O JULGAMENTO – 21/06/1964
21 de junho de 1964
Topeka – Kansas – E.U.A.
Tradução – EUA


1 Para leitura da Escritura, esta tarde, no Livro de Marcos, capítulo 16 de Marcos. E quero que vocês fiquem de pé, com suas Bíblias, enquanto lemos a Palavra de Deus. Marcos 16, começando com o versículo 9.
E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.
E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com ele, os quais estavam tristes e chorando.
E, ouvindo eles que Jesus vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram.
E, depois, manifestou-se a outras formas, de dois… (Desculpem-me.)
E, depois, manifestou-se em outra forma a dois deles, que iam de caminho para o campo.
E, indo eles, anunciaram-no aos outros, mas nem ainda estes creram.
Depois, apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.

2 Se não é este um quadro de hoje! Eles não crêem que você é uma testemunha disso.
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer será condenado.

3 Isso simplesmente traça a linha, um lado ou o outro.
E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas;
Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos… os curarão.
Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus.
E eles, tendo partido… pregando por todas as partes, cooperando com eles o Senhor… confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém.
Inclinemos à cabeça.

4 Senhor, cremos ser esta a última comissão à igreja. Cremos que o Verbo se fez carne e habitou entre nós. E cremos que nenhum homem é melhor que sua palavra, portanto, cremos que esta Palavra és Tu. E cremos que és Tu, o qual é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Vem hoje, ó Deus Pai, na forma da Palavra, até nós, e permite que as pessoas vejam que Tu és o Cristo ressuscitado, e ressuscitado neste último dia, na forma em que Tu disseste que estarias, a Palavra manifestada. Quando Tu estiveste na terra, Tu foste a Palavra profetizada, manifestada em uma forma humana. E a Palavra está profetizada para este dia. Vem, Senhor Jesus, e traz Isto até nós, hoje, a Palavra. Faz Tua interpretação da Palavra, para que possamos ter “gozo inefável e glorioso.” Pelo fato de que nós temos encontrado a Ti agradável, e Tuas Palavras verdadeiras e confirmadas em nossos corações, de que passamos da morte para a Vida.

5 Todos nós que nascemos daquela única árvore no jardim do Éden, que foi proibida de ser tocada, a mulher, porque nela não há vida; ela é somente um óvulo. A vida vem do Homem, o qual foi Cristo. E somos nascidos de mulher, e, como a Bíblia nos diz, “de poucos dias e cheios de tristeza e inquietação.”

6 Pai, nós também nascemos do Doador de Vida, do Homem. O macho vem até a fêmea, e o germe é do macho; assim como Teu Espírito fez sombra sobre a virgem, e em seu ventre foi criada a célula de Sangue; a célula de Sangue, não judeu, não gentio, mas Deus, criou Sangue. Naquele Sangue, nós temos nossas esperanças. Não foi de uma mulher, nem de um homem; foi de Deus.

7 De forma que oramos hoje, Senhor, assim como nos temos visto participantes da árvore-mulher, e todos nós temos de morrer porque não há vida na mulher, agora também, Pai, nos tem sido dado o privilégio de participar da Árvore-Homem, a qual foi Cristo. E agora, através Dele, temos Vida, Vida, a Palavra, feita Vida entre nós. Concede, Senhor, que estas coisas se tornem uma tal realidade para a Igreja, que eles vejam, e nós entendamos a hora em que estamos vivendo.

8 Cura os enfermos e os aflitos. Que não haja uma pessoa debilitada entre nós, esta tarde, quando este culto se encerrar. Possa isto ser lembrado por longo tempo entre as pessoas! Possam Teus servos, os-os pastores, os pastores de ovelhas, possam eles simplesmente estar tão inspirados que suas igrejas sejam revolucionadas e os grandes cultos aconteçam, e comecem um reavivamento à moda antiga bem aqui nesta cidade, entre eles, que abranja o estado e a nação, e até mesmo o mundo inteiro. Concede isto, Senhor. Tu estás com as chaves desta oração na Tua mão. Ajuda-nos, nós oramos, no Nome de Jesus. Amém.
Podem sentar-se.

9 Deus tem de trazer julgamento sobre a terra. E Deus tem de ter algo aqui, um padrão, pelo qual julgar o mundo, porque seria injusto, em Deus, julgar o mundo, e o mundo não conhecendo um padrão pelo qual conduzir-se. Quantos crêem que isso é verdade? Se a igreja é o padrão, qual delas é? A Palavra, Deus disse que Ele julgaria o mundo por Jesus Cristo. Ele é a Palavra. “No princípio, era o Verbo, o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. O Verbo se fez carne e habitou entre nós.” “O mesmo ontem, e hoje, e eternamente.”

10 Agora quero falar-lhes esta tarde sobre um tema muito estranho, talvez ele seja, para vocês. Mas, neste tema, vou submeter meu Senhor a um-um julgamento justo. Não creio que Ele tenha tido o tipo certo de julgamento diante do tribunal de Pilatos. Eu-eu não creio que Ele tenha tido-tenha tido o julgamento certo, consequentemente eles encontraram motivo para reclamar Dele, e O condenaram e O crucificaram. Mas iremos atuar, nesta tarde, como neste julgamento.
E você diz: “Poderia você submetê-Lo a um julgamento?”

11 Se Ele permanece a Palavra, nós podemos submetê-Lo a julgamento, porque Ele é a Palavra ainda. E nós podemos submetê-Lo a um julgamento. E quero cuidar para que neste tribunal, esta tarde, enquanto tomamos este edifício para representar o tribunal, queremos cuidar que Ele receba um julgamento justo, quer seja a favor Dele ou contra Ele. Queremos expor ambos os lados. E então, neste caso, quero julgá-Lo, o qual é a Palavra.

12 Agora, esta Escritura que acabei de ler, Marcos capítulo 16, até mesmo o doutor Scofield, aqui, diz: “Do versículo 9 em diante, não é encontrado em dois dos mais antigos manuscritos.” Comumente as pessoas crêem que, nossos professores hoje que assim querem crer, que isto foi injetado aí pelo Vaticano.

13 Mas vejo que Irineu e muitos dos escritores primitivos referem-se a Marcos 16. Como vocês, demais pessoas que estudam história, história bíblica, sabem que aqueles apóstolos primitivos, e mesmo depois da morte de Jesus, e quando Policarpo, e Irineu, e São Martim, e São Columba, e todos aqueles, referiram-se a este Marcos 16. Assim isto tem de ter sido autêntico, ou eles nunca teriam se referido a isto. E São João foi aquele que compilou as epístolas, e Policarpo era um amigo íntimo e ajudou-o a fazê-lo, de acordo com a história.

14 Agora vemos que hoje eles não crêem nisso. Eles estão tentando se afastar da realidade de Deus ser real; ao invés disso, apenas uma declaração ou um credo. O Deus verdadeiro, este capítulo provaria que isto é, e cada prova que eles possam obter.

15 Como um certo grande professor, presidente das missões sudanesas, minha esposa ali estava presente quando ele veio ao lugar onde eu estava, Paris Reedhead. E ele disse: “Irmão Branham, pelo que entendo o irmão era batista.”
Eu disse: “Sim, senhor, isso mesmo.”

16 E ele disse: “Bem,” disse, “quero perguntar-lhe uma coisa.” Ele disse: “Quando eu era um garotinho,” disse, “eu tive uma experiência. E minha mãe lavava roupas para fora e tudo mais, para eu estudar. E eu pensava que seguramente, quando eu obtivesse meu diploma de bacharel em artes, que eu encontraria Cristo.” Ele disse: “Aquilo, quando isso me foi dado, eu não O encontrei. Quando eu obtivesse meu diploma de doutor, eu pensava que O encontraria. Quando eu obtive meu diploma de doutor em leis, pensei que O encontraria.” Ele disse: “Irmão Branham, tenho suficientes diplomas, tanto literais como-literais como também honoríficos, que eu poderia cobrir suas paredes com eles. Mas onde está o Deus da Bíblia?” Ele disse: “Os professores estavam errados?”
Eu disse: “Quem sou eu para dizer que os professores estavam errados?

17 “Ele disse: “Bem, aqui está o que eu estou entendendo, que o senhor se tornou pentecostal.”

18 E eu disse: “Bem, eu não digo que eu…eu creio que quando eu nasci no Reino de Deus, eu automaticamente me tornei pentecostal,” eu disse, “porque o Pentecostes não é uma organização. Eles têm tentado torná-lo isto, mas não é. Deus enche um presbiteriano, luterano, ou quem quer que você seja. Veja, assim, isto é uma experiência e não uma organização. Você não pode organizar isto. Isto é uma experiência.”

19 E ele disse: “Bem, quero contar-lhe o que aconteceu.” Ele disse: “Da índia, nestes dias, eles estão enviando pessoas até aqui para estudarem.” Disse: “Em nossa escola, havia um distinto rapaz indiano que veio até aqui e conseguiu sua instrução. E quando ele voltou…” Penso que ele estava para tornar-se, penso, engenheiro elétrico ou algo assim. Ele disse: “Mas quando nós…”

20 Eles têm uma escola exatamente como a que o irmão Oral Roberts tem lá em cima. Eles ensinam engenharia e tudo o mais.

21 Assim ele disse: “No caminho de volta, eu com outro ministro, lhe dissemos: ‘Agora, retornando para a Índia…” E você sabe, os-os indianos adoram Maomé. E ele disse: “Porque você não se esquece do seu velho profeta morto, e recebe um Senhor Jesus ressuscitado; e leva um verdadeiro Deus de volta para a Índia com você, conta ao seu povo?”

22 Ele disse: “Senhor,” ele disse, “o que poderia seu Senhor Jesus fazer por mim a mais do que meu profeta pode fazer?”

23 E ele disse: “Bem, meu Senhor Jesus pode dar-lhe Vida Eterna. Isto é uma promessa na Palavra.”

24 Ele disse: “Meu profeta, Maomé, prometeu a mesma coisa, em sua palavra.”

25 E ele disse: “Bem, você vê,” ele disse, “meu Senhor Jesus ressuscitou dentre os mortos. Seu profeta está no sepulcro.”

26 Ele disse: “Levantou-se Ele dentre os mortos?” Disse: “Vocês tiveram dois mil anos para provar isto, e oitenta por cento do mundo nunca ouviu acerca disto.” Ele disse: “Deixem que Maomé se levante dentre os mortos, e o mundo inteiro saberá disto em vinte e quatro horas.”

27 Agora, ele disse: “Bem, olhe,” ele disse, “Jesus ressuscitou dentre os mortos.” Disse: “Eu posso provar isto porque Ele vive dentro do meu coração,” disse o cristão.

28 E o maometano disse: “E, senhor, Maomé vive em meu coração.”
Ele disse: “Mas, você vê, nós temos poder e alegria.”

29 Ele disse: “Senhor, a religião maometana pode produzir simplesmente tanta psicologia quanto o cristianismo pode.” E isso é verdade.

30 Eu já os vi se deitarem na rua e gritar: “Alá,” e chegarem a tal condição, que eles poderiam pegar…Billy e eu ficamos observando um homem enfiar uma espada bem sob seu coração; e um médico foi lá e derramou água através dela, e ela saiu; puxou-a para fora, e isto não lhe causou nenhum dano. Vê-los tomar lascas, e enfiá-las sob as unhas e puxá-las pelo outro lado, e atravessar o nariz com anzóis e nem ao menos senti-lo ou sangrar uma gota. Eles podem produzir mais psicologia do que o cristianismo pode.

