JOSÉ ENCONTRANDO SEUS IRMÃOS
30 de dezembro de 1956
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 . . .com voz suficiente para falar um pouquinho. E eu tive uma dor de garganta por algum tempo. E – e, nesta manhã, eu apanhei um terrível resfriado; parece, simplesmente, todas as vezes que eu desço, de algum modo, diretamente neste vale. Ontem eu estava falando com alguns dos irmãos quando estávamos lá em cima no topo dos montes em New Albany, e olhei para baixo neste lado. Eu disse: “Esta é a razão, bem ali.” É apenas uma névoa pairando por aqui, e, como uma fumaça sobre toda a cidade. E tão logo que entro nestas proximidades, logo que chego aqui, isto surte efeito, vejam, novamente, tão logo que chego. Oh, tenho que carregar uma barraca comigo e subir ao topo da colina, em algum lugar, e acampar. Porque, afinal de contas, somos peregrinos e estrangeiros, de qualquer forma, não somos? “Buscando uma cidade cujo artífice e construtor é Deus.” Isto é o que amamos. Agora temos algum. . .
2 Antes do culto, nesta manhã, e antes do ensinamento da escola dominical, temos uma – uma apresentação de bebês. E o meu irmão tem um pequenino e ele deseja dedicá-lo ao Senhor; meu irmão, na carne. E talvez, alguma outra mãe ou pai aqui tenha algum pequenino para ser dedicado. Agora, muitas vezes, na Bíblia. . .
3 E tivemos várias divisões nas igrejas por causa das diferentes teorias sobre o batismo infantil, e assim por diante. E, agora, há aqueles que os levam, e os aspergem como um batismo infantil, isto depende da forma que você deseja dedicá-lo. Mas, toda coisa se transforma em uma, a dedicação ao Senhor. Vêem? Agora…
4 Porque, o bebê, em relação ao pecado, não tem nenhum. Jesus morreu para tirar os pecados do mundo. E o bebê não cometeu nenhum pecado, só era… É um pecador. Nasceu em pecado. Mas quando Cristo morreu no Calvário, ele tirou os pecados do mundo, e o bebê não é responsável até que tenha a idade da responsabilidade. E qualquer bebezinho, não importa quão pecadores os pais sejam, tão logo que ele morre, ele vai diretamente para os braços de Cristo, vejam, porque Ele pagou o preço. Não importa se é um bebê nascido em pecado, e através do adultério ou seja o que for, isto não faz nenhuma diferença, aquele está salvo com Cristo porque Ele morreu para tirar os pecados do mundo. E quando – quando ele alcança uma idade suficiente, que comete um pecado pessoal, então ele tem que se arrepender pelo que ele tem feito. Mas ele não possui nenhum pecado pessoal até que tenha idade suficiente para cometer pecado, para saber o que é certo e errado. Mas, agora, sempre tentamos permanecer tão próximos a Bíblia a respeito destas coisas, quanto sabemos.
5 Agora, não existe nenhuma Escritura na Bíblia, para a aspersão de bebês. A única coisa que encontramos… ou, nenhum batismo infantil na Bíblia, em nenhuma forma. O único lugar que podemos encontrar, que está escrito aqui nas Escrituras, que Je… “Eles trouxeram até Jesus criancinhas, e Ele as tomou nos Seus braços e as abençoou, e disse: ‘deixai vir a mim as criancinhas, e não as embaraceis, porque das tais é do Reino do Céu.’”
6 Agora, que, agora, como Ele foi para Deus, e está assentado à destra, hoje, em Seu corpo físico, e no Trono de Deus. E Ele comissionou a Sua Igreja para ir a todo o mundo e continuar as obras que Ele começou aqui quando Ele estava aqui na terra, isto é, pregação do Evangelho, cura do enfermo, e dedicação dos filhos, e assim sucessivamente. Portanto, aos familiares é pedido que tragam seus pequenininhos ao Senhor, entregando-os ao seu pastor, em seus braços. E ele os levanta, pela fé, a Cristo, e roga a Cristo que os abençoe.
7 E então, se você tem um pequenino que – que você não o dedicou ao Senhor, e você gostaria de trazê-lo enquanto nossa irmã toca no piano, Traga-os Para Dentro, e podemos cantá-lo. Quantos conhecem o velho hino: Traga-os Para Dentro? E isto é ótimo. Agora, o Sr. e a Sra. Henry Branham trarão a sua pequenina. E se qualquer um dos outros que têm um e gostaria de trazê-lo, bem, traga-o imediatamente agora para a dedicação. Correto.
Traga-os, traga-os,
Traga-os dos campos do pecado;
Traga-os, traga-os, . . .?. . .
8 Eu quero lhes mostrar outra pequena Branham, a pequena Mary Ella Branham. É a filha do meu irmão e de sua amada esposa. Pois, eles vêm até aqui na frente nesta manhã, na igreja, para oferecer a pequenina vida, de volta a Deus, Quem a deu a eles.
Agora vamos inclinar nossas cabeças só um momento.
9 Nosso bondoso Pai Celestial, aqui de pé na minha frente está hoje, meu próprio irmão na carne, e sua noiva, a sua esposa. E Tu tens abençoado o lar deles com esta pequena Mary Ella, para lhes dar alegria nos dias que virão. Eu Te agradeço por eles terem lembrado de onde vêm o bebê, e por eles trazê-la hoje à igreja, para que possam apresentá-la de volta a Ti. E eu agora entrego o bebê a Ti, nos braços da fé, e Te peço para abençoar a pequenina que estou segurando. E que ela possa viver e crescer. E se Jesus tardar, que ela possa ser Tua serva, para Te servir.
10 Abençoe o seu pai e mãe. E, Deus, conceda que o Teu Espírito Santo os guie através da viagem da vida. E um dia, quando esta peregrinação terrestre cessar, que toda a grande família esteja reunida na glória. Conceda-o, Senhor. Até aquele tempo, que a criança possa crescer e ser abençoada por Deus, que tenha saúde e que seja forte, e que seja um exemplo às mulheres em geral nos dias que virão. E daremos louvor a Ti. Pois apresentamos o bebê a Ti agora, no Nome de Jesus Cristo, Teu filho. Amém.
11 E eu a devolvo. Deus te abençoe. O Senhor te abençoe. Correto.
Lembranças preciosas, como duram,
Enviadas de algum lugar para minha alma;
Como elas permanecem, sempre perto de mim,
Preciosa, sagrada cena revelada.
12 Como louvamos a nosso querido Senhor por todos pequenininhos! Você sabe, simplesmente parece estranho como fomos uma vez pequenininhos assim. E há algo a respeito do bebê que é altruísta, magnânimo e tão afável. Mesmo o nosso Senhor os comparou, e disse: “A não ser que você se converta e seja como um destes pequenininhos”, tão fácil.
13 Eu observo meu pequeno José, como ele está exatamente na idade de fazer tudo, e a mãe simplesmente tem que corrigi-lo. E ele joga o abajur, ou seja lá o que for, só para ouvir aquilo cair no chão. E então se acontece dele apanhar de sua mãe, ou algo, ele sobe imediatamente em seus braços e coloca os braços ao seu redor assim.
14 Temos que ser perdoados, uns pelos outros, como estas criancinhas, para entrarmos no Reino.
15 Agora, agradecemos a Deus por este bebezinho, a pequena Mary Ella Branham. E que ela possa viver, crescer e prosperar e que seja uma serva do Senhor. E que o lar que ela for criada seja um lar cristão, e que ela possa crescer na apreciação de Cristo. E agora estamos…
Obrigado, irmã Gertie.
16 E agora as crianças tomem seus lugares no cômodo para as classes da escola dominical.
17 E o pastor tem – tem os anúncios de onde serão os cultos hoje, e amanhã, amanhã à noite. Nesta tarde, eles… até onde eu sei, não há nenhum culto, a não ser que haja alguns nas pequenas missões de Louisville, com as quais estamos familiarizados, o nosso irmão Durban e muitos outros. Eu acho que eles têm um culto domingo à tarde.
18 Eu recebi muitos telefonemas. Muitas pessoas estão nos tribunais, e outros lugares, para receberem oração, que estão enfermas e aflitas.
19 Meus próximos cultos serão em Cleveland, Tennessee, começando na próxima sexta à noite, de sexta a domingo.
20 E então voltaremos direto para casa, e iremos a South Bend, Indiana, e para duas noites ali com a dedicação do tempo; o irmão R.E.S. Thoms lá de Saskatoon, Saskatchewan.
21 E então, dali, iremos para Sturgis, Michigan, para duas noites de culto em Sturgis, Michigan.
22 E então iremos para Lima, Ohio, para o povo batista, no Auditório Memorial em – em Lima, Ohio. Que começa no dia vinte e três de janeiro, até o dia vinte e sete.
23 E então, dali, iremos para a Costa Oeste então, para as grandes reuniões na Califórnia e no Arizona. Orem por nós. Amanhã…
24 Nesta noite, às sete e trinta, será o culto evangelístico aqui no Tabernáculo, e todos estão convidados.
25 E amanhã à noite, eu tenho que… Eu vou falar para o irmão Caubles, na – no seu culto de vigília da meia noite. Eu… minha parte começa às nove, até mais ou menos às nove e meia.
26 Então retornarei no Tabernáculo aqui, onde a reunião já estará acontecendo, com pastores visitantes e ministros que estarão aqui, para ter uma porção no culto de amanhã à noite. Se vocês quiserem ouvir os pastores falando e expressando seus modos, lhes dizendo como começar o ano novo, e o que fazer, ora, nos pontos de vista escriturísticos, então, tenha certeza de estar aqui amanhã à noite. Os cultos começarão às sete e trinta, como sempre, às sete e trinta. E continuará até a meia-noite, domingo à noite, e então… ou, melhor dizendo, segunda-feira à noite. Então, após as nove horas, depois que eu terminar no irmão Caubles, eu voltarei imediatamente para o Tabernáculo aqui. Para começar, e talvez, terminar o sermão que eu gostaria de começar nesta manhã. Ou, eu… caso me tome muito tempo.
27 Sou lento, vocês sabem, mas eu gosto, para que isto penetre como uma espécie de alicerce. Então, não há necessidade de espalhar isto em qualquer lugar. Eu quero colocar isto ali, e que cresça e prospere para o Senhor.
