HEBREUS, CAPÍTULO 6 – 2ª PARTE
08 de Setembro de 1957
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 (217 – Parág. antigo) …para estudar a Sua preciosa Palavra.
2 (218 – Parág. antigo) Eu entrei, à pouco tempo atrás, e eu estava carregando duas Bíblias. E tive uma pequena entrevista com uma senhora aqui atrás, e eu lhe disse que se eu fosse pregar com as duas, eu teria que ter um bom texto. Mas isto aqui é um “Léxico grego”, somente algo… eu desejo ler nisto, nesta noite. É um – é um… São palavras para o significado de palavras, do grego original para o Inglês. E isto tem sido de muita valia para mim pelo caminho. E eu quero ler somente algo disto, porque agora estamos estudando neste Livro de Hebreus, e estamos acabando de chegar nos verdadeiros significados profundos.
3 (219 – Parág. antigo) E eu disse ao irmão Neville a poucos minutos atrás, “estamos chegando no ponto onde as pessoas coçarão suas cabeças e dirão, eu não creio nisto”. Vêem? Vêem, este é o tipo em que entramos. É aí onde gostamos.
4 (220 – Parág. antigo) Certo ministro me disse, disse, “Bem, eu acho que haverá muitos coçando suas cabeças”.
5 (221 – Parág. antigo) Eu disse, “É isto que queremos fazer”.
6 (222 – Parág. antigo) Vêem, a Bíblia pode ter somente um significado, Ela não pode ter dois significados. Se uma parte da Bíblia diz uma coisa e a outra parte da Bíblia diz outra coisa, então há algo errado. Vêem, Ela tem que dizer uma só coisa o tempo todo. Mas, recordem, o estudo da Bíblia “Está escondido dos olhos dos sábios e entendidos, e revelado aos pequeninos”, porque é um Livro Espiritual.
7 (223 – Parág. antigo) E ela não é um livro ocidental, Ela é um Livro oriental. E há somente uma coisa que pode interpreta-La, e isto é o Espírito Santo. E eu sei que cada um de nós deseja dizer que “O Espírito Santo está nos dizendo o que cremos Nisto”. Bem, agora, se cada Escritura se alinha exatamente da mesma forma, então isto é o Espírito Santo. Se isto não está alinhado, e existe uma brecha aqui, e outra brecha ali, então há algo errado com a nossa crença. E, oh, Ela é um Livro maravilhoso!
8 (224 – Parág. antigo) Agora, eu quero que vocês façam isto enquanto estudamos… Agora, nós temos que partir cedo para Wyoming, o Senhor permitindo. Ore por nós. E nesta próxima semana, o irmão Graham Snelling, aqui… Ele está presente, eu o ouvi a poucos minutos atrás, fazendo o seu anúncio. E esta igreja está em total cooperação com este reavivamento, e estamos orando a Deus para lhe dar um reavivamento grande, abundante e extraordinário. O irmão Granham sustentou um reavivamento para o irmão…aqui em cima em Charlestown, o irmão Júnior Cash, e houve umas cem conversões, eu creio… oitenta e quatro convertidos. Então, por aquilo, nós damos a Deus louvor. E nós confiamos que haverá quinhentos e oitenta e quatro aqui em cima, neste lugar aqui.
9 (225 – Parág. antigo) O irmão Graham me encontrou hoje e disse, “Agora, irmão Bill, tenho certeza que você compreende que não estou aqui para iniciar outra obra em oposição ao Tabernáculo, porque eu sou parte do Tabernáculo”. Ele está simplesmente aqui para… Ele sente em seu coração que ele deseja ter um reavivamento, e o Senhor o dirigiu a fazer isto. E – e ele convida os conversos, e tem uma igreja, para coloca-los. Aqui está a igreja local, se você entra… se converteu.
10 (226 – Parág. antigo) E é o nosso dever, como cristãos, sustenta-lo com tudo que temos. E que o Senhor abençoe o irmão Graham. E você está, cada um, está cordialmente convidado às reuniões do irmão Graham aqui em cima, com a permissão total desta igreja; com a cooperação total para ajuda-lo de todas as maneiras que pudermos, pelas almas perdidas e para o Reino de Deus.
11 (227 – Parág. antigo) O Senhor te abençoe irmão Graham, e lhe conceda grandes reuniões. Ele não sabe quando vai terminar, ele está começando. E então, o irmão Graham teve isto como eu mesmo, muitas altas e baixas. Esta é a maneira que a vida corre, ela te faz apreciar os altos após você ter passado pelos baixos. Se o homem para e se prostra ali, ele é um covarde. Eu tenho confiança quando um homem levanta e tenta de novo. Isto é certo. Tenho certeza de que você pode interpretar o que eu quero dizer. Agora, não se esqueça disto, nesta próxima semana.
12 (228 – Parág. antigo) Agora, neste Livro de Hebreus… Nós não tomaremos os fatos anteriores nesta noite.
13 (229 – Parág. antigo) Agora, no próximo domingo, o Senhor permitindo, o irmão Neville anunciará… o irmão Cox aqui, ou alguém o fará saber, se nós chegaremos a tempo para a próxima reunião de domingo. Ele anunciará no rádio. E estamos… Todos vocês ouçam seu programa agora, e – e – e faça o convite aos seus vizinhos para ouvirem. Eu realmente gosto de ouvir suas pregações e os cânticos (o quarteto Neville). Eu não estou dizendo isto porque ele está assentado aqui. Se eu disse isto, eu seria um hipócrita. Isto é certo, eu teria que me arrepender. Mas realmente eu quero dizer isto. E eu preferiria lhe dar um botão de rosa agora do que uma coroa (de flores) após sua partida.
14 (230 – Parág. antigo) Certa vez eu estava saindo pela porta ali, e uma senhora chegou, e disse, “Irmão Branham, oh, como eu gostei daquela mensagem”.
15 (231 – Parág. antigo) Eu disse, “Obrigado”. Me fez sentir bem.
16 (232 – Parág. antigo) Alguém saiu e disse, “Irmão Branham, eu gostei da mensagem”.
17 (233 – Parág. antigo) Eu disse, “Obrigado”.
18 (234 – Parág. antigo) Havia um pregadorzinho ali do norte do país no estado, ele disse, “Bendito seja Deus, eu não quero que as pessoas me jactanciem assim”.
19 (235 – Parág. antigo) Eu disse, “Eu quero”. E eu disse, “Há somente uma diferença entre eu e você: eu sou sincero sobre isto”. Isto é certo. Todos nós gostamos de ouvir boas palavras ditas a nosso respeito. E eu – eu acho que é bom dizer boas palavras sobre isto. E se você deseja que alguém diga boas palavras sobre você, diga boas coisas sobre alguém. Esta é a maneira para fazer isto, então você sempre dirá as melhores coisas que você pode sobre todo mundo. E isto faz com que a roda gire melhor.
20 (236 – Parág. antigo) Agora, neste… no próximo domingo, o Senhor permitindo, na minha opinião nós temos… nos aprofundaremos mais e mais nestes grandes mistérios de Deus. Nós entraremos em Melquisedeque; Quem Ele era, de onde ele veio, para onde Ele foi, o que aconteceu com Ele, e tudo sobre Melquisedeque.
21 (237 – Parág. antigo) E agora, quarta-feira passada, o irmão Neville tocou no capítulo final da suprema Deidade e sacerdócio de nosso Senhor Jesus, que começa lá no princípio; “Deus, diversas vezes e de muitas maneiras falou aos pais através dos profetas, e nestes últimos dias tem nos falado através do Seu Filho, Jesus Cristo”.
22 (238 – Parág. antigo) Então ele segue, e começa a falar e exemplificar Quem Ele era, O traz até o quinto capítulo, ao fim do capítulo 5.
23 (239 – Parág. antigo) Então começando no capítulo 6, nós temos isto na nossa lição desta manhã:
Pelo que, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição…
24 (240 – Parág. antigo) Quantos gostaram da mensagem sobre a perfeição? Prossigamos à perfeição, esta foi nossa mensagem nesta manhã, no capítulo 6 de Hebreus.
25 (241 – Parág. antigo) Agora, estamos chegando a um lugar onde começamos a obter a – a parte verdadeira. Oh, todos nós podemos concordar com estas coisas: sobre a Deidade de Cristo, e Ele sendo o Filho de Deus, e como que Ele era com Deus e Deus era com Ele, e Ele estava em Deus e Deus Nele, e assim sucessivamente. Todos nós concordamos com isto. Mas, agora, daqui para frente, eu não sei como vamos concordar. Então seja o que for, nestas poucas noites, nós lhe daremos uma oportunidade para me escrever uma nota me dizendo o que vocês acham a respeito disto.
26 (242 – Parág. antigo) Então terei que responder perguntas. E se eu não compreende-las, eu direi, “Irmão Neville, o que você acha sobre isto?” Eu direi, “Aí está ele, deixe-o responder”. (O irmão Neville diz, “Isto é quando leio no grego” – Ed.) Isto é quando ele vai ler o dicionário, para tirar o Grego. Eu creio que já é hora para eu fazer isto também”.
27 (243 – Parág. antigo) Mas agora, se nós nos aquietarmos sendo realmente sinceros, e realmente chegarmos para um único propósito: este é para aprendermos. Eu também quero aprender. E está escrito na Bíblia, diz, “Isto é… as Escrituras não são de particular interpretação”. Isto significa que a Escritura deve interpretar a Escritura. Vê, cada Escritura deve interpretar a outra, todo o caminho através da Bíblia, para fazer disto uma só grande coisa; porque Deus não pode mudar porque ele é o Deus imutável.
28 (244 – Parág. antigo) Agora:
Deixando… Pelo que, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição…
29 (245 – Parág. antigo) Eu gosto quando Paulo diz estas coisas. Paulo nunca foi uma pessoa que gostava de permanecer em um só lugar, ele gostava de aprofundar seguindo em frente. Certa vez, na Escritura, ele disse, “Eu… esquecendo as coisas que são do passado, sigo em direção a suprema vocação”.
30 (246 – Parág. antigo) Vêem, ele segue adiante. Aqui ele diz:
Agora esquecendo os rudimentos da doutrina de Cristo (quem Ele era, o que Ele era), prossigamos até a perfeição…
31 (247 – Parág. antigo) Agora nós… Primeiro, queríamos descobrir, “Poderíamos ser perfeitos?” E nós descobrimos, nas Escrituras nesta manhã, Mateus 5: 28, que Jesus disse que “nós tínhamos que ser tão perfeitos quanto Deus, ou não entraríamos”.
32 (248 – Parág. antigo) Então descobrimos o que éramos, cada um, “nascidos em pecado, formados em iniqüidade, viemos ao mundo falando mentiras”. E não há nada bom em nós. Então como poderíamos ser perfeitos?
33 (249 – Parág. antigo) Agora aqui está o que descobrimos então (em… lendo, tomando Escritura com Escritura) que Jesus, através de um sacrifício, aperfeiçoou, para sempre, a Sua Igreja. Ele… Somos perfeitos então, através de Cristo. E estamos livres do julgamento, através de Cristo. Nunca morreremos, através de Cristo. Perdemos a morte e encontramos a Vida, através de Cristo; não através de igreja alguma, não através de nenhuma denominação, não através do irracional, não através do falar em línguas, não através de gritar, não através de sacudir, não através de dançar em Espírito, mas pela graça!
34 (250 – Parág. antigo) Deus chama quem ele deseja. E é tudo através da eleição que nós encontramos. Nós descobrimos que “Não é para quem deseja ser salvo, não é para quem quer ou para quem corre, é para quem Deus tem mostrado misericórdia. E ninguém pode vir a Jesus a não ser que Deus o aproxime primeiro”. Então o que tem você a fazer com isto de qualquer forma? Você não tem nada a ver com isto! Você está completamente fora do quadro.
35 (251 – Parág. antigo) Nós descobrimos que o homem nunca procura Deus, é Deus quem procura o homem. E nós descobrimos, então, que Deus é a única fonte de Vida Eterna. Nós descobrimos que tudo que é Eterno não tem princípio nem fim. Portanto descobrimos que o inferno teve um princípio, e ele tem um fim. E há somente… Ninguém pode dizer que o inferno é para sempre… para sempre, sim! Para sempre, mas não Eterno.
36 (252 – Parág. antigo) Para sempre é “um espaço de tempo”. A Bíblia diz, “para sempre e sempre”. Olhe e veja se para sempre não significa “um espaço de tempo”. Jonas disse que ele ficou no ventre da baleia “para sempre”. E muitas outras Escrituras, para sempre simplesmente significa “um espaço de tempo”.
37 (253 – Parág. antigo) Porém Eterno: “Isto é sempre… isto é para sempre e sempre e sempre e sempre e sempre, Isto é Eterno! E nós descobrimos que o inferno não é Eterno, mas é continuo. E a razão… Você tem que observar estas palavras, agora. Se não, você fica confuso. Agora, recorde, somente aquelas coisas as quais não tiveram princípio, não tem fim. Portanto, Jesus disse, “Aquele que ouve Minhas Palavras e crê Naquele que me enviou, terá vida para sempre”? Isto soou bem? Não! “Terá Vida Eterna”. E a palavra Eterna é “Deus”. A Palavra, aqui está bem no Léxico. Grego, “Zoe”, a Vida de Deus em você. E você é tão Eterno o quanto Deus é Eterno, porque você tem Deus em você.
38 (254 – Parág. antigo) A sua velha natureza morreu (a natureza do mundo) e você se tornou uma nova criatura. E os seus desejos (aquela velha vida que teve um princípio quando Deus soprou em suas narinas, quando você nasceu), aquela vida da natureza carnal morreu. E ela tendo um princípio, ela teve um fim, e ela morreu e desapareceu para sempre (a velha natureza). E Deus entrou com a nova natureza. Então o amor, alegria, paz, benignidade, bondade, paz, paciência, mansidão, bondade, que entra e toma o lugar da malícia, e mau humor, ódio, e – e rivalidade, contenda, e todas estas coisas. Isto tomou seu lugar, quando você passou da morte para a Vida. Você compreendeu isto atentamente, agora?
