REPROVAÇÃO POR CAUSA DA PALAVRA
23 de Dezembro de 1962
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO


1 Eu disse ao Irmão Neville, “Está seguro que não tem um pouquinho da unção esta manhã?” Eu desci para orar pelo enfermo. Haviam algumas pessoas reunidas no que nós… Domingo de manhã. O que eu tive que apanhar ali, eu simplesmente queria que eles viessem aqui na igreja. Eu sempre acho que é melhor orar pelos enfermos na igreja. Eu não sei; eu gosto da igreja e de descer aqui onde a congregação e as pessoas oram ali.
2 Haviam uma garotinha ali atras – a mais linda garotinha – ora, eu penso que ela está assentada em algum lugar aqui fora agora, se as pessoas não foram embora; e aquela é a coisa mais linda, e ela está muito doente. Nós estávamos ouvindo quando escutamos a mensagem dada em línguas e a interpretação em seguida. Nós estávamos ouvindo, e pensamos que entendemos que algo foi dito acerca de uma garotinha. E nós estávamos esperando para ver se o Senhor havia dado uma mensagem o que dizer ali, porém penso que a garotinha está bem agora e ficará boa.
3 Havia uma pequena senhora que perdeu sua visão, também, e nós estávamos orando por ela; e um certo homem numa ambulância ali fora, um ministro. Eu não supunha que o homem teria pesado trinta e cinco libras ou quarenta [Aproximadamente 20 quilos – Trad.]. Simplesmente muito, muito… e então eu desci para orar por eles.
4 A razão pela qual estava como que um pouco hesitante, uma obturação caiu do meu dente, e estou assobiando esta manhã através daquele lugar no meu dente ali; na frente ali. E eles me dizem agora que tenho que tê-los polidos, e com capas ao redor deles. Assim esta velha idade está se aproximando – essa é a única coisa que sei. Eu tenho uma obturação nele, como que metade dele, e quando começo a falar, você pode sentir isso – o vento como que expulsa, você sabe o que quero dizer; fora através de seus lábios, e isto te faz como que balbuciar.
5 Somos realmente um povo privilegiado por estarmos vivos esta manhã, e estarmos aptos a vir à igreja. E nesta Véspera de Natal, esperando pela celebração que eles tem, na qual eu espero… Há muitas crianças aqui nesta manhã, e então eu simplesmente me manterei calado. Nós adultos às vezes falamos coisas que crianças não deviam nem mesmo ouvir, você sabe.
6 Eu penso que a igreja tem um pequeno presente aqui para as criancinhas depois de pouco tempo. Eu estava simplesmente examinando isto ali atras. Oh, você desejará ficar depois da escola Dominical; simplesmente esperem porque penso que eles tem alguns presentes ali atras para os pequenos companheiros, para distribuir nesta manhã. Agora, vocês pequenos companheiros recordem, enquanto fazemos isto, (Eu quero deixar isto claro) não é Papai Noel, porque aquela é uma estória que algum dia você aprenderá que não há nada disto – porém é de Jesus Cristo, a Verdade de toda Verdade; o Filho de Deus. Estamos dando à vocês este presentinho nesta manhã porque isto lhes faz saber que uma vez Deus deu o maior presente que jamais pôde dar a um ser humano – Seu Filho. E temos um meio pobre de expressar isto, e não há nada que possamos dar para comparar com aquilo, porém simplesmente como mortais, um ao outro, fazemos aquilo.
7 Agora, eu ia esperar até o próximo domingo (e eu provavelmente esperarei de qualquer maneira) sobre algo que queria dizer. E algo tem sido revelado à nós, em casa, de uma visão, e eu devo levar isto até o fim. Como… Parece ser um tanto difícil, porém nunca queremos pensar que o que Deus fala é difícil. Seus fardos são leves.
8 E sendo o próximo domingo, se Deus quiser, teremos um serviço aqui, (é pouco antes da Véspera de Ano Novo) se o Senhor nos permitir ter este serviço. e queremos ter um serviço de manhã, oração pelo enfermo, e talvez um serviço batismal. Então eu pensei… avisem seus amigos que eles podem vir. Então teremos a manhã de domingo e a noite de domingo, e então as pessoas que querem ficar para o Ano Novo, então teremos o culto de vigília.
9 Haverão muitos ministros aqui que estarão falando na noite de Ano Novo, exatamente até a meia noite, e convidamos tais ministros para virem e falarem. O Senhor permitindo, eu quero ser um deles que tenha algo a dizer na noite do Ano Novo.
10 E então no próximo domingo, eu pensei que traria uma linha de coisas que tem sido feitas; que tem sido feitas. Mostrar como Deus está tratando com Seu povo, e trazer isto a um clímax aqui na igreja.
11 Muitos de vocês estão querendo saber sobre esta questão do imposto de renda pela qual temos passado – está resolvida. E então quero contar à vocês como aquilo aconteceu também. E eu penso, seria… teria que contar novamente no próximo domingo, então eu simplesmente esperarei até o próximo domingo e tentarei falar um pouquinho à vocês nesta manhã da Palavra. E no próximo Domingo eu tentarei, se Deus permitir, dizer-lhes como tudo aconteceu e trazer a cada um de vocês as coisas que o Senhor disse, e observar isto atingir exatamente o ponto, simplesmente colocado exatamente no ponto. Ele não diz nada errado.
12 Porém agora, uma coisa que desejaria dizer esta manhã que provavelmente não direi no próximo domingo, é concernente a algo que aconteceu ontem. Eu estava um pouco relutante em vir esta manhã porque eu realmente – como que rasgado, então eu não me sinto muito assim; porém desde que estou aqui, tentarei o melhor que posso.
13 Na noite anterior a passada eu tive companhia, o Irmão e a Sothmann (como sabemos aqui, um dos administradores da igreja e sua esposa) subiram para visitar-me a mim e a minha esposa. E estávamos falando sobre as próximas reuniões em Phoenix, e ao redor. (Se seriam da vontade do Senhor). E ficamos de pé até cerca de 10:30, suponho; e fui para a cama por volta das 11:00. E algum tempo na noite, eu tive um sonho. E neste sonho eu vi alguém que supostamente era meu pai; um homem muito grande. Apenas representando (simbolicamente falando) meu pai. Eu vi uma mulher. Não parecia minha mãe, porém ainda, ela era supostamente minha mãe. E este homem que estava suposto a ser como meu pai (o marido desta mulher) a estava maltratando cruelmente. De tal maneira que ele tinha um grande pedaço grosso de madeira, e ele a segurava e a golpeava com este pedaço grosso de madeira, e ela caía, e descia. Então depois de algum tempo ela se levantava novamente, e ele andava ao redor e tomava uma noção para golpeá-la novamente, e ele a golpeava novamente. E eu estava afastado à uma distância observando isto.
14 Finalmente, eu simplesmente fiquei farto disto. E eu era menor que este homem, que era suposto a ser como meu pai. Então eu caminhei para ele, e coloquei meu dedo em sua face, e eu disse, “Não a golpeie novamente!” E quando o fiz, algo começou a acontecer. Meus braços começaram a pulsar, e me tornei muito grande, fortes músculos. Eu nunca vi tais músculos. Eu simplesmente tomei o homem pelo colarinho e disse, “Não a golpeie assim! E se você o fizer, você terá que tratar comigo – se você a golpear novamente”. E o homem ficou com medo de mim, e a deixou sozinha.
15 Eu acordei. Bem, deitado ali, apenas em um momento, logicamente a interpretação daquilo veio. Aquela era, logicamente, a mulher, simbolicamente falando, é a Igreja, que é espécie de mãe. O pai é a denominação sobre ela, aquilo domina sobre a Igreja como o esposo sobre a esposa. E isto são estas denominações golpeando aquela Igreja e nem mesmo a deixa se levantar daquela maneira. Simplesmente todas as vezes que ela tenta se levantar, ou fazer algo, as pessoas ali (a denominação) a derrubam. E isto simplesmente significa colocar alguns músculos de fé aqui fora para manter meu dedo ali fora e dizer, “Você está tratando comigo”. Vê você, porque há algumas pessoas ali que pertencem a Deus. E aquilo estava correto.
16 Nós havíamos levantado há umas duas horas, ou três, suponho; e minha filha, (uma delas) Rebekah, ali atras – ela trabalha no Hospital Metodista em Louisville. É uma forma amadora de treinamento de enfermeira; “Docinho” eles as chamam, ou algo como aquilo – Eles a chamaram naquela manhã, e foi aquilo que me acordou. E estava cedo, e ela com alguma outra coleguinha de escola aqui, (elas trabalham juntas lá) e ia levá-las até Louisville. Elas tinham que estar lá às 10:00, e minha esposa queria saber por que não podia entrar no quarto. Eu o tinha trancado.
17 Agora, eu tenho tido muitas coisas acontecidas em minha vida, porém nunca tive algo como aquilo. Eu entrei em transe. Eu não sei a interpretação. Eu nunca tive nada como aquilo em minha vida. Porém ante mim, convinha que eu compreendesse que era uma visão, e eu estava na visão. Porém estava falando a meu filho, José (que não estava no quarto aquela hora). Porém de alguma maneira no momento em que aquilo me tocou, eu estava falando com José.
18 E eu olhei para cima, e numa espécie de forma de pirâmide, de pé ante mim, estava pequenos pássaros – algo como uma meia polegada. E eles estavam em cima no topo na rama, eles estavam – digamos, três ou quatro, e a próxima rama tinha talvez oito ou dez, e embaixo no pé tinha quinze ou vinte. Eles eram pequenos guerreiros, porque suas penas estavam alvoroçadas, e parecia que eles estava tentando falar comigo, dizendo algo.
19 E eu estava no oeste, pareceu ao redor de Tucson, Arizona e os pássaros estavam olhando para o leste, e eu estava escutando atentamente. Parecia que eles estavam tentando me dizer algo. E eles tinha… pequenas penas estavam todas… agitadas e coisas. Eles estavam bem assustados com a luta.
20 Então um pássaro repentino começou a tomar o lugar do outro – pulando daquela maneira – e eles (os passarinhos) rapidamente partiram, voando para o leste. E quando o fizeram, daquilo veio um pássaro maior – mais parecido com pombas, com asas pontiagudas e eles vieram em um bando e rapidamente – mais rápido que os passarinhos foram – voaram para o leste.
21 E eu, ainda em meu… as duas consciências juntas, eu sabia que estava de pé ali, e sabia que estava em algum outro lugar. E eu pensei, “Agora, esta é uma visão, e eu devo aprender o que isto significa”. E nada mais que o segundo grupo de pássaros passou, eu olhei para o oeste; e isto parecia em forma de uma pirâmide – como duas em cada lado com uma no topo, vieram cinco dos mais fortes Anjos que jamais vi em minha vida. Velocidade tão extraordinária eu nunca vi… Suas cabeças atras em suas asas pontiagudas simplesmente deslizando rapidamente.
22 E o poder do Deus Todo Poderoso me tocou de tal maneira até que me levantou diretamente do chão – todo o caminho do chão para cima. (Eu podia ouvir José ainda falando). E soou como o som de barreira quebrando, um grande ruído saiu à distância para o sul.
23 E quando fui levantando, e houve uma velocidade extraordinária dos Anjos… E eu posso apenas vê-los bem agora. Vêem, enquanto vieram daquela forma. Simplesmente movendo-se rapidamente para mim. (Agora, não sonhando agora. Não, eu estava bem ali, bem acordado como estou agora).
24 Porém aqui vem eles, e eles estavam tão extraordinariamente rápidos, que pensei quando levantou… Eu ouvi aquela explosão como, ou como uma explosão que saiu, como a barreira de som; e quando o fez, eu pensei, “Bem, isto deve significar que estou sendo marcado para ser morto, vêem, em algum tipo de explosão”. E enquanto pensei naquelas coisas, pensei, “Não, não seria aquilo, porque se fosse uma explosão, teria atingido José, também, porque ali está ele ainda falando, pensando que eu estou lá. E eu posso ouvi-lo. Não era aquilo”.
25 Isto é tudo ainda na visão. Vêem é na visão. E então tudo de uma vez, como compreendi que havia estado… Eles estavam à meu redor, eu não podia vê-los, porém havia sido trazido à esta constelação de uma pirâmide deles; dentro desta constelação de Anjos, de cinco. E eu pensei, “Um anjo da morte seria um, cinco seria graça”. Estava pensando naquilo, e pensei, “Oh! Está vindo com minha mensagem. Aquele é meu segundo clímax. Eles estão vindo para trazer-me a mensagem do Senhor”, e eu gritei com toda a minha força, tão alto quanto pude, “Oh Jesus! Qual é a Tua comissão?” Quando gritei, isto simplesmente se foi de mim.
26 Não tenho me sentido bem desde então. Eu estava… Todo o dia de ontem, tive que ficar em casa; quase me sentindo fora de mim. Não posso clarear minha mente, e a glória e o poder do Senhor… Eu estava todo dormente quando ela me deixou. Estava tentando esfregar minhas mãos, e pensei, “Não posso reter minha respiração”; e andei ao redor pelo piso para trás e para frente, e pensei, “O que significa isto, Senhor? O que significa?”
