TOME O REMÉDIO COMO O MÉDICO TE ORIENTA!


AO NASCER DO SOL – O PODER VIVIFICADOR
William M. Branham
18 de Abril de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

25 – Agora, para encontrar este texto, estava muito cansado; meu braço doía muito por causa das injeções que a enfermeira me havia aplicado. Como vocês sabem, meu filho e eu, estamos nos alistando para viajar a ultramar dentro de poucos dias, e exigem que tenhamos essas injeções contra a cólera, febre amarela, e outras enfermidades. Eu estava um pouco abatido. Estas injeções me fizeram um pouco enfermo, e é que César requer que a gente tenha estas injeções antes de sair daqui a outras nações. Ele disse: Daí a César o que é de César; e a Deus o que é de Deus. Enquanto estava ali assentado, pensava em que diria a esta congregação que me estava esperando nesta manhã (pelo que estou mui agradecido), sendo que são homens e mulheres que dariam suas vidas pelo que a gente lhes diz. Como o devo fazer? Que devo tomar como texto?


O SINAL
William M. Branham
01 de Setembro de 1963
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

43 – E somos uma gente moribunda. Todos os seres humanos estão rumando à Eternidade. E então temos este tanto de tempo para tomar nossa decisão por qual estrada vamos seguir. E a estrada está diante de nós; podemos tomar qualquer lado que desejarmos escolher. Essa é a maneira que Ele determinou para Adão e Eva, e essa é a maneira que Ele determinou para nós.

44 – Devemos recordar que, seja o que for que façamos, ou quão bem-sucedidos sejamos, na vida, sem Cristo perdemos completamente tudo. Então se Ele, após… Se Ele é a única coisa que há para aguardarmos ansiosamente, então seríamos os mais néscios em não aceitar Isso, seríamos, e – e estimar Isso. Não é só aceitá-Lo, mas chega-se a algo maior que isso. Depois que você O recebe, não vá colocá-Lo na prateleira. É para ser usado.

45 – Seria como ir ao médico para que receite remédio, e então colocá-lo na prateleira. Se lhe foi receitado o remédio, tome o remédio. Se houver uma doença incomodando, e este remédio é para ajudá-lo, tome o que ele lhe dá, e justamente da maneira que ele disse para ser tomado, porque às vezes só alguns minutos causa grande diferença na maneira que é para ser tomado. E como sabemos…

46 – Mas neste caso, hoje, um só minuto em sua decisão pode determinar seu destino eterno. Tome-O exatamente como Ele O dá.  

Um sinal: “O sangue vos será por sinal.”


COMUNHÃO
William M. Branham
04 de Fevereiro de 1962
Tabernáculo Branham – Domingo – Noite
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

96 – Agora, nossos corpos necessitam de alimento e bebida todo dia, para sobreviver, nosso corpo físico. Se não tomarmos alimento a cada dia e bebermos, então o nosso corpo enfraquece. Tem alguma coisa dentro de nós que necessitamos de ter alimento. O alimento de um dia não durará até o dia seguinte. Você tem de ter alimento a cada dia, para fortalecer seu ser mortal. Pode-se viver de um dia para o outro, mas fica-se mais fraco. E no segundo dia, fica-se ainda mais fraco. E no terceiro dia, fica-se tremendamente fraco.

97 – Ora, é isso o que muitas vezes fazemos no âmbito espiritual. Veja você, a cada dia temos de ter comunhão com Cristo. Temos de falar com Ele cada dia. Temos que resolver com Ele a cada dia. Paulo disse: “Eu morro a cada dia.” Está vendo? “A cada dia eu morro; no entanto vivo, não eu mas Cristo vive em mim.” Por isso, se seu corpo físico necessita de alimento a cada dia e de bebida a cada dia, para sobreviver, seu corpo espiritual necessita de Alimento espiritual e de comunhão com o Senhor a cada dia, para sobreviver. Sim. Jesus disse: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus.” Assim que a cada dia temos de estudar a Bíblia. Algumas pessoas não A estudam de jeito nenhum. Alguns apanham-Na duas ou três vezes por ano. Mas, um verdadeiro, verdadeiro crente que realmente está fortalecido espiritualmente, ele lê sua Bíblia todo dia, e conversa com o Senhor. Isso mesmo. Ele tem de fazê-lo. “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus.”

98 – Agora, outra coisa por que tomamos alimento, é para fortificar o nosso corpo para resistir doenças. Se você não tomar alimento, e deixar seu corpo enfraquecer, então fica sujeito a doenças. Doenças entrarão direto na corrente sanguínea, e aí você morre. Se seu sangue não for rico e puro, ora, então ele, doença entrará direto em sua corrente sanguínea. De modo que você tem de comer alimento bom e nutritivo para manter sua corrente sanguínea certa. Se não, você fica alérgico a doenças. Esse é o problema de muitos cristãos.

