O JULGAMENTO
19 de abril de 1964
Tampa – Flórida – E.U.A.
Tradução – GO


1 Em Marcos, capítulo 16, começando com o verso 9, eu quero ler. Um texto muito glorioso, é a respeito da ressurreição.
E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.
E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com ele, os quais estavam tristes e chorando.
E, ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram.
E depois manifestou-se noutra forma a dois deles, que iam de caminho para o campo.
E, indo estes, anunciaram-no aos outros, mas nem ainda estes creram.
Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nós que o tinham visto já ressuscitado.
E disse-lhes; ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;
Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.
Ora o Senhor, depois de lhe ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus.
E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém.
2 Oremos. Senhor Jesus, nós dizemos agora, enquanto nos aproximamos ao Trono do Pai. E em Teu Nome, nós cremos que isto é a Tua Palavra. Nós cremos que estas foram as últimas Palavras que veio dos Teus lábios antes de subires. E nós Te pedimos para que Tu as abençoe para os nossos corações nesta tarde, por amor daqueles que estão enfermos. Nós Te agradecemos por teres chamado a um grande número para o Teu Trono ontem à noite, e vimos aquelas grandes filas de pessoas, homens, mulheres, pais, filhos, mães, vindo pela fila e movendo para aquele quarto de oração. Nós Te agradecemos por aquilo, Pai. E agora oramos para que Tu lhes dês as riquezas do Teu Reino, e que possa haver fé no nosso meio nesta tarde para fazer a Palavra de Deus ser uma realidade para nós. E Tu és o único o Qual podes fazer isto, Pai, então nós pedimos isto no Nome de Jesus Cristo. amém. (Podeis vos assentar).
3 Agora o meu tema nesta tarde, eu desejo toma-lo, e ele soa um pouco estranho. E eu quero toma-lo porque ontem, no desjejum, eu encontrei um dos melhores tipos de homem, e ele está assentado atrás de mim agora, um promotor. E estávamos falando a respeito de julgamentos, e isto mais ou menos era um julgamento de escárnio, ou algo, que foi dado ao nosso Senhor. E eu – eu certamente creio que aquele homem seria o melhor homem para se pôr de pé aqui e tipificar isto com a justiça da nação, porque eu falei dele desde que o encontrei, e ele… Eles me dizem que ele é um promotor maravilhoso, então eu sei que ele O daria um julgamento justo. E sendo que Jesus nunca recebeu o tipo correto de julgamento… E Ele é a Palavra. Todos nós concordamos nisto. Ele é a Palavra. Então eu li Sua Palavra, e nós vamos colocar a Palavra em julgamento nesta tarde. A Palavra está em julgamento.
4 A causa é, as promessas da Palavra de Deus versus o mundo. E a causa para a acusação, é, a quebra de compromisso. E o… Eu penso que o promotor público sempre representa a morte. Eu penso que isto é correto. E o… Satanás é o promotor público, ele representa o mundo, neste julgamento. E o Réu é Deus. A Testemunha de Defesa é o Espírito Santo. Então eu quero fazer da igreja, da congregação, ambos: juiz e jurado. E vamos ouvir o julgamento agora, enquanto levantamos a cortina da cena, e vermos onde estamos assentados.
5 Agora, não esqueça agora, que o – o… o que estamos vendo aqui é a causa deste julgamento, é, a Palavra de Deus versus o mundo. A causa para a acusação, é a quebra de compromisso, “Ele não guarda Sua promessa”. E o promotor público neste caso é Satanás, que representa o mundo. E o Réu é Deus, Ele mesmo. E a Testemunha de Defesa é o Espírito Santo. E agora nós pedimos ordem no tribunal.
6 E agora o promotor público vai chamar sua primeira testemunha para se pôr de pé e fazer o juramento. E, agora, ele tem três testemunhas nesta tarde que desejo usa-las, ou melhor, ele deseja usa-las, neste julgamento. E estas testemunhas são o Sr. Incredulidade, o seguinte é o Sr. Cepticismo e o outro a ser chamado será o Sr. Impaciência. Agora, estas são as testemunhas que estão contra a causa, que, “Deus não guarda Sua Palavra. Sua Palavra não é verdadeira”.
7 E podemos ver, antes de começarmos o julgamento, que – que tantos no mundo tentam dizer que a Palavra de Deus não é a verdade. Por exemplo, isto eu acabei de ler, eu estava lendo no rodapé da Scofield. E eu estava pensando em uma estória que me foi contada certa vez. Eu acho… eu não acho que eu já a mencionei alguma vez, especialmente nesta reunião. Mas, que uma… uma mulher certa vez tinha um rapaz muito bom, ele queria ser um ministro. Então ela era uma mulher pobre, e ela queria que seu rapaz recebesse toda boa educação e treinamento que ele pudesse (aquilo que qualquer mãe desejaria para seu filho, se ele fosse chamado para tal coisa como esta), que seria o melhor de todos os treinos que ele pudesse receber, porque ela queria que ele o tivesse. Então ela o enviou para um dos melhores seminários religiosos que conhecia para envia-lo.
8 Bem, ele havia estado lá por cerca de um ano, e um dia sua mãe ficou terrivelmente enferma, ela estava morando sozinha. Ele tinha que ser chamado para casa porque ela havia apanhado um resfriado seriíssimo, e isto se tornou em pneumonia dupla, e tinha congestão no… nos pulmões, e ela estava para morrer. O seu coração mostrava que estava muito mal. Então um fiel médico estava fazendo tudo que ele sabia fazer para salvar a vida da mulher, e ela ficava cada vez pior. Então o – o médico enviou um telegrama para o jovem, e disse, “Venha rapidamente. Consiga sua reserva no avião, para que você possa vir para sua mãe a qualquer hora, porque parece que ela está prestes a morrer”. E então o rapaz, todo contrariado, arrumou suas roupas e estava preparando para tomar o avião. E… e um telegrama veio diretamente de volta de sua mãe, “Não venha, filho. Eu fiquei boa”.
9 Então cerca de um ano mais tarde, ou seis meses depois, creio eu que foi, ele voltou para sua casa. E depois de saudar sua mãe, eles estavam tendo companheirismo juntos, ele disse, “Mamãe, há uma pergunta que continua em minha mente”. Disse, “Quando a senhora estava tão doente”, disse, “você nunca me escreveu contando os detalhes. Você simplesmente disse que ficou boa, e nunca me contou os detalhes de como isso aconteceu”.
10 Ela disse, “Filho, você sabe, aqui embaixo na rua, lá onde tinha aquele armazém naquele certo lugar?”
“Sim”.
11 Há um grupo de pessoas lá embaixo que adoram naquele pequeno edifício. “Sim”, disse, “Eu me recordo deles, eles são Pentecostais”.
12 Disse, “Sim está certo”. Disse, “Quando eu estava muito mal”, disse, “havia uma boa senhora que veio até aqui a mim. E ela disse, “Irmã, nós estávamos lá embaixo numa reunião de oração, e nós entendemos que você estava muito doente, e você tinha um filho que estava fora em – numa escola de seminário, para ser um ministro. E quando estávamos orando, o Senhor nos revelou que deveríamos vir e orar por você”. E disse, “Bem”, disse ela, “que seria ótimo”. Disse, “Você se importaria se nosso pastor viesse e orasse?” Disse, “Por que não, senhora? Eu ficarei feliz”. Então eles trouxeram o …o médico disse que seria bom. Então o pastor veio, e leu as Escrituras aqui em Marcos, capítulo 16. E ele disse, “Isto é o que a Bíblia diz”. Então ele colocou suas mãos sobre a mulher, orou e saiu. E disse, ela “e fiquei boa”, ela disse.
“Oh”, ele disse, “mamãe!”
Ela disse, “Não é isto maravilhoso, filho? Pense nisto!”
13 “Oh”, ele disse, “Mamãe, lógico que aquilo não tinha nada a ver com a melhora da senhora”. Disse, “Talvez alguns daqueles remédios que o médico havia lhe dado antes, isto simplesmente não fez efeito na hora”.
14 E disse, “Oh!” Ela disse, “Não, filho. O médico havia parado de me dar remédios a dois dias, disse que não havia nada que ele pudesse fazer. Ele simplesmente me colocou no oxigênio e disse que não havia nada que ele pudesse fazer. E eu estava constantemente piorando”.
