Ansiedade e Preocupação


Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?

Lucas 12:26

E, temendo ir dar em alguns rochedos, lançaram da popa quatro âncoras, desejando que viesse o dia.

Atos 27:29

E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;

Mateus 6:28

E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos.

Lucas 2:48

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.

Filipenses 4:6

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?

Mateus 6:31

Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

Mateus 6:34

E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.

Lucas 12:22

Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.

1 Coríntios 14:12

Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?

Mateus 6:25

E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.

Isaías 56:11


ELE CUIDA, E VOCÊ?
William M. Branham
21 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

142 – Ele cuidou, quando o centurião se preocupou o suficiente consigo mesmo e mandou buscar ajuda de Jesus. Quando o centurião mostrou através de sua fé, denunciou os seus ídolos de Roma, e se importou o suficiente (pelo testemunho público) para ir busca-Lo, para vir curar o seu filho, Jesus se importou de ir para cura-Lo. Ele cuida quando você importa. Você tem que importar primeiro, então. Ele cuidou.

143 – Ele cuidou quando Jairo se importou com Jesus. Ele era um crente secreto. Ele cria que Ele estava certo, mas por causa da sua posição denominacional ele não podia sair e confessar isto, mas quando a sua filhinha ficou doente e morreu, Jairo sabia, olhando para a morte de sua filha, ou para expressar seu cuidado, ele se importou o suficiente para denunciar os incrédulos que estavam ao redor dele, e colocou o seu pequeno chapéu ministerial, e foi e encontrou Jesus. Quando Jairo mostrou que ele importava, Jesus mostrou que Ele importava o suficiente para chegar e ressuscita-la da morte. Lance vossa ansiedade sobre Ele, pois Ele cuidará de vós! Não importa o que seja, ele cuida!

144 – Ele cuidou o suficiente quando ali não havia nem mesmo um mandamento, ali não havia nada assim dito, Ele nunca havia feito referência disto, mas Ele cuidou porque aquela mulherzinha não podia entrar na fila de oração, e ela disse, “Se eu pudesse tocar na orla de Sua veste, eu creio Nele”. Ele se importou por sua fé naquilo, de tal forma que Ele virou e a chamou no meio da audiência, e lhe disse que a sua fé lhe havia curado. Ele cuidou porque a mulher se importou.

145 – Ele cuidou quando o neurótico chamado Legião se importou o suficiente, sob oposição, andando entre aqueles túmulos de demônios e saiu para se encontrar com Jesus, e se prostrou. Quando, Legião! Aqueles demônios nunca teriam vindo se o Legião não tivesse aberto o seu caminho até ali para encontrar com Ele. E quando ele se importou o suficiente para fazer aquele esforço, aquela posição em sua crença, Jesus se importou o suficiente para expulsar aquela legião de demônios dele, e a sua condição neurótica havia acabado. Ele importa quando você importa. Sim, senhor. Ele cuida quando você importa.

171 – E agora quantos querem dizer isto? Eu creio (A congregação responde, “Eu creio” – Ed.) de todo meu coração (“de todo meu coração”) que Jesus (“que Jesus”) me curou (“me curou”) quando Ele foi crucificado (“quando Ele foi crucificado”) no Calvário (“no Calvário”). Correto. Vêem? Agora, se Ele já fez isto, então é a sua fé para aceitar isto. Agora, Ele se importou o suficiente para fazer isto, você se importa o suficiente para colocar de um lado cada dúvida, e crer nisto? Lance suas ansiedades sobre ele, pois Ele cuidará de você.

214 – Então se vocês simplesmente ficarem de pé por um momento, para despedida. Vamos cantar isto outra vez. “Lance suas ansiedades sobre Ele, pois Ele tem cuidado de você”. E agora se você se importa com Ele, vamos cantar, eu…” Quando você faz isto, você está – você está fazendo esta afirmação, “Senhor, eu sei que Tu cuidas de mim. E estou levantando minhas mãos, eu me importo Contigo. E vamos ficar com nossas mãos levantadas agora nesta festa de amor e caridade, enquanto cantamos.

Ele cuidará de ti,

Ele cuidará de ti;

Através do sol ou sombras,

Ele cuidará de ti.


