O CONSOLADOR
01 de outubro de 1961
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Obrigado, irmão Neville. Boa noite, amigos. É um privilégio estar de volta na casa do Senhor outra vez, nesta noite, neste culto, para servi-Lo outra vez. Eu penso que é a maior coisa que já aconteceu comigo, ter o privilégio de servi-Lo. E eu sei, enquanto eu vos sirvo, estou servindo a Ele. “Pois o que fizerdes a estes pequeninos, estareis fazendo a Mim”. E nenhuma de Suas Palavras pode falhar.
2 Agora eu quero tomar este momento para dizer que a mamãe respirando, ou estava quando eu saí do hospital a algum tempo atrás. E logo após a comunhão desta noite, minha esposa e eu iremos ficar com ela. Nós iremos para o … o hospital.
3 E eu quero expressar por ela, sendo que ela não pode, o agradecimento que temos por vocês, por orarem por nós nesta hora de problemas, e pelos lindos cartões e flores, e coisa que expressam simpatia, que vocês tem envaido para minha mãe; eu certamente aprecio e ela também. E, muito obrigado, foi muita atenção. Eu tentaria, da minha melhor maneira, fazer o mesmo por vocês. Você sabe disto. E então sabendo disto, que talvez…
4 Eu não poderia dizer que ela está morrendo, embora os médicos digam que ela está. Mas domingo passado ele me disse que ela estava morrendo também. E toda a semana, os filhos assentados ali ao redor, esperando no hospital, fazendo turnos, de hora em hora, esperando mamãe partir. Mas, neste momento, ela está mais abatida que nunca esteve.
5 Eu creio que os médicos encontraram vinte de duas diferentes coisas erradas com ela. E foi quando eles, outro veio, disse. “Não, eu não creio que seja isto”.
6 E finalmente um disse isto, “É uma mãe esgotada, esta simplesmente muito cansada para viver mais”. Então eu creio que seja isto. Correto. Ela é mãe de dez filhos, e as coisas foram difíceis para ela. Nós éramos pobres. E as coisas não foram com… como poderiam ter sido, eu suponho. Mas, ela está simplesmente esgotada e cansada, e está indo para Casa.
7 E é um prazer, e com este… este grande Evangelho que tenho pregado, no qual creio agora. Ele simplesmente não só opera quando as ovelhas estão em boa sorte, Ele opera quando as ovelhas estão em decadência também. Ele é o meu Consolador. E eu não posso alguma vez crer que a minha mãe vai morrer, porque ela tem Vida Eterna, vêem. “Aquele que crer em Mim, ainda que esteja morto, viverá. Aquele que vive e crê em Mim, nunca morrerá”. Agora, o meu Senhor disse Isto, e eu seguro nestas Palavras. Embora estejamos andando no vale, são aqueles… Como o nosso precioso pastor nesta tarde expressou por ela; estas horas cansadas, prolongadas dos últimos aqui na terra.
8 A Sra. Fordyce, outra amiga nossa, que está deitada próximo a ela, morrendo, com um problema de coração. E muitas vezes, do outro lado da rua, nós trazíamos, comprávamos verduras e coisas daquela senhora. Ela morava ali no interior perto de Zurschmeide. E não sabia que era ela, até que dei uma boa olhada nela, ela está com setenta e cinco ou setenta e seis. E ela estava com as suas duas irmãs mais velhas ali, para visitá-la. E quando elas saíram, eu cheguei, ela disse, “Você é o irmão Branham o evangelista?”
E eu disse, “Sim, senhora”.
9 E ela começou a chorar. Ela disse, “Eu alcançarei… Eu ouvi que esta que está ao meu lado é a sua mãe, há somente uma cortina entre nós”.
Eu disse, “Sim”.
Ela disse, “Nós duas provavelmente partiremos ao mesmo tempo”.
10 Eu disse, “Sra. Fordyce, há uma pergunta que desejo fazer-lhe, minha irmã, eu já passei pelas suas terras naqueles caminhos difíceis ali em cima, e já lhe vi ali agarrada em uma enxada, e trabalhando bastante; então ver você trazendo suas verduras e espalha-las através da cidade e voltar”. Eu disse, “Sendo que você tem vivido honestamente. Você conhece o meu Senhor como seu Salvador?”
11 Ela disse, “Eu O conheço, como meu Salvador. Estou confiando em Sua graça”, disse ela, para me atravessar no vale da sombra da morte”.
12 Eu disse, “Talvez mamãe não seja capaz de caminhar com a senhora ali, mas Ele será”. Então nós fizemos uma oração. E ela simplesmente segurou a minha mão até que quase precisei puxar para retira-la”.
13 Bem do outro lado do quarto, a Sra. Gaither bem ali, outra velha mãe, foi estar com o Senhor há poucas horas atrás. E tinha as suas duas pernas amputadas, de açúcar da diabetes. E eu tinha observado então… E o seu esposo deitado ali em cima com um membro amputado. E o mundo está cheio de tristeza.
Não ansieis pelas fúteis riquezas deste mundo.
Que rapidamente se arruínam,
Construa as suas esperanças nas coisas Eternas,
Elas nunca passarão.
14 E eu, há trinta e um anos estou atrás deste púlpito aqui, e ao redor do mundo, como eu tenho alegado que o mundo é meu púlpito. Então, eu tenho tentado entregar ao povo esta Palavra de Vida Eterna. E é a única coisa que pode ajudar quando você chega ao fim da estrada. Então por que confiaríamos em outra coisa? Em que poderíamos confiar? Se… Quando minha mãe me disse outro dia, que ela estava pronta para partir, e eu fui. E conversei com ela.
15 Exatamente como eu fiz com a Sra. Broy, minha sogra, cerca de um mês antes dela partir, eu desci ate ali e falei com ela. Ainda que, eu mesmo a tinha batizado, e assim por diante.
16 E eu batizei a minha própria mãe, há trinta anos atrás, bem abaixo de onde estou morando agora, no rio, no Nome de Jesus Cristo.
17 Eu batizei seu velho pai de quase cem anos de idade, no Nome do Senhor Jesus Cristo, nas águas lamacentas. Eu posso ver o velho companheiro trêmulo agora, com sua mão paralítica, me abraçando, me olhando na face. Eu o encontrarei outra vez do outro lado. Oh, sim, sim.
A minha esperança não é edificada em nada menos
Do que o Sangue de Jesus com justiça.
E quando tudo ao redor de minha alma se for
Então Ele é minha esperança e permanecerá.
Em Cristo, aquela Rocha sólida, eu firmo;
Todos os outros terrenos são areias movediças.
Hoje teremos comunhão. Eu prometi estar aqui.
18 Billy me disse hoje que muitos tem pedido entrevistas. E eu ia concede-las desta vez. Tenho certeza que vocês compreendem.
19 Eu simplesmente estou um pouquinho agitado. Você sabe como você estaria. Mas, mesmo assim eu… estou crendo em meu Senhor, e a Sua graça é suficiente. É tudo que preciso. Então, orem por mim, que eu preciso de oração.
E que Deus possa sempre abençoar ricamente cada um de vocês.
20 E quando você chegar ao fim do caminho, eu confio que você nunca tentará fazer isto sem ter nascido de novo.
21 Eu estava pensando, Billy ali. Eu segurei a mão de sua mãe, a minha esposa, quando ela estava partindo, a umas poucas portas de onde minha mãe está agora. Quando ela olhou, e ela teve uma experiência ali antes dela morrer; mãe de dois filhos. E ela disse, “Billy, você tem falado sobre Isto. Você tem pregado sobre Isto, mas,” disse, “querido , você não sabe o que é Isto. Quão glorioso é Isto!” Nós tínhamos acabado de encontrar este bom velho Evangelho então. Ela disse, “Permaneça com Isto Billy. Fique com Isto! Nunca O deixe. Isto compensa nestas horas”. E eu disse:
Eu te encontrarei na manhã, nos portais que
Brilhem e resplandeçam.
Quando todas as tristezas findarem;
Eu estarei de pé no portal, quando os
Portões se abrirem completamente,
Quando a vida terminar naquele dia de saudades.
22 É isto. Eu creio nisto com tudo que está em mim. Eu creio nisto. Eu espero poder encontrar com cada um de vocês naquela manhã.
Você me reconhecerá naquela manhã,
Através do sorriso que terei.
Como o irmão Neville e os outros dizem, no hino:
Eu te encontrarei na manhã, naquela
Cidade quadrangular (Tão real o quanto pode ser).
23 Eu observei, subindo, nos últimos dois dias vindo do hospital, há uma tenda levantada ali embaixo no… no lote da Estrada de Ferro de Pennsylvania. Está entre a Rua 9 e a 10, ali embaixo no Spring, subindo, há uma (que diz) uma placa, “Dom de ministério”. Eu não conheço o irmão. Eu não sei se já o vi. Mas ele é um irmão, e ele está aqui na cidade, realizando uma campanha. E eu sei o que isto significa, ir a uma cidade, e talvez uma cidade deste tamanho, e sem ninguém… alguém para apóia-lo. Eu não o conheço. E ele nunca me pediu para dizer isto. Mas eu… creio que seria bom se todos vocês, que querem um lugar para ir, que fossem ate ali para ouvirem o nosso irmão pregar o Evangelho. Ele tem que ser um dos filhos de Cristo, ou ele não estaria armando uma tenda neste clima frio de setembro, tentando fazer algo para nosso Senhor. Então, nesta semana, visite o nosso irmão ali embaixo e ouçam a sua pregação.
24 E, agora, eu creio que foram todos os anúncios que eu tinha que fazer.
25 Mas eu certamente desejo dizer isto. Eu aprecio todos vocês que estão de pé. Em um clima como este e horas como esta; e vocês virem a pequena e velha igrejinha e ficarem aqui. O que eu faria sem vocês? O que poderíamos fazer um sem o outro? Esta é a hora para nos unirmos.
Oh, eles virão do Leste e do Oeste,
Eles virão das terras distantes.
26 Eu queria que Meda e Mabel cantassem isto para mim nesta manhã. Mas naturalmente elas não podem faze-lo agora. Este foi o hino que elas cantaram para mim quando eu comecei a sair em minhas viagens evangelísticas, cerca de quinze anos atrás. Vocês já ouviram este hino.
