Cravando a Estaca


23E Jesus disse-lhe:Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.

Marcos 9:23

Um homem certa vez estava tentando buscar a Deus. E toda vez que dizia: “Estou salvo,” o diabo dizia: “Não, você não está.” Um dia ele cravou uma estaca. Disse: “Satanás, de agora em diante, vou apontar para esta estaca. Este é o lugar onde satisfiz as exigências de Deus, bem aqui.”

Crave sua estaca bem ao lado do seu assento esta tarde, dizendo: “Satanás, aqui mesmo é onde toda dúvida vai ficar. E voarei para longe com Ele, esta tarde. Aceitarei exatamente o que Ele me disse que eu poderia fazer.”

60-0403 Como a Águia Agita

a2aa4fba-f57b-449f-be9e-a5e46b9db91fMuitas vezes ouvimos o irmão Branham dizer que se Jesus estivesse aqui em carne, Ele não poderia fazer mais do que já fez. É nossa confissão que crava a estaca da fé no fundo do nosso coração. Sua cura pode não ser imediata, mas tenha certeza de que Suas promessas não podem falhar.

Gostaria de compartilhar o testemunho da minha cura. Em novembro de 2014 eu tive muitos sintomas estranhos, juntamente com tremor da pele como se eu estivesse com febre, mas eu não estava doente. Estava sentindo dor nos músculos dos braços e pernas, juntamente com dor nas articulações, sem motivo. Passei de normal a quase aleijada em algumas semanas. Esses eram sintomas de menopausa, apesar do exame de sangue dar negativo. Eu também sofria de extrema exaustão, acabando por ficar na cama desde a hora do almoço até a hora do jantar todos os dias, por semanas a fio. Eu não podia suportar as mudanças climáticas, uma vez que o frio e a umidade me faziam mal.

Em janeiro de 2015 consultei um médico e fiz muitos exames de sangue, que indicaram anticorpos anti-nucleares. Acharam que eu tinha lupus, mas todos os outros exames que fizeram não indicaram nada. Em março fui enviada a um reumatologista em Perth, Austrália Ocidental, e ele disse que não era lupus, mas fibromialgia (minha maneira de descrever isto é como uma artrite muscular).

Ele me tratou com magnésio e uma dose baixa de antidepressivo, que supostamente ajudaria na dor dos nervos. Não há medicação que ajude a se livrar desta doença. A medicação que ministram apenas atenua a dor. Disseram-me que eu a teria pelo resto da vida, e para aprender a conviver com ela.

Fui ao médico novamente em junho, e ele mudou minha medicação, pois eu estava sofrendo efeitos colaterais da original (pesadelos, tonturas, desmaios; fiquei desmaiada no chão à meia-noite, etc.) Isso ajudou, pois eu não ficava na cama toda tarde, e podia ter atividades, mas não me sentia bem em tomar o antidepressivo, e não me sentia como “eu”.

Em outubro do ano passado decidi que precisava parar com a medicação, por isso falei com o reumatologista e ele ficou feliz de que eu parasse com ela, mas passou-me outra receita para o caso de eu mudar de ideia. Isso foi numa segunda-feira. Na noite anterior eu tinha pedido à família para orar por mim, e requeri minha cura; cravei essa estaca…Eu sabia que estava curada! De terça-feira ao sábado seguinte, estive muito doente, retiradas de medicação são horríveis, e foi só metade da dose!

Meu marido estava trabalhando longe, e eu não estava lidando muito bem com isto, assim mantive minha dose noturna de antidepressivos até ele chegar em casa para o fim de semana, então parei com a segunda dose, achando que ia sofrer com a retirada novamente, MAS a oração é uma coisa maravilhosa! Não sofri com a retirada esta vez, e parei completamente com a medicação, sem dores. Estou normal novamente!

Um dia eu mal conseguia fazer as tarefas domésticas normais (como varrer o chão, pendurar a roupa, ou fazer as camas), e melhorei a ponto de conseguir aparar o gramado sem esforço, levar as crianças para caminhar e viver uma vida normal!

Obrigado Senhor!

Sarah Kuchel

Austrália Ocidental

Fonte: Voice of God Recordings

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Testemunhos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...