POSICIONANDO DIÁCONOS
20 de julho de 1958
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução: Gravações A Voz de Deus


1 E isso é que… a primeira coisa é posicionar alguns diáconos na igreja. E nossa pequena igreja aqui é soberana. Ela não tem nenhuma denominação nem nada para mandar seus diáconos, ela elege seus próprios diáconos. Ela elege seu pastor, elege seus administradores, elege tudo o que entra e sai da igreja. Nenhuma pessoa tem autoridade sobre nada, é a igreja. E a igreja são aqueles que vêm e apoiam a igreja com sua presença, com seus dízimos e ofertas; são sempre os que têm autoridade legal para posicionar os tais.

2 E quero agradecer à junta anterior de diáconos, e digo isto daqui pela igreja inteira. Se algum desses irmãos está aqui, que eram o irmão Cox, irmão Fleeman, e irmão Higginbotham e irmão Deatsman, eles nos prestaram um bom serviço, prestaram ao Senhor, neste tabernáculo.

3 E de tanto em tanto tempo, conforme o estatuto da igreja, a cada ano, os diáconos ou administradores automaticamente completam seu tempo. E se quiserem voltar, muito bem. Se não quiserem voltar, então podem colocar alguém em seu lugar, que esta junta renunciou.

4 E a outra noite convoquei a junta de administradores, que por sinal, há uma nova junta de administradores. E notei o irmão Luther McDowell aqui esta noite, nós estamos contentes em vê-lo conosco, o qual outrora esteve na junta de administradores. Fui esta semana verificar para ver se conseguíamos mandar fazer uma cópia fotostática, a qual será apresentada à igreja também. Que os administradores da igreja agora são o irmão William Morgan, irmão Mike Egan, e irmão Banks Wood, e irmão Roy Roberson. E são todos desta cidade, exceto o irmão Roberson que mora entre as duas cidades. O Senhor viu aptidão nesses homens, e têm sido homens de honra, e agora receberam o dever de administradores desta igreja.

5 E então enquanto esta reunião estava sendo realizada… e foi dito, pelo pastor assistente, que nós, quanto à eleição da nova junta de diáconos, que estes tinham servido o seu tempo e—e renunciaram, então era para selecionar mais alguns diáconos. Agora, a igreja… A maneira que se faz isso é: a junta pode indicar diáconos, homens com quem eles tiveram companheirismo e verificaram serem homens de honra e justos.

6 O ofício de diácono é um ofício mui nobre, e uma grande honra ao Senhor, ser diácono na igreja. E assim, na reunião a outra noite, falaram de certo homem para mim. E quando reunido com o pastor, a seguinte… esta última sexta-feira, este homem concordou que estes eram homens de honra e justos.

7 Um jovem que tinham encontrado, não estava exatamente qualificado (não porque ele não fosse o tipo adequado de homem), um que foi sugerido por um dos homens de honra da nossa junta de administradores. Mas quando o pastor e eu nos reunimos, e perguntei a idade do jovem, ele tinha pouco mais de vinte anos. De honra, justo e um homem de peso, mas verificamos que ele era solteiro. A Bíblia requer que o diácono seja casado. Ele tem de ser marido de uma mulher.

8 E então outro homem que era um homem de honra, muito qualificado para o cargo e teria dado um homem leal, como um irmão o sugeriu. Então depois de investigar o caso, que o irmão tinha recentemente entrado nesta Fé, sua esposa não crê Nela. Então isso desqualificou o homem para o ofício. Porque ele deve ter toda a sua família em sujeição, eles também devem estar na Fé, porque seria um conflito.

9 E nós estamos edificando agora, e desejamos posicionar esta igreja. E como o supervisor geral da igreja, devo cuidar para que seja mantido biblicamente, tudo exatamente na Palavra.

10 E deste modo, então, esta junta e o pastor, e o supervisor, foram favoráveis a escolher, neste grupo de pessoas aqui, alguns homens que consideramos serem homens de honra e justos. Nós só podemos apresentá-los. E é, então, eles são nomeados pela igreja, por seu próprio voto. E então estes homens servirão, se sentem de aceitar este ofício. Então virão por um curto período, para ver se sentem que talvez Deus os tenha chamado. E se mais tarde, se sentem que estão desqualificados, então, eles têm direito, nas próximas semanas, de renunciar ao ofício, para que algum outro possa ser indicado em seu lugar.