Para festeja com nosso Rei, ceiar como Seu convidado,
Quão abençoados são estes peregrinos!
Vendo Sua sagrada face
Incandescente com o amor divino;
Benditos portadores de Sua graça,
Como gemas em Sua coroa brilham.
27 Agora, nesta manha eu tive que me apressar. E agora, a mamãe recobrou as forças. Ela estava quase sufocada. Ela estava respirando com muita dificuldade, quando eles me chamaram. Mas de alguma forma, ela recobrou as forças outra vez e começou a respirar de novo. Ela não sabe. Mas Ele a conservou viva enquanto eu estava pregando, e a conservará por algum tempo. E eu confio que Ele fará isto agora enquanto eu estou aqui nesta noite. Agora, muito obrigado, foram muito gentis, as vossas orações.
28 E agora vamos inclinar nossas cabeças por um momento enquanto oramos. Enquanto estamos com as nossas cabeças inclinadas, eu desejo lhes fazer uma pergunta muito solene. E eu espero que vocês não se sintam ofendidos por eu lhes perguntar isto; mas sabendo, como eu realmente sei agora, eu quero dizer isto para os jovens e os velhos. Vocês mocinhas, você terá que chegar algum dia onde minha mãe está deitada nesta noite, vocês jovens. Todos nos sabemos que teremos que chegar àquele lugar.
29 E se você não está positivamente seguro de que você está pronto par encontrar com Deus, levantaria você a sua mão, enquanto ninguém está olhando, para Deus, e diria, “Deus, lembre-se de mim”. Deus te abençoe. Deus te abençoe, em todas as partes. “Lembre de mim, Oh, Deus, eu terei que chegar ali onde talvez eu estarei inconsciente, também. Mas eu quero ter certeza antes de ir, e enquanto estou com minha mente sadia, minha alma está destinada a Deus. E andarei pelo vale da sombra da morte, não temerei o mal, porque Tu estás comigo”.
30 Agora, Pai Celestial, enquanto trazemos, pela fé, em minhas mãos, nesta noite, estas almas preciosas que levantaram as suas mãos neste momento. Eu as levanto diante do Trono de Tua graça e misericórdia. E sabendo esta única coisa… Pai, pode haver pessoas enfermas aqui, pode haver pessoas aflitas. Mas, Deus, não há nenhuma delas com tal necessidade como essas que levantaram suas mãos. Pois elas sabem disto, não importa se são curadas as suas enfermidades, eles viverão o suficiente, talvez estarão enfermas outra vez. Mas, oh Deus, quando elas uma vez aceitarem este bendito Salvador e tiverem Vida Eterna, e nascerem de novo, não haverá nada então que poderá lhes separar de Deus. Elas se tornam filhos de Deus e nunca poderão se separar mais. “Eles tem passado da morte para a Vida, e nunca entrarão em condenação”. Que promessa, Senhor! Como podemos ancorar nossas almas bem ali! Não importa quão forte a tempestade sopre, não importa quão contrário as ondas pareçam estar, nossa fé olha para Ti, Tu Cordeiro do Calvário, Salvador Divino! Agora tome-os nesta noite, Oh, Senhor, em Tuas misericórdias e cuidados. Salve suas almas neste momento. Que eles possam… que eles não saiam desse edifício, nesta noite, até que aquela “paz que excede todo entendimento” entre em seus corações. O que posso fazer, Senhor, depois de terem levantado suas mãos, porem eu levanto minha voz a Ti, e clamo, “Oh Deus, seja misericordioso!” Conceda isto, Pai.
31 Por estes muitos anos que Tu me tens poupado, e através dos campos e ao redor do mundo, eu vi aqueles que chegaram ate o fim da estrada, que não Te conheciam, cantando, “Dia feliz, dia feliz, desde que Jesus lavou meus pecados!” Oh, sim. O ímpio se expande como a verde árvore do louro, muitas vezes; mas quando chegaram no fim do caminho, é diferente.
32 Que não haja nenhuma pessoa ímpia no nosso meio nesta noite. Que cada uma delas possa estar perdoada de cada pecado. E que cada um aqui possa receber o frescor e s novas de Deus. Pois, Pai, estamos bem na hora agora de tomarmos a comunhão, aquela ordem santa e sagrada que Tu nos deixaste. “Este é meu corpo que foi partido por vós. Este é o Sangue do Novo Testamento, o cálice de bênçãos. Todas as vezes que comerem e beberem, lembrarão a morte do Senhor até que Ele venha”.
33 Deus, nós cremos que Tu estás vindo. Nós cremos que Jesus chegará e nós O veremos, Aquele glorioso. E toda a idade avançada passará, e todas as velhas tristezas e dores no coração e enfermidades se desvanecerão. E no grande ovo amanhã, nós romperemos, Senhor, com os gritos e clamores de vitória; “Balançando palmas com alegres hosanas, enquanto o Rei tomará o Seu Trono”. Estamos esperando pro aquela hora.
34 Agora conforta-nos também, Senhor, em Tua Palavra, nesta noite. Fale-nos estas coisas que são consoladoras, que Elas possam consolar os nossos corações.
35 E eu oro por minha mãe. Senhor Deus, ela é a única que eu conheço. De algum modo ou outro, não importa quão dócil seja uma esposa, pode ser tão dócil o quanto ela deseje ser, mas isto não toma o lugar da mamãe; aquele velho carvalho estendido, Senhor, que está arraigado no chão, quando você vai ali e se assenta ao seu lado, e conversa com ela. Eu oro, Deus, que Tu não a deixes sofrer.Pois isto fere o meu coração, Senhor, quando eu penso que ela está sofrendo. Simplesmente a deixe atravessar o vale da sombra da morte, não temendo mal algum.
36 Como eu Te agradeço! Faz pouco, quando ela nem mesmo sabia o seu próprio nome, quando eu disse, “Jesus”, ela balançou a sua cabeça, ela O conhecia. Como eu Te agradeço por isto, Senhor! E o médico dizendo, “Ela está inconsciente. Ela não conhece nada”. Mas mesmo se ela não conhecesse nada que seja (ela) daqui desta terra, ela Te conheceria, Senhor. Estou tão feliz por isto! Isto descansa a minha alma.
37 Tu não falaste com Teu servo da partida dela. Tu não tens que falar comigo, Senhor, sobre isto. Mas eu gostaria de saber, Senhor. Eu oro para que Tu simplesmente… Seja o que for, Senhor, eu entrego isto em Tuas mãos. Que seja feita Tua vontade.
38 E agora, Pai, abençoe a Palavra nesta noite, a Mensagem, a leitura da Palavra e o cântico dos hinos, o tomar da comunhão. Que tudo possa ser para a Tua honra e gloria, pois pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
39 Nós temos aqui alguns lenços pelos quais orar. E eu o farei depois quando formos orar.
40 Vamos ler, nesta noite, agora para a leitura da Palavra. Eu tentarei ser mais ligeiro o quanto possa ser, porque há aqueles que estão de pé, esperando que eu chegue ali, e estão esgotados e cansados.
41 Eu gostaria de começar com o capitulo 14 de S. João. E vamos começar no… Começarmos com o versículo 12. E o meu assunto nesta manhã é: O Consolador. E agora enquanto lemos, ouçam atentamente a Leitura. São João 14, começando com o 12.
Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores que estas; porque eu vou para meu Pai.
E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.
E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.
42 Eu gostaria, se vocês me desculpassem, de ler este versículo 17 outra vez.
O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber…
43 “O mundo”. Desde que você ama o mundo, você nunca receberá Isto. Vêem?
…porque não o vê,…
44 Não importa o que Ele faça, o mundo não vê isto. Eles não crêem nisto. “É emoção, psicologia”, vêem, para eles,
…não o vê nem o conhece…
45 Agora ouçam, este “Ele” a respeito do qual Ele está falando:… mas vós o conheceis, porque habita convosco agora Jesus, e estará em vós.
46 Não está isto claro? Quem é o Consolador então? Jesus. Vêem? Ele disse, “Eu orarei ao Pai, Ele enviará outro Consolador, o mesmo Espírito de verdade; o qual o mundo não pode receber, porque não O conhece, nem O vê; vêem, O vê, nem O conhece. Mas vós conheceis!” Vêem, Ele está falando sobre Si Mesmo. “Vós O conheceis, pois ele habita em vós, em um corpo de carne agora”, falando com os discípulos, “e estará em vós; e habitará para sempre, nunca deixará”.
47 Oh, não é Ele um bom Deus? Jesus é tão bom para nós! E está bem expressado que, “Nosso Deus é um bom Deus”. Ele é tão bom para os Seus filhos! Ele tem provido cada boa coisa para nós. Tudo que temos necessidade, Ele tem provido isto. Verdadeiramente você pode dizer, “Pai nosso que estás nos Céus”, porque Ele é um Pai. E embora nós sejamos desobedientes, embora sejamos arrogantes, Ele continua provendo para nós exatamente o mesmo. Sejamos nós bons ou ruins, Ele nos dá alimento para comer, roupas para usar, casa para morar, Oh, Ele é tão bom!
48 Se pudéssemos simplesmente olhar ao redor e contar as boas coisas que Ele é para nós! Nós não paramos para considerar aquilo. E se você não tivesse olhos? E se você não tivesse nariz, se você não tivesse boca, se você não tivesse orelhas? E se você não tivesse pés ou membros, e não pudesse andar por ai? Mas você… Mas, vêem, Ele prove os seus pés. E se você não tivesse olhos e não pudesse ver; e mesmo assim, você pudesse ouvir os barulhos, mas você não soubesse o que eles eram? Agora, estes estão todos nos cinco sentidos que Ele proveu.
49 Mas então, se nós simplesmente vivermos perto Dele, Ele proverá algo mais para nós. Há um discernimento, que podemos ver o que as pessoas comuns nunca vêem. Quando nascemos de novo, nos O vemos. Vêem? “Você O conhece. Você O tem visto. Ele habitará em você para sempre”. Oh, Ele é um bom Pai. Ele é o… Ele é a Fonte da bondade, a grande fonte de toda bondade e Paternidade pertence a nosso Deus. Ele é tão bom para os Seus filhos que crêem! Mas agora talvez…
50 Uma coisa que Ele tem provido para nós é o brilho do sol. Oh, como que… Você sabe, você não poderia viver sem o brilho do sol. Você viveria por pouco tempo, por que nada cresceria. E o brilho do sol é uma coisa tão grande e tão necessária, mesmo assim nós simplesmente olhamos e dizemos, “Oh, é o sol”, e saímos. Vêem, nós olhamos por cima disto. Mas aquele brilho do sol é importante para a nossa vida. Ele nos ajuda, nos dá força. E, agora, isto é para o homem natural.
