E NÃO SABEIS
15 de Agosto de 1965
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Obrigado, irmão Neville; que Deus lhe abençoe. Entrei em algo, não? Quero dar muitas graças a Deus por haver se encarregado do menino do irmão Capps. Isto simplesmente aconteceu neste pouco tempo que voltei a Indiana. Eu sei que não estão gravando isto – suponho que não. Não vejo ninguém ali dentro. Voltei para caçar esquilos. Assim creio que Charlie vai ter que agüentar comigo – ele, Nellie, e os demais em Kentucky, por um dia ou dois, para caçar esquilos. Eu prefiro perder qualquer coisa, qualquer outra classe de recreação e vir nos meados de Agosto à caça de esquilos com Charlie Banks, e todos eles. É uma coisa tradicional para mim. Então eu levo a Joe…
2 Quando estivermos aqui a outra vez, todos adoeceram – a mudança do tempo caloroso ao tempo frio que vocês tem. Eu sei que vocês pensam que não está fresco, porém venham a Arizona uma vez! Estava a 109° na sombra quando saí de lá outra manhã; e logo por volta da meia noite, à noite, quando o ar fresco vem das montanhas, todavia estava a 96°. Isto é à meia noite, quando o ar fresco vem para baixo. Este lugar está bem no inverno, porém no verão, é para escorpiões e lagartos – não para seres humanos. Até os animais se vão às montanhas. Não podem suporta-lo.
3 Havia saído a atirar com meu rifle… De alguma maneira quero lhes contar do menino Capps. Eu disse… E Joe, terei que dar-lhe o rifle, porque ele atira melhor do que eu. Nós atiramos, e eu estava direcionando a uma tachinha à 50 jardas, eu disse para Joe… Joe disse, “Papai, eu creio que posso fazer isso”. (Pobrezinho havia tido uma forte dor de cabeça. Eu havia estado orando por ele, uma alta febre. Foi comigo ao alvo…) Qualquer furo de 2/10 num rifle calibre 22 se cruza na linha do tiro às vinte e cinco jardas e logo outra vez à cinqüenta, é igual como se fosse dois décimos. Eu havia atirado as vinte e cinco jardas. Assim é que eu tinha duas tachinhas mais e as coloquei. E Joe impulsionou essas duas tachinhas! Não tinha mais tachinhas, assim pus um pedaço de um pombinho de barro que havia sido arrebentado ali – o que disparam os caçadores – como de um quarto de polegada de largura – e o levei adiante 50 jardas, e o cortou em dois, no meio. E o telescópio estava ajustado e fixo a meus olhos – só poucos anos mais velho do que era! Assim ele disse “Sabes o que? Tenho que dizer a Billy que de hoje em diante não me atropele os pés”.
4 Então, eu disse: “Te direi vamos ensinar isso ao irmão Norman”.
5 Eu disse, “Joe, em partidas através do mundo, (não importa quem seja) ninguém… (Pois as tachinhas não estavam colocadas tortas, estavam cravadas direitinho. E esse pedaço não mais que, suponho que como de ¼ de polegada e 1/16 de largura e ¼ de polegada de altura, o cortou em dois, no meio à 50 jardas. Eu disse, não há ninguém no mundo que poderia haver feito um tiro melhor. Poderia haver campeões… poderiam haver feito o mesmo, porém não poderiam fazer três tiros melhores que esses. As tachinhas não inclinadas – Só um furo direto onde a tachinha havia passado pelo papel.) Eu disse, “Ninguém poderia haver feito um tiro melhor”. (Eu creio que sua dor de cabeça lhe deixou logo!)
6 Eu disse, “Bom, vamos ensinar isto ao irmão Norman”, (o qual trabalha por Field e Stream, a loja de mercadorias de desporte do irmão Tony Stromi).
7 Ele disse, “Vamos primeiro a Billy”. Ele disse, “Quero dizer algo a Bubby”. (Francamente, seu irmão nunca havia feito tão bem.) Então ele disse, “Vamos para lá primeiro”.
8 Logo quando entrei na porta, Billy ainda estava em seus pijamas. Saímos cedo porque se põe muito caloroso, e ele disse… Soou o telefone, e eu disse… Ele me olhou assim. Eu disse, “Talvez seja uma chamada de um enfermo”. E era o irmão Capps por seu filho na sala de operação, logo com peritonite e isto pendente. E agora me acaba de dizer que seu filho está recuperando muito bem.
9 Assim é que, vocês vêem como Deus acertou isso, até na voz do menino, Joe. Em vez de ter ido aos irmãos Normans… Não haveria estado ali, e veio reto, o irmão Capps e eu nos juntamos. Não estou dizendo que foram nossas orações que o fizeram, porém foi algo para ele, que fizéssemos contato assim. Francamente, por isso… Bom, tem que ter fé no que estás fazendo. Que – sua fé ao chamar, Billy disse que estava pondo dinheiro, e disse: “Esta chamada há de ser de longa distância”, disse, “está pondo próximo de cinco dólares por uma chamada de três minutos”.
10 Eu pensei que vinha chamada de Nova York ou de alguma ilha ou algo, porém fez uma chamada pessoal para falar com Billy em vez de Loyce, e vêem, e isso é o que lhe custou para fazer.
11 Agora seu filho está recuperando. O irmão Capps disse que o doutor lhe deu mui poucas esperanças de que viesse a sair disto. Vê você, da operação, e nesta manhã estamos mui agradecidos a Deus – mui alegres por Ele.
12 Bom, chegamos quase ao amanhecer esta manhã, e eu havia dormido cerca de três horas, e estou muito cansado. Porém quando chega o tempo de vir à igreja, bem, eu venho.
13 O Senhor permitindo… Bom, como disse tenho que ir a Kentucky, logo prometi falar um domingo enquanto estiver aqui, e é melhor que o faça no próximo domingo, porque estarei… Tenho que voltar porque vou sair de viagem outra vez para o Canadá. Assim falarei no domingo próximo, este domingo que vem.
14 O irmão Neville disse, por que não sai e cumprimenta as pessoas e lhes fala uns minutos?
15 E eu lhe disse, “Irmão Neville sem sequer abri a minha Bíblia, mas eu…”
16 Ele disse: “Muito bem, diga-lhes algo”. Irmão Neville, eu não sei como faz, é um homem muito persuasivo.
17 Porém enquanto… Não tenho a oportunidade de dizer isto quando o lugar está repleto porém estou muito agradecido a Deus por um pastor como o irmão Orman Neville. Fiel, tão fiel como o pode ser à causa e nunca resmunga. Me assentei ali atrás… Falei uma boa meia hora com ele enquanto estava ali com o irmão Mann, assim conversarei mais acerca disso quando chegarmos a Collorado este ano.
18 Estávamos desfrutando de sua mensagem, e tive uma boa palestra com o irmão Neville. Eu disse, “Nem sequer tenho tempo de falar às pessoas de nosso fino pastor. Eu disse, “Estão as pessoas te tratando bem?”
19 Ele disse, “Não poderia ser melhor”.
20 E eu disse, “Me dá gosto ouvir isso”. Quando um pastor está satisfeito, e as pessoas estão satisfeitas, formam uma igreja excelente. E assim Deus está satisfeito. E eu penso ao vê-los satisfeitos juntos, especialmente neste dia da mensagem que estamos levando. Eu penso que mostra a continuidade da mensagem com o povo e com Deus.
21 Estou mui agradecido pelo irmão Orman Neville e sua fina esposa e família. E rogo a Deus que os mantenha firmes a Ele e à causa. E se Lhe compras, que aqui estejamos de pé no Tabernáculo quando nosso Senhor Jesus Cristo vier por nós, vê você, a levar-nos no rapto. Esperamos que estejamos os dois tão velhos, irmão Neville, que um tenha o braço ao redor do outro, com nossos bastões tratando de manter-nos de pé.
22 Então seremos transformados num momento, num abrir e fechar de olhos. Estas velhas roupagens de carne cairão e nos levantaremos a tomar esse prêmio eternal e gritar ao passar pelo ar. Adeus, adeus, doce oração – iremos para cima então.
23 Ouvi da cura do nosso irmão Coomers por nosso Senhor, e mui agradeço por isso. Tantas coisas! Então, eu estou agradecido por estar aqui esta manhã, e pensei que em vez de… sempre venho aqui com um certo texto e falando… Eu pensei que simplesmente sairia esta manhã. Eu disse, “Irmão Neville, me fixarei no relógio e provavelmente deixarei sair a gente a tempo e simplesmente falarei do que trago em meu coração, por uns poucos momentos; somente coisas que temos – sabemos que não estão pondo em fita ou nada disso, assim temos companheirismo enquanto somos os da igreja nada mais, vêem, nada mais que nós, juntos. Assim, vamos orar.
24 Querido Jesus, estamos agradecidos a Ti pelo privilégio que temos de reunir-nos, aqui, e oh, quando olhei sobre este tabernáculo de madrugada – passei por aqui – e pensei como Tu tens estado firme ao lado dele. E penso na velha lagoa que estava aqui, as ervas grandes saindo dela, quase aqui onde está o púlpito. Quando era menino estive de pé aqui. O Sr. Ingran disse que podíamos comprar o lote por pouco dinheiro e dar algo de entrada e nada lateral, ou nada que oferecer, senão tentar. Quando naquele tempo o preço era pouco mais de $2,000; com vinte anos para paga-lo.
25 Agora, Senhor, olhe isto agora. Quando estava em sua infância, e todavia ainda hoje, entrando água, como nos prometeste por Tua Palavra: “Eu, o Senhor plantei isto, Eu a regarei dia e noite a fim de que ninguém a arranque de minha mão”. Ao mesmo tempo as pessoas diziam, “Dentro de seis meses isto será uma garagem”.
26 Porém, literalmente, milhares de almas tem encontrado a Cristo aqui no altar. O tabernáculo, o batistério constantemente… pessoas tem sido batizadas no Nome do Senhor Jesus; invocando Seu Nome, lavando seus pecados. Centenas de coxos, aflitos, cegos, aleijados, cancerosos, se tem retirado do púlpito andando – vem homens, mulheres, meninos, meninas morrendo e saem para viverem uma vida nova com carnes novas em seus corpos, andando novamente, deixando suas cadeiras de rodas, suas muletas e tudo mais. Oh, Deus, estes trinta anos de serviços…
27 Pai, lembro da manhã que pusemos a pedra fundamental. Tu deste a visão ali, mostrando o lugar, cheio, repleto, uma bela esquina; Eu sabia que isso não podia falhar. Assim, Te dói graças por todas estas coisas.
28 Muitos deles tem combatido o bom combate, terminado sua carreira, e guardado a fé; jazem ali esperando, descansando, agora, de seus labores e seus trabalhos seguindo-lhes. Esperando a hora quando a trombeta soe e saiam a uma nova vida. Um corpo novo. Muitos deles velhos, curvados, outros jovens, de meia idade e assim por diante. Porém seja seu nome glorificado por todos.
29 Estamos aqui outra vez em presença de vivos e mortos. Te rogo que Tu unjas Tua Palavra nesta manhã. Não sei nem o que dizer, porém te rogo que supras isto, como Tu sempre o tens feito, Senhor. Abençoe nosso pastor, irmão Neville e sua esposa. Abençoe aos administradores, diáconos, a cada membro do corpo. Que juntos vivamos nesta vida e que na vida vindoura tenhamos Vida Eternal.
30 Ajuda-nos nesta manhã a tomar a correção do Espírito e da Palavra, para que possamos ao retirar-nos das portas esta manhã, determinar em nossos corações a viver uma vida melhor que a que temos vivido no passado. Te pedimos no Nome de Jesus Cristo. Amém.
31 Agora, faz uns poucos minutos abri a Bíblia aqui, e aconteceu de ser a poucos minutos atrás… Eu estou em Apocalipse 3, assim simplesmente leremos daqui, sobre a mensagem à Era de Laodicéia.