11 Entretanto, no começo do reavivamento que (querendo Deus) quero realizar aqui neste tabernáculo tão logo eu descanse um pouco, então eu—então eu… nós ordenaremos estes diáconos pela imposição de mãos, diáconos e tesoureiro nesta igreja. Porém primeiro, eles devem ser nomeados e—e ver o que acham e o que a congregação acha. Então se estiver—então se estiver bem para ambos os lados, então tornaremos estes homens diáconos ordenados, assim como os administradores são eleitos da mesma maneira.

12 É a soberania e a lei da igreja, pela Palavra de Deus. Portanto, isso, simplesmente não se pode dizer que “eu acho que este homem seria um homem adequado,” não é isso, “o irmão Neville acha que este homem seria um homem adequado,” ou “a junta de administradores acha que este homem seria um homem adequado.” Tem de ser pela igreja! Ninguém faz nada por sua própria decisão aqui. É o voto da igreja. É uma igreja soberana.

13 O antigo estatuto foi destruído na enchente de 1937. Nós o reproduzimos, e estará pendurado na parede aqui em breve, os deveres dos administradores, diáconos, tesoureiros, e assim por diante, pastor, assistente, e assim por diante.

14 Pela graça de Deus, foi-me dito, e um voto de cem por cento através da junta desta igreja, que julgaram o irmão Hollin Hickerson ser um homem justo e de honra, e em conformidade para esta posição, para receber a—a grande honra de ser diácono deste mencionado tabernáculo.

15 Também consideramos, e pelo voto da junta, que o irmão Collins também foi considerado um homem de honra e justo. Sendo ministro, ele próprio, portanto nós lhe pediríamos para vir e ser um—um diácono da igreja; e não somente diácono, mas um assistente do irmão Neville, e talvez a uma classe de escola dominical, ou ocupar o lugar do irmão Neville, ou tudo quanto lhe esteja sendo atribuído para ser um assistente do irmão Neville. Esse é o irmão Collins.

16 E, também, a igreja está a favor que o irmão Tony Zable, um homem de honra e justo, e ele foi aprovado diante da junta de administradores e dos pastores, para pedirmos que ele receba o ofício de diácono neste mencionado tabernáculo.

17 E também foi solicitado, e considerado homem de honra entre nós… (Não… não sendo estes os únicos homens de honra, agora, mas que foram escolhidos pela junta.) Irmão Taylor de Henryville, ou Memphis, creio que é, Memphis, Indiana. Ele tem estado conosco por algum tempo, atuando como porteiro e tudo o que pode ter sido. Que a igreja o aprovou, ou a junta e o pastor, para que ele aceite o—o grande ofício como o diácono deste mencionado tabernáculo.

18 E também foi solicitado que o genro do irmão Mike Egan, irmão—irmão Bob Harned, foi escolhido pela junta e pelo pastor, para aceitar o ofício como tesoureiro deste mencionado tabernáculo, que é um cargo de honra, e requer justiça e honra.

19 Ao fazer isto, eu penso, meus irmãos, que citando-os daqui, que seria uma grande honra para vocês. E não somente isso, mas algo a fazer.

20 Neste momento vou pedir ao irmão Neville, nosso assistente, para ler os requisitos do diácono. Irmão Neville, por favor leia-os na Palavra de Deus. [O irmão Neville lê Primeira Timóteo 3:8-13—Ed.]:

Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância,

Guardando o mistério da fé em uma pura consciência.

E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.

Da mesma sorte as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo.

Os diáconos sejam maridos de uma mulher e governem bem seus filhos e suas próprias casas.

Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.

21 Amém. Eu pediria neste momento a estes irmãos que foram chamados, que por favor viessem à frente aqui à plataforma só por um momento. E enquanto inclinamos a cabeça só por um momento para oração, eu quero que eles… E a igreja sabe o que é isto, que isto é eleger sua junta de diáconos e seu tesoureiro.

22 Senhor Jesus, é com pensamento sóbrio e piedoso que vimos a Ti agora. Vimos em respeito à Tua Santíssima Palavra, vimos crendo que: “Seja a palavra de todo homem errada, mas a de Deus seja verdade.” E estamos agradecidos a Ti por esta Igreja que Jesus comprou com Seu Próprio precioso Sangue, e nos deu este edifício no qual adorar.

23 E como os supervisores deste grande rebanho, o que o Espírito Santo nos ordenou ser, nós estamos tentando agora apresentar a esta congregação um grupo de homens leais e justos que cremos serem cheios do Espírito e prontos para o ofício. Como outrora foi dito com respeito à junta de diáconos: “Escolhei, vós mesmos, dentre vós, varões de boa reputação, e com o Espírito Santo, para que sirvam desta maneira, para cuidarem das viúvas e órfãos, para distribuírem o dinheiro, e cuidarem do bem-estar da igreja.” Anos mais tarde, nós acabamos de ler os escritos desse grande, inspirado, e consagrado Paulo, o qual apresentou a declaração das Escrituras dos requisitos de tal posição.