E então há o Brilho do Sol espiritual no qual podemos viver.
51 Todo natural tipifica o espiritual. Como nós temos boa comida que comemos à mesa, é um tipo do bom Alimento que nós comemos da Palavra. Vêem, é simplesmente um tipo. É a expressão material (a parte física) da parte espiritual, a qual significa mais para nós do que a parte física. Vêem?
52 É exatamente como um nenenzinho. Quando um nenenzinho é concebido no ventre da mãe, é simplesmente carne e sangue, pulsando, agitando. Mas logo que ele nasce, você não vê isto, mas há um espírito e alma perto daquela mãe, para entrarem naquele neném logo que ele nascer neste mundo. Aquele neném se torna maduro e começa a aprender, então ele se torna uma alma viva e ele sabe o que é certo e errado. Então isto está, exatamente como Adão e Eva, colocado diante da árvore do bem e do mal. Ele faz a sua escolha. Então se torna inteligente. Está crescendo o tempo todo. É a grande economia de Deus.
53 E finalmente chega ao fim da estrada, para este corpo físico. E exatamente como este corpo está deteriorando e acabando, há um sendo preparado para recebe-lo. Logo que ele sai daqui, esta alma que está em nós agora e este espírito, deixa este corpo, e ai para outro; um novo, um bom, um melhor, um que não ficará velho, um que não morrerá. Ora, Ele é um Deus bom! Mas, seguro que Ele é!
54 Mas agora, tomamos por exemplo, um homem que conhece a respeito do brilho do sol, e está brilhando, e então ele simplesmente recusa admitir aquele brilho do sol? Ele diz, “Eu simplesmente não creio nisto”. E ele desce para o seu porão, fecha a porta, e simplesmente recusa saber se o sol está brilhando. “Eu não creio nisto”.
55 Alguém diz, “Oh, está quente. É saudável. As pessoas que vivem onde há bastante sol tem cor, e elas tem mais saúde se vivem em contato com o brilho do sol”.
56 “Não creio nisto”, ele diria, e simplesmente se tranca. Agora, aquele homem está em uma condição lamentável. Há algo errado com suas faculdades mentais, se um homem faz isto.
57 E se um homem se tranca do Sol Espiritual de Deus, o Brilho do Sol, há algo errado com sua condição espiritual; pois quando um homem se recusa a andar na liderança de um bom Deus como o nosso Deus, o qual é o nosso Consolador e a nossa força. E viver em Seu Brilho do Sol, é um crescimento espiritual. É uma força espiritual viver em Seu Brilho do Sol, o Filho, brilhando de Sua Glória! Pois, é o maior privilégio que temos, vivermos sob a Luz do Sol da Gloria de Deus. Veja os bons cristãos sadios!
58 Tome um homem ou mulher que colocaria… coloque-o lá embaixo em uma cela, onde não possa ver o brilho do sol natural que Deus tem provido para ele, no qual ele se recusa a crer. E, por causa de seu orgulho, ele se isola. Aquele homem logo ficará anêmico. Ele ficará pálido. Ele não terá uma boa força. Ele não terá saúde. Ele logo… porque ele se trancou dos próprios privilégios que Deus lhe deu. Isto é certo. Ele fez isto de sua própria vontade.
59 Então se nós nos trancamos da Glória de Deus, do batismo do Espírito Santo ou do companheirismo do Espírito, a primeira coisa que você sabe, nós nos tornamos pálidos, cristãos enfermos. Nossa experiência vai crescendo obscura. E quando a grande prova vem, nós recuamos e voltamos.
60 Isto precisa daquele soldado que tem vivido na Luz do Sol de Deus, isto toma aquele espírito que conhece a Deus, sem sombra alguma de dúvida, eles podem se colocar no meio do problema e clamarem, “O Meu Redentor Vive!” Aleluia! É isto, vêem.
61 Nós nos trancamos. E eles fazem isto, automaticamente, nós fazemos isto porque queremos faze-lo. Mas Deus é bom, Ele nos providencia isto. Mas muitos hoje não querem entrar naquele lugar de saúde com Deus, um Cristão é são, tem um espírito são. Você certamente reanimaria um corpo são, qualquer pessoa. Bem, aquele corpo, não importa o quanto de saúde você coloca naquele corpo, ele voltará para o pó.
62 Mas, oh, meu irmão, aquela alma não pode ficar muito sã. E cada vez que isto cresce, isto cresce na força e na graça e no Poder de Deus. Nós precisamos de andar na Luz do Sol de Deus, porque Ele é bom.
63 Nós temos uma grande herança, uma grande fiança sagrada que nos foi dada.
64 Você pode querer saber agora, “Irmão Branham, você está falando sobre o brilho do sol, o grande Brilho do Sol da Glória de Deus, para fazer espíritos sadios, para nos fazer cristãos fortes?” É para isto que estamos aqui nesta noite, é para encontrar. “Como obtemos estas coisas? De onde elas vem? O que são elas? Mostre-me o que é, irmão Branham. Posso comprar isto na farmácia? Que espécie de vitamina é essa?”
65 Você não compra Isto na farmácia. Mas há o suficiente Disto bem perto de você, se você simplesmente receber Isto. É somente conhecer a fórmula de como recebe-lo.
66 Há drogas na farmácia, mas ali deve haver um médico para diagnosticar o caso. Se ele não o fizer, isto pode te matar.
67 Então, assim sendo, você tem que ter um diagnóstico do caso. Você não pode ir simplesmente e tomar um pecador e entrega-lo ao Espírito Santo. Primeiro ele tem que se arrepender. Ele tem que ser lavado, os seus pecados. Ele tem que estar preparado para esta grande Vitamina que lhe será administrada.
68 Agora, nós temos uma fiança sagrada. Você sabe o que é fiança. E nós temos uma herança que herdamos, como filhos que crêem. É uma fiança sagrada. E esta fiança sagrada e a nossa herança sagrada é a Palavra de Deus que nos foi dada, a Palavra completa de Deus. A Palavra Ela Mesma é a Vitamina, a Palavra em Si Mesma, a Palavra de Deus.
69 E aí onde está, a razão pela qual sou tão dogmático, como eu chamaria isto, em firmar nesta Palavra! Não importa o que qualquer coisa diga, se isto não é com a Palavra, então eu não creio nisto; vêem, se você deseja crer nisto, está bem. Mas para mim, isto toma a Palavra, porque “Os céus e a terra passarão, mas as Minhas Palavras não há de passar”. Portanto, isto toma aquela Palavra!
70 u vivo pela Palavra. Disse Jesus, “Está escrito, não só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que procede da boca de Deus”. E isto é isto! E isto nos é dado como uma herança. É a nossa herança, a Palavra!
h Deus, que possamos pensar na profundeza disto.
71 , é o nosso privilégio. É esta fiança sagrada que Deus tem colocado em Sua Igreja. E aquela sagrada herança é nossa. É uma dádiva de Deus. Não somente para comprometer Nisto, e cortar Isto fora, e tirar Isto fora e adicionar isto, para encaixar o nosso próprio gosto; mas para pregar a Palavra completa, o Evangelho completo. Estamos comissionados, como Cristãos, tomar Isto e crer Nisto. Quando nós sabemos, “Se nosso coração não nos condena, então sabemos que temos paz diante de Deus”.
72 as quando sabemos que estamos fugindo de Algo, que alguma grande herança que nos pertence, nós fugimos Dela, porque nossa igreja diz que eles “Não crêem Nisto hoje, Isto não é para hoje”. Se nós evitamos Aquilo, então nós estragamos a nossa herança.
73 ós somos todos americanos, eu creio que sim, em… na…. na igreja nesta noite. Somos todos cidadãos americanos. Somos agradecidos por sermos americanos. Mas mesmo assim, o que aconteceu com a nossa herança Americana? O que era isto? Nós começamos a nos comprometer. E logo que nos comprometemos, nós perdemos a santidade de nossa herança, porque nós nos comprometemos. Nós elegemos Presidentes quatro vezes, isto rompe a … a. … constituição. E nós fazemos coisas hoje. E nós até mesmo… Este pequeno medidor de estacionamento que temos nas ruas, isto é inconstitucional. Não há tal coisa na constituição. Está conta a constituição, mesmo assim nós o fazemos. E fazemos todos os tipos de coisas contra os princípios que esta nação foi fundada. Fazemos tudo contrário, assim perdemos nossa herança. Por que? Nós comprometemos nos princípios em que isto foi fundamentado.
74 Que Deus me ajude, que Deus te ajude, como Cristãos, nunca se comprometer em nenhuma Palavra de Deus! Esta fiança sagrada foi entregue à igreja, e é uma coisa gloriosa ter este Evangelho, o Evangelho completo; para prega-Lo, sem se comprometer em parte alguma. Prega-Lo exatamente como Ele está escrito. Vive-Lo como Ele está escrito. Que fiança sagrada!
75 E se sempre esperamos que esta Palavra venha a acontecer, se sempre esperamos Deus guardar a Sua Palavra, temos que ficar com Ela exatamente da maneira que Deus A escreveu. Esta é a razão, se você fica com Ela da maneira que Deus a escreveu, haverá muitas coisas que acontecerão em vosso meio, cada Palavra será cumprida.
76 Estou sob expectação neste momento, eu mesmo, de ver um Poder estremecedor vindo, que estremecerá as nações quando Ele vier.
77 Deus sempre pode ter um povo sob o Seu controle, se Ele obtiver um homem ou uma mulher que não comprometerá a Sua Palavra; mas que se firmará ali como a Rocha das Eras, que crerá em cada Palavra, e cera que Ele está atrás Disto. E um homem que crê Nisto, deve agir como Isto. Se você não agir como Isto, então você não crerá Nisto. Mas, se você crê Nisto, aja como Isto! E você pode colocar Isto para operar, e a Palavra estará em você.
