A Importância da Confissão


ELE CUIDA, E VOCÊ?
William M. Branham
21 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

60 – Aquilo mesmo se tornou no Pentecostes, nas igrejas. Isto tem entrado no estado Pentecostal, e eles estão sempre prometendo algo mais nunca chegam a isto. É sempre que cada companheiro tem uma sensação diferente, e – e faz isto sendo Escriturístico ou não, e eles estão prometendo algo que nunca chega a isto, até que parece que isto chega a um lugar onde ali não parece haver nenhuma sinceridade. O – o povo não chega naquele verdadeiro âmago da sinceridade. Isto perdeu o …A própria palavra inglesa sinceridade tem perdido sua – seu valor para o povo. Ou, pela maneira do povo de – de viver, isto perdeu sua sinceridade para eles. Agora eles não parecem compreender.

61 – Mesmo para nossas confissões! Agora, eu quero que vocês pessoas que estão vindo, ou aqui e segurar… ou na – na fita, eu quero que você ouça atentamente agora por um momento esta citação. Isto – isto…

62 – A não ser que você seja profundamente sincero! E você não pode ser sincero até que você seja positivamente compreendido. Se você está presumindo, ou conjecturando, ou na esperança, então ali não pode haver um meio de sinceridade que Deus requer. Isto, fé, não é um “espero que sim” ou “isto pode ser certo”. Isto tem que ser absolutamente “Amém!” É o seu fundamental. Isto – isto – é seu – é o seu absoluto. É a coisa na qual você está atado. Vêem? Você tem vindo ao seu fundamental, aquilo “É a Verdade e há… Não é nada a não ser verdade, e Isto deve ser assim!” E então você vê isso em sua mente, então você tem que se aproximar Disto com toda sua vida, alma, corpo, que está em você, simplesmente vender tudo completamente por isto. Como Jesus bondosamente nos ensinou do homem comprando pérolas, e ele encontrou Aquela de grande preço e ele vendeu todas suas outras para obtê-La. Todas as verdades e tudo que ele tinha, pensava que elas eram boas pérolas, ele – ele… Esta significava tudo para ele. E quando você acha o Fundamental de Deus, a Sua Palavra, uma promessa sobre certa coisa, você deve saber primeiro que isto é a Palavra de Deus, que a coisa que você seta vendo ser feita é Deus. Ali – não há – não há nenhum “talvez, isto pode ser, isto parece, isto poderá ser”. “Isto é Deus!” Então quando você chega àquele ponto, então esta é a Pérola de grande preço, você deve se afastar de qualquer coisa que qualquer pessoa lhe diz contrário a Isto. Você não deve olhar no que o homem tem realizado. Você deve olhar no que Deus tem dito e no que Ele prometeu, e vê-lo fazer isto, então aí está o seu Fundamental bem aí. E então tudo que você é, tudo que você era, tudo que você espera ser, deve ser colocado sobre Isto exatamente como isto foi morte e vida para você naquele momento.

63 – Eu penso que uma das coisas que segura nosso povo de ser curado é a falta de confissão, é a falta de confissão, é a falta de uma confissão sincera. Agora, por exemplo, isto pode soar um pouco ruim, mas eu não quero dizer isto desta maneira. Mas, olhando para a minha esposa assentada aqui. se eu saísse por aí hoje e colocasse os meus braços ao redor de alguma outra mulher e – e fizesse amor com ela, e eu saberia então, depois que eu fizesse aquilo, que eu estava errado, muito errado. Agora, naturalmente, o meu Consolador não me deixaria fazer aquilo. Vêem? Vêem? Mas eu quero dizer se eu – se eu fizesse isto, e eu… se acontecesse que fizesse isto ou qualquer coisa parecida a isto. Então eu sei que a primeira coisa era dizer para a minha esposa, antes que eu pudesse dizer para Deus, “perdoe-me”, porque eu pequei contra ela. Se você vem ao altar e recorda que você tem uma dívida, vá e acerte aquilo primeiro, antes de você oferecer a sua dádiva. Então eu tenho que chegar para ela. Eu creio que a confissão também endireita. Não é uma verdadeira confissão a não ser isto. 

64 – Ou se eu dissesse agora, “Eu vou confessar isto que eu fiz de errado, eu digo, “Bom Senhor, oh, amigo meu, Tu sabes que eu Ti conheço muito bem. Louvado seja Deus! Aleluia! Eu – eu – eu – eu penso que Tu és um bom velho Companheiro. Me perdoe. Tu sabes, velho, velho Amigo. Eu – eu não quis dizer isto desta maneira”? Vêem?

65 – Agora, você diz, “Isto é sacrilégio”. É. Fazer uma confissão assim, é sim.

66 – Mas e se eu vou e digo, “Senhor, eu – eu não tive intenção de fazer isto daquela maneira, e Tu me ajudes para que eu não faça outra vez”? Ele recusará o meu sacrifício até que eu vá primeiro e acerte aquilo com a minha esposa.

67 – Então e se eu chego para ela com a mesma irreverência, e digo, “Digamos, velhinha, minha amiguinha, mamãezinha de meus filhos, queridinha, você sabe que temos sido velhos amigos íntimos por muito tempo. Digamos, o que seria se eu colocasse os meus braços ao redor de outra mulher? E o que você diz sobre isto, mocinha, você me perdoaria?”

68 – Eu imagino como ela olharia. Ela pensaria, “O que aconteceu com o meu esposo?” Vêem? Agora, a primeira coisa, ela não saberia se eu estava brincando ou não.

69 – E você não vai desta maneira fazer uma confissão para o seu companheiro ou Deus. Você vai com a mais profunda sinceridade, com uma pia tristeza do seu pecado. Primeiro, você deve estar arrependido. Eu devo dizer a ela, “Querida, venha aqui, isto pode significar o restante de nossa vida de casados. A mulher com a qual eu vivo, esta é a minha amada, e como eu tenho te amado por todos estes anos. Mas agora você pode me deixar, deste momento em diante, você pode não ficar comigo, você pode não me aceitar. E eu sei disto. Mas assim, para acertar isto, eu tenho que estar certo”. Eu tenho que dizer para ela do fundo do meu coração. 

70 – Então eu tenho que dizer a Deus da mesma forma. E dizer para ambos para ela e para Deus, com sinceridade, que eu nunca farei isto outra vez, pela graça de Deus. Não somente… Agora, eu posso ser capaz de colocar isto sobre ela, e ela (vêem?) não ver. Talvez a minha maneira de falar com ela – a convencesse, mas a minha maneira de falar não convenceria a Deus. Ele olha em meu coração e Ele sabe. E depois de tudo, somente mais uns poucos anos com ela, se Deus permitir, e nós seremos tirados deste mundo. Mas com Deus, é a Eternidade, então eu devo estar profundamente sincero com Deus. E então se estou sincero, Ele me ouvirá. Mas se eu não for sincero, não há nenhuma necessidade para eu gastar o tempo de Deus para me ouvir.

71 – E é aí onde isto vem hoje, entre o povo, ali não parece haver a profundeza da sinceridade que – que eles devem ter.

72 – E eu creio que o homem ou a mulher que vem receber oração, deve primeiro confessar tudo que eles tem feito, e fazer tudo de uma forma correta. Porque, vê você, você tem observado muitas vezes na plataforma, você observa, observe qual a distância que está aquele ASSIM DIZ O SENHOR. Vêem? Vêem? As pessoas, a visão se materializa, naturalmente, com a fé deles, Deus prometeu aquilo através de um dom. mas a cura é algo diferente, vêem; Deus reconhece isto então, vêem.

73 – Agora, nós observamos, que isto, as pessoas fazendo suas confissões, isto tem que ser com a mais profunda sinceridade. Eu tenho aqui, eu não tenho tempo para ler isto, mas é em Binghamton, New York, eu creio. Ou, está errado? Sim, Binghamton, eu creio que está certo. O lugar onde tem a Companhia de Sapatos Endicott é ali. Binghamton, eu creio que é chamado de Binghamton, Binghamton, está certo, New York. Nós estávamos ali naquele lugar de sapatos no Endicott-Johnson, um grande auditório, e estávamos tendo uma reunião ali. E numa manhã, Billy Paul estava no quarto ao lado do meu, estava muito frio, o vento soprava. E eu havia descoberto, entre o povo, uma falta de sinceridade, parecia. E eu – eu quis saber porque. Aqui estava um homem que havia sido curado, suponhamos, ou um homem em – um determinado que estou falando. O homem tinha uma grande aflição, e ele foi curado nesta noite ali de pé. E antes de sairmos, cinco dias, a aflição estava de volta nele outra vez. Vêem? Porque, na Presença do Espírito Santo, Isto tirou aquilo dele. Exatamente como Isto fez com esta jovem mulher a pouco tempo atrás aqui fora no jardim, o jovem ontem à noite, vêem. Mas ali deve haver uma profunda sinceridade para saber que Deus pode tirar isto de você agora, com aquela mesma unção em você, pode deixar isto afastado de você. Vêem? E então o Espírito Santo falou comigo certa manhã, já era dia, e disse, “Suba na plataforma ou em algum lugar, e traga aquelas pessoas até ali e faça-as confessar tudo que elas fizeram, antes de você orar por elas”. Vêem? A mais profunda sinceridade!

