PROVANDO SUA PALAVRA – 26/04/1965
26 de abril de 1965
Los Angeles – Califórnia – E.U.A.
Tradução – EUA


1 Inclinemos a cabeça só por um momento. Querido Pai Celestial, estamos gratos por estar aqui esta noite. Nós – nós, estamos gratos por saber que Tua Presença está aqui conosco. Agora rogamos que Tu ministres a cada um de nós, conforme necessitamos. Pedimos isto em Nome de Jesus. Amém. (Podem sentar-se).
2 Faz-me sentir bem ter estes microfones funcionando. Senti muito que isso tenha atrapalhado um pouco ontem, a Mensagem que tanto queria que compreendessem.
3 E eu quero que vocês não deixassem de ver isso. É a – a âncora que temos. Não estamos ancorados em Cristo, vejam. Ele é esse único Caminho. Ele é o único lugar de segurança, o único lugar em que Deus alguma vez pôs o Seu Nome. É Deus disse que Se encontraria com o povo no lugar que Ele escolheu para pôr o Seu Nome; não em qualquer porta, mas na porta que Ele escolheu. E nesse lugar Ele Se encontraria com o povo, e ali somente. E verificamos que Deus nunca pôs o Seu Nome em parte alguma a não ser em Seu Filho, Jesus Cristo, uma vez que o filho sempre recebe o nome do pai.
4 E agora você diz: “Bem, a que isto se aplica hoje? Cada um diz: ‘Eu estou em Jesus’”.
5 Ele é a Palavra. Isso: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. O Verbo Se fez carne e habitou entre nós”. Novamente, também está escrito em Apocalipse capítulo 19, quando O virmos vindo, a Noiva e o Noivo, com a veste salpicada de Sangue: “O Nome pelo Qual Se chamava era ‘A Palavra de Deus’”. Ele é a Palavra de Deus.
6 E, isto é, Ele é o Poder vivificador. Ele é, o Espírito Santo é isso, a – a Dinâmica que entra na mecânica, as Palavras, que a fazem viver. E tudo isto tem de funcionar em conjunto, ou simplesmente não funcionará. Tem de tomar a totalidade da Bíblia, a totalidade de Cristo, o Evangelho pleno.
7 Eu quero dizer, sobre este painel a que assisti na televisão ontem à noite, sabendo que seria apresentado, e eu assisti. Quero comentar sobre estes irmãos, os que estavam nesse painel tal primor em responder perguntas! E eu sou muito crítico, vocês sabem, de qualquer modo, mas não havia nada para se criticar ali. Era absolutamente genuíno, e pude concordar com isso, cem por cento. [A congregação aplaude – Ed.] Obrigado. Amém. Aquelas respostas foram diretamente ao ponto. Eu sem dúvida apreciei isso. Eu somente queria ter um filme para apresentar em minha igreja em cada. Foi realmente agradável.
8 E estou tão agradecido em saber que – que Deus tem lidado nos outros campos, além do nosso próprio grupo pentecostal, e está levantando homens, essa semente de Deus, que tem estado depositada ali por todos estes anos, esperando pela Luz resplandecer na frente deles.
9 E isto também nos dá uma advertência, amigos, ao saber que Jesus disse: “Quando esta virgem adormecida tinha começado a entrar para comprar Azeite, aí foi quando o Noivo estava vindo”. Assim podemos ver por meio disso, quando vemos os episcopais, presbiterianos, metodistas, batistas, luteranos, entrando para obter o Azeite, então essa foi a hora em que o Noivo veio. Recordemo-nos disso.
10 Nunca me ocorreu de Billy, meu filho, dizer-me tal como disse há alguns momentos. Ele disse: “Papai, não estou lhe dizendo o que fazer. Não tenho a intenção de impressiona-lo com coisa alguma, mas”, disse, “papai, o que quer que faça, dedique todo o seu tempo a essas pessoas enfermas”. Ele disse: “Nunca vi tantas pessoas enfermas!” Disse: “Eu distribuí duzentos cartões em alguns momentos”. Disse, “Há tantas pessoas enfermas!” Ele mui raramente me diz isso.
11 E então eu vim esta noite com algumas pequenas notas escritas aqui, e alguns comentários sobre o julgamento que se aproxima, e sabendo que estamos sentados aqui esta noite com a própria ira de Deus estremecendo embaixo de nós, e logo ela o golpeará. E sabendo que a ira de Deus está esperando; no momento em que for dito, estará terminado, para milhões. E sabendo disso em meu coração, e sabendo que é assim! E então vemos tantos enfermos se acotovelando.
12 E pensei: “Esta noite, na maioria são cristãos”. E permitam-me dizer isto a vocês, filhos de Deus. Seja o que fizerem, desprendam-se de tudo. Sirvam a Deus, dia e noite, de todo o coração. Vocês, vocês podem sentir que há algo errado. Vocês podem constatar isto ao caminhar pelas ruas, vocês podem, e… onde quer que vão. Vocês sabem, se são espirituais, e sei que são.
13 E eu estava conversando com um homem, o irmão Stromei. Não sei se Tony está aqui, ou não. Ele, ele estava… [Um irmão diz: “Tony Salameh?” – Ed.] Tony Salameh, Salameh, Salameh? Não. Estou falando do Tony errado. [Um irmão diz algo.] Não, não é esse Tony. Este é o Tony de – de – de Tucson. Qual é o nome dele? [Outra pessoa diz: “Stromei] Stromei! Eu sei que é Salameh, Stromei, ou algo assim. Eu fico totalmente…
14 Em sua loja, o outro dia, um homem entrou, foi impressionante, ele estava dizendo algo que me fez recordar, de quando eu… da última vez em que estive na – na Índia.
15 Onde, eu acho que o Senhor nos deu a maior multidão que já tivemos em uma só ocasião, foi em Bombaim. Não conseguimos nem mesmo encontrar lugares em parte alguma para acomoda-los, dezenas e dezenas de milhares de pessoas.
16 E pouco antes de chegarmos ali, havia um jornal traduzido. Bem, era, a Índia é um país bilíngüe, era – era o jornal em inglês. E disse: “Bem, os terremotos devem ter acabado, os pássaros estão voando de volta aos seus lares em seus ninhos”.
17 Alguns dias antes os terremotos vieram, que derrubaram as cercas e coisas tais. Os pequenos pássaros encontram abrigo para si nas rochas, e constroem seus ninhos; e à tarde ou ao meio-dia, quando o sol está realmente quente, todos os animais ficam em volta daqueles muros de pedra, para ficar na sombra. E por dois dias, os pássaros ficaram nas árvores, eles não queriam voltar para os seus ninhos; e por dois dias, os animais, as ovelhas e o gado, não queriam se aproximar à tarde, ou se demorar junto àqueles muros. Eles – eles ficaram no campo e se recostaram uns aos outros, para fazer sombra.
18 Então subitamente, um terremoto, que simplesmente balançou os muros e derrubou os edifícios. E, veja, se aqueles pequenos pássaros tivessem estado ali, eles teriam perecido. Se o gado tivesse estado embaixo disto, e as ovelhas, eles teriam perecido. Deus advertindo a natureza!
19 Alguns dias atrás, na loja do irmão Tony, eu estava ouvindo um homem ali que disse… Quando este terremoto aconteceu no Alasca, ele estava pescando lá no que chamamos Stony Point, no México. E ele disse: “Os pássaros não queriam se alimentar, e os peixes não queriam se alimentar. Havia algo errado. E, subitamente, o terremoto começou”.
20 E o outro dia, quando aquele aconteceu na Índia, ou onde quer que tenha sido, ele disse que estava pescando novamente. E ele pensou: “Bem, é estranho. Esses peixes se alimentam mais ou menos a esta hora. Não há nenhuma ondulação na água, em parte alguma. A água está simplesmente tão quieta, ocasião perfeita para os peixes se alimentarem, mas não se alimentavam. E todos os pássaros que normalmente estão ali, as gaivotas, apanhando estes peixes e coisas tais, estavam todas caminhando em volta na margem, aconchegando-se umas às outras. Em poucos momentos, o musgo marinho do fundo começou a subir assim, um terremoto tinha acontecido do outro lado da terra”. Veja, aqueles peixes sabiam que havia algo errado, que algo estava para acontecer. Aqueles pássaros sabiam a mesma coisa.
21 Certamente, se Deus dá a um peixe ed a um pássaro discernimento, quanto mais devia Ele dar aos Seus – Seus filhos! Nós sabemos que estamos no tempo do fim, e o juízo está esperando, de modo que sejamos realmente reverentes. Fuja para Deus de todo o coração. “Ó Cafarnaum, tu que te ergues até aos céus, serás abatida até aos infernos”, e hoje ela se encontra sob o leito das águas, somente se lembre, e ore.
22 Agora, esta noite, eu quero ler um trecho aqui na Escritura, só por alguns momentos. Vamos orar pelos enfermos. Billy disse que distribuiu um monte de cartões de oração. E ele distribuiu alguns ontem, e nem cheguei a nenhum deles ontem à noite. E eu me perguntei, quando o Espírito Santo veio… É só… Você simplesmente não pode faze-Lo operar. É como uma pequena alavanca, você engata uma marcha. Vocês fazem isso, vocês próprios. Deste modo eu, ontem à noite, eu notei até mesmo no discernimento, que isso não se enquadrou com as pessoas como devia. Eles não pareceram se entrosar com isso. Eu verifiquei isto, aqui ultimamente, é o que parece, mais ou menos, enquanto eu estava falando, impondo as mãos sobre os enfermos, eles sabem.
23 Nós devíamos compreender que em nós foi dado, nós que cremos em Jesus Cristo e nascemos do Seu Espírito e fomos cheios com esse poder vivificador, esse poder que está em você. Ao impor as mãos uns sobre os outros, como os discípulos faziam e no decorrer da era, Isto absolutamente curava os enfermos, ressuscitava os mortos, Isto mostrava visões, profecias. E exatamente o mesmo Espírito que viveu entre os apóstolos primitivos está vivendo na igreja hoje, operando exatamente as mesmas coisas. E tão logo possamos reconhecer isso! Veja, não importa o quanto esteja operando, você tem de reconhecer isso e crer nisso. Não fará nenhum bem, até que você creia nisto. Mas no momento em que você crê nisto, seus problemas estão terminados. Isso é verdade.
24 Agora vamos ler na Escritura. Eu estava sentado ali, há alguns momentos, anotei mais algumas Escrituras, para mudar meu texto para a noite. E quero ler algo da Palavra de Deus, no Livro de São Lucas, capítulo 8, começando com o versículo 40. Ouçam agora, vou ler extensamente.
E aconteceu que, quando voltou Jesus, a multidão o recebeu, porque todos o estavam esperando.
25 Não seria essa uma ótima atitude para o grupo esta noite?
E eis que chegou um varão de nome Jairo, que era príncipe da sinagoga; e, prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que entrasse em sua casa;
Porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte.
E, indo ele, apertava-o a multidão.
E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos seus haveres, e por nenhum pudera ser curada,
Chegando por detrás dele, tocou na orla da sua veste, e logo estancou o fluxo do seu sangue.
E disse Jesus: Quem é que me tocou? E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: Quem é que me tocou?
…disse Jesus: Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude.
Então vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrou-se ante ele, e declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado e como logo sarara.
E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz.
E estando ele… falando, chegou um da casa do príncipe da sinagoga, dizendo: A tua filha já está morta; não incomodes o Mestre.
Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva.
E tendo entrado na casa, a ninguém deixou entrar, senão a Pedro,…a Tiago, e a João, e ao pai, e a mãe da menina.
E todos choravam… a pranteavam; e ele disse: Não choreis; não está morta, mas adormecida.
E riam-se dele, sabendo que estava morta.
Mas ele, pegando-lhe na mão, clamou à menina, dizendo: Levanta-te, menina!
E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer.
E seus pais ficaram maravilhados, e ele lhes mandou que a ninguém dissessem o que havia sucedido.
26 Agora oremos. Querido Pai Celestial, ao lermos a Tua Palavra, sabemos que isso é verdade. Isto aconteceu. Não é alguma história mítica que lemos quem sabe de um jornal ou de algum livro de ficção, mas isto vem do Livro que sabemos ser a Palavra de Deus. Nós cremos que isto aconteceu. Nós cremos que este Jesus que fez esta coisa notável, em duas ocasiões aqui, da mulher com o fluxo de sangue, e a criança morta, nós cremos que Ele é o Filho de Deus, que Deus O ressuscitou dentre os mortos e O apresentou a nós, esta noite na pessoa do Espírito Santo.
27 E cremos que Ele está aqui conosco esta noite. E crendo que Ele é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente, Suas compaixões se estendem em direção ao povo. À medida que o povo busca a Ele, os mesmos resultados que foram concedidos naquele dia. Concede-o novamente, Pai, para que possamos ter uma nova unção. Como o irmão Shakarian pediu tão sinceramente, faz pouco, e pediu à audiência para crer, nós estamos pedindo novamente no Nome de Jesus Cristo. Amém.
28 Eu quero falar só por alguns momentos, e serão somente alguns momentos, porque quero trazer essas pessoas com cartões de oração aqui e orar por elas. E omitindo qualquer outra coisa e somente orando pelos enfermos. Mas antes de orar pelos enfermos, temos de levar o povo a essa atitude. É a atitude que sempre traz os resultados. É a atitude que você toma para com Deus.
29 Aqui está uma mulher que tocou Sua veste, ela foi curada, com um fluxo de sangue. Um soldado cuspiu em Sua face e pôs uma coroa de espinhos em Sua cabeça, e não sentiu virtude alguma.
30 É a sua aproximação. A atitude é o que se requer. E é isso que é esta noite, estimado amigo, requer-se a atitude. Nós estamos, e cremos que estamos na Presença de Jesus Cristo, mas é sua atitude que traz os resultados. A mecânica está aqui, e do mesmo modo está a dinâmica. Se você puder somente dar a partida, Deus fará o resto.
31 Agora, este tema sobre o qual desejo falar, por alguns momentos, é: Provando Sua Palavra. Agora essa é uma grande coisa, pensar nisso: Provando Sua Palavra.
32 Agora Deus está simplesmente tão apto a provar Sua Palavra esta noite, quanto Ele sempre A provou. E a Bíblia também diz: “Examinai tudo. Retende o bem”.
33 Agora vocês já ouviram, sem dúvida, ouviram o velho provérbio: “Prove que eu acredito”. Mas isso não é comprovado. Muitas vezes eu vi muitas coisas serem provados, que eram absolutamente até cientificamente provadas, e ainda assim as pessoas não criam nisto de qualquer modo.
34 Eu estava conversando com um homem, aqui não faz muito. Estávamos conversando sobre cura divina. Ele disse: “Eu não creria nisto. Não me importa o que acontecesse, quanta prova você pudesse mostrar disto, eu nem assim creio nisto”. Bem, certamente, não importa o que você alguma vez fizesse por esse homem, ele – ele está perdido. Ele não pode crer. Não há nada nele, para crer.
35 Eu recentemente tive uma – uma pequena experiência aqui, há cerca de uma semana, como todos vocês sabem que eu – eu caço. E quando retornei de minha reunião, estive caçando onças. E depois que me mudei para o Arizona, é bom, eu gosto de caçar animais de grande porte, e gosto de sair para o meio da natureza e observa-la.
36 Agora, eu não sou um assassino. Eu somente caço. Assim, eu – eu não gosto de destruir a caça, eu – eu não acho que seja certo. Eu acho que é simplesmente tão pecado matar caça, quando você não a aproveita ou vai aproveita-la com um propósito, quanto seria matar qualquer outra coisa. Eu creio que é errado. Não devíamos fazer isso. Deus a deu para nós para alimento e com propósitos, e não devíamos destruí-la. Mas agora o que a lei diz que se pode apanhar, muito bem. Somente não a desperdice.