15 “Oh”, ele disse, “Mamãe, isto – isto não era aquilo”. Disse, “Vê você, aquelas são pessoas analfabetas”. Disse, “Eles realmente não compreendem. Eles simplesmente lêem a Bíblia”. E disse, “Vê você?”
Ela disse, “Bem, não estamos nós supostos a crermos na Bíblia, filho?”
16 “Oh, claro”. Disse, “Mamãe, nós estamos supostos a crer Nela, mas”, disse, “a senhora sabe, na escola”, disse “nós aprendemos que Aquilo onde ele leu lá em Marcos 16, do versículo 9 em diante, não é nem mesmo inspirado”.
“Bem”, ela disse, “glória a Deus!”
17 Ele disse, “Mamãe, a senhora está agindo como aquelas pessoas”. E disse, “Porque, a mesma idéia!”
Ela disse, “Bem, querido, eu estava simplesmente pensando”.
Disse, “O que estava pensando?”
18 Disse, “Se Deus pôde me curar com aquela parte da Palavra que não é inspirada, o que faria Ele com aquela que é realmente inspirada”.
19 Então, agora isto, nós vamos deixar o promotor chamar suas testemunhas, a primeira até à tribuna, para testemunhar contra.
20 Eu somente disse isto a poucos momentos atrás, porque eu estava simplesmente lendo, quando eu estava lendo este texto, o Sr. Scofield diz que alguns dos manuscritos não envolvem Aquilo. Isto é provavelmente de onde vem a estória. Mas assim é Isto.
21 Então o Sr. Incredulidade vem para a tribuna, e toma sua posição agora para testificar contra a Palavra de Deus, para testificar contra Ela. E agora quando ele… Ele tem que ser a primeira testemunha para tomar seu lugar. Agora nós encontramos que depois dele jurar, agora sua acusação é isto, que “as promessas da Palavra de Deus não são todas verdadeiras”.
22 Agora, todas estas testemunhas que o promotor está trazendo, clamam ser crentes. Todas elas clamam serem crentes, ou, elas dão uma evidencia disto, “Nós nunca atenderíamos a tal reunião se não fossemos crentes”. Então elas… elas dizem que são crentes.
23 E a acusação que o Sr. Incredulidade dá contra a Palavra de Deus, ele clama que “Marcos 16 não é verdade, Isto simplesmente não pode ser verdadeiro”. Pois ele disse que havia estado doente por algum tempo, e ele está dando o seu testemunho que agora ele continua doente a tempos, e ele “foi a uma então chamada reunião do Espírito Santo onde as pessoas estavam colocando as mãos sobre os enfermos, e elas clamavam que estavam sendo curadas”. Então ele foi a esta fila de oração, e quando o fez… Ele havia estado muito enfermo por algum tempo, e ele” recebeu oração deste Espírito Santo (então chamado Espírito Santo) um grupo de pessoas que estavam gritando e fazendo barulhos, e clamando que elas foram curadas”. E o Sr. Incredulidade veio através desta fila, e mãos foram colocadas sobre ele, “E isto foi a mais de dois meses atrás, e não tem havido nenhum sinal de recuperação”. Então ele diz que a “Palavra de Deus, aquela parte, não é verdadeira”.
24 Agora, então o promotor toma a primeira testemunha, ele traz sua testemunha seguinte à tribuna. E a próxima testemunha sobe, é o Sr. Cepticismo. Ele faz o juramento, ele toma a tribuna. Agora, ele clama que ele é um crente, e ele “ouviu na cidade que eles tinham uma igreja onde eles tinham um pastor fiel, assim chamado homem pio, tal como diz a congregação. E este homem crê nas Escrituras, assim diz ele. E ele ora pelos enfermos e os unge com óleo. E ele lê este capítulo na Bíblia, em Tiago capítulo 5, versículo 14, “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com óleo; a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará”. Então ele disse que ele entra, sendo um homem doente, sendo desesperançado de alguma vez ser capaz de restabelecer-se da febre ardente que ele tinha. E o médico disse que ele não podia restabelecer-se disto, não há maneira alguma para fazer isto. Então ele “tomando Deus na Sua Palavra”, e ele “encontrou a este assim chamado pio pastor”, que toda a congregação tinha todos os tipos de testemunhos de que foram curados, e assim sucessivamente. E este pastor pio orou sobre ele, ungindo-o com óleo, de acordo com a Palavra de Deus. Ele não duvidou da sinceridade do homem, ele não duvidou da sinceridade da congregação; mas o pastor executou a ordem exatamente como diz a Bíblia, o ungiu e orou por ele. “E aquilo foi a mais de seis meses atrás”, e ele “não tem mostrado nenhum sinal de melhora”. Então ele dá este testemunho. Agora a segunda testemunha desce.
25 O promotor traz então sua testemunha seguinte, a qual é o Sr. Impaciência. Ele é trazido e faz o juramento, para dar um testemunho contra a Palavra de Deus, de que não é a verdade. Este homem sobe e clama ser um crente, e ele estava lendo certo dia em Marcos, capítulo 16, ou melhor, no capítulo 11 de Marcos e iniciando com o verso 22, onde Jesus Ele mesmo… Ele clama que ele “tinha uma Bíblia de letras vermelhas, e que as letras vermelhas, as exatas Palavras que Jesus disse, Ele mesmo. E que nesta Bíblia de letras vermelhas, em Marcos capítulo 11, onde Jesus estava falando, Ele fez esta citação, “Tende fé em Deus. Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: lança-te no mar, e não duvidar, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito”. E ele “tinha sido um aleijado”, diz ele aqui, “por – por muitos anos”, desde que ele era menino. Ele era um coxo. Ele tinha que andar de muletas. Então ele aceitou que sendo a Palavra do Deus infalível, e ele disse de dentro do seu coração, quando ele clamou, para testemunhar agora, ele disse, “eu andarei”. E aceitou a Palavra de Jesus Cristo, ele disse que andaria porque assim Jesus lhe havia dito. “Porque se disserdes a este monte “mova-te”, e se você crer, quando você orar, creia que você recebeu aquilo que pediu, e você o terá”. E ele pediu por isto, orou por isto, disse que ele “teria isto, e isto foi a cinco anos atrás”. E ele continua a coxear com seu pé, ele não teve nenhuma melhora.
26 Agora o promotor vem depois de suas testemunhas terem dado três diferentes citações da Escritura (que é um, nos tribunais judaicos, é um testemunho), dão três testemunhos das Escrituras que estavam escritas na Bíblia de Deus, “suponhamos que Jesus Cristo disse isto”, o qual é o Filho de Deus, Deus feito carne, habitando em um homem, infalivelmente. E o promotor vem agora para expor a causa para vocês.
Agora vocês recordem, vocês são o júri e os jurados.
27 Então o promotor deseja saber agora, enquanto ele expõe a causa outra vez, estas pessoas clamam que são crentes justamente como o resto das outras são. Então ele também clama, o promotor deseja que você saiba que “Deus não é justificado em colocar tais promessas irrefletidas em Sua Palavra, quando Ele não sustenta isto, pois Ele tem dado isto para Seus filhos que clamam crer. E através deles clamando isto, eles são trazidos à vergonha e são desonrados, por clamarem as Palavras que não são a verdade”. O promotor agora, “Pois Ele tem falhado em executar as promessas destas três testemunhas, as quais tem sido conduzidas exatamente de acordo com a Palavra de Deus”. E ele deseja o promotor deseja que vocês saibam que “Deus tem falhado, em todos os três casos, em fazer qualquer manifestação de guardar Sua Palavra” (ele está expondo isto para você), “e para estes chamados crentes”.
28 Então outra vez, o promotor quer voltar e chamar suas atenções para algo mais. “Ele, que é Deus, prometeu que todas as coisas são possíveis para os que crêem. Ele prometeu isto”. O promotor deseja que você saiba disto. “E estes assim chamados, crentes tem tentado guardar esta Palavra, e Ele falhou em guarda-la, portanto Ele é processado por uma quebra de promessa”.