32 Eu quero anunciar (o irmão Neville me dizia) o irmão Parnell – acabo de ver que aqui está assentado – tem serviços de avivamento deste lado de Memphis. Se alguém de vocês sabe onde é o velho lugar onde se vendiam hamburgers que se chamava Wimpy Hamburger Stand, ele tem sua tenda de campanha ali, tratando de trazer as almas, tratando de encontrar se por casualidade há algumas perdidas por esses lugares que tem sido ordenados à vida, traze-las por meio de seu ministério a Cristo. Não teve serviço Domingo, porque há serviço no tabernáculo no e isso é fidelidade do irmão. Queremos que saibam que voltará a ter serviço esta segunda-feira à noite seguindo na próxima semana, e eu sei que estão cordialmente convidados a ouvirem ao irmão Parnell trazer sua mensagem do amor de Cristo.
33 Agora, vamos ler do capítulo 3 de Apocalipse. Nada mais que uma porção para dizer que lemos a Bíblia, porque o que eu vou dizer poderá fracassar, porém o que Ele diz nunca fracassará. Eu não sei por onde começar, que fazer, onde ir, porém vamos ler a Era de Laodicéia, versos 14 à 19.
E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: Oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta, e não sabes que és um desgraçado, e miserável e pobre, e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te.
34 Sabem, numa parte ali onde lia, se me dispensam um minuto, encontrei um lugar que gostei. Não sei onde exatamente está, agora. Aqui está: “E não sabes que és desgraçado, e miserável e pobre e cego e nu”. Oh, sim. Esse é o retrato da igreja de hoje. Eu penso que essa era da igreja da qual temos falado… Naturalmente eu tenho a era da igreja que vem nos livros. Porém sendo que esta é a Era da Igreja de Laodicéia na qual estamos, vamos ver a condição.
35 Não quero tomar nenhum texto porque não estamos falando… casualmente vamos falar disso – que o Senhor nos guie. Porém alguma coisa que seja de benefício para nós.
36 Vamos pensar na Era da Igreja de Laodicéia e sua condição neste dia. Pelo que vejo não há nada que possa impedir neste tempo a vinda do Senhor Jesus, fora da preparação de Sua Igreja. Eu penso que essa é uma das profecias.
37 Ontem ao vir no automóvel… O dirigimos em dois dias de Tucson aqui as duas mil milhas, Billy e eu. Agora, isso não era quebrando nenhuma lei de velocidade. Nós vínhamos bem… Eu assentado ali, ele dirigia… Fiz um punho com minhas mãos como um rifle pronto a disparar. Eu via que ele ia… Eu lhe dizia, “Um momento moço”. Se nos diz: “Daí a César o que é de César”.
38 Logo nós vindo a noite… Uma menina estendida sobre a estrada, a menina como de três anos de idade, a mãe morta numa vala. Um moço bêbado vinha do R.O.T.C. (Clube Militar – Ed.), de 18 anos de idade dirigindo a 120 milhas no lado esquerdo da estrada, e eu penso que ele estava por morrer também. Então vocês podem se dar conta do que é “Dar a César o que é de César”.
39 Gente inocente morrendo. Uma pequena de três anos perdeu sua vida por causa de um soldado bêbado dirigindo, se calcula que a 120 milhas por hora, no lado em que não devia vir. Vinha subindo uma lombada, disparou e ali matou a todos eles. Ele estava morrendo também, assim é que vêem, embora uma parte fosse inocente…
40 Agora esse moço é culpado da morte cruel. Eu penso que se um homem é apanhado dirigindo bêbado, lhe deveriam impor 10 anos por homicídio premeditado. Qualquer homem.
41 Nunca faremos nada bom com a política. Está corrompida. A idéia de Deus de ter um rei, um rei justo, está bem. A política simplesmente desenrolou – você pode comprar a parte do outro, enganar, mentir, roubar e tudo mais. Assim como disse alguns domingos passados, “Veja onde você está”. Não vêem mais que uma massa torcida de todo.Porém um rei justo pode elaborar suas próprias leis. Você pode matar um homem, se é bem conhecido na política isto está bem, pode sair-se disto. A democracia é uma idéia boa, porém não dará resultado. Como o comunismo; todas as coisas em comum. Soa bem, porém não dará certo. não o método de Deus é ter um rei, como Davi, era correto. Você tem sua mente posta em… Como um líder num montão de gansos, ou assim por diante. Você não pode ter dois ou três deles. Então os junta, você sai com qualquer classe de idéia. Assim é que encontramos as condições hoje prontas para a vinda do Senhor.
42 Porém enquanto o irmão Neville e eu, e estes outros irmãos tratamos de pastorear o rebanho, tenho algo em minha mente agora mesmo que vem sobre as quais poderíamos falar. Isto é, recebi uma carta outro dia da parte de uma dama muito fina. Não a recebi eu, veio a mim por meio de outra pessoa. Ela seguramente estava me dilacerando, ou tratando de faze-lo. Ela dizia, “Vocês sempre… Não podem vocês os Homens de Negócios Cristãos fazer algo para suspender o irmão Branham? Porque tem este livro que leva por nome ‘A Era de Laodicéia’, saindo mais”. E disse ela, “Está dilacerando a doutrina pentecostal. Agora ele fala que o falar de línguas não é evidência de ter o Espírito Santo. Logo é contra mulheres pregadoras”. (e esta era uma pregadora!)
43 Seus moços – uns dos melhores amigos que eu tenho no mundo, se encontram entre os melhores amigos que eu tenho.
44 Este homem e sua esposa, (Eu estava tomando o desjejum com eles) disse: “Irmão Branham, veja isto, imaginaria você isto?” e tirou a carta.
45 Eu disse, “Bom, ela simplesmente não entende”.
46 Os rapazes me disseram que sua mãe era mulher pregadora e que não gostava da mensagem. Agora ela diz aqui”, ‘A mulher não deve ter autoridade sobre o homem’. Como Febe na Bíblia, ajudou a Paulo”.
47 Seguramente, ela era uma vendedora de mercadorias. Paulo perguntou às pessoas… Vocês pensam que Paulo diria, “Que a mulher fique calada na igreja, não lhe é permitido falar”. E logo diria, “Agora, Febe, minha ajudante no evangelho, ela vai pregar por umas noites”. Oh, ele mesmo se contradizendo em sua própria palavra.
48 “E,” ela diz, “Então para acabar com isto, (Creio que foi Ester uma das juizas na Bíblia) uma mulher foi juíza na Bíblia. Se isto não é autoridade sobre o homem…”
49 Este negociante que foi curado ali na igreja não faz muito tempo, sua esposa disse: “Irmão Branham, isso me desconcertava todo o tempo”.
50 Eu disse: “Irmã, como é que a desconcertava?” Ela disse: “Bom, aqui está uma mulher juíza”.
51 Eu disse: “Isso é política, não a igreja. Isso não tem nada a ver com a igreja. Paulo disse: “Que esteja em submissão assim como também ordena a Lei”. A Lei não pode pôr a uma mulher para ser uma sacerdotiza, não pode… Vocês nunca tem visto a uma mulher sacerdotiza, uma mulher sendo sacerdotiza na Bíblia. Nunca viram uma mulher ser pregadora na Bíblia. Certamente algumas delas eram profetizas e tudo mais. Miriã e outras e Ester foram juízas sobre Israel. Algumas vezes eram rainhas sobre eles e coisas assim, rei e rainhas. Ao falecer o rei, a rainha tinha que tomar seu lugar até que se elegia outro rei, e assim por diante.
52 Em Tucson, Arizona temos uma mulher juíza ali naquela cidade. Por essa razão a cidade está tão corrompida. Uma mulher não tem negócio algum na política. Não tem nenhum negócio na autoridade da igreja. Seu lugar é ser rainha de um homem em sua casa. Fora disso não tem nada. Sabemos que isso é verdade. Nunca encontrarão… Eu sei que soa muito antiquado, porém eu sou responsável.
53 Eu sei que depois de minha partida desta terra as fitas e livros seguirão vivendo, e muitos de vocês jovens, encontrarão nos dias vindouros que é exatamente a verdade, porque falo no Nome do Senhor.
54 Agora, nos perguntamos como uma mulher que é uma boa mulher – e ela tem trazido sobre esta terra por meio de seu marido, um dos melhores moços que eu tenho conhecido, eles são homens, que tenho encontrado e logo, logo que ouviram a mensagem e aceitaram 100%. Agora, só podia vir por predeterminação. É a única maneira que pode vir.
55 Agora, a pergunta é, estava pensando que… Vêem, como, enquanto o Senhor me trouxe de volta – “e não sabes que és desgraçado, miserável, pobre, cego e nu”.
56 Antes de chegar a esse lugar, vou abreviar o que disse há poucos dias aqui na mensagem, creio que era, “O Deus desta era maligna”. Cegou os olhos das pessoas que absolutamente adoram a Satanás em cerimônias religiosas. Entenderam? Todos entenderam isso?
57 Então, nessa mesma mensagem trouxe o tema que uma mulher que põe roupas imorais, indecentes, ela há de ser julgada no juízo, como prostituta de rua. Isso soa muito estranho.
58 Deixe-me pintar-lhes um retrato. Agora, aqui está um advogado na cidade, um homem jovem. É um homem bom ao que se refere à política… Eu imagino que ele pode ser decente em sua política; e logo ele vai com uma garota que é muito popular, se enamoram e se casam. Atendem todas as festas e grandes coisas, e todos bebem juntos. Finalmente, ela tem um lindo lar; vive numa vizinhança agradável. Ele é muito conceituado entre as pessoas, porém ele… Os dois bebem, ela veste short, corta seu cabelo, usa maquilagem, tudo tão sexualmente como… mulheres formosas – expondo-se a si mesmas.
59 Bom, ela nunca vai à igreja, nenhum deles. Assim, é que vem morar na próxima porta após a deles uma mulher da igreja Batista, ou Metodistas, ela e seu esposo. Agora, esta mulher (Vamos dizer que é Metodista, porque os Metodistas se vão mais à pureza que os Batistas – exceto os Batistas do Novo Testamento; eles crêem em santidade. Mas geralmente os Batistas não vão à santidade em modo algum, vêem, eles não crêem em tal coisa. Assim, então, vamos dizer que é Metodista porque eles crêem em santidade.)
60 Então, uma mulher Metodista vem morar perto desta mulher na mesma rua. Seu esposo é um… vamos que é um guarda-livros ou algo assim. Bem, esta mulher Metodista vê a outra mulher, e quando este advogado sai da vila – seu nome é João. Digamos que seu nome é João. Agora, não conjecturem sobre isso, agora. Estou apenas tomando nomes fictícios, agora – e seu nome é João. Bom, ela costumava sair com Rafael. (Esse nome é fictício – tudo é, para que vejam a história para fazer um retrato.)
61 Bem, a primeira coisa que você sabe numa festa de bebedeira, Rafael lhe abraça outra vez. Bem, ela se encendeia toda, porque se enamora outra vez com Rafael, pensa nela. Logo, depois de um tempo, Rafael começa a encontra-la, e consegue se sair bem com João, põe algo sobre seus olhos, e ela pensa que é uma garota esperta, porque pode andar com Rafael; sendo casada com João.
62 Vêem, a mulher não tem o porte de decência. E não pensa nada disso.
63 Porém esta mulher Metodista, tem sido criada de outra maneira. Pelo menos vai à igreja, e ela pensa que essa mulher é horrível. Ora, ela conta à seu esposo, quando ele entra, “Eu vejo a esse homem entrar ali e encontra-la. E quando João está fora num caso em alguma parte, Philadelphia, ou outra parte, a leva em seu automóvel e vão à praia. Os vejo voltar à casa e nem se quer fecham as cortinas às vezes, abraçando-lhe e fazendo-lhe amor. Oh, não é isso horrível?” ela diz a seu esposo, “Oh, não é mais que uma prostituta pública”.
