O ESTRANHO
14 de junho de 1964
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – EUA


1 Vamos permanecer de pé só por um momento. Precioso Senhor, vimos à Tua Divina Presença novamente por meio da oração; primeiro, para agradecer por tudo que Tu tens feito por nós, e pelo grande amor em nosso coração por Ti e Tua Palavra. Senhor, estas pessoas nesta noite, que eu amo com todo o meu coração, elas sacrificaram e vieram se assentar em um lugar quente, e coisas mais, porque elas amam Tua Palavra.
2 E vimos orar pelos enfermos, esta noite, Senhor, e os necessitados. Que não haja nenhuma pessoa fraca em nosso meio no final deste culto. Recompensa-os por sua fidelidade, Senhor. Fala conosco através de Tua Palavra, e fortalece-nos, Senhor, enquanto seguimos, levando a reprovação. Que privilégio fazer isto! Pedimos no Nome de Jesus. Amém. Podem se assentar.
3 Eu não poderia encontrar palavras, naturalmente, para expressar minha gratidão a um grupo de pessoas como este, que vem e se assenta neste edifício. Eu quero dizer, que, amanhã… Ou, nós vamos até Topeka, Kansas, para a próxima reunião, e que terminará no domingo seguinte. E então iremos, dali, para Filadélfia.
E, agora, é para irmos ao estrangeiro, ao Quênia, e Tanganica, e Uganda, nas – nas tribos ali. E eles estão tendo uma pequena revolta agora com os mau-maus. Eu não posso entrar como um missionário, porém eu vou tentar entrar como um caçador. Irei, e eles estão preparando.
4 Geralmente, eu entro como um missionário e vou caçar, desta vez eu vou como que para caçar, e serei um missionário. Então, ali – ali, de alguma maneira chegar a eles. E o Irmão Mattsson-Boze está ali e lutando, tentando me colocar para dentro, preparar um safári para eu entrar e ir caçar. Bem, então, eu entro nesse safári, então ele dirá: “Nosso Irmão Branham está no país”. Vão à embaixada: “Estaria bem se tivéssemos apenas uma pequena reunião aqui?” Vêem? Isto é o princípio então, e simplesmente continuaremos isto. Então não sabemos se vai funcionar, se teremos possibilidade de fazer isso, ou não. Estamos tentando. E eu pedi ao Senhor, se algo acontecer que ele não possa, então será um sinal para mim que eu volte aqui para Jeffersonville e pregue as Sete Trombetas, durante julho ou agosto, mais ou menos dentro disso.
5 E então, se formos, estamos vendo hoje, vamos tentar conseguir esta sala de aula aqui que tem ar condicionado, porque será muito bom e fresco. Há acomodação para mil e quinhentas a mil e oitocentas pessoas. E tem ar condicionado, um lugar novinho, apenas umas cinco quadras acima desta. E certa vez nós pedimos por ela, e eles não nos deixaram usa-la. E o homem que não deixou que a usássemos foi tirado da junta. Então agora, o homem que está ali agora diz que podemos usa-la quando quisermos. Então estamos – estamos muito contentes em consegui-la. E então quem sabe a conseguiremos agora, e em alguma ocasião de julho, e temos… Quantos estarão orando, se o Senhor permitir agora, se alguma coisa não der certo? [A congregação diz: “Amém” – Ed.]
6 Sabem, eu gosto do Arizona. É uma terra maravilhosa. Eu sempre almejei estar ali.
Se o irmão empurrar aquilo um pouquinho, Irmão Bem, fazendo a bondade, se isto… Oh, isso… Sim, senhor. Sim. Ou, seja quem for que estiver nisto, aproxima-lo só um pouquinho, porque estou voltando disso muito… [Alguém diz: “Fita, irmãos” – Ed.] O que disse? [“Aquelas são apenas as fitas”.] Oh, só as fitas. Oh, aqui está a outra aqui em cima. Sinto muito. Tudo bem, irmão Ben. Então eu…
7 Voltando do Arizona, chegando aqui, isto me faz só um pouquinho rouco, por causa da mudança do clima. Aqui nós temos cerca de oitenta e sete a noventa, e às vezes cem por cento, de umidade. E ali chega a zero, e então às vezes, uma média, um vigésimo de um por cento de umidade. Você está simplesmente vivendo sob uma tenda de oxigênio. E então ao sair de debaixo daquilo, para aqui, você sabe que grande diferença isto faz em você. Então isto realmente incomoda sua voz, e assim por diante.
Puxe isto para onde estava, fazendo a bondade, Irmão Ben. Eu cometi um erro em tira-lo. Eu pensei que era, mas é aqui para cima onde aproximaram-no.
8 Agora orem por nós, cada um de vocês. Eu sou grato por vocês. Billy estava me falando sobre alguém que nos trouxe uma cesta de pêssegos, e uns presentinhos que vocês… Simplesmente não me é possível agradecer-lhes o suficiente. Eu – eu não sei como faze-lo. E eu – eu me sinto tão indigno ao receber coisas como estas de vocês. Eu oro que Deus os abençoe, e eu sei que Ele abençoará, pois Ele disse: “O que fizerdes a estes pequeninos, a Mim o fizestes”. E Deus os abençoará, tenho certeza.
9 E mesmo o Arizona sendo uma terra tão boa, há uma coisa que sinto falta, isto é, todos vocês. Isto é certo. Eu sinto falta de todos vocês. Eu – não me importa aonde eu vá, eu – eu… não é, não é vocês. Eu tenho amigos, em todas as partes ao redor do mundo, mas – não é – não é vocês. Há alguma coisa de especial com este grupinho que simplesmente… eu não sei. Eu penso neles.
10 E em Tucson, é uma cidade turística, vocês sabem, e as igrejas estão atraindo, vocês sabem. É um tanto difícil. Não muito espiritual; e, porque há competição, é muito forte; e isto fica difícil. Se eu pudesse ter todos vocês, mais a igreja, então viver ali, eu creio que seria bom. Vêem? Mas eu suponho, contanto que isto permaneça uma igreja, e todos vocês continuem vindo, eu permanecerei aqui, até Jesus chegar.
11 Então orem por mim, como eu disse há algum tempo atrás. Eu não quero repetir isto, mas quando estou diante de vocês, eu – eu fico nervoso, e fico melancólico, e sentimental, e sensível, também. Eu sou assim, para começar então eu… isto me deixa todo dilacerado por dentro. Mas saber que seja aonde eu puder ir… eu não tenho um – um grupo na terra, que eu conheça, que está apegado a mim como este grupo. Que – que Deus permita que sejamos tão inseparáveis, que, no Reino que há de vir, que possamos estar ali juntos, minha oração.
12 Assentado aqui na porta, conversando com Bill Dauch há alguns momentos atrás, antes de guiar alguém de volta a Cristo, novamente, no outro cômodo. Mas assentado ali conversando com ele, noventa e um anos de idade, ele disse: “Eu – eu estou ficando fraco. Meus olhos não estão como eles deveriam estar”.
E eu penso que, há uns dois anos atrás, eu cheguei até ele quando teve uma completa parada cardíaca e bloqueio cardíaco, estava morrendo. E o próprio médico que o estava medicando, que disse que ele não poderia ficar bom, o médico morreu. E aqui está Bill Dauch, vejam, com noventa e um anos de idade. Eu disse: “Bill, o senhor não tem mais utilidade na terra quanto a trabalhar e coisas assim. Mas estou pedindo isto: ‘Deus lhe dê força’, porque o senhor ama tanto as reuniões”. Este homem de noventa e um anos de idade atravessa a nação em um automóvel, esteja quente, seco, firo, indiferente, seja o que for, para ouvir a Palavra. Deus abençoe esta alma corajosa. Agora eu não tenho…
13 Eu tenho que pedir mais uma desculpa, por segura-los da maneira que fiz nesta manhã, umas três horas. E eu não fiz justiça à mensagem, porque eu a cortei, e deixei parte dela, e pulei parte dela, e assim por diante. Esta é a razão que eu lhes disse para que segurassem a fita. Deixe-me obter isto novamente em alguma parte onde esteja fresco ou algo assim. E eu – eu – eu podia sentir o Espírito, mas estou olhando para vocês sabendo que estão abanando e sabendo que estão com calor, e – e isto simplesmente me deixa estraçalhado. Eu não quero que vocês sofram; eu – eu quero que vocês estejam confortáveis. Vêem? E isto me esgota.
14 Como, eu vejo pessoas doentes; se eu não posso – se eu não posso ter sentimento por aquelas pessoas enfermas, eu não posso lhes fazer nenhum bem. Eu – eu tenho que ter sentimento por elas. E da mesma maneira com – com você; eu – eu tenho que ter sentimento por você, ou eu não posso ser seu irmão. Está vendo? Eu – eu tenho que ter sentimento por você. E, eu faço isto; Deus sabe que isto é verdade.
15 E agora, esta noite, eu orarei pelos enfermos.
E eu quero que… os homens, e abençoar estes homens, e Irmão Collins, e Hickerson, Irmão Neville, Irmão Capps, os administradores, e todos, pelos bons relatórios que tem chegado, e como vocês estão em ordem, estabelecendo a igreja, e como tudo está chegando na posição correta. Estou agradecido a vocês, homens. O Senhor os abençoe por tentar pôr em prática uma ordem. E carta após carta chega a Tucson, para mim: “Irmão Branham, não é mais como costumava ser. É tão diferente, um sentimento tão bendito da Presença de Deus”. E estou – estou agradecido por isto. O Senhor sempre os abençoe!
16 Então, agora, esta noite, eu estava lendo aqui na Escritura num pequeno lugar, para – para talvez preparar algumas palavras, para falar e ler uma Escritura, e então talvez umas duas Escrituras, entoa falar a vocês por alguns momentos e então orar pelos enfermos. Só alguns momentos; estou de olho no relógio, e eu tentarei fazer isto o mais rápido quanto possível. Mas eu realmente penso que quando um grupo de pessoas está reunido, sem ler a Palavra ou fazer algo, alguma exortação, a reunião não seria completa.
