ARTIFICIAL E SUBSTITUTO


PRESUMINDO
William M. Branham
17 de Janeiro de 1962
Phoenix – Arizona – U.S.A.

101 – E se minha esposa…Se eu dissesse a minha esposa…E se eu casasse — eu fosse casado, e eu dissesse a minha esposa que eu — eu a amava e aquilo fosse uma mentira, e quando realmente chegasse a hora da prova final, nós — isto — seria um amor artificial, eu estou apenas, eu — eu…Isto não é realmente a verdade. Vêem? Exatamente como você pode usar dentes artificiais; se você não tem dentes. Aquilo — aquilo está bem. Você precisa ter algo com que mastigar, então você obtém dentes artificiais. Aqueles — aqueles dentes funcionam como substitutos quando você — não tem mais. Mas aquilo — aqueles dentes não estão ligados a você. Eles não estão ligados ali. Eles estão bem. Eles são substitutos mas eles não estão ligados a você. Eles não aparecerão na ressurreição porque eles não estão ligados em você. Isto é correto. Se você tivesse um braço cortado, você colocasse um braço artificial; é um substituto, algo — usar uma luva — e então, isto — tudo bem. É perfeitamente correto (Vêem?), fazer aquilo. Mas aquele braço artificial nunca aparecerá. Nada artificial aparecerá na ressurreição. E nem mesmo ressuscitará um cristão artificial,  na ressurreição. Você não está ligado a Cristo.


RESTAURAÇÃO DA ÁRVORE NOIVA
William M. Branham
22 de Abril de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

 302 – Deus plantou Sua Árvore para dar fruto espiritual, frutos do Espírito. Está isto correto? Mas o homem fez? O homem sempre tentou fazer isto de uma forma artificial. Ele o fez lá atrás; ele o faz agora. Agora, isto… (Vamos lutar com forma agora, e rápido) O homem sempre tem tentado tomar a Igreja espiritual e usá-la de uma forma artificial.

303 – Lutero tinha uma igreja espiritual. O que aconteceu? Logo que Lutero morreu, eles fizeram disto uma organização, artificial. O que fez Wesley, John Wesley, um grande homem de Deus? Quem diria que João Wesley não foi um homem de Deus? O que ele fez? Logo que ele, e João, e Charles morreram, eles organizaram isto. Quando ele o fez, ela morreu. Exatamente.

304 – A mesma coisa através da era cada vez em cada um. Eles fizeram aquelas coisas colocadas artificiais, boas obras, congregações maiores, povo mais inteligente; “A celebridade da cidade deseja se unir a nós”.

305 – Isto é exatamente o que está acontecendo também com vocês grupos Pentecostais. Isto é exatamente correto. Vocês são – vocês deixaram cair as barras; e se afastaram do Espírito. Vocês querem grandes edifícios, e decorações vistosas, e tudo assim, e vocês tem pastores nobres. O que você fará? Vocês mães que mandam seus filhos para estes seminários por aí para ser pastores. O que eles vão lhes ensinar? Teologia e todos os tipos de bobagens feitas pelo homem. E onde está isto hoje? Eles voltam como um punhado de “Rickys” e “Elvis”. Isto é exatamente correto.

306 – O que vocês tem hoje? Um monte de bobagens – em forma de santidade. A Bíblia diz que nos últimos dias eles teriam forma de santidade, mas eles negariam o poder de sua eficácia, a Vida daquilo. Por que? O pulgão sugou Aquilo! A organização tirou aquilo fora.

343 – Oh, aquilo fez… Vamos ver este pulgão denominacional trabalhar, a igreja natural, a Igreja Espiritual… Observe este velho pulgão agora quando ele domina isto. Ele já tem a casca comida, e os frutos comidos; e, oh irmão, tudo acabou, tudo acabou; todos os dons do Espírito acabaram, nenhuma cura Divina, nenhum falar em línguas, nenhuma profecia, nada; não crêem nos profetas; eles não crêem nestas coisas; eles não conhecem. Tudo feito pelo homem, tudo que eles tem é feito pelo homem, artificial. Vêem? Está bem.


DORES DE PARTO
William M. Branham
24 de Janeiro de 1965 – Ramada Inn
Phoenix – Arizona – U.S.A.