27 Então parei e disse: “Senhor Deus, Teu servo é… Eu simplesmente não posso entender por que – o que era aquilo? Revele, Senhor”.
28 Bem, quando o… Eu não posso contar-lhes acerca de quando digo, “Poder do Senhor”. Não há maneira de explicar aquilo. Não é o que você sente aqui nas bênçãos. Aquelas são as bênçãos do Senhor. Isto é um sagrado… Oh que coisa! Está além do que um mortal até possa imaginar.
29 E estava realmente me incomodando. Não é uma bênção; é um incômodo: você fica transtornado. Se você apenas pudesse… Se eu apenas pudesse ter alguma maneira que pudesse contar às pessoas o que era aquilo, ou o que era o sentido daquilo. Não é simplesmente como se assentar ali querendo regozijar. É algo que cada nervo em você simplesmente… Está além do espanto; está além do medo; é uma Santa reverência de… Simplesmente não há meio de explicar. Até mesmo minhas costas inteiras, minha espinha de cima a baixo, através de meus dedos, de cima a baixo, em meus pés e dedões, todo o meu ser estava simplesmente dormente. Vêem, simplesmente como se você estivesse fora do mundo em algum lugar. E isto estava me deixando gradualmente, e eu disse ao Senhor, “Me permitirás simplesmente saber, oh Deus”.
30 Eu penso que a força mais similar que me veio foi quando estive em Zurich, Suíça, aquele tempo quando Ele me mostrou a Águia Alemã observando o cavaleiro Inglês descer para a África. Ele disse, “Todos tem pecado e tem perdido a glória”.
31 E eu estava gritando ao Senhor para me ajudar. Eu queria que Ele me desse a interpretação, porque eu gostaria de saber se significava… se significava que eu estava indo embora – eu ia ser morto. E se fosse, eu não diria nada à família sobre isto. Se é meu tempo de ir para Casa, eu simplesmente irei para Casa, é tudo isto. Porém se é isto que significa, eu não queria dizer à família. Eu não queria que eles soubessem nada sobre isto; simplesmente deixasse acontecer, e aquilo seria tudo isto.
32 Agora, eu disse, “Senhor me ajude. Eu não quero dizer à família se Tu estás… se esta é minha chamada para Casa. Estarei indo”. Vê você. E eu disse… você sabe… Você diz, “Por que você não pensou sobre o que disse na visão – o que a visão disse?” Porém você não pode pensar em coisas como aquelas então. Eu não posso de maneira alguma.
33 E eu pensei… simplesmente atordoado, perturbado. Você não sabe como pensar; você não pode pensar. Então eu disse, “Pai Celestial, se aquilo significa que uma explosão vai me levar, permita-me saber agora, assim sendo não direi nada sobre isto. Permita Tua glória e poder descer sobre mim novamente, e me levantar novamente, ou permita Tua glória descer sobre mim e então saberei que isto significa aquilo; e então posso manter isto comigo”. E nada aconteceu. Então eu disse, “Então Senhor, se isto significa que Tu vais enviar Teu mensageiro para minha comissão, então permita Teu poder descer novamente”. E parecia que ia me tirar do quarto.
34 Então, voltei a mim com minha Bíblia em minha mão, e pedindo a Deus para ajudar-me; e quando o fiz, Ele me mostrou algo nas Escrituras – referindo bem a isto. Bem ali. E eu pensei, “Poderia aquilo atualmente ser que… Como fiz aquilo?” E oh, eu não posso explicar estas coisas, gente. Está além de qualquer coisa sobre a qual sei.
35 Minha esposa é uma mulher muito singular; uma das melhores do mundo. Porém por um momento não disse nada sobre isto; segui em frente. Ela sabia que algo havia sucedido. Então, quando lhe contei, ela disse, “Você sabe Bill, eu te vejo e te ouço em muitas daquelas coisas. Você sabe que creio em você com todo meu coração”. Ela disse, “Porém aquilo realmente tem algo”. Isto parece que simplesmente me sacudiu.
36 “Aquela explosão, e a vinda veloz daqueles Anjos, daquela maneira. Cinco deles juntos em uma constelação. Como… parecido com aquela pirâmide desenhada aqui. Parecia ser… Primeiro parecia, espécie de um… na distância, parecia como que da cor de pombas. E elas estavam vindo deste lado. E eles pareciam um, dois, três, quatro, e então um bem no topo, fazendo cinco. E eles vieram em tal velocidade. Não há nada – nenhum jato, nada mais – pode se comparar com aquilo.
37 Eu posso simplesmente vê-los: suas cabeças como que inclinadas para um lado e as asas pontiagudas para trás, bem armados, e aqui vem eles. Oh! [O Irmão Branham assobia para descrição – Ed.] daquela maneira. Simplesmente desceu e me levou bem dentro desta pirâmide de uma constelação deles. Eu vi que estava acima do chão. Pensei que talvez… Eu ouvi bem à distância aquele ruído. “Whoom” – com um avião quando cruza a barreira de som. Vocês o tem ouvido acontecer daquela maneira – simplesmente como um ruído distante.
38 Eu pensei, “Isto deve significar agora, quando esta visão me deixar que serei morto por uma explosão, ou algo”. Eu pensei, “Aqui estou. Estou levantado. Eles estão aqui em algum lugar. Estou nesta pirâmide de anjos aqui, porém não sei. Talvez o Senhor esteja vindo para me levar para Casa”.
39 Então ouvi José ali em baixo dizendo, “Papai?”
40 Eu pensei, “Não, se fosse isto, o teria levado também”.
41 Então algo disse, “Você…” Recordem, estou esperando, velando por uma mensagem que sempre busquei a – algo.
42 Na visão outro dia, vocês sabem como estive aqui a não muito atras contando sobre o que ia acontecer; como estava pregando do sol neste lugar, e então ele disse, “Agora recordem, o segundo clímax ainda está por vir”. E eu pensei, “Será uma mensagem”. Recordam minha mensagem aqui? A abertura daquela “Pedra de Coroa” onde aquelas Sete Vozes e Selos não estão nem mesmo escritas na Palavra de Deus. Recordam? E isto me levou para dentro daquela pirâmide. E Junior Jackson, (se você está aqui) aquele sonho que você me deu a não muito tempo atras – não o contarei nesta manhã – você estava tão… Deus foi tão perfeitamente … Perdoe-me por não ter lhe dado a interpretação, porque tenho visto algo se movendo.
43 J.T. – a mesma coisa. Vêem. E eu sabia aquilo. Irmã Collins – exatamente a mesma. E seis daqueles conduzindo exatamente à mesma coisa, e então e a visão que lhes contei todos estes anos atras – aconteceu bem outro dia (que aconteceria). E ali está colocado bem… tudo colocado bem ali fora. É simplesmente algo movendo. Eu não sei o que é. Deus me ajude, é minha oração. Oremos.
44 Pai Celestial, somos simplesmente mortais. E aqui estamos de pé nesta manhã, e Senhor, eu… Tu me enviaste para conduzir este pequeno rebanho e esta igreja, e estou em meu fim; não sei de que maneira, o que, onde, está vindo, porém sei esta única coisa: que Tu disseste que farias todas as coisas contribuírem para o bem daqueles que Te amam e são chamados de acordo com Teu propósito.
45 Eu oro a Ti, Deus, que Tua grande mão de Misericórdia seja sobre nós. Verdadeiramente sabemos que Tu és Deus. E sabemos que Tu não és o que viveu nos dias passados, porém Tu ainda vives hoje. Tu sempre foste Deus. Tu sempre serás Deus. Tu eras Deus antes do tempo, e Tu serás Deus quando não houver mais tempo. Tu ainda serás Deus. E estamos em Tuas mãos, Senhor. Somos simplesmente barro, e Tu és o Moldador, o Oleiro. Molde nossas vidas, Senhor, na maneira que obterá o melhor serviço para Te honrar. Conceda isto, Pai. Estamos simplesmente em Tuas mãos.
46 Não temos nenhuma maneira de trazer-nos aqui, ou não sabemos como devemos sair. Porém Senhor, Tu nos dás vida e Tu tens… Temos Te devolvido nossas vidas, e assim sendo, Tu tens nos dado em troca a Vida Eterna. Nossa fé respira aquilo dentro de nosso ser. E Te amamos por isto, porque sabemos que algum dia O veremos, e Tu estarás em Tua glória, e olharemos para Ele; e anelamos ouvir aquelas palavras, “Bem feito servo bom e fiel. Entra no gozo do Senhor que tem sido preparado para ti desde a fundação do mundo”.
47 Até aquela hora, oh, Deus, quando todos nos encontrarmos, conduze-nos. Somos Teus servos, e pedimos perdão pelos nossos pecados.
48 Estas visões poderosas, Senhor, são muito para Teu servo. Eu não sei o que fazer. Eu simplesmente sei que elas vem. E eu posso dizer apenas o que vi e o que foi dito. E às vezes me assusta, Senhor. E eu gostaria de saber o que fazer. Então eu tomo a Bíblia e leio ali como Isaias deve ter se sentido naquele dia no templo quando ele viu aqueles Anjos com asas sobre seus pés. Não é de admirar que ele gritou, “Ai de mim! Pois meus olhos tem visto a glória do Senhor”. E foi então que o profeta gritou – depois de haver sido limpo no templo, quando o Anjo pegou a tenaz e tomou uma brasa e tocou seus lábios, depois que ele confessou que era um homem de lábios impuros, e vivendo com… entre pessoas impuras. Ainda ele era um profeta. O Anjo tomou a tenaz e colocou a brasa em seus lábios, e o limpou e disse, “Agora vá profetizar”.
49 Senhor Deus… Isaias gritou, “Aqui estou, Senhor, envia-me -“ Quando Ele disse, “Quem irá por nós” – por aquela geração adúltera e pecaminosa.
50 Oh, Deus, permita repetir novamente! Permita vir novamente, oh, Senhor! Envia o Espírito Santo com fogo limpador. Pois confesso que sou de lábios impuros, e vivo nesta terra aqui com pessoas impuras. E somos impuros em Tua visão, Senhor, porém oh, envia o poder limpador – o Espírito Santo. Limpa-nos, oh Senhor. Limpa Teu servo, Senhor. Então fala, Senhor! Teu servo está ouvindo. Estou anelando ouvir aquela Voz. Sou Teu. Usa-me, Senhor, como convém, enquanto me ponho sobre Teu altar. Permita que o Espírito Santo me limpe, Senhor, e unja e envie, Senhor; se queres que alguém vá; se esta é a hora, e estes é o tempo.
51 Eu não sei, Senhor. Simplesmente sei que tenho visto aqueles Anjos. E Tu conheces aquelas coisas a serem exatamente a verdade. E eu oro, Senhor, ai de mim, então ajuda-me.
52 Agora, abençoe este povo e estamos aqui hoje bem antes da véspera deste tempo de celebração do nascimento de nosso Senhor. Oramos que Tu nos ajude; e nesta manhã Teu servo, nosso Irmão Neville, havia sentido que talvez seria um tempo em que ele deveria descansar por uns poucos momentos, e talvez eu deva falar. Eu oro que Tu me ajudes agora. Há aqueles aqui, Senhor… Todos nós estamos necessitando de Ti, então oramos que Tu nos abençoe enquanto lemos Tua Palavra e meditamos por um pouco de tempo. Permita que Teu Espírito venha sobre nós, Senhor. E limpa-nos e mantenha-nos em fogo com o Espírito Santo, com a mensagem de Deus, fresca do altar para sacudir um mundo moribundo, antes da aproximação do grande Deus Eterno. Pois pedimos no Nome de Jesus, Seu Filho querido, e nosso Salvador. Amém.
53 Agora, desejo chamar sua atenção à alguma Escritura aqui e umas poucas notas que tenho rascunhado. E eu creio que Doc ou Billy (um deles) me disse que queria soltar um pouco mais cedo por causa das crianças. (Eles conseguiram alguns presentes para elas.)
54 Vocês pequenos companheiros que simplesmente tem saído da escola dominical, vocês simplesmente esperem um pouquinho. O que dizemos daqui pode ser um pouco profundo para você, porém você simplesmente se assente calmamente com Mamãe e Papai por uns poucos minutos. Eu quero falar com eles.
55 Agora em Salmos – o Salmo 89 – eu quero ler um versículo ou dois, do Salmo 89. Tentarei ler os versículos 50, 51 e 52 do Salmo 89.
56 Agora, pode você ouvir bem ai atras? [O Irmão Branham ajusta os microfones – Ed.]
57 Agora, eu não sei se eles vão gravar isto ou não. É simplesmente como que um acontecimento inesperado nesta manhã; porém não esqueça agora, tenha todos os seus amigos… E eu quero que vocês estejam seguros que pelo menos tentarão vir na próxima reunião de domingo. Eles em breve terão a igreja terminada aqui fora, suponho, e estarei de volta então para isto… Pregar aqueles Sete Selos, se for da vontade de Deus, da Escritura.