29 Ainda outra vez, o promotor deseja chamar sua atenção para outra Palavra de Deus. “Ele clama estar vivo após Sua morte. Jesus clama estar vivo após Sua morte”. E o promotor deseja que vocês saibam que ele não tem “visto nenhum homem com sinais de cravos em Suas mãos, e cicatrizes sobre todo Seu corpo dos chicotes, e sinais de cravos em seus pés”. Nem mesmo tem ele visto “nenhuma coroa de espinhos na cabeça de homem algum. E ainda Ele clama estar vivo após Sua morte. Ele também clama em Hebreus 13:8, que Ele vive. E não é assim. Ele também clama, num capítulo de Lucas, no capítulo 17 e no versículo 30, que nestes dias em que vivemos agora, que Ele revelaria a Si mesmo; como Ele foi então, assim seria Ele. Ele também clama”, o promotor agora está expondo para você o caso, “que em Apocalipse 10, que o sétimo anjo, quando ele começasse a tocar” (este é – o anjo para a igreja de Laodicéia que está suposto a chamar a igreja de volta para a Fé dos pais), “Que quando este anjo tocar, que todos os mistérios de Deus deveriam ser revelados naquele dia. Ele também clama, que em Malaquias 4, que os santos profetas profetizaram que lá haveria um profeta levantado naquele dia, para tornar estas reivindicações verdadeiras. E então não há nada disto! Ele também alega que os céus e a terra passariam, mas que Sua Palavra nunca falharia”.
30 Agora o promotor tem uma causa aqui. Ele a está expondo. Agora ele a entrega para a audiência, para vocês que são ambos, júri e jurados. Agora nós ouvimos o seu lado, nós ouvimos as testemunhas. Nós ouvimos o que elas disseram a respeito Disto. Nós ouvimos o que o promotor emitiu, a Palavra, e expôs isto de ambos os lados, “Todas as promessas que Deus fez, e não há nenhuma delas” que ele possa ver “que seja a Verdade”. Então ele está tentando conseguir uma acusação contra Deus, e contra “Ele fazer tais irrefletidas promessas, porque as promessas que Deus tem feito são absolutamente irrefletidas. As promessas que Ele fez para este dia são absolutamente irrefletidas. E ele não as guarda!” Agora nós ouvimos este lado, então agora vamos chamar a testemunha do promotor para descer, e o promotor.
31 E agora nós chamaremos a Testemunha de Defesa do Réu. E a Testemunha de Defesa agora é o Espírito Santo, e agora Ele vem e toma a tribuna do Réu. Agora, a primeira coisa que Ele deseja chamar a atenção deste tribunal, aleluia, é que o promotor está dando uma interpretação errônea da Palavra para as pessoas, exatamente como ele fez a Eva no princípio. Recordem, ele era o seu intérprete. Deus disse o que eles deviam fazer, e eles nunca morreriam, nem tristezas e nada, e ele veio e interpretou erroneamente a Palavra. Portanto quando o homem saiu detrás da Palavra de Deus, o que isto fez a eles? Ele não é defendido por Deus. Mas, vê você, satanás era o intérprete da Palavra para Eva. Ela não queria ouvir seu marido e a Deus, mas ela tomou a interpretação do promotor da Palavra. E ele não tem nenhum direito de dar interpretação alguma, e nem mesmo tem nenhum homem este direito. Deus é o Seu Próprio intérprete. Ele não necessita de nós; Ele guarda Sua Palavra, nós cremos. Agora Ele deseja chamar sua atenção a isto, que o mesmo intérprete das primeiras Palavras de Deus que foram faladas, é o promotor que está tentando a – a trazer acusação perante este tribunal nesta tarde, aquele mesmo, e ele está interpretando a Palavra erroneamente. Esta é a primeira coisa que a Testemunha de Defesa deseja dizer. Agora, Ele desejava trazer isto à sua atenção, que ele era o intérprete de Eva e ele interpretou a Palavra erroneamente.
32 Em primeiro lugar, Ele deseja lhe dar esta idéia, que as promessas são somente para os crentes; não para os crentes manufaturados, cépticos ou descrentes. É somente para aqueles que crêem! Agora Ele deseja que este tribunal… a Testemunha de Defesa (O Espírito Santo) deseja que este tribunal veja que estas promessas são somente para os crentes.
Então a questão formulada, ele disse, “Estes são crentes!”
33 E agora a Testemunha de Defesa Ele mesmo deve saber se eles são crentes ou não, porque Ele é o que vivifica a promessa. Agora como vai você conseguir ir além disto? O Espírito Santo deve saber, pois Ele é a Vida que está na Palavra, Ele é o que vivifica a Palavra. Justamente como o seu espírito vivifica o seu corpo, e o corpo é vivificado através do espírito; sem o espírito, o corpo não tem nenhum efeito, o corpo está morto. E a Palavra está morta sem o Espírito. Isto toma o Espírito para trazer a Palavra, para faze-La viver. E Ele é o Vivificador daquela Palavra, e Ele é a Testemunha de Defesa do Réu. Amém. Como vai você conseguir ir além disto? Eu quero que este tribunal entenda isto muito bem, que Ele é o Vivificador, Ele deve saber. Ele vivifica a Palavra.
34 Outra vez, Ele deseja chamar a atenção deste tribunal para a Palavra de promessa que está em questão. Ele nunca estabeleceu nenhum tempo certo para eles sararem. Ele disse, “A oração da fé salvará o doente, e Deus o levantará”. Ele não disse “imediatamente”. “Porão as mãos sobre os enfermos e os curarão”. Ele nunca disse “o dia, mês, ano”. Ele simplesmente disse, “Eles sararão!” A Testemunha de Defesa deseja que você saiba disto, que Ele não disse que lá haveria um milagre realizado. Ele simplesmente disse: “Os curarão”. Interprete a Palavra corretamente. “Eles sararão”. Ele nunca estabeleceu nenhum tempo certo. E, isto é, se eles são crentes! Se eles são crentes, eles sararão. “Porão as mãos sobre os enfermos e os curarão”, seja agora, em uma semana, um mês, um ano, dez anos, vinte anos, cinqüenta anos. “Eles sararão”, assim disse Ele! Isto é, se eles podem segurar na sua crença. Agora, esta é a Testemunha de Defesa.
35 Outra coisa, a Testemunha de Defesa deseja chamar a atenção deste tribunal nesta tarde, também, que a Palavra é a semente, e semente tem que cair em solo fértil para ser vivificada. A semente não crescerá em pedras. A semente tem que ser fértil. E a Palavra tem que cair na fé, que é o fertilizante que faz com que a Palavra se cumpra. A Testemunha de Defesa desta vez…
36 Poderíamos chamar muitas mais, coisas poderiam ser ditas. Mas, nós não queremos vos reter por muito tempo, temos uma grande fila de oração. Eu quero que você, tribunal, ouça.
37 A Testemunha de Defesa agora chamará Sua testemunha. Vêem, a Testemunha de Defesa tem o direito de chamar uma testemunha, porque na vez do promotor, ele chamou uma testemunha. E a Testemunha de Defesa deseja apresentar a este tribunal, nesta tarde, o profeta Noé. “Venha Noé, e tome a tribuna. Agora, eu compreendo que você tem um testemunho concernente à Palavra de Deus que foi dada a você”.
“Sim”.
38 A Testemunha hoje deseja dizer, a este tribunal, que ele era simplesmente um homem comum e que ele cria em Deus. E ele vivia em uma era científica, onde eles criam que os dias dos milagres nunca existiram. Lá nunca havia tido uma chuva sobre a terra, mas um dia ele encontrou com Deus. E Deus lhe disse para preparar uma arca para a salvação do povo, e tudo que entrasse nessa arca seria salvo. E a Testemunha deseja dizer que ele solenemente, com todo o seu coração, creu Nisto. E ele saiu a pregar Isto. E ele saiu, não somente pregou isto, mas, para fazer suas – suas obras testificam de sua fé – ele começou a construir a arca.
39 E a testemunha deseja apontar o dedo para o Sr. Incredulidade, e para o Sr. Cepticismo e o Sr. Impaciência. “E eles me procuravam dia e noite: “Quando será que a chuva vai cair? Ah, você disse isso a um ano atrás, e não há nenhuma chuva lá em cima. Nós já fomos aos cientistas e eles provaram que não há chuva alguma lá em cima”. E eles clamaram que eu estava louco. E eles zombaram de mim e me disseram que eu era completamente “bobo e ingênuo” para crer em tal absurda promessa como aquela, contra as pesquisas cientificas. Mas ele disse, “Eu trabalhei no programa, porque eu fiquei firme porque eu saiba que isto era a Palavra de Deus e que Ela não pode falhar. Eu construí a arca.