28 Agora, há um – um ministro aqui nesta manhã, um jovem ministro que está, eu suponho, no Hotel Bel Air. Tenho que vê-lo por volta das duas ou três, nesta tarde. E, ou, ele já está aqui? Como, me esqueci qual é o nome do irmão. Ele está vindo lá do Tenesse. Ele foi curado de um problema nas costas, na minha reunião, e entrou no ministério. Este irmão, ali. Correto. Isto é ótimo. Que… Que é de… foi há dois a três anos, foi? Eu… [um irmão diz, “três.” – Ed.] Três; três a quatro. Correto.
29 E então há outro ministro, eu não sei se ele já chegou ou não. Ele é lá de cima, da Columbia Britânica do Norte. Um dia, quando eu estava tentando afivelar alguns cestos de vime em alguns cavalos, eu creio, ou algo; eu estava com a barba mais ou menos deste tamanho, estava de volta de uma viagem de caça; há muitos anos atrás. Um homem se aproximou e disse, você é o irmão Branham?”
30 Eu encontrei uma jovem numa loja, disse que nunca tinha visto uma… ou – ou nunca tinha visto a cidade, uma grande cidade. E eu acho que ela vivia a quatrocentas ou quinhentas milhas de uma cidade, talvez mais do que aquilo, centenas de milhas em uma estrada de superfície difícil, numa cidadezinha chamada East Pines. Eu acho que só há um armazém ali. Bem lá atrás, este casal subia.
31 E eles estão a caminho de Cuba. Eu gostaria de saber se eles estão aqui nesta manhã, sim, da Columbia Britânica do Norte? Bem aqui. Bem, abençoado seja, irmão. Estamos felizes em tê-lo juntamente com sua esposa, missionários, viajando. Me telefonaram nesta manhã, de – do Hotel Star. O Senhor te abençoe. Eu sei que todos nossos irmãos estarão felizes em estreitar suas mãos. E um homem que , através de uma foto, pôde me reconhecer com toda aquela barba, tem um bom discernimento. [O irmão Branham e a congregação riem – Ed.] Muito bom.
32 E eles foram tão corajosos, bem lá em cima onde não existe ninguém, é difícil, lá em cima no East Pines. E seria, é difícil dizer como há poucas pessoas ali naquela região, mas, não obstante, eles estavam ali em cima como missionários, tentando fazer algo para a glória de Deus. Eu com certeza os aprecio com todo o meu coração. Eu sei que todos vocês gostariam de apertar suas mãos e ouvirem a respeito do grande estado do noroeste. E, agora, então o…
33 Eu acho que a mãe da Sra. Roberson continua muito enferma. Eu tenho que vê-la nesta tarde, e lembrarei de orar por ela. Aquilo será… E então, o Senhor permitindo, estarei aqui de volta novamente às sete e trinta nesta noite. Eu acho que o McSpaddin’s lá atrás, jantaremos com eles por volta das seis horas, e nos dará tempo para voltarmos.
34 E então queremos visitar a Sra. Burns. O irmão Burns está aqui, nesta manhã? Ele está aqui? Sim. Eu não te vi, irmão Burns, assentado. A irmã Burns está muito doente, muito doente.
35 Fui ali outra noite, para vê-la, e ela estava muito doente. E ela é uma alma corajosa. E queremos que cada um constantemente segure em Deus, porque, expressando isto desta maneira, precisará de um milagre de Deus, para trazer a irmã Burns de volta a igreja novamente. Correto.
36 Quando, seu amado esposo simplesmente deixou o hospital ali em cima, no hospital Veterano, com câncer, condenado a morrer, e Deus o curou. E aqui está ele, de volta à igreja, e com uma saúde muito boa novamente, como poderia se esperar num tempo como este. E quando o Senhor o curou de uma grande dilatação no baço, com câncer, a mesma coisa, há anos e anos atrás.
37 E me recordo na própria época, enquanto o irmão Woods estava assentado ali. Eu estava numas pequenas férias. Estávamos fora no mato, caçando esquilos, e algo me disse: “Vá para casa.” Eu fui para casa. E porquê eu tinha que ir a Louisville, eu nunca saberei. E o irmão Woods, foi criado nos arredores de Louisville, dirigindo ao redor e ao redor da quadra errada, tentando me alcançar. E Deus estava me segurando em uma esquina, esperando a irmã Burns vir me dizer. E foi ela, aquela mulher corajosa, que veio e me disse que o seu marido estava morrendo ali no hospital, quando fomos ali e oramos.
38 E ela desceu, e tirou aquela foto, que o Senhor tirou a sua foto, a Coluna de fogo… todos vocês já viram isto, eu suponho. A colocou no chão. E ela disse, “Querido Deus do Céu”, disse ela, “ajuda-me encontrar o irmão Branham logo. Eu devo fazê-lo”. E ela disse, “Anjo de Deus, guia-me até ele.” É isto que é necessário. E ela levantou, e foi até o centro, para pagar um talão no serviço público, e foi estranhamente guiada até a outra esquina. E Deus tinha me mandado lá do mato, para Louisville, e me segurou em uma esquina por meia hora, observando o irmão Woods dar voltas na quadra errada o tempo todo ali em cima, tentando me apanhar. Vêem?
39 Agora, sabemos que Deus sabe onde sua filhinha está deitada ali, e ele pode estar esperando que você faça a oração da fé. Faremos tudo que pudermos.
40 Outra coisa que queremos dizer nesta manhã, não somente com a cabeça inclinada, mas os corações, uns dos homens mais leais que eu… um deles, que eu já encontrei na minha vida, é o nosso irmão Higginbotham. Seu… Nossa amada irmã partiu para estar com o Senhor Jesus. Uma corajosa guerreira de Deus; quantas vezes eu a vi vindo ao altar! Seu desejo era, sempre, chegar nesta fila de oração, onde o Espírito Santo lhe dissesse qual era o problema. Ela almejava isto. E quantas vezes ela andou por esta plataforma aqui, tentando descobrir se o discernimento – viria. E em outras reuniões e lugares diferentes ela tentou, mas isto simplesmente não vinha, de modo algum.
41 Então, há poucas semanas atrás, andando no hospital ali embaixo, quando ouvi que ela estava doente, e já era tarde da noite. E quando entrei no hospital e me assentei ao seu lado, ali o Espírito Santo desceu; e entrou diretamente na vida e trouxe tudo à tona, e apontou exatamente onde estava o problema. Mas, o estranho foi, a irmã Higginbotham nem mesmo desejava ficar aqui por muito tempo. Ela queria partir. Havia algo lhe chamando. Ela respondeu àquele chamado outro dia para ir estar com Deus. E eu sempre lembrarei daquilo. Sim. [Espaço vazio na fita – Ed.]
42 Não é de se admirar que sintamos mal quando entramos na cidade; é o Evangelho rejeitado. E este é o problema. E ela está condenada. A inundação de 37 não será nada, até que isto termine. Mas, sim, está absolutamente condenada. E esta é a razão pela qual a escritura está na parede.
43 E, agora, é muito ruim. E somos donos da propriedade, das coisas ao longo daqui, mas eu ouvi outro dia que um de nossos irmãos recebeu uma multa por estacionar no canto do lote da igreja ali. Que vergonha! Eu pagarei aquela multa se você simplesmente me fizer saber o que aconteceu. Isto é uma pena. Sim, senhor. Bem, nós, isto, eu acho se o… Eu acho que continuamos proprietários daquilo. Pelo menos, é o que reza na escritura. Estacionem neste aqui, e talvez você não receberá multa ali. Mas estou feliz por estarmos destinados a um lugar onde eles dão multas. Não estão? Correto. Maravilhoso. Sim, de fato. Agora, Eu não…
44 Eu simplesmente vou tentar falar um pouquinho, nesta manhã, porque estou um tanto resfriado, e fiquei acordado. E – e eu quero extrair um assunto do Velho Testamento, e simplesmente ensinar por um tempo, o Senhor permitindo. E então talvez, nesta noite, se eu voltar, o Senhor permitindo, voltarei em tempo, e não tão exausto.
45 Oh, eu estava pensando, também. O irmão Kelly está assentado aqui, e a irmã Kelly, subiu, bem na… Você venha o mais rápido que puder, após o jantar, porque estou simplesmente impelido nesta tarde, com um monte de coisas, irmão Kelly. Eu recordo de outra noite, ali em cima, eu ia telefonar quando todos vocês chegaram. Correto. [Uma irmã diz, lá da congregação, “Você virá, irmão Branham?” – Ed.] Agora, isto – tudo bem, irmã.
46 Agora, então, orem por mim, e orem por… Minhas decisões, do Senhor, será – será para Ele, o melhor que posso.
47 Agora, queremos abrir no velho livro, no antigo, no último… O primeiro Livro, Gênesis 35, e gostaríamos de ler só uma pequena porção das Escrituras aqui, tiradas do Livro de Gênesis. E oramos para que Deus ricamente acrescente Suas bênçãos como um alicerce de algo que desejamos ensinar.
48 E quantos gostam da escola dominical? Oh, isto é um… Quantos sabem onde isto primeiro se originou? Eu não vejo nenhuma mão. É como que… Quantos sabem como ela primeiro foi chamada? Onde está minha esposa? Ela deve saber isto. Correto. Era…
49 [O irmão Neville diz: “Irmão Branham?” – Ed.] Sim? [“Mission – … outro missionário aqui nesta manhã.”] Outro missionário. Deus te abençoe. [“Irmão Naber.”] Irmão quem? [“Irmão Naber.”] Irmão Naber, onde ele está? Poderia levantar a sua mão, irmão Naber? Deus te abençoe irmão. Esta que está contigo é a tua esposa? Isto é muito bom. Estamos felizes em tê-lo juntamente com sua família aqui conosco nesta manhã. Você sabe que você está na vontade de Deus – Vêem? Você tem que estar, quando você é um missionário, veja você. Porque, a ordenança principal é: “Ide a todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.”