31 E o Sr. Reedhead me disse, disse: “Eu compreendi que não estava falando a algum rapaz com formação superficial. E ele disse: ‘Nós maometanos estamos esperando.’“

32 Como eles fizeram ao nosso valente irmão, Billy Granam, vocês leram no jornal, quando os maometanos vieram ao Sr. Granam, e disseram: “Você tome trinta pessoas enfermas, e eu tomarei trinta pessoas enfermas; e você cure seus trinta, e eu curarei os meus trinta por Maomé,” vejam, o Sr. Graham fugiu da cena. Ele não teve como responder-lhe.

33 Não creio que eu teria feito isso. Eu teria sido como os filhos hebreus: “Nosso Deus nos pode livrar disto.” Porque não mandou ele chamar, tomar Oral Roberts ou alguém? Se ele não cria Nisso, mandasse chamar alguém que cresse Nisto. Mas, vocês vêem, por denominacionais, oh, eles o lançariam fora imediatamente. Ele tem uma obra para fazer.

34 Todavia, então ele disse: “Quando nós, na índia, virmos vocês-vocês cristãos produzirem o que Jesus disse que vocês fariam,” disse, “então nós creremos em vocês.” Ele disse: “Ele disse que Se levantou dos mortos, e as pessoas saberiam disto porque vocês fariam as mesmas obras que Ele fez.”
“Bem,” ele disse, “nós fazemos obras maiores.”

35 Ele disse: “Eu não falei ‘as maiores.’ Eu simplesmente quero ver as obras que Ele fez, primeiro.” Ora, você fala, você sabe que não está falando a algum sujeitinho em algum canto, quando você fala a um daqueles teó-…eles e sua teologia. Assim ele disse: “Queremos ver as obras que Ele fez.”
“Oh,” ele disse, “talvez você esteja referindo-se a Marcos 16?”

36 Ele disse: “Sim, senhor. Essa é uma delas, Sua última comissão à igreja.”

37 Ele disse: “Bem, agora, veja você,” disse, “um bocado de gente fanaticamente crê nesse capítulo.” Ele disse: “Mas nós aprendemos, dos melhores eruditos na escola, que Marcos 16, do versículo 9 em diante, não é realmente inspirado.”

38 Ele disse: “Ora, Sr. Reedhead!” Ele disse: “Qual parte é inspirada então?” Ele disse: “Quem sabe o resto Dela não seja inspirado. O Corão inteiro é inspirado. Que tipo de livro você está lendo, chamado a Bíblia?”

39 Ele disse: “Eu decidi em meu coração que eu viria falar com o irmão. Sim, que eu viria falar com o irmão.”

40 Aí está você. Se Isto não é inspirado, então e o resto Dela?

41 Isto me faz recordar de uma senhora em Chicago. Seu filho foi para um seminário, para aprender a ser um ministro, alguma escola bíblica e seminário. E enquanto ele estava fora, a velha mãe ficou mui seriamente enferma. E assim, eles enviaram uma mensagem ao rapaz para ‘ficar preparado,’ sua mãe com uma febre tão alta, ela tinha pneumonia, e disseram que (ela) poderia-poderia haver um chamado de emergência. Assim o rapaz arrumou suas roupas e se aprontou. Finalmente, no dia seguinte, ele não recebeu nenhuma notícia durante a noite, e no dia seguinte, disseram: “Está tudo bem.”

42 Assim cerca de um ano mais tarde, ele retornou da escola no Leste, certa grande escola de aprendizado. E ele chegou em casa e saudou sua preciosa mãe, e ele disse, depois de conversar um pouco com ela, disse: “Mãe, nunca tive a chance de perguntar-lhe o que aconteceu.” Disse: “Uma noite eles me disseram para ‘ficar preparado’, e na manhã seguinte, disseram que a senhora estava ‘bem.’“ Disse: “Que medicamento o-o médico usou?”
Disse: “Querido, o médico não usou nada.”
Ele disse: “Bem, como à senhora fez isto?”

43 Disse: “Você sabe onde aquela pequena missão está aqui na… quase no retorno, lá na praça?”
“Sim.”

44 Disse: “Havia uma senhora. Estavam tendo uma reunião de oração lá, uma noite, nesta pequena missão, aquele pobre e humilde grupo de pessoas, e,” disse, “uma delas recebeu inspiração de vir até aqui e me visitar. E duas mulheres vieram, e elas me perguntaram se podiam trazer seu pastor e-e orar por mim, e ungir-me com óleo, e-e,” disseram, “e impor suas mãos sobre mim, para que eu fosse curada.” E disse: “Você sabe, eu lhes disse: ‘Certamente.’ E elas trouxeram o pastor, e ele impôs suas mãos sobre mim, e orou.” E disse: “Querido, ele leu na Bíblia mesmo, Marcos, capítulo 16, disse: ‘Estes sinais seguirão aos que crerem.’“ E disse: “Sabe de uma coisa? Na manhã seguinte, o médico estava tão perplexo, ele não sabia o que fazer. Não havia febre alguma em mim.”

45 “Oh,” disse ele, “mãe, a senhora não se associou com aquele grupo, não é?” Disse: “Veja,” ele disse, “nós, na escola, nós aprendemos que Marcos 16, do versículo 9 em diante, não é inspirado.”
Ela disse: “Glória a Deus!”

46 “Ora,” disse ele, “mãe, a senhora está começando a atuar como aquelas pessoas.”

47 Ela disse: “Eu estava somente pensando em algo.” Disse: “Tenho lido a Bíblia, de ponta a ponta, e outras promessas em outros lugares, também, similares a essa.” E disse: “Eu só estava pensando, se Deus pôde curar-me com o que não é inspirado, o que faria Ele com aquilo que é realmente inspirado?” Isso mesmo.

48 Para mim, é tudo inspirado. Deus me dê fé para crer nisto e confirmar isto!

49 Agora vamos mudar agora, por uns poucos minutos, para um caso de tribunal. Agora, recordem, estamos entrando em uma sala de tribunal, para trazer Jesus, Deus, à cena aqui, e submetê-Lo a um julgamento justo. Ele ainda é a Palavra, mesmo deste dia, (vocês crêem nisto?), exatamente como Ele era a Palavra então. [A congregação diz: “Amém.”-Ed.]

50 Agora, este caso, a causa disto, é a-a Palavra das promessas de Deus versus o mundo. Agora entenda bem o conjunto ou você nunca entenderá isto. A causa desta acusação, é quebra de promessa. “Deus não mantendo Sua Palavra.” É uma quebra de promessa. Você sabe o que é isto.

51 Agora, sempre encontramos que o advogado de acusação tem de representar o estado, creio que é isso mesmo, o advogado de acusação. Se há algum advogado sentado aqui, espero que eu tenha entendido isto certo. O advogado de acusação tem de representar o estado. Assim o advogado de acusação neste caso é o diabo, processando a Palavra de Deus.

52 O Acusado desta Palavra, é o próprio Deus, porque Ele é a Palavra.
A Testemunha de Defesa, neste caso, é o Espírito Santo.

53 E o-o promotor tem algumas testemunhas aqui esta tarde. E estas testemunhas, uma delas, é o Sr. Incrédulo, o próximo é o Sr. Céptico, e o próximo é o Sr. Impaciente. Eles serão trazidos à plataforma, e juramentados, e interrogados.

54 Agora vocês conhecem os participantes do tribunal, Deus é acusado pelo mundo, porque, “Ele não mantém Sua Palavra.” E o advogado de acusação representa o estado, o qual representa o mundo. E o advogado de acusação é o diabo, que nega que a Palavra seja correta.

55 E o advogado de acusação, como testemunhas suas, traz três testemunhas contra a Palavra de Deus. E para provar isto, ele vai provar isto para vocês, esta tarde, que: “Deus não mantém Sua Palavra, e Ela não é-não se deve intrometer com ela. Ela simplesmente não é verdade. Não há nada Dela que seja verdade.”

56 E o Acusado é Deus, o qual é o Autor e a Palavra, para este dia, o mesmo como naquele dia ou em qualquer outro dia.
E o advogado de acusação tem suas testemunhas.

57 Agora você diz: “Onde está o júri?” Estou falando a eles. Vocês são o júri, e vocês também são o juiz. Agora mantenham isto em mente, vocês são tanto júri como juiz, no caso. Eu sou apenas o porta-voz.

58 Agora temos o tribunal assentado. Agora o promotor pede ordem. Pede-se ordem na sala do tribunal, esta tarde, para trazer este caso a uma-uma prova dos fatos.

59 Agora muitas pessoas já lhe disseram que: “A Palavra de Deus não é confiável. Você não pode depender Dela,” e assim por diante, e você já ouviu tudo isto. Agora tragamos isto a um verdadeiro julgamento. Quantos estão querendo, levantem suas mãos e digam: “Eu gostaria de ouvir; e, Jesus Cristo, o qual é a Palavra, receber um julgamento justo”? E no nosso tribunal, esta tarde, vamos submetê-Lo a um julgamento justo. Apenas deixar o inimigo tomar as palavras do inimigo, e o que quer que ele tenha para dizer, e ver se é certo. Vamos escavar isto e submeter Jesus Cristo, a Palavra, a um julgamento justo esta tarde.

60 Agora, o tribunal é chamado à ordem, a primeira testemunha que o promotor quer trazer ao banco é… ao banco é o Sr. Incrédulo. Ele toma seu lugar no banco para testemunhar. Agora recorde, o Sr. Incrédulo. Não deixe estas personalidades passarem despercebidas agora, ou você perderá algo, você pode perder sua cura.

61 O Sr. Incrédulo chega ao banco, para testemunhar. Sua queixa é que: “Toda a Palavra de Deus de promessa não é verdadeira. Ela não é verdadeira.” Ele alega que, em Marcos 16, foi ministrado a ele-a ele em uma assim chamada reunião do Espírito Santo. E ele vinha tendo problema de estômago por alguns anos, e ele foi a um lugar onde eles estavam, o que eles chamam de “uma reunião do Espírito Santo,” e estava crendo que esta promessa de Marcos 16 era verdadeira. Mãos foram impostas sobre ele de acordo com a promessa de Deus.

62 Ele não tem nada a dizer contra o ministro; ele leu isto na Palavra mesmo. Ele não está processando o ministro; ele está processando Deus. Porque, não é culpa do ministro, o ministro está somente lendo o que Deus disse para fazer. E Deus verdadeiramente disse, em Marcos 16: “Estes sinais seguirão aos que crerem; se impuserem as mãos sobre os enfermos, eles os curarão.”

63 E ele diz que é um crente, e ele veio a tal reunião onde eles estavam pregando Marcos 16 como sendo verdadeiro. E o ministro, com o Batismo do Espírito Santo, havia reivindicado ser um crente e um ministro enviado para este propósito, ele impôs suas mãos sobre ele. E isto foi há dois meses, e seu estômago está simplesmente tão mau como sempre esteve. Portanto, ele alega que Deus não é justo, em colocar tal coisa como essa na Palavra, quando isto não é verdade.
Agora que ele desça. Ele testificou.