37 E eu aqui, a estação terminou para tudo mais. Onças matam muito gado. E conheço muitos fazendeiros na região. E toda vez que tem um animal abatido, ora, eles me chamam, quando uma onça vai atrás das ovelhas. Um certo amigo meu, a outra noite, perdeu cerca de três mil e quinhentos dólares, em uma noite, por causa de uma onça matando somente cordeiros. Ela se meteu ali, e, naturalmente, o reto das onças vai ter de pagar por seu pecado. E assim matei a onça, e era uma enorme onça, e nove pés de comprimento [2,74 m – Trad.] e pesava quase duzentos e pouco [Cerca de 110kg], de modo que era – era uma onça de bom tamanho.
38 E então fui da região do Arizona, para Utah, para caçar. E assim fui informado que havia pessoas ali, que um homem com que eu ia caçar, era caçador, para o governo, que usa armadilhas, “e, pelo amor de Deus, não mencione nada sobre religião, perto dele”. Disse: “Ele é um indivíduo realmente rude”.
39 E eu disse, bem, eu disse ao homem com quem estava indo, eu disse: “Eu não mencionarei”.
40 Ele disse: “Não diga ‘pregador’. Se o fizer, você não vai conseguir caçar. Ele não o levará”. Disse: “Eu cacei com ele por três dias, e dormi com ele todas as noites, comi com ele todos os dias, e ele nunca nem mesmo disse: ‘Bom dia. Como está? Quer algo para comer? Lave os pratos’. Nada!” Disse: “Agora simplesmente não diga nada sobre isto”.
41 Eu disse: “Não direi uma palavra”. Deste modo eu não lhe disse que não ia orar, mas somente prossegui dizendo-lhe que eu… E eu ia orar.
42 Assim quando chegamos lá, o homem tinha um caráter muito desagradável, e não achei que ele cresse em alguma coisa. E ele tinha acabado de perder um bebe algumas noites antes disso, um bebê que nasceu morto. Deste modo, nós fomos caçar. E no segundo dia, o homem com quem eu estava caçando tinha lhe dito, disse que eu conseguia caçar por toda parte no país. Assim, quando o outro caçador que estava comigo tinha saído, nós estávamos bem no topo dos cumes; onde tínhamos acabado de perseguir uma onça, até que o levamos a entrar por entre as rochas, e ele tinha escapado. E deste modo estávamos sentados ali esperando que o cão voltasse. E este homem me disse, ele disse: “O outro caçador, seu amigo, me disse que o senhor consegue caçar por toda parte. O senhor tem muito dinheiro?” Disse: “Suponho que não seja da minha conta”.
43 E eu disse: “Não”, eu disse, “não é que eu tenha muito dinheiro”. Eu disse: “Eu – eu recebo auxilio para realizar um trabalho”.
44 E ele disse: “Oh, entendo”. Ele disse: “Bem, suponho que não seja da minha conta novamente, mas”, disse, “o senhor trabalha para uma firma que custeia seus gastos?”
45 Ele estava puxando isso de mim. Eu prometi que não contaria, veja. Deste modo eu disse, sim, eu disse: “Não, senhor. Eu sou pregador, um missionário”.
Ele disse: “Um o quê?”
46 Eu disse: “Missionário”. E ele só ficou olhando para mim por alguns minutos.
47 Eu disse: “O senhor tem alguma esperança de Vida futura? Qual é a sua esperança?”
Ele disse: “Eu sou um Jack mórmon”.
E eu disse: “Um o quê?”
Ele disse: “Um Jack mórmon”.
Eu disse: “Que tipo é esse?”
48 Disse: “O que fala palavrão e bebe café, e fuma cigarros”.
Eu disse: “Bem, uma confissão honesta é boa para a alma”.
49 E então ele disse – ele disse: “Quero lhe perguntar uma coisa”. Ele disse: “Dizem-me que a igreja mórmon é a única igreja verdadeira que há”. Ele disse: “O senhor crê nisto?”
50 Eu disse: “No que se refere à igreja, suponho que seja tão boa quanto qualquer uma delas. Eu somente conheço uma Verdade, e essa é Jesus Cristo”. Eu disse: “Eu sei que é a Verdade”.
51 “Bem”, ele disse, “Eu tive um bebê que nasceu morto a outra noite”. Ele disse: “Disseram-me que este bebê, porque nasceu morto, Deus nunca soprou o fôlego da vida nele, de modo que eu nunca o verei novamente”. Ele disse, “O que o senhor pensa disso?”
52 “Bem”, eu disse, “o senhor não o verá como um Jack mórmon, com certeza que não. Nisso não há dúvida, você não o verá enquanto o permanecer um Jack mórmon”. E ele disse… Bem, ele tinha me provocado, de modo que eu o provoquei de volta um pouquinho, veja. Nós tínhamos – tive oportunidade de provocar de volta. Assim ele disse – ele disse… Eu disse: “O que aconteceu?”
Ele disse: “Oh, eu não sei”. E ele disse: “Bem, o que o senhor acha?”
Eu disse: “Conheço pessoalmente muitos ótimos…”
53 Eu não sabia que ele era mórmon. E eu estava muito… Eu sei, sendo isto em Utah, provavelmente era, mas eu… porque a maioria das pessoas lá é mórmon, nas imediações de Salt Lake City. Isto não era Salt Lake City, todavia. Assim eu pensei: “Bem, tenho alguns ótimos amigos mórmons, que estiveram nas filas de oração, ótimas pessoas”.
54 E eu disse: “Conheci alguns homens excelentes que são – são mórmons”. E ele disse, bem, ele disse… Eu disse: “Não conheço o ensino deles sobre isso, e não gostaria de dizer algo contrário ao ensino deles, porque isso é o que o senhor é, e eu respeito isso sumamente”. E eu disse: “Bem, e o senhor crê nisso?”
Ele disse: “Sim, senhor, eu creio. Mas”, disse, “eu não vivo à altura disso”.
55 Eu disse: “Bem, eu creio que a Bíblia ensina que Deus conhecia aquele bebê, milhões de anos atrás, antes da fundação do mundo”. Eu disse: “Deus disse a Jeremias: ‘Antes mesmo que tivesses sido concebido no ventre de tua mãe, antes mesmo que saísses da madre, eu te conheci, te santifiquei, e as nações te dei por profeta’”. Eu disse: “Isso é o quanto Ele soube acerca dele, veja”.
Ele disse: “Bem”, ele disse, “obrigado”.
56 Ele começou a caminhar colina abaixo. E então ele encontrou com o outro indivíduo, e ele disse: “Por que você não me contou que aquele sujeito era pregador?” E assim nós… Ele conversou com ele um pouquinho e começou a lhe contar acerca das reuniões.
57 Agora, mórmons crêem em profecia. Eu não… talvez não haja nenhum aqui, mas eles – mas eles crêem em – em profecia. Mas, deste modo, talvez eu esteja falando fora da escola, mas eu… Sim. Sim. Porém, de qualquer modo, eles crêem.
58 E ele disse, retornou a mim, disse: “Pelo que entendo o senhor é profeta”.
59 Eu disse: “Não, senhor”. Eu disse: “Eu… O Senhor tem me mostrado algumas coisas por acontecer”.
60 E ele partiu imediatamente, disse: “Vamos entrar”. E ele entrou em seu carro, e desceu até a… Havia uma cidadezinha perto de onde ele morava. Passaram-se alguns momentos, demos falta dele. Nós estávamos arrumando os cães, para sair novamente a caça após o almoço. E enquanto arrumávamos, ora, ele partiu em um carro.
61 Em poucos momentos, um jovem de boa aparência voltou, com cerca de dezessete anos de idade, um cavalheiro cristão de aparência realmente santa. Ele disse: “Este é o meu irmão”. Disse: “Ele não é um Jack mórmon. Ele é um verdadeiro mórmon”.
Eu disse: “Como vai, filho?”
62 E ele disse: “Eu entendo, pelo que meu irmão me contou, que o senhor é profeta”.
63 Eu disse: “Não, senhor”. Eu disse: “Não é que eu seja profeta”. Eu disse: “O Senhor tem me mostrado coisas por acontecer”.
64 Ele disse: “Tomei uma injeção no braço agora mesmo, é para eu estar na mesa de operação”. Ele disse: “Mas meu irmão me disse isto. E eu disse: ‘Se é assim, eu não necessito da operação’”. Ele me olhou direto no olho, um olhar sincero, honesto, verdadeiro, disse: “O senhor impõe as mãos sobre mim. Se estas coisas são assim, eu não necessitarei da operação”. Ele foi saudável para casa.
65 Este irmão, meu amigo cristão, estava caçando comigo, de Phoenix. Ele me disse, ele disse… Alguns destes rapazes estão sentados aqui mesmo agora. Um deles eu sei que está aqui presente. Nós fomos para casa. Ele disse: “Irmão Branham, se o Senhor lhe mostrasse uma visão e o deixasse dizer a esses mórmons simplesmente o que vai acontecer, isso bastará, porque eles estão esperando por isto”.
66 Deste modo, eu orei e orei. E a caminho de volta para casa, eu estava vindo, na segunda-feira seguinte, domingo, por volta das dez horas, eu estava de pé na sala, após o culto aquela manhã, e estava olhando para fora.
67 E eu vi lanternas lampejando, ou algum tipo de luz lampejando. E eu vi uma onça que estava em uma árvore, e – e era pequena demais para eu atirar. Eu não queria isto. E teve outra pessoa que atirou nela, e, quando atirou, atirou nela com uma arma grande demais. Estraçalhou a onça. Eu não gostei da – da – da maneira como se fez isto.
68 Quando cheguei a Phoenix, eu contei isso ao irmão Dawson, e ao irmão Mosley. Eu sei que ele está aqui. Eu o vi o outro dia, aqui em algum lugar. E ele ia comigo, ele e sua esposa. E eu disse: “Observe e veja, isso é ASSIM DIZ O SENHOR. Vai acontecer dessa maneira”.
69 Por noites nós esperamos, quatro ou cinco noites, nós tínhamos caçado, ou dias. Raramente se faz uma onça refugiar-se numa árvore à noite. Aconteceu de estar, vindo para casa, eles soltaram os cães, este caçador, este rapaz mórmon. E a – a onça pegou a trilha, ou o cão pegou a trilha da onça, melhor dizendo, e a perseguiu forçando-a a refugiar-se numa árvore. E às dez da noite eles vieram, tiraram-nos da cama. Nós fomos até lá, e ali estava aquela mesma onça na árvore. Luz brilhando, o irmão Mosley atirou nela com uma arma mais ou menos de calibre quarenta e quatro, quase partiu a onça em duas. E ali estava exatamente da maneira que foi dito.
70 No dia seguinte, eu encontrei o guarda florestal chefe do estado, outro Jack mórmon. Levei aqueles dois juntos, conduzindo-os de volta a Cristo.
71 Eu lhes digo, Ele é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Deus prova que Sua Palavra é assim.
72 Vocês já ouviram as pessoas dizerem: “Ver é crer”. Isso não é inteiramente verdade. Muitas pessoas vêem e ainda assim não crêem.
73 Nos dias em que Jesus esteve na Terra, por que eles não O reconheceram, que Ele era essa Palavra de Deus manifestada? Por que as pessoas não entederam que Moisés disse: “O Senhor teu Deus te despertará um profeta como eu”? E Ele cumpriu cada Palavra que a Bíblia falou que Ele faria, porém eles não creram nisto.
74 Mas Deus, em cada era, provou que Sua Palavra é verdade. Ele sempre prova Sua Palavra. Então dizem algumas vezes, que: “Ver é crer”. Não é assim. Mas sabemos que Deus segue em frente provando Sua Palavra em cada era.
75 Sabemos que Ele provou isto a Adão e Eva, que quando Ele disse: “No dia em que dela comeres, nesse dia certamente morrerás”. Temos de admitir isso, que isso é verdade. Nós cremos nisso, porque Ele nos provou isto, e sabemos que é a verdade.
76 Agora somente tomaremos alguns lugares onde Deus provou Sua Palavra. Tomemos, por exemplo, nos dias de – de Noé. Deus falou a Noé uma mensagem que certamente era não-científica e incrível. Ninguém poderia ter crido. Nunca tinha chovido sobre a terra. Não-científica!
77 Talvez eles fossem uma era científica maior do que somos agora, porque construíam pirâmides e esfinges, e coisas tais, naqueles dias, que não conseguimos construir agora. Eles estavam familiarizados com um poder, de algum tipo de poder mecânico, talvez atômico ou algo assim, que eles conseguiam erguer aquelas grandes pedras, o que não conseguiríamos fazer hoje. Porém eles fizeram grandes coisas científicas. Eles tinham algo com que podiam embalsamar um corpo, para fazê-lo perecer natural por centenas de anos. Nós perdemos essa arte.
78 Jesus disse: “Como aconteceu nos dias de Noé, assim será na vinda do Filho do homem”. E sabemos que estamos para entrar em outra grande era científica.
79 E agora a mensagem que Noé tinha era muitíssimo contrária à crença daquele dia, na igreja, e era também muitíssimo contrária à pesquisa científica. Porém Deus provou que Sua Palavra era verdade. Deus provou que o que esse profeta dizia era verdade.
80 Também tomaremos outro só por um momento. Abraão foi outro profeta do Senhor, a quem a Palavra veio. E lhe disse, quando tinha setenta e cinco anos de idade, e Sara tinha sessenta e cinco anos de idade, que ele ia ter um filho com Sara. Agora, isso foi um choque e tanto para um incrédulo. Poderia você imaginar, hoje, tal coisa acontecendo até mesmo neste dia, com todas as nossas realizações científicas, e todos estes bebês de proveta de que falam, e coisas tais? Porém esta mulher idosa, agora com sessenta e cinco anos, e um homem idoso de setenta e cinco anos, porém a Palavra do Senhor veio a Abraão e lhe disse que isto ia acontecer. E Abraão creu em Deus. E sem importar o quanto Deus falou, e quão verdadeiro era, Abraão teve de crer no que Deus disse, para que fosse assim. Agora veja como aquele homem foi testado, com seu testemunho, de que ele realmente creu.
81 Esse mesmo homem que fez essa confissão, de que creu em Deus, ele era uma pessoa como você é, sentado aqui esta noite. Nós ainda cremos em Deus. Nós temos de crer que Sua Palavra é a Verdade. E Ele provará isto, que Ela é a Verdade, se somente crermos nisto.
82 Agora veja o obstáculo que Abraão tinha. A primeira coisa era sua idade, setenta e cinco anos de idade, e Sara tendo sessenta e cinco. Ela havia passado muito da mudança da vida, a menopausa. Sem dúvida que isto havia cessado, muitos anos antes. Ele havia vivido com ela como esposa. Ela era sua meia-irmã, provavelmente a tinha tomado quando ela era só uma menina em sua adolescência, e a tinha desposado. E ele não tinha tido nenhum filho. Ela era absolutamente estéril. E agora descobrimos que para faze-lo, ele teve de se separar de todas as pessoas que não criam nisto, para fazer que isto se cumprisse.
83 Não é minha intenção dizer que você tem de se separar das pessoas. Mas você tem de se separar de toda a tagarelice de incredulidade, e ficar longe disso. Quando as pessoas disserem: “Ah, essas coisas não acontecem! Esse é um bando de pessoas lunáticas! Não há tal coisa como essa acontecendo”, simplesmente tape seus ouvidos e se afaste. Não dê nenhuma atenção a isto.
84 A Bíblia diz que: “Abraão não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado, dando louvor a Deus”. Seu nome foi mudado de Abrão para Abraão, a mudança do nome tornou seu nome “pai das nações”. Poderia você imaginar um homem vivendo com sua esposa, como sua querida, com quem ele já tinha vivido por todos estes anos, e agora com quase oitenta anos, e sua esposa com setenta anos, e ainda sem nenhum filho ou alguma esperança de filho, ainda assim declarou que ele era o “pai das nações”. Poderia você imaginar as críticas de seu companheiro de jornada, dizendo: “Pai das nações, agora quantos filhos você tem no momento?” E todas as críticas pelas quais ele teve de passar!