78 Nós perdemos a nossa herança porque nós… nós simplesmente nos comprometemos. E quando nos comprometemos, então não podemos esperar que Deus cumpra a Sua promessa para conosco; porque nós rompemos a fiança sagrada, e poluímos a fiança que Deus nos deu. Vamos guardar aquela fiança; guardar isto sagrado, guardar isto santo. Guardar cada Palavra Disto, e não nos comprometemos. Tome Deus em Sua Palavra e creia Nele. Faça como Ele! Permaneça Nele! Não mova! Isto é o que devemos fazer. É isto que Deus está procurando.
79 Como eu disse nesta manhã na Mensagem, na nossa Mensagem desta manhã,, falando sobre, “Isto nos convém”, ou “Nos convém cumprir toda a justiça”. Depende de nós, para quem a Palavra foi entregue. Depende de nós, que permanecemos com aquela Palavra. E, enquanto ficamos com Ela, vemos Deus operando ao nosso meio. Então, é para nós permanecermos com Isto. É uma herança que Deus nos tem dado.
80 Vamos voltar para uns poucos minutos, e encontrarmos aqueles homens que guardaram a grande e sagrada fiança de Deus. Que foi a Sua Palavra. É isto que nós herdamos, é a Palavra. E no tempo de pressão, no tempo de perplexidade, em tempo de aflição, em tempos perigosos, eles encontraram consolo por terem guardado a Palavra.
81 A Palavra é o consolo de Deus. Quando você sabe, e pode andar até mesmo pelo vale da sombra da morte, e sabe que Deus disse assim, isto está estabelecido. Assim disse Deus!
82 Você não pode dizer, “Bem, o pastor disse isto”, ou “A igreja disse isto”.
83 Você pode dizer, “Deus disse assim!” Este é o consolo que nós temos. É ai que eu posso encontrar consolo agora. É ai onde você encontra o sue consolo. Deus disse assim! “Aquele que crê em Mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” Vêem, isto é consolo. Este é o consolo que temos.
84 Noé. Eu falei sobre ele, eu creio, nesta manhã. O consolo que ele deve ter obtido, embora no meio das criticas! Certamente.
85 “E o mundo não pode recebe-Lo”, assim disse Jesus, “porque não O conhece. Mas vós O conheceis, e O tendes visto. E Ele habita convosco e estará em vós”.
86 Noé havia se encontrado com Deus. Ele ouviu a Deus. Ele tinha a Palavra de Deus. Então não fazia nenhuma diferença o que os outros diziam, Noé tinha a Palavra de Deus! Então Ela era um consolo para ele; quando as críticas vinham, era sobre o que eles estavam fazendo, criticando-o E a ciência dizendo, “Como pode cair água dos céus, quando não há nada ali em cima? Nós podemos provar que não há nenhuma água ali. Você é um fanático Noé! Ora, eu posso te provar que você é um fanático. Veja aqui, onde há alguma água? Mostre-me!” Eles podiam ter lentes que podiam ver cento e vinte milhos de anos luz no espaço, como nós temos hoje. Então, você sabe que nunca havia chovido. Mas mesmo assim, Noé estava consolado, porque ele tinha a promessa de Deus. Amém.
87 O que ele fez? Ele seguiu construindo a arca. “Que loucura!” Ali, talvez, nunca tinha existido um barco. Não havia lagos e rios e coisas naqueles dias, então eles não precisavam de barcos. Mas, aqui está ele, construindo algo com um ar de fantasia. E todo mundo rindo dele. Aquilo era suficiente para desanima-lo; todo mundo chegando e dizendo, “Veja lá em cima da colina, aquele fanático ali em cima! O que é aquela coisa parecida com casa, que ele está construindo? Que tipo de… de instalação é aquela? E veja de que ele está fazendo aquilo! Ora, é uma loucura!” Mas, mesmo assim Noé tinha o consolo, ele sabia que Deus havia dito assim. Amém. Deus disse isto, e isto está estabelecido. Deus disse assim!
“Como você sabe que vai chover?”
“Deus disse que choveria!”
“Como você sabe que virá água lá de cima?”
“Deus disse que vira!” Este é o consolo que ele tinha, na Palavra.
88 Vamos observar esta arca, por alguns minutos, é um modo fanático construí-la.
Você observou em Gênesis, Ele disse, “Faça-a da madeira de Gofer”? Agora, se você alguma vez já viu e estudou o que a madeira de Gofer era, é quase como a madeira de jangada. É uma madeira muito leve, e é como uma esponja. É cheia de pequenas células. Quando está viva, na árvore, tem seiva ali. E logo que você a corta, a seiva escorre dela. Então, aquilo não se torna nada a não ser uma esponja. Agora Ele disse, “Não a faça de um bom e duro carvalho. Não a faça de um de um plátano ou de alguma madeira sólida e áspera. Mas faça-a de madeira de Gofer, mais leve e mais espojoso tipo de madeira que poderia existir”. Se colocasse na água, aquilo afundaria em um minuto. “Faça-a de madeira de Gofer, e a prepare assim”. Disse a distancia e o comprimento que ela deveria ter, e disse, “Coloque andares nela, três andares”.
89 Que tipo bonito! Justificação, santificação, santificação e o batismo com o Espírito Santo; três andares. Vêem? E recordem, Ele disse, “Coloque uma janela ali”. E a janela não era ao lado, era em cima. Vêem? Justificação, Lutero; santificação, Wesley, batismo com o Espírito Santo e Luz brilhando! Esta é a Luz do Sol de Deus, na qual devemos viver, e andar na Luz. Amém! No andar de baixo, estavam as coisas que arrastavam; no segundo andar estava as aves; mas em cima estava Noé e sua família, bem em cima para que eles pudessem ver a luz entrar.
90 Agora Ele disse, “Quando você a construir da madeira de Gofer, quando você a tiver toda construída e pronta, então Eu quero que a betumes por dentro e por fora com betume”.
91 Bem, eu estava estudando certo dia, o que era este betume? Betume, para nós, é piche; que tomamos coisas químicas e… e fazemos o piche, e passamos nas estradas e… e nas fendas, e assim sucessivamente, com o piche. Mas naqueles dias, isto era diferente. Eles tinham a resina da árvore, e eles tomavam aqueles ramos e as cortavam. E em vez de terem as coisas como temos hoje para tirar a resina da árvore, eles batiam a árvore. E eles batiam a árvore ate que a seiva e a resina derramavam. Então eles a esquentavam, e a derramavam sobre esta madeira macia de Gofer que era cheia de… como uma espoja, e a aquilo simplesmente a enchia. Então, quando aquilo endurecia, você não dava conta nem mesmo de ficar um prego ali. Vêem, isto estava pronto para receber. Isto é como Cristo.
92 Esta é a Igreja. Vêem, a Igreja deve se esvaziar, e ficar bem leve, tirar fora toda denominação de você, tirar todo o mundo de você, tirar toda a incredulidade de você, e mandar embora.
93 E ali havia Outro, que era diferente de nós, que foi cortado quando ainda era jovem. Ele foi ferido e batido, “Ferido por nossas transgressões, moído por nossas iniqüidades”. Ele apanhou tanto que a vida que estava Nele derramou, como a resina de uma árvore.
94 E, oh, como o cristão pode obsorver Isto, oh, se você está vazio. Mas você tem que estar vazio primeiro. O problema disto é, nós não queremos nos esvaziar. Mas esvaziemo-nos de todos nossos pensamentos, todos nossos credos, todos os nossos livros; e nos enchamos com o Espírito Santo, o qual é Deus em Sua Palavra.
95 Então aquilo podia passar por tempestades, podia passar pelos mares, porque estava mais duro do que qualquer outra madeira. Não havia nada que poderia tomar o seu lugar, nada tomaria. Os pedaços da arca ainda existem; seis mil anos atrás. E eles encontraram partes dela, porque isto permanece, porque aquilo foi endurecido de tal forma para este acontecimento que conservou os julgamentos do lado de fora. As águas eram os julgamentos.
96 E quando nós entramos em Cristo, através desta vida batida, nós O imergimos em nosso sistema. Nós nos tornamos tão inoculados das coisas do mundo, ate que podemos suportar a ira. Quando as tempestades estão caindo e o mar está revolto, mesmo assim, o barquinho não afunda. Ele desliza bem entre as ondas, para a Rocha das Eras.
97 Noé tinha um consolo, que, enquanto ele estava construindo isto, enquanto ele estava fazendo a arca. Ele sabia que ele era confortado, porque ele tinha a Palavra do Senhor, que lhe disse, “Estas são as instruções”.
98 E se alguém tivesse dito, “Digamos, Noé, o que você quer dizer ao construir isto… isto desta madeira de Gofer? Ora, você sabe disto, esta madeira. Se houver água, ela será a primeira coisa que afundará”.
99 Mas, vê você, Noé estava seguindo a instrução. Ele tinha a Palavra de Deus que era o Seu Consolo. “Eu não compreendo por que Deus está me fazendo construir isto assim, mas isto foi o que Ele disse para fazer”.
100 Eu não posso compreender porque Deus me faz agir da maneira como faço. Eu não posso compreender porque Ele não me deixa cooperar e fazer todas estas coisas, e seguir em frente com a igreja. Mas esta é a Sua instrução. Esta é a maneira que ele disse para construí-la.
“O que Ele fará com Isto?”
101 Eu não sei. Eu simplesmente tenho que levar a madeira até lá em cima, e a pregar. E esta madeira é a Palavra de Deus. E ali está o meu consolo, isto é certo, porque Isto foi construído da maneira que Deus disse para construí-la. “Sobre esta Rocha edificarei a Minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela”. Isto é correto. O que é isto? “Sobre esta revelação espiritual para saber Quem é Jesus Cristo”. Não a terceira pessoa da trindade; nenhuma trindade Nisto. Ele é Deus, e somente Ele, manifesto em carne. É ai que Ele edifica a Sua Igreja. “E as portas do inferno não podem prevalecer contra Isto”. Embora, isto mostre, que as portas do inferno estariam contra Isto, mas nunca seriam capaz de prevalecer.
102 Noé, certamente, Noé tinha estas palavras. Ele estava consolado porque ele conhecia, não importava o que o mundo dizia!
