Testemunho da Graça


Milagres, cura dos enfermos, ressuscitar os mortos… sem dúvida que tudo isso fala do poder do Evangelho. Mas o que é mais poderoso do que ver uma vida transformada? Uma alma antes destinada ao inferno do diabo, agora está destinada à Eternidade.

Aqui está um testemunho da Graça de Deus para com uma avó de 92 anos, que outrora levara uma vida cheia de frustrações, dificuldades, frieza. Agora ela é branda e mansa, cheia do Espírito de Deus e uma testemunha do amor de Deus em sua velhice.

Este é um testemunho de uma avó de 92 anos, com quem era sempre difícil lidar, e que sofria de grave demência.

A avó, chamada Daphne, não tinha sido vista nem dela se havia tido notícias nos últimos oito anos, desde quando foi levada por sua própria filha para uma fazenda no Transvaal a mais de mil quilômetros de distância.

No dia 14 de setembro, a avó foi deixada sem aviso prévio na casa de sua nora (Audrey) no Cabo, pesando só 33 quilos. Também deixaram com a irmã Audrey uma bolsa cheia de medicamentos, que ela levou ao seu médico no dia seguinte para descobrir para que eram todos os comprimidos. O médico lhe disse que eram basicamente tranquilizantes e comprimidos para pressão alta, de que a avó definitivamente não precisava, por isso os interrompeu imediatamente.

Sua filha tinha afirmado que já não tinha condições de acomodar sua mãe e que por isso a trouxera para Audrey, mas acreditamos que foi por outras razões, a principal sendo que ela precisava do Senhor em sua vida tardia.

Vovó tinha sido uma mulher extremamente difícil em toda a sua vida, com quem era quase impossível falar, e que requeria muita paciência.

Após uma semana estando com a nora, enquanto a nora a alimentava, ela continuava a dizer que ia morrer e ir para o inferno. Isso levou Audrey (a nora) a lhe perguntar: “Mas por que está dizendo isso, vovó?” Ao que ela respondeu que simplesmente sabia!

Audrey se lembrou de que o irmão Branham disse que se você sabe que uma pessoa está morrendo, deve dar a ela a oportunidade de se corrigir com o Senhor. Isso a levou a perguntar se ela queria pôr sua vida em ordem, ao que ela respondeu: “Sim.” Audrey e sua irmã a conduziram em uma oração de arrependimento, e então oraram mais por ela. Elas lhe disseram que o próximo passo era que ela precisava ser batizada. Ela disse: “Sim, eu quero isso.”

A avó sempre recusara a ideia de ser batizada, porque tinha medo de se afogar e não podia suportar a ideia de ter água lhe encobrindo a cabeça. Quando lhe perguntaram aos 77 anos, ela se recusou e disse: “Nunca, pois sou velha demais, de qualquer maneira, e não quero água me encobrindo a cabeça.”

Três horas mais tarde, Audrey pensou que por causa da demência da avó, ela não se lembraria, assim, para conferir e ver se ela se lembrava do que tinha acontecido, perguntou: “Vovó, a senhora se lembra do que aconteceu há pouco?” Ao que ela respondeu: “Sim, lembro-me”, com mente muito clara. Audrey disse: “A senhora compreende que quando for batizada será imersa na água e que seu corpo inteiro e sua cabeça também ficarão embaixo da água?” Ela respondeu positivamente: “Sim, eu quero isso.”

Os preparativos foram feitos para a manhã seguinte (3 de outubro de 2016). Como estava muito frio aquela noite, eles lhe disseram que iam batizá-la na manhã seguinte. Ela disse: “Por favor, não se esqueçam!” Pouco tempo depois eles acharam que ela estava morrendo, mas o pensamento veio a Audrey de que o que o irmão Branham tinha feito por uma senhora de 92 anos, Deus poderia fazer de novo pela vovó.

Na manhã seguinte nós lhe perguntamos novamente se ela se lembrava do que acontecera na noite anterior, e que ia ser batizada. Ela novamente respondeu de modo claro e positivo: “Sim, e eu quero isso!”

Quando o pastor assistente chegou, ele falou com ela e ela se lembrava de tudo. Ele leu na Bíblia e lhe disse que agora a batizaria, ao que ela respondeu: “Por favor, não me deixe afogar.”

Ele disse para não se preocupar: “Vou cobrir seu nariz e boca.” E ele a batizou, testemunhado por 7 pessoas presentes.

A partir desse momento, sua natureza foi completamente mudada – 100%. Antes ela era extremamente difícil, exigindo muita paciência, não conseguia dormir à noite e via fantasmas, tinha medo de ficar sozinha e medo de morrer. Agora ela é uma pessoa completamente diferente, pacífica, que pede desculpa e fica preocupada de que possa ser um fardo para aqueles que a ajudam. Ela dorme durante a noite pacificamente, e agora está ansiosa para estar com Jesus.

Ela deu entrada ao hospital três dias depois de ser batizada. Ela disse ao pessoal do hospital que deviam se certificar de cuidar bem dela, pois Jesus os observa. Os médicos e todo o pessoal do hospital deram-lhe muito mais atenção do que a qualquer outro paciente, porque ela era tão meiga e tímida. Algo aconteceu.

A Deus seja a glória,

Irmão Brian

África do Sul

Fonte: Voice of God Recordings

gravações a voz de Deus

Posted in Testemunhos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...