58 No Livro de Salmos, o capítulo 89, começando com o 51°. Ouçam atentamente a leitura da Palavra agora.
Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos; e de como trago no meu peito o escárnio de todos os povos poderosos;
Com o qual, Senhor, os teus inimigos tem difamado, com o qual tem difamado as pisadas do teu ungido.
Bendito seja o Senhor para sempre. Amém e Amém.
Salmo 89: 50-52
59 Eu gostaria de falar à vocês por uns poucos momentos em… eu quero que marquem aquilo primeiro, e leiam bem aquilo mais vezes. Talvez isto renda lendo novamente bem agora. Ouçam atentamente agora.
Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos; e de como trago no meu peito o escárnio de todos os povos poderosos;
Com o qual, Senhor, os teus inimigos tem difamado, com o qual tem difamado as pisadas do teu ungido.
Bendito seja o Senhor para sempre. Amém e Amém.
Salmo 89: 50-52
60 Estude atentamente enquanto Davi fala. Eu quero usar por um tema… É muito estranho, um tema de Natal novamente, porém como preguei no domingo passado em um tema estranho (esqueci o que era agora). Era! A Queda do mundo. Agora, eu quero usar por um tema este domingo, A Reprovação por Causa da Palavra. Agora deixe-me repetir isto bem novamente – A Reprovação por Causa da Palavra.
61 Deus tem um tempo e uma razão para aquele tempo para cumprir todas as Suas obras. Deus sabe exatamente o que vai fazer. Nós não sabemos. Nós simplesmente temos que receber isto como Ele nos entrega, porém Ele sabe, não há nada que vá errado com o que Ele tem planejado. Tudo tem que acontecer. Tem que haver tempos tempestuosos e coisas difíceis para trazer a verdadeira natureza do objeto.
62 Você sabe, a chuva nasce em um recortado, tempestuoso, céu trovejoso de raios estridentes. E se não tivéssemos chuva, não viveríamos. Porém vê você o que isto toma para trazer chuva? Trovão, raio, relâmpago, fúria; e daquilo vem chuva.
63 Uma semente tem que morrer, apodrecer, corromper, feder, e voltar para o pó da terra, para trazer nova vida.
64 Isto toma a lapidação do ouro, revirado, para trás e para frente, e lapidado até que todo cascão tenha sido tirado. Não porque ele brilha, porque a pirita de ferro (que é conhecida como o ouro dos tolos) brilha como o verdadeiro ouro; porém coloque os dois juntos… Você os coloca separados – você dificilmente os separará; porém ponha-os juntos – você pode dizer. E o batedor sempre tem que bater até que veja sua própria imagem refletida no ouro.
65 E Deus estabelece um tempo e tem um propósito para tudo que Ele faz. Não há nada que aconteça acidentalmente àqueles que amam ao Senhor, e são chamados de acordo com Seu chamado. Vêem? Somos predestinados. E todas as coisas trabalham exatamente por aquilo; porque Ele não pode mentir, e Ele disse que era tão – que todas as coisas tem seu tempo, sua estação, e tem seus meios; e Deus está atras de cada movimento. E às vezes você pensa que tudo está indo errado. Cabe à nós. Aquelas coisas são postas sobre nós – provas e surpresa. São provas, para ver como reagiremos em uma ação.
66 Algum tempo atras, em cima em Vermont, o Irmão Fred e eu subimos na costa de Nova York, através do Lago Champlain. E tínhamos que subir na costa de Nova York, e eu subi em uma montanha onde aquele… sobre a Montanha Hurricane, onde costumava caçar. E ali recordei de quando estava perdido, e como Deus me dirigiu de volta – simplesmente pelo Espírito Santo sozinho através de uma tempestade que… Eu teria morrido, perecido, e o mesmo aconteceria a minha esposa e Billy que estavam embaixo em um pequeno acampamento milhas adiante. E eu estava fora.
67 Havia somente um pouco de neve que nós puxamos para entrar no acampamento no começo da Primavera. Eu estava de pé lá falando com o Irmão Fred, e o Espírito Santo disse, “Aparta-te”, e saí a um arbusto bem perto e ele me disse, “Há uma armadilha preparada para você. Tenha cuidado, agora”. Porém Ele não me disse como nem o que.
68 Eu voltei e disse ao Irmão Fred. Fui à igreja naquela noite no auditório e anunciei às pessoas, e na noite seguinte aconteceu. E então de pé ali quando Ele me falou de alguns zombadores. Ele disse, “Está em suas mãos. Faça com eles; o que você disser acontecerá exatamente agora”.
69 Ali está você. Por alguém irreverente, incrédulo; e eles estavam ridicularizando e zombando nas reuniões – um homem e uma mulher jovens. E ele estava tentando… fazer amor vulgarmente… com ela no edifício, e a atenção de todos enquanto eu estava tentando pregar… e puxava sua cabeça para trás e subia em seu colo, e puxava sua cabeça para trás e tentava beijá-la, e seguiam assim nas reuniões – chamando atenção.
70 E o Espírito Santo disse agora, “Eles estão em suas mãos. O que você fará com eles?” Houve um silêncio Santo. Todos ficaram extremamente quietos. E eu pensei, “Oh, que devo eu fazer?”
71 Então me lembrei, aconteceu no aviso do Espírito Santo dois dias antes. Eu disse, “Eu os perdôo”.
72 Agora, aquilo era o que Ele queria que eu dissesse. Vêem, porque alem de tudo, tenho sido culpado – talvez não daquilo – porém culpado. E culpado do mínimo é culpado do máximo. Então eu disse, “Eu os perdôo”. E há testemunhas assentadas aqui agora que estavam lá então. Então o Espírito Santo desceu.
73 Agora, você vê que creio que todas estas coisas tem um significado. O que você faria com o poder? Como você veria a reação de uma ação. Algo que vem como um ato, então como você reage àquela ação? Você entende o que quero dizer? O que você faria? E talvez tudo isto tem contribuído para onde estamos agora. Eu não sei. Eu simplesmente não posso dizer.
74 Porém sempre tem havido alguma maneira… e recordem que a reprovação da Palavra era… A Palavra tem sempre carregado uma reprovação. Através das eras a ungida Palavra de Deus tem sempre sido reprovada, e esta é a razão pela qual é tão difícil para as pessoas que não entendem – saberem como receber aquela reprovação.
75 Pode você recordar dos discípulos retornando e regozijando porque eles fizeram idéia de que eram considerados dignos de suportar a reprovação de Seu nome? Ele disse, “Todos os que vivem piamente em Cristo padecerão perseguição”. – a reprovação da Palavra.
76 Você sempre tem que suportar esta reprovação para obter uma prova. Para ver, todo homem que vem à Cristo deve primeiro ser treinado para o propósito que Deus tem ordenado para você. E recordem, se você simplesmente se mantiver quieto! Recordem, se Ele te chamou para isto, não há nada que possa impedir que aconteça. Não há suficientes diabos em tormento, porém a Palavra de Deus será manifesta. Você nasce para um propósito. Ninguém pode tomar seu lugar. Você deve ter personificadores e tudo mais, porém eles nunca tomarão seu lugar. A Palavra de Deus triunfará. Ela não pode falhar.
77 Ali é onde todo Cristão deve permanecer. Sabendo que lutas virão, e parecem de todas as maneiras para você; porém recorde, Deus tem um propósito, e tudo irá bem.
78 Agora, vamos simplesmente retratar uns poucos eventos da Palavra de Deus sendo cumprida, e aqueles que “carregaram” a Palavra em sua era.
79 Eu senti no Espírito, há não muito atras, que alguém estava criticando – deve ter sido na fita – sempre referindo muito… voltar e tomar tipos da Bíblia no que estou falando. Bem, eu faço aquilo por um propósito. A Bíblia disse que estas coisas estão escritas que devemos olhar para elas, e esta é a única maneira… sem uma educação, a única maneira que posso fazer é me referir e dizer, “Você vê onde isto está e o que aconteceu por isto; onde este outro tomou lugar. E então você simplesmente se coloca ali.
80 Como eu estava pregando há não muito tempo atras sobre o garotinho no navio, você sabe, e o velho capitão estava morrendo – ele estava doente. Ele perguntou se não havia uma Bíblia à bordo. E eles apanharam o garotinho que tinha a Bíblia, e ele veio e leu Isaias 53:5. “Ele foi ferido pelas nossas transgressões. Ele foi moído pela nossa iniquidade”. Ele disse, “Deixe-me lhe dizer, Capitão, como minha mãe costumava ler isto”. Aqui está a maneira que ela escreveu. ‘Ele foi ferido pela iniquidade de Willy Pruitt; e Ele foi castigado por Willy Pruitt, e todas estas coisas que Ele tem feito foi por Willy Pruitt.’” (Aquele era seu nome.)
81 O velho capitão disse, “Eu gosto daquilo. Poderia você ler meu nome nisto?”
82 Ele disse, “Eu tentarei”. E ele disse, “Ele foi ferido pelas transgressões de John Quartz. Ele foi moído pela iniquidade de John Quartz, e com Suas feridas John Quartz foi curado”.
Ele disse, “Eu o vejo!” E o Senhor o curou.
83 Vêem, leia seu nome nisto. Ele foi ferido pelas transgressões de William Branham. Ele foi moído pela iniquidade de William Branham. Ele fez aquilo por mim. E Ele fez aquilo por você. Leia seu nome ali.
84 Esta é a maneira pela qual gosto de trazer as Escrituras à meu povo – é o que Ele fez por alguém mais que O obedeceu; o que Ele fez à alguém mais que era verdadeiro à causa; e o que Ele fez por alguém mais que não era verdadeiro à causa, então você lê seu nome nisto. Se você estivesse lá, que posição você teria tomado? E recordem, você tem o privilégio hoje para tomar o mesmo tipo de posição.
85 Quando Noé, na reprovação da Palavra que Deus falou à ele. Noé – havia uma reprovação. Noé viveu em uma era científica, onde havia um empreendimento científico que eles estavam aptos a manufaturar que estava além de qualquer coisa que temos manufaturado hoje. Eles eram melhores, mais inteligentes. Suas ciências, bem mais avançadas que as nossas. E simplesmente recordem, ele teve que suportar a reprovação da Palavra que ele pregou por 120 anos na face dos escarnecedores. Os grandes meios científicos provaram a eles que não havia chuva nos céus; porém ainda Noé havia ouvido a Palavra do Senhor, e Ela era contrária à concepção deles. Então antes que sua vida pudesse ser salva, ele deveria permanecer na fé e carregar uma reprovação, pela qual estes escarnecedores o reprovaram.
86 Oh, não resta dúvida de que eles sentiram muito pelo pobre velho pregador. Eles não o colocaram pra fora, ou qualquer coisa, porque talvez não haviam muitas casas daquele tipo naquele dia. Ele era inofensivo. Ele não ia ferir ninguém, então eles simplesmente o deixaram sozinho. “Siga em frente, velho fanático ali em cima no lado da colina, construindo um navio ali fora onde não há água. Oh, o pobre velho companheiro”. Porém eles estavam dizendo, “Onde você vai obter sua água para flutuar seu barco, Noé?”
“Descerá dos Céus”.
“Não tem sentido, podemos atingir a lua e as estrelas com radar”. (ou o que quer que eles tinham) “Não há nenhuma chuva lá em cima”.
87 Ele disse, “Porém Deus disse que colocaria alguma lá em cima”.
“Como Ele o fará?”
“Isto é com Ele. A única coisa que estou suposto a fazer é avisar vocês para saírem daqui”.
88 Simplesmente o mesmo agora “De onde está vindo o fogo?” Irmão, é um pouco mais simples hoje do que o foi no tempo de Noé. Nós já vimos onde está. Simplesmente pronto para cortar, isto é tudo. A Ciência já tem… Não há nenhuma desculpa neste tempo, porque a ciência já tem encontrado isto. Sim, senhor.
89 Então agora encontramos que era realmente uma coisa. Então eles sentiram muito pelo pobre velho pregador, e simplesmente o deixaram ir. Era uma coisa estranha, talvez para aquelas pessoas que pensavam que um homem estava… [interferência na fita – Ed.] Deus, o Criador dos céus e da terra, faria algo, ou diria algo que Ele ia fazer, que era contrário à sua maneira de pensar. O que eles tinham… Talvez você não o pegou. Olhe, eles pensaram que podiam provar toda coisa natural por sua ciência. Se aquele não é um tipo do mundo no qual estamos vivendo hoje – um intelectual, educação, nenhum… mundo cheio de ciência. E qualquer coisa se eles pudessem provar que estava errado… Não, Deus poderia falar qualquer coisa que… poderia ser cientificamente provada que não estava ali.
90 Agora, eles tem a mesma idéia hoje. Se seu doutor disse que você tem câncer e tem que morrer, e a ciência provou que você tem câncer, e está num estágio avançado; é tolice pensar qualquer coisa diferente, porque você vai morrer. Isto é tudo. A ciência diz que você vai morrer. Eles tem te examinado, e isto é tudo. Você vai morrer. E eles pensam que é loucura se você tentar dizer que Deus prometeu fazer isto.
