempre e nossos nomes estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro. Todos os céus e a terra passarão, mas nós viveremos para sempre, porque Tu vives para sempre. Senhor, Tu nos prometeste isso. Nós cremos nisso de todo o coração. Com tudo que está em nós, nós cremos, Senhor. Eu O amo, eu O amo.

147 Você crê Nele? Eu creio que isso é o Espírito Santo. Há Algo caindo sobre nós. Crês tu isto? Eu creio que Ele quer curar cada pessoa agora mesmo. Crês tu isto? Levantem as mãos para Ele. Fiquem de pé. Crês tu isto? O Espírito Santo está aqui. Este é Aquele! Pedro disse: “Este é Aquele.” É Ele, o Espírito Santo.

148 Ó Senhor, Criador dos céus e da terra, envia Teu poder, e Tuas bênçãos, e Tua bondade sobre este povo, e abençoa seus corações e deixa-os ver que o Filho do homem está vivo para todo o sempre. Concede, ó Senhor. Nós os apresentamos a Ti, em Nome de Jesus Cristo, o Filho de Deus.

149 Qualquer pessoa que não tem o Espírito Santo, levante as mãos e louve a Deus. Eu creio que Ele cairá sobre você. Alguém coloque as mãos sobre eles. Esta é a hora. Por que esperarmos mais? Este é o momento. Este é o momento dos pentecostais, de voltarem a Deus. Acertem-se com Deus, pentecostais! Agitem seu coração pelo poder do Deus vivo. Deixem Seu Espírito vir e entrar em vocês, impregnando suas almas. Ele está aqui noite após noite, aqui para curar os doentes, dar vista aos cegos, através de Seu grande e poderoso poder Ele prova ser sempre o mesmo. Aleluia!

150 Louve-O. Levante as mãos. Esqueça-se de onde está agora, apenas saiba que está perto Dele, e Sua bondade, e Sua glória, e Seu poder, e Sua misericórdia dura para sempre. Ele é o mesmo para sempre. Bendito seja o Nome do Senhor. Aleluia! Oh, louvado seja Seu Santo Nome.

151 Oh, quão maravilhoso, quão poderoso Ele é. Quantos gostariam de consagrar a vida a Deus agora, outra vez? Levantem as mãos. Quantos gostariam de consagrar a vida a Deus? Isso mesmo. Levantem as mãos. Vejamos os pentecostais. Vejamos o povo de Deus. Levantarei minha mão. “Senhor, eis-me aqui. Envia-me.” Toma um Anjo então com as brasas do altar e envia Teu poder sobre nós, Senhor. Deus, concede isso na plenitude do Teu Espírito, ó Pai. Ouve nossa oração, ó Senhor. Ouve nossa oração, como filhos crentes que se põem de pé. Louvado seja o Seu Nome.

152 Oh, como ondas de glória caindo, oh, as gotas do orvalho da misericórdia. Oh, louvado seja Deus. Possam nossas almas esperar. Crês tu isto? Crês tu isto? Este é o Espírito Santo que vem. Isto é aquela força invisível que nos conduz ao Reino de Deus, as bênçãos do Pentecostes. Voltem para casa. Esperam vocês em casa. Vocês são pessoas preciosas. Deus quer que vocês se consagrem. Mulheres, limpem-se. Homens, limpem-se. Vamos começar a voltar para Deus e servir a Deus com um coração verdadeiramente limpo.

153 Louvai a Deus, o Espírito Santo está na reunião. Somente façam o que se sentirem guiados a fazer. Somente deixem o Espírito Santo mover-Se em vocês. Não há nada que eu possa dizer. Simplesmente não sei o que dizer agora. O Espírito Santo está em toda parte no prédio. Bendito seja o Nome do Senhor. Louvado seja o Senhor. Oh, aleluia! Aleluia! Louvado seja o Senhor. Louvai ao Senhor. Que maravilhoso, que glorioso… quão belo, quão maravilhoso é o louvor dos santos de Deus sobre suas faces, sobre a Presença do Espírito Santo aqui movendo e nos mostrando Sua glória nesta grande multidão em comum acordo, louvando Seu Nome.