64 É verdade. Ela é pior que uma prostituta pública porque é uma mulher casada. Vêem? E ela – esta mulher, esta mulher Metodista, pensa que isso é horrível. Ela nunca vai à igreja.
65 Agora, essa mulher Metodista não faz algo assim. Não, seguramente. Ela é uma mulher decente. Outra coisa, ela não tocaria numa gota de Whisky, porque a Igreja Metodista – 90% de seu programa é proibição contra o whisky, contra o whisky. Assim, tem um programa de proibição e essa gente dessa Igreja Metodista não vive mais do que a igreja ensina.
66 Porém esta mulher, esta Metodista sai às tardes com seu esposo, usa short curto domingo depois da escola dominical, corta seu cabelo, usa baton, e até fuma um pouco.
67 Agora, na Palavra de Deus, as duas são prostitutas. Porém esta aqui está nua, miserável, desgraçada, e cega e não o sabe. Uma é tão culpada quanto a outra. Porque o homem que olha a uma mulher para cobiça-la, já adulterou com ela em seu coração.
68 Se esta mulher – agora, ela diria, “Agora, espere um momento, Sr. Branham. Eu quero que entenda que eu não sou uma prostituta!” Minha irmã, talvez se fosse levada frente de uma Bíblia; poria suas mãos sobre ela na presença de Deus jurando que tem sido tão verdadeira para com seu esposo o quanto podia ser. Seu corpo pertence a seu esposo, porém sua alma pertence a Deus. Há um espírito mau que a está ungindo. Se não é, então eu lhe posso provar que você está totalmente demente.
69 Que haveria se passado à sua avó se houvesse andado pela rua com estes shorts curtos? Eles a teriam colocado num manicômio – saiu sem seu vestido. Há algo mau com sua mente. Se era assim então, é assim agora.
70 Então isto atira o mundo à loucura. A coisa inteira está demente. E se moveu tão gradualmente que as pessoas nem o sabem.
71 Agora, é ela uma prostituta? Não para seu esposo a quem prometeu seu corpo, porém diante de Deus ela tem um espírito de prostituição sobre ela que a faz vestir assim. E ela está na era na Igreja de Laodicéia e não sabe que faz isso. A inocente mulher não sabe que Deus a julgará como uma prostituta. Ali o tem.
72 Leve você isto a ela! Você não pode dizer a ela. Não há nenhuma maneira de leva-lo a ela. A Bíblia diz, “Estão nuas e não o sabem”.
73 Se você lhe chamasse uma prostituta, pessoalmente, ela lhe prenderia – se o fizesse. Eu nunca falo de alguém pessoalmente. Eu falo do pecado. Eu não falo “Esta certa Igreja, o Sr. Fulano de Tal aqui, o Reverendo Este ou Aquele, é um…” Não, não digo a doutrina dessa – a coisa toda junta – eu não chamo indivíduos. Não é o indivíduo, é o sistema em que estão, é o sistema mundial.
74 O irmão George Wright aqui assentado – ele tem 75 ou 78 anos de idade, eu penso. Que pensa você se houvesse ido ver a irmã Wright um dia e ali estivesse de shorts curtos? Valha-me! Você nunca haveria… Você teria prendido a mulher. Você nunca haveria se casado com ela.
75 Bom, qualquer homem nesse tempo haveria feito a mesma coisa em seu lugar. Bom, se era pecado e incorreto então, é a mesma coisa, porém as pessoas tem crescido em loucura.
76 Deixe-me profetizar-lhes algo antes que suceda. O mundo inteiro esta crescendo em loucura e será pior, e pior e pior. Estou lhes dizendo, será um montão de maníacos, e já quase o é assim agora.
77 Podem imaginar um homem dirigindo com as luzes apagadas no lado errado da estrada? Um Ricky, um moço jovem que acabava de sair do secundário, matou a um grupo de gente – aquilo acabou com eles.
78 E o seguinte veio detrás dele e fez o mesmo. Podem imaginar a um homem jovem que pensa algo de si mesmo, e sai e se porta dessa maneira? Podem imaginar a uma jovem no florescimento da juventude, formosa, bem feita, formada, perfil, rosto, formosa; e o próprio fato de ser ela muito bonita nos mostra que estamos no fim dos tempos. Ela se tem ido ao caráter mundano… coisas mundanas e não a formosura da santidade, doçura em sua alma. Eu tenho visto mulheres que por fora não tinham nada que ver nelas, mas, fala-lhes alguns minutos; elas são genuínas; algo que você não pode arrancar delas. Vêem? A formosura de fora é do diabo… é do mundo.
79 Vejam os filhos de Caim, como entraram nisso. Quando os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram belas, e as tomaram como esposas, e Deus nunca lhes perdoou.
80 Vejam, quando essas mulheres israelitas com suas mãos cheias de calos e cabelos corridos; quando aqueles filhos de Deus subiram à terra de Moabe e encontraram aquelas mulheres delicadas, com seus cabelos bem arrumados, fantásticas, muita maquilagem em seus rostos, ou o que chamam isto; e quando esses filhos de Deus viram a essas mulheres belas, um falso profeta disse, “Somos todos iguais”. Se casaram com elas e Deus nunca lhes perdoou, pereceram no deserto. Cada um deles morreu ali.
81 Sem esperança, sem Deus, e eternamente perdidos. Condenados para sempre embora houvessem visto a bondade de Deus; embora tivessem tomado da fonte insecável. Tomaram da rocha ferida. Viram a serpente de metal fazer milagres. Vieram do mar sob o batismo de Moisés. Haviam visto a mão de Deus. Tinham comido da comida dos anjos e feito todas estas coisas. Porém entraram em casamento. Deixaram que as mulheres os atraíssem, e se casaram com elas. Não cometeram adultério, simplesmente se casaram com elas. Deus nunca lhes perdoou.
82 Essa é a segunda vez que isto é encontrado. Agora aqui estamos na terceira vez – mais enganoso agora do que nunca. Eu sei que isto é duro, e muitas vezes me pergunto, em muitas maneiras, como há de ser? Por que falo tão racional às pessoas? Que faz com que seja assim? Sem dúvida vejo que se não fosse por Deus, ali não haveria ninguém. Nenhuma mulher se assentaria para me ouvir. Mas voltam! Porque há alguém que tem uma âncora de verdade ali que sabe que é a verdade – indiferentes, eles sabem que está correto.
83 Agora, vejam o que acontece. Eu sei que isto é duro. É simplesmente como se um doutor lhe desse um remédio; e você recusasse a toma-lo; não seria culpado o doutor se você morresse. Isto é como na medicina. Há pessoas que dizem que eu sou um aborrecedor de mulheres. Vê você, você simplesmente observe a maneira como se portam as mulheres e eu lhes mostrarei onde está a igreja. A moral das mulheres é uma Laodicéia, no mundo, fisicamente – nus, miseráveis, cegos e não o sabem.
84 As pessoas, as mulheres do mundo e a igreja estão no mesmo estado. Vejam o natural tipificar diretamente o espiritual em cada ocasião.
85 Agora, algum dia nas barras do julgamento… Eu sei que não é popular dize-lo, e se um homem não está ordenado a dize-lo, melhor é que não o diga o porque está personificando, e logo se meterá em muitos aborrecimentos por certo.
86 Agora vejam, eu atualmente, parece que estive lançando um remédio na boca aberta de uma mulher, e logo tive a minha mão sobre a boca. E ela volta a cuspir cada vez. Que seria se um doutor fizesse isso a um paciente, logo, o paciente morresse por recusar o remédio. À beira do juízo quando todas estas coisas como cortar o cabelo, pôr shorts…
87 Eu estou somente construindo. A hora está aproximando quando vão ver algo suceder, quando vai suceder algo e todo este fundamento, aqui, nada mais é, do que estar colocando um fundamento para uma pequena e rápida mensagem que fará tremer toda a nação.
88 Ora, tenho criticado as mulheres: isto tem simplesmente sido colocado aqui em cima, para que algo lhe acerte a cabeça com isso. Mesmo tratando de dizer-lhes qual é o bem. Eu tenho minha mão assim embaixo perto da boca; cospem fora. Então, quem pode culpar o doutor?
89 Como vão dizer no dia do juízo, quando as mesmas vozes que tem gritado contra isso, tocarão o disco outra vez na cara das pessoas? Então, como vão escapar disto?
90 Cospem por entre seus dedos. Lançam mais e sacodem as cabeças, e retiram-se e voltam – não façam isto. Sem dúvida, você volta e eles tornam a se esvaziar outra vez. Então, quem é o culpado? Não é o doutor, não é o remédio, é a atitude da pessoa. Isto é exatamente.
91 Será um dia horrível, um dia destes quando esta geração adúltera e pecaminosa se puser de pé diante do Deus Todo Poderoso.
92 Assim como vejo meus anos se deslizarem, meus ombros inclinarem-se, e eu sei… 30 anos aqui nesta plataforma, sim, 33 amos aqui no campo, essa é uma longa vida. São 33 anos de serviço. Só tenho um pesar: e isso é não ter 133 anos disto. Pois esta será a última oportunidade que eu terei, enquanto aqui mortal pregar o evangelho. Que Deus me ajude a estar de pé tão verdadeiro, verdadeiro como pode ser a Palavra – dizer assim como Ele o disse.
93 Que causou à mulher Metodista; como poderia faze-la entender? Aqui está ela nessa era da Igreja de Laodicéia.
94 Agora, tomaremos a mulher Pentecostal. Ela não põe short, maquilagem, ou corta o cabelo, porém ela se põe a observar a mulher Metodista. Diz: “Olha esta mulher faz isto e aquilo outro”. Diz que a mulher não use short, porém ela diz… ela com o cabelo curto”. Quanto mais alto está você em Deus, a coisa mais se vê pecaminosa.
95 Então às vezes em oração você se põe a imaginar, quando o Espírito Santo levanta a gente a uma esfera então a coisa toda parece um caos. Então quando volta a descer, parece que você é… para as pessoas você é um palhaço, que a gente não é nada mais que um sarcástico… um imbecil, porque você está assim como um velho mentecápito e todo tempo repreendendo as pessoas, porém se a gente sobe a essa esfera alguma vez, quando a gente pode estar na presença de Deus – não através da emoção, porém através do verdadeiro levantamento do Espírito Santo – a coisa inteira está escrita “Icabode”. A glória do Senhor tem se separado de toda equipe denominacional. Isso é verdade. Não há nenhuma delas que esteja correta.
96 Agora, deixem-me desenhar-lhes um círculo pequeno. Se tivesse um quadro… Quero que observem bem. Vou fazer um círculo assim. Agora vou fazer outro círculo dentro desse outro; e são dois. Então vou fazer outro círculo dentre desse; são três círculos, três círculos. Agora, esse é você. Esse é Deus. Deus numa trindade é Um, e sem uma trindade não é Ele, Deus. Não pode ser manifestado de nenhuma outra maneira. Tão pouco você pode ser manifestado sem ser a pessoa trina que é você. Esse é corpo, espírito e alma. Sem um deles não está completo. Vêem? Se vocês não tivessem alma, não seriam nada; se não tivessem espírito não seriam nada. Se não tivessem corpo, seriam um espírito, não um corpo. Assim, Deus é completo na tríplice unidade de um ser, não na unidade tríplice de seres, mas sim um ser numa tríplice unidade. Pai, Filho e Espírito Santo são um verdadeiro Deus manifestado.
