REFERÊNCIAS SOBRE O PROFETA E A TENDA


VÉU A DENTRO
William M. Branham
01 de Janeiro de 1956
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

41 – E nesse ponto, o Anjo do Senhor havia me tirado para fora, e me levou a uma corrente de águas cristalinas. Era uma água de azul precioso, e grandes peixes nadavam ali. E Ele me disse: “Eu farei de ti um pescador.” E Ele disse: “Lança tua isca na água e quando você o fizer, puxe-a devagar a primeira vez, e a próxima vez, dê um pequeno puxão, (não muito forte) e na próxima vez, prepare seu anzol para a pesca”.

42 – E comecei a lançar a linha na água. Puxei, e todo o mundo começou se alegrar e dizer: “Isso é maravilhoso. Isso é maravilhoso.” Eu me emocionei, e a puxei fortemente na próxima, e eu puxei o peixe e tudo para fora da água. E o que era, era um peixinho pequeníssimo, aproximadamente do tamanho da isca. Embaracei toda a linha e tratava de consertá-la, e o homem que estava falando detrás de mim, parou à minha frente, vestido em roupas palestinas com um turbante sobre a cabeça. Tinha um manto branco. Ele disse: “Irmão Branham, é isso.”

43 – Eu disse: “Sei que não o tenho feito bem.” Eu disse: “Puxei como não devia haver feito.”

44 – Ele disse: “Não permita que sua linha se enrole nestes tempos.”

45 – Eu disse: “Bom, eu a estou endireitando tanto quanto posso. Serei muito cuidadoso.”

46 – Ele disse: “Agora, a primeira vez que falei com você, você colocou suas mãos sobre as pessoas e lhes disse o que andava mal com elas. E na segunda puxada, ora, quando você o fez, você conhecia os segredos de seus corações. E eu te fiz um vidente sobre as pessoas, porém você estava sempre tratando de explicar isso. Você não devia ter feito aquilo.” Ele disse: “Você fez uma exibição pública disso.”

47 – Eu disse: “Sinto muito.”

48 – Logo Ele me tomou dali, e eu vi uma grande tenda. Nunca havia visto tal tenda! E estava abarrotada de gente por todos os lados. E eu caminhei ao… Parecia como se eu estivesse a um nível mais alto que as pessoas, olhando para baixo onde eu acabava de fazer uma chamada de altar; e centenas e centenas de pessoas choravam e se regozijavam, logo depois de haver aceitado ao Senhor Jesus Cristo como seu Salvador.

49 – E eu olhei e ouvi quando um homem se levantou e disse: “Chame a fila de oração.” E as pessoas começaram a fazer fila deste lado, à esquerda de onde eu estava olhando para baixo em direção a plataforma, e se alinharam a ambos os lados da rua para a fila de oração. Notei à minha esquerda (que seria a minha direita se eu estivesse na plataforma) um pequeno compartimento de madeira. E eu vi aquela Luz, que eles têm a foto dela, vocês sabem, que sempre está nas reuniões; vi que essa Luz me deixava, e ia para o edifício, e entrava nele; e uma Voz me disse: “Te encontrarei ali; essa será a terceira puxada.”

50 – Eu perguntei: “Porque?”

51 – Ele respondeu: “Bom, não será uma exibição pública como eles tiveram.” E voltei a mim.

52 – Agora, no começo deste novo ano… de novo a meu Tabernáculo onde comecei; retornando ao princípio, onde comecei. Estou muito agradecido a Deus por todas estas coisas.

53 – Muitos de vocês sabem que justamente antes de partir na outra cruzada, cerca de oito ou dez anos – eu penso que são dez anos – bem, nove anos tem se passado, isto foi… estas coisas foram ditas exatamente como os cultos do auditório… Vocês recordam; exatamente de como o irmão Laqton viveria exatamente três anos, e logo seria tirado; que o irmão Ward construiria um tabernáculo nesta direção aqui, e tudo isso ocorreu exatamente. Vocês os veteranos o sabem. Ocorreu exatamente dessa maneira, e assim será isto!  Pois é assim diz o Senhor! E vocês o saberão.

54 – E agora… eu creio, que as maiores campanhas que jamais tenho tido para o Senhor Jesus, estão no futuro, na minha frente agora.