74 – A não ser que o mundo se arrependa, ele tem que perecer. Vêem? E a confissão é o que o mundo necessita hoje, é uma confissão honesta.

132 – Se estiverem prontos para confessar e se arrepender e crer e aceitar, Deus cuidará! Mas você tem que se importar primeiro, você tem que aceitar o que Ele te enviou. Ele se importou tanto por eles que eles tinham certeza que ali não haveria nenhum erro, Ele vindicou o Seu profeta através de um sinal da Coluna de Fogo, para  deixar o povo ver que não era este homem simplesmente andando aqui, que era Deus bem sobre ele, era Ele que estava guiando o caminho. Deus cuida de pessoas que se importam. Deus cuida daqueles que se importam com Ele. Então Ele vindicou este homem e provou que ele era servo de Deus, lhes enviando uma Coluna de Fogo para os guiar à própria terra. E eles sabiam que contanto que este sinal de Fogo, uma Coluna de Nuvem e Fogo os estavam seguindo… Ele disse que Ele “não tiraria a Coluna de Fogo e a Nuvem”. Ele estava com eles por anos e anos no deserto, quarenta anos. Não é isto correto? Aquela Coluna de Fogo os dirigia! Nós estamos em nosso trigésimo terceiro ano, deixando mais sete anos isto tipificaria a mesma coisa. Correto, uma Coluna de Fogo os dirigia. Ele importava por eles. E Ele importou de tal forma por eles até que Ele simplesmente os fez saber que – que isto não era uma coisa científica, isto não era algum engano, mas Ele vindicou a Mensagem, provando-A.


A INFLUÊNCIA DE UM HOMEM SOBRE OUTRO
William M. Branham
13 de Outubro de 1962
Tabernáculo Branham – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

186 – A maneira de Deus de limpar um profeta é através do fogo, não através do credo. O que um profeta saberia sobre um credo? Ele vai ser usado por Deus. A Palavra vai ser feita manifesta através dele, logo Ele não poderia dar-lhe um credo. Ele se agarraria nesse credo. Então Ele tirou o fogo do altar e limpou o profeta.

187 – Confissão primeiro, então limpeza através do fogo. Glória a Deus! Oh, observe! Confissão, primeiro, limpeza, segundo, comissão, terceiro. Amém! Aí está você. Primeiro confissão: “Eu estou errado!” Segundo, limpeza. Justificação, Santificação, e o Batismo do Espírito Santo. Está vendo? Confissão, limpeza, comissão. “Ide a todo o mundo e pregai o Evangelho. Estes sinais seguirão aos que crerem.” Amém! 

188 – Depois da confissão vem a limpeza. Depois da limpeza vem a comissão. Pregar o Evangelho, curar os enfermos. Não importava o que as pessoas diziam que ele… 

189 – Finalmente esse precioso pequeno profeta morreu sob a perseguição ao ser serrado em pedaços com uma serra.

190 – Lembre-se, foi quando Isaías fez a sua confissão que ele estava errado. Ele havia estado completamente errado; ele havia estado se apoiando em seu credo (está vendo?), se apoiando no – no homem, um assunto feito pelo homem. Ele viu um rei que era um grande homem; ele era um homem religioso. Porém ele viu que todos os homens falham. Está vendo? Porém quando ele mudou isso, e olhou aqui para cima, e teve uma visão de Quem era Deus, então ele disse: “Eu quero confessar que estou errado. Aqueles velhos credos não funcionaram mais, porque eles estão é mortos e falidos. (Está vendo?) Eles estão feridos de lepra, porém eu vi a glória de Deus feita manifesta.” Um credo não pode manifestar isso. Um credo não pode dizer isso dessa maneira. Um credo não pode fazer isso dessa maneira. Necessita de Cristo para fazê-lo dessa maneira. E tão logo que ele viu isso, ele disse: “Agora, eu tenho estado completamente errado, Senhor.” E então veio a limpeza; logo veio a comissão. Oh, que coisa!

191 – Foi então que o Isaías purificado… Quando Deus chamou: “Quem irá por Mim,” e foi Isaías que disse: “Senhor, eis-me aqui; envia-me a mim!” O profeta purificado.


ESTEJA CERTO DE DEUS
William M. Branham
25 de Janeiro de 1959
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

52 – Então eles fizeram essa declaração. Eles estavam certos. Eles começaram a caminhar diretamente para aquele forno ardente. Deus deixou com que eles caminhassem para ali, enquanto Ele permanecia quieto, observando-lhes. Ele desejava ver como eles reagiriam.

53 – Quando o rei lhes perguntou: “Se inclinaram quando a trombeta soou?” Eles responderam: “Não, não nos inclinamos”. A fé deles estava sendo provada. “Bem, se não se inclinaram, sabem qual é o decreto?”. “Sim, sabemos qual é o decreto”.  “Meu decreto é que o forno seja esquentado sete vezes mais do que costuma ser. E vocês serão lançados ali . Desejam se inclinar? ” “Não! não nos inclinaremos! “Ali estava sua fé.

54 – Deus disse: “Bem, agora verei o que farão nesta circunstância. Verei  qual será a reação de sua fé”.

55 – Então ele disse: Atai suas mãos e seus pés, e que comecem a se aproximar do forno”. Eles começaram a caminhar para aquele fogo que estava frente a seus rostos,  no entanto Deus permanecia quieto, observando-lhes. Eles continuaram certos de que Ele era Deus,  eles haviam feito sua confissão, haviam corrigido da melhor maneira que sabiam, eles estavam certos de que Ele era Deus. 

56 – Então, continuaram para aquele forno ardente. Porém exatamente no preciso e último momento, Deus desceu dos céus num carro de vento, para apaziguar aquele fogo, e ao mesmo tempo para consolar-lhes e para falar com eles.

57 – Deus permite que sua fé chegue até ao extremo onde ela irá atuar.


HEBREUS, CAPÍTULO SEIS – II PARTE
William M. Branham
08 de Setembro de 1957
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

447 – E como posso eu então, depois que Cristo morreu por mim e eu me tornei Sua justiça por causa de Sua graça e amor para comigo? Como posso pecar quando existe algo entre mim e Deus, um sacrifício? Eu não posso pecar, não posso fazer isto. Deus nunca me vê. Ele vê a Cristo. Ele está em meu lugar, e quando faço qualquer coisa errada, Cristo toma meu lugar. Eu faço minha confissão: “Estou errado, Ele está certo. Senhor, Tu conheces meu coração, Tu sabes se quero dizer isto ou não. E estou errado, me perdoe”. Deus nunca vê isto, o Sangue de Jesus me cobre todo o tempo. Então, como pode Deus me ver? Como pode o pecado ser computado para mim, quando Ele não pode fazer isto? Logo que eu o faço, é perdoado. E isto é certo.


MAS, NO PRINCÍPIO NÃO FOI ASSIM
William M. Branham
11 de Abril de 1961
Bloomington – Illinois – U.S.A

45 – Por que você deseja tomar um substituto quando os céus estão cheios do genuíno poder Pentecostal? Por que eu tomaria um aperto de mão ou alguma confissão sem lágrimas, quando o Espírito Santo está enchendo o ambiente e está pronto para encher o seu coração com o verdadeiro e genuíno… ?… Pentecostes?  Por que tomaríamos algum substituto no lugar disto? Deixe-me ter Cristo. Amém, verdadeiramente. E se a Vida de Cristo está em você, Ela fará a mesma coisa. Aquela foi  a igreja exemplar de Deus, foi o Pentecostes. Se alegamos que começamos ali, então o que aconteceu? O que aconteceu pelo caminho?  Nós entraremos nisto mais tarde se vocês apenas aguentarem comigo mais um pouquinho. Agora, observem, agora nós descobrimos que nesta grande igreja, nesta grande era de perversão, os homossexuais… Eu apanhei uma revista, ou não foi uma revista, foi um jornal na Califórnia há poucas semanas atrás quando eu estava ali em Los Angeles. E eles disseram que os homossexuais haviam aumentado em quarenta por cento. Pense nisto: quarenta por cento do que era há poucos anos atrás. O que é isto? Perversão, homens, mulheres, tudo se pervertendo. Não voltam mais para o original. O normal, o natural da vida foi mudado nos homens. Sua mente foi mudada; seu espírito foi mudado. Ele mudou tudo do original. Oh, não é isto uma coisa lamentável?  É tal…


ENTÃO JESUS CHEGOU E CHAMOU
William M. Branham
13 de Fevereiro de 1964
Auditório Elliot
Tulare – Califórnia – U.S.A.