99 – Como plantas de estufa. Você sabe, tira-se uma planta fora da estufa, e tem-se de mimá-la. Ela não conhece o tempo. Não conhece o brilho do sol e coisas mais, sempre foi coberta e mimada. E é esse problema de muitos supostos cristãos, eles são plantas de estufa. Isso mesmo, sujeitas a todo inseto que aparece! Você sabe, é só as – as – é só as – as plantas delicadas que têm de ser pulverizadas, ou, as plantas híbridas.

100 – Você sabe, pegue uma velha vaca de chifre longo e solte-a lá no pasto, e solte uma vaca de chifre longo lá, aquela vaca de chifre longo consegue se virar porque é uma raça original. Mas pegue uma brangus ou uma hereford, que são raças cruzadas e híbridas, são melhores de se olhar para elas, claro, mais gordas e mais saudáveis, mas solte-as lá, e não conseguem se virar. Morrerão! Elas têm de ser mimadas. Está vendo?

101 – E esse é o problema hoje, temo cristãos que se vestem melhor, igrejas, maiores, e muita – muita instrução, muita teologia, mas eles sempre têm de ser mimados, você tem de concordar com eles, ou a sua opinião está errada. O que precisamos é de cristãos de sangue puro, que nasceram debaixo do Sangue do Senhor Jesus, que não vivem de teologia de igreja, mas da Palavra de Deus, a comunhão com Cristo. A Palavra entrando no crente, seu – seu corpo espiritual é edificado. Não um bebê de estufa!

102 – Teve um certo ministro que disse hoje, eu o ouvi, ele disse isso numa emissão, ele disse que, quando ele veio para país, ele tinha um grande problema de sinusite, e falava-se de uma operação. E disseram que iam fazer isto e aquilo, e cortá-lo e operar, e tirar das glândulas de sinusite, o que faria seu rosto afundar, e assim por diante. E ele disse que tomou rios de remédio. Parecia que tinha tanto remédio que tinha de tomar. Mas quando ele foi a um bom médico cristão, o médico disse: “Vamos esquecer os comprimidos e vamos esquecer a operação, e vamos fortificar o corpo para poder resistir à sinusite.” É isso!

103 – Qual é o problema que as pessoas não vivem o tanto quanto costumavam viver? Temos de tomar uma vacina para isto e uma vacina para aquilo, e usamos todo o tipo de remédio em spray. O que causa isso? Deixa-nos frouxos, gordos, flácidos, sem prestar para nada. Quando o homem de antigamente…Ora, somos alérgicos a tudo. Agora estão ficando com mal de alergia e tudo mais.

104 – Encontrava-me na África, não podia tomar vacina contra malária. Mas se um pernilongo transmissor de malária sentasse em minha mão eu teria malária. Eles não fazem zunido, e você mal os percebe. Eles pousam, eles só pousam, só isso, você já pegou. Se você viver, você terá isso por quinze anos. E então às vezes morre com isso. E então tinha aqueles nativos em suas choupanas, com pernilongos na perna toda deles, eles nus. Pernilongos mordendo-os, pernilongos que transmitem malária, e não os incomodava. Por quê? Haviam desenvolvido imunidade. Tinham uma inoculação dada por Deus.

105 – E é esse o problema das pessoas hoje. É esse o problema da igreja. Recebemos tanta vacina de bebê e teologia feita pelo homem a ponto de ficarmos vaporizados. O que precisamos é da inoculação de Deus pela Palavra do Senhor Deus. O homem viverá diariamente por esse tipo de Alimento, para deixar sua alma inoculada contra as doenças espirituais que estão fluindo e pulando pelo país. Tenho bastante anotações quanto a isto, mas terei de parar.

106 – Agora, fortaleça-se, apronte-se para a inoculação. Agora, nós vivemos através disto, nossos – nossos corpos necessitam ter isto. E, se não o fizermos então estaremos sujeitos a todos os tipos de doenças. E a Palavra de Deus, como cremos Nela e A aceitamos por comunhão: “Senhor, a Tua Palavra é Verdade.”

107 – “Minha igreja diz que não tem de se nascer de novo. Dizem: ‘Aperto de mão é nascer de novo.’ Dizem: ‘Ser aspergido.’ Dizem todas estas outras coisas: ‘É isso, Pai, Filho e Espírito Santo.’” Mas a Bíblia disse para ser batizado em Nome de Jesus Cristo. Está vendo? Agora, você siga em frente com essas vacinas artificiais se quiser, você se tornará um cristão artificial. Está vendo? Você não vai querer isso.