39 (255 – Parág. antigo) Então, ouçam! Há somente uma forma de Vida Eterna. Encontre-A! Esta é: Somente Deus tem Vida Eterna. Assim diz a Bíblia. Somente Deus tem Vida Eterna. E se um homem for sofrer no inferno para sempre, ele tem que ter Deus (Eterno). Mas eu digo que ali…
40 (256 – Parág. antigo) Agora, recordem, eu não estou dizendo que não há um inferno ardente. Há um inferno ardente (fogo e enxofre), “onde o – o calor é… o fogo não se extingue e o calor nunca acaba”, de fogo e enxofre. Uma punição: isto pode durar por cem bilhões de anos, mas ele terá que ter um fim, pois o inferno foi criado para o diabo e seus anjos. E tudo que o próprio Deus, Ele Mesmo, o que era no princípio… tudo saiu de Deus. Quando o próprio espírito…
41 (257 – Parág. antigo) Vamos tomar o Espírito do Amor, que foi a grande fonte de Deus, pura, inaduterável. Daquilo, saiu um amor pervertido. Então isto se tornou amor humano. Então isto se tornou amor sexual. Então isto se tornou outro amor: amores e amores, e isto simplesmente permanece pervertendo até que isto se torna simplesmente imundície. Porém todas aquelas coisas tiveram um princípio. E algum dia isto voltará diretamente ao original (Isto é eterno), onde a cobiça, o amor humano, o amor de paixão, todos estes amores terão que cessar.
42 (258 – Parág. antigo) Todas estas incredulidades da fé terão que cessar. Há somente Uma Fé Verdadeira, todas as outras terão que cessar. Elas foram pervertidas desta Fonte verdadeira.
43 (259 – Parág. antigo) Então, o inferno, sofrimento… o sofrimento não é Eterno. O sofrimento foi trazido por causa do pecado, e o pecado introduziu o sofrimento. E quando o pecado terminar, o sofrimento terá que terminar também. E haverá um tempo onde os pecadores, que nunca aceitaram a Cristo, após eles serem punidos talvez por mil milhões de bilhões de anos, eu não posso dizer. Mas isto terá que chegar a um fim, um dia, porque ele não é Eterno.
44 (260 – Parág. antigo) Agora, seguiremos em frente em direção à perfeição. Agora ouçam, enquanto entramos na mensagem:
…não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus,
E da doutrina dos batismos… imposição de mãos, …ressurreição dos mortos, e…juízo eterno.
45 (261 – Parág. antigo) Agora ouçam! Nós temos dois… Temos um quadro aqui, agora. Agora bem aqui é onde temos algumas grandes discórdias. Agora você tem que ver onde está o quadro. Paulo está tentando aqui, separar a lei da graça. Nós temos dois quadros: um, o carnal, outro o Espiritual. E Paulo está tentando a – a separar os dois, a mostrar aos Judeus. Esta carta é para os Hebreus. E todo Hebreu está tentando mostrar o exemplo do Velho Testamento tipificando o Novo. Então, temos dois quadros aqui em consideração. Agora ouçam atentamente enquanto lemos.
<P>45 (262 – Parág. antigo) Agora, ele disse:
…deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição…
46 (263 – Parág. antigo) Agora, nós vimos isto nesta manhã, como somos aperfeiçoados. Perfeitos! Absolutamente sem mancha e culpa! Nenhum pecado em nós! Está você acima da tentação? Nunca! Você peca todo dia? Sim, senhor! Mas, mesmo assim somos perfeitos porque estamos Nele. E Deus não nos poderia julgar mais (Ele não poderia ser justo), Ele já nos julgou Nele. Quando ele julgou Cristo: Ele me julgou, Ele te julgou. E Ele não me pode julgar outra vez, porque ele tomou o meu juízo se eu fui redimido.
47 (264 – Parág. antigo) E eu tenho um ticket para mostrar que eu salvei o meu relógio da casa de penhores, deixe alguém tentar tirar isto de volta, uma vez estando na casa de penhores, quando eu tenho o ticket; eu o redimi. E se o Diabo tentasse colocar punição em mim, eu teria um ticket que mostra que fui redimido. Sim, senhor! Não mais julgamento, “Aquele que ouve minhas Palavras, e crê Naquele que Me enviou, tem Vida Eterna, e nunca passará pelo julgamento, mas tem passado da morte para a Vida”. Este é o meu ticket! Ele deu a promessa.
48 (265 – Parág. antigo) Agora, agora o quadro aqui:
…não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas, e …de fé em Deus,
…da doutrina dos batismos… da imposição de mãos, …da ressurreição dos mortos… juízo eterno.
49 (266 – Parág. antigo) Agora, recordem… Você observou aquela palavra usada outra vez? Nós a usamos nesta manhã: Juízo Eterno. Quando Deus fala uma vez, que é eterno, isto não pode ser mudado nenhum pouquinho. Então o juízo é Eterno, Ele sempre é o juízo. E não importa em que geração estamos vivendo, uma geração viverá, e uma… todos nós viveremos (e é para sempre) ou seja por qual tempo e isto e aquilo. Mas o juízo de Deus permanece Eterno, Ele tem que permanecer, porque Ele falou a Palavra. Quando Deus fala uma Palavra, Ela tem que ser Eterna. Isto é certo.
50 (267 – Parág. antigo) Agora, deixe-me ler isto do grego para você. Ouçam como está escrito:
Pelo que, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, O resgatado, devemos seguir em direção a … (agora não dá para ler, está manchado)…sem lançar de novo o fundamento da reforma das obras que causam morte.
51 (268 – Parág. antigo) Agora, este léxico não é absolutamente nenhuma interpretação de forma alguma, é simplesmente a palavra grega para a qual o inglês diz. E ele diz:
Agora não queremos… (ouçam aqui, vêem)… não lançando de novo o fundamento de obras mortas que causam morte.
52 (269 – Parág. antigo) Agora, se você coloca isto em sua mente, isto que ele está falando aqui, que “As formas de reforma causam morte”. Paulo disse, “Deixando os rudimentos, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus: da doutrina dos batismos, da imposição de mãos, da ressurreição dos mortos, do juízo eterno. Forma de reforma causando morte”, eram as palavras corretas. Isto é realmente o que Paulo escreveu. Vêem o que ele está tentando fazer?
53 (270 – Parág. antigo) Agora, todas estas coisas como os batismos: um é batizado para trás, um para frente, outro no nome do Pai, Filho e Espírito Santo, outro no nome de Jesus, um deste modo, e daquela maneira e todas estas coisinhas diferentes do batismo.
54 (271 – Parág. antigo) E sobre a imposição de mãos: “Bendito seja Deus, eu tenho o dom de imposição de mãos. Aleluia, você – você pode obter Isto desta maneira. E aleluia…”
55 (272 – Parág. antigo) Colocando tudo aquilo de um lado, porque são obras mortas, estas reformas, reformando. Vêem, ele está falando de outra classe. Agora, ele disse, “Afastemos daquilo e prossigamos a perfeição”. Você entendeu isto?
56 (273 – Parág. antigo) E a igreja permanece hesitando nestas coisas. Isto é o que eles estavam tentando fazer. A igreja hebraica primitiva estava tentando dizer, “Bem, eu fui batizado por imersão, e – eu fui… tenho isto, e isto, e todas estas coisas”.
57 (274 – Parág. antigo) Ele disse, “Agora, coloque tudo aquilo de um lado, deixando para trás”. Mas, agora, ele disse que não deveríamos fazer isto? Agora ouçam o que ele disse sobre aquilo:
E isto faremos… Deus o permitir.
58 (275 – Parág. antigo) E o original diz a mesma coisa:
E isto faremos, se Deus o permitir (Vêem?)
E isto faremos, se Deus o permitir
59 (276 – Parág. antigo) Batismos, imposição de mãos e coisas, mas isto não é perfeito. Esta é simplesmente a reforma carnal. E é aí onde as igrejas vivem hoje, é naquela reforma carnal. Um deles diz, “Oh, bem, a água… a palavra “batismo” significa isto… isto e isto significa aquilo”.
60 (277 – Parág. antigo) E eles estabelecem organizações: e um é por aspersão, o outro derrama, o outro batiza com a face voltada para a frente, o outro para trás, e todas estas coisas; outros colocam as mãos sobres os enfermos, e outros fazem apóstolos, e outros fazem profetas e assim por diante através da imposição de mãos; e pregando a ressurreição dos mortos (o que está certo) e a Deidade suprema de Cristo (tudo bem); mas ele disse, “Tudo isto são reformas formais. Estamos simplesmente reformando. Agora vamos prosseguir em frente até a perfeição”. Vê o quadro?
61 (278 – Parág. antigo) Agora observe, aqui está onde chega a parte profunda agora:
Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial e se fizeram participantes do Espírito Santo,
E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro.
E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam com o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.
62 (279 – Parág. antigo) Agora, eu sei o que vocês legalistas tem em suas mentes neste instante, mas você está errado. Vêem? Correto. Eu me firmo nisto, e a Bíblia confirma isto, que “Se Deus alguma vez salvou um homem, ele está salvo por todo o tempo até a eternidade”. Você não pode fazer Isto dizer nada mais.
63 (280 – Parág. antigo) Determinado fundamentalista chegou para mim, a não muito tempo atrás, e disse, “Eu te pegarei numa, pregador Branham. Eu tenho uma para você. Você disse, “Se um homem for salvo, ele nunca poderá se perder?”
64 (281 – Parág. antigo) Eu disse, “Isto foi o que Deus disse”.
65 282 – Parág. antigo) Ele disse, “Eu quero lhe perguntar algo. Saul era um profeta, e ele profetizou. E você sabe que ele era ungido de Deus, a Bíblia diz que ele era. Ele suicidou-se, e se perdeu”.
66 (283 – Parág. antigo) Eu disse, “Perdeu-se? Eu disse, “A Bíblia declara que ele foi “salvo”. Depois que ele se tornou um inimigo de Deus, ele permaneceu salvo. A Bíblia diz que foi. E, além do mais, ele não suicidou-se. Um filisteu o matou, e Davi matou o filisteu por tê-lo matado. Ele caiu sobre sua espada, sua lança, sua espada, mas ele não… isto não o matou. E o filisteu o matou. E então quando Saul desceu até a feiticeira, e ela chamou o espírito de Samuel, porque ele não havia entrado na glória, ele estava no paraíso sob o sangue derramado de bois e bodes que não podiam tirar pecado. Mas ele tinha que ter um lugar para esperar que é chamado de Paraíso, até ele entrar”.
67 (284 – Parág. antigo) E é aí onde vocês católicos fazem confusão. Vê? Agora, não existe mais este paraíso agora, nós vamos diretamente para a presença de Deus.
68 (285 – Parág. antigo) E quando a feiticeira de En-Dor chamou o espírito de Samuel, ali estava ele. E ela se prostrou, e disse, “Por que me enganaste?”
69 (286 – Parág. antigo) E não estava somente Saul ali de pé… Quero dizer Samuel, em seu manto de profeta, ele permanecia um profeta. Ele disse, “Por que me chamaste do meu descanso”, disse, “sendo que tornaste um inimigo de Deus?”
70 (287 – Parág. antigo) Ele disse, “Bem, o Urim não quer falar mais comigo, o profeta não pode profetizar mais para mim, nem mesmo eu posso ter um sonho”.
71 (288 – Parág. antigo) “Bem”, disse Samuel, “Você se tornou um inimigo de Deus, mas amanhã a batalha vai para o outro lado, e você morrerá amanhã. E por esta hora amanhã à noite, você estará comigo”. Se Saul estava perdido, da mesma forma estava Samuel, ambos estavam juntos. Claro! Assim diz a Bíblia.
72 (289 – Parág. antigo) Agora, você pode ser todo trabalhado em emoção através de falar em línguas, gritar, pular, agitar, correr de um lado para o outro no corredor. Nada contra isto, mas você pode estar pensando que está salvo, sendo que não. Você não está salvo, sua vida provará o que você é. Jesus disse que ela provaria, “Pelos seus frutos os conhecereis”. Sua vida provará se você está salvo ou não, se você nunca abrir sua boca. Ela provará o que você é.
73 (290 – Parág. antigo) Mas tudo isto planejado e emoção e unir-se à igreja e “eu fui batizado no Nome de Jesus, aleluia, eu sei que tenho Aquilo”, isso não significa nada.
74 (291 – Parág. antigo) “Eu fui batizado no nome do Pai, Filho e Espírito Santo, com a face voltada para frente, três vezes. Eu tenho Isto”. Isto não significa nada.
75 (292 – Parág. antigo) Paulo disse, “Prossigamos até à perfeição, agora”. Estamos falando sobre o perfeito, e se formos atrás disso, você descobrirá que o perfeito é o Eleito. Eu te provarei isto em poucos minutos, através da Bíblia. Foi o Eleito que Deus, antes da fundação do mundo, viu (cada um deles). E Ele enviou Jesus para redimir aquele povo, não o mundo inteiro. Ele desejaria, mas Ele tinha que abrir um caminho para aqueles. E a única maneira pela qual ele pôde fazer, foi enviado Cristo; para que Ele pudesse ser a propiciação de nossos pecados, que aqueles que foram eleitos, Ele pudesse traze-los à glória.
76 (293 – Parág. antigo) Pode você imaginar Deus operando seu ofício de um modo tão negligente, dizendo assim, “Bem, talvez alguém terá uma triste concepção a meu respeito, talvez eles virão e se salvarão”? Deus não tem que te suplicar para fazer nada. Nenhuma súplica, você é quem precisa suplicar, não Deus.
77 (294 – Parág. antigo) E então, Cristo morreu para salvar aqueles que Deus, através da presciência, elegeu para encontra-Lo no além sem mancha ou ruga. Antes da fundação do mundo, Ele te viu na Glória. Isto é o que a Bíblia diz, Efésios capítulo primeiro… capítulo 5, versículo 1°. Deus predestinou através da presciência!
78 (295 – Parág. antigo) Agora, se Deus fez aquilo (nos predestinou antes da fundação do mundo, e conhecia cada um de nós pelo nome antes da fundação do mundo, e Ele nos elegeu para a Vida Eterna, e enviou Jesus Cristo para nos redimir, sendo que Ele nos viu a seis mil anos atrás, para que pudéssemos aparecer no Seu louvor na Glória), como pode você estar perdido?