ATOS DO ESPÍRITO SANTO
William M. Branham
19 de Dezembro de 1954
Jefersonville – Indiana – U.S.A

43 – E, então, o Espírito Santo habita dentro, e cresce diariamente ; cresce, Se fazendo maior e maior; tirando fora as coisas, as ansiedades, a tentação. À medida que você as vence, o Espírito Santo toma o Seu lugar. Você sabe de uma coisa? Se você tiver uma má tentação de algo que não está certo; vença aquela coisa algumas vezes, e observe se o seu testemunho não floresce quanto àquilo.


PERGUNTAS E RESPOSTAS – NÚMERO 12
William M. Branham
12 de Janeiro de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

521 – E recordem, irmãos, minha armadura precisa ser ajustada também. Então orem a Deus por mim para que Deus  me ajude e ajuste mais uma pouquinho minha armadura, para  que eu… não fique tão frouxo com as coisas. E a vida que vivo e as coisas que faço, que eu possa fazer isto com mais espírito de humildade, mais ansiedade para fazê-lo. E Deus me dê um coração para fazê-lo mais do que já tive antes. Eu rogo a mesma coisa por todos vocês. Deus vos abençoe


O SOM INCERTO
William M. Branham
Tabernáculo Branham
18 de Dezembro de 1960
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

439 – Oh, eu sei que isto é assim, amigos. Eu fui uma vez  perdido, mas agora fui achado. Eu era cego para estas coisas, mas agora eu vejo. Foi a graça que ensinou o meu coração a temer, foi a graça que tirou minha ansiedade. Quão preciosa aquela graça apareceu na hora quando eu primeiro cri, quando vim para Cristo.


O MENSAGEIRO DO ENTARDECER
William M. Branham
16 de Janeiro de 1963
Mesa – Arizona – U. S. A.

03 – E eu estou ansioso por estar na – na reunião desta noite; que Deus derrame suas bênçãos sobre nós e nos ajude.


QUEM É ESTE MELQUISEDEQUE?
William M. Branham
21 de Fevereiro de 1965
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

67 – Agora, vemos o atributo, filhos de Seu Espírito, ainda não têm entrado no corpo que tem a forma da Palavra, mas — uma teofania. Este corpo está sujeito à Palavra e ansioso. . . Espera ansioso a mudança  do corpo.


COMO FUI COM MOISÉS, ASSIM SEREI CONTIGO
William M. Branham
11 de Setembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

141 – Agora, quando Deus me deu minha comissão. Tenho baseado tudo isto, por este único propósito. “Dons e vocações são sem arrependimento”. Ninguém pode fazer algo de si mesmo. Deus te faz o que você é por Sua graça. Não temos nenhum jeito de fazermos por nós mesmos. Jesus disse, “Qual de vós, por ansioso que esteja pode acrescentar um côvado ao curso de sua vida?” Quem pode se fazer maior ou menor, por ansioso que esteja? Você não pode fazê-lo.


A MAIOR BATALHA JAMAIS PELEJADA
William. M. Branham
11 de Março de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

59 – Nós estamos tão ansiosos de ver as coisas feitas e de fazer algo para Deus. Não resta dúvida que esta jovem está mui ansiosa por viver; ela quer ser curada, e há muitos presentes que também querem ser curados. E quando nos chega algum testemunho como o deste médico que lhes acabo de mencionar, e ouvimos da ressurreição dos mortos e as coisas tão grandes e poderosas que nosso Deus tem feito, então nos pomos mui ansiosos; e a coisa é que nos esforçamos e tratamos por meio destes sentidos de nos agarrar a algo, como por exemplo, por meio da consciência.


A ERA DA IGREJA DE SMIRNA
William M. Branham
06 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

21 – Aqui é onde vocês têm de crer novamente no amor, na bondade, e na sabedoria de Deus. Isto, também é necessário. Lembrem-se, Ele admoesta, “Não andeis ansiosos pelo dia de amanhã, sobre o que vestireis ou comereis Vosso Pai conhece as coisas de que necessitais. Ele quem veste os lírios do campo e alimenta os pássaros, fará muito mais por vós. Essas coisas físicas não são as verdadeiras necessidades básicas de vossa vida, porque a vida de um homem não consiste das coisas que ele possui. Mas buscai antes o reino de Deus e Sua justiça e todas as outras coisas vos serão acrescentadas.” O povo de Deus não é inclinado para as coisas materiais. Ele é inclinado para Cristo. Os crentes não buscam os tesouros que estão embaixo; eles buscam os que estão em cima. É uma verdade absolutamente certa que a maioria dos cristãos  não  é rica. Pelo contrário estão sempre do lado pobre. Foi assim nos dias de Jesus. O mesmo aconteceu nos dias de Paulo e será no dia de hoje. Oh, isto não é verdade hoje pois os dias da Era de Laodicéia são de grande riqueza onde frequentemente o critério de espiritualidade é uma abundância dos bens terrenos. Vejam!   Como a igreja é rica em bens materiais. Mas quão pobre no Espírito. “Bem-aventurados os pobres, porque deles é o reino de Deus. O reino de Deus não é comida nem bebida “. Não é material. Ele está dentro de nós. Um homem rico é rico em Deus, não nas coisas mundanas.