85 Porém Abraão não duvidou absolutamente em parte alguma, por incredulidade. Ele creu que Deus tinha condições de realizar o que tinha prometido, que Deus provaria Sua Palavra, sem importar quanto tempo levasse. Mas ao invés de ficar cada vez mais fraco, como temos tendência a fazer, ele ficou mais forte o tempo todo. “Se não aconteceu hoje, amanhã será um milagre maior, porque está um dia mais velho”. Esse era Deus, esse era Deus em Abraão, porque ele sabia que Deus provava que todas as Suas Palavras eram assim.
86 Se Seus filhos somente tomarem a Sua Palavra, de modo que Ele possa provar isto por meio de você! Essa é a única maneira Dele poder provar a Sua Palavra.
87 Ele não A prova a incrédulos. Eles não podem ser provados; eles são incrédulos. Porém, Ela não é a incrédulos. Não é para incrédulos.
88 É para aquele que crê. E se Ele puder encontrar alguém que creia em Sua Palavra, Ele provará a Sua Palavra por meio de você. E algumas vezes enfermidades e coisas tais nos acontecem dessa maneira, de modo que Deus possa provar a Si Próprio.
89 Lembram-se do homem cego que Jesus encontrou? Eles disseram: “Quem pecou, ele ou seu pai, sua mãe?”
90 Ele disse: “Neste caso, ninguém, mas para que as obras de Deus pudessem ser dadas a conhecer”. Veja, isto aconteceu ao rapaz de modo que Jesus pudesse ser glorificado. Algumas vezes a enfermidade não é uma maldição, é uma bênção, de modo que possamos estender nossa fé até ali e chamar aquelas coisas que não são, como se fossem. Deus disse assim, e Ele provará que é assim, se você tão-somente não se enfraquecer durante o teste.
91 Ele pôde provar Jó, certa vez, que ele não O amaldiçoaria na Sua face. Veja a prova por que Jó passou. Porém nas próprias mandíbulas da morte, ele ainda disse: “O Senhor o deu, o Senhor o tomou; bendito seja o Nome do Senhor!” Ele sem dúvida creu. Deus provou Sua Palavra a Jó. Ele provou a Abraão. Ele provou a Abraão. Ele provou que é assim.
92 Ele também provou por meio de Moisés. E quando Moisés, quando a dificuldade era tanta contra ele, Moisés tinha em mente, que talvez para ser um libertador, que sua mãe provavelmente lhe havia dito que ele nasceu um menino formoso. Ela – ela foi sua tutora que o criou no palácio de Faraó, sem dúvida lhe havia dito: “Filho, nós temos orado para que fôssemos libertos, e cremos que você é esse menino que Deus usará para libertar”. E então quando ele…
93 Veja, ele cresceu e era para ser o – o filho da filha de Faraó, e verificamos que ele estava para ser herdeiro do trono. Ora, sem dúvida que estava na mente deles então, que ele se tornaria o próximo Faraó: “E é assim que ele libertaria o povo, ao ser o próximo Faraó”. Porém Deus tinha um… Se tivesse sido dessa maneira, então ele teria feito isso através de um material, através de um – um – um ato de política. Mas Deus não opera sempre dessa maneira.
94 Deus tem Suas maneiras próprias de operar, e Ele disse que iria “traze-los para fora”. Ele disse a Abraão: “Depois de quatrocentos anos”, Ele iria “traze-los para fora, com forte mão”, Ele iria “mostrar sinais e maravilhas”. Deste modo ele não podia tê-lo feito dessa maneira, assim Abra-… Verificamos que Abraão creu em Deus, e aqui está Moisés agora crendo em Deus.
95 E Moisés olhou da mesma janela pela qual Faraó olhava, ele viu o mesmo povo sobre o qual Faraó olhava como “um povo maldito, um povo que não tinha nada além de um bando de fanatismo, como Deus, e algum Deus do deserto em algum lugar do Qual nada sabiam; alguma coluna invisível à qual oravam, em que não havia nada de especial. Eles eram um bando de fanáticos. E eles eram um bando de escravos. E o Deus deles deixando que fossem escravos, provava que não era Deus”.
96 E bem no meio da coisa toda, Ele estava levantando o próprio homem. Deus faz coisas de maneiras tão peculiares, bem debaixo deles. Não um teólogo, não um professor, não um sacerdote, não um dos homens santos; mas apenas um homem comum, nascido para o trabalho. E Deus o chamou para ser Seu profeta, e o enviou até lá. E nada na mão além de uma vara torta, para enfrentar um exército, unidades mecanizadas que tinham conquistado o mundo inteiro. Mas com essa vara na mão, como Deus lhe havia dito para segurar essa vara na mão e ele libertaria Israel, e ele foi e fez isso porque Deus o prometeu. Como ele fará isto? “Eu serei contigo”.
97 Ele disse: “Mostra-me Tua glória, Senhor. Eu sou pesado de boca. Eu não consigo falar direito. E eu…” Ele teve um milhão de desculpas.
98 Porém Ele disse: “Eu serei contigo”. E isso foi o bastante. Ele foi, tomando a Palavra de Deus. Sem importar quão perigosa a tarefa parecesse, Moisés continuou a crer em Deus. E Deus provou, através de Moisés, que Sua Palavra era a Verdade. Porque, independente do que aconteceu, Moisés permaneceu bem ao lado da Palavra. Por ocasião da jornada…
99 Deus lhe disse, lá no Egito, também, que Ele os libertaria: “Para uma terra prometida, uma boa terra, repleta de leite e mel”. E estava absolutamente lá. Eles não sabiam que estava lá, porém Ele disse: “Está lá, e Eu a dei a vós. Já é vossa, apenas vão reivindica-la!”
100 E no deserto, quando muitos deles saíram, dançando no Espírito, quando Miriã tocou o tamboril; comendo maná do Céu: ouviram Moisés cantar no Espírito; observando os milagres e sinais serem feitos. Porém quando chegou a hora da prova, para crer na inteira Palavra de Deus, toda a promessa, eles falharam.
101 Somente dois deles creram nisto, que foram Josué e Calebe. E eles trouxeram de volta a evidência de que a terra era boa.
102 Porém, as circunstâncias, foram, foi isso que os impediu. Porque, eles disseram: “Não temos condições de tomar essa terra, porque suas cidades são muradas, seus – seus – seus delegados ali. Não seus delegados, mas seus – seus povos são grandes gigantes. Ora, parecemos gafanhotos, ao lado deles”.
103 Josué e Calebe disseram: “Somos mais do que aptos a toma-la”. Por que? Deus a tinha dado a eles, sem importar quão grandes fossem os gigantes. O obstáculo não significava nada para eles. Deus tinha dito assim! E Deus provou isto por meio deles. E eles de fato atravessaram e tomaram a terra, como Deus disse que fariam. Ele provou isto para eles.
104 Agora, quando foram no mês de abril, quando as águas estavam se precipitando das montanhas, por causa da neve acumulada pelo vento, e coisas tais, e parecia que Deus era um general medíocre, ao guiar Seu exército diretamente a um lugar, onde Ele os tinha deixado bloqueados da terra prometida. E exatamente na ocasião em que Ele os fez atravessar, ia faze-los atravessar, era o pior mês do ano. O mês em que o Jordão estava transbordando, suas margens se estendiam bem para os campos. Ora, se eles iam faze-los atravessar, seria no verão, quando podiam atravessar a pé. Porém Ele esperou até que as águas ficassem fundas. Ele gosta de mostrar que é Deus. Ele gosta de provar Sua Palavra, apesar de tudo.
105 Não importa se o doutor disse: “Você está morrendo de câncer”. Isso é tudo que o homem sabe. Talvez as águas estejam fundas para alguns de vocês esta noite. Porém, lembrem-se, Deus fez a promessa. Deus cumpre Sua Palavra, e Deus prova Sua Palavra. É a Verdade.
106 Ele esperou até que as águas ficassem barrentas, até que elas ficassem fundas e acima da cabeça deles, e assim por diante, e então Ele abriu o caminho. Ele foi adiante deles e preparou o caminho.
107 Como iam entrar, em Jericó, quando estava completamente fechada? Josué estava querendo saber. Ele sabia que Deus o tinha conduzido até esse ponto, o passo seguinte pertence a Deus.
108 Certo dia, quando estava fora caminhando por ali contemplando os muros, ele viu um Homem de pé com a espada desembainhada. E ele sacou sua espada e foi encontrar-se com o Homem, ele disse: “De que lado estás? Estás Tu conosco ou és do nosso inimigo?”
109 Ele disse: “Eu sou o Príncipe dos exércitos do Senhor”. E Ele lhe disse o que fazer. Como iria ele tocar a trombeta e um muro desabar, ao longo do qual podiam ter uma corrida de carros de batalha? Que coisa teria a ver com uma trombeta?
110 Deus usa métodos tão simples. É assim, a simplicidade disso é o que o torna Deus para mim. Estamos sempre tentando encontrar uma coisa grande, que vai fazer alguma coisa, e Deus… alguma grande organização que vai tomar a coisa toda e colocar tudo em ordem. Quando, Deus toma uma pessoa simples, apenas um homem que Ele possa manter em Suas mãos, e Ele provará cada Palavra que Ele disse, por meio disto. Emprega métodos tão pequenos e simples!
111 “Tocai a buzina”. Não: “Escavai o muro”, porém, “apenas tocai a buzina, e os muros desabarão. O sonido da buzina porá o muro abaixo”. Quão néscio para a mente carnal! Porém Deus provou que Sua Palavra era verdadeira, porque os muros desabaram, por cima um do outro. Eles subiram e tomaram a cidade.
112 Oh, Deus gosta de provar que Ele Próprio é Deus! Josué sabia disso. Certo dia, e quando ele estava ali de pé, um dos maiores paradoxos que já aconteceu, fora a morte, enterro, e ressurreição de Jesus Cristo. Quando o inimigo… Ele os tinha posto em fuga desordenada, e os diferentes exércitos estavam nas montanhas. Ele os tinha feito fugir desordenados, e o sol estava se pondo. Oh, que coisa, que tempo foi para o general Josué!
113 Lembre-se, ele atravessou aquela terra lutando, sem ter um hospital, uma enfermeira, uma atadura de primeiros socorros, ou um homem ferido. Diga-me algo que possa superar isso. Sim, senhor. Ele nunca teve hospitais, nem enfermeiras, e nunca perdeu homem algum, pelo tempo em que caminharam na vontade e Palavra do Senhor. Deus provou que estava com eles. Isso mesmo. Note agora.
114 E verificamos que Josué sabia que se anoitecesse, eles escapariam e se encontrariam uns com os outros, e – e se reuniam e formariam outro grande exército, e ele ficaria em situação difícil com eles no dia seguinte. Ele não sabia o que fazer, assim levantou os olhos a Deus. Ele precisava de ajuda, e ele precisava que o sol se detivesse. Assim ele simplesmente ordenou que o sol se detivesse, e a …disse para “a lua pairar sobre Aijalom”, não se movessem até que ele ordenasse. E a lua e o sol se detiveram por vinte e quatro horas, quando Josué combateu e subjugou o inimigo, porque ele estava exatamente no cumprimento do dever. Ele tinha direito de faze-lo, porque estava obedecendo ao mandamento de Deus.
115 E enquanto você está cumprindo o dever, guardando a Palavra de Deus, fazendo exatamente o que Ele lhe disse para fazer, marchando pelas ordens de Deus, você tem direito de dizer a esse monte: “Move-te!”
116 Deus cumpre a Sua Palavra. “Se disseres a este monte: ‘Move-te’, e não duvidares em teu coração, mas creres que se fará aquilo que disseste, tu podes ter aquilo que disseste”. Jesus disse isso em São Marcos 11:22. Isso é Verdade. Eu sei que é a Verdade. É a Palavra de Deus, e isso prova que é a Verdade. Estamos simplesmente com medo de que Ele não cumpra essa Palavra. Ele cumprirá essa Palavra. Ele disse que o faria. Agora, constatamos que isso é verdade. Ele provou isto.
117 A profecia de Isaias, certa vez, a qual foi algo que nunca havia sucedido; nunca sucedeu antes, e nunca desde então. Ele disse: “Uma virgem conceberá”. Poderia você imaginar que uma mulher, sem conhecer homem, que tivesse um filho? Isaias disse: “Uma virgem conceberá”.
118 E Deus fez que uma virgem concebesse, para provar que Sua Palavra é verdade. Ele provou Sua Palavra, porque uma virgem de fato concebeu e deu à luz um Filho.
119 Agora, essa Palavra feita carne, veja o que Ela fez. Quando esse Filho veio, Ele foi a Própria Palavra. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós”.
120 Ele foi essa Palavra viva. Ele provou que era essa Palavra viva. Ele disse àqueles professores daquele dia: “Quem pode Me condenar de pecado:” Pecado é “incredulidade”. “Quem pode ME dizer que sou incrédulo? Cada Palavra que de Mim está escrita, Se cumpriu”. As sete últimas predições de Sua vida se cumpriram nas últimas sete horas, na cruz. Tudo que foi escrito Dele, se cumpriu, porque Ele era a Palavra. Ele provou que era, era. Ele curou os enfermos. Ele ressuscitou os mortos. Ele conquistou a morte, o inferno, e a sepultura. Ele provou que era a Palavra.
121 Note este caso aqui na casa de Jairo. Ele era… Ele lhes tinha dito a verdade. Nós O vemos quando cruzou o mar. Ele chega.
122 Havia uma pequena mulher sobre a colina, que tinha despendido todo o seu dinheiro com os médicos. Sem dúvida, os médicos tinham feito tudo quanto sabiam fazer, para que a mulher ficasse sã; provavelmente médicos judeus, e essa era uma mulher judia, de modo que tinham feito tudo quanto sabiam por sua irmã. Contudo, eles não tinham nada para pôr fim a este fluxo de sangue, o qual era, talvez, um tempo de menopausa e seu sangue tinha fluído até que ela… a pobrezinha estava tão fraca que quase não conseguia mais andar para lá e para cá. E ela havia ouvido acerca de Jesus. E quando ela viu o barquinho encostando entre os salgueiros, ela desceu para verificar.
123 Muitos dos Seus críticos se encontravam ali. E Ele não está livre de críticos hoje. Se tivessem sabido Quem Ele era, não teriam sido seus críticos. Porém eram Seus críticos porque não sabiam Quem Ele era.
124 E assim é com a Mensagem hoje, tantos bons homens e mulheres criticam Isto porque não sabem o que é Isto.
125 Jesus disse: “Se tivésseis conhecido Moisés, teríeis conhecido a Mim. Moisés falou de Mim. Muitos grandes homens anelaram ver este dia. Se não faço as obras de Meu Pai, então não Me acrediteis. Eu tenho maior testemunho”, Ele disse, “do que o de João, porque as obras que faço, provam que o Pai está em Mim”. Ele tinha maiores obras, porque Ele era o Identificado. João foi identificado também, como a voz do que clama no deserto. Porém quando Ele veio, Ele foi o profeta que Moisés disse que seria suscitado.
126 Como eu disse a outra noite, Ele vem em três nomes; no nome do Filho de Deus, Filho do homem, e Filho de Davi.
127 Quando esteve aqui na terra, a primeira vez, Ele foi o Filho do homem. Ele não podia ser o Filho de Deus então; Ele nunca declarou ser. Ele disse que era “Filho do homem”. Quando alguém Lhe perguntava, Ele dizia: “Tu vês o Filho do homem; o Filho do homem”. Agora, “Filho do homem” é um profeta. Ele tinha de vir dessa maneira, porque, a Escritura, Ele não pode vir de modo contrário à Escritura.