103 E se algum empreiteiro passasse por ali e dissesse, “Irmão Noé, sabe, desde que você saiu da igreja está neste mal humor, deixa-me mostrar-lhe algo. Se você está construindo, por que você não apanha um bom e sólido carvalho?”
“O carvalho não serve”.
104 Você diz, “Bem, eu posso provar que o carvalho é uma madeira mais resistente do que esta”.
105 Não faz nenhuma diferença quão resistente seja o carvalho, a especificação de Deus foi “madeira de Gofer”. Deus fará algo com esta madeira. Ele tem algo para adicionar a isto.
106 Alguns deles dizem, “Então por que você não tem uma igreja onde vão grandes rebanhos de pessoas inteligentes, bem vestidas e bem elegantes, e que podem te pagar bem, e coisas assim, e pregar o Evangelho? Por que você prega para um grupo de pessoas pobres? E você quase passa fome, e coisas assim, e tudo assim?” Eles dizem isto para os pregadores que se firmam na Verdade. Mas, oh, irmão, eu não posso lhe dizer! “Não quer você uma multidão intelectual, pessoas que saibam seus A B C’s?”
107 Não faz nenhuma diferença que tipo de pessoas sejam. Aqueles que estão desejando receber a Cristo, Cristo faz algo com eles. Isto, é esta multidão. É esta a pessoas que talvez não sabe o Seu A B C. Mas se ele não… Ele conhece a Cristo e esta é a diferença. Vêem, é, não é o … o … a posição, o sangue azul que você alega ter. É o sangue de Jesus Cristo que… que nos ancora e nos segura Nele.
108 Vamos citar outro, enquanto estamos nisto. Jô, eu gosto de falar sobre Jô. Como aquele homem tinha um Consolador! Qual era o seu Consolo? A Palavra de Deus! Deus lhe disse que ele seria, ele seria justo, contando que lhe oferecesse aquele incenso queimado. Não importava quão pesadas viessem a tempestades, quantas feridas surgissem, quantas coisas fossem tiradas dele, ele continuava firme na Palavra de Deus. Ela era um consolo para Jó.
109 Quando as pessoas vinham à igreja e tentava a … a reconcilia-lo, e diziam, “Veja aqui, Jó, veja aqui, você sabe que você pecou. Você sabe que você errou. Como Deus puniria um homem justo assim, tomando tudo que ele tinha, levando seus filhos, derrubando a sua casa, e fazendo todas estas coisas, e tirando a sua saúde? E aqui está você, assentado aqui, um pobre miserável. Com que… Como você pode se justificar, Jó, dizendo que você “não é um pecador”?
110 Mas Jó sabia que ele não era um pecador, porque ele estava firme na Palavra! Amém. Deus requereu aquele incenso queimado e uma… uma confissão, e Jó havia feito a sua confissão e se firmou na Palavra. E clamou em meio a seu problema, “Eu sei que meu Redentor vive; nos últimos dias Ele estará na terra. Embora os vermes da terra destruam este corpo, mesmo assim em minha carne eu verei a Deus.” Vêem, o seu consolo foi a promessa de Deus, a Palavra de Deus.
111 Esta é a herança que temos, a Palavra de Deus. É a promessa. Sim, senhor.
112 Abraão, nós falamos sobre ele nesta manhã. Eu gostaria de traze-lo de volta outra vez, somente nesta noite, para outro testemunho. Que consolo tinha Abraão, quando as pessoas queriam chamá-lo de fanático. Quando tudo estava errado com Abraão, o que eles teriam dito? “Onde está você indo, Abraão, com este rapazinho?”
“Vou subir para oferece-lo”.
“Por que”?
113 “Bem, se Ele é Jeová, quando Ele falou comigo, o Deus Todo Poderoso, o El Shaddai, o Pensamento; quando eu tinha cem anos de idade, e a minha esposa tinha noventa, e Ele me deu este filho. Agora se este mesmo Deus requer a vida deste filho, eu o recebi como um dos mortos, eu tenho confiança que Deus é capaz de ressuscita-lo dos mortos”. Por que? Aquele era o seu consolo.
114 E o velho Jó disse, em sua época, “Embora Ele me mate, mesmo assim eu confiarei Nele”. Ele estava ancorado na Palavra. Ele sabia o que a Palavra disse, e este era o seu consolo. Esta era a sua fé, para recebe-lo, para segura-lo.
115 E Abraão sabia que Ele era Deus. Então se o seu filho… Ele estava morto, o ventre de Sara estava morto, a sua virilidade estava morta, e mesmo assim Deus lhe deu este menino porque Ele lhe prometeu isto. E se o Mesmo que lhe prometeu aquilo, lhe disse para “sacrificar o seu filho”, ele sabia que Deus era capaz de ressuscita-lo dos mortos. Agora se…
116 Deus, O Qual me ressuscitou dos mortos, eu um pecador, morto em delitos e pecados. Ele vivificou a minha alma, Ele fez algo por mim. Ele fez algo por você. Ele tirou aquele espírito do mundo de mim. Ele tirou aquele desejo do mundo. Ele me levantou acima destas sombras. E Ele me deu o batismo com o Espírito Santo. Se o meu Deus pode fazer isto, a morte não me pode separar Dele! É isto! Não há nada que me possa separar. Este é o consolo. “Aquele que crê em Mim, embora esteja morto, viverá”. Isto é correto! Eu sei! “Aquele que comer de Minha carne e beber do Meu Sangue, tem vida eterna, e Eu o levantarei no último dia”.
117 Se Deus pôde me tomar quando eu estava lá embaixo na lama do pecado, e me levantou, para fazer de mim um cristão! Se Deus pôde me tomar quando eu estava desorientado e magoado, e estava na condição que estava, um pobre miserável; e me levantou, para me dar esperança da Vida Eterna, e para me batizar com o Espírito Santo, e para me encher com o Seu Poder e gloria; então Ele é capaz de me levar através do vale e da sombra da morte, e me receber na Glória do outro lado. Porque Ele prometeu isto, este é o nosso conforto.
Em Cristo, a Rocha sólida, estou firmado;
Todos os outros terrenos são areias movediças.
118 Os filhos Hebreus, quando eles estava indo para a fornalha ardente, como nós falamos sobe isto esta manhã. Quando eles estavam andando para a fornalha, para entregar suas vidas, eles haviam tomado suas posições; como nós falamos sobre isto nesta manhã. Mas o que aconteceu com eles? Eles disseram, “O nosso Deus é capaz”. Amém. Eles pararam bem ali! Eles firmaram em que? Qual era o consolo deles? Em poucos minutos eles seriam queimados até ficarem em pedaços. A fornalha foi esquentada sete vezes mais do que o costume. Mas eles tinham um consolo! Por que? Sabendo disto, que, “O nosso Deus é capaz de nos livrar do fogo bravio”. Ele, o consolo deles, estava descansado na habilidade do Deus que eles serviam. Oh, que coisa!
119 Descansando em Sua habilidade!Esta é a minha esperança e firmeza. Estou descansando em Sua habilidade. Estou descansando em Sua graça. Não sobre o que eu sou.; o que Ele é. Estou descansando em Sua promessa, porque Ele fez a promessa e Ele jurou pela promessa. E eu sei que temos Vida Eterna. Isto é certo.
120 Ele descansou nisto. Os filhos Hebreus disseram, “ele é capaz de nos libertar. Todavia, se Ele não o fizesse, nós nunca nos inclinaríamos à sua imagem”. Eu gosto disto. Sim, senhor.
121 Embora Ele me rejeite no fim do caminho, qualquer cristão poderia dizer, embora Ele me lance fora na separação eterna, mesmo assim eu O amo, ainda assim Ele é meu. No inferno, eu posso continuar pensando da maneira que penso agora, eu continuaria amando-º Enquanto as eras passam, eu continuo amando-O; porque algo aconteceu em meu coração, algo aconteceu. “Se eu tivesse uma vida, ou tivesse três, eu gostaria de ser como o Senhor Jesus Cristo”. Isto é correto, porque algo aconteceu. Ele é a minha Vida. Ele veio para mim.
122 Moisés sabia. Quando Moisés teve aquela responsabilidade por dois milhos de pessoas, quando ele os fez sair do Egito, como ele iria alimenta-los, dois milhões de pessoas, como o… as mulheres carregando um pouquinho de pão amassado em cima de suas cabeças? Por quarenta anos de viagem, como eles os alimentaria? Quantos nenês poderiam nascer cada noite, em um grupo de pessoas assim? Quantos velhos e enfermos? Quantas roupas eles gastarão? “Onde eu conseguirei estas roupas? Onde eu os alimentarei? Eu vou com eles, como líder. Como eu serei capaz de fazer isto?”
123 Moisés descansou nisto, porque Deus disse, “Seguramente Eu estarei contigo! Amém. Este é o seu consolo. “Certamente Eu estarei contigo!” Isto foi tudo que eles precisavam, Aquilo, Moisés descansou sobre o consolo da promessa de Deus, “Seguramente Eu estarei contigo, Moisés!” Então, não dependia de Moisés ver como eles se alimentariam.
124 “Como Tu farás isto, Senhor?” Moisés não fez esta pergunta.
125 Não cabe a mim fazer esta pergunta. Não cabe a mim fazer perguntas. Cabe-nos é crer Nele e obedece-Lo, e nos sentir confortáveis enquanto estamos descansando em Sua promessa. “Deus disse assim. E pronto”.
126 Certa vez alguém me disse, “Irmão Branham, o senhor não fica com medo quando sobe ali no púlpito, e é chamado para as revelações? Não fica o senhor com medo as vezes, ali de pé naquela fila, poderia haver um erro?
Não, senhor!
127 Eu não tenho medo, porque eu descanso solenemente em Sua Palavra, “Eu estarei contigo”, quando Ele me disse naquela noite. “Ninguém ficará diante de Ti, todos os dias de sua vida”, Ele disse. “Eu estarei contigo”, E Ele tem cortado fora cada inimigo. Ele tem estado ao meu lado quando eu não merecia. Mas, porque Ele prometeu isto, por causa de Sua graça, eu tenho descansado solenemente sobre Aquela Palavra. Por que? Porque Ele prometeu isto! Ele prometeu isto, Ele é capaz de guardar o que Ele prometeu. Isto é certo.