97 Deus… Observe aqui… Somente espere. Eu creio que li isto à poucos momentos atrás. Ouçam isto: “…ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus”. Deus é o criador e como foi Ele criado? Mas este é o princípio da criação de Deus. Quando Deus, o Espírito, foi criado em forma de homem; aquilo era Deus sendo criado. Deus o Criador. Ele mesmo se tornando uma criação. Deus, Quem fez o barro; fez o cálcio e fez o potácio; a luz cósmica, o petróleo, juntou tudo e criou a Si mesmo, no princípio da criação de Deus – o Amém, o final. Amém significa assim seja. O final de Deus, quando Deus completou em Sua criação.
98 Agora, como foi isto? Nenhum homem tinha visto a Deus em tempo algum, mas o Unigênito do Pão O fez conhecer. Entendem isto?
99 Digamos, só um momento. Não tenham pressa. Vamos voltar a Colossenses, só por um minuto. Aconteceu de vir esta Escritura em minha mente. Vamos voltar a Colossenses, e eu creio que é o primeiro capítulo. Terei que ver, porque não é premeditado, assim eu… como era quando era um pregador jovem, podia lembrar das coisas num instante, porém ao envelhecer, não posso… vamos começar com o verso 9, eu creio.
“Por esta razão…” – Paulo falando-lhes acerca de Cristo, aos Colossenses, Quem era Ele.
“Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual;
Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus;
Corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência, e longanimidade com gozo;
Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz;
O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor”; (Aqui estamos chegando. Observem.)
“Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;
O qual é imagem do Deus invisível”, (Captaram? Verso quinze, Colossenses 1:15)” o primogênito de toda a criação”.
100 Amém! Ele quem? “O primogênito de toda a criação”. Quer seja anjo, quer seja o que for, Ele é o primogênito de toda a criação.
“Porque nele foram criadas todas as coisas”, (todas as coisas criadas). “que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele”.
Seja o que for, nenhum outro ser.
“E ele é antes de todas as cosias, e todas as coisas subsistem por ele”.
Seja Pai, Filho, Espírito Santo; seja o que for.
“E ele é antes de todas as coisas”.
101 Antes de todas as coisas que estão nos céus, na terra, visíveis e invisíveis, qualquer coisa, este Filho de Deus era antes de todas as coisas. É isto certo? Não me interessa o que fossem, domínios, reinos, fosse o que fosse, tronos celestiais, reinados, seja o que fosse. O grande reino sobrenatural mais além, na eternidade, onde estava, ou o que fosse, anjos, deuses, seja o que fosse, “…ele é antes de todas as coisas”. Amém! Não O podem ver? “Ele era antes de todas as coisas” e “foram criadas por Ele”.
Ele… agora, o verso 17:
“E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele”.
102 Não há nada que pode faze-lo correr, somente Ele. Seja Deus o Pai, Deus o Espírito Santo. Seja anjos, principados, domínios ou o que for, todas as coisas subsistem por Ele.
“E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio”, (Ele é que é o princípio) “e o primogênito dentre os mortos”; (Que ressuscitou quando veio redimir “para que em tudo tenha a preeminência”).
103 Preeminência – sabem o que significa? É sobre todas as coisas. Ele é sobre todas as coisas que foram criadas; todo anjo, todo ser, nunca… todas as coisas que são. Ele é sobre tudo. Que ser é este? Quem pode ser? Sobre todas as coisas.
“E que, havendo por ele feito a paz”…
Vamos ver um momento.
“Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse”,
104 Toda a plenitude de todas as coisas, toda a plenitude de Deus, toda a plenitude dos anjos, toda a plenitude dos tempos, toda a plenitude da eternidade – todas as coisas habitam nele. Esse é este indivíduo.
“E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus”.
105 Ali está esse grande Ser do qual estamos falando no princípio da criação de Deus.
106 Agora, que a Igreja – que Seu propósito inteiro era a Igreja. Agora, como entramos nessa Igreja? Por um Espírito todos somos batizados dentro dum Corpo. A Igreja, o Corpo de Cristo, não pode falhar. Agora aqui está o que sucede. Agora, olhem aqui este retrato figurativo.
107 Agora, este homem por fora é de carne. Isso é o que vemos; o que olhamos. E tem cinco entradas ao corpo. Qualquer menino de primário, igualmente como eu, saberia que há cinco sentidos que controlam o corpo: visão, olfato, paladar, tato e audição. Sem isso, não pode um tocar o corpo. Audição, visão, tato, paladar e olfato. Veja-o, prove-o, sinta-o. Agora, esse é o mau, de fora.
108 Agora, dentro desse está um espírito, que você se converte quando você nasce aqui, e o sopro de vida é dado a ele. Esse espírito é de natureza mundana, porque não foi dado por Deus, porém foi dado, permitido por Deus. Agora, o entendem?
109 Porque todo menino que nasce no mundo é nascido no pecado, formado em iniqüidade; vem ao mundo falando mentira. É a verdade?
110 Assim, essa pessoa ali dentro é um pecador ao principiar. Agora, tem cinco entradas, e essas cinco entradas – (Eu não sei se posso dize-las corretamente agora) Primeiro, eu sei que é pensamento, consciência, e amor – eleição, pensamento, consciência, amor, arrazoamento – há cinco entradas ao espírito. Você não pode pensar com seu corpo; tem que pensar com o espírito. Você não pode ter consciência em seu corpo. Não tem faculdades mentais em todo – seu corpo não tem. Assim sendo, tem que pensar com o espírito. Tem que raciocinar. Não pode você raciocinar com seu ser físico, porque a razão não se vê, prova, sente, cheira, e ouve. Razão é o que a gente pode fazer em sua mente.
111 Se você está dormindo, está sem sentido; seu corpo está ali morto, porém seu espírito todavia pode raciocinar – os cinco sentidos que controlam a esse homem por dentro. Agora, ao último homem que é a alma, há um só sentido que controla isso, isso é o livre agente moral, livre arbítrio, escolher ou rejeitar.
112 Agora, a razão pela qual as pessoas hoje – agora, não esqueçam isto, agora, e verá que o Espírito… qual é a evidência inicial do Espírito Santo. Agora, as pessoas podem viver neste espírito e dançarem no espírito. Eles gritam no espírito. Vão à igreja no espírito, e absolutamente podem ter o verdadeiro Espírito de Deus ungido sobre esse espírito e ainda estar perdido e tão possuído pelo diabo como podem estar com esse espírito. Porque…
113 Olhem. Essa é a razão que não podiam dizer a essa mulher que pôr shorts é incorreto. Não lhe podem dizer que cortar o cabelo é incorreto. “Bem, que tem o cabelo a ver com isso?” Bem, para Sansão teve que ver. “Todo aquele que tirar ou acrescentar uma só palavra…” Tem que ter um ultimato em algum lugar.
114 Agora, por exemplo, se eu fosse um homem Batista, e você vem e me diz que devo ser batizado no Nome de Jesus Cristo: Está na Bíblia. Bem, a primeira coisa que eu lhe diria: “Vou perguntar meu pastor”.
115 Eu vou ao pastor, e ele diz: “Oh, isso é algo do passado. Vê? Nós os Batistas; aqui está o que cremos! Nós cremos que devemos ser submergidos nos títulos de Pai, Filho e Espírito Santo. Assim é como faziam todas as igrejas. Desde que John Smith a fundou, assim é como se faz”.
116 Bem, esse é seu ultimato. “-?- o que diz a Palavra de Deus!”
117 E se você é Metodista; e aspersão é seu método, e se lhe dizem que deve ser por imersão? Vêem o que quero dizer? Vai você falar com o pastor Metodista, e ele escreve e pergunta ao bispo, e fulano disse tal e qual sobre isso. “Porém nós, a Igreja Metodista, foi fundada 300 ou 400 anos atrás, na Inglaterra por João Wesley e Whitfield, e todos os demais ali, e Asbury, fundamos este documento, seguindo John Wesley, que devemos ser aspergidos, porque nada mais é que uma forma exterior. Nós cremos que a aspersão é tão válida quanto o outro modo”.
118 Se você é um verdadeiro… Se a Igreja Metodista é seu ultimato, vai chegar até ali.
119 Se você é católico… E se lhe digo: “Não está na Bíblia que não se coma carne na sexta-feira e todas essas coisas assim, e a Santa Eucaristia não é hóstia, porque é um Espírito, e assim por diante, e você vai ao seu sacerdote e o sacerdote lhe dirá: “Aqui está escrito em nosso documento”. E se a igreja é seu ultimato, não lhe interessa o que ninguém diz. Esse é seu ultimato.
120 Oh, Deus ajude que isso penetre!
121 Para mim, toda coisa está mal. A Palavra de Deus é cabal. Seja o que for que diz a Palavra, então isso está bem.
122 Agora, a única maneira nesta esfera, que você pode estar nesse homem interior, você tem que estar predestinado, porque você estava com Deus; você é parte de Deus.
123 Eu estava em meu pai. Também estava em meu avô, no avô de meu avô. Pela semente eu estava nisso. E eu estava em Cristo! Vocês estavam em Cristo antes da fundação do mundo. Ele veio redimir aos Seus – Os Seus que estavam Nele. Aleluia! Seus filhos que estavam Nele.
124 Ele nunca veio salvar os filhos do diabo. Eles nunca conhecerão isto. São tão somente sagases em seus empreendimentos intelectuais, que vocês nem podem se comparar com eles. Vocês não podem ganhar deles em seus argumentos. Porém pela fé vocês vêem.
125 Agora, a ciência não necessita nada de fé. A ciência prova o que estamos falando. Não necessita nada de fé.
126 O sacerdote dirá à você: Olhem quanto tempo tem ondeado a Igreja Católica, olhem quanto tempo se tem sustentado sob a perseguição do paganismo”. A Igreja Metodista diz: “Olhem quanto tempo…”
127 Eu vi uma igreja… Falando de um letreiro hipócrita. Vindo pelo caminho ontem, eu vi. Dizia: “A Igreja de Cristo, estabelecida 33 A.D.” Não tem 100 anos todavia! (A denominação)
128 Oh sim, da doutrina dos apóstolos. Quase não tem nada… são Saduceus do dia. Esses espíritos em… e não lhes pode dizer. Não se lhes pode falar; não se pode arrazoar com eles, porque vamos mais além do arrazoamento. “Não te estribes em teu próprio entendimento”. A fé não arrazoa de modo algum. A fé o crê. Eles dizem, “Agora, olhe aqui. Você crê que devemos fazer as coisas lá do passado? Absurdo! “Porém a Bíblia o diz, eu não posso explicar como acontece, porém acontece! Deus o disse. Assim é que não tem que… Eu não lhes posso dizer nada acerca disso.
129 A fé não o explica. Sabiam disso? A fé somente crê.
130 Jesus disse à Nicodemos do Concílio Ecumênico de seus dias, que vindo d enoite lhe disse: “Senhor, sabemos que és mestre e que vens de Deus, porque nenhum homem pode fazer as coisas que Tu fazes, se Deus não estiver com ele”.
131 Ele disse: “Em verdade eu te digo: se o homem não for nascido de novo não verá o reino de Deus”.
132 Ele disse: “Eu, um homem velho, voltar ao ventre de minha mãe para renascer?”
133 Jesus lhe disse: “Agora, como vou te dizer coisas celestiais, quando nem se quer crês nas terrenas?”
134 Logo um certo dia Ele disse: “E se não comerdes da carne do Filho do Homem e beberdes de Seu sangue não tereis vida em vós”. Ele não o explicou.
135 Aqueles apóstolos e aqueles que naquele dia estavam ordenados à Vida, Ele o sabia. Ele disse: “Todo o que o Pai me tem dado virá. A única coisa que Ele tinha que fazer era que reconhecessem Minha voz; eles a conhecem. “Minhas ovelhas ouvem minha voz”. E uma voz é a Palavra expressa, vêem?… Eles creriam de todos os modos. Eles não tem que provar nada cientificamente ou perguntar a um Saduceu ou Fariseu ou a qualquer outra coisa concernente a isso”. Eu digo isto; eles crêem nisto. “Porque minhas ovelhas ouvem minha voz”. Esta é a voz de Deus em forma de letra, porque esta é a completa revelação de Jesus Cristo. Velho e Novo Testamento juntos. Amém! Ali o tem você.