114 – Nós queremos chamar a sua atenção para outro pequeno homem. Seu nome era Jairo. Há tantos deles hoje no mundo. Ele era um crente em segredo. Ele amava Jesus. Ele ouvira falar d’Ele. Ele cria n’Ele. Mas, vocês vêem, ele já se havia juntado a uma organização. Sim, Ele – ele – ele simplesmente…Ele não podia sair e confessa-lo. Ele cria, mas não podia confessá-lo, pois ele já se havia juntado aos incrédulos. Mas ele realmente cria nisso.

115 – Vocês sabem, quando um homem chega a essa condição, muitas vezes Deus o leva a uma prova final. É em angústia que realmente mostramos nossas cores, o que realmente somos.

116 – Assim lá estava ele, ele já se juntara aos incrédulos, e já tinha passado para o outro lado e colocado seu nome no livro, e assim por diante. E ele era um sacerdote, e assim ele – ele dificilmente poderia fazer uma confissão, porque aquilo era o seu vale de refeição. Mesmo assim, ele ainda cria em Jesus. 

117 – Um dia, sua pequena garota ficou doente, Oh, que coisa. Ele, não há dúvida que o homem escolheu, assim, chamou o doutor. O médico veio, atender à criança. A febre piorava cada vez mais, Após um tempo ela ficou tão quente, e tudo mais, que finalmente chegou ao ponto de morte. Ele estava em angústia. Ele tinha que fazer alguma coisa. Ele, ele simplesmente não sabia o que fazer. Agora ele pensou, “Se eu pudesse apenas encontrá-Lo, onde quer que esteja.” Agora ele nunca esperou até o anoitecer, como fez Nicodemos, para ter uma entrevista privada. Era tempo de ação, chegara o tempo de ação e ele devia agir então.

118 – E eu penso, irmão, irmã, que é o mesmo agora. Chegou o tempo de agir. Chegou o tempo de crer ou não crer. Aquela linha de separação chega para cada homem e mulher. Chega para cada filho. Muitas vezes quando você passa aquela linha, somente resta uma coisa, o julgamento, quando você passa aquela linha.

119 – Lembrem-se, ele ficou em angústia. Ele não sabia o que fazer. Lá estavam os seus sacerdotes, todos os rabinos ao seu redor. A associação esta com ele, todos lá, observando sua pequena garota morrer. O doutor do lado de fora, com suas mãos cruzadas, apertando suas mãos, “Eu dei cada remédio que conhecia, e mesmo assim….”

120 – Vêem, era Jesus operando todo o tempo. Jesus estava fazendo isto com um propósito, revelar as cores daquele pequeno companheiro. Após um tempo, eu posso vê-lo ir pegar seu pequeno chapéu preto e coloca-lo, vestir seu pequeno casaco de sacerdote.

“Onde você vai?”

121 – “Eu ouvi que Ele está lá junto ao rio. Eu vou procurá-Lo!” Oh, que coisa! E ele se foi embora!

122 – Naquela hora de angústia, ele teve que tomar uma decisão: deixar sua filha morrer, ou reconhecer que era a manifestação da Palavra. Ele era um sacerdote, e havia lido a Palavra, e sabia que aquilo era manifestação de Deus. Deus estava em Cristo, reconciliando Consigo o mundo. Ele sabia disso, e ele foi forçado a decidir. Ou ele cometia um erro, permitia que sua filha morresse, ou fazia sua confissão. Quando ele chegou àquela angústia, foi próximo daquela hora que Jesus apareceu. Ele foi vê-Lo. Ele disse, ele disse, “Eu concordarei Contigo, o que for que Tu disseres.” E a caminho, eis que vem um mensageiro, o guarda chegou lá. Fizera sua confissão de que cria n’Ele. Ele tinha se excomungado a si mesmo então, e se exposto aos olhos públicos então, que ele era um crente em Jesus.

123 – E eis que vem um mensageiro, disse, “Não incomodes ninguém, porque tua garota já morreu. Ela morreu ontem. Ela já está morta. Não, não mexas mais com isso.”

124 – E, oh, seu pequeno coração como que parou. Mas ele olhou e viu aqueles olhos de Jesus, que disse, “Eu não Te disse? Não temas, se quiseres ver a glória de Deus. Por que estás assustado? Eu já te disse que iria.”

125 – Ele já disse que viria. Ele já disse que faria isto, e eis que Ele o está fazendo. Amém. Ele disse que surgiria em cena nos últimos dias e faria estas coisas como Ele fez, como temos lido e falado na última noite. Eis que Ele o está fazendo. Por que vocês estão assustados?

126 – Lembrem-se, quando Ele chegou, e Ele chamou-a de entre os mortos. Ele surgiu em cena e chamou-a de entre os mortos.


DEMONOLOGIA – ESPÍRITOS SEDUTORES
William M. Branham
24 de Julho de 1955
Tabernáculo Branham
Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

45 – Agora, todas as coisas devem ser consideradas e orarmos primeiro. “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e Sua justiça, e todas as outras coisas vos serão acrescentadas”. Tenho certeza absoluta nesta manhã que se homens e mulheres pudessem chegar à posição onde suas almas, seus pensamentos, suas atitudes fossem perfeitas na visão de Deus, esta seria uma das mais poderosas igrejas que já existiu.

46 – Observe somente uns poucos momentos no físico. Agora, nós temos muitas vezes, temos por anos, nós temos o que chamamos de “detector de mentiras”. Você pode colocá-lo em seu pulso, colocá-lo através de sua – sua cabeça, e você pode entrar lá, e tentar o melhor para fazer uma mentira parecer verdade, e isto irá registrar negativo todas as vezes, porque o humano não foi feito para mentir. A mentira é um engano, coisa desagradável, coisa maligna. Eu preferiria ter um beberrão comigo, qualquer dia, do que um mentiroso. Vêem, um mentiroso! E seu corpo não foi feito para mentir. Não importa quão pecador você é, você continua sendo um decaído filho de Deus. A mais pecadora pessoa que há nesta cidade, Deus não te destinou a ser pecador, Ele queria que você fosse Seu filho e filha. Você foi feito em Sua própria característica. Mas o pecado tem te feito fazer aquilo.E não importa quanto você tente personificar e tente fazer uma mentira parecer verdade, eles possuem um instrumento cientifico que prova que isto é errado. Você pode dizer isto com a maior inocência que você desejar, mas isto registrará negativo; porque há no ser humano um subconsciente, e aquela subconsciência sabe que é uma mentira, e isto registrará fora do subconsciente.

47 – Portanto, se um homem ou uma mulher pudessem ter seus pensamentos, e seus testemunhos, suas vidas tão acertadas com Deus (Amém) ate que o canal do Espírito Santo fosse perfeitamente um com Deus, aquilo tomaria lugar! Se o homem e mulher pudessem se endireitar, com liberdade em seus corações, com fé do íntimo.

48 – Muitas pessoas vêm até o altar para receberem oração, elas têm fé intelectual. Elas confessam seus pecados e se unem a uma igreja por fé intelectual. Elas creem nisto em suas – suas mentes. Elas creem nisto porque elas têm ouvido isto. Elas creem nisto porque elas sabem que é a melhor política. Mas isto não é o que Deus olha.

49 – Ele não olha na sua fé intelectual. Ele olha no coração, onde dentro Deus… E quando isto vem do coração, então todas as coisas são possíveis, suas confissão encontra com sua vida, sua vida fala tão alto quanto fala sua confissão. 

50 – Mas quando sua confissão diz uma coisa e sua vida vive outra, há algo errado em algum lugar. Isto é porque você tem uma fé intelectual, e não uma fé de seu coração. E aquilo mostra que fora, aqui, está a sabedoria de Deus, mas dentro, aqui, está o demônio de dúvida. “Eu creio na cura divina, mas não é pra mim”. Vêem? “Oh, isto poderia ser assim, mas eu não creio nisto”. Entendeu? Do lado de fora, você diz “Sim”; do Aldo de dentro sua consciência diz “Não”. Aquela mesma coisa cientifica provaria que aquilo era o certo, provaria isto.