LEMBRANDO-NOS DO SENHOR
William M. Branham
09 de Dezembro de 1962
Tabernáculo Branham – Domingo – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

101 – Você se lembra Dele? Você O ama? Agora eu penso,em nossa pequena Mensagem mal falada, poderíamos dizer isto. Paulo disse: “O que quer que façamos, façamos no Espírito”. Em todas as coisas deveríamos nos lembrar Dele. Não tomemos decisão até nos lembrarmos Dele; não façamos nada, porque será racional. Se o inimigo bater num lado da face, lembremo-nos da Sua ação. Se houver uma decisão a ser feita, esperemos, lembremo-nos do tipo de decisão que achamos que Ele tomaria, então seja essa nossa decisão. Se nos apressamos, lembramo-nos que Ele nunca esteve com pressa. Está vendo? Se ficarmos ansiosos demais, lembremo-nos que Ele habita na Eternidade, o tempo não significa nada para Ele. É o motivo e o objetivo de nosso coração. Lembremo-nos Dele.


HEBREUS, CAPÍTULOS CINCO E SEIS – I PARTE
William M. Branham
08 de Setembro de 1957
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

113 – Agora, I aos Coríntios 12. Como entramos Naquele Corpo? “Estreitando as mãos?” Não senhor! “Se unindo a igreja?” Não senhor! “Sendo batizado para frente e para trás?” No nome do Pai, Filho e Espírito Santo? O Nome de Jesus Cristo? O nome da Rosa de Saron, o Lírio do Vale, a Estrela da Manhã? Qualquer coisa que você deseje? Aquilo não tem nada a ver com isto, simplesmente uma indagação de boa consciência para com Deus. E mesmo assim nós agitamos, e ficamos ansiosos e discutimos, e separamos e fazemos divergências. É isto mesmo. Mas tudo isto são obras mortas! Nós chegaremos à perfeição.


ALMAS QUE ESTÃO EM PRISÃO AGORA
William M. Branham
10 de Novembro de 1963
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

02 – Oh, nossos corações batem fortemente, de… e de grande expectativa, esperando que essa hora chegue! Com isso, todos os temores se desvanecem de nós. Nós não temos nada que temer, nada que nos apavorar. Aguardamos ansiosamente a promessa que o Eterno Deus nos fez, e sabemos que é Verdade. Por isso que vivemos. Vivemos por essa, essa hora, esse tempo, quando este mortal será mudado, e nós nos tornaremos semelhantes a Ele, e não haverá mais enfermidade, nem mais tristeza, nem mais sofrimentos. Oh, tudo estará terminado então. E com gozo de coração, nós, com fé e coragem, aguardamos ansiosamente por esse Dia.


AMNÉSIA ESPIRITUAL
William M. Branham
11 de abril de 1964
Birmingham – Alabama ­ E.U.A.

22 – Eles encontram isto às vezes em soldados que vêm da guerra. Às vezes as pessoas têm isto. Outra coisa que causa é a preocupação. A preocupação causará isto. A preocupação não possui nenhuma virtude em si, de modo algum. Não. Apenas — apenas ­- apenas salte a preocupação e aceite a fé.

Alguém disse: “Bem, agora, e se você fosse ser fuzilado amanhã, não estaria você preocupado?”

Eu disse: “Não, acho que não.”

“Por que?”

Eu disse: “A preocupação não me faria nada a não ser me deixar pior.”

“Bem, que bem fará eu ter fé?”

23 – Eu disse; “Talvez ela me salve.” Isto é correto. Vêem? Então a preocupação não tem nenhuma virtude em si, de modo algum. Porém a fé tem toda virtude. Creia.


