Cartas de Detentos #9


Todos gostamos de lê-los! A mala postal da prisão é um dos artigos mais incentivadores rotineiramente publicados neste site. Parece ter algo para todos. Aqui estão alguns trechos de cartas recentes recebidas pelo nosso ministério prisional. Esperamos que gostem tanto quanto nós.

Comecei a buscar a Deus, e estava conversando com o capelão aqui sobre como obter alguns livros educativos e uma Bíblia King James. Ele me disse para lhes escrever, que vocês me enviariam alguma coisa. Nunca ouvi falar de vocês, mas estou crendo que vão me enviar algo que vai me ajudar e abençoar. (Nós enviamos ao detento os folhetos “O Mistério de Deus” e “O Mensageiro”, assim como uma Bíblia King James que foi especialmente impressa para o nosso ministério prisional.)

Alasca

É com grande gratidão que os saúdo em Nome de Jesus. Deus tem sido muito misericordioso comigo numa jornada, que sinto teria sido impossível sem o amor e orações de vocês por um pecador indigno que foi salvo pela Graça. Foram as palavras do nosso profeta, irmão Branham, que fluíram da página impressa para o meu coração e trouxeram à vida a minha alma há muito tempo morta. Usando o filtro da Palavra de Deus, cada gota de tinta nas páginas se tornou preciosa para mim, visto que tudo foi provado estar além de qualquer dúvida. Que Deus tenha misericórdia da minha alma.

África do Sul

Devo ter achado graça com nosso Senhor, porque eu não tinha chance de liberdade condicional, porém me foi concedida. Estive aqui por mais de 16 anos e tinha alguns pela frente. Eu estava qualificado para a liberdade condicional, mas toda vez que lhes dizia que Jesus Cristo tinha mudado minha vida, diziam-me: “Não, não.” Mas por Sua graça, fui solto seis anos mais cedo. Tudo mudou com aquele primeiro livro, e nunca mudei minha crença ou meu testemunho, é a Palavra de Deus! Vou ser reunido com meus pais, ter um trabalho ao qual ir e uma nova vida à minha frente. Sim, eu errei. Sim, eu me arrependi, e sinto muito pelo mal, mas por Sua graça, sou uma nova pessoa. Um pecador, sim, mas salvo por Sua graça, e por nada que eu ou alguém tenha feito. Irmãos, Deus os abençoe, vocês nunca falharam em seu posto. As perguntas que eu tinha, vocês responderam com os livros. Demorou um pouco, mas aprendi a nada dizer, a menos que esteja na Fita. Isso torna a vida simples e pura. Agradeço a Deus pelo ministério.

Nevada

Estou preso de novo, e não consigo parar de beber. Há um livreto aqui chamado O Mistério de Deus. Sei que alguém sabe do que está falando. Pensei em escrever solicitando mais livros, se tiverem algum, e se tiverem uma Bíblia por aí. Eu realmente não gosto da minha vida; preciso de uma nova.

Alasca

O juiz me disse que só havia uma maneira de eu ficar fora da prisão, que era encontrar Deus: “Cinco anos, filho!” Bem, pensei em suas palavras, e acreditei que ele estava certo. Havia um artigo cravado na parede aqui chamado: Graças a Deus Pela Prisão. Eu podia pensar em outras coisas pelas quais agradecer a Deus, uma delas sendo nada de prisão. Bem, dei uma olhada no artigo e o li duas vezes. Falava sobre um sujeito na prisão que conheceu a Deus, e isso mudou sua vida. Perguntei a um dos companheiros: “Que é isso?” Ele disse: “Realmente, aquele sujeito mudou da noite para o dia, ele era um verdadeiro briguento, os guardas tinham de subjugá-lo toda semana, então um dia ele falou sobre um livro que leu sobre um profeta que veio aqui, e tinha uma pequena biblioteca e contava a todos sobre Jesus e Seu profeta”. Fiquei maravilhado, e pensei no que o juiz me havia dito. Perguntei: “Ele deixou algum livro?” O homem disse: “Não, mas entalhou o endereço de vocês (Gravações “A Voz de Deus”) na parede.” Então, eu tenho que mudar, e espero que possam me ajudar como o ajudaram. Enviem-me este livro sobre “Um Profeta na África do Sul”.

África do Sul

Graças a Deus pelo irmão Branham, ele faz a Bíblia tornar-Se viva para mim. Obrigado.

Delaware

Li um dos livros do irmão Branham e pensei: “Sei tudo agora.” Fui transferido para outra instalação e estava me ajeitando. Perguntei se tinham reuniões religiosas, uma vez que eu era professor dos Evangelhos. “De fato, teremos esta noite, ficaremos felizes em tê-lo conosco.” Bem, eu me apresentei como professor, e eles ficaram impressionados. Um deles se levantou e disse: “Estamos estudando o Parente Redentor, gostaria de nos dizer o que sabe?” Bem, o livro que li não dizia nada sobre um Parente Redentor, então eu disse: “Não, comecem vocês, só vou escutar”. O sujeito novo, vocês sabem. Bem, eles começaram a falar sobre Rute, então a serpente, e o preço para nos redimir. Minha cabeça estava girando, achava que o irmão Branham sabia muito, mas, bem, essas pessoas, uau! Depois que terminou, alguém perguntou o que achei. Eu disse: “Vocês certamente têm algo que eu não tenho.” Eu disse: “Veja, li este livro do irmão Branham, mas não foi nada comparado com o que vocês mencionaram.” Todos olharam para mim e riram, disseram: “Você sabe que ele é um profeta que traz a Palavra de Deus!” Eu disse: “Sim, mas o que vocês têm…” Eles disseram: “É tudo do irmão Branham, sua Revelação dos Selos”. Perguntei: “Tem mais?” “Oh, sim, você apenas começou,” o grupo respondeu. Irmãos, este humilde irmão pergunta se vocês podem, por favor, me enviar o livro dos Selos e as Eras da Igreja. Sou um bebê muito jovem na Verdade.

Ohio

Fiquei meio decepcionado ao ler o irmão Branham dizer que o Natal não é realmente Natal, então comecei a pesquisar, e sabem, descobri que nem os discípulos nem nenhum deles celebravam o nascimento de nosso Senhor em dezembro. Pensei: “Como, afinal, ficamos tão confundidos? Perguntei ao capelão sobre isso, e ele simplesmente olhou para mim e balançou a cabeça.

Virgínia

Fui criado na igreja e tive uma família que frequentava igreja. Na prisão, comecei a ler um livro sobre as Eras da Igreja e me envolvi no que li. Li outros livros, comparando-os com a Bíblia e com o que eu sabia que era a Verdade. Não demorou muito para eu me tornar crente, e me uni ao pequeno grupo que conhecia o irmão Branham como o profeta. Foi aí que o problema começou. Sempre me perguntei o que Cristo quis dizer quando disse: “O pai estará dividido contra o filho e o filho contra o pai”. Não tenho mais dúvidas. Assim que comecei a testificar aos meus pais, os problemas começaram. Primeiro, eles consideraram como uma moda passageira, eu acho, mas com o passar do tempo, bem, digamos que se eu quiser ver ou conversar com meus pais, não posso mencionar o irmão Branham. Assim, quando se tem uma alegria no coração que simplesmente quer se expressar, não se tem como evitar. Quase já não vejo meus pais, o que me permite passar mais tempo com meus livros e ter mais Horas de Meditação.

Alabama

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Cartas de Detentos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...