40 “E depois que a arca foi terminada, então os escarnecedores corriam ao redor e ao redor da arca, diariamente, enquanto eu me colocava de pé na porta pregando para eles. E eles continuavam dizendo, “Agora, isto tem sido a cento e vinte anos atrás, agora onde está a chuva? Então, vê você, todo o seu trabalho foi em vão”, diziam eles. “Nossos cientistas estão certos, e não há tal coisa. E você é completamente um sinal velho por crer em tal promessa absurda como aquela”.
41 “E então o dia veio quando eu comecei a andar certa manhã, para fora de minha arca. E, repentinamente, sem nenhuma mão, a porta fechou-se bem na minha frente, e eu fiquei selado do lado de dentro. ‘Agora o que aconteceu?’ Então eu subi pelas escadas que eu havia construído, e fui até lá em cima, e abri a janela. E eu os podia ouvir do lado de fora; o Sr. Incredulidade assentado daquele lado, o Sr. Cepticismo e o Sr. Impaciência; dizendo, “Agora o que aconteceu? Ele trancou a si mesmo”. E eu pensei que certamente a chuva cairia. E o dia que eu entrei era o vigésimo sétimo… ou o décimo sétimo de maio. A porta fechou-se na minha face. Eu ajuntei ao meu povo e disse, “Aprontem-se, a chuva estará caindo nos próximos poucos minutos”. E, o dia todo, o Sr. Incredulidade, o Sr. Cepticismo e o Sr. Impaciência andavam ao redor da minha arca, me criticando, dizendo todo tipo de mal ao meu respeito. Mas eu disse à minha congregação, “Fiquem quietos. Deus tem nos feito uma promessa”.
42 “No segundo dia, o sol levantou, brilhando; e nenhuma chuva, nenhum trovão e nenhum relâmpago. No terceiro dia, o mesmo; no quarto, quinto, sexto. Mas certa manhã no vigésimo quarto dia de maio (cento e vinte anos mais tarde), lá veio uma torrente dos céus. E todos que foram ungidos pelo Sr Cepticismo, Incredulidade e Sr. Impaciência pereceram do lado de fora”.
43 A Testemunha de Defesa disse, “Desça, Noé. Eu quero chamar outra testemunha. Suba, Sr. Abraão, eu quero que você dê um testemunho”.
44 O Sr. Abraão sobe, e diz, “Eu estava trabalhando na minha fazenda fora de Ur, na terra dos Caldeus. E eu tinha casado com minha meio irmã, o seu nome era Sarai e meu nome era Abrão. E eu encontrei com Deus, e Deus me disse que eu iria ter um filho através de Sara. E Sara, neste tempo, tinha sessenta e cinco anos de idade, e eu tinha setenta e cinco anos de idade. E Deus me disse que eu teria um bebê através de Sara, e que através daquele filho o mundo inteiro seria abençoado, e que eu seria o pai das nações. Rapidamente eu retornei, por este gozo que estava no meu coração. Eu sempre amei as crianças, e pensava que nunca teria uma. Mas quando Deus disse que iria tê-lo, eu cri Nele. Eu fui a um médico para fazer os preparos. Ele me tirou para fora do consultório, o Sr. Incredulidade estava assentado lá. E eu saí para a rua, e as autoridades queriam me prender por um caso mental. E então enquanto os anos passavam, o Sr. Impaciência me atormentava dia e noite.
45 “No primeiro mês, eu disse para a minha esposa, Sara. Vêem, ela já havia passado pela menopausa, isto já havia cessado nela como é com as mulheres. E eu disse a Sara, “Querida, temos nós os sapatinhos e todas as ervas, e os – os – os alfinetes? Estamos nós preparados?” “Sim, está tudo pronto”. “Isto vai acontecer agora, veja você”. E no final dos vinte e oito dias, eu disse, “Como você se sente querida?” “Não há diferença alguma, Abraão”. “Bem, ele disse, “Eu disse, Glória a Deus! Sara, não duvides. Assim disse Deus, nós o teremos de qualquer maneira!” E foi indo assim através dos anos.
46 “Após passar anos e anos, o Sr. Cepticismo, o Sr. Incredulidade, todos eles criticaram-me. Mas, vinte e cinco anos mais tarde, o bebê nasceu quando eu tinha cem anos de idade. Deus não havia me dito que eu iria ter o filho no dia seguinte. Ele disse que o teria! E não me importa quanto tempo isto tomou, Deus o prometeu! Eu esperei por vinte e cinco anos. Eles pensaram que eu iria ficar tão velho que eu morreria, mas eu disse, “eu não posso morrer, a promessa é para mim. Assim disse Deus!”
47 “E como o Sr. Escarnecedor, Sr. Incredulidade, Sr. Cepticismo e o Sr. Impaciência, constantemente aparecem, tendo ungido um homem, disse, “Abraão, pai das nações, quantos filhos tens agora?” Mas eu fiquei firme, porque eu nunca vacilei na Palavra de Deus por incredulidade. Eu sabia que Deus era capaz de cumprir cada Palavra que Ele prometeu. Eu não levei em consideração meu próprio corpo, mesmo amortecido, e o ventre de Sara morto.Mas eu cri em Deus. Eles disseram, “Bem, eu pensei que a vinte e cinco anos atrás você ia ter um bebê?” “Eu realmente disse isto a vinte e cinco anos atrás”. Mas o Sr. Impaciência lá, disse, “Bem, vinte e cinco anos tem falhado. Veja em você agora! As barbas estão quase abaixo dos seus joelhos. Veja, você é um velho”. Eu o fiz saber que Deus não havia me dito quando eu iria ter este filho. Ele disse, “Você o terá através de Sara”, e isto está estabelecido! Eu permaneci firme. Agora a Palavra nunca disse quando, Ela disse que aconteceria!”
48 Vamos chamar outra testemunha rapidamente, nós não temos muito tempo. Poderíamos chamar centenas delas. Vamos chamar outra testemunha ainda. Moisés, o teremos para testemunhar.
49 “Porque”, disse ele, “Eu fui treinado em toda sabedoria dos egípcios. Eu era um professor para aqueles que não tinham isto. Mas um dia do lado de trás do deserto, depois que eu tinha oitenta anos de idade, eu encontrei com Deus. E Ele estava na forma de um sinal, e Ele era um fogo que ardia atrás de um arbusto. E Ele me disse que Ele havia ouvido o clamor do Seu povo, e Ele lembrou de Sua promessa de liberta-los. E Ele disse, “Eu estou te enviando”. E eu disse, “Quem sou eu? Eu não posso falar bem. Eu – eu – eu não sou um teólogo. Eu não posso ir”. Ele disse, “A você será dado dois sinais. Um deles estará na sua mão, o outro será através de uma vara. E se eles não quiserem ouvir as vozes deste sinal, entoa derrame água no chão, e isto se tornará em sangue, então isto estará terminado”.
50 “Quando eu tomei o meu sinal que Deus me deu e saí perante Faraó, o Pastor Faraó, ele tentou fazer o meu dom parecer um tanto fraco. Ele disse, “Quase todos os leitores de sortes baratas os egípcios podem fazer isto. A maioria dos mágicos baratos podem fazer estes truques”. E ele chamou dois companheiros que chamavam Janes e Jambres, e eles realmente personificaram tudo que eu fiz. Mas aquilo não fez com que eu parasse, porque a Voz que me enviou era uma Voz Escriturística, e eu permaneci com ela. Ela era a Palavra de Deus.
51 “Era um sinal Escriturístico e uma Voz Escriturística, “Pois Eu guardo minha promessa e o tempo está à mão”. Eles não haviam tido nenhum profeta em Israel por centenas de anos, quatrocentos e quarenta anos, eles não tinham nenhum profeta em Israel. Mas Ele disse, “Eu estou te enviando para que sejas um”. E ele o foi. “E Ele me disse que, por um sinal, que eu voltaria e traria os filhos para este monte. Isto tomou um grande tempo, mas eu o fiz. Eu permaneci fielmente com a Palavra. E quando Jambres e aqueles personificadores carnais tentaram zombar disto, ainda assim eu não importava com o quanto de escárnio eles davam…”
52 Você sabe que isto é para se repetir outra vez nestes últimos dias? Assim disse Jesus. Assim disse a Bíblia, “Como Janes e Jambres resistiram a Moisés, então farão estes homens nos últimos dias”, personificadores tentando fazer parecido, copiando.