108 – Você não pode ter Vida, a não ser através de Cristo. E agora o que a Palavra Dele faz? Ela fortalece o nosso corpo espiritual, forte, ao termos comunhão com Ele, para resistir o Diabo.

109 – Você diz: “Irmão Branham o que é isso que o senhor diz de ‘ter comunhão na Palavra Dele’?”

110 – Sim, Ele é a Palavra. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós.” E é para nos alimentarmos de Seu corpo. Então o Seu corpo é a Palavra Dele, porque Ele disse, em São João 15: “Se vós estiverdes em Mim, e a Minha comunhão, a Minha Palavra, estiver em vós, então podeis pedir o que quiserdes e vos será feito.” Aí está. Isso é verdade. Veja, pedi o que quiserdes!

111 – O que está fazendo? Está fortalecendo o seu corpo para a inoculação contra o…Alguém vem e diz: “Oh, a nossa igreja não crê em gritar.” Veja, você está fortalecido. O que? Você tem comunhão em você, a Palavra. E você está inoculado contra isso. Se um monte de bobagem entra, o que é isso? Não tem Palavra nisso, você então tem certeza de que isso está errado. Não me importa quão real pareça, se não for a Palavra, não mexa com isso. Certo, não mexa com isso. Não me importa o que isso faça, tal tem de comparar com a Palavra!


A CHAVE PARA A PORTA
William M. Branham
07 de Outubro de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

48 – Quando a poliomielite atacou a nação. Como fomos todos intimados agora para vacinar-nos, para aniquilar aquilo. Quando a paralisia infantil atacou… Ontem eu estava ouvindo a um médico enquanto eu dirigia pela estrada, determinado médico de Louisville. Ele disse, “Há poucos anos atrás, quando a grande praga atingiu Louisville”, disse, “se vocês tivessem ido onde fui, e visto cinquenta e sete respiradores de uma só vez, e homens, mulheres, meninos e meninas, paralisados com uma doença chamada “poliomielite”, e não havia nada que pudesse ser feito a respeito daquilo”. Disse, “eu nunca quero ver uma coisa como aquela outra vez”. 

49 – Porém a ciência pensou, “Se existe tal mal como a paralisia, com certeza há algo para neutralizá-la”. Eles lutaram, eles permaneceram nas ruas de botas, o corpo de bombeiros, e estenderam seus chapéus, e pediram esmola, eles mendigaram, eles fizeram tudo, tentando encontrar a chave para destrancar a porta para a liberdade. E, finalmente, um cavalheiro cristão chamado Salk descobriu a vacina. Por que? Havia um mal segurando, havia um assassino segurando; havia uma chave em alguma parte que podia destrancar a liberdade outra vez para o homem, e a vacina Salk foi o grande tratamento. Oh, o que a chave pode fazer! A vacina foi trazida, e agora a paralisia infantil está sendo aniquilada com esta vacina, porque eles nunca se cansaram e nem deram por entregue”, aquela chave estava em alguma parte. Havia algo que imunizaria, aquilo, e eles estavam supostos a encontrar aquilo. 

50 – E se existem tais males como a poliomielite, difteria, varíola, febre amarela, tétano, trismo e assim sucessivamente, que a ciência… estes males, há quem seja capaz de lutar dia e noite, até encontrar uma imunização para eles, porque são males, são assassinos, quanto maior é a chave da salvação para um homem que está no presídio do pecado? Há uma chave para aquela porta, para libertar o homem daquilo.

51 – Uma chave, normalmente, quando ela tranca, e quando você encontra uma chave, deve ser de algum tesouro, algo que valha a pena, ou você nem mesmo trancaria. Se isto não merece ser trancado, simplesmente deixe para lá. Mas, tranque quando valer a pena! Então a chave geralmente é a – a nota para algo, ou o caminho para entrar em algo que valha a pena. A chave, é para isto que ela serve, agora, ela destrancará algo que vale a pena.

52 – Agora nós lemos em São João, capítulo 10, Jesus dizendo, “Eu Sou a porta do aprisco. Eu Sou a porta”, não uma porta, “A porta, a única porta. Eu sou o Caminho, o único caminho, a Verdade, e a Vida, e ninguém vem ao Pai a não ser por Mim. Eu Sou a Porta do aprisco e todos que vem antes de Mim são inimigos, ladrões e assaltantes”. Ele é a porta do aprisco. Ele é a Porta da Salvação.