79 (296 – Parág. antigo) Agora, se você está salvo, você está salvo! Se Deus te salva nesta noite, sabendo que Ele vai te perder de hoje a dez anos, Ele está fracassando o Seu Próprio propósito (a infinita, Toda Poderosa e Eterna sabedoria, Deus não sabe o suficiente então para saber isto, se você resistirá ou se não). Então, quando Ele te salva, você diz, Bem, eu Lhe darei uma prova, eu verei o que Ele fará” (então Ele não conhece o fim do princípio). Deus sabe o que Ele está fazendo, nunca te preocupes com isto. É somente você e eu tropeçando. Deus sabe o que Ele está fazendo. E Ele sabia que nós… se nós resistiríamos, ou o que faríamos.
80 (297 – Parág. antigo) Agora, a Bíblia diz que Esaú e Jacó, antes mesmo dos dois nascerem, Deus disse, “Eu amo um e odeio o outro”; antes mesmo deles respirarem pela primeira vez, para que Sua eleição permanecesse verdadeira.
81 (298 – Parág. antigo) Quem era Abraão? (chegaremos nele em poucos minutos, aqui embaixo) Quem era ele, para que Deus o chamasse? O salvou sem nada. Deus fez um pacto… homem – o homem rompe o seu pacto. Porém Deus fez este Pacto Consigo Mesmo e jurou a ele, a Si Próprio. O homem não tem nada a ver com isto, é a Própria presciência de Deus. Ele fez isto, de qualquer forma.
82 (299 – Parág. antigo) Agora, você diz, “Bem, irmão Branham, então se eu me tornar um cristão, eu posso fazer tudo que eu desejar?” Absolutamente. Se você é um cristão, faça o que você desejar; e eu garantirei, que você não terá nenhum desejo de fazer o que é errado. Você fará qualquer coisa… eu sempre fiz exatamente o que eu quis. E se eu sirvo a causa do Senhor porque tenho medo de ir para o inferno, eu não O estou servindo corretamente. Se eu vivo fiel a minha esposa porque tenho medo de que ela se divorcie de mim, eu não sou um bom marido. Porém eu não a feriria por nada, pois eu a amo.
83 (300 – Parág. antigo) É assim que é com Cristo, quando um homem nasce do Espírito de Deus. Não porque ele gritou, falou em línguas ou alguma emoção; mas em seu coração, o amor entrou e tirou o lugar do mundo. Eu diria que ele ama e ele anda com Ele cada dia. Você não tem que dizer-lhe, “Está errado fazer isto, aquilo ou aquilo outro”, ele sabe que aquilo está errado. E ele sai… ele é um produto ordenado da graça soberana de Deus. Exatamente.
Pois é impossível para aqueles que uma vez foram iluminados… foram participantes do… dom celestial… (agora, nós às vezes cremos que aquilo foi o homem que foi uma vez iluminado e caiu outra vez, porém a Bíblia não mostra isto desta maneira)
É absolutamente impossível, para um homem… (ele diz aqui)…que tem recebido o Espírito Santo, alguma vez cair. (Agora leia isto e descubra se aquilo não está certo. Observe aqui, tome o texto, todo o texto, e o conteúdo… ou melhor, o contexto).
84 (301 – Parág. antigo) Agora Ele está começando a falar sobre… O que é isto? “Prossigamos à perfeição!” Agora, ele disse, “Não carnal, lançando o fundamento aqui de doutrinas e batismos e reformas e assim por diante. Não vamos fazer isto. Prossigamos à perfeição”. O assunto é perfeição, e perfeição vem através de Cristo. É como entramos em Cristo? Se unindo a uma igreja? Através de um Espírito somos todos batizados em um corpo! Não por: um falar em línguas, estreitar de mão; e um batismo nas águas. Mas através de um Espírito somos todos batizados em um Corpo. Você compreendeu isto?
85 (302 – Parág. antigo) Esta é a perfeição. E quando você entra naquilo, você está em Cristo, e o mundo está morto para você. E você anda com o Cordeiro cada dia e seus passos são ordenados por Deus, o que fazer. Oh, as privações e provas que passamos. Você diz, “Você tem provas?” Sim, senhor!
86 (303 – Parág. antigo) O que é… A graça foi o que Deus fez para mim, e obras é o que eu faço para Deus. Agora, eles farão uma doutrina disto, eles pensam que obras é o que ganha seu mérito. Se é, isto não é um dom de graça. Graça é o que Deus fez para você, sois salvos ela graça! E obras é o que você faz em apreciação da graça que Ele te mostrou. E se você O ama, você gosta de fazer as obras do Senhor. Com certeza, porque então, você – você O ama.
87 (304 – Parág. antigo) Aceitar Meda Broy, como minha esposa, foi o que o amor fez por ela. O que faz ela em apreciação: ela é uma boa mulher, fica em casa, cuida das crianças, e vive fielmente uma boa vida. Isto não é porque não somos casados, nós somos casados. Mas ela faz isto em apreciação. Se ela percorresse o centro da cidade todos os dias, entrasse em cada lojinha, e saísse andando pelas ruas, e não lavasse os pratos ou nada, nós permaneceríamos casados! Absolutamente. Quando fiz meu voto, aquilo ficou estabelecido. Ela é minha esposa enquanto houver vida em nós, ela é minha esposa. Este é o seu voto. Mas que apreciação ela demonstra por isso: ela fica em casa para cuidar das crianças, e busca ser uma verdadeira esposa.
88 (305 – Parág. antigo) Eu poderia sair e ficar todo tempo fora, simplesmente vagando por todo país, e deixa-la passando fome e tudo mais, deixar as crianças sem o que comer, nós permaneceríamos casados! Até mesmo se ela se divorciasse de mim, eu continuaria casado enquanto houvesse vida em meu corpo. Eu fiz aquele voto: “Até que a morte nos separe”. Isto é correto, nós permaneceríamos casados. Mas, ainda, dando uma pobre desculpa como marido. Ela daria uma pobre desculpa como esposa. Então se amamos um ao outro, nós nos ajuntamos e puxamos a carga juntos.
89 (306 – Parág. antigo) Esta é a maneira que é com Deus e a Sua Igreja, quando você nasce no Reino de Deus. Você terá as suas altas e baixas, na verdade, mas você permanecerá um cristão, você continuará nascido do Espírito de Deus! Deus terá que te tirar da terra mais cedo.
…é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram… o dom celestial… e recaíram, sejam outra vez renovados para o arrependimento.
90 (307 – Parág. antigo) Agora, eu sei onde você está pensando, a igreja. Deixe-me tomar um, um pouquinho forte, então o – o lado legalista pode ser realmente excluído. Vamos até Hebreus, capítulo 10, e olhe nisto só um pouquinho.
91 (308 – Parág. antigo) Capítulo 10, verso 26:
Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.
Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.
De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
92 (309 – Parág. antigo) Agora você diz, “E isto, irmão Branham? Como parece aquilo?” Eu costumava a ler, e eu pensava, “A Escritura não diz aquilo”. Aqui não está falando a respeito de um cristão. Aquilo fala de um homem que ouviu a Palavra e se desviou Dela. Vêem?
Porque, se pecarmos… (O que é o pecado? Incredulidade!) …se descrermos voluntariamente do Evangelho que nos tem sido pregado, já não resta sacrifício pelos pecados,
93 (310 – Parág. antigo) O que é pecado? Incredulidade! Leia S. João, capítulo 4, Jesus disse, “O que não crê já está condenado”. Pecado não é fumar, beber, cometer adultério. Você faz isto porque você é um incrédulo. Estes são simplesmente os atributos, você faz isto porque é um incrédulo. Parar de fumar, parar de beber, e demais coisas, isto não significa que você é – é um cristão; estes são simplesmente os atributos da sua conversão. Mas você pode – você pode estar em qualquer um dos lados e continuar não ser.
<P>84 (311 – Parág. antigo) Agora observe:
…aquele que descrê voluntariamente após ele… (não – não “após receber Cristo em Seu coração”; a Bíblia não diz isto).
<P>85 (312 – Parág. antigo) Disse:
Aquele que… se pecarmos voluntariamente (descrermos voluntariamente) depois… de termos recebido o conhecimento da verdade… (observou isto? Não se refere aos cristãos de modo algum!)
<P>86 (313 – Parág. antigo) Determinada mulher chegou para mim a não muito tempo atrás, e disse, “Irmão Branham, eu sou uma cristã, mas eu blasfemei contra o Espírito Santo”.
<P>87 (314 – Parág. antigo) Eu disse, “É impossível”. Um cristão não poderia blasfemar contra o Espírito Santo. Você não pode faze-lo. Um espírito cristão testemunha do Espírito de Cristo. Vêem? E você chamará tudo que é de Deus, de Deus.
<P>88 (315 – Parág. antigo) Mas se você tem uma mente carnal, você criticará e rirá do Espírito Santo. Não me importa o quanto você vai à igreja, você continua um pecador e você está blasfemando contra o Espírito Santo. Quando eles viram Jesus discernindo seus pensamentos, eles disseram que Ele era um cartomante”.
<P>89 (316 – Parág. antigo) Jesus disse, “Vós… eu vos perdoarei por isto, mas quando o Espírito Santo chegar, se falarem uma palavra contra Ele, isto nunca vos será perdoado”. (porque eles disseram “que Ele era um Espírito imundo”. Chamando o Espírito de Deus, “uma coisa imunda”) Um cristão não poderia fazer isto. Um cristão sempre chama o Espírito de Deus, “Retidão”.
<P>90 (317 – Parág. antigo) Vêem, um cristão não pode blasfemar contra o Espírito Santo, são os de fora que blasfemam. Aqueles não eram cristãos que estavam ali de pé. Eram pessoas religiosas, eram Judeus ortodoxos, doutores em divindade e assim por diante, e eles estavam criticando Dele e de Suas obras. Chamando as obras de Deus, de “espírito imundo que fazia aquilo”.
<P>91 (318 – Parág. antigo) E quantos você acha hoje que blasfemam contra o Espírito Santo, que possuem D.D., PHD, em seus nomes? Quantos grandes Ortodoxos rígidos, Católicos, Protestantes, que saem na rua e criticam da operação do Espírito Santo! Tão polidos, cultos, tão polidos quanto um botão. Isto é certo, porém eles criticam do Espírito Santo, e portanto eles blasfemam contra Isto. Mas um cristão nascido de novo não pode fazer isto, ele dirá, “Este é meu irmão”. Este é o Espírito do Deus Vivo”. Isto é certo. um cristão não pode blasfemar contra o Espírito.
<P>92 (319 – Parág. antigo) São os pecadores que blasfemam contra o Espírito Santo, o incrédulo (o pecador, um “incrédulo”). Há somente duas coisas: ou você é um crente, ou um descrente.
<P>93 (320 – Parág. antigo) Agora, observe aqui, vamos deixar isto bem concluído agora. Eu tive uma visão que sempre me incomodou. Anos atrás eu costumava olhar nisto. Eu disse, “Oh, se um homem uma vez recebeu o Espírito Santo então, e então se apostatasse, ele estaria perdido para sempre”. Eu não podia apanhar este outro para fazer sentido com isto.
94 (321 – Parág. antigo) Eu disse, “Então, por que a Bíblia diz que “Aquele que ouve Minha Palavra e crê Naquele que me enviou tem Vida Eterna (Eterna) e nunca passará pelo julgamento, mas tem passado da morte para a Vida. Todo aquele que o Pai me tem dado virá a Mim e nenhum deles se perderá, Eu os ressuscitarei no último dia. Ninguém poderá arranca-los de Minha mão”. Qual será o dividendo disso com aquilo? Eu simplesmente não pude compreender isto (“É impossível que aqueles que foram uma vez iluminados), eu pensei, “Há algo errado, eu simplesmente não posso obter isto”.
95 (322 – Parág. antigo) Eu fui a uma pequena reunião Pentecostal anos atrás, não há nenhum deles mais na igreja, eu creio, nesta noite, que recorda. Anos atrás, isto foi logo que o Tabernáculo foi construído… talvez o irmão Graham lá atrás, ou alguém. Eu não sei se você estava aqui primeiro ou não. O irmão Sy, o irmão Mhoney, eu acho que era. Sim, pouco antes de meu casamento.
96 (323 – Parág. antigo) Aquele dom estava operando, eu estava com medo. Eles me disseram que aquilo era do Diabo. Eu não sabia até que o Anjo do Senhor me disse.
97 (324 – Parág. antigo) Eu fui até Mishawaka, e me assentei naquela reunião, e eu nunca tinha ouvido tantos gritos e choro e louvores a Deus. Eu pensei, “Irmão, isto é o Céu”. E, oh, como eles pulavam.
98 (325 – Parág. antigo) Eles faziam isto no Norte, por causa da segregação. Os de cor e os brancos estavam juntos. O P.A. de W. e o P.H.A.C. havia realmente emergido e se tornou a Pentecostal Unida. Mas que avivamento eles estavam tendo, ali no tabernáculo do irmão Rowe’s em Mishawaka. E eu, um sujeitinho curioso, assentado no banco de trás, observava tudo isto. Eu nunca tinha visto estas coisas antes.
99 (326 – Parág. antigo) Havia um homem assentado ali… eu nunca contei isto em público antes. Havia um homem assentado de um lado e outro homem do outro, e um falou em línguas, e o outro interpretou aquilo. E eles disseram coisas diferentes que iriam acontecer. Então, este falava em línguas, e o outro interpretava. Eu pensei, “Puxa, não é isto maravilhoso!” Eu pensei, “Quão glorioso! Eles devem ser anjos, que desceram em forma de homem”.
100 (327 – Parág. antigo) Bem, eu simplesmente tinha um dólar e setenta e cinco centavos, para voltar para casa, e eu – eu – eu dava somente para colocar gasolina no tanque. Eu dormi num milharal naquela noite. Eu tenho parte disto em um livro, mas não tudo, porque eu não queria ferir o sentimento deles. E então, naquela noite, eles disseram, “Todos os pregadores venham à plataforma”. Eu estava na plataforma, eu era o pregador mais jovem ali então.
101 (328 – Parág. antigo) Então, na manhã seguinte, eles me pediram para ir pregar. Eu escondi. Vocês sabem, o homem de cor disse, “Aqui está ele!” Vocês se lembram desta história, quando ele me descobriu assentado ali.
