COMPANHEIRISMO
19 de Maio de 1962
Green Lake – WI – E.U.A.
Tradução – GO


1 Vamos permanecer de pé só por um momento para uma palavra de oração enquanto inclinamos nossas cabeças. Nosso Pai celestial, enquanto nos aproximamos de Ti nesta noite, Senhor, nesta hora de companheirismo, nós Te agradecemos pelo Sangue de Jesus Cristo, e por esta hora de companheirismo.
2 Agora, diante de mim estão alguns lenços que foram enviados aqui, Senhor, para a convenção. Eles representam pessoas que estão necessitadas. E nos foi dito na Bíblia que eles tomavam do corpo de São Paulo lenços e aventais, e os espíritos imundos saíam deles, e os enfermos eram curados. Nós sabemos que não somos o Santo Paulo, mas Tu ainda continuas o mesmo Deus. E Tu tens provido um caminho hoje, pois Tu és o mesmo ontem, hoje e eternamente. Oramos para que Tu cures estas pessoas.
3 E como um escritor disse, quando Israel foi impedido pelo Mar Morto da terra prometida, Deus olhou para baixo através da Coluna de Fogo com olhos irados e o mar ficou com medo e recuou e Israel seguiu em sua jornada. Deus, eu oro para que quando estes lenços forem colocados sobre o corpo dos enfermos, Deus possa olhar, não somente através da Coluna de Fogo, mas através do Sangue do Seu Próprio Filho, Quem opera, e que a enfermidade possa retroceder dando lugar ao poder de cura de Cristo.
4 Abençoe esta convenção, Senhor, em seu término nesta noite. Oramos para que Tu nos visites de maneira grandiosa, como Tu tens feito, e dê-nos de Tuas bênçãos. Pedimos no Nome de Jesus. Amém. Podem se assentar.
5 O Senhor abençoe. Eu fiquei tão comovido com o — o elogio que o irmão Carlson acabou de me fazer. Como eu gostaria de tirar um tempo para dizer algumas coisas a respeito daquilo. Mas eu sei que vocês têm estado… Hoje e através de toda a convenção tem havido várias pregações, e muitas pregações de grandes pregadores que têm lhes falado. E eu — eu aprecio todos eles. E eu sei que vocês estão cansados agora, e vocês estarão indo para casa daqui a pouco e talvez para as suas igrejas amanhã. E eu — eu não tomarei muito do vosso tempo. Mas como o irmão Carlson numa tão nobre declaração…
6 Ontem à noite quando eu saí daqui, eu coloquei os meus braços ao redor de José. Eu disse: “Qual é o problema comigo?” Eu perguntei à minha esposa outro dia: “Sou eu um louco?” Eu não posso deixar de dizer estas coisas. Há um impulso dentro de mim que me direciona para isto, e eu — eu não posso evitar isso. É algo, é… eu olho ao redor na igreja. Nesta tarde, no hotel em que estou hospedado havia um grupo de pessoas que chegaram embriagadas, e mulheres, avós, e usando shorts, e vestidas imoralmente, e bebendo e fumando. E eu — eu pensei: “Deus, por que devo falar com as minhas irmãs da maneira que faço, e sem querer dizer estas coisas, mas por que deveria fazer isto, e olhar aqui?”
7 E docilmente, não uma voz audível, mas algo dentro de mim disse: “Eu não quero que Meus filhos se pareçam assim.” Aí está você. Vêem? Vocês são um povo diferente. Quando eu O vi dizer — ouvi isto dentro do meu coração: “Não quero que Meus filhos…” aquilo realmente me fez bem. “Meus filhos…” Eu amo a igreja. Foi por ela que Cristo morreu, a igreja. E eu creio na igreja. Mas algumas das coisas que acontecem na igreja quando você constantemente prega contra isto, e mostra a Palavra para isto; e então ver a igreja continuar tateando naquilo, é…
8 Veja, honestamente, eu sei que sou chamado de tudo, de arcanjo a um diabo. Eu sou vosso irmão. Sou vosso irmão. E estas coisas podem ser ditas a meu respeito. Não posso fazer nada quanto ao que é dito. Eu devo ser honesto. Eu quero dizer como Paulo: “Eu não fui desobediente à visão celestial” que veio a mim quando era um garoto. E desde então o Senhor tem operado — tendo confiança em Deus, fé em Cristo.
9 Aqui, poucas semanas atrás — ou melhor, a última vez que estive em Chicago, eu estava com os Homens de Negócios que estavam fazendo uma pequena exposição com vários ministros pela cidade. E então eu tinha que falar — demonstrar, a — a última parte disto, no — na reunião ministerial. Eu estava me preparando para um grande jubileu gastronômico espiritual, eu acho que é assim que eu chamaria isto.
10 E certa noite, cerca de três ou quatro noites antes do — que acontecesse, eu estava no quarto do hotel. Os relâmpagos brilhavam; estava havendo uma tempestade. Eu havia acabado de chegar da reunião; era cerca de uma hora da manhã. Ele disse: “Vá à janela.” Ali estava aquela Luz brilhando no quarto, da qual vocês têm a fotografia, e conhecem a respeito. Disse: “Vá até a janela e se coloque ao lado daquela terceira chapa de metal.”
11 E ali me coloquei, olhei através daquilo. E Ele disse: “Eles têm uma armadilha preparada para você. Mas não se preocupe, Eu estarei com você. Diga ao Sr. Carlson aqui, e outro homem estará com ele, o qual será Tommy Hicks; eles não conseguirão aquele auditório que estão pretendendo. Será em outro lugar com uma sala marrom. E quando eles chegarem, ali haverá um homem de cor assentado à sua esquerda.” E então Ele me mostrou onde todos estariam assentados. Disse: “Agora, diga isto. Você se encontrará com o Sr. Carlson amanhã para o café da manhã.” Aqui está ele assentado.
12 E na sala o Espírito Santo descreveu cada pedacinho dela. E aquela reunião, o local onde eles a teriam, foi cancelado. Eles tiveram que arranjar outro lugar. E quando todos eles chegaram, cada pessoa estava assentada exatamente em seu lugar. Aí está o irmão Carlson. O Senhor nunca diz nada a não ser o que é correto, perfeitamente correto.
13 E eu disse para a associação ministerial: “Eu sei o que vocês têm contra mim. É a respeito do meu ensinamento em relação a Cristo. Agora, eu ouvi vocês se apresentarem como Dr. Fulano e Dr. Siclano. Eu não tive nem mesmo educação de escola secundária. Mas eu gostaria que alguns dos que dizem que o ensinamento está errado, se o Doutor puder tomar sua Bíblia, venha aqui e se coloque ao meu lado diante destes ministros; ou então saia do meu caminho de agora em diante.” Vêem? Isto é correto. “Se é um tíquete-refeição para você, então não tente discutir isto comigo. Eu tenho uma coisa; esta é agradar a Cristo e a Sua Palavra, e este é o meu propósito na vida.”
14 E amigos, não é fácil quando você ama as pessoas, ter que cortá-las em pedaços mesmo assim. Você não tem a intenção de fazer aquilo. Mas como pode um homem que vai pregar através da inspiração dizer qualquer coisa a não ser o que vem da inspiração? Se eu alguma vez disser qualquer coisa que seja contrária à Palavra, então chamem a minha atenção.
15 Claro que muitas vezes entre as pessoas, lá fora quando estou nos períodos das convenções, eu nada falo a não ser da grande fundamental doutrina evangélica. Às vezes tento falar contra o pecado e da repreensão de determinadas coisas que vejo as pessoas fazendo, tentando viver como o mundo e continuando a fingir que são cristãs. A maior pedra de tropeço que a igreja pode ter é uma coisa como esta. Nós devemos estar dentro ou estar fora. Nós — mas não fingir algo quando não o somos. E então isto se torna muito difícil.
16 Algum tempo atrás, um amigo me escreveu uma carta. Havia uma pessoa que estava por ali com aquele amigo, disse: “O Irmão Branham é um profeta quando ele está sob a unção.” Mas disse: “Não dê ouvidos ao seu ensinamento. Está errado.”
17 Agora, pode você imaginar uma pessoa dizendo isto? Um profeta? Ora, é para quem a Palavra do Senhor vem. Eles tinham… Eles eram os únicos que tinham a interpretação da Palavra. Eu não sou um profeta. Eu não alego ser algum profeta. Mas eu digo… Se — se qualquer pessoa que não admite que a Palavra de Deus está correta, não importando o quanto tenhamos que nos cortar…
Não podemos cortar nosso — nosso… Nós temos que nos cortar para nos encaixar com a Palavra de Deus. Não podemos cortar nossa — nossa — a Palavra de Deus para que Se encaixe no que pensamos. Temos que nos manter na Palavra.
18 E alguém veio há não muito tempo e disse: “Esta doutrina, esta coisa que você crê,” disse: “se o Anjo do Senhor lhe disse isto, nós creremos nisto.” Um grupo de ministros.