136 Por que? Você diz que estas são boas pessoas. Que fazem elas? Ora, uma coisa. O poste de amarre delas é uma igreja. E ali…
137 Recordam domingo passado a uma semana… Quantos estavam aqui e ouviram o sermão: “Os ungidos dos últimos dias?” Eu creio que todos. Vêem? São ungidos. Seus espíritos são ungidos nesta segunda esfera.
138 Agora, esta primeira mulher diz, “Não. Ela não se interessa pelo que a igreja diz ou o que ninguém diz. É uma patinha esperta. Tem educação de universidade. Ela pode enganar a seu esposo, e pensar que é esperta ao fazer isto.
139 Esta outra mulher está nua, cega e não o sabe. Oh, que miserável, porém este é o retrato que a Bíblia desenha.
140 Agora, ela vai à igreja. Essa mulher – talvez seria melhor que essa mulher fosse… Ela vive uma vida limpa. Não há nada contra isso. Deus será o juiz disso. Eu não sei; eu não sou o juiz. Eu só sou responsável pelo que Ele me mostra.
141 Isso disseram os apóstolos: “Falamos do que sabemos, o que ouvimos e o que temos visto”. Por isso eu sou responsável. Por isso você é responsável.
142 Porém agora, olhem, se toma a mesma mulher… Onde foi se enrolar? Ia e vinha. Ela ouvia; sem dúvida pegava o radio algumas vezes. A voz de Deus tem estado falando muitas vezes.
143 Agora, olhem, vem a este culto aqui, uma seita – todas as igrejas são seitas – tudo. Isso é a verdade. Não são nada mais que um clube, onde as pessoas se agrupam como membros. E ela vem aqui, bom, isso lhe convém muito bem. Agora, se a gente vai dizer-lhe o que deve fazer, não presta atenção. Se o ensina na Bíblia, não o ouve.
144 Agora, meu querido irmão ou irmã, nada mais que uns dois comentários antes de encerrar – dentro de quinze minutos é tempo de terminar.
145 Agora, olhem, quero lhes perguntar algo. Por que essa mulher não pode ver? Por que não pode? Não tem para com seu esposo a culpa de viver em adultério fisicamente. Não tem nada que confessar. Está tão limpa como no dia em que nasceu; nenhum homem a tem tocado. Estou falando em paralelo agora, à mulher e à igreja. Está tão limpa como quando nasceu.
146 Bem, é exatamente o que é a igreja. Como ela nasceu, porém nasceu em pecado; concebida em iniqüidade. Vêem o que quero dizer?
147 Agora, diga-lhes você que é incorreto cortar o cabelo. A Bíblia o diz! É incorreto pôr short. A Bíblia o diz! Ela dirá: “É absurdo!” Por que? Seu ultimato não é aqui no terceiro homem, a alma que está predestinada e dada por Deus, porém seu ultimato é uma organização aqui fora, que algum homem tem organizado aqui fora disso. Porém se a Palavra de Deus está aqui dentro nessa alma, diz: “Amém, eu o vejo!” Se alinha com Ela.
148 Agora, olhem aqui. Assim é o homem que nasce do Espírito de Deus… Vêem, aqui fora está a carne. Agora, eu falo a um auditório misto, porém o digo como pastor de vocês, como irmão de vocês. Aqui está a carne; é débil. É seu destino. Uma dama caminha pela rua e um jovem, em sua juventude, quando tem 17, 18, 20, 25, 30 anos, caminha por ali e esta jovem vem torcendo toda a forma de seu corpo; caminhando num par de sapatos de salto alto, seu vestido pegando tudo na frente e detrás e vestidos tão curtos assim acima dos joelhos, ou um par de shorts. Sabem vocês que a Bíblia diz que ela se portaria assim? Sabem vocês, a Bíblia diz que assim ela se portaria, se portaria tão suja.
149 Leram aqui em Reader’s Digest (“Seleções”) deste mês que um homem e a mulher desta maneira – mocinhas dos 20 aos 25 anos estão entrando na menopausa. Que você passa pela mudança de vida na meia idade segundo a ciência, entre os 20 e 25 anos. Antes era como aos 30 ou 35 em meu tempo; e no tempo de minha mãe uma mulher nunca chegava à menopausa até a idade de 40 a 45 anos. Que é isto? É a ciência, é a comida, o híbrido que tem pervertido a todo corpo humano até que nos temos tornado um montão de massa corrompida. Bem, se o ser físico está corrompido, e célula cerebral, não está no ser físico?
150 Agora, vejam ao Espírito prosseguir isso. Haverá um tempo no Nome do Senhor, quando as pessoas se tornarão completamente loucas. A Bíblia o diz. Gritarão e clamarão – coisas enormes e monstruosas em suas imaginações. Os rádios e coisas ou programas de televisão lhe estão produzindo. Haverá tais coisas como formigas que se levantam na terra que terão a estatura de 14 árvores de altura. Haverá – um pássaro voará pela terra com asas de 4 ou 5 milhas de largura, e as pessoas o verão, gritarão e clamarão e chorarão por misericórdia, porém será a praga. Esperem quando pregue a abertura das pragas.
151 Olhem o que Moisés fez; sob o ser físico, não o Espírito. Quando Ele disse, “Moisés…” Deus disse à Moisés, “Vá fora”, (a Seu profeta) “levante um punhado de pó e atira-o ao ar e diz, ‘Assim diz o Senhor’, pulgas virão sobre a terra”. Não haviam pulas. A primeira coisa que se sabe eles começaram a ver algo mover-se num arbusto. Viram ali, ali está outra coisa. E depois de um momento estavam tão profundas, que não podiam atravessar por elas. De onde saíram? Deus é o Criador! Ele pode fazer o que Ele quiser. Ele é soberano. Ele pode fazer a um pássaro que estenda suas asas de um lado ao outro da terra.
152 Ele disse, “Que hajam moscas e cubram a terra”. Não havia nem uma mosca na terra. A primeira coisa que se sabe, um mosquito começou a voar nos arredores. E logo 8, 10 ou 12. E logo, antes que se dessem conta, não podiam atravessar por elas. Deus o Criador, sustém Sua Palavra.
153 Ele estendeu sua vara ao mandado de Deus e disse, “Que venham as rãs e cubram a terra”. E as rãs vieram até que amontoaram – a peste estava em toda parte – talvez de altura de 40 ou 50 pés de rãs. Estavam no armário de Faraó. Estavam no… levantaram o lençol e haviam 500 rãs sob o lençol, sob a cama, nos tapetes. Onde quer que fosse haviam rãs, rãs, rãs. De onde vieram? Deus o Criador é soberano! O que Ele diz, Ele o faz.
154 E Ele disse que haveria espetáculos espantosos sobre a terra. Lagostas com cabelo como uma mulher – cabelo longo para molestar as mulheres que cortam seus cabelos. Dentes como de leão, aguilhões em suas caudas como de escorpiões. Atormentarão aos homens por meses.
155 Somente esperem até que possam nos abrir essas pragas e os Selos e esses Sete Trovões! Vejam o que toma lugar. Oh, irmão, é melhor que chegue a Gósen enquanto há tempo de chegar a Gósen. Não ponha atenção ao de fora.
156 Olhem aqui, aqui está uma jovem torcendo-se pela rua. Aqui está um jovem; seus olhos a vêem; é membro da igreja, é um Pentecostal, ou seja o que for; porém a primeira coisa que se dá conta é que não há um poste de segurança ali dentro.
157 Ela dirá, “Olá”. Ele tem cabelos ondulados e algo bem parecido; um jovem de ombros eretos, talvez intenta viver bem. Ela começa a andar para ele – mesmo um pregador. A primeira coisa que se sabe… Que é? Isto aqui fora, o desejo carnal, e o espírito aqui dentro, sem dúvida ungido, dizendo-lhe, “Não faças, não o faças”. Porém, que fará? Se moverá aqui ao redor, terá – ali vai ele. A primeira coisa que se sabe está tratando marcas um encontro com ela. É culpado de cometer adultério quer a toque ou não a toque. Porém um genuíno renascido filho de Deus… Amém!
158 Você não pode faze-lo. É totalmente impossível que um macho de sangue-vermelho passe por uma mulher assim, sem que nada tome lugar. Porém quando há algo por dentro, algo é renascido ali… Ainda que o homem houvesse gritado, falado em línguas, saltado, dançado, tudo o demais. Ungido com o Espírito, feito todos os sinais e milagres que disse ali. Por Seu Espírito.
159 Jesus disse, “Muitos virão a mim naquele dia e dirão, ‘Senhor não tenho profetizado em Teu Nome. Não tenho expulsado demônios em Teu Nome. Não tenho’”… Ele disse, “Apartai-vos de mim, obradores de iniqüidade”. Que é iniqüidade? Algo que se sabe que deve fazer e não o faz. “Apartai-vos de mim obradores de iniqüidade, nem sequer os conheço”.
160 Porém ali dentro desse homem… Se este postezinho de segurança houvesse estado ali, essa Semente de Deus que estava predestinada antes da fundação do mundo – a mim não importa o que aconteça – o detém; ali está para ficar.
161 Esse é o porque essa mulher usará short. Ela é contada como prostituta igual à mulher que comete o ato. Ela não sabe que isso é um espírito… Como reconhece seu ultimato? Que é um ultimato? É a última palavra, o último é o Amém; é o fim de toda luta – seu ultimato.
162 Se sua igreja é uma Igreja Pentecostal que lhe diz que o cabelo longo é fanatismo – “Você traz um pneu de estepe atrás de sua cabeça”, e coisas e tais, o homem é possuído pelo diabo, porque a Palavra de Deus o diz, “É uma vergonha para a mulher cortar o seu cabelo. Desonra sua cabeça”; e se ela desonra seu esposo, e seu esposo é a Igreja, e a Igreja é Cristo. Ela é uma prostituta religiosa desonrável, nua, e não o sabe. Nua. Não diz a Bíblia que o cabelo é a cobertura da mulher? Que cabelo é dado a ela como cobertura?
163 Algum dia ali no tribunal de juízo… Eu tenho tratado de dar-lhes remédio e deter com minhas mãos, e vocês cospem fora por entre os dedos. Deus lhes julgará um dia. Isso é “Assim diz o Senhor”. Não é uma tonta manobra de um velho louco todo atarantado. Não é, porque é a Palavra do Senhor.
164 Um cristão verdadeiro, genuíno, lida com o homem interior; esse Espírito que estava ali atrás ao princípio, que é a Palavra! Assim como Ele é a plenitude de todos vocês, vocês estavam Nele ali no Calvário.
165 Ele sabia de antemão que vocês estariam aqui. Ele só estampou o que ia tomar um lugar. E vocês estavam Nele. Vocês morreram com Ele. Morreram para seu orgulho, vocês morreram para suas paixões, vocês morreram para o mundo! Quando Ele, o que morreu no Calvário e ressuscitou com Ele, quando ressuscitou ao terceiro dia – e porque vocês o aceitaram, agora, estão assentados em lugares celestiais. Aleluias!
166 Ali o tem. É o homem interior. Esse interior que saboreia a Palavra. Se apega à Palavra sem considerações… Você não pode ajudar isto. Eu aprendi isso faz muitos anos.
167 Minha menina ali morimbunda. Minha mulher ali no necrotério, embalsamada e estendida. Chamaram-me e Sharon estava morrendo. Essa é a tentação mais dura que tenho encontrado em minha vida. Eu tinha como que 25 anos. Eu fui andando para ali e Billy Paul deitado a ponto de morrer.
168 O doutor Sam veio e disse: “Bill, eu penso que não vamos salvar a Billy. Ele disse, “Está tão grave. Bill eu sinto por você”. E pôs os seus braços ao meu redor.