17 Muitos de vocês tem esperado. Muitos de vocês tem milhas para viajar ainda esta noite. Como eu admiro isto! Como eu olho e vejo cada um, e penso sobre… Lá no Arizona, eu penso: Quando eu o vir novamente, eu irei e apertarei sua mão e abraçarei seu pescoço”. E aqui está você assentado aqui, e quem, onde eu posso, você sabe? Não sei por quem começar, e qual… como sair disto. Mas, sim, eu o amo. Deus o ama, também.
18 Agora eu acho, se não estou enganado, se eu não tenho a – a Escritura errada colocada aqui, eu quero ler em Primeiro Coríntios, capítulo 1°, começando com o versículo 18, e também ler em Segundo Coríntios 12:11, para tirar um tema. Agora se eu puder encontra-los rapidamente, e então nós leremos, e então oraremos e começaremos logo, simplesmente falando com vocês por alguns minutos sobre um pequeno assunto. Em Primeiro Coríntios, capítulo 1°, começando com o versículo 18.
Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a inteligência dos inteligentes.
Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus loucura a sabedoria deste mundo?
Posso citar isto novamente? “Porventura não tornou Deus loucura a sabedoria deste mundo?” O que é a sabedoria deste mundo então? Loucura.
…porventura não tornou Deus loucura a sabedoria deste mundo?
Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, mas aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.
Posso ler este versículo novamente? Ouçam atentamente.
Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.
Porque os judeus pedem sinal,… os gregos buscam sabedoria;
Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus,… loucura para os gregos.
Mas para os que são chamados, tanto judeu como grego, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.
Porque a loucura de Deus é mais sábia do que o homem; e a fraqueza de Deus é mais forte do que o homem.
19 E em Segundo Coríntios capítulo 12, versículo 11, Paulo falando.
Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes; porque eu devia ser louvado por vós, visto que em nada fui inferior ao mais excelente apóstolo; ainda que nada sou.
20 Oremos. Senhor Jesus, acrescenta a estas poucas palavras, esta noite, que foram ditas em dias passados, pelo grande apóstolo Paulo, que possamos prosperar ao ouvi-las nesta noite, ao aplica-las em nossas vidas, para que possamos ser a – a obra de Deus, feita da maneira que Ele escolheu para que fôssemos. Pois pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
21 Eu vou pregar esta noite por alguns minutos, o Senhor permitindo, sobre o assunto de: O Estranho. Agora, este é um tema muito rude e áspero para se tomar, mas ele, eu penso, mais ou menos o indicaria da forma que quero expressa-lo.
22 Você sabe, há tantas coisas, hoje, que as pessoas se tornam estranhas, como dizemos. E essa expressão, se alguém nunca a ouviu, significa alguém que é “peculiar”, alguém que é “esquisito” para um outro indivíduo. E sem dúvida que muitos de nós somos esquisitos, um para o outro.
23 E, agora, eu estava descendo a rua certa vez em Los Angeles, Califórnia, e eu vi uma pessoa muito estranha, agindo de modo estranho. E ele estava descendo a rua, não fazendo piquete, mas ele estava simplesmente dando um passeio à tarde. E eu fui até o outro lado da rua, para ver o que ele estava fazendo. Todos viravam olhando, riam dele, por causa de sua peculiaridade.
Eu observei que ele tinha um cartaz pendurado em sua frente. E eu pensei em ver do que todos estavam rindo, deste esquisito homem peculiar. E então ele estava… eu o observava enquanto o povo olhava para ele, eles riam dele, e – e, porém ele parecia ter um tipo de sorriso diferente, um sorriso de satisfação. Os outros sorrisos que as pessoas estavam lhe dando eram mais como que ridicularizando-o, porém ele parecia estar satisfeito com o que ele estava fazendo.
24 Bem, há muito o que pensar, quando um homem está satisfeito, e o que ele está fazendo é correto. Embora ele seja um estranho para uma outra pessoa, se ele está convencido de que o que ele está fazendo é certo, então deixe-o ficar com aquilo.
E quando me aproximei do homenzinho, eu observei no… através do seu peito aqui, uma placa ou um cartaz, que estava escrito: “Eu sou um néscio”, e embaixo, tinha, “por Cristo”. “Eu sou um néscio”, em letras grandes; e mais embaixo, dizia: “por Cristo”. E todos estavam rindo disto.
25 E enquanto o homenzinho passava pelo povo que zombava e criticava, eu virei para olhar o que havia em suas costas.e havia um grande ponto de interrogação em suas costas, e mais embaixo, dizia: “Ora, por quem você é néscio?”
26 Bem, eu – eu pensei que ele tinha algo de valor com isso, veja você, mas ele parecia estar satisfeito em poder ser um néscio por Cristo. E isto é o que Paulo disse que ele havia se tornado, “um néscio” por Cristo.
27 Irmão Troy, dos Homens de Néscios do Evangelho Completo, um muito bom amigo meu, ele – ele é um açougueiro. E apanhou algum tipo de germe em sua mão, ao cortar carne de porco certa vez. Algum homem que sabe, ou mulher, quiçá saiba que germe era; mas isto – isto corrói uma pessoa. Então, para salvar sua vida, eles tiveram que – que amputar três dedos. E ele somente tem dois dedos em uma mão, mesmo assim ele continua sendo um açougueiro.
28 E havia um alemãozinho que trabalhava com ele no – no açougue, lá em Los Angeles, então ele – ele continuou tentando guiar o holandezinho a Cristo. E ele disse que ele era um “luterano”, e que isto estava bem com ele. Ele estava satisfeito por ser um cristão, porque ele pertencia à igreja “luterana”, como ele mesmo falou. Então certa noite o Irmão Troy teve o privilégio de leva-lo à igreja.
29 Seu nome era Henry. E Henry, em alemão, é “Heinrich”, e então eles o chamam “Heini”. Vocês já ouviram esta expressão. Ele disse: “Heini, que tal ir comigo à igreja esta noite?”
30 “Bem” ele disse, “eu acho que vou”. Então ele foi a uma antiquada reunião onde eles tinham uma reunião de oração, e ele realmente ficou convencido, e deu seu coração a Cristo.
Oh, no dia seguinte, este holandezinho estava regozijante. De quando em quando ele simplesmente caminhava através do edifício, com suas mãos para o alto, dizendo: “Louvado seja Deus! Obrigado, Senhor Jesus!” e ele chamava a atenção a todos, de todos eles.
31 Veja você, ele se tornou um estranho para toda a linha de açougueiros. E cortando carne, e começava a pensar no Senhor, e começavam a chorar. Colocava a faca ali, e andava pelo corredor, não histericamente, mas simplesmente mostrando amor para com Cristo, dizendo: “Oh, como Te amo, ‘Jesus!’” Você sabe, simplesmente andando de um lado para o outro.
32 E o patrão passou e o viu fazendo isto, enquanto ele andava, chorando. E, o patrão, ele nem tinha visto o patrão; ele estava pensando em Jesus. E ele começou a andar, com suas mãos para o alto, e as lágrimas rolando em sua face, dizia: “Ó Deus, como eu Te amo!”
E o patrão disse: Heini, mas o que aconteceu com você?” Ele disse: “Todos na – na linha inteira estão falando sobre isto. O que aconteceu com você, Heini?”
33 O holandezinho disse: “Oh, patrão!” Ele disse: “Glória a Deus, eu fui salvo!”
Ele disse: “Você foi o que?”
Ele disse: “Eu fui salvo!” Ele disse: “Eu fui com o Irmão Troy aqui embaixo a uma pequena missão, e eu – eu fui salvo. E Jesus entrou em meu coração, e estou tão cheio de amor!”
Ele disse: “Você deve ter ido àquele grupo de loucos”.
34 Ele disse: “Sim!” Disse: “Glória a Deus!” Disse: “Graças a Deus pelos loucos!” [Em inglês “louco” e “porca (de parafuso)” são a mesma palavra – Trad.] Ele disse: “Sabe, se o senhor pegar um automóvel que está descendo a rua, e tirar todas as porcas dele, não lhe sobra nada a não ser um monte de ‘sucata!’”
35 Bem, eu não sei mas o holandezinho estava mais ou menos certo. Tirar todas as porcas fora? São as porcas que seguram tudo. E eu penso que isto é o que segura a igreja às vezes, que segura a civilização.
36 Agora, vindo de uma visita em Prescott, uns dias atrás, eu estava olhando para o deserto e observando como que do lado de fora de Phoenix eles tem os Jardins Japonês, e eles tem flores ali, lindas flores. Onde, quando eu era um garoto ali, eu arrebanhava gado através daqueles lugares. As vacas, não havia nenhum capim, então simplesmente viviam de vagens de cacto e coisas assim.
37 E então eu observei que tem havido uma – uma reprodução para o proveito do deserto. E no deserto nós descobrimos isso, os cactos e as flores. E em minha casa ali, ou na casa que estamos alugando; a Irmã Larson, eu creio que ela estava aqui nesta manhã, eu a vi. E ela tem um canteiro de flores do lado de fora da – da casa; um pouco de terra. Tudo ali é areia, então ela colocou um pouco de terra em um grande canteiro de flores em cada lado das casas germinadas. E toda manhã eu tenho que sair e regar aquelas flores. Se eu não rega-las, elas morrem. E elas… E então, por sua vez, eu tenho que pegar veneno e pulveriza-las, para manter os pulgões longe delas; senão os bichos as comem.
38 E então você vai só um pouquinho além daquilo, a trinta pés dali [9 m – Trad.], existem algumas flores crescendo, e ali no deserto elas estão crescendo. E você poderia cavar vinte pés para baixo e aquilo seria como um barril de pó; nada mesmo a não ser o pó, e não existe água de forma alguma. E quem as pulveriza? Estão vendo?