ABRINDO UM CAMINHO
William M. Branham
04 de março de 1956
Jeffersonville – Indiana – EUA.

10 – Então iremos para – daqui então iremos para Chicago, no dia 11, do dia 3 até dia 11. E partiremos na segunda, começando ali na terça-feira. E começando através do… Não, de 3 a 8. E então no dia 11 começaremos em Charlotte… Não, em Columbia, Carolina do Norte, e então para Spindale, Carolina do Norte. E então dali para Charlotte, Carolina do Sul. E então para Anchorage, Alaska, e dali subiremos até Anchorage, Alaska. Então voltaremos. E não está determinado, mas, talvez – talvez então, a tenda estará pronta para estar na estrada.

11 – Oh eu apenas… Você sabe o que eu quero fazer? Você orará comigo para isso? Veja, eu quero o quanto antes, o Senhor permitindo, colocar aquela tenda bem aqui em Fali City, e permanecer ali por quatro ou seis semanas de reunião, apenas ficar bem aqui até que termine a batalha. E você estará orando por aquilo agora. E eu apenas gostaria de armá-la aqui entre Jeffersonville e New Albany em algum lugar, e dispor para uma capacidade de aproximadamente sete ou oito mil lugares. E então poderemos adicionar mais à medida em que os dias se passarem, e apenas permanecer ali até terminar. Amém. Então – eu penso – então no dia 11 ao 15 de junho, no Tabernáculo Cadle em Indianápolis. E então, no – no dia 17, eu creio, por volta do dia 21 de Junho, será em Minneapolis, no estádio de futebol ali com capacidade para vinte e sete mil. Esta é a convenção internacional dos Homens Cristãos de Negócios, falando e tendo oração pelos enfermos toda noite. E agora, orem por Isto, faça-o, e orem bastante.

52 – Irmão, não salte ou pense alguma coisa quando você não estiver certo para ir ainda…?… E veja que isso não é se unir a uma igreja, não é estreitar as mãos de um pregador, nem mesmo é ser batizado nas águas, mas é aceitar o Sacrifício provido por Deus, Jesus Cristo, como uma Pessoa no seu coração. O Espírito Santo Se moverá diante de ti, como um vento impetuoso, tirando tudo do caminho. Amém. É isto. Então, sejam cristãos. Vocês que estão no caminho, sejam verdadeiros homens tementes a Deus. Está vindo um reavivamento aqui, em breve, uma grande reunião na tenda, eu simplesmente posso ver isso. Certo! O que você deseja fazer? Se conduzir…


A FLECHA DO LIVRAMENTO DE DEUS
William Marrion Branham
01 de agosto de 1956
Shreveport – Louisiana – E.U.A.

11 Então, oh, que coisa, oro para que nessa semana haja momentos maravilhosos, até que muletas e coisas sejam penduradas nestes postes por aqui. Deus será glorificado. Confio que será. E um dia espero vir a Shreveport para uma reunião como esta, quando me colocarei de pé e orarei pelos enfermos à medida que passarem. Eu quero tanto fazer isso que não sei o que… Mas ainda assim, como o meu ministério tem sido dado em… Se eu tivesse que dar início a uma reunião e não desse, tudo bem. Mas uma vez que tenha começado, eu não posso suprimi-la, então. Todas as vezes que encontrar uma pessoa isso está ali novamente, ali está isso de novo. Elas estão puxando de todos os lados. E esta é a razão pela qual o meu ministério nunca teve um bom resultado na América. Mas, oh, como o Senhor tem abençoado no estrangeiro… Veem? Na América as pessoas foram ensinadas que você tem que impor as mãos sobre elas, ou, você tem que ungí-las com óleo. Agora, isso é o que elas creem, e não há nenhuma maneira de alguma vez mudar isso. Veem? Isso já está nelas. Isso… E você nada pode fazer me relação a isso. Sim.