POSSUINDO TODAS AS COISAS
William M. Branham
06 de Maio de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

128 – Oh, não é Ele maravilhoso? Agora, agora com nossa confissão, nossa crença, nossa confissão de pecados, crendo que todos os nossos pecados estão no mar do esquecimento. Aquele que confessar seus pecados, Deus simplesmente os omite. Vêem? Eles estão no – no mar do Sangue de Jesus Cristo, para nunca mais serem lembrados. Quantas de vocês mulheres sabem o que é alvejar? Todas vocês. Agora, simplesmente tomemos uma grande tina cheia de Cloro, que é um alvejador, uma grande tina de Cloro. E então você toma um pequeno conta-gotas, e você tem uma gota de trinta preta no conta-gotas, aqueles são seus pecados. Pare bem por cima da tina. E aperte-O, então olhe para a tina e o encontre. O que foi feito dele? O que foi feito da tinta? Quando ela chocou com aquela alvejador, ele era tão poderoso que simplesmente tirou toda a cor dela, e deixou de ser para sempre. O que é isto? Se tem ido, está eternamente perdido. O que é isto? A – a tinta ela mesma se tornou cloro. Aquela é o Sangue de Jesus Cristo para todo o pecado confessado. O que é isto? Está esquecido, está feito, está acabado, está omitido, está divorciado, está posto fora. Nunca mais será relembrado contra você.


SOMENTE UMA VEZ MAIS SENHOR
William M. Branham
20 de Janeiro de 1963
Phoenix, Arizona – U.S.A.

129 – Agora, note você: Sansão sabia que estava em necessidade e, em si mesmo, ele não era suficiente. As denominações não o podem produzir. Elas não vindicam a Palavra; mas ensinam contra Ela. Sim, você o sabe. Mas Sansão se deu conta disso, de que era insuficiente em si mesmo ainda que tivesse todo seu organismo. Ele seguia sendo insuficiente. Observe: Enquanto os filisteus se regozijavam sobre sua vitória, não chegaram a notar que ele levantou sua cabeça para cima, movendo seus lábios em oração enquanto as lágrimas brotavam das covas que uma vez tiveram olhos. Eles não o notaram. Estavam alegrando-se muito. Mas ele desejava que Deus voltasse a se manifestar, outra vez, a esta Jezabel. Oh, se pudéssemos ter alguns Sansões que desta maneira se levantassem! Oh, igreja: não necessitamos de uma nova denominação. Não necessitamos de começar outro credo ou uma chuva tardia. O que necessitamos é do Poder de Deus. Correto.

130 – Ele estava consciente do que sucederia se Deus respondesse sua oração. Porém ele estava disposto a enfrentar a situação. Ele era profundamente sincero. Oh, se a igreja, nesta noite, pudesse estar em semelhante condição, sendo profundamente sincera, sabendo que terá que entregar tudo o que ama neste mundo. Se houvesse homens e mulheres prontos, nesta noite, a reconhecer que vão se separar de tudo o que pertence a este mundo. Ministros, aos quais desejarão dar-lhes palmadinhas nas costas e dizer-lhes: “Você, Doutor Fulano de Tal, isso foi maravilhoso! Você virá conosco esta tarde? Terás que tirar da igreja os jogos, as corridas, a loteria, e todas essas cenas para poder pagar ao pregador. Regressem ao sistema de Deus para dizimar. Regressem à Palavra. Estarão dispostos a fazê-lo? Não senhor, não o estarão. Você sabe do preço que se necessita pagar. As mulheres te chamarão de novo antiquada, porém Deus te chamará bendita.


JESUS CUMPRE TODOS OS SEUS COMPROMISSOS
William M. Branham
18 de Abril de 1964
Tampa – Florida – E.U.A

237 É isto que você está fazendo agora. Você está tomando uma posição por Ele aqui. Ele tomará uma posição por você, diante do Pai.

238 Senhor Jesus, oro para que Tu sejas misericordioso agora e concedas o perdão para os pecados destas pessoas. Elas vieram aqui para tomar uma posição. Cada uma deseja estar cheia do Espírito Santo. Permita que isto seja dado a eles. Eu os reclamo, Senhor, para Tua glória, enquanto eles estão de pé diante desta audiência, como testemunhas.

239 Alguns deles são membros de igrejas, alguns são apóstatas, outros nem mesmo Te aceitaram antes. E eles estão aqui de pé. E eles viram a sujeira que segue uma verdadeira, real confissão cristã. Eles estão prontos agora para se posicionarem, como aquela mulher, e confessar que são pecadores. Mas com suas lágrimas de arrependimento eles desejam lavar a sujeira do Teu Nome, Senhor. Permita que eles possam fazê-lo.  


UMA LIBERTAÇÃO TOTAL
William M. Branham
12 de Julho de 1959
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

53 – E o membro da igreja, ele é chamado para ser um membro de tal grupo, então ele não devia se comprometer. Se a igreja crê que não devemos jogar, então aquele membro nunca deveria tocar em um baralho de cartas. Nós não cremos em beber, ele deveria voltar sua cabeça completamente da bebida. Se nós não cremos em jogar ou fumar, o membro desta igreja nunca deve tocar em tal coisa. Deus  nos dá libertação completa. Quando nós…

Ele fará isto se nós nos entregarmos completamente  a nós mesmos a  Ele. Se nós rendermos completamente em suas mãos, então Deus pode viver em nós, Cristo a Esperança da Glória. Ele pode refletir a Si Mesmo em nós quando nos encontrarmos sobre o caminho, então nossos pensamentos são Seus pensamentos. Pode você imaginar a Cristo fumando um charuto? Pode você imaginar a Cristo bebendo, ou jogando baralho? Então, se seu espírito é parte do Espírito Dele, Ele deseja que isto esteja sobre sua confissão. Mas você permite que o diabo entre e tome conta, todas as vezes em seu coração lá no fundo você sabe que você está errado quando você faz aquelas coisas.  

E quando um membro fala contra outro membro, você sabe que isto é errado. Você está ordenado para orar um pelo outro, não para falar contra o outro, mas para amar uns aos outros. E se alguém está caído, vamos levantá-lo, ajudá-lo. Agora, aquilo nos faz um – um – um grupo de crentes unidos. Agora, quando nós não obedecemos aquilo, então nós não estamos obedecendo a Deus e nós desagradamos a Deus. E portanto nossa igreja, nosso povo não pode prosperar, a igreja não pode seguir em frente, é porque estamos desunidos. Como Jesus disse, “Um pouco de fermento leveda a massa”.

54 – Agora, se a junta da igreja ou como os – os diáconos viessem e dissessem que estávamos para … pensando que deveríamos construir um novo tabernáculo. Se aquela é a proposta dos diáconos, e os administradores são consultados, e eles não têm o dinheiro para fazerem isto, então eles têm um programa de construção como nós temos pela frente agora. E então isto é levado à audiência geral, como nós devemos ser, toda a igreja sendo soberana. Então, se a igreja vota para um novo tabernáculo, então todos nós devemos cooperar juntos na construção daquele tabernáculo.

55 – Francamente, eu mesmo, quando eles falaram do novo tabernáculo, para mim, eu estava contra tal pensamento. Isto é certo. Eu disse, “Nós não precisamos exatamente de um tabernáculo novo. Provavelmente eu estarei saindo daqui em breve como o Senhor… se o que Ele me mostrou acontecer. Para que necessitamos de um novo tabernáculo? Nós não temos dinheiro”.

56 – Então eu desci e senti o sentimento da igreja, que a igreja na maioria parecia querer isto, então o que fiz eu? Eu sacrifiquei meus próprios pensamentos e fiquei com a igreja. Claro, façamos isto, se esta é a maneira que nós escolhemos. Esta é a maneira que era no tempo da Bíblia, a maneira que a igreja votava. A soberania, o grupo de pessoas que se reúnem. Na união há força. Então, portanto, eu disse, “certamente, se esta é a maneira que a igreja deseja, se isto é o que Deus está desejando, Ele teve mais autoridade em votar entre todo o grupo de pessoas do que Ele tem em mim, porque eu não tive visão alguma que dizia que isto não devia ser feito. Então nos colocamos na igreja, e nos movemos com a igreja. E estou atrás disto para fazer tudo que posso, vêem, para ajudar a igreja.