Estas no canteiro, se você faltar em pulveriza-las e rega-las, os cupins ou os bichinhos, pulgões, as comem. Mas os pulgões mão podem tocar naquela que está ali no deserto, e nem mesmo ela precisa ser mimada e regada todo dia; ela é uma produção do Criador. Esta é uma reprodução híbrida.
39 E eu penso que, hoje, a razão do cristianismo ter se tornado, para o povo uma loucura, é por que nós temos um punhado de reproduções e não cristãos genuínos, um grupo que tem de ser mimado e pulverizado, para que possa se manter na igreja.
40 Eu posso imaginar a própria primeira Igreja, o que eles eram, e compara-la com esta reprodução hoje. Isto seria uma produção barata do que a verdadeira e primeira Igreja era, aqueles austeros crentes em Deus, com o Espírito Santo. Não se lhes mimava. Não se tinha de lhes dar tapinha nas costas e dizer que seriam recebidos nesta; se eles se cansassem desta, fossem à outra; e que se faria deles diácono se viessem aqui e deixassem esta outra. Isso é uma reprodução híbrida.
41 Eu estava pensando na pintura original de Michelangelo, eu creio, de “A Última Ceia”. Eu creio que ele a pintou. Você imagina o que aquele quadro original lhe custaria? Seriam incontáveis milhares de dólares, nunca tocaria naquele original, porque o preço é fora de alcance. Seu valor é altíssimo! Porém você pode comprar uma reprodução barata dele por cerca de dois dólares.
42 É por isso que o povo hoje não pode compreender a robustez dos verdadeiros, genuínos crentes. Eles se tornaram uns loucos. Você sabe, o mundo entra em tal rotina que de vez em quando você tem que ter um louco para conserta-lo. Precisa de alguém que entre em cena que seja um pouquinho diferente, e ele seja um louco para aquela geração. Eu estava pensando outro dia, quem é capaz?
Quem hoje não é louco? Você é louco por alguém. Eu creio que o mundo está ficando completamente insano. Você sabia que neste tempo o povo não pode julgar entre o certo e o errado, ou uma verdade ou um erro?
43 Você sabe que os políticos não podem julgar o certo e o errado? Você os vê guardar silêncio quanto ao assunto da votação para a volta da Bíblia na igreja ou na… a Bíblia na escola? Não se sabe para que lado a política vai explodir. Pense nisto! Eu não sei como é em Indiana agora, mas no estado do Arizona é contra a lei ler a Bíblia na escola. Eu acho que é a mesma coisa em Indiana, quase que em todos os Estados Unidos, porque certa mulher infiel mudou todo o programa. E, recordem, é contra a lei ler a Bíblia em nossas escolas públicas, porém os impostos dos crentes são usados como sustento para a infidelidade ser ensinada na escola.
44 Política. Nós precisamos de outro Abraão Lincoln. Nós precisamos de outro Patrick Henry. Nós precisamos de um americano que possa se levantar não importando onde a política esteja, e chamar o certo: “certo”, e errado: “errado”.
45 Você sabia que os pregadores hoje não podem julgar o que é certo, a Palavra de Deus ou a denominação da igreja? Eles não sabem que caminho tomar. Eles não podem julgar entre o certo e o errado. “Eu sei que a Bíblia diz isto, mas nossa igreja diz…”Vejam, o povo não é capaz de julgar entre o certo e o errado. E qualquer coisa que é contrária à Bíblia está errada. A Palavra de Deus é correta, e a palavra de cada homem é mentira, que for contrária a Ela. E tentar se levantar agora em um – um – um tempo assim, e se levantar pelo que é certo, você se torna um louco.
Vamos citar alguns personagens.
46 Eu posso imaginar o profeta Noé, naquele grande dia que ele vivia; naquela grande era científica onde eles construíam pirâmides e esfinges, onde eles podiam provar que não havia água nos céus, através de pesquisas científicas. Eis que vem este homem velho por ali, e disse: “Vai cair chuva dos céus”. Noé era um louco para aquela geração. Ele se tornou um louco.
47 Vamos pensar em Moisés. Moisés, quando ele foi até Faraó, como nós falamos nesta manhã, e Moisés desceu até Faraó, e disse: “O Senhor me enviou para libertar estes escravos”,com uma vara em sua mão, contra o grande exército que havia conquistado todo o mundo. Faraó, com todo o seu caráter científico, achou que Moisés era um louco. E, ele era um louco, para eles.
48 Eu posso imaginar o profeta Elias, em seu grande dia, na fabulosa era da moda; quando Acabe e Jezabel governavam o mundo, como foi, em seus dias; e todas as modas e coisas que Jezabel queria usar, e como ela tinha todas as mulheres vestidas como ela, e suas pinturas, e comportamento, sua moda, a maneira que ela andava na sua própria moda. E quando um velho rabugento, como Elias, entrou em cena e se opôs a toda a nação; para Acabe, ele era um louco. Isto é certo.
49 Amós, o profeta, quando ele chegou a Samaria nos dias que Samaria era como Hollywood hoje, as mulheres na rua vestindo, e até mesmo adultério público, como se portam e vivem por aí afora, deixando o homem…
50 É quase um adultério público, hoje, bem na sua frente. Eu fui a determinado lugar outra noite, para comer alguma coisa, e os garotinhos e as mocinhas ali em cima abraçando e beijando como não sei o que.
E você sabe, minha irmãzinha, que aquilo é potencialmente um adultério? Quando um homem a beija, ele potencialmente cometeu adultério com você. Você nunca deve deixar que ele a beije até que você esteja casada, pois as glândulas, ambas as glândulas masculina e feminina, estão nos lábios. Você compreende? E quando as glândulas masculina e feminina se encontram, seja isso onde for, você potencialmente cometeu adultério. E você não deve deixar um rapaz beija-la até que aquele véu seja levantado em sua face e você seja a esposa dele. Não faça isto! Isto é cometer adultério. Isso é misturar glândulas masculina e feminina.
51 Por que um homem não beija um homem, uma mulher não beija uma mulher, nos lábios? Porque as glândulas não cruzam. Os filhos nascem através do cruzamento, de glândulas.
Então é quase um adultério público novamente, em toda parte. Veja nas telas e tudo que você vê, uma – uma beijação e um – um comportamento licencioso. Não é de se admirar que a imoralidade esteja – esteja aumentando! Como eles podem fazer isto, e seus espermas ficam todos agitados ao beijar estas mulheres na boca, sabendo que isso é adultério! Deus não perdoará isto a não ser que você se arrependa.
52 E agora, quando subindo, este grande profeta, Amós. Ele é conhecido como um dos profetas menores porque não havia muita coisa escrita sobre ele, porém ele tinha a Palavra do Senhor. E ele olhou sobre a cidade, tudo entregue… Nos parques, homens assentados com seus braços ao redor das mulheres, e mulheres com seus braços ao redor dos homens, simplesmente uma Hollywood moderna! E ele andou pela cidade, e disse: “Arrependei-vos ou perecereis!” Ele era um louco. Ele quase se declarou insano, para eles.
53 João Batista, quando ele entrou em cena. Para as denominações religiosas daquele dia, ele era um louco. Ele teve a oportunidade de se tornar um sacerdote, para seguir as pegadas de seu pai. Porém ele recusou faze-lo, porque Deus lhe havia mantido fora daqueles credos e denominações, porque seu trabalho era muito importante. Ele tinha que anunciar a vinda do Messias. E quando ele não tinha nada a ver com fariseu, saduceu, ou seja quem fosse, ele rejeitou todo o grupo deles, e disse: “Não comecem a dizer: ‘Nós temos a Abraão por nosso pai’, pois eu digo que Deus é capaz de destas pedras levantar filhos a Abraão”. Para o – para o mundo religioso de seus dias, ele era um louco. Correto.
54 Quando Jesus entrou em cena. Para o povo religioso de Seus dias, Ele também era um louco. Porque, eles dissera: “Tu és um samaritano. Tu estás fora do Teu juízo perfeito. Tu és um alienado”, em outras palavras: “um homem maluco”. Ele era aquilo, para o povo, seu Senhor e Salvador.
Não é de se admirar que, Paulo, treinado por Gamaliel para ser um sacerdote, com a oportunidade de um dia se tornar um sumo sacerdote. E em seu caminho para Damasco, ele foi derrubado por uma Luz sobrenatural. E ele olhou para cima, sendo um judeu, e sabia que aquela Coluna de Fogo foi a que dirigiu seu povo. Ele disse: “Senhor, Quem és Tu?”
E Ele disse: “Eu sou Jesus”.
55 E quando ele negligenciou sua educação, ele negligenciou toda sua teologia na qual ele havia sido treinado nas escolas, e se tornou um comum, pregador de rua, ele era um louco. Ele disse: “Eu me tornei um néscio”.
56 E o povo pensava que ele estava alienado, fora de si. Ele disse a Festo: “Eu não estou alienado”. Ele simplesmente conheceu o Senhor. Porém conhecer o Senhor em um grupo religioso…
Eu espero que você não perca isto. Conhecer Jesus, neste dia, no meio de um grupo religioso, você é um louco. Isto não mudou. Eu poderia ficar mais tempo nisto, mas eu – eu quero apressar para a fila de oração.
57 Martinho Lutero, aquele pequeno sacerdote alemão, estava carregando a comunhão certo dia, e a jogou nas escadas, e disse: “Isto não é o corpo de Jesus Cristo. Isto é simplesmente pão que foi feito ali atrás”. E ele declarou que: “O justo viverá pela fé”. Ele era um louco, para a igreja católica. Eles poderiam tê-lo assassinado por aquilo, mas, ele era um louco, e eles simplesmente o deixaram de lado. Porém, ele se tornou um louco, para aquela geração.