52 – E agora vamos passar para outra coisa somente para uma pequena demonstração. Eu penso que uma das mais bonitas flores – que todos tem em suas próprias idéias –  mas eu penso que a mais bonita flor que eu já vi de perto (lá no Leste) nosso lírio do brejo. Quanto já viram um lírio? Oh, não há nada como aquilo para mim. Mas você já observou o que aquele lírio tem que ser. Penso que Jesus falou: “Olhai para os lírios, como eles crescem: não trabalham nem fiam, e eu vos digo que nem mesmo Salomão em toda sua glória, se vestiu como qualquer deles”. Pois a glória de Salomão e sua vestidura era  toda artificial, mas o lírio em sua beleza é a vida que o faz bonito, não sujo ou pintado de algo artificial.

53 – Igual nossas mulheres. Não penso que vocês tem que ter todos estes verdes, você sabe, nos olhos, nos cílios, vocês sabem que jeito, toda aquela manicure, ou não – eu vejo aquela coisa misturada – toda em seu rosto para te fazer bonita. Bonita como for. Se você adicionar um pouquinho de Atos 2 e 4, misturar tudo junto com um pouquinho de João 3:16, superará qualquer coisa que a Max Factor já tentou fixa. Seu esposo te amará mais, todos eles irão, e tenho certeza que Deus irá.

54 – Lírio – Ele disse, olhai como eles crescem, labutam, tem que trazer a si mesmos para cima. Este pequeno lírio, olhe de onde ele vem: terra, esterco, lama, águas lodosas, águas barrentas, e se estimula através de tudo aquilo (este germezinho de vida), trabalhando ele mesmo da parte mais baixa onde sapos e coisas estão e então cresce por si mesmo através de tudo aquilo. Mas quando ele se encontra na presença do sol, nasce. A sementinha rompe se abrindo em vida. Isto não pode acontecer antes que ele passe através de todos aqueles processos. Tem que passar por aquilo; aquilo é o que o faz, é porque o sol ele mesmo o atrai. E quando ele chega completamente em cima todas as águas barrentas, esterco e assim por diante, então ele está tão feliz, ele somente entrega sua vida para fora livremente. E é uma formosa vida quando ele chega à presença daquilo que o atraiu.

55 – E eu penso que isto é um bonito tipo da vida Cristã. Quando algo está te atraindo para fora do mundo, até que um dia você é nascido exatamente na presença Daquele através do Espírito Santo. Como é belo! Se você tentar ajuda-lo , você o mata.


NOMES BLASFEMOS
William M. Branham
Tabernáculo Branham
04 de Novembro de 1962 – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

12 – […] E sempre – e sempre fui acusado de ser rigoroso com nossas irmãs quanto a usarem cabelo curto, e manicure no rosto todo, e coisas mais. Sempre fui acusado de ser rigoroso com nossas irmãs. Não é que eu tenha alguma coisa contra isso. Não digo que tal mulher não seja boa mulher, que ela seja uma – uma mulher de rua ou algo assim. Não é essa minha atitude. Mas é isto: quando ela põe tanta artificialidade por fora, mostra que ela tem muita artificialidade por dentro, veja, onde deveria estar cheio de Cristo. Porque o lado de fora sempre expressa o que está do lado de dentro. “Por seus frutos se os conhece”. Você está vendo? E onde Cristo deve estar aí dentro, e zelar pelo… Deus, e zelar por outras coisas, em vez de tanta pompa artificial, e – e, você sabe, pálpebras verdes, e não com aparência humana, e todo esse tipo de coisa… Eu simplesmente não aceito isso; e creio que a Bíblia também não. Por isso eu – eu gosto de ser justamente o que somos.

13 – Note agora, se ela não tiver unhas nos dedos da mão e quiser colocá-las, se ela não tiver dentes e precisa deles, não tiver braço e precisa de um, não tiver cabelo e precisa dele, se você não tiver essas coisas, é diferente. Mas quando você arranca seus verdadeiros dentes bons porque simplesmente não são claros como deveriam ser, então você agiu errado. Se você tem cabelo ruivo e quer preto, e você vai aqui e o pinta de preto só porque… Você agiu errado. Sim, acho que sim. Mas a coisa principal… Não há Escritura para isso, só quanto a cortar o cabelo, há Escritura para isso, tem bastante disso. De maneira que queremos altamente assegurar que isso é certo.