57 – Aquele deveria ser o motivo de cada cristão e de cada pessoa na igreja, nos ajuntar e nos unir. Seja para o que for o voto da igreja, isto é em que devemos nos firmar. Então dizer, por exemplo, eles querem mudar algo na igreja. Bem, então, se os administradores desejam, ou alguém mais deseja, os diáconos, eles querem mudar algo, isto vem para a igreja, para toda a igreja então reunida. E se nossa – se nossa ideia aqui parece ser um pouquinho diferente do que a de toda a igreja, vamos sacrificar aquela ideia, porque esta é a única maneira pela qual podemos permanecer unidos. E se esta igreja simplesmente seguir adiante da maneira que vocês estão agora, e unidos, Deus… É ilimitado o que Ele fará se nós permanecermos juntos. Nós devemos ser inseparáveis. Isto é como nós desejamos ser, tão perfeito um com o outro, e então perfeitos nas mãos de Deus.

58 – Então nós temos que ter um homem em quem crermos, que prega a Palavra de Deus. Se o homem não faz isto, então arrume alguém que realmente o faça. Esta é a maneira que devemos nos firmar. E se a junta dos administradores não quer se firmar pelo que é correto, então é nosso dever eleger um que se firme no correto. Então quando vocês o fizerem, fiquem do lado dele. Depende de vocês. Fiquem ao seu lado. E todos juntos estamos  firmes numa Coisa, e Esta é Deus!

59 – Se um membro comete um erro, não o despreze; ajude-o, levante-o, juntem-se, e escute um ao outro. Isto é o que dizem as Escrituras. Quando cometermos um erro, vamos perante Deus. Antes de irmos à presença de Deus, nós temos que ir até a pessoa que magoamos.

60 – Eu simplesmente tive que fazer aquilo. E eu sei que fiz erroneamente, eu menti, fiz minha esposa mentir. Eu creio que lhes disse a respeito disto aqui na igreja. Isto foi há poucos dias, há não  muito tempo atrás, tem sido por cerca de seis semanas atrás. Os advogados me agitaram tanto com aquelas investigações até que eu dificilmente sabia onde estava. Eu tinha acabado de chegar do escritório em casa para jantar, e o telefone particular tocou e Meda foi atendê-lo. Ela colocou sua mão sobre o fone e disse, “São aqueles advogados outra vez”.

61 – Eu disse, “Eu não posso  suportar outra tarde. Minha cabeça está como se estivesse distante. Estou perdendo minha mente, simplesmente me jogando para este, aquele e aquele outro lado”. Eu disse, “Eu não posso suportar isto”. E eu saltei, e disse, “Diga a eles que não estou aqui”, e corri para detrás da casa.

62 – Quando eu voltei, ( Meda é muito cuidadosa com estas coisas ), ela foi me encontrar na porta, quase chorando, ela disse, “Bill, foi aquilo uma coisa correta para ser feita?”

63 – Você sabe como você está. Eu sei como estou. Eu disse, “Claro, eu não estava aqui neste período”. Eu sabia que Deus me teria condenado por isto. Eu disse, “eu não estava aqui neste período”. Ela disse, “Mas você estava aqui quando ele fez a chamada”.

64 – Naquela tarde eu fui orar por um bebê doente. E antes de eu sair de casa, o telefone tocou outra vez e o pequeno José correu e atendeu o telefone e disse, “Papai, o senhor quer que eu diga a eles que você não está aqui?” Veja você como o pecado corrompe, que família seria finalmente?

65 – I João, capítulo 5 ( capítulo 3 – Nota do tradutor ) verso 21, diz, “Se o nosso coração não nos condena, temos confiança em Deus. Mas se nosso coração  nos condena, com podemos ter confiança em Deus?” Nós sabemos que desde que temos pecado que não está confessado, Ele nunca nos ouvirá. Isto é errado, mas, isto – isto – isto, a igreja precisa destas coisas.

66 – Então eu comecei a orar por este bebê. E quando eu comecei a colocar minhas mãos sobre ele, o Senhor me repreendeu e disse, “Você disse uma mentira, você não está preparado para orar por este bebê”.

67 – Eu virei para o homem, e disse, “Senhor, simplesmente espere aqui. Eu tenho algo para acertar”.

68 – Eu telefonei para o advogado e fui até o escritório, chamei-o, e eu disse, “Olhe, senhor, eu disse uma mentira. Eu fiz minha esposa mentir, ela disse que eu não estava lá. E eu corri para detrás”. E eu lhe confessei isto e lhe disse acerca disso. 

69 – Ele veio, colocou suas mãos sobre os meus ombros, ele disse, “Irmão Branham, eu sempre tive confiança em você, porém agora eu tenho mais do que nunca. Um homem”, disse ele, “que está desejando corrigir seus erros”. 

70 – Eu lhe disse, eu disse, “Eu comecei a orar por um bebê e o Senhor não… simplesmente me condenou no meu coração, porque eu sabia que havia errado”. 

71 – Então no dia seguinte minha esposa disse: “Onde você vai?”

Eu disse, “À minha caverna”.

72 – Eu fui para minha caverna acima de Charlestown, onde eu tenho ido por anos, e eu cheguei lá e orei todo aquele dia, “Oh, Deus, nunca me deixes fazer algo como aquilo outra vez. Perdoa-me, Senhor, pois quando eu comecei a colocar minhas mãos sobre as pessoas enfermas para orar eu estava condenado”. Lá pelas três horas da tarde eu saí, e lá fora há uma grande rocha, e eu subi naquela rocha e estava olhando para cima em direção ao leste, com minhas mãos levantadas, louvando ao Senhor. E estava simplesmente tão silencioso lá, e eu disse, “Senhor, se Tu somente… certa vez Tu passaste por Moisés, e ele disse que foi quando Tu o tinhas na brecha da rocha, e parecia as costas de um homem”. Eu disse, “Poderias tu fazer isto outra vez, Senhor, deixe-me saber que estou perdoado”. E eu disse,  “Se Tu  me ajudares a vir à minha mente” eu disse, “Senhor, eu – eu não sou muito forte mentalmente, porque não tenho nenhuma educação”. Eu disse, “E eu – estou tentando Te servir. Tu conheces o meu coração, eu não… eu não devia ter feito aquilo. Eu não quis fazer aquilo. Minha cabeça simplesmente sentia como se estivesse saindo, eu estava tão nervoso, eu fiz isto em uma fração de segundo quando Satanás me enganou”. Eu disse, “Se Tu me tens perdoado, Senhor, então permita que eu Te veja”.

73 – E Deus está sendo o meu Juiz, justamente ao meu lado, em um pequeno lugar os arbustos começaram a rodopiar com um vento, e Isto veio diretamente ao lado da caverna onde eu estava e desceu através da floresta. Oh, irmão, uma paz que excede todo entendimento me varreu, e eu chorei, pranteei, gritei. Eu sei que meus pecados foram perdoados. Vêem, eu estava separado de Deus, eu não pude ter a libertação para aquele bebê.

77 – Vêem, “se nossos corações nos condena”. Nós queremos libertação total. Nós não queremos estar em uma meio igreja. Nós  queremos estar numa igreja verdadeira, ou em nenhuma igreja. Nós desejamos ser cristãos verdadeiros, ou cristão algum, de maneira alguma. Nós desejamos libertação total de nossos hábitos, dos nossos pecados, de nossos pensamentos malignos, de nossos feitos malignos, por nossa negligência, seja o que for que tenhamos feito. Nós desejamos uma libertação total, para que então quando as pessoas entrarem nesta igreja para receberem oração, que haja somente este pequeno grupo ( talvez não mais que duzentos ou cem ) assentados aqui, mas  que estejam completamente nas mãos de Deus. E quando orarmos, então Deus ouvirá dos Céus. Deus quer alguém que Ele possa segurar em Sua mão, alguém que Ele possa dizer, “Eu tenho confiança. Eu posso enviar este Meu servo cansado ao Tabernáculo Branham em Jeffersonville, e àquele grupo de pessoas que estão em um acordo”. Algo acontecerá.

78 – Bem, veja o que Ele faz para nós na condição em que estamos, o que faria Ele se nós tivéssemos em um só coração e acordo? E a única maneira que podemos fazer aquilo, é unir nosso corações com amor fraternal, obedecer os oficiais da igreja e o pastor; e o pastor obedecer a Deus; então Deus trabalhará através do pastor, através da junta, na igreja, e todos juntos, unidos ao Reino de Deus. Então Deus ouvirá quando tivermos um grupo unido. Não deixe nada te aborrecer. Não desanimes em nada.


