Halloween: O Verdadeiro Significado


Halloween. Nessa noite as ruas dos Estados Unidos (e de muitos outros países) ficam cheias de crianças vestidas com roupas monstruosas, indo de porta em porta coletando doces. E não é apenas para as crianças. Festas pecaminosas com trajes ímpios estão por toda parte nesta época do ano. No entanto, embora pareça que 31 de outubro é uma comemoração assustadora de comunhão com os mortos – e como a maioria das coisas ao longo dos últimos 2.000 anos, a igreja católica desempenhou um papel importante no desenvolvimento do feriado – a data também deveria ter um lugar especial em nosso coração. Primeiro, um pouco de história sobre as origens do Halloween.

O Halloween tem suas raízes em algumas práticas pagãs perturbadoras. Mais ou menos na mesma época em que Jesus estava na terra, os celtas dominavam o que é hoje conhecido como a Irlanda, o Reino Unido e o norte da França. Eles celebravam o Ano Novo no dia 1º de novembro, mas, na noite anterior ao Ano Novo, eles acreditavam que a linha entre os vivos e os mortos se tornava menos densa. Sacerdotes celtas ou druidas pensavam que esta noite em particular lhes permitia se comunicar facilmente com os mortos e olhar para o futuro para prever ou adivinhar coisas futuras.

A fim de se esconderem e se misturarem com os espíritos malignos que estavam fora em abundância nesta noite, os druidas se disfarçavam com peles de animais, caveiras, ossos, e tudo mais que pudessem achar que se parecesse com os espíritos com os quais queriam conversar. Você perceberá que as fantasias de Halloween ainda estão frequentemente associadas com a morte.

O Feriado do Dia dos Mortos

Por volta de 43 D.C., o Império Romano dominava as antigas terras celtas. Os romanos juntaram dois dos seus próprios festivais (celebrando a deusa romana dos frutos e um dia de comemoração dos mortos) com a tradição celta de adivinhação (mencionada anteriormente). Combinar as celebrações foi uma boa jogada política para os romanos. Como sabemos de Balaão, Constantino, e muitos outros, o diabo tem usado o espírito de “mistura” com maestria ao longo da história.

Até aqui parece estranho? Fica pior quando a igreja católica se envolve.

Algumas centenas de anos mais tarde, à típica maneira católica de misturar idolatria e cristianismo, o “Dia de todos os Santos” foi estabelecido, e pareceu se encaixar bem com a celebração druída dos mortos. O dia santo foi colocado em 1º de novembro, o Ano Novo celta. O Dia de Todos os Santos, ou “All Hallows Day” é uma celebração daqueles que “alcançaram no Céu a visão beatífica.” Basicamente, honra aqueles que morreram e foram para o Céu. Em algumas culturas, as pessoas vão aos cemitérios para estar com as almas dos que partiram e construir altares particulares contendo alimentos e bebidas favoritos, bem como fotos e recordações dos que partiram. A intenção é incentivar as visitas das almas, para que as elas ouçam as orações e os comentários dos vivos a elas dirigidos. 1º de novembro é considerado um “dia de obrigação,” o que significa que todos os católicos devem comparecer à missa. A celebração druida/pagã mencionada anteriormente caiu na véspera do All Hallows Day (Dia de Todos os Santos), por isso é chamado Hallows Eve. Também conhecido como Halloween. E… fica ainda pior (não se preocupe, melhora no final do artigo).

Atendo-se ao espírito politicamente correto e que inclui tudo da igreja católica, eles adicionaram outro feriado em 2 de novembro. O “Dia de Todas as Almas” [Dia de Finados] honra a todos que já morreram, quer tenham ido para o céu ou não. A parte do “ou não” é um pouco perturbadora, mas não vamos entrar nisso neste artigo. Mais uma vez, até mesmo em alguns festivais religiosos as pessoas se vestem como os mortos, na tentativa de acolher os espíritos dos que partiram. Este é o “Dia dos Mortos” oficial, e geralmente o último dia da celebração.

Isso completa o que poderia ser a mais estranha observância de três dias mantida por qualquer religião do mundo: O feriado do Dia Católico dos Mortos. Tudo começa hoje com o Halloween.

A Verdadeira Celebração é quando essa cara feia pode deixar seu rosto e você pode começa a sorrir novamente. Sabia que 31 de outubro também pode ser considerado um dos maiores dias da história do cristianismo? É algo raramente citado pela igreja católica, preferindo promover trajes malignos e de adoração dos mortos. Hoje é um feriado pouco conhecido, começou em 31 de outubro de 1517, que envolve uma igreja na Alemanha, ironicamente chamada de Igreja de Todos os Santos. Se já leu o livro das Eras da Igreja, então você a conhece como a Igreja do Castelo.

Este é o dia em que MARTINHO LUTERO PREGOU SUAS 95 TESES NA PORTA DA IGREJA DO CASTELO EM WITTENBERG, ALEMANHA, E COMEÇOU A REFORMA CRISTÃ! A Era da igreja de Sardes começou nesta data, exatamente 499 anos atrás! Sim, a igreja católica prefere honrar qualquer coisa, incluindo mortos-vivos e esqueletos, do que isso!

Assim enquanto o mundo está celebrando esqueletos e vampiros, nós podemos celebrar o início de uma reforma que mudou o mundo.

Feliz Dia da Reforma!

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in História.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...