Minha Cura


Nós vimos à fila de oração, recebemos oração. Dizemos: “Bem, ainda sinto cólicas. Eu—eu ainda me sinto mal. Não posso mais andar.” Semente de Abraão! A semente de Abraão nega qualquer coisa contrária a isso, se é revelada a você.

61-0317 O Pacto da Graça de Abraão

Com cada batalha vem a oportunidade de vencer. Aqui está mais um desses triunfos para incentivá-lo a lutar pelo seu próprio testemunho de vitória. O testemunho a seguir foi enviado por uma irmã de Jeffersonville.

Tudo começou há vários meses, quando notei um pequeno caroço no punho. Não era maior do que o tamanho de uma ervilha, mas estava me causando dor e incômodo. Parei para orar a sobre isso e então continuei com meu dia. À medida que os meses passavam, continuava a crescer. Quanto maior ficava, mais dor me causava quando fazia qualquer movimento com o punho. Para piorar, o caroço estava na mão direita e sou destra.

Sou dona de casa com quatro filhos, para os quais também dou aula em casa. Esse caroço no punho tornou mais difícil o meu trabalho diário. Até tarefas simples como passar pano na casa, ou segurar meu bebê faziam doer o punho. Fazer meu trabalho estava se tornando mais desafiador.

A essa altura o caroço já estava do tamanho de uma uva e bem duro. Não tinha certeza do que era, mas senti que era um esporão calcificado, pelas informações que tinha pesquisado. De qualquer modo, eu sabia que o Senhor conhecia tudo e senti que precisava reunir fé suficiente para requerer minha cura.

Foi numa quarta-feira à noite no Tabernáculo Branham, que cada palavra que o irmão José estava dizendo foi para mim! Firmei isso no coração; senti-me tão feliz!

Fiquei tão alegre por meu Senhor, que não importava o quanto meu punho estava doendo enquanto eu batia palmas e cantava durante o culto, eu ia louvá-Lo.

Quanto mais doía, mais eu batia palmas. Mas foi durante a oração que pude realmente sentir que o Senhor estava bem ali. Pude sentir os anjos que guardam aquelas paredes quando fechei meus olhos durante a oração.

Enquanto orava por minha família, comecei a sentir uma pressão sobre o caroço, mas ignorei-a e continuei orando. Como doía mais forte, coloquei a outra mão sobre o caroço para massagear, esperando que isso aliviasse a dor. Mas quando coloquei a outra mão sobre o caroço, senti que precisava soltá-lo e esquecê-lo. Então levantei a mão esquerda e continuei orando. De repente, senti como se alguém tivesse segurado a minha mão! Senti algo quente pressionando meu punho bem em cima do caroço.

Lágrimas corriam pelo meu rosto. Eu sabia que era o Senhor quem tinha segurado minha mão!

Quando terminamos a oração, olhei o punho e o caroço não estava mais lá. Tive um jubileu! Meu coração transbordava com tanta alegria e felicidade que palavras não podem expressar!

Não me canso de agradecer ao Senhor! Ele tem sido tão bom para comigo, mesmo sem eu merecer. Sei que nunca vou esquecer essa experiência que tive ali naquele dia!

Sua irmã em Cristo,

Ruth

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Testemunhos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...