91 Vêem, como foi, você tem que suportar aquela reprovação. E eles dizem se o doutor diz aqui, “Examinamos, e o câncer está avançado. Nós te abrimos, e está em todo o seu corpo, através de seu coração, através de seus pulmões, através de seu fígado, por toda parte. É impossível. Então você vê quando você diz, “Porém… ele viverá de qualquer maneira”.
Eles dizem, “Bem, pobre companheiro. Simplesmente deixem-no”.
92 Eu recordo a noite, Bill Hall; o Irmão Hall ali embaixo na Igreja de Milltown. Muitos de vocês recordam o caso, e quando eles me chamaram. Minha esposa, minha sogra e eu saímos aqui. Ele se casou com uma garota que era uma irmã, eu creio que George Copp, o prefeito da cidade, ou juiz aqui. Seu… aquele era seu cunhado. Eles o trouxeram aqui em cima para morrer. O doutor em Milltown, o doutor em Nova Albany, diagnosticou seu caso como câncer no fígado. Então, eu desci para ver a Sra. Hall, e ele havia contraído icterícia, e estava todo amarelo. Eu disse, “Bem, suponho que ele vai morrer”.
93 Ela disse, “Irmão Bill, há algum meio que…, pode você ouvir de Deus?”
94 Eu disse, “Eu não sei, Irmã Hall. Posso orar”. Eu orei, e voltei para casa e o Senhor não me disse nada. Então voltei no dia seguinte e orei novamente.
Ela disse, “Você conhece algum bom médico?”
95 Eu disse, “Bem, o médico de nossa família é o Doutor Sam Adair aqui embaixo em Jeffersonville. Seu pai foi o médico de nossa família. O jovem Sam e eu temos sempre sido amigos do peito, e fomos para a escola ao mesmo tempo e crescemos juntos. Nós sempre vamos à ele, quando algo está errado.
96 Ela disse, “Será que ele viria e examinaria Bill Hall?” (seu esposo).
Eu disse, “Eu lhe pedirei”.
97 Sam me disse, ele disse, “Billy, se o médico disse que ele tinha câncer,” ele disse, “Há somente uma coisa para eu fazer. Eu o enviarei à alguém que é mais inteligente que eu, à um especialista, e tiraremos os raios-x, e não o colocaremos em mais nenhum problema”.
98 Nós o enviamos à Nova Albany para pegar os raios-x com o doutor ali embaixo. O levamos às Louisville e o examinaram; o levamos em uma ambulância e o trouxemos de volta.
99 Bem, é lógico, ele não diria à Sra. Hall qual era seu problema, então me chamou. Ele disse, “Ele vai morrer; você é um amigo pregador. O especialista em Louisville acabou de me telefonar e disse que o diagnóstico que os médicos deram em Milltown e em Nova Albany, deu a forma correta de diagnóstico”. E ele disse, “É câncer no fígado, e está avançado; e Billy, não podemos cortar fora o fígado do homem e ele viver”. Ele disse, “Ele vai morrer, e se ele é um pregador, ele deve estar pronto.”
100 E então eu disse, “Esta não é a questão, porém ele não tem mais que cinqüenta e cinco anos, então ele ainda tem abundante vida em si para pregar”. E eu disse, “Bem, se ele vai morrer, aquilo estabelece isto então. Obrigado, Doutor Sam”.
101 E eu saí e chamei a Sra. Hall e lhe falei. Eu disse, “Sra. Hall, Sam disse que o diagnóstico de Louisville ali foi o mesmo que o de Nova Albany e Milltown; o homem está morrendo. O Irmão Hall vai morrer. Ele tem câncer no fígado e está avançado”.
102 E então, ela começou a chorar. Eu me virei e orei com ele, e ele estava tão fora de si então que não sabia que eu estava no quarto. Então eu voltei, e muitas pessoas vieram à casa naqueles dias. Não havia mais ninguém no campo, e não havia contaminado tanto, e as pessoas estava vindo de todas as partes.
103 Eu queria descansar um pouco, então devagarinho levantei cedo, por volta das 2:30 ou 3:00 horas e o Irmão Wood ainda não havia passado. E olhei para a passagem, e não havia ninguém ali fora; então apanhei meu velho chapéu e escorreguei para o pequeno gabinete de trabalho e apanhei meu rifle 22, e eu ia sair e caçar esquilos até por volta das 8 horas e então deitar sob uma árvore em algum lugar e tirar uma soneca. Você não conseguiria isto ao redor de casa.
104 Apanhei meu chapéu e comecei a cruzar a sala. Pendurada na parede estava uma maçã. E era a maçã mais contaminada. Ela estava bichada, e estava cheia de nós. Ela estava toda coberta de crostas. E eu pensei, “Para que Meda pendurou aquilo na parece?” E eu observei novamente, e não estava na parede; estava suspensa no ar. Eu balancei meu velho chapéu, me pus bem no canto, caí de joelhos; eu disse, “Senhor, o que queres que Teu servo saiba?”
105 Desceu outra; desceu outra, até cerca de quatro ou cinco maçãs (me esqueci agora quantas eram) suspensas ali. Então uma grande e linda maçã, rajada; simplesmente uma grande maçã de aparência saudável desceu e comeu aquelas outras maçãs com aparência de carniça. E Ele disse, “Levante. Ponha-se sobre seus pés. Vá diga à Bill Hall que ele não vai morrer; ele vai viver!”
106 Oh, eu corri simplesmente tão rápido quanto pude e disse, “Sra. Hall, eu obtive o Assim Diz o Senhor. Ele vai viver”. E ele me ouviu, e começou a gritar, e não podia falar mais.
107 Eu voltei e chamei Sam. Eu disse, “Sam, nosso irmão vai viver”.
Ele disse, “Como pode ele viver daquela maneira?”
108 Eu disse, “Isto não é para eu imaginar. Deus disse assim; aquilo estabelece isto!”
109 Ele está vivendo hoje. Isto foi cerca de dez anos atras. Simplesmente forte e saudável. Sua esposa está morta desde então; ele tem se casado novamente. Como isto acontecerá à George Wright e muitos como dizemos que poderíamos chamar. O que é isto? É para suportar a reprovação. Eles riem e ridicularizam.
110 Eu recordo quando antes da inundação de 37. Eu fiquei ali com a Fall City Transfering Company, e estava lhes falando que ali haveriam trinta e dois pés de água (eu creio que era) na Rua Spring. Eles riram de mim. Eles disseram, “Pobre Billy, eu creio que ele… aquela criança…” (eu era apenas um garoto então). Ele disse, “Billy é uma boa criança. É uma vergonha que tenha confundido tudo”. Eu não estava confundido! Tenho sido batizado; não confundido. Eu estava simplesmente dentro e aconteceu simplesmente daquela maneira.
111 Desde que comecei falar, tenho notado a Irmã Hattie Wright, eu creio, assentada ali atras. Ela recorda aquele caso sobre Bill Hall. Quantos estão presentes aqui nesta manhã que recordam o caso? Oh que coisa! Seguro, há muitos de vocês.
112 Agora, eles sentem muito por nós, sentem muito por qualquer pessoa que tenta agarrar a Palavra nos dias dos escarnecedores, porém recordem, a reprovação deve vir. Tem sempre sido daquela maneira. Eles devem ter pensado, como o fizeram então, que Deus (depois que nada havia sido provado cientificamente) que Deus não falaria nada que fosse contra a ciência. Isto é o que faz d’Ele Deus! Se Ele simplesmente houvesse ido de acordo com a ciência, então não haveria mais nada que o homem pudesse concluir, mas Ele é Deus! Ele é um Criador de Ciência. Ele pode fazer o que deseja.
113 Eles devem ter pensado, “Pobre velho Noé! Bem, deixem o velho companheiro sozinho. Ele está perdendo todo o divertimento que estamos tendo nestes dias, então simplesmente deixem-no sozinho”. É mais ou menos o mesmo agora.
114 Porém, agora, eu quero dizer outra coisa bem aqui. Agora, olhamos para trás e admiramos sua fé. Porém queria saber se vivêssemos naquele dia, tomaríamos a mesma posição que Noé tomou? Estaríamos aptos e dispostos a suportar a reprovação que seguiu com a Verdade? Quando de todos os milhares que haviam no mundo então, havia somente Noé e sua família que permaneceram por aquela Verdade! Você pensou nisto? Somente aquele homem e seus três filhos, e suas noras, e sua esposa eram os únicos que permaneceram por aquela Verdade, porém eles tinham o Assim Diz o Senhor. Nós olhamos para trás e o admiramos.
115 Poderíamos pensar novamente? (Eu tenho que me apressar por causa destes presentes das crianças). Abraão – a palavra Abraão significa pai de muitos. Fez dele um pai de nações. Agora, Abraão ouviu a Palavra de Deus. Abraão era um profeta, e ele ouviu a Palavra de Deus, e admiramos Abraão por sua segurança na Palavra de Deus; como ele se separou de sua parentela. Quão difícil foi para Abraão! Ele foi levado ali em cima. Desceu de Babel e estava lá embaixo na Terra de Sinar, os Caldeus e a cidade de Ur, onde todas as suas associações, seu povo, e aqueles com quem ele ia à igreja, e tudo mais; porém Deus disse, “Separa-te”.
116 Oh, que coisa. Que coisa horrível era – deixar tudo que lhe era querido, tudo que lhe era real, que ele gostava; e Deus lhe disse, “Separa-te!” E lhe deu uma coisa muito estranha. “Você terá um bebê através de sua esposa”, e ele estava com setenta e cinco e ela com sessenta e cinco. Seus costumes haviam cessado por anos, os das mulheres que iam trazer filhos.
117 E aqui depois de viver com ela desde que ela era uma garota, (porque ela era sua meio-irmã) e então como poderia ele trazer aquela criança? E agora, poderia você imaginar Abraão saindo entre seus amigos e dizendo, “Nós vamos ter um bebê, Sara e eu”. Poderia você imaginar aquilo?
118 Ora, as pessoas disseram, “O pobre velho companheiro. Há algo errado com ele”.
119 É uma reprovação, porém Abraão segurou isto. E quando ele estava com 100 anos de idade, ele nunca duvidou da promessa de Deus. Ele continuou suportando a reprovação. Seguro, segurando nisto.
120 Você nota a diferença ali? Sara tentou dar à Abraão, ou mesmo à Deus, um pouquinho de ajuda por si mesma. Ela pensou você sabe que… outra maneira do que Deus havia prometido. “Agora você sabe, sou uma velha mulher, porém Agar aqui, é uma mulher bonita. Abraão não se importará de se casar com ela também. Então você sabe aquilo ajudará Deus. Aquilo ajudará Deus porque Agar aqui, ela tem provavelmente 20 anos de idade; ela é minha criada. E você sabe o que vou fazer? Eu a darei a meu esposo como esposa”. (porque a poligamia era legal). Então, ela disse, “Eu a darei, e ela terá um bebê pelo meu esposo; então eu tomarei o bebê, e aquele é o que Deus prometeu”.
121 Vê você, nós sempre tentamos fazer algo. Não podemos esperar por Ele. Temos que fazer algo por nós mesmo. Devia ter dado tudo certo. Ela deve ter sido gentil. Devia parecer muito bom, porém não estava de acordo com a Palavra. Deus disse à Abraão que o bebê viria por Sara.
122 Recordem o que Ele disse acerca do pequeno rebanho. “Estes sinais seguirão aos que crêem. Como foi nos dias de Noé assim será na vinda do Filho do homem, quando tão somente uns poucos, tão somente oito almas foram salvas. Aquelas palavras não podem falhar, assim sendo vamos nos observar atentamente e permanecer com a Palavra.
123 Correto. Vêem, as pessoas estão sempre tentando manufaturar algo para tomar o lugar da vontade criadora de Deus. Vê você, como sempre tenho dito e talvez ante a igreja, antes, você sabe, você não poderia pedir à ovelha, “Manufaturaria você um pouco de lã?” Não, ela não pode fazer aquilo. Agora uma cabra não pode manufaturar lã, porque sua natureza não deixará. Não importa o quanto você tente amarrar lã de ovelha em uma cabra, não funcionará. A cabra não pode manufaturar lã, e uma ovelha não manufatura pelo; porém ela tem lã porque ela é uma ovelha. Aquilo é que a faz; ela não manufatura.
124 Não estamos supostos a manufaturar os frutos do Espírito. Estamos supostos a carregar os frutos do Espírito. Uma macieira não manufatura maçãs; ela simplesmente as carrega, porque é uma macieira.
125 E nós tentamos manufaturar qualquer coisa – “Eu ajudarei a causa. Estudarei por dez anos no seminário. Aprenderei isto, aquilo, ou aquilo outro e obterei meu Bacharelado e meu grau de Doutor. Eu ajudarei o Senhor”. Não funcionará. Deus, por predestinação, chama quem Ele quer. Ele dá o Reino à quem Ele deseja dar.