50 Um homem que é um missionário! Agora, eu não – eu não me importo muito… Missionário é uma palavra muito boa, mas eu tenho uma palavra melhor para isto. Você é um apóstolo. Vêem? Correto. Agora, o que a palavra apóstolo significa? “Aquele que é enviado.” O que a palavra missionário significa? “Aquele que é enviado.” É a mesma coisa. Então, missionários, profetas, evangelistas, ensinadores, pastores, formam a Igreja. Correto? [A congregação diz: “Amém”. – Ed.] Apóstolos, profetas… Eles chamam. Então, desde que você seja um missionário, ou um apóstolo, você é um enviado de Deus a uma missão, e você sempre está correto. Deus te abençoe, é minha oração.
51 O irmão e a irmã Foss estão a caminho de Cuba, para os campos. Saindo das Regiões geladas do Norte, para as selvas tropicais do Sul, pois este Evangelho deve ser pregado em todo o mundo. Amém. Que mudança!
52 De onde você é, irmão? [O irmão diz, “partindo para Israel, irmão.” Ed.] Indo para Israel.
53 Oh, eu gostaria… Vejam Mabel assentada ali atrás, eu vou chamar minha esposa e Mabel, para cantar para vocês:
Eles vêm do Leste e do Oeste,
Eles vêm das terras longínquas,
Para festejar com o Rei, cear como seu convidado;
Quão abençoados são estes peregrinos!
Olhando Sua face sagrada,
Incandecente com a luz divina;
Benditos participantes da Sua Graça,
Brilham como as gemas da Sua coroa.
54 Não seria isto maravilhoso naquele dia! Amém. O Senhor te abençoe, para Israel; e a você, para o lugar onde estiver indo; são minhas bênçãos a vocês, irmãos, nesta manhã. Amém.
55 Agora, antes de abrirmos a Bíblia… Sabemos que este é o texto, e Deus tem o contexto escrito entre linhas, veja você. Então, podemos apenas ler o texto e deixar Deus nos dar o contexto. Então vamos inclinar nossas cabeças só um momento, para orarmos.
56 Nosso Pai Celestial, no Nome do Senhor Jesus, oramos para que Tu tomes estas palavras que veremos agora, e as quebres bem dentro de nossos corações. E que possamos vir quietos, suaves, humildes e reverentemente à Tua Presença. E que o Espírito Santo tome a Palavra de Deus e alimente cada coração. Inclusive o meu ali, tu o farás, Senhor? Pois eu peço isto no Nome de Cristo. Amém.
57 Correto, leremos apenas um verso ou dois, aqui, para que possamos obter apenas um pequeno fundo. Gênesis é o capítulo da semente, nós sabemos. Correto. Começaremos com o versículo 15.
E achou-o um varão, porque ele andava errado pelo campo, e perguntou-lhe o varão, dizendo: Que procuras?
E ele disse: Procuro meus irmãos; dize-me, peço-te, onde eles apascentam.
E disse aquele varão: Foram-se daqui; porque ouvi-lhes dizer: Vamos a Dotã.
José pois seguiu seus irmãos, e achou-os em Dotã.
E viram-no de longe, e, antes que chegasse a eles, conspiraram contra ele, para o matarem.
E disseram uns aos outros: Eis lá vem o sonhador-mor!
58 E que o Senhor conceda suas bênçãos à sua Palavra. Agora, Gênesis é sempre, para mim. . .
59 Eu lhes disse qual era o capítulo? É em Gênesis. Eu creio, se eu observei, Gênesis 37, e começando com o versículo 15, vocês que anotam. Agora nós… Eu creio que disse 35, há pouco tempo atrás. Eu estava com duas páginas juntas. Eu – eu sinto muito. Eu passei duas páginas juntas. Eu – eu sinto muito. Esta velha pequena Bíblia Scofield, e é um tanto difícil para eu ler, porque já passei dos quarenta, você sabe. E meu. . .
60 Eles me disseram que eu preciso de óculos para leitura. Eu fui e examinaram meus olhos, quando isto aconteceu eu tive que continuar empurrando minha Bíblia para mais distante de mim. E o médico me disse que o meu braço não será o suficientemente comprido, após algum tempo, para trazê-la de volta. E eu tenho que… Disse que eu precisava de óculos para leitura. Examinaram meus olhos, e eles estavam perfeitos, cem por cento. Eu podia ver um cabelo caído no chão, em alguma parte ali, tão fácil. Mas se coloco isto perto de mim … Ele disse, “Quando você ficar. . .” Disse: “O que faz o seu cabelo ficar grisalho?”
Eu disse: “Eu não sei.”
61 Ele disse: “A velhice.” Há-há-há! Ele disse: “Isto é o que há de errado com os olhos das pessoas quando passam dos quarenta. Você, geralmente, seu globo ocular fica achatado. E você simplesmente tem que – que lutar com isto, isto é tudo.” E eu simplesmente continuo afastando isto. E, bem, eu não tenho tempo para ir, mas eu – eu irei um dia, e terei umas – umas leituras para fazer, quando for ensinar mais. Mas agora eu simplesmente leio um texto e sigo em frente. E isto é… Eu possuo esta Bíblia há vários anos, e é realmente, extremamente uma ótima impressão.
62 Agora, em Gênesis, Gênesis significa “O princípio,” o capítulo semente. E recordem, que, tudo que existe hoje, realmente começou em Gênesis. Foi o princípio de todas as coisas. Foi o princípio da – da salvação. Foi o princípio do pecado. Foi o princípio de todos os cultos. Foi o princípio da Igreja verdadeira. Foi o princípio da falsa Igreja. Foi o princípio da justiça. Foi o princípio do engano. Foi o princípio de todas as coisas, começou em Gênesis.
63 Gostaria que pudéssemos passar uns três meses nisto, permanecendo exatamente neste único assunto, e apenas cavá-lo, atando-o com o Espírito Santo, com os laços de Deus, e apenas enrolar isto junto. E observar como cada Palavra simplesmente se encaixa com as outras Palavras. É tão lindo!
64 A Palavra de Deus é tão inspirada! Não importa a idade, o tempo, cada homem que já leu este texto, através do… Foi escrito há muitas centenas, sim, aproximadamente três mil, ou mais, anos. E cada homem que já leu este texto, em cada era, é inspirado por ele, vejam, cada verso da Escritura. Não há nada que possa tomar o seu lugar.
65 Uma escritura que foi feita em outros dias, quando é lida para aquela era e para seu propósito, está determinado. Eu posso escrever uma carta a você e dizer: “Meu querido, amado irmão, hoje eu estive em um determinado lugar e fiz tal e tal coisa, nesta ocasião.” Aquilo vai diretamente para você, e aquilo determina isto. Talvez para uma evidencia no tribunal ou algo, isto poderia ser trazido para uma evidência contra mim ou para mim, para me provar algo, ou provar algo contra mim, mas isto não seria a mensagem direta como seria quando lhe é dada.
66 Mas a Bíblia não é assim. Foi dada para a raça humana, e para todos os tempos e para todas as eras, porque ela é a Palavra de Deus escrita. Vêem? Suas Palavras nunca podem falhar. Elas nunca morrerão, e contanto que haja uma Eternidade, para sempre e sempre, isto sempre terá o mesmo significado, porque uma vez elas vieram dos lábios de Deus. Vêem? Não podem falhar! Apenas pensem nisto, quão eterna é a Palavra de Deus. Elas são Vida.
67 Agora, o que é uma palavra? A palavra é um pensamento expressado. E quando Deus uma vez pensa qualquer coisa, é apenas um pensamento. Mas quando ele é alguma vez expressado, nunca pode ser alterado ou mudado. Aquilo tem que permanecer para sempre.
68 Porque, a Sua Palavra é tão boa o quanto você é. A Palavra de Deus é tão boa quanto Ele o é. Sua palavra é parte de você. Sua promessa é tão boa o quanto você pode ser. E a promessa de Deus é tão boa o quanto Ele pode ser.
69 Agora, sendo um mortal, você pode fazer uma promessa e ter que quebrá-la, porque você é um simples mortal. Eu sou apenas um mortal. Mas, Deus, sendo imortal e infinito e onipotente, onipresente, Ele faz uma afirmação, e Ele conhece o fim desde o princípio, e Ele pode guardar isto.
70 Abraão chamou aquelas coisas que não eram, como se fossem, porque ele estava totalmente persuadido daquilo, que Deus havia prometido, Deus era capaz de realizar, porque Ele nunca teria feito a promessa a não ser que Ele soubesse o que seria.
71 Vêem como podemos descansar em Sua Palavra então? Não importa quão forte sopre a tempestade, o que é contrário a ela descansa solenemente sobre a Palavra. Deus disse isto, o qual viu o outro lado da tempestade. Vêem? Então, se você está doente, apenas ancore a sua alma no Porto de Descanso. Se você está aturdido e aflito, lembre, Ele disse: “Eu sempre estarei convosco, até o fim do mundo.” E Ele… Ele disse: “Tudo contribue para o bem daqueles que amam ao Senhor.” Então apenas fique bem ali.
72 Certo homem escreveu, um poeta escreveu: “Minha âncora está firme dentro do véu.” O que é um véu? É algo que intercepta aqui separando dali. E a âncora está dentro do véu. Você não vê como isto será, mas você sabe que há algo que te prende, que está seguro ali em cima.
73 E quando o mar está agitado na tempestade, você já… Eu acho que talvez alguns de vocês nunca tiveram o privilégio de ver um navio ancorado. Oh, que coisa! Eu já viajei neles quando eles lançam uma âncora no mar assim, até a pequena embarcação não poder ir acima do topo da – da onda. Passava pela onda. Mas desde que a âncora segure, isto é tudo que faz a diferença.
74 Não importa se estamos por cima dela, ou ao seu redor, ou através dela, não importa; a âncora segura. Esta é a forma quando as tempestades da vida começam a nos sacudir. Podemos ter que atravessá-la, podemos ter que passar por cima, por baixo, ao redor, mas simplesmente deixe a âncora se firmar dentro do véu, ao invisível. Não sabemos exatamente onde fica isto, mas está segurando.
75 Exatamente como um garotinho, você sabe, que tinha uma pipa. Vocês já ouviram o velho provérbio, a história. Disseram: “Como você sabe que você tem uma pipa ali no final?”
Disse: “Eu posso senti-la puxando.”
76 Então, é isto. Se podemos sentir que ela continua puxando, Deus está tratando com nossos corações, então sabemos que nossa âncora continua segurando.