Eu disse: “O Anjo do Senhor? Se ele dissesse qualquer coisa diferente, eu não creria nele.”
19 Como você pode se basear numa experiência, ou alguma sensação? O diabo pode personificar qualquer sensação que você pode — que possa manifestar. Eu já vi todas estas coisas. Já vi pessoas… Já vi pagãos dançarem em espírito, falarem em línguas, e beberem sangue em um crânio humano, e invocarem o diabo. Já vi pessoas gritarem, e entrarem em… Muhammadans enfiarem lascas através de seus dedos até nem mesmo sentirem aquilo, tomarem uma lança e atravessarem sua face assim, gritando, clamando, louvando seu deus. Você chama aquilo de Deus? Já os vi passarem anzóis de pesca através deles, bolhas d’água penduradas assim, e andam através do fogo com quinze pés de profundidade e quatro pés de largura assim, de um lado para o outro, e não terem nenhuma queimadura de fogo, nem mesmo o cheiro de queimado. Você chama aquilo de Deus? Certamente não. Deus é a Palavra. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” E o Verbo continua sendo Deus. Como iremos julgar?
20 Minha própria mãe, que partiu para o céu não muito tempo atrás, ela disse: “Billy, você tem sido meu suporte nas coisas espirituais, eu — e você tem tomado conta de mim e olhado para que eu não passasse fome.”
21 Eu disse: “Mãe…” Tivemos um alicerce católico. Sabemos disto, sendo irlandeses. Eu disse: “Quando eu era um jovem, não tinha sentido o chamado de Deus. Não íamos a nenhuma igreja, nenhum de nós, nunca estive em uma igreja em minha vida, eu acho, até me tornar um homem. E eu disse… Eu fui até a igreja Católica, e eles disseram: ‘Nós somos a igreja.’ Eu fui até a Luterana e eles disseram: ‘Nós somos a igreja.’ Até aos Batistas, ‘Nós somos a igreja.’”
22 Bem, qual delas é a igreja? Existem mais de novecentas delas. Ninguém pode basear a fé naquilo. Ninguém pode basear a fé sobre uma sensação. Há somente uma que é correta, e essa é a Palavra de Deus. “Os céus e a terra passarão, mas não a Minha Palavra.”
23 Eva simplesmente interpretou mal, ou melhor, Satanás interpretou para Eva, apenas uma pequena fração da Palavra de Deus, apenas uma coisinha, e aquilo causou todo este problema. Não é isto correto? Cada morte, cada — cada bebê, cada bebê hidrocefálico, cada homem aleijado, cada — cada morte, cada cemitério, e tudo mais, foi porque uma pessoa interpretou mal e torceu um pouquinho a Palavra de Deus. E se Deus não deixou isto passar então, quanto mais agora? Vamos à Palavra, ou não vamos de modo algum. Isto é correto.
24 Então você pode imaginar, pessoas amorosas, pessoas adoráveis, o que é se colocar ali em cima e não pensar no que você irá dizer, e ver o Espírito fazer aquelas coisas explodirem, e ainda assim, o conforto Dele estar contigo para vê-Lo vir, mostrar as coisas. Eu posso tomar… Qualquer um que pensa que sou um adivinho, vidente, você sabe que essa é a mesma razão pela qual eles mataram a Jesus? A mesma coisa, porque Ele conhecia seus pensamentos e assim por diante.
25 Se eu tivesse lido os pensamentos aqui ontem à noite, eu — eu teria tido tal… Se o Espírito Santo tivesse me permitido falar ontem à noite de certas coisas que estavam acontecendo, vocês teriam me expulsado para fora do país. As pessoas dão tapinhas em suas costas e dizem: “Irmão,” e pensam que você é adivinho. Não acha você que sei disto? Eu não posso ter o Espírito de Deus sem saber disto. “Aquele que crê em Mim, as obras que faço, ele também as fará; maiores do que estas ele fará; eu vou para o Meu Pai.” Vêem o que quero dizer? Vamos orar.
26 Pai Celestial, permita ao Espírito Santo falar conosco agora nestas próximas poucas palavras. Deus, eu oro para que não haja nenhum perdido no dia do julgamento, que todos nós estejamos ali, e todos estejamos cobertos com o Sangue do Filho de Deus. Perdoe-nos por nossas transgressões. Nós Te ouvimos dizer certa vez quando Tu estavas nos ensinando a orar, e Tu chegaste ao ponto: “Perdoa-nos as nossas dívidas como nós perdoamos aos nossos devedores.” Então Tu paraste e disseste: “Se de coração não perdoardes a cada homem suas transgressões, também o vosso Pai celestial não vos perdoará.” Então estamos vendo em que posição nós estamos
27 Deus, eu espero viver para ver o dia em que eu possa ver a igreja do Deus vivo toda em fila como um grande exército de Cristo, toda coberta pelo Sangue, cada irmã e irmão, um santo, marchando em direção ao poder da Palavra de Deus. Tu disseste que restaurarias tudo que o pulgão e a locusta e o gafanhoto haviam comido. Eu creio que Tu o farás, Senhor. Estou crendo que Tu farás isto, e eu espero ver isto em minha era. Se não, eu semearei a Semente da Tua Palavra. E então quando o Espírito Santo cair, Ele… Sabemos que o justo — a chuva cai sobre os justos e injustos. A mesma chuva que molha o trigo molha o joio.
28 Mas, Deus Pai, não nos deixe em nossa vida semear nada a não ser a genuína Semente de Deus. Portanto, quando o Espírito Santo vier e cair sobre Ela, que Ela possa suscitar uma reprodução de Jesus Cristo, sendo um filho ou filha de Deus. Eu peço isto no Nome de Jesus. Amém.
29 Deus abençoe ricamente a todos vocês. Que minha bênção esteja convosco, minha paz esteja sobre vós. E eu não… Eu espero e confio que um dia numa… Se não for mais nesta terra, será naquela terra que há de vir quando formos chamados à presença de Cristo. Aquela trombeta soará e os mortos em Cristo levantarão, pois juntos em uma só unidade iremos encontrá-Lo. Eu quero falar só por… eu tenho um relógio aqui que eu posso ajustá-lo e fazer isto exatamente em trinta minutos, e — e será exatamente às dez horas. E se o Senhor permitir, eu terminarei logo então. Somente um momento de seu tempo, se você o reservar, só um pouquinho…
30 Agora, amanhã à tarde, vocês, pessoas lá de Chicago, tragam seus enfermos e aflitos. Amanhã à tarde no Mather haverá um culto de cura. Está correto, irmão Carlson, não está? Eu perguntei ao irmão Joseph se estaria tudo certo, e ele disse que com certeza estaria, então está tudo correto. E então na segunda-feira é o encontro missionário do irmão Joseph, este companheirinho que todos nós amamos.
31 Acabei de falar com um irmão aqui que … eu creio que foi ele quem me levou até o irmão Aegery aquela vez — Aegery — quando recebi uma carta bastante severa dele, e o Senhor nos deu aquelas grandes palavras. E eu penso que talvez quarenta ou mais receberam o Espírito Santo ali fora no colégio Luterano. Pode você imaginar isto? Mas quando ele chegou no… Ele pensou que fosse um adivinho polido. Mas quando ele foi suficientemente honesto para estabelecer a Palavra de Deus, então isto veio a ele. E aquilo fez a diferença.
32 Agora, eu vou ler em São João, 1° capítulo, 1:7. Vamos todos ler este versículo.
Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado.
33 Eu gostaria de falar só por um momento no conceito de “Companheirismo.” Sendo esta uma convenção, todos nós sabemos que convenção é um período de companheirismo. E nós temos… Eu gosto de companheirismo. Eu gosto de vir a uma reunião de companheirismo, onde podemos ter companheirismo.
34 (E se vocês me desculparem, depois de ler o meu texto, pois eu — eu faço uma observação para um irmão assentado aqui, o irmão Tommy Nichols. Eu fiquei tão contente quando você imprimiu aquele artigo ou — ou no — sua “Voz” dos Homens de Negócios a respeito da visão da ida ao céu, você a colocou exatamente da maneira que foi. Obrigado, irmão Tommy. Deus te abençoe por isto.)
35 Agora, sobre companheirismo. No companheirismo, todos o desejam. Nesta noite ali no hotel, eles estavam tendo companheirismo. O que era aquilo? Bebendo por ali. E eles estavam tendo… Eles saíram e compraram mais garrafas e cervejas, do outro lado, nos bares, e aqui estavam todos eles, vovós e vovôs, bebendo e daquele modo escandaloso, com as coisas mais imorais, que eu até mesmo tive, no quarto quente, tive que puxar as janelas e fechá-las, para não ouvir aquela bagunça. E me parece que, se vivemos em uma nação cristã, aquilo nem mesmo devia ser permitido. Mas eu lhes digo uma coisa, comece a falar alto e a gritar, e observe quanto tempo isto dura. Haverá algo dito em relação àquilo rapidamente. Mesmo assim estamos em uma América cristã.