102 (329 – Parág. antigo) E então depois de pregar naquele dia, eu estava andando, pensei, “Se eu simplesmente pudesse chegar àqueles dois homens!” Eles dirigiam a reunião. Um levantava e ficava com o rosto pálido, ele falava em línguas. E o outro interpretava e dava as palavras, “Assim diz o Senhor, há uma determinada pessoa aqui, chamada Fulano de Tal, que deveria fazer tal e tal coisa”. Irmão, aquilo era a verdade. E o outro levantava e falava em línguas, e ele interpretava.
103 (330 – Parág. antigo) Eu pensei, “Oh, puxa, não é isto maravilhoso!” Então, naquele dia eu pensei, eu sai e orei. E pensei, “Senhor, faça isto por mim, outra vez”. Eu não sabia como chamar aquilo (visões).
104 (331 – Parág. antigo) Eu sai e orei, e pedi ao Senhor para me ajudar, e eu fui ao redor do edifício e aconteceu de eu encontrar com um deles. E eu… O Senhor me deu um modo de conhecer as coisas. Eu estreitei sua mão, e disse, “Como vai?”
Ele disse, “Como vai? Qual o seu nome?”
E eu disse, “Branham”.
“Oh”, ele disse, “você é o jovem que pregou nesta manhã”.
Eu disse, “Sim, senhor”.
105 (332 – Parág. antigo) E enquanto falava com ele, eu captei o seu espírito. E ele era um cristão genuíno, simplesmente um puro irmão cristão. Quero dizer, ele era um crente. Eu pensei, “Oh, não é isto maravilhoso!”
106 (333 – Parág. antigo) E cerca de uma hora depois, ali fora perto do carro, com um aspecto de um grande carro (estava escrito “Somente Jesus” ali atrás), e ali fora de pé estava o outro homem. E eu cheguei e disse, “Como vai, senhor?”
107 (334 – Parág. antigo) Ele disse, “Como vai!” Disse, “Você é o irmão Branham, que falou nesta manhã”.
108 (335 – Parág. antigo) Eu disse, “Sim, senhor, sou eu”. Eu disse, “Eu gostei de seus grandes dons de Deus que operaram em ambos os irmãos”.
109 (336 – Parág. antigo) Ele disse, “Obrigado, Sr. Branham”. E eu comecei a captar seu espírito, uma visão veio. E se alguma vez eu falei com um hipócrita, ali estava uma. Sua esposa tinha cabelos negros. Ele estava vivendo com uma mulher de cabelos louros, tinha dois filhos com ela. Não tinha nada neste mundo de cristão em si.
110 (337 – Parág. antigo) Então eu disse, “Em que eu entrei? Eu pensei que estava no meio de anjos, e agora deve ser de demônios. Algo aconteceu! Aqui estava um, um cristão genuíno, e o mesmo Espírito caindo sobre este homem estava caindo sobre aquele homem”. Eu disse, “Agora estou totalmente confuso”. E eu não sabia o que fazer. Eu chorei e implorei ao Senhor. Eu não sabia o que aceitar.
111 (338 – Parág. antigo) Eles estavam quase para me… me perguntar se eu tinha “recebido o Espírito Santo?” Desde que entrei. Eu disse, “Não, senhor, não da maneira que você recebeu”.
Disse, “Você já falou em línguas?”
Eu disse, “Não, senhor”.
Disse, “Então você não O tem”.
112 (339 – Parág. antigo) Então eu disse, “Eu… você provavelmente esteja certo, meu irmão; talvez eu não tenha, porque eu não tenho o que você tem”. E após algum tempo, eu estava feliz por não ter.
113 (340 – Parág. antigo) Então eu observei aquilo, e vi a maneira que aquilo estava se movendo.
114 (341 – Parág. antigo) Então, certo dia, eu estava aqui fora orando, a muito tempo atrás. Eu vou lhe dizer por que… por quem eu estava orando, foi por Roy Davis. E eu estava ali fora orando, porque ele me havia chamado de “marionete”, e eu estava orando para Deus perdoa-lo por aquilo. E ele tinha uma gráfica lá nos fundos, redigiam um jornal. E aquela gráfica incendiou e queimou, umas duas noites após aquilo, enquanto trabalhavam ali.
115 (342 – Parág. antigo) E então, eu estava de pé ali atrás em uma velha caverna atrás de Green’s Mill. E eu sai dali (eu estava orando, fiquei ali dois dias), e eu coloquei a minha Bíblia em um velho toco onde eu mostrei ao irmão Wood a não muito tempo atrás, coloquei ali minha Bíblia, e assentei no toco com minhas pernas abertas. E o vento soprava, e eu pensei, “estando tanto tempo, de volta naquela caverna”, eu “simplesmente lerei um pouquinho”. Então eu segurei a Bíblia e comecei a ler, e estava neste capítulo. Bem, comecei a ler, e comecei a questionar então, vêem:
Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados… se fizeram participantes do Espírito Santo,
…Provaram a boa palavra de Deus, e o século futuro,
E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quando a eles de novo crucificaram o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.
116 (343 – Parág. antigo) Eu pensei, “Aí está aquela Escritura”. Mas algo me deteve. Então eu comecei a pensar, “aqui está onde ele falou de volta aqui, no princípio. Não lançando o fundamento morto do arrependimento (no começo). Não lançando de novo o fundamento do arrependimento, e aqui ele diz, “Novo… sejam outra vez renovados para arrependimento. Mas prossigamos à perfeição, deixando estas coisas para trás”. Então eu comecei a ler, então li o verso seguinte:
Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus.
Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.
117 (344 – Parág. antigo) E quando eu li aquilo, Algo simplesmente me estremeceu. E eu pensei, “Senhor, aquilo não diz respeito a Roy Davis. Por que Tu fizestes aquilo?”
118 (345 – Parág. antigo) E eu comecei a virar a página, e tive que voltar a Isto outra vez, “É impossível que os que já uma vez foram iluminados”.
“Volte a isto novamente”.
119 (346 – Parág. antigo) Então eu pensei, “Senhor, o que é isto? O que Tu queres dizer, Senhor?”
120 (347 – Parág. antigo) E eu virei, e voltei para minha caverna para orar sobre Isto. E quando eu o fiz, eu vi um globo girando. E era totalmente redondo, muito bonito o globo todo. E eu vi um homem vestido de branco, rodeando, ele tinha uma sacola em sua mão. Ele estava semeando sementes enquanto dava a volta, ele andava ao redor da curvatura da terra. E logo que ele sumiu do outro lado, ali veio um sujeito vestido todo de roupas pretas, um sujeito esperto, deslizando assim, olhando. E ele tinha uma semente, e ele estava jogando algo atrás disto, enquanto andava, ao redor da terra; observando todo mundo. Eu fiquei ali e vi a visão.
121 (348 – Parág. antigo) Depois que ele sumiu, o globo virou e ali havia uma grande plantação, e era de trigo. E ali havia ervas daninhas, cardos e coisas no trigo.
122 (349 – Parág. antigo) Ali veio uma seca. E, oh, como aquele pequeno trigo inclinava sua cabeça, e estava sedento por água. O pequeno cardo tinha sua cabeça inclinada, e estava sedento por água. Todos oravam pela chuva. E após algum tempo, ali veio uma grande nuvem e molhou toda a terra. E os pequenos cardos pularam, começaram a gritar, “Glória a Deus! Aleluia! Louvado seja o Senhor!”
123 (350 – Parág. antigo) E o pequeno trigo, pulou e começou a gritar, “Glória a Deus! Louvado seja o Senhor!”
124 (351 – Parág. antigo) E então a Escritura chegou para mim, a qual é encontrada no Livro de Mateus, capítulo 5 e verso 45. E ouça o que Jesus disse, em Mateus 5:45. Ouçam atentamente agora, enquanto lemos. Mateus, capítulo 5 e verso 45, verso 46; 44 para começar:
Eu, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem;
Para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; porque faz que o sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
125 (352 – Parág. antigo) Então, vê você, a mesma chuva que faz o trigo crescer, faz com que o joio cresça. E, portanto, entendi o quadro. Aí está o seu confessor carnal, isto é bem dentro da igreja, mas seus furos… Ele pode gritar, pular, dançar, falar em línguas, mas seus frutos: ele é um joio. E tem o outro que possui o mesmo Espírito, o Espírito Santo pode cair bem no meio de um grupo de pessoas e um hipócrita pode gritar através do Espírito Santo, da mesma forma que um joio pode viver através da chuva que é enviada. Foi isto que Paulo estava falando aqui. Porém é impossível que um joio se torne trigo, ou um trigo um joio! Você compreendeu isto?
Pois é impossível para aqueles que uma vez foram iluminados e foram participantes do dom do Espírito Santo e provaram da boa Palavra de Deus, e do poder do mundo que há de vir, caírem e se renovarem outra vez (Ouçam o que ele disse!) Pois a chuva sempre cai sobre a terra para molha-la e para vesti-la aqui, e prepara-la, porém os espinhos e galhos são rejeitados. Agora, pois deixando os rudimentos e doutrinas de Cristo, vamos à perfeição; não lançando outra vez o fundamento do arrependimento e obras mortas para com Deus, e fé e assim sucessivamente, e doutrinas de batismos, imposição de mãos e coisas.
126 (353 – Parág. antigo) Vêem, o crente carnal, de volta naqueles dias, exatamente como é hoje, gostam de dizer, “Bem, eu pertenço a igreja. Eu arrependi. Eu – eu subi, e fiz uma confissão. Eu fui batizado”. Vêem, eles descansaram naquelas reformas carnais. E o que isto faz? Isto produz joios!
127 (354 – Parág. antigo) O que a perfeição faz? É o trigo! O trigo da Palavra de Deus. Ele está usando isto como a Sua Palavra. É uma Semente. Ela nascerá.
128 (355 – Parág. antigo) Isto depende de qual semente está semeada em seu coração. Se você vai à igreja só porque você tem medo do inferno, se você se une a igreja porque você não quer – você não quer ir para o inferno, você ainda é um joio. Se você – se você se une a igreja só para ser popular, você ainda é um joio. Se você fez todas estas coisas formais que são para serem feitas, e isto é tudo que você possui, você ainda é um joio.
129 (356 – Parág. antigo) Mas um verdadeiro, cristão genuíno marcha em direção a perfeição até que o mundo esteja morto e você se torne uma nova criatura em Cristo Jesus. Então, é impossível para aquele homem alguma vez cair. Isto é o que a Bíblia diz. Veja como aquilo se compara com o restante das Escrituras? Veja como Isto está bem ali em seu lugar?
130 (357 – Parág. antigo) Como pode Isto dizer aqui, “O homem que uma vez foi salvo nunca pode se perder” e vir até aqui e dizer, “Mas se você está perdido e blasfema, é impossível”? Claro, se você é um blasfemador, você não é um cristão.
131 (358 – Parág. antigo) “Ninguém que fala pelo Espírito de Deus, chama a Jesus de maldição”. São 4… ou I João 4. Ninguém falando pelo Espírito de Cristo, chama a Jesus “maligno”. Cada Espírito, de Deus, que está na Igreja cristã, concorda com tudo que Deus disser.
132 (359 – Parág. antigo) Nós lemos aqui, e dizemos, “Ele foi ferido por nossas transgressões. Pelas Suas pisaduras fomos curados”.
133 (360 – Parág. antigo) A velha mente carnal diz, “Os dias de milagres já passaram. Eu sou o Dr. Jones!” Vêem? “Não existe tal coisa como cura divina. Não existe tal coisa como religião sentida no coração. Vocês são um punhado de manufaturados… São emotivos. Vêem, é isto tudo que há. Não há nada. Somos presbiterianos. Somos luteranos”, ou seja o que for. “Nós sabemos onde estamos firmados”.
134 (361 – Parág. antigo) Mas o que diz o Espírito de Deus? Jesus Cristo o mesmo aqui…”Amém!” diz o Espírito de Deus. Ele concorda rapidamente com a Palavra. Sim, senhor, está bem aí. Vêem o que eu quero dizer agora?
135 (362 – Parág. antigo) “Estas reformas carnais, operam a morte”, disse Paulo.
136 (363 – Parág. antigo) Mas onde há Vida, esta perfeição, “Aquele que ouve Minhas Palavras, e crê Naquele que me enviou, tem Vida eterna, e não entrará em condenação, mas tem passado da morte para a Vida. Eu lhe darei Vida Eterna, o levantarei no último dia. Todo que o Pai tem Me dado virá a Mim, e nenhum deles estará perdido!” Não pode estar!
137 (364 – Parág. antigo) Então, aqui está o que isto faz. O que isto faz… As pessoas pensam que aquilo faz o povo se perder. Irmão, você não serve a Deus sob um olhar de censura de uma serpente. Deus não é um destes sujeitos com chicote de couro, que te dirige por aí. Ele é um Pai. Ele é Amor. Deus é amor. E a Bíblia diz, em São João, “Aquele que ama é de Deus”.
138 (365 – Parág. antigo) Você ama a Deus. Eu não amaria, se eu saísse e – e bebesse nesta noite. Eu nunca bebi em minha vida. Porém se eu saísse e começasse a beber, eu não teria medo de apanhar. Esta não é a razão pela qual eu não vou – vou… não vou fazer isto. A razão pela qual não faço isto, é porque eu O amo. Ele me ama. Não são obras da lei, não é algo que eu tenha que fazer, é porque Ele já fez algo por mim e eu O amo por isto. Aí está você.
139 (366 – Parág. antigo) Então com aquele Espírito ali o qual está prometido, “eu lhe darei Vida eterna, e eles nunca perecerão”. Ele mentiu ou Ele disse a Verdade? Ele disse a Verdade! Então, vê você como Isto interpreta? A impossibilidade é o homem cair depois de estar na graça. Ele não pode. Ele pode cair, claro, mas não voltar ao arrependimento (de volta ao lugar e fazer de novo as velhas obras).
140 (367 – Parág. antigo) Então, todos vocês estão marchando de avivamento a avivamento, um lugar e então outro, não vê você, você não está estável. Você não está sólido. E seguramente… Você diz, “Irmão Branham, eu não sei se…” Seguramente Deus não me teria dado o ministério que Ele deu, e me deixaria num erro. E se isto não tivesse sido provado através da Escritura, então isto seria um erro, mas aqui estão as escrituras para sustentarem isto.