58 João Wesley, nos dias da grande hora imoral da Inglaterra. Quando, se o reavivamento wesleyano não tivesse entrado em cena… O mundo todo estava corrompido, imoralmente em todas as partes. E a igreja anglicana se distanciou tanto até que não houve mais reavivamento; tal pensamento calvinista! E João Wesley entrou em cena, com a – a palavra de santificação, limpando a imoralidade. Ele se tornou um louco.
59 Citando o Sr. Wesley, certa vez, em seu livro. Ele estava passando por um caminho, e um dos homens da igreja da Inglaterra… Todos eles pensavam que ele era louco, então ele parou no caminho. O Sr. Wesley era um homem pequeno. Este grande, enorme sujeito pensou que ele simplesmente o derrubaria com um tapa, então ele parou no caminho. O Sr. Wesley se aproximou e disse: “Perdoe-me, senhor, poderia sair do caminho? Estou com pressa”.
E o anglicano lhe disse: “Eu não saio do caminho para um louco”.
60 O Sr. Wesley educadamente tirou seu chapéu, andou ao redor dele; disse: “Eu sempre saio”. Então, veja você, era aquele quem era o louco; um era por Cristo; o outro era pela igreja.
Então, você é louco por alguém, ainda.
61 Quando os pentecostais entraram em cena, há cinqüenta anos atrás. Dizia-se: “Essas pessoas são malucas!” Eles eram loucos, isto é certo, porque eles condenaram toda corrupção que havia nas eras da igreja naquele tempo quando eles entraram em cena.
Mas o que fizeram os pentecostais? Voltaram diretamente para o vômito do qual saíram, exatamente de volta para a corrupção denominacional. Sabe de uma coisa? É hora para outro louco. Sim. É hora para outro. Isto é certo.
62 Observe, uma porca, antes de haver uma porca, tem que haver um parafuso para encaixar aquela porca. E naquela porca foi feito rosca para aquele parafuso; se não, não encaixa bem. Observe. E todos em que se fez rosca, nos dias de – de Noé, enroscaram na mensagem do Evangelho; Noé, o louco, os puxou para dentro da arca. Isto depende do tipo de rosca que você é, para que se fez rosca em você. Se sua rosca é para o mundo, eles o puxarão. Se sua rosca é para a Palavra, Ela o puxará. Isto depende de que rosca se fez em você, que porca você seguirá.
63 Mas Noé, sendo um louco com a Palavra de Deus, um louco para a era científica e para a era religiosa em que ele vivia, ele os puxou, os que seriam salvos, para a arca. Amém. Aqueles que eram predestinados, o parafuso foi feito antes da porca. O parafuso deve enroscar na porca.
64 Então, Satanás, ele tem alguns parafusos e porcas, também, parafusos e porcas dos reinos deste mundo.
Faraó era tão louco para Noé, ou Moisés, como Moisés era para Faraó. Faraó, com todos os seus truques científicos, atraiu sua nação para si próprio. Noé, sendo um louco por Deus, trouxe a igreja para a terra prometida. Depende de que modo se fez sua rosca. Ele tirou a igreja do Egito; como Noé tirou a igreja do mundo, para a arca. Moisés tirou a igreja do Egito, para a terra prometida de Deus.
65 Jesus disse. Agora, seja cuidadoso, pois estas porcas e parafusos se parecem muito. Simplesmente observe a rosca. Mateus 24: 24, Ele disse: “Isto quase enganaria o próprio Eleito”.
Agora, a – a América [Estados Unidos da América – Trad.] e todo o mundo denominacional precisa de um louco.
66 O metodista, o batista, o presbiteriano, eles estão todos espalhados nisto, naquilo, e toda contenda. E, afinal de contas, eles todos são enroscados no mesmo parafuso. Então Deus lhes tem dado um parafuso, e lhes enviou uma porca, o Concílio Mundial de Igrejas. Isto juntará todos. Isto é certo. Isto acontecerá. Isto os juntará, o Concílio Mundial.
67 Você sabe, isto foi, aqui há não muito tempo atrás… Nada pode acontecer, uma causa, sem uma razão. As mulheres querem tirar suas roupas. Elas quiseram usar shorts. Elas ainda assim quiseram pertencer à igreja. Elas quiseram usar todos estes ‘quínis’, ou seja como for que se chamam estas coisas. Elas querem fazer isto, e elas ainda querem pertencer à igreja; elas querem fazer isto, e elas ainda querem pertencer à igreja; elas querem gritar, clamar, e dançar; adorar, isso é uma adoração.
68 Agora, se eu tivesse tempo, eu lhes provaria isto. Isso é uma adoração ao diabo, dançando dessa forma e fazendo essas coisas. Eu posso provar isto a vocês, nas terras pagãs. Elas quiseram adorar, e manter seu testemunho e ainda continuar na igreja. Então Deus lhes dá uma porca, duas ou três delas; um chamado Elvis Presley; outro, Pat Boone, e Ernie Ford; podem cantar hinos e tudo mais, e ainda alegam ser cristãos. É uma porca. E não está com rosca para a Palavra. Correto.
Agora, eu disse que terminaria em meia hora, e está em cima.
69 Mas, ouçam, o mundo deseja uma porca. O diabo se encarrega de arranjar-lhes uma. Eles já estão com a rosca pronta para isto.
Mas, enquanto se faz rosca no mundo para uma porca, há um povo chamado a Noiva. Ela está com rosca, também. Tão certo como estou aqui de pé, Deus lhes enviará um louco que tirará a Noiva para fora deste caos, para a Presença de Deus. Será uma porca com rosca da Palavra.
70 Um crítico, há poucos dias atrás, me disse, lá em Tucson. Ele disse: “Sabe, algumas pessoas o fazem um louco, e outras o fazem um deus”.
Eu disse: “Bem, isso até que vai bem”. Eu sabia que ele estava tentando me criticar. Vêem?
71 Ele disse: “O povo pensa que você é um deus”.
72 Eu disse: “Bem, simplesmente…” Eu sei que o povo não pensa assim. Mas eu – eu sabia que ele não compreendia isto, porque ele estava no outro lado da pele, veja você. Então eu sabia que ele não, ele não sabia disto. Então eu disse: “Isto não está muito longe da Palavra de Deus. Está?”
Veja, simplesmente deixe-o – simplesmente deixe-o saber que não estamos perdidos. Nós sabemos onde estamos firmados. Nós sabemos o tipo de vela que içamos, e que tipo de vento soprava nela. Nós sabemos qual é nossa rosca, e qual é nossa porca. E nós sabemos como estamos firmados.
Eu disse: “Isto não é contrário à Palavra de Deus, de tal modo. É?” Eu disse: “Recorde, quando Deus estava enviando Moisés lá embaixo para os filhos de Israel, Deus fez de Moisés um deus, isto é certo; e fez, também, Arão seu irmão, um profeta. Isto é certo. ‘Todos os profetas’, Jesus disse, ‘foram deuses’. Eles foram deuses; homem”. Isto é certo. Deus intenciona que seja desta forma.
73 Ouçam, a Palavra que pregamos e a palavra que eu disse esta manhã: “Deus escondido atrás de peles, peles de texugo, Deus escondido atrás da pele de um homem”. Estão vendo? Isto é o que Ele fez. Quando Deus foi manifestado no mundo, Ele estava escondido atrás de um véu, atrás de uma pele de um Homem chamado Jesus. Ele foi velado e se escondeu atrás da pele de um homem chamado Moisés, e eles eram deuses, não Deuses; mas eles eram Deus, o único Deus, simplesmente mudando Sua máscara, fazendo a mesma coisa cada vez, trazendo esta Palavra. Vejam, Deus fez daquela forma. Ele sabe que o homem tem que ver alguma coisa; existe em cada um de nós nascido no mundo.
74 Como eu estava lhes dizendo nesta manhã, ninguém ousou seguir a Moisés ali. Deus nunca tratou com dois. Ele trata com um, sempre. Ninguém ousou personificar a Moisés. Era morte, morte natural, tentar personifica-lo, entrar naquela Coluna de Fogo com ele. Então as pessoas não são todas feitas… Você não nasceu daquela forma, para entrar naquele sobrenatural.
Mas Deus colocou alguns na terra para representa-Lo, como um embaixador Dele. E aquele embaixador é ordenado, por Deus, para entrar no grande sobrenatural desconhecido, e discernir, e trazer as coisas que a mente natural não pode perceber. Traz o mistério de Deus, prediz coisas que são, e coisas que foram, e coisas que serão. O que é isto? Deus, Deus atrás de peles, pele humana. Exatamente correto.
75 Sam Connelly mora em Tucson. Ele veio aqui uma vez, há muitos anos atrás, com o Sr. Kidd, e foi curado; de uma úlcera constante por muitos anos. Quando eu fui no outono passado, Sam tinha uma – uma pedra que os especialistas ali, em – em Tucson, a examinaram. Era grande como uma bolinha de gude. O Irmão Sam Connelly… Muitos de vocês aqui o conhecem; ele é de Ohio. E ele foi a um médico, e ele disse: “Sam, se prepare para a próxima semana; eu tirarei aquela pedra”, dali a uns dois dias.
Ele disse: “É possível expelir a pedra, doutor?”
Disse: “É impossível. A pedra é muito grande”.
76 Então ele o colocou em um carro e o levou para casa. E ele telefonou; ele disse: “Eu quero que o irmão venha e ore por mim, Irmão Branham”. Por que ele me chamou para tal coisa? E eu comecei a orar por ele.
77 Eu disse: “Sam, é o ASSIM DIZ O SENHOR, a pedra será expelida por si mesma”.
78 E na manhã seguinte ele levou a pedra para o médico. E ele disse, o médico disse: “Sr. Connelly, eu não compreendo como isto aconteceu”.