36 Eu permaneci no quarto. Hoje eu fui jantar em um lugarzinho. Se eu alguma vez vier aqui de novo, eu almoçarei aqui se eu puder entrar e conseguir um quarto em algum lugar. Eu fui jantar em um lugarzinho, e honestamente, eles tinham aquele velho booglie-wooglie, vocês sabem, rock-and-roll.
37 Eu sou um missionário. Eu venho… Tenho estado em — lá no meio dos Hotentotes, e lá embaixo nas selvas da África. Eu ouvi isto lá atrás, mas eu nunca pensei que ouviria isto na América. E ali estavam daquele jeito. E todos eles naquela bagunça. E eu simplesmente fiquei enojado. E Billy e eu nos levantamos, e fomos embora, e fomos para outro lugar. E — e eles não tinham nenhum ali. Eu disse: “Olhe lá dentro, e se eles tiverem uma daquelas velhas vitrolas automáticas nós não vamos entrar. Apenas deixarei isto de lado.”
38 Eu levei minha família em um, certa vez, quando viajava. Eles a estavam tocando. Eu me aproximei dali. Eu disse: “Sr. eu sou um missionário e eu preciso de cada centavo que eu tenho. Mas a minha família está comigo, e estamos todos com fome. Estamos tentando por volta de três horas encontrar um lugar onde comermos. Eu te dou uma nota de cinco dólares se você desligar aquela tomada ali até terminarmos de comer.”
39 Aquilo o fez ficar envergonhado. Ele disse: “Simplesmente guarde os seus cinco dólares. Já que você teve tanta coragem,” disse ele: “apenas deixe isto para lá.” Então é isto. Oh, América cristã, claro. Sim, América cristã.
40 Nós tentamos tudo. Eles têm companheirismo ao redor daqueles tipos de coisas. Os corvos têm companheirismo em uma carcaça morta. Mas pombos comem comida de pombos. Eles têm companheirismo no campo de trigo. E então isto depende de qual é a sua — do que você é. Um pombo não pode… Agora, ele não pode ter companheirismo com corvos e abutres, porque ele não tem fel; não há nenhuma amargura nele. Ele não poderia comer aquilo. Aquilo o mataria. E um cristão não pode ter companheirismo por aí desta forma. Isto mataria o próprio Espírito que está nele, entristeceria o Espírito Santo e Ele iria embora.
41 Agora, estamos tentando fazer companheirismo com as nações. Estamos gastando bilhões de dólares dando-os a nações estrangeiras para fazer companheirismo, e o comunismo está se espalhando através de todo o país do mesmo modo. Vêem?
42 Aqui, há não muito tempo atrás, ora, tivemos uma guerra. E algumas das balas que foram atiradas de volta em nós, foram fabricadas nos Estados Unidos. Veja, tentando lhes enviar materiais e coisas assim, e atiram de volta em nós. Você não pode obter companheirismo assim. Você simplesmente não pode fazê-lo.
43 Agora, temos tentado então educar as pessoas para terem companheirismo. Não há maneira de educar as pessoas para terem companheirismo. Você vai bem mais longe o tempo todo. A igreja perdeu a sua primogênitura quando ela adotou a educação em vez da salvação para tentar levar as pessoas ao conhecimento de Cristo. Eles tentaram denominar para fazer companheirismo. Você não pode fazer isto, porque você traça uma linha de divisa e tira o outro companheiro fora. Você não pode fazer isto. Não existe maneira para — para ter companheirismo nas denominações. Você nunca será capaz de fazer isto, porque cada denominação…
44 Este Concílio Mundial de Igrejas, ora, eles estão lutando consigo mesmos. Eles estão cortando suas gargantas. Como podem alguma vez terem companheirismo, quando as pessoas ali não crêem em Deus? Infiéis e tudo mais, como você pode… Jesus disse: “Como podem dois andarem juntos, a não ser que estejam de acordo?” Como pode você fazer isto? Há somente uma maneira pela qual você pode andar com um homem; esta é quando você concorda com ele. Então como você irá cortar com as denominações e assim por diante, e fazer um acordo, quando um está separado do outro?
45 E mesmo assim, Deus quer que tenhamos companheirismo. Há algo em nós que nos leva a fazer companheirismo. O homem sempre quis fazer isto. Mas ele sempre tentou realizar através de seu próprio conhecimento de como trazê-lo. E ele nunca será capaz de fazê-lo.
46 Há somente um lugar de genuíno companheirismo, e este é sob o Sangue derramado do inocente. Esta é a única maneira pela qual podemos ter isto. Vamos ter companheirismo com cada igreja que seja Luterana. Se toda igreja fosse Batista, ou as demais, poderíamos ter companheirismo sob os direitos denominacionais. Mas nós que lemos a Bíblia sabemos que estas coisas nos fazem discordar.
47 Agora, a única coisa sob a qual podemos ter companheirismo, é como estabelecemos aqui nesta noite: metodistas, batistas, luteranos, presbiterianos, ou seja mais quem for, é quando estamos sob o Sangue derramado do inocente. Esse foi o requisito de Deus, e Deus nunca muda o Seu programa. Quando Deus uma vez toma uma decisão, Ele tem que permanecer para sempre com aquela decisão.
48 Agora, Ele é infinito. Nós — nós não somos infinitos. Nós somos — somos seres mortais; portanto somos finitos. Então não podemos ser– ser infinitos. Então fazemos promessas. Você faz promessas; você as quebra. Você faz algo hoje e amanhã você sabe mais a respeito daquilo, então amanhã você pode fazer aquilo melhor. No ano que vem você continuará fazendo aquilo melhor do que você fez naquele dia, porque você aprendeu mais a respeito daquilo; porque somos finitos, sujeitos a — a estas três pequenas dimensões na qual vivemos.
49 Mas Deus é infinito. Portanto, Deus pode falar uma vez e isto — Sua decisão é perfeita, e ela nunca pode mudar. Esta é a razão: “Minha fé está edificada em nada menos que no Sangue e na justiça de Jesus. Quando tudo ao redor de minha alma se dissipar, então Ele é toda a minha esperança e apoio. Pois em Cristo, a Rocha sólida, eu me firmo; todos os outros terrenos são arreias movediças.”
50 E Cristo é a Palavra. Ele é a Palavra. Sobre… Ele disse que os céus e a terra passariam, “Mas Minha Palavra nunca passará.” Nenhuma só palavra Dela pode falhar, porque é a Palavra de Deus. Você não pode… No último livro de Apocalipse diz: “Quem tirar uma só palavra Disto, ou adicionar uma palavra a Isto, o mesmo será tirado — sua parte do Livro da Vida.”
51 Portanto, qualquer credo, qualquer coisa mais que fosse acrescentada à Palavra de Deus, ou fosse tirada qualquer coisa Dela, seria morte fazê-lo, como o foi para Eva no princípio. É pena de morte tirar ou acrescentar. Apenas tome-A exatamente como Ela diz. A Bíblia diz: “Não é de particular interpretação.” Ela já está interpretada. Apenas leia e creia Nela. Deus vela sobre Sua Palavra para cumpri-La. Portanto é na Sua Palavra que temos que nos firmar.
52 Agora, o único lugar… Portanto, crendo em Sua Palavra, o único lugar para companheirismo é sob o Sangue derramado, onde todos podem se reunir ao redor e sentir o mesmo; porque está sob um lugar de Sangue derramado. Agora, colocar a sua fé sobre qualquer outra coisa além da Palavra de Deus é areia movediça. Não importa o que seja, isto continua sendo areia movediça. Isto tem que ser a Palavra. Isto é verdade. Nós cremos nisto.
53 Esta é a razão pela qual eu tenho fé para crer que tudo que Deus prometeu… Agora, eu digo que Deus pode fazer coisas que não estão escritas na Palavra. Isto é verdade. Mas contanto… Eu teria que desejar saber sobre isso. Mas desde que Ele me dê o que Ele prometeu aqui, eu estarei satisfeito apenas com o que Ele prometeu. Então fico absolutamente seguro. Fico com a Sua Palavra. Sua Palavra não pode mudar. Pois se Ela pode mudar, então Deus pode mudar, se a Palavra pode mudar. Se a Palavra precisa de alteração, então Deus não é Deus.
54 Se Deus encontrou um homem, e nas bases de sua fé sob o sangue derramado, salvou o primeiro homem, Adão, Ele tem que permanecer para sempre sob o mesmo programa. Se Ele não o fizer, Ele fez algo errado quando Ele tomou a Sua primeira decisão. Se Deus salvou um homem, e a única maneira que Ele o salvou foi através do sangue derramado de um cordeiro inocente, se estas foram as bases pelas quais Deus decidiu salvar o homem, qualquer coisa… Se Ele alguma vez mudar isto para o credo de alguém, ou uma igreja, ou algum dogma, então Deus fez a decisão errada no jardim do Éden. Pois o primeiro homem que Ele salvou, Ele salvou nas bases de sua fé no sangue derramado de um cordeiro inocente. Aquele era o único lugar pelo qual ele podia vir. Deus escolheu um lugar, chamou Adão e Eva, e derramou o sangue de um inocente e os cobriu com a substância daquele inocente, com o sangue sobre eles. Aquelas eram as bases nas quais o homem podia falar com Deus, e ouvir a Sua Palavra, e obter a Sua Palavra, foi sob o sangue derramado.