53 – “Não há outro nome dado sob o Céu pelo qual você possa ser salvo, somente através do nome de Jesus Cristo”. Nenhuma igreja, nenhuma denominação, nenhum credo, nem doutrinas de espécie alguma; somente através do Nome de Jesus. Esta é a – esta é a Chave. Não é de se admirar que Pedro usasse uma delas no Dia de Pentecostes! Eles queriam saber como entrar naquela Porta. Ele usou a Chave. E há somente uma chave, porque há somente uma Porta. “Eu sou a Porta”. E Pedro estava com a Chave Dela. E ele disse, “Arrependei cada um de vós, e seja batizado no Nome de Jesus Cristo para a remissão de vossos pecados, e recebereis os tesouros de Deus”. É a Chave para a Porta, e Jesus é a Porta.

Há somente uma Porta para a cura, e Jesus é a Porta. 

54 – Há somente uma Porta para a paz. Sim. “A Minha paz vos dou”. Ele é a única Porta para a paz genuína. Você pode pensar que tem paz. Você pode ajuntar dinheiro suficiente para comprar sua casa, você pode ajuntar dinheiro suficiente para comprar as roupas de seus filhos, ter alimento para comer, porém você pode ter acumulado popularidade suficiente para ser popular entre as pessoas. Mas quando você tira seus sapatos à noite e se apronta para deitar, há somente Uma Coisa que pode te dar paz. É isto, se você soubesse que morreria naquela noite, há somente uma Paz, e, isto é, Jesus é a Paz. Ele é a nossa Paz.

55 – Ele é a nossa cura. “Eu Sou o Senhor teu Deus, que cura todas tuas enfermidades”.

56 – Ele é a Porta para o Céu. E não há outra porta, nenhum outro caminho, mas através de Jesus Cristo. Ele é a porta para o Céu.

57 – E agora Jesus é a Porta para todas estas coisas, e a fé é a chave que abre a porta. Agora, se Jesus é a Porta para todas estas promessas de Deus, fé em Sua obra consumada abre cada porta de todo tesouro que há dentro do Reino de Deus. Veem isto? A chave é…A fé é a chave que abre cada promessa que Ele faz. A chave da fé faz isto, fé em Sua obra consumada. É sobre estas chaves que estamos falando.

70 – Certa época aqui há alguns anos atrás, havia um irmão missionário e ele sentiu que tinha um chamado para a África. Ele era um sujeito jovem; tinha sua esposa e duas filhas, lindas, as garotinhas, com cerca de sete ou oito anos cada uma. E este jovem companheiro não podia se afastar disto. Ele era um – um ministro, ele tinha uma boa igreja no interior. Mas ele simplesmente não podia se afastar daquele chamado, ele “devia ir para a África”. E ele orou, dia e noite. Ele não queria ir. E Deus continuou a falar com ele. “Você deve ir!” E finalmente ele chegou a uma condição até que ele, a prova final, onde ele – ele devia ir!

71 – Então ele chegou até o quadro de missões de sua igreja, e ele disse, “Deus tem me chamado para os campos missionários lá nas selvas da – da Rodésia”. E estas selvas são infestadas pela malária, com febre e com aquele sol quente, praga e lepra, e todas as espécies de enfermidades lá nesta selva, sendo o lugar para onde ele iria passar o resto de sua vida. Vendeu sua casa e tudo que ele tinha. Então o quadro missionário queria testá-lo, e eles disseram, “Tem você certeza agora?”

Ele disse, “Absolutamente”.

72 – Eles lhe disseram, “Senhor, já pensou você deste lado, que você tem duas garotinhas lindas, e que você tem uma – uma amável e jovem esposa, e se você estiver simplesmente… Por que você não vai primeiro e vê como é e então volta?”

73- Ele disse, “Não, o Senhor me falou. Oh, é tão real!” Ele disse, “O Senhor me chamou. E eu – eu não quero deixar meu lar, eu não quero deixar minha igreja e meu povo, mas o Senhor me chamou lá atrás naquela selva”.

74 – E eles disseram, “Senhor você sabia que suas garotinhas podem apanhar febre amarela ou malária com hematúria e morrerem, de uma hora para outra?” E se refeririam a diferentes pessoas que haviam perdido seus filhos, pequeninos, ao levá-los ali, por causa de enfermidades contra as quais eles não tinham vacinas. E disseram, “Pense na lepra, em sua bonita esposa e suas duas filhinhas com lepra, e aquele sol quente e coisas que você terá que enfrentar”. Disseram, “Não está você com medo do perigo de levar seus filhos e esposa para tal lugar?”