12 E um dia, se Deus permitir, estou tentando sair disso agora, e pedir al Pai celestial… E por uma visão Ele me falou a respeito de uma tenda, onde o irmão Moore e os outros estarão indo para a Califórnia agora, para ver e colocar isso em ordem pela primeira vez. Eles vão preparar um lugarzinho ali onde poderemos orar pelas pessoas, e que eu possa ficar longe das pessoas só por um momento para que então não sinta aquele puxão enquanto estiver orando. É aquilo que me deixa fraco. É aquilo que me faz sair da plataforma mais cedo. Não culpem o meu filho; não é o meu filho. Ele gosta de ficar comigo, é mais apegado e mim do que qualquer coisa que já tive em minha vida. Ele sabe exatamente quando se mover. Se não fosse por ele, eu estaria num manicômio, por que eles me deixam ficar. Certa vez confiei isso a pregadores, e vocês ouviram que eu fiquei fora do campo e não voltei por dois ou três anos. E o meu filho é fiel a mim, e aprecio isto. E então ele – ele gruda em mim. E então ele fica na plataforma e me observa, e quando ele vê que ao redor de minha boca vai ficando um pouquinho branco, ele diz: “Papai, não me importa se tenha cinquenta mil ali. Se você não vier, eu vou te colocar em meu ombro e você virá.” Então é isso que a sua mãe lhe fiz para fazer. Ela não me deixa ir para as reuniões sem ele. Ela diz: “Billy, você vai. Eu sei o que acontecerá com o papai. Ele voltará todo detonado e tudo mais. Então você vai até lá, não importa quem esteja lá ou não, quando você vir que ele já tem o suficiente, você o tire imediatamente da plataforma.” Então eu fico agradecido por isso, meu filho, Billy Paul.

13 E agora, amigos, o meu ministério é este. O meu ministério não é ferir as pessoas. E descobri que isto não é muito bom para o povo americano. Mas no estrangeiro a única coisa que eles têm que ver é algo sobrenatural sendo realizado e cada um deles colocará, seja lá o que for, as suas muletas no chão, e se levantarão de suas cadeiras de rodas, e irão para casa. Eu… Se eles tiverem que ter alguém para caminhar com eles por algum tempo até obterem força… Em – em Durban, na África do Sul, onde uma pessoa… Aquele dom sobrenatural estava operando… Creio, não, me desculpem, eu acho que foi cerca de quatro, quatro deles e uma pessoa na plataforma. Eu me virei e fiz uma oração congregacional, e o irmão Bosworth, um dos homens mais honestos que eu conheço no mundo hoje, fez uma estimativa de vinte e cinco mil curas de destaque com uma só oração. Sete caminhões lotados de muletas, braçadeiras e bengalas, e coisas para ajudar a andar, você sabe, foram apanhados no chão quando a reunião terminou. Eles não queriam aquilo. Estavam todos curados. Apenas – apenas viram um, disseram: “Sim. Ele é Deus. Ele vive.” Isto é tudo que há nisto, simples assim.

14 Mas nós somos tão educados. Oh, nós temos que ter isso da nossa maneira. Veem? Aquilo – é aqui onde perdemos isso, bem aqui. É aqui onde… Agora, nós sabemos… Eu também sou americano, e essa é a terra mais encantadora na região. Embora seja apóstata, este é o meu lar. Eu o amo. Não obstante, nós somos… Oh, neste país necessitamos mais de missionários do que em qualquer outra parte que conheça no mundo. Isto é correto. Necessitamos de missionários aqui. Apenas uma coisa sobrenatural lá e todos aqueles pagãos que estavam assentados ali, e nem mesmo distinguiam a mão direita da esquerda, totalmente despidos, sem nenhum pedaço de roupa, assentados ali, olhando. Simplesmente olhando para cima através da lama em seus cabelos, e se você simplesmente demonstrar que os ama, eles choram. Então eles viram aquele Sobrenatural chegar ali e chamar aquele pagão pelo seu nome, dizendo o que havia de errado com ele. Que coisa, eles apenas… Aquilo – aquilo era tudo que queriam saber. Aquilo – aquilo foi mais que suficiente. Se você diz: ‘Ele está aqui,’ isso me satisfaz. E eles simplesmente jogam aquilo no chão e vão embora, simples assim. Mas quando começamos a colocar a nós mesmos, dizemos: “Oh, eu gostaria de saber. Deixe-me ter uma chance de ver isto. Será que isto vai dar certo ou não.” Isso não funciona. Isso é tudo. Isso… Você perdeu isso bem ali. E então, eu… Se Deus está me ajudando na América a partir de agora, depois de um pouco, estaremos em uma grande tenda, e vou apenas orar pelas pessoas enfermas, e seguir em frente enquanto estiver na América. E então, exatamente como o Senhor me dirigir a fazer certas coisas dessa maneira, e então deixarei isto para o exterior. Porque lá ganho centenas de milhares de almas (Vê você?) e aqui isto não opera muito bem.

