Perseguição Iraniana


Em 28 de setembro de 2011, o presidente Barack Obama fez a seguinte declaração sobre o irmão Youcef Nadarkhani, um crente iraniano que enfrentava prisão ou morte por suas crenças cristãs:

Os Estados Unidos repudiam a condenação do pastor Youcef Nadarkhani. O pastor Nadarkhani não fez nada além de manter sua fé devota, o que é um direito universal de todas as pessoas. O fato das autoridades iranianas tentarem forçá-lo a renunciar a essa fé viola os valores religiosos que eles afirmam defender, ultrapassa todos os limites da decência e infringe as próprias obrigações internacionais do Irã.

Nosso irmão, juntamente com vários outros crentes devotos iranianos, está novamente sendo atacado por causa de suas crenças religiosas. Seus crimes? Serem cristãos. Essas pessoas queridas só desejam viver suas vidas de acordo com a Bíblia, sem ser molestadas e em paz. Elas encontraram fé através da Mensagem da hora e estão sendo condenadas por distribuir livros da GVD às suas igrejas, famílias e amigos.

A constituição iraniana afirma que “a investigação das crenças dos indivíduos é proibida” e que “ninguém pode ser molestado ou censurado simplesmente por ter certa crença…” Existe uma razão para essa perseguição: eles são cristãos. O governo iraniano está novamente tentando forçar esses irmãos a negar sua fé e a ir contra tudo o que lhes é querido. A maioria deles tem esposa e filhos, que não terão como se sustentar se seu pai e mantenedor for afastado da família. Eles agora enfrentam 10 anos de prisão ou pior por suas crenças cristãs. A principal acusação das autoridades é “apostasia,” que poderia levar à pena de morte.

Sabemos de pelo menos oito irmãos que enfrentam a prisão: Irmãos Amin Khaki, Bijan Haghighi, Zaman Fadahi, Yaser Mosayeb Zadeh, Mohamed Reza Omidi, Massoud Rezai (está preso há quatro anos), Vahid Roghangir (está preso há cinco anos) e Youcef Nardarkhani.

O irmão Amin Khaki é pastor na cidade de Kardj. Foi preso antes e recentemente foi ameaçado de voltar para a prisão se não colaborar. Ele é casado e tem um filho pequeno.

 

O irmão Bijan Haghighi está preso em Shiraz há dois anos. Ele tem um filho de 10 anos que é cronicamente doente.

 

O irmão Zaman Fadahi (à esquerda) é diácono na igreja do irmão Youcef. Ele é casado e tem uma filha adolescente. O irmão Youcef (no centro à esquerda) é pastor de uma igreja em Resht. Ele tem dois filhos adolescentes. O irmão Yaser Mosayeb Zadeh (no centro à direita) é diácono na igreja do irmão Youcef. Ele é casado, mas não tem filhos.O irmão Mohamed Reza Omidi (à direita) também é diácono na igreja do irmão Youcef. Ele é casado e tem uma filha adolescente.

 

O irmão Massoud Rezai (à esquerda) é diácono em uma igreja em Shiraz. Ele está preso há quatro anos, é casado e tem um filho e uma filha. O irmão Vahid Roghangir está preso há cinco anos. Ele é pastor de uma igreja em Shiraz.

 

Esses homens não têm nada contra o governo iraniano. Eles simplesmente pedem que sejam autorizados a praticar sua fé em paz e dignidade. É um pedido nobre que deveria ser concedido a toda a humanidade, independente do país.

A Palavra nos mostra que a oração é a força mais poderosa colocada nas mãos da humanidade. Por favor, ponham-se em oração por estes queridos irmãos e suas famílias.

Também apreciamos qualquer ajuda de líderes governamentais em todo o mundo que se disponham a apresentar o caso desses irmãos ao governo iraniano.

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Notícias.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...