53 Mas ele disse, “Eu permaneci quieto porque eu sabia que a Voz era uma Voz Escriturística”. Mesmo havendo dois deles lá, e somente ele. Mas ele desceu e fez o que ele… e ele, isto ficou provado ser a verdade, ele voltou diretamente da montanha onde Deus lhe havia dito.
54 “Desça, Moisés. Chamemos outra testemunha rapidamente. Josué”.
55 Josué disse, “Quando estávamos aproximando da terra, subimos até Cades-Barnéia. E Moisés, o servo de Deus, foi e tomou todo… um de cada tribo, um de cada denominação, e ele disse, “Vamos até lá e espionemos a terra”. E nós fomos até lá, dois de nós, e trouxemos de volta a evidência de que a terra era boa”. Eles tinham a evidência disto. Eles eram verdadeiros pentecostais. “Então eles voltaram com a evidência de que a terra era boa. Mas quando vieram para tomar a terra toda, eles disseram, “Nós não podemos fazer isto. Não podemos fazer isto. Não somos capazes”. E as pessoas estavam todas divididas, não sabiam o que fazer, a qual organização ir. E eu as acalmei, disse, “Recordem, é uma promessa de Deus! Deus disse, “Eu tenho vos dado esta terra”. E o que Deus promete, Ele o fará!” Eu fiz com que as pessoas se aquietassem. No dia seguinte, você diz, “Vamos nós partir?” No dia seguinte, “Vamos nós partir?” Isto foi quarenta anos mais tarde, mas nós tomamos a terra!”
56 Mais uma testemunha, bem rápido, quero chamar Isaias à tribuna. “Isaias, testificará você para a Testemunha de Defesa, e nos dará a defesa para o Réu dos réus?”
57 “Eu o farei. Eu era um profeta. Eu era um profeta vindicado. O que eu disse, não era… eu – eu não sabia o que eu estava dizendo, mas Deus fez com que o que eu havia dito sucedesse. Todos começaram a crer, toda a igreja, eles começaram a crer nisto. E certo dia uma coisa estranha aconteceu. O Senhor me disse, “Israel está buscando sinais, então Eu quero que eles façam isto, mas Eu vou lhes dar um Super Sinal. E este será para uma super era, quando eles tiverem supermercados, super jatos, e super, tudo mais super. Eu vou lhes dar um super Sinal, uma virgem conceberá!” E eu sendo um profeta vindicado, todas as pequenas virgens aprontaram seus sapatinhos, e tudo mais, ela ia “ter um bebê”, sim, senhor, era ela “aquela que Jeová chamou”. Todos os tipos de coisas aconteceram. Sim, Senhor. “Bem, agora, nós estamos esperando, minha filha, que concebas”. Este aqui pensava isto, todas as moças estavam procurando por isto. Anos passaram. Algumas delas coçaram suas cabeças e disseram: “Aquele velho falso profeta”. Mas isto foi a oitocentos anos mais tarde. Ele não disse quando ela conceberia, Ele disse que ela conceberia! Oitocentos anos mais tarde uma virgem concebeu”.
58 Agora, para última testemunha, se vocês me perdoam, posso ser eu a última testemunha? Isto não está lá atrás na Bíblia, isto é agora. Deixe-me ser a última testemunha, somente por poucos minutos antes de começarmos a fila de oração. E ouçam atentamente. Eu gostaria de dar um testemunho para Ele. Eu gostaria de ser chamado até a tribuna, e levantar minha mão para dizer a Verdade, e nada a não ser a Verdade.
59 Eu gostaria de dizer, como me tornei um cristão. Meu pai e mãe, avô, avó, de ambos os lados, eram todos pecadores. E minha natureza era de cardo… então viria ser um grão de trigo. Mas certa manhã em uma pequena cabana de madeira lá em Kentucky, disse então minha mãe e a parteira, em 6 de abril, às cinco horas da manhã de 1909, quando o Senhor Deus me trouxe ao mundo, lá havia uma Luz parada na pequena janela. E quando eles abriram a janela para trás, minha mãe deitada em uma pequena cama de palha, para descobrir que tipo de bebê ela teve, uma Luz veio rodopiando. E as pessoas das montanhas não sabiam o que pensar a respeito Daquilo. Eu era muito pequeno para saber disto.
60 E como uma criança, cerca de oito anos de idade, sete ou oito anos de idade, eu estava carregando água para um alambique clandestino que meu pai tinha. E numa quente tarde de setembro, enquanto estava assentado, chorando, ia pescar na lagoa com os meninos e eles… não se davam conta que eu tinha que carregar aquela água. Eu ouvi como que um redemoinho numa árvore, cerca da metade do caminho para cima. Silêncio em todos os lugares. Em Indiana em setembro, tudo é realmente silencioso, morrendo em silêncio. E este redemoinho em um arbusto, d ela veio uma Voz, e disse, “Nunca fumes, bebas, corrompas teu corpo (isto é, sair com mulheres), nada disto, pois há uma obra para você fazer quando ficares mais velho”. E minha mãe chamou o médico, ela pensou que eu estivesse nervoso.
61 Uma semana após aquilo, eu vi a Ponte Municipal, em transe, como eu chamava isto, vi a Ponte Municipal que atravessa o rio Ohio, vi dezesseis homens perderem suas vidas nele. Vinte e dois anos após aquele dia, a Ponte Municipal atravessava o mesmo lugar e dezesseis homens perderam suas vidas nela.
62 No Green’s Mill (Moinho Verde) certa noite, não sabendo acerca de que era tudo isto… Mais tarde eu me tornei um ministro para servir o Senhor. No Green’s Mill certa noite… Meu pastor havia terminado de me dizer… eu lhes disse a respeito de ir, tendo uma… sendo capaz de ver coisas, eles me disseram que isto era do diabo. E eu sendo um cristão, eu não queria ter nada a ver com o diabo, de maneira alguma. Então eu subi lá em cima, disse, “Senhor, eu não posso deixar… ir através da vida desta maneira”. E eu me assentei lá num pequeno lugar atrás num campo de pesca, orando. E certa noite lá, como o Senhor me havia falado, e em uma árvore, como Ele fez com Moisés. Então ali naquele Moinho Verde, lá veio um Homem e me disse que não tentasse pedir para livrar-me Daquilo, mas Aquilo era um dom enviado por Deus, que era para ser levado Às pessoas do mundo, e para me deixar saber através das Escrituras que todas estas coisas que foram prometidas de acordo com a Bíblia deviam ser cumpridas, que o tempo estava à mão.
63 E eu voltei e disse ao meu pastor. Eu desci e lhe disse, e ele disse, “Billy, o que você comeu? Teve você um sonho, foi isto um pesadelo?” Mas, para mim isto era Malaquias 4. Ele disse, “Como você fará isto?” Isto era Lucas 17:30. Isto era também Apocalipse 10. Isto era também todas estas Escrituras que foram prometidas para os últimos dias. Eu não vi isto ser feito imediatamente. As pessoas preocuparam, “Quando irá isto acontecer?” Mas eu simplesmente fiquei firme.
64 Um dia no rio, eu estava batizando quinhentas pessoas num rio, quando de repente, esta mesma Luz que veio quando eu era um garotinho. E eu havia dito às pessoas que eu A havia visto. Elas disseram que eu estava sonhando e que isto era algum tipo de concepção mental que eu tive. Mas perante mais de cinco mil pessoas, às duas horas da tarde, em 1933, lá dos céus veio esta Nuvem descendo, e falando estas Palavras, “Como João Batista foi comissionado para ser o precursor da primeira vinda de Cristo, o seu ministério precursará a segunda vinda de Cristo”, onde milhares de vezes milhares de pessoas ouviram isto, e os jornais deram testemunho disto.
65 Quero dizer, e eu quero com isto chamar a atenção daquele promotor cego que está procurando algum homem que tenha sinais de cravos e espinhos, e tudo mais assim. Isto não foi dito! Ele não fez tal promessa.
66 Nós lemos aqui em Lucas, capítulo 17, versículo 30, Jesus falando, “Como foi nos dias de Sodoma, então assim será quando o filho do homem for revelado”. Quando Ele for revelado! Quero chamar sua atenção a isto por apenas poucos minutos, se vocês agüentarem comigo apenas por poucos minutos a mais agora. Fiquem bem reverentes por poucos minutos.