141 (368 – Parág. antigo) A igreja nunca significou o lugar… as pessoas vão e se unem a igreja, brigam, agitam, perturbam, e – e tudo mais, e simplesmente vivem qualquer tipo de vida carnal, “Oh, sim, eu sou um cristão”.
142 (369 – Parág. antigo) Eu ouvi uma confissão hoje de uma senhora que me disse que o seu marido estava saindo com um homem. Ela os apanhou em vários lugares, e a mulher disse, “Eu quero que você saiba que eu sou uma cristã”.
143 (370 – Parág. antigo) Veja aqui o Jimmy Osborne, pregando em um domingo de manhã por aí; e o boogie-woogie, rock and roll e tudo mais através da semana.
144 (371 – Parág. antigo) Veja Elvis Presley (um Judas Iscariotes versão 1947), se uniu às Assembléias de Deus, Pentecostal falando em línguas com o Espírito Santo; e manda mais almas para o tormento do que todos os estabelecimentos de bebida alcoólicas clandestinos que tem existido nos últimos cinqüentas anos. Pervertendo a mente de crianças adolescentes ao redor do mundo inteiro, a ponto de mocinhas arrancarem suas roupas íntimas e joga-las na plataforma, para que ele as autografe. É tão vulgar que eles não o mostram na televisão da cintura para baixo, da forma que ele… seu corpo (O Espírito Santo, falando em línguas como evidência). Oh, irmão, se o Espírito Santo estivesse ali, Ele não agiria daquela forma. Você sabe melhor do que isto! Claro que não. Deus ama a pureza, sinceridade a santidade.
145 (372 – Parág. antigo) Eu não procedo puramente, sincero e santo para fazer de mim mesmo um cristão, mas Cristo em mim vive isto em mim. E eu O amo. E se eu fizer qualquer coisa errada, isto me condena, ali mesmo eu digo, “Deus me perdoe”. Cada dia, eu tenho que pedir perdão. Cada dia que… e você também tem que pedir. Claro que você tem.
146 (373 – Parág. antigo) Mas agora se você – se você é carnal, você simplesmente espera e diz, “Ah, bem, tudo certo, eu pertenço a igreja”. Vêem? E então quando você blasfema, é quando você não tem a fé que uma vez foi dada aos santos. Então você critica Aquilo, e chama Isto de “espírito maligno”. Diz, “Este é um grupo de santos roladores”. Então, você se separa entre a graça e o julgamento, e então você estará acabado para sempre.
147 (374 – Parág. antigo) Jesus disse, “Uma palavra contra Isto, nunca será perdoado neste mundo ou no mundo que há de vir”. E um cristão, nascido do Espírito, não pode falar mal Daquilo, porque, ele não pode, ele concorda com Isto. Isto é certo.
148 (375 – Parág. antigo) Esta é a razão pela qual as pessoas tentam me dizer, aquela Coluna de Fogo ali, que aparece aqui conosco, eles tentam dizer que “aquilo era o diabo”, que, “era simplesmente ficção”, e tudo isto. Porém a máquina fotográfica provou que não era. E as obras estão exatamente na Bíblia. A mesma Coluna de Fogo que encontrou Paulo em seu caminho para Damasco, todas estas coisas que Ele fez lá atrás, Ele o está fazendo exatamente da mesma maneira; através da Bíblia. Ele é Cristo, o Filho de Deus!
149 (376 – Parág. antigo) E quando nascemos de novo, nós temos Vida eterna e não podemos perecer. Seria impossível a um homem cair. Isto é o que a Bíblia diz.
150 (377 – Parág. antigo) Agora, ouçam, observe o que Paulo diz. E eu lerei o restante disto, e veja se isto não soa correto, agora. Vamos seguir em frente, só um minuto. O verso 8:
Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada. (este é o incrédulo).
Agora observe Paulo:
Mas de vós, ó amados…
151 (378 – Parág. antigo) Agora, ele está falando a respeito daqueles que estão tentando voltar debaixo da lei, vocês sabem, tentando fazer todas as obras da lei. Sim, senhor, tão rituais o quanto podem ser, eles tinham batismos e imposição de mãos e todas estas coisas.
Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores… (Aí está você, ouça – o agora) …e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos.
Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho da caridade que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servi.
152 (379 – Parág. antigo) Vêem a respeito de que Ele está falando? Ele não está falando sobre Cristão caindo e sendo impossível voltar. Ele está falando sobre cristãos carnais que vão através da forma da reforma. Mas, ele disse, “Para vocês que nasceram de novo, vocês que são amados cristãos, esperamos coisas melhores de vós. Vocês não dizem tais coisas. Vocês não vivem aquele tipo de vida. Vocês estão seguros em Cristo”. O que ele disse aqui? Agora vamos a hebreus 10, onde estávamos nesta manhã, outra vez.
153 (380 – Parág. antigo) Agora vamos ler então, outra vez, em Efésios 4: 30. E vamos ver isto, só um momento, e observar o que isto diz para sustentar isto, e fazer a Escritura estar de acordo com a Escritura. Efésios 4, vejamos, Efésios 4 e 30. Vamos ler e ver o que Isto diz. Ouçam:
…não entristeçais o Espírito Santo de Deus… (Oh, como somos batizados no corpo? Um Espírito!)
…não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. (É isto certo? Você está selado no Corpo de Cristo através do Batismo do Espírito Santo, não de um reavivamento para outro, mas até o dia do corpo da redenção. Isto é o que você é)
154 (381 – Parág. antigo) Então não há nenhuma maneira para você estar perdido. Você fica com medo; e esta é a razão que dá medo, o medo… o temor acompanha a dúvida. O amor acompanha a fé. Eu amo meu Pai. Eu não tenho medo Dele, porque eu O amo. Ele não me feriria, Ele faria o bem a mim. Se eu tivesse medo Dele, e “Oh, eu não sei se Ele fará isto ou não”.
155 (382 – Parág. antigo) Vêem, mas se eu O amo, “Sim, Pai, eu – eu Te amo. E eu sei que Tu és – Tu és meu Pai, e Tu me amas, e eu não tenho medo, mas Tu guardarás a Tua Palavra. E a Tua promessa para mim”. Esta é a maneira que o Espírito de Deus faz.
156 (383 – Parág. antigo) “Mas, oh, se eu fizesse isto, se eu fizesse aquilo”. Vêem, aí está você do lado do legalismo outra vez. Nunca vá para o lado do legalismo, é negativo. O lado positivo é o que você quer.
157 (384 – Parág. antigo) É uma obra consumada. Cristo morreu, e o pecado foi morto quando Ele morreu. E se Deus te preordenou para a Vida Eterna, “Todo que o Pai tem me dado, virá a Mim!” Aí está você, você não pode se perder. Você está seguro para sempre. “Pois por um Espírito, somos todos batizados em um só Corpo, e por um sacrifício Ele é perfeito para sempre”. Aí está você. Não há maneira para perdermos. Correto! Agora, isto não faz você sentir bem?
158 (385 – Parág. antigo) Agora, como você sabe que você é um cristão? Quando seu espírito testemunha de Seu Espírito, quando o amor de Deus está em seu coração, quando você tem amor, alegria, paz, benignidade, bondade, humilde. Isto é quando você… os frutos do Espírito seguirão sua vida.
159 (386 – Parág. antigo) Não porque você pode dançar no Espírito, oh, neste ritmo moderno, fazendo barulho num piano e muitos aqui dançando no Espírito. Tudo bem com isto, mas eles tomaram toda a coisa para o lado legalista. Vêem? E portanto, eles deixaram o Espírito de Deus lá atrás.
160 (387 – Parág. antigo) Esta é a razão, quando Deus começa a Se manifestar, eles dizem, “Bobagem! Não queremos ter nada a ver com aquilo”. Eles não conhecem a Deus. Eles nunca viram Isto: Eles não podem compreender Isto, porque há uma vida diferente ali. Ele não sabe… o joio não sabe o que o trigo está fazendo. Ele tem vida diferente.
161 (388 – Parág. antigo) Esta é a maneira que é com o cristão, o crente carnal, o confessor, que sai e confessa, “Oh, sim, eu sou um cristão”. Com um grande charuto em sua boca, como um touro chifrudo do Texas.
162 (389 – Parág. antigo) Uma mulher, vestida com seus shorts, disse, “Oh, sim, eu sou membro da igreja. Claro, que sou”. Seus frutos provam que você não é nada a não ser um carnal! Isto é certo. Claro, que é. Há somente uma coisa que se deduz nisto: ou isto é uma deficiência mental ou um espírito de cobiça está sobre você. Isto é certo.
163 (390 – Parág. antigo) Se você deseja agir como o mundo, a Bíblia diz, “Se você ama o mundo ou as coisas do mundo, o amor de Deus não está nem mesmo em você”. Aí está você.
164 (391 – Parág. antigo) Agora, você disse, “Oh, a Bíblia diz, eu – eu devo fazer aquilo”. Não, aquilo não é isto. Fique aqui até que Cristo faça algo por você, para tirar aquilo de você. Então você nascerá do Espírito de Deus. Não o que você faz, é o que Ele fez por você. Até que você tenha o amor que você passou da morte para a vida. E então observe sua vida, se isto – se ela passa. Não porque você tenta fazer sua vida, mas porque Deus te traz sob a sujeição do Seu Espírito. Não é você guiando a si mesmo no caminho de Deus, é Deus te dirigindo em Sua própria maneira. Não é você dirigindo, mas Deus fazendo a liderança.
165 (392 – Parág. antigo) Agora observe isto, agora, enquanto nos aproximamos do fim. O verso 11:
Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até o fim, para completa certeza da esperança;
Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.
166 (393 – Parág. antigo) Agora, só mais uma observação aqui:
Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo,
Dizendo: Certamente, abençoando te abençoarei, e multiplicando te multiplicarei. (Quando Deus encontrou com Abraão).
167 (394 – Parág. antigo) Agora, Abraão recebeu o pacto sem nenhum mérito de maneira alguma. O pacto foi feito com Abraão. É absolutamente a graça, tudo! Abraão não era um homem melhor, ele não era um homem santo, ele era apenas um homem comum. E Deus, através da eleição, escolheu Abraão porque Deus o elegeu. Não porque Abraão queria isto, porque Abraão fez isto, porque ele era um bom homem, porque ele tinha algum mérito, mas foi a escolha de Deus! Deus tomou Abraão.
168 (395 – Parág. antigo) Hoje, como eu disse, eu creio, “Nós selecionamos nossos pregadores. Nós saímos por aí e dizemos, “Bem, um dos diáconos parou. Vamos encontrar o melhor homem do edifício para tomar o seu lugar. Bem, o pastor parou, vamos descobrir, nós pegaremos o melhor…” Às vezes isto não é certo.
169 (396 – Parág. antigo) Quando eles escolheram um homem errado. Eles apanharam um cavalheiro, Matias, um grande escriba, um culto, um diplomata. Eles disseram, “Ele apenas tomará o lugar verdadeiro. Rapaz, ele parece um verdadeiro homem”. Mas não era a escolha de Deus. E ele tomou este homem, e ele nunca fez nada para Deus.
170 (397 – Parág. antigo) Mas Deus escolheu aquele pequeno judeu de temperamento forte, de nariz aquilino, que desceu ali com sua face toda…” Eu descerei ali! Eu os prenderei!”
171 (398 – Parág. antigo) Deus disse, “Eu vejo algo nele. Eu o usarei”.
172 (399 – Parág. antigo) E o Espírito de Deus veio diante dele, aquela grande Luz ali, e ele disse, “Quem és Tu, Senhor?”
173 (400 – Parág. antigo) Disse, “Eu sou Jesus. Ora, duro é para ti recalcitrares contra os aguilhões. Por que me persegues?” Desta maneira, e Deus tomou aquele homem e fez dele um dos maiores homens que já tocou a face da terra desde Jesus Cristo. Aquela foi a escolha de Deus.
174 (401 – Parág. antigo) Hoje, tentamos fazer uma escolha. Vocês igrejas, vocês enviam este e aquele homem aqui. Isto não é para ser feito desta forma. Deus faz a liderança. É Deus em tudo, através de tudo, sobre tudo. Não o que algum documento de alguma igreja, é o que Deus disse sobre isto, é o que faz a diferença.
175 (402 – Parág. antigo) Observe! Deus fez uma promessa para Abraão, incondicional. E agora, espere, Abraão não teve que fazer coisa alguma. Deus disse, “Eu já o fiz”.
176 (403 – Parág. antigo) Deus fez uma promessa para Adão, disse, “Adão, se você não tocar nisto, você viverá para sempre. Mas o dia que você comer disto, neste dia você morrerá”.
177 (404 – Parág. antigo) Adão disse, “Eu gostaria de saber o que é tudo isto, de qualquer forma”? Ele foi e comeu aquilo, indevidamente.
178 (405 – Parág. antigo) Todas as vezes que Deus faz… um homem faz seu pacto com Deus, ou Deus com o homem, o homem rompe a sua parte. Então Deus teve que fazer algo, porque Ele viu o que era o homem. E eles estavam preordenados, eles foram eleitos, e Deus tinha que fazer algo. Então Deus desceu e fez o Seu pacto com Abraão, incondicionalmente. Se isto não tivesse sido incondicionalmente, Abraão estaria perdido a muito tempo.
179 (406 – Parág. antigo) Veja-o assentado ali embaixo em Gerar, apóstata, dizendo mentira. E entregando sua esposa a outro homem, para salvar sua própria pele. Que homem! Assentado ali fora, um apóstata! Deus lhe disse, “Não saia daqui. Fique aqui”. a crise o fez fugir. Ele peregrinou para um lugar mais fácil. Você sabe o que acontece com o sujeito que toma o caminho fácil!
180 (407 – Parág. antigo) Ele peregrinou, foi para onde a relva era mais verde. E quando ele chegou lá embaixo, ele disse aquele rei que a sua esposa era a sua “irmã”, para salvar sua própria pele. Agora, aquilo era uma mentira. E qualquer homem tomaria a sua esposa e a entregaria a outro homem para salvar a sua pele… Ali estava ele, assentado ali numa pequena tenda, apóstata, dizendo mentiras, e fora de seu… totalmente cortado da promessa e tudo mais, mas ele permanecia sendo o profeta de Deus.