154 Vire-se e aperte a mão de alguém, diga: “Louva ao Senhor, irmão. Louva ao Senhor, irmã.” Vamos entrar nisto e deixar Deus nos agitar. Louvai ao Senhor. Isso mesmo. Todos vocês, metodistas, e batistas, e presbiterianos, e pentecostais, e adventistas do sétimo dia, e seja o que forem, apertem a mão uns dos outros na Presença do Senhor Deus. É isso. Oh, aleluia! Aleluia! Aleluia! Oh, estou tão contente por ser um dos tais. Estou tão contente. Oh, derrubando as paredes, jogando fora as impurezas. Glória! Liberdade no Senhor, louvando Seu Santo Nome… Bendito seja o Nome do Senhor. Oh, aleluia! Louvado seja Deus.

155 Oh, gosto demais de ver isso, as pessoas apertando a mão umas das outras e com o rosto alegre. O poder de Deus dizendo: “É isso. É isso, somos filhos de Deus. Somos todos uma grandíssima igreja, uma grandíssima pessoa em Jesus Cristo, Sua Noiva, a Gloriosa.” A Vinda do Senhor está se aproximando. Seu povo está se ajuntando e amando-se… com amor e o poder de Sua Presença. Oh, isto é como o Céu. Oh, isto é bom. Amém. Oh, quão glorioso, quão maravilhoso: simplesmente adorar o Senhor em Espírito e em poder. Que tempo. (Isso foi para parar; começamos.)

156 Simplesmente não há… eu disse aos irmãos: “Irmãos, não há lugar para parar.” Não há lugar aqui que… Nós nem começamos, desse modo não paramos. Somente—simplesmente maravilhoso… Quantos se sentem realmente bem? Simplesmente a Presença do Senhor, oh, que coisa, é maravilhosa, a Presença do Senhor aqui.

157 Agora, a Presença do Senhor está aqui para curar os doentes, fazer as pessoas ficarem sãs. Apenas creia Nele. Você crê Nele? Se pudermos crer Nele, tudo é possível. Você crê nisso? Você crê que essa é a Presença do Senhor?

158 Agora, enquanto vocês… Deem-me apenas um momento, apenas um momento agora, e ouçam só por um momento. Deixem-me provar a você que isso é o Espírito Santo aqui. Deixem-me mostrar-lhes que o Espírito Santo, o Mesmo que fala, o Mesmo que faz estas coisas, sabe disso. Quantos que estão aqui agora, que entraram aqui doentes? Vejamos suas mãos. Aqueles que tinham uma doença… Há pessoas…

159 Há um homem de pé ali. O senhor crê? Não há cartões de oração, mas crê que Deus pode curar? Crê que Ele pode me contar o seu problema? É no seu lado. O senhor vai operar. Isso mesmo. Seu nome é Sr. Cartwright. Isso mesmo. É isso? Acene com a mão. Muito bem. Vá para casa e sare, o senhor não vai precisar disso. O senhor crê?

160 Aquele homem segurando o bebê nos braços, você crê que sou servo de Deus? Você crê que isto é o Espírito Santo? Eu não o conheço, está certo? Jamais o vi na vida, somos desconhecidos. Você crê que o Espírito Santo pode me dizer qual é o problema desse bebê? Está com brotoeja. Isso mesmo. Não é isso mesmo? Certamente. Você não é daqui. Não. Você tem um problema no estômago, você está sofrendo, você mesmo. Isso mesmo, não é? Você é de Kansas City. Muito bem. Volte, Jesus Cristo o cura. Aleluia! Você crê. Vocês creem de todo o coração?

161 Aqui está o Anjo do Senhor, pairado sobre esta pequena—pequenina mulher, amável senhora de idade, sentada bem aqui, sofrendo de hérnia. A senhora crê que Deus a curará dessa hérnia, irmã? A senhora, com a pequena flor vermelha em seu chapéu, levante a mão. Muito bem. Vá para casa e fique boa. Amém. Oh, isso é Deus, é Cristo, o Filho de Deus. Ele ressuscitou dos mortos. Ele está aqui.

162 Agora, coloquem as mãos uns sobre os outros e ofereçam um bom período de oração, cada um de vocês, enquanto peço a alguém que venha aqui. Venha aqui, irmão. Enquanto vocês estão com as mãos uns sobre os outros para mostrar que Deus cura também, estou com o irmão aqui para orar também. (Continue. Muito bem.) Louvado seja o Senhor Deus.


CRÊS TU ISTO? POR60-0402
(Believest Thou This?)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham no dia 2 de abril de 1960, sábado, no Auditório Municipal em Tulsa, Oklahoma, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na íntegra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída por Gravações “A Voz de Deus”.

PORTUGUESE
©2018 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

GRAVAÇÕES “A VOZ DE DEUS”
P.O. BOX 950, JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 E.U.A.
www.branham.org