DEIXANDO ESCAPAR A PRESSÃO
William M. Branham
13 de Maio de 1962
Tabernáculo do Evangelho
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

100 – “Bem”, você diz: “Eu estou tão preocupado, Irmão Branham, eu simplesmente não sei…” Deixe escapar a pressão! Amém! Na cidade de refúgio Ele leva sua preocupação, assim você – você não tem que tê-la. Coloque seus cuidados Nele, pois Ele cuida por você. Não se preocupe com seus cuidados; isto é negocio Dele.

101 – Eu encontrei uma mulher aqui há alguns anos numa lojinha. Ela estava com cerca de sessenta anos de idade, parecia ter cerca de trinta anos de idade. Eu disse: “Como você consegue isto, irmã?”.

102 – Ela disse: “Irmão Branham, eu tenho dois filhos que são médicos que soa mais velhos que você.” E com toda honestidade, ela – ela não parecia ter mais de trinta anos de idade. Ela disse: “Aqui está o que foi isto. Quando eu vim para Cristo quando eu estava com cerca de doze anos de idade… E eu sentei e pensei sobre isso. Eu estudei outras religiões, porem quando eu encontrei a verdadeira…” Ela disse: “Eu vim para Cristo e trouxe o meu caso, minha alma, meu tudo para Ele, e”.  ela disse, “eu jamais tive preocupação desde então”. Disse: “Agora, Ele prometeu tomar conta de todos os meus problemas”. E disse: “Se Ele não for suficientemente grande para fazê-lo, eu sei que, eu sei que eu não sou suficientemente grande para fazê-lo; assim qual o motivo para eu me preocupar com respeito”. Vêem? É isto!

103 – Cristo prometeu que tomaria conta de todas as suas preocupações. Deposite seus cuidados Nele. Então sobre o que você está se preocupando? Preocupação provoca pressão; pressão explode. Então simplesmente coloque seus cuidados Nele e pare de preocupar!


APOCALIPSE, CAPÍTULO CINCO – SEGUNDA PARTE
William M. Branham
18 de Junho de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

93 – O que tínhamos no princípio? Vida eterna. Éramos herdeiros do mundo. Tínhamos Vida; nunca teríamos que morrer. Nunca ficaríamos doentes. Nunca ficaríamos velhos. Nunca teríamos nenhuma preocupação. Não haveria nenhum funeral, nenhuma sepultura, nenhum mal, nenhuma morte, nenhum cabelo grisalho, nenhum ombro inclinado, nenhum lamento, nenhum choro. Teríamos Vida Eterna. Teríamos a jurisdição sobre toda a terra. Éramos simplesmente um deus (isto é tudo.) sobre a terra: ao sair andando, e se esta árvore não parecesse bem aqui de pé, diríamos: “Saia daqui  e vá para ali,” e ela o faria. Os ventos estivessem soprando e não quiséssemos que o vento soprasse: “Paz, fique quieto” e ele ficaria. E o que Ele veio fazer? Redimir tudo aquilo de volta para nós novamente (oh, oh, oh, que coisa.) trazendo tudo aquilo de volta novamente.


O SINAL
William M. Branham
Tabernáculo Branham
1º de setembro de 1963
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

158 – Quando os Israelitas estavam assentados ali em suas casas e todo o alvoroço nas ruas, eles não tinham de que se fatigar, a única coisa com a qual tiveram que se preocupar foi com que o sangue estivesse sobre a porta, e essa é nossa única preocupação hoje. Amigos, o juízo está à mão, e vocês bem sabem que esta muito perto. Esteja você seguro de que o sinal está exposto! E o sinal é o Espírito Santo, porque por um Espírito somos assim feitos participantes de Sua glória. Estamos agora em sua última marcha para a terra prometida.


O PROFETA DO SÉCULO XX

117 – Quando ele tinha ao redor de dezoito anos foi para o oeste a trabalhar num rancho; porém mui logo a má notícia da morte de seu irmão o fez regressar ao lar. A dor pela morte de seu irmão e a preocupação por sua vida tão estranha, produziu nele uma condição nervosa mui deprimente. Seu corpo se debilitou muito, e veio a sofrer de apendicite. Teve que ser operado. Na operação enquanto estava sob os efeitos da anestesia sentiu que sua vida se ia, e por um espaço de tempo, seu corpo sem vida, jazia deitado sobre a mesa de operação enquanto o doutor trabalhava fortemente para manter seu coração batendo. Foi durante este tempo quando ele teve uma visão sobre o céu e o inferno. Ele clamou a Deus e lhe prometeu que se lhe salvasse a vida, O buscaria e O serviria. Para surpresa dos doutores, a vida do jovem foi restaurada.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...