HEBREUS CAPÍTULO SETE – I PARTE
William M. Branham
15 de Setembro de 1957 – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

49 – Você tem que fazer o que Deus lhe diz para fazer. E Abraão continuou, levou seus parentes consigo. Ele os amava, essa é a parte humana. Mas depois de um tempo seu pai morreu e ele o enterrou. Então ele tinha seu sobrinho, e então brigas e discussões surgiram. E finalmente Ló fez a sua escolha e desceu para Sodoma. E você notou que Abraão, ele  não discutiu com Ló; ele disse: “Nós somos irmãos, não devemos discutir. Porém levante a sua cabeça e vá para qualquer lado que você quiser ir. Se você for para o leste, eu irei para o oeste. Se você for para o norte, eu irei para o sul.” Esta é a atitude cristã, esteja disposto a dar ao outro homem o melhor do acordo. Sempre apresente-o a ele, deixe-o fazer a sua escolha.

50 – Por que? O que fez Abraão fazer aquilo? Ele sabia que a ele tinha sido prometido por Deus que ele herdaria a coisa completa de qualquer maneira. Amém. Sendo assim, se é uma tenda ou uma choupana, por que deveríamos nos preocupar? A coisa completa nos pertence. “Bem – aventurados os mansos porque eles herdarão a terra.” Toda ela nos pertence. Deus disse assim. Então dê ao homem o melhor da escolha se ele quiser; talvez isso seja tudo o que ele alguma vez conseguirá. Mas tudo isso vos pertence, herdeiros da salvação pela promessa. É tudo vosso.

51 – Então Sara, a mulher mais bonita da terra, ela se estabeleceu lá do lado da colina com seu marido como ela deveria ter feito. Bem, ela simplesmente pode ter usado vestidos simples de chita, ou do que quer que você queira chamá-lo, enquanto que a Sra. Ló se vestia como uma milionária. E o seu marido era o prefeito da cidade; ele era um juiz que se assentava à porta. Ela tinha tudo; frequentava todos os círculos de costura e festas de jogos de baralho que havia em Sodoma e Gomorra. Mas Sara estava mais contente em viver com seu marido na escassez e saber que ela estava na vontade de Deus, do que desfrutar das riquezas de… ou dos prazeres das riquezas por um período de tempo. Isto é certo. Isto é quando Deus visita.

52 – E um dia, você, simplesmente tão certo como quando você toma a estrada errada, isto vai te alcançar um dia. Você pode pensar que você vai se dar bem. Você pode pensar que você está progredindo, mas não está. Pode parecer que tudo isto está encoberto, mas não está. Deus sabe tudo. Ele sabe se você realmente é sincero na sua confissão ou não. Ele sabe se você diz que realmente crê Nele e é salvo e O aceitou; se você está morto para as coisas do mundo e está vivo em Cristo. Ele sabe disso. 


DESDE ENTÃO
William M. Branham
16 de julho de 1960
Klamathfalls – Oregon – E.U.A.

179 Paulo Rader disse uma vez, ele simplesmente deixou a sua esposa assentada à mesa, e eles entraram em uma discussão em relação a um determinado lugar que ele queria levá-la. (O grande Paul Rader, vocês sabem, um bom amigo meu.) Ele disse… Ele — ele ficou um tanto zangado, então ele -­ ele foi até a porta, e a sua esposa sempre o esperava ali e lhe dava um beijo de despedida. E ele saía até as escadas, e ia até o final da calçada e acenava de volta para ela assim, e ia trabalhar.

180 Disse que eles tiveram uma pequena discussão na mesa a respeito de alguma coisa. E ela parou na porta, disse que ele foi [O irmão Branham faz som de beijo — Ed.] “Adeus.” Ela disse: “Adeus.”

Saiu e foi para o…?… e virou no portão, acenou de volta, e disse que ela ficou de pé na porta chorando. Ele disse: “Tchau”

E ela disse: “Tchau”

181 Seguiu rua a baixo e disse que isto começou a trabalhar em seu coração (O Espírito Santo tomou conta dele, você sabe.) Começou a operar em seu coração. E ele disse: “Oh, e se ela morrer enquanto eu estiver fora? E se ela cair morta? E se eu morrer? E se eu for ferido aqui na rua em Fort Wayne antes mesmo de eu voltar? O que eu poderia fazer?” Assim, falando sobre isto desta maneira. Oh, que coisa. Disse… Ele disse: “Oh, eu me senti tão condenado, que eu não sabia o que fazer.” Ele disse: “Eu corri de volta bem rápido, abri o portão empurrando e corri, e empurrei a porta e disse… Olhei ao redor e disse: “Helen, onde você está? Onde está você?”

182 Disse: “Eu ouvi um [O irmão Branham funga — Ed.] Disse que ela estava em pé atrás da porta.” Disse: “Eu olhei assim para ela.” Disse: “Eu não disse nem uma palavra.” Disse: “Eu apenas cheguei e a tomei em meus braços e a beijei. E eu disse: [O irmão Branham faz um barulho de beijo — Ed.] “Tchau” Ela disse: “Tchau.”

183 Então ele saiu e foi para fora para… e se virou no portão, acenou e disse que ela ficou na porta chorando. Ele disse: “Tchau”

E ela disse: “Tchau”

Disse: “Ela acenou como ela fez da primeira vez, mas da segunda vez ela colocou sentimento naquilo.” Então é assim que…

184 Servir ao Senhor é mais ou menos assim, você sabe. Você tem que colocar o seu coração nisto; você tem que ser sincero. Você tem que encontrar com Deus, não ir a igreja e fazer alguma confissão fria sem lágrimas; desça ali e permaneça ali…  


A PERFEIÇÃO
19 de abril de 1957
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – EUA

77 Que é isto? Oh, Deus requer perfeição! Ele requer o seu arrependimento. Ele requer sua fidelidade para com Ele. Mas Ele está olhando esta noite. Não importa o quanto você tenha pecado, quanto de menos ou quanto de mais, você ainda é pecador, e não pode entrar de nenhuma outra maneira exceto por Jesus Cristo, o Sacrifício todo-suficiente de Deus. E Nele você é aperfeiçoado para todo o sempre. Pense nisso! Não é nada que você faça. Não são novas páginas que você vire. Não é uma nova vida que você comece. É uma confissão do seu erro, e a graça de Deus para com você. Isso o traz à perfeição, e então você é aperfeiçoado em Jesus Cristo.  


A MENSAGEM DA GRAÇA
William M. Branham
27 de Agosto de 1961
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

74 – Unir-se a uma igreja nunca cobrirá nenhum pecado. Nenhuma confissão sem lágrimas cobrirá pecados. Isto tomará tristeza e o arrependimento, e a graça de Deus, para cobrir o pecado; pelo Sangue de Jesus Cristo, Aquele que Deus sacrificou no Calvário para cobrir os pecados. 


A MANEIRA DE UM VERDADEIRO PROFETA
William M. Branham
13 de Maio de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

108 – Realmente creio num purgatório, porém eu creio que ele seja agora mesmo. Você purga sua própria alma. Purgatório significa “purificar.” Quando você vê que você tem feito alguma coisa errada, sai lá e a limpa de você, por confissão, e chorando, e jejuando, e orando. Alguém até mesmo riu de mim quando o Senhor veio aqui, há não muito tempo atrás, e me deu uma visão que eu sempre quis ver sobre amarrar aquela serpente. Eu sempre quis saber como – como seria se eu saísse assim daquela forma, quando aquilo era o que eu tenho desejado toda minha vida. Então eu começo a jejuar e orar. Disse: “O que faria você?” Eu disse: “Lá dentro ele disse que eu não era sincero o bastante.” Eu tive que vir agora para me purgar. Não espere até você morrer e deixar que algum sacerdote tente purificá-lo. Purguem suas almas!


UM HOMEM ENVIADO DE DEUS – 1ª PARTE
William M. Branham

367 – O Irmão Branham nos informou que só tinha uma reunião programada para essa ocasião, em Houston, Texas. Ele queria que fôssemos a Houston e depois nos encarregássemos de futuras campanhas. Como eu estava ocupado na tarefa de preparar este livro para sua publicação, e precisava estar com ele esse tempo, consenti em ir a Houston.

368 – A reunião em Houston começou um pouco lenta. No entanto, antes de terminar, algumas coisas notáveis haviam acontecido. Se fez aparente que o ministério de nosso irmão, de alguma maneira havia se desenvolvido grandemente. Não só estavam os dons do Espírito, os quais se haviam manifestado previamente em seu ministério com aumentado poder, mas uma nova manifestação era evidente.

369 – No desenvolvimento deste novo dom, acontecimentos passados das pessoas que vinham na fila de oração eram revelados. Isto se manifestou de duas formas: Se aqueles que vinham para a cura eram devotos cristãos, lhes revelava acontecimentos passados em sua vida, os quais estimulavam tremendamente sua fé, de modo que em muitos casos a pessoa era curada sem uma palavra de oração. Em troca, aquelas pessoas que se aproximavam à fila de oração pelos enfermos sem buscar devida relação com Deus ou que estavam vivendo vidas licenciosas e haviam cometido pecados que não haviam sido confessados sinceramente diante de Deus, estas pessoas eram repreendidas na mesma plataforma pelo Espírito de Deus. Seus pecados eram revelados e o intento de seus corações era trazido à luz, e praticamente em cada caso a pessoa cheia de lágrimas fazia uma confissão, então a pessoa recebia sua cura, muitos eram curados instantaneamente. 