79 E ele disse: “Eu sou um crente em Deus, e Deus extraiu a pedra para mim, a tirou de mim. O homem quase não pôde crer nisto, o médico. Exatamente do mesmo modo que ele não pôde crer naquele grande tumor saindo de minha esposa. Vocês sabem a respeito, vejam. Então ele disse…”
80 Cerca de seis meses depois, que foi cerca de três… cerca de duas semanas atrás, ou três semanas atrás, Sam Connelly foi atingido por um sério problema cardíaco. E eu não conheço o nome, a coronária, ou algum tipo de bloqueio cardíaco, ou seja o que for. É muito perigoso… Isto não… Não se pode recuperar disso, eles alegam. Um ataque cardíaco, e seu coração bloqueado. E seus membros incharam tanto que seus tornozelos ficaram maiores que sua perna, aqui em cima ao redor de seu quadril. Então o levaram ao médico. O médico disse: “Leve-o para casa, pacificamente, ou para o hospital”.
Sam disse: “Eu não quero ir para o hospital!”
Disse: “Leve-o para casa e coloque-o na cama, e não mexa com a cabeça, mão, ou pé, por seis meses”. Disse: “Você pode morrer a qualquer momento”.
81 E o Irmão Norman telefonou. E fomos naquela noite, ver o Irmão Sam. E quando nós oramos por ele, e o Senhor falou.
E não manhã seguinte, Sam desceu até o consultório do médico, com as pernas de suas calças arregaçadas, ficou de pé diante do médico, e disse: “Olhe para mim, doutor!”
E o médico lhe tirou um eletrocardiograma, e ele disse: “Eu não compreendo isto”. Disse: “Volte a trabalhar”. Ele disse: “A que igreja você pertence?”
Ele disse: “Eu não pertenço a nenhuma delas”.
82 Ele disse: “Você não pode ser um cristão sem pertencer a essas denominações. Você tem que estar”. Vejam, isto é tudo que o médico sabia. Sam era um louco, para ele. E ele era um louco, para Sam, por fazer tal pergunta.

Então o que aconteceu? Sam chegou, e ele disse: “O que posso dizer a alguém que me diz tais coisas, Irmão Branham?”
83 Diga-lhes que você ‘pertence à única Igreja’. A pessoa não se une a Ela. Não é uma denominação. A pessoa nasce Nela”.
84 Uma pequena senhora, cerca de seis meses atrás, encostada no peito da Irmã Norman. Eu esqueci seu nome, uma mulherzinha muito bonita com cerca de trinta anos de idade. Ela e seu esposo haviam se separado, e ela contraiu leucemia. E ela tinha chegado a tal condição que ela dificilmente podia se mover. E finalmente ficou pior até que os médicos a colocaram em uma cama. E os médicos a visitariam até a hora chegar. Eles lhe deram até a quarta-feira seguinte. Ela morreria até quarta-feira. E a Sra. Norman de alguma forma a tirou da cama, e a trouxe, e teve que segura-la em uma cadeira. E enquanto a pobrezinha estava assentada ali, com sua cabeça caindo para cá e para lá, e tão grisalha o quanto ela podia estar; sua pele amarelada, por causa do câncer, leucemia.
Eu disse: “Bem, eu posso orar pela senhora, irmã”.
E ela tentando falar, e as lágrimas em seus olhos, ela disse…
Eu – eu disse: “A senhora é cristã?”
Ela disse: “Eu sou metodista”.
Eu disse: “Eu – eu perguntei se a senhora é cristã”.
E ela disse: “O senhor quer dizer se eu pertenço à igreja cristã?”
85 Eu disse: “Não, senhora. Eu quero dizer, se a senhora é nascida do Espírito de Deus, e ama o Senhor Jesus?”
Ela disse: “Bem, eu sempre pertenci à igreja”.
86 Eu disse: “Se Deus deixa-la viver, a senhora me promete que voltará até mim e deixará que eu lhe mostre o caminho do Senhor mais claramente?”
Ela disse: “Eu prometo a Deus qualquer coisa, se Ele poupar minha vida. Eu O servirei”.
87 Logo então veio uma visão, disse: “ASSIM DIZ O SENHOR. Não fique pronta; rasgue suas coisas para sua morte, para depois de amanhã”. Aquilo foi na segunda-feira, e ela ia morrer na quarta-feira. “A senhora não morrerá”.
Domingo passado, faz uma semana deste domingo, eu estava assentado com ela no quarto. Engordou trinta e tantas libras [Aproxim. 15kg – Trad.]; o médico disse que não puderam encontrar nenhum traço de leucemia em parte alguma. E ela queria saber; e eu a enviei para ser batizada no Nome de Jesus Cristo, em uma vala de irrigação, da maneira do Senhor. Pode ser um louco, porém: “Se Eu for levantado, todos atrairei a Mim”.
88 Eu visitei o rapaz que costumava gravar fitas aqui, Leo Mercier. Ele tem uma área onde estão uns trailers residenciais. E eu estava orando por algumas pessoas. E eu orei por uma pequena senhora Lokar, eu creio que era. E ela teve catorze operações de câncer, e os médicos a desenganaram. E recebeu oração, e lhe disse que não morreria, mas que viveria. E não há nenhum traço disto em parte alguma. E por causa disto, vinte e oito dos de sua família estavam aí de pé, salvos e cheios com o Espírito Santo. Pode ser um louco, mas está atraindo todos os homens a Ele, os que querem vir. Está enroscado com a Palavra. Vêem o que quero dizer?
89 Eu tenho uma carta que chegou, anteontem, está bem ali atrás no arquivo. No outono passado, enquanto estava numa viagem de caça… ou, na primavera passada, isto foi há um ano atrás. Um jovem índio chamado Oscar, com quem caçamos na rodovia lá em cima; é onde o Anjo do Senhor, eu lhes disse, aqui, traria aquele caribu e – e aquele urso pardo-prateado. Todos vocês recordam isto. Então aquele jovem, quando eu entrei em… Ele entrou na barraca, na primavera passada. E quando Bud me pediu para pedir a bênção, (ele tirou suas luvas; ele estava cavalgando), ele colocou as luvas e estava pronto para sair. Ele era católico. Ele não queria nada a ver com Isto.
90 No outono passado, quando ele pôde, de pé do meu lado… Quando sua mãe estava lá atrás, morrendo com ataque cardíaco, ele disse: “Não quer voltar e orar por ela?” Eu voltei nesta pequena cabana dos índios ali. E aí, todos estavam reunidos ao redor de sua mãe, e ela estava morrendo, não podia falar uma palavra em inglês. E o Espírito Santo desceu e disse àquela mãe, através de uma intérprete, sua filha, o que havia acontecido, o que era. Citou até mesmo o seu nome, e lhe disse o que ela era, e a que tribo ela pertencia, e como que isto se daria. E a mãe foi instantaneamente curada.
91 E na manhã seguinte quando eu voltei para vê-los, enquanto eu dirigia, voltando quarenta milhas atrás de uma ovelha, ali estavam todos eles assentados ali, ela estava toda… montando em um cavalo para voltar a secar carne de alce. E eu disse: “Ontem à noite quando eu orei, eu disse: ‘Pai nosso Que está no Céu’”. Eu disse: “Louise, eu – eu…Era uma reza católica. Todos vocês começaram, e então, naturalmente, eu os deixei”. E eu disse: “Agora eu simplesmente vou agradecer a Deus. Nós não rezamos; nós oramos”.
92 Ela disse: “Nós não mais católicos”. Ela disse: “Nós cremos como o senhor crê. Nós queremos que o senhor nos leve a todos e nos batize do jeito que o senhor batiza. Nós queremos o Espírito Santo”.
93 Na viagem de volta… O rapaz tinha perdido seus cavalos, meses antes daquilo, não podia encontra-los. E o guia estava passando-lhe uma reprimenda, dizia: “Oscar, você sabia que não devia deixar aqueles cavalos daquele jeito. Os ursos, há muitos ursos pardos, a estas alturas já devem ter comido aqueles cavalos”.
E ele continuou de pé perto de mim. E ele disse, certa noite, ele disse: “Mim perguntar uma coisa?”
Eu disse: “Sim”.
Disse: “Irmão Branham, orar a Deus. Deus dar meus pôneis de volta”.
Eu disse: “Bud disse que os ursos os comeram”.
Disse: “Irmão Branham, pedir a Deus. Deus dar a Oscar seus pôneis de volta”.
Eu disse: “Você crê nisto, Oscar?”
Ele disse: “Eu creio, Deus fez minha mãe ficar boa. Deus dizer onde urso estava, onde caça estava. Aquele Deus, que sabe onde caça está, sabe onde meus cavalos estão”. Vêem?
94 Há um ano atrás, enquanto estava de pé lá então com Fred Sothmann, que está aqui esta noite, Billy Paul, meu filho. O Espírito Santo desceu. Eu disse: “Oscar, você encontrará seus pôneis. Eles estarão de pé na neve”.
Ali está a carta, me escreveu na semana passada, e eu a recebi na sexta-feira, que chegou aqui. Está bem ali no arquivo agora. “Irmão Branham, Oscar encontrou pôneis de pé na neve”.
95 Como eles viveram, ninguém sabe. Ali, o rapaz… Nesta época do ano, junho, existe tanta neve que ainda tem vinte ou trinta pés [6 ou 9m – Trad.] de neve por ali. Como eles permaneceram ali durante o inverno, neste desfiladeiro? Oscar pode chegar até eles, com sapatos para neve, mas, naturalmente, ele não pode colocar sapatos para neve em seu pônei. Porém ele os encontrou, de acordo com a Palavra do Senhor. Pode soar como uma loucura; simplesmente creia nisto uma só vez! Depende de como são suas roscas.
96 Agora, isto não enrosca com uma denominação. Isto apenas enrosca com a Palavra. Mas existem algumas pessoas no mundo que crêem nessa Palavra! Necessitará de um louco para tirar essa Noiva daqui, que esteja enroscado, pois a Noiva e o Noivo são um. E Deus é um, e a Palavra é Deus! Ele terá que ser enroscado com a Palavra, e Isto tirará a Noiva destas denominações.
97 Sim, ele queria me criticar. Você sabe, isto me lembra do que falamos, esta manhã, Deus escondido atrás de peles, pele de homem.