75 – E o missionário se colocou ali, o jovem sujeito, e as lágrimas começaram a rolar por sua face, ele virou e disse, “Meus irmãos! Minha visão do chamado de Deus!” disse ele, “se Deus me chamou para a África, meus filhos e família estarão mais seguros na África do que em qualquer outro lugar do mundo”. Amém. O que era isto? Ele tinha a chave do seu chamado, ele tinha fé no que estava falando. Oh, eu pensei, que observação nobre! Quando eu ouvi isto pela primeira vez, meu coração saltou. Veem, “Se Deus me chamou para a África, meus filhos na lepra e praga e tudo mais, eles estarão mais seguros ali do que em qualquer outro lugar sobre a face da terra”. Ele é isto que é necessário.

76 – Quando você tem a chave, não há o que temer, não há dúvida, não há do que duvidar. Você não precisa perguntar a ninguém a respeito disto, você sabe exatamente. Você tem isto em suas mãos, você sabe o que fazer. Amém. Você sabe qual é o resultado, você sabe que as portas abrirão. Você examinou as alavancas e você sabe que isto é realmente a coisa certa, as portas se abrirão completamente quando você colocar a chave ali.

77 – Oh, se a igreja simplesmente tivesse as chaves! Se a igreja simplesmente tivesse aquela chave de fé, nós poderíamos abrir qualquer porta, qualquer enfermidade, qualquer praga, qualquer circunstância que existe. Isto poderia ser aberto para nós se pudéssemos simplesmente possuir esta chave. Este homem tinha a chave de sua chamada.


DESDE ENTÃO
William M. Branham
16 de julho de 1960
Klamathfalls – Oregon – E.U.A.

90 – E ali… Enquanto eu estava ali, foi onde encontrei com Sofia, a mulher lavadeira, a mulher sueca que foi e trabalhou no Bowery com ela. Eu tive que permanecer por dois dias para conseguir a vacina para a febre amarela; eu pensei que podia entrar na África sem tomá-la, mas eles não me deixariam nem mesmo passar ou entrar na aeronave. E eu tive que esperar por dois dias para ir até a base da marinha para tomar a vacina contra a febre amarela.


ESCOLHENDO UMA NOIVA
William M. Branham
29 de Abril de 1965
Convenção dos Homens de Negócios do Evangelho Completo
Los Angeles – Califórnia – U.S.A

05 – Agora, para entrarmos diretamente no culto, vamos abrir as Escrituras para alguma leitura. Eu — eu sempre gosto de ler a Bíblia, porque Ela é a Palavra de Deus. Eu creio nisto e eu creio que Ela é a infalível Palavra de Deus. E agora, eu tenho algumas Escrituras anotadas aqui embaixo e algumas anotações que eu gostaria de proferir por alguns momentos, talvez por quarenta e cinco minutos e então sairemos a tempo para assistirmos este maravilhoso debate novamente nesta noite. E confio que Deus continuará sempre lhes abençoando. E eu sei o que vocês têm que fazer; eu tenho que viajar ainda esta noite para Tucson. Vêem? Então vocês podem imaginar. São dez horas de viagem. E estarei partindo para o exterior e eu tenho que fazer um teste de vacina contra febre amarela no departamento do governo, então eu — então eu tenho que chegar ali. Eu tive que adiar isto outro dia e eles não aceitarão um “não” como resposta novamente agora. E eu tenho que tomar mais uma para tétano e para tifo, e também os meus auxiliares. 


DEMONOLOGIA – ESPÍRITOS SEDUTORES
William M. Branham
24 de Julho de 1955
Tabernáculo Branham – Domingo – Manhã
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

126 – E eu digo hoje, qualquer pessoa que realmente deseja encontrar Deus, ela não deixará nenhuma igreja impor-lhe as coisas que não podem viver…?… Se você tem a natureza de Deus em você, você irá à santidade, você irá às coisas certas, você se firmará pela coisa certa e você fará a coisa correta, você pensará a coisa certa, você viverá a coisa correta. Se você é um pato, você gosta de água. Se você é um cristão, você gosta de Cristo. Se você é um demônio, você gosta das coisas do Demônio. Se você é um falcão, você come coisas mortas. Se você é um porco, você comerá esterco. Onde está você hoje? Certo. Você clama estar aqui em cima comendo coisas do Senhor, então desce e se agarra ao Diabo, há algo errado nisto. Pare de ouvir a estes espíritos, eles são demônios. Não importa se você tem que ficar sozinho. Homens e mulheres que nunca significaram nada aproximadamente, tem sido homens e mulheres os quais permaneceram sozinhos com Deus.