77 Eu creio que foi Benjamin Franklin quem apanhou um raio numa garrafa, quem utilizou o relâmpago, a eletricidade. Algo dentro dele clamou, e disse: “Existe poder naquilo. Aquele poder poderia ser utilizado.” E se este que é tão poderoso assim, para atingir as ruas e para rachar madeiras, rachar o chão ao meio, o que ele poderia fazer se fosse uma vez utilizado? Ele brilhará e reluzirá e atingirá toda a terra. E Benjamin Franklin, creio eu, suspendendo a sua pipa, com uma chave amarrada no fim da rabiola, e uma garrafa lá embaixo. E quando ele apanhou, ele não sabia o que possuía, mas ele começou a gritar: “Eu consegui! Eu consegui!” Ele não sabia o que era aquilo; Ele não sabia o que faria com aquilo; mas ele sabia que tinha algo.
E esta é a maneira com cada homem, isto é:
As esperanças não são edificadas em nada menos
Do que no Sangue de Jesus com justiça;
E tudo ao redor da minha alma vai embora,
Então Ele é toda minha esperança e apoio.
Em Cristo, a Rocha sólida, eu me firmo;
Todos s outros terrenos são areias movediças.
78 Uma vez nascido de novo, o Espírito Santo toma o Seu lugar no coração. Algumas pessoas jovens, talvez não, ou os jovens, ou talvez os analfabetos, não importa como sejam; não há ninguém que possa explicar isto, então não se sinta mal porque você é analfabeto. Você não poderia explicar isto. Ainda não houve alguém que pudesse explicar isto, não importa quão esperto ou quão inteligente. É o Próprio segredo de Deus. Mas quando aquela Palavra leva a Vida a seu coração, e você vê aquilo, você grita: “eu recebi!” Você não sabe o que fazer com aquilo; você não sabe o que aquilo fará com você, mas você sabe que algo aconteceu, e que você tem aquilo.
79 Agora, portanto, na Palavra! É linda. Agora estamos encarando nesta manhã, e temos diante de nós, sob consideração, na minha opinião, um dos textos mais vitais do Velho Testamento. José (sobre o qual falaremos) Encontrando Seus Irmãos. Poderia haver centenas de diferentes maneiras do Espírito Santo entrar nisto e revelar nos nossos corações e mentes. Então, pensando nisto, estando alguns dias aqui, podemos falar um pouquinho nesta manhã, por causa de um aperto na minha garganta, e então, talvez, apanharemos isto outra vez nesta noite, se o pastor não tiver nada no seu coração e talvez levaremos isto adiante e terminaremos na segunda-feira à noite, se Deus prover isto desta maneira.
80 Agora, estamos bem familiarizados com as características do Velho Testamento, como isso: “Todas as velhas coisas eram uma sombra,” Hebreus 11: “A sombra das coisas que hão de vir”. Quão lindo é isto, como Deus prefigura!
81 E quando examinamos essa sombra, como foi, sabemos que existe algo além daqui. O… Deus, na Sua onipotência, na Sua grande mente infinita, vendo algo simplesmente se preparando para acontecer, Ele pode prevenir acerca daquilo. Ele pode fazer com que tudo contribua para louvá-Lo, até mesmo a ira do homem, até mesmo alguém que te trata mal. Como você verá daqui a pouco, se o Senhor permitir, como os irmãos de José o tratavam mal e Ele fez com que aquilo desse uma reviravolta e O louvasse. Então, não temos que nos preocupar acerca de coisa alguma, nada mesmo.
82 Como Deus, através daquele garoto, estava prevendo a vinda do Senhor Jesus pela primeira vez, e a vinda do Senhor Jesus pela segunda vez, e operou isto em uma vida que não sabia nada que aconteceria. Amém. Isto não faz algo a você, ao ver o pobre pequeno José? Ora, ele não sabia o que estava acontecendo, porque todas estas coisas deveriam acontecer. Mas tudo era Deus, operando, prefigurando, prevendo as coisas que aconteceriam.
83 Então você pode observar a Palavra, como você apanha isto aqui e lê em Gênesis, lê isto no meio do Livro, vê isto no final do Livro, e cada Palavra se encaixa exatamente uma com a outra assim. E isto foi escrito milhares de anos separadamente, através de centenas de diferentes homens. Vêem? Então, portanto, você vê que tudo isto é Deus. Um sem conhecer o outro, ou sem saber qual Livro foi escrito, nada sobre isto; outro tempo, outra era.
84 E podemos ver, hoje, que Deus está tratando exatamente como Ele fez lá atrás. Estamos agora partindo, terminando um novo ano, na sombra do velho. E como no princípio, como Deus, quando Ele viu o pecado tomando o seu domínio sobre a terra e sobre o povo, como o grande programa havia sido pervertido; não estragado, não recriado, mas apenas pervertido.
85 Vejam, Satanás, não pode criar. Ele pode simplesmente perverter. Tudo que você vê, que está errado, aquilo é a justiça pervertida. Vêem? Você vê um velho leitor de sorte na rua, eles são simplesmente profetas pervertidos. Vêem? Você vê qualquer coisa que seja má, vê um homem vivendo infiel aos seus votos para com sua esposa, isto é a justiça pervertida no mal. Vice versa, veja as mulheres na rua, agindo do modo que agem e se transformando na forma que estão, são as damas pervertidas.
86 Eu passei por Louisville, outro dia, minha esposa e eu, e eu vi uma placa em uma janela, quando voltávamos do almoço, lá na quinta avenida. E dizia: “mesas para senhoras.”
87 Eu disse: “Eles nunca terão um freguês.” Não, uma senhora não entraria ali. Quando ela entra ali, ela não é mais uma senhora. Vêem? Então, eles nunca tiveram um freguês, com aquela placa. Senhoras não frequentam tais lugares. Mas, veja você, aquelas que entram ali, são senhoras pervertidas. Vêem? Correto.
Agora, Deus, faz com que todas as coisas O louvem!
88 Estamos celebrando o Natal, o nascimento do Senhor Jesus. Que, não é exatamente o Seu nascimento. O Seu nascimento foi em abril. Porque, é tão frio na Judéia, ou mais frio em Dezembro, do que é aqui. Então, sabemos disto. Vocês viram a foto outro dia, os tanques ali em cima na neve, e coisas assim, na Judéia. Pode você imaginar os pastores lá nas colinas com um clima assim? Então, esse não é o dia. Mas isto, o dia, não significa tanto, é a – a atitude que tomamos em relação àquele dia que está estabelecido.
89 Agora observe. Logo que Deus viu a semente da mulher, e como foi interpretado erroneamente ali e a justiça foi pervertida, Deus deu uma promessa que através daquela mulher viria uma Semente abençoada. Você entendeu isto? Haveria uma semente.
90 E tão logo que Satanás ouviu aquilo, o qual estava de pé presente, tão logo que ele ouviu aquilo, ele se encarregou de destruir aquela semente. E ele tentou fazer isto em José. Ele tentou através de toda era. E ele permanece contra aquela abençoada Semente. Amém.
91 Eu quero que vocês concentrem profundamente suas idéias, só por um minuto agora. Então, coloquem o capacete da salvação, e ouçam atentamente agora. Aqui está algo realmente vital. E você pode até discordar com isto; tudo bem. Mas, você observou, tão logo que. . .
92 Ali já tinha havido uma – uma concepção, pois Eva já tinha vivido infiel e tinha cometido pecado. De onde aquilo veio? Isto está em Gênesis. Os homens hoje estão tentando encontrar o elo perdido entre o animal e o homem. Isto é revelação. A Bíblia diz, que: “A serpente enganou a mulher.”
93 Hoje, o homem pode trazer a vida animal, e o animal mais próximo que eles têm do ser humano é o chimpanzé. Eles podem fazê-lo fumar um cachimbo, andar de bicicleta, colocar um chapéu e tirá-lo. Isto é exatamente como “Vire à direita” e “Vire à esquerda” para um cavalo. É o som. Ele não possui nenhuma alma. Ele não pode pensar. Ele pode apenas ir através do som. Ele não possui alma. Então eles têm um elo perdido, bem aqui no meio, que eles nunca foram capazes de encontrar. E por seis mil anos eles tentaram tirar um murmúrio do chimpanzé, e não puderam conseguir. Eles nunca conseguirão. Mas, sabemos que somos vida animal. Somos vida semeada, tirada da terra.
94 Como eu estava dizendo outro dia, no funeral da nossa querida irmã. Somos um punhado dos dezesseis elementos tirados da terra, da luz cósmica, petróleo e coisas reunidas. Estávamos aqui quando Deus falou e disse: “Haja.” Nossos corpos existiram. Mas, algo, uma Mente superior nos desenvolveu no que somos agora. Nos fez com mãos e braços e assim por diante, não para nos destruir, mas para que pudéssemos viver para sempre. O pecado provocou a destruição. E Ele, o qual nos fez, sem termos nenhuma – nenhuma idéia de alguma vez estarmos aqui, Ele que nos fez e reuniu estas coisas e fez de nós o que somos agora; não pode Ele muito mais, nos dar livre arbítrio para aceitar isto, e através da mesma Palavra que nos criou, nos prometeu que Ele nos ressuscitaria novamente. Quanto mais pôde todo este petróleo se reunir, e os átomos e assim por diante, na… Pela Palavra de Deus!
95 Agora, no princípio, quando Deus falou, e Satanás estava ali de pé e ouviu aquilo.
96 E o povo está tentando encontrar este elo perdido. Eu lhe direi, através da revelação, se você deseja receber isto. Aquela pessoa perdida, entre o animal e o homem, é a serpente, antes de ter suas pernas tiradas. A Bíblia diz: “Ele era o mais sutil de todos os animais,” não um réptil, “de todo o campo.” Foi quem enganou a mulher, na sua beleza, e ela se engravidou. E agora, fazendo aquilo, e vendo que o pecado estava vindo, Deus colocou tal maldição sobre ele que mesmo a ciência nunca encontrará nenhuma relação entre esta serpente, como é conhecida hoje, e a humanidade. Mas aí está o ser caído, degradado, no meio, que fisgou junto aquela vida animal. Ai está você.
97 “Deus escondeu isto dos sábios e entendidos, mas revelará aos pequeninos que aprenderão.” Vêem?