24 Deus, honra estes homens. E agora é a escolha, Senhor, como uma igreja soberana, como o corpo do Senhor Jesus, que eles fazem a eleição. E [Espaço em branco na fita—Ed.]… e dirijas esta parte do culto de uma maneira especial, nesse justo e santo Nome de Jesus.

25 Agora com a cabeça inclinada, não somente a cabeça mas o coração, e como todo membro desta igreja… que vem aqui regularmente e a apoia com seu dízimo e ofertas, que é considerado um membro desta igreja. Enquanto o pastor e eu somente olhamos, o—o pastor assistente (irmão Neville) e eu olhamos. Eu gostaria de perguntar se esta igreja julga o irmão Taylor ser um homem justo e elegível, no melhor do seu pensamento, para ser diácono sobre este grupo de pessoas? Vocês irão expressar o mesmo erguendo a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.] Muito bem. Agora se há alguém contra, por favor erga a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.] Obrigado.

26 Algum destes membros desta igreja aqui julga, e todos, vocês julgam o irmão Hollin Hickerson ser um homem justo e de honra, e um homem que foi julgado em sua vista digno de se tornar o diácono desta mencionada igreja? Queiram expressar erguendo a mão direita. [O irmão Branham pausa—Ed.] Se são contra, então queiram erguer a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.]

27 Esta congregação julga o irmão Collins ser o mesmo, um homem justo e de honra, e digno do cargo de ser diácono desta igreja? Queiram erguer a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.] Muito bem. Contra, queiram erguer a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.]

28 Esta congregação julga o irmão Tony Zable ser um homem de honra e digno deste ofício, de ser diácono sobre este rebanho nesta mencionada igreja? Queiram erguer a mão direita. [O irmão Branham pausa—Ed.] Contra, queiram erguer a mão. [O irmão Branham pausa—Ed.]

29 Esta congregação sente que o irmão Harned é um homem justo e íntegro, que tem estado conosco por algum tempo, para ser o tesoureiro, tesoureiro secretário desta igreja, para controlar suas finanças e pagar suas contas? Nesse caso, queiram erguer a mão direita. [O irmão Branham pausa—Ed.] Se há alguém contra, erga a mão direita. [O irmão Branham pausa—Ed.]

30 Gostaria de dizer aos—aos irmãos que estão de pé neste presente momento, ao pé desta cruz, que esta igreja, com cem por cento (nem mesmo um contra), os julga todos dignos à vista de Deus para este ofício a que Deus os chamou.

31 Agora, vocês, como foi dito: “Sejam estes primeiro provados, e vejam se desejam este ofício.” Dentro de algumas semanas, querendo Deus, eu retornarei para impor as mãos sobre este grupo de homens, para torná-los os admi-… oficiais, ou os diáconos desta igreja, e tesoureiro.

Inclinemos a cabeça só por um momento.

32 Senhor, nós estamos contentes esta noite de que haja homens ainda vivendo nesta terra que podem caminhar piedosamente diante do mundo; tão piedosamente que um tabernáculo, com normas rígidas como este tem, pode eleger cinco homens em posição como seus líderes, sem um voto contrário. Nós estamos contentes por eles, e sentimos que Tu estiveste conosco ao tomar estas decisões, a junta e nós, pastores.

33 Deus, abençoa estes homens. E que eles sirvam este ofício de todo o coração, sabendo que isso adquire para eles uma grande posição no Céu. Algum dia quando os Livros do Céu se fecharem, possa o Livro dos seres celestiais e no grande Livro do Céu serem abertos, que seus nomes estejam cem por cento diante de Deus e do Salvador e de todas as hostes celestiais, para serem o mesmo em Seu Reino. Abençoa-os, Senhor, e que eles cumpram bem este ofício. Em Nome de Jesus nós Te agradecemos por eles. Amém.

34 Eu só quero apertar suas mãos, [O irmão Branham aperta suas mãos—Ed.] irmão Harned, e irmão Zable, e irmão Collins, irmão Hickerson, e irmão Taylor. Tão contente em saber que temos tido companheirismo todo este tempo com homens de tanta honra. Deus os abençoe agora. E nós os veremos muito em breve, tão logo eu descanse um pouco e volte, e veremos o que vocês acham do seu ofício. Muito bem, pelo voto de vocês, eu penso que foi cem por cento, nem mesmo um contra.