126 Nós aprendemos aquilo por Nabucodonozor. Nós aprendemos aquilo por Jeremias, quando Deus lhe disse pela Palavra do Senhor que haveria um tempo em que Israel seria levado à Babilônia por sete anos. Aqui se levanta outro profeta; e ele já havia lhes falado e disse, “Vocês terão profetas que se levantarão, e vocês os terão lá embaixo na Babilônia que se levantarão, e sonhadores e profetas que profetizarão contrário a isto; porém diga ao povo para não ouvir àquelas pessoas!”
127 Ali vem um homem pelo nome de (um dos profetas) Ananias quando Jeremias estava de pé ali com um jugo em seu pescoço. Ali vem Ananias: “Assim Diz O Senhor, em dois anos todos os vasos do Senhor” – agora, fundamentalmente parecia muito bom – “Deus vai abençoar Seu povo; Ele vai trazer tudo de volta, exatamente, em dois anos”. E a Bíblia disse que até mesmo o profeta Jeremias disse, “Amém”.
128 “Amém, Ananias. Permita o Senhor que a tua palavra seja cumprida, porém deixe-nos pensar em algo, Ananias. Tem havido profetas antes de nos, e eles tem profetizado contra grandes nações de guerra e assim por diante; porém recorde, o profeta é conhecido depois que sua profecia tem sido manifesta”.
129 Então Ananias subiu, arrancou fora o jugo do pescoço de Jeremias, perante todos os sacerdotes na congregação, (talvez um milhão e meio de pessoas) e tomou aquele jugo que Deus havia posto sobre o pescoço de Jeremias como um sinal, o quebrou em pedaços, e o lançou a seus pés, simplesmente entusiasmado, e disse, “Assim Diz O Senhor, em dois anos eles estarão de volta”.
130 Jeremias simplesmente olhou para ele. Estava contrário à Palavra, então ele simplesmente se foi; e Deus disse, “Volte e diga-lhe que Eu nunca falei com ele”. Ele estava simplesmente entusiasmado. Ele tomou sua própria impressão. Vêem? Ele nunca esperou até que visse e soubesse que não era ele, porem Deus dizendo aquilo. Ele voltou todo entusiasmado.
131 Nós encontramos isto através do país hoje. Uma de nossas fitas estava sendo rodada recentemente em uma casa, onde um grupo de ministros que eram novos convertidos e estavam vindo para serem batizados no Nome de Jesus Cristo. E um homem se levantou na sala e falou em línguas e disse, “Assim Diz O Senhor: mantenham-se no que tem recebido. Simplesmente prossigam e Eu os abençoarei”.
132 E eles disseram, “Bem, se o Senhor disse isto, supomos que seja isto”.
133 Vê você, não é examinado com a Palavra. Você tem que tomar a Palavra primeiro. Ali está você. Estava contrário à Palavra.
134 Aqui volta Jeremias, aquele profeta ungido. Deus lhe disse, “Eu sei que Ananias quebrou o jugo de madeira que coloquei sobre teu pescoço, porém farei um de ferro”. Ele disse, “E todas estas nações que tem descido para servir Nabucodonozor, meu servo…” – e ele era um pagão, e Israel mantendo todo o seu sacrifício, porém eles não estavam… Vêem, Deus fez uma promessa de que Ele abençoaria, porém aquelas bênçãos estavam sob condição, e você tem que encontrar aquelas condições para fazer aquela obra.
135 Assentado pouco tempo atras com uma doce garotinha aqui. Primeiro busquei aquela família para ver se não havia nada errado. Deus curará, porém é sob condição. A única coisa que encontrei foi que a mãe receava que fosse errado tomar remédio, e eu disse, “Não pense nisto, Irmã; tire isto de sua mente. Vá em frente com a criança. Dê-lhe remédios. Deus te fará saber, vê”. Agora, mas a coisa é boa. Não. E então se é Assim Diz O Senhor – tudo bem.
136 Agora, encontramos aqui fora que estas pessoas – elas estavam tentando manufaturar algo [Agar e Sara] para ajudar Abraão – ajudar Deus a cumprir Sua promessa. Você não pode fazer aquilo. Não há nenhuma maneira de fazer isto. Está contra tudo. A Palavra de Deus acontecerá de qualquer maneira. Você tem que simplesmente permanecer bem na Palavra e dizer, “É desta maneira”, e guardar a Palavra.
137 Agora observe. Eles manufaturaram algo para tomar o lugar de Sua Palavra. Talvez os amigos de Abraão também, (se alguma vez notamos) talvez os amigos de Abraão vieram e disseram, “Bem, Pai das Nações, quantos filhos você tem agora?” (Quando ele tinha 100 anos). “Diga, Pai das Nações, Pai de Muitos, quantos filhos você tem agora?” Escarnecedores!
138 Agora, não tem visto você o tempo? Não o temos visto quando às vezes que oramos por algo, e não acontece? Aqui se assenta um velho homem, e eles dizem, “Ele é cego; ele é surdo; ele é mudo; ele está enfermo; ele tem feito isto. Desça e cure-o você curador divino; nós creremos”.
139 Dão-se eles conta que é o mesmo diabo que disse, “Desça da cruz, e eu crerei em ti”. “Torne estas pedras em pão, e eu crerei”. Vêem. Aquele mesmo diabo que atou uma venda nos olhos do Senhor, e o acertou, na cabeça com uma vara, e disse, “Agora, se és um profeta, diga-nos quem te acertou, e nós creremos em ti”.
140 Bem, você sabe que Ele sabia quem O tinha acertado. Ele poderia ter transformado aquelas pedras em pão, ou Ele poderia ter descido da cruz; porém o que seria de nós hoje se Ele tivesse feito isto? Vêem, eles não conhecem o programa de Deus. Você deve encontrar o que Deus tem prometido.
141 Agora, devo me apressar. Agora, eles devem ter dito, “Pai das Nações, nós te ouvimos dizer 25 anos atras que teria um filho por Sara, e dele viriam nações de povos. Simplesmente quantos filhos você tem à este tempo, Pai das Nações?” Aquele é o mesmo velho espírito crítico que criticaria. O que Abraão disse? Ele não titubeou na promessa por incredulidade!
142 “Por que você orou por tal e tal aqui, e eles não foram curados”. Aquilo não importa! Se eu orasse por 10.000 nesta noite e 10.000 morresse amanhã, amanhã à noite eu ainda estaria ungindo os enfermos e orando por eles. Deus disse assim. Isto não pára nenhum pouquinho. Deus o prometeu; eu creio nisto – certamente. Não faz nenhuma diferença o que eles dizem. Até… porém eles escarnecerão. Aquela é a reprovação por causa da Palavra. Abraão permanecendo na Palavra de Deus – finalmente Ela foi cumprida. Oh, que coisa!
143 Observe o “escárnio” da esterilidade, ser escarnecido pela reprovação da esterilidade, primeiro. Ela teve que suportar a reprovação de ser estéril por todos aqueles anos, (ela estava com quase 100 anos de idade; ela estava com 90) porém a Palavra de Deus que disse que ela seria também princesa, a mãe desta criança. E ela e Abraão estéreis – ambos os corpos tão bons quanto a morte – porém eles ainda não duvidaram nenhum pouquinho daquela Palavra! Porém tinham que suportar aquilo primeiro, e então (Aleluia!) Deus manteve Sua Palavra naquela hora escura! Isaque nasceu, e sua semente é como as areias do mar ou as estrelas do céu. Vêem, Deus sempre responde Sua Palavra. Sim, a esterilidade primeiro; então Isaque.
144 Zacarias e Isabel da mesma forma – aquele velho homem e velha mulher ainda seguros. Quando Zacarias subiu ali, e podia escrever em sua lousa, e disse, “Um anjo me encontrou; disse-me que eu traria um filho por Isabel, minha velha esposa aqui. Eu não posso falar mais; estou mudo, e estarei mudo até o dia em que o bebê nascer; porém está vindo um bebê, e ele será o profeta do Altíssimo. Ele introduzirá a Estrela da Manhã. Ele é um precursor do Messias”.
145 Como poderia ter sido? Alguns disseram, “Pobre velho companheiro. Oh calculo que ele tenha como que perdido um pouquinho de sua mente, você sabe. Há uma pequena coisa… Olhe para a velha Isabel ali fora, por volta dos 80, e olhe para Zacarias, bem velho e trêmulo, e então ele dirá tal coisa como aquela. Bem, pobre velho companheiro”. Porém ele tinha a Palavra do Senhor! Tal foi a reprovação que ela se escondeu por muitos dias, porém ele ficou com a Palavra. Oh que coisa!
146 Recusando popularidade; recusando opinião popular; recusando a política do dia e as modas e coisas de seus dias; eles recusaram. Eles recusaram andar com a multidão de incrédulos. Eles recusaram as coisas do mundo. Eles tiveram que fazer isto para ficar com a Palavra de Deus. Eles tiveram que fazer isto.
147 Assim é hoje. Você se separa de tudo exceto você e Deus. Não o que a igreja faz, mas o que você faz com Deus – você como um indivíduo.
148 Sim, porém veja o que Deus lhe deu. Quando Jesus Ele mesmo veio, Zacarias se tinha ido e Isabel também; porém quando seu filho veio ao deserto com o Assim Diz O Senhor, Jesus disse, “Entre os nascidos de homem e mulher não há maior que ele”. Amém! O que? Ela sofreu a reprovação da esterilidade. Ela permaneceu na Palavra e entregou tal filho.
149 Como Sara da velhice, como Abraão da velhice, o velho casal firmou-se nisto. Olhe, mais do que jamais havia nascido, como as areias do mar. Não há nenhuma raça de pessoas no mundo tão numerosa quanto os Judeus. Como as areias do mar ou as estrelas do céu.
150 O que aconteceu? Aconteceu na minoria. Uma criança! (Agora você vê onde estou indo). Uma criança! É tudo que tomou. Tomou uma criança para balançar as nações e apontar para o Messias. Tomou um obediente. Correto. Deus simplesmente precisa de um homem. É tudo que Ele precisa. Em algum lugar Ele pode ter uma Voz. É tudo que Ele quer – ter somente um homem em Seu controle. Oh, como Ele ama ter um homem!
151 Ele teve um Noé uma vez; Ele teve um Moisés uma vez; Ele teve um Jeremias; Ele teve um Elias; Ele teve um Eliseu; Ele teve um João; Ele teve um Sansão, tão logo Ele pode ter um homem em Seu controle, aquela é Sua Voz; Ele pode falar através disto; Ele pode condenar o mundo.
152 Oh que coisa, como Ele deseja e anela ter um homem em Seu controle. “Que eu possa falar com ele. Eu possa permitir que Minha Voz seja conhecida, se bem que ele suportará uma reprovação, porém farei Minha Voz conhecida”.
153 Oh sim, a esterilidade primeiro. Teve que ser estéril; teve que suportar a reprovação da esterilidade. Sara teve que suportar isto. Assim foi com Zacarias e Isabel tiveram que suportar isto.
154 Olhe hoje – agora, vou dizer algo – olhe hoje para as filhas da prostituta! Ela tem tomado as nações sob o regulamento político das denominações – a prostituta e suas filhas. Olhe que geração de denominações se levantou, e quão poucos são os justos! Não se preocupe! Permaneça com a Palavra.
155 Está tudo certo. Você pode ser escarnecido, chamado de Santo Rolador. Você pode ser chamado de qualquer classe de nome mau, porém permaneça bem ali. É a Palavra. A reprovação da Palavra; a coisa que eles dirão de você.
156 Um jovem companheiro – ele deve estar aqui esta manhã; ele é um amigo meu – Jim Pool, o jovem Jim. Seu povo… Lhe perguntaram outro dia… Bem, ele foi batizado aqui. Alguém lhe disse, “Se você for batizar-se em uma igreja, por que não procura uma grande igreja ou algo?” Vêem? Porém ele viu a luz. Foi isto. Vêem. “Mais são os filhos dos injustos, que dos justos”. Correto, quão poucos são os justos.
157 Olhe quão poucos haviam nos dias de Noé. Vêem? Olhe o que foi nos dias de Sodoma? Quão poucos são os justos. Quantos filhos a prostituta tem! Ela simplesmente traz filhos de qualquer velha maneira, porém eles são todos filhos bastardos. A prostituta traz prostituta. O cachorro traz cachorro. E o Cristo traz os ungidos! A Bíblia traz o justo. Então, temos que suportar o pensamento de sermos um grupinho. Que coisa graciosa é esta.
158 Olhe para a grande Igreja de Éfeso. Haviam somente doze nela. Olhe que grupo temos hoje – o lado deles! Haviam somente oito almas nos dias de Noé. Haviam somente cinco nos dias de Ló – quatro – Ló, sua esposa, e suas duas filhas; e ela se tornou um pilar de pedra, depois que ela saiu, por olhar para trás. Realmente três saíram naquele dia. Jesus disse, “Como foi naqueles dias…” Isto cabe à nós vigiar e ter cuidado.
159 Quão poucos são os justos. Porém desde que os escarnecedores devem reprovar, a estéril… suportar a reprovação da esterilidade primeiro. (Eu simplesmente devo me apressar. Não quero segurar estas crianças. Simplesmente me agüentem mais um pouquinho).