55 E a única maneira que os homens, ou igrejas, ou pessoas alguma vez saberão a real verdade a respeito de Deus, é vindo para debaixo do Sangue derramado Daquele inocente em Sua Presença. Então o Espírito que vem sobre você testificará que esta Palavra é correta, cada palavra Dela; e Ela não precisa de correção em parte alguma. Isto é correto. Isto — isto tem que permanecer desta maneira, porque Ele é Deus, e a Sua decisão tem que ser perfeita, e perfeita para sempre.
56 Vamos correr com a coisa só por alguns momentos. Primeiramente vocês sabem que os meus trinta minutos se acabarão e eu nem terei começado.
57 Agora. E sob o sangue derramado… Agora, nós sabemos que o Livro mais velho da Bíblia é o de Jó, o mais velho Livro escrito. Foi escrito antes de Moisés escrever Gênesis. Ou melhor, é dito que foi escrito antes mesmo de Moisés escrever Gênesis.
58 Agora observem. Jó, homem justo, homem pio. Certo dia tudo estava contra ele. Satanás deu idéia para fazê-lo negar a Deus. E quando ele o fez, Jó… Eu gosto de ler Jó. Muitas pessoas dizem que é um enigma. Não é. É a Palavra de Deus. Jesus se referiu a Jó: “Não ouvistes da paciência…”
59 Não importa o que estivesse acontecendo, o quanto ele fosse perseguido, o quanto lhe dissessem que ele estava no caminho errado, Jó permaneceu na Palavra. Eu gosto disto. Ele disse: “Se porventura meus filhos pecaram, eu oferecerei um sacrifício por eles.”
60 Agora, a única coisa que o homem conhecia era o sacrifício queimado. Aquele era o requisito de Deus. E muitas pessoas pensam às vezes que porque acidentes acontecem com um cristão, “oh, ele saiu da vontade de Deus. Eles deixaram a igreja; eles saíram para…?…” Às vezes isto não é correto, porque Deus castiga cada filho que chega até Ele. Ele o limpa, e o purga, e o prova, e vê se ele suportará. Era isto que Ele estava fazendo no tempo de Jó.
61 Eu preguei sobre Jó certa vez por cerca de seis meses quando eu pastoreava. Havia uma senhora que teve suficiente honestidade … eu o coloquei em cima daquele monte de cinzas, assentado ali fora, você sabe, todo cheio de bolhas, e um caco de barro rebentando suas bolhas. E uma senhora disse: “Irmão Branham, quando você vai tirar Jó daquele monte de cinzas?” Foi por cerca de três domingos, mas eu estava construindo ao redor para formar aquilo.
62 Ali estava ele. Ele era um profeta. Ele era o ungido de Deus. E a única coisa que o homem sabia fazer era permanecer com a Palavra. Isto é tudo. Eles vieram e disseram: “Jó, você sabe que você errou. Veja o que aconteceu com você. Todos viraram as costas a você. E aqui todos os seus amigos se foram. A única coisa que você pode fazer é se assentar aqui fora e olhar. Você é um infeliz de aparência miserável com bolhas e tudo mais saindo em você. E veja a sua condição.” Mas Jó disse que ele não havia pecado, porque ele tinha vindo pelo caminho apontado por Deus sob o sangue derramado.
63 Então Deus está obrigado para com um homem que se posiciona assim. Ele o deixa ir diretamente até a última pessoa, até mesmo a sua esposa saiu e disse: “Jó, por que você não amaldiçoa a Deus e morre?” Apenas pense, sua própria esposa se voltou contra ele. E porque alguém estará contra nós e pensa que somos engraçados e estranhos… Todo povo de Deus é engraçado e estranho para o mundo. Claro, eles são. “Vocês são um povo diferente, um sacerdócio real, oferecendo sacrifícios a Deus, com os frutos de seus lábios dando louvores ao Seu Nome.”
64 Agora, nós observamos que até mesmo a esposa de Jó se levantou contra ele. Virou suas costas para ele e disse: “Por que você não amaldiçoa a Deus e morre?” Em outras palavras: “Você parece um miserável. Por que você simplesmente não amaldiçoa a Deus e morre?”
65 Ele disse: “Tu falas como uma mulher louca.”
66 Agora, ele não a chamou de louca; ele disse que ela falava como louca. Ele nunca disse que ela era louca. Depois, deixe-me… Eu corrijo isto. Às vezes eu digo a vocês, irmãs; eu não estou dizendo que vocês são mundanas, mas às vezes vocês se parecem como uma. Então eu — eu — eu não digo que você age errado. Mas às vezes vocês se vestem como — como que parecendo com isto. Vê você? Então Jó disse a sua esposa… eu não quero entrar nisso.
67 Jó disse a sua esposa, disse: “Tu falas como uma mulher louca.”
68 E após algum tempo… Oh, Deus sempre é fiel quando estamos no caminho provido por Deus. Jó disse: “Eu fiz minha confissão. Eu queimei o sacrifício.” Isto é exatamente o que Deus requer. Ele adorou a Deus sob o sangue derramado. E de repente então o Espírito veio sobre o profeta, e soaram os trovões, e os relâmpagos brilharam, e ele disse: “Eu sei que meu Redentor vive. E nos últimos dias… Embora depois dos vermes da carne haverem destruido este corpo, ainda em minha carne verei a Deus: A quem eu verei por mim mesmo.” Veja, sob o sangue . . .
69 Ali estava assentado o restante deles tão distante quanto qualquer outra coisa. Mas Jó permaneceu sob o sangue com a Palavra, isto é correto, sob o sangue com a Palavra. Não importa quão escuro fique, apenas continue indo em frente. Segure-se na Palavra imutável de Deus. Vá adiante. Se você segura a Palavra, você tem a Sua mão. Prossiga.
70 E então, sendo ele um profeta, os relâmpagos brilharam e ele viu a visão da vinda de Deus. Ele sabia que os vermes de sua carne destruiriam o seu corpo, mas ele disse: “Ainda em minha carne eu verei a Deus, O qual eu mesmo verei. Meus olhos contemplarão, e não outro. Pois nada trouxemos para este mundo; com certeza nada levaremos. O Senhor deu, o Senhor o tomou. Bendito seja o Nome do Senhor.” Ele permaneceu naquele sangue derramado e na Palavra, a promessa. Ele era espiritual. Ele era um profeta. Parecia que Deus havia voltado Suas costas para ele, mas era apenas para provar e ver se ele permaneceria com a Palavra.
71 Somos todos provados. Cada cristão, cada filho, cada filho que vem a Deus é provado através da Palavra, para ver se você será leal a Ela. Quando chegar à prova final, que decisão você tomará? É isto. E aquele que não suporta castigo, mas segue em frente com o mundo, ele é um filho ilegítimo, e não um filho ou filha de Deus. Certamente não.
72 Agora, mas a mente espiritual capta a Palavra, se alinha com Ela. E o Espírito desce sob o Sangue derramado e toma aquela pessoa.
73 Israel tinha um lugar de encontro para fazer companheirismo. Havia apenas um lugar que Israel podia encontrar com Deus, este era sob o sangue derramado. Em nenhum outro lugar Deus encontrava com eles a não ser sob o sangue derramado.
74 Agora, entraremos em Números capítulo 19 por um momento, apenas para citar isto. Não teremos tempo para lê-lo, mas apenas para citá-lo. Em Números 19 encontramos que Deus falou com os filhos de Israel em sua jornada, disse: “Traga-me uma bezerra vermelha sobre a qual nunca foi colocado um jugo.” Aquilo é o que? Aquilo significa algo.
75 Se tivéssemos tempo poderíamos entrar naqueles símbolos: uma bezerra vermelha. Ela tinha que ser vermelha, sem nenhuma mancha sobre si, ruiva. Vermelho é uma cor ruim num sentido da palavra. Mas vermelho é a cor do pacto. Você sabia que cientificamente o vermelho através do vermelho se torna branco? Isto é correto. Vermelho através do vermelho, olhando no vermelho através do vermelho, ele aparece branco. “Embora seus pecados sejam vermelhos como o carmesim…” Mas quando Deus olha através deles, através do — do Sangue derramado de Seu Filho, você fica branco como a neve, vermelho através do vermelho. Nenhuma outra cor faz isto. O vermelho através do vermelho se torna branco. E esta é a maneira que Deus olha para você, embora você… Não importa o que você seja, se você entrou debaixo do Sangue derramado, Deus não te vê, mas Ele olha através do Sangue. E embora sejam muitos os seus pecados, mesmo assim você se parece tão branco quanto um lírio para Ele.