169 Eu disse, “Doutor, já não tenho mais forças. Um par de horas chamando por minha filha, Sharon, a levei ali… Simplesmente para vê-la em espasmos – não cessavam. Lhe puseram uma agulha na espinha dorsal; a perfuraram, trouxeram o sinal fora – meningite tuberculosa.
170 Saí cambaleando-me do hospital, parei meu carro e saí fora e comecei a andar para o quarto. Ali vem Sam pelo corredor com seu chapéu na mão, chorando – pôs seu braço ao meu redor e disse, “Venha, volte, Bill”.
171 Eu disse, “Que se passa?” Ele disse, “Não podes vê-la. Ela está morrendo, Bill”.
172 Eu disse, “Não, Sam, minha menina não!”
173 Ele disse, “Sim”. Ele disse, “Não peças por ela, Bill, se ela vivesse estaria aflita. Sempre estaria pálida e estaria afligida toda sua vida. Ele disse, “Tem meningite. Não vá perto dela. Mataria a Billy se o fizesses”.
174 Eu disse, “Sam, tenho que vê-la”.
175 Ele disse, “Não podes faze-lo, Bill, te proíbo. Agora, tu sabes como te estimo. Tu és meu amigo e tudo isso; quanto te estimo, quanto creio em ti, Bill, porém não vás perto dessa menina. Se fazes isto, esta meningite esta nela.ela se irá nuns quantos minutos, e a enterraremos. Bill, eu sinto tanto por você. Ele chamou a enfermeira e me deu algum remédio. Ele disse, “Eu não sei como está de pé esse homem”.
176 Parei ali um momento, ele trouxe o remédio e eu me assentei no corredor. Ele disse, “Senta-te”, e a enfermeira disse, “Quero que tome isto, irmão Branham”.
177 Eu disse, “Obrigado, simplesmente ponha aí por um minuto”.
178 Quando ela se foi, esvaziei na cuspideira e pus o cálice ali outra vez. Eu disse, “Oh, Deus, o que tenho feito? Tu és um Deus bom. Por que a deixaste morrer e me deixaste detendo-lhe os bracinhos assim? Rogando-lhe por ela. Por que a deixaste ir? Ali está Billy morrendo, e aqui está ela morrendo! O que tenho feito? Diga-me! Bom, é melhor ir com eles”. Abri a porta e não havia enfermeira ali e deslizei para o porão. Isso foi antes de arrumarem o hospital. Cortinas, quase se cortinas nas janelas, moscas em seus olhinhos. Tinha um pedaço de barra-mosquito (nós o chamamos de tela) posto sobre seu rostinho. Afugentando as moscas; ali estava deitada. Seus olhinhos estavam sofrendo tanto que estavam atravessando.
179 Logo Satanás se aproximou a meu lado, ali. Ele disse, “Disseste que Ele era um Deus bom?”
180 Eu disse, “Sim, eu disse”.
181 “Disseste que era um Criador? Bom, então por que morreu teu pai em teus braços ali, e tu lhe chamaste um pecador – clamando por sua vida. Por que morreu seu irmão nos braços de seu outro irmão, ali fora, e você no púlpito pregando umas semanas antes? Então por que não te respondeu Ele? Disseste que te amava. Ele te salvou”.
182 “Tu não me podes dizer que não há um Deus porque eu já O vi”. Porém ele estava me dizendo que Ele não tinha cuidado de mim.
183 Ele disse, “Ali está sua esposa; teus filhos estarão ali mui logo; teu pai está enterrado; teu irmão está enterrado. Tua esposa vai se enterrada amanhã e aqui está tua outra menina morrendo. Ele é um Deus bom. Ele é um Curador. És um néscio. E que te fez?”
184 Estava trabalhando de fora, agora, neste primeiro homem.
185 Ele disse, “Agora, olha. Tu sabes que uns anos antes que você aceitasse isso, as pessoas pensavam bem de ti. Vivias uma vida limpa. Qualquer mocinha na cidade que queria sair, saía contigo porque se sentia limpa e descente”.
186 Eu posso colocar-me de pé diante delas. Eu nunca insultei a uma. Nunca disse nada. Se, se portava leviana eu a levava a sua casa.
187 “E as pessoas te queriam bem, porém que és agora? Um fanático religioso”.
188 Isso é a verdade. Sim, era. Vêem estas coisas movendo-se juntas? O arrazoamento de fora e o espírito movendo-se juntos. “Isso é verdade Satanás”.
189 “Então dissestes que era um Curador?”
190 “Sim, isso é”.
191 “E você pedindo, chorando e o povo dizendo a você que não era assim, que está muito fora da risca. Sua própria gente lança você fora por isto. Sua própria Igreja Batista lá, lançou você fora pela porta pela mesma causa”.
192 “Sim”.
193 “Seu pai ali sepultado. Sua esposa esperando para ser enterrada. E aqui está tua menina como que uns quinze minutos não mais será, e Ele é Curador? Teu próprio sangue e carne; uma palavra Dele curaria a menina. Tu disseste que Ele é Curador. As pessoas trataram de lhe dizer. Seus pregadores te disseram, estás todo decomposto; estás bem louco. Te tens tornado num fanático religioso, e tu disseste que Ele te ama. Pode Ele te amar?”
194 “E como choraste por teu pai. Noites após noites jejuaste, e de dia tinhas que orar para conseguir subir nos postes para trabalhar, e Ele o deixou morrer em teus braços, um pecador. Como tua esposa, que mulher boa ela foi e como a amaste”. (A mãe de Billy – quantos de vocês se recordam de Hope?) “Que boa mulher era ela. Como eras feliz, tua casinha ali com sete ou oito dólares de móveis. Que móveis você tinha, sem dúvida a amava; se amavam mutuamente. Tu foste e oraste por outros e alguma emoção mental os levantou e os pôs de pé e os sarou. Porém, tua própria esposa… E ali está, morta, o segundo dia, agora. Estendida ali na funerária Scott e Combs. Ele é um Curador, hein? Teu garoto a ponto de morrer, Billy Paul, com 18 meses de idade. Tua menina aos oito meses ali deitada, morrendo com meningite e acabas de orar, e Deus pôs um lençol abaixo e disse, ‘Cala-te; não ouço – não te quero ouvir’. Voltou Suas costas a ti. É um bom Deus, hein? Te ama! Toda jovem com quem saías; todo jovem com quem te associavas, teus melhores amigos te tem deixado por seres um fanático religioso!”
195 Tudo o que me dizia era verdade. Tudo o que me dizia caía a risco. Vêem, aqui? Estava a ponto de dizer que “Se é assim que Ele quer portar comigo, então não sirvo a Ele”. Assim que disse isso, veio algo de algum lugar, mui dentro de mim que disse, “E quem és tu? O Senhor deu, o Senhor o tirou”.
196 Vêem, esse é o homem interior. Não arrazoa. Olhei para trás e pensei, “Como vim à terra. Vim de um montão de beberrões. Como cheguei aqui? Quem me deu vida? Quem me deu aquela esposa? Quem me deu essa menina? De onde veio minha esposa? De onde veio minha vida?
197 Eu disse, “Embora Ele me mate, ainda assim confiarei Nele”. Eu disse, “Afasta-te de mim, Satanás”.
198 Pus minhas mãos sobre minha nenê. Eu disse, “Sharon, querida, porei você nos braços da mamãe nuns minutos quando os Anjos de Deus vierem para te levar. Mas um dia o papai lhe verá de novo. Não sei como vai ser, querida. Não posso lhe dizer como, quando Ele volta Suas costas para mim; nem sequer escuta por você. Ele deixou que minha esposa morresse, e eu com suas mãos nas minhas, chorando por ela. E meu pai morreu nesses braços aqui, olhando para mim procurando encontrar respiração. Orei tão quanto pude”. Como encarar o público outra vez? Eu pregava o poder da Cura Divina. Como podia pregar que Ele era um Deus bom e deixar morrer meu pai como um pecador. Como podia pregar isso? Eu não sei como, porém sabia que Ele estava certo.
199 A Palavra de Deus nunca falhará. Triunfará seja onde for. Então eu sabia que havia algo dentro de todas estas coisas, algo dentro de todas as emoções, e tudo o demais assim. Havia um homem dentro que se manteve nessa hora, nada mais o podia haver feito. Toda razão, tudo que eles mostraram, tudo provado que era errado e estava no erro, porém a Palavra de Deus que estava predestinada antes da fundação do mundo, se manteve dentro.
200 Eu senti um ventozinho vir dentro do edifício. Seu espírito foi se reunir com Deus.
201 Irmão, irmã, deixem-me dizer-lhes que essa é a única coisa. Não tratem de arrazoar. Não tratem de ter um cabelo comprido porque eu lhe disse. Não tratem de fazer estas coisas simplesmente porque em suas carnes… Não tratem de faze-lo. Só por uma certa classe de contenda, mas simplesmente esperem diante do Senhor até que algo mui dentro…
202 Muitas de vocês pensam que porque tem cabelos compridos, isso quer dizer que vão para o céu. Isso não quer dizer isso. Muitas pensam que por ser uma mulher de boa moral, que vão… Não quer dizer isso. Muitos deles pensam que porque suas igrejas pertencem a este grupo grande e Doutores de Divindade… isso não quer dizer isso. Vêem? Muitos crêem que porque falam em línguas, que tem o Espírito Santo. Não quer dizer isso, embora o Espírito Santo fale em línguas. Porém até que esse genuíno, verdadeiro Espírito Santo se equipare com cada palavra.
203 Se este Espírito Santo em vocês os faz falar em línguas, olhe atrás e se não está de acordo com o resto da Palavra, então é um espírito errôneo. Tem que sair de dentro, que é a Palavra desde o princípio. No princípio da criação de Deus, quando Deus começou a criar, a traze-los à existência… Vêem? Vocês começaram ali atrás como uma semente e subiram até onde estão agora, logo então, todos vocês estavam em Cristo. Logo quando Cristo morreu, Ele morreu para redimir a todos vocês. E vocês são parte dessa Palavra. E como pode a Bíblia – tudo isto, preceito sobre preceito, regra sobre regra… um pouco e outro tanto”. Nem um só jota ou til falhará. E como, neste mundo, você sendo parte desta Palavra, pode contender com o resto dela?
204 Deus vos abençoe. Já passei do tempo. Não quis fazer isso, retê-los tanto. Sinto havê-los detido; não pelo que disse. Estamos no fim de algo meus amigos.
205 Todos vocês aqui, eu creio, são membros da igreja. Não consigo dar volta ao tempo para ver quem são os membros. Imagino que todos vocês vem constantemente aqui.
206 Deixe-me dizer-lhes algo que sucedeu. Me dispõem mais seis minutos?
207 Está aqui o Rev. Orland Walker, de Oregon, que esteve aqui o domingo que eu estive aqui? Alguém sabe desta grande e estranha coisa? Eu vim aqui. Tanta gente aqui – tinha um monte de entrevistas, e todas coisas de importância – moços casados, beberrões, coisas diferentes, e coisas importantes. Cada uma delas devera ter sido vista. Eu não posso fazer tudo isso. Eu os entrego a Deus e ponho minhas mãos sobre elas e oro.
208 “Oh, Deus, eu não poderia faze-lo. Cheguei a eles, Senhor. Opera… Tu sabes como faze-lo. Eu oro por cada um”.
209 Billy me chamou, e eu acabava de chegar com o Irmão Banks. Ele disse, “Papai, tu…” e olhem, eu vejo as pessoas dirigirem ali fora, às vezes os vejo e os saúdo assim, e eles quase voltam seus rostos. Eu não quero que vocês façam isto.