PERGUNTAS E RESPOSTAS Nº. 3
William M. Branham
30 de Agosto de 1964
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

27 – Irmão Branham, por favor, explique I Coríntios – I Coríntios 11 – 11 e versos 4 ao 6. Não significa isto uma cobertura separada do cabelo, ou é este cabelo longo a única cobertura que precisamos? (Olhem para mim em I Coríntios 11. Vamos ver I Coríntios 11:4.) Diz que quando orando… (Oh, sim, ele – eles acharam aqui. Eles dizem…), em oração ou profetizando podemos nós tomar os nossos cabelos – podemos nós – (Vamos ver, eles sublinharam algo aqui.). Quando profetizando – quando profetizando, podemos nós tomar nossos cabelos quando nós – (Você – você diz), podemos deixar nossos cabelos postos, ou não, quando estamos profetizando?

209 – Se você – se você tem uma peruca, você pode, mas eu – ou usando uma destas perucas Beatles, ou algo, mas… Se eu pudesse olhar diretamente numa, eu mesmo, provavelmente, usaria uma, mas isto – não uma peruca dos Beatles, mas uma – uma peruca simples.

210 – Mas isto é certo. Se você não tem nenhum cabelo e você deseja uma. Se você pode tê-la, isto está perfeitamente correto. Sim, senhor! Se for mulher, e seu cabelo não é suficiente longo e deseja uma trança de cabelos postiços, eu diria: coloque-a irmã.

211 – Se um homem tem resfriados e coisas, e deseja um – algum modo – mesmo para sua aparência com a sua esposa, se ele deseja usar cabelos postiços, que o faça. Sim, sem dúvida. Não há nada de errado com isto (Não, senhor!) não mais do que seriam os seus dentes, ou um braço artificial, ou qualquer coisa mais. Se a natureza tem algum – tem tirado algo de você, e se isto fica jeitoso, vá em frente, isto é perfeitamente certo.


A BRECHA ENTRE AS SETE ERAS DA IGREJA E OS SETE SELOS
William M. Branham
17 de Março de 1963
Tabernáculo Branham – Noite
Jefersonville – Indiana – U.S.A.

113 – Eu sempre pensei que havia algo dentro de mim que me fazia gostar de subir a montanhas e olhar a maneira que Deus estabeleceu isto.

114 – Eu odeio a Flórida, onde eles têm aquelas palmeiras artificiais. E, oh, que coisa! Eu preferiria ver um crocodilo batendo seu rabo nas costas, no deserto, do que ver toda aquela representação e coisas que eles fazem em Hollywood, e toda aquela fascinação ali, e um punhado de bêbados. E, oh, que coisa! Eu apenas penso, “algum dia! Algum dia!” Sim.


PERFEITA FORÇA POR PERFEITA DEBILIDADE
William M. Branham
19 de Novembro de 1961
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

138- Moody, o pequeno velho sapateiro, era fraco. Ele era um exemplo de fraqueza. Dizem que a primeira coisa que Moody fez… Ele não teve nenhuma educação, e sua gramática era tão pobre e horrível. Um homem veio a ele uma vez e disse, “Sr. Moody”, disse, “sua gramática é mais pobre que eu já ouvi em minha vida”.

139 – Ele disse, “Estou ganhando almas com minha ignorância, o que você faz com sua educação?” Eu penso que foi uma boa resposta. Seguro que foi!

140 – E agora, você se torna um membro daquela Escola, você certamente terá que ser um estudante polido. Correto. [Um irmão diz, “Simplesmente reverteram isto!” – Ed] Agora, sim, eles “reverteram isto” é certo, caminhando para trás em outro caminho.

141 – Aquilo é o que as pessoa fazem. Quando eu disse no começo de minha mensagem… Ao invés de Cristãos se humilhando e esvaziando para encontrarem mais espaço para Deus, eles tratam de se edificar em um conhecimento manufaturado, ou algum conhecimento técnico de escola, ou algo, aquilo os leva para mais longe de Deus do que quando começaram.

142 – Isto é o que estava pensando sobre estas chamadas de altar artificiais. Você o traz, e em outra ocasião é dez vezes mais difícil traze-lo de volta. Deixe-o se assentar e ouvir ate que deus faça algo por ele! E então  deixe-o vir e confessar, e se levantar, recorrendo ao Nome do Senhor. Correto.