128 É por isso que, hoje, nossa – nossa Mensagem desta hora não pode vir através de teólogos e teologia, tem de estar de acordo com a mesma coisa que Ele prometeu fazer. Tem de ser dessa maneira.
129 Assim verificamos que, neste Homem, Ele teve de ser profeta. Não Filho de Deus ali, Ele teve de ser Filho do homem. O Próprio Jeová chamou os profetas, Jeremias e os demais, de “filho do homem”. “Quando virdes o Filho do homem…” “Quem é o Filho do homem?” Eles ficavam perguntando.
130 Então, Ele serviu Seu ofício como Filho do homem. Então Ele serviu Seu ofício agora como Filho de Deus. Deus é Espírito, e quando agora Ele serviu através das Eras da Igreja, como Filho de Deus. Agora, no Milênio, Ele será Filho de Davi, quando Se sentar no trono de Davi. Ele será herdeiro do trono, Filho de Davi. Filho do homem, Filho de Deus, Filho de Davi, e é o mesmo Homem o tempo todo.
131 Do mesmo modo que o Pai, Filho, e Espírito Santo; o ofício de Deus. Ele era Deus Pai, então Ele Se tornou Deus Filho, agora Ele é Deus Espírito Santo. Não três Deuses; um Deus, três manifestações, três atributos do mesmo Deus.
132 Agora nós constatamos, e nesta hora em que agora estamos vivendo, Deus cumpre Sua Palavra do mesmo modo que cumpria naquele tempo.
133 Nós verificamos que Ele veio do outro lado do mar. Esta mulher cria Nele, houve algo dentro dela que começou a palpitar. Ela não tinha Escritura para isto, não mais Escritura do que Josué tinha para deter o sol, porém ela cria de coração que Ele era o Filho de Deus. Assim ela disse: “Se eu tão somente puder tocar a Sua veste, serei curada”. Deste modo ela forçou pelo meio da multidão até que tocou a Sua veste, e o fluxo de sangue cessou.
134 Agora, Ele olhou por sobre a audiência, para descobrir quem O tocou. Sem dúvida, houve alguém. Ele parou. Todo o povo apertando-O; e alguns zombando Dele, alguns rindo Dele; o sacerdote ficando de lado e questionando-O, e o clérigo, e assim por diante. Porém havia alguns que criam Nele. E, e após algum tempo Ele parou, subitamente, voltou-Se, disse: “Quem Me tocou?”
135 Alguns deles disseram: “Ora, Mestre!” Eu creio que foi Pedro que disse: “Ora, a multidão inteira Te aperta. Ora, quem Te ‘tocou’? Ora, todos estão Te tocando!”
136 Ele disse: “Mas Eu percebo que virtude saiu de Mim”. Ele ficou fraco. Foi um tipo de toque diferente.
137 Se tão-somente pudéssemos ver isso, irmão, irmã! Se você puder toca-Lo com esse certo toque! Oh, gente enferma, estou para orar por vocês, em alguns minutos. Eu de fato creio que tenho o Espírito Santo, não mais Espírito Santo do que você tem aí mesmo, estes homens aqui tem. O mesmo Espírito Santo, porém é um mandamento de Deus; e se vocês crerem que esse é o mandamento de Deus, de orar pelos enfermos, e impor as mãos sobre eles, e expulsar espíritos malignos, e as promessas que Ele fez, será a mesma coisa com vocês. Vocês receberão o que pedirem, se puderem crer nisto.
“Podeis vós crer que Eu possa fazer isto?” Disse Jesus.
138 “Sim, Senhor, eu creio”, disse o homem com o filho com epilepsia, “eu creio que Tu és o Filho de Deus que havia de vir ao mundo”. Agora, sabemos que somente se pode requerer essa atitude para trazer os resultados.
139 Agora, rapidamente, pensemos Nele por um momento, aqui está Ele a caminho. Um pequeno sacerdote desceu, sem dúvida que esse pequeno companheiro era um crente fronteiriço.
140 Há tantos deles no mundo hoje, pequenos crentes fronteiriços. Eles querem crer Nisso. Eles querem crer que o Espírito Santo é real. Eles querem crer que este é o movimento apostólico, como Deus prometeu que nos últimos dias Ele derramaria o Seu Espírito. Nós… eles quer crer em Malaquias 4, que Ele prometeu, nos últimos dias que a – a Fé pentecostal original seria restaurada à – à igreja.
141 Malaquias 4 declara isto. “Eis que Eu vos envio Elias no último dia”, isso mesmo, “e Ele restaurará a Fé dos filhos aos pais”, veja, “a fé dos pais aos filhos, também”. Veja, tem de ser.
Você diz: “Bem, esse foi João Batista”. Não, não.
142 João Batista foi Malaquias 3. Isso mesmo. Mateus 11 diz assim: “Se podeis dar crédito, este é aquele de quem foi dito: ‘Eis que Eu envio o Meu anjo perante a Minha face’”. Foi Elias, certamente. Jesus disse que era. Porém não o Elias de Malaquias 4, de modo algum.
143 Porque, “imediatamente depois dessa Mensagem, a terra há de ser queimada com fogo, e os justos caminharão sobre as cinzas dos ímpios”. Assim isto nunca aconteceu no tempo de João. Nós temos de ter uma Mensagem que se propague e traga o povo para fora de todas estas condições denominacionais, de volta à genuína Fé pentecostal original. E estamos vendo isto ser feito, é o cumprimento de uma Escritura que tem de se cumprir. Todas as Escrituras tem de Se cumprir. Quantas mais como essa poderíamos aplicar, tomar-me-ia mais tempo do que até agora, para mostrar. Porém vocês entendem essas coisas, que isto tem de acontecer exatamente assim, aos filhos de Abraão, exatamente como Ele prometeu.
144 Vemos Jesus subindo agora para curar a garotinha. Porque, o pai, o pequeno crente fronteiriço, algo chegou ao ponto em que ele teve de reconhecer a Jesus, de maneira que, o doutor a tinha desenganado. E ele colocou o pequeno chapéu preto na cabeça e partiu para verificar se podia encontrar a Jesus. Veja, Ele está sempre bem ali quando você O quer. Ele O encontrou quando chegava à praia.
145 E ele disse: “Vem até a minha garotinha, impõe-lhe as mãos, e ela ficará sã”. Disse: “Ela está moribunda. Ela é a minha única filha”. Disse: “Ela tem doze anos. Não temos outros filhos. A esposa e eu”, talvez, “estamos ficando velhos. E esta é a única filha que temos, e ela está moribunda. Senhor, eu creio em Ti. Se Tu somente vieres e impuseres as mãos sobre ela, ela ficará sã”.
146 Veja, o que ele reconheceu? Ele reconheceu que essa Palavra prometida de Deus estava manifestada neste Homem.
147 Exatamente o mesmo que Nicodemos disse: “Rabi, Mestre, sabemos que és Mestre vindo de Deus. Sabemos disto. Os fariseus sabem disto”. Por que eles não confessavam isto? “Ninguém poderia fazer as coisas que Tu fazes, a não ser que Deus estivesse com Ele. Sabemos que Tu vens de Deus”.
148 Aqui verificamos que Jairo cria na mesma coisa. Ele disse: “Vem impor as mãos”. Ele sabia que Deus estava Nele. “Impõe as mãos sobre minha filha. Ainda que ela esteja moribunda, ela viverá”.
149 Ele simplesmente foi andando com ele. E enquanto estava indo, aqui veio um mensageiro de volta, e disse: “Não O enfades, não enfades mais o Mestre. A – a menina, morta, ela se foi agora. Ela morreu”.
150 Jesus se voltou para Jairo, disse: “Não te hei dito: ‘Se creres, verás a glória de Deus?’ Se tu tão-somente creres nisto!”
151 Ele entrou no quarto, e ali estavam eles, todos se lamentando e chorando, e pranteando, como qualquer pessoa faria. Uma linda garotinha, filha de um pastor, tinha morrido, e ela foi tirada deste mundo. E ela provavelmente esteve morta por horas, e então eles a haviam deitado no leito, e estavam prontos para embalsamar seu corpo, talvez, e encerra-la, e, em sepultamento.
152 Então encontramos que Jesus entrou na casa. Todos estavam chorando. Ele disse: “Tenham calma”. Ele disse: “Ela não está morta, mas adormecida”.
153 Agora poderia você imaginar o que eles pensaram? “Ora, este homem nós sabemos, agora. Entendemos que Ele é filho ilegítimo. E ouvimos de Sua, de todas estas predições irrefletidas que Ele faz. E agora sabemos que o sacerdote está certo: ‘O homem está louco’, porque sabemos que ela está morta. O doutor a declarou ‘morta’, e ali está ela deitada. Ela se foi, e sabemos que está morta”. Disseram que eles riam-se Dele, em outras palavras, fizeram-No sentir-Se envergonhado, ao criticá-Lo.
154 Porém Ele já tinha dito que ela não estava morta. Isso é tudo que se requer. “Ela está adormecida”. Sem importar quanta crítica, Ele vai provar Sua Palavra! Ele pôs a todos para fora da casa, afastou todos os incrédulos. Tomou Pedro, Tiago, e João, os crentes, três testemunhas, e o pai e a mãe, entrou e tomou a menina pela mão, e falou em uma língua que chamou sua alma de volta de algum lugar mais além na Eternidade. E a menina viveu.
155 Que fez Ele? Ele provou Sua Palavra. Ele provou aquilo que disse. Ela não estava morta. Ela estava adormecida. Agora verificamos, fazendo isto, compreendendo, e Ele provou algo mais ali. Agora Ele provou que Ele era Deus. Ele provou que Ele tinha presciência. Observe o que Sua Palavra disse agora: “Ela não está morta, mas adormecida”. Veja, ela não estava morta, para começar. Ela estava adormecida. Mostrou sua presciência. Agora, pode ter havido muitas pequenas donzelas que morreram essa mesma manhã, porém esta não estava morta. Ela estava adormecida, como Lázaro estava. E Ele a chamou para fora desse sono, porque ela não estava morta.
156 “E quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em Mim, nunca morrerá”. Somente aqueles que estão no Livro da Vida do Cordeiro, que Ele redimiu quando morreu, esses são os que Ele chamará desse sono, naquele dia, aqueles que são vivificados pelo Seu poder, que tem esse poder vivificador neles. Até mesmo, depois que Elias tinha morrido, e seus ossos estavam colocados no sepulcro, esse poder vivificador ainda estava em seus ossos.
157 Com certeza, Ele provou Quem Ele era. Agora verificamos novamente, do mesmo modo, Ele provou também, que, em Hebreus capítulo 4 versículo 12, Ele provou que era a Palavra de Deus. Ele certamente provou. Note o que Ele fez. Hebreus 12, Hebreus 4:12 diz que: “A Palavra de Deus é mais eficaz, mais viva que uma espada de dois gumes, e – e Ela também é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. Observem só por um momento agora.
158 Logo que Ele começou Seu ministério, depois que Ele saiu para mostrar que era a Palavra, quando saiu do deserto após Sua tentação, houve um homem chamado Pedro, seu nome nessa época era Simão. E ele veio a Jesus com seu irmão, André. E tão logo caminhou até a Presença de Jesus Cristo, Jesus disse: “Teu nome é Simão. E teu pai foi Jonas. De agora em diante tu serás chamado Pedro”. Isso provou que Ele era a Palavra, porque a Palavra é apta a discernir os pensamentos e intenções do coração. Ele era a Palavra.
159 Filipe viu isto acontecer. Ele partiu em derredor da montanha, esteve fora por um dia, e retornou. E trouxe consigo um amigo chamado Natanael. E ele disse: “Estas cosias estão realmente acontecendo. Moisés disse que ‘o Senhor nosso Deus suscitará um Profeta’ semelhante a ele, e aqui está o Homem. Ora, Ele disse a Simão quem ele era, até mesmo quem era o seu pai, e sabemos que o que Ele diz é verdade. Porque, Deus disse isto na Palavra, e aqui está provado que Ele estava para fazer isso, e isso prova que esse é o Messias”.
160 E quando ele caminhou até a Sua Presença, Jesus lhe disse, disse: “Eis aqui um israelita, em quem não há dolo”.
161 Ele disse: “Rabi, quando me conheceste?”
162 Disse: “Antes que Filipe te chamasse, te vi Eu estando tu debaixo da figueira”. Ele provou Sua Palavra. Ele provou a Palavra de Deus. Ele provou.
163 A mulher junto ao poço, quando ela… Bem, Ele lhe pediu que O deixasse beber do Cântaro com que ela estava tirando água do poço, e ela disse: “Não é costume para vós judeus pedir tal coisa a nós, mulheres samaritanas, porque não nos comunicamos”.
164 Ele disse: “Porém se tu conheceras Quem está conversando contigo, tu Me pedirias de beber”.
Ela disse: “O poço é fundo”.
165 E a conversa, enquanto prosseguia, finalmente Ele descobriu qual era o problema dela. E Ele disse: “Vai, toma o teu marido, e vem cá”.
Ela disse: “Não tenho nenhum marido”.
166 Ele disse: “Disseste a verdade, porque tiveste cinco, e aquele com quem estás vivendo agora não é teu marido”.
167 “Ora”, ela disse, “senhor, vejo que és profeta”. Ela… “Não tínhamos tido um por quatrocentos anos, Tu sabes”. Disse: “Vejo que és profeta. Agora, sabemos que quando o Messias vier, que se chama o Cristo, quando Ele vier, Ele nos anunciará este tipo de coisas. Esse será Seu sinal”.
168 Quando Ele disse: “Eu O sou, Eu que falo contigo”, Ele provou Sua Palavra. Ele… nós provamos o que Ele declarou ser. Ele era o Messias, o Filho de Deus.
169 Agora verificamos, também, que esta pequena mulher que teve este fluxo de sangue, que tocou Sua veste, isso também provou para ela que Ele era a Palavra de Deus.
170 Agora lembre-se, esta noite, Jesus disse… Também, em Hebreus 1, Hebreus capítulo 3, acho que é, Ele disse que: “Ele agora é um Sumo Sacerdote”, nesta era em que estamos vivendo agora, “um Sumo Sacerdote sentado à Majestade de Deus, nos Céus, que pode compadecer-Se das nossas fraquezas”.
171 Hebreus 13:8 diz: “Ele é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente”. Ele é o mesmo Deus que naquela época. Ele é o mesmo esta noite.
172 São João 14:12, Ele disse: “Aquele que crê em Mim também fará as obras que Eu faço. Até mesmo maiores que isto fará, porque Eu vou para Meu Pai”. Está vendo: “Aquele que crê em Mim também fará estas obras que Eu faço”.
173 Em Mateus 28, Ele disse: “Um pouco e o mundo não Me verá mais, mas vós Me vereis; porque estarei convosco até à consumação dos séculos”.
174 Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Ele Se encontra, esta noite, para provar Sua Palavra. (Meu tempo acabou). Porém Ele provou que podia. Ele provou Sua Palavra então, o que Ele havia prometido para aquele dia. Ele provou as palavras de Isaias. Ele provou as palavras de Noé. Ele provou as palavras de Moisés. Ele provou cada uma das palavras dos profetas.
175 Ele prometeu que neste dia, o dia em que estamos vivendo que o mundo estaria em uma condição sodomita, homossexuais. Veja só no mundo hoje, por todo o mundo onde viajei; não somente aqui, em todas as partes. É crítico. Na Suécia, rapazes e moças vão esquiar, completamente nus. E aqueles na Alemanha e na França, e em todas as partes, é praticamente o mesmo tipo de gentinha que temos aqui nos Estados Unidos. É uma era. Eu, se algum dia tiver oportunidade de voltar, gostaria de falar sobre algumas destas coisas proféticas, a vocês, e mostrar-lhes isso, a era em que estamos vivendo. A Bíblia diz que: “Filhos governariam os pais”.
176 [Espaço em branco na fita – Ed.] …Palavra.
