Relatório do Escritório da GVD na Namíbia


Relatórios mensais como este ajudam o Departamento Missionário a compreender as necessidades que são únicas a cada escritório. Não existem dois escritórios iguais, e não há dois escritórios que enfrentem os mesmos desafios na gestão do trabalho local. Estes relatórios podem detalhar tudo, desde pedidos de materiais, necessidade de novos espaços no escritório, ou até informação sobre os crentes da área.

O relatório a seguir é do irmão Arthur Vass, responsável pelo escritório da Gravações “A Voz de Deus” em Windhoek, Namíbia. A Namíbia é um dos países mais escassamente povoados do mundo. Wondhoek, com 325.000 habitantes, é o centro populacional e única cidade grande desse país. Além de Windhoek, há muitos povos tribais diferentes, que falam váriodos idiomas. O idioma principal do país é o inglês, mas estamos trabalhando para traduzir a Mensagem em alguns dos dialetos nativos como oshikwanyama e hereró para atrair a população rural. O relatório do irmão Arthur:

Relatório de maio de 2016 da Biblioteca da Namíbia

Visitantes

210 pessoas visitaram ambas as bibliotecas.

Relatório de evangelismo no mercado de Soweto

O irmão Marius continua se esforçando para alcançar as pessoas nas ruas de Katutura diariamente enquanto trabalha em nossa biblioteca missionária no mercado de Soweto. Este é um relatório a respeito de algumas das coisas que aconteceram durante o mês.

Algumas moças de Okavango visitaram a biblioteca e ficaram muito interessadas nos livros. Uma delas comprou o livreto “Como a Águia Agita Seu Ninho.” Uma mulher visitou a biblioteca e levou alguns materiais em africâner. Um irmão do Congo, RDC visitou a biblioteca e comprou As Setenta Semanas de Daniel.

Um turista, possivelmente da Alemanha passou por lá, tirou algumas fotos e também levou um cartão de evangelismo em inglês.

Evangelismo em Ovitoto

Estamos muito contentes em lhes contar a respeito dos irmãos que estão tendo reuniões evangelísticas em áreas de otji-hereró, como Ovitoto. Os irmãos Future, Elias e Uoakatora estão indo a Ovitoto regularmente, e de fato já estabeleceram uma pequena congregação em Ovitoto que ouve a Mensagem. Dei os detalhes do endereço da família do irmão Ruben a estes irmãos, e eles prometeram fazer contato.

O irmão Uoakatora também tem esforços evangelísticos ocorrendo em lugares como Okakarara.

Recentemente ele foi até lá e orou pelo filho do chefe hereró. Este filho em particular tinha uma doença que confundia os médicos, e não conseguiam encontrar um médico que pudesse ajudar o menino. Após a oração, o Senhor curou o menino, e o chefe queria dar copiosamente muitos presentes ao irmão Uoakatora, os quais ele recusou aceitar. O chefe então ouviu que tivemos reuniões lá em 2014 e disse ao irmão que ele tem uma porta aberta para qualquer lugar, se quiser ir até lá com o Evangelho novamente. Os hererós acreditam na adoração de antepassados e em muita bruxaria, de modo que não é fácil conseguir uma porta aberta como essa.

Com o acordo da GVD em ter a Mensagem traduzida para a língua otji-hereró, esforços de evangelismo como este receberiam um grande impulso, se o material da Mensagem estivesse sendo publicado nesse idioma. Esse povo hereró é muito orgulhoso e tradicional, e prefere sua língua acima de qualquer outra, e se realmente quiser chegar a eles, você precisa falar sua língua. Estamos ansiosos para ter a Mensagem nesse idioma.

Novo evangelismo de rua

Decidimos ter eventos de evangelismo de rua aos sábados. O irmão Heinrich Sam é um profissional de som autodidata que tem construído e vendido equipamentos de som. Ele sentiu que queria fazer algo para o Senhor, de modo que veio a mim e discutimos sobre tocar os sermões do profeta na rua. Tínhamos, porém, um pequeno obstáculo, pois não tínhamos um gerador para alimentar os equipamentos, e por isso decidimos falar com crentes em áreas específicas para conectarmos à sua fonte de alimentação.

Durante o último sábado de maio, eu me levantei bem cedo porque não conseguia dormir, e decidi fazer alguns preparativos que sabia que iríamos precisar. Depois de terminar comecei a orar em torno das 3 e 4 horas da manhã.