181 (408 – Parág. antigo) E ali estava Abimeleque, ele era um homem bom, santo. Claro, fazia suas orações toda noite. Encontrou esta anciã de cem anos de idade, descendo ali bonita e jovem outra vez. Ele disse, “Esta é a garota pela qual eu esperei, então eu simplesmente casarei com ele”.
182 (409 – Parág. antigo) Abraão disse, “Você pode ficar com ela, ela é minha irmã. Ela”…
“Este é meu irmão”.
183 (410 – Parág. antigo) Então ele a levou até ali e as mulheres a lavaram toda e – e colocaram roupas boas e a prepararam como uma – como uma princesa. E ele disse suas orações, e levantou seus pés, e disse, “Amanhã, eu me casarei com aquela linda garota hebraica, que – a irmã daquele rapaz que está ali fora. Oh, isto será maravilhoso. Ó Senhor, Tu sabes como Te amo. Sim, senhor, maravilhoso”.
184 (411 – Parág. antigo) E Deus disse, “Você é tão útil quanto um morto”.
185 (412 – Parág. antigo) Ora, Abraão estava assentado ali mentindo, um apóstata. E aqui estava este homem, honesto e justo… um homem direito. “Ora”, ele disse, “Senhor, Tu conheces a integridade do meu coração. Ele não me disse, que aquela era a sua irmã?”
186 (413 – Parág. antigo) Disse, “Eu conheço a integridade do seu coração. Esta é a razão pela qual estou te guardando para não pecares contra mim. Isto é certo. Eu conheço a integridade do seu coração, mas o seu marido é Meu profeta”. Aleluia! Oh, se aquilo não é graça, o que é? “Apóstata, mentindo, assentado ali fora, mas continua sendo Meu profeta! Você tome uma oferta, e vá até ele e leve sua esposa de volta, ou tu serás um homem morto. Eu não ouvirei mais suas orações, deixe ele orar por você”. Amém! Aí está você, “Este é meu profeta!”
187 (414 – Parág. antigo) Agora você diz, “Oh, eu gostaria de ter sido Abraão”. Se estamos mortos em Cristo, somos a Semente de Abraão e somos herdeiros de acordo com a promessa. Isto é certo, isto é o que a Bíblia diz. Você gostaria de ler Isto? Ora, a Bíblia diz isto – que a promessa não foi somente para Abraão e suas sementes. Como você… Abraão tinha muitas sementes, claro, muitos filhos. Ismael era seu filho. Ele teve sete ou oito filhos após a morte de Sara, através de outra, Cetura. Mas veja, a semente era o prometido, que era Isaque, e através de Isaque veio Cristo, através de Cristo veio nós. A promessa é incondicional!
188 (415 – Parág. antigo) Agora, e Abraão? Ora, ele estaria acabado, seria impossível para ele alguma vez voltar. Claro, seria impossível para Saul voltar outra vez, se aquilo fosse lido na Escritura desta forma. Vêem? Porém não era isto! A promessa de Deus permanece para sempre!
189 (416 – Parág. antigo) Vamos ler aqui só um momento, eu quero que vocês leiam Isto. Eu quero que vocês vejam Gálatas 3: 16, e leiam isto e vejam agora, e o que é a promessa, e veja o que se – se somos Sua promessa ou não; 3: 16. Ouçam aqui! Está bem, eu vou ler o verso 15, também:
Irmãos, como homem falo; se o testamento de um homem for confirmado, ninguém o anula nem o acrescenta.
Agora Abraão e à sua posteridade… (posteridade) …as promessas foram feitas a sua posteridade (Para Abraão e sua posteridade)…(Agora observe!) Não diz: e às posteridades (plural), como falando de muitas; mas como… uma só, e à tua posteridade, que é Cristo.
190 (417 – Parág. antigo) Então Cristo era a Semente de Abraão, e nós estando mortos em Cristo e batizando em seu corpo, somos a Semente de Abraão e somos herdeiros da promessa. Então como é isto… Como você irá cair, se Deus fez a promessa para você? Como você se apostatará, e irá embora e terá que ir para o inferno por causa disto?
191 (418 – Parág. antigo) Agora, você diz, “Bem, nós não podemos apostatar?” Absolutamente! E quando você se apostata você obterá isto, não se preocupe. Abraão obteve isto, e o restante deles obteve isto, e você obterá isto. Não pense você que isto te dá direito para pecar; não dá. Você pagará por tudo que você fizer. Você colherá o que semeou. Você peca um pouquinho, e colherá uma bacia cheia. Isto é certo. Mas, irmão, aquilo não quer dizer que você está perdido. Isto é certo. Abraão colheu exatamente o que ele semeou. Correto. Mas ele permanecia salvo.
192 (419 – Parág. antigo) O pacto que Deus fez com Israel: eles perderam sua herança, eles perderam a terra prometida (e desceram até o Egito), mas eles não perderam o pacto. Deus disse, “Eu me lembrei de Minha promessa com Abraão. Eu me lembrei disto, e eu desci para libertar Meu povo. Desça ali, Moisés, e diga a Faraó, que eu disse, “Deixe Meu povo ir! Eu me recordo que fiz uma promessa a Abraão e a sua posteridade”.
193 (420 – Parág. antigo) Esta é a mesma coisa que é conosco. Então se você está morto, e sua vida está escondida em Deus, através de Cristo, não há nada no mundo que pode te tocar. Agora, você pode ir e fazer o errado, mas se você é realmente, verdadeiramente um filho de Deus, e você vê que você errou, você levantará e tentará outra vez. Isto é certo, e você não ficará prostrado ali.
194 (421 – Parág. antigo) Mas se você é um covarde, se você é um joio, se não há “levantamento” para você, você dirá, “Oh, bem, não havia nada Nisto, de qualquer modo”.
195 (422 – Parág. antigo) O Reino de Deus é como o homem que tomou a rede e foi para o mar, e a lançou. Quando ele chegou, ele tinha tartarugas, sapos, cobras, lagartixas, aranhas e peixes. Este é o Evangelho quando Ele é pregado.
196 (423 – Parág. antigo) Como o Senhor dirá a um ministro, como o irmão Graham, subindo aqui. “Vá naquele canto e pregue um pouquinho, irmão Graham”. Correto, ele toma sua rede e sobe ali e começa a cantar.
“Onde você vai, irmão Bill?”
“Vou sair para outra parte, e lança-la deste lado”.
197 (424 – Parág. antigo) Estou puxando, “Aí estão eles, Senhor, Tu sabes o que eles são”. Eu puxarei a rede outra vez, “Correto, aqui estão eles, Senhor”.
198 (425 – Parág. antigo) Agora, a tartaruga era tartaruga, para começar. Ela apenas foi apanhada na rede. Isto é certo. e esta é a maneira que as pessoas são apanhadas em emoção, “Oh, Aleluia! Aleluia! Louvado seja o Senhor! Glória a Deus! Aleluia!” Eles apenas foram apanhados na rede, isto é tudo.
199 (426 – Parág. antigo) Se aquele velho espírito de tartaruga está neles, isto não será por muito tempo, eles dizem, “Bem, vou te contar…” Aqui vai ele, rastejando de volta.
200 (427 – Parág. antigo) A velha dama Lagosta dirá, “Mas eu simplesmente não posso compreender Aquilo”. Vêem?
201 (428 – Parág. antigo) A Srta. Aranha, fica assentada ali um pouquinho, e sai, “plop, plop, plop” de volta, “Bem, não havia nada Nisto, de qualquer modo”.
202 (429 – Parág. antigo) A Srta. Serpente dirá, “Oh, eles são um bando de santos roladores. Isto é tudo que há Nisto. Eu descerei onde eles tem melhor senso do que aquilo”. Ora, para começar você é uma serpente. A rede do Evangelho simplesmente te apanhou, isto é tudo.
203 (430 – Parág. antigo) Porém o peixe é levado para a mesa do Mestre. Para começar ele era um peixe, sua Semente era de peixe. Ele começou, um peixe, e Deus conhecia Seu peixe desde a fundação do mundo. Aleluia.
204 (431 – Parág. antigo) Você recorda, todos eles estão se servindo das mesmas águas lamacentas ali fora. Todos eles estão se servindo do mesmo córrego. Isto é certo. Todos nós bebemos da mesma Rocha espiritual. Todos comemos o maná do deserto (Josué e Calebe comeram do mesmo maná que – que o restante deles comeu), e todos eles caíram no deserto. Porém haviam dois eleitos para seguirem em frente, e eles seguiram em frente, e eles seguiram em frente. Isto é certo.
205 (432 – Parág. antigo) Todos nós fomos feitos para beber da mesma Fonte. Mas nem todos que beberam estão salvos. Fomos todos feitos para gritarmos juntos, fomos todos feitos para regozijarmos juntos, mas o Eleito é salvo. Você observou, Isto diz, “Os dois espíritos, nos últimos dias, seria tão parecido que enganaria o próprio escolhido se fosse possível”? Se possível! Vêem? Este é o verdadeiro Espírito de Deus, eleito para a Vida Eterna.
206 (433 – Parág. antigo) Agora, estamos concluindo. Então o irmão Neville apanhará onde eu deixar aqui. Correto:
Mas digo isto: Que tendo sido o testamento anteriormente confirmado por Deus, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não o invalida, de forma a abolir a promessa. (Esta foi a promessa que Deus deu a Abraão, antes mesmo de existir a lei).
Porque se a …se a herança provém da lei, já não provém da promessa: Mas Deus pela promessa a deu gratuitamente a Abraão. (Não através de nada que você faz, não através de leis, nenhuma lei de sua igreja, através de unir a igreja, ou qualquer outra lei; é absolutamente o ato da graça de Deus, para você. Aí está você).
207 (434 – Parág. antigo) Observe:
Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa da transgressão, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita… (Não é isto tão claro, tanto quanto o é o nariz em minha face? Foi ordenado para servir até que viesse a Semente, que era Cristo, a Quem a promessa foi feita)… e foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro.
Ora o medianeiro não o é de um só, mas Deus é um.
208 (435 – Parág. antigo) Agora, eu deixo bem aqui, começando bem ali para o irmão Neville, para esta próxima Quarta-feira.
209 (436 – Parág. antigo) Agora você compreendeu o que dissemos? Aquilo é absolutamente impossível para um Cristão nascido de Novo (que…eu não quero dizer Aquele que se chama de nascido de novo, quero dizer um verdadeiro cristão nascido de novo) alguma vez cair da graça. Ele não pode fazer isto. Ele pode cair, isto é certo, mas ele não pode (nunca) sair daquela graça. Abraão caiu da graça, claro que caiu, Deus lhe disse para “Permanecer ali”, ele saiu daquilo, mas ele nunca perdeu seu pacto. Ele continuou sendo o escolhido de Deus. Ele era um profeta assentado ali. Ele…sempre foi. Ele sempre será de Deus.
210 (437 – Parág. antigo) Agora observe, a Bíblia diz, que “todo Israel será salvo”. Quantos sabem disto? A Bíblia diz, “Todo Israel será salvo”. Agora, Israel não é Israel que está na carne, porém o Israel do Espírito, pois “Dons e chamadas são sem arrependimento”. Não é isto o que a Bíblia diz? O próprio verso seguinte, Gálatas. Tudo bem, todo Israel será salvo. Cada um deles será salvo. Como nos tornamos Israel? Estando mortos em Cristo, tomando a Semente de Abraão, e somos herdeiros de acordo com a promessa.
211 (438 – Parág. antigo) Paulo disse, “O que está de fora não é judeu, mas o que está dentro é judeu” (os prometidos), e nós somos a Semente de Abraão, pela promessa através de Cristo, aceitando-O como nosso Salvador pessoal.
212 (439 – Parág. antigo) Oh, eu espero que você veja isto. Eu espero que você compreenda isto (se você pode permanecer com isto um pouquinho). Agora aqui, nós terminaremos isto, então começaremos com Melquisedeque, que traz exatamente de volta nisto outra vez. Nós disparamos bem sobre… oh, é simplesmente… toda a coisa é maravilhosa. Mas continuamos a entrar nestas coisas batidas.
213 (440 – Parág. antigo) Agora, vê você, se você tomou isto aqui, parece se você pudesse ler isto apenas observando… Como um verdadeiro, austero trinitariano, que crê que existe três Deuses, me disse uma vez que “Mateus 3, declara absolutamente que há três, três pessoas distintas na Divindade”.
214 (441 – Parág. antigo) Eu disse, “Eu tenho que ver isto”.
215 (442 – Parág. antigo) Ele disse, “Veja!” D pé em seu púlpito, ele disse, “Veja aqui, Mateus 3”. Disse, “Quando Jesus saiu da água, os céus abriram para Ele. E Ele viu o Espírito de Deus como uma pomba. E uma Voz dos céus dizendo, “Este é o Meu Filho amado, em quem me comprazo”, e ali havia três: O Filho nas margens, o Espírito Santo no meio, e o Pai lá em cima”.
Eu disse, “Irmão, o significado disto nas Escrituras não é este”.
“Oh, sim, é sim!”
Eu disse, “Agora leia Isto outra vez, e descubra se realmente é isto”.
216 (443 – Parág. antigo) Agora, aqui está Seu quadro: aqui está Deus, o Filho; ali está Deus, o Pai, aqui está Deus, o Espírito Santo, como uma pomba. Agora observe! A Bíblia diz quando Jesus foi batizado, “O Filho saiu imediatamente para fora d’água, os céus acima Dele foram abertos, e uma Voz disse… Ele viu o Espírito de Deus… o Espírito de Deus como uma pomba”. Não outra pessoa lá em cima, mas o Espírito de Deus era uma pomba (que estava acima Dele). E uma Voz veio dizendo, “Este é o Meu Filho amado, em quem tenho prazer de habitar”. Agora leia Mateus 3, e veja se Isto não diz aquilo. Vêem, não três pessoas; de modo algum.
217 (444 – Parág. antigo) E isto é porque… Isto não diz que é impossível para um homem alguma vez voltar, quando ele se apostata. Isto não quer dizer aquilo. Isto não quer dizer aquilo. Diz, “É impossível para o homem alguma vez voltar para se renovar, depois de uma vez estar ali”. Ele não pode fazer isto.