98 Uma historinha, e então vou concluir; desculpe por segura-los aqui por cerca de quarenta e cinco minutos agora. Havia uma casa, uma casa cristã, e havia um… eu contei isto para este crítico. E nesta casa havia um… Eles criam em Deus. Eles tinham um garotinho ali, mas ele morria de medo de tempestade. Relâmpago, oh, ele quase morria de medo. Ele corria para debaixo das mesas, em qualquer lugar, quando relampejava.
Então certa noite houve uma grande tempestade na fazenda, onde eles moravam, e as árvores balançavam, e os relâmpagos brilhavam, estava ficando tarde da noite. A mãe disse ao Júnior, disse: “Agora, Júnior, suba e vá para a cama”. Disse: “Agora, não tenha medo. Vá para cima”.
99 Então o pequeno Júnior, vestido em seu pijama, subiu as escadas, olhando para trás, quase chorando. Ele deitou-se, tentou dormir, cobriu sua cabeça. Ele não conseguia dormir; aquele relâmpago, brilhando na janela. Então ele disse: “Oh, mamãe”, disse, “suba até aqui e durma comigo”.
Bem, ela disse: “Júnior nada vai incomoda-lo. Aquele relâmpago não lhe pode fazer mal”.
Ele disse: “Mas, mamãe, suba aqui e durma comigo”.
100 Então a mãe subiu as escadas e deitou na cama, com seu Júnior. E ela disse: “Júnior, meu filhinho, a mamãe deseja lhe dizer algo”. Ela disse: “Júnior, nós somos uma família cristã. Nós cremos em Deus, e nós cremos que Deus nos protege nas tempestades. Nós cremos nisto. E nós cremos que Deus cuida dos Seus”. E disse: “Eu quero que você creia nisto, Júnior. Não fique com medo disso. Deus está conosco, e Ele nos protegerá”.
101 Júnior resmungou algumas vezes. Ele disse: “Mamãe, eu creio nisto, também”. Ele disse: “Mas quando aquele relâmpago está tão perto da janela, me agrada sentir que Deus tem pele sobre Si!”
Então eu penso que muitos de nós adultos pensamos a mesma coisa. Deus, com pele em Si! Isto pode soar como um louco, para o mundo, mas está atraindo todos os homens a Ele.
Oremos.
102 Pai Celestial, como as historinhas de – de experiências, e às vezes elas acontecem por uma razão. E elas, mesmo tão simples o quanto são, mesmo assim nós compreendemos isto na linguagem em que elas aconteceram. Então nós Te agradecemos, esta noite, Senhor, que – que Deus, Ele mesmo, pode habitar em nós. Estamos agradecidos pois foi feita uma propiciação, o Sangue do Justo, Jesus; o Qual era a plenitude de Deus, a plenitude da Divindade corporalmente, pois Ele entregou Sua precisa vida; não tirada Dele, porém propositadamente a entregou, para que pudéssemos regozijar Nele na plenitude de Sua Presença, na glória Shekinah em que Ele vivia; para que nossas almas pudessem ser santificadas com aquele Sangue, para que o grande Espírito Santo, Ele mesmo, pudesse viver em nós. E nos tornamos ensinadores, profetas, e assim por diante, para o povo, para aqueles, Senhor, que estão necessitados; dons de Deus; Deus manifestando-Se, resplandecendo os grandes dons de Deus, na presença desta era moderna.
103 E a expressão rude, Senhor, de ser um louco. E nós sabemos, que neste dia, que precisa às vezes quando o mundo entra numa rotina como a igreja está hoje, simplesmente se unindo a novas igrejas e novas denominações. Um homem que chega com a Palavra é considerado um louco, uma pessoa demente. Como o grande apóstolo Paulo, que foi treinado para ser um teólogo, um sacerdote, e mesmo assim ele disse que se tornou um louco, para a glória de Deus. Ele abandonou sua educação, para que o povo pudesse… ouvir suas grandes palavras polidas. E ele disse que não vinha com palavras persuasivas e sabedoria do homem, que a fé deles estaria em tais coisas. Como a igreja tem voltado àquilo hoje, como ele profetizou: “Após minha partida, entrarão lobos, que não pouparão ao rebanho”. Mas ele disse que chegou a eles, “no poder e manifestações do Espírito Santo”, para que a fé deles estivesse em Deus. Pai, ele se tornou um néscio, para o mundo, ao conhecer Jesus.
104 E do mesmo modo somos nós hoje, Senhor. Há pessoas assentadas aqui que são consideradas malucas, porque elas estão prontas para confiar em Deus para a sua cura, para seu destino Eterno. Colocando sua reputação em risco, ao adora-Lo. Agradecendo-lhe, louvando-O, dando liberdade a seu espírito, para adorar a Deus; eles são considerados malucos. Mas Tu disseste que: “A – a loucura de Deus”, se somos néscios, “era mais forte e mais sábia do que a sabedoria do homem; pois o homem, através da sabedoria, não conheceu a Deus. Porém através da loucura da pregação, agradou a Deus salvar aqueles que poderiam ser salvos”. Nós oramos, Deus, que o grande Autor desta Palavra venha esta noite e cure os enfermos, salve os perdidos. Nós pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
105 Estou comparando a Deus, de maneira que você não faça confusão no que eu disse hoje; Deus é um grande Diamante, o Eterno.
E quando um diamante é trazido das pedras lipes da África, eu já estive nas minas e observei no grande… como eles processam isto e tiram os diamantes, como eles passam através do britador, e os grandes diamantes azul-fogo, saem os diamantes negros. Eles não tem muita forma, forma definida. São simplesmente uma grande pedra. E, realmente, eles não tem nenhum fogo daquela forma. Eles são simplesmente diamante, pedra; redonda, lisa, muitas delas. Porém este diamante deve ser lapidado. Agora, é contra a lei ter um não lapidado. Deve ser lapidado, e então você tem que ter um recibo de onde você o comprou, porque há milhões de dólares neles.
E eu comparo Deus àquele diamante.
106 Agora, um diamante é lapidado de modo que reflita o que está do lado de dentro dele, o fogo que está no diamante. E ele deve ser lapidado de cada pequena maneira, cada pequena forma, três ângulos. Coloque os três ângulos em um diamante, e uma luz contra um objeto de três ângulos dará sete cores, vejam, produz sete cores.
107 E agora observe: “Deus foi ferido por nossas transgressões, moído por nossas iniqüidades”. Vejam, Ele foi cortado, ferido, aquele grande Diamante, para que Dele pudesse refletir os dons para a Igreja.
E não é a luz; porque, a luz deve retornar, quando o sol está fora dele, de onde ele foi lapidado.
Mas cada pedacinho que vem daquele fragmento não é destruído; é colocado em uso. Muitos deles são para fazer agulha de vitrola. E aquelas agulhas trazem, as quais foram cortadas do diamante, produzem música que foi gravada no disco.
108 E eu espero que você veja o que quero dizer. O fragmento de Cristo, o dom de Cristo, colocado na Bíblia, fala dos mistérios escondidos de Deus para o crente. Ele conhece o segredo do coração. Ele conhece cada pessoa. Você crê nisto?

Não seria o diamante dizendo: “Você está vendo o que eu sou?” É de onde ele vem. O diamante é um diamante porque ele saiu de um diamante.
109 E esta é a maneira que é com os dons do Espírito, um para a pessoa, é uma parte daquele Diamante. É enviado, e foi trazido, e trazido a um dom, para interpretar, pregar, ensinar. Existem cinco dons espirituais; apóstolos, profetas, ensinadores, pastores, evangelistas, e eles são todos para edificação do Corpo de Cristo. E tão certo como há ensinadores, pastores, tem que haver profetas. Nós sabemos disto.
110 E nós cremos que Deus é para ser manifestado no último dia, no meio de Seu povo, para a Semente eleita, de acordo com a Bíblia, na forma de profeta. Isso está exatamente com a Palavra. Não que o homem seja Deus, mas que o dom seja Deus. Estão vendo? E esta é a agulha.
Agora, um alfinete não tocaria aquele disco corretamente. Uma agulha normal de costura não o tocaria corretamente. Porém um diamante, é o melhor. Ele reproduz claramente, uma agulha com ponta de diamante.
111 Possa Deus, esta noite… Seu registro de vida, seja o que for que estiver errado com você, seja o que for que você está desejando de Deus, possa o grande Mestre Quem segura a agulha em Sua mão, possa Ele coloca-la em sua vida e nos revelar por que você está aqui, o que você deseja; então saberemos que Ele está aqui.
112 Pai Celestial, concederás Tu isto antes de eu começar esta fila de oração, não visando fazer isto, porém Tu concederás isto, para que o povo possa saber. Pode que haja desconhecidos aqui para receber oração. Eu não os conheço, porém Tu conheces. E Paulo disse: “Se falares em línguas, e não houver nenhuma interpretação ou não houver nenhuma edificação, o povo dirá que estão alienados. Mas se um profetiza e revela o que está no coração, então eles dirão: ‘Verdadeiramente Deus está com vocês’”. Que assim seja novamente, Deus, nesta hora tardia. Tu prometeste, e assim será. No Nome de Jesus Cristo. Amém.
113 Agora eu gostaria de saber quantas pessoas enfermas estão aqui esta noite, que estão aqui? Ou Billy distribuiu o…? Há algum cartão de oração que foi distribuído? [Os irmãos dizem: “Sim”. – Ed.] Há sim. Bem, eu creio que cada pessoa doente tem um cartão de oração, mas eu não sei o que você escreveu nele. Eu creio que ele simplesmente lhe deu um cartão; você escreve o que você quiser nele. Não é assim? simplesmente receberam o cartão; você coloca nele o que você desejar.