98 Aí está sua pessoa caída, a serpente. Ele foi trazido do… o mais sutil, o maior, o mais bonito, o mais parecido com o ser humano. E então por causa deste mal que ele fez com Eva, Ele o transformou em um réptil: “sobre teu ventre andarás, por todos os dias da sua vida, e pó comerás.” Aí está onde a ciência pode chegar, e sua árvore foi derrubada.
99 Observe, agora, assim que a mulher viu que ela… o… Agora, ela foi enganada. Ela não trouxe o pecado. Ela foi iludida. Ela pensou que estava certo. Mas: “Adão não foi enganado,” diz a Bíblia. Ele sabia que era errado, e ela o fez fazer a mesma coisa que a besta tinha feito.
100 E ela deu à luz a seu primeiro filho, o qual, todos os traços do diabo estavam naquele garoto. Ele era um assassino. Ele era invejoso. Como poderia isto vir daquela pura corrente de Deus? Isto tinha que vir através do mal. E tão logo que ele fez isto, então ele, o diabo, usou sua ferramenta
101 Ela deu à luz ao seu segundo filho, que era segundo Adão, e ali estava Abel. E, rapidamente, o Diabo tentou destruir aquela semente justa. E ele se virou e matou Abel, para começar; que é um tipo de Judas e Jesus. O matou no altar; onde, Jesus, Judas matou – matou Jesus, O traiu por trinta peças de prata e O vendeu. Correto.
102 Mas, observem. Quando ele fez aquilo, então Deus, um tipo de Cristo, ambos, morte e ressurreição, ele criou Sete para tomar o seu lugar. Vêem? E o Diabo foi atrás de Sete.
103 Agora observe. Ao longo, antes da destruição antediluviana, houve uma longa linhagem de homens que desceram, através dos filhos de Caim, da terra de Node, e eles eram cientistas, espertos, inteligentes, homens maravilhosos. Eles até mesmo temperavam os metais. Eles construíam casas. Eles eram uma civilização maravilhosa. A Bíblia vai em frente e diz como eles trabalhavam com o cobre, como eles trabalhavam com os metais.
Porém, este outro grupo era peregrino.
104 Mas, ambos os grupos eram religiosos. Caim era religioso. Abel era religioso. E Deus desenhou uma linha, que era certa. Caim era tão religioso quanto Abel. Ambos construíram altares. Ambos criam em Deus. Ambos adoravam a Deus. Ambos trouxeram oferendas.
105 Agora observe estas duas sementes. Um, brigando; o mal tentando destruir a semente justa. E ele tentou destruir Abel; Ele o fez, mas Deus criou Sete para tomar o seu lugar. Ele pensou que ele tinha Jesus bem ali. Olhe através das eras, em todos os lugares. Ele, todo lugar que ele ia, ele cercava aquela Semente. Quando ele matava um, ou o outro, ele achava que tinha pego Aquela. E, finalmente, ele – ele foi atrás de João Batista, finalmente cortou a sua cabeça. Ele pensou que O tinha então, mas ele descobriu que Ele estava aqui em Jesus. Ele matou todos os bebês. E, Moisés, Ele tentou matar Moisés. Ele tentou todos os dias que pôde, destruir aquela Semente, e quando ele matou a Cristo no Calvário. Mas Deus O ressuscitou novamente, no terceiro dia, e então Ele enviou o Espírito Santo de volta para chamar filhos e filhas de Deus. E aquele mesmo mal, a semente religiosa está perseguindo aquela Semente justa até hoje. Vê você isto? Eles estão tentando destruir aquela Descendência justa de Deus.
106 Agora, ambos os lados, se você observar, começaram em Gênesis, religiosos em ambos lados. Um deles, denominacional, generoso. E o outro, humilde, andava no Espírito, através da revelação.
107 Como poderia Abel alguma vez saber que era um cordeiro ao invés dos frutos do campo? Porque isto lhe foi revelado, através da revelação divina
108 Jesus disse o mesmo, quando Pedro confessou ser Ele o Filho de Deus. Ele disse: “carne e sangue não to revelou isto, mas Meu Pai que está no Céu tem te revelado isto. Sobre esta rocha…” A rocha, não Pedro, não Jesus, mas a revelação divina. “Edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela.” Você compreendeu isto? É a revelação divina.
109 Agora observe. Em cada realização, em todo tempo, ali, eles se encontraram face a face e lutaram. Veja quando Moabe estava lá em cima da colina, e Israel estava no vale. E Israel estava apenas pedindo, como um irmão, cavalheiro, para atravessar a terra deles, indo para a terra prometida que Deus lhes havia prometido; apenas pediram por um pequeno reavivamento na sua igreja, como aconteceu. Apenas para atravessar a terra, e prometeram que pagariam até mesmo pelo capim que o gado devorasse. E eles iriam pela estrada do rei, e as coisas que eles fizessem enquanto passavam pelas terras, eles as fariam corretamente. Mas, o ciúme. . .
110 Agora, Moabe, a terra dos moabitas não era pagã. Eles criam no mesmo Deus que Israel cria, pois eles eram os filhos das filhas de Ló; a filha de Ló que concebeu enquanto Ló estava embriagado, através de seu próprio pai e eles seguiram em frente, e eles… Foi daí que surgiram estes Moabitas.
111 E quando seu profeta saiu, seu mestre, que tinha paixão pelo dinheiro, levantou altares, sete altares, exatamente a mesma quantidade de altares que foi requerida aqui embaixo. Aqui está Moabe assentado aqui, na grande e boa terra denominacional, toda preparada e adornada.
112 E aqui estava Israel, um pequeno velho santo-rolador, peregrinando em tendas, de lugar em lugar. Você diz: “santo-rolador?” Com certeza eram, se eles – eles eram o que eles chamam hoje, santo-rolador.
113 Quando atravessaram o Mar Vermelho, e Deus realizou um milagre na frente deles, Miriam pegou um tamborim e começou a tocar o tamborim, e correr pelas margens, gritando e pulando, e dançando no Espírito. E as filhas de Israel a seguiram, pulando, gritando, dançando no Espírito. E Moisés, com suas mãos levantadas, talvez cantando em uma língua que ninguém tinha ouvido antes, um cântico que ninguém podia compreender. Ele cantou ao Senhor, em Espírito. Se aqueles não eram os “santos-roladores” modernos, eu não sei onde procurar por eles. Eles tinham sinais e maravilhas consigo.
114 Agora, se Deus respeita apenas o fundamental, veja aqui. Moabe, escrituristicamente falando, era simplesmente tão fundamental o quanto o era Israel. Ele possuía tudo que Israel possuía. Ele tinha sete altares. Isto foi o que Deus exigiu; Israel possuía sete altares. Ele tinha sete sacrifícios limpos. Israel possuía sete sacrifícios limpos. Aí estão Caim e Abel, novamente. Vêem? Correto. Ele ofereceu sete bois. Ele ofereceu sete bois. Ele ofereceu sete carneiros. Ele ofereceu sete carneiros, falando que… Cria que Cristo viria. Ele ofereceu sete carneiros, a mesma coisa. Tão fundamental o quanto podia ser!
115 Caim construiu um altar; Abel construiu um altar. Caim ofereceu um sacrifício; Abel ofereceu um sacrifício. Abel adorou; Caim adorou. Mas, Deus vindicou, provou que Abel era a Sua escolha.
116 Deus provou aqui que Israel era a sua escolha, pois Israel tinha um sobrenatural no seu arraial. Não obstante a todos os seus erros, eles tinham uma Coluna de Fogo seguindo-os. Eles tinham uma expiação para a cura divina, e praticavam a cura divina; uma serpente. Eles tinham uma rocha ferida. Eles tinham sinais e maravilhas no arraial.
117 Quando João chegou, ele era sobrenatural. Quando Jesus chegou, era sobrenatural. E o inimigo, no lado fundamental, sempre perseguiu o sobrenatural.
118 Você pode ver o que ele está tentando fazer hoje? A mesma coisa: “destruindo a cura divina! Destruindo estas pessoas! Não há nada para eles!” Os dignatários, as grandes pessoas! “Destruindo-os!” Irmão, não é nada a não ser aquela vinha, torcendo-se através de Gênesis e entrando em Apocalipse.
119 Eu tomo meu lado com os santos-roladores! …?… deixe isto ser o que… eu nunca vi um santo-rolador. Este é um nome que o Diabo colocou na Igreja de Deus, sendo que isto não lhe pertence. Eles não são santos-roladores. Eles são filhos e filhas de Deus, mal compreendidos pelo mundo.
120 Agora, José nasceu de seu pai, e foi amado pelo seu pai, e odiado pelos seus irmãos. Agora observe um quadro perfeito do Senhor Jesus. Eu quero que você observe como sua vida simplesmente tipificou, no Velho Testamento, tudo tipificado agora. Olhe lá atrás e veja o quadro; ali está o quadro; ali está a sombra, e você vê o que é o positivo. Agora observe, José, sendo um tipo de Cristo, um tipo da Igreja, um tipo do Espírito Santo. Tipo… Ele era o príncipe da prosperidade, exatamente como o é Cristo, simplesmente como a Igreja hoje.
121 Observe, novamente, que, quando ele nasceu, seu pai o amou e lhe fez um casaco de muitas cores. Agora, há somente sete cores perfeitas em todas as cores. Todas outras são feitas destas cores. E o casaco talvez fosse colorido, de sete cores diferentes, faixas de cores, no casaco que o pai fez. Se você observar, talvez Jacó não compreendeu naquela época, mas aquilo significava “O Prometido.’’ Quando Deus deu a Noé o sinal do arco-íris, as sete cores, era a promessa, ou o Pacto. Deus fez um pacto que ele não destruiria o mundo mais com água.
122 E o pacto de Deus foi também carregado através de Jacó, para José. Abraão era a eleição, e Israel era a justificação, e Israel era a graça, José a perfeição. Que era o único que possuía as cores.
123 Vemos Jesus assentado sobre o trono, com as cores, o arco-íris ao seu redor, em Apocalipse 1. Era o pacto de Deus com o povo; Cristo… aqui está. Oh, como eu gostaria de ver isto! Cristo é o pacto de Deus com seu povo. Não denominações; mas Cristo é o pacto de Deus.