35 Oh, vocês não estão alegres por terem companheirismo com pessoas hoje, que podem viver diante de Deus piedosamente, e viver diante deste mundo presente nessa condição? É uma coisa maravilhosa.

36 E estou tão alegre em saber esta noite que tenho o privilégio de—de ter estes homens e esta igreja para serem meus amigos. Estou tão alegre de que Deus me permitiu ter companheirismo com a Sua Igreja no mundo todo. Oh, eles são desprezados e rejeitados e falam deles, e como disse esta manhã em minha mensagem, talvez apenas amassadores de barro, pela maneira que o mundo olha para eles, como “um bando de fanáticos,” porém Deus olha para eles como Seus Filhos. Estou tão alegre por isso. Eles talvez não consigam lhe dizer quantas milhas são até à lua. Talvez não consigam lhe dizer todos os sistemas solares e como funcionam. Porém há uma coisa que eles de fato sabem, eles sabem a hora em que nasceram de novo. Estou tão alegre por eles.

37 E, como uma pequena parábola que aprendi, e vou associá-la, esta noite, às minhas duas filhinhas para fazer que nos dêmos conta, tornar real para nós, para que vocês compreendam o significado. Certa manhã, levantando da cama… Eu tenho duas filhinhas. Uma delas é Rebeca, e uma delas é Sara, e elas são as filhinhas do papai.

38 E tenho um filhinho, José. E eu estava voltando de Chattanooga, de uma reunião, certa noite, quando estive lá nesta última campanha. E estava no—no carro, indo na companhia do meu filho mais velho, Billy. Sua esposa e Meda estavam no carro, e as meninas. E enquanto rodávamos, ninguém tinha dito nada por vários quarteirões. E eu tinha falado severamente com as pessoas aquela noite acerca da maneira que estavam fazendo. E ninguém tinha dito nada. E o pequeno José se aproximou e me agarrou pelo ombro, disse: “Papai, o senhor pregou muito esta noite!”

39 E esta manhã, quando estava saindo e indo para a Rua Oito com a Dez, a… ou Penn e Dez, melhor dizendo, ninguém tinha dito nada, a esposa e as duas meninas. E o pequeno José segurou meu ombro novamente, ele disse: “Papai, essa, eu gostei muito dessa pregação esta manhã,” ele disse.

Eu disse: “Bem, eu tenho um fã, que é o meu filho.”

40 E ao nosso ditado. Certa manhã, sentado na sala, a pequena Becky veio correndo e, olha, ela se sentou a cavalo na minha perna e me abraçou, e ela é a garotinha do papai. E ela me abraçava. E a pequena Sara pulou da cama com seu pequeno pijama e, olha, veio correndo em seguida. Ela é a pequena de olhos castanhos.

41 A pequena Becky disse: “Oh, Sara, nem adianta vir, porque tenho o papai todo para mim. O papai é todo meu!” E a pequena Sara, seus pequenos lábios ficaram caídos, seus olhinhos castanhos se encheram de lágrimas. Eu acenei assim e pus o outro joelho de jeito, e ela veio e se sentou a cavalo nele.

42 Becky tem pernas mais compridas, de modo que elas alcançavam o chão. A pequena Sara estava insegura, assim eu pus ambos os braços em torno de Sara. A pequena Sara olhou para Becky e disse: “Becky, você pode ter o papai todo, mas o papai me tem toda!”

43 E penso que é assim aqui. Talvez não conheçamos toda a teologia, nem todas as grandes palavras gregas, este grupo de pessoas talvez não conheça. Porém há uma coisa garantida, eu creio que Jesus tem a todos nós. Amém.

Muito bem, irmão Neville.


POSICIONANDO DIÁCONOS POR58-0720E
(The Placing Of Deacons)

Esta Mensagem foi originalmente pregada em inglês pelo irmão William Marrion Branham, no dia 20 de julho de 1958, à noite, no Tabernáculo Branham, Jeffersonville, Indiana, E.U.A., cuja transcrição foi feita de gravação em fita magnética e impressa na integra em inglês. Esta tradução ao português foi impressa e distribuída pela Gravações “A Voz de Deus.”

PORTUGUESE
2016 VGR, ALL RIGHTS RESERVED

Gravações “A Voz de Deus”
P.O. Box 950, Jeffersonville, Indiana 47131 E.U.A.
www.branham.org

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...