210 Outro dia, quando andavam comprando esse lugar ali em Tucson para que eu morasse nele, o irmão Tony tinha um lugar que queria comprar-me que custa mais ou menos três ou quatro vezes do que este vale. Até queria pôr tantos mil dólares ele mesmo, porém a única maneira que ele podia entrar ali, um porteiro estava de pé ali. Um grande… bom, é um bairro residencial ali, porém qualquer pessoa que vive ali, tem que ter permissão em escrito. Logo este porteiro chama a você e via se estava bem que você entrasse.
211 Eu disse, “Pode imaginar a mim? Meus irmão e irmãs que vem me ver e querem me apertar a mão e pedir a benção de Deus por mim, podes imaginar Tony? Eu por me ali?
212 Ele disse, “Bem, você tem…”
213 Eu disse, “Tony, o modo que a igreja e todos eles pedem às pessoas que não venham aqui ao redor”.
214 Eu disse, “Isso é para a gente que tem tudo que quer que eu faça. Eles dizem, “Bem, o Senhor me disse…Aleluia! Eu vou ficar aqui! Glória a Deus! O Senhor me disse que tem que levar a cabo serviços aqui em nosso grupo, sim senhor. Glória a Deus! Deus me disse isso. Se não o faz irmão Branham, em verdade tem caído”. E eu tratando de estudar. E várias pessoas boas perdem a estrada por causa disso.
215 Assim como o homem que sai da caça aqui no rancho. O rancheiro diz, “Entre, você pode caçar”. E você entra e mata a uma de suas vacas. Um coelho correu debaixo da vaca, e de todas as maneiras atira ao coelho. Você sabe sobre a cerca e quebra. Logo ele dirá, “Vou pôr uma placa de anuncio neste lugar”. Não o culpo nem um pouquinho, nem um pouquinho. Porém que é que o faz? Impede ao caçador decente de entrar. Sempre é assim. É a maldade que impede que o bom tenha a preeminência. Sempre é assim.
216 Porém essa gente é… milhares na verdade são necessitados e gente boa, gente carinhosa cheia da graça de Deus.
217 Agora, temos isto – como esta gente vem assim. Não queremos isso não. Porém este homem veio. Billy disse, “Corre papai, vem logo”. Ele disse, “O senhor Waldorf está ali com uma pessoa morrendo. Tens que vê-lo logo, logo”, e corri, vim aqui, e vindo de regresso, disseram, “Não havia ninguém mais que um homem dormindo aqui ao lado, lá fora, numa almofada o dia todo no passeio do edifício. Ele disse que ele quer que você ore por ele”.
218 Eu disse, “Está bem”. Ele disse, “O trarei para dentro”. Eu entrei. Ali estava, eu penso, um Cadillac ou alguma classe de auto grande em que eu vim. E esse homem disse, “Como está você”. Ele não me conhecia, eu entrei e a irmã Waldorf, a pobrezinha entrou. Vocês sabem, ela era… Vocês conhecem seu caso, não? Vêem, ela tinha câncer; morreu na fila de oração como que uma hora antes que eu chegasse a ela, e seu doutor veio e me fez saber… isso faz como que 18 anos – câncer no coração. E ela vive hoje. Ela vive em Arkansas agora, e nesse tempo estava em Phoenix, e ela disse, “Irmão Willie, não queria vir assim, porém não tinha nenhum lugar onde estar. Não queria… Eles disseram que estas pessoas – esta mulher vai morrer, Irmão Willie. Eu queria trazer-lhe uma oferta pequena em minha mão, Irmão Willie, porém não pude faze-lo, mas preparei uns frascos com geléia de amoras.
219 Quando fui e vi estes frascos de geléia que ela havia posto ali eu – parecia demasiado sagrado para que eu o comesse. Aquela querida velhinha como que de 70 anos de idade. Eu disse, “Irmã Hattie, eu não poderia dizer ‘não’”.
220 Não, Jesus viu a essa viúva pôr seus três centavos, e a deixou. Não. Deus a recompensará. E assim, o Senhor curou a mulher; curou tudo o que tinha, revelou a seu pastor o que ele tinha em sua mente. O que ele estava suposto a fazer, outra coisa. Oh, eles todos saíram gritando.
221 Logo Billy disse, “Papai, aquele homem se foi. Eu não posso…”
222 E eu disse, “Quem é aquele ali fora naquele automóvel?”
223 “Oh”, ele disse, “Um homem que veio de Oregon; tem um certo sonho, e eu lhe disse que não lhe daria nenhuma falsa esperança. Aqui estão 300 aqui, esperando agora. E eu lhe disse que escrevesse seu sonho. Tenho um monte aqui tão alto e o porei com eles.
224 Eu disse, “Traga-o aqui. Dê-lhe cinco minutos”.
225 Bem, assim que entrou o homem em – cinco minutos! Ele disse, “Sou o Rev. Walker (eu creio que era seu nome) de Oregon. Eu creio que era de alguma denominação. Eu não sei – Presbiteriano, Episcopal; algo.
226 Ele disse, “Eu o conheci cerca de 20 anos atrás. Eu vim a Grant’s Pass onde” – não era Grant’s Pass porém me esqueci o nome do lugar. “Ali toda a região… notícias no jornal toda manhã. Todos sabiam. Eu não podia nem mesmo chegar ao edifício onde você estava, mas um dia eu vi você ir pela rua. Aproximei-me. Quatro ou cinco homem ao seu redor. Saudei você. Eu disse a você que era o Irmão Walker, e você me disse quem era você, e dissemos umas poucas palavras, e então 3 ou 4 grandes homens simplesmente te puxaram”. Ele disse, “Eu não era crítico, e não era por você”. Ele disse, “Eu simplesmente não compreendi”.
227 Ele disse, “Assim segui por uns quantos anos e depois de certo tempo um homem me disse que viesse escutar umas fitas, faz três anos. O homem pôs a fita e quando o fez”, ele disse, “Eu o ouvi falar”. Ele disse, “Este homem crê que você era um – um profeta”. Eu disse ao homem, “Eu não sei dessas coisas – pode ser, por tudo que eu sei”.
228 Assim, ele disse, “Então, outro homem veio a nosso povo, teve um serviço. O conheci, e ele disse, “Eu sou o profeta de Deus desta era”. Ele disse, “Quantos indivíduos são vocês?” Ele disse, “Tenho ouvido onde eles… um homem aqui está ouvindo a fita que disse que William Branham, ali no leste, que era um profeta do dia, e coisas semelhantes”.
229 Ele disse, “Este homem”, (não vou dizer seu nome porque não soa bem aqui, vê você?) ele disse, “Eu conheço William Branham”. Ele disse, “Porém ele é todo falso em sua doutrina. Não é Pentecostal, ele não crê na evidência inicial. Outra coisa”, ele disse, “estes profetas maiores e menores – não há tal coisa”. Ele disse, “É profeta ou não o é, e isso é tudo”.
230 Ele disse, “Bem, senhor, eu não discuto com você sobre isso, eu nada mais disse senão o que ouvi a este homem dizer que esse homem William Branham é… este homem afirmou que ele era um profeta”. Ele disse, “Eu simplesmente queria saber quantos há…” Ele disse, “Porém quero que saiba disto. Eu sou o profeta desta era”.
231 Ele disse, “És? O Senhor te abençoe e vá contigo”.
232 Ele foi, nunca pôs atenção nisso. Ele começou por entre seus irmãos uma série de 3 ou 4 serviços. Foi ao correio e disse, “Não devolvam minhas correspondências. Deixe aqui. Eu volto nuns quatro ou cinco dias, está bem? Puseram uma etiqueta que não devolveriam nada. Foi ali; viu sua filha. De regresso, se deteve numa igreja e teve o serviço dessa noite. Na manhã seguinte ele disse que pensou, “Vou ao Correio Geral”, e quando foi, uma carta tinha vindo pela entrega comum e chegou à sua filha. Sua filha mandou-a pelo Correio Geral.
233 Abriu-a, e dizia que um homem, Senhor Hildebrandt, que é amigo meu, estava tocando as fitas. Teve notícias de Roy Borders (e aquele é um dos dirigentes, vocês sabem) que ia ter serviços, aqui de vinte e oito a primeiro. Que viesse e visse por si mesmo. Ele disse, “Agora, olhe aqui. Estes indivíduos estão tentando puxar-me para lançar-me a algo assim”. Ele simplesmente jogou a carta no lixo, e se foi assim.
234 Ele foi e teve o trabalho naquela noite, e logo na manhã seguinte, começou a apertar seu coração e chorar, ali no quarto.
235 Ele disse, “Irmão Branham, eu sinto que tenho de parar-me diante de Deus. Eu não sei se estava dormindo ou o que aconteceu. Sonhei – vou dizer que estava dormindo, e eu sonhei. Eu pensei que meu filho, no mercado, meteu sua mão num fardo. Quando o fez era um fardo de maçãs, e todas viraram. Quando fui levanta-las, todas eram maçãs verdes com uma mordida já tirada nelas. Estava levantando-as; voltando a coloca-las no fardo; algumas delas rolavam para fora e rolavam para baixo. Esforcei-me para apanha-las na grama, e elas rolavam debaixo dessas cercas de cadeias e fechaduras, e esta grande super-estrada seguia ali dentro. Olhei para o oriente e a cadeia estava enganchada em frente de uma rocha grande no oriente. Voltei ali atrás; pensei baixar esta cadeia e voltar maçãs para o homem. Comecei a baixar a cadeia; e uma voz sacudiu toda a terra. A terra se sacudiu sob meus pés.
236 Ele disse, “Depois que terminou de sacudir-se, ouvi uma voz; Irmão Branham, era sua voz! Eu sei, algo me falava. Disse, ‘Eu cavalgarei esta estrada mais uma vez!’ Comecei a olhar para cima, para a rocha assim, e continuei olhando, alem das nuvens, acima numa rocha que se conduz do oriente ao ocidente em forma pontiaguda assim, como pirâmide. Corri atrás para o oriente e ali você estava parado sobre um cavalo, que em minha vida eu jamais tinha visto coisa assim – grande cavalo branco, a crina branca pendurada para baixo, e você estava vestido como um chefe indígena – com todas as coisas que os índios usam. Tinha um peitilho; pulseiras nos braços, e tudo ao redor assim como isso. Você tinha suas mãos como aquele – aquele cavalo, de pé ali como um cavalo militar, com uma certa ostentação assim, andando, e eu parado quieto – e” ele disse, “você puxou as rédeas; se foi cavalgando para o ocidente. Olhei para ali e ali havia um montão de cientistas”.
237 Na manhã seguinte (foi sábado) na manhã seguinte eu preguei sobre “Os Cientistas São do Diabo”.
238 E ele disse, “Cientistas, eles estavam colocando coisas em tubos e misturando-os. Você parou o cavalo, levantou suas mãos e começou a gritar: ‘Eu cavalgarei este caminho mais uma vez!’ e ele disse que a terra inteira se sacudiu. Essa gente se sacudiu, olhando um ao outro, olharam para cima para você, encolheram os ombros e seguiram com suas investigações cientificas”.
239 “Você começou a ir-se para o ocidente, e quando o fez, eu vi este homem que se chamou, ‘um profeta’, você sabe. Ele veio sobre um cavalo que estava mesclado de branco e preto. Ele chegou detrás deste grande cavalo. Este estava mais acima das nuvens e o caminho não estava mais largo que isso. Aquele cavalo somente corria com o vento soprando as plumas, todas suas vestiduras, então a crina do cavalo e cauda voando. Grande mestre, grande cavalo branco caminhando em linha, e este indivíduo correu atrás de você – veio rumo ao Canadá”, (e o homem mora no Canadá) E ele disse, “…regressou e tomou seu cavalo pequeno, esforçando-se pra derrubar seu grande cavalo fora; dando-lhe volta; fazendo que sua traseira golpeasse contra… Ele não moveu o cavalo grande; ele simplesmente continuou andando. Logo, de repente deu uma virada. Aquela foi a terceira vez que falou, mas na segunda vez você disse, ‘Eu cavalgarei’. Você não falou como o fez; você mandou. Você virou e chamou o homem pelo nome e disse, ‘Saia daqui! Você sabe que homem algum cavalgará este caminho aqui a menos que Deus tenha ordenado a faze-lo. Saia daqui’”.