64 O próximo no banco é o Sr. Céptico. Ele quer dar um testemunho. O Sr. Céptico diz que ele tinha estado incomodado com-com tuberculose, por cerca de quinze anos, Mas ele não estava aposentado ainda, isto somente se mantinha irrompendo, apenas se mantinha-se mantinha avançando. Ele ficava um pouquinho melhor, e então avançava. E ele ficou sabendo de um lugar na cidade onde se supunha estar um pregador piedoso pregando, e pessoas afirmavam que estavam sendo curadas de acordo com uma promessa de Deus, encontrada em Tiago 5:14, onde na Palavra de Deus diz: “Se estiver alguém doente entre vós, chame os presbíteros da igreja, e orem por ele, ungindo-o com azeite; a oração da fé salvará o doente, e Deus o levantará.”

65 E ele estando enfermo, e sendo um crente, ele foi até esta reunião onde todas estas pessoas afirmavam que estavam sendo curadas por este piedoso pastor. E lhe foi ministrado, de acordo com Tiago 5:14. E o pastor ministrou exatamente de acordo com a Palavra, ungiu-o com azeite e orou por ele, uma oração que o pastor disse ser “a oração da fé,” na qual ele creu. E isto foi há cerca de um ano, e ele nunca obteve nenhum resultado disto, portanto, esse Sr. Céptico se queixa de que Deus é injusto em colocar tal promessa como essa na Bíblia e então não se parar por detrás disto.
Agora, recordem, estou lendo promessas do Evangelho completo aqui.

66 A próxima testemunha subirá ao banco agora. O promotor chama sua próxima testemunha, antes que ele conclua o caso. Sua próxima testemunha é o Sr. Impaciente.

67 Agora estes são personalidades sobrenaturais que habitam em personalidades. Vejam, agora, eles habitam.

68 Assim o Sr. Impaciente vem, e ele afirma que um dia estava lendo na Bíblia. Ele não freqüentava igrejas, mas ele era… ele era um crente. Assim, um deles foi a um evangelista, e o outro foi a um pastor, e este sujeito era apenas um crente secreto que ficava em casa. E ele foi e estava lendo em Marcos capítulo 11, versículos 22 e 23; se vocês estão anotando essas Escrituras. Onde, o próprio Jesus, afirmando ser Deus, Emanuel, fez esta afirmação com Seus próprios lábios: “Em verdade, em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, pode receber o que pediu.” E Ele também disse, que: “Quando orardes, crede que recebereis o que pedis, e isto vos será dado.”

69 Ele diz que tem sido coxo dos pés, por cerca de vinte e cinco anos. E que há cinco anos, enquanto estava sentado na sala, sentindo que foi inspirado a ler a Palavra na qual ele afirma ter crido, e de todo o coração ele creu nela. E ele então disse, com sua própria voz: “Aleijão em minhas pernas, no Nome de Jesus Cristo, deixa-me,” ele disse. E isso foi há cinco anos e ele está exatamente tão aleijado como sempre esteve.

70 Assim, portanto, o Sr. Impaciente quer colocar seu testemunho contra a Palavra sendo a infalível, quer colocá-lo contra a Bíblia sendo a Palavra inspirada, e diz que esta promessa não é verdadeira; ele testou Isto, e “Isto não era verdadeiro.” O Sr. Céptico disse que testou Isto, e “Isto não era verdadeiro.” O Sr. Incrédulo disse que ele testou Isto, e “Isto não era verdadeiro.” Todas as três testemunhas apresentam leituras escriturísticas, promessas escriturísticas, e dizem que esta promessa declara isto, você pode ler isto na Bíblia, e eles são uma testemunha de que: “Isto não é a Verdade.”

71 Portanto, a Bíblia deve ser jogada fora; porque, se uma parte Disto, um versículo Disto não é digno de confiança, eu não poderia confiar em nada Disto. Isto tem de ser tudo a Verdade, ou nada Disto é a Verdade. Uma corrente é somente tão forte quanto seu elo mais fraco. Vocês sabem o que quero dizer.

72 Agora o promotor sobe agora para trazer a acusação e para concluir o caso. Ele quer concluí-lo. Agora observem o que ele diz: “Deus não está justificado em colocar promessas tão temerárias em Sua Palavra, para por elas testar a fé de seus filhos, porque elas não são verdadeiras.” Ele está com testemunhas aqui, para provar que esta Palavra que Deus prometeu, em Sua Palavra, ser a Verdade, ele está com testemunhas sentadas aqui, e pode mostrar através de provas médicas e por testemunho, que elas têm estado doentes, elas têm estado desse jeito, elas têm estado daquele jeito. “E elas têm aceitado estas, que deveriam ser, Divinas Escrituras inspiradas, e as posto à prova, e elas não são verdadeiras.” Ele ele está com testemunhas para provar isto, que: “Estas Palavras não são verdadeiras, porque Ele falhou em cada uma delas então.”

73 Agora, agora observem novamente. “E Ele falhou. Deus falhou ao fazer estes crentes, que creram em Sua Palavra, tomaram isto com toda a exatidão, levaram a cabo à rotina, exatamente o que Ele disse, e então Deus nunca moveu um dedo no sentido de fazer qualquer coisa para com Sua promessa; anos e anos se têm passado.” Então ele disse: “E se as outras Escrituras, como ser batizado, ‘quem crer e for batizado será salvo,’ então não há ninguém salvo? E estas Escrituras que prometem que Ele retornaria? Não há nenhuma delas certa. Porque, estas não são certas, e aquela não é certa. É somente um Livro de ficção. E estes homens são crentes. Entretanto, Ele, Deus, promete que todas as coisas são possíveis aos crentes, e estes são crentes.

74 “Ainda assim, novamente, Ele afirma estar vivo depois de Sua crucificação. A Bíblia diz, que: ‘Ele se levantou dentre os mortos, e permanece o mesmo ontem, e hoje, e eternamente.’ E ninguém tem visto este Homem com cicatrizes de cravos em Suas mãos, caminhando no meio da igreja, e assim por diante. E Hebreus 13:8 não é assim. Ele não é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente, porque Ele nunca foi nada mais que um homem. Ele não pode manter Sua promessa. Ele provou, por estas testemunhas, que Ele não mantém Sua promessa, portanto, o Livro deveria ser jogado na lata de lixo e esquecido. Não há tal coisa.”

75 Agora, recordem, eu estou usando a voz do promotor, concluindo seu caso. “Muito bem, Ele disse em Lucas 17:30, onde Ele disse: ‘Nos últimos dias, o Filho do homem seria manifestado,’ Deus Se manifestaria à Semente de Abraão,” como ele ouviu um pregador fanático pregar uma vez, e dizer que Ele Se manifestaria novamente em seres humanos, chamado o Filho do homem.

76 “Apocalipse 10, ele diz que Ele afirmou que o mensageiro do último anjo, de acordo com a era da igreja de Laodicéia, a qual estava prevista ser a morna… que Jesus seria (o qual é a Palavra) posto para fora da igreja. Ele afirmou que nestas dispensações que tinha havido coisas que não tinham sido reveladas aos reformadores nos dias primitivos, mas nos últimos dias, que, o fim, a Mensagem do sétimo anjo, do sétimo mensageiro, que todas estas Escrituras seriam tornadas reais e manifestadas. Não há tal pessoa na terra, nunca houve e nunca haverá,” ele afirma.

77 Ele afirma que, nisso: “Deus afirma em Sua Bíblia, que a igreja se tornaria formal e se afastaria de seus padrões, que em Malaquias 4 Ele enviaria novamente um profeta, o qual Ele já enviou, duas vezes: Elias e João Batista. Ele enviaria um profeta pelo…e ele estaria no poder de Elias. E seu ministério, suas atitudes, tudo, seria Elias. E então em seu ministério, ele estaria chamando o povo desta condição formal, de volta a real e genuína Fé dos pais apostólicos. E não há tal coisa acontecendo.

78 “E Ele também afirma que ambos, os céus e a terra falhariam, mas Sua Palavra nunca falhará.” E ele diz que ele tem provas aqui, esta tarde, para mostrar que Ela falha. “E quem é este Jesus que ressuscitou dentre os mortos? Vocês estão todos animados por um monte de psicologia mental. E não há tal coisa; vocês estão confiando em uma falsa esperança.”

79 Agora, eu penso que ele já falou o suficiente. Eu penso que ele já trouxe à discussão a Bíblia inteira. Agora, que ele se sente, o promotor. Agora, que as testemunhas do promotor também desçam. Elas descem do banco.

80 E na plataforma agora, chamaremos a Testemunha de Defesa, o Espírito Santo. Ele vem falar. Espero que vocês vejam a maneira como o promotor concluiu seu caso com a Escritura. Agora, a Testemunha de Defesa, a qual é o Espírito Santo, vem para defender o Acusado, a Palavra. Penso que eles não poderiam ter obtido um melhor.

81 Em primeiro lugar, Ele conscientiza o tribunal, que o intérprete da Palavra de Deus, para as pessoas, o promotor, é o mesmo intérprete que interpretou a Palavra de Deus para Eva. Ele quer que o tribunal entenda isso, que o intérprete é o intérprete de Eva, o qual disse que tudo Isto estava correto, a não ser por uma Palavra. E Ele quer que vocês saibam também…Ele foi Aquele, recordem, Que escreveu a Bíblia. Ele também quer que vocês saibam, que, no princípio, que uma palavra tirada da Palavra de Deus, causou toda morte e tristeza e enfermidade. E ele quer que vocês saibam que Deus também disse, em Sua Palavra, no último capítulo, do mesmo modo como no primeiro, que: “Qualquer um que tirar qualquer coisa Daqui, ou acrescentar qualquer coisa a Ela, sua parte será tirada do Livro da Vida.” Tem de ser a Palavra, e Essa somente. Ele quer que o tribunal saiba que quem fez toda esta dura conclusão agora, é o intérprete de Eva.

82 Ele quer que vocês esta…pedir a atenção deste tribunal novamente, isto é, a Testemunha de Defesa, Ele quer pedir a atenção deste tribunal e mostrar-lhes, que as promessas são somente para crentes; não crentes manufaturados, impacientes, ou cépticos. Muda o quadro, não muda? É somente…Não para aquelas pessoas que se chamam a si mesmas crentes; é para os crentes somente, não para aqueles que dizem que são crentes. Satanás diz que é um crente, também, vocês sabem. Não é para eles. E somente para os verdadeiros crentes.

83 E esta Testemunha de Defesa deveria ter condições de saber se estes homens são crentes ou não, porque, afinal de contas, a Testemunha de Defesa é o-o vivificador da Própria Palavra. Ele sabe se você crê ou não. Ele é Aquele que foi dado por Deus, para fazer que Ela se cumpra. Aleluia! Ele ó Aquele que prova isso. Ele é Aquele que faz que Ela se cumpra. Ele é Aquele que sabe se Ela caiu no lugar certo ou não, esta Testemunha de Defesa em favor da Palavra. Notem, Ele quer novamente convocar os crentes, a Testemunha de Defesa sabe se é ou não é, Ele é o vivificador da Palavra.