DESESPEROS
William M. Branham
01 de Setembro de 1963
Tabernáculo Branham
Domingo – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

45 – Agora falaremos de – de Desesperos por alguns minutos agora. Geralmente se requer um estado de emergência para nos lançar em desespero. Vêem? É pena que tenha de fazer isto. Porém os seres humanos são tão indolentes em suas mentes, que se necessita de uma emergência. Algo surge, e quando surge, então isto – isto os lança naquele desespero. E realmente, ao se fazer isso em desespero, põe para fora aquela coisa real que você é. Isto mostra de que você é feito, no tempo de desespero. Isto geralmente arranca para fora todas as boas coisas que estão em você.

46 – Na hora da morte, tenho ouvido pessoas quando sabem que estão morrendo, e coisas que mantiveram em segredo toda a sua vida, eles, em desespero, eles estavam tentando confessar aquilo. Vêem? E tentando: “Tome isto e o faça correto; vá, por favor; vá, faça,” vêem, em desespero. Eles deviam ter feito aquilo antecipadamente, vêem, não esperar até a hora de emergência. “Fará você assim e assim por mim?” A emergência causa desespero. Quando, devíamos fazer isto sem a emergência. 

76 – Notem o que a Bíblia disse aqui também, em Tiago 16, 5:16, disse, se…”Confessando nossas falhas,” corrigindo, se aprontando para isto, “confessar nossas falhas uns aos outros.” Não tendo nenhuma – nenhuma falha…Pedir às pessoas para orar por você, confessando nossas falhas uns aos outros, e orando uns pelos outros. Aí está você. Com amor, amor, no qual tenho confiança que posso confessar a você meu erro; e você pode confessar a mim seu erro. E eu o amo o suficiente para orar por você, e você orar por mim; e nós permaneceremos com isto, com uma oração eficaz e fervente, até que seja respondido. Isso é, isso é desespero. Isso é o que deveríamos ter todo o tempo. 


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 2
William M. Branham
23 de agosto de 1964
Tabernáculo Branham – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

82 – “Ouvirá meu esposo a Palavra e que farei eu?” Conforme disse esta manhã, seja salgado: “Vós sois o sal da terra”. Teu esposo observarás tua vida pura, e o marido que é incrédulo será santificado ao Senhor pela esposa crente. Apenas busque o Senhor, permaneça humilde e ore todo o tempo, dando graças a Deus e sendo benévola com teu esposo enquanto ele deseje viver contigo nessa forma.

10 – para os serviços de domingo: se uma mulher comete um erro com a … (Agora esperem um minuto, é melhor que eu leia isto primeiro para mim mesmo. Vêem vocês? (O irmão Branham lê para si a pergunta – Tradutor). Muito bem. Isto está bem). Se uma mulher comete um erro com um – um homem casado, se arrepende e o corrige com seu esposo conforme a escritura, tem ela que ir à esposa do homem envolvido, mesmo se esta esposa não saiba de nada disso; ou é obrigação do homem dize-lo primeiro, ou é necessário que ela seja ferida de todo? Até onde podemos ir com esta restituição quando terminada e feita, e quando esta envolve a amizade?

83 – Bom, minha querida, irmã, só há uma coisa que tens feito que está correta. Estiveste envolvida, imagino ou esteve envolvido alguém que conheces, num ato mal, que tens tomado o companheiro de outra mulher e tiveram um ato social. E quando o fizeste, aí caíste de tua graça. Então te arrependeste e não podes arrepender-te até que voltes a este varão e o corrijas. Tens que juntar teu esposo e ir e este homem, o qual fizeste. E essa era a coisa que devias haver feito, isso é Escritura – devias fazê-lo.

84 – Não faz muito tempo uma senhora veio a mim daqui mesmo de Louisville, que… Ela é uma jovem. Ela andava com um homem e – e então ela… soube que estava fazendo mal. E deixou a cidade e se foi a outra cidade bem longe e mudou seu nome, vivia com alguma gente. E este homem a seguiu e quando chegou ali lhe disse que tinha a prova de sua culpa. Ela ainda teria que permanecer sendo sua esposa consensual ou ele diria aquilo. (E quando ela estava ali, se casou com um bom homem cristão). E disse que se ela não vivesse com ele, ele divulgaria a coisa completa – a ameaçou, portanto tinha que viver com ambos os homens, o que fez mal, em lugar de no princípio mostrar suas verdadeiras intenções.

E teve um bebê e agora a menina tem como que 18 anos de idade e deles na verdade não sabe qual é seu pai. Agora ela entra na menopausa e isto lhe apanha. Agora, que pode fazer ela?

Eu disse: “Há somente uma maneira…”

Ela disse: “Se digo isto a meu esposo, me deixará e se eu – se minha filha sabe disto se suicidará”.

85 – E eu disse: “Irás ao inferno se o retiveres em teu coração. Agora, faça o que lhe convier”. Somente há uma coisa a fazer, é ter tuas mãos limpas. Isso é exatamente correto. Seja honesta.

86 – Sabes, muitas vezes nas visões, como vêm as pessoas, homens e mulheres; o Espírito Santo esquadrinha essas coisas que tem feito na vida. Você o tem ouvido e o tem visto, vocês sabem. Vêem? – e lhes diz essas coisas que eles têm que fazer.

Eles dizem: “Bom, eu – já eu o tenho acertado com o Senhor”. Porém se deves a teu marido ou a tua esposa, vá e diga-lhe. Isso é certo. Estás suposto a confessar isso.  

87 – Agora, esta pessoa; se ela é a culpada, ela o fez, foi a seu esposo. Agora, você se tem livrado da culpa irmã, porque entre… Você adulterou contra seu esposo. Foste a teu esposo e te livraste de culpa. Estás livre. Se teu esposo continua – quer viver contigo, isso está de sua parte. Ele não tem que fazê-lo agora, porém ele – porém se ele quer viver contigo e te perdoa, seja pois suficiente dama para nunca mais ser culpada de tal coisa. Porém se ele não te perdoa, então esse é seu – esse é negócio seu. Ele pode te repudiar. Exatamente correto.

88 – Mas agora, o homem com o qual tiveste o ato, agora, ele é o que tem que ir a sua esposa e trazer a sua esposa e regressar a você. Fizeste tua parte, agora é a vez dele fazer sua parte. Vê? O segundo interessado.

89 – Esta mulher teve o ato com o homem e corrigiu com seu esposo, o confessou e o acertou. Agora, o próximo homem também era um homem casado; agora, ele tem que ir a sua esposa e tomar a sua esposa e regressar a esta esposa. Então está bem. Vêem o que digo? Está acertado então. Porém fora disso, todavia serás culpada e no profundo em teu coração serás condenada.

92 – Porém primeiro, quando vires ao altar e recordares que deveria acertar isso primeiro… E enquanto este outro interessado aqui for culpado de não contar à sua esposa… Esta esposa se tem livrado. agora está da parte dela e de seu esposo. Porém este outro homem e sua esposa tem que vir livres de culpa nisso. E você não pode… Não importa o que faças, te perseguirá enquanto viveres, até que confesses. Só há uma forma de fazê-lo: Confessar isto. Ainda que te esfole, de todos os modos faça-o. Diga a verdade, então o tens acertado. Amém!  


HUMILHA-TE
William M. Branham
14 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham
Domingo – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

102 – “Agora, eu acabei de ouvir uma mensagem domingo à noite, de um irmão ali, que como nós devemos confessar as nossas faltas um ao outro e orarmos um pelo outro, para que nós sejamos curados. Tiago 5:14, 13, 14, 15, está vendo, que nós devemos confessar as nossas faltas um ao outro antes de nós até mesmo virmos buscar a cura. Sim. Confessar as nossas faltas um ao outro e orar um pelo outro”. Está vendo? Está vendo, é exatamente disso que ele estava falando hoje à noite, traz de volta as bem-aventuranças com Marcos 16. Traga isso junto, vocês tem isso, então a cura acontece.


OBRA É FÉ EXPRESSADA
William M. Branham
26 de Novembro de 1965
Shreveport – Louisiana – U.S.A.