15 Então agora, vou ler uma porção da Palavra. Nós entraremos diretamente nisto e espero que Deus nos dê nesta noite um dos maiores cultos que já tivemos. E confio que amanhã à noite, quando o irmão se dirigir à plataforma, que o Espírito Santo possa circular sobre este edifício e – e tudo mais, e cada pessoa enferma que estiver sob a tenda seja curada, e lá fora nos carros também, que sejam curados. Agora, quantos O amam de todo o seu coração, com toda a sua alma, e com toda a sua mente? Amém. Isto é maravilhoso. Agora, estejam prontos e em oração, enquanto lemos uma porção desta bendita e velha Bíblia. Lá no Livro de Reis, nós lemos isso:


O NOME DE JESUS
William M. Branham
28 de Setembro de 1958
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

208 – Agora as entrevistas estão fixadas. Qualquer pessoa que deseja falar comigo, está perfeitamente bem. Se você telefonar Butler 2-1519; somente olhe na lista telefônica e procure William Branham, Butler 2-1519, os preparativos serão feitos para as entrevistas. E será anotado exatamente a hora e o lugar para fazê-las. Agora, eu posso encontrar cada pessoa, estar com elas, ajudá-las com seus problemas e coisas, mas eu não posso ir e passar um dia com um, e quatro ou cinco horas com este outro, e no dia seguinte perder toda a coisa. Nós temos certo tempo. Nós perguntamos a eles o que desejam e quanto tempo e trazemos isto imediatamente. E nós vemos todas as pessoas. Nós temos que…

209 – E o homem que atenderá o telefone será o Sr. Mercier aqui ou o Sr. Goad assentado lá. E eles prepararão isto no livro exatamente para as entrevistas, e eu verei cada pessoa.

210 – Se é um caso especial, se é durante um tempo de culto de oração pelos enfermos, traga os seus que estão doentes e aflitos e deixe-os ouvir uma noite ou duas.

211 – Agora, nós oraremos pelos casos de emergência, mas então depois de umas duas noites, eu quero iniciar no meu novo ministério. E eu quero levá-los aqui no fundo neste quarto, porque vocês conhecem a visão. Quantos recordam da visão (claro que recordam) da pequena tenda no quarto.

212 – Agora, eu vou levar a Meda comigo na primeira noite no caso de mulheres virem. E então se isto …ver como isto dá certo somente com ela lá dentro. E então, se isto não der certo desta maneira, então mandarei duas mulheres de cada vez, porque elas estão entrando em um lugar onde está somente um homem. Vêem? E isto…Naturalmente agora, nós temos mentes limpas, mas o diabo lá fora não tem (Vê você?), então…o que pensaria ele a respeito disto (vêem?) e o que diria o mundo. Mas é um ministério que eu não posso deixar ser conhecido ao público. Ninguém nunca dirá isto exatamente. Vê você? Não, senhor! Não, eu sei que isto está quase para se fundir agora. Eu posso simplesmente…parece…simplesmente alcançar lá e segurar; está colocado bem lá.

213 – Ontem à noite eu estava sonhando bem antes de eu levantar nesta manhã, o irmão Neville Eu…eu estava tendo um sonho, e eu pensei que o ministério…Eu não sabia o que estava fazendo, mas seja o que quer que aquilo fosse, oh, vocês falam a respeito de coisas acontecendo, eu nunca vi tal coisa. Eu acordei simplesmente chorando; eu estava louvando. Eu bati na face de minha esposa com minha mão  assim, e assim, somente louvando ao Senhor deitado lá. Oh eu…eu simplesmente sei que há algo correto bem aqui somente pronto para alcançar e segurar nisto. Será bem maior do que isto alguma vez já foi. Será maravilhoso. Eu creio que Deus está preparando para fazer algo grande. Mas agora, nós temos que nos aproximar disto sensatamente, com inteligência, e diretamente na Palavra de Deus. Correto! Oh, nós O amamos.


