Um Terremoto Na Índia


A última vez quando meu filho Billy Paul e eu fomos à Índia, quando desemos do avião, eu estava lendo um jornal que havia encontrado em meu idioma, o qual dizia: “Já haverão cessado os terremotos porque os pássaros estão regressando.”

Na Índia não tem cercas formadas de madeira como nós temos aqui, mas as fazem de pedra. Recolhem as pedras e fazem suas cercas e suas casas. E ali faz calor por todo o país com exceção das partes montanhosas; mas por Calcutá e  as demais partes é quente, e aparece gente atirada na rua morrendo de fome. Mas estas casas são feitas de pedras como também toda a cerca ao redor do terreno e ali têm poço para o gado, etc. Os passarinhos se matem nestas pedras e criam seus pequenos.

Todos os dias, quando começava o calor, o gado se reunia à sombra destas paredes de pedra para que lhes desse o calor, e os passarinhos também se metiam em suas covinhas frescas; porém um dia, de repente, todos os passarinhos, por alguma razão inexplicável, voaram e não regressaram a seus ninhos; se foram ao campo e ficaram nas árvores e até no solo. As vacas e as ovelhas não protegeram nas paredes, mas ficaram no campo e se encostaram um ao outro; uma coisa muito boa. Eles sabiam que algo sucederia. De repente a terra tremeu com um terremoto e todas as paredes caíram e as cercas de pedra caíram.

Depois de uns três ou quatro dias, os passarinhos começaram a regressar. Então disseram: “Já terão cessado os terremotos porque os passarinhos estão regressando.” Por que será assim?

Não crê você que o mesmo Deus que pôde fazer com que entrassem aqueles pássaros, gado e demais animais na Arca nos dias de Noé, também os pode guiar a um lugar seguro hoje em dia? Correto? Deixe-me dizer algo, irmão: Há algo que está por suceder: todos estes muros eclesiásticos vão cair, então se unirão e regressarão ali para concordar juntamente; isto é tão certo como estar eu aqui de pé hoje. Há uma imagem a essa besta; e, tão seguro quanto estou de pé aqui, esta nação a tem tomado, segundo a Palavra do Senhor.

Escute bem: quando você pressentir algo raro, alonga-te dessas muralhas! Alonga-te ou morrerás ali dentro! Saia dali. Alonga-te de tudo isso! Corra ao lugar seguro tão logo quanto possa! Peça misericórdia a Deus.

Não diga: “Minha mãe foi Metodista, por isso eu também.” “Meu pai foi Batista, eu também.” Não faça tal coisa. Não perca nenhuma oportunidade. Não importa quão singelo e humilde pareça, é a Palavra do Senhor. Refugie-se em Jesus Cristo tão logo quanto possa e fique ali até que Deus o encha com Seu Espírito Santo. Por que a hora vem quando você o buscará e não o encontrará. Esteja Seguro de encontrá-Lo agora.

Rev. William Marrion Branham
O Segundo Selo

Posted in História.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...