Significado dos Evangelhos


O PRIMEIRO SELO
William M. Branham
18 de Março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

79 – Agora já sabemos o que foram aqueles quatro seres viventes; já o vimos. Um foi como um leão, outro como um bezerro, outro como um homem e outro como uma águia. Agora note que havia um animal diferente para cada um dos quatro cavaleiros, Há quatro animais e quatro cavaleiros. Note também que cada animal anuncia algo: Mateus, Marcos, Lucas e João; Vamos entrar em detalhes para ver qual é Mateus, qual é Marcos, qual é Lucas e qual é João; cada um progressivamente. Agora um dos animais disse a João: “Vem e vê”. Em outras palavras: aqui estava o Cordeiro e João estava ali ao longe vendo tudo isto transcorrer. O Cordeiro imolado saiu do trono, todo ensanguentado. Ele foi o único encontrado digno. E quando Ele tomou o livro, então foi quando começou o júbilo que encontramos do versículo oito ao quatorze do capítulo cinco, porque viram que a redenção estava paga; Ele havia chegado para reclamar o Seu.


O SEGUNDO SELO
William M. Branham
19 de março de 1963
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

55 – Vocês se recordam como explicamos nas Eras da Igreja os quatro animais ali guardando a arca: Mateus, Marcos, Lucas e João ali guardando-a. E ali se encontra o que sucedeu por causa das Escrituras de Mateus, Marcos, Lucas e João. Ali foi quando a árvore lançou sua primeira rama; assim sucedeu. E se essa árvore chega a produzir outra rama, escreveriam outro livro dos Atos. Então veja você que  a mesma vida tem que estar presente.


Significado Dos Patriarcas:

A OBRA PRIMA 
William M. Branham
05 de Julho de 1964
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

61 – Agora observe. Toda obra prima é colocada no fundamento de escultura. A estátua de Moisés feita por Miguel Ângelo, está num pedaço de mármore de três ou quatro pés. Isto tem uma base. Então Deus na preparação desta obra prima, Ele coloca isto no fundamento dos patriarcas. E o fundamento dos patriarcas, primeiro foi Abraão, então Isaque, então Jacó, depois José – as quatro esquinas.

62 – E agora, Abraão foi o fundamento da fé. Digamos que isto teve quatro fundamentos. O fundamento da fé foi Abraão. O fundamento do amor foi Isaque. O fundamento da graça foi Jacó (A graça de Deus para com Jacó. Qualquer um sabe disto). Mas em José havia a perfeição. Foi ali que Ele pôde estabelecer o monumento, sobre, não na primeira base, na segunda base, na terceira base, mas na quarta base.

63 – Abraão tipificou a Cristo, naturalmente, o mesmo foi Isaque em amor. Abraão o fez em fé. Isaque o fez em amor. Jacó o fez pela sua graça, porque Jacó significa “enganador”; e isto é o que ele era. Mas a graça de Deus estava com ele. Mas quando chegou a José, não há nada contra ele, somente um arranhãozinho, (Pois a base também deve ser uma obra prima), quando ele disse a seu pai, o profeta, “Diga a Faraó que o teu povo é… são criadores de gado e não pastores, porque um pastor é uma abominação para os Egípcios”.

64 – Mas quando o velho profeta chegou diante de Faraó, ele disse, “Teus servos são pastores”. Então aquilo raspou isto. Vêem? Por isso é que isso ainda continua a ser uma obra prima.

65 – Agora, as bases foram fundadas através da fé, amor, graça e perfeição por meio dos patriarcas.

66 – Agora, o corpo de trabalho que chegou a esta grande obra prima foram os profetas, que eram a Palavra (Eu espero que vocês possam ler isto. Vêem?) – os profetas, não as leis, os profetas. Pois os profetas eram a Palavra vindicada a qual forma o corpo, não os patriarcas, os profetas. Eles eram a Palavra.


João foi o Apóstolo do Amor:

A ERA DA IGREJA DE ÉFESO
Introdução às Eras da Igreja
William M. Branham
05 de Dezembro de 1960
Tabernáculo Branham
Jefersonville – Indiana – U.S.A

69 – Há uns momentos mencionei que João entendia o que era amar a Deus. Aquele grande apóstolo de amor certamente se deu conta quando a Igreja começou a perder aquele primeiro amor de Deus. Ele diz em I João 5:3:

Porque este é o amor de Deus, que guardemos seus mandamentos (sua Palavra).

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...