OLHANDO PARA O INVISÍVEL
William M Branham
03 de outubro de 1958
Jeffersonville – Indiana -U.S.A.

2 Agora, ontem à noite eu levei um grupo para o quarto de orações aqui dentro para – apenas para ver se o novo ministério que tinha sido prometido havia se tornado realidade no tabernáculo aqui antes conseguimos a tenda. Bem agora, até onde eu sei, não havia nada, nada mais que – tão logo que entrei ali, o Espírito do Senhor chegou, Ele simplesmente começou a discernir os espíritos, dizendo as pessoas os seus problemas, e assim por diante.

3 Mas eu gostaria de saber… Eu perguntei aquelas pessoas se haveria alguma maneira possível delas ficarem. Eu gostaria de lhes perguntar se houve alguma mudança nelas, se elas sentem que foram curadas ou qualquer mudança visível de algum modo. Eu lhes pergunto, nesta noite, se eu lhes chamasse, se elas pudessem entrar no edifício, eu gostaria que elas levantassem a suas mãos. Agora, se elas estão aqui e não precisaram ir para casa – elas são pessoas de outra cidade – e se elas não precisaram ir para casa, e entraram no edifício, e você sente que tem havido uma grande oportunidade, mantenha sua mão levantada, aqueles que – há alguém aqui que estava no edifício ontem à noite e recebeu oração aqui atrás. Como eu não vejo nenhuma mão, eu não sei se as pessoas puderam ficar. Ali…[O irmão Neville diz; “Um”. – Ed.] Um…Um aqui atrás, Correto. Um…Um Ali, Bem, isto e muito bom. Você sente que houve uma mudança em… E isto correto, senhor? Você que levantou a sua mão? [O homem começa a testificar – Ed.] Bem, isto é bom. [Ele continua – Ed.] Nós… [Ele continua – Ed.] Isto é muito bom e estamos agradecidos. Não havia nada visível para que pudéssemos ver, veja você, porque….

4 E havia uma – uma senhora ali dentro que estava incomodada com um problema mental. E o Espírito Santo começou a falar com ela e lhe dizendo as coisas que – aconteceram em sua vida, pois ela pensava que algo havia. E eu acho que se o nosso irmão estava presente ele sabe disto. E então. Ele começou a lhe dizer sobre uma pessoa que tinha barbas longas e cabelos longos, que havia orado por ela. Ela teria se afastado dela. Ela disse: “Não”. E então para mostrar a exatidão e perfeição do Espírito Santo, Ele regressou novamente, e apanhou a pessoa, e lhe disse quem era, e onde aquilo havia acontecido.

Então ela disse: “Eu recordo, agora”. Isto aconteceu há muitos anos atrás. Como a perfeição do Espírito Santo….Oh, Ele e tão real.

5 Agora, estamos lotados e apenas esta pequena reunião aqui, pouco antes de eu partir novamente. E fiquei feliz nesta noite, de simplesmente encontra, enquanto eu entrava, um velho amigo, irmão Rogers, lá de Milltown, Indiana e amigos que não tenho visto há anos… Irmão Creech, novamente, ele estava aqui ontem a noite. E hoje nas entrevistas, o Espírito Santo foi maravilhoso hoje. Pareceu que talvez isto apenas continuará por algum tempo, até aquela tenda chegar, sob o mesmo ministério que tive, porque nas entrevistas hoje, houve quatro grandes visões de destaque que aconteceram – nas entrevistas. Então parece, talvez, que eu continuarei até o começo daquela tenda, ou seja o que for que Ele escolheu para começar declarar o Seu Nome de uma nova maneira. Mas quando isto acontecer, isto será tão perfeito quanto as outras. Isto será apenas… E estou confiando em Deus que isto será maior do que as outras; não por causa do – do nosso ministério, mas por causa das pessoas enfermas e necessitadas. Existe tal necessidade na terra hoje.