114 Eu não o conheço. Quantos aqui sabem que eu não o conheço, e no entanto você está enfermo, e diria isto: “O que eu ouvi o senhor dizer hoje: ‘Deus atrás de peles. Deus atrás de pele humana, Se velando’”. Mas se você tem olhos espirituais, você poderia abrir e vê-Lo, ver Quem Ele é. E você crê nisso. Jesus disse: “Aquele que crê em Mim, as obras que faço também as fará; mais do que estas fará, pois Eu vou para o Pai”. Agora, se você crê de todo o seu coração!
115 Quantos aqui estão doentes, e sabem que eu não o conheço, sei o que há de errado com você? Apenas levante sua mão, diga: “Estou doente. Tenho uma necessidade”. Quantos tem desejos em seus corações, não enfermidade, mas tem desejos? Você sabe o que…?…Tudo bem. Não há ninguém, que eu vi, que tenha levantado sua mão. Agora, eu não sei…
116 Eu conheço este homem assentado aqui. Eu tenho certeza que é o Irmão James, e eu acho que aquela é a Irmã James. Irmão Ben, eu sei. Apenas suas faces, às vezes; o irmão que tira as fotos. Mas o…
Que alguém aqui atrás, em qualquer lugar, somente… Eu – eu – eu desafio isto, nas bases, e conclusão desta Mensagem.
117 Sabe você que Deus prometeu que isto aconteceria nos últimos dias? Ele fez a promessa. Vêem? Agora eu não posso fazer isso acontecer. Veja, eu – eu não posso fazer isso. Ele tem que faze-lo. Ele é Aquele Quem faz isso; não eu. Mas eu creio Nele, ou eu não estaria aqui de pé lhe dizendo algo que eu não cresse. Agora, você ore, e diga: “Senhor Jesus, fui ensinado na Bíblia que Tu és o Sumo Sacerdote neste momento, que pode compadecer-se das nossas enfermidades”. Não me importa onde você esteja. E simplesmente diga: “Eu creio em Ti. E, pela fé, eu creio naquilo que o homem disse hoje”.
118 Isto é o que o Anjo me disse: “Faça com que o povo creia em você”. E se eu lhe digo a Palavra de Deus, não é “crer em mim”, é “crer na Palavra”.
Se isto não está com a Palavra, então não creia nisto. Mas se você crê que é a Palavra, então, seja o que for, você ore e creia, e veja se Ele ainda pode revelar oq eu está em seu coração.
119 E qualquer um sabe o que a Bíblia diz que: “A Palavra de Deus é mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e discerne os pensamentos e intenções do coração”.
Foi assim que Abraão soube que aquele era Deus, quando Ele pôde dizer o que Sara estava dizendo lá atrás na tenda, em que ela estava pensando; quando Ele disse: “Eu te visitarei”, e Sara pensou em seu coração: “Isto não pode ser assim”.
120 Agora, eu disse que Ele está aqui para cura-lo. O que você acha disto? Se você simplesmente crer! Agora, eu não posso, eu não tenho determinada maneira; o Pai Celestial sabe disto. Está vendo? Eu simplesmente tenho que ver. E o que eu vejo, eu digo; e o que eu – eu não vejo, naturalmente, eu não posso dizer. Porém Ele é Deus da mesma forma! Isso aumentaria sua fé, se Ele o fizesse?
Pregando assim, isto me lança para fora um pouquinho. Mas Ele está aqui. Estou ciente disto. [O Irmão Branham faz uma pausa – Ed.]
121 Observei um homem enquanto ele inclinava sua cabeça, bem aqui atrás. Sua esposa assentada ao seu lado, orando, também. Bem aqui. Tem algo em seu coração. Sua esposa, orando. Tem um peso em seu coração. É pela sua sogra. Isto é certo. Você crê que Deus pode me dizer o que há de errado com sua sogra? Eu não o conheço. Somos desconhecidos um para o outro. É isto certo? Você crê que Deus pode me dizer o que há de errado com ela? Ela não está aqui. Eu vejo uma grande distância; ela está no leste daqui. Ela está em Ohio. Isto é certo. Ela sofre de um problema no sangue. Peça à sua esposa para pegar aquele lenço ali, com o qual ela está chorando, e colocar sobre ela. Não duvide; ela ficará boa. Você crê nisto?
122 Aqui está uma pequena dama assentada bem aqui na minha frente. Ela está chorando. Há algo errado com a jovem, eu não sei… Não, não há nada de errado. Ela apenas tem um desejo. Ela está desejando receber o batismo do Espírito Santo. Este é o ASSIM DIZ O SENHOR. Creia, jovem, você receberá Isto. Isto é certo. Não duvide.
123 Aqui está uma senhora assentada aqui no fim da fileira. Ela está orando. Eu sou um desconhecido para ela, mas tem uma sombra nela. A senhora passou por operações. Se somos desconhecidos um para o outro, eu suponho. Eu não a conheço. A senhora não me conhece, talvez apenas ouviu falar de mim. A senhora não é daqui. A senhora é uma desconhecida no nosso meio. A senhora é de Wisconsin. A cidade é Milwaukee. E seu problema é câncer; está no seio. Operações após operações, mesmo assim sem êxito. Que a fé, que tocou a orla dos vestidos Dele, creia nisto neste momento. Penetre isto em seu coração; isto acontecerá. Tenha fé!
124 Um homem assentado em um canto aqui. Ele está orando por sua mãe. Ele é desconhecido para mim. Eu não o conheço. Mas ele está orando por sua mãe. E sua mãe tem a mesma coisa que esta mulher tem, câncer. Ou, ela está com medo disto, que é. Há um homem pelo qual você está orando, e aquele homem tem problemas em suas costas. Ele está, também, eu o vejo embriagado. Ele é um alcoólatra. Seu irmão. Você não é daqui. Você é de Illinois. Você crê que Deus pode me dizer qual é o seu nome? Farmer. É isto certo? Levante sua mão. Creia!
125 Há alguém ajoelhado perto de alguém, orando, alguém deitado em uma maca. Correto. Crê a senhora que o que tem ouvido, é a Verdade, senhora? A senhora crê. Se eu pudesse cura-la, eu viria faze-lo. Mas a senhora já está curada por Cristo, veja. A senhora simplesmente tem que crer nisto. Aquela senhora ali de pé, orando, estava orando para a senhora ser tocada. Eu não a conheço, mas Deus a conhece. A senhora também é de Illinois. Isto é correto. A cidade é chamada East Moline, Illinois. [A irmã diz: “Essa é a cidade onde eu nasci”. – Ed.] A senhora sofre de câncer. A senhora é esposa de um ministro. A senhora crê? [“Sim”] A senhora morrerá, deitada aí. Por que a senhora não O aceita nesta noite, e diz: “Eu posso, em meu coração, com minha fé acima de tudo que está aqui, eu creio que estou curada. Estou na Presença de Deus”. Levante, creia, e vá para casa e seja curada. Aí está ela.
Vocês crêem de todo seu coração? [A congregação se regozija – Ed.] Vamos louvar a Deus.
126 Pai Celestial, nós Te agradecemos pela Tua bondade e misericórdia. Nós Te agradecemos, pois, Tu ainda estás aqui, bem no meio de todos estes problemas. Neste mundo que é pervertido, mesmo assim Tu estás aqui. Que o Teu Espírito, Senhor, sempre permaneça em nós. Nós vemos que Tu estás aqui, Deus com pele nisso, nos corações humanos; dando fé e revelação, e visão. Tu és Deus na Tua Igreja, Deus em Teu povo. Nós Te agradecemos por isto, Senhor. E que todos possam crer, nesta noite, unânimes, e possam eles ser curados. Através do Nome de Jesus Cristo, eu oro. Amém.
127 Quantos ali tem cartões de oração, naquele lado? Deixe aqueles que estão daquele lado, se moverem para trás, e virem até o meio deste corredor. Aqueles daquele corredor, venham por este caminho, simplesmente tome seu lugar, venham por este lado. Deixe que aqueles, tão logo quanto terminarem, que esta fila alcance o outro lado.
128 Os anciãos venham aqui. Irmão Roy, o Senhor o abençoe; não sabia que o irmão estava assentado ali. Eu quero os diáconos da igreja aqui imediatamente, se eles puderem chegar de onde quer que estejam. Venham aqui para dar uma pequena ajuda.
Eu quero que cada um que vai receber oração, levante sua mão, diga isto depois de mim.
Senhor, [A congregação: “Senhor” – Ed.] eu creio. [“eu creio”.] Que Tu me ajudes na minha incredulidade. [“Que Tu me ajudes na minha incredulidade”] Eu creio [“Eu creio”] que na Tua Presença, [“que na Tua Presença”] enquanto sigo Tua Palavra, [“enquanto sigo Tua Palavra”] e meu… as mãos estão colocadas sobre mim esta noite, [“e as mãos estão colocadas sobre mim esta noite”,] eu vou aceitar minha cura, [“Eu vou aceitar minha cura”,] no Nome de Jesus. [“no Nome de Jesus”.] Amém. [“Amém”] Deus o abençoe.
129 Agora observe. “A oração da fé salvará o enfermo. Se colocarem suas mãos sobre o enfermo, eles sararão”. Ele disse a Noé que choveria. Nunca – Ele nunca… Eu nunca disse: “Logo que – que você receber oração, você vai ficar bom”. Ele disse: “Eles sararão”.
130 Ele disse a Noé que iria chover. Não chegou a chover por cento e vinte anos, mas choveu.
Ele disse a Abraão que teria um bebê através de Sara. Não chegou a acontecer por vinte e cinco anos, mas teve.
Disse Isaias que uma virgem conceberia. Não chegou a acontecer por oitocentos anos, mas ela concebeu.
É isto certo? Ele prometeu! Não importa quanto tempo isso leve, Ele o faz, de qualquer modo. Você creia nisto.
131 Venham para a frente agora. Que o Irmão Capps dirija o cântico. Quer mudar os fios? Agora que todos fiquem em oração agora.