127 – Veja Micaias, como ele permaneceu lá, não como a rocha de Gibraltar, mas a Rocha das Eras, ele disse, “Não falarei nada, não me importa o que diga os seminários, não me importa o que diga a minha congregação, não me importa o que diga o rei, se eles cortarem minha cabeça eu somente direi o que Deus colocar em minha boca para dizer”. Ele estava certo. Ele estava certo.

128 – E hoje, homens e mulheres, não prestem nenhuma atenção no que o mundo tem para você, qual é a solicitude que ele possui, qual o tipo de vacina contra a bactéria que possui. Eles dizem que se você unir a uma igreja estará certo. Esta é uma vacina falsa. Por que? Você continua tendo a enfermidade do pecado. Isto é certo. Mas uma coisa eu lhe digo, irmão, o que te vacinará contra o pecado, é vir ao precioso Sangue do Senhor Jesus Cristo e ser cheio do Espírito Santo, e isto te vacinará de todo pecado, e seus desejos serão desejos santos e você não terá tempo para as coisas do mundo. Oremos.


SAINDO FORA DO ARRAIAL
William M. Branham
09 de Julho de 1964
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

103 – Um pequeno ministro Batista não muito tempo em Tucson veio a mim, disse, “Irmão Branham, aqui está o seu problema. Você está tentando fazer com que esta era seja uma era apostólica”. Ele disse, “Não há tal coisa como uma era apostólica terminou”.

104 – Eu disse, “É mesmo? Eu não sabia disto”. Então ele disse, “Bem, é isto!”

Eu disse: “Você tem certeza?” Ele disse: “Claro que tenho certeza”. Ele disse: “Está bem”.

Eu disse: “Como você pensa que já terminou?”

Disse: “Aquilo foi para os apóstolos”.

105 – Eu disse: “Pedro disse no dia do Pentecostes… Crê você em sua palavra?” “Sim, senhor!”

106 – Ele disse, “Arrependei-vos cada um de vós e seja batizado no Nome de Jesus Cristo; porque esta promessa é para vós, e para vossos filhos, e aos filhos de vossos filhos, e a todos que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar!” Esta mesma promessa, nós temos que para ela!

107 – O doutor Simão Pedro prescreveu uma receita. A Bíblia diz, “Porventura não há unguento em Gileade? ou não há lá médico?” Bem, você sabe se você avia uma receita médica… Quando ele encontra uma enfermidade que está em seu corpo, e ele prescreve aquela receita, é melhor você aviá-la, consiga um verdadeiro farmacêutico para aviá-la exatamente como está escrito, porque ele tem que colocar tanto de tóxico, e tanto de antídoto, a quantidade certa que seu sistema tomará. Vê você, ele… Isto já foi tentando e provado, e você deve tomar aquela receita. Se não, você apanhará algum doutor charlatão para fazer loucura com aquilo, um que não sabe medir aqueles remédios corretamente, ele te matará. E se ele o deixar muito fraco, não te fará bem algum.

108 – E este é o problema com muitos de vocês, doutores. Vocês estão fazendo loucura com aquela receita. Pedro disse, “Eu lhes darei uma receita eterna, para vós e para vossos filhos e para aqueles que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. Não, um “Venha e una-te!” mas, “Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado no Nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados, e recebereis o (os resultados, amém!) do Espírito Santo, porque a promessa, esta receita é para vós e para vossos filhos”. Agora, alguns de vocês de doutores charlatães, parem de prescrever estas falsas receitas; vocês estão matando seu povo. Esta é a razão pela qual a coisa verdadeira não está chegando a eles. Sim!

109 – Vocês sabem, nesta mesma receita, como o doutor encontra seus remédios. Eles sempre tomam e … Os cientistas tentam fazer algo, então eles dão aquilo para uma cobaia para ver se aquilo o mata ou não. E então você sabe, o remédio é uma chance que você está tomando. Você… você pode ficar bom, e isto pode te matar (veem?), talvez seja porque muitas pessoas não são como as cobaias. Então… Mas há uma coisa a respeito desta receita, é para todos.

110 – E então, qualquer verdadeiro e bom médico que não… que tem muita fé em seu próprio remédio, ele não perguntaria alguém… alguns deles são o suficientemente covardes para tomarem um prisioneiro com a vida limitada e então colocá-lo livre se ele viver depois daquilo, deixando-o tomar aquela receita. Mas neste lugar nós tivemos um Médico verdadeiro; Ele veio, Ele mesmo tomou a receita.

111 – “Eu sou!” não, “Eu serei!” “Eu sou a ressurreição e a Vida”, disse Deus; “Quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, nunca morrerá!” Marta disse… Ele disse, “Crês tu isto?”