84 E novamente Ele pede a atenção deste tribunal para a Palavra de promessa que está em questão. Ele nunca fixou nenhum tempo específico para estas coisas acontecerem.

85 Vê como se pode interpretar a Palavra erroneamente para você? Agora estes sujeitos que dizem: “Deixem-me ver isso acontecer,” vejam vocês, eles nem ao menos lêem a Palavra corretamente. Isto é, se o homem é um verdadeiro crente, Ele ainda assim não fixou nenhum limite de tempo.

86 Ele também quer que o tribunal recorde que esta Palavra está escrita, e Jesus Cristo, a Palavra manifestada, disse: “A Palavra é uma semente que um semeador semeou.” E a semente só pode produzir a si mesma, produzir sua promessa, se ela estiver no tipo certo de solo que vivificará a semente. Amém. Estamos mudando um pouco o-o caso, não estamos? Tem de estar no lugar certo.

87 Um grão de semente em cima deste púlpito nunca produzirá uma colheita. Um grão de-de milho aqui em cima, em arenito, não fará nada. Um grão de milho tem de cair na terra que foi fertilizada para aquele grão de milho, ou ele não crescerá.

88 E Deus disse que Sua Palavra é uma semente que um semeador semeou, e ela tem de cair no tipo certo de solo. Esse solo é fé. E uma semente, e tem de cair nesta terra, ou ela não poderá ser vivificada. Em outras palavras, o Espírito Santo, Testemunha de Defesa aqui, diz que Ele nem ao menos pode vir a ela até que ela caia no tipo certo de solo. Ele é o vivificador dela.
A Testemunha de Defesa chama sua primeira testemunha.

89 Acho que se o promotor pôde chamar testemunhas, aqui na terra com o objetivo de provar que a Palavra estava errada, então penso que a Testemunha de Defesa tem o direito de chamar testemunhas que possam provar que Ela é certa. Porque, a questão agora é entre crentes e incrédulos, com a Palavra, da maneira como a Palavra cresce.

90 A Testemunha de Defesa quer apresentar a este tribunal, esta tarde, a primeira testemunha, que é Noé. Noé disse que ele viveu em uma era muito científica. Noé quer testemunhar. E ele disse que viveu em um dia quando as pessoas tinham se afastado de milagres e coisas tais. E então ele ouviu a Palavra de Deus dizer-lhe que Ele ia destruir a terra por água, e a água desceria de cima. Ia chover, o que nunca tinha sido feito antes. Mas ele diz que a-a Palavra de Deus, ele sendo um profeta, a Palavra veio a ele, e ele começou a pregar que a Palavra ia se cumprir, porque Ela era Deus. E ele também quer que este tribunal saiba que o Sr. Incrédulo , o Sr. Céptico, e o Sr. Impaciente, tentaram-no o tempo todo. Mas sendo um profeta, sabendo que Deus não podia mentir, ele se manteve firme com a Palavra, apesar de tudo.

91 Eles o procuraram e disseram: “Agora, Noé,” o Sr. Incrédulo disse, “como você vai provar que existe chuva lá em cima?”

92 “Eu não sei onde ela está. Mas se Deus assim o disse, isso-isso encerra o assunto.”
“Como vai chover quando não há chuva nenhuma lá em cima?”
“Eu não sei. Mas Deus assim o disse, e isso encerra o assunto.”

93 O Sr. Céptico aproximou-se e disse: “Se fosse para haver tal coisa como chuva caindo de lá, então Ele vai ter de descer até aqui e apanhar chuva e colocá-la lá em cima. Como é que Ele vai fazer isso?”
“Eu não sei.” “E depois que eu construí a arca…”

94 A primeira coisa que ele deseja dizer, que quando ele fez esta afirmação, sendo um profeta entre o povo, todos riram-se dele, e disseram: “Eu não vejo chuva alguma.”

95 Bem, quando ele começou a trabalhar na arca, eles disseram: “Quem sabe depois que a arca…” O Sr.-Sr. Impaciência tentou dizer-lhe: “Quem sabe depois que a arca esteja construída, então venha à chuva.” Mas quando a arca ficou completa, ainda não choveu.

96 Não choveu no dia seguinte, não choveu na semana seguinte, não choveu-não choveu no mês seguinte, no ano seguinte. E quando ele completou a arca, ainda não choveu.

97 E então ele disse, um dia a Voz de Deus voltou a ele e lhe disse que ele veria um sinal sobrenatural no meio da natureza, que os pássaros e animais estariam entrando nela. E então o Sr. Incrédulo riu dele e disse: “Tornou-se uma habitação de pássaros. Ele fez um abrigo para pássaros, em vez disso.” E todos riram e zombaram dele.
Mas, um dia, Deus falou-lhe, e disse: “Entra na arca.”

98 E Noé se pôs de pé na porta e disse: “Vocês estão recebendo seu último chamado. Entrem!” E ninguém entrou, a não ser sua própria família.

99 Assim ele diz que entrou na arca. E ele disse à sua pequena e amada família, agora, este é o profeta Noé: “Oh, mais uma hora, sem dúvida, e a chuva estará caindo.”

100 E quando ele entrou, a porta sobrenaturalmente fechou-se após ele. Ele disse: “Você vê agora, querida,” à sua esposa, às suas noras e a seus filhos, “estamos trancados aqui dentro com Deus.”

101 “Agora temos uma janela aqui em cima. Subam os degraus bem depressa. Não percam isto. Subam correndo, bem depressa, e venham aqui em cima agora. Está prestes a chover, sem dúvida.”

102 E algumas das pessoas lá fora que o ouviram pregar, disseram: “E se aquele velho fanático estiver certo?” o Sr. Incrédulo, o Sr. Céptico, o Sr. Impaciente, todos eles se aproximaram, disseram: “Vamos descobrir.” Disseram: “Noé, você está aí?”
“Sim.”
“Abra a porta, gostaríamos de fazer uma visita.”

103 “Deus fechou a porta. Não posso abri-la. Não tem trinco aqui com que abri-la.”

104 Agora eles disseram: “O velho excêntrico, ele entrou lá e fechou aquela porta, e tentando fazer-nos pensar…É um embuste. Ele está tentando nos assustar.”

105 E lá estão às testemunhas do promotor, sentadas lá, ouvindo tudo isto, porque elas são culpadas de fazer isto. A Bíblia assim o diz: “Escarnecedores!”
“E eles escarneceram de mim, zombaram de mim.”

106 “E até mesmo, eu próprio, eu estava esperando a chuva. O dia todo, não houve chuva. No dia seguinte, não houve chuva. No dia seguinte, não houve chuva. Quatro dias, nada de chuva. Cinco dias, nada de chuva. Seis dias, nada de chuva. Mas Deus não me disse quando ia chover, Ele apenas disse: ‘Vai chover.’ Ele nunca fixou nenhum limite de tempo. Ele apenas disse: ‘Vai chover.’“

107 Ele nunca disse: “Tão logo vocês imponham as mãos sobre os enfermos, eles saltarão e correrão em volta,” como o céptico quer fazer você pensar. Ele disse: “Eles serão curados.” Ele nunca disse quando, como. “Eles serão!”

108 Ele disse: “A oração da fé salvará o doente,” em Tiago 5:14, “Deus o levantará.” Quando? Ele não disse. Ele apenas disse que ele se levantaria.

109 Marcos 16, Ele disse: “Dize a esta montanha: ‘ergue-te,’ e não duvides em teu coração, mas crê que se fará aquilo que dizes.” Ele não disse quando. Ele disse que aconteceria! Aleluia!

110 Vê aquele falso intérprete da Palavra lá? Então você diz: “Bem, deixe-me vê-lo fazer que este homem, ele tem estado na cadeira de rodas por um longo tempo. Deixe-me ver. Ele diz que tem fé.” Aquele demônio! Vê quem ele é?

111 Jesus nunca disse que eles dariam um salto e receberiam isto imediatamente. Muitos pentecostais têm pensado a mesma coisa, mas a Bíblia nunca disse isso. Ele disse que: “Se eles cressem, eles ficariam curados.” E Ele tem Sua testemunha aqui para prová-lo.

112 Noé disse: “Depois de cento e vinte anos, então choveu.” Mas, choveu. Noé sabia que ia ver isso em sua geração, porque ele construiu a arca, estava pronta para entrar.

113 Agora, agora descobrimos que isso foi verdade. Agora esse é Noé, a primeira testemunha.

114 Agora, a segunda testemunha, vamos convocar. Convoquemos Abraão. Ele disse: “Eu era um profeta, e eu profetizei sob a inspiração de Deus. E Ele me disse que minha esposa, tendo sessenta e cinco anos de idade, e eu setenta e cinco, na época, na ocasião, que eu ia ter um bebê com Sara. Ainda assim, sem dúvida, ela era…eu era estéril; ela era, seu ventre estava morto. Ela estava há vinte e cinco anos, ou mais, além da menopausa. Eu tinha vivido com ela por todos estes anos, e não tinha havido nenhum sinal de filhos. Ela estava, seu ventre estava morto. E, mas Deus me disse que eu ia ter um bebê com ela.

115 “E vocês sabem, o Sr. Incrédulo, o Sr. Céptico, e o Sr. Impaciente, depois dos primeiros vinte e oito dias, quando nada aconteceu a Sara, eles riram de mim e zombaram de mim. Após o primeiro ano, eles vieram a mim e disseram: “Quantos filhos você tem agora?”

116 “Mas, depois de vinte e cinco anos, o bebê veio à cena. Isto aconteceu. Deus não disse: “Você vai ter um bebê semana que vem, com Sara.” Ele nunca especificou nenhum prazo. Ele disse que ele teria um bebê com Sara. Ele nunca disse quando. Ele simplesmente disse que ele teria.

117 Assim Abraão disse: “E eu não duvidei da promessa de Deus por incredulidade. Mas à medida que tardava, eu ficava mais forte o tempo todo. E vendo que eu me enfraquecia no físico, que era um impedimento à vinda do bebê, ao invés de ficar mais fraco na fé, eu ficava mais forte na fé, porque eu sabia que Deus era apto para manter Sua Palavra.

118 “Assim um dia eu estava sentado, conversando com Sara, e o Anjo do Senhor chegou. Três homens, dois deles foram a Sodoma; Um ficou ao meu lado e falou comigo, e contou-me as coisas que iam acontecer. E eu estava velho e de ombros caídos, e Sara mal podia andar. E, vocês sabem, logo no dia seguinte, eu comecei a ver aquela corcunda desaparecer de minhas costas. E meu cabelo começou a ficar preto, e as bochechas de Sara ficaram coradas.”

119 Agora vocês dizem: “Radical, irmão Branham!” Só um minuto, vejam se isso lhe aconteceu. Notem, eles voltaram a ser um jovem e uma jovem. Agora vocês dizem: “Oh, irmão Branham!” Agora, Deus esconde Sua Mensagem entre as linhas. O seminário nunca saberá Isto. Isso mesmo. Não, não. É uma história de amor.

120 Minha esposa lá, ela me escreve uma carta. E ela diz uma coisa na carta, mas eu consigo ler entre as linhas. Eu sei do que ela está falando, porque eu a amo, eu simplesmente conheço a natureza dela. Eu sei o que ela quer dizer. “Estou sentada aqui esta noite, Billy. As crianças estão na cama. Estou pensando em você.” Oh, eu-eu sei o que ela está querendo dizer, vejam, vejam, porque eu a amo.