177 Porém, lembre-se, Abraão teve uma semente, a qual foi a semente Isaque. Ele teve outras sementes após a morte de Sara. E ele tinha cento e quarenta e cinco anos de idade, ele se casou com outra mulher, teve sete filhos além de filhas, porque Deus o tinha tornado novamente jovem quando ele tinha cem anos de idade. Ele tinha então novamente apenas quarenta e cinco, de modo que ele… Nós sabemos disso. Eu preguei isso para vocês aqui na Califórnia, anos atrás.
178 E agora nós sabemos que a Semente de Abraão não foi a semente sexual literal através de Sara, a qual foi Isaque, a qual formou uma nação, mas a Semente real foi pela promessa, a qual foi Jesus Cristo. e através dessa Semente, Ele suscitou uma Semente real. Oh, que coisa! Agora nós somos um sacerdócio real, uma nação real, uma nação santa, oferecendo louvores a Deus, o sacrifício dos nossos lábios dando louvor ao Seu Nome. Deus provou Sua Palavra, Ele derramou o Espírito Santo sobre nós.
179 Ele disse: “como aconteceu nos dias de Sodoma, assim será no dia em que o Filho do homem estiver sendo manifestado”. Agora você notou? De Filho de Deus, pouco antes que Ele Se torne Filho de Davi, Ele Se manifesta novamente como Filho do homem. Você notou a Escritura?
180 Porque, Ele sempre faz, Ele nunca faz coisa alguma a menos que a dê a conhecer aos Seus servos os profetas. É exatamente isso. Isso é o que a Sua promessa foi. Está vendo? Ele nunca faz coisa alguma… Deus não pode mentir. Ele sempre a revela, primeiro, antes que a faça.
181 Veja a situação em que nos encontramos hoje. Veja onde estamos. Cada um de vocês admitirá que estamos em uma moderna Sodoma. Vocês sabem que este país vai sofrer as conseqüências disto. Eles estão além das esperanças. Não resta mais salvação para esta nação ou para nenhuma outra nação. Estamos além disso agora. As profecias que foram profetizadas acerca disto, estão cumpridas. Deus está respigando, recolhendo essa ovelhinha onde quer que esteja. Estará tudo dentro, algum dia. Estamos no tempo do fim. Veja, em posição.
182 Eu lhes peço, somente como um irmão ou irmã, para edificar só mais um momento de fé antes de orarmos por estas pessoas. E sei que não temos tempo determinado em que tenhamos de ir embora. Porém eu – eu – eu quero começar a fila de oração, então vocês que precisam ir embora podem ir então. Estão vendo? Vocês que desejam ficar na fila de oração podem ficar. Mas somente permitam-me, somente como irmão, somente mencionar algo a vocês por um momento.
183 Observe Jesus, em Lucas 17:30, veja, quando Ele estava falando ali do tempo do fim, de que modo eles seriam como nos dias de Noé. Então Ele disse: “E como, da mesma maneira, nos dias de Sodoma”, disse, “quando o Filho do homem estiver Se manifestando”. O Filho do homem novamente, não Filho de Deus. “Filho do homem”, veja, isso traz Malaquias 4 de novo, de volta. Todas estas outras profecias chegando, como é para ser feito. Ele prova que Sua Palavra é assim. Isso mesmo.
184 E note, ao fazer assim, como Ele vai derramar Seu Espírito sobre toda a Carne, e o que vai acontecer, como a restauração voltará. “E vossos filhos e vossas filhas profetizarão. Sobre Minhas servas e Meus servos derramarei o Meu Espírito. E mostrarei sinais nos Céus em cima”.
185 Tenho uma foto aqui, do irmão Lee Vayle aqui. Gostaria de mostrar-lhes simplesmente o que aconteceu na montanha, o outro dia, quando todas as crianças da escola foram dispensadas, pouco antes deste grande tema. E abriram esses Sete Selos. Quando as crianças da escola foram dispensadas, quando eu estava em cima orando, aqui estava Fogo exatamente como em um funil descendo, então tornou a subir e explodiu, e deu a volta e tornou a descer. Isso foi o que Ele disse, o que ir dizer ao povo. Nós… Aí está, onde as escolas de Tucson… e onde Isto subiu para o ar.
186 E a ciência tirou as fotos, e coisas tais, e indagou acerca Disto. Disseram: “Onde está Isto? O que aconteceu?” Eles não conseguem decifrar isto, veja. Oh, isso não se faz escondido, é só consciência obscurecida. Nunca. Jesus, quando Ele esteve aqui, houve milhões de pessoas que nunca souberam que Ele esteve na terra. Sim. Haverá milhões hoje que não entenderão, dezenas de milhões deles.
187 Mas haverá, àqueles a quem Isto é enviado, eles entenderão. “Os sábios conhecerão ao seu Deus naquele dia, e eles farão proezas”. Nós compreendemos isso, a hora em que estamos vivendo.
188 Olhe para Sodoma agora, veja o que aconteceu. Ele disse: “Como aconteceu nos dias de Sodoma”. Havia um grupo de pessoas que estava esperando por um filho prometido. Nós cremos nisso. Esse era Abraão e seu grupo. Havia uma turma morna, Ló, meio apostatado, ainda assim crente; lá em Sodoma. Três classes de pessoas.
189 Há sempre essas três classes. O povo de Cão, Sem, e Jafé. Também, crentes, crentes manufaturados, e incrédulos. Eles estão por toda parte, e nós – nós os encontramos em todo grupo. E, por toda parte, você os encontra. E esses grupos ainda estão aqui. Você tem de separar isso. Pode-se tomar isto direto através da Escritura, simplesmente se encaixa perfeitamente.
190 Ouça isto. Veja onde nos encontramos, posicionalmente e profeticamente, esta noite. Agora, cada um de nós sabe que o mundo está numa condição sodomita.
191 Conhecemos todas as profecias de Israel. Ele está em sua terra natal. Se você quer saber nacionalmente onde nos encontramos, observe Israel, onde está.
192 Se você quer saber em que condição a igreja está, observe como as mulheres agem. Ela é a igreja. Veja-a, imoral, indecente; observe, veja onde a igreja está. Apenas observe isto, veja, veja, apenas observe as mulheres. Você vê onde, como suas mulheres se degradam e se tornam tão poluídas, é assim que sua igreja está, veja, o tipo.
193 Observe onde Israel está, você vê a representação numérica do tempo em que estamos. Veja, apenas observe aqueles sinais e maravilhas. Se você – se você, ou se seus olhos estão abertos, veja onde estamos.
194 Agora observe posicionalmente onde nos encontramos, o mundo numa condição sodomita. Agora note: “Como aconteceu”. Agora note, havia alguém, naquele dia, esperando por um filho vindouro prometido. Abraão e Sara, eles estavam esperando por um filho prometido no grupo de Abraão. Eles não estavam em Sodoma. Mas no exato momento, o último capítulo do evento, pouco antes do filho prometido chegar, houve três homens que desceram do Céu, um Anjo… dois Anjos e Deus. E eles desceram e conversaram com Abraão, sob o carvalho. Está certo? [A congregação diz: “Amém!” – Ed.] E dois deles desceram até Sodoma e clamaram contra os pecados da cidade. E isto aconteceu pouco antes da queima do mundo gentio, naquele tempo. Sodoma inteira pereceu aí mesmo. Somente alguns foram tirados, Ló e suas duas filhas. Sua esposa nem mesmo conseguiu; ela se voltou. Como eu simplesmente gostaria de poder ter tempo para mostrar-lhes isso agora mesmo, onde essa igreja se encontra nessa posição. Quero que note agora.
195 E um Homem ficou atrás, que conversou com Abraão, e fez um sinal para Abraão. E, observe, Abraão tinha visto Deus em muitos grandes sinais. Nós cremos nisso, não cremos? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Pouco antes do filho vindouro. Porém antes do filho ser manifestado, houve um sinal que lhe foi dado.
196 Porque, o Filho, o verdadeiro Filho, haveria de ser o Filho de Deus, através da fé de Abraão, veja, foi Jesus. Nós sendo semente de Abraão, mortos em Cristo, nós somos semente de Abraão.
197 Note agora pouco antes disso ter acontecido, deste filho vir. Agora, Este que ficou e conversou com Abraão, estava de costas para a tenda, e disse: “Abraão”. Agora, um dia apenas antes disso, ele era Abrão. Agora Ele disse: “Abraão, onde está Sara, tua mulher?” Não Sarai, S-a-r-a-i. S-a-r-a, princesa. “Onde está Sara, tua mulher?”
Disse: “Ela está na tenda detrás de Ti”.
198 Ele disse: “Vou visitar-te, veja, de acordo com Minha promessa que te fiz”. Em outras palavras: “Este tempo da vida, Sara iniciará seu tempo costumeiro de vida novamente”.
199 E Sara, sendo velha, cem anos de idade agora, na tenda, riu-se consigo. Veja, ela sorriu para si própria, disse: “Como poderia esse Homem estar certo? Veja, eu uma velha, meu senhor Abraão ali fora, também velho”, o relacionamento familiar havia cessado há anos. Disse: “Como poderei deleite novamente com meu senhor? Sendo ele já velho, e eu velha, passada da época de dar à luz, veias mamárias arruinadas, tudo… ‘Ela está seca’. Como poderíamos ter deleite novamente?”
200 E esse Homem, de costas para a tenda, disse: “Por que se riu Sara, dizendo: ‘Como estas coisas podem acontecer?’” Que foi isso? Discernimento, profético! Está vendo? Está vendo? Foi isso que ele viu.
201 Agora Ele disse: “Isso retornará, e o Filho do homem”, o que isso foi, isso foi o Filho do homem ali mesmo. Bem, ele O chamou Elohim, “Senhor Deus”. Elohim, qualquer um sabe que está certo, Elohim é o Senhor Deus. “No princípio, criou Elohim os céus e a terra”, o Todo-Suficiente. O Filho do homem feito carne, ali Se encontrava Ele em carne naquela ocasião, como uma teofania, ali de pé discernindo o que Sara estava dizendo na tenda detrás Dele. Ele prometeu. Observe. À Semente Real de Abraão está prometido ver essa mesma coisa.
202 Porém note, Ló, ele teve um mensageiro lá embaixo, também, dois deles desceram até lá. Um deles desceu, e outro desceu com ele, e pregaram e chamaram o povo a fugir da ira que estava por vir.
203 Posicionalmente, o mundo nunca se encontrou nessa condição, desde o dia em que Jesus fez a promessa, até agora. Quero perguntar a qualquer historiador que esteja no edifício, ou se você até mesmo ouve esta fita, e ouve isto a qualquer tempo, por favor escreva-me. Tenho estudado história por cerca de trinta anos, a história da Bíblia, e nunca houve uma pessoa que alguma vez eu tenha visto em toda a história da igreja, no decorrer das sete eras da igreja. Que estamos agora em Laodicéia, e sabemos disso.
204 Nunca houve um mensageiro, que alguma vez tenha ido à igreja inteira, com o nome terminando em h-a-m, até agora. G-r-a-h-a-m, Billy Granham. Tem havido Moodys, Finney, Sankey, Knox, Lutero, e assim por diante, mas nunca um h-a-m, “pai para as nações”. Agora lembre-se, ele é G-r-a-n-h-a-m, seis letras. Porém A-b-r-a-ã-o [Abranham em inglês – Trad.] são sete letras. Note, eles estão lá embaixo, Billy Granham, indo a – a todas as partes do mundo e chamando para sair de Sodoma: “Saiam, fujam da ira que está por vir”. Não há ninguém, que eu saiba, no campo, que esteja firmado em Deus, nessa palavra de justificação, como Billy Graham está. Ele pode apresenta-la. Ele não é tanto um teólogo… Suponho que ele seja teólogo, porém não é exatamente um poderoso professor. Mas Deus está com ele. Esse homem se põe ali como numa lição de escola dominical, deixa aquele povo fascinado. Ele é o servo de Deus da hora. Para quem? Para a igreja natural, que está em Sodoma.
205 Porém lembre-se, havia uma igreja espiritual, que não estava naquele grupo denominacional, tampouco. Grupo chamado para fora, e eles receberam uma mensagem, também, e um mensageiro. E o que foi? Discernindo os pensamentos que havia no coração. Deus sempre prova Sua Palavra.
206 Oremos. Querido Pai Celestial, este momento crucial, quando decisões tem de ser tomadas, o tempo está avançando, não sabemos a que hora nosso Senhor poderia vir. E ao vermos que estas profecias que foram feitas por Ele, através dos Teus profetas no decorrer das eras, estão agora sendo desvendadas. Ó Deus, como Te agradeço por isto, que até mesmo homens robustos, homens hábeis em – em teologia, podem se levantar contra os ardis do mundo e dos incrédulos, e nestes painéis, e sem qualquer sombra de dúvida se apresentar ali ousados e corajosos, sabendo onde estão posicionados e provar que essa Palavra é a verdade, pelas Escrituras. E então nós que estamos esperando pela Tua Vinda, senhor, crendo nestas outras coisas que foram profetizadas que sucederiam, para nos colocarmos de pé e nos alegramos vendo-Te caminhar aqui mesmo entre nós e realizar a própria coisa que Tu disseste que aconteceria, provando que Tua Palavra está certa. Deus eterno, Teus filhos enfermos estão sentados aqui.
207 Não sei mais quanto tempo temos para trabalhar. O sol do entardecer está se pondo. Mas Tu prometeste, ao profeta: “Haverá Luz no entardecer”. E vemos que o mesmo sol que se levanta no leste, é o que se põe no oeste. A civilização viajou com o sol e agora estamos na Costa Oeste, e o Evangelho viajou com a civilização. Agora, Pai, sabemos que este é o fim do Evangelho, o fim do tempo, o fim da era. Ela está se desvanecendo na Eternidade. Porém Tu prometeste que o Filho sairia, o Filho do homem Se manifestaria. No último dia, isto aconteceria. As Luzes do entardecer chegaram, Pai. Agradecemos-Te por isso. E humildemente como é, ainda assim Tu o fazes de modo tão simples, muitas vezes, que passa por cima da cabeça dos grandes e assim chamados profundos pensadores, e o revela a criancinhas de tal modo que aprenderão.
208 Eu rogo, Deus, que Tu o faças de tal modo, esta noite, que Teus pobres filhos enfermos aqui, vejam a promessa de Deus, e cada um deles seja curado, e saia daqui, amanhã, com corpos novos e fortes, e fiquem bons novamente. Concede-o, Senhor, de modo que possam passar a Mensagem de um para o outro, até que esse último esteja no aprisco, e então as portas serão fechadas. Ajuda-nos, querido Deus. Eu Te peço, esta noite, em face de tudo isto, se Tu o fizeres somente uma vez mais, Pai, por mim.
209 Deu – deu a impressão, a outra noite, que o povo não se apercebeu muito disto. Porém, eu rogo, permite que aconteça novamente esta noite, Senhor. Porque, fui além do tempo que me foi concedido para falar, porém não sei por mais quanto tempo teremos para fazer isto. Assim, eu rogo, Pai, Tu me ouvirás? E ouve a oração destes homens e mulheres piedosos que estão sentados aqui esta noite, os quais são cheios do Teu Espírito. Eles são crentes, Senhor, Tu simplesmente podes operar entre eles. E nós estamos… Eu rogo que Tu conformes Tua Palavra que Tu disseste: “Aquele que crê em Mim, também fará as obras que Eu faço”. Permite que isto aconteça novamente, Jesus, para provar que Tu és o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Eu peço para a glória de Deus, no Nome de Seu Filho, Jesus Cristo. Amém.
210 Agora, só por um momento, eu quero saber quantas pessoas aqui tem cartão de oração. Eu – eu quero que vocês levantem as mãos, cada um de vocês que tem cartão de oração. Bem, estão por toda parte, eu suponho, quase por toda parte.