160 O homem é sempre o mesmo. Agora, vou dizer algo novamente, e eu quero vocês – e eu não sei se… sendo gravado ou não, mas se estiver na fita, eu quero que vocês me ouçam – vocês na fita. Não percam isto! Mas estudem isto! O homem, agora é como sempre tem sido. Ele está louvando a Deus pela que Ele tem feito, olhando para o que Ele fará, e ignorando o que Ele tem feito e está fazendo. Ele louva a Deus pelo que Ele tem feito; Ele olha para o que Ele fará; porém ignora o que Deus está fazendo, e então ele perde toda a coisa! (Espero que tenham pegado isto). Ignorando o que Ele está fazendo. Ele sabe o que Ele tem feito, e ele conhece a promessa que Ele fará, porém ele falha em ver o que Ele fará, porém ele falha em ver o que Ele está fazendo.
161 Oh, vocês Pentecostais, se não são exemplos daquilo! Vocês estão olhando para a frente por algo a acontecer, e isto já aconteceu bem sob vocês, e vocês não o sabem. “Quantas vezes Ele quis cobri-los, como a galinha cobre seus pintainhos, mas vocês não quiseram”. Vocês pensaram mais em suas tradições e denominações que em Sua Palavra e em Seu Espírito.
162 Que reprovação para Maria… (enquanto concluímos). Que reprovação para Maria e José por Sua Palavra. É tempo de Natal. (Eu planejava segurar só mais um pouquinho, mas vocês ouvirão muito disto no rádio, e entre seus pastores, e assim por diante). Que reprovação para Maria e José para segurar a Palavra de promessa de Deus. Recordem, agora, o desprezo que levantava uma sobrancelha quando viam a pequena Maria passar; viam José; “Você está se casando com uma prostituta!” E recorde, irmão, o adultério era morte naqueles dias. “Agora você a livra de ser morta. Ela tem que ser mãe por você”. Porém recordem, todo o tempo Deus estava tratando com eles; e era de acordo com a Palavra, e eles não sabiam.
163 “Uma virgem conceberá”. José sabia daquilo. Maria sabia daquilo, porque depois que a Palavra foi escrita, houve um Anjo falando com eles, vindicando, ou manifestando a própria Palavra que foi escrita, e que ia acontecer. Não sonhe agora, pense. O Espírito Santo desceu à terra. Ele nunca falou com toda a congregação. Ele falou com eles.
164 José olhou e antes que o Anjo o visitasse, ele disse, “Bem agora, eu a amo, porém sou um homem justo; não posso me casar com uma mulher como aquela”.
165 E o Anjo do Senhor lhe apareceu num sonho, e disse, “José, tu Filho de Davi, não temas em tomar para ti, Maria, tua esposa, pois o que nela tem sido gerado é do Espírito Santo”. Oh que coisa, que conforto!
166 E Maria em seu caminho para o poço – a pequena virgem com cerca de dezessete anos, ou dezoito, casada com um homem que havia sido casado antes e tinha quatro filhos – um homem velho. Ela o amava, e não sabia porque. E ele a amava, e não sabia porque. E aqui elas estavam indo para o poço para pegar um pouco de água, e estava estudando as coisas que ela… Ela estava pensando nas Escrituras, sem dúvida; e então uma Luz brilhou ante ela. Quando aquela Luz brilhou, ali estava de pé um Anjo.
167 Como deve ter se sentido Mariazinha? Você já pensou naquilo? Gostaria de saber se ela se sentiu assustada como eu ontem. “Salve Maria”. (Salve significa pare). “Preste atenção no que vou te dizer. Bendita é tu entre as mulheres, pois encontraste graça com Deus, e vais conceber um Filho – não conhecendo homem, porém vais ter um Filho; e sua prima Isabel, sendo velha também, tem também concebido e terá um filho, e estes sinais serão feitos”.
168 Ela disse, “Como será? A única coisa, eu não conheço um homem”.
169 Ele disse, “O Espírito Santo fará sombra sobre ti. Aquela Coisa Santa que nascerá em você será chamada Filho de Deus”.
170 Deixe os escarnecedores dizerem o que quiserem. Ela sabia disto! Ela sabia que aconteceria, porque Deus disse assim.
171 Agora, como ela deve ter se sentido naquele dia da dedicação, ou a vinda para a circuncisão do Bebê, quando ela estava subindo ali com este Bebezinho em seus braços daquela maneira, e todas as mulheres mantendo suas distâncias – todas com bons bordados para dedicar seus bebês e tê-los circuncidados, e quase todos puxando um cordeiro; porém ela tinha duas pombas – limpando para sua própria purificação. O Bebezinho, embrulhado em faixas, feitas do jugo das costas do pescoço de um boi. Jugo – o agasalho das costas de um boi. Aquilo era simplesmente faixa na manjedoura. Eles não tinham nada para Ele. Eles eram muito pobres. E ali ela permaneceu.
172 Não resta dúvida que todas as mulheres mantiveram suas distâncias da pequena virgem. Elas disseram, “Vê você, ela tem um filho ilegítimo”. Vejam como Deus faz com que as coisas pareçam tão radicais. Oh que coisa! Ele simplesmente puxa a lã sobre os olhos de Satanás. “Quão sujo! Adúltera – é o que ela é, ela é uma adultera.
173 Aquilo não parou as batidas do coração de Mariazinha. Eles mantiveram suas distâncias d’Ele; eles ainda estão fazendo a mesma coisa. O chamam agora de santo rolador, fanático, ou algo. Maria sabia de Quem era aquele Bebê. Ela simplesmente seguiu a mesma.
174 Mas, oh, não notaram eles, quando Simeão atras na sala – ele havia recebido a promessa; ele andou ao redor profetizando – ele disse, “O Senhor apareceu para mim”, e disse, “Eu não verei a morte… (E ele estava com oitenta e poucos então) Eu não verei a morte antes que veja a Sua salvação”.
175 “Oh Simeão, você é velho, filho. O velho companheiro como que tem isto em sua cabeça. Simplesmente deixem-no sozinho. Ele é inofensivo; ele não vai ferir ninguém”. Porém Simeão tinha a Palavra do Senhor. Ele disse, “Eu vi o Espírito de Deus descer sobre mim. Eu fiquei de pé e olhei para Ele, e Ele me disse, ‘Simeão, tu tens sido um homem justo e não irás… Eu farei de ti uma testemunha ali fora’”. É tudo.
“Para que farás isto, Senhor?”
176 “Isto é da Minha conta”. Minha opinião é que ele seguramente pode derramar a brasa neles naquele dia. Vocês tiveram uma testemunha! Por que não a ouviram?
177 Ali está a velha cega Ana assentada no templo orando. O Senhor lhe revelou “Simeão está certo”. Amém! Ela não podia ver a luz do dia do escuro, mas podia ver mais longe que muitas pessoas hoje que tem bons olhos. Ela viu no Espírito que a vinda do Messias estava a mão e o Espírito movendo em seu coração.
178 Vêem que igreja pequenina que havia? Zacarias, Isabel, Maria, João, Ana e Simeão – seis de milhões! Como nos dias de Noé; seis deles. Deus tratou com cada um deles. Eles estavam todos em harmonia. Eles todos receberam juntos. Amém!
179 Aqui estava o velho Simeão, aqui vem o Bebezinho no – ele nunca teria ouvido nada acerca disto. Aqui estava o Bebê, e então Simeão assentado em seu quarto, e o Espírito desceu sobre ele e disse, “Mova-te, Simeão”. Aqui ele saiu andando, não sabendo onde estava indo. Como Abraão, ele estava buscando algo, e não sabia onde estava, porém continuou se movendo. Pouco depois se deteve, e o Espírito Santo deve ter lhe dito, “Ali está Ele”. Ele alcançou os braços de Maria, tomou o Bebê em seus braços, olhou para cima e disse, “Senhor, permita que Teu servo parta agora desta vida em paz. Meus olhos estão olhando para Tua Salvação”.
180 A coisa da qual todos estavam zombando; o que as mulheres estavam evitando – Simeão disse, “É a Tua Salvação, Senhor”. Naquele instante aqui veio uma velha mulher cega, entortando seu caminho ao redor, cambaleando ao redor através da audiência; e ela veio a Ele, e ela também profetizou, pois estava procurando por Ele. Disse à Maria que “uma espada partirá teu coração, mas revelará os pensamentos de muitos corações”.
181 O que foi isto? Agora calculo que algumas daquelas mulheres disseram, “Vejam aquilo, veja que classe de porcaria é esta? Ali está você. Vêem? É isto. Veja onde está. Aquele velho homem, de cabeça rachada. Ali está ele de pé ali em cima ante aquela garota prostituta tratando de dizer uma coisa como aquela. Ali está você! Aquele filho ilegítimo! Vejam aquela velha Ana assentada ali embaixo, se definhando, indo daquela maneira. Ela não tem nenhum divertimento como temos, porém ali está você, vêem. Ela poderia pertencer à todas as sociedades do país aqui; ela veio de uma família muito boa. E ela poderia pertencer ali, porém ali você vê como aquele grupo se ajunta, oh sim”. Amém!
182 A mesma coisa hoje! Assentados em lugares celestiais em Cristo Jesus sendo levantados pelo Espírito Santo! Seguro. Sim senhor. (Oh, não conseguiríamos só mais um pouquinho de tempo?) Eu tenho outro personagem aqui, estou olhando para, para aquele tempo quando a Palavra estava sendo manifesta – o homem sábio. Desejaria que tivesse tempo, Fred, para você ler aquilo. O tem em seu bolso? Suponho que muitos de vocês viram isto na revista. A coisa que o Espírito Santo falou ali em cima no rio 33 anos atrás – eles simplesmente cavaram isto em 9 de Dezembro provando isto, que a astronomia… como Júpiter e aquelas estrelas em sua “constelação”.
183 Eles tem um antigo calendário astrônomo… marcas ali que eles cavaram. Foi exatamente naquele tempo que esta “constelação” veio e a constelação destas estrelas e lançou bem embaixo em direção à Babilônia, e os magos a trouxeram para baixo. Recordem, elas cruzaram suas órbitas, moveram-se para baixo, bilhões de anos luz afastadas novamente, e aqueles magos Judeus, que estavam em cima na Babilônia, eles viram aquela “constelação” entrar naquela constelação – aquelas estrelas; três delas se movendo juntas e formando aquela uma Estrela da Manhã, e eles sabiam que pela Palavra de Deus aquele, aquele era o tempo (quando aquelas estrelas se juntaram) que o Messias estaria na terra.
184 Aquela foi a razão pela qual eles começaram, “Onde nasceu Ele, o Rei dos Judeus? Onde está Ele? Em algum lugar. Pois quando aquelas estrelas entraram… seus corpos celestiais se tornaram neste grande corpo celestial aqui, quando aquelas “três” aqui se moveram juntas, o Messias estará na terra naquele tempo. E quando elas se moveram em suas órbitas, aqueles homens souberam que o Messias estava na terra.
185 Eles eram mestres em seus campos. Eles eram grandes homens. Eles eram mestres em seus campos de ciência religiosa. Eles estavam observando o lado religioso disto, e eles viram aquelas estrelas se moverem ali em cima (Júpiter e Sardes) e então se moverem em suas linhas. E eles disseram, “Sabemos que o Messias está em algum lugar; então Ele deve estar em Jerusalém, porque aquele é o lugar principal para as religiões do mundo – da religião do Messias. São ali seus quartéis generais. São ali seus quartéis generais denominacionais. É ali onde fica o grande grupo eclesiástico”.
186 E seguiram nos camelos, dois anos, desceram através do Rio Tigre, e através de pântanos e selvas, jornadeando, indo para a cidade – os corações cheios de gozo. Eles sabiam que quando aquelas estrelas se pusessem ali – e até os astrônomos dizem hoje se elas atualmente, aquelas estrelas viessem àquele lugar novamente, formariam uma estrela de onde eles estavam olhando, porém eles tinham que estar naquele lugar para vê-la.
187 Amém! Amém! Depende de onde você está. Depende do que você está olhando. Sim. Então eles a viram, e a seguiram, e estavam bem em linha. Não importa onde eles chegaram, estava bem em linha com eles. Ela os conduziu. Vêem? Ali é onde você tem que ter todas as Escrituras alinhadas – tudo, então permanecer naquela linha com as Escrituras. Aquela é a única maneira. Te levará diretamente a Ele – certamente levará.
188 Agora, notem, aqui vem eles, gritando, “Onde nasceu Ele o Rei dos Judeus?” Em Jerusalém – a Estrela os guiou bem ali; diretamente aos quartéis generais denominacionais; porém quando se desviaram para lá, a Estrela os deixou. Eles entraram na cidade. Para cima e para baixo na rua. (Eles pensaram que a cidade estaria cheia do gozo de Deus). Para cima e para baixo na rua com gozo eles foram gritando, “Onde está Ele que é nascido Rei dos Judeus? Vimos Sua Estrela quando estávamos no leste, e viemos adorá-lo”.