112 – Ela disse, “Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo que havia de vir ao mundo. Não importa de que tu és o Cristo que havia de vir ao mundo. Não importa de que Te chamem o resto deles, tenho visto isto”.

113 – No calvário, Ele mesmo tomou a injeção. E na manhã da Páscoa a morte não pôde segurá-Lo: “Sou a ressurreição e a Vida!” Eles injetaram a morte Nele, mas Ele ressuscitou vitorioso sobre a … a morte, o inferno, e a sepultura. Ele Mesmo tomou a injeção, e Ele enviou alguns doutores para prescreverem uma receita de que tinham a revelação de Quem era Ele: “Quem dizem os homens ser o Filho do homem?”

114 – Pedro disse, “Tu és o Cristo, o Filho de Deus Vivo”.

115 – Ele disse, “Bem-aventurado és tu, Simão. Você recebeu agora. E Eu te darei as chaves do Reino. Tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.

116 – E no dia de Pentecostes quando eles viram todos estes acontecimentos, ele disse… eles disseram, “O que podemos fazer para conseguir esta vacina?” 

117 – Aqui ele lê a prescrição; ele disse, “Agora, eu prescreverei uma receita que é para vós, e para vossos filhos, e para os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar!” Não Faça loucura com a receita; você morrerá! Eles a fazem tão fraca hoje, até não ser nada, mas água denominacional (correto!), algum fluído de embalsamar que eles injetam em um homem morto para fazê-lo mais morto. Oh, irmãos, há uma unção genuína! Há um unguento em Gileade; e é para cura da alma. Simplesmente não faça loucura com a receita. Tome a receita somente da maneira em que está escrita, e Deus está obrigado para com sua Palavra, não obrigado para com um credo, ou a um dogma, ou a uma denominação; Ele está obrigado para com Sua Palavra. Siga a receita, esta é a primeira base. A partida; então você estará registrado e pronto para ir trabalhar.


O SOM INCERTO
William M. Branham
Tabernáculo Branham
18 de Dezembro de 1960
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

21 – Eu estava descobrindo algo, enquanto falava com o meu amigo, Dr. Adair, lá em seu consultório. E ele disse, estava falando a respeito de coisas diferentes sobre Raio-X, e, falando sobre os resfriados ruins e os germes diferentes, e apanhando seus livros, me mostrava, o que eles haviam descoberto. Ele disse, “Vou te contar, Billy”, disse, “como um resfriado ruim, muito deles”, disse, “nós não temos nenhuma coisa para um resfriado ruim”, ele disse.

22 – Eu disse, “Bem, eu sempre pensei que se você tem uma garganta inflamada, se você gargarejar algo”. Eu disse, “Agora depois que eu terminar de pregar”, eu disse, vou para casa à noite, com aquela pequena rouquidão”. Eu disse, “Eu – eu apanho um pouco de Lavoris e – e gargarejo aquilo”. Eu disse, “Nós temos isto em nossas casas por anos, para lavar a boca”.

23 – Ele disse, “Água pode ser boa do mesmo tanto.” Veem? Ele disse, “Porque, não pense que tudo que você pode gargarejar alguma vez – fará alguma vez em você algum bem, porque a única coisa que isto poderia fazer é simplesmente lavar os germes que estão na sua garganta. Isto não pode entrar na corrente sanguínea. Se isto o fizer, isto romperia a sua garganta e você teria hemorragia. Veem?” E disse, “Não pode fazer isto”.

24 – Então o velho ditado volta outra vez, “Remédio foi feito para vender, não para tomar”, vocês sabem. (O irmão Branham ri – Ed.).

25 – E, depois de tudo, e olhando em livros de medicina, certamente sou, qualquer coisa que ajudará o povo de Deus, ajudará o ser humano. Se é paz, estudar em termos da paz, eu estou interessado nisto. Estou interessado em um – em uma comunidade melhor para poder viver. Estou interessado em escolas melhores para que nossos filhos possam frequentar. Estou interessado em tudo que é bom, benéfico e correto.

26 – E a medicina tem feito algumas grandes coisas. Eu creio que Deus a tem usado em muitas coisas. Eu creio, se nós fôssemos mais sinceros e consagrados a Deus, eles já teriam o remédio para o câncer e tudo mais. Se nós somente… Deus te a coisa, se nós simplesmente… Deus tem a coisa, se nós simplesmente O perguntarmos a respeito disto, veem, pedi-lo. E eu creio que esta é a razão que a vacina “Salk” veio, simplesmente por causa das criancinhas sofrendo da maneira que estão. E Satanás, aquela coisa maligna ali, deixando as crianças paralíticas e coisas; e Deus simplesmente permitiu que aquilo fosse descoberto, para a inoculação. E isto tem feito uma grande coisa, e pelo qual somos agradecidos ao Deus Todo Poderoso por isto. Simplesmente tão agradecido que Deus nos tem sempre nos abençoado! 