76 Uma bezerra vermelha, sem nenhuma mancha nela, nunca poderia ter sido colocado um jugo sobre seu pescoço. Eu poderia explodir aquilo em pedaços neste momento. Ela não tem jugo em si. Isto é correto. Nenhuma organização incrédula. Ela permanece livre. Então ela tinha que ser o que? O sacrifício. Então ela tinha que ser queimada, morta ao anoitecer, em — não pela manhã, ao anoitecer. E então ela tinha que ser queimada, e suas cinzas eram mantidas à parte para as águas da separação. Oh, que linda cena é esta! Se simplesmente pudéssemos entrar nisto, como as águas, ou cinzas tinham que ser colocadas, fazendo as águas da separação. Portanto, eles tomavam o seu sangue e faziam sete listas na porta onde você entrava para a congregação, para o lugar santo (do pátio para a congregação). E então o Espírito estava no santo dos santos.
77 Observem. Agora, que lindo quadro aqui. Eu espero que você possa captar isto nos próximos cinco ou seis minutos. Observem o santo dos santos, e a maneira de aproximação para a pessoa imunda. Eles tinham certos processos pelos quais deveriam passar. No primeiro, o imundo deveria chegar até o átrio exterior, e ali ser aspergido com as águas da separação. O que são as águas da separação? A Bíblia nos diz que somos lavados através da água da separação da Palavra. Portanto a Palavra nos separa de nossa incredulidade. Como poderia um credo fazer isto? É a Palavra. A Palavra nos separa. É a coisa que nos faz saber que estamos errados. Se você fosse a uma igreja que dissesse: “Não tem importância fazer isto,” e saísse aqui, e dissesse aqui: “E fazer aquilo…” Venha para a Palavra. A Palavra é o que nos separa.
78 E agora observe outra coisa. (Espero que vocês me perdoem se eu passar do horário.) Observem outra coisa. (É simplesmente muito bom deixar escapar.) Aquele que aspergia aquela água da separação devia ter mãos puras. E aquilo devia ser mantido em lugar limpo. As águas da separação não podiam ficar num lugar vil. Elas deviam ser mantidas em um lugar limpo.
79 Átrio exterior, o que é isto? O pecador que vem e ouve a Palavra e edifica a fé naquele que é Deus… “A fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra de Deus.” Agora, o que estamos tentando fazer? Fazer companheirismo. Agora, o homem ouviu a Palavra. Ele creu na Palavra e ele foi aspergido então com a água da separação, embora ele não estivesse no companheirismo. Não, senhor. Agora, vocês fundamentalistas, eu quero que vocês olhem para isto. Ele ainda não estava no companheirismo.
80 Recordem. Quando Israel subiu do Egito, Moabe encontrou com ele e não permitiu que ele fizesse um reavivamento em sua terra; ali não houve nenhuma cooperação. E Moabe cria no mesmo Deus que Israel cria. Eles foram e buscaram seu bispo ali em cima, Balaque, o levaram ali embaixo, e ele era simplesmente tão fundamental quanto o era Israel. Israel vagava, sem nenhum lugar para ir. Esta grande nação organizada aqui trouxe a sua celebridade para amaldiçoar aquele bando de renegados (diziam eles), subindo por ali.
81 Eles se esqueceram que aquele grupo de pessoas que não tinha nenhum lugar para onde ir, mas eram viajantes, peregrinos e estrangeiros… Eles falharam em ver aquela Coluna de Fogo indo adiante deles. Eles falharam em ver aquela serpente de bronze e aquela rocha ferida seguindo-os, embora eles tivessem errado.
82 Balaão pensou: “Certamente, sendo eu um fundamentalista, com certeza farei isto.” E ele construiu sete altares. Foi isto que Deus requereu, o número perfeito. Ele colocou sete novilhos limpos, exatamente o que Israel tinha. Sete altares é o que Israel possuía, sete castiçais e assim por diante, o número perfeito. E aqui estava este bispo fazendo a mesmíssima coisa, sete sacrifícios limpos e também sete carneiros, falando de uma fé que o — o Filho de Deus, o Cordeiro de Deus, estava vindo.
83 Falando a respeito do fundamental, ele era simplesmente tão fundamental quanto Israel. Mas ele não tinha o Espírito. Ele não estava em companheirismo com Deus. Se fosse assim, Deus tinha que responder ao fundamentalismo. Então Ele com certeza havia recusado a pessoa errada. Ora, Ele tinha que aceitar a Moabe, e Ele tinha que aceitar a Israel também. Se Deus apenas requisesse adoração, uma igreja, um altar, Caim foi simplesmente tão fundamental quanto foi Abel. Caim construiu um altar; Caim fez um sacrifício; Caim adorou. Um altar, se unir a igreja, sacrifício, credo e todas estas coisas, se isto é tudo que Deus requer, Ele estava errado quando Ele condenou Caim, porque Caim até certo ponto esteve nos mesmos terrenos que Abel esteve. Exatamente correto.
84 Mas o que foi isto? Através da revelação, através da revelação, não através da educação, mas através da revelação. Abel viu que aquilo não tinha sido bananas ou maçãs que Eva havia comido, e ele ofereceu sangue, e Deus o aceitou. Isto lhe foi revelado.
85 Esta é a razão pela qual Jesus, Ele Mesmo disse quando saiu do Monte da Transfiguração, disse: “Quem dizeis que Sou?”
86 Uns dizem: “Moisés, Elias,” e assim por diante. O sobrenatural incita tais coisas. Mas Pedro disse: “Tu És o Cristo, o Filho do Deus vivo.” O…
87 Ele disse: “Bendito és tu, Simão, filho de Jonas: carne e sangue não to revelou isto.” Você nunca aprendeu isto em um seminário. Isto não foi somente palavras. “Mas Meu Pai que está no céu to revelou.”
88 Agora, a igreja Católica diz que foi sobre Pedro que eles edificaram a igreja; os protestantes dizem que foi sobre Cristo. No meu modo de ver, não foi sobre nenhum dos dois. Foi sobre a revelação da Palavra. Pois Ele disse: “Tu és Pedro; carne e sangue não to revelou, mas Meu Pai que está no céu to revelou. E sobre esta pedra edificarei a Minha igreja; e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Isto mostra que todas as portas do inferno estarão contra ela, mas nunca prevalecerão. A Palavra seguirá em frente do mesmo modo. “Sobre esta rocha edificarei a Minha igreja.” Mostrava que tudo estaria contra ela, mas não prevaleceria. Ela seguiria em frente do mesmo modo.
89 Agora, as águas da separação estão nos separando, nos fazendo reconhecer que somos pecadores, que somos transgressores. Esta é a razão pela qual eu podia martelar a coisa. Esta é a razão pela qual qualquer ministro devia se colocar contra qualquer coisa que Deus diz que é errado fazer. Se ele está cheio do Espírito, ele o fará. Pois isto vem do céu (vêem), contra o erro — não se deve fazer aquilo. Estas são águas de separação.
90 Aquilo ainda não era suficiente. Ele compreendeu. Aquilo era o seu conhecimento, sua mente, o interior de sua mente, os campos de batalhas onde as lutas são travadas, na mente. Então ele lança aquilo de um lado. Ele aceita que esse é o caminho provido por Deus. Está ele pronto para o companheirismo agora? Não, não. Aquela foi a mensagem de Lutero. Logo veio … Ele está indo; ele está indo na direção correta agora. Para que lado ele está indo? Em direção à congregação. Aqui está ele separado, através das águas, lavagem da água da Palavra. Ele está separado de seus pecados.
91 Agora, ele volta. Então ele tem que reconhecer as sete listas. Gostaria que tivéssemos tempo para entrar nisto: sete eras da igreja, sete castiçais, o mesmo. Cada — cada era, cada igreja e tudo mais, tem que reconhecer que é o Sangue. Cada crente… Ele ainda não está em companheirismo. A congregação está do lado de dentro adorando. Mas ele está aqui fora se preparando. Ele continua discutindo com a denominação e organização e tudo mais.
92 Mas quando ele vem debaixo do Sangue… O que ele faz quando ele olha para aquele Sangue? Ele reconhece. Aquilo o faz reconhecer que algo morreu e derramou o seu Sangue, e foi adiante dele para lhe abrir caminho ao companheirismo.
93 Então ele vê as listas de Sangue na porta. Ele reconhece… Depois dele conhecer a Palavra de Deus, então ele vem para reconhecer o Sangue derramado. E ele tem que vir debaixo do Sangue derramado, como Israel no Egito e assim por diante. Ele vem debaixo do Sangue. Então depois que ele reconhece a si mesmo… E Hebreus 13:12 e 13 diz: “Jesus, para santificar o povo pelo Seu Próprio Sangue, padeceu fora da porta.” Ele foi o nosso Sacrifício. Cada elemento que sai de Seu corpo constitui o novo nascimento.