240 Ele disse, “O outro homem virou a rédea; e o homem me havia escrito cartas, e através das ancas de seu cavalo (aquele negro cinzento e mesclado) pelas ancas de seu cavalo estava escrito seu nome – assinado exatamente como está em sua carta. Ele cavalgou para o norte.
241 Logo você desceu; aquele cavalo virou ao redor tão longe ao ocidente como você pôde. Você parou, levantou suas mãos assim”. Então ele começou a chorar. Ele disse, “Irmão Branham, veja este cavalo parado lá, garra de guerra e tudo como isso, e aquela armadura de peito e tudo resplandecia”. Ele disse, “Você levantou suas mãos um momento e olhou outra vez; levantou suas rédeas e disse, ‘Eu cavalgarei este caminho somente mais uma vez!!’” Ele disse, “A terra toda de um lado ao outro assim, e já não permaneceu mais vida em mim. Somente caí abaixo, ao lado da rocha, e despertei”.
242 Ele disse, “Que significa isso, senhor?”
243 Eu disse, “Eu não sei”.
244 Na manhã seguinte Junior Jackson, o que teve o sonho da pirâmide, vocês sabem, quando fui ao oeste, vocês se recordam que ele me chamou como que um mês ou dois antes. Ele tinha um sonho que lhe estava queimando; tinha que contar-me. Eu disse, “Billy… Há cerca de 20 esperando ali fora”. Ele disse, “Junior Jackson diz que tem que contar-te um sonho”.
245 Eu disse, “Mande-o aqui uns cinco minutos”.
246 Ele trouxe a sua esposa, e ele disse “para testemunha”. Ele disse, “Eu sonhei, Irmão Branham, que eu e minha esposa estávamos passeando. Vi atrás ao oriente e vi – parecia um ponto – como um desses discos voadores”.
247 Vê, o mundo não sabe o que é isso. Você sabe… você sabe; nós sabemos que é isso. Sabemos que são Anjos de Juízo investigando, vê. Como aquele Pentágono, como tudo isso descende à inteligência; como eles se vão como um relâmpago e se vão, se arrancam de qualquer coisa que eles tem. Vêem, eles não sabem o que é isso. Deixem-os pensar o que quiserem. Eles os chamam discos voadores ou qualquer coisa; Eles não sabem.
248 Ele disse, “Eu vi que vinha, e observei. Era um homem montado num cavalo, e ele vinha com velocidade de relâmpago. Vi que ia descer diante de mim, e eu parei meu carro e saltei fora. Quando o fiz um cavalo estava parado no caminho, um grande branco militar andando empinado”. Essa é a Palavra, por certo, vocês sabem, andando empinado.
249 Ele disse, “Havia um homem ali montado. Estava vestido com roupagens do ocidente – não era um vaqueiro, porém se parecia com um chefe de guarda-bosques ou algo”. (Veja, toda autoridade de chefe foi ao ocidente. Os Índios sobre os Índios, guarda maiores de bosques sobre…) “O homem tinha um chapéu puxado para baixo e estava olhando para um lado, e quando ele virou para o outro lado”, ele disse, “Era você Irmão Branham. Você nunca falou como o fez. Você disse, ‘Junior’ – chamou três vezes”. Ele disse, “Eu te direi o que fazer”. Logo você puxou as rédeas do cavalo; deu como que três golpes violentos e se foi ao céu, e você se havia ido – para o ocidente!
250 Ele disse, “Somente um minuto! Olhei ao redor e aqui vinha um cavalo menor, daquela mesma raça, porém menor parado. Andei ao redor”, ele disse, “Ele deve ter enviado este aqui para mim. Subi” – Junior tinha cavalgado um pouco também. E ele disse, “Você sabe como sua cela de montar encaixa, Irmão Branham, os estribos e tudo. Eu pensei, bem, isto encaixa perfeitamente bem. Puxei as rédeas, andou ao céu. Puxei as rédeas, parei e voltei. Quando voltei, parei o cavalo, desci e falei à minha esposa, e o cavalo se havia ido”. Estava instigado.
251 Logo anteontem, faz três dias veio Leo Mercier – dizendo o mesmo sonho, não sabendo nada sobre isso – tentando misturar um grande burro branco com uma égua e eles não puderam faze-lo – nervoso. Ele disse, eu andei lá para cima; e disse “Leo” e disse o que fiz. Eu não desejo dizer isto aqui. Eu lhe disse o que eu fiz. Ele disse, “Não vês que não entendia”. Eu não sabia que Ed Daulton tinha um genro, e o genro tinha um cachorro com este nome.
252 Tu saberás, Leo, teu sonho, porém quando despertares, recorda-o! ele disse, “Jamais ouvido tal mandamento”.
253 Como que a este tempo Roy Roberson entrou; disse, “Irmão Branham, se recorda ali atrás antes que você deixasse a igreja pela primeira vez? O vi assentado como que na Palestina. Nós estávamos…toda a junta e tudo, como que à mesa da ceia do Senhor, e logo você falou, e não estava você seguro do que falava”. Ele disse, “Uma nuvem branca veio e o cobriu; o envolveu”.
254 Quantos se recordam do sonho do Irmão Roy? “E”, ele disse, “A nuvem branca o envolveu e logo você se havia ido, e eu andei pelas ruas gritando e chorando e quando eu saí aqui fora e esse pobre braço velho paralítico como… Ele deixou cair o rastel e começou a chorar, quando me viu vindo para ali. Eu não o havia visto, para que ele me contasse o sonho. E ele disse… ele estava rastelando… e disse, “E você se foi e por isso eu andei pelas ruas em todas as partes tratando de encontra-lo; eu não pude encontra-lo em parte alguma. Eu estava gritando, ‘Oh, Irmão Branham, não se vá! Uma nuvem branca veio e o envolveu e o cobriu de nós para o ocidente’”.
255 Isso foi antes da pirâmide ou qualquer coisa. Ele disse, “O envolveu para o ocidente. Eu chorei e andei pelas ruas, e depois de um tempo fui e me assentei à mesa. E por casualidade vim para a cabeceira da mesa. Pude ver que muitos de vocês estavam brancos como a neve. Você estava parado ali e você falou com autoridade. Não havia conjectura. Cada homem entendeu exatamente o que você disse”.
256 Oh, meu irmão, irmã; agora, cada um de vocês consciente ‘Eu sei o que isso significa’. Vêem? Simplesmente observem! Estejam próximos de Cristo. Deixe-me adverti-los agora, como um ministro do Evangelho que isto… não admitam tonterias! Não imaginem nada! Detenham-se ali mesmo ate que isto de dentro esteja firmado à Palavra que você está reto em Cristo, porque essa é a única coisa que vai… Porque estamos na era mais enganosa que jamais temos vivido. Enganaria até mesmo aos escolhidos se fosse possível, porque eles tem unção. Eles podem fazer qualquer coisa igual ao resto.
257 Limpem suas vidas, paguem suas dívidas; não devam a ninguém. Jesus disse,
“Não…” Agora, eu quero dizer coisas como seus alugueis de casas e coisas assim. Vocês tem que fazer isso. Tirem todas as coisas de suas mãos. Acertem tudo. Preparem-se. Recordem no Nome do Senhor, algo está para suceder!
258 Eu vou ao monte esta semana. Não exatamente para caçar esquilos – naturalmente eu gosto de caçar esquilos, porem vou ali com este propósito, dizendo, “Oh, Deus, eu não sei a que lado mover-me, e não quero perder isto! Ajuda-me.”
259 Vocês orem por mim. O farão? Eu estarei orando por vocês. Oxalá que pelas misericórdias de Deus eu encontre a cada um de vocês, e nos reunamos numa terra melhor que esta aqui.
260 Para que estamos nós vindo aqui? Que estamos fazendo? Estamos vindo aqui para brincar? Estamos vindo aqui reunindo-nos como um clube? Cristo não pode vir ate que a Igreja esteja perfeitamente bem. Ele está esperando. Eu creio que estamos no final.
261 Olhem a Califórnia. Vejam aos tumultos. Olhem as 19 pessoas que foram mortas, racismo. Não lhes disse faz pouco, que Martin Luther King ia dirigir sua gente a um massacre? Quantos se recordam disso? Não é a gente de cor, são os líderes incitando-os. Não é a integração, segregação, ou o que querem chamar! É o diabo! É a verdade. Não só para os brancos, de cor – são todos eles. É o diabo! As faculdades mentais e razões do homem estão arruinadas. Não há esperança. Está além da esperança. A coisa inteira é uma chaga apodrecida.
262 As faculdades do homem – elas não podem fazer decisões. Eu não sou um político. Eu não… nem Democrata ou Republicano, todos eles estão corrompidos. Eu sou por um Reino e esse é o Reino de Cristo Jesus. Isso é tudo. Mas como no mundo – têm visto o montão de fantoches como os que temos ali? Com aquele montão de Texanos que temos ali. Ora, eles dizem, “O que o povo quiser. Se quiser Comunismo, lhe daremos Comunismo. Se quiserem integração, lhe daremos integração. Querem segregação, lhe daremos… o que for. Onde está o homem!
263 Oh, Deus, isso é como o púlpito. Onde está o homem! Homem que é Homem que defende os princípios! Onde está uma igreja que defende um princípio! Eu não tenho um níquel que valha o tempo por um espírito insípido, que cede, e que é comprometido!
264 Se uma mulher é mulher, então que seja dama. Se um homem é homem, então que seja homem. Se é presidente… Onde está nosso John Quincy Adams? Onde está nosso Patricy Henry? Disse, “Dê-me a liberdade ou dê-me a morte.” Onde está um homem que defenda a retidão! Onde está um homem que não tem medo de falar sem considerar se todo o mundo é contra ele, falar o que é certo, sofre e morrer por isso?
265 Onde está nosso Arnold von Winkelried neste mundo hoje? Onde está o homem de integridade? Onde está o homem de espírito? São tão insípidos e estão tão revoltos que nem sabem em que lugar estão. Deus, deixe-me permanecer com os princípios de um homem como um ministro, a Palavra de Jesus Cristo “Porque os céus e a terra passarão, porém Ela nunca falhará. Sobre esta Rocha edificarei a Minha Igreja. As portas do Inferno não prevalecerão contra ela”. Ponhamo-nos de pé.
Cantemos:
Benditos sejam os laços que unem
Nossos corações em amor Cristo;
O companheirismo fraternal
É como o lá de cima.
Agora dêem as mãos uns aos outros.
Quando partimos para distante,
Dá-nos uma dor interior;
Mas estaremos juntos em coração,
E esperando encontrar-nos novamente.
Até nos encontrarmos, Até nos encontrarmos,
Até nos encontrarmos aos pés de Jesus;
Até nos encontrarmos, Até nos encontrarmos,
Deus seja contigo ate nos encontrarmos novamente!
266 Vamos inclinar nossas cabeças agora, enquanto o Irmão Neville nos despede com uma palavra de oração. Voltem à noite. Estamos esperando um grande serviço aqui no tabernáculo. Deus os abençoe e orem por mim; Eu orarei por vocês. Não pensem que sou um fanático, amigos. Não pensem que estou tratando de jogar algo sobre vocês. Eu os amo. Eu tenho um principio, esse é a Bíblia. Nem uma só palavra se pode tirar! Nem uma só palavra se pode acrescentar! Eu creio assim como está escrito.
267 Vamos inclinar nossas cabeças. Nosso fiel e bom pastor despede a congregação. Deus o abençoe, Irmão Neville.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...