O QUE É NECESSÁRIO PARA VENCER TODA INCREDULIDADE: NOSSA FÉ
William Marrion Branham
29 de julho de 1960
Yakima – Washington – E.U.A.

33 E esse é o porquê nas minhas reuniões nunca tive tempo suficiente para que eu pudesse explicar isso e entrar entre as pessoas e lhes falar a respeito disso.  E num desses dias, o Senhor permitindo, eu vou arranjar uma enorme tenda e mudar para algum lugar onde eu possa ficar por três ou quatro semanas ou cinco de uma só vez, apenas mantendo – permitindo que aquele paciente retorne, e lhes provar, e lhes mostrar que a coisa foi embora, porque Deus não faz acepção de pessoas. Que Ele cura um homem com um câncer e cura o outro com câncer, se ele chega com a mesma atitude, nas mesmas bases. Ora, você não tomaria os seus filhos, os assentaria à mesa, estando cada um deles com fome, e diria: “Agora, você pode tomar um copo de leite, para que você não morra. Mas você, John, você não pode tomá-lo. Joe você pode tomar.” Você não faria isto. Você pensaria tanto no John quanto você pensaria no Joe, se vocês são pais corretos. Bem, se você sabe como ser bom – dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais vosso Pai celestial sabe como dar boas dádivas a Seus filhos. Então veja, cada um de nós pode ser curado.


A FASE PRESENTE DE MEU MINISTÉRIO
William M. Branham
08 de Setembro de 1962
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A

15 – Você já observou, e eu nunca observei isto até este último maio, eu nunca li daquela Escritura mais do que até ali? Isto é tudo que já li sobre isto, porque aquilo parecia como que isto-isto fosse suficiente, porque estava me dizendo para pregar a Palavra e para suportar as aflições, e para ser paciente, porque virá tempo em que não sofrerão a sã Doutrina, mas tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas concupiscências, e desviarão da Verdade voltando às fábulas. Mas, agora, Ele nunca disse que eu era um evangelista. Ele disse: “Faça o trabalho de um evangelista.” Paulo dizendo a Timóteo, vêem. Você já observou como ele diz? Ele não disse: “Agora, você tem sido chamado para ser um evangelista.” Ele disse: “Faça a obra de um evangelista.” Vêem? Agora, então observamos lá. Agora, se eu dissesse de todo o meu coração e de todo meu conhecimento que tem sido cumprido ao pé da letra. Exatamente. Isto é trinta anos atrás.

16 – E até onde eu saiba, cada visão que Ele tem me dado tem sido cumprida exceto uma de que mudarei meu ministério, onde eu orarei pelo povo em um pequeno lugar como um quartinho sob uma tenda, ou um grande auditório ou algo. Aquilo parecia, para mim, como uma tenda. Vocês recordam daquilo dois ou três anos atrás? Tudo que aquilo causou. Eu estava para ir no México, e como choveria aquela noite e o que aconteceria lá embaixo. E Ele me falou da primeira puxada de meu ministério. Recordam acerca daquele peixinho que foi apanhado, ou perdido? O segundo era um peixinho pequeno. Mas então Ele me disse: “Na terceira puxada, não falha. Vêem? E não diga ao povo.” Eu sempre estou tentando explicar o que estou tentando fazer. Ele me fez saber que não fizesse ao povo saber o que estava fazendo. Somente fizesse o que Ele me dissesse para fazer e deixasse isso. Vêem?


TESTEMUNHO
William M. Branham
28 de Novembro de 1963
Shreveport – Louisiana – U.S.A.

22 – Eu gostaria de conseguir um lugar, qualquer hora, se o Senhor permitir, quando uma tenda entrar em cena. E eu creio que será em breve agora, brevemente percorrerei o mundo. Estou com reuniões mundiais aproximando-se agora. E eu gostaria de conseguir um local onde eu pudesse ficar por aproximadamente seis semanas, e apenas pegar essas coisas e estudá-las, veja você, minuciosamente, através da Escritura.


SUAS INFALÍVEIS PALAVRAS DE PROMESSAS
William M. Branham
20 de Janeiro de 1964
Phoenix – Arizona – U.S.A.