67 Observem, Jesus carregou três nomes; Filho do homem, Filho de Davi, Filho de Deus. Ele tinha três nomes. Todos a mesma pessoa, mas com três nomes. Exatamente como Pai, Filho e Espírito Santo; todos o mesmos Deus, três atributos.
68 Justamente como eu. Minha esposa me chama de esposo. Meus filhos não tem nada a ver comigo com o nome de esposo, eu sou o pai deles. Meu pequeno neto assentado ali, não tem nada a ver comigo com o nome de papai, nada com o nome de esposo, ele é meu neto. E tudo é a mesma pessoa.
69 E vejamos quando Jesus veio e tentou revelar-se a Si mesmo como o Filho do homem (não percam isto), quando Ele revelou a Si mesmo e chamou a Si mesmo, constantemente, “o Filho do Homem” Israel estava cego. Eles não sabiam nada a respeito do significado de Filho do homem. Mas eles disseram, “Filho de Davi”, quando o cego Bartimeu correu e O reconheceu. Davi significa “Rei”. Recordem, Filho do homem, Filho de Davi, Filho de Deus (o que era Senhor). Este Judeu recebeu aquilo que ele pediu porque ele aproximou Dele no Nome do Filho de Davi, o Rei; Ele não era Salvador, mas Ele era Rei.
70 Mas quando a mulher grega, a Sirofenícia aproximou-se Dele no nome do Filho de Davi, Ele nem mesmo levantou Sua cabeça. Ela não tinha que clamar a Ele no nome do Filho de Davi. Ele não era o Filho de Davi para aquela mulher sirofenícia. Mas quando ela disse, “Senhor”, então Ele virou. Ele era o Senhor. Vêem? Senhor, Ele era Senhor! Não o Filho de Davi para ela.
71 Agora, porque não foi Ele reconhecido como o Filho do homem? O Filho do homem era a revelação espiritual, um profeta. Filho do homem, significa “profeta”.
72 Agora, se vocês voltarem suas Bíblias em Ezequiel, capítulo 2 versículo 1, achará que Ezequiel era o profeta, a Palavra de Deus para aquele dia. E Jeová Ele mesmo o chamou de filho do homem. Jeová o chamou de homem, o filho do homem, tal como Jesus revelou a Si mesmo como Filho do homem. O que foi isto? A Palavra prometida daquela hora sendo feita manifesta, o mesmo Deus! Deus do tempo de Ezequiel, Deus do tempo de Jesus, Filho do homem! Naquele tempo Ele não era…
73 Ele era o Filho do homem porque Ele tinha que vir para revelar a Si mesmo para Israel como um Profeta, e eles rejeitaram isto. E aquela era a profecia de que eles deviam recebe-Lo, no nome do Filho do homem, um Profeta, porque isto era de acordo com a Palavra. Deuteronômio 18:15, “O Senhor teu deus despertará um profeta como eu”. E quando Ele vier, Ele identificará a Si mesmo em Seu ministério como um homem, não um Filho de Deus, Filho do homem! Deus é um Espírito. E Ele revelou a Si mesmo como Filho do homem, o que Ele clamou ser. E eles estavam cegos e não puderam ver isto.
74 Mas agora Ele revela a Si mesmo aos gentios, e agora o Filho de Deus o qual é o Espírito Santo. Ora, Jesus disse, “Como foi nos dias de Sodoma”.
75 Eu quero que este promotor cego veja isto. Ele é um intérprete cego da Palavra, sempre. Ele toma idéias organizacionais Disto, e não sabe mesmo nada a respeito Disto. Ele faz isto para enganar, porque ele é o enganador do princípio.
76 Jesus disse, “Como foi nos dias de Sodoma, quando o Filho do homem for revelado!” Nos dias de Sodoma havia o Filho (que era Deus) revelado em carne humana, o qual foi uma vez chamado Melquisedeque, o Pai. Melquisedeque naquele tempo não tinha pai e nem mãe, e nem princípios de dias ou fim de vida; sempre Quem Ele era, Ele permanece o mesmo. Jesus tem pai e mãe; mas este homem não tinha pai e nem mãe. E Ele apareceu a Abraão na forma do Filho do homem, Eloí, Jeová. A igreja agora tem preenchido a data através da era da igreja, no batismo do Espírito Santo. Mas Jesus disse aqui, para fazer verdadeiro Malaquias 4 e o resto destas Escrituras para você, vêem, que “Nos últimos dias, bem antes da Vinda, o cenário do mundo seria como o de Sodoma, e o Filho do homem revelaria a Si mesmo como o Filho do homem tal como Ele o fez nos dias de Sodoma”.
77 Promotor cego, não pode você ver isto? Suas Palavras são verdadeiras. Não tem marcas de cravo e marcas de espinhos.
78 É o Filho de Deus personificado em Sua Igreja, como o Filho do homem. Isto tem que cumprir Malaquias 4 e o resto das Escrituras. Eu chamo a atenção do tribunal, vejam bem aquilo, “Filho do homem”. Como Deus o Pai, Deus o Filho, Deus o Espírito Santo; é o mesmo Deus, três atributos diferentes do mesmo Deus. Agora, este é Filho de Davi… o Filho do homem revelou então como um Profeta. Filho de Davi, o Rei. E agora o Filho de Deus para a era da igreja, como, Deus não é homem, Deus é um Espírito, e o Espírito do Filho é o Espírito Santo, o qual está revelando a era da igreja. Mas prometeu aqui, “Nos últimos dias, que o Filho do homem seria revelado!”
79 Promotor cego, entendeste isto? E eu quero que você saiba, promotor cego, nós vemos Isto, nós cremos Nisto, estas Palavras se cumpriram perante nós e nós sabemos que elas são a Verdade.
80 Para os Judeus Ele era o Filho de Davi. Para os gregos Ele era Senhor, para nós Ele é Senhor, para os gentios. E agora nos últimos dias, Ele voltaria outra vez como o Filho do homem, porque Malaquias nos prometeu que lá havia um profeta que levantaria nos últimos dias que tornaria os corações do povo de volta a (longe de suas organizações) de volta à Palavra original, a Fé dos pais, ao Pentecostes original. E quando Ele fez isto, São João 14:12, as obras que Ele fez seriam feitas também. Apocalipse 10 prometeu todo o mistério. Como vai você revelar os mistérios? Veja o que Lutero deixou, veja o que Wesley deixou, veja o que os Pentecostais deixaram, e revelar o segredo dos corações para faze-lo o mesmo Deus através de cada era, o que não é nada a não ser a Palavra de Deus manifestada de volta ao Filho do homem outra vez. Nós não estamos procurando por sinais de pregos; nós procuramos pela Palavra manifesta. Observem, Deus prometeu estas coisas agora, e Ele faz isto exatamente como Ele disse. Eu poderia dizer mais, porém, nós deixaremos o assunto, está ficando tarde.
81 Sr. Promotor, eu quero que você saiba que eu poderia chamar milhares de testemunhas aqui nesta tarde. Eu quero que você saiba que as cosias que Ele disse Ele fez, nós somos testemunhas que “Ele guarda Sua Palavra!” Há uma genuína reunião do Espírito Santo! Há um genuíno poder de Deus! E há uma promessa genuína que eles curarão, quando colocarem as mãos sobre os enfermos. Eu quero que vocês saibam disto. Eu quero que vocês saibam que Ele disse, “Assim como foi nos dias de Sodoma, assim também seria na vinda do Filho do homem”.
82 Eu sou um estranho, estou somente testificando do que a Bíblia diz ser Verdade. Se você observar, o Anjo do Senhor que veio na forma de um homem, tinha Suas costas voltadas para a tenda, e Ele disse a Abraão o que Sara estava pensando. Jesus disse que isto se repetiria. Agora, se eu tenho dito a Verdade, deixe Deus confirmar isto como a Verdade. Deixe-o revelar isto. Então, não é segredo algum, nós sabemos então. O …eu deixarem este tribunal nesta tarde com este veredicto, para que o faça em sua própria mente. Permita que o Deus que fez as promessas… Não lá atrás naqueles dias; eles foram vindicados. Deixe o Deus que fez a promessa vindica-la hoje, diga o mesmo. Alguns de vocês pensam em seus corações, orem a Deus por suas enfermidades ou suas aflições, e veja se Deus revelará ou não o segredo do coração. Eu te desafio a fazer isto, de um lado ao outro. Agora, ousaria eu fazer uma coisa como esta se eu não estivesse firme, exatamente como as Escrituras dizem? Eu quero que este tribunal veja que Ele é o mesmo, hoje, ontem e eternamente, que Ele guarda Sua promessa. E Ele prometeu que Jesus Cristo seria revelado nos últimos dias, como o Filho do homem.