189 Recordem, a Estrela – eles foram para oeste. Eles estavam no leste. “Para oeste dirigindo, ainda prosseguindo. Guia-nos à…” Absolutamente, eles estavam… Bem, a Babilônia e a Índia estão ao leste da Palestina – como que à sudeste, e eles estavam indo para oeste”. “Para oeste dirigindo, (vocês conhecem aquela canção) ainda prosseguindo; Guia-nos àquela perfeita Luz”.
190 Os magos estavam vindo para o oeste (deixando o leste, indo para o oeste) e eles viram aquela Estrela. Agora, se eles estivessem no oeste olhando para trás, eles não a veriam. Quando chegaram ali (ela os guiou bem ali) então os deixou e eles pensaram, “Aqui está. A Estrela tem se ido, então aqui está. Eles estavam na cidade. Então, oh que coisa”, eles disseram, “todos estavam simplesmente cantando e felizes e a glória de Deus iluminou tudo. Então aqui estamos. Sabemos que nossos… Sabemos que nossos conhecimentos…” Enquanto ele observava aquela “constelação”… Ninguém, nenhum mestre poderia subir ali e empurrar as estrelas juntas, e sabemos que quando aquela Estrela entra naquele corpo celestial, aquele é o tempo em que o Messias está na terra. O Messias está na terra. E muitas centenas de anos eles passaram sua “constelação” novamente. E então há um presente vindo à terra.
191 Notem, o Messias está na terra, quando aquele grupo de Estrelas se juntarem. E eles sabiam que Ele estava lá, então eles foram aos quartéis generais da religião, e começaram a dizer… Para baixo e para cima na rua eles foram… nestes camelos, “Onde está Ele? Onde está Ele? Onde está Ele que é nascido Rei dos Judeus. Vimos Sua Estrela no leste, e Ele está aqui em algum lugar. Onde está Ele? Onde está Ele? Onde está Ele?” Que reprovação!
192 Eles foram ao sumo sacerdote, e ele disse, deve ter dito, “Qual é o problema com vocês companheiros? Por que vocês grupo de fanáticos”. Vejam que reprovação sobre seus conhecimentos científicos pelo Poder de Deus! Eles viram Sua Estrela, e eles eram magos, espertos, eles estavam no campo da ciência religiosa, e eles sabiam que quando aquelas estrelas estivessem ali, aquele Messias estaria em algum lugar. E aqui o lugar que devia saber disto, nada sabia acerca disto.
193 Eu imagino as crianças de pé na rua dizendo, “Ah! Vejam aquilo. Ah! Aquele é um grupo de fanáticos. Ouçam-nos cantando. ‘Onde está Ele, nascido Rei dos Judeus?’ Eles não sabem que Herodes é rei aqui embaixo. Eles não conhecem o bispo…” Oh que coisa!
194 “Onde está Ele que é nascido Rei dos Judeus?” Vimos Sua Estrela no leste”.
195 Eles disseram, “Venham aqui, todos vocês magos, aqui ao redor aqui. Venham aqui. Vocês todos viram alguma estrela em algum lugar?”
“Não, eu nunca vi nada como aquilo!”
196 “Todos vocês astrônomos venham aqui. Vocês todos viram alguma Estrela em algum lugar?”
“Não.”
“Não.”
“Tem vocês visto alguma coisa como tipo de um sinal misterioso?”
197 “Não! Não vimos nada como aquilo”. Não, eles ainda não, também. A mesma coisa. Eles não vêem nada. Eles não podem ver isto.
“Vamos chamar os ministros. O que vocês acham?”
“Não, nunca vimos nenhuma Estrela”.
198 “Bem, o que acham vocês garotos que passam o tempo aqui fora no muro? Vocês observam as estrelas por todo o ano, vocês conhecem onde cada “constelação” está nos céus. Vocês conhecem cada estrela. Viram vocês algo?”
“Não! Não vimos coisa alguma”.
199 Porém Ela estava lá! Gloria a Deus! Oh que coisa! Não podem vocês ver isto? Está ali bem agora! Eles não podem ver. Está indo bem ao redor deles, e eles não podem ver.
“Ah, não vimos nada”.
“Oh, eu fui ali em cima; não vi nada”.
200 Seguro que não viram. Simplesmente tão cegos. Não é para vocês verem isto. Se você é tão cego, é seguro que não verá. É somente para aqueles a quem Deus revelará. Aquele é o que verá isto. Sempre tem sido daquela maneira. Seguro!
201 Foi Noé que podia ver a chuva nos céus, você sabe, porém o resto deles não o podia. Eles não viram a chuva ali em cima, porém Noé a viu.
202 Foi Abraão quem viu Sara segurando o bebê. Correto. Não os escarnecedores que disseram, “Pai das Nações, quantos filhos tem você agora?”
203 Como poderíamos descer através da Bíblia – os sábios e profetas, através de todo o caminho. “Fé é… a evidência das coisas que não se vêem”. Eles conhecem a Palavra falada, e ali está – aqui está a evidência disto. Eles viram isto.
204 Não há nada com isto. Por que? Atualmente, quando eles estavam olhando e entraram com um tal grupo, a Estrela se foi. A mesma coisa hoje. Aquilo é o que põe muito uma Luz fora. Correto. Sendo fisgado com um tal grupo como aquele. Eles nem mesmo crêem nisto em primeiro lugar, e como vamos ter uma união de igrejas? Como vamos andar juntos exceto que estejamos unidos? Como é o companheirismo deste vasto mundo aqui – igrejas unidas do mundo – como vamos nos unir, quando estamos milhões de milhas afastados? Como vamos fazer isto?
205 Os Evangélicos conosco, e isto e aquilo e aquilo tudo e juntos – ainda unidos. Que montão de corrupção! Deus está tomando uma esposa que é pura, santa, inadulterada, permanece com Sua Palavra.
206 Correto. A reprovação de Jesus pela Palavra. (Então pararemos em um minuto). Jesus foi reprovado pela Palavra. Olhem aqui. Como poderia Ele suportar uma reprovação, quando Ele era o Divino, Deus encarnado? Ele era Deus Ele mesmo feito carne.
207 Agora, você sabe que a Bíblia disse assim: nós O manipulamos: Anjos O viram. Simplesmente pense naquilo. Eu creio que Timóteo pôs algo como aquilo, vejam: “E sem contradição grande é o mistério da piedade; pois Deus tem sido manifesto em carne… visto dos anjos…”
208 Anjos estavam em Seu nascimento. Como os Anjos devem ter olhado para baixo e regozijado, quando eles olharam para baixo sobre a manjedoura e viram Deus encarnado! Amém. Eles, não admira que começaram a gritar, “Hoje na Cidade de Davi é nascido Cristo o Salvador!” Anjos regozijaram, e eles bateram suas grandes asas, e sobre os montes da Judéia eles cantaram, “Glória a Deus nas alturas, paz na terra ao homem de boa vontade”. Eles viram a Palavra de Deus enquanto observavam para vê-La manifesta; e ali Ela estava.
209 Agora, Satanás não creu naquilo, vocês sabem. Ele disse, “Se Tu fores…”
O Anjo disse, “Ele é”. Esta é a diferença.
210 “Se Tu fores, faça assim e assim. Permita-nos ver-Te fazer isto”, porém o Anjo disse, “Ele está lá”. Os magos com suas ciências religiosas disseram, “Ele está lá”. Amém.
211 Aquela é a razão pela qual arqueólogos, todos hoje estão cavando estas coisas que tem sido profetizadas uns poucos anos atras que se cumpriram, e aqui estão eles cavando… Eles nunca nem mesmo…
212 Não há nenhuma História que já disse que Pôncios Pilatos já esteve na terra. Vocês sabiam disto? Alguns de vocês crianças me dizem: onde na história diz que existiu Pôncios Pilatos? E incrédulos escarneceram disto e zombaram disto. Disseram, “Nunca existiu um Imperador Romano chamado… um governador chamado Pôncios Pilatos”. Porém cerca de seis semanas atras eles cavaram a pedra fundamental: “Pôncios Pilatos, Governador”. Oh que coisa, que falta de senso!
213 Eles disseram, “Nunca existiu Ramessés na história – Ramessés sobre o Egito”. Porém eles cavaram uma pedra – arqueólogos: Ramessés II
214 Notem, e eles disseram que aqueles muros nunca caíram. Arqueólogos estavam cavando ao redor, e a primeira coisa que você sabe, eles cavaram fundo onde os muros caíram em Jericó. (Vocês sabem, quando a trombeta soou). Eles disseram, “Aquilo foi somente um mito, uma canção que alguém cantou ali atras”. Sim! Os escarnecedores disseram aquilo. “Aquilo foi só um mito. Vocês sabem que nunca existiu tal coisa como os muros caindo, Josué soando a trombeta, e correndo para os muros e eles caíram. Nunca existiu tal coisa”. E alguns grandes arqueólogos Cristãos simplesmente continuaram cavando, porque eles sabiam que tinha que ser assim. Eles cavaram alguns 30 e tantos pés abaixo de onde o resto deles estava. Ali estavam os muros, empilhados bem em cima um do outro. Simplesmente como a Palavra tem dito.
215 Eles disseram, “Nunca houve tal coisa como Davi tocando seu instrumento (uma harpa de corda), porque a música de corda não foi descoberta até o século 15”. Disseram, “Nunca houve tal coisa”. Arqueólogos Cristãos cavaram no Egito, e quatro mil anos atras eles tinham instrumentos de corda! Amém. Oh que coisa!
216 Eles disseram sobre as crianças Hebraicas fazendo aquelas pedras e coisas como aquelas de palha, “Não havia tal coisa”. Arqueólogos cavaram naquilo. O que eles acharam? (Aquela é a ciência.) O que eles acharam? Os muros da cidade que os Hebreus construíram – a primeira camada de pedras foi de longas palhas. A segunda foi cortada em pequeninos pedaços de restolhos, e na terceira não havia palha.
“Nações estão rompendo;
Israel está se acordando;
Os sinais que os profetas predisseram…”
217 Sim senhor. Está tudo direcionado a nós. Irmão e Irmã. Por que é isto? Nos últimos poucos anos, o mundo do filme nunca fez o que tem feito! Na tela vem a história de Os Dez Mandamentos por Cecil De Mille. Na tela vem a vida de Jesus Cristo, através de Ben Hur. Na tela vem O Grande Pescador a conversão de Pedro. E todas estas peças religiosas que os cinemas tem negado, sujado, e rasgado fora, porém Deus em Seu grande poder destruiu da mesma maneira.
218 Exatamente agora, aquelas coisas que tem sido ditas à uns poucos anos atras… Um pobre pequeno e humilde servo (como eu) de Deus, eu disse, “Houve uma Luz que se colocou e me falou e me disse as coisas a fazer”. As pessoas riram e disseram, “Ele está um pouquinho fora de si”.
219 Há uma foto Disto. A ciência a tirou. Aí está a Verdade! Eu disse, “A mulher está coberta com a sombra da morte”.
220 Eles disseram, “Sombra. Agora aquilo não tem sentido. Ele simplesmente faz aquilo em sua mente”.
Há uma foto disto!
221 Deus fará as pedras clamarem. Ele é apto a fazer o que Ele quer.
222 Jesus: A reprovação por causa da Palavra, o Divino Filho de Deus, de pé ali, Emanuel – que reprovação – deixou que o pecador incrédulo O amarrasse, cuspisse em Sua face, e arrancasse fora mãos cheias de barba, e O desafiasse a fazer qualquer coisa acerca disto. A reprovação por causa da Palavra. O que? Para cumprir a Palavra do Pai.
223 Porém recordem, Ele deve suportar a reprovação da morte. Deus, Quem não pode morrer, e o Único que poderia morrer para salvar um pecador, e ninguém mais – nenhuma segunda pessoa, nenhuma terceira pessoa poderia faze-lo. Deus Ele mesmo é o Único Que pode faze-lo.
224 Aqui estava Ele. Ele disse, “Ninguém subiu aos Céus senão Ele que desceu dos Céus; até mesmo o Filho do homem, que agora está nos Céus”. Amém!
225 Eles disseram, “Nossos pais comeram o maná no deserto”. E eles disseram, “Tu dizes que És o Pão da Vida”.
226 Ele disse, “Antes que Abraão fosse, Eu sou. Eu sou o Pão da Vida. Eu sou o Eu sou”.
227 Eles disseram, “Não tens cinqüenta anos e dizes que viu Abraão”.
228 Ele disse, “Antes que Abraão fosse, Eu sou”. E então deixou que pecadores O amarrassem – a igreja denominacional (O amarrasse). Recordem, nos últimos dias esta rica Igreja de Laodicéia, eles O puseram fora, até mesmo, da igreja.