Moisés sabia disto. “Como você vai atravessar o mar?”
128 Moisés disse, “Eu não sei, mas Ele prometeu que Ele estaria comigo”.
129 Então, você nunca atravessa uma ponte até que você chegue a ela. Fique com a Palavra de Deus, e Deus abria o caminho, porque Ele é o Caminho. Sim. Moisés foi confortado através da Palavra que Deus falou com Ele.
130 João. João. Eu creio que nós o citamos nesta manhã, eu não tenho certeza, mas eu penso que nós nos referimos a João Batista. Fora no deserto, se alguém, quando ele subiu no… Disse, “Veja aqui, há mais de dois milhões de pessoas em Israel hoje. Como você conhecerá este Messias? Como você conhecerá?”
“Ele será um homem comum. Ele será um dos filhos de Davi”.
131 “De onde Ele virá, através da linhagem de Davi? Há milhares vezes milhares deles. Como você O conhecerá? Como será você capaz de apresenta-Lo ao mundo, e saber que é Ele?”
132 Ele disse, “Eu tenho a Palavra de Deus. Eu O conhecerei!” Ele disse, “Há Um no nosso meio agora”. Amém. “Há Um no nosso meio agora, O Qual não O conheceis. Ele vos batizará com o Espírito Santo e Fogo.”
“Como você O conhecerá, João?”
133 “Estou descansando na Palavra de Deus. Porque Deus, no deserto, foi quem disse para eu “ir e batizar com água”, disse, “Sobre Quem eu vir o Espírito descendo e permanecendo, este é O Que batizará com o Espírito Santo e Fogo.”
134 João disse, “Ele estava ali de pé, mas eu não O conhecia. Ele era um Homem comum. Ele estava vestido como homem, ele parecia homem. Ele era um Homem!” Disse, “Eu não O conhecia. Mas Aquele me disse no deserto, “Você verá um sinal, e aquilo será o Espírito descendo sobre Ele. Será Ele quem fará isto”. João não estava com medo de cometer um engano; porque, ele O conhecia! Amém.
135 Oh, como nós podemos nos enganar, então, quando Jesus disse, “Estes sinais seguirão aqueles que crerem. Em Meu Nome expulsarão demônios, e falarão em novas línguas; pegarão em serpentes ou se beberem qualquer coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e eles colocarão as suas mãos sobre os enfermos, e eles serão curados”.
136 E os homens deste dia estão encontrando que eles estão negando aquele Poder. “Tendo forma de santidade, mas negando o Poder do Espírito Santo”. Certamente, isto está aberto até o ponto em que podemos ver isto.
137 Nós somos consolados, porque a Palavra de Deus falou isto, e nos disse, “Estes sinais seguirão aqueles que crerem”.
138 Ele disse que haveriam críticos que se levantariam, eles diriam estas coisas, então isto deveria nos consolar mais por isto.
139 (Espaço vazio na fita… Ed.) Ele foi consolado. Quando ele disse, “Isto não é…”
140 Disse, “Espere um momento! Ai está o sumo sacerdote do outro lado”.
141 “Com sumo sacerdote ou sem sumo sacerdote, com bispo ou sem bispo, com rei ou sem rei!” Havia um Herodes assentado ali e João disse, “Não te é lícito tomar a mulher de Filipe e viver com ela”. Amém.
142 O que ele tinha? A Palavra de Deus. Amém. Ele não se importou, ele A pregou sem compromisso. Ele tinha a Palavra, que era o seu consolo. Deus lhe disse Quem seria aquele Messias.
143 “Se houver ou não algum Messias, não acha você que ele saberia sobre isto?”
144 “Eu não sei a respeito disto. Mas Deus me disse, que eu “veria o Espírito descendo. Ele desceria sobre Ele. Ele será Aquele”. Amém! Aquele será o meu Messias”. Disse João, “Eu tenho um consolo em meu coração, esperando, porque eu conheço a promessa de Deus. Quando eu O ver, eu O conhecerei”.
145 Certo dia, descendo a colina vinha Lázaro e Jesus, descendo a colina, para serem… Foram diretamente para a água.
146 E João disse, “Eis, ai está Ele! Este é Ele! Este é Ele!” Todos olharam ao redor, e não podiam dizer qual deles. Todos eram parecidos, com suas barbas e mantos. Mas João disse, “Eu O conheço, porque há um sinal seguindo-º Eu O conheço. Este é Ele. Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.
147 Jesus não levantou a sua cabeça, mas foi andando diretamente para o rio para ser batizado. “Assim nos convém cumprir toda justiça”. Ele sabia que Ele era o Messias, porque em seu coração ele tinha a Palavra de Deus e a promessa.
Oh, como podemos descansar nesta noite!
148 Como um médico que deixa um leito e diz, “Aquele coração está em pedaços. Aquele pulso acabou. A respiração está acabando. Ele está morrendo.”
149 “Mas eu sei em Quem tenho crido, e estou totalmente persuadido de que Ele é capaz de guardar aquilo que tenho entregue a Ele até aquele dia”. Aleluia! Certamente, você tem a promessa de Deus, “Aquele que crê em Mim, embora esteja morto, viverá. Quem viver e crer em Mim, nunca morrerá. Estes sinais seguirão aqueles que crerem”. Nós temos a promessa, a Palavra de Deus. É um consolo para nós, permanecer com a Palavra de Deus.
150 Agora todos estes grandes heróis, que eu tenho muitos deles anotados aqui. Mas, para ganhar tempo, nós sabemos que eles eram consolados pela Palavra de Deus. Aqui está o que eles fizeram. Eles olharam para trás. Um olhava para trás e via que o outro guardava a Palavra e era consolado, e saía. E então este outro, ele olhava para trás e via o que ele havia feito, então ele seguia a Palavra e saía; era consolado, sabendo que ele tinha a promessa de Deus. O outro vinha, ele sentia o Espírito sobre ele, e sabia; então ele seguia a Palavra de Deus, tinha o consolo que ele tinha. Cada um deles seguindo a Palavra de Deus! Aquele era o consolo.
151 Oh, irmão, ouça isto agora! Um dia aquela Palavra foi feito carne. É isto! Aquela Palavra foi feito carne na forma de um Homem. A Palavra de Deus, que trazia consolo, foi feito um Homem aqui no nosso meio. Nós podíamos segurar a Palavra de Deus em nossas mãos. Nós podíamos estreitar as mãos com a Palavra de Deus.Ele era a Palavra, “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E a Palavra foi feito carne e habitou no nosso meio”. Aquela Palavra de Deus foi feito carne, o Consolador. Ele vivia aqui na terra. Nós vemos que Ele era a Palavra. Ele agia como Deus. Ele parecia com Deus. Ele pregava como Deus. Ele curava como Deus. Ele era Deus, em cada maneira Ele era Deus! Ele falava como a Palavra. Ele pregava como a Palavra. Ele pregava como a Palavra. Ele era a Palavra! Amém.
152 Oh, que consolo isto teria sido se assentar ao Seu lado! Não gostaria você de ter feito aquilo? Você diz, “Oh, certamente eu gostaria, irmão Branham”. Só por um momento. Ora, eu correria para Ele, me assentaria ao Seu Aldo, quando Ele esteve aqui na terra!”
153 Nunca houve um homem que pôde se colocar de pé no couro de seu sapato, aqui na terra e dizer, “Eu sou a ressurreição e a vida”, na sepultura de Lázaro, “Aquele que crê em mim, embora esteja morto, viverá”. Oh, que coisa! Quem era este? O que era isto? Esta era a Palavra. Ele era a Palavra. Não é de se admirar que Ele pudesse se colocar de pé ali e enxugar as lágrimas de Seus olhos, como um Homem; e pôde falar com um homem que estava morto, por quatro dias na sepultura, e dizer, “Lázaro, saia para fora!” O que era aquilo? Aquilo era a Palavra. Aquilo era a Palavra que veio aos profetas. Era aquilo. Cada um dos profetas O previu.
154 Disse Estevão, na corte do Sinédrio, “Qual de seus pais não tem perseguido aqueles que O viram chegando, viram o Justo antes, que disseram que Ele viria? Qual de seus pais não O perseguiram? Agora vocês tomaram o Príncipe da Vida, e O sacrificaram”. Oh, que coisa! “Vocês tomaram a Palavra da Vida, pois Ele era a Palavra!”
155 Aí está Ele, a Palavra estava no meio deles. Eles O viram andar para a sepultura dos mortos. Eles O viram parar a mulher de Naum ali embaixo, quando a procissão do funeral, e o seu filho único, o corpo embalsamado ia para a sepultura. Mas aquele corpo entrou em contato com a Palavra. Embora morto, ele ainda viveu!
156 “Embora ele esteja morto, ainda viverá”. Um cadáver recebeu vida, porque ele entrou em contato com a Palavra. Oh, o que Isto faz, quando está em contato com aquela Palavra. Este é o consolo.
157 Oh, certa vez, o homem viu aquilo, um grupo de Galileus, talvez pescadores, e eles tinham um pobre velho que estava tão doente que ele dificilmente podia se levantar de sua cama, e tentaram leva-lo até à Palavra. E eles não podiam encontrar nenhum lugar vago, pois ali havia muita fome por Deus. E a casa estava cheia, a pequena cabana, pescador sendo carregado lá do rio. Eles tinham poucas telhas ali em cima. E para levar este homem diante da Palavra, eles não pensaram no preço que aquilo custaria. Eles tiraram o telhado, tudo, para que então eles pudessem entrar em contato com a Palavra. Logo que Ele, a Palavra, viu a maca chegando, descendo, Ele disse, “Teus pecados estão perdoados, filho. Tome a tua cama e vá para casa”. Por que? Ele estava em contato com a Palavra. Vêem, ele creu Nela.
158 Agora, se ele tivesse dito, “Mas, sabe, eu estou deitado aqui por todos estes anos, eu não posso fazer isto”. Isto não lhe teria feito nenhum bem.
159 Mas quando ele entrou em contato com a Palavra, ele recebeu a Palavra, recebeu alegremente a Palavra. “Eu creio Nela. Eu sei que Ela é assim. Eu sei que Ele é a Palavra”. Portanto, logo que ele entrou em contato com a Palavra, ele apanhou a sua cama e saiu andando.