94 Ouçam irmãs, eu sou vosso irmão e espero que vocês me compreendam. Quando nasce um bebê, qual é o procedimento natural de um parto normal? A primeira coisa, se é um parto normal, é água; a seguinte é sangue, e então é a vida. Saindo do corpo de Jesus Cristo; eles furaram o seu lado: água, sangue, e “em Tuas mãos Eu entrego o Meu Espírito.” Ali havia três elementos vindo de Seu sangue: justificação, santificação e o batismo com o Espírito Santo. Isto te traz através do Sangue para o companheirismo.
95 Então quando este homem, separado pela Palavra, santificado pelo Sangue, entra no companheirismo divino, então ele estará na congregação de pessoas onde o poder de Deus está caindo. E no companheirismo, não lhes importa o que seja isto, aquilo, ou aquilo outro, eles estão todos sob um só lugar e um acordo,“ e o Sangue de Jesus Cristo nos limpa de toda iniquidade.” Então temos companheirismo uns com os outros. Amém. Oh, como eu gostaria que pudéssemos nos agarrar a isto por algum tempo. Sim, senhor.
96 Mas aqui está a razão. Esta é a razão pela qual eu gosto destas convenções dos Homens de Negócios. Alguém espalhou um boato há não muito tempo atrás, que os Homens de Negócios iriam formar um — se unir com alguma organização. Eu disse: “Quando eles o fizeram, eu entrego o meu cartão de companheirismo.” Aquilo extermina isto bem ali, o faz todas as vezes. Com certeza o faz. Sim, senhor. Não, senhor. Eu estou com eles porque eles estão firmados na mesma coisa que eu creio. Não me importa se você é um metodista, batista, presbiteriano, seja o que você for. Quando você entra debaixo do Sangue, irmão, temos companheirismo um com o outro e todos os homens parecem o mesmo.
97 Quando Jesus ensinou aquela famosa parábola e falou a respeito da ceia das bodas, Ele encontrou um homem ali sem o traje das bodas. Você… Nós conhecemos os costumes do oriente. Eu já estive ali e sei o que… Eles fazem o convite. E cada homem tem um convite para ir, seja ele pobre, seja ele rico, possa ele se vestir bem ou não. Há um homem que fica de pé na porta (o noivo), e lhe dá um manto. Quando ele entra, ele está vestido com um manto. Não importa se ele está maltrapilho, seja lá como ele estiver, ele coloca o manto. E todos eles se parecem o mesmo, porque estão debaixo do manto, e eles não podem obter um manto sem o convite.
98 E este homem havia entrado de alguma maneira, de modo despercebido. Ele não podia ter companheirismo pois ele não estava trajado corretamente. E quando um homem deixa o seu credo ou a sua denominação separá-lo de seu irmão, algo está errado. Ele passou de modo despercebido através de algum portão denominacional ou algo assim. E a Bíblia diz: “Amarre-o e lance-o nas trevas onde há choro e lamento e ranger de dentes.”
99 Irmão, não são os credos que nos levam para dentro. Não são os credos que trazem o nosso companheirismo. Isto… A educação nos leva para bem longe disto, mais do que qualquer outra coisa que eu conheça. Deus… Não foi um programa educacional. Foi o programa da morte de Seu Filho: morte, sepultura e ressurreição, o derramamento do Sangue. E através daquilo, debaixo daquele Sangue, todos nós temos companheirismo uns com os outros enquanto o Sangue de Jesus Cristo, o Filho de Deus, nos limpa de todos os pecados.
100 O que é pecado? Incredulidade. Amém. Não há ninguém naquele companheirismo ou adoração que discordará de qualquer Palavra que Deus falou. Por que? O mesmo Sacrifício que morreu por ele é Aquele que escreveu a Palavra.
101 No Velho Testamento, quando um crente chegava para adorar, se ele tivesse feito algo errado, ele não podia, a menos que viesse através do sangue. O que ele fazia? Ele trazia — trazia o seu cordeiro e se aproximava do sacerdote. O sacerdote examinava o cordeiro para ver se era um bom cordeiro: perfeito. Então ele colocava as suas mão sobre o cordeiro e confessava os seus pecados. Então os pecados eram transferidos dele para o cordeiro. O cordeiro devia morrer, porque ele não era mais pecador, porém o cordeiro o era. Eles cortavam a sua garganta. O sangue escorria. Era aspergido sobre — queimado no fogo. Correto.
102 Observem. Agora, aquilo seria suficientemente bom. Mas por que, por que aquilo não funcionou? Aquilo estava mostrando que algo maior estava se aproximando, porque o sangue de um bode ou de uma ovelha não podia expiar o pecado. Ele podia cobri-lo, mas não podia separá-lo. Por que? O espírito que é a vida que está na célula sanguínea, na química do sangue, na vida… Na célula sanguínea estava a vida da ovelha. E aquela ovelha que havia morrido, a vida dela não podia voltar sobre o adorador. Portanto aquilo não podia operar.
103 Mas quando chegamos ao Calvário, pela fé colocamos nossas mãos sobre o Cordeiro de Deus, e Sua célula sanguinea foi rompida … O qual não era nem judeu nem gentio, Ele era Deus. E nós, naquele Sangue inadulterado, não através de sexo, mas através de um ato criativo de Jeová, Ele Mesmo, O qual criou a célula sanguínea no ventre da virgem e trouxe o Filho de Deus…
104 Ele não era filho de Maria. Não, chamam… Vocês católicos, a chamam “mãe de Deus,” a chamam de mãe de Deus. Certa vez Ele nem mesmo a chamou de mãe. Ele a chamou de mulher. Isto é o que ela era. Ela era uma incubadora que Deus usou, exatamente como Ele poderia usar qualquer outra pessoa. Ela não era nenhuma mãe de Deus. Deus não tem mãe. Ele era Deus sozinho. “Nele habitava corporalmente toda a Plenitude da Divindade.”
105 Quando colocamos nossas mãos ali e confessamos que Ele é o nosso Salvador e nosso Deus… E quando colocamos nossas mãos sobre Ele pela fé, e sobre o Sangue que foi derramado ali no Calvário, nós somos trazidos para o companheirismo. E o Espírito Santo que estava naquela célula Sanguínea retorna para o crente, fazendo dele um filho ou uma filha de Deus. Então temos companheirismo. E se o Espírito Santo escreveu a Bíblia, como pode o Espírito Santo, debaixo do Sangue que você aceitou, alguma vez voltar e negar a Palavra? Amém. Aí está o companheirismo, debaixo do Sangue. Amém.
106 Este é o Evangelho limpo como eu conheço, irmãos. Esta é a única salvação que conheço. É somente aí que a minha fé está edificada, bem aí, no Sangue de Jesus Cristo, nas veias de Emanuel, onde os pecadores se imergem no fluxo perdendo todas suas manchas de culpa. E entramos naquilo, debaixo daquele Sangue e reconhecemos a nós mesmos como pecadores, e saímos do outro lado. E Ele sela nossa crença assim, através de Seu Espírito Santo. E como pode aquele Espírito Santo, o mesmo Espírito Santo que escreveu a Bíblia e colocou cada Palavra nela, voltar e negar aquela Palavra? Como Ela pode aceitar um credo em vez da Palavra? Como Ela pode aceitar um dogma em vez da Palavra? Ela não pode. O Espírito Santo confirmará cada Palavra de Deus com um “Amém.”
107 Oh, que coisa. É neste companheirismo que eu creio. Então não somente vocês tem companheirismo uns com os outros, nós temos companheirismo com Cristo. Por que? Nós somos — nós nos consideramos mortos, e sepultados, e ressuscitados com Ele na ressurreição, e estamos assentados em lugares celestiais agora em Jesus Cristo.
108 Eu li uma pequena história não faz muito tempo atrás (concluindo). Havia um moço americano, um grupo deles, que foi para Roma para estudar arte nas grandes galerias de arte de Roma. Se você já foi ali, é maravilhoso! Quantos já estiveram em Roma? Eu creio que muitos de vocês já estiveram lá. Vocês já foram em São Ângelo? Aquilo não te fez sentir vergonha de si mesmo? Quando eu desci em São Ângelo para entrar, um lugar católico controlado, ali havia um enorme aviso (em Roma, onde a prostituição é um…), mas um grande aviso ali dizia: “A todas as mulheres americanas, por favor, coloquem roupas e respeitem os mortos.” Esta é a nossa América cristã; Roma ter que dizer uma coisa como esta.
109 Correto. Neste país, em Roma, havia um jovem artista. E um velho vigia do lugar observou que aquele jovem artista era diferente. Todos eles durante a noite faziam como fazem aqui.
110 Em um grande colégio bíblico outro dia, nós estávamos subindo, indo pescar, e descemos em um lugar para uma pesca vespertina. Ao voltarmos, eu nunca tinha ouvido tanto barulho na minha vida, jovens garotas saindo deste colégio famoso, e jovens garotos, com shorts até aqui. Oh, que coisa. E diziam coisas que você jamais ouviu, deixando escapar a pressão. E eu acho que eles pensavam que esta era a maneira para fazê-lo.