229 Vê você onde está isto agora? Pode você ver porque estou clamando contra aquele sistema? Por que Jesus permitiu que pecadores O amarrassem? Foi para cumprir a Palavra – trazer uma reprovação para Deus morrendo. Deus teve que morrer. Ele teve que ser carne para morrer. E Jesus sabia daquilo. Ele lhes disse acerca disto. Ele disse, “Destruam este templo, e o levantarei novamente”. Não qualquer outra pessoa o levantaria – “Eu o levantarei”. “Em três dias, eu o trarei de volta novamente. Vocês o destruam, e eu o levantarei”. “Como Jonas estava no ventre da baleia por três dias e noites, assim deve o Filho do homem estar no coração da terra”, e eles nem mesmo entenderam isto. Vêem: Uma Reprovação por causa da Palavra. Ele era.
230 Agora, escarnecido até a morte, para ressuscitar novamente à Vida Eterna. Ele primeiro teve que ser posto à morte, assim Ele poderia ressuscitar à Vida Eterna e trazer todos os outros seres humanos que estavam em Sua forma à Vida Eterna, que a aceitariam. Vêem, Ele se tornou humano – se tornou um parente redentor, e teve que suportar a reprovação de todo escárnio e toda zombaria, simplesmente como Seus servos companheiros fizeram antes d’Ele – como Moisés, como Noé, como todo o restante deles suportou aquele escárnio – Ele teve que suportar o escárnio.
231 Por que? Ele tinha a Palavra, e Ele era a Palavra. Esta é a razão pela qual eles o escarneceram mais que nunca. Ele era Divino, e a Palavra Ela mesma. Aleluia! Aquilo é o que o fez…
232 Jesus disse, “Hipócritas. Vocês construíram as tumbas dos profetas, e são vocês quem os colocam lá dentro. Eles vem com a Palavra de Deus, e você não crêem neles. Vocês são culpados por cada um deles”.
233 Em Phoenix, se Deus permitir, eu terei uma palavra um dia. Eu acusarei esta geração por matar Jesus Cristo – Crucificando-o de novo. Eu trarei uma acusação ante aquela associação ministerial, se Deus permitir. Eles são culpados do sangue de Jesus Cristo por crucifica-Lo de novo. Sim senhor. Acusar todos.
234 Pedro os acusou no dia do Pentecostes. Ele disse, “Vós com mãos iníquas tem crucificado o Príncipe da Vida, que Deus levantou e somos testemunhas”. Ele trouxe uma acusação.
235 Eu tomarei a Palavra de Deus e acusarei toda denominação que há, e todo homem na face da terra que seja culpado do Sangue de Jesus Cristo. Deus me ajude a ser seu advogado naquele dia. Amém!
236 Sim, oh escarnecedores zombaram d’Ele. Eles O reprovaram. Ele permaneceu exatamente com Isto. Amém. Oh, observem o que Ele fez. Ele era o Filho de Deus – sofreu a morte para por morte ao pecado. Ele teve que fazer aquilo. Aquela foi a única maneira pela qual o pecado pôde ser posto à morte. E Ele fez isto e suportou isto, porque todo o resto deles suportou, porque todo o resto ali atrás teve a miniatura da Palavra de Deus, porque Jesus disse assim: “A Palavra do Senhor veio ao profeta”. “Qual deles”, Ele disse, “que seus pais, suas religiões organizadas, não apedrejaram e mataram? Qual deles recebeu os profetas? Então vocês constróem suas tumbas depois de se haverem ido”. Ele disse, “Vocês são culpados de os colocarem ali”.
237 Então Ele lhes deu a parábola acerca da vinha abandonada. Os servos vieram, e eles os maltrataram; então finalmente disseram, “Agora mataremos o filho, porque ele é um herdeiro”. Oh eles se enfureceram quando viram aquilo.
238 Porém Ele teve que suportar a reprovação, e aqui Ele tinha Ele mesmo, a caminho, conduzindo à morte para ser posto à morte; para trazer de volta a Vida Eterna. Glória a Deus! Oh, como O amo! Trazer de volta a Vida Eterna para levantar…?… Filho de Deus através da era, que permaneceu com aquela Palavra e tomou a reprovação. Isto é correto.
239 Se Ele não tivesse vindo, Noé não poderia ressuscitar. Se Ele não tivesse vindo, Elias não poderia regressar. Se Ele não tivesse vindo, Noé nunca teria ressuscitado.
240 Se Ele não tivesse vindo… porque Ele era aquele Cordeiro predestinado, que veio para tomar a reprovação sobre Si, e morreu por toda Palavra de Deus que havia sido falada que estes homens justos haviam representado. Teve que acontecer. Ninguém mais poderia faze-lo – Deus Ele mesmo. E Ele veio e tomou o lugar que Ele devia redimir e deu Vida Eterna a todo filho de Deus que havia representado a mesma Palavra, e sofreria a reprovação.
241 Todo Filho de Deus, através da era, que suportaria uma reprovação… Não havia ninguém que pudesse redimi-lo, porém pela fé ele viu aquele Redentor vindo.
242 Jó O viu. Jó permaneceu ali atras e eles disseram, “Oh tu és um pecador secreto, e Deus está simplesmente te maltratando, porque você é um pecador secreto”.
243 E Ele disse, “Eu sei que meu Redentor vive. Nos últimos dias, Ele estará na terra; ainda que os vermes da pele destruam este corpo, ainda assim em minha carne verei a Deus”.
244 E sua esposa disse, “Por que não O amaldiçoa e morre? Você se parece um patife miserável”.
Ele disse, “Você fala como uma mulher tola”.
245 Amém. Ali estava ele. “Eu sei que Ele vive, e Ele estará presente nos últimos dias”.
246 Se Jesus não tivesse vindo, Jó não poderia ser redimido, porque Ele era o Cordeiro morto desde a fundação do mundo. Ele conhecia Seu lugar. Ele conhecia Sua posição.
247 Esta foi a razão pela qual quando Maria reconheceu aquela posição naquele dia quando ela saiu ali, ela disse, “Se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”.
Ele disse, “Teu irmão ressuscitará novamente”.
248 Ela disse, “Sim, Senhor, na ressurreição. Ele era um bom rapaz”.
249 Jesus disse, “Porém Eu sou aquela ressurreição. Crês tu nisto?”
250 Ela disse, “Sim Senhor, eu creio que Tu és o Filho de Deus que havia de vir ao mundo”.
251 Ele disse, “Onde o sepultaste?” Ali está você. Ela reconheceu!
252 Aquela mulherzinha não estava dizendo aquilo… Ela teve sete demônios expulsos dela. Ela conhecia o Poder de Deus, que poderia arrancar orgulho e peso e tudo mais dela – que poderia arrancar dela aquele espírito egoísta de escola superior, e poderia fazer dela uma nova criatura. Ele expulsou sete demônios, e quando eles souberam o que Ele era e O aceitaram, eles souberam o que Ele poderia fazer por eles.
253 Assim eles fazem hoje, também. Simplesmente aceitam. Aquela é a próxima coisa. Ali ela disse aquilo e Ele… vocês sabem o que tomou lugar. Oh. Tudo aquilo sofreria pela mesma Palavra – Ele morreu por aquela causa. Ele era o único que poderia morrer para fazer isto, pois Ele era a Palavra. Ele era a Palavra – a Palavra manifesta. Todos os outros tiveram pequenas inclinações, porém aqui estava a plenitude de Deus. O mesmo Ele é hoje. Hebreus 13: 8 – “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje e eternamente”. Ouçam! (Estou finalizando. Realmente, eu finalizarei. Simplesmente devo. Já passei do tempo).
254 Ele nunca escreveu uma palavra. Escreveu Ele? Ele nunca escreveu uma palavra. Por que? Ele era a Palavra. Ele era o que era a Palavra que havia sido escrita – Ele era a manifestação daquela Palavra. Glória! Agora, eu me sinto bem. Ele era a Palavra. Ele não teve que escrever nada. Ele era a Palavra – a Palavra escrita manifesta. Glória a Deus! Ele é o mesmo hoje, ontem, e eternamente! Ele é a Palavra. Palavra manifesta.
255 Você diz, “É isto certo, Irmão Branham?” Observe Jeová de pé ali atras e soprar uma faixa através daquelas ondas para trás, e fez o caminho para Israel passar. Observe Jeová em frente dizer, “Paz, aquietai-vos”. Quando as ondas estavam batendo nos barrancos na tempestade, e o diabo lambendo tudo daquela maneira, e Ele disse, “Paz, aquietai-vos”, e ele O obedeceu – os ventos e tudo. Ele era Jeová. Amém!
256 Aquele Jeová que podia ficar ali e borrifar uma poucas gotas de orvalho ali fora, que cairia na terra e se transformaria em pão para alimentar um povo. Ele se pôs de pé e tomou cinco pãezinhos e dois peixes e alimentou cinco mil. Ele era a Palavra. Amém! Amém! Ele é a Palavra, e Ele sempre será a Palavra. E para mim e minha casa, serviremos a Palavra.
Ó eu quero vê-Lo, eu quero olhar em Sua face,
Ali para cantar para sempre de Sua graça salvadora;
Nas ruas de Glória, permita-me levantar minha voz;
Quando os cuidados tiverem passado,
Finalmente o lar, para sempre regozijar”.
257 Oh que coisa! Sim carregar a reprovação da Palavra. Há uma reprovação que segue com a Palavra. Permaneça exatamente com a Palavra e carregue a reprovação. Oremos.
258 Jesus, como na outra noite, Senhor, eu clamei, “Oh Jesus, que queres que eu faça. O que posso fazer, Senhor? Vendo estas coisas e conhecendo a hora em que estamos vivendo; o que posso fazer, Senhor? O que posso fazer?”
259 Eu oro por minha Igrejinha aqui, Senhor. Eu penso nos passarinhos na visão. As coisas que tem sido, e os outros pássaros que eram grandes coisas, porém haviam três camadas deles, Senhor; porém quando aqueles anjos entraram, não havia nenhum fardo para trás. Os pequenos mensageiros tem sido maravilhosos, Senhor, porém eu creio que há algo que está somente ajustando para tomar lugar. Permita que aconteça, Senhor. Molda-nos e faça-nos à Tua maneira. Somos o barro; Tu és o Oleiro.
260 Nesta Véspera de Natal, Senhor, somos agradecidos pelo Presente de Deus. Pois Deus nos dando, ainda que isto seja algum – como cremos em nossos corações – a mesma superstição pagã do dia em que eles tem tratado de moldar isto e fazer isto parecer uma missa – Missa de Cristo.
261 Porém não estamos vindo na maneira de Papai Noel e árvores de Natal e decorações, porém estamos vindo no Nome do Senhor Jesus para louvar o Deus do Céu que foi encarnado, carne como nós, e habitou entre nós e nos redimiu, e sofreu a reprovação do Nome – sofreu a reprovação da cruz para permitir que uma instituição mundana colocasse Emanuel à morte, para que Ele pudesse trazer-nos à Vida Eterna.
262 Quem somos nós, Senhor? Quem somos nós que deveríamos evitar qualquer reprovação? Deus, faça de nós soldados corajosos. Eu entrego estas palavras à Ti, Pai. Elas devem ter sido quebradas – cansadas e fatigadas como eu sou, porém, Pai, recompensa este povo por assentar e ouvir, e que possa o poder que levantou nosso Senhor, e O apresentou à nós aqui como um Salvador nestes últimos dias, possa ele estimular todo espírito aqui, Senhor, para a proximidade da vinda do Senhor Jesus. Que seja assim, Pai.
263 Cura o enfermo e aflito que está entre nós. Liga o coração quebrado. Senhor, temos sofrido muito. Meu coração tem obtido muitas cicatrizes, Senhor, de árduas batalhas – sou um velho veterano. Ajude-me, Senhor. Necessito de Tua ajuda. Talvez tudo isto… [Espaço vazio na fita – Ed.] …confio que tem sido, Senhor. Ajude-me, ó Deus, e ajude esta igreja e nos abençoe juntos.
264 Abençoe estas criancinhas. Estou pensando nas muitas hoje – pequenas… pobres pequenos companheiros não receberão nada ali fora, e eu oro para que Tu sejas com eles e os ajude. Dá-lhes Vida Eterna, Senhor. Isto é o grande – isto é o presente de Natal que queremos, é a Vida de Jesus Cristo para governar e reinar em meu coração. Isto é o que quero, Senhor.
265 Abençoe-nos juntos, agora. Nós entregamos estas palavras à Ti. Permita que elas caiam onde quer que devam, Senhor. Onde houver um coração aberto, que elas possam trazer um grande tempo de salvação no Nome de Jesus. Amém.
266 Quantos O amam? Por que estamos tão apressados por qualquer coisa? Oh eu O amo! Eu O amo! Senhor, o que Tu queres que eu faça?
267 Não esqueça os cultos esta noite. Você sabe o que Natal significa, agora? Oh, este é meu presente de Natal; isto é aquela Palavra. Senhor, se eu puder simplesmente permitir… Se eu simplesmente sair do caminho de tal maneira que Tua Palavra possa Se expressar através daqui. Esta é a maior coisa que conheço.
268 Agora eu penso que eles tem algumas coisas que querem dar às crianças. Agora eu devolverei o serviço ao Irmão Neville. Deus vos abençoe. Irmão Neville.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...