124 Como José foi odiado, do mesmo modo o é Cristo hoje. Eles não querem dizer que odeiam a Cristo, mas suas obras provam o que eles fazem. Eles estão contra cada movimento Dele; falando de Suas ações, Suas obras, Seus maravilhosos feitos. Bem, claro, temos Satanás no arraial, também, um batalhador contínuo. Com certeza. E todos eles apontam para as palavras de Satanás. Mas, não me importa o que Satanás faz para – para tentar confundir. A Palavra de Deus continua perfeita, e Sua promessa é perfeita. Eu nunca quero tomar partido com aquele grupo.
125 Observe, ali estava Ele, o Pacto. “Cristo era semelhante a pedra jaspe e sardônica,” em Apocalipse. Que era a pedra do peito… Ou melhor, a pedra do nascimento, de Rubem a Benjamin. Que era o reflexo de sardônica e jaspe, quando elas refletiam juntas sob a luz de Deus, faziam o pacto ao redor de Cristo, o arco-íris. E de que isto fala? Rubem, o mais velho; Benjamim, o mais jovem! Do primeiro ao último: “Ele é Aquele que Foi, O Que É, e O Que Há de Vir; a Raiz, a Descendência de Davi. Ele é a Estrela da Manhã. Ele é de A a Z; o Alfa e o Ômega; o reflexo de Deus, do começo do tempo até o fim dos tempos. Aí está ele, o pacto de Deus com o Seu povo.
126 E todas estas outras coisas, José, Davi, todos os profetas, eram apenas um reflexo. Amém. Refletindo, da semente verdadeira do jardim do Éden, até a hora que Ele virá pela segunda vez, na Glória, para receber o Seu povo e Sua Igreja. Aí está, bonito para se olhar.
127 José, seus irmãos eram arrogantes com ele. “Eles o odiavam, sem uma causa,” porque ele era sobrenaturalmente inspirado. Você compreendeu isto? Caim odiava Abel, sem uma causa, porque estava sobrenaturalmente inspirado. Moabe odiava Israel, sem uma causa, porque eles tinham a cura divina, sinais, maravilhas e milagres. O odiavam, sem uma causa, e não lhe permitiu passar. . .
128 [Espaço vazio na fita – Ed.]… Para ter a esposa do seu irmão. Amém. [Espaço vazio na fita.]
129 Agora, meus amados amigos, eu quero lhes trazer algo à memória, e eu quero que vocês coloquem isto debaixo da quinta costela do lado esquerdo, na tenda daquele compartimento chamado coração.
130 Nunca, em nenhuma era ou em tempo algum, esse Deus inspirou um homem, alguma vez o fez seguir o lado religioso, assim-chamado, povo religioso do mundo. Nunca tomou partido com as denominações. Sempre ficou contra, e contra as denominações do dia, e contra a ordem religiosa do dia. Mostre-me um profeta, mostre-me uma vez através da Bíblia, que algum homem de Deus alguma vez já competiu em igualdade de condições com o movimento religioso do seu dia. Amém.
131 Mesmo Elias, após construir a escola dos profetas, ora, quando ele subiu ali, eles queriam que ele saísse. Ele disse: “Está muito correto aqui.” Vê você? Acabe e os líderes religiosos do seu dia; Elias se separou, para o Monte Carmelo.
132 Observe João Batista, se separou, nunca nem mesmo foi à escola deles, para aprender a teologia deles. Mas, Deus o enviou para o deserto, para prepará-lo para um trabalho.
133 A organização de Caim nunca foi capaz de colocar o casaco eclesiástico deles sobre um homem de Deus. Isto não encaixaria. Correto. Observe, através das eras.
134 E quando Jesus veio, Ele nunca consultou nenhum dos teólogos, mas os chamou de, “víboras, ou serpentes rastejantes.”
135 Os discípulos nunca suportaram nenhuma de suas denominações. Eles estavam do lado de Abel.
136 José nunca competiu com eles. Ele foi odiado e rejeitado, com o mesmo propósito do restante deles. Porque Deus estava com ele de modo sobrenatural, e de modo diferente do que ele estava com o resto deles. E eles o odiavam, sem uma causa. Caim odiava Abel, sem uma causa. Os irmãos odiavam José, sem uma causa.
137 E, hoje, o mundo denominacional, não importa quão grande seja; eu tiro o meu chapéu, e digo: “Graças a Deus por eles.” Mas, em todos seus grandes ensinamentos, suas grandes igrejas, as grandes coisas; ainda assim, em tudo isto, Deus chama homens não tendo nada a ver com isto, porque eles não competirão com o sobrenatural. Aí está o movimento, hoje; e eles odeiam esse movimento, sem uma causa.
138 Eu ouvi um homem dizer algo outro dia, que quase transformou o meu sangue em água, ouvi um homem de influência, e um grande pregador batista.
139 E ele estava falando que, não era escriturístico que ninguém adorasse a virgem Maria. Quão verdadeiro é isto! Isto é correto. Ele disse que não havia escritura alguma, para adorar qualquer pessoa exceto a Cristo. Correto. Ele disse: “Deus estava em Cristo, e Nele estava a plenitude da Divindade.” Isto é correto.
140 E então, depois deste bom, maravilhoso ensinamento escriturístico, virou e disse: “nunca houve um milagre realizado no mundo.” Porque ele é muito duro contra a cura divina; se virou e disse: “nenhum milagre foi realizado após a morte de Cristo. Ninguém nunca ressuscitou mortos, depois de Cristo, porque Ele era o Único que tinha a Vida Eterna.”
141 Mas, eu lhes digo, que Jesus Cristo, o Filho de Deus, disse aos Seus discípulos: “ide e preguai o Evangelho; curai os enfermos; e ressuscitai os mortos; e limpai os leprosos.” Foi isto que Jesus disse aos seus discípulos.
142 Como podem os homens se tornarem tão religiosamente cegos? Eles se tornam estúpidos por causa das barreiras denominacionais e odeiam seus irmãos, sem uma causa. Vê você isto? Tão limitados, tão pequenos, eles fazem isto por causa do seu prestígio.
143 Um grande ministro da terra hoje, lhe foi perguntado por que ele não tinha recebido o batismo com o Espírito Santo, após ser apresentado através de outros homens de sua posição, que tinham recebido o batismo com o Espírito Santo. Ele disse: “Isto feriria o meu ministério.” Se você me fala a qualquer tempo…
144 Isto pode ferir o ministério de um indivíduo, mas nunca ferirá o ministério de Jesus Cristo que será levado adiante. Isto favorecerá a causa do ministério de Jesus Cristo.
145 Mas este Sr. Doutor disse que nunca houve uma pessoa que já ressuscitou dos mortos. Disse: “Eu sei que existe um punhado de santos-roladores na terra hoje, que alegam ter visto ressurreição de mortos. Mas,” disse: “Ah! Nunca houve uma prova científica de quaisquer curas ou de outra coisa.”
146 Agora, veja você, aqui está, meu irmão e irmã. Eu quero que você observe atentamente isto. A razão disto, é esta. Hoje, os homens…
147 Nos dias do Senhor Jesus, nos dias dos Testamentos, quando os homens criam em Deus, eles ouviam que um milagre havia sido realizado, eles nunca tentavam provar aquilo cientificamente. Eles aceitavam aquilo. Eles simplesmente criam naquilo, pois eles sabiam que era Deus.
148 Mas, hoje, o grupo infiel tem entrado no movimento religioso, e ele está tentado provar cientificamente as coisas.
149 E deixe-me dizer isto, como isto está vindo do Céu, eu creio, no meu coração. Nunca houve um tempo em que isto pudesse ser provado. Porque, se você pudesse provar Deus, então Ele não seria mais aceito pela fé; é uma prova. Nós cremos em Deus e em Seus milagres, pela fé. Chamamos as coisas que não são, como se fossem, porque assim disse Deus; não importa o que seja.
150 Abraão não podia provar que os canais de leite de Sara não estavam secos. Ele não podia provar aquilo – que os canais, e outras coisas, estavam fecundos. Eles, ela podia… Eles não podiam provar nada disso. Eles não podiam provar talvez, através dos testes da semente, que eram férteis. Mas ele creu naquilo, de todos os modo, e rejeitou qualquer coisa que fosse contrária àquilo, e chamou aquelas coisas que não eram como se elas fossem. Porque, dentro do véu, a esperança de Deus descansava na Palavra de Deus, e chamou aquelas coisas, cientificamente ou não: “A verdade, porque assim disse Deus.” Aí está você.
151 Nós cremos. Pela fé recebemos isto. Mas, se o irmão, não disputando com ele, eu não creio nisso. Mas se o irmão tivesse somente lido como Paulo foi apedrejado até a morte, e os santos se colocaram sobre ele e oraram até a vida voltar a ele. Como Paulo pregou a noite toda, certa noite, e um homem caiu da galeria superior e morreu, um jovem rapaz; e Paulo deitou o seu corpo sobre o dele, e o espírito da vida voltou para ele. Como Elias ressuscitou o filho de uma mulher depois que ele estava morto, mesmo oitocentos anos antes da vinda de Cristo. Homens, mesmo sem a bênção do Espírito Santo, fizeram milagres que estes companheiros temem fazer com o Espírito Santo. Oh, oh! Que pena!
152 Por que? É porque eles são arrogantes, e eles odeiam seus irmãos, sem uma causa; exatamente como José foi odiado, sem uma causa. Vê você isto? Ele foi odiado. Não porque ele merecia ser odiado; porque, não tinha um motivo. Eles não criam nele. Ele estava vivendo em um estado diferente.
153 E eu digo isto, agora, enquanto nosso tempo está terminando. Eu digo isto com toda a veracidade do coração. Eles odeiam a Igreja, hoje, que tem o sobrenatural. É o ciúme. É um ciúme diminuto, e ele existe entre os seres humanos.
154 Os discípulos o tinham. Eles ficaram tão envergonhados de si mesmos! Porque, dez dias antes, Deus lhes deu poder para curar os enfermos, e expulsar demônios, e ressuscitar os mortos. E eles tiveram um garoto epiléptico na frente deles, e falharam. E Jesus, quando Ele desceu do monte, curou o menino. E eles lhe perguntaram: “Por que não nós?” Ele não disse: “Eu – eu tomei meu poder de volta.” Ele disse: “Eu vos dou Poder.” Eu lhes mostro onde Ele deu isto para a Igreja, mas vocês não podem me mostrar onde Ele tomou isso de volta. Vêem? Em que Jesus descansou suas solenes Palavras? “Por causa da vossa incredulidade.”