132 Nosso Pai Celestial, nós vamos obedecer os Teus mandamentos colocando as mãos sobre estas pessoas enfermas. Eu não sei de mais nada que Tu poderias fazer, Senhor, pois Tu disseste, em Tua Palavra que, Tu compraste a cura deles. Tu provaste que Tu estás aqui conosco nesta noite, a Palavra que pode discernir os pensamentos que estão no coração. Tu provaste isto, que Tu estás no nosso meio. E eu oro, a Ti, Pai, que Tua Palavra, que não pode falhar, se faça verdadeira em cada coração! Pois Tu disseste: “Se creres; não duvidares, mas creres; dirás a esta montanha: ‘Mova-te’, e não duvidares, mas crere que isto acontecerá!” Ele não disse quando.
133 Tu disseste ao povo, no Pentecostes, para ir ali em cima e esperar. Tu nunca disseste horas, dias; Tu disseste: “até”. Agora eles estão vindo para aceitar sua cura. Possam eles nunca pensar em nada mais exceto sua cura, até a libertação chegar. Nós Te obedecemos colocando as mãos sobre eles, como crentes. No Nome de Jesus Cristo. Amém.
134 Correto, passem por aqui agora. [O Irmão Branham e os irmãos colocam as mãos sobre o povo, e oram por cada um na fila de oração. Espaço vazio na fita – Ed.] Você está curado. Deus o abençoe. Isto é bom. [Espaço vazio na fita.]
Tudo é possível, somente crer;
Somente crer, somente crer,
Tudo…
Senhor Jesus, eu oro por estes lenços agora, no Nome de Jesus Cristo. Amém.
Gostaria de saber se poderíamos mudar estas palavras:
Agora eu creio, é agora eu creio,
Tudo é possível, agora eu creio;
Agora eu creio, agora eu creio,
Tudo é possível, agora eu creio.
135 Você crê que o que foi pedido e desejado será concedido? [A congregação: “Amém” – Ed.] Isto acontecerá.
136 Eu vi, passando pela fila há poucos momentos atrás, alguns de meus amigos italianos de Chicago. Quantos conhecem a Irmã Bottazzi de Chicago? Bem, você sabe, ela teve um – um mental, uma crise nervosa recentemente, muito, muito mal. Mas certa manhã em Chicago no café da manhã dos Homens de Negócios Cristãos, eu disse à irmã, sob a inspiração do Espírito Santo. Ela voltou para um lado, e ela simplesmente não podia se controlar. E eu disse: “Irmã, a senhora não vai se restabelecer disto imediatamente, mas a senhora vai ficar boa”. Eu disse: “Levará dezoito meses, ou dois anos, bem neste espaço a senhora ficará boa”.
137 Outro dia enquanto falava com ela… eu a ouvi testificando, tão feliz, o mais feliz que ela já esteve em toda a sua vida. Ela estava em um carro. Ela não tinha paz alguma, a Presença de Deus parecia ter afastado dela; naturalmente, um nervosismo mental, você sabe; e de repente voltou com uma grande abundância de alegria, e o poder do Espírito Santo estava sobre ela. Ela chorou, ela clamou, ela – ela tinha… Eles simplesmente passaram momentos de grande gozo, cerca de três ou quatro semanas atrás, ou um mês. E eu a ouvi testificar, domingo retrasado, e ela disse: “Irmão Branham, quando eu voltei, eu anotei e tomei aquela fita. E foram exatamente dezoito meses, até aquele dia”. Amém.
Você O ama? [A congregação diz: “Amém”. – Ed.] Não é Ele maravilhoso? [“Amém”.]
138 Agora, o mesmo Espírito Santo que pode predizer exatamente, sem falhar uma vez, todos estes anos; e, através de Sua Palavra, tem tentado mostrar para você hoje que Deus não é um objeto longínquo ou algo histórico. Ele está vivo, no presente, Sua Palavra é manifestada. Escondeu-Se em véu humano, em Sua Igreja, Se revelando através de sua fé e minha fé, juntas, se aproximando, fazendo a unidade de Deus. Eu nada posso fazer sem vocês; vocês não podem fazer nada sem mim; nem mesmo poderia fazer nada sem Deus. Então, juntos isto faz a unidade, a conexão. Deus me enviou para um propósito; você crê nisto; e aí isto acontece. É só isto, vejam, perfeitamente confirmado.
Não me importa o que há de errado com você, o que qualquer um disse; se, do seu coração, você crê que vai ficar bom, não existe nada que pode impedir isto. Ele disse assim. E Ele disse: “Os céus e a terra passarão, mas Minha Palavra não falhará”. Crê você nisto? [A congregação diz: “Amém”. – Ed.]
139 Quantos orarão por mim nas outras reuniões que eu for? [A congregação: “Amém” – Ed.] Eu sou um dos que necessitam de oração. Vêem? Todos me rejeitaram, vejam, exceto vocês, e mesmo assim existe Semente aí fora.
140 Eu enviei uma carta à África do Sul. Eles não queriam me deixar entrar a não ser que eu assinasse um papel que eu “batizaria, daquele lado, todos três vezes; uma para o Pai, e uma para o Filho, e o Espírito Santo, com a face para frente. Do outro lado, eu batizaria para trás, uma para o Pai… E ensinasse que aquilo era Doutrina”.
Eu lhes escrevi uma carta. Eu disse: “O Espírito Santo tem estado tratando, nos últimos anos, de me levar à África novamente. Ele deseja usar o meu ministério ali onde trinta mil aceitaram a Cristo em uma tarde”. Eu disse: “Recordem, o sangue daquelas almas estará sobre vocês, não sobre mim. Eu ofereci para ir, mas vocês não querem”.
Eu gostaria de saber o que será neste dia quando Jesus, o Filho de Deus for rejeitado da igreja, a Palavra rejeitada? Mas em – em tudo aquilo, Ele ainda está Se declarando para Seu povo. Não está você agradecido por isto? [A congregação diz: “Amém” – Ed.]
141 E eu passei, esta noite, coloquei minhas mãos sobre eles, algumas mulheres idosas, algumas jovens, alguns velhos, alguns jovens, velhos, simplesmente encharcados como eu estou. Eu pensei: “Assentados ali, assentados ali ouvindo a Palavra que o resto do mundo pensa que é loucura”. Vêem? Eles são – eles são o parafuso. Vejam, Deus está aqui para enroscar isto, tira-lo diretamente de sua enfermidade. É uma promessa da Palavra. Apenas recorde, isto começará apertar: “Eu os atrairei; se Eu for levantado, Eu os atrairei”. Ele tirará isso de você. Ele com certeza tirará. Você simplesmente creia Nele, tenha fé Nele. Não duvide Dele. Creia Nele.
142 Ore por mim. Quando você não tiver ninguém mais por quem orar, apenas lembre-se de mim.
E então pelo seu poder e no seu amor,
Té nos encontrarmos…
Obrigado por virem de distante. Deus o protege quando você for para casa!
Pelo seu…
Cumprimente todos os cristãos, saúde-os, deste grupo aqui. A paz de Deus sobre você! Shalom!
Oh! Que Deus vos guarde em sua luz!
[O Irmão Branham começa a sussurrar Deus Vos Guarde – Ed.]
…e no seu amor!
Té nos encontrarmos com Jesus!
Pelo seu poder e no seu amor,
Oh! Que Deus vos guarde em sua luz!
143 Estou tão feliz. Veja você, há algumas, muitas coisas eu não sei, mas existem algumas coisas que eu realmente sei. Estou tão agradecido por vocês. Estou tão feliz por estar associado a vocês. Estou tão feliz por ser um de vocês. Deus esteja com vocês. Ele estará. Ele nunca os deixará. Vocês já atravessaram o véu agora. Estão vendo?
144 Estou feliz esta noite em ver o Irmão Palmer, um de nossos pastores associados aqui, da Geórgia. Irmão Júnior Jackson está no edifício em alguma parte, lá no canto, estamos felizes em tê-lo. O Irmão Don Ruddell assentado aqui. Oh, há tantos! Eu não sei, se eu deixar de notar alguém… o Irmão Ben Byyant aqui, e muitos dos outros aqui; o bom irmão, Wilbur Collins. Estamos tão felizes em tê-los todos aqui.
Eu gostaria de saber se faríamos a gentileza de nos colocar de pé, só um momento agora. Vamos inclinar nossas cabeças agora.
Pelo seu poder
Té nos encontrarmos com Jesus; te nos encontrarmos!
…e no seu amor,
Oh! Que Deus vos guarde em sua luz!
145 Sente você aquela aproximação do companheirismo com o Espírito?
Vamos sussurrá-lo. [O Irmao Branham e a congregação começam a sussurrar Deus Vos Guarde – Ed.]
Eu observei o Irmão McKinney, de Ohio, conosco. Irmão John Martin e seu irmão. Estou feliz em tê-los todos. Pode até ser que não os veja, irmãos. Ele os conhece.
Até nos encontrarmos! Que o meu coração e o seu, com o coração de Deus, sejam um até nos encontrarmos! [O Irmão Branham e a congregação continuam sussurrando Deus Vos Guarde – Ed.]
Enquanto inclinamos agora nossas cabeças em oração.
146 Procurem participar a cada ministro que estamos felizes por eles estarem aqui, todo o laico, vocês, pessoas do Tennessee, Ohio, e através do país. Algumas mulheres que conheci ali hoje, lá de Boston. Nossos irmãos de cor que estavam aqui, esta manhã, dali de coma também. Tantos de diferentes partes do país; eu lhe agradeço, meu querido amigo leal. Deus esteja com você. Eu o chamo de meu amigo. Recorda-se do que Jesus disse sobre isso? “Até mais próximo do que um irmão”, sim, um amigo. Enquanto inclinamos nossas cabeças agora… Até nos encontrarmos novamente nos próximos dias, Deus seja com vocês.
147 Eu vou pedir ao nosso bom, leal, irmão, Irmão Richard Blair, se ele não quer nos despedir com uma palavra de oração. Irmão Blair.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...