100 – Nós o permitimos, algumas vezes dizemos: “Bom, este indivíduo não tem suficiente fé, este indivíduo não faz isto e isto. Ali há uma razão para isso, há uma razão. Algumas vezes é pecado sem confessar. Você pode derramar um galão de azeite sobre a pessoa, e gritar até se tornar rouco e isso nunca moverá a esse demônio. Não senhor! Você tem que confessar isso. Isso é o que diz o discernimento, diz: “Vá e corrija isso, tire isso fora”. 

101 – Porém é tão lento fazer aquilo, vêem? E logo – logo o resto se põe impaciente e diz: “Ah, nunca recebi pela oração”. Porém queremos encontrar uma forma que… que estabeleça a verdadeira base da cura divina. 


A UNIÃO INVISÍVEL DA NOIVA DE CRISTO
William Marrion Branham
25 de Novembro de 1965
Shreveport, Louisiana – U.S.A.

68 – Agora, ela tem um sagrado…um, eu desejo nomear três coisas aqui das quais ela não deve se apartar. Agora, eu estou falando, tenha a igreja em mente enquanto estou falando isto à mulher natural, segundo Paulo o está aqui… no sétimo capítulo dos Romanos. Tem um cargo sagrado de virtude encomendado a elas por Seu Senhor – uma virtude em particular. Nenhuma outra coisa o tem, senão a mulher. Isso é certo. isso é encomendado a ela por Deus. Ela não deve violar essa virtude. Mesmo se ela faz algo errado, ela deve confessar aquilo a seu esposo antes que ele a aceite, e corrigi-lo. Simplesmente da mesma forma como a igreja que estava casada com a lei também tem que confessar isso. Se ela não o faz e vive com seu esposo por dez anos e então o confesse ele tem o direito de repudiá-la e casar-se com outra mulher. Essa é a Escritura. A fornicação é vida imunda.

69 – “José, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela está gerado, é do Espírito Santo”. Ele estava pensando em repudiá-la, secretamente, vêem vocês, depois que ele já estava desposado com ela, ao que Deus concerne, quando está comprometido com ela, estás casado com ela.


A INFLUÊNCIA DE UM HOMEM SOBRE OUTRO
William M. Branham
13 de Outubro de 1962
Tabernáculo Branham – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

181 – Este profeta entrou em ação rapidamente também; ele ficou de joelhos. E ele disse: “Eu sou um homem de lábios impuros.” Então tão logo que ele confessou, então veio a limpeza. Você tem que confessar primeiro. 

196 – Quando aquele pequeno Isaías viu a visão de Deus se mover para baixo e entrar naquele templo, ele estava pronto para confessar o seu erro. Ele estava pronto para confessar que ele não fez nada certo. E ele voou para a nação então; ele fez tudo que era certo então. Tudo que ele podia fazer, até que finalmente ele selou seu testemunho com o seu sangue. 


O SEXTO SELO
William M. Branham
23 de março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

3- Assim que se estamos dispostos a confessar nossos pecados, e fazer o que é correto, e rogar por Sua misericórdia, e clamar a Deus, Ele está disposto a nos conceder o que lhe pedimos.  


O MENSAGEIRO DO ENTARDECER
William M. Branham
16 de Janeiro de 1963
Mesa – Arizona – U. S. A.

319 – Oh, faça nossos pedidos conhecidos a Deus, e Ele responderá. Ele é abundante… “Aquele que confessar seus pecados terá perdão. Aquele que esconde seus pecados não prosperará”. E nós confessamos nossos erros. Eu confesso os erros das pessoas. Eu confesso meus próprios erros. Eu rogo por misericórdia. Eu rogo por cura. Eu rogo por graça. Eu rogo que derrames o Espírito Santo, Senhor, agora sobres estas pessoas que aguardam, que suas vidas sejam moldadas no bloco de moldagem de Deus, e sejam formadas na imagem do Filho de Deus, que o Espírito que O vivificou, que venha aos seus corpos e faça-os filhos e filhas de Deus. Conceda isto, Senhor.


DEMONOLOGIA – ESTADO FÍSICO
William M. Branham
06 de Junho de 1953
Campanha de Tenda
Sábado – Tarde
Connversville – Indiana – U.S.A.

38 – Você não pode pecar. Oh, você… eu posso ser um pecador no seu ponto de vista, mas se estou em Cristo, Deus não vê isto, porque seus pecados foram expiados, Seu Sangue expiou meus pecados lá. Vêem? Eu não posso pecar. “Aquele que é nascido de Deus não comete pecado, pois ele não pode pecar. A semente de Deus permanece nele”. Vêem? Ele – ele está desejando, se ele cometer um erro, claro que ele está certo que deseja confessar isto. Se ele é um Cristão verdadeiro, ele fará isto. Se ele retiver isto, ele mostra que ele ainda não chegou no primeiro lugar, isto é certo, ele não teve nada com que começar. Mas se ele é um Cristão verdadeiro… 


TRÊS CLASSES DE CRENTES
24 de novembro de 1963
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Tradução – GO

179 – …Por favor, mostre esse desejo levantando sua mão, com a cabeça e o coração inclinado e os olhos fechados. Às vezes alguns se põem temerosos pensando que a pessoa que está a seu lado notará quando levantar a mão. Não devemos temer dessa maneira; mas devemos ter coragem para nos pôr de pé e dizer: “Eu tenho estado errado”. A Bíblia diz que o que encobre’ seus pecados, não prosperará; mas o que os confessa e se aparta, alcançara misericórdia. E que é o pecado? É incredulidade. Incredulidade em que? Incredulidade’ na Palavra.


PRESUMINDO
William M. Branham
17 de Janeiro de 1962
Phoenix – Arizona – U.S.A.

117 – Eu sempre quis saber…Eu gostaria de falar a uma igreja. Eu espero ver isto antes de morrer (concluindo), em algum tempo entrar em uma igreja, e andar por ali e ver como o pecado não pode entrar naquela igreja. Qualquer membro tivesse que confessar aquilo antes mesmo de entrar ali. O Espírito Santo chamasse aquilo imediatamente, assim (vêem?), exatamente, ver as mulheres assentadas ali parecendo damas, ver homens como homens, verdadeiros homens de integridade, homens cheios do Espírito Santo, cheios do Espírito. Deixasse um pecado entrar na igreja em alguma parte, o Espírito Santo identificaria aquilo imediatamente. Como Ananias e Safira, ter aquilo bem ali diante de você. Vêem? Oh, esta é a igreja que eu gostaria de ver. Eu gostaria de ver isto.  


A ERA DA IGREJA DE PÉRGAMO
William M. Branham
07 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

ADMOESTAÇÃO

“Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca”. Apocalipse 2:16

166 – Que outra coisa poderia Ele dizer? Pode Deus fechar os olhos aos pecados daqueles que têm tomado Seu Nome em vão? Há somente um caminho para se receber graça na hora do pecado. Arrepender-se. Confessar que se está errado. Vir a Deus suplicando-lhe por perdão e pelo Espírito de Deus. Este é um mandamento de Deus. Desobedecer significa a morte, porque Ele diz, “Eu batalharei contra ti com a espada da minha boca”. A besta fez guerra contra os santos, mas Deus fará guerra contra a besta. Aqueles que combatem a Palavra descobrirão um dia a Palavra combatendo contra eles. É algo seríssimo diminuir ou aumentar a Palavra de Deus. Porque aqueles que a modificam, e fazem dela o que lhes agrada, qual será o seu fim senão a morte e a destruição? Mas a graça de Deus ainda clama, “Arrependam”. Oh, como são doces os pensamentos do arrependimento. Nada trago em minhas mãos, simplesmente à Tua cruz eu  me apego. Eu trago minhas dores. Eu me arrependo de ser o que sou, e do que tenho feito. É pois o sangue, nada mais senão o sangue de Jesus. O que será?


COMO FUI COM MOISÉS, ASSIM SEREI CONTIGO
William M. Branham
11 de Setembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

314 – Oh, esta é uma coisa estranha. Vamos pensar assim. Agora eu não sabia que Betty Daugherty estaria nesta reunião. Mas a primeira em meu outro discernimento foi Betty Daugherty. Aqui está de volta outra vez, na primeira reunião disto.

315 – Ela sabia imediatamente de que eu estava falando. Não quero começar esse discernimento de novo porque, na fila. Mas ela disse que o devia ter dito agora mesmo. Ela foi cheia com o Espírito Santo lá em… lá em Saint Louis. Como uma adolescente, garota, talvez ela tenha feito coisas que não devia ter feito. Mas, quem não as tem feito? Quem não fez? Se não fosse a graça, todos estaríamos perdidos. Mas se você estiver disposto a confessar seu erro, Deus é justo para te perdoar.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...