211 Gostaria de saber quantas pessoas aqui não tem cartão de oração, e todavia estão enfermos, levantaria você a mão e diria: “Eu não tenho cartão de oração, e todavia estou enfermo. Estou necessitado”.
212 Quero lhes pedir que sejam reverentes por um momento. Agora, eu amo lhes falar. Esse é sempre o meu problema, eu falo demoradamente. Porém antes que você venha, eu – eu espero e confio que Deus provará que isto que eu disse é a Verdade, e deixe – deixe que Ele somente veja.
213 Agora, quantos sentados aí que estão enfermos, que sabem que eu não sei nada a respeito de vocês, levantem a mão. Vejam só isso. Muito bem.
214 Eu quero vocês sem cartão de oração agora. Os cartões de oração serão chamados. Eu quero que vocês orem.
215 A Bíblia diz que: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente”. Ele diz: “Ele é um Sumo Sacerdote sentado ali para fazer intercessão baseado na nossa confissão”. Nós temos de confessar primeiro, antes que Ele possa ser um Sumo Sacerdote, porque Ele somente intercede diante da nossa confissão. Está certo, irmãos ministros? [Os ministros dizem: “Amém” – Ed.] Veja, Ele somente intercede baseado na nossa confissão, o que nós confessamos que Ele é, o que Ele fez por nós. Não o que Ele fará. Ele já o fez. Nós temos de confessar que Ele o fez. “Ele foi ferido pelas nossas transgressões, pelas Suas pisaduras, fomos sarados”.
216 Agora, o Pai Celestial sabe. E estou olhando para vocês, para ver se reconheço um bom amigo meu de Ohio, ele e sua esposa sentados aqui, são o Sr. Dauch e sua esposa. E eu creio, sentado a dois ou três lugares deles, está novamente esse Reverendo, Sr. Blair que vi ontem à noite. Está escuro sobre a audiência, para mim por causa destas luzes aqui está um pouquinho ofuscante para mim, e eu – eu não os vejo muito bem.
217 Porém eu quero que vocês orem. E coloque no coração a coisa de que necessita, e peça ao nosso Sumo Sacerdote, o Qual pode compadecer-Se das nossas fraquezas.
218 Agora, eu não o conheço, e você poderia simplesmente me tocar todo, seria como tocar seu irmão, seu marido, seu pastor, alguém, isto não – isto não adiantaria nada. Porém se você toca-Lo, e se estivermos verdadeiramente em linha com o Seu Espírito, então Ele poderá usar a sua fé para toca-Lo, e meu dom para falar de volta através dele.
219 Veja, eu seria simplesmente tão mudo quanto isto, isto é aqui, sem uma voz falando através dele. Tem de… Isto, isto é mudo sem alguma coisa aqui para falar através dele. E assim é qualquer pessoa, é muda quando se trata destas coisas, a não ser que Deus fale através dela.
220 Agora ore, e vejamos se estas coisas que eu disse são a verdade. Deus, ajuda que seja assim. Eu não digo que Ele o fará. Eu espero que Ele o faça. Estou confiando que Ele o fará. Ele até hoje nunca me decepcionou, no decorrer dos anos, de lado a lado e ao redor do mundo, com todos os tipos de nações, e milhões de pessoas. Ele até hoje nunca falhou comigo. E tenho certeza, tanta certeza como creio que estou aqui de pé, que Ele não falhará comigo agora.
221 Vou somente lhes pedir que sejam reverentes e permaneçam sentados, só por alguns momentos. Vamos dispensar a audiência principal e orar pelos enfermos, em um momento apenas.
222 Porém quero que vocês, vocês crentes, que vocês não olhem simplesmente para mim, mas creiam. Digam: “Eu creio que o que o homem disse é a Escritura. Eu não sei se estamos tão avançados no tempo como ele diz que estamos. Porém, se estamos, então isto tem de acontecer. Se suas Palavras são as Palavras de Deus, então, suas palavras falharão mas as Palavras de Deus não”.
223 Deus está obrigado a sustentar a Sua Palavra. Ele A provará. Ele A provará. “Aquele que crê em Mim”. Ele provou que este é o último dia. Ele provou o que ia acontecer. Ele provou que era para isto acontecer.
224 E, lembrem-se, Abraão e seu grupo nunca receberam mais um sinal de Deus, até que o filho prometido chegou. Quantos sabem que isso é verdade? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Esse sinal de discernimento! E a Semente real de Abraão, deixem-me ouvi-los… Deixem-me dizer-lhes: ASSIM DIZ O SENHOR, vocês estão recebendo seu último sinal. Isso é de acordo com as Escrituras e a revelação de Deus que está em meu coração, que fala que isto é a Verdade. E confio que vocês crerão que isto é a Verdade.
225 Agora vocês creiam. Todos somente creiam, digam: “Senhor Jesus, deixa-me tocar-Te. Eu tenho uma necessidade no coração, e sei que o irmão Branham nada sabe a meu respeito. Eu nem mesmo conheço o homem, ele não me conhece, porém Tu conheces. E se ele me disse a Verdade, isto acontecerá”. Eu lhes peço, não se agitem agora, só um pouquinho. Sejam realmente…
226 Veja, você é um espírito. E eu tomo todo espírito sob o meu controle, no Nome de Jesus Cristo, para que Sua Palavra possa Se cumprir.
227 Agora somente seja reverente. Ore. Olhe para Ele, diga: “Senhor, eu creio. Ajuda a minha incredulidade”.
228 Comecemos. Eu tenho de me concentrar em alguma parte do edifício aqui, porque, vejam, tantos de vocês, e cada um de vocês é um espírito.
229 Eu não posso. Você diz: “E quanto a mim?” Eu não poderia lhe dizer. É soberano. Todas as obras de Deus são soberanas. Haverá muitas pessoas curadas ao passarem por esta plataforma esta noite, provavelmente não haverá muitos. Está tudo na soberania de Deus. Quem pode Lhe dizer o que fazer? Ninguém. Ele opera conforme Sua Própria vontade, Seu Próprio plano.
230 Mas você somente creia. Seja humilde. Não fique nervoso. Somente busque a Deus, e diga: “Senhor Deus, eu creio”. Está vendo? “Deixa-me tocar Tua vestimenta. Eu tenho necessidade de tal e tal coisa. Eu sei que o irmão não me conhece ou não conhece a minha necessidade, mas ele nos contou a respeito destas coisas que Tu fizeste, e disse que Tu és o mesmo aqui hoje”.
231 Isso não exclui vocês irmãos aqui na plataforma, qualquer de vocês. Eu somente lhes peço, meus irmãos, como cooperadores do – do Evangelho de Cristo. Eu falo a vocês tão sinceramente quanto sei, como um – um homem moribundo com vocês, vejam, deixando este mundo. Nós temos de partir. E eu tenho de prestar contas no Dia do Juízo, pelo que digo. Estou consciente disso, muito consciente. E sou grato a vocês, pelo que são, ficando aqui comigo, ajudando-me. Estou tentando ajuda-los, fazer tudo que possa, em benefício do Reino de Deus.
Estou orando e pedindo.
232 Aqui, quantos já viram essa Luz na foto? Vocês viram a foto Dela? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Ali está Ela pairando bem ali. Não conseguem vê-La?
233 Está sobre essa senhora sentada ali com seu lenço. Ela está orando por um ente querido. Isso mesmo, senhora. [A senhora diz: “Isso mesmo, irmão Branham” – Ed.] Esse ente querido… A irmã crê que sou Seu profeta, ou desculpe-me, Seu servo? [“Sem dúvida que sim”.] A irmã crê nisso? Muito bem. Agora, se Deus puder revelar-me o que está errado, ora, a irmã aceitará que isto vem de Deus, do mesmo modo que a mulher que tocou Sua vestimenta? Agora, a irmã sabe que está – que está a vinte ou trinta pés de mim [Seis ou nove metros – Trad.], ou mais, a irmã nunca me tocou. Porém a irmã tocou Algo, de modo que a irmã sabe que está em contato com Algo. Alguém. Que é isto, é por uma mulher, a qual é sua filha. Isso mesmo. A irmã crê que ela será curada? Ela é viciada em drogas. [“Isso mesmo”.] É exatamente isso. [“Isso mesmo, irmão”.] Eu a vejo nadando, bêbada. Está vendo? Agora, o lenço que a irmã tem na mão, coloque-o sobre ela, e não duvide. Eu creio que Deus a libertará. A irmã crerá comigo? Amém. [“Oh! Obrigada, Jesus!”]
234 Agora, eu não conheço a mulher, mas Deus a conhece. Vocês crêem agora de todo o coração?
235 O homem sentado ali de camisa listrada, com hérnia, o senhor crê que Deus pode cura-lo e faze-lo ficar bem? O senhor crê que Ele o fará? Nunca vi o homem em minha vida. O senhor tem cartão de oração, senhor? [O homem diz: “Não, não tenho”. – Ed.] O senhor não tem? O senhor não precisa de um.
“Se tu podes crer!”
236 Aqui se encontra uma mulher tentando olhar por cima desta mulher sentada bem aqui. Ela me é desconhecida. Entretanto ela está muito nervosa. Eu não a conheço. Eu nunca a vi, e minha vida. Porém Deus a conhece, e ela compreende agora mesmo que está em contato com Algo. A senhora está orando aí por alguma causa. A razão por que a senhora está, a senhora não pode permanecer além desta noite. A senhora tem de deixar a reunião. A senhora está planejando ir para casa amanhã. A senhora não é daqui, nem da Califórnia. A senhora irá para leste daqui. A senhora irá por via aérea. A senhora está planejando ir por via aérea. A senhora é de Oklahoma. Sim. Isso mesmo.
237 A senhora também está moribunda. A senhora veio aqui para receber oração. A senhora não tem cartão de oração. Mas a senhora creu que ia ser curada, se tão-somente pudesse chegar aqui. Isso mesmo. Também, sua condição é câncer. O câncer está nos ossos. A senhora crê que será curada agora? A senhora crê que está em contato com Ele, minha irmã? Talvez Deus me diga quem a senhora é, então isso a ajudaria? Se é assim, levante a mão se crê que, que (Deus) isto a ajudaria. Muito bem, Sra. Steel, a senhora pode retornar para Oklahoma.
Eu não conheço a senhora. Eu nunca a vi.
238 Aqui está uma senhora sentada bem aqui atrás dela. Ela está sofrendo das varizes. E ela também tem um filho alcoólatra, e está orando por ele. Se ela crer, ela pode ser curada. Sra. Mason, a senhora crerá de todo o coração, e crerá que Jesus Cristo lhe concederá sua cura? A senhora crê?
239 Muito bem, então imponha a mão sobre essa senhora sentada ao seu lado, ela está orando pelo esposo que não é salvo. Deus concederá a cura.
Oremos.
240 Querido Deus, eu rogo que Tu lhe concedas essa bênção. Dá a essa mulher o desejo do seu coração, Senhor. Sua fé está tão perto de Ti, ela Te tocou. E eu rogo, Pai, que Tu ajudes, no Nome de Jesus. Amém.
241 Agora creiam de todo o coração, que receberão isto. Vocês farão isso? Muito bem. Deus as abençoe.
242 A senhora crê que seu esposo será salvo, senhora? A senhora crê de todo o coração? Levante a mão, a senhora crê.
243 Parece estar, diante de mim, uma mulher muito pesada. Ali está ela. A senhora crê que sou servo de Deus? A senhora crê que sou servo de Deus? A senhora crê? Muito bem. Eu não a conheço. Qual é o seu problema, são glândulas. A senhora está pesada demais. A senhora esteve num médico, ele disse que não podia fazer nada, mas esse era um médico terreno. Está vendo? Seu… A senhora recentemente teve muitos problemas. A senhora perdeu o esposo. A senhora não é daqui. Na verdade a senhora é de Arkansas. A senhora está procurando emprego, também, e não consegue achar emprego. A senhora estava com medo de que, por algum motivo, não fosse chamada. Porém sua fé agora tocou Deus. Minha irmã, vá crendo. Deus lhe dê um emprego, lhe dê o desejo do seu coração.
244 Deus prova que Sua Palavra é verdadeira. Vocês crêem que é assim? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Agora eu somente quero que vocês orem comigo novamente.
245 Deus Pai, Tu és o mesmo Deus que provou. Quando Tu disseste: “A menina não está morta, ela está adormecida”, então Tu tiveste de prova-lo. Agora, Tu prometeste, que pouco antes da vinda do tempo do fim, que o Filho do homem Se manifestaria da mesma maneira que fez em Sodoma. Tu prometeste isto, Senhor. Agora Tu vieste à terra, na forma do Espírito Santo, e Te colocaste entre nós, esta noite, nós, pessoas crentes, e o provaste. Tu provaste a Tua Palavra como fizeste naquele dia. Senhor, não necessitamos de mais provas aqui entre nós. Tu estás entre nós. Nós Te amamos. E compreendemos que este é o último sinal pouco antes da Tua Vinda, conforme as Escrituras. E todas as sombras e tipos nunca falham. Eles tem de ser positivos.
246 Deste modo rogamos, Pai, à medida que Teus filhos vem agora para receber oração, que todos sejam curados. Que não reste uma pessoa enferma entre nós, ao final deste culto de cura. Ó querido Deus, peço que permitas Tua unção estar tão bondosamente sobre o Teu povo agora mesmo, de modo que cada um deles seja curado?
247 E se houver alguns aqui, que ainda não são Teus filhos, e é baseado nestas coisas que… Eles ouviram a Palavra, e viram a coisa realizada, exatamente provada ao pé da letra, e Quem Tu és e o que Tu és, que Tu estás aqui.
248 E, Senhor, irias Tu – irias Tu abençoar uma mentira? Ora, certamente que não, Senhor. Porém Tu prometeste abençoar a Tua Palavra, e que Ela não voltaria vazia. Ela faria aquilo a que foi designada. E agora Tu fizeste isso diante de nós, esta noite, sem qualquer sombra de dúvida.
249 E de cabeça inclinada, há pessoas aqui que nunca antes creram, que simplesmente gostariam de levantar a mão? De cabeça inclinada, simplesmente levantar a mão. E se pôr de pé, e dizer: “Eu agora creio, de todo o coração. E quero aceitar Jesus Cristo, agora mesmo”. Você gostaria de fazer isso, qualquer pessoa, qualquer pessoa que esteja aqui, que ainda não aceitou a Cristo, e gostaria de faze-lo nesta ocasião? Eu não lhes direi… Vá à igreja de sua escolha. Mas estou lhe pedindo para receber a Jesus Cristo enquanto você… Você provavelmente nunca estará mais perto Dele até que O veja em pessoa quando Ele vier dos Céus em Seu corpo visível. Você O aceitará agora, se já não o fez?
250 Baseado no fato de que não vejo ninguém aqui de pé, eu creio então serem todos vocês pessoas sensatas e conscientes, e que compreendem o que estão fazendo. Se estão sentados aí nesta condição, lembrem-se: “Se vos envergonhardes de Mim perante os homens, eu Me envergonharei de vós perante Meu Pai”. Houve alguém que se levantou, talvez, sim, na audiência, na parte de trás.
251 Querido Deus, esses que possivelmente eu não vejo, que estão de pé, eles querem Te aceitar. Eles compreendem, Senhor, que isto não foi feito até este tempo, e agora Tu confirmas isto e provas que é assim. Eu rogo, Pai, que em seu coração, que está estranhamente comovido nesta ocasião… Como sabemos que esta não é a última pessoa a entrar? Este pode ser o fim para Los Angeles. Esta pode ser a última alma que nascerá no Reino. Não sabemos quando esse tempo virá. E quando vier, a porta será fechada, o Corpo estará completo. Não será um Corpo esquisito ou uma Noiva esquisita. Terá apenas a quantidade de membros cujos nomes foram postos no Livro da Vida do Cordeiro antes da fundação do mundo, aos quais Jesus veio buscar, como Adão, que caminhou para fora a fim de salvar sua esposa. Eu rogo, Deus, que Tu os recebas agora em Teu Reino. Eles estão em Tuas mãos. Trata com eles, Senhor, eu rogo em Nome de Jesus. Amém.