111 O que os ministros ali têm chocado? Como será a próxima geração? Se está cheia de Ricks e Elvis agora, o que serão no mundo na outra geração? O que eles serão? Aí está você. Oh irmão, aquilo apenas — algo entra em mim; eu nada posso fazer.
112 Observem. Este jovem rapaz, ele era diferente. O velho vigia o seguiu certo dia. Todos os dias ele subia em direção ao pôr do sol em cima de uma colina, e observava o pôr do sol, melhor dizendo. Ele olhava através da terra, ali em pé com as suas mãos assim. E os outros garotos todos saíam depois que o dia de trabalho havia terminado e eles bebiam e se comportavam de modo duvidoso. Alguns deles tomavam banho misto, e festas e tudo mais, se comportando assim; exceto este jovem. Certo dia o velho vigia, que o observava todos os dias, ficou nervoso. Então um dia ele simplesmente o seguiu de perto. O jovem homem estava ali de pé olhando através do mar em direção a esta nação, em direção ao pôr do sol. O velho vigia disse: “Perdoe-me, jovem rapaz. Eu gostaria de lhe fazer uma pergunta.”
Disse: “Sim, senhor. Qual é a pergunta, senhor?”
113 Disse: “Agora, você está aqui há mais de um ano.” E disse: “Tenho te observado a cada dia. Você sobe aqui por volta da hora do pôr do sol quando o trabalho termina ali embaixo, as sua — suas lições de arte.” E disse: “Você vem aqui e observa o sol se pôr.” Ele disse. “Eu — eu sou apenas um velho homem curioso.” Ele disse: “Eu — eu apenas gostaria de saber por que você faz isto? Eu gostaria de saber. Talvez eu seja apenas um curioso.” Disse: “Você me perdoe se eu estiver errado,” disse, “em te perguntar.”
Disse: “Não. Não, senhor.” Ele disse: “Em primeiro lugar, eu sou um cristão.”
114 O velho vigia disse: “Eu também sou.” Ele disse: “Isto me diz porque você não vai em festas, não sai e age como o restante deles, não se associa com eles.” Disse: “Eu compreendo isto agora, você sendo um cristão,” disse, “pois eu também sou.” Ele disse: “Estou esperando pelo consolo da vinda do Senhor.”
115 Então ali de pé juntos, o jovem rapaz se aproximou e colocou o seu braço ao redor daquele velho pai, o abraçou para bem perto de si e disse: “Você é casado?”
Disse: “Sim, eu criei um monte de filhos.”
116 Ele disse: “Senhor, a razão pela qual eu fico observando isto, é que eu oro.” Ele disse: “Você sabe, do outro lado, na América, há um certo estado naquele grande Estados Unidos. E naquele estado há uma certa cidade, e naquela determinada cidade há uma certa casa, e naquela casa há uma garota. Ela é uma cristã também. E veja,” ele disse: “enquanto o sol se põe aqui, ele está em uma posição diferente lá. Mas fizemos um voto que nós o observaríamos enquanto Deus movesse o sol.” E disse: “Eu prometi que eu viveria fiel a ela. Ela prometeu que viveria fiel a mim por toda a vida.” E disse: “Um dia eu espero chegar até ela e fazê-la minha noiva.” Disse: “Esta é a razão pela qual eu tento viver da maneira que faço, porque eu fiz uma promessa e eu quero ser fiel à minha promessa.”
117 Oh, se nós hoje como cristãos, os que estão professando ser cristãos, se pudéssemos nos separar de tudo do mundo (todos os nossos credos e tudo mais), e permanecer em direção — olhando em direção ao céu, nos separando das coisas do mundo e vivendo como cristãos. Porque um dia… Há um determinado lugar chamado céu. “Na casa de Meu Pai há muitas moradas.” Um dia Ele virá para nós. E sejamos fiéis e leais até este tempo. E a única maneira pela qual o conseguimos, amigos, é quando nascemos de novo. E não podemos nascer de novo até estarmos sob o Sangue derramado de Jesus Cristo.
118 No encerramento desta convenção, eu gostaria de tomar esta oportunidade com vocês, amigos, meus amigos, meus irmãos e irmãs. Eu espero que você me deixe ser o seu irmão. Espero ser para você como — como um verdadeiro amigo. Vocês irmãs podem ser minhas irmãs; vocês irmãos, podem ser meus irmãos. Posso eu ser seu pastor? Posso eu ser um de seus concidadãos do Reino de Deus adorando com vocês?
119 Vamos tomar esta oportunidade e dizer isto. Tudo que ouvimos… Hoje, meu bom amigo, irmão David duPlessis, eles disseram: “Eu preguei três ou quatro horas hoje.” Outro irmão que eu não conheço, disse: “Um jovem sujeito pregou nesta manhã.” Um dia após aquilo o irmão Brown, um notável orador, um grande irmão, havia acabado de chegar. As grandes mensagens que vocês ouviram destes irmãos, simplesmente não vamos deixar que elas passem desapercebidas por nós. Não vamos fazer isto. Vamos andar sob o Sangue do Senhor Jesus nesta noite. Vamos nós mesmos nos dedicar novamente a Deus no final deste culto nesta noite e dizer: “Senhor Jesus, toma-me. Toma-me sob o Teu Sangue e deixe-me ver somente a Ti, Senhor, e deixe-me Te adorar.”
120 Volte para a igreja da qual você veio, para a denominação da qual você veio. Mas recorde, quando você encontrar com um irmão ou irmã que está em outra denominação, nunca se separe. Ele é seu irmão; aquela é sua irmã. Todos vocês estão debaixo do Sangue do Senhor Jesus Cristo. [Espaço vazio na fita – Ed.] Não pode você fazer isto?
121 Você gostaria de dedicar a sua vida novamente nesta noite? Eu gostaria de lhe perguntar. Ontem à noite… Por isto eu amo vocês. Depois da crítica, dura… Eu saí lá fora e enxuguei as lágrimas de meus olhos por ter que dizer aquilo. Mas eu devo ser obediente ao que me foi dito para dizer. Eu pude apenas fazê-lo. Saí, e mesmo aqui onde… Eu presumo que cerca de grande parte destas pessoas era pentecostal. Mas quando a Palavra se voltou para a moral e coisas da igreja hoje, eu disse: “Quantos de vocês reconhecem que estão errados e gostariam de entrar neste companheirismo de Cristo?” E cerca de noventa e cinco por cento da congregação com verdadeira e suficiente convicção cristã, com suficiente honestidade em seu coração, desejando fazer isto corretamente, levantaram suas mãos bem diante de seus vizinhos e queriam ser lembrados em oração. Eu tenho confiança em vocês. Eu creio que Deus concederá isto.
122 Agora, isto não tem que ser em nenhum tempo determinado, em nenhuma data específica. Isto pode ser neste momento, quando você está pronto e desejoso de encontrar a Deus nas bases de Sua Palavra e dizer: “Deus, molde-me e faça-me segundo Tua própria maneira.” Se você fizer isto nesta noite em um culto consagrado, pouco antes de concluirmos, eu creio que Deus irá de encontro com cada um de vocês. E se eu nunca te vir novamente aqui deste lado do rio, eu te verei do outro lado, crendo na mesma Palavra, com a mesma mensagem, pois Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. E os céus e a terra passarão, mas Sua Palavra nunca falhará. Você crê nisto?
123 Quer você? Quer você se unir comigo em uma consagração? Eu me unirei a mim mesmo em consagração para rededicar minha vida ao serviço do Deus Todo Poderoso. Que eu jamais possa me dar por vencido. Que eu possa permanecer fiel e verdadeiro e pregar a Palavra. Você deseja — gostaria você de ser esse tipo de cristão? Quantos gostariam de ser um verdadeiro cristão, ser simplesmente um cristão completo? Deus vos abençoe. Levantem suas mãos. Agora, apenas seja honesto: você simplesmente deseja ser um cristão verdadeiro? Deus vos abençoe. Vamos nos colocar de pé.
124 Oh, que coisa. Esta é a hora. Agora é o momento. Oh, eu — eu gostaria de saber o que dizer, e poderia dizê-lo se eu soubesse o que dizer. Você sabe o que isto significa? Jesus disse: “Ninguém pode vir a Mim a não ser que Meu Pai o traga primeiro. E todo que o Pai tem Me dado virá a Mim.” O que fez você ficar de pé? Você realmente concorda com o que dissemos? “Estou eu pronto para consagrar a minha vida?” Está você desejando morrer para si mesmo e para tudo que está ao seu redor? Nada, exceto o Sangue de Jesus Cristo é tudo que você almeja? O que pode lavar o meu pecado? Nada a não ser o Sangue de Jesus. O que me pode curar novamente? Nada a não ser o Sangue de Jesus.