143 – Observe Moody, fraco em educação, fraco em palavras, falava fanhoso. Eu estava lendo sua historia outro dia, “Falava fanhoso, deficiência nasal”. Fisicamente pequeno, careca companheiro, costeletas penduradas sob sua…?…; um pequeno, baixo companheiro. Fisicamente, ele era uma pessoa arruinada. Assim sendo ele não tinha nda exceto fraqueza continuamente. Porém Deus o usou para sacudir o mundo em seu dia!


OS DONS DE DEUS SEMPRE ENCONTRAM SEUS LUGARES
William M. Branham
22 de Dezembro de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

140 – Esta noite eu oro para que cada homem sábio, rapaz, moça, aqui esta noite… homem ou mulher que seja suficientemente inteligente para deixar as coisas do mundo esta noite, não volte jamais após este dia. Depois disto – da passagem deste dia e noite, não mais voltarão às coisas do mundo, mas possam ser sábios. E esta pequena e mística voz que fez com que eles levantassem suas mãos e dissessem: “Sim, eu quero o presente de Deus”. Possa aquela mesma coisa que os levou a levantar as mãos, identificar-lhes esta noite com Sua morte, enterro e ressurreição, dando-lhes o Espírito Santo. Possam transformar-se.

141 – Possam estas mulheres aqui esta noite, Senhor, que tem tido um tempo tão difícil para permanecer sem seguir o mundo; deixem seus cabelos crescerem, e vistam-se como senhoras, e deixem estas pinturas e coisas, estas artificiais, que mostram… ela – elas as identificam  como um tipo não saudável, elas… há – há algo errado. E possa esta noite, esta pequena mística luz, Senhor, que as fez levantar suas mãos, possam elas dizer: “Senhor eu estou deixando de lado as coisas do mundo esta noite”.

142 – Estes homens que não tem tido o – o – o  algo real, que falaria com suas esposas e fariam mudar de direção; e as coisas que elas fazem. Possamos nós todos juntos, Senhor, mudar de rumo esta noite, sendo avisados por Deus, pela pequena e estranha mensagem da – da luz de Deus que toca nossos corações. Possamos mudar esta noite e – e viver para Ti o resto de nossos dias, irmos – irmos pra casa Contigo por outro caminho do que temos estado viajando. Permita-o, Senhor. Faça-nos melhores cristãos, cada cristão aqui esta noite, Pai, que Te aceitou e acredita em Ti. E eles tem tentado viver uma vida cristã, mas esta noite, possam eles receber aquele presente.

143 – Oh, Deus, é – é um – é um caminho desprezado. Mulheres serão chamadas de “antiquadas”, serão chamadas de toda coisa e os homens serão chamados “fanáticos”. Contudo nós estamos – nós estamos prontos, Senhor.

144 – Espírito Santo, mude-nos de lado, agora mesmo, mude-me Senhor de rumo, eu – eu – eu não quero nem mesmo ir a qualquer caminho que me conduza pra longe de Ti. Senhor, eu – eu quero ir somente no caminho que Tu queres que eu vá. Eu quero o presente de meu coração para ser tão perfeito que irá identifica-Lo, Senhor, sobre a terra que Tu não estás morto, Tu estás vivo.

145 – Tu é o Deus da vida, não o Deus da morte. Os mortos estão cobertos no todo por moscas e varejeiras, criando germes e mais varejeiras; como um homem tomando o seu primeiro drink, fumando seu primeiro cigarro, dizendo sua primeira mentira; traindo sua esposa a primeira vez; ou a esposa que trai o marido ou faz coisas que são erradas; exatamente como uma varejeira  tocando-os, e ela… elas se acumulam pela… sobem pelo vento e imundície, porque está sobre uma alma morta no interior. Espíritos malignos saem e ele… um espírito mau o faz fazer alguma coisa mais, e um outro vem, chama-o para fazer algo mais porque eles fizeram isto.

146 – Deus, possam eles mudarem de lado e virem para a vida. Possam eles se levantar e os anjos de Deus descerem com os dons da vida eterna, Senhor, e irem de vitória em vitória, permita-O Pai, nós deixamos de lado, esta noite, as coisas do mundo e os cuidados do mundo, avisados por Deus que o tempo está à mão, Jesus está voltando para a terra. E possa o grande Espírito Santo nos dar, esta noite, aquela vida eterna que nós estamos buscando. Permita-o, Senhor. Nós estamos – nós estamos orando para que Tu concedas estas bênçãos para nós enquanto nós as pedimos no Nome de Jesus Cristo.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...