218 (445 – Parág. antigo) A Bíblia diz, “Aquele que é nascido de Deus, não peca, pois ele não pode pecar. Pois a semente de Deus permanece Nele, e Ele não pode pecar”. Como posso ser chamado de pecador quando há um sacrifício ali para tomar meu lugar? Como posso morrer, quando a morte foi paga por mim? Como posso morrer, quando tenho Vida Eterna? Como posso fazer isto? Você não pode fazer isto!
219 (446 – Parág. antigo) Como poderia eu ter uma licença escrita do prefeito desta cidade para correr sessenta milhas por hora por esta cidade, e qualquer oficial me prender por correr sessenta milhas por hora? Como pode você fazer isto? Tenho licença do prefeito que diz que eu posso fazer isto. Ele não me pode prender. Seu – sua prisão e sopros de apito e tudo mais, e eu poderia simplesmente ignorar isto. Não significam nada, eu tenho uma licença.
220 (447 – Parág. antigo) E como posso eu então, depois que Cristo morreu por mim e eu me tornei Sua justiça por causa de Sua graça e amor para comigo? Como posso pecar quando existe algo entre mim e Deus, um sacrifício? Eu não posso pecar, não posso fazer isto. Deus nunca me vê. Ele vê a Cristo. Ele está em meu lugar, e quando faço qualquer coisa errada, Cristo toma meu lugar. Eu faço minha confissão: “Estou errado, Ele está certo. Senhor, Tu conheces meu coração, Tu sabes se quero dizer isto ou não. E estou errado, me perdoe”. Deus nunca vê isto, o Sangue de Jesus me cobre todo o tempo. Então, como pode Deus me ver? Como pode o pecado ser computado para mim, quando Ele não pode fazer isto? Logo que eu o faço, é perdoado. E isto é certo.
221 (448 – Parág. antigo) Exatamente como tomar um – um pequeno conta-gotas assim, de um pequeno colírio, e enche-lo de tinta-preta e segura-lo sobre uma bacia de uma substância branca e pingar aquilo ali, então simplesmente tentar achar aquilo outra vez. Isto simplesmente… se torna branco, a tinta se torna branca. E é assim com os seus pecados confessados… se você está em Cristo, entre você e Deus há uma bacia cheia desta substância branca, e seus pecados se tornam justificados por causa do Sacrifício justo que está ali te esperando.
Quando eu chegar ao rio no fim do dia,
E os últimos ventos de tristeza tiverem soprado;
Há um pensamento que me consola e faz meu coração feliz,
Eu não terei que atravessar o Jordão sozinho.
222 (449 – Parág. antigo) Esta é uma boa coisa, esta é uma coisa boa, eu não terei que atravessa-lo… Um destes dias, desceremos até o fim do caminho, e o sol se recusará a brilhar, então Deus chamará.
223 (450 – Parág. antigo) Adão levantará e chamará Eva, e dirá, “Querida, aqui está, é hora de despertar”.
224 (451 – Parág. antigo) Eva se levantará e chamará Abel e dirá: “Venha querido, é hora de despertar”. Abel chamará Sete e Sete chamará Noé, e Noé chamará… oh, e assim por diante até Abraão, da forma que vieram. Haverá tremor e despertamento quando o Filho de Deus chegar. Nós nos posicionaremos à Sua semelhança naquele dia.
225 (452 – Parág. antigo) Agora, se você peca aqui, você pagará por isso”.
226 (453 – Parág. antigo) Eu… isto não sai de minha mente, eu vou ter que contar. Eu tentei apagar isto, quatro ou cinco vezes. Eu tenho que dizer isto. Quantos se recordam daquele irmão, pastor, que costumava vir aqui na igreja de Deus? Irmão… aqui em cima. Qual era o seu nome? Trabalhava para o Vorgang lá embaixo. Oh, todos vocês… A Primeira igreja de Deus, bem aqui na esquina. Ou, costumava vender Rawleigh’s no tempo de… da depressão. Um verdadeiro homem, santo e justo. O irmão Smith tomou o seu lugar lá em cima. Eu lembrarei seu nome daqui a pouco. Ele era um salvo.
227 (454 – Parág. antigo) Recorde, se você não procurar o acerto, quando fizer algo errado sendo um cristão, Deus te advertirá, e então se você não tomar a advertência, Ele te tirará da terra. É isto que Ele tem feito.
228 (455 – Parág. antigo) Você recorda da Bíblia, veja a igreja de Corinto. Ele lhes disse acerca de sua posição em Cristo. Porém Ele os advertiu sobre o que iria acontecer, e eles se corrigiram, e acertaram com Deus.
229 (456 – Parág. antigo) E este irmãozinho, ele era um irmãozinho maravilhoso, eu creio, um homem salvo por Deus. E ele conseguiu um emprego para ele aqui embaixo no… no Vorgang’s. Se há algum parente dele aqui, eu espero que vocês não pensem que eu… eu não te conheço se você está assentado aqui. mas o Ramsey, o irmão Ramsey, quantos se lembram do irmão Ramsey aqui em cima da igreja de Deus? Claro, vocês se lembram, um homenzinho maravilhoso. E ele costumava ir a minha casa e nós conversávamos juntos, e assentávamos ali e chorávamos segurando a mão um do outro; um verdadeiro cristão!
230 (457 – Parág. antigo) Um dia entrei ali, eu havia acabado de chegar de uma reunião no exterior, queria dar um check-up no meu carro, o irmão Ramsey disse, “O que posso fazer para você, Billy?”
231 (458 – Parág. antigo) Eu disse, “Uma geral, irmão Ramsey, troque o óleo”.
232 (459 – Parág. antigo) “Ok”, ele disse, “perfeitamente”. Disse, “Você teve uma boa reunião?”
233 (460 – Parág. antigo) Eu disse, “Oh irmão Ramsey, foi maravilhosa”. Eu disse, “Eu gostaria que você fosse comigo um dia. Por que você não vai comigo?”
Ele disse, “Eu não sirvo mais ao Senhor, Billy”.
Eu olhei ao redor, disse, “O que você disse?”
234 (461 – Parág. antigo) Ele apenas disse, “Eu não O sirvo mais”, e saiu.
235 (462 – Parág. antigo) E eu pensei, “Oh, ele simplesmente se vai”. Eu saí e fui a alguma parte.
236 (463 – Parág. antigo) Parág. antigo) Voltei e entrei no meu carro. Eu subi para casa, e comecei a pensar sobre aquilo, “Eu não sirvo mais ao Senhor”.
237 (464 – Parág. antigo) O Senhor colocou no meu coração para eu voltar e lhe perguntar outra vez. Então eu disse, Meda, agüente firme”.
238 (465 – Parág. antigo) E eu entrei no meu carro, e desci até ali e parei outra vez, e entrei no Vorgang’s. Eu disse, “Irmão Ramsey, eu quero te fazer uma pergunta”.
Disse, “Certo, Billy, o que é?”
Eu disse, “Você disse, a algum tempo atrás, que “Você não serve mais o Senhor”. Você estava simplesmente brincando comigo, não estava?”
Ele disse, “Não”.
Eu disse, “Irmão Ramsey, você – você não quis dizer isto”.
Ele disse, “Sim”.
Eu disse, “Você não O ama?”
Ele disse, “Se eu O amasse, eu O serviria. Não serviria, Billy?” E saiu.
Eu pensei: “Digamos que o irmão Ramsey…”
Disse, “Eu não quero falar mais sobre isto”.
239 (466 – Parág. antigo) Fui para casa, entrei no quarto e fechei a porta. E, oh, você sabe quando se sente bastante pesado, como se você tivesse tomado os biscoitos de um garotinho ou algo, você sabe. Eu – eu pensei, “O que é? Não pode ser. Com certeza aconteceu algo com o irmão Ramsey”.
240 (467 – Parág. antigo) E há um rapaz de cor, chamado Jimmy, ele freqüenta a igreja aqui; tem uma perna… Vocês sabem, parece que ele manca. Eu esqueci o seu nome, ele trabalha no Vorgang’s, dirige um carro-guincho. Ele encontrou comigo, e disse, “Sabe Ver. Branham”, ele disse, “Eu não estou compreendendo o Dr. Ramsey por aqui”. Ele disse, “eu falei com ele outro dia, disse, “Todos nós estávamos até mesmo com medo de abrir nossa boca por aqui”, disse, “você era um homem pio”. Mas, disse, “Ele pegou a sua carteirinha de pregador e foi até a quadra de basquete e rasgou, e a jogou na cesta, disse, “eu não quero ter nada a ver com isto mais!”
Ele disse, “Ei, senhor! Digamos que você não deve fazer isto”.
Ele disse, “Ah, Jim, eu não vou mais servir ao Senhor”.
Então ele seguiu em frente, disse, “Você – você realmente não quer dizer isto”.
241 (468 – Parág. antigo) E disse, “Então ele me disse, disse que ele desceria para polir suas válvulas no Dia do Trabalho”, eu creio que foi. E ele disse, “Agora, eu quero que você venha me ajudar, Jim”.
242 (469 – Parág. antigo) Ele disse, “Eu te ajudarei depois que eu chegar da igreja, mas primeiro eu vou para a igreja”.
243 (470 – Parág. antigo) Disse que ele, “Voltou até ali e o Sr. Ramsey estava polindo as válvulas do seu carro, ele disse, “Jimmy, dê um pulinho até o rio, os bares estão fechados aqui, dê um pulinho até o rio e me traga uma cerveja”.
244 (471 – Parág. antigo) Ele disse, “Sr. Ramsey, eu fui culpado de muitas coisas, mas eu nunca serei culpado de comprar cerveja para um servo do Senhor”. Ele disse, “Não, senhor, eu nunca farei isto”.
245 (472 – Parág. antigo) E ele disse, “Bem, vá compra-la, Jim”.
246 (473 – Parág. antigo) Ele disse, “Sr. Ramsey, eu vou polir as válvulas. Mas se você quer cerveja, você vai e compra você mesmo”. Ele disse, “Eu nunca vou buscar para um servo do Senhor nada como isto”.
247 (474 – Parág. antigo) Então Ramsey entrou no carro do Jimmy, e desceu até o rio; voltou, meio estimulado, com a cerveja (bebendo).
248 (475 – Parág. antigo) Ele começou a descer. Ele ficou doente. Vêem? Deus não podia falar com ele. Eu o adverti, eu fiz tudo que pude. O irmão Smith foi até ele e o advertiu. Todos tentaram fazer tudo que podiam por ele. Continuava, simplesmente sacudindo a cabeça. O que aconteceu? Ele ficou doente, e morreu. Isto mostra que ele foi salvo. Se Deus não podia faze-lo… traze-lo em obediência, Ele tinha que tira-lo da terra e leva-lo para Casa. Isso é exatamente o que a Bíblia diz. Isto é o que a Bíblia promete. Se você não suporta a correção, você tem que ir para casa.
249 (476 – Parág. antigo) Então Deus não pode te perder depois que Ele te salva, mas Ele pode encurtar seus dias aqui, e te fazer pagar por cada pecado que você cometeu. Então se você peca, você terá que pagar pelo que você faz. Lembre-se disso.
250 (477 – Parág. antigo) Agora, agora o Senhor esteja conosco. Eu creio, nesta noite, que o irmão Ramsey foi salvo. Absolutamente, eu creio nisto. Porém, ele apenas não quis obedecer a Deus, e quando ele não quis obedece-Lo, Deus teve que Leva-lo para casa. Esta é a única coisa a fazer, porque… O que foi isto? “Ele traria vergonha e desgraça ao sangue pelo qual ele foi santificado. Não é isto correto? “Ter por profano o testamento”, não é isto exatamente o que esta carta a Hebreus diz. “Vêem? Seria impossível ele estar perdido, mas ele traria vergonha e desgraça, então Deus teve que tira-lo da terra e leva-lo para Casa. Isto seria exatamente o que aconteceria.
Agora, que o Senhor possa abençoar, enquanto inclinamos nossas cabeças só um momento para orarmos:
251 (478 – Parág. antigo) Agora, santo e bondoso Pai, estamos realmente agradecidos a Ti pela promessa que temos de que Tu nunca nos deixará ou nos abandonará. Tu prometeste que tu irias conosco através da vida, e na morte Tu estarias perto de nós. Tu nos prometeste que teríamos Vida Eterna, Tu nos deste Isto de graça. Nunca poderemos perder Isto, “Todo que vem a Mim, tem Vida Eterna”. E se é Vida Eterna, Isto não tem fim, e Tu nos prometeste que nos levantaria no último dia. Por isto somos muito agradecidos. Estamos agradecidos por Tua Palavra nos ensinar isto. Isto nos dá uma esperança certa. Isto nos faz saber que o nosso Pai é amor. Ele nos ama, e Ele nos escolheu. Tu disseste, “Tu não Me escolheste, porém Eu te escolhi e te ordenei”. E eu agradeço a Ti, Pai. E muitos estão assentados aqui, ordenados à Vida Eterna e tem recebido a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal e os frutos do Espírito seguem sua vida: amabilidade, mansidão, humildade, amor, alegria, paz, benignidade, bondade. Estamos agradecidos por isto.
252 (479 – Parág. antigo) E nós oramos, Pai, que se houver alguém aqui, nesta noite, que não tem estes frutos para acompanha-los, mas eles estão descansando sobre algo fantástico, porque eles tem que funcionar um dia, porque eles se emocionam, eles se sentem bem, eles podem gritar, eles podem fazer muitas coisas. Porém, Pai, se eles não tem o fruto do Espírito que os guarda dia após dia em amor constante, perdoando seus inimigos, corrigindo seus erros, e vivendo pacificamente e amando e sendo dócil e gentil um para com o outro, e zelo para com a igreja (o amor por Cristo e para com seus filhos), Ó Deus Eterno, perdoe-os. Embora sejam membros da igreja, membros do corpo terrestre, que eles possam ir agora e colocarem de um lado aquelas obras carnais e mortas, e marcharem em direção à perfeição. Conceda isto, Senhor. Que eles possam chegar até O que é perfeito e recebe-Lo como a propiciação para com seus pecados que Ele possa estar firme como um sacrifício perfeito para o homem culpado e a mulher culpada. E supra-os com Sua graça do amor e paz, até que entrem na presença de Deus para viverem para sempre. Conceda isto, Pai.