121 E se você está apaixonado por Deus, e o Espírito de Deus está em você, o Espírito Santo, Ele mesmo, é o intérprete desta Palavra.

122 Notem, eles estavam bem avançados em idade agora, a Bíblia assim o diz. Rapidamente agora, chegando a um final. Então ele disse: “Eu voltei a ser um jovem. Ela voltou a ser uma jovem.”
Você diz: “Oh, irmão Branham!”

123 Ouçam, para poder ter aquele bebê…Seu ventre estava morto; sua corrente de vida estava morta. Agora para ter…Ele teria de fazer-lhe um outro ventre. Teria Ele de fazê-lo? E então eles não tinham estas mamadeiras que eles enfiam na boca do bebê, de modo que a mãe possa ficar vagueando por toda parte. Naqueles dias, tinha de ser uma ama de leite. Assim, para fazer isto, as veias mamarias estavam secas, de modo que Ele teria de fazer novas veias mamarias e assim por diante, para alimentar o bebê. E uma outra coisa, uma mulher de cem anos de idade, entrando em trabalho de parto? Ele teria de fazer-lhe um novo coração. Estão vendo? Assim Ele simplesmente não o encheu de remendos. Ele mostrou, nele, o que Ele vai fazer a toda a Semente de Abraão, eles ficarão jovens de novo, obterão um novo corpo para receberem o Filho vindouro, pelo qual estamos esperando. Eu ainda creio na promessa.
Você diz: “Radical!”

124 Muito bem, só um minuto. Observem, eles fizeram uma viagem, trezentas milhas [480 km-Trad.] de onde eles estavam, até a terra dos filisteus, até Gerar. E lá estava um jovem chamado Abimeleque, ele era rei, e ele estava procurando uma namorada; e todas aquelas bonitas moças filistéias. Aqui vem a pequena vovó, Sara, agora, com seu xale, e Abraão. E Abraão disse: “Querida, quero que você me faça um favor.” Disse: “Você é tão bela de se olhar, quando aquele rei a vir, ele a tomará por mulher.” E quando o povo a viu, ela era tão atraente! Vovó? Ela era tão atraente que Abimeleque a tomou para ser sua mulher.

125 E então Ele apareceu a Abimeleque em um sonho, e disse: “O marido dela é meu profeta. Toque nela, e você é como um homem morto.” Não é mesmo?

126 Ele está mostrando lá o que Ele vai fazer a todos os filhos de Abraão. Disse: “Ele não disse quando Ele o faria, mas Ele disse que Ele o faria.” Está tudo bem, amigo, apenas deixe que isto siga em frente. Ele o fará de todos os modos. Ele prometeu isto. Agora, mas vinte e cinco anos mais tarde, Sara teve o bebê, desde o tempo da promessa. A Palavra nunca disse quando ela o teria, mas disse que ela o teria.

127 Apressemo-nos com estas testemunhas agora. Terceira testemunha, Moisés. Ele disse que Deus lhe deu um sinal para fazer, para provar que aquela era a Palavra para aquela era. Ele tomou a Palavra, com um sinal e uma Voz, e desceu até a presença de pastor Faraó. E pastor Faraó disse: “Hum, esse é um truque barato de mágico. Tenho homens aqui que podem fazer à mesma coisa.” E eles o fizeram. Personificadores! Ele disse: “Se eu não tivesse sido um profeta e sabido que aquela era a Palavra prometida, eu teria dito que ‘não existe nada de especial nisso, porque estes personificadores aqui fora estão fazendo à mesma coisa que eu estou.’“ Mas ele sabia que isto vinha de Deus, assim ele ficou firme.

128 Deus disse que ele libertaria o povo e eles viriam a uma montanha. Ele esperava que talvez eles fossem voltar naquele dia. Mas, foi anos depois, mas eles voltaram. Eles chegaram a uma montanha. Deus cumpriu Sua Palavra. Ele os levou para a terra prometida, como Ele disse. Ele tinha crido na Palavra de Deus.

129 Agora bem rapidamente, vou tomar outra testemunha; a quarta testemunha, é Josué. Ele disse: “Quando Deus nos deu a promessa, e nós cruzamos para…” São apenas cerca de quarenta e poucas milhas [Cerca de sessenta e poucos km- Trad.]. “E quando chegamos a Cades-Barnéia, Moisés enviou testemunhas para descobrir se nós podíamos tomá-la ou não. E oh, os amalequitas, e aqueles grandes gigantes, e altos muros,” disse, “nós não poderíamos tomá-la, de modo algum, parecia.”

130 Mas alguém atravessou e trouxe algumas evidências de que a terra era boa. Assim ele disse: “Todo o restante das tribos, eles disseram: ‘Oh, não podemos tomá-la.’“ Ele disse: “Eu me pus de pé e aquietei o povo, e lhes fiz saber que não era o tamanho da coisa lá; era a promessa de Deus, e Deus ia fazê-Lo.” Ele disse: “Depois que eu consegui que o povo se aquietasse, Ele não nos fez atravessar, o dia seguinte, a semana seguinte. Quarenta anos mais tarde, Ele nos fez atravessar. Mas Ele não disse quando Ele nos faria atravessar; Ele disse que Ele nos faria atravessar, assim nós atravessamos.”

131 Gostaria que Isaías viesse só por um momento. Observem Isaías. Ele disse: “Eu era um profeta vindicado no meio do povo. Todos criam em mim. Desde o rei Uzias para baixo, eles criam em mim. Eu era um profeta vindicado. O que eu dizia, Deus fazia acontecer. Ele-Ele fazia minhas palavras, que eu dizia, acontecerem, porque eu as falava em Seu Nome, Jeová.” Ele disse: “Um dia, Jeová falou-me e disse: (Eu vou lhes dar um sinal, uma virgem conceberá.’ E eu o fiz, eu simplesmente falei isto como Jeová disse.”

132 Disse: “E quero que vocês saibam disso, este tribunal, que todas as jovens hebraicas prepararam os sapatinhos de bebê e tudo mais para terem este bebê. Uma virgem ia conceber. E o tempo passou, meses, isto não aconteceu. Semanas, isto não aconteceu. Cerca de oitocentos anos mais tarde, isto aconteceu, mas uma virgem concebeu e deu à luz um filho.” Jeová nunca lhe disse que isto aconteceria amanhã, alguma virgem em sua era. Ele apenas disse: “Uma virgem conceberá,” e isso encerrou o assunto. Ele não disse quando. Ele apenas disse que ela conceberia.

133 Agora, se for do agrado do tribunal, posso eu ser Sua próxima testemunha? Gostaria de testemunhar por Ele, a próxima testemunha. A promessa da Palavra para este dia, é do que eu testemunho.

134 Ao nascer, como um garotinho em Kentucky, vocês vêem isto nos cartões de oração e tudo, aquela Luz se fez presente lá. Eu contei a mamãe e ao papai, ao longo de todo este período. Espero que isto não dê a impressão que é uma questão pessoal, mas apenas estou me apresentando para testemunho diante Dele. Este é Ele em forma de Palavra. Eu não sabia o que isto significava; ninguém sabia. Lá longe naquelas montanhas, em uma pequena e velha…Nem ao menos tinha uma janela de vidro como vocês todos têm agora; tinha-se uma pequena porta que se empurrava para abrir como janela. E aquela manhã, uma Luz entrou.

135 Eu contava para as pessoas, contava para mamãe. As coisas que eu contava, elas sempre aconteciam daquela maneira. Eles não criam nisto. Eles diziam; “Isto não é assim.” Mas cerca de trinta anos mais tarde, Deus provou isto através de prova científica, que isto era assim. Isto era assim, porque isto era uma promessa.

136 Na árvore, aos sete anos de idade, onde a Voz falou-me e disse: “Nunca fume, masque [Tabaco-Trad.] ou beba, ou corrompa seu corpo.”

137 E eu, na casa de um fabricante clandestino de bebidas alcoólicas, nem ao menos sabia o que era uma Bíblia, nada mais que apenas uma palavra. Nós poderíamos talvez encontrar um almanaque, mas não uma Bíblia em nossa casa. Nada senão um bando de… Não falando contra meus parentes, mas Deus sabe tudo acerca disto. Não havia maneira alguma, meus parentes antes de mim, antes disso, eram católicos. Eles tinham todos se casado fora da igreja e ido embora, e não havia religião em absoluto. Nós nem ao menos dávamos atenção alguma a isto.

138 Mas Ele-Ele me disse o que ia acontecer, que eu não devia fumar, ou beber, ou corromper meu corpo de nenhuma maneira, “haveria um trabalho para eu fazer quando eu ficasse mais velho.” Bem, isto aconteceu anos e anos depois disso. Como eu saberia que ia ser um ministro? Eu odiava até a idéia de ser um pregador. Mas isto aconteceu, de todos os modos. Isto serve para mostrar que Ele mantém Sua Palavra. Dezessete anos mais tarde Ele apareceu a mim lá em um arbusto…

139 Encontramos, no dia seguinte depois disso, que Ele mostrou-me uma ponte cruzando o rio, estendendo-se através dele, mostrou que dezesseis homens caíram dela. Eu contei para mamãe. Recostado a uma árvore, olhava para isso. Ela disse: “Você caiu no sono, querido.”
Eu disse: “Não, de jeito nenhum, mamãe. Eu vi isso.”

140 Exatamente dezessete anos depois daquele dia, a Ponte Municipal em Jeffersonville estendeu-se até Kentucky, e o sétimo…E os dezesseis homens perderam a vida nisto, exatamente como foi dito. Ah, assim tem o Sr. Incrédulo me tentado o tempo todo!

141 E deixem-me chamar a atenção deste cego promotor, acerca de Jesus estar aqui com cicatrizes de cravos em Sua mão. Ele nunca disse tal coisa. Ele disse, que quando Ele retornar do Céu, que: “Todo joelho se dobraria, e todo olho O veria, e toda língua confessaria.” Ele somente prometeu retornar no poder do Espírito e vindicar Sua Palavra, de Marcos, e quanto ao que Ele faria. Ele simplesmente não…Eles simplesmente não captam isto.

142 Agora, baseado nesta discussão, esta tarde, e nós vivendo…O que, eu vou ter de omitir, vocês me vêem virando estas páginas de texto e coisas tais, eu tenho de apresentar isto, mas penso que estamos perto o suficiente agora para concluir.

143 Agora, ainda assim, eles não crerão nisto. Jesus prometeu que: “Como aconteceu nos dias de Noé, e como aconteceu nos dias de Ló, assim seria no último dia.” Nós já estamos com isto. Isto está aqui. Isto já está vindicado, simplesmente tantas Escrituras! Na era de Sodoma, o que aconteceu com Abraão, retornaria novamente para a Semente real de Abraão, a qual está em Cristo; Cristo retornando na forma da Palavra, operando em seres humanos, e mostrando os sinais que Ele prometeu que isto assinalaria, isto faria. Ele prometeu que Ele o faria. Deus prometeu isto. E Deus manterá Sua promessa.