155 E então, poucos dias depois, eles encontraram um homem que não estava no estado eclesiástico deles. Ele ouviu Jesus pronunciar aquelas coisas, e ele estava fazendo o trabalho. Ele estava expulsando demônios. E Pedro e João vieram dizer que ele tinha que pertencer ao grupo deles ou ele não poderia fazer aquilo. “Você terá que nos seguir e se unir conosco. Nós somos a Igreja, e você tem que fazê-lo!” Ele lhes fez saber que eles deveriam cuidar dos seus próprios negócios. Ele estava indo muito bem sem se unir à organização deles.
156 Então, assim como pequenos, pequenos efeminados, como temos hoje; pequenos adolescentes, idéias de crianças, correram e disseram: “nós o encontramos, e ele estava expulsando demônios.” E que era aquilo? Eles tinham ciúmes porque ele estava fazendo o que eles não poderam fazer. Eles eram carnais. Os olhos de entendimento deles, eram como os dos irmãos de José, nenhum olho havia sido iluminado ainda, então eles voltaram e tagarelaram sobre ele, e contaram a Jesus.
157 E Jesus disse: “Deixe-o em paz.” Amém. “Ele está fazendo uma boa obra. Ele está fazendo o que Eu lhes ordenei que fizessem e vocês falharam em fazê-lo.” “Deus é capaz de destas pedras levantar filhos a Abraão.”
158 Então agora, meus amados irmãos metodistas, batistas e presbiterianos, porque vocês pensam que isto tem que vir através da sua Igreja, Deus é capaz, de destes santos-roladores levantar pedras a Abraão. Correto. Ele terá alguém que fará a Sua obra. Correto. Com todas as falhas e erros e tudo mais deles, eles fazem, assim fez Israel a mesma coisa, mas aquela Semente justa está se movendo.
159 Estou tão feliz em poder dizer que sou um deles. Pela graça de Deus, hoje, somos um daqueles. Estou tão feliz por isto. Você não está? [A congregação responde: “Amém.” – Ed.] Meu coração regozija, no começo deste novo ano, em saber que Deus, através da sua Sublime Graça, incluiu o meu nome no Livro da Vida, para me dar a compreensão que estou associado entre Seu povo que é rejeitado. E, com os discípulos, eu posso dizer isto, eu tenho o privilégio de carregar a reprovação do Seu Nome. Sim, senhor. Sou tão feliz por ser um deles.
160 E agora começamos aqui com José, no próximo culto, o qual poderá ser nesta noite ou segunda à noite, porque nosso tempo terminou.
161 Mas, eu O amo. Você não O ama? [A congregação responde, “Amém.” – Ed.] Ele é maravilhoso. Estou tão feliz hoje por poder dar as mãos a este longo cordão de desprezados e rejeitados, e odiados pelos eclesiásticos através da terra. Aqui estão eles. Eles são os mais baixos. Correto. Os eclesiásticos, falando do mundo, educacional e socialmente falando, eles estão acima deles. E nos sentimos, alegres por sermos humildes. Porque, os que se humilham, Deus um dia virá pela segunda vez, na Glória, para exaltar a sua Igreja. Até então, “vamos corajosamente lutar pela fé que uma vez foi dada aos santos.”
Vamos orar.
162 Agora, com nossas cabeças inclinadas, eu apenas gostaria de saber se há alguém nesta manhã, ou muitos, eu espero, que ainda nunca aceitaram este Cristo, e Suas grandes bênçãos e Seu grande poder. E gostaríamos de saber, hoje, se você gostaria de fazer a sua escolha hoje, e deseja dizer: “Senhor Jesus, sou eu. E desejo ser Teu servo, com todo o meu coração, para tomar o caminho com os poucos desprezados do Senhor. Vejo agora, Senhor, não é a respeito do que o mundo fala; é o que a Tua Bíblia diz. Não é do que o mundo me chama. Eles me odeiam, como fizeram com José. Eles me odeiam, como odiavam Abel. Eles me odeiam, como odiavam João. Eles me odeiam, como odiavam Daniel. Eles me odeiam, como odiavam Ezequiel, como Zacarias. Eles me odeiam, como odiavam Jesus. Eles me odeiam, como odiavam os apóstolos e aqueles que Te seguiram, sem um motivo. Senhor, eu oro por eles.”
163 Você já recebeu uma experiência como esta, que você saiu? “E temos um sacerdócio real, uma nação santa, oferecendo sacrifícios espirituais a Deus; isto é, os frutos de nossos lábios, dando-Lhe louvor.” Poderia você se colocar no meio do mundo turbado? Poderia você se colocar diante do seu patrão? Poderia se colocar com humildade no seu coração, com amor no seu coração, pelos pecadores deste mundo, com a Vida de Cristo dentro de você, e testemunhar e louvar a glória de Deus? Se você não tem aquela experiência, por que não começar o mundo, a vida, e tudo mais novamente, hoje, levantando a sua mão para Ele e dizendo: “Eu agora, Senhor, aceito isso, e quero que Tu me dês o batismo do Espírito.”
164 Agora, nosso Pai Celestial, a nossa pequena Igreja nesta manhã está, nós sabemos, golpeada, ferida, o inimigo a tem oprimido, atirando flechas. E oramos por suas almas pecaminosas, Senhor. Eles não sabem que estão cegados pelo deus deste mundo.
165 A Igreja, de modo geral, ao redor de todo o mundo hoje; o inimigo, o povo religioso, lhes tem lançado cada dardo. Mas apesar de tudo isso, o grande reavivamento segue em frente. Milhares de humildes, pobres, filhos negligentes têm tropeçado nestes lugares, e têm visto a Tua mão milagrosa, têm se enchido com o Espírito Santo. E eles não são mais deste mundo. São peregrinos e estrangeiros. Eles não se importam com o mundo, mas estão procurando uma cidade por vir, cujo artífice e construtor é Deus. Eles têm visto o Teu poder de cura, para curar o enfermo, Teus sinais e maravilhas serem feitos no meio do Teu povo. Grandes coisas se soltaram, a despeito dos lugares onde condenam e tentam sujeitar isto. Teus servos se movem e fazem um reavivamento, e eles arrebatam os humildes para o Reino de Deus.
166 No nosso meio nesta manhã, somos privilegiados em ter estes missionários que estão partindo para outras terras.
167 Um, partindo para Israel. Ó Deus, aí está. Derrame o Teu Espírito, nele, Senhor. E que grandes coisas sejam realizadas, e que faça com que aqueles pobres judeus errantes voltem. Que eles possam receber o Espírito Santo, como seus pais receberam no princípio.
168 Aqui está um irmão partindo para Cuba, lá para as Ilhas. Tu disseste: “Até os confins da terra”.
169 Algo está puxando, lutando no coração destes irmãos. Deixando seus lares, seus amados, não se importando com os prazeres e bons tempos deste mundo, mas saindo para as estéreis terras do outro lado; sujeitos ao opositor, tentando parar a obra. Mas exatamente como o boi que trouxe o carro de volta, com os mandamentos ali, e a arca do pacto. Eles deixaram seus pequeninos, gritando, e eles desceram o caminho, mugindo, cantando, descendo para a Rocha.
Te agradecemos por cada Ministro.
170 Nós vemos, assentado lá atrás na nossa congregação, o irmão John, nesta manhã, também, da Alemanha. Como ele foi criado, pobre. Puxou uma pequena carroça através da nação, pregando o Evangelho. Obrigado por ele!
171 E estes jovens, e outros ministros que estão assentados por perto, e todo o laico. Quando perguntei, Pai, crendo que sob um tempo como este, que se um homem ou mulher que não tivesse Cristo no seu coração, eles levantaram suas mãos, com certeza, vendo toda a prova do Evangelho, que Tu és o mesmo e a Tua Igreja é a mesma.
172 Eu te agradeço por cada um. Eu oro que Tu os abençoes. E cure os seus corpos, se eles estiverem enfermos, e lhes conceda os desejos de seus corações. Conceda-o, Pai, pedimos no Nome de Jesus.
173 E com nossas cabeças inclinadas, vamos apenas meditar por alguns momentos. [Irmão Branham faz uma pausa – Ed.] Apenas estejam em oração, suavemente.
O primeiro a morrer por este plano do Espírito Santo,
Foi João Batista, mas ele morreu como um homem;
Então veio o Senhor Jesus, eles O crucificaram,
Ele pregou que o Espírito salvaria o homem do pecado.
Então eles apedrejaram Estevão, ele pregou contra o pecado,
Eles, tão irados, eles golpearam a sua cabeça;
Mas ele morreu no Espírito, ele rendeu o espírito,
E foi encontrar com os outros, com o Anfitrião que dá vida.
Ali estava Pedro e Paulo, e João, o divino,
Eles entregaram suas vidas para que este Evangelho pudesse brilhar;
Eles misturaram seu sangue, como os profetas do passado,
(Aquela Semente tranquila, perseguida.)
Para que então a verdadeira Palavra de Deus pudesse ser honestamente dita.
Havia almas sob o altar, clamando:
“Por quanto tempo?”
Pois o Senhor puniria aqueles que tinham errado;
Mas haverá mais que darão o sangue de sua vida.
Por este Evangelho no Espírito Santo e seu fluxo carmesim.
Continua gotejando sangue, sim, está gotejando sangue,
Este Evangelho do Espírito Santo está gotejando, sangue,
O Sangue dos discípulos que morreram pela verdade,
Este Evangelho do Espírito Santo está gotejando sangue.
174 [O irmão Branham começa a sussurrar Está Gotejando Sangue.]
175 Oh Deus! Venha, Senhor Jesus! Molde-nos agora enquanto estamos humildes diante de Ti. Tire todas as indiferenças de nossas vidas, de nossos corações, enquanto a – a dulçura do Espírito parece ter olhos coloridos. Deus tome a Tua Palavra agora e A regue. Estamos felizes por nos teres incluído, Pai, por sermos portadores do Evangelho.