252 Deus abençoe cada um de vocês que se levantou. Eu não sabia que alguns de vocês estavam de pé. Alguns se levantaram na parte de trás, alguns lá na galeria. Agora quero que faça uma coisa para mim. Por favor entenda-me. Encontre-se com algum ministro aqui e converse sobre o assunto com ele, depois que o culto terminar. Você o fará? Não deixe de faze-lo. Se você nunca foi batizado em batismo cristão, faça isto em seguida, e então fique com as mãos levantadas até que receba o Espírito Santo.
253 Agora, e muitas pessoas aqui tem cartão de oração. Nós vamos pedir a elas que se levantem, e venham até aqui, e que venham para este lado, eu suponho. Ou terei eu de vir… [Um homem diz: “Não” – Ed.] Eu não terei condições de faze-lo. [Venham aqui deste lado”.] Aqui deste lado, podem sair por esta passagem, deste lado, as pessoas que tem cartão de oração.
254 E agora se houver algum de vocês que precise ir, está… estou atrasado. Sinto muito. Tentarei melhorar um pouco amanha à noite. Às… são dez e dez, pelo relógio da parede. Muito obrigado por sua presença esta noite, e que o Deus do Céu os abençoe. Se quiserem ficar e assistir à fila de oração, vocês são sempre bem-vindos. Mas vamos começar a orar pelos enfermos agora, e não quero segura-los a não ser que queiram ficar. Vocês estão despedidos no Nome do Senhor Jesus. Que o Deus de paz vá com vocês e os abençoe, e lhes dê descanso em seu corpo, no decorrer da noite, e lhes conceda boa saúde de modo que possam voltar amanhã à noite. Deus seja com vocês agora.
255 E que aqueles que tem cartão de oração se levantem para oração agora, enquanto oramos universalmente pelas pessoas. Agora queremos que saiba, agora, você que está de pé com um cartão de oração, há alguma dúvida em sua vida? Há algum, perdoe-me, algum pecado em sua vida que você não confessou? Se há, deixe-me pedir-lhe isto: Não entre na fila de oração com pecado inconfesso no coração. Porque, você deve… Este é o pão dos filhos, veja. E se você não é cristão, renda a sua vida a Cristo, na fila de oração, então venha. É para o crente. Você fará isto? Aceite-O primeiro como seu Salvador, e então atravesse a plataforma, para receber oração.
256 Agora vou orar por cada indivíduo; não somente passá-los por aqui, como algum tipo de rotina. Estamos numa igreja agora. Acho que a irmã Wyatt nos deu razão para que possamos ficar e orar. [Um homem diz: “Sim, a noite toda, pelo tempo que quiser”. – Ed] Podemos ficar pelo tempo que quisermos. E agradeço à irmã Wyatt e à equipe aqui, por nos deixar fazer isso. Que Deus a abençoe. Seu corajoso esposo se colocou de pé aqui nesta plataforma, orou pelos enfermos, até morrer, pelo que sei, um verdadeiro soldado da cruz. E agora estou tentando prosseguir fazendo a mesma coisa, abençoar este povo.
257 E agora eu rogo que cada um de vocês que passar por aqui… Você não tem de confessar coisa alguma que queira. Você não tem de dizer nada que esteja errado com você. Apenas vir e deixar-me orar por você, e crer.
258 Você crê que Deus me enviou para fazer isto? Levante a mão. Lembra-se do que o Anjo do Senhor disse? “Se conseguires que o povo creia em ti, fores sincero quando orares, nada resistirá diante da oração”. E você sabe que isso é verdade. Tem sido provado, vez após vez.
259 Agora vou pedir à irmã Rose, fazendo o favor, para tocar esse Somente Crer, ou, O Grande Médico Está Perto, ou algo assim.
260 Eu quero cada um de vocês agora em – em companheirismo comigo. Estarão vocês, também, vocês que não estão na fila de oração, estarão em oração por estas pessoas? Bem, prometa-lhes isso, ao levantar a mão: “Estarei orando, vejam. Estaremos todos orando”. Muito bem. Sim.
261 Desejaria que, se tiverem de sair, vão bem calmamente agora, de modo não que não incomodem enquanto oramos.
262 Crê que estará terminado agora, irmã? [A irmã diz: “De todo o coração” – Ed.]
263 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre minha irmã, desafio a aflição de seu corpo. No Nome de Jesus Cristo, que isto a deixe. Amém.
Deus a abençoe, irmã.
264 A irmã crê de todo o coração? Todos os seus pecados estão confessados? A irmã está, tanto quanto saiba, está pronta para receber sua cura?
265 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre minha irmã, no Nome do Teu Filho, Jesus Cristo, e peço que a aflição do seu corpo vá embora, em Nome de Jesus. Amém.
266 Todos os pecados confessados, e o irmão está pronto para sua cura? Você crê, irmão? [O irmão diz: “Eu creio de todo o coração”. – Ed.]
267 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre meu irmão, uma vez que sabemos que Tu estás presente aqui, Senhor. Eu rogo que Tu o cures, no Nome de Jesus Cristo. Amém.
268 Todos os pecados confessados? Não, a irmã não me ouve. [O irmão Branham fala devagar e distintamente por causa da surdez da irmã – Ed.] A irmã crê que ouvirá? [A irmã diz: “Eu creio. Mas tenho estado surda”.] A irmã crê.
A mulher está surda agora. Nós vamos orar aqui.
269 Querido Deus, eu rogo que Tu cures nossa irmã, e tires esta surdez dela. Ela se encontra em um mundo fechado, onde não pode ouvir. Eu rogo que Tu concedas a sua cura, através do Nome de Jesus.
270 Vou pedir às pessoas que mantenham a cabeça inclinada, por um minuto. Quero ver o que lhe aconteceu. Agora, por favor, no Nome de Jesus Cristo, que ninguém erga a cabeça ou os olhos. Agora, vocês não devem faze-lo até que eu lhes diga para fazer.
271 A irmã pode me ouvir agora? [Ela diz: “Um pouco distorcido”. O irmão Branham bate palmas uma vez. “Eu posso ouvi-lo”. – Ed.] Ouve-me? [“Um pouco”.] Pode ouvir? Ela pode ouvir agora. [O irmão Branham bate palmas mais uma vez.] Está vendo? Ouve isso, um pouco?
272 Agora creia de todo o coração. A irmã crerá? E creia, e Deus a curará completamente. Ela disse. Eu apenas orei e coloquei as mãos em seus ouvidos, e ela disse que podia ouvir alguma coisa. Muito bem, somente continue agora crendo que a irmã ouvirá perfeitamente, e ouvirá.
273 Todos os pecados estão confessados, irmã? [A irmã diz: “Sim” – Ed.] A irmã está pronta para sua cura? [“Sim”.]
274 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre minha irmã, sabendo que em nós não há coisa alguma boa, em nós mesmos. Porém sabemos que somos cristão, nascidos do Espírito de Deus. E impomos as mãos sobre nossa irmã e pedimos pela sua cura, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
275 Agora a irmã crê que será curada? [A irmã diz: “Perfeitamente!” – Ed.] Muito bem, agora a irmã – a irmã está curada. [“Sim!”] É assim que se deve fazer. Isso mesmo. Certo.
276 Todos os pecados estão confessados? [A irmã diz: “Sim, senhor”. – Ed.] E a irmã está pronta para sua cura? [“Sim”] A irmã crê que pela imposição de mãos, que o Deus que conhece o coração das pessoas, a curará? [“Eu creio”]
277 Nosso Pai Celestial, eu rogo que Tu cures nossa irmã, enquanto impomos as mãos sobre ela e pedimos no Nome de Jesus Cristo que Tu a cures. Amém.
278 Como vai? Naturalmente, a irmã sabe que eu sei o que está errado com a irmã. [A irmã diz: “Sim” – Ed.] Porém eu somente não estou dizendo isto; porque, a irmã sabe, isto – isto continuará indo adiante e adiante. [“Muito bem”.] Mas a irmã vai… Todos os pecados estão confessados? [“Sim, senhor”] E a irmã crê que Deus a curará? [“Sim, senhor”.] A irmã crê que a artrite… Acabei dizendo-o.
279 Querido Deus, eu rogo que Tu a ajudes e a cures. Concede isto, em Nome de Jesus.
A irmã não vai ficar aleijada. Vá, creia de todo o coração.
280 A irmã crê que Deus a curará? [A irmã diz: “Amém”. – Ed.] Todos os pecados estão confessados e a irmã está pronta para sua cura? A irmã crê que suas costas ficarão boas?
281 Querido Pai Celestial, eu rogo que Tu a cures e a tornes sã. No Nome de Jesus Cristo, que seja assim. Amém.
Deus a abençoe, irmã. Vá crendo agora.
282 Todos os pecados confessados, irmã, está pronta para sua cura?
283 Querido Deus, seus pecados, ela diz, estão confessados. Eu imponho as mãos sobre esta mulher, no Nome de Jesus Cristo, peço pela sua cura. Amém.
284 Todos os pecados estão confessados? A irmã precisa estar certa, a irmã está muito enferma, a irmã sabe disso. A irmã sabe que eu sei o que está errado com a irmã. E a irmã crê que Deus a curará, curará seu coração e a tornará completamente sã?
285 Querido Deus, eu rogo que no Nome de Jesus Cristo, que Tu a cures e a tornes sã. Que isto a deixe, Pai, em Nome de Jesus. Amém.
Deus a abençoe agora. Não duvide. Vá crendo.
286 Pecados todos confessados? A irmã está pronta para a cura?
287 Querido Pai Celestial, eu imponho as mãos sobre nossa irmã. No Nome de Jesus Cristo, que ela seja curada. Amém.
Não duvide. Vá crendo.
288 Todos os pecados confessados, o irmão está pronto para a cura?
289 Querido Pai Celestial, eu rogo que Tu cures nosso irmão, o tornes são. Concede isto, Pai. Eu imponho as mãos sobre ele, com este propósito, no Nome de Jesus Cristo. Amém.
Deus o abençoe. Eu creio nisto de todo o coração.
290 Está crendo agora, irmã? Todos os pecados estão confessados e a irmã está pronta para cura?
291 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre a irmã, no Nome de Jesus Cristo, que ela seja curada para a Tua glória. Amém.
292 Agora em muitas ocasiões como essa, apenas um toque, como Jesus disse: “Estes sinais seguirão aos que crerem. Se impuserem as mãos sobre os enfermos”. Comecei a notar, nas reuniões, que isto surte efeito cinqüenta por cento mais do que quando se chama as pessoas em fila, tem discernimento, porque se chega somente a alguns. E, dessa maneira, há muitos mais que são curados.
293 A irmã confessou todos os seus pecados de incredulidade e tudo? A irmã crê agora que será curada? [A irmã diz: “Sim, e liberta”. – Ed.]
294 Querido Deus, eu rogo que Tu cures nossa irmã enquanto seguro sua mão e peço no Nome de Jesus cristo pela sua cura. Amém.
Deus a abençoe, irmã.
295 A irmã crê agora? [A irmã diz: “Sim” – Ed.] Todos os pecados estão confessados? [“Sim”.]
296 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre nossa irmã, no Nome de Jesus Cristo, pela sua cura. Amém.
Deus a abençoe, irmã.
Parece uma coisa muito pequena, porém foi Deus que prometeu isto.
297 Os pecados estão confessados?
298 Querido Deus, eu rogo que Tu cures esta nossa irmã. Enquanto imponho as mãos sobre ela no Nome de Jesus Cristo,que ela vá e seja curada. Amém.
299 Os pecados estão confessados?
300 Querido Deus, eu rogo que Tu cures nossa irmã, enquanto imponho as mãos sobre ela, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
301 Agora à medida que venham com a mecânica, que ela atinja a Dinâmica, e funcionará.
302 Os pecados estão confessados? [A irmã então responde – Ed.] A irmã está pronta.
303 Querido Deus, eu rogo que Tu a cures e a tornes sã, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
Deus a abençoe, irmã.
304 Todos os pecados confessados? [A irmã diz: “Tudo”. – Ed]
305 Querido Deus, pela maneira como esta mulher me olha nos olhos, eu creio nisso. Eu rogo que Tu a cures, em Nome de Jesus.
306 A irmã somente a está trazendo, não está, irmã? A irmã somente a está trazendo? Muito bem. [A irmã diz: “Ela é cega, também”. – Ed.] A irmã crê que Deus a tornará sã? [A irmã cega diz: “Eu creio que Deus poderia dar-me a visão novamente”] Deus a abençoe.
307 Pai Celestial, Tu és sempre misericordioso para com os cegos, e os necessitados. Agora elas viram o que Tu fizeste esta noite. Assim nós cremos, Senhor, este último grande sinal movendo-se entre nós agora. Eu peço que a vista desta mulher cega venha a ela, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
308 [A que estava cega, diz: “Obrigada, Jesus” – Ed.] Agora, espalhe isso agora. Espalhe isso. [Obrigada!”]
309 [A que trouxe a irmã cega, pede oração – Ed.] Oh, sim, a irmã crê que Deus a curará? [“Aleluia!”]
310 Querido Pai Celestial eu imponho as mãos sobre nossa irmã e peço que Tu a cures, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
311 Deus a abençoe, irmã. Deixe-nos ouvir como está, como vai.
312 A irmã crê? [A irmã diz: “Sim, creio” – Ed.]
313 Ó querido Pai Celestial, eu rogo por nossa irmã, confiando que Tu a curarás agora. Eu imponho as mãos sobre ela, no Nome de Jesus Cristo.
Agora creia. Isso mesmo. Somente vá crendo.
314 O irmão crê? [O irmão diz: “Sim” – Ed.] Todos os pecados confessados?
315 Querido Deus, eu rogo que Tu cures nosso irmão e o tornes são, no Nome de Jesus Cristo. Amém.
316 A irmã crê?
317 Ó Deus, eu rogo que, em Nome de Jesus Cristo, humildemente, na doçura e mansidão desta hora, que o Espírito Santo torne essa mulher sã. [A irmã diz: “E eu peço, ore por meu filho. Não o vejo há vinte anos”. – Ed.] Eu rogo que Deus lhe envie seu filho, irmã, querida. Deus a abençoe.
318 Querido Pai, eu rogo por nossa irmã aqui. Na doçura do Espírito Santo, que Ele venha agora e cure nossa irmã, em Nome de Jesus. Amém.
Deus a abençoe, irmã.
319 Querido Deus, eu rogo por meu irmão, que se encontra aqui em pé e imponho as mãos sobre ele, e peço pela sua cura, em Nome de Jesus.
320 Deus o abençoe, meu irmão. [O irmão diz: “Deus o abençoe”.] Muito bem.
Garotinho?
321 Querido Deus, impondo as mãos sobre o garotinho, eu o abençôo no Nome de Jesus Cristo, para sua cura.
322 A irmã crê agora? [A irmã diz: “Sim” – Ed.] A irmã também quer receber oração?
323 Querido Deus, eu rogo por ela, enquanto lhe imponho as mãos. Agora, esta é a tua comissão, isso é o que Tu disseste para fazer: “Estes sinais seguirão aos que crerem. Se impuserem as mãos sobre os enfermos, os curarão”. Tu disseste isto, Senhor. Amém.
Agora, Ele disse isso, não disse? Tem de acontecer dessa maneira, irmã.
324 Querido Deus, eu rogo que Tu cures nossa irmã e a tornes sã, em Nome de Jesus Cristo. Amém. Deus a abençoe, irmã.
325 A irmã veio crendo?
326 Querido Pai Celestial, eu peço Tuas bênçãos sobre nossa irmã, somente obedecendo ao que Tu disseste para fazer. Tu disseste: “Estes sinais seguirão aos que crerem. Se impuserem as mãos sobre os enfermos”, Tu disseste, “os curarão”.