144 E agora, uns poucos anos atrás, eu lhes disse que Ele me falou e disse: “Haveria três estágios deste ministério. E um deles consistiria em tomar as pessoas pela mão, e saberia quais eram seus problemas.” Quantos se lembram disso? Certamente. Não lhes disse eu que: “Se eu fosse sincero,” que Ele me disse, “aconteceria que eu chegaria até mesmo a conhecer o segredo que estava em seus corações”? Disse-lhes eu isso? Quantos se lembram disso? Aconteceu? Isto nunca aconteceu no dia seguinte, foram anos mais tarde, mas aconteceu.

145 E Ele falou lá embaixo no rio, Ele disse: “Como João Batista foi enviado para proclamar a vinda de Cristo; ao final de seu ministério, Jesus veio. E como João foi enviado, assim seu ministério precederá a Segunda Vinda de Cristo.” E tem havido um reavivamento universal no meio do povo de Deus, no mundo inteiro, nos últimos quinze anos; o mais longo reavivamento. Qualquer historiador sabe que nenhum reavivamento dura mais de três anos. E este tem quinze anos. E olhem para a igreja hoje, ela esfriou. Estamos esperando pela Sua Vinda. Ele está vindicando-Se a Si mesmo, mostrando.

146 Agora, todas estas coisas aconteceram. Ele prometeu lá, que: “Você saberia o segredo do coração.”

147 Agora o terceiro estágio está começando a irromper no ministério agora. Não vou tomar tempo para entrar nisso, porque penso que não deveria. Mas muitos de vocês aqui sabem acerca, vejam, do que tem acontecido.

148 Agora, quando eu lhes disse, quando da minha primeira vinda a Kansas City aqui, e em Arkansas, que estas coisas aconteceriam, e aqui estão elas. Nós somos testemunhas vivas de que elas aconteceram. [Espaço em branco na fita-Ed.]… Deus disse que acontecerá. Não disse que aconteceria imediatamente. Ele disse que sucederia.

149 Marcos 16 diz: “Estes sinais seguirão aos que crerem.” Se eu não sou um crente, então por que tem sido esta Palavra vindicada como sendo a Verdade?

150 Se vocês não são crentes, então por que Deus lhes deu o Espírito Santo? Talvez você tenha todos os tipos de demonstrações, você possa correr, falar em línguas, e fazer coisas como as pessoas que têm o Espírito Santo; mas se não é uma coisa genuína em seu coração, isso nunca trará aquela Palavra à vida. Mas se é uma coisa genuína aí dentro, “céus e terra passarão, mas essa Palavra não pode falhar.”

151 “Estes sinais seguirão aos que crerem; se eles impuserem as mãos sobre os enfermos, eles serão curados.” E você vê outros sendo curados. Ele não disse que eles seriam curados imediatamente. Ele disse: “Eles seriam curados se eles cressem nisto.”

152 Quantos que ouvem que essa é a Verdade? Quantos crêem que a Palavra de Deus ainda é correta? Ela é simplesmente mal interpretada para as pessoas. Vocês não crêem nisso? É simplesmente mal interpretada.

153 Agora, não lá nos dias de Lutero, não lá nos dias de Paulo, não lá nos dias de Noé e estas outras testemunhas, não quinze anos atrás quando eu lhes disse que estas coisas aconteceriam; mas hoje em Topeka, Kansas, este dia, esta hora, este minuto, chamemos a Palavra de Deus para provar os fatos. Ele prometeu que isto aconteceria nos últimos dias.

154 Agora crêem vocês que Ele mantém Sua Palavra? [A congregação: “Amém.”- Ed.] Ele tem de manter Sua Palavra, para ser Deus. Ele tem de fazer isto. Ele tem de manter Sua Palavra.

155 Agora, prometeu Ele: “Como aconteceu nos dias de-de Sodoma, seria a mesma coisa na vinda do Filho do homem,” que Ele seria-seria revelado nos últimos dias como Ele foi a Abraão e à sua semente em Sodoma? Prometeu Ele isso? [A congregação diz: “Amém.”-Ed.] Lucas capítulo 17, versículo 30, vocês podem ler isto. Agora, Ele prometeu isso. Ele disse que ia acontecer. Jesus disse que todas as Escrituras têm de ser cumpridas, tudo o que Ele prometeu.

156 Prometeu Ele em Malaquias 4, o que Ele ia fazer nestes últimos dias? E imediatamente depois disto, viria fogo, e queimaria completamente o incrédulo, e o justo caminharia sobre as cinzas do incrédulo. Isso mesmo. Bem, estamos bem aqui à porta.

157 Agora, um pouco antes do grande dilúvio vir, o que prometeu Ele? Um pouco antes da saída de Noé-de Noé…ou de Moisés ir para tirar os filhos de Israel, o que aconteceu? Um pouco antes da vinda de Jesus, o que aconteceu?

158 João, nós não o trouxemos para testemunhar. Nós estávamos com ele aqui embaixo, mas não como testemunha; como ele foi chamado para fora de toda a teologia daquele dia, para ir para o deserto, porque ele deveria identificar, ele tinha de identificar o Messias.

159 Bem, se nós tivéssemos ido até a escola, até seu pai. Disse: “Agora, eu sou um grande amigo de seu pai. Oh, ele foi um grande homem. Eu o amo. E eu sei…Agora não é o irmão Jones aquele Messias? Agora você sabe, João, ele é.”

160 Veja, ele se separou. Com a idade de nove anos, ele foi para o deserto, porque ele era um amante do deserto. O Espírito de Elias estava sobre ele. E o Espírito de Elias; não era Elias, ele era um homem; era o Espírito de Deus com aquela Palavra naquele dia. E ele foi para o deserto. Então quando ele saiu, ele-ele tinha de identificar o Cristo, não o bom homem, mas: “Sobre aquele que vires descer o Espírito.” Não o homem que era o melhor mestre, não o homem que era a mais preciosa pessoa na região naquele dia, mas: ‘‘Sobre Aquele que o Espírito Santo, Ele mesmo, identificou como a Palavra.” A própria Palavra, Ela mesma, identificou a Palavra.

161 Agora Ele prometeu isso nos últimos dias. Jesus faria… seria o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Vocês crêem nisto? [A congregação diz: “Amém.”- Ed.]

162 Agora inclinemos nossas cabeças só um momento. Tenha fé. Não duvide. Creia.
[Uma irmã fala em uma outra língua, e então dá uma interpretação. Espaço em branco na fita-Ed.] Graças ao Senhor.

163 Muito bem. Ele é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente. Vocês crêem nisto? [A congregação diz; “Amém.”-Ed.]

164 Agora o que prometeu Ele para vindicar-Se a Si mesmo? Em um homem, uma carne humana, como Ele fez a Abraão: “Quando o Filho do homem…” Seria o Filho do homem, não-não…não-não o Filho de Deus agora; o Filho de Deus em um Filho do homem. Em Ezequiel, capítulo 1, versículo 2, Jeová chamou Ezequiel de o Filho do homem, exatamente o que Jesus chamou-Se a Si mesmo. Vocês compreendem isso, através do ensinamento da semana. Agora, vejam, o que é o Filho do homem? Profético. O que foi Malaquias 4? Ser um profeta. O que foram estas coisas que estavam para acontecer nos últimos dias? Agora, Ele nunca disse quando. Ele disse que elas aconteceriam, e elas aconteceram. Agora, vocês, se Ele é ainda o Filho de Deus, o Filho do homem; pronto para ser revelado nos últimos dias no trono de Davi, como Filho de Davi. Vejam, observem, então se Ele…Se isso é certo, Ele prometeu isso, Ele está obrigado a cumprir essa Palavra. Ele está obrigado a cumprir essa Palavra.

165 Agora você toque a orla de Sua veste com sua fé. E eu tenho feito estas alegações. Se isto é de Deus, acontecerá; se isto não é de Deus, não acontecerá. E isso é somente o que é verdadeiro, vejamos se isto é, se nós estamos entre crentes ou não. Agora você tem de ser um crente, do mesmo modo que eu sou um crente. Você tem de crer que isto é a Verdade. Se você crê nisto, acontecerá. Agora ore, cada um de vocês, creia de sua própria maneira.

166 Comecemos a partir de um lado, somente concentremo-nos em um lado. E apenas, eu quero que este lado aqui em frente da parede, em algum lugar, vocês creiam. Tenham fé. Não duvidem. Apenas creiam, digam: “Senhor!”

167 Não olhe para mim agora, veja. Você pode olhar para mim, mas, olhe, que sua fé olhe além disso. Você pode olhar para mim com olhos físicos, mas olhe para Ele com seus olhos de fé, que Ele é aquela Palavra. E-e Ele somente mudou Sua máscara, veja, do que não podia ser visto para o que está absolutamente declarado, a Palavra feita carne. Tenham fé.

168 Agora não fiquem se movimentando agora. Fiquem realmente quietos, reverentes. Vocês poderão movimentar-se, em um momento; mas estejam bem quietos, reverentes.

169 Agora, isto é, o que é isto? É um dom. Um dom não é como tomar uma espada, e ir, golpear e furar e puxar. Não é isto. Um dom é apenas colocar-se fora do caminho, de modo que o Espírito Santo possa operar em um corpo humano. Não tente dizer: “Glória a Deus, eu tenho um dom! Eu tenho um dom, aleluia!” Você nunca o obterá. Se você apenas souber se deixar levar!

170 É como engatar uma marcha. Estão vendo? Mude-se de incredulidade para fé, apenas dê um puxão em uma pequena engrenagem lá atrás, diga: “Bem, eu sempre tenho sido um pouco céptico, mas realmente, agora, eu creio agora.” Agora observe o que acontece então. Apenas faça isto uma vez e veja o que acontece. Orem.

171 E eu tento passar da mensagem, para um dom. Um dom, para, para que a Palavra possa fazer-Se a Si mesma conhecida por-por…como Hebreus 4:12 diz: “Discerne, conhece os pensamentos no coração.”

172 Ore pelo que quer que esteja errado com você. Ore, e apenas diga: “Deus, eu-eu estou necessitado. Aquele homem não me conhece, mas eu estou necessitado.”

173 No Nome de Jesus Cristo, o Filho de Deus, para a glória de Deus, e de acordo com a Palavra de Deus a qual acabei de pregar, eu tomo todo espírito aqui sob meu controle.

174 Agora, não importa o que aconteça…Pode ser que algo aconteça só em um minuto. Há um crítico sentado aqui, e estou só pensando que algo está por acontecer. Vêem? Assim, apenas sejam bem reverentes. Se houver algum distúrbio, vocês somente fiquem quietos. Fiquem bem quietos, deixem essa pessoa fazer o que vai fazer. Observem o que acontece. Deixem que ela faça o movimento, e vejam o que acontece. Vocês verão se Ele é Deus ou não. Vocês deviam vê-Lo em batalha. Vocês O têm visto em cura; observem-No em batalha. Satanás está tentando o melhor que pode para fazer isto. Mas apenas- apenas deixem que ele o faça uma vez, veja o que acontece.

175 Há uma outra pessoa sentada por aqui que tem sofrido, sentada bem aqui embaixo, um homem e sua esposa. Ela está orando. Ele está orando por ela. É uma condição nervosa, nervos na face. Ela é uma mulher um pouco obesa. Seu esposo está com uma camisa branca. Ela está impondo as mãos dele sobre si. Isso é verdade. Levante sua mão, se isso é verdade, se é por isso que a senhora está orando. Não se preocupe. Isso parará. É uma promessa, se a senhora cresse. A senhora tocou Sua veste.