160 Os fariseus disseram, “Este homem está blasfemando. Ele está perdoando pecados”.
161 Disse, “Qual é mais fácil dizer, “Os seus pecados são perdoados”, ou “apanha a tua cama e vá”? Oh, que coisa!
162 Que consolo para aqueles galileus! Como eles criam Nele! Como eles O amavam!
163 Agora, certo dia eles O viram indo para o Calvário. Eles O ouviram dizer, “Um pouco mais, e o mundo não me verá mais. Oh, Eu sou o Filho do homem, deve subir até Jerusalém, e ser colocado nas mãos dos homens pecadores; e ser crucificado, morrer”. Como eles puderam suportar isto? O coração deles estava partido. Eles estavam oprimidos. Ali, eles estavam todos em uma tristeza. Como poderiam eles entrega-Lo? Porque, o mundo que os profetas haviam falado, as palavras que os sábios e todos os grandes homens santos ate o fim, no principio do mundo, tinham falado daquela Palavra, e eis que Ele estava no meio deles.
164 Mas, então, veja que promessa Ele fez! “Eu não vos deixarei sem um consolador. Não vos deixarei sem consolador. Eu orarei ao Pai, e Ele enviará outro Consolador, o qual é o Espírito Santo, e Ele habitará convosco para sempre; mesmo o Espírito da Verdade, O Qual o mundo não pode receber, pois não O conhece. Mas vós O conheceis! Vós O conheceis porque Ele está convosco, e Ele estará em vós.”
165 Aí está Isto! Mas por quanto tempo Ele habitará? Para sempre! Então o que é a Palavra de Deus? O que é o nosso consolo hoje? É quando nós recebemos o batismo com o Espírito Santo, e o Poder do Deus vivo, nós nos firmamos, aquela Palavra é feito carne e habita em nosso meio. Agora aquela mesma Palavra, que foi feito carne e habitou em nosso meio, se tornou nossa carne. “Ele estará convosco agora, mas ele estará em vós”. Agora aquela mesma Palavra é feito carne, aquela mesma Palavra habita na igreja. Portanto, se não comprometemos aquela Palavra, permanecemos exatamente com Ela. Se não A comprometemos, aquela mesma Palavra vivendo em você produzirá a mesma coisa que Isto fez quando Ele estava na carne, porque a sua carne retém Isto.
166 Esta é a razão pela qual as visões podem surgir através da barreira do som. Esta é a razão pela qual uma visão pode surgir através das barreiras do tempo, e dizer, “Assim diz o Senhor”, isto será “assim e assim”, E esta é a maneira pela qual isto é. O que é isto? É a Palavra vindo de um Espírito.
167 Você não me vê, você vê o meu corpo. Você não me vê. Eu não te vejo, porque eu somente vejo o corpo. Esta é a minha mão, mas quem é este que possui a mão? Este é o meu corpo, mas quem sou eu? Sou um espírito.
168 E eu nasci de novo, se você nasceu de novo, é o Espírito Santo de Deus, a Palavra de Deus vivendo em nós. E se nós nos comprometemos nesta Palavra, e dizemos que temos o Espírito de Deus, como podemos alegar que temos o Espírito de Deus? Quando o Espírito de Deus testifica de Sal Própria Palavra, Ele nunca moverá nenhuma polegada Dela. Não importa o que as denominações dizem! Como Ele moverá Disto, quando Isto é a Sua Própria Palavra?
169 A promessa, “Eu estarei em vós; o Consolador”. Ele disse, “Eu enviarei o Consolador”.
170 E eles se reuniram no cenáculo, e esperaram ali o Dia de Pentecostes. E quando o Espírito Santo veio, exatamente o que a Palavra disse que Ele faria. Ele fez exatamente o que Deus disse que Ele faria. Em Isaias 28, ou 28:18, ou sim, eu creio que é Isaias 28:18 e 19. Diz, “Principio sobre principio, linha sobre linha; um pouco aqui, um pouco ali. Segure naquilo que é bom. Pois com lábios estranhos e em outras línguas falarei a este povo”. Isto é o que ele disse que faria. Paulo se referiu a Isto “Através de homens com outras línguas Ele falaria a este povo”. E quando vem o Espírito Santo, Isto vem exatamente com a Palavra”.
171 Glória! E quando Ele vem outra vez, e quando Ele move em uma Igreja que é nascida de novo, Isto vem com o Poder e demonstração de Seu Ser. A Palavra de Deus, o Consolador em nós, trazendo a coisa correta!
172 Eu estava conversando recentemente com um padre, ele disse, “Ora, você é simplesmente outro ensinador da Bíblia”. Disse, “Você, você simplesmente fica com a Bíblia”. Disse, “Aquela é a história da Igreja Católica”.
Eu disse, “Então hoje você clama ser maior?”
173 Ele disse, “Claro, nós mudamos o que desejamos, vê você, porque isto é feito através da… da… da igreja, a autoridade dada a igreja”.
174 Eu disse, “Algo aconteceu! Porque, nos dias passados, vocês tinham sinais maravilhas e milagres, porque o Espírito Santo estava em vocês”.
175 A Igreja primitiva falava em línguas. A Igreja Católica primitiva profetizava; eles tinham profetas. Eles ressuscitavam os mortos. Eles gritavam, eles clamavam, eles agiam como loucos. Eles dançavam em Espírito. Eles eram chamados de “loucos”.
176 Mas vocês ficaram bastante formais hoje, vocês católicos. Vêem, vocês tomaram uma nova direção. É hora para a igreja Católica voltar para onde isto começou então; naqueles dias quando vocês andavam com Jesus de Nazaré, e a Palavra estava em carne. Vê você, vocês têm um punhado de padres e papas, e coisas ali, isto mudou aquela Palavra e A perverteu, e não há mais nenhum poder na Igreja. Isto é simplesmente uma organização. Como os Metodistas, Batistas, Presbiterianos e Pentecostais, é a mesma coisa, é uma organização. Vamos nos afastar desta organização.
177 Não te tranques nas celas de alguma organização, como a cela de algum lugar, de incredulidade, para negar a Palavra de Deus. Não te importa o que o bispo ou qualquer um diz. Deixe a Palavra entrar em você, feito carne através do Poder do Espírito Santo, e tomar a sua carne e te controlar, e testificar através de você, as obras e os poderes do Deus vivo. Isto é certo. Não importa o que as igrejas dizem. Aquelas denominações simplesmente te colocam numa cela, e você está escondendo a si mesmo da bendita Luz do Sol. Eu sei que isto é verdade. Você deseja ficar numa cela? Ninguém deseja. Não entre naquela cela. Saia à Luz do Sol! Venha para onde a Palavra, você pode tomar a Palavra e crer na Palavra, e a Palavra se manifestará em você, e Se manifestará através de você; manifestando Sua Palavra, fazendo acontecer!
178 Se esperamos que Deus cumpra a Sua Palavra, se esperamos Deus fazer as coisas para nós que estamos pedindo, nós nunca seremos capazes de fazer isto até que voltamos e obedeçamos o que Deus disse para fazer. Nós temos que voltar onde fomos deixados. Nós temos que voltar para o pentecostes. Nós temos que voltar para o Consolador. Nós temos que voltar para o Espírito Santo, o qual é nosso consolo. E quando o Espírito Santo vem, Ele nunca negará nenhuma Palavra que Ele já disse. Ele permanecerá bem com aquela Palavra, pois isto é a Palavra. Amém. Não é de se admirar que…
179 A velha cega Fanny Crosby nunca tinha visto a luz do dia, eles lhe perguntaram o que ela pensava de Cristo. Ela disse:
Tu é o fluxo de todo meu consolo,
Mas do que vida para mim,
Quem tenho na terra além de Ti?
Ou no céu a não ser a Ti?
O consolador está aqui. O Consolador tem vindo.
Oh, espalhando as ondas por ai, seja onde for
Que o homem se encontrar,
O Consolador tem vindo!
180 O que é isto? A Palavra de Deus ancorada em sua carne, que te dá Vida Eterna, que te dá o Poder da ressurreição para te tirar das coisas do mundo; de tradições cegas do homem, para andar na Luz do Sol da saúde de Deus. Isto é o que o Consolador faz. Ele te levanta daquela condição de cela e te traz bem para a Presença de Deus e te dá uma experiência com Deus; para que você possa gritar com Jó, do passado, “Eu sei que meu Redentor vive!”.
181 Então, se nós vemos a Sua Palavra, e nos recusamos a andar na Luz como Ele está na Luz, então o nosso companheirismo com Deus é cortado. Mas quando vemos a Luz e andamos na Luz, como Ele é a Luz, então temos companheirismo um com o outro, e o Sangue de Jesus Cristo, o Filho de Deus, nos limpa de todo pecado.
182 Estamos preparando, em poucos minutos, para partir o pão, aquele pão “kosher” o qual representa a Palavra. Nunca se esqueça disto! O consolo, o fluxo de todo o meu consolo, as águas do meu consolo nesta noite, é, eu sei que Deus guarda a Sua Palavra. Eu sei que algo aconteceu comigo. Eu sei que tenho passado a morte à Vida. Eu sei que eu guardo os Seus Mandamentos. Se eu… “Se Me amas, guarde os Meus Mandamentos”, Ele disse. “Se Me amas, faça o que Eu digo para fazer! Que cada palavra do homem seja mentira; que a Minha seja a Verdade”. Não siga o que o homem diz. Siga o que Deus diz, e ali você encontra o consolador. E o consolo te traz satisfação, de saber, que é o Assim Diz o Senhor.
Inclinemos nossas cabeças.
183 Grande, Poderoso Jeová! Como Fanny Crosby, que citei há poucos momentos atrás, disse, “Tu és o fluxo de todo meu consolo!” Verdadeiramente, Senhor, eu me uno com ela nesta noite, com esta pequena igreja, dizendo, “Tu, fluxo de todo meu consolo!”
184 Estou segurando, debaixo de minha mão, alguns lenços dos enfermos, Senhor. Eles vão para aqueles que estão aflitos. Eu oro, Pai, para que Tu os cure.
185 Tu és a Palavra. E a Palavra vem no nosso meio, a Palavra habita em nós. “Não vos deixarei sem o consolador. Eu voltarei outra vez. Um pouco mais, e o mundo não me verá mais, mesmo assim Me vereis , pois Eu estarei em vós até o fim do mundo”. Como Te agradecemos por isto, Senhor!