83 Há um homem assentado aqui sofrendo das hemorróidas. Eu nunca te vi em minha vida. Se isto é correto, levante sua mão. Você crê que dou testemunho da Palavra de Deus? Esta que está assentada perto de você é a sua esposa. Ela também está sofrendo com um quisto em sua cabeça. Isto é certo, levante sua mão. Você crê que Deus pode me dizer quem é você? Se Ele permanece sendo a Palavra, a Palavra conhece o segredo do coração. Vocês são Sr. e Sra. Hunt. Se isto é correto, levante sua mão. Por que não crê você nisto?
84 Aqui há um homem assentado, de cabeça inclinada, chorando, orando por si mesmo e também por sua esposa. Ela não está aqui. Ela não está contigo nesta tarde. Ela está sofrendo. Você acha que Deus poderia me dizer qual é o problema dela, e ela não estando aqui? Crê você nisto? Você crê? Eu sou um estranho para vice, é isto certo? Sua esposa tem um problema feminino. Está isto certo, levante sua mão, mais alto, para que possamos ver. E o seu nome é Sr. Smith. Você crê que Deus curará? Se isto é correto, balance sua mão para cima e para baixo assim. Eu te desafio a crer que Jesus Cristo está revelado na forma de Filho do homem. E para você que crê, é o poder de Deus que conhece cada pensamento.
85 Há uma mulher assentada aqui olhando para mim, ela está sofrendo com uma alta pressão sangüínea. Você crê que Deus pode me dizer quem é você? Eles te chamam Daisy. Se você… É isto certo? Levante sua mão. Creia agora com todo o seu coração, Jesus Cristo te fará… te dará o seu desejo. Vê você, Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Crê você nisto?
86 Aqui há um homem assentado lá atrás olhando para mim, ele tem um peso em seu coração. E é por seu filho, seu filho tem diabete. Você crê? Aquela que começou chorar ao seu lado aí, é sua esposa, ela tem um peso em seu coração. Isto é por sua irmã. A irmã dela tem um problema no coração, uma complicação. Vocês são Sr. e Sra. Sickles. Se isto é correto, agite sua mão assim para um lado e para o outro. Se eu sou um estranho total para vocês, fiquem de pé. Fiquem de pé, se eu sou um estranho para vocês e não vos conheço.
87 O que é isto? O cumprimento da Palavra de Deus nos últimos dias! Promotor, eu quero que você saiba que a Palavra de Deus é verdadeira. Deus me disse isto a trinta e três anos atrás. Tenho esperado por todo este tempo, mas está sendo cumprido bem aqui nesta tarde. Deus guarda Sua Palavra! Ele é o mesmo, ontem, hoje e eternamente. Deus vos abençoe; vá e receba o que desejam agora.
88 Sua mente é o Júri. O Júri tem que tomar uma resolução. E da maneira que você atuar de agora em diante pronunciará ou mostrará às pessoas qual foi o seu veredicto. É Ele culpado ou não? Você crê que Ele não é culpado, que Ele realmente guarda Sua Palavra? Somos nós quem temos a …Estamos ouvindo a um velho Impaciente, Sr. Incredulidade e Sr. Cepticismo. Mas agora crerá você que Deus guarda Sua Palavra? Sua mente é o Júri. Da maneira que você agir daqui em diante provará para as pessoas qual é o seu veredicto. Vê você isto? Vamos inclinar nossas cabeças agora.
89 Vos falei honestamente a Verdade. Se tivéssemos tempo de permanecer aqui, não há uma Escritura na Bíblia mas que testificaria a mesma coisa. Tenho sido honesto. Vocês sabem, às vezes, ser honesto não é uma incumbência fácil. Mas contanto que Deus esteja aqui! Isto não foi fácil para Lutero, Wesley ou nenhum dos outros. Isto não é fácil para você ou para qualquer um que toma uma decisão. Ele nunca disse… Ele disse, “Porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão”. Se você crê nisto, então não me importa se acontece bem aqui, se isto acontece na semana seguinte, se isto acontece de hoje a vinte anos; se você absolutamente crer, isto tem que acontecer. Eu…
90 Há um médico assentado aqui presente agora, segundo entendi. Quero agradecer-lhe. Eu estava com um paciente, ver um dos seus pacientes, a um tempo atrás, bem cedo de manhã num hospital, que está prestes a morrer, assim pensam eles. Ela está tão comida de câncer. E esta pequena mulher me disse, disse, “Meu cirurgião tem atendido às suas reuniões, e ele concorda com você. E não somente isto, mas, irmão Branham, eu quero que você saiba que ele está ao seu lado em oração por mim”. Se eu necessitasse de qualquer atenção médica, eu desejaria que ele ma desse, um homem que pode confiar em Deus desta maneira! Sim. Eles estão em todos os caminhos da vida, em todas as profissões.
Vamos lembrar, o veredicto é seu agora.
91 Senhor Jesus, acabei de tentar explicar a Palavra. Tu testificaste que é a Verdade. Tu és Testemunha, poderíamos ter chamado centenas, e ainda não teríamos tempo. Aqui está também lenços, colocados aqui, que irão para os enfermos e aos aflitos, bem aqui onde o Espírito Santo dá testemunho que Jesus continua vivo. Nós O conhecemos através de Sua Vida, a vida que Ele viveu, as coisas que Ele fez. E oramos, Deus, agora enquanto colocamos as mãos sobre estes lenços, que seja quem for que tocar neles possam ser curados. Ofereço minha oração, com fé, com este outro grupo de crentes, por estes que não foram capazes de virem até aqui. Que eles possam regozijar na grandeza de Deus. Aqueles que talvez estavam enfermos e não puderam vir. Um pobre velho pai assentado lá atrás em um quarto, batendo sua pequena bengala branca, nesta tarde, esperando pela volta de seu lenço. Aquele bebê deitado lá no hospital, queimando de febre, e alguém esperando para trazer a ele o lenço. Que o poder do Deus Todo Poderoso possa ir com eles, unja-os com a mesma unção que tem estado sobre a reunião nesta tarde. E que possam ser curados, Senhor. Oferecemos esta oração em favor deles, porque eles não estavam presentes. Mas Tu és Onipresente. Que Tu possas confirmar Tua Palavra, através do Nome de Jesus Cristo.
92 Agora deixe o Espírito Santo verdadeiramente, não uma emoção, não algum tipo de simplesmente meia esperança, mas que um veredicto genuíno possa ser passado por isto que eu chamo nesta tarde de “tribunal”. Que cada um deles possam dar testemunho do mesmo, enquanto eles tomam seus cartões de oração e seguram em suas mãos, enquanto eles passam pela plataforma. Que, quando eles tiverem… sendo ministrados de acordo com o capítulo 16 de São Marcos, “Porão as mãos sobre os enfermos e os curarão”. Enquanto o Teu povo escolhido se põe de pé aqui e nós colocaremos as mãos sobre eles, Senhor, que isto possa ficar estabelecido para sempre. Que possam sair daqui felizes, e esquecerem que alguma vez tiveram qualquer problema, porque eles estão certos, como Abraão estava, que Deus é capaz de cumprir as promessas que Ele fez. Nós pedimos isto no Nome de Jesus. Amém.
“Eu O amo, eu O amo
Porque Ele primeiro me amou;
E comprou-me a salvação,
No madeiro, no Calvário”.
93 Quantos receberam seu veredicto? Levante suas mãos, “Eu recebi o meu veredicto”. Está bem, tribunal, vocês serão atendidos de acordo com a Santa Palavra de Deus, “Estes sinais seguirão aos que crerem”. Eu não vou deixar vocês assentados aqui, pensando que tão somente por causa deste dom, que isso faz qualquer pessoa um pouco mais que as outras. Vocês tem pios pastores aqui. Eles estão aqui, nós vamos pedir a eles para se colocarem de pé comigo na plataforma. Eles imporão suas mãos nos mesmos como eu fizer. Eles fizeram com que viéssemos aqui, eles estão aqui como sua… como testemunhas de Deus. Eles estão dando testemunho da Verdade. Agora, não podemos dizer, “Irmão Branham, coloque as mãos”, porque minhas mãos não são mais do que as deles ou de qualquer um outro. É a sua fé, o seu veredicto que você deu à Palavra de Deus. Deus guarda! Se Deus pode guardar aquela parte da Palavra e provar isto para você, então você já está curado, porque pelas Suas pisaduras vocês foram curados.