176 Oramos por cada necessidade da Igreja. Oramos pelo nosso amado Pastor, Ó Deus; servo fiel, nunca está cansado, sempre pronto para partir. Fale ao seu coração, hoje, e faça-o saber que há uma grande recompensa ali para esses pastores fiéis, quando se encontrarem no além, do outro lado, com todos os redimidos.
177 Abençoe os outros pastores, e os missionários, e os membros do Corpo de Cristo, em todos os lugares. Perdoe nossas faltas, Senhor.
178 E agora, se houver alguma necessidade em nossos corações, Senhor, Tu não queres, enquanto Tu estás presente, nos abençoar? Se houver enfermidade no nosso meio, Senhor, possa alguém, que entrou na igrejinha hoje, olhar além e ver o Calvário, ver onde está a verdadeira Semente. Sendo que Satanás tentou destruí-La com a morte, mas Deus a ressuscitou novamente. Apenas não pode fazer isto! Deus fez uma promessa, e Deus permanece com Sua promessa. E cada promessa é verdadeira. Tu nos prometeste a Vida Eterna e nós A temos. Nós A sentimos. Há algo em nós, se movendo, que não podemos explicar. Ó Deus! No meio de problemas, sentirmos que algo sustenta do outro lado: “aquietai-vos.” Tempestades podem atingir a semente, o navio pode balançar nosso barquinho. Tu abrigas um caminho, por baixo, ao redor, ou através disto, de algum modo. Então, estamos apoiados na Palavra, Senhor.
179 Eu oro agora, se alguém estiver enfermo na reunião, que este Espírito, que está no edifício neste momento, possa mover com grande amor, dizendo: “Filho meu, sou Eu. Eu sou o Pai Que te criou. Sou Eu Quem trouxe os – os elementos da terra, Quem fez de você o que você é. Satanás está tentando entrar na minha obra. Tome Minha promessa, filho.”
180 E esta oração de fé eu ofereço, crendo que Tu estás aqui. Que Tuas mãos, Senhor, se estendam a cada coração, e que as enfermidades saiam das pessoas. Eu repreendo o Diabo, o Diabo da opressão, o Diabo do medo, o Diabo de todos os tipos de enfermidades. Tu disseste: “Em Meu Nome expulsarão demônios.” Na unidade desta igreja, e neste Espírito nesta manhã, nós expulsamos cada espírito mau do povo; para que possamos sair daqui limpos, através do sacrifício do Senhor Jesus, enquanto humildemente O aceitamos.
181 Abençoe-nos nos exercícios de pais. Abençoe-nos, seja no que for que fizermos. Vá com os ministros e com os evangelistas e com os missionários, em seus lugares, Senhor. Conceda-nos que um dia nos encontremos aos – aos teus pés. Então colocaremos ali nossos troféus. Deus, eles serão de todos os tipos. Haverá homens brancos, amarelos, negros. Todos juntos, nós diremos: “Senhor, aqui estão eles.” Que dia de regozijo será! Que possamos trabalhar enquanto é dia, pois a noite chegará quando ninguém poderá mais trabalhar. Pedimos estas bênçãos no – no amado Nome do Filho de Deus, Jesus Cristo. Amém.
Tudo é possível, somente crer;
Somente crer, o – … (o que é isto?)
Tudo é possível, somente. . .
182 Quantos tinham uma necessidade, e puderam crer agora? Você levantará a sua mão, dirá: “agora eu recebo.”
Agora eu recebo, agora recebo,
Tudo é possível, agora eu recebo;
Agora recebo, agora recebo,
Tudo é possível, agora recebo.
183 Agora vamos inclinar nossas cabeças só por um momento. Apenas continue, irmã, no piano, por gentileza. Você O recebeu?
184 Você diz: “Irmão Branham, estive doente por algum tempo. Havia algo que parecia não me deixar vencer. Eu recebi oração, individual.”
185 Isto é bom, irmão, irmã, mas você já pensou no que é isto? É aquela pequena promessa que lhe foi dada. “Tudo é possível aos que crêem.”
186 Não quer você lançar aquilo no Calvário nesta manhã? Apenas segure o fim disto aqui, o Espírito que lhe dá isto. Lança isto bem no Calvário, e diga: “Ali minha âncora se firma. Agora eu recebo, neste momento. Está tudo terminado, neste momento. Não importa o que aconteça, neste momento minha âncora está segura dentro do véu, e eu recebi exatamente o que pedi. Eu agora o tenho. Assim disse a Palavra de Deus. E, Deus, estou olhando para Ti agora.” Talvez tiveste preocupações, problemas financeiros, seja o que for. Não importa o que seja, lance isto no Calvário. Pois tudo é…
Tudo é possível, somente crer.
187 Apenas deixe isto penetrar, docilmente. Não é isto maravilhoso? Este é o meu tempo de serviço. A Palavra tem sido semeada, veja você, agora Deus A está regando. Você não pode sentir aquela… Aquele alívio refrescante da presença de Deus, simplesmente descendo, regando isto, dizendo: “Agora, aqui, filho, Eu – Eu venho com Minha Palavra. Eu honro Minha Palavra. Eu cuido Dela, dia e noite, eu A estou regando agora no seu coração. Não podes simplesmente Me tomar e crer em Mim?”
Pois tudo é (o que?) possível, somente crer.
188 Oh! Que maravilhoso! Que maravilhoso, apenas para infiltrar, para sentir a água descendo sobre as Sementes! O que é isto? A Semente justa. Ela foi semeada no seu coração. É a Palavra de Deus. Esta é a Semente. Este é o Espírito Santo. A Semente que Deus prometeu no princípio. Vos sois a Semente de Abraão, estando mortos em Cristo, e tomando a Semente de Abraão, somos herdeiros de acordo com a promessa. O Espírito Santo veio da Semente de Abraão, a qual vos faz filhos e filhas de Deus.
189 Agora, isto é o Espírito Santo regando aquela promessa que você tomou há algum tempo atrás, para a sua cura, para a sua salvação, para um caminho melhor, pelo temor de te deixar, para o que você necessitar; para aquela viagem lá nas ilhas, para aquela viagem nas terras de Israel; para a sua igreja, para o seu lugar, seja qual for, para o seu lar. Este é o Espírito Santo dizendo: “Sou Eu. Estou contigo. Siga em frente. Estou guiando o caminho. Siga em frente. Sou Eu.”
Tem Mel na Rocha, para você;
Deixe o Sangue cobrir seu pecado,
Tem Mel na Rocha para você.
Vamos ficar de pé.
Saí pelas ruas e pelos caminhos secundários,
Pregai a Palavra. . .
190 [O irmão Branham diz, para alguém na plataforma: “tem alguma coisa que deseja dizer?” – Ed.]
Diga para cada irmão caído:
Tem Mel na Rocha para você.
Oh, tem Mel na Rocha, meu irmão.
Tem Mel na Rocha para você;
Deixe seus pecados para o Sangue cobrir,
Tem Mel na Rocha para você.
191 Agora, veja, não quero que você saia ainda. Eu quero que você veja alguém de pé perto de você, estreitando sua mão, dizendo: “Deus te abençoe, irmão,” ou irmã, seja quem for. Apenas vire-se. Este é nosso velho pequeno Tabernáculo interdenominacional. Estamos apenas em nossa viagem, um povo diferente. [O irmão Branham e os demais na congregação estreitam as mãos uns dos outros – Ed.] Correto.
Leve o Nome de Jesus contigo,
Filho do sofrimento e dor;
Ele te dará alegria e conforto,
Leve-O onde você for.
Nome Precioso (Nome Precioso), Oh, quão doce!
(Oh, quão doce!)
Esperança da terra e alegria do Céu;
Nome Precioso, oh, quão doce!
Esperança da terra e alegria do Céu.
Agora todos olhem para este lado.
No-no Nome de Jesus inclinados,
Caindo prostrado aos seus pés,
Rei dos Reis no Céu nós O coroaremos,
Quando a jornada se completar.
Nome Precioso (Nome precioso), Oh, quão doce!
(Oh quão doce!)
Esperança da terra e alegria do Céu;
Nome precioso (Nome precioso), Oh quão doce!
Esperança da terra e alegria. . .?. . .
192 Agora, enquanto inclinamos nossas cabeças ao Senhor Jesus. Tem sido um grande jubileu, uma grande festa, uma festa pentecostal na Palavra e nas coisas de Deus, no Seu Espírito Santo. Queremos pedir as bênçãos de Deus sobre nossos irmãos missionários que estão indo para o campo agora, que Deus ajude imediatamente. Nós lhe damos uma promessa; estaremos orando por ti, irmão e irmã. Suas esposas, seus amados, pense no que estas mulheres estão passando. Eu sei, através de minha própria esposa.
193 Aos pastores aqui, irmão Jackson, e – e eu creio que o irmão Beeler está aqui atrás, e muitos outros pastores. Teddy está aqui atrás, um ministro jovem. Muitos outros que estão aqui, apenas oramos pelas bênçãos de Deus. Um jovem irmão aqui, lá da Igreja de Deus, que veremos nesta tarde. Rogamos as bênçãos sobre ele, evangelista, eu creio que é. Não é, irmão? Qual o seu nome? [O irmão responde, “Morgan.” – Ed.] Irmão Morg… [“Morgan.”] Morgan, irmão Morgan. Estamos felizes em tê-los todos aqui.
194 E, agora, enquanto inclinamos nossas cabeças a Ele, e veja. Há um humilde irmãozinho de pé lá atrás no edifício. Ele puxa um carrinho, como entendi, através da Nação. Muitos o conhecem como “Profeta João”. Nós o chamamos de “Irmão João,” por aqui. Eu sempre tive um respeito pelo homem. Mas, outro dia eu estava ali em cima visitando alguns amigos meus, o irmão… A irmã Jimmy O´Neal, lá em cima em Sellersburg. É o genro do irmão e da irmã Green. Eles estão presentes nesta manhã. E o irmão John foi na casa deles, e eles me disseram que ele é um verdadeiro cavalheiro cristão. E eles me contaram sua vida, do que ele lhes havia dito, e como ele havia passado através de difíceis provas. E ele teve um caminho difícil. E vamos pedir a ele, nesta manhã, para despedir esta congregação, e pedir a bênção de Deus, sobre esta congregação. Farás isto por nós, irmão Johnny? Enquanto todos inclinam suas cabeças. E, irmão John, despeça-nos em oração.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...