176 Há uma senhora sentada bem aqui atrás neste lado, ela está sofrendo de um problema feminino. Espero que ela…Ó Deus! Senhora Reed, a senhora sabe que eu não a conheço. Mas isso é verdade, não é? A senhora estava orando: “Senhor, sê misericordioso comigo.” Ele foi. Isso a deixará agora. A senhora apenas creia de todo o seu coração. Não duvide. Tenha fé.

177 Aqui, aqui está uma senhora sentada bem aqui no final, com um pequeno chapéu de coloração escura. Ela está orando acerca de…É um problema. Ela tem um problema. Não vêem vocês aquela Luz pairando sobre ela lá? Vêem? Ela tem sua cabeça abaixada. Ela tem um problema com seus joelhos. Ela machucou seus joelhos. Ela caiu e machucou seus joelhos. Vêem? Eu não a conheço; Deus sabe disso. Mas isso é verdade, não é, senhora?

178 Aqui, imponha sua mão sobre essa senhora sentada ao seu lado; veio diretamente a ela. Ela está sofrendo de uma condição nervosa. E essa condição nervosa tem…Ela tem problema de vista. E os olhos foram operados, o que causou isto. Isso é correto, não é? Levante sua mão. Se puderes crer!

179 Esta outra senhora levantou a mão lá bem ao lado dela, isso a emocionou. Mas a razão, se a senhora…A senhora crê que Deus pode dizer-me qual é o seu problema? É em seus tornozelos. Se está correto, balance sua mão assim. Muito bem.

180 Que foi que Ele disse que faria? “Ele é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente.” Vocês crêem nisso?

181 Aqui está um homem sentado em frente de mim. Ele está sofrendo de artrite. Ele realmente…Não sei se ele vai captar isto ou não. Ele é um homem com cerca da minha idade. Ele sofre de artrite. Ele não é daqui. Ele é de Kansas City. O senhor crê que Deus o curará? O senhor crê que Deus pode me dizer qual é o seu nome? Sr. Francis. O senhor creia de todo o coração. Ele estava tentando despojá-lo disto, senhor. E ele-ele… O senhor estava pensando que eu estava referindo-me a um outro homem, mas era o senhor. E quando eu disse aquilo, um sentimento muito estranho veio sobre o senhor, realmente doce e cálido. Se isso é certo, balance sua mão assim.

182 Também, sua esposa sentada lá, ela é a Sra. Francis. Ela sofre também, de artrite. E ela tem problema com seus olhos, e problema com seus ouvidos. Está correto? Isso mesmo.

183 A senhora sentada ao lado dela, bem ao lado dela aí, ela está sofrendo das varizes. Correto. Ela tem algo errado internamente, algum tipo de… E um problema de bexiga. Ela tem problema de bexiga. Ela também é de Kansas City. Sra. Gregg. Isso mesmo.

184 Se eu sou um completo desconhecido para vocês, levantem suas mãos desse jeito, de modo, quero dizer, para estas pessoas aqui que foram chamadas, levantem suas mãos, vocês que acabaram de ser chamados, se eu sou desconhecido.

185 Que é isto? O mesmo Deus, o Qual desceu em carne humana, e comeu carne e bebeu leite. E Jesus disse…E Abraão disse, melhor, que Ele era “Elohim,” Deus manifestado em carne. Jesus disse: “Como aconteceu naquele dia, que Jeová, o Filho do homem novamente, na forma de profético, como Ele era, retornaria novamente nos últimos dias,” um pouco antes que os corpos de vocês sejam mudados. Nós, nós não poderíamos… Vejam, Sara não poderia receber aquele bebê naquele corpo, poderia? Abraão não poderia, em seu corpo. Seu corpo teve de ser mudado. Assim tem o nosso, para receber o Filho. Tome a Palavra, e Ele é o Filho. Isto é a Palavra. Vocês crêem nisto?
Agora inclinem a cabeça só um momento.

186 Completamente, de todo o coração, está Deus justificado em fazer estas promessas? Crêem vocês que Sua Palavra é a Verdade? Crêem vocês que estas testemunhas são apenas falsas testemunhas, que elas não tiveram a fé para crer nisto no princípio? Vocês são o júri e vocês são o juiz. Todo júri tem de tomar sua decisão, o juiz tem de dar o veredicto. Já chegaram vocês à conclusão de que a Palavra de Deus, de Marcos 16 é a Verdade? Se vocês já o fizeram, levantem suas mãos. Eu trouxe testemunhas em cena, que vêm da mesma maneira que isto nos últimos dias, e provei que a Palavra de Deus estava certa. E a Palavra de Deus promete isto nos últimos dias. E eu estou aqui, e vocês estão aqui, diante de vocês, para mostrar que o restante deles é verdadeiro, cada um de vocês. Cada um de vocês poderia ser chamado, um por um, daquele modo, se vocês crêem nisto. Pergunte a estas pessoas, fale com elas, onde o Espírito Santo tem chamado.

187 “O que o senhor está fazendo agora, irmão Branham?” Tentando afastar Disto. Isto simplesmente continua acontecendo em todos os lugares no edifício; simplesmente vê-se isto lampejando.

188 Vejam, com isso, estou tentando fazer com que vocês creiam nisto. Tenham fé em Deus. Creiam nisto. Ele está justificado em escrever isto. Ele o tem confirmado, e provado que isso é a Verdade. Ele profetizou isto, trinta anos atrás, e o provou hoje. Ele disse isto, dois mil anos atrás, e o provou hoje. Sua Palavra é a Verdade. E toda Palavra de Deus é inspirada, e tudo Isto é a Verdade. E Marcos 16 diz: “Eles imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.”

189 Júri, qual é seu veredicto neste tribunal esta tarde? É Jesus Cristo o mesmo ontem, e hoje, e eternamente? Levantem a mão. [A congregação diz: “Amém.”-Ed.] Estão vocês plenamente convencidos de que Marcos 16 é a Verdade, a Palavra de Jesus Cristo, “se eles impuserem as mãos sobre os enfermos, eles os curarão”? Levantem suas mãos. [“Amém.”]

190 Então, Satanás, você tem de ir-se. Sr. Incrédulo, você não tem nenhum assunto entre nós mais. Sr. Céptico, ou Sr. Impaciente, não me importa quanto tempo requeira, isso vai acontecer.

191 Vocês me chamam de crente? Levantem a mão se vocês o fazem. Eu sou um crente. Eu vou orar por vocês, impor as mãos sobre vocês. Crêem vocês que seus pastores aqui são crentes? Levantem a mão. Quantos ministros crentes há aqui? Levantem a mão.

192 Vou pedir aos ministros crentes que venham aqui só um minuto. Está bem, pastor? Perfeito. Quero que cada ministro neste edifício, que é um crente, venha e fique aqui comigo só um momento. Quero crentes genuínos agora. Recordem, nós não queremos crentes manufaturados. Queremos crentes genuínos. Venham aqui e fiquem de pé na plataforma. Vocês vão ver alguma coisa acontecer agora. “Eu creio que o irmão me disse a Verdade.”

193 Agora recordem, bem quietos só um minuto, enquanto estes ministros estão vindo, quero lhes dizer algo. Agora o que, o que acontecerá? Sua ação, de sua ação…Alguém escorregou. Está tudo bem. Sua ação, daqui em diante, será seu veredicto. Quantos crêem nisso, levantem a mão.

194 Agora todos que têm-que têm um-um cartão de oração, ponham-se de pé no lado direito aqui, cheguem para este lado. Vocês, cada um de vocês em seu corredor, fique de pé no lado direito do seu corredor, no lado direito do seu corredor.

195 Agora aqueles na outra extremidade por aqui, terão de sair por este lado. Muito bem

196 Todos estes neste lado, com cartões de oração, fiquem de pé neste corredor; desse jeito, no lado direito. Seria o lado esquerdo. Sinto muito. Este lado aqui seria seu lado esquerdo. E à sua esquerda. Agora aproximem-se bem desse jeito, formem sua fila.

197 Agora todos vocês ministros venham aqui e façam uma fila dupla, deste outro lado, duas filas aqui para cima; dando a volta por aqui e dando a volta por aqui, cada um de vocês.

198 Agora quantos de vocês crêem? Levantem a mão, digam: “Agora novamente eu quero mostrar a Deus que eu absolutamente creio que Marcos 16 é a Verdade.” Levantem a mão. “Eu agora aceito.”

199 Quantos aí que não estarão na fila de oração, estarão orando por estes que estão na fila de oração, e o grupo inteiro de nós juntos que estará orando como crentes? Levantem a mão.
Agora oremos.

200 Senhor Jesus, Tu és Deus. Tu és o grande “EU SOU,” não o “Eu era,” ou “Eu serei.” Tu és “EU SOU,” tempo presente. Não existe nenhum poder que possa ficar no Teu caminho. Tu és Deus, e não há ninguém como Tu. Tu fazes que Tuas Palavras sejam confirmadas. Tu provaste para nós, através das testemunhas esta tarde neste julgamento; este júri, e também este tribunal, e os juizes que haverá.

201 Nós realizamos o julgamento, justo. Nós tomamos o que o inimigo disse. Nós tomamos o que o promotor disse. Nós tomamos o que suas testemunhas disseram. Nós confrontamos com o testemunho da Testemunha de Defesa, e Ele provou que Deus está justificado em fazer estas afirmações, porque Ele de fato o faz acontecer, para o crente, por muito mais testemunhas do que as testemunhas que o incrédulo pode produzir. Agora nós sabemos que isto é verdade. Depende somente do fato se as pessoas julgaram Isto como correto, a Palavra de Deus como sendo a Verdade.

202 Concede, Senhor, que cada um que passar por esta fila aqui…Pai, estes homens de pé aqui. Depois que eu partir, alguém poderia dizer que o irmão Branham impôs as mãos sobre eles, mas eu quero que as pessoas saibam que estes pastores têm exatamente tanto direito de impor as mãos sobre os enfermos como qualquer um tem. Eles não têm de esperar até que algum evangelista de tempos especiais passe por aqui, mas seu próprio pastor tem o direito de impor as mãos sobre eles. Deus, concede que, toda pessoa que passar por esta fila de mãos aqui hoje, que foram chamadas e ordenadas por Deus, para impor as mãos sobre os enfermos.

203 Sabemos que não temos mãos santas, mas não olhamos para nós mesmos. Olhamos para nosso sacrifício, Jesus Cristo, o mesmo ontem, e hoje, e eternamente, o Qual está sangrando diante do trono de Deus agora, para limpar-nos, para cumprir Sua comissão. Concede, Senhor, que todo homem, mulher, menino, ou menina que passar por aqui, desça desta plataforma regozijando-se, exatamente como se eles estivessem, normalmente, e bem e saudáveis. Concede isto. Possa o veredicto deste júri, o qual eles afirmam que era, Ele foi justificado, e possa agora o julgamento que eles proferem, ser suas ações daqui em diante. Ajuda-nos, Deus, no Nome de Jesus Cristo. Amém.

