O Corpo de Cristo em Ação


Então, estávamos andando de carro em torno de um grande barranco de rio, e de repente meu para-brisa simplesmente ficou branco. E ouvi minha esposa dizer: “Bill?” E foi cerca de cinco minutos depois. E eu tinha visto o velho irmão Bosworth descer de um trem e cair. Levaram-no a um hospital, e o Senhor disse: “Ore por ele imediatamente.” E puxei os freios; ela disse: “Não quer dizer que estava tendo uma visão todo esse tempo!” Disse: “Você ficou sentado aí por uns dez minutos andando em volta de um barranco trinta metros abaixo de mim, assim, e disse: “E você…”

Eu disse que não sabia disso.

E, oh, parei, nós saímos e oramos pelo irmão Bosworth e fomos para casa. Isso foi num sábado, e domingo à noite, quase na mesma hora, pouco antes de irmos ao Tabernáculo… Bem, o telefone ficou tocando, e assim estavam respondendo, e finalmente disse: “Esta ligação é de longa distância, uma…” Quero dizer, a operadora de Louisville, minha cidade natal é pequena, assim troca… A Western Union fecha por volta das seis horas, de modo que me chamaram de Louisville. E disseram: “Venha ao telefone.” E disse: “Rev. Branham, o Rev. Bosworth enviou um telegrama da África do Sul, e quer que o irmão ore por ele.” E estava assinado pelo irmão Yeager lá, um dos presidentes da grande associação.

Assim eu disse: “Senhora, poderia me dizer que hora esse—esse telegrama foi enviado da África?”

Ela disse: “Oh, sim.” E me disse quando foi. E fui e peguei a tabela da Pan-American que eu tinha, e sabem de uma coisa? Foi exatamente vinte e quatro horas antes do irmão Bosworth enviar aquele telegrama para cá, que o Anjo do Senhor Se adiantou a ele aqui em vinte e quatro horas, e me disse para orar pelo irmão Bosworth. E isso… O Anjo do Senhor tinha falado comigo. E na hora em que pude tornar a falar com ele ao telefone, o Senhor já o tinha curado, e ele estava completamente restabelecido. Esse é o amor em contato.

Oh, irmão. Fala-se do telefone. Ora, Deus o superou em um milhão de milhas. Os Anjos do Senhor estão acampados ao redor dos que O temem. E como Suas obras maravilhosas…

55-0610 Credes Agora?

A oração é uma coisa muito especial para os filhos de Deus. É a via de Deus para falarmos com Ele, conhecer a Sua vontade, e também trazer as petições de nossos irmãos perante Ele. A Primeira Epístola de João nos diz: “E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos.” Não é maravilhoso quando o Senhor coloca alguém em nosso coração, e sabemos que nossa oração está de acordo com a Sua Vontade Perfeita? Então temos confiança de que Ele nos ouve, e de que receberemos o que pedimos.

O testemunho deste irmão é um bom lembrete para sermos sensíveis à liderança do Espírito em nossa vida. Pode ser que Ele não nos fale através de uma visão, mas Ele tem algo especial para cada um de nós fazer.

Ontem à noite, enquanto fazíamos a oração familiar e estávamos ajoelhados ao redor da cama, minha avó foi mencionada na oração da minha esposa. Temos diversos pedidos de oração durante o tempo de oração, mas desta vez, quando o nome dela foi falado, foi como se “algo” me cutucasse sobre isso, e senti que ela estava precisando. Meus avós moram a vários estados de distância.

Meus garotinhos começaram a orar, e em seguida minha esposa, mas quando minha avó foi mencionada, algo mexeu comigo novamente. Bem, passamos talvez mais dez minutos com a família à beira da cama, mas mesmo depois de dizer boa noite aos meninos, eu não conseguia tirar minha avó da mente. “Ligue para sua avó,” ficava ressoando no meu coração. Assim que saí do quarto eu disquei para vovó. Não tínhamos falado mais do que um minuto, mas percebi que ela estava preocupada com algo, e então ela disse: “Vovô está no saguão, sua pressão está alta, e a equipe de enfermagem o está avaliando agora, oremos por ele.”

Aconteceu que pouco antes de eu ligar, meu avô tinha ido ao saguão com a enfermeira do lar assistencial para idosos, verificando os sinais vitais. Ele tem 96 anos. E ao verificar a sequencia dos acontecimentos, vi que isso aconteceu alguns minutos antes, exatamente quando estávamos fazendo a oração familiar, a quase mil milhas de distância.

Orei com minha avó e clamei ao Senhor pelo vovô. Após a oração analisamos como talvez o Senhor tivesse me levado a clamar por ele naquele momento, ela não sabendo o que tinha acontecido durante nosso tempo de oração familiar poucos minutos antes.

Conversamos um pouco mais, e vovó mencionou que estava demorando um pouco mais. Ela disse: “Vamos esperar e ver se ele volta.” Neste momento vovô entrou na sala, e sua pressão tinha diminuído e tudo estava bem. Deus opera em ambas as extremidades da linha. Louvado seja o Senhor!

Sou tão grato pela Sua misericórdia por nossa família, e por saber que Sua Palavra não pode falhar…“Eis que Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.”

Irmão M.H.

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Testemunhos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...