94 Agora, eu quero que todos que estejam deste lado aqui, que tem cartão de oração, fiquem de pé daquele lado, ao redor da parede. Agora, todos que estão deste lado aqui, que tem cartão de oração, fiquem de pé no meio do corredor e de faces voltadas para aquele lado. E todos que estão deste lado aqui, que tem cartão de oração… Agora, neste – neste lado aqui, agora virem para o outro lado, voltem para este lado. Virem para o outro lado, porque eu quero uma fila reta. Todos que estão deste lado, venham para este lado, com as faces voltadas para aquele lado. E todos que estão nesta parte aqui de cima, que tem cartão de oração, saiam para este lado e de face voltada para aquele lado, e a fila de oração estará funcionando. Todos que estão na galeria com cartões de oração, que desejam receber oração, desçam e sigam atrás desta seção seguinte quando eles vierem. Enquanto eles estão vindo, eu…
95 (O irmão Branham fala com um ministro na plataforma – Ed.) Vocês querem que eu chame outros ministros? É certo dar testemunho? Todos, não tem problemas como vocês? Qual foi o seu veredicto no julgamento? (Um irmão responde, “Eu sei que estas coisas são a Verdade” – Ed). Correto.
96 Os pastores desejam saber, desejam o companheirismo com outros ministros. Eles desejam qualquer ministro aqui que crê em Deus e crê em colocar as mãos sobre os enfermos, se o veredicto deles nesta tarde é que é a “Verdade”, eles te convidam como seus colegas para virem aqui e se colocarem na plataforma conosco enquanto oramos. Todos os pastores que estão cheios do Espírito de Deus, e o seu veredicto agora é que você crê que Ele é o mesmo, ontem, hoje e eternamente, você crê que Marcos 16 é a Verdade, estes pastores aqui desejam te convidar para virem aqui em cima agora como seus colegas para o Evangelho. Suba até aqui e coloque-se de pé na plataforma conosco enquanto formamos estas filas de oração, para orarmos. Bem aqui, traga-os para cima deste lado. Todos os pastores no edifício, não importa a denominação. Eles simplesmente me disseram para lhes pedir. Subam até aqui se vocês desejam vir desta vez, e formem esta fila de oração para orarmos, orarmos para os enfermos, colocar as mãos sobre os enfermos.
97 Quantos aqui que não estão… estão bons, agora, e você não precisa de receber oração, mas vocês estarão em oração conosco, os pastores enquanto estivermos orando por estas pessoas? E se fosse o seu irmão ou a sua irmã? Recordem, é a mãe de alguém, é o irmão de alguém, é a irmã de alguém, é a mãe de um garotinho ou garotinha, é alguém. E nós faremos para os outros como gostaríamos que outros fizessem por nós. Agora, eu quero que você, cada um fique bem reverente e em oração.
98 E enquanto eles acabam de formar suas filas agora, por onde eles poderão vir, eu quero que os ministros agora venham aqui e formem uma fila dupla deste lado da plataforma aqui, para cima e para baixo deste lado, formem uma fila dupla para que então as pessoas possam passar. Eu colocarei este microfone atrás, o Sr. Bordrs estará de pé aqui dirigindo os cânticos. Está certo, filha dupla e para baixo desta maneira, então as pessoas…
99 Agora, para cada um de vocês que estão de pé na fila, para fazer disto uma segurança dobrada para satanás, o promotor, que sua decisão está feita. O próprio fato de você crer é que o que você necessita é a Palavra de Deus, e Ele é a Verdade, e você está vindo através desta fila para que mãos sejam colocadas sobre você. E isto desaprovará o errado. Sua ação provará qual foi o seu veredicto. Levante sua mão, e diga, “Eu prometo isto a Deus”. Todos que estão nesta fila.
100 Agora oremos. Nosso Pai Celestial, as… estas pessoas, nesta tarde, tem sido tratadas como um tribunal. Eu sinto, Senhor, que Tu tiveste um – um verdadeiro julgamento. Pilatos nunca Te julgou corretamente, ele tinha falsas testemunhas. Mas Tu dominastes as falsas testemunhas. A Testemunha de Defesa, o Espírito Santo vem para confirmar a Palavra perante as pessoas. Tu tiveste um julgamento justo. E as pessoas tem tomado uma decisão, elas deram seus veredictos hoje, e elas estão vindo para provar ao mundo que elas crêem que Tua Palavra é assim. Elas tem estado aqui nas igrejas, alguns deles dizendo, Deixe-me ver você fazer isto, deixe-me ver você fazer aquilo”. E não está de acordo com a Tua Palavra. A Palavra diz, “Os curarão”. E nós trouxemos testemunhas até a plataforma, para provar que isto é o que Tu disseste. Tu fazes coisas de Tua própria maneira.
101 Agora, eu oro, Pai, que Tu conceda estas bênçãos nesta tarde para as pessoas. Como Teu servo, e com todos os Teus outros servos, centenas deles aqui, nós oferecemos nossas orações para estas pessoas. Unja estes bons pastores, Senhor. Os cépticos sempre aparecem, ou incrédulos ou o Sr. Impaciência ou qualquer um daqueles críticos, escarnecedores que tem havido através de cada era, se eles passarem por estas pessoas, que este tribunal nesta tarde possa ressoar contra isto, seus testemunhos. Que, não importa o que eles digam, assim foi então nos dias de Sodoma, foi destruída. Como eles escarneceram e criticaram! Mas isto não fez nenhuma diferença, o crente permaneceu correto com a Palavra. E estamos prontos nesta tarde para segurarmos na Palavra, Pai. Agora, como a Tua Palavra disse, com os outros teus pastores aqui para colocar as mãos sobre estas pessoas, que o poder do Deus Todo Poderoso, O qual sabemos que está presente que agora vindique a Palavra, faça que cada um deles fique são. Através de Jesus Cristo nosso Senhor. Amém.
102 Irmão Roy, venha até à plataforma. Cada cabeça inclinada agora, todos orando e cantando. Se você não orar, cante Somente Crer. Enquanto você passar, creia você que Ele é. Não importa o que você diz ou faz, isto depende de você. Se você deseja gritar, grite. E se você deseja sair andando… Não importa o que seja, somente creia em Deus. Vá embora dizendo, “Isto está estabelecido no meu coração”. Exatamente como se você tivesse ido a um tanque para ser batizado. Isto está estabelecido, se você crer. Você é um cristão contanto que você creia. É isto correto? E você será curado contanto que você creia. Vamos todos orar agora. Está bem, irmão Bordrs. (O irmão Branham ora pelos enfermos. Espaço vazio na fita – Ed).
Somente crer!
Até nos encontrarmos! Até nos encontrarmos!
Até nos encontrarmos aos pés de Jesus!
Até nos encontrarmos! Até nos encontrarmos!
Deus esteje contigo até nos encontrarmos outra vez!
103 Eu ministrei a Palavra de Deus para vós. No Nome de Jesus Cristo, que cada um de vós possa receber o que pediu. “Se disserdes a estes monte, mova-te, e não duvidar em seu coração, mas crer que o que disseste acontecerá, tu terás o que disseste”. Quando orardes, creia que recebestes aquilo que pediste, e isto te será concedido. Eu ministrei no Nome de Jesus Cristo. Eu creio que o nosso veredicto tem sido feito e passado e nossas ações agora provam que nós cremos e nós sabemos que Ele cura. Se eu nunca vos ver outra vez deste lado do rio, eu te encontrarei do outro lado. Então o grande Espírito Santo o Qual tem sido o nosso Convidado nesta semana, aqui conosco e nos ministrou, Ele testemunhará então que o que eu disse é a Verdade. Até aquele tempo:
Até nos encontrarmos! Até nos encontrarmos!
Deus esteja contigo até nos encontrarmos outra vez.
104 Inclinemos nossas cabeças agora. Quietamente, docilmente, (O irmão Branham começa a sussurrar até nos encontrarmos – Ed.) Que, naquele dia possamos nos colocar de pé perante Ti, na Tua presença, que possamos estar presentes Contigo para recebe-Lo.
Deus esteja convosco. Eu aprecio a vocês.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...