Enquanto orava ouvi um barulho suave na porta, mas pensei que era apenas o vento, e continuei orando. Enquanto orava, esta Escritura de Gênesis me veio à mente, onde Deus falou com Caim. Recordei-me dela como “o inimigo está à sua porta, mas sobre ele deves dominar.” Foi realmente assim que me lembrei dela naquele momento.

Pensei: “É isso mesmo,” e assim orei: “O inimigo está à minha porta, mas como posso dominar sobre ele, a menos que esteja com o Senhor?”

Enquanto orava assim, eu continuei a ouvir algo junto à porta, então disse: “Perdoa-me um minuto, Senhor” e me levantei para ver o que era. Assim que toquei a maçaneta da porta, ouvi um homem correndo em direção ao portão tão rápido quanto podia. Nunca ouvi um homem correr de modo tão ruidoso. “Clap, clap, clap!” Ele foi e passou pelo portão, deixando-me perplexo quanto ao que realmente queria realizar. Os ruídos que ouvi foram dele mexendo na fechadura.

Pensei: “Uau! E não foi exatamente isso que orei agora mesmo? Deve ter sido o Senhor me dizendo isso.”

Há apenas uma semana, quatro rapazes invadiram a casa do vizinho do outro lado da rua, enquanto havia uma mocinha no interior que devia tomar conta dela. Apesar dela estar fortificada detrás de barras de ferro e gritando por ajuda, eles forçaram e abriram a porta de treliça, ameaçaram-na com uma faca, levaram a grande TV de tela plana e o telefone celular que puderam encontrar, e foram embora pouco antes da chegada do policial que mora do outro lado da rua, bem em frente daquele vizinho. Isto é o quão ousados esses inimigos se têm tornado. Mas o que estava junto à minha porta certamente levou o maior susto da vida por algum motivo. O carro estava parado lá, a luz estava acesa, de modo que fiquei perplexo de que ele ainda tenha tentado, sabendo que a possibilidade era grande de que alguém estivesse em casa.

O irmão Heinrich e eu fomos para Katutura no dia seguinte e tivemos um tempo maravilhoso. Montamos o equipamento do lado de fora da casa da irmã Gawases. Ele trouxe uma pequena caixa de som com mixer e um laptop, e me disse que o som seria suficiente para ir longe. Eu tinha minhas dúvidas até que ouvi, e ele estava certo. Perguntamos ao Senhor o que poderíamos fazer nesta área, pois ela morava perto de um shopping center, e as pessoas estavam realmente com tanta pressa andando lá.

Elas mal se aproximavam e então iam embora. Percebemos que nunca iriam ficar paradas para ouvir um sermão inteiro, por isso sentimos a inspiração de tocar uma série de “Citações do Dia,” uma após a outra. Imediatamente baixou uma presença tão maravilhosa, que nos deu uma coragem que só o Espírito Santo pode dar.

Com estas “citações” em volume tão alto percorrendo grande distância, começamos a compartilhar cartões de evangelismo com os transeuntes que podiam ouvir as citações. A voz do irmão Branham é como a de um leão. Ele simplesmente ruge verdade após verdade, que fazem você parar em seus caminhos. Enquanto as pessoas se perguntavam: “Quem é esse homem que pode dizer tais coisas?” nós lhes entregávamos um cartão com o endereço do site.

Realmente tivemos um grande momento fazendo isso por 3 a 4 horas, tocando citações que podem atrair a atenção dos transeuntes, e então tocando música entre conjuntos de citações.

Enquanto tocávamos estas citações, um crente do Zimbábue, que tinha errado um pouco o caminho, ouviu a voz e veio nos perguntar onde ficavam as igrejas da Mensagem. Ele esteve na Namíbia por um tempo, mas não frequentou nenhuma igreja, mas ouviu aquela voz de novo e sentiu desejo de voltar para a igreja novamente.

Assim que ele chegou, o pastor Cleopas também chegou, quando ouviu a voz, e nós os apresentamos um ao outro, e ele deu orientações ao irmão. Mesmo que tivéssemos estado lá somente por ele aquele dia, sem dúvida que tudo valeu a pena! Tivemos um tempo tão proveitoso que decidimos continuar com este tipo de coisa até o Senhor nos dar orientações diferentes para as áreas a que esperamos chegar. Contamos com suas orações para o nosso pequeno empreendimento. Não é uma coisa grande, mas nos sentimos realizados acerca desse primeiro dia.

Muito obrigado por tudo o que fazem por nós. Obrigado pelos sermões traduzidos. Estamos ansiosos para tocá-los nas áreas a que o Senhor nos conduzir.

Que o Senhor os abençoe ricamente.

Irmão Arthur

GVD – Namíbia

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Notícias.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...