ELE CUIDA. E VOCÊ?
William M. Branham
21 de Julho de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

75 – É como um remédio para a doença. Todos nós podemos ler na garrafa que espécie de remédio é que enfermidade isto – isto cura. Mas, vocês sabem, a leitura das indicações, eu irei aplicar isto assim como na Bíblia, nossas escolas e seminários podem ler toda a Palavra. Mas, vocês sabem, simplesmente ler as indicações e o modo de usar, isto – isto não cura a enfermidade. Veem? Isto – isto tem o remédio, então isto tem que ser tomado! Então um homem pode dizer, “Eu sou um – um teólogo. Agora, não falem comigo, eu – eu – eu… acerca de tal e tal coisa, eu conheço as Escrituras. Eu – eu sei que a Bíblia fala assim e assim”.

76 – “Aquele que ouve Minha Palavra”, São João 5:24, por exemplo. “Aquele que ouve Minhas Palavras e crê Naquele que Me enviou tem Vida Eterna”. Ou, King James coloca assim “perpétua”, que é “Eterna”, correto. “Tem Vida Eterna porque ele creu”. Muitas pessoas dizem que elas creem. Agora, isto é verdade. O – a – a Escritura está correta. Eu – estou lendo o – o – a Receita, estou lendo o que é a Receita, e o Antídoto para o meu pecado, mas posso eu toma-Lo? Posso eu crer? Eu posso dizer, “Eu creio”, mas eu realmente creio? Esta é a coisa seguinte. Simplesmente ler Isto e conhecer as indicações, não cura a enfermidade. O problema é que (em nosso caso) nós não tomamos o que o Remédio diz para fazer. Nós temos o Remédio, mas não O tomamos. Nós dizemos que tomamos, porque O podemos ler; mas realmente tomar, nós não o fazemos. Veem, o Evangelho é da mesma forma, um remédio, neste caso. Se o paciente… E o remédio tem sido provado que cura o paciente, e o paciente lê tudo sobre o – da descoberta desta droga, e eles conhecem cada pouquinho de remédio que há ali, eles conhecem todo o – o nome dos cientistas que descobriram esta certa droga, como a vacina Salk e assim por diante. Se nós sabemos toda a Palavra a respeito Disto, mas recusamos tomar Isto, Isto não nos ajudará. Veem, Isto – Isto não nos ajudará. 

77 – Mas, então como dizemos, “Mas nós tomamos isto!” E se você disser que tomou isto, e o paciente não mostra nenhum resultado, ele não tomou. Isto é tudo. Agora, se aquele relógio da parede não fosse tão intrometido, veem. Eu gostaria de ficar aqui e trazer isto bem forte para nosso – nosso povo, desde que o Evangelho tem provado estas coisas, e eles clamam que tomam Isto, e mostram que não tomam Isto! Como pode uma pessoa ler as Escrituras sobre uma coisinha que eu falo, a respeito de mulheres com cabelos cortados e usando shorts, e assim sucessivamente, como podem chamar a si mesmos de Cristãos quando o próprio Remédio Ele Mesmo diz que isto é diferente! Veem? Como? Você diz, “Mas eu danço no Espírito, eu falo em línguas”. Isto nada significa. A sua própria vida prova que não tomou Isto! Veem? Você disse que você – você O tomou, mas não tomou! Pois, você ainda está mostrando todos os sintomas que o Remédio tinha que curar. E o Remédio, na linha do Evangelho, é uma cura garantida! Isto tem que ser. Agora, vê você, você tem que mostrar resultados.


NAS ASAS DE UMA POMBA BRANCA
William M. Branham
28 de Novembro de 1965
Shreveport – Louisiana – U.S.A.

168 – Parti para a África; e tomei algumas injeções, e tive que tomar um punhado de injeções antes de ir para a África, é a lei.  Então, quando estava tomando essas vacinas, ele disse: “Ora, não posso encontrar nada errado com você.” Disse: Sua hemoglobina, seu sangue é noventa e seis, é noventa e seis.” Disse: “Se você tivesse dezesseis anos, não poderia estar melhor, não estaria melhor.” E disse: “Forte o suficiente para bater até cem anos. Pulmões, tudo,” disse: “Você está bem; sem açúcar, nada.”

169 – Eu disse: “Obrigado.” Então eu fiz um teste físico, e – e para pegar meu –  meu atestado de saúde para viajar.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...