125 Ali você tem companheirismo com Cristo, com Deus, com os Anjos, com o Espírito Santo, com todos os seres do céu e todos os seres da terra, porque todo o corpo no céu e terra é chamado após Ele. Isto é correto. E vocês são uma grande família. Vocês terão companheirismo uns com os outros. Vamos levantar nossas mãos agora para Deus, com o nosso hino de consagração:
Eu O amo, eu O amo,
Porque Ele primeiro me amou;
E comprou minha salvação
No madeiro, no Calvário.
126 [O irmão Branham começa a sussurrar “Eu O amo” – Ed.] Apenas feche seus olhos. Agora, com seus corações inclinados:
Eu O amo ( Isto é a Sua Palavra.), eu O amo,
Porque Ele primeiro me amou;
E comprou minha salvação
No (Apenas seja como uma criancinha agora, simples, confessando.)
Eu (Que Sua doçura entre em nossos corações, o Espírito Santo.)
Porque Ele primeiro Me amou; (É simples agora. Apenas aceite-O. Guarde minha alma, Senhor.)
…salvação [O irmão Branham fala com a organista — Ed.]
(“Minha Fé Olha para Ti”)
No Calvário…
127 Agora, vamos inclinar nossos corações e cabeças só por um momento. Faça a sua dedicação a Deus agora. Quietamente, do seu próprio modo, faça a sua oração. E, “Deus, toma-me agora. Estou de pé em Tua Presença. Esta convenção significou muito para mim. Toma-me, ó Deus. Tire a pedra do meu coração. Um dia eu tenho que partir, Senhor. Pode ser nesta noite. Eu simplesmente não sei quando isto será. Mas eu — eu quero estar enamorado de Ti, Senhor Jesus. Eu quero ser Teu.”
Minha fé olha para Ti, (Apenas ore enquanto você canta.)
Tu, Cordeiro do Calvário;
Salvador divino;
Agora, ouça-me enquanto oro,
Tire todos os meus pecados,
Oh, que deste dia em diante,
Eu possa ser todo Teu!
128 Agora, com suas cabeças inclinadas, e o órgão tocando continuamente. Agora, não se dedique pela metade. Apenas pense agora enquanto vamos descer. “Tire de mim, Senhor, tudo aquilo que não pareça Contigo. Deixe-me ser Teu filho de agora em diante.” [O irmão Branham sussurra – Ed.] ( Agora, enquanto você vai mais adiante.)
Enquanto trilho o labirinto escuro da vida,
E a mágoa ao redor de mim se espalha,
Sejas Tu o meu guia;
Faça com que as trevas se tornem dia,
Leve para longe os temores das tristezas,
Nunca me deixes desviar
Do Teu lado.
129 Pai Celestial, a doçura do Espírito, a doçura da música… Sejas Tu nosso Guia, Senhor, cada um de nós em nossa própria maneira peculiar, conhecendo nossas fraquezas, Senhor. E nós as confessamos a Ti, orando para que Tu nos perdoes, ó Deus. Leve-nos para casa do Oleiro nesta noite, lava-nos no Sangue do Senhor Jesus, e molda-nos com aquela química em nós, Senhor, para que quando Tu olhares em nós isto seja apenas branco. Pois aceitamos o Sangue do Senhor Jesus. Pedimos que Tu Te reveles a nós, Senhor, na Palavra. Sabemos que este é o Teu programa, Pai. Este é o Teu profeta; a Palavra é um profeta. Ela prediz. Qualquer coisa contrária a ela seria desobediência ao profeta, à Bíblia.
130 E nós oramos Senhor, para que Tu nos quebres nesta noite, nossos corações de pedra, nossos caminhos de pedra, e faça-nos e molda-nos conforme à imagem do Filho de Deus através do Seu próprio Sangue, para que então nosso companheirismo possa ser sempre dócil e grande.
131 Deus, abençoe esta grande igreja que possui estes terrenos e nos permitiu vir aqui, esta Associação Batista Americana que abriu e deixou suas portas abertas para que pudéssemos entrar aqui como pessoas do Evangelho Completo. Eu oro Deus, para que possa haver um velho reavivamento antiquado no meio deles, que o Espírito Santo seja derramado em cada torre de oração, e que todo este bosque esteja cheio de santos cantando e louvando e gritando, que grandes sinais e maravilhas possam acontecer no meio deles, Senhor. Eles são nossos irmãos, nós oramos por eles.
132 Oramos por cada igreja, por cada organização, por cada denominação, que eles possam romper aqueles grilhões e cordas e fugirem para a Rocha. Conceda-o, Senhor. A hora está à mão agora, quando esperamos que Ele venha, quando vemos a virgem néscia começando a suplicar por Azeite. Então quando elas O forem comprar, o Noivo vem. Este é o Assim Diz o Senhor. E Senhor, vemos isto tão próximo agora. Nós oramos, Senhor, para que Tu nos despertes rapidamente e que tenhamos nossas candeias limpas e ardendo. As igrejas estão começando a ver que perderam algo. E nós oramos Pai, que nos aprontemos agora enquanto eles o estão buscando. Isto é o que Tu disseste: “E enquanto elas foram comprar azeite, então chegou o Noivo.” Ajuda-nos, querido Deus.
133 Nós consagramos nossas vidas a Ti. E como pedi a meus irmãos e irmãs aqui para fazer, eu mesmo o faço, ó Deus. Eu me coloco sobre a Rocha, como a águia da qual falei ontem à noite. Ó Deus, com cada oração que sei fazer, tire tudo que não é puro de mim, Senhor. Eu oro para que Tu me moldes até ao ponto em que você — eu — eu possa refletir sobre a Sua vida. Conceda-o, Senhor. Ajuda-me a ser verdadeiro e honesto. Ajuda-me sempre a ser forte e corajoso. Ajuda-me, Pai, a levar a Palavra até as terras não evangelizadas do mundo. Conceda-o, Pai.
134 Abençoe esta Associação dos Homens de Negócios. Que ela possa durar, e que ela possa prosperar, e seguir adiante, e ver a vinda do Senhor, e preparar muitas almas. Homens de honra, homens de integridade, homens que sejam grandes homens, que gastem do seu próprio bolso, que tirem o seu tempo para trazerem o Evangelho; sustentando ministros que vão e espalham a Palavra. Deus, nós os amamos, e oramos para que eles sejam poderosos na terra, e sejam usados em Tua mão.
135 Abençoe cada ministro que está aqui. Abençoe o nosso irmão Brown, nosso irmão duPlessis, e todos os outros irmãos, irmão Joseph Boze e todos os outros, os homens de negócios e todos juntos, Senhor. E cada irmã, abençoe seus corações, Pai. Eu oro para que Tu estejas com elas. E perdoe todos os nossos pecados. E nós nos consagramos a Ti agora, como Teus filhos. Que deste dia em diante possamos viver uma vida diferente. Pedimos isto no Nome de Jesus. Enquanto nos entregamos nas Tuas mãos, faça conosco o que Tu achares melhor. Amém.
136 Podem se assentar agora só por um momento. Eu O amo. Você não O ama? Você se sente melhor agora? Não te dá a Palavra um polimento, e te faz sentir todo renovado e tudo mais? É maravilhoso. Nós amamos o Senhor com todo o nosso coração. Você não O ama? Correto.
137 Agora, eu vou passar o culto para o irmão Carlson aqui, eu suponho. Nosso irmão, presidente, ele virá e tomará o culto agora.
138 Se formos nos encontrar daqui a um ano, e eu viver, isto provavelmente irá… Pode ser que eu não esteja vivo daqui a um ano. Jesus pode vir antes disto. Mas se acontecer de eu voltar a outra convenção aqui, a convenção regional deste grande estado, haverá alguns de nós faltando. Estamos bastante certos de que — com nossas idades, e da maneira que as coisas estão acontecendo, e o número que está aqui… E se eu nunca te vir novamente até nos encontrarmos no rio, Deus te abençoe e esteja contigo até então. Deus te abençoe, irmão Carlson.
139 [O povo ora pelo irmão Branham – Ed.] O Senhor te abençoe, irmão. Obrigado, amigos. Obrigado, Pai. Eu recebo isto, Senhor. Eu sei que Tu ouvirás a oração deles. Eu creio em Ti. Conceda-o, Senhor. Ajuda-me agora. Ó Deus que a Palavra possa — segura-me agora. Que meu…?… e que eu possa ser participante de Tua bênção, Senhor. Eu Te agradeço por estas pessoas nobres…?… eu recebo e creio na oração delas, no Nome de Jesus. [Outro ora – Ed.] Conceda isto, Senhor.
140 Obrigado, meu irmão cristão. Meus amigos cristãos aí fora, eu dependerei disto. Estou saindo para os campos. Vocês sabem para onde estou indo, apenas voltando — indo. Almejo encontrar o nosso irmão Boze na África imediatamente, enquanto eles descem pela África e diferentes partes do mundo. Tenho certeza de que estarei me lembrando de suas — todas as bênçãos para comigo. Orem por mim e eu continuarei orando por vocês. Deus esteja convosco. Obrigado, irmão.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...