327 Permitam-me parar aqui só por um momento, para dizer nisto, somente para deixar o povo descansar por um momento, só por um momento. Um crítico certa vez me disse que não era assim. Porém, vejam, Ele disse: “Estes sinais seguirão”.
328 Vocês ouviram minha Mensagem O Julgamento, submetendo Jesus a julgamento. Vejam, Ele disse a Noé: “Vai chover”. Não choveu por cento e vinte anos, mas ainda assim choveu. Ele disse a Abraão que ele teria um filho com Sara. Aconteceu vinte e cinco anos mais tarde. Ele não disse quando. Ele disse que teriam o filho. Vinte e cinco anos mais tarde, isto aconteceu. Vejam, Ele não disse quando.
329 Ele disse: “A oração da fé salvará os doentes. Deus os levantará. Se impuserem as mãos sobre os doentes, os curarão”. Foi isso que Ele disse? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Ele não disse que saltariam e o fariam imediatamente. Ele disse: “Os curarão”. Veja, essa é a Sua promessa. É nisso que cremos.
330 Venha, irmã. A irmã crê que isso é verdade? [A irmã diz: “Sim, creio” – Ed.] Então não há como impedir que a irmã seja curada.
331 Eu imponho as mãos sobre a irmã, no Nome de Jesus Cristo, para sua cura. Amém.
332 A irmã crê? [A irmã diz: “Sim” – Ed.] Todos os pecados confessados, e pronta?
333 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre a irmã, em obediência ao Teu mandamento, e peço pela sua cura, em Nome de Jesus. Amém.
334 Quero que vocês que estão recebendo oração, quero que me façam um favor. Eu quero que vocês relatem, antes que estas reuniões terminem, o que acontece; e apenas deixem a audiência, as outras pessoas, verem o que realmente acontece. Talvez amanhã, no dia seguinte, ou quando seja, vocês apenas observem o que acontece.
335 Minha correspondência indica que é – é de tal modo diferente do que simplesmente deixa-los tentar, testar sua própria fé. Porque, Jesus disse: “Imporão as mãos sobre eles. Imporão as mãos sobre eles, os curarão”. Agora entenda o que Ele disse. Ele não disse que eles saltariam e correriam de um lado para outro. Eles poderiam fazer isso. Porém Ele disse: “Os curarão”. Foi isso que Ele disse? Isso foi o que Ele disse. É nisso que eu creio. E Ele está aqui agora, Aquele que disse a Palavra está aqui para fazer que seja assim.
336 O senhor crê? [O irmão diz: “Amém” – Ed]
337 Querido Pai Celestial, sobre a confissão de sua fé e crendo, eu imponho as mãos sobre ele, em Nome de Jesus Cristo, para sua cura.
338 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre esta mulher, no Nome de Jesus Cristo, para sua cura. Muito bem.
339 Querido Pai, eu imponho as mãos sobre esta mulher, no Nome de Jesus Cristo, para sua cura. Tu disseste: “Os curarão”.
340 Pronta para a cura, irmã?
341 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre ela, no Nome de Jesus Cristo, para que Tu a cures.
342 Muito bem, irmã, querida, tudo pronto para cura? Sua fé agora foi satisfeita, a irmã crê que será curada?
343 E, Deus, eu imponho as mãos sobre ela, em obediência ao Teu mandamento: “A todo o mundo, toda criatura”. Eu imponho as mãos sobre ela, em Nome de Jesus, para sua cura.
344 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre meu irmão, no Nome de Jesus Cristo, para sua cura.
345 Querido Deus, eu imponho as mãos sobre minha irmã, no Nome de Jesus Cristo, para sua cura.
346 [Espaço em branco na fita – Ed.] …descendo pelo corredor. Eu simplesmente não quis preocupa-la. A irmã ficará curada se crer nisso agora.
347 Querido Deus, eu rogo que Tu cures minha irmã, no Nome de Jesus Cristo. Amém.
348 [Espaço em branco na fita – Ed] …para me ajudar a orar por estas pessoas.
349 Agora temos alguns lenços aqui, e coisas tais, aqui, para receber oração. E quero que continuem a orar comigo agora, agora, estes pacotinhos, agora. Eu sei que parece muito estranho que pessoas orem por uma coisinha como esta. Porém se você somente pudesse entrar no meu escritório, uma vez, e apenas observar. Se tivéssemos guardado os testemunhos no decorrer destes anos, acho que não se conseguiria empilha-los nesta plataforma, que foram curados apenas pelo envio de lencinhos de oração como este, milhões deles, repetidas vezes ao redor do mundo. Agora, sabe o que é isto – o que é isto?
350 Alguém apanhe esse lenço aí para esse – esse jovem… O irmão reconhecerá seu lenço, não é, irmão? Muito bem.
351 E eu tenho visto criancinhas aleijadas serem curadas. E veja você, o que é isto, é somente um ponto de contato, como Oral Roberts costumava dizer. É somente um ponto de contato. Nós oramos. Agora, nós não fazemos isto nós próprios, nós fazemos isto porque a Bíblia nos comissionou a fazer isto. Todos sabemos que isso é verdade.
352 Agora, há muitas pessoas que ungem lenços, e coisas tais. Bem, agora, nós achamos que está bem, certamente, porém se nós somente… A Bíblia não diz que “ungiam” lenços.
353 “Porém levavam do corpo de Paulo lenços”. Agora está vendo do que estou falando? Agora, o que eles viram, esse Poder vivificador que estava em Paulo, que eles sabiam que ele era servo de Deus, eles sabiam que Deus estava nele. Eles sabiam que tudo que ele tocava era abençoado. Quantos compreendem isso? Digam: “Amém”. [A congregação diz “Amém” – Ed.]
354 Vocês sabem, acho que Paulo era bem escriturístico no que fazia. Vocês não acham? Querem que lhes diga de onde eu acho que ele tirou a idéia de fazer isto? [Alguém diz: “De Eliseu” – Ed] De Eliseu, está certo. Vejam, Elias disse: “Toma este bordão, vai e põe-no sobre o bebê”. E o profeta enviou o bordão porque sabia que tudo que ele tocava era abençoado. Ele conhecia sua posição. Ele… Se ele apenas conseguisse fazer a mulher crer na mesma coisa.
355 Agora veja, agora, a Bíblia nem mesmo diz: “Orarão pelos enfermos”. Ela diz: “Imporão as mãos sobre os enfermos”.
356 Agora somente pensem, as pessoas viram, no apóstolo Pedro, a Presença de Deus manifestada neste homem, de tal modo que elas – elas até mesmo depositavam as pessoas em sua sombra, e elas eram curadas. Quantos sabem que isso é escriturístico? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Isso é exatamente Escritura tanto quanto João 3:16. Vejam, é tudo a Palavra de Deus. Agora, as pessoas, vocês sabem que a sombra daquele homem não curava as pessoas.
357 Porém veja, se o poder de Deus esteve sobre aquele profeta, por anos e anos depois que ele morreu, tanto que um homem morto foi lançado sobre seu corpo, seus ossos. O corpo nem mesmo estava ali; os ossos estavam ali. E a Presença de Deus estava sobre aqueles ossos, a tal ponto que aquele homem morto retornou à vida.
358 Agora vocês não sabem que esse mesmo Deus que fez todas essas coisas está aqui mesmo esta noite? Para – para mim, eu acho que nós devíamos ser o povo mais feliz em todo o mundo. Somente pensem nisto.
359 Eu – eu espero que não tenha dado a impressão para minha audiência crer que seja alguma coisa que eu próprio faça. Vocês – vocês sabem que não é isso. Eu, eu sou seu irmão, vejam, e eu sou apenas seu irmão.
360 Mas eu de fato sei, eu de fato sou conhecedor disto, que Deus está aqui. E eu sei que Ele nos tem dado algo, que não podemos explicar, somente pela Palavra de Deus, que declara que estaria aqui neste tempo. Assim, isto também nos dá identificação para saber que estamos vivendo nos últimos dias. Isto nos dá identificação para saber que este povo, este escolhido, eleito, chamado a sair, predestinado…
361 Agora, essa é uma grande palavra, predestinado, porém todos sabemos que é a verdade. Nós absolutamente sabemos que o infinito Deus predestinou todas as coisas por presciência antes da fundação do mundo, até mesmo o Cordeiro foi morto; e todo nome que algum dia estaria no Livro, foi colocado no Livro antes que o Livro fosse escrito. Agora quantos sabem que isso é verdade? [A congregação diz: “Amém” – Ed.]
362 E Jesus veio para – para redimir aqueles que estavam no Livro. Na Bíblia, o Cordeiro veio de trás da cortina, e tomou o Livro e abriu os selos com que Tal estava selado, porque Ele veio para reclamar tudo que havia redimido. Ele é o Intercessor agora, um Intercessor fazendo intercessões por aqueles que Ele redimiu. Todo aquele cujo nome foi escrito no Livro da Vida do Cordeiro, está redimido.
363 Como fiz uma rude declaração a outra noite… Estou esperando todos vocês trazerem estes lenços aqui. Não estou simplesmente tentando pregar outra vez, mas eu disse que houve uma pequena declaração… Espero que não pareça como sacrilégio, veja. Mas como o fazendeiro que colocou a galinha para chocar, e que não tinha ovos suficientes, de modo que apanhou um ovo de águia, e o colocou para chocar sob a galinha e ela chocou uma águia. E ela era um muito estranha entre todos os frangos, porque não via as coisas da mesma maneira. Mas aquilo era tudo que ela já tinha visto, era a galinha. Ela somente ouvia uma voz que não parecia com sua voz. Nem conseguia produzir uma voz como a da galinha ou dos frangos. Ela não apreciava a dieta deles, visto que comiam do curral. Havia alguma coisa diferente a seu respeito, todavia ela não sabia qual era a diferença.
364 E então certo dia, ali estava a mãe a qual sabia que tinha posto certa quantidade de ovos. E um daqueles ovos, que era para ser seu filho, estava faltando. Assim ela foi em busca dele, e o encontrou no curral. E ela gritou. E quando ela gritou, a aguiazinha conheceu a voz da mãe. Como Jesus disse: “Minhas ovelhas conhecem a Minha Voz”.
365 Eu penso, ontem à noite, quando vi aquele painel de batistas, presbiterianos, e outros mais, eles podem ter sido criados sob uma galinha. Desculpem-me irmãos, vejam. Porém a Mãe sabia que tinha seus queridos em algum lugar ali. Assim aqueles homens que se encontravam ali, não estavam discutindo a alimentação que haviam recebido da galinha mãe, e assim por diante, mas agora eles são águias, vejam vocês, eles voam pelo seu alimento. Estão vendo?
366 E eu penso que a igreja é algo como uma cena que vi não faz muito, vindo de Tucson, ou de – de Phoenix, indo para Tucson. Eu vi uma coisa misteriosa. E isto de certo modo quebrantou o meu coração, ao ver o que tinha acontecido, como… um falcão, que costumava voar nos ares, um irmão da águia, o qual é um tipo da igreja.
367 E Jeová é a Águia. Ele chamou Seus profetas de “águias”. Ele chamou a Si Próprio, Jeová, de “Águia”.
368 Porém este falcão há muito perdeu sua identificação, porque não plana mais nos ares e caça sua refeição como era para fazer. Porém se senta nos fios telefônicos e age como um carniceiro. Ele – ele vai atrás de coelhos mortos que os carros mataram, e ele e os urubus vão lá e comem juntos. Ele anda pulando como um urubu, ao invés de caminhar como devia. Ele perdeu sua identificação.
369 E diga isto com todo o amor pio e respeito, a igreja há muito perdeu sua identificação como uma irmã águia. Ela se senta por aí. Ao invés de se aprofundar na Palavra e verificar se estas coisas estão certas, ela espera por um monte de literatura de escola dominical que foi feita por um bando de intelectuais em algum lugar, algum coelho morto que foi morto em algum outro lugar. Anda pulando como um abutre! Deus, ajuda-nos a voar para longe disso.
370 Estas promessas são verdadeiras. Não o que alguém disse acerca Disto, mas o que Deus disse acerca delas! Elas são verdadeiras. Estou tão contente de estar associado com águias.
Oremos juntos pelos nossos enfermos.
371 Querido Pai Celestial, é ensinado na Bíblia que levavam do corpo de Paulo, lenços e aventais, e demônios saíam das pessoas, e espíritos imundos as deixavam. Agora, Pai, eu aqui de pé por cima destes lenços, represento toda pessoa que está presente. É o Corpo de Cristo, nós juntos. Estamos declarando pela graça e amor, que estamos aqui para representar Sua Noiva, e crendo, associados com Ele em Seu Reino. E sabemos que não somos São Paulo, porém sabemos que Tu ainda és Jesus.
372 E rogamos que Tu honres a fé destas pessoas. Se elas tivessem vivido no passado nos dias de Paulo, elas teriam ouvido este mesmo Evangelho, visto estas mesmas coisas. Portanto, elas são o mesmo tipo de gente. Tu és o mesmo Deus. Deste modo eu rogo, querido Deus, que Tu honres a fé deles, como fizeste com aqueles nos dias bíblicos. E que todo poder demoníaco, toda enfermidade, toda aflição, que amarrou estas pessoas que estes lenços e pacotes aqui representam, que esse poder maligno de enfermidade as deixe.
373 Foi dito, certa vez, que Israel estava caminhando no cumprimento do dever, para uma terra prometida. E exatamente no cumprimento do dever, o inimigo veio e os encurralou, e o Mar Vermelho os impediu de prosseguir no cumprimento do dever, e em sua marcha. E Deus olhou desde os céus, através da Coluna de Fogo, e o mar ficou amedrontado. Ele rolou suas ondas de volta, porque as ondas de Deus estavam no fundo do mar. E Isto abriu caminho para Seus filhos, caminhando na linha da obediência.
374 Agora, Deus, se o Mar Vermelho ficou amedrontado, e rolou de volta suas ondas, rolou de volta suas águas, e abriu espaço para filhos em viagem marcando em obediência; querido Deus, esta noite, olha através do Sangue de Teu Filho, Jesus, o Qual fez a promessa. E quando estes lenços forem postos sobre o corpo enfermo das pessoas, que os olhos de Deus olhem. E que essa enfermidade, esse demônio, fique amedrontado e se afaste. E que as pessoas continuem a jornada para a Terra prometida, com boa saúde e força. Enquanto Israel marchou através do deserto, não houve uma pessoa débil entre eles, na outra extremidade. Que isto seja concedido a estas pessoas, Pai, porque enviamos estes lenços, em Nome de Jesus Cristo. Amém.
375 Deus os abençoe, a cada um. Enquanto apanham seus lenços agora, creiam de todo o coração. Vocês crêem que Deus ouve isto? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Estão vendo? Eu, eu quero dizer isto. Não, não duvidem, nem um pouquinho. Vejam, pode parecer bem estranho. Perdoem-me só por um minuto. Não duvidem, nem um pouquinho. Mas creiam agora que, o que pedimos, Deus dá.
376 Vocês crêem que é Deus aqui que conhece o segredo do seu coração? Vocês sabem e crêem que é Deus? [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Agora somente firmem sua mente agora, não pode ser nada mais. Estão vendo?
377 Agora, e se houvesse um grande amanha, a muitos anos, isto seria história. E se as pessoas, daqui a anos, se fosse para haver tal coisa, viessem e dissessem: “Bem, se eu tivesse vivido naquela época, tivesse visto isso ser feito, ora, seria tudo que eu precisaria saber. Eu teria crido na mesma hora!” Vejam, a mesma coisa em que vocês crêem, se vocês tivessem estado lá atrás quando fizeram tal, então! Lembrem-se, ainda é Ele. É a Vida Dele em vocês. Deus os abençoe.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...