204 Irmão Roy Borders ou algum diretor de cânticos, se o irmão puder vir aqui só um momento e dirigir. Agora com nossos olhos fechados.

205 Agora entre em fila, na medida em que sua fila passar.Venham por aqui. Nós oramos, cada um destes homens. Por que eu os coloquei aqui em cima, foi isto. Agora vocês aqui terão de descer por este lado e entrarem em fila com estes, com estes aqui, à medida que eles saem, vejam. Correto. Agora somente esperem até que eles…Esperem até que eles saiam. Esperem até que esta fila saia; então, a senhora. Exatamente aqui, irmã, espere exatamente aí. Veja, espere exatamente aí, veja. Porteiros, alguns de vocês ajudem-nos lá, vejam. Vejam, vocês devem deixar estas filas saírem, estas filas saírem, e esta fila segui-las, vejam, passando.

206 Agora se você está passando por aqui apenas presumindo, apenas supondo, fique fora da fila; pode fazer você pior. Mas se você passa por aqui, crendo, não há nada que vá tirar isto de você. Quantos sabem que disto, esta é a hora da decisão? Vocês que estão na fila, digam: “É isto. Eu creio nisto. Para não mais se queixar disso. Está terminado, agora mesmo. Eu aceitei a Palavra de Deus.” Se você não o faz, não venha na fila, agora. Você creia de todo o coração, e venha.

207 Deus Se tem vindicado a Si mesmo por meio da Palavra, e das testemunhas e do julgamento, presente agora mesmo, “o mesmo ontem, e hoje, e eternamente.” Não há nada faltando a não ser o “impor as mãos sobre os enfermos, e eles serão curados.” Aqui estão seus pastores. Vocês sabem que eles são crentes. Eles são seus pastores.

208 E não quero que vocês fiquem com a impressão de que eu, Oral Roberts, ou alguém mais, somos as únicas pessoas que estão ordenadas para fazer isto. Todo ministro está ordenado para fazer isto. Todo crente, quer ele seja um ministro ou não, está ordenado para fazer isto. Cada pessoa que crê, tem direito de impor as mãos sobre os enfermos, e eles serão curados.

209 Eu não digo que seu pastor ou qualquer um estaria tomando o dom de discernimento. Eles não têm de fazer isso; esse não é o chamado deles. Esse não é o chamado deles, fazer isso. É para haver um em uma era.

210 Mas-mas nós constatamos que, você é chamado, como um crente. “Estes sinais seguirão aqueles,” isto não indica nenhuma pessoa, “aqueles que crerem.” Você creia nisto de todo o coração agora.

211 Irmão Roy, o irmão dirige o cântico, Somente Crer. Todos em oração. Ministros, à medida em que eles passam, imponham as mãos sobre eles. E leigos e amigos, quando vocês passarem por aqui, não tenham nenhuma dúvida em suas mentes; simplesmente passem direto pela fila; saindo aqui, digam: “Está encerrado.”

212 Vocês recordem, vocês foram o júri neste caso. Vocês levantaram a mão que vocês tinham seu veredicto. Todos que compreendem, digam “amém.” [A congregação diz: “Amém.”- Ed.] Vocês tiveram seu veredicto. Agora o que vocês fizerem daqui em diante, provará se vocês disseram a verdade ou não. O seu-seu julgamento será proferido pelo que você fizer daqui em diante. Será assim. Vocês serão o juiz e o júri. Se vocês realmente crêem nisto, isto tem de acontecer. Se vocês estão fazendo que crêem, isto não acontecerá.

213 Porque, está provado pela Palavra, pela Presença de Deus, por tudo que há. Alguma coisa falta ser feita? Se Ele chegasse aqui, esta tarde, poderia Ele curá-los? Não, não. Ele já fez isto. Vêem? Ele está todo… Não há nada faltando fazer agora. Ele vindicou-Se a Si mesmo aqui, pela Palavra, provou tudo. A única coisa que vocês têm de fazer…Vocês tomaram uma decisão, vocês ouviram o julgamento, vocês proferiram o veredicto, agora venham e mostrem o seu julgamento. Amém. Deus os abençoe.

214 Muito bem. [O irmão Borders começa a dirigir a congregação cantando Somente Crer-Ed.]

215 Estejam em oração agora, irmãos. E que cada um dos porteiros faça o povo passar. Fiquem de pé um pouco mais perto agora. Todos toquem essa criança, toquem todos. Todos toquem essas pessoas, com fé agora. Fechem seus olhos. [O irmão Branham e os ministros oram e impõem as mãos sobre o povo. Espaço em branco na fita-Ed.]
Somente crer,
Tudo é possível, somente crer;
Somente crer, somente crer,
Tudo é possível, somente crer.

216 Agora podem vocês cantar desse modo: “Agora eu creio, agora mesmo eu creio nisto”? Vocês têm? Levantem a mão, digam: “Eu realmente creio nisto.” “Estes sinais seguirão aos que crerem!”
Tudo é possível, agora eu creio;
Oh, agora eu creio, agora eu creio,
Tudo é possível, agora eu creio.

217 Algum tempo atrás, cerca de quinze anos atrás, recordo-me de uma noite quando fui chamado a um hospital, a um rapaz morrendo com difteria negra. Havia…seu coração tinha ficado em más condições. E o pai persistia vindo às reuniões, para-para conseguir que eu fosse orar pelo rapaz. E o rapaz tinha cerca de quinze, dezesseis anos de idade. E eu estava simplesmente tão ocupado, eu não podia fazê-lo. E finalmente… Se-se-se-se você concede isto a um, então é o outro, vocês sabem. Assim o pai simplesmente continuou persistindo, esperando até o tempo. Finalmente, uma noite depois do culto, eu fui ao hospital. Bem, o médico me disse que eu não podia entrar. Ele disse: “Porque, o-o rapaz está com difteria, e o senhor é um homem casado e o senhor não pode entrar e pegar aquele germe.”

218 Bem, eu pedi a ele: “Por favor, deixe-me entrar.” O homem era católico. E eu disse, eu disse: “O senhor é cristão?”
Ele disse: “Eu sou católico.”

219 Eu disse: “Se um sacerdote estivesse aqui e tentando dar- dar a a cerimônia da igreja antes do rapaz falecer, o senhor o aceitaria?”

220 Ele disse: “Isso é diferente. Aquele é um sacerdote. O senhor é um homem casado.”
Eu disse: “Se eu assinar um documento, assumir toda a responsabilidade?”
Ele disse: “Eu não posso fazer isso, senhor.”

221 E eu disse: “Por favor.” Eu disse isto: “Eu sou para estas pessoas exatamente tanto quanto um sacerdote seria para o senhor.”

222 Finalmente, ele me vestiu todo, como um membro da Ku Klux Klan, com toda aquela roupagem branca, e me trouxe para dentro, e fui até o rapaz. Ele tinha estado inconsciente, por dois ou três dias. Seu coração mal estava batendo. Não me lembro de quanto estava à respiração; muito fraca, mal conseguia sangrar, batendo. E o velho pai e mãe estavam lá presentes.

223 E eu apenas me ajoelhei, e apenas uma simples, pequena oração, impus as mãos sobre ele, eu disse: “Senhor Jesus…” Eu usei esta Escritura. “Tu disseste: ‘Estes sinais seguirão aos que crerem.’ Aqui estão o pai e a mãe, eles não seriam persistentes e não estariam insistindo para eu impor as mãos sobre o rapaz se isto não tivesse sido pelo fato deles crerem nisto. E, Senhor, eu não teria vindo aqui como uma zombaria. Eu creio que o que eu tenho dito e ensinado é a Verdade.” E eu disse: “Eu abençôo o rapazinho, no Nome de Jesus Cristo; que ele viva.”

224 E quando eu me levantei, o velho pai e a mãe começaram a se abraçar e dizer: “Não é maravilhoso, mãe! Não é maravilhoso!” O rapaz não tinha mudado em nada; simplesmente lá deitado. E eu-eu olhava para eles.

225 E a jovem enfermeira presente lá, ela era uma enfermeira especial, formada, e ela estava lá observando o rapaz. E ela disse para a mãe, ela disse: “Como pode a senhora atuar dessa maneira, sabendo que seu filho está morrendo?”

226 E o velho pai, que tinha cerca de, oh, suponho, ele tinha cinqüenta e oito, sessenta anos de idade, ele impôs as mãos sobre os ombros dela, como um velho pai faria. Ele disse: “Filha,” ele disse, “aquele rapaz não está morrendo,” ele disse.

227 “Senhor,” disse, eu não sei o que era, alguma coisa como um cardiograma ou algo assim, disse, “sua-sua respiração enfraqueceu tanto, e com esta doença, não se conhece na história, alguma vez em que isto tenha chegado a essa condição, e então retornado novamente.”

228 E o velho patriarca esfregou seus olhos, e olhou para ela. Eu nunca vou esquecer isto. Ele disse: “Querida, você está olhando para um gráfico. É para isso que você foi treinada para olhar. Eu estou olhando para uma promessa que Deus fez. ‘Eles imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.’” O rapaz está casado e tem três filhos, um missionário na África. Depende para o que você está olhando.

229 Agora pode haver alguns aqui, que vieram aqui, que não receberam um cartão de oração. Eu perguntei a meu filho lá. Ele disse: “Não há dúvida de que há muitos lá, papai, que não receberam um cartão de oração.”

230 Quantos crentes há aqui então? Levantem suas mãos. Fará você isto enquanto cantamos: “Agora eu creio”? Agora Deus foi bom para você. Não fará você, como um crente…Não faz nenhuma diferença de quem são as mãos, contanto que seja um crente. Vêem? Poderiam vocês apenas impor as mãos uns sobre os outros, e nós cantaremos esta canção juntos: “Agora eu creio.” E até que me encontre com vocês, Deus seja com vocês!
Agora eu creio,
Isso mesmo, imponha as mãos sobre alguém perto de você.
Agora eu creio,
Tudo é possível (não importa o que esteja
errado, tudo é possível) é possível-…
(No Nome de Jesus!)
Agora eu creio, oh, agora…(“Agora eu não
estou brincando. Não, isto, agora eu creio.”)
Tudo é possível, oh, agora eu creio.

231 Agora todos os que crêem nisto, levantem a mão assim, “eu agora creio nisto.” Deus os abençoe.
Até que nos encontremos!… encontremos!
Até que nos encontremos aos pés de Jesus; até
que nos encontremos!
Até que nos encontremos; até que nos encontremos!
Deus seja contigo até que nos encontremos novamente!
Agora de cabeça inclinada.
Até que nos. . .

232 Que Deus seja com vocês, verdadeiramente, golpeie as ondas ameaçadoras da morte diante de vocês, leve vocês de vitória em vitória. Algum dia, possam nossos corpos ser transformados e feitos como Seu Próprio corpo glorioso, onde não mais oraremos pelos enfermos. Até então, que Deus seja com vocês, até que nos encontremos. [O irmão Branham sussurra-Ed.]
Até que nos encontremos!
Deus seja contigo até que nos encontremos novamente!
233 Agora inclinemos a cabeça para a oração de encerramento. Quem vai orar? [Alguém diz: “O irmão Gibson.”-Ed.] Irmão Gibson agora, enquanto estamos de cabeça inclinada.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...