138 – Agora, aquele grande dom! Outros eu tenho tentado explicar e dizer como foram feitos. Este não pode ser explicado. Simplesmente espere. Isto não estará em operação perfeitamente agora. Espere até que aquele Concílio de Igrejas traga aquela perseguição, será quando isto acontecerá. Esta é a razão pela qual eu volto para vosso meio, para orar pelos enfermos. Nunca houve uma coisa que Ele já disse em minha vida que não aconteceu ainda, exceto aquele tipo de edifício ou tenda onde haverá um pequeno edifício preparado e eu entrarei ali e orarei pelos enfermos. Isto não aconteceu ainda até onde eu saiba. Esta é a única coisa que eu sei.

139 – E quando Ele diz aquelas palavras, para dizer isto, o Pai Celestial sabe que estou aqui nesta noite e Ele poderia me matar bem aqui nesta plataforma. Sim, senhor, Ele certamente poderia fazer isto; e eu sei disto, estou bem ciente disto. E eu sei que há tantas histórias hoje, que, eu – eu não sou responsável por elas. Sou responsável somente pelo que eu digo. Eu, eu tenho que responder pelo que eu falo. E isto é a Verdade. E o Pai Celestial sabe que esta é a verdade.


PERSEVERANTE
William M. Branham
05 de Março de 1964
Dallas – Texas – U.S.A

233 – Agora vocês aí que não tem cartão de oração, não importa onde estejam, vocês somente creiam e digam isto: “Senhor Jesus, o que ele nos disse está na Bíblia. Nós… Sei que Tu prometeste isso, e sei que tem de ser Tu. Não pode ser aquele homem; ele é homem como eu, ou como meu marido, ou como meu filho, ou irmão, ou outros mais”. Está vendo?

234 – Mas um dom não é uma coisa, um canivete, que você pega e vai fazer coisas com isso, um presente. Um dia destes, vou conseguir uma grande tenda e ir a uma cidade, e ficarei uns meses de cada vez, veja, e, no entanto, ensinar. Um dom é retirar-se da frente, para que Deus possa entrar, ver o que Ele mostra, o que Ele faz. Um dom não é: “Eu tenho poder para fazer isto, eu tenho poder!” O seu poder com um dom é retirar-se da frente. E o dom que Deus lhe deu opera através disso então, veja, depois de você não estar na frente. Está vendo?


AMNÉSIA ESPIRITUAL
William M. Branham
11 de abril de 1964
Birmingham – Alabama ­ E.U.A

5 Eu estava conversando com um dos meus pastores associados do lado de fora, logo que cheguei, irmão Jackson, antigamente uma igreja Metodista lá embaixo, uma ou duas cidades abaixo da nossa — e… Quantos estão aqui que estão associados com o Tabernáculo? Vejamos suas mãos, em todas as partes. Que coisa, tenho certeza -­ com certeza estou contente em tê-los. Esta é a reunião mais próxima que já estive por algum tempo de Indiana. Penso em voltar em breve, e armarei uma tenda e teremos aquelas últimas sete trombetas, o Senhor permitindo. Então agora… Mas lembrem de amanhã. Não esqueçam isto. Amanhã às duas horas.


HOJE TEM SE CUMPRIDO ESTA ESCRITURA
William M. Branham
19 de Fevereiro de 1965
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

08 – Agora, esperamos que Deus nos dê uma bênção de Sua Palavra nesta noite, enquanto a lemos. Esperamos ver o dia, talvez num futuro próximo, quando possivelmente possamos trazer a tenda aqui à cidade e coloca-la aqui no campo desportivo onde poderíamos ficar por um tempo mais longo, talvez por três ou quatro semanas de cultos corridos. Assim como estamos, apenas nos conhecemos e logo temos que nos despedir. Como gostaria de vir para permanecer um tempo longo, para não ter que encerrar tão rápido. Nós poderíamos ficar dia e noite, dia e noite; alguém poderia ir em casa e alimentar os animais e ordenhar as vacas e logo voltar e continuar com o culto. Isso me agradaria muito. O Senhor lhes abençoe.