E enquanto temos nossas cabeças inclinadas:
253 (480 – Parág. antigo) Se houver alguém que gostaria de trocar uma vida carnal de rituais, de batismos, de sensações, de pequenas coisinhas carnais assim, para um verdadeiro coração (cheio do amor verdadeiro) que – que você pudesse chegar no seu pior inimigo, colocar seu braço ao redor dele e dizer, “Irmão, eu orarei por você. Eu te amo”. Se você gostaria de trocar aquela experiência de coisas carnais por uma verdadeira experiência de amor, levantaria você sua mão para Deus? E diria, “Deus, toma-me nesta noite, e faça de mim o que eu devo ser”. Eu orarei por você, aqui do púlpito. Você desejaria uma oração? Levante suas mãos.
254 (481 – Parág. antigo) Deus te abençoe lá atrás, senhor. Deus te abençoe irmão. Alguém mais? Deus te abençoe, senhor. “Eu estou na igreja a anos”. Deus te abençoe, senhor. Deus te abençoe aqui, irmão. Deus te abençoe ali atrás, senhorita. “Eu pediria a Deus para me manter sereno”. Você… está irado? Está você se sentindo mal? Você tem dúvida? Está você agitado? Você se preocupa se Isto é realmente certo ou não? Quando você chega a Cristo, está você chegando com total segurança? Um coração cheio de amor? Você chega até Ele sem temor? Dizendo, “Eu sei que Ele é meu Pai”?
255 (482 – Parág. antigo) E não há condenação, você passou da morte para a Vida. Você sabe disto, e você observa a sua vida: você está amando, você está perdoando, você é manso, você é pacífico, você é dócil, todos estes frutos do Espírito acompanham a sua vida, dia após dia. E logo que você faz qualquer coisa errada, “Oh, que coisa”. Logo que isto chega na sua mente, “você estando errado”, rapidamente você corrige isto, imediatamente. Não espere outro minuto, vá imediatamente e acerte isto. Se você não o fizer, bem, você não tem o Espírito de Cristo. Você pode ser uma boa mulher, você pode ser um bom homem, você pode ser bem visto na igreja, você pode ser bem visto na vizinhança, mas você já entrou naquela perfeição? Naquele lugar onde você está confiando em Cristo? E através de… Apenas dê-me o selo. Abraão cria em Deus e lhe foi imputado por justiça, e Deus lhe deu o selo da circuncisão como uma confirmação.
256 (483 – Parág. antigo) Agora, você diz, “Eu creio em Deus, eu fiz a confissão”. Mas Deus te deu o selo do Espírito Santo em sua vida? De: amor, alegria, frutos do Espírito, para provar que você foi salvo? Se Ele não fez isso, então Ele ainda não reconheceu a sua fé. Você simplesmente fez uma confissão, Ele não a aceitou, há algo errado. Gostaria você de recebe-Lo, então? Levante sua mão, se houver alguém antes de orarmos.
257 (484 – Parág. antigo) Deus te abençoe, jovem. Deus te abençoe lá atrás, também. Deus te abençoe. Correto, alguém mais, antes de orarmos? Correto, Deus te abençoe, ao atrás, irmã. Deus te abençoe, irmão. Deus te abençoe meu irmão. Isto é certo. Umas dez, quinze mãos foram levantadas.
Agora vamos orar:
258 (485 – Parág. antigo) Bendito Senhor, em seus lugares, eles procuram um altar. É em seu lugar, onde estão assentados agora, que Tu falaste em seus corações que eles estão “errados”. É em seus lugares que Tu colocaste um desejo no coração deles, para que eles almejam ser mais como Jesus”.
259 (486 – Parág. antigo) Eles querem sua vida mudada: eles querem ser mansos e humildes, eles querem ser mansos e cheios de paciência, eles querem ter longanimidade, sendo pacientes. Eles querem ser como um cristão, assim como Cristo, até que o mundo diga quando saírem pelas ruas, “Aquele homem é realmente uma cristã. Oh, eles são tão bondosos, mansos, dóceis”.
260 (487 – Parág. antigo) Conceda isto, Senhor, para que eles recebam aquela experiência , nesta noite. E que eles nunca possam descansar sobre a capacidade de sua igreja, sobre a filiação com qualquer igreja, qualquer denominação; ou nem mesmo sobre suas emoções, sobre nada fantástico, assim emocionalmente, algo que aconteceu (talvez eles gritaram, falaram em línguas ou algo assim).
261 (488 – Parág. antigo) Oh Deus Eterno, não os deixe tentar confiar que chegarão ao Céu nisto, pois vemos isto tantas vezes falhando miseravelmente. E Tu disseste que isto falharia, “Havendo línguas, elas cessarão; havendo profecias, elas falharão; onde houver conhecimento, isto acabará. Havendo todas estas coisas, ou mesmo os dons, milagres de cura, todos eles acabarão. Somente aquele Amor Divino permanecerá”.
262 (489 – Parág. antigo) Deus, crie isto em seus corações, e deixe-os saber que aquilo é o Espírito que traz os frutos. Faça isto agora, Senhor, enquanto esperamos em Ti, pois pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
263 (490 – Parág. antigo) (Espaço vazio na fita – Ed.) …Bolas de fogo voando, e ver pombos indo de um lado para o outro através do edifício ver Cristo chegando com espinhos em Suas mãos… Oh, você sabia que esta é a organização do anticristo? Ele disse, “Quando estas coisas começarem acontecer, olhe para cima, que a sua redenção está próxima”. Então esta é a razão pela qual gosto de seguir cada momento que posso para a igreja e vos deixar sólidos. O irmão Neville nem sempre pode estar conosco. Eu creio que o irmão Neville é um bom e sólido ensinador do Evangelho. Nós não sabemos qual será seu caminho neste púlpito, e quando isto realmente chegará aqui, “Minha ovelha ouve Minha Voz”. Fique com esta Palavra! Nunca deixe a Palavra. Você fique certo com Ela. Você fique firme na liberdade onde Cristo te libertou. Não se envolva em todos estes jugos da servidão e demais coisas, fique firme, e fique livre. Deus te abençoará. Nada temos neste mundo para termermos.
264 (491 – Parág. antigo) Você está sempre querendo saber… eu observo as pessoas que vem receber oração, elas invadem a fila. A próxima vez que elas vêem uma campanha de cura, elas entram nesta fila, entram naquela fila. Eu não as condeno. Elas estão tentando encontrar descanso, mas estão indo do lado errado. Você está fazendo o contrário, aquilo que Deus disse para não fazer. Vêem? Quando você aproxima corporalmente do Trono da Graça, e crê que “o que pediu, receberás”, fique com Isto! Esta é a maneira que isto é feito, não simplesmente cavalgar de missão em missão, de igreja em igreja, e de campanha em campanha.
265 (492 – Parág. antigo) Ora, eles tem feito estas campanhas de cura como um punhado de contra-senso. Claro, que tem feito. Isto tem chegado a um ponto onde, pessoas inteligentes, elas olham ao redor e querem saber tudo a respeito daquilo. Que… Deus não quer estas coisas. A cura não tem que ser em campanhas. A cura deve estar em cada igreja local, todos estes dons operando, mas não vá semear nestes dons. Não dê nenhuma atenção ao dom (se Deus deseja te usar para algo, Ele fará isto), mas espere pelo Doador.
266 (493 – Parág. antigo) Martinho Lutero, certa vez depois de falar em línguas, lhe foi perguntado por que ele não pregava aquilo, ele disse, “Se eu pregasse isto, meu povo iria atrás do dom em vez do Doador”. Isto é correto.
267 (494 – Parág. antigo) Moody, certa vez, falando, e começou… quando ele estava pregando sob grande inspiração, ele falou em línguas. Ele disse, “Deus, perdoe-me por murmurar palavras tolas”. Correto. Vêem, e eles tinham estas coisas. Nós cremos nestas coisas, porém elas devem ser colocadas em seu lugar, e elas não devem ser estabelecidas como evidências.
268 (495 – Parág. antigo) Não há nada na Bíblia deixado como “evidência do Espírito Santo”, somente os frutos do Espírito. Descubra qualquer lugar onde Jesus disse isto. Sim, Senhor, a evidência do Espírito Santo é o fruto do Seu Espírito. Jesus disse assim, “Pelos seus frutos os conhecereis”. E o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, benignidade, bondade, paz, mansidão, humildade. E os frutos do inimigo são: inimizade, ódio, malícia, contenda e assim sucessivamente; estes são os frutos do inimigo. Então, você pode julgar pelo modo que você está vivendo, onde você está firmado com Deus. Se todo o seu coração está apaixonado por Ele, e você O ama e é dócil, e vive com Ele diariamente, você sabe que passou da morte para a Vida. Se não é isto e você é de outro modo, você está simplesmente personificando um cristão. E isto é certo. Pois, todas personificações com certeza serão expostas; nós sabemos disto.
269 (496 – Parág. antigo) Então não viva aquele tipo de vida, você não tem que viver. Por que você aceitaria um substituto, quando todos os céus acima estão cheios do bom e do real? Claro. Deixe-me tomar Deus, é isto que eu quero. Amém.
270 (497 – Parág. antigo) Agora, alguém veio para receber oração? Se veio, levante sua mão. Nós tivemos o culto de cura nesta manhã. Eu suponho então… Esta senhora aqui? Está bem, irmã, quer você vir para frente então? E o nosso irmão, aqui, venha agora para a unção.
(Espaço vazio na fita – Ed).
…brilha em mim
Ó brilha em mim, Senhor, brilha em mim,
Deixe a Luz do farol brilhar em mim.
271 (498 – Parág. antigo) Não é Ele maravilhoso? Vamos apenas inclinar nossas cabeças, quietamente agora. Somente, Brilhe em Mim, outra vez. Agora, vamos agora, todos, que:
Brilhe… (simplesmente O adore agora em sua alma, vêem. Fiquem quietos, estamos no culto de cura. A mensagem acabou, vamos adorar).
Que a Luz do farol possa brilhar em mim.
Ó brilha em mim, Senhor, brilha em mim.
Que a Luz do farol possa brilhar em mim.
Ser somente como Jesus, ser como Jesus (sempre)
Na terra eu almejo ser como Ele;
Através de toda jornada da vida, da terra à glória,
Eu somente peço para ser como Ele.
Nós andaremos na Luz, quão formosa Luz,
Que vem de onde brilha as gotas de orvalho de misericórdia;
Brilha ao nosso redor dia e noite,
Jesus a luz do mundo.
Todos nós santos da luz proclamamos,
Jesus a Luz do mundo,
Então os sinos do Céu tocarão,
Jesus a Luz do… (receba-nos, Senhor, enquanto Te adoramos).
Nós andaremos na Luz, formosa Luz,
Que vem de onde brilha as gotas de orvalho da misericórdia;
Brilha ao nosso redor dia e noite,
Jesus a Luz do mundo.
272 (499 – Parág. antigo) Você não gosta desta limpeza? Você se sente bem? Levante sua mão. Diga… Há alguma coisa sobre estes velhos hinos tradicionais, os hinos dos velhos tempos, eu prefiro tê-los do que todos estes novos hinos mundanos lançados, isto é, nas igrejas cristãs. Eu gosto dos velhos tempos, eu gosto:
Jesus, guarde-me perto da cruz (oh!)
Há uma fonte preciosa.
De graça para todos, uma corrente de cura,
Flui da corrente do calvário.
Foi na Cruz, foi na Cruz,
Seja sempre minha glória;
Até minha alma raptada encontrar
Descanso além do rio.
273 (500 – Parág. antigo) Eu poderia sair do mundo facilmente quando aquilo é cantado. Você poderia? Que maravilhoso. Está tudo em ordem? Você sabe, estou feliz por ter colocado tudo isto em ordem. Não está você? As velhas contas estão todas em ordem, a muito tempo atrás. Eu Lhe disse, “Senhor, eu não quero nenhum problema lá embaixo no rio, eu – eu quero ter certeza agora”. Eu quero conhece-Lo. Eu quero conhece-Lo.
274 (501 – Parág. antigo) Há um imenso buraco negro colocado diante de cada um de nós. Temos o impulso de ir para aquele lado. Cada vez que nosso coração bate, estamos mais perto e mais perto. Mas quando eu chego ali, eu não quero esquivar-me como um covarde, eu quero me enrolar nos mantos da Sua justiça e entrar nisto, sabendo isto: que eu O conheço no poder da Sua ressurreição, que quando Ele chamar, eu sairei do meio dos mortos.
275 (502 – Parág. antigo) Minha – Minha fé olha para Ti, vamos cantar isto agora:
Minha fé olha para Ti,
Tu Cordeiro do Calvário,
Ó Salvador Divino!
Agora ouça-me enquanto oro,
Tire todos meus pecados,
Não me deixes nunca desviar
Do Teu lado.
276 (503 – Parág. antigo) Tu grande Mestre, como Tu nos tem ensinado na Tua maravilhosa Palavra, nossos corações simplesmente tremem com a graça do rapto em saber que passamos da morte para a Vida. É tudo através da bondade do nosso Senhor Jesus, que nos chamou e nos lavou em Seu Sangue, e nos tem apresentado diante do Trono de Deus, sem falta, sem culpa, pois Ele tomou nossos pecados (não temos pecado). Deus carregou sobre Si toda nossa iniqüidade, e Ele foi ferido por nossas transgressões. Oh, como nós O amamos, o grande Cordeiro de Deus.
277 (504 – Parág. antigo) E nós oramos, Pai, que Tu nos dê expressão vocal, elocução, para que possamos falar a outros; para que eles possam conhece-Lo também, e ama-Lo, pois Ele os ama. Dê-nos esta graça. E nós Te agradecemos, Pai, por estes recém-nascidos que acabaram de entrar no reino de Deus. Que eles possam encontrar uma boa igreja em algum lugar, e ali Te servirem até que a morte os liberte deste velho corpo podre, cheio de dores. E os apresente diante Dele, sem falta, sem culpa, na era que virá, com a Vida Eterna. Pois pedimos isto em Seu Nome. Amém.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...