186 Em ver o Teu Poder descendo bem na… na vida de um pecador, numa mulher perdida, uma moça que foi alem do limite moral, da moral para a imoral; um rapaz que veio de gente decente, se tornando um bêbado, viciado no cigarro; para uma mulher que tem um espírito imoral, que usa roupas imundas, para se mostrar diante dos homens. Para ver aquela mulher levantar e se tornar uma dama! Ver aquele rapaz colocar de um lado aqueles cigarros e bebidas e dar um passo para frente e se tornar um santo de Deus, um pregador em um púlpito!Senhor Deus, nós sabemos que o Teu grande poder pode fazer todas as coisas. Ver aquela sombra de homem deitado ali, comido pelo câncer, morrendo; aquele homem cego ali de pé; vê-los voltar à vida e viver! Oh, aquela Palavra do Deus vivo! Como te agradecemos!
187 Tu és o fluxo de todo o nosso consolo. Estou tão feliz nesta noite, que o Consolador tem vindo com uma promessa, “Eu habitarei convosco para sempre”.
188 E o grande apóstolo a quem foram dadas as chaves para o Reino, disse, no Dia de Pentecostes, “Essa promessa é para vós e para os vossos filhos, e para aqueles que estão longe, tantos quantos o Senhor nosso Deus os chamar”. Então, nós sabemos que aquele mesmo Consolador vem. E nós sabemos que Ele é o nosso Salvador, nesta noite, porque Ele mostra a Si mesmo no nosso meio, como Ele fez então. É assim como nós O conhecemos, porque Ele creu e age em cada Palavra que Ele falou. Ele não pode voltar atrás, porque Ele é Deus. Nós Te agradecemos por isto, Pai.
189 Eu oro para que Tu consoles a cada coração aqui, nesta noite. Console estas pessoas. Dê a elas do Teu Espírito. Cure os enfermos e aflitos. Oh, tome aquela mulher oprimida, aquele homem oprimido, menino ou menina.. E que eles possam examinar nesta noite, os seus pecados, que eles possam ver as coisas do mundo, e Jesus que prometeu que Ele habitaria em nós. E as obras que Ele fez, nós também as faríamos, porque Ele viria na forma do Espírito Santo; para ser o Consolador que habita, para estar conosco para sempre. Pai, conceda estas bênçãos. Cure os enfermos, outra vez eu oro, Pai. Muitos deles que estão aflitos e necessitados.
190 Agora estamos vindo para a mesa da comunhão, para tomar aquelas parcelas que foram deixadas, em ordem, “Fazei isto ate que Ele venha”. Estamos agradecidos por estas coisas, Pai. E nós oramos no Nome de Jesus, que se houver uma só pessoa fraca no nosso meio nesta noite, que venha para esta mesa de comunhão…
191 Senhor, eu simplesmente posso ver a minha velha e tremula mãe subindo o corredor ali, a ultima vez que ela esteve aqui para participar da comunhão, como as suas pequenas e tremulas mãos balançaram a taça. Eu estava ali de pé e a observava, com lágrimas caindo em meu coração. Mas ali está ela deitada nesta noite, encarando o Calvário. Oh, Deus, quão agradecido estou! Tu disseste “Aquele que comer da Minha carne e beber do Meu sangue, tem vida eterna. E eu o levantarei no último dia”.
192 Senhor, esta é a Palavra. Isto é porque posso me firmar e dizer “Eu creio em Deus!”
193 Agora, Pai, nós sabemos que quando isto foi ordenado primeiro, lá atrás no deserto, e lá no Egito, o cordeiro pascoal foi sacrificado. Eles viajaram por quarenta anos, e ali não havia nenhum fraco entre os dois milhões que saíram. Tu os conservaste em saúde enquanto eles tomavam a Páscoa. Oh, Deus, cure cada pessoa enferma que chegar ate aqui na frente. Conceda isto, Senhor. Salve cada pecador. E encha cada crente com o Espírito Santo. E que o Consolador habite ate que Ele seja feito carne em nosso meio na Páscoa de Jesus Cristo outra vez. Pois pedimos isto em Seu Nome. Amém.
Eu O amo, eu O amo,
Porque Ele primeiro me amou,
E comprou-me a salvação,
No madeiro no Calvário.
194 Você O ama? Vamos fechar nossos olhos, levantar nossas mãos e cantar isto de nosso coração.
Eu O amo, (cante isto em Espírito agora!) Eu O amo
Porque Ele primeiro me amou,
E comprou-me a salvação,
No madeiro no Calvário.
Eu O amo, eu O amo,
Porque Ele primeiro me amou,
E comprou-me a salvação,
No madeiro no Calvário.
195 Agora há um soldado viajante assentado ao seu lado, algum irmão ou irmã que está a caminho. Eles estão viajando no mesmo caminho que você está indo. Eles amam Aquele que você ama. Enquanto cantamos isto, Eu O amo, que isto seja um testemunho. Simplesmente estreite a mão de alguém, perto de você, assim. E enquanto nós cantamos isto outra vez, simplesmente em adoração, você sabe. Eu simplesmente amo isto, apos uma Mensagem, Paulo disse, “Se eu canto, eu cantarei em Espírito”. Simplesmente estreite a mão de alguém, e diga, “Deus te abençoe”.
Eu O amo, eu O amo,
Porque Ele primeiro me amou,
E comprou-me a salvação,
No madeiro no Calvário.
Eu O amo, (cante isto em Espírito agora!) Eu O amo
Porque Ele primeiro me amou,
E comprou-me a salvação,
No madeiro no Calvário.
196 Todos juntos agora, com nossas cabeças inclinadas. (O Irmão Branham e a congregação oram juntos, de Mateus 6:9-13 – Ed)
… Pai nosso, que está nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dividas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal, porque teu é o reino, e o poder, e a gloria, para sempre. Amém.
197 Oh, Deus eterno, Autor da Vida e Doador de todos os dons, santifique os nossos corações impuros, Senhor. Que o Anjo possa vir do altar, com línguas e uma brasa de fogo e tocar os nossos lábios e nossos corações, e purificar os nossos pensamentos e nossas mentes, e nossas almas; para que quando tomarmos este pão “kosher”, que possamos fazer isto em memória do nosso Senhor. Pois está escrito, “Aquele que comer e beber indignamente, é culpado”. Oh, Deus, que não sejamos condenados com o mundo, mas que possamos ser santificados e separados do mundo, que possamos ser Luzes que brilham, como a Palavra de Deus sendo manifesta em nossas vidas. Use-nos, como Teu Servo, Senhor. Use-nos, todos juntos. Pois pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
198 Agora, para aqueles que tem que ir, e tem longas distancias para dirigirem, nós teremos uma despedida para vocês. E então entraremos diretamente na comunhão, imediatamente, para aqueles que gostaria de permanecer e participarem da comunhão conosco. Mas se você tem que ir… Eu sei que é agora, no seu relógio, vinte e cinco para as dez. Provavelmente será umas dez horas antes de entrarmos na comunhão. E então, imediatamente, depois disto, eles terão o lava-pés. Se você deseja ficar e observar isto conosco, nós o teremos alegremente aqui conosco. Obrigado outra vez, por tudo que vocês tem tencionado para o Reino de Deus e para mim e para os meus. Que Deus sempre esteja contigo!
199 Eu quero agradecer aquele pequeno cowboy, nesta manhã, o nosso pequeno companheiro mais ou menos assim, com um chapeuzinho de cowboy, saiu dali e me deu uma carteira, uma pequena carteira com meu nome gravado nela, “Ver. William Branham”, e um presentinho. Eu não sei quem é o garotinho. Eu estava tão agitado nesta manhã, que até me esqueci de agradecer o garotinho. Mas, muito obrigado.
200 E Billy disse que muitas pessoas por aqui lhe deixaram presentinhos, para me entregar. Billy os entregará. Então, obrigado, foi muita a vossa atenção. Que Deus possa vos abençoar ricamente! Recorde disto, “Que, quanto fizerdes a um destes meus pequeninos, a mim o fizestes”.
201 Que Deus possa sempre vos abençoar, é a minha oração. E se você tem que ir agora, bem, nós lhe desejamos o melhor de Deus. E se você pode ficar conosco, estaremos contentes em ter-lhe aqui.
202 Agora nós vamos nos colocar de pé, e cantarmos uma estrofe do hino “Leve O Nome de Jesus Contigo”. Então aqueles que têm que ir, serão despedidos em oração, logo após.
Leve o Nome de Jesus contigo.
Filho da angústia e aflição
Ele te dará alegria e consolo.
Leve-O para onde fores.
Nome Precioso, Oh quão dócil!
Esperança da terra e alegria do Céu;
Nome Precioso, Oh, quão dócil!
Esperança da terra e alegria do céu.
203 Nós cantaremos mais uma estrofe, e então peço pedir a um pequeno ministro… Eu creio que ele é Grego, que eu conheci há algum tempo atrás. Eu não consigo me lembrar o seu nome agora. O irmão Botham. Ele está aqui conosco, nesta noite. Estamos contentes de tê-lo. Eu creio que ele estuda em alguma faculdade. Eu creio que eu o conheci aqui, há não muito tempo atrás, um irmão realmente sincero; tentando ter experiência de sua salvação, com temor e trêmulo. Ele veio da Grécia. Ele fala a língua fluentemente. E então estamos alegres em ter o irmão conosco nesta noite. Eu creio que você veio lá de Oregon ou Califórnia, ou, Los Angeles. Estamos contentes em tê-lo conosco. Agora nós vamos cantar mais uma estrofe, enquanto ele se aproxima. E então ele nos despedirá com uma palavra de oração, se ele deseja, meu irmão. Está bem.
Inclinados no Nome de Jesus.
Caindo prostrados aos Seus pés,
Rei dos reis no Céu nós O coroaremos,
Quando nossa jornada se completar.
Não será isto maravilhoso?
Nome Precioso, Nome Precioso, Oh, quão dócil!
Esperança da terra e alegria do Céu;
Nome Precioso, Oh quão dócil, quão dócil!
Esperança da terra e alegria do Céu.
Vamos inclinar nossas cabeças agora. Está bem, irmão.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...