ENVERGONHADOS DELE
William M. Branham
11 de Julho de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

05 – E agora, um … eu quero descobrir através dos anciãos… eu sinto dirigido; eu nunca senti tal fome em meu coração por Deus em toda minha vida como sinto agora. Vêem? Pois … E eu… eu quero apanhar a minha própria tenda e meu… minhas coisas como o Senhor me deu uma visão, e eu creio que o tempo está agora mesmo a mão. E eu quero ver enquanto estou aqui porque não conseguimos a tenda. E… e então quando vamos, como vindo aqui em Jeffersonville, em vez de ter somente um dia ou dois, três ou quatro dias, podemos sair aqui e armar esta tenda e termos duas ou três semanas (Vê você?) e só um… ninguém pode dizer nada sobre isto. Podemos até mesmo usarmos um parque de baseball, ou se eles não permitirem que usemos, há fazendeiros aqui fora que nos deixarão usar um fazenda. Nós alugaremos a fazenda e … e a montaremos. E a única coisa que simplesmente teríamos que fazer ali seria fazer nosso… nossas dependências e assim por diante e… para o nosso conforto, e isto poderia ser facilmente feito. E então começaríamos a ter os nossos serviços assim, porque isto é de acordo a uma visão do Senhor. Isto é para ser feito desta forma.


FAZENDO UMA OBRA PARA DEUS FORA DE SUA VONTADE
William M. Branham
18 de Julho de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

19 – E – e então estou aqui para tratar com os administradores juntos. Eu estou cansado de ser rejeitado de todos estes lugares para ter cultos onde há lugar para uma reunião quando eu estou sentindo direção em fazer isto. Então penso que vou perguntar a eles se nós podemos pegar nossa tenda e – e armá-la e simplesmente  ficar lá e, vocês sabem. Irmãos aqui no parque de baseball ou em um sítio e movê-la de lugar em lugar  justamente como o Senhor dirigir. E eu sinto que isto é o que Ele irá fazer. Vocês sabem, há uma visão concernente àquilo. E eu penso que talvez esta é a causa disso acontecer… Agora vocês sabem, muitas vezes pensamos que é horrível porque certas coisas acontecem, mas vocês sabem, aquilo deve ser Deus (vêem?) te dirigindo em meio a estas coisas. Quando Ele disse isto, Ele fará isto.


OS UNGIDOS DOS ÚLTIMOS DIAS
William M. Branham
25 de Julho de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

07 – Temos a esperança de que tão logo quanto nos for possível, fazermos a maneira de juntar-nos todos, talvez sob uma tenda, onde sinto definitivamente dirigido a pregar sobre “As Últimas Sete Taças”, na Bíblia.

08 – Agora, para que não estejamos muito tempo numa lição magnífica nesta manhã… Eu tenho inquirido com o Senhor, pensando “Que poderia eu dizer?” sabendo que talvez este pode ser o último culto que tenhamos. A vinda do Senhor está tão próxima, á mão.


O DEUS DESTA ERA MALIGNA
William M. Branham
01 de Agosto de 1965
Tabernáculo Branham
Jeffersonville – Indiana – U.S.A.

15 – Agora, isto pode ser… eu tomei isto em meu coração, enquanto estava aqui e não era permitido usar os auditórios… e finalmente eles nos deram a permissão, nós poderíamos orar por nenhum enfermo. Eu – eu não… Este é o meu ministério. Eu tenho que fazer o que o Espírito Santo disser para fazer. Vêem? Então eu pensei que poderíamos sofrer mais um dia de qualquer modo no tabernáculo. E está fresco nesta manhã. O Senhor fez um ótimo dia para nós aqui, então estamos agradecidos.

16 – Agora fazendo isto, eu vim aqui com o propósito de ensinar as últimas Taças, as últimas Sete Taças, e as últimas Trombetas, e os últimos Sete Trovoes do Livro de Apocalipse, unindo-os nesta hora em que estamos vivendo agora para seguir a abertura dos Sete Selos, as Sete Eras da Igreja. Então não teríamos espaço para fazer isto, então eu – eu espero que logo que eu puder, nós – poderemos ter um lugar suficiente para isto ou aquilo ou em Louisville, New Albany, ou até mesmo armar uma tenda, para então ficarmos o tempo que o senhor quiser que fiquemos.

tabernaculo-